Qualidades físicas rubens

696 visualizações

Publicada em

AV1

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
696
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
25
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Qualidades físicas rubens

  1. 1. Unidade Interlagos Profº Rubens Menha Educador Físico CREF 025714/G-SP
  2. 2. QUALIDADES FÍSICAS São objetivos a serem propostos, desenvolvidos e atingidos com prática esportiva. Segundo Tani, as qualidades físicas são características funcionais essenciais na execução de uma habilidade motora. Unidade Interlagos
  3. 3. QUALIDADES FÍSICAS Quando desenvolvidas proporcionam ao executante uma melhoria do nível de habilidade. Unidade Interlagos
  4. 4. Flexibilidade: é a capacidade que permite a amplitude máxima de um movimento, em uma ou mais articulações, dentro dos limites morfológicos, sem o risco de promover lesão. É dependente da mobilidade articular (propriedades anatômicas das articulações) e da elasticidade muscular (grau de estiramento dos músculos) = amplitude de movimento. Unidade Interlagos QUALIDADES FÍSICAS
  5. 5. A Flexibilidade divide-se basicamente em: • Estática • Dinâmica Unidade Interlagos QUALIDADES FÍSICAS
  6. 6. Velocidade: é a capacidade de movimentar o corpo ou parte dele com rapidez no menor tempo possível. Apresenta-se de três formas:  Velocidade de reação : é a velocidade com o qual o indivíduo é capaz de responder ao aparecimento de um estímulo o mais rápido possível. Ex: saída de uma prova de 100 m, defesa e contra ataque do boxe, etc. QUALIDADES FÍSICAS Unidade Interlagos
  7. 7.  Velocidade de movimento de membros: é a habilidade de mover braços e pernas tão rápido quanto possível. Ex: gancho de boxe, cortada de voleibol, etc. QUALIDADES FÍSICAS Unidade Interlagos
  8. 8.  Velocidade de deslocamento: capacidade máxima de um indivíduo deslocar-se de um ponto para outro realizando movimentos de um mesmo padrão. Ex: corrida de 400 m, contra ataque de basquetebol. QUALIDADES FÍSICAS Unidade Interlagos
  9. 9. Força: Capacidade de executar tensão contra uma resistência, vencê-la ou suportá-la e ocorre por meio de ações musculares. Dividi-se basicamente em: 1) Força Dinâmica - Capacidade de realizar tensão muscular produzindo movimento aparente. 2) Força Estática – Capacidade de realizar tensão muscular sem movimento aparente. Unidade Interlagos QUALIDADES FÍSICAS
  10. 10. Agilidade: é a capacidade de realizar movimentos de curta duração e alta intensidade com mudanças de direções. Capacidade que o indivíduo tem de realizar movimentos rápidos com mudança de direção e sentido. Capacidade de começar, parar e mover o corpo rapidamente em diferentes direções. Ex; futebol, basquete, etc. Unidade Interlagos QUALIDADES FÍSICAS
  11. 11. Resistência: Capacidade de sustentar uma dada carga de atividade o mais longo tempo possível, sem fadiga. Qualidade física que permite um esforço contínuo, proveniente de exercícios prolongados, durante um determinado tempo. Unidade Interlagos QUALIDADES FÍSICAS
  12. 12. Resistência Muscular Localizada (RML) ou Resistência da Força – Capacidade de realizar um grande número de contrações sem diminuir a amplitude do movimento, a freqüência, a velocidade e a força de execução. Unidade Interlagos QUALIDADES FÍSICAS
  13. 13. Resistência Aeróbica ou endurance – Capacidade do indivíduo em sustentar um exercício realizado com intensidade baixa a moderada e longa duração, onde a energia necessária para a realização do exercício provém principalmente do metabolismo oxidativo. Resistência Anaeróbica – Capacidade de um indivíduo sustentar o maior tempo possível uma atividade de alta intensidade, em condições anaeróbicas, ou seja, em débito de oxigênio. Unidade Interlagos QUALIDADES FÍSICAS
  14. 14. Equilíbrio: Capacidade de assumir e sustentar o corpo contra a lei da gravidade; Capacidade de manter determinada postura ou mover-se sem cair. QUALIDADES FÍSICAS Unidade Interlagos
  15. 15. É dividido em: Estático – tipo de equilíbrio conseguido em uma determinada posição. Ex: parada de mão em GO. QUALIDADES FÍSICAS Dinâmico – tipo de equilíbrio conseguido durante o movimento. Ex: ginasta durante o transcurso da série. Recuperado – recuperação do equilíbrio em uma posição qualquer, depois de haver estado no ar. Ex: ginasta após um salto. Unidade Interlagos
  16. 16. Coordenação é a capacidade de realizar uma tarefa que integre diferentes partes do corpo. Ação conjunta do Sistema Nervoso Central e da musculatura esquelética, dentro de uma seqüência de movimentos objetivos (WEINECK, 1991). Controle mental sobre a expressão motriz. (TUBINO, p. 38, 1979). QUALIDADES FÍSICAS Unidade Interlagos
  17. 17. Ritmo: Pode ser definido como a repetição regular e periódica de uma estrutura ordenada, ou simplesmente como dizia PLATÃO: “ordenação do movimento”. QUALIDADES FÍSICAS Unidade Interlagos
  18. 18. Esta intimamente ligado a coordenação motora e a musicalidade. É responsável pela velocidade de execução dos movimentos. Nas atividades de academia manifesta-se em BPM(s), ou seja, os batimentos por minuto da música. QUALIDADES FÍSICAS Unidade Interlagos
  19. 19. Descontração é o fenômeno neuromuscular resultante de uma redução na tensão da musculatura esquelética, com o objetivo de economizar energia. É a capacidade de compensar corpo e mente dos esforços realizados, proporcionando um equilíbrio harmônico entre esforço e recuperação, com o objetivo de otimizar a performance e principalmente proteger contra lesões. QUALIDADES FÍSICAS Unidade Interlagos
  20. 20. Segundo o Colégio Americano de Medicina Esportiva (ACSM, 2000) são 5 os componentes da Aptidão Física relacionados à saúde: Resistência aeróbica, força e resistência muscular, composição corporal e flexibilidade, todos enfatizados nos trabalhos desenvolvidos pelas academias de ginástica, ou pelos trabalhos com o objetivo de uma melhor Qualidade de Vida. QUALIDADES FÍSICAS Unidade Interlagos
  21. 21. •Nahas, M. V. Atividade Física, Saúde e Qualidade de Vida.2001 •Tubino, G. Metodologia Científica do Treinamento Desportivo. São Paulo: Ibrasa, 1979. •Tubino, G. as qualidades físicas na educação física e desportos. São Paulo: Ibrasa, 1979. •Fleck & Kraemer. Fundamentos do Treinamento de Força. Porto Alegre: Artmed, 1999. •Costa, M. Ginástica Localizada. Rio de Janeiro:Sprint, 1996. •Novaes & Viana. Personal Training & Condicionamento Físico. Rio de Janeiro: Shape, 1998. Referências Bibliográficas Unidade Interlagos

×