259 o autista e o lúdico

639 visualizações

Publicada em

AUTISMO E EDUCAÇÃO - SIMONE HELEN DRUMOND

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
639
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
37
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

259 o autista e o lúdico

  1. 1. APRENDENDO A INTERPRETAR A SIMBOLOGIA DAS BRINCADEIRAS DAS CRIANÇAS AUTISTAS.
  2. 2. Referencia: Cristiano Camargo e Mães pelo Autismo Glosas Pedagógica: Simone Helen Drumond Aprendendo a interpretar a simbologia das brincadeiras das crianças autistas por meio da observação direta e indireta é uma mediação, proposta pela psicanálise. A observação funciona muito bem, mesmo para crianças ainda não verbais, pois se baseia em gestos e atos que contam uma história, que pode parecer fictícia, mas que na verdade reflete a história de vida real da criança, do ponto de vista dela, que nunca deve ser descartado, nem subestimado!
  3. 3. APRENDENDO A INTERPRETAR A SIMBOLOGIA DAS BRINCADEIRAS DAS CRIANÇAS AUTISTAS. FIQUE ATENTO À FALA!
  4. 4. APRENDENDO A INTERPRETAR A SIMBOLOGIA DAS BRINCADEIRAS DAS CRIANÇAS AUTISTAS. FIQUE ATENTO ÀS EXPRESSÕES!
  5. 5. APRENDENDO A INTERPRETAR A SIMBOLOGIA DAS BRINCADEIRAS DAS CRIANÇAS AUTISTAS. FIQUE ATENTO AOS GESTOS!
  6. 6. COMO TODA E QUALQUER CRIANÇA, AS CRIANÇAS AUTISTAS TAMBÉM BRINCAM. MAS DO JEITO DELAS, MUITAS VEZES DE MANEIRA NÃO CONVENCIONAL. QUERO
  7. 7. Referencia: Cristiano Camargo e Mães pelo Autismo Glosas Pedagógica: Simone Helen Drumond APRENDENDO A INTERPRETAR A SIMBOLOGIA DAS BRINCADEIRAS DAS CRIANÇAS AUTISTAS. Como toda e qualquer criança, as CRIANÇAS AUTISTAS também brincam. Mas do jeito delas, muitas vezes de maneira não convencional. A maioria delas, inclusive, dá preferência a objetos da casa, de uso do dia a dia, como se fossem brinquedos.
  8. 8. Referencia: Cristiano Camargo e Mães pelo Autismo Glosas Pedagógica: Simone Helen Drumond APRENDENDO A INTERPRETAR A SIMBOLOGIA DAS BRINCADEIRAS DAS CRIANÇAS AUTISTAS. Muitas crianças, que atendi no consultório, adoravam brincar com carrinhos de ferro (aqueles coloridos em miniaturas). Gostavam também de manusear e brincar com os dinossauros de plástico em diversos tamanhos. E a partir dessas preferências é que dei inicio aos meus planejamentos por portfólios educacionais. Sempre passei horas sonhando e planejando possibilidades educacionais para trabalhar as habilidades infantis das crianças. Meu esposo, grande amigo e companheiro educacional, viaja comigo na construção de possibilidades educacionais, para o contexto da Inclusão.
  9. 9. Referencia: Cristiano Camargo e Mães pelo Autismo Glosas Pedagógica: Simone Helen Drumond APRENDENDO A INTERPRETAR A SIMBOLOGIA DAS BRINCADEIRAS DAS CRIANÇAS AUTISTAS. Outro dia uma amiga relatou-me que foi com o filho ao shopping com uma caixa de sapatos. Bem, grande parte das crianças autistas preferem brincar com controles remotos, caixas, canetas, abajures, fios, antenas, ventiladores, etc, é muito fácil de entender essa preferência. Autistas tem uma imaginação e uma criatividade enorme, e precisam colocá-las para fora, pôr em prática o que imaginam, e estes objetos dão margem a imaginar naves espaciais, canhões laser,etc. CRIANÇAS AUTISTAS TEM UMA IMAGINAÇÃO LÚDICA AGUÇADA!
  10. 10. Referencia: Cristiano Camargo e Mães pelo Autismo Glosas Pedagógica: Simone Helen Drumond APRENDENDO A INTERPRETAR A SIMBOLOGIA DAS BRINCADEIRAS DAS CRIANÇAS AUTISTAS. Os brinquedos convencionais não dão margem à criatividade, ELES SÃO O QUE SÃO E NÃO PODEM SER IMAGINADOS COMO SE FOSSEM OUTROS OBJETOS. No caso dos carrinhos e dinossauros, os autistas que gostam de brincar com eles geralmente já tinham uma preferência forte, uma fase de interesse intenso por estes assuntos.
  11. 11. Referencia: Cristiano Camargo e Mães pelo Autismo Glosas Pedagógica: Simone Helen Drumond APRENDENDO A INTERPRETAR A SIMBOLOGIA DAS BRINCADEIRAS DAS CRIANÇAS AUTISTAS. As brincadeiras infantis em geral tem uma simbologia psicanalítica, uma vez que são constituídas de um “faz de conta” altamente lúdico, em que uma história, com seus personagens, é vivida. Isto é particularmente verdadeiro para crianças autistas, que levam este conceito bem mais além, ao transformar objetos que não são brinquedos, em brinquedos propriamente ditos, usando sua imaginação, além de vivenciar as histórias com mais profundidade e tornando-as muito mais complexas e detalhadas. SÃO AVENTURAS MUITO MAIS LÓGICAS QUE EMOCIONAIS,
  12. 12. Referencia: Cristiano Camargo e Mães pelo Autismo Glosas Pedagógica: Simone Helen Drumond APRENDENDO A INTERPRETAR A SIMBOLOGIA DAS BRINCADEIRAS DAS CRIANÇAS AUTISTAS. No decorrer das aventuras lúdicas de uma criança autista, percebe-se um claro fundo emocional, e não apenas seu MUNDO INTERNO DE FANTASIA. No contexto lúdico, a criança retrata toda as percepções de sua vida, da família, das suas vivências com amigos, vizinhos, profissionais e familiares. Em algumas situações lúdicas as crianças também revelam situações de: traumas, mágoas, incômodos, incompreensão, injustiça, angustias, medos, entre outros sentimentos que afligem a criança. A CRIANÇA AUTISTA REVELA SIMBOLICAMENTE, NO CONTEXTO LÚDICO, PERCEPÇÕES POSITIVAS E NEGATIVAS.
  13. 13. Referencia: Cristiano Camargo e Mães pelo Autismo Glosas Pedagógica: Simone Helen Drumond APRENDENDO A INTERPRETAR A SIMBOLOGIA DAS BRINCADEIRAS DAS CRIANÇAS AUTISTAS. Observar atentamente (de preferência sem que ele perceba que esteja sendo observado) estas brincadeiras, o teor das histórias, os atos dos personagens, a personalidade dos personagens, atitudes diante de situações, entre outros, é muito importante, pois a criança está interagindo com o mundo, está oferecendo pistas de suas vivências.
  14. 14. Referencia: Cristiano Camargo e Mães pelo Autismo Glosas Pedagógica: Simone Helen Drumond APRENDENDO A INTERPRETAR A SIMBOLOGIA DAS BRINCADEIRAS DAS CRIANÇAS AUTISTAS. O exemplo que utilizaremos hoje será o do carrinho de ferro, pois dá margem a muitas analogias e interpretações, e é muito comum. Comecemos então pela brincadeira usando um carro comum e um carro de polícia. O carro de Polícia, no entender da criança, simboliza os Pais, os profissionais ou os colegas, enfim, pessoas que lidam com ele: aqueles que o controlam (inclusive sua velocidade, ou seja sua ansiedade), dão limites, dão ordens ou parecem hierarquicamente superiores a ele. Perseguições do carro de Polícia ao outro carro podem mostrar como a criança vê seu relacionamento com seus pais, terapeutas, colegas, etc, e mostra suas insatisfações em relação a eles.
  15. 15. Referencia: Cristiano Camargo e Mães pelo Autismo Glosas Pedagógica: Simone Helen Drumond APRENDENDO A INTERPRETAR A SIMBOLOGIA DAS BRINCADEIRAS DAS CRIANÇAS AUTISTAS. Se há perseguições furiosas, em que o outro carro sempre consegue escapar do carro de polícia, é um sinal de um desejo inconsciente da criança de não ter mais broncas ou castigos (especialmente os físicos), expresso na brincadeira. Em cenas em que a Polícia alcança o carro fugitivo, as brigas entre o policial e o perseguido podem refletir ou mesmo reproduzir os conflitos das crianças autistas com os pais, terapeutas, colegas, vizinhos, família, etc. Se ela for verbal, ela poderá se utilizar de diálogo entre os dois personagens, e colocar na boca do policial, por exemplo, as falas do pai e da mãe e mostrar como realmente se sente em relação a eles e explicar o que não conseguiu explicar a eles na vida real. Ou de outras pessoas que lidam com ele no dia a dia.
  16. 16. Referencia: Cristiano Camargo e Mães pelo Autismo Glosas Pedagógica: Simone Helen Drumond APRENDENDO A INTERPRETAR A SIMBOLOGIA DAS BRINCADEIRAS DAS CRIANÇAS AUTISTAS. Muitos autistas, numa discussão com os pais, devido a presença deles, que o autista muitas vezes vê como inibidora, não consegue expressar o que realmente sente ou como realmente vê a situação, ou ainda se auto- reprime, com receio de uma reação agressiva. Mas sozinho, sem ninguém olhando, ele falará, em pensamento, ou as vezes em voz alta, sua explicação completa, e se expressará, de forma muito mais completa e inteligível, suas explicações e seus sentimentos, do que se os pais estivessem na frente dele. E também, como o pensamento, o raciocínio autista, é muito complexo e sofisticado, fica difícil colocar ele inteiro em poucas palavras e, definitivamente, síntese e resumos não são o forte dos autistas, não que não sejam capazes ou não saibam fazê-lo, mas via de regra, detestam ter de fazer isto, não é algo que fazem de bom grado.
  17. 17. Referencia: Cristiano Camargo e Mães pelo Autismo Glosas Pedagógica: Simone Helen Drumond APRENDENDO A INTERPRETAR A SIMBOLOGIA DAS BRINCADEIRAS DAS CRIANÇAS AUTISTAS. Como o pensamento e o raciocínio de um autista é muito complexo e sofisticado, fica difícil defini-lo em poucas palavras.
  18. 18. Referencia: Cristiano Camargo e Mães pelo Autismo Glosas Pedagógica: Simone Helen Drumond APRENDENDO A INTERPRETAR A SIMBOLOGIA DAS BRINCADEIRAS DAS CRIANÇAS AUTISTAS. Muitas vezes o autista não consegue se expressar de forma clara e inteligível aos pais ou a outras pessoas por ter de estar improvisando. Sendo uma criança autista verbal ou ainda não verbal, devemos ficar atentos, pois ela é perfeitamente capaz de expressa-se! Para isso, o coletivo familiar, terapêutico e educacional deve reforçar nela a autoconfiança e autosegurança, além da autoestima.
  19. 19. Referencia: Cristiano Camargo e Mães pelo Autismo Glosas Pedagógica: Simone Helen Drumond APRENDENDO A INTERPRETAR A SIMBOLOGIA DAS BRINCADEIRAS DAS CRIANÇAS AUTISTAS. A insegurança, a falta de confiança e a autoestima costumam ser retratadas nas histórias que ele conta a si mesmo nas brincadeiras, e não raro, as causas disto podem ali serem reveladas: eventos traumáticos, sentimentos de rejeição, de segregação, incompreensão ou injustiça. Mas, quando o autista faz o papel do policial nas brincadeiras e persegue o outro carro, os papéis se invertem: seu ditador Interior se revela plenamente, e revela também o que na verdade ele gostaria de dizer para as pessoas, como ele gostaria de agir com elas e como gostaria de ser. Também pode revelar suas revoltas, suas raivas e os motivos e causas delas.
  20. 20. Referencia: Cristiano Camargo e Mães pelo Autismo Glosas Pedagógica: Simone Helen Drumond APRENDENDO A INTERPRETAR A SIMBOLOGIA DAS BRINCADEIRAS DAS CRIANÇAS AUTISTAS. A brincadeira de estacionar o carrinho entre outros dois, demonstra a vontade do Autista de ter seu lugar na sociedade e ter um espaço nela onde se encaixar. Dificuldades de conseguir estacionar sem bater mostram, ou melhor, refletem as dificuldades desta inserção, ou mesmo sua exclusão pela sociedade(deixando, por exemplo um espaço pequeno demais para o carro caber e não conseguindo achar vagas.
  21. 21. Referencia: Cristiano Camargo e Mães pelo Autismo Glosas Pedagógica: Simone Helen Drumond APRENDENDO A INTERPRETAR A SIMBOLOGIA DAS BRINCADEIRAS DAS CRIANÇAS AUTISTAS. Quando a criança, tenta estacionar o carrinho, batendo na frente e atrás, revela que de alguma forma, ele percebe que está sendo excluído de um contexto. A forma de promover a sua inclusão em algum contexto e inserir-se a força, por isso, a atitude de colocar um carrinho no meio do outro a força.
  22. 22. Referencia: Cristiano Camargo e Mães pelo Autismo Glosas Pedagógica: Simone Helen Drumond APRENDENDO A INTERPRETAR A SIMBOLOGIA DAS BRINCADEIRAS DAS CRIANÇAS AUTISTAS. Brincadeiras de ficar trombando muitos carrinhos entre si e os fazerem cair da mesa ou da cama, ou do local onde está sendo feita a brincadeira, revela uma revolta. Fique atento, pois os carrinhos que batem e expulsam o que cai representam colegas batendo nele, humilhando-o, rejeitando-o , colocando-o para fora de seus círculos, em última análise, da sociedade. Como a cama ou a mesa representa o topo de uma montanha ou platô na brincadeira, e a queda hipotética seria alta, interpreta-se que o autista julgue ser colocado para fora da sociedade, uma espécie de morte social, ou seja, ele não vê no momento maneiras de conseguir se incluir.
  23. 23. Referencia: Cristiano Camargo e Mães pelo Autismo Glosas Pedagógica: Simone Helen Drumond APRENDENDO A INTERPRETAR A SIMBOLOGIA DAS BRINCADEIRAS DAS CRIANÇAS AUTISTAS. Brincadeiras onde o carrinho sobe com dificuldade em algum objeto, por exemplo, um travesseiro, mostra que ele está sentindo dificuldades em superar alguma coisa ou ser compreendido. Capotagens, quedas, batidas, durante estas subidas e descidas do carrinho simbolizam desistências, desesperanças, falta de apoio que ele sente de alguém. Outro carrinho que empurra ou puxa o outro, atolado, mostra o desejo do autista de ser ajudado em alguma coisa que ele não está conseguindo fazer e mostra que ele gostaria de ser ajudado.
  24. 24. Referencia: Cristiano Camargo e Mães pelo Autismo Glosas Pedagógica: Simone Helen Drumond APRENDENDO A INTERPRETAR A SIMBOLOGIA DAS BRINCADEIRAS DAS CRIANÇAS AUTISTAS. Histórias em que o motorista de um dos carrinhos se mostra para os outros contando vantagens, mostram uma necessidade de auto afirmação, um complexo de superioridade tentando disfarçar um complexo de inferioridade. Já nos casos de corridas de carrinhos,a interpretação é mais óbvia: a competitividade, a vontade de competir e ganhar, e de certa forma, a vontade de se vingar dos que praticam bullying ou o rejeitam, expressando essa “vingança” colocando a vitória como prova de valor que força as outras pessoas, mesmo contra a vontade, a incluí-lo e aceitá-lo.
  25. 25. Referencia: Cristiano Camargo e Mães pelo Autismo Glosas Pedagógica: Simone Helen Drumond APRENDENDO A INTERPRETAR A SIMBOLOGIA DAS BRINCADEIRAS DAS CRIANÇAS AUTISTAS. Mas, e se ele perde estas corridas? Aí já é sinal de que sua auto estima, auto confiança e auto segurança estão extremamente baixas e o complexo de inferioridade cresceu a níveis perigosos.
  26. 26. Referencia: Cristiano Camargo e Mães pelo Autismo Glosas Pedagógica: Simone Helen Drumond APRENDENDO A INTERPRETAR A SIMBOLOGIA DAS BRINCADEIRAS DAS CRIANÇAS AUTISTAS. O importante mesmo é frisar a importância da observação criteriosa e psicanalítica das brincadeiras das crianças autistas. Uma boa maneira de fazer isto, caso os pais tenham condições para tal, é filmar a criança brincando sem que ela perceba que está sendo filmada e conversar com os terapeutas e educadores para chegarem a uma conclusão. Revelações importantíssimas podem ser obtidas por meio destas observações, para o acompanhamento clínico e educacional da criança autista.
  27. 27. Referencia: Cristiano Camargo e Mães pelo Autismo Glosas Pedagógica: Simone Helen Drumond APRENDENDO A INTERPRETAR A SIMBOLOGIA DAS BRINCADEIRAS DAS CRIANÇAS AUTISTAS. Autistas tem uma imaginação e uma criatividade enorme, e precisam colocá-las para fora, pôr em prática o que imaginam, e os objetos dão margem a imaginar naves espaciais, canhões laser,etc.
  28. 28. EU ESTOU ( ) FELIZ ( ) TRISTE ( ) COM MEDO
  29. 29. EU ESTOU FELIZ
  30. 30. EU ESTOU SENDO MACHUCADO POR UM COLEGA!
  31. 31. EU ESTOU GOSTANDO DA ESCOLA!
  32. 32. EU ESTOU BRINCANDO NA ESCOLA!
  33. 33. EU ESTOU SENDO EXCLUÍDO!

×