PROFESSORA LUCILEIDA MARA DE CASTRO<br />
AULA 6<br /><ul><li> EXPANSÃO ULTRAMARINA
 RENASCIMENTO CULTURAL
 REFORMA PROTESTANTE
 CONTRA-REFORMA</li></li></ul><li>EXPANSÃO ULTRAMARINA<br />Antecedentes<br /><ul><li> Expansão comercial (séc. XII e XIII...
CRUZADAS  = RENASCIMENTO COMERCIAL E URBANO<br />
FOME E PESTE = CRISE DO SÉCULO XIV<br />
SÉCULO XIV = PROBLEMAS MERCANTIS<br /><ul><li> Limitação do mercado consumidor.
 Esgotamento das minas de metais </li></ul>   preciosos.<br /><ul><li> Monopólio italiano no MEDITERRÂNEO.</li></ul>VENEZA...
RETOMADA DO CRESCIMENTO COMERCIAL<br />SOLUÇÕES<br /><ul><li> Redução dos custos
 Quebra do monopólio italiano
 Busca de uma outra rota para</li></ul>  o Oriente.<br />
SOLUÇÃO<br />Ofertar mercadorias, como <br />as especiarias, a preços<br />menores.<br />ESPECIARIAS = açúcar, pimenta, cr...
EXPANSÃO ULTRAMARINA<br />Dificuldades<br /><ul><li> Exigia altos investimentos:</li></ul>   - mobilização em escala nacio...
Situação da Europa quanto à formação <br />das monarquias nacionais - Séc. XV<br />França e Inglaterra = envolvidos na Gue...
 sólido grupo mercantil
 geografia favorável</li></li></ul><li>Em Portugal, a união de interesses do rei e <br />da burguesia se deu na REVOLUÇÃO ...
MAPA DE PTOLOMEU – SÉCULO II<br />
A expansão marítima portuguesa durou<br />quase um século e meio.<br />1ª fase (1415-1460) = África<br />2ª fase (1460-149...
Rota de Vasco da Gama<br />Fortaleza portuguesa na Índia<br />
Vasco da Gama <br />na Índia<br />Vasco da Gama<br />
Rota de Cabral<br />Descobrimento do Brasil<br />
Rota de Fernão de Magalhães<br />
CONSEQÜÊNCIAS DA EXPANSÃO MARÍTIMA<br /><ul><li> Domínio europeu sobre a América,</li></ul>   grande parte da África e Ási...
RENASCIMENTO<br />CULTURAL<br />
RENASCIMENTO CULTURAL<br />Antecedentes<br /><ul><li> Renascimento comercial e urbano.
 Novos padrões burgueses.</li></ul>Manifestações artísticas, filosóficas,<br />científicas <br />
RENASCIMENTO<br />Denominação dada pelos artistas<br />da época<br /><ul><li> retomada da cultura greco-romana.</li></ul> ...
Obra<br />grega<br />Athena<br />
VALORES<br /><ul><li> Humanismo
 Antropocentrismo
 Anticlericalismo
 Otimismo
 Individualismo
 Hedonismo
 Neoplatonismo</li></ul>   HUMANISMO<br />+ IMPORTANTE<br />
HUMANISMO<br />Glorificação do humano e do <br />natural, em oposição ao divino<br />e extraterreno.<br />Foi o coração e ...
Início do Renascimento<br />ITÁLIA<br /><ul><li> RESQUÍCIOS DE ARTE CLÁSSICA
 CONDIÇÕES FINANCEIRAS
 MECENATO</li></li></ul><li>SÉCULO XIV<br />Pintura<br />GIOTTO<br />Literatura<br />PETRARCA<br />
SÉCULO XV<br />Pintura<br />Da Vinci<br />Botticelli<br />Monalisa – Da Vinci<br />
Última Ceia – Da Vinci<br />
SÉCULO XVI<br />Pintura<br />RAFAEL<br />MICHELANGELO<br />Literatura<br />MAQUIAVEL<br />Stanza della signatura - RAFAEL<...
Nascimento de Vênus – Sandro Botticelli<br />
A criação - MICHELANGELO<br />
SÉC. XV<br />Escultura<br />MICHELANGELO<br />Pietá - MICHELANGELO<br />
DECLÍNIO DO RENASCIMENTO<br />ITALIANO<br /><ul><li> Declínio das cidades italianas</li></ul>  (expansão ultramarina)<br /...
 Reação contra os humanistas</li></li></ul><li>EXPANSÃO DO RENASCIMENTO<br />NA EUROPA<br />FRANÇA = ( séc. XVI)<br />LITE...
INGLATERRA (século XVI)<br />Literatura<br />Thomas Morus – Utopia<br />
Sir Francis Bacon – Novum Organum<br />
WILLIAN SHAKESPEARE<br />Ricardo III, Romeu e Julieta, Hamlet, Rei Lear<br />
ESPANHA (século XVI)<br />Literatura<br />MIGUEL DE<br />CERVANTES<br />Dom Quixote<br />
PORTUGAL (século XVI)<br />Literatura<br />LUIS DE CAMÕES<br />Os Lusíadas<br />
RENASCIMENTO CIENTÍFICO<br /><ul><li>Nicolau Copérnico = teoria heliocêntrica.
Johannes Kepler = descobriu o telescópio</li></ul>  e o movimento elíptico dos astros.<br /><ul><li>Galileu Galilei = defe...
Gabriel Falópio = descobriu as trompas do</li></ul>  aparelho genital feminino.<br />
REFORMA<br />RELIGIOSA<br />
A revolução protestante se<br />insere nas transformações<br />européias da passagem da<br />Idade Média para a Idade <br ...
REFORMA RELIGIOSA<br />Antecedentes<br /><ul><li> Grande poder econômico da Igreja</li></ul>  despertou rivalidades;<br />...
 Abusos, como a venda de indulgências.</li></li></ul><li>VENDA DE INDULGÊNCIAS <br />E RELÍQUIAS SAGRADAS<br />
precursores<br />John Wyclif, John Huss e os <br />Humanistas como Erasmo <br />de Roterdã e Thomas Morus.<br />
REFORMA NA ALEMANHA<br />Martinho Lutero<br />INÍCIO DA REFORMA<br />1517 - Século XVI<br />
95 teses – protesto provocado pela <br />venda de indulgências por João Tetzel<br />
CRONOLOGIA<br />1517 – Lutero afixa as 95 teses na igreja de <br />           Wittemberg<br />1520 – Leão X (papa) o manda...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Aula 6 Expansão Ultramarina Renascimento Reforma Protestante

7.922 visualizações

Publicada em

ROTEIRO BÁSICO

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
7.922
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
38
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
358
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula 6 Expansão Ultramarina Renascimento Reforma Protestante

  1. 1. PROFESSORA LUCILEIDA MARA DE CASTRO<br />
  2. 2. AULA 6<br /><ul><li> EXPANSÃO ULTRAMARINA
  3. 3. RENASCIMENTO CULTURAL
  4. 4. REFORMA PROTESTANTE
  5. 5. CONTRA-REFORMA</li></li></ul><li>EXPANSÃO ULTRAMARINA<br />Antecedentes<br /><ul><li> Expansão comercial (séc. XII e XIII)</li></ul> - Início da formação da burguesia<br /><ul><li>Crise do século XIV</li></ul> - Desestruturação dos mercados<br /> consumidores <br />
  6. 6. CRUZADAS = RENASCIMENTO COMERCIAL E URBANO<br />
  7. 7. FOME E PESTE = CRISE DO SÉCULO XIV<br />
  8. 8. SÉCULO XIV = PROBLEMAS MERCANTIS<br /><ul><li> Limitação do mercado consumidor.
  9. 9. Esgotamento das minas de metais </li></ul> preciosos.<br /><ul><li> Monopólio italiano no MEDITERRÂNEO.</li></ul>VENEZA<br />SÉC. XIV<br />
  10. 10. RETOMADA DO CRESCIMENTO COMERCIAL<br />SOLUÇÕES<br /><ul><li> Redução dos custos
  11. 11. Quebra do monopólio italiano
  12. 12. Busca de uma outra rota para</li></ul> o Oriente.<br />
  13. 13. SOLUÇÃO<br />Ofertar mercadorias, como <br />as especiarias, a preços<br />menores.<br />ESPECIARIAS = açúcar, pimenta, cravo, canela,<br />gengibre, anil, noz moscada, orégano, etc. <br />ALCANÇAVAM ALTO VALOR DE VENDA.<br />
  14. 14. EXPANSÃO ULTRAMARINA<br />Dificuldades<br /><ul><li> Exigia altos investimentos:</li></ul> - mobilização em escala nacional<br /> - centralização monárquica<br />
  15. 15. Situação da Europa quanto à formação <br />das monarquias nacionais - Séc. XV<br />França e Inglaterra = envolvidos na Guerra dos Cem Anos<br />Espanha = lutou pela expulsão árabe até 1492<br />Outros territórios europeus = fragmentados<br />PORTUGAL = ÚNICA MONARQUIA CENTRALIZADA<br />Já no século XIV, reunia as três condições<br />necessárias para a navegação atlântica:<br /><ul><li> governo centralizado
  16. 16. sólido grupo mercantil
  17. 17. geografia favorável</li></li></ul><li>Em Portugal, a união de interesses do rei e <br />da burguesia se deu na REVOLUÇÃO DE AVIS<br />(1383-1385), que levou D. João I ao poder.<br />A EXPANSÃO MARÍTIMA PORTUGUESA<br />INÍCIO = D. JOÃO I Tomada de CEUTA<br />1415<br />
  18. 18. MAPA DE PTOLOMEU – SÉCULO II<br />
  19. 19. A expansão marítima portuguesa durou<br />quase um século e meio.<br />1ª fase (1415-1460) = África<br />2ª fase (1460-1498) = objetivam chegar<br /> ao Oriente<br />3ª fase (1498-1600) = Costa americana,<br /> Oceano Pacífico,<br /> Groenlândia,<br /> Extremo Oriente<br />
  20. 20. Rota de Vasco da Gama<br />Fortaleza portuguesa na Índia<br />
  21. 21. Vasco da Gama <br />na Índia<br />Vasco da Gama<br />
  22. 22. Rota de Cabral<br />Descobrimento do Brasil<br />
  23. 23. Rota de Fernão de Magalhães<br />
  24. 24. CONSEQÜÊNCIAS DA EXPANSÃO MARÍTIMA<br /><ul><li> Domínio europeu sobre a América,</li></ul> grande parte da África e Ásia.<br /><ul><li> Mundialização do comércio sob o controle</li></ul> de um reduzido número de países:<br />Portugal, Espanha, Inglaterra, França e<br /> Holanda.<br /><ul><li>Acúmulo de capitais (pré-capitalismo)</li></ul> capitalismo comercial<br />PONTO DE PARTIDA PARA <br />A REVOLUÇÃO INDUSTRIAL<br />
  25. 25. RENASCIMENTO<br />CULTURAL<br />
  26. 26. RENASCIMENTO CULTURAL<br />Antecedentes<br /><ul><li> Renascimento comercial e urbano.
  27. 27. Novos padrões burgueses.</li></ul>Manifestações artísticas, filosóficas,<br />científicas <br />
  28. 28. RENASCIMENTO<br />Denominação dada pelos artistas<br />da época<br /><ul><li> retomada da cultura greco-romana.</li></ul> Estudaram profundamente as obras<br /> clássicas: simetria, beleza, equilíbrio, <br />ordem, harmonia...<br />
  29. 29. Obra<br />grega<br />Athena<br />
  30. 30. VALORES<br /><ul><li> Humanismo
  31. 31. Antropocentrismo
  32. 32. Anticlericalismo
  33. 33. Otimismo
  34. 34. Individualismo
  35. 35. Hedonismo
  36. 36. Neoplatonismo</li></ul> HUMANISMO<br />+ IMPORTANTE<br />
  37. 37. HUMANISMO<br />Glorificação do humano e do <br />natural, em oposição ao divino<br />e extraterreno.<br />Foi o coração e a alma do <br />Renascimento.<br />
  38. 38. Início do Renascimento<br />ITÁLIA<br /><ul><li> RESQUÍCIOS DE ARTE CLÁSSICA
  39. 39. CONDIÇÕES FINANCEIRAS
  40. 40. MECENATO</li></li></ul><li>SÉCULO XIV<br />Pintura<br />GIOTTO<br />Literatura<br />PETRARCA<br />
  41. 41. SÉCULO XV<br />Pintura<br />Da Vinci<br />Botticelli<br />Monalisa – Da Vinci<br />
  42. 42. Última Ceia – Da Vinci<br />
  43. 43. SÉCULO XVI<br />Pintura<br />RAFAEL<br />MICHELANGELO<br />Literatura<br />MAQUIAVEL<br />Stanza della signatura - RAFAEL<br />
  44. 44. Nascimento de Vênus – Sandro Botticelli<br />
  45. 45. A criação - MICHELANGELO<br />
  46. 46. SÉC. XV<br />Escultura<br />MICHELANGELO<br />Pietá - MICHELANGELO<br />
  47. 47. DECLÍNIO DO RENASCIMENTO<br />ITALIANO<br /><ul><li> Declínio das cidades italianas</li></ul> (expansão ultramarina)<br /><ul><li> Reforma católica
  48. 48. Reação contra os humanistas</li></li></ul><li>EXPANSÃO DO RENASCIMENTO<br />NA EUROPA<br />FRANÇA = ( séc. XVI)<br />LITERATURA<br />Rebelais e Montaigne<br />
  49. 49. INGLATERRA (século XVI)<br />Literatura<br />Thomas Morus – Utopia<br />
  50. 50. Sir Francis Bacon – Novum Organum<br />
  51. 51. WILLIAN SHAKESPEARE<br />Ricardo III, Romeu e Julieta, Hamlet, Rei Lear<br />
  52. 52. ESPANHA (século XVI)<br />Literatura<br />MIGUEL DE<br />CERVANTES<br />Dom Quixote<br />
  53. 53. PORTUGAL (século XVI)<br />Literatura<br />LUIS DE CAMÕES<br />Os Lusíadas<br />
  54. 54. RENASCIMENTO CIENTÍFICO<br /><ul><li>Nicolau Copérnico = teoria heliocêntrica.
  55. 55. Johannes Kepler = descobriu o telescópio</li></ul> e o movimento elíptico dos astros.<br /><ul><li>Galileu Galilei = defendeu o sistema de </li></ul> Copérnico.<br /><ul><li>Isaac Newton = Lei da Gravidade Universal
  56. 56. Gabriel Falópio = descobriu as trompas do</li></ul> aparelho genital feminino.<br />
  57. 57. REFORMA<br />RELIGIOSA<br />
  58. 58. A revolução protestante se<br />insere nas transformações<br />européias da passagem da<br />Idade Média para a Idade <br />Moderna <br />
  59. 59. REFORMA RELIGIOSA<br />Antecedentes<br /><ul><li> Grande poder econômico da Igreja</li></ul> despertou rivalidades;<br /><ul><li> As monarquias nacionais levaram a</li></ul> Igreja a perder poder;<br /><ul><li> Tomismo x agostianismo;</li></ul> livre arbítrio x fé<br /><ul><li> Descontentamento do povo (taxas);
  60. 60. Abusos, como a venda de indulgências.</li></li></ul><li>VENDA DE INDULGÊNCIAS <br />E RELÍQUIAS SAGRADAS<br />
  61. 61. precursores<br />John Wyclif, John Huss e os <br />Humanistas como Erasmo <br />de Roterdã e Thomas Morus.<br />
  62. 62. REFORMA NA ALEMANHA<br />Martinho Lutero<br />INÍCIO DA REFORMA<br />1517 - Século XVI<br />
  63. 63. 95 teses – protesto provocado pela <br />venda de indulgências por João Tetzel<br />
  64. 64. CRONOLOGIA<br />1517 – Lutero afixa as 95 teses na igreja de <br /> Wittemberg<br />1520 – Leão X (papa) o manda retratar-se. <br /> Lutero queima a Bula Papal em praça <br /> pública.<br />
  65. 65. 1521 – Carlos V, convoca a Dieta de Worms. <br /> Lutero se nega a pedir desculpas e é <br /> expulso do Sacro-Império Romano <br /> Germânico.<br /> Refugiado em Wartburg, Lutero traduz a<br /> Bíblica para o alemão.<br />1529 – Carlos V libera a doutrina luterana nas<br /> regiões convertidas e a proibe no restante <br /> da Alemanha. Luteranos protestam dando <br /> origem ao termo PROTESTANTISMO.<br />
  66. 66. 1530 - Confissão de Augsburg – fundamentos<br /> da doutrina luterana:<br /><ul><li> escrituras sagradas = único dogma.
  67. 67. fé = única fonte de salvação.
  68. 68. eliminação do clero regular, celibato e</li></ul> imagens.<br /><ul><li> Bíblia = interpretada livremente.
  69. 69. Substituição do latim pelo idioma </li></ul> nacional.<br /><ul><li> Aceitam-se apenas os sacramentos do</li></ul> batismo e da eucaristia.<br />
  70. 70. OUTROS MOVIMENTOS<br />CALVINISMO<br /><ul><li> Originou-se na Suíça.
  71. 71. Era mais rígido que o luteranismo.
  72. 72. Pregava a predestinação: via no</li></ul> sucesso econômico a indicação<br /> divina dos escolhidos de Deus <br /> para a salvação eterna.<br />
  73. 73. O CALVINISMO se expandiu:<br /><ul><li>Escócia = presbiterianos
  74. 74. Inglaterra = puritanos
  75. 75. França = huguenotes</li></li></ul><li>ANGLICANISMO<br />Líder = o rei<br />Motivos político-pessoais – anulação do<br />casamento com Catarina de Aragão<br />QUERIA<br />CASAR-SE<br />COM<br />OUTRA<br />HENRIQUE VIII<br />ANA BOLENA<br />ATO DE SUPREMACIA = rompimento oficial<br />com o Papa.<br />
  76. 76. A CONTRA-<br />REFORMA<br />
  77. 77. A EXPANSÃO DO PROTESTANTISMO<br />Provocou uma <br />crise na Igreja Católica.<br />SAÍDA Contra-reforma<br /> e Reforma Católica<br />
  78. 78. AÇÕES<br />
  79. 79. AÇÃO 1<br /><ul><li>Companhia de Jesus</li></ul>Fundada por Ignácio de <br />Loyola (1534)<br />Comparava-se a um Exército:<br /> Obediência cega<br />Nova Igreja:<br /><ul><li> Fortalecida
  80. 80. Disciplinada
  81. 81. Remoralizada</li></li></ul><li>AÇÃO 2<br /><ul><li>Concílio de Trento (1545-1563)</li></ul>Reafirmou todos os dogmas da fé<br />católica, condenando as teologias<br />protestantes.<br />
  82. 82. AÇÃO 3<br /><ul><li>Revigorou-se a Inquisição</li></ul> TRIBUNAL DO SANTO OFÍCIO<br />
  83. 83.
  84. 84.
  85. 85. AÇÃO 4<br /><ul><li>Foi criada aCongregação</li></ul>do Index – lista de livros<br /> proibidos pela Santa Igreja<br />
  86. 86.
  87. 87. twitter.com/lucileida<br />

×