Propriedades periódicas

10.486 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
5 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
10.486
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
649
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
308
Comentários
0
Gostaram
5
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Propriedades periódicas

  1. 1. CLASSIFICAÇÃO PERIÓDICA DOS ELEMENTOS QUÍMICOS
  2. 2. Os elementos químicos sempre foram agrupados de modo a termos elementos semelhantes juntos, tendo desta maneira o desenvolvimento de várias tabelas até os nossos dias atuais.
  3. 3. Na tabela atual os elementos químicos ocupam SETE LINHAS HORIZONTAIS que são denominados de PERÍODOS. Estes períodos são numerados ou ordenados de cima para baixo para melhor identificá-los.
  4. 4. Podemos associar o período de um elemento químico com a sua configuração eletrônica. O número de ordem do período de um elemento é igual ao número de níveis eletrônicos que ele elemento possui.
  5. 5. O elemento flúor tem 9 elétrons: Possui deste modo apenas os níveis 1 e 2 ou K e L com elétrons ( 2 níveis de energia ). Então este elementos localiza-se no 2º PERÍODO da classificação periódica. 2 2p 1s 2s K = 2 5 2 L = 7 ou
  6. 6. O elemento ferro tem 26 elétrons: ou Possui deste modo apenas os níveis 1, 2, 3 e 4 ou K, L, M e N com elétrons (4 níveis de energia). Então este elementos localiza-se no 4º PERÍODO da classificação periódica . 2 2p 1s 2s 6 2 2 4s 3s 3p 2 6 6 3d K = 2 L = 8 M = 14 N = 2
  7. 7. FAMÍLIAS (GRUPOS ou COLUNAS) Constituem as 18 linhas verticais da classificação periódica. Estas linhas são numeradas de 1 a 8 e subdivididas em A e B, a IUPAC recomenda que esta numeração seja de 1 a 18.
  8. 8. Os elementos que estão no subgrupo A são denominados de representativos e possuem o elétron diferencial em subnível “ s ” ou “ p ” . Os elementos que estão no subgrupo B são denominados de transição e possuem o elétron diferencial em subnível “ d ” ou “ f ” .
  9. 9. O elemento flúor de número atômico 9 e distribuição eletrônica: É um elemento representativo , pois possui o elétron diferencial no subnível “ p ” . 5 1s 2s 2p 2 2
  10. 10. O elemento cálcio de número atômico 20 e distribuição eletrônica: É um elemento representativo , pois possui o elétron diferencial no subnível “ s ” . 6 1s 2s 2p 2 2 2 3s 3p 4s 6 2
  11. 11. O elemento ferro de número atômico 26 e distribuição eletrônica : É um elemento de transição (externa), pois possui o elétron diferencial no subnível “ d ” . 6 1s 2s 2p 2 2 2 3s 3p 4s 6 2 3d 6
  12. 12. No grupo 3B e no 6º período se encontra uma série de elementos denominada de série dos lantanídeos . No grupo 3B e no 7º período encontramos uma série de elementos denominada de série dos actinídeos .
  13. 13. Estas duas séries são os elementos de transição interna que possuem o elétron diferencial em subnível “ f ” .
  14. 14. Para os elementos de transição (externa) observamos o número de elétrons do subnível “d” mais energético e seguimos a tabela abaixo: 3B 5B 4B 6B d 7B 8B 8B 8B 1B 2B d d d 1 d d d d d d 5 2 3 4 6 10 7 9 8
  15. 15. família dos metais alcalinos 1A: Li, Fr. Cs, Rb, K, Na, família dos metais alcalinos terrosos 2A: Be, Ra. Ba, Sr, Ca, Mg, família do boro 3A: B, Tl. In, Ga, Al, família carbono 4A: C, Pb. Sn, Ge, Si, FAMÍLIAS COM NOMES ESPECIAIS
  16. 16. família do nitrogênio 5A: N, Bi. Sb, As, P, família dos calcogênios 6A: O, Po. Te, Se, S, família dos halogênios 7A: F, At. I, Br, Cl, família dos gases nobres ZERO(8A): He, Xe, Kr, Ar, Ne, Rn.
  17. 17. Muitas características dos elementos químicos se repetem periodicamente, estas propriedades são denominadas de PROPRIEDADES PERIÓDICAS
  18. 18. RAIO ATÔMICO Dois fatores são importantes na determinação do raio atômico: NÚMERO DE CAMADAS ELETRÔNICAS e CARGA NUCLEAR .
  19. 19. O NÚMERO DE CAMADAS ELETRÔNICAS O S K = 2 L = 6 K = 2 L = 8 M = 6 8 16 Com o aumento do número de camadas ocorre um aumento no raio do átomo e, este aumento é de CIMA para BAIXO em átomos pertencentes à mesma família.
  20. 20. A CARGA NUCLEAR Este fator tem influência quando se considera elementos químicos de mesmo período na tabela periódica, pois possuem o mesmo número de camadas. Quanto maior a carga nuclear maior é a atração do núcleo pelos elétrons periféricos, isto é, menor será o átomo e, num mesmo período o tamanho do átomo aumenta da DIREITA para a ESQUERDA .
  21. 21. RESUMINDO
  22. 22. TAMANHO DO ÍON O tamanho de um ÌON é diferente do átomo que o originou. Um CÁTION tem um raio MENOR que o átomo que o produziu. Um ÂNION tem um raio MAIOR que o átomo que o produziu.
  23. 23. POTENCIAL DE IONIZAÇÃO É a energia mínima necessária para retirar um elétron de um átomo neutro isolado no estado gasoso. Quanto menor for o átomo maior será a dificuldade para retirar seu elétron, isto é, maior será a energia de ionização.
  24. 24. RESUMINDO
  25. 25. A energia mínima necessária para retirar um elétron de um átomo neutro isolado no estado gasoso produzindo um cátion monovalente chama-se 1ª ENERGIA DE IONIZAÇÃO . A energia mínima necessária para retirar um segundo elétron de um cátion monovalente gasoso produzindo um cátion bivalente chama-se 2ª ENERGIA DE IONIZAÇÃO e será maior que a 1ª ENERGIA DE IONIZAÇÃO.
  26. 26. AFINIDADE ELETRÔNICA É a energia liberada pelo átomo, isolado no estado gasoso, quando recebe um elétron originando um ânion . Não definimos afinidade eletrônica para os GASES NOBRES .
  27. 27. ELETRONEGATIVIDADE É a tendência que os átomos têm de atraírem elétrons . Não definimos eletronegatividade para os GASES NOBRES.

×