SlideShare uma empresa Scribd logo
Transição planetaria apresentação
INICIAMOS hoje uma REFLEXÃO sobre um
tema bastante em voga na atualidade,
especialmente neste final de 2012 quando
ocorre uma série de notícias relacionadas
com a situação do PLANETA TERRA. Fala-
se muito no calendário MAIA, nas profecias,
na Apocalipse de São João nas previsões de
Nostradamus etc.
A palavra Transição significa mudança é o ato que
medeia entre dois eventos. Assim transição
planetária significa mudança no NÍVEL
PLANETÁRIO.
Sempre que nós divulgamos qualquer
informação buscamos a informação em
alguma fonte. O conhecimento humano
possui diversas fontes que basicamente se
apoiam nos Meios de Comunicação que tem
um leque muito grande de informações.
O MUNDO ESPIRITUAL COMO FONTE DE
INFORMAÇÕES.
No nosso caso buscamos as informações que foram
dadas e continuam sendo dadas pelo Mundo
Espiritual. Tudo começou na metade do Século
XIX quando Kardec codificou as informações
tendo como um dos fundamentos os ENSINOS DE
JESUS através de SEU EVANGELHO. Cinco livros
básicos foram editados e no seu conteúdo
encontramos as INFORMAÇÕES RELACIONADAS
COM A CHAMADA TRANSIÇÃO PLANETÁRIA.
COMO COMPREENDER O PLANETA TERRA?
A humanidade presa ao conhecimento
religioso nunca teve uma visão mais ampla do
COSMOS. Determinadas vertentes ensinaram
e continuam ensinando que a Terra era o
único lugar no universo habitada por Seres
pensantes.
À medida que o conhecimento da Astronomia
e da Astrofísica foram avançando em
conhecimento com a utilização de sondas e
satélites lançados no espaço da terra foram
tendo uma visão da IMENSIDÃO DO ESPAÇO e
DO UNIVERSO.
A CONTRIBUIÇÃO DO MUNDO ESPIRITUAL.
Os Amigos espirituais conseguiram passar para a
humanidade informações que abriram a MENTE
DE UMA PEQUENA PARCELA DA
HUMANIDADE cujas informações trouxeram luz
para uma realidade até então não buscada por
grande parte e que consiste em perguntar-se:
POR QUE É QUE NASCI? DE ONDE EU VIM?
PARA ONDE VOU? Afinal, o que estou fazendo
na terra. Como tudo isso funciona? Como será
o mundo do lado de lá?
DENTRO DA VISÃO CÓSMICA QUAL É A
CONDIÇÃO DA TERRA?
A Terra é apenas um pequeno planeta na dimensão
universal e que oferece aos Seres Humanos
condições para servir de ESTÁGIO por um
determinado tempo para APRENDER A TRILHAR
O CAMINHO DA EVOLUÇÃO.
Assim, todos nós humanos como estagiários
estamos aqui apenas de passagem.
A ORDEM UNIVERSAL.
1) Para podermos entender a Transição Planetária
precisamos ter uma noção da ORDEM
PLANETÁRIA UNIVERSAL. Por exemplo:
2) Que a LEI DA EVOLUÇÃO é uma Lei Universal
que vigora em todas as dimensões cósmicas.
3) Cada Sistema inserido nessa Lei obedece
necessariamente a determinados ciclos de
MUDANÇAS. A terra fazendo parte do SISTEMA
SOLAR integra UM MOVIMENTO INTER
DIMENSIONAL com todos os seus Planetas que o
compõe.
4) ENTRAMOS NUM PERÍODO DO NOSSO
TEMPO em que ACONTECERÁ NO PLANETA
TERRA A MUDANÇA DE NÍVEL VIBRATÓRIO
QUE DETERMINARÁ AS CONDIÇÕES DE VIDA
EXIGIDOS PARA SEUS HABITANTES.
5) QUE tudo isso faz parte da CAMINHADA
EVOLUTIVA da TERRA, SEUS HABITANTES e
todos os SISTEMAS PLANETÁRIOS.
QUEM COMANDA TUDO ISSO?
Consciências cósmicas que na nossa
linguagem poderemos denominar de
ENGENHEIROS Siderais que são SERES DE
ALTA HIERARQUIA EVOLUTIVA
RESPONSÁVEIS POR CADA SISTEMA NO
ESPAÇO.
Tudo no Universo obedece a PLANEJAMENTO
e AÇÃO. Não existe o ACASO, ou como disse
Emmanuel o acaso é sempre produto de uma
lei por nós desconhecida. Ou então na opinião
de Einstein: Deus não joga dados.
O MUNDO DA ENERGIA.
A ciência humana evoluiu na área do
conhecimento para concluir que TUDO NO
UNIVERSO É ENERGIA. Se tudo é energia nós
Seres humanos também somos energia. E como
Seres de Energia possuímos o nosso CAMPO
ELETRO MAGNÉTICO através do qual irradiamos
a nossa essência, mostramos aquilo que somos,
aquilo que pensamos, aquilo que falamos e aquilo
que fazemos.
PLANEJAMENTO CÓSMICO.
Na ordem universal tudo mesmo tem como
objetivo a evolução há um tempo no campo do
planejamento das HIERARQUIAS SIDERAIS para
que as condições energéticas e vibratórias dos
planetas e é claro também do PLANETA TERRA
passem por transformações, por mudanças para
que as CONDIÇÕES DA TERRA POSSAM
OFERECER A SEUS HABITANTES UM NÍVEL DE
VIDA MAIS ELEVADO, MAIS HARMÔNICO.
COMO PODEREMOS EXPLICAR TUDO ISSO?
Aqui entram as informações dos AMIGOS
ESPIRITUAIS passadas para Kardec e para todos
aqueles que estão abertos para recebê-las e
oferecem as condições para que isso aconteça
através dos MEIOS DE COMUNICAÇÃO
MEDIÚNICA.
O QUE DISSERAM SOBRE TUDO ISSO OS
AMIGOS ESPIRITUAIS A KARDEC?
Vamos mencionar apenas algumas informações:
Disse Jesus: “Na casa de meu Pai há muitas
moradas”.
Explicaram os AMIGOS ESPIRITUAIS: “ A c asa do
Pai é o Universo; as diferentes moradas são os
mundos que circulam no espaço infinito e
oferecem aos Espíritos encarnados moradas
apropriadas ao seu adiantamento. Da Explicação
dada pelos Espíritos resulta que os diferentes
mundos estão em graus muito diferentes uns dos
outros quanto ao grau de adiantamento ou de
inferioridade de seus habitantes. Entre eles há os
que os seus habitantes são ainda inferiores aos da
Terra, física e moralmente. Outros estão no
mesmo grau e outros são mais ou menos
superiores em todos os aspectos.
Nos mundos intermediários há mistura do bem e
do mal, predominância de um ou outro, segundo
o grau de adiantamento. (Evangelho Segundo o
Espiritismo).
CLASSIFICAÇÃO DA TERRA.
1-Seguem os Amigos espirituais explicando: Que o
Ser humano se espanta em encontrar sobre a
Terra tanta maldade e más paixões, tantas
misérias e enfermidades de toda sorte e conclui
disso que a espécie humana é uma triste coisa.
Esse julgamento provém do ponto de vista
limitado em que se está colocado e que dá uma
idéia falsa do conjunto. É preciso considerar que,
sobre a Terra, não se vê a Humanidade, mas
apenas um pequena fração dela. Com efeito, a
espécie humana compreende todos os seres
dotados de razão que povoam os inumeráveis
mundos do Universo.
2-No atual estágio evolutivo da humanidade que
habita o planeta terra classificam a TERRA como
pertencente à CATEGORIA DE MUNDO DE
EXPIAÇÕES E PROVAS. E Eles contam:
“Que vos direi dos mundos de expiação que vós já
não saibais, uma vez que vos basta considerar a
Terra que habitais? A superioridade da
inteligência, num grande número dos seus
habitantes indica que ela não é um mundo
primitivo destina à encarnação de Espíritos
apenas saídos das mãos do Criador. As qualidades
inatas que trazem consigo são a aprova de que já
viveram e que realizaram certo progresso; mas
também os vícios números aos quais são
inclinados, são indícios de uma grande
imperfeição moral; por isso, Deus os colocou
numa Terra ingrata, para aí expiarem suas faltas
pelo trabalho penoso e pelas misérias da vida até
que tenham mértio de irem para um mundo mais
feliz.
E continuou o Amigo Espiritual:
Os Espíritos em expiação aí são, se assim se pode
exprimir estrangeiros; eles já viveram sobre
outros mundos, de onde foram excluídos em razão
da sua obstinação no mal, e porque eram uma
causa de perturbação para os bons; foram
relegados, por um tempo, entre Espíritos mais
atrasados, e que têm por missão fazer avançar,
porque trouxeram consigo sua inteligência
desenvolvida e o germe de conhecimentos
adquiridos; por isso os Espíritos punidos se
encontram entre as raças mais inteligentes; são
aquelas também para as quais as misérias da vida
têm mais amargura, porque há nelas mais
sensibilidade, e sentem mais o choque que as raç
Assim nós podemos concluir que num PLANETA
IGUAL O NOSSO de maneira bem simples podemos
mencionar três classes de ESPÍRITOS ENTRE OS SEUS
HABITANTES:
1-Uma classe constituída por aqueles que para cá
vieram de UM MUNDO INFERIOR em face de seu
CAMPO EVOLUTIVO.
2-Outra classe que para cá veio como desterrada,
quer dizer o PLANETA QUE HABITARAM foi
elevado de CLASSIFICAÇÃO para MUNDO DE
REGENERAÇÃO, mas o seu comportamento, sua
forma de ser não comportava reencarnar num
novo mundo de paz e harmonia, assim foram
deslocados para a TERRA, mundo de EXPIAÇÃO E
PROVAS.
3-Espíritos evoluídos que aceitaram a missão de
serem MISSIONÁRIOS para ajudar a desenvolver
na sociedade humana sentimentos de AMOR
CARIDADE. Podemos mencionar entre essa
categoria – FRANCISCO DE ASSIS – MADRE
TEREZA DE CALCUTÁ- IRMÃ DULCE DA BAHIA-
SIDHARTA GAUTAMA conhecido como BUDA e
claro o MAIOR DENTRE TODOS que já
encarnaram na Terra – JESUS DE NAZARÉ que veio
para ensinar através da PALAVRA e do EXEMPLO e
que no calendário do tempo foi um MARCO
DIVISÓRIO, cujo nascimento deu início a um
NOVO TEMPO com a filosofia do CRISTIANISMO.
Assim TRANSIÇÃO PLANETÁRIA tem o
significado de mudança para um NOVO TEMPO
no qual a CONDIÇÃO DA TERRA ENTRARÁ NUMA
NOVA FORMA E CLASSIFICAÇÃO QUE OS
AMIGOS ESPIRITUAIS DENOMINARAM DE
MUNDO DE REGENERAÇÃO.
Somente a NOSSA CASA DA FEAC está ligada a 400
Colônias, moradas da Casa do Pai de diversos
níveis de conhecimento. São Milhões de SERES
desencarnados que fazem parte do SISTEMA
ENERGÉTICO e ELETRO MAGNÉTICO DA TERRA.
Todos eles colaboram para dar uma oportunidade
a outros milhões perdidos no ALÉM e que são
nossos IRMÃOS DE JORNADA.
QUEREMOS LEMBRAR ESTA NOITE que dados
estatísticos informam que ENCARNADOS vivos do
lado de cá em torno de 06 BILHÕES de SERES e
VIVOS DO LADO DE LÁ em torno de 48 a 60
BILHÕES DE SERES estão tendo uma oportunidade
de serem os escolhidos para SEREM AQUELES QUE
A BEM AVENTURANÇA DE JESUS DISSE: “Bem
aventurados os Mansos e os Pacíficos porque eles
herdarão a terra”.
Na próxima QUINTA-FEIRA CONTINUAREMOS
narrando o que dizem nossos AMIGOS ESPIRITUAIS DE
NOSSA CASA DA FEAC sobre tudo isso, inclusive sobre
MUDANÇAS PROFUNDAS QUE ACONTECERÃO PARA
QUE OCORRA ESSA MELHORA TANTO NO CAMPO
FÍSICO DA TERRA QUANTO NA ORGANIZAÇÃO DA
SOCIEDADE HUMANA.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Causas anteriores das aflições
Causas anteriores das afliçõesCausas anteriores das aflições
Causas anteriores das aflições
Marcos Antônio Alves
 
O consolador prometido - n. 6
O consolador prometido - n. 6O consolador prometido - n. 6
O consolador prometido - n. 6
Graça Maciel
 
Reencarnação e os laços de familia
Reencarnação e os laços de familiaReencarnação e os laços de familia
Reencarnação e os laços de familia
KATIA MARIA FARAH V DA SILVA
 
Os Inimigos Desencarnados(Ese)
Os Inimigos Desencarnados(Ese)Os Inimigos Desencarnados(Ese)
Os Inimigos Desencarnados(Ese)
Grupo Espírita Cristão
 
Palestra Espírita - Ação da prece (transmissão do pensamento)
Palestra Espírita - Ação da prece (transmissão do pensamento)Palestra Espírita - Ação da prece (transmissão do pensamento)
Palestra Espírita - Ação da prece (transmissão do pensamento)
Divulgador do Espiritismo
 
Terra escola planetária!
Terra escola planetária!Terra escola planetária!
Terra escola planetária!
Leonardo Pereira
 
O Poder da Prece
O Poder da PreceO Poder da Prece
O Poder da Prece
Izabel Cristina Fonseca
 
A felicidade não é deste mundo
A felicidade não é deste mundoA felicidade não é deste mundo
A felicidade não é deste mundo
Izabel Cristina Fonseca
 
O CARÁTER EDUCATIVO DA DOR
O CARÁTER EDUCATIVO DA DORO CARÁTER EDUCATIVO DA DOR
O CARÁTER EDUCATIVO DA DOR
Jorge Luiz dos Santos
 
Desencarnes Coletivos
Desencarnes Coletivos  Desencarnes Coletivos
Desencarnes Coletivos
Ponte de Luz ASEC
 
Bem-aventurados os aflitos
Bem-aventurados os aflitos Bem-aventurados os aflitos
Bem-aventurados os aflitos
Clair Bianchini
 
Amem seus inimigos
Amem seus inimigosAmem seus inimigos
Amem seus inimigos
Eduardo Ottonelli Pithan
 
Capítulo 7 do evangelho segundo o espiritismo - Bem-aventurados os pobres de ...
Capítulo 7 do evangelho segundo o espiritismo - Bem-aventurados os pobres de ...Capítulo 7 do evangelho segundo o espiritismo - Bem-aventurados os pobres de ...
Capítulo 7 do evangelho segundo o espiritismo - Bem-aventurados os pobres de ...
Eduardo Ottonelli Pithan
 
Felicidade E Infelicidade Relativa
Felicidade E  Infelicidade  RelativaFelicidade E  Infelicidade  Relativa
Felicidade E Infelicidade Relativa
Sergio Menezes
 
Justiça das Aflições
Justiça das AfliçõesJustiça das Aflições
Justiça das Aflições
igmateus
 
Pensamento e vontade
Pensamento e vontadePensamento e vontade
Pensamento e vontade
Dalila Melo
 
Cuidar do corpo e do espírito
Cuidar do corpo e do espíritoCuidar do corpo e do espírito
Cuidar do corpo e do espírito
Izabel Cristina Fonseca
 
Aquele que se eleva será rebaixado
Aquele que se eleva será rebaixado Aquele que se eleva será rebaixado
Aquele que se eleva será rebaixado
Izabel Cristina Fonseca
 
As Penas Futuras Segundo o Espiritismo
As Penas Futuras Segundo o EspiritismoAs Penas Futuras Segundo o Espiritismo
As Penas Futuras Segundo o Espiritismo
Antonino Silva
 
Palestra Espírita - Bem e mal sofrer
Palestra Espírita - Bem e mal sofrerPalestra Espírita - Bem e mal sofrer
Palestra Espírita - Bem e mal sofrer
Divulgador do Espiritismo
 

Mais procurados (20)

Causas anteriores das aflições
Causas anteriores das afliçõesCausas anteriores das aflições
Causas anteriores das aflições
 
O consolador prometido - n. 6
O consolador prometido - n. 6O consolador prometido - n. 6
O consolador prometido - n. 6
 
Reencarnação e os laços de familia
Reencarnação e os laços de familiaReencarnação e os laços de familia
Reencarnação e os laços de familia
 
Os Inimigos Desencarnados(Ese)
Os Inimigos Desencarnados(Ese)Os Inimigos Desencarnados(Ese)
Os Inimigos Desencarnados(Ese)
 
Palestra Espírita - Ação da prece (transmissão do pensamento)
Palestra Espírita - Ação da prece (transmissão do pensamento)Palestra Espírita - Ação da prece (transmissão do pensamento)
Palestra Espírita - Ação da prece (transmissão do pensamento)
 
Terra escola planetária!
Terra escola planetária!Terra escola planetária!
Terra escola planetária!
 
O Poder da Prece
O Poder da PreceO Poder da Prece
O Poder da Prece
 
A felicidade não é deste mundo
A felicidade não é deste mundoA felicidade não é deste mundo
A felicidade não é deste mundo
 
O CARÁTER EDUCATIVO DA DOR
O CARÁTER EDUCATIVO DA DORO CARÁTER EDUCATIVO DA DOR
O CARÁTER EDUCATIVO DA DOR
 
Desencarnes Coletivos
Desencarnes Coletivos  Desencarnes Coletivos
Desencarnes Coletivos
 
Bem-aventurados os aflitos
Bem-aventurados os aflitos Bem-aventurados os aflitos
Bem-aventurados os aflitos
 
Amem seus inimigos
Amem seus inimigosAmem seus inimigos
Amem seus inimigos
 
Capítulo 7 do evangelho segundo o espiritismo - Bem-aventurados os pobres de ...
Capítulo 7 do evangelho segundo o espiritismo - Bem-aventurados os pobres de ...Capítulo 7 do evangelho segundo o espiritismo - Bem-aventurados os pobres de ...
Capítulo 7 do evangelho segundo o espiritismo - Bem-aventurados os pobres de ...
 
Felicidade E Infelicidade Relativa
Felicidade E  Infelicidade  RelativaFelicidade E  Infelicidade  Relativa
Felicidade E Infelicidade Relativa
 
Justiça das Aflições
Justiça das AfliçõesJustiça das Aflições
Justiça das Aflições
 
Pensamento e vontade
Pensamento e vontadePensamento e vontade
Pensamento e vontade
 
Cuidar do corpo e do espírito
Cuidar do corpo e do espíritoCuidar do corpo e do espírito
Cuidar do corpo e do espírito
 
Aquele que se eleva será rebaixado
Aquele que se eleva será rebaixado Aquele que se eleva será rebaixado
Aquele que se eleva será rebaixado
 
As Penas Futuras Segundo o Espiritismo
As Penas Futuras Segundo o EspiritismoAs Penas Futuras Segundo o Espiritismo
As Penas Futuras Segundo o Espiritismo
 
Palestra Espírita - Bem e mal sofrer
Palestra Espírita - Bem e mal sofrerPalestra Espírita - Bem e mal sofrer
Palestra Espírita - Bem e mal sofrer
 

Destaque

Reflexões sobre a grande transição planetária
Reflexões sobre  a  grande  transição planetáriaReflexões sobre  a  grande  transição planetária
Reflexões sobre a grande transição planetária
FEEAK
 
Transição planetária
Transição planetáriaTransição planetária
Transição planetária
feetins
 
Transição planetária
Transição planetáriaTransição planetária
Transição planetária
Marcos Accioly
 
Exilados de capela e transição planetária4
Exilados de capela e transição planetária4Exilados de capela e transição planetária4
Exilados de capela e transição planetária4
Roberto Camargo
 
Transição planetária exilados de capela
Transição planetária exilados de capelaTransição planetária exilados de capela
Transição planetária exilados de capela
fmc83
 
Palestra Transição Planetária: de Capela a Nibiru
Palestra  Transição Planetária: de Capela a NibiruPalestra  Transição Planetária: de Capela a Nibiru
Palestra Transição Planetária: de Capela a Nibiru
Marcelo Suster
 
Transição planetária
Transição planetáriaTransição planetária
Transição planetária
Erik Gabriel Thomazi
 
Viajantes das estrelas ppt
Viajantes das estrelas pptViajantes das estrelas ppt
Viajantes das estrelas ppt
Silvânio Barcelos
 
Transição planetária - divaldo pereira
Transição planetária - divaldo pereiraTransição planetária - divaldo pereira
Transição planetária - divaldo pereira
Norberto Scavone Augusto
 
Regeneração
RegeneraçãoRegeneração
A Caminho da Luz
A Caminho da LuzA Caminho da Luz
A Caminho da Luz
Silvânia Melo
 
Meu Reino ainda não é deste mundo
Meu Reino ainda não é deste mundoMeu Reino ainda não é deste mundo
Meu Reino ainda não é deste mundo
Rogerio R. Lima Cisi
 
O espiritismo e a regeneração da humanidade
O espiritismo e a regeneração da humanidadeO espiritismo e a regeneração da humanidade
O espiritismo e a regeneração da humanidade
Graça Maciel
 
Mediunidade em tempo de transição planetária
Mediunidade em tempo de transição planetáriaMediunidade em tempo de transição planetária
Mediunidade em tempo de transição planetária
Emmanuel Sales
 
Desenvolvendo Potencial Humano
Desenvolvendo Potencial  HumanoDesenvolvendo Potencial  Humano
Desenvolvendo Potencial Humano
Sergio Lins
 
Palestra um novo mundo uma nova pessoa novas competências
Palestra  um novo mundo uma nova pessoa novas competênciasPalestra  um novo mundo uma nova pessoa novas competências
Palestra um novo mundo uma nova pessoa novas competências
Clube de RH de Extrema e Região
 
A vida futura
A vida futuraA vida futura
A vida futura
Marcos Accioly
 
Emmanuel e a codificação espírita
Emmanuel e a codificação espíritaEmmanuel e a codificação espírita
Emmanuel e a codificação espírita
Helio Cruz
 
10 a transformação do homem na era da regeneração
10 a transformação do homem na era da regeneração10 a transformação do homem na era da regeneração
10 a transformação do homem na era da regeneração
sidneyjorge
 
Transformacao interior e regeneracao 2013
Transformacao interior e regeneracao 2013Transformacao interior e regeneracao 2013
Transformacao interior e regeneracao 2013
Fatima Carvalho
 

Destaque (20)

Reflexões sobre a grande transição planetária
Reflexões sobre  a  grande  transição planetáriaReflexões sobre  a  grande  transição planetária
Reflexões sobre a grande transição planetária
 
Transição planetária
Transição planetáriaTransição planetária
Transição planetária
 
Transição planetária
Transição planetáriaTransição planetária
Transição planetária
 
Exilados de capela e transição planetária4
Exilados de capela e transição planetária4Exilados de capela e transição planetária4
Exilados de capela e transição planetária4
 
Transição planetária exilados de capela
Transição planetária exilados de capelaTransição planetária exilados de capela
Transição planetária exilados de capela
 
Palestra Transição Planetária: de Capela a Nibiru
Palestra  Transição Planetária: de Capela a NibiruPalestra  Transição Planetária: de Capela a Nibiru
Palestra Transição Planetária: de Capela a Nibiru
 
Transição planetária
Transição planetáriaTransição planetária
Transição planetária
 
Viajantes das estrelas ppt
Viajantes das estrelas pptViajantes das estrelas ppt
Viajantes das estrelas ppt
 
Transição planetária - divaldo pereira
Transição planetária - divaldo pereiraTransição planetária - divaldo pereira
Transição planetária - divaldo pereira
 
Regeneração
RegeneraçãoRegeneração
Regeneração
 
A Caminho da Luz
A Caminho da LuzA Caminho da Luz
A Caminho da Luz
 
Meu Reino ainda não é deste mundo
Meu Reino ainda não é deste mundoMeu Reino ainda não é deste mundo
Meu Reino ainda não é deste mundo
 
O espiritismo e a regeneração da humanidade
O espiritismo e a regeneração da humanidadeO espiritismo e a regeneração da humanidade
O espiritismo e a regeneração da humanidade
 
Mediunidade em tempo de transição planetária
Mediunidade em tempo de transição planetáriaMediunidade em tempo de transição planetária
Mediunidade em tempo de transição planetária
 
Desenvolvendo Potencial Humano
Desenvolvendo Potencial  HumanoDesenvolvendo Potencial  Humano
Desenvolvendo Potencial Humano
 
Palestra um novo mundo uma nova pessoa novas competências
Palestra  um novo mundo uma nova pessoa novas competênciasPalestra  um novo mundo uma nova pessoa novas competências
Palestra um novo mundo uma nova pessoa novas competências
 
A vida futura
A vida futuraA vida futura
A vida futura
 
Emmanuel e a codificação espírita
Emmanuel e a codificação espíritaEmmanuel e a codificação espírita
Emmanuel e a codificação espírita
 
10 a transformação do homem na era da regeneração
10 a transformação do homem na era da regeneração10 a transformação do homem na era da regeneração
10 a transformação do homem na era da regeneração
 
Transformacao interior e regeneracao 2013
Transformacao interior e regeneracao 2013Transformacao interior e regeneracao 2013
Transformacao interior e regeneracao 2013
 

Semelhante a Transição planetaria apresentação

Primeiro Módulo - Aula 4 - Criação
Primeiro Módulo - Aula 4 - CriaçãoPrimeiro Módulo - Aula 4 - Criação
Primeiro Módulo - Aula 4 - Criação
CeiClarencio
 
Genese cap 11 parte 3 de 3 2018 Imig e Emig Anjos decaidos
Genese cap 11 parte 3 de 3   2018 Imig e Emig Anjos decaidosGenese cap 11 parte 3 de 3   2018 Imig e Emig Anjos decaidos
Genese cap 11 parte 3 de 3 2018 Imig e Emig Anjos decaidos
Fernando Pinto
 
EEI - Aula 4 as diversas raças e os diversos mundos
EEI - Aula 4   as diversas raças e os diversos mundosEEI - Aula 4   as diversas raças e os diversos mundos
EEI - Aula 4 as diversas raças e os diversos mundos
Fatoze
 
A terra planeta de provas e expiações
A terra planeta de provas e expiaçõesA terra planeta de provas e expiações
A terra planeta de provas e expiações
Graça Maciel
 
Palestra ese 03 muitas moradas 20160223 v3
Palestra ese 03   muitas moradas  20160223 v3Palestra ese 03   muitas moradas  20160223 v3
Palestra ese 03 muitas moradas 20160223 v3
Tiburcio Santos
 
Transição_Portal da Nova Geração
Transição_Portal da Nova GeraçãoTransição_Portal da Nova Geração
Transição_Portal da Nova Geração
Eduardo Henrique Marçal
 
Higienização espiritual da Terra
Higienização espiritual da TerraHigienização espiritual da Terra
Higienização espiritual da Terra
carlos freire
 
Higienização espiritual da terra
Higienização espiritual da terraHigienização espiritual da terra
Higienização espiritual da terra
Carlos Alberto Freire De Souza
 
Fund1Mod07Rot3e5-[2012]guto
Fund1Mod07Rot3e5-[2012]gutoFund1Mod07Rot3e5-[2012]guto
Fund1Mod07Rot3e5-[2012]guto
Guto Ovsky
 
Allan Kardec 150 Anos LIVRO DOS ESPÍRITOS
Allan Kardec 150 Anos LIVRO DOS ESPÍRITOSAllan Kardec 150 Anos LIVRO DOS ESPÍRITOS
Allan Kardec 150 Anos LIVRO DOS ESPÍRITOS
Fatima Carvalho
 
Há Muitas Moradas Na Casa Do Pai
Há Muitas Moradas Na Casa Do PaiHá Muitas Moradas Na Casa Do Pai
Há Muitas Moradas Na Casa Do Pai
Sergio Menezes
 
6772163 joao-nunes-maia-espirito-miramez-filosofia-espirita-ii
6772163 joao-nunes-maia-espirito-miramez-filosofia-espirita-ii6772163 joao-nunes-maia-espirito-miramez-filosofia-espirita-ii
6772163 joao-nunes-maia-espirito-miramez-filosofia-espirita-ii
EWALDO DE SOUZA
 
Emmanuel fala de ramatis em 5 de janeiro de 1954
Emmanuel fala de ramatis em 5 de janeiro de 1954Emmanuel fala de ramatis em 5 de janeiro de 1954
Emmanuel fala de ramatis em 5 de janeiro de 1954
Norberto Scavone Augusto
 
As chaves de Enoch.pdf
As chaves de Enoch.pdfAs chaves de Enoch.pdf
As chaves de Enoch.pdf
VIEIRA RESENDE
 
Mensagens de ashtar_sheran
Mensagens de ashtar_sheranMensagens de ashtar_sheran
Mensagens de ashtar_sheran
Song Zhong Yuan
 
Há muitas moradas na casa de meu pai moc. casimiro cunha - 27-06-15
Há muitas moradas na casa de meu pai   moc. casimiro cunha - 27-06-15Há muitas moradas na casa de meu pai   moc. casimiro cunha - 27-06-15
Há muitas moradas na casa de meu pai moc. casimiro cunha - 27-06-15
Vilmar Vilaça
 
HÁ MUITAS MORADAS NA CASA DE MEU PAI.pptx
HÁ MUITAS MORADAS NA CASA DE MEU PAI.pptxHÁ MUITAS MORADAS NA CASA DE MEU PAI.pptx
HÁ MUITAS MORADAS NA CASA DE MEU PAI.pptx
Graça Crisanto
 
Livro dos Espíritos Q607 e ESE Cap5 item20
Livro dos Espíritos Q607 e ESE Cap5 item20Livro dos Espíritos Q607 e ESE Cap5 item20
Livro dos Espíritos Q607 e ESE Cap5 item20
Patricia Farias
 
Exiladoscapela
ExiladoscapelaExiladoscapela
Exiladoscapela
Aldo Cioffi
 
O processo de_transicao_planetaria_textos_web
O processo de_transicao_planetaria_textos_webO processo de_transicao_planetaria_textos_web
O processo de_transicao_planetaria_textos_web
ALBPORTO
 

Semelhante a Transição planetaria apresentação (20)

Primeiro Módulo - Aula 4 - Criação
Primeiro Módulo - Aula 4 - CriaçãoPrimeiro Módulo - Aula 4 - Criação
Primeiro Módulo - Aula 4 - Criação
 
Genese cap 11 parte 3 de 3 2018 Imig e Emig Anjos decaidos
Genese cap 11 parte 3 de 3   2018 Imig e Emig Anjos decaidosGenese cap 11 parte 3 de 3   2018 Imig e Emig Anjos decaidos
Genese cap 11 parte 3 de 3 2018 Imig e Emig Anjos decaidos
 
EEI - Aula 4 as diversas raças e os diversos mundos
EEI - Aula 4   as diversas raças e os diversos mundosEEI - Aula 4   as diversas raças e os diversos mundos
EEI - Aula 4 as diversas raças e os diversos mundos
 
A terra planeta de provas e expiações
A terra planeta de provas e expiaçõesA terra planeta de provas e expiações
A terra planeta de provas e expiações
 
Palestra ese 03 muitas moradas 20160223 v3
Palestra ese 03   muitas moradas  20160223 v3Palestra ese 03   muitas moradas  20160223 v3
Palestra ese 03 muitas moradas 20160223 v3
 
Transição_Portal da Nova Geração
Transição_Portal da Nova GeraçãoTransição_Portal da Nova Geração
Transição_Portal da Nova Geração
 
Higienização espiritual da Terra
Higienização espiritual da TerraHigienização espiritual da Terra
Higienização espiritual da Terra
 
Higienização espiritual da terra
Higienização espiritual da terraHigienização espiritual da terra
Higienização espiritual da terra
 
Fund1Mod07Rot3e5-[2012]guto
Fund1Mod07Rot3e5-[2012]gutoFund1Mod07Rot3e5-[2012]guto
Fund1Mod07Rot3e5-[2012]guto
 
Allan Kardec 150 Anos LIVRO DOS ESPÍRITOS
Allan Kardec 150 Anos LIVRO DOS ESPÍRITOSAllan Kardec 150 Anos LIVRO DOS ESPÍRITOS
Allan Kardec 150 Anos LIVRO DOS ESPÍRITOS
 
Há Muitas Moradas Na Casa Do Pai
Há Muitas Moradas Na Casa Do PaiHá Muitas Moradas Na Casa Do Pai
Há Muitas Moradas Na Casa Do Pai
 
6772163 joao-nunes-maia-espirito-miramez-filosofia-espirita-ii
6772163 joao-nunes-maia-espirito-miramez-filosofia-espirita-ii6772163 joao-nunes-maia-espirito-miramez-filosofia-espirita-ii
6772163 joao-nunes-maia-espirito-miramez-filosofia-espirita-ii
 
Emmanuel fala de ramatis em 5 de janeiro de 1954
Emmanuel fala de ramatis em 5 de janeiro de 1954Emmanuel fala de ramatis em 5 de janeiro de 1954
Emmanuel fala de ramatis em 5 de janeiro de 1954
 
As chaves de Enoch.pdf
As chaves de Enoch.pdfAs chaves de Enoch.pdf
As chaves de Enoch.pdf
 
Mensagens de ashtar_sheran
Mensagens de ashtar_sheranMensagens de ashtar_sheran
Mensagens de ashtar_sheran
 
Há muitas moradas na casa de meu pai moc. casimiro cunha - 27-06-15
Há muitas moradas na casa de meu pai   moc. casimiro cunha - 27-06-15Há muitas moradas na casa de meu pai   moc. casimiro cunha - 27-06-15
Há muitas moradas na casa de meu pai moc. casimiro cunha - 27-06-15
 
HÁ MUITAS MORADAS NA CASA DE MEU PAI.pptx
HÁ MUITAS MORADAS NA CASA DE MEU PAI.pptxHÁ MUITAS MORADAS NA CASA DE MEU PAI.pptx
HÁ MUITAS MORADAS NA CASA DE MEU PAI.pptx
 
Livro dos Espíritos Q607 e ESE Cap5 item20
Livro dos Espíritos Q607 e ESE Cap5 item20Livro dos Espíritos Q607 e ESE Cap5 item20
Livro dos Espíritos Q607 e ESE Cap5 item20
 
Exiladoscapela
ExiladoscapelaExiladoscapela
Exiladoscapela
 
O processo de_transicao_planetaria_textos_web
O processo de_transicao_planetaria_textos_webO processo de_transicao_planetaria_textos_web
O processo de_transicao_planetaria_textos_web
 

Mais de carlos freire

magnetismo-fluidos e perispirito
magnetismo-fluidos e perispiritomagnetismo-fluidos e perispirito
magnetismo-fluidos e perispirito
carlos freire
 
animismo e-mediunidade
animismo e-mediunidade animismo e-mediunidade
animismo e-mediunidade
carlos freire
 
Cm 6a aula-o-pensamento
Cm 6a aula-o-pensamentoCm 6a aula-o-pensamento
Cm 6a aula-o-pensamento
carlos freire
 
O papel da ciencia na genese
  O papel da ciencia na genese  O papel da ciencia na genese
O papel da ciencia na genese
carlos freire
 
Aula 03 FCU - Fluído Cósmico ou Universal
Aula 03 FCU - Fluído Cósmico ou UniversalAula 03 FCU - Fluído Cósmico ou Universal
Aula 03 FCU - Fluído Cósmico ou Universal
carlos freire
 
Fe esperanca-e-caridade
Fe esperanca-e-caridadeFe esperanca-e-caridade
Fe esperanca-e-caridade
carlos freire
 
02 genese cap 02 de 1-19 existencia de deus
02 genese cap 02 de 1-19 existencia de deus02 genese cap 02 de 1-19 existencia de deus
02 genese cap 02 de 1-19 existencia de deus
carlos freire
 
01 carater revelacao espirita
01 carater revelacao espirita01 carater revelacao espirita
01 carater revelacao espirita
carlos freire
 
2016 02-05-cicloce-leideadoracaopreceevangelho-marisal-170830003409
2016 02-05-cicloce-leideadoracaopreceevangelho-marisal-1708300034092016 02-05-cicloce-leideadoracaopreceevangelho-marisal-170830003409
2016 02-05-cicloce-leideadoracaopreceevangelho-marisal-170830003409
carlos freire
 
sede perfeitos - evangelho segundo o espiritismo
   sede perfeitos - evangelho segundo o espiritismo   sede perfeitos - evangelho segundo o espiritismo
sede perfeitos - evangelho segundo o espiritismo
carlos freire
 
2016 02-05-ciclo ce-lei-de_adoracao_prece_evangelho-marisal
2016 02-05-ciclo ce-lei-de_adoracao_prece_evangelho-marisal2016 02-05-ciclo ce-lei-de_adoracao_prece_evangelho-marisal
2016 02-05-ciclo ce-lei-de_adoracao_prece_evangelho-marisal
carlos freire
 
Caracteres da lei natural
Caracteres da lei natural Caracteres da lei natural
Caracteres da lei natural
carlos freire
 
Que a mão esquerda não saiba o que faz a direita - evangelho
   Que a mão esquerda não saiba o que faz a direita - evangelho   Que a mão esquerda não saiba o que faz a direita - evangelho
Que a mão esquerda não saiba o que faz a direita - evangelho
carlos freire
 
Os tres reinos
Os tres reinosOs tres reinos
Os tres reinos
carlos freire
 
1) perdao--das-ofensas
1) perdao--das-ofensas1) perdao--das-ofensas
1) perdao--das-ofensas
carlos freire
 
A fé que transporta montanhas - evangelho
   A fé que transporta montanhas - evangelho   A fé que transporta montanhas - evangelho
A fé que transporta montanhas - evangelho
carlos freire
 
Fluído cósmico ( Ou universal 0 e seus derivados
Fluído cósmico ( Ou universal 0 e seus derivadosFluído cósmico ( Ou universal 0 e seus derivados
Fluído cósmico ( Ou universal 0 e seus derivados
carlos freire
 
Os trabalhadores da ultima hora - Evangelho Segundo o Espiritismo
Os trabalhadores da ultima hora - Evangelho Segundo o EspiritismoOs trabalhadores da ultima hora - Evangelho Segundo o Espiritismo
Os trabalhadores da ultima hora - Evangelho Segundo o Espiritismo
carlos freire
 
Reencarnacao como processo_educativo-samara_n
Reencarnacao como processo_educativo-samara_nReencarnacao como processo_educativo-samara_n
Reencarnacao como processo_educativo-samara_n
carlos freire
 
Aula 05 ninguém pode ver o reino de deus... - evangelho
Aula 05   ninguém pode ver o reino de deus... - evangelhoAula 05   ninguém pode ver o reino de deus... - evangelho
Aula 05 ninguém pode ver o reino de deus... - evangelho
carlos freire
 

Mais de carlos freire (20)

magnetismo-fluidos e perispirito
magnetismo-fluidos e perispiritomagnetismo-fluidos e perispirito
magnetismo-fluidos e perispirito
 
animismo e-mediunidade
animismo e-mediunidade animismo e-mediunidade
animismo e-mediunidade
 
Cm 6a aula-o-pensamento
Cm 6a aula-o-pensamentoCm 6a aula-o-pensamento
Cm 6a aula-o-pensamento
 
O papel da ciencia na genese
  O papel da ciencia na genese  O papel da ciencia na genese
O papel da ciencia na genese
 
Aula 03 FCU - Fluído Cósmico ou Universal
Aula 03 FCU - Fluído Cósmico ou UniversalAula 03 FCU - Fluído Cósmico ou Universal
Aula 03 FCU - Fluído Cósmico ou Universal
 
Fe esperanca-e-caridade
Fe esperanca-e-caridadeFe esperanca-e-caridade
Fe esperanca-e-caridade
 
02 genese cap 02 de 1-19 existencia de deus
02 genese cap 02 de 1-19 existencia de deus02 genese cap 02 de 1-19 existencia de deus
02 genese cap 02 de 1-19 existencia de deus
 
01 carater revelacao espirita
01 carater revelacao espirita01 carater revelacao espirita
01 carater revelacao espirita
 
2016 02-05-cicloce-leideadoracaopreceevangelho-marisal-170830003409
2016 02-05-cicloce-leideadoracaopreceevangelho-marisal-1708300034092016 02-05-cicloce-leideadoracaopreceevangelho-marisal-170830003409
2016 02-05-cicloce-leideadoracaopreceevangelho-marisal-170830003409
 
sede perfeitos - evangelho segundo o espiritismo
   sede perfeitos - evangelho segundo o espiritismo   sede perfeitos - evangelho segundo o espiritismo
sede perfeitos - evangelho segundo o espiritismo
 
2016 02-05-ciclo ce-lei-de_adoracao_prece_evangelho-marisal
2016 02-05-ciclo ce-lei-de_adoracao_prece_evangelho-marisal2016 02-05-ciclo ce-lei-de_adoracao_prece_evangelho-marisal
2016 02-05-ciclo ce-lei-de_adoracao_prece_evangelho-marisal
 
Caracteres da lei natural
Caracteres da lei natural Caracteres da lei natural
Caracteres da lei natural
 
Que a mão esquerda não saiba o que faz a direita - evangelho
   Que a mão esquerda não saiba o que faz a direita - evangelho   Que a mão esquerda não saiba o que faz a direita - evangelho
Que a mão esquerda não saiba o que faz a direita - evangelho
 
Os tres reinos
Os tres reinosOs tres reinos
Os tres reinos
 
1) perdao--das-ofensas
1) perdao--das-ofensas1) perdao--das-ofensas
1) perdao--das-ofensas
 
A fé que transporta montanhas - evangelho
   A fé que transporta montanhas - evangelho   A fé que transporta montanhas - evangelho
A fé que transporta montanhas - evangelho
 
Fluído cósmico ( Ou universal 0 e seus derivados
Fluído cósmico ( Ou universal 0 e seus derivadosFluído cósmico ( Ou universal 0 e seus derivados
Fluído cósmico ( Ou universal 0 e seus derivados
 
Os trabalhadores da ultima hora - Evangelho Segundo o Espiritismo
Os trabalhadores da ultima hora - Evangelho Segundo o EspiritismoOs trabalhadores da ultima hora - Evangelho Segundo o Espiritismo
Os trabalhadores da ultima hora - Evangelho Segundo o Espiritismo
 
Reencarnacao como processo_educativo-samara_n
Reencarnacao como processo_educativo-samara_nReencarnacao como processo_educativo-samara_n
Reencarnacao como processo_educativo-samara_n
 
Aula 05 ninguém pode ver o reino de deus... - evangelho
Aula 05   ninguém pode ver o reino de deus... - evangelhoAula 05   ninguém pode ver o reino de deus... - evangelho
Aula 05 ninguém pode ver o reino de deus... - evangelho
 

Último

Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdfDiscipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
LEILANEGOUVEIA1
 
Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1
CleideTeles3
 
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdfA VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
marcusviniciussabino1
 
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
PIB Penha
 
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
PIB Penha
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Celso Napoleon
 
metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdfmetafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
GuilhermeCerqueira17
 
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
PIB Penha
 
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
PIB Penha
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não TiranizesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Ricardo Azevedo
 
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
PIB Penha
 
Oração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A BondadeOração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A Bondade
Nilson Almeida
 
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
PIB Penha
 
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptxPalestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
NEDIONOSSOMUNDO
 

Último (14)

Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdfDiscipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
 
Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1
 
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdfA VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
 
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
 
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdfmetafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
 
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
 
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não TiranizesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
 
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
 
Oração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A BondadeOração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A Bondade
 
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
 
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptxPalestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
 

Transição planetaria apresentação

  • 2. INICIAMOS hoje uma REFLEXÃO sobre um tema bastante em voga na atualidade, especialmente neste final de 2012 quando ocorre uma série de notícias relacionadas com a situação do PLANETA TERRA. Fala- se muito no calendário MAIA, nas profecias, na Apocalipse de São João nas previsões de Nostradamus etc.
  • 3. A palavra Transição significa mudança é o ato que medeia entre dois eventos. Assim transição planetária significa mudança no NÍVEL PLANETÁRIO. Sempre que nós divulgamos qualquer informação buscamos a informação em alguma fonte. O conhecimento humano possui diversas fontes que basicamente se apoiam nos Meios de Comunicação que tem um leque muito grande de informações.
  • 4. O MUNDO ESPIRITUAL COMO FONTE DE INFORMAÇÕES. No nosso caso buscamos as informações que foram dadas e continuam sendo dadas pelo Mundo Espiritual. Tudo começou na metade do Século XIX quando Kardec codificou as informações tendo como um dos fundamentos os ENSINOS DE JESUS através de SEU EVANGELHO. Cinco livros básicos foram editados e no seu conteúdo encontramos as INFORMAÇÕES RELACIONADAS COM A CHAMADA TRANSIÇÃO PLANETÁRIA.
  • 5. COMO COMPREENDER O PLANETA TERRA? A humanidade presa ao conhecimento religioso nunca teve uma visão mais ampla do COSMOS. Determinadas vertentes ensinaram e continuam ensinando que a Terra era o único lugar no universo habitada por Seres pensantes. À medida que o conhecimento da Astronomia e da Astrofísica foram avançando em conhecimento com a utilização de sondas e satélites lançados no espaço da terra foram tendo uma visão da IMENSIDÃO DO ESPAÇO e DO UNIVERSO.
  • 6. A CONTRIBUIÇÃO DO MUNDO ESPIRITUAL. Os Amigos espirituais conseguiram passar para a humanidade informações que abriram a MENTE DE UMA PEQUENA PARCELA DA HUMANIDADE cujas informações trouxeram luz para uma realidade até então não buscada por grande parte e que consiste em perguntar-se: POR QUE É QUE NASCI? DE ONDE EU VIM? PARA ONDE VOU? Afinal, o que estou fazendo na terra. Como tudo isso funciona? Como será o mundo do lado de lá?
  • 7. DENTRO DA VISÃO CÓSMICA QUAL É A CONDIÇÃO DA TERRA? A Terra é apenas um pequeno planeta na dimensão universal e que oferece aos Seres Humanos condições para servir de ESTÁGIO por um determinado tempo para APRENDER A TRILHAR O CAMINHO DA EVOLUÇÃO. Assim, todos nós humanos como estagiários estamos aqui apenas de passagem.
  • 8. A ORDEM UNIVERSAL. 1) Para podermos entender a Transição Planetária precisamos ter uma noção da ORDEM PLANETÁRIA UNIVERSAL. Por exemplo: 2) Que a LEI DA EVOLUÇÃO é uma Lei Universal que vigora em todas as dimensões cósmicas. 3) Cada Sistema inserido nessa Lei obedece necessariamente a determinados ciclos de MUDANÇAS. A terra fazendo parte do SISTEMA SOLAR integra UM MOVIMENTO INTER DIMENSIONAL com todos os seus Planetas que o compõe.
  • 9. 4) ENTRAMOS NUM PERÍODO DO NOSSO TEMPO em que ACONTECERÁ NO PLANETA TERRA A MUDANÇA DE NÍVEL VIBRATÓRIO QUE DETERMINARÁ AS CONDIÇÕES DE VIDA EXIGIDOS PARA SEUS HABITANTES. 5) QUE tudo isso faz parte da CAMINHADA EVOLUTIVA da TERRA, SEUS HABITANTES e todos os SISTEMAS PLANETÁRIOS.
  • 10. QUEM COMANDA TUDO ISSO? Consciências cósmicas que na nossa linguagem poderemos denominar de ENGENHEIROS Siderais que são SERES DE ALTA HIERARQUIA EVOLUTIVA RESPONSÁVEIS POR CADA SISTEMA NO ESPAÇO. Tudo no Universo obedece a PLANEJAMENTO e AÇÃO. Não existe o ACASO, ou como disse Emmanuel o acaso é sempre produto de uma lei por nós desconhecida. Ou então na opinião de Einstein: Deus não joga dados.
  • 11. O MUNDO DA ENERGIA. A ciência humana evoluiu na área do conhecimento para concluir que TUDO NO UNIVERSO É ENERGIA. Se tudo é energia nós Seres humanos também somos energia. E como Seres de Energia possuímos o nosso CAMPO ELETRO MAGNÉTICO através do qual irradiamos a nossa essência, mostramos aquilo que somos, aquilo que pensamos, aquilo que falamos e aquilo que fazemos.
  • 12. PLANEJAMENTO CÓSMICO. Na ordem universal tudo mesmo tem como objetivo a evolução há um tempo no campo do planejamento das HIERARQUIAS SIDERAIS para que as condições energéticas e vibratórias dos planetas e é claro também do PLANETA TERRA passem por transformações, por mudanças para que as CONDIÇÕES DA TERRA POSSAM OFERECER A SEUS HABITANTES UM NÍVEL DE VIDA MAIS ELEVADO, MAIS HARMÔNICO.
  • 13. COMO PODEREMOS EXPLICAR TUDO ISSO? Aqui entram as informações dos AMIGOS ESPIRITUAIS passadas para Kardec e para todos aqueles que estão abertos para recebê-las e oferecem as condições para que isso aconteça através dos MEIOS DE COMUNICAÇÃO MEDIÚNICA.
  • 14. O QUE DISSERAM SOBRE TUDO ISSO OS AMIGOS ESPIRITUAIS A KARDEC? Vamos mencionar apenas algumas informações: Disse Jesus: “Na casa de meu Pai há muitas moradas”. Explicaram os AMIGOS ESPIRITUAIS: “ A c asa do Pai é o Universo; as diferentes moradas são os mundos que circulam no espaço infinito e oferecem aos Espíritos encarnados moradas apropriadas ao seu adiantamento. Da Explicação dada pelos Espíritos resulta que os diferentes mundos estão em graus muito diferentes uns dos outros quanto ao grau de adiantamento ou de inferioridade de seus habitantes. Entre eles há os
  • 15. que os seus habitantes são ainda inferiores aos da Terra, física e moralmente. Outros estão no mesmo grau e outros são mais ou menos superiores em todos os aspectos. Nos mundos intermediários há mistura do bem e do mal, predominância de um ou outro, segundo o grau de adiantamento. (Evangelho Segundo o Espiritismo).
  • 16. CLASSIFICAÇÃO DA TERRA. 1-Seguem os Amigos espirituais explicando: Que o Ser humano se espanta em encontrar sobre a Terra tanta maldade e más paixões, tantas misérias e enfermidades de toda sorte e conclui disso que a espécie humana é uma triste coisa. Esse julgamento provém do ponto de vista limitado em que se está colocado e que dá uma idéia falsa do conjunto. É preciso considerar que, sobre a Terra, não se vê a Humanidade, mas apenas um pequena fração dela. Com efeito, a espécie humana compreende todos os seres dotados de razão que povoam os inumeráveis mundos do Universo.
  • 17. 2-No atual estágio evolutivo da humanidade que habita o planeta terra classificam a TERRA como pertencente à CATEGORIA DE MUNDO DE EXPIAÇÕES E PROVAS. E Eles contam: “Que vos direi dos mundos de expiação que vós já não saibais, uma vez que vos basta considerar a Terra que habitais? A superioridade da inteligência, num grande número dos seus habitantes indica que ela não é um mundo primitivo destina à encarnação de Espíritos apenas saídos das mãos do Criador. As qualidades inatas que trazem consigo são a aprova de que já viveram e que realizaram certo progresso; mas também os vícios números aos quais são
  • 18. inclinados, são indícios de uma grande imperfeição moral; por isso, Deus os colocou numa Terra ingrata, para aí expiarem suas faltas pelo trabalho penoso e pelas misérias da vida até que tenham mértio de irem para um mundo mais feliz.
  • 19. E continuou o Amigo Espiritual: Os Espíritos em expiação aí são, se assim se pode exprimir estrangeiros; eles já viveram sobre outros mundos, de onde foram excluídos em razão da sua obstinação no mal, e porque eram uma causa de perturbação para os bons; foram relegados, por um tempo, entre Espíritos mais atrasados, e que têm por missão fazer avançar, porque trouxeram consigo sua inteligência desenvolvida e o germe de conhecimentos adquiridos; por isso os Espíritos punidos se encontram entre as raças mais inteligentes; são aquelas também para as quais as misérias da vida têm mais amargura, porque há nelas mais
  • 20. sensibilidade, e sentem mais o choque que as raç Assim nós podemos concluir que num PLANETA IGUAL O NOSSO de maneira bem simples podemos mencionar três classes de ESPÍRITOS ENTRE OS SEUS HABITANTES: 1-Uma classe constituída por aqueles que para cá vieram de UM MUNDO INFERIOR em face de seu CAMPO EVOLUTIVO. 2-Outra classe que para cá veio como desterrada, quer dizer o PLANETA QUE HABITARAM foi elevado de CLASSIFICAÇÃO para MUNDO DE REGENERAÇÃO, mas o seu comportamento, sua forma de ser não comportava reencarnar num novo mundo de paz e harmonia, assim foram
  • 21. deslocados para a TERRA, mundo de EXPIAÇÃO E PROVAS. 3-Espíritos evoluídos que aceitaram a missão de serem MISSIONÁRIOS para ajudar a desenvolver na sociedade humana sentimentos de AMOR CARIDADE. Podemos mencionar entre essa categoria – FRANCISCO DE ASSIS – MADRE TEREZA DE CALCUTÁ- IRMÃ DULCE DA BAHIA- SIDHARTA GAUTAMA conhecido como BUDA e claro o MAIOR DENTRE TODOS que já encarnaram na Terra – JESUS DE NAZARÉ que veio para ensinar através da PALAVRA e do EXEMPLO e que no calendário do tempo foi um MARCO DIVISÓRIO, cujo nascimento deu início a um NOVO TEMPO com a filosofia do CRISTIANISMO.
  • 22. Assim TRANSIÇÃO PLANETÁRIA tem o significado de mudança para um NOVO TEMPO no qual a CONDIÇÃO DA TERRA ENTRARÁ NUMA NOVA FORMA E CLASSIFICAÇÃO QUE OS AMIGOS ESPIRITUAIS DENOMINARAM DE MUNDO DE REGENERAÇÃO. Somente a NOSSA CASA DA FEAC está ligada a 400 Colônias, moradas da Casa do Pai de diversos níveis de conhecimento. São Milhões de SERES desencarnados que fazem parte do SISTEMA ENERGÉTICO e ELETRO MAGNÉTICO DA TERRA. Todos eles colaboram para dar uma oportunidade a outros milhões perdidos no ALÉM e que são nossos IRMÃOS DE JORNADA.
  • 23. QUEREMOS LEMBRAR ESTA NOITE que dados estatísticos informam que ENCARNADOS vivos do lado de cá em torno de 06 BILHÕES de SERES e VIVOS DO LADO DE LÁ em torno de 48 a 60 BILHÕES DE SERES estão tendo uma oportunidade de serem os escolhidos para SEREM AQUELES QUE A BEM AVENTURANÇA DE JESUS DISSE: “Bem aventurados os Mansos e os Pacíficos porque eles herdarão a terra”. Na próxima QUINTA-FEIRA CONTINUAREMOS narrando o que dizem nossos AMIGOS ESPIRITUAIS DE NOSSA CASA DA FEAC sobre tudo isso, inclusive sobre MUDANÇAS PROFUNDAS QUE ACONTECERÃO PARA QUE OCORRA ESSA MELHORA TANTO NO CAMPO FÍSICO DA TERRA QUANTO NA ORGANIZAÇÃO DA SOCIEDADE HUMANA.