SlideShare uma empresa Scribd logo
SUSPENSÃO DE TUTELA ANTECIPADA 831 DISTRITO FEDERAL
REGISTRADO : MINISTRO PRESIDENTE
REQTE.(S) :MUNICIPIO DE PETROLINA
ADV.(A/S) :PROCURADOR-GERAL DO MUNICÍPIO DE
PETROLINA
REQDO.(A/S) :TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE
PERNAMBUCO
ADV.(A/S) :SEM REPRESENTAÇÃO NOS AUTOS
INTDO.(A/S) :ESTADO DE PERNAMBUCO
PROC.(A/S)(ES) :PROCURADOR-GERAL DO ESTADO DE
PERNAMBUCO
INTDO.(A/S) :COMPANHIA PERNAMBUCANA DE SANEAMENTO
- COMPESA
ADV.(A/S) :MARCUS HERONYDES BATISTA MELLO
INTDO.(A/S) :AGÊNCIA REGULADORA DO ESTADO DE
PERNAMBUCO - ARPE
ADV.(A/S) :SEM REPRESENTAÇÃO NOS AUTOS
INTDO.(A/S) :AGÊNCIA REGULADORA DOS SERVIÇOS PÚBLICOS
DE PETROLINA - ARMUP
ADV.(A/S) :JOSÉ ERLÂNIO DE ALENCAR
Trata-se de suspensão de tutela antecipada ajuizada pelo Município
de Petrolina/PE contra decisão da Terceira Câmara de Direito Público do
Tribunal de Justiça do Estado de Pernambuco, que, nos autos dos
Agravos Regimentais no Agravo de Instrumento 0323966-7 (documento
eletrônico 27), manteve a antecipação de tutela deferida pelo Juízo da 2ª
Vara da Fazenda Pública do Recife/PE na Ação Ordinária 0074797-
42.2013.8.17.0001.
Nessa decisão, a magistrada de primeiro grau de jurisdição deferiu o
pedido liminar no sentido de suspender a vigência dos Decretos
Municipais 137/2012 e 160/2012, “até ulterior decisão judicial, devendo, ainda,
o Município Réu se abster de dar continuidade a qualquer processo de
contratação de entidade para exploração dos serviços de saneamento em
Petrolina, até ulterior deliberação desse MM Juízo e enquanto não julgada a lide
em definitivo, bem como determinar a submissão da COMPESA somente à
Supremo Tribunal Federal
Documento assinado digitalmente conforme MP n° 2.200-2/2001 de 24/08/2001, que institui a Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil. O
documento pode ser acessado no endereço eletrônico http://www.stf.jus.br/portal/autenticacao/ sob o número 11248779.
STA 831 / DF
regulação pela ARPE, de sorte a suspender sua regulação pela ARMUP”. Foi
fixada multa diária no valor de R$ 50.000,00 (cinquenta mil reais) em caso
de descumprimento” (sítio eletrônico do TJPE).
O requerente alega, em síntese, que,
“[s]em prejuízo de uma análise superficial da discussão jurídica
subjacente, deve-se apurar se o ente público solicitante está sendo
vulnerado quanto à satisfação da saúde pública, na economia pública,
ou na ordem público-administrativa, nos termos do art. 4º da Lei nº
8.437/92, já transcrito.
Com o devido respeito, tem-se que esses bens jurídicos estão
sendo gravemente violados, pois a suspensão da eficácia dos referidos
Decretos Municipais e do processo licitatório em curso prejudica a
saúde da coletividade, afeta a economia pública inibindo vultosos
investimentos, e impede que o Município exerça regularmente seus
poderes/deveres, tais como o de promover processo licitatório” (pág. 12
do documento eletrônico 2).
Em 11/4/2016, determinei a oitiva dos interessados e da
Procuradoria-Geral da República, nos termos do § 2º do art. 4º da Lei
8.437/1992 (documento eletrônico 11).
Os interessados, Companhia Pernambucana de Saneamento –
COMPESA e o Estado de Pernambuco, manifestaram-se contrariamente
ao pedido de suspensão de tutela antecipada (documentos eletrônicos 34
e 53, respectivamente). Favoravelmente foi a manifestação da Agência
Reguladora do Município de Petrolina – ARMUP (documento eletrônico
58).
O Procurador-Geral da República opinou pelo deferimento do
pedido. A ementa do seu parecer é a seguinte:
“SUSPENSÃO DE TUTELA ANTECIPADA. SERVIÇO
PÚBLICO DE ÁGUA E ESGOTO. CONTRATO DE
2
Supremo Tribunal Federal
Documento assinado digitalmente conforme MP n° 2.200-2/2001 de 24/08/2001, que institui a Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil. O
documento pode ser acessado no endereço eletrônico http://www.stf.jus.br/portal/autenticacao/ sob o número 11248779.
STA 831 / DF
CONCESSÃO. EXTINÇÃO DO CONTRATO E RETOMADA
DOS SERVIÇOS PELO ENTE MUNICIPAL. AFRONTA À
CAPACIDADE ADMINISTRATIVA DO MUNICÍPIO.
DEFERIMENTO DA SUSPENSÃO.
1 – Pedido de contracautela ajuizado em face de decisão que
sustou os efeitos de decretos municipais que declaravam a caducidade
de contrato de concessão dos serviços públicos de água e esgoto em
Petrolina/PE.
2 – Evidencia-se a competência da Presidência do Supremo
Tribunal Federal para julgar este incidente, uma vez que em exame
possível usurpação da titularidade do serviço público outorgado
constitucionalmente aos Municípios.
3 – A decisão que se pretende suspender causa risco de lesão à
ordem pública, na acepção jurídico-constitucional, uma vez que
impede o ente municipal de reassumir a titularidade de serviço público
de sua competência, impondo a perpetuação de contrato de concessão
firmado em 1975 para vigorar por 50 anos. Tal situação revela
indevida ingerência na capacidade administrativa do ente municipal,
não se mostrando consentânea com o interesse público, além de causar
inegável prejuízo à população local.
4 – Parecer pelo deferimento do pedido de suspensão”
(documento eletrônico 64).
É o relatório necessário.
Decido.
Com efeito, o deferimento de pedido de suspensão exige a presença
de dois requisitos: (i) a matéria em debate ser constitucional e (ii) o risco
da ocorrência de lesão à ordem, à saúde, à segurança ou à economia
públicas.
Pois bem. Inicialmente, reconheço que a controvérsia instaurada na
presente suspensão de tutela antecipada evidencia a existência de matéria
constitucional, especificamente quanto à aplicação do art. 30, V, da
3
Supremo Tribunal Federal
Documento assinado digitalmente conforme MP n° 2.200-2/2001 de 24/08/2001, que institui a Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil. O
documento pode ser acessado no endereço eletrônico http://www.stf.jus.br/portal/autenticacao/ sob o número 11248779.
STA 831 / DF
Constituição Federal, que assegura aos Municípios a competência para
organizar e prestar, diretamente ou sob regime de concessão ou
permissão, os serviços públicos de interesse local.
Dessa forma, cumpre ter presente que a Presidência do Supremo
Tribunal Federal dispõe de competência para examinar questão cujo
fundamento jurídico é de natureza constitucional (art. 297 do RISTF, c/c
art. 25 da Lei 8.038/1990), conforme firme jurisprudência desta Suprema
Corte, destacando-se os seguintes julgados: Rcl 475, Rel. Min. Octavio
Gallotti; Rcl 497-AgR, Rel. Min. Carlos Velloso; SS 2.187-AgR, Rel. Min.
Maurício Corrêa; e SS 2.465, Rel. Min. Nelson Jobim.
Pois bem, verificada a constitucionalidade da matéria, passo ao
exame do segundo pressuposto necessário ao deferimento da suspensão:
o risco de grave lesão.
Na sessão de julgamento dos Agravos Regimentais no Agravo de
Instrumento 0323966-7 pela Terceira Câmara de Direito Público do
Tribunal de Justiça do Estado de Pernambuco, o Desembargador Erik
Limongi Sial fez as seguintes considerações:
“E, finalmente, à guisa da matéria fática, Excelências, é público
e notório, tornando despicienda a produção de provas, mas provas
existem nos autos, que os serviços da COMPESA são, pelo menos a
nível de Petrolina, esquecendo-se aquilo que é noticiado na mídia
escrita todos os dias no Recife, por exemplo, no Jornal do Comércio, no
Diário de Pernambuco, são de qualidade sofrível. Sem exageros
argumentativos está noticiado nos autos: ausências e atos na prestação
de serviços, falhas constantes e água potável, não atendimento de
reclame dos usuários, danificação de logradouros públicos sem o
pronto reparo, bem como a não aplicação na circunscrição territorial
do Município de Petrolina do superávit que existe naquele sistema.
Porque no fundo, Excelências, a grande verdade é essa, o sistema de
distribuição de água e esgoto sanitário em Petrolina, não posso dizer
que seja o único, não tenho essa informação, mas certamente é um dos
4
Supremo Tribunal Federal
Documento assinado digitalmente conforme MP n° 2.200-2/2001 de 24/08/2001, que institui a Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil. O
documento pode ser acessado no endereço eletrônico http://www.stf.jus.br/portal/autenticacao/ sob o número 11248779.
STA 831 / DF
únicos superavitários. Razão pela qual aquilo que os munícipes de
Petrolina efetivamente pagam, porque eles pagam as tarifas e,
portanto, tem direito público subjetivo ao bom serviço, isso independe
do artigo 22 do Código de Defesa do Consumidor, mas é a logica do
sistema regulado, daí porque existe um marco regulatório, tem sim
direito público subjetivo a gozar do serviço no mínimo razoável
excelência. Ainda que não se diga que o cidadão munícipe tenha
direito ao serviço de razoável excelência, mas ele tem ainda direito a
um serviço mínimo razoável. E não existe nenhuma argumentação
nos autos, muito menos na contestação que diga que justifique ao
Estado de Pernambuco e a COMPESA não reverter a circunscrição
territorial do Município de Petrolina aquele superávit econômico que,
no caso dos autos, é absolutamente inconteste. Não existe refutação a
argumento colocado, a questão posta pela ARMUP e pelo Município
de Petrolina que aquele regime é superavitário. De modo que não se
pode arguir que a ausência de investimentos no local decorreriam da
tão decantada ausência de recursos públicos” (pág. 9-10 do
documento eletrônico 27).
Por sua vez, a juíza de primeiro grau de jurisdição assentou, em suas
razões de decidir, o seguinte:
“Em sede de cognição sumária, identifico, ainda, uma afronta a
vertente material do princípio do devido processo legal, que guarda
relação com o dever de razoabilidade e proporcionalidade, haja vista
que não se revela razoável que em 172 municípios do Estado de
Pernambuco a COMPESA execute o serviço de abastecimento de água
e esgotamento sanitário de forma satisfatória e apenas no Município
de Petrolina tais serviços não atendam aos anseios da coletividade.
Ora, ou os outros municípios recebem uma prestação de serviço
público superior ao município demandado; ou há uma perseguição
política à concessionária demandante. Neste caso, fico com a segunda
opção diante do escorço fático demonstrado pelas provas acostadas aos
autos” (sítio eletrônico do TJPE).
Verifico, destarte, levando-se em consideração a análise dos
5
Supremo Tribunal Federal
Documento assinado digitalmente conforme MP n° 2.200-2/2001 de 24/08/2001, que institui a Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil. O
documento pode ser acessado no endereço eletrônico http://www.stf.jus.br/portal/autenticacao/ sob o número 11248779.
STA 831 / DF
documentos coligidos aos autos e a minuciosa leitura do inteiro teor da
decisão impugnada, que há o risco de grave lesão à população de
Petrolina/PE com a manutenção da decisão combatida.
A alegação de perseguição política à concessionária demandante
(COMPESA) não levou em conta a má prestação do serviço de
saneamento básico prestado naquela municipalidade.
Ademais, o Município de Petrolina/PE, ao que tudo indica, agiu de
boa-fé ao utilizar o seu direito de acesso à justiça para resolver as
controvérsias relativas ao contrato objeto da controvérsia – firmado com a
COMPESA e o Estado de Pernambuco – e, ainda, baixou decretos
presumivelmente legítimos e outorgados pelo Prefeito para tentar
solucionar a questão em benefício da população local.
Ante o exposto, defiro o pedido para suspender a decisão da Terceira
Câmara de Direito Público do Tribunal de Justiça do Estado de
Pernambuco, que, nos autos dos Agravos Regimentais no Agravo de
Instrumento 0323966-7 (documento eletrônico 27), manteve a antecipação
de tutela deferida pelo Juízo da 2ª Vara da Fazenda Pública do Recife/PE
na Ação Ordinária 0074797-42.2013.8.17.0001, até o trânsito em julgado
dessa ação.
Comunique-se.
Publique-se.
Brasília, 22 de junho de 2016.
Ministro RICARDO LEWANDOWSKI
Presidente
6
Supremo Tribunal Federal
Documento assinado digitalmente conforme MP n° 2.200-2/2001 de 24/08/2001, que institui a Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil. O
documento pode ser acessado no endereço eletrônico http://www.stf.jus.br/portal/autenticacao/ sob o número 11248779.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Recebimento carelli 2
Recebimento carelli 2Recebimento carelli 2
Recebimento carelli 2
wpaese
 
Decisão contra carelli
Decisão contra carelliDecisão contra carelli
Decisão contra carelli
wpaese
 
Acordao 2013 bordignon
Acordao 2013 bordignonAcordao 2013 bordignon
Acordao 2013 bordignon
Polibio Braga
 
Justiça de Mauá barra acordo entre Prefeitura e Fundação ABC
Justiça de Mauá barra acordo entre Prefeitura e Fundação ABCJustiça de Mauá barra acordo entre Prefeitura e Fundação ABC
Justiça de Mauá barra acordo entre Prefeitura e Fundação ABC
Luís Carlos Nunes
 
Autos nº 0900399 76.2015
Autos nº 0900399 76.2015Autos nº 0900399 76.2015
Autos nº 0900399 76.2015
Luiz Fernando Góes Ulysséa
 
Salário vereadores petrolina
Salário vereadores petrolinaSalário vereadores petrolina
Salário vereadores petrolina
Revista do Vale
 
SENTENÇA GEPRON GESTÃO GENINHO ZULIANI
SENTENÇA GEPRON GESTÃO GENINHO ZULIANISENTENÇA GEPRON GESTÃO GENINHO ZULIANI
SENTENÇA GEPRON GESTÃO GENINHO ZULIANI
Leonardo Concon
 
URGENTE: Ministério Público Eleitoral pede a impugnação da candidatura de Kiko
URGENTE: Ministério Público Eleitoral pede a impugnação da candidatura de KikoURGENTE: Ministério Público Eleitoral pede a impugnação da candidatura de Kiko
URGENTE: Ministério Público Eleitoral pede a impugnação da candidatura de Kiko
Luís Carlos Nunes
 
Liminar na Adin 8000090-33.2017.8.24.0000
Liminar na Adin 8000090-33.2017.8.24.0000Liminar na Adin 8000090-33.2017.8.24.0000
Liminar na Adin 8000090-33.2017.8.24.0000
Ministério Público de Santa Catarina
 
Inicial acp 0900022 37.2017.8.24.0020 loteamento vitória ii - criciúma
Inicial acp 0900022 37.2017.8.24.0020   loteamento vitória ii - criciúmaInicial acp 0900022 37.2017.8.24.0020   loteamento vitória ii - criciúma
Inicial acp 0900022 37.2017.8.24.0020 loteamento vitória ii - criciúma
Ministério Público de Santa Catarina
 
Decisão do TRF contra Josué Mendes
Decisão do TRF contra Josué MendesDecisão do TRF contra Josué Mendes
Decisão do TRF contra Josué Mendes
Adriano Monteiro
 
Decisão Tribunal de Justiça Empréstimo
Decisão Tribunal de Justiça EmpréstimoDecisão Tribunal de Justiça Empréstimo
Decisão Tribunal de Justiça Empréstimo
Alessandro Teixeira
 
ACP 0900022 37.2017.8.24.0020 - Loteamento Vitória II - Criciúma
ACP 0900022 37.2017.8.24.0020 - Loteamento Vitória II - CriciúmaACP 0900022 37.2017.8.24.0020 - Loteamento Vitória II - Criciúma
ACP 0900022 37.2017.8.24.0020 - Loteamento Vitória II - Criciúma
Ministério Público de Santa Catarina
 
Requerimento de luiza erundina
Requerimento de luiza erundinaRequerimento de luiza erundina
Requerimento de luiza erundina
diariodocentrodomundo
 
Nova empresa de transporte coletivo poderá operar em Porto Velho emergencialm...
Nova empresa de transporte coletivo poderá operar em Porto Velho emergencialm...Nova empresa de transporte coletivo poderá operar em Porto Velho emergencialm...
Nova empresa de transporte coletivo poderá operar em Porto Velho emergencialm...
Rondoniadinamica Jornal Eletrônico
 
MPPE pede novo afastamento do prefeito de São Lourenço
MPPE pede novo afastamento do prefeito de São LourençoMPPE pede novo afastamento do prefeito de São Lourenço
MPPE pede novo afastamento do prefeito de São Lourenço
Portal NE10
 
Resposta a Pedido de Esclarecimento - TCE
Resposta a Pedido de Esclarecimento - TCEResposta a Pedido de Esclarecimento - TCE
Resposta a Pedido de Esclarecimento - TCE
Consultor JRSantana
 
MPPE pede novo afastamento do prefeito de São Lourenço
MPPE pede novo afastamento do prefeito de São LourençoMPPE pede novo afastamento do prefeito de São Lourenço
MPPE pede novo afastamento do prefeito de São Lourenço
Portal NE10
 
Autos n° 0019685 36.2013.8.24.0020
Autos n° 0019685 36.2013.8.24.0020Autos n° 0019685 36.2013.8.24.0020
Autos n° 0019685 36.2013.8.24.0020
Luiz Fernando Góes Ulysséa
 
Defesa tce
Defesa tceDefesa tce
Defesa tce
Francisco Firmino
 

Mais procurados (20)

Recebimento carelli 2
Recebimento carelli 2Recebimento carelli 2
Recebimento carelli 2
 
Decisão contra carelli
Decisão contra carelliDecisão contra carelli
Decisão contra carelli
 
Acordao 2013 bordignon
Acordao 2013 bordignonAcordao 2013 bordignon
Acordao 2013 bordignon
 
Justiça de Mauá barra acordo entre Prefeitura e Fundação ABC
Justiça de Mauá barra acordo entre Prefeitura e Fundação ABCJustiça de Mauá barra acordo entre Prefeitura e Fundação ABC
Justiça de Mauá barra acordo entre Prefeitura e Fundação ABC
 
Autos nº 0900399 76.2015
Autos nº 0900399 76.2015Autos nº 0900399 76.2015
Autos nº 0900399 76.2015
 
Salário vereadores petrolina
Salário vereadores petrolinaSalário vereadores petrolina
Salário vereadores petrolina
 
SENTENÇA GEPRON GESTÃO GENINHO ZULIANI
SENTENÇA GEPRON GESTÃO GENINHO ZULIANISENTENÇA GEPRON GESTÃO GENINHO ZULIANI
SENTENÇA GEPRON GESTÃO GENINHO ZULIANI
 
URGENTE: Ministério Público Eleitoral pede a impugnação da candidatura de Kiko
URGENTE: Ministério Público Eleitoral pede a impugnação da candidatura de KikoURGENTE: Ministério Público Eleitoral pede a impugnação da candidatura de Kiko
URGENTE: Ministério Público Eleitoral pede a impugnação da candidatura de Kiko
 
Liminar na Adin 8000090-33.2017.8.24.0000
Liminar na Adin 8000090-33.2017.8.24.0000Liminar na Adin 8000090-33.2017.8.24.0000
Liminar na Adin 8000090-33.2017.8.24.0000
 
Inicial acp 0900022 37.2017.8.24.0020 loteamento vitória ii - criciúma
Inicial acp 0900022 37.2017.8.24.0020   loteamento vitória ii - criciúmaInicial acp 0900022 37.2017.8.24.0020   loteamento vitória ii - criciúma
Inicial acp 0900022 37.2017.8.24.0020 loteamento vitória ii - criciúma
 
Decisão do TRF contra Josué Mendes
Decisão do TRF contra Josué MendesDecisão do TRF contra Josué Mendes
Decisão do TRF contra Josué Mendes
 
Decisão Tribunal de Justiça Empréstimo
Decisão Tribunal de Justiça EmpréstimoDecisão Tribunal de Justiça Empréstimo
Decisão Tribunal de Justiça Empréstimo
 
ACP 0900022 37.2017.8.24.0020 - Loteamento Vitória II - Criciúma
ACP 0900022 37.2017.8.24.0020 - Loteamento Vitória II - CriciúmaACP 0900022 37.2017.8.24.0020 - Loteamento Vitória II - Criciúma
ACP 0900022 37.2017.8.24.0020 - Loteamento Vitória II - Criciúma
 
Requerimento de luiza erundina
Requerimento de luiza erundinaRequerimento de luiza erundina
Requerimento de luiza erundina
 
Nova empresa de transporte coletivo poderá operar em Porto Velho emergencialm...
Nova empresa de transporte coletivo poderá operar em Porto Velho emergencialm...Nova empresa de transporte coletivo poderá operar em Porto Velho emergencialm...
Nova empresa de transporte coletivo poderá operar em Porto Velho emergencialm...
 
MPPE pede novo afastamento do prefeito de São Lourenço
MPPE pede novo afastamento do prefeito de São LourençoMPPE pede novo afastamento do prefeito de São Lourenço
MPPE pede novo afastamento do prefeito de São Lourenço
 
Resposta a Pedido de Esclarecimento - TCE
Resposta a Pedido de Esclarecimento - TCEResposta a Pedido de Esclarecimento - TCE
Resposta a Pedido de Esclarecimento - TCE
 
MPPE pede novo afastamento do prefeito de São Lourenço
MPPE pede novo afastamento do prefeito de São LourençoMPPE pede novo afastamento do prefeito de São Lourenço
MPPE pede novo afastamento do prefeito de São Lourenço
 
Autos n° 0019685 36.2013.8.24.0020
Autos n° 0019685 36.2013.8.24.0020Autos n° 0019685 36.2013.8.24.0020
Autos n° 0019685 36.2013.8.24.0020
 
Defesa tce
Defesa tceDefesa tce
Defesa tce
 

Semelhante a Texto água em Petrolina

AÇÃO DE IMPROBIDADE CONTRATOS LIXO EX-PREFEITO DE BONITO/PE
AÇÃO DE IMPROBIDADE CONTRATOS LIXO EX-PREFEITO DE BONITO/PEAÇÃO DE IMPROBIDADE CONTRATOS LIXO EX-PREFEITO DE BONITO/PE
AÇÃO DE IMPROBIDADE CONTRATOS LIXO EX-PREFEITO DE BONITO/PE
Noelia Brito
 
Ministro do STF cassa liminar que suspendia privatização da Eletrobras
Ministro do STF cassa liminar que suspendia privatização da EletrobrasMinistro do STF cassa liminar que suspendia privatização da Eletrobras
Ministro do STF cassa liminar que suspendia privatização da Eletrobras
Portal NE10
 
Constitucionalidade - ADI 2010.045619-8/Agravo 796.030-SC
Constitucionalidade - ADI 2010.045619-8/Agravo 796.030-SCConstitucionalidade - ADI 2010.045619-8/Agravo 796.030-SC
Constitucionalidade - ADI 2010.045619-8/Agravo 796.030-SC
Ministério Público de Santa Catarina
 
Despacho liminar (1)
Despacho   liminar (1)Despacho   liminar (1)
Mpf instaura inquérito sobre via litorânea inacabada optimized
Mpf instaura inquérito sobre via litorânea inacabada optimizedMpf instaura inquérito sobre via litorânea inacabada optimized
Mpf instaura inquérito sobre via litorânea inacabada optimized
Francisco Luz
 
Improbidade administrativa - Recurso Especial com Agravo em Recurso Especial ...
Improbidade administrativa - Recurso Especial com Agravo em Recurso Especial ...Improbidade administrativa - Recurso Especial com Agravo em Recurso Especial ...
Improbidade administrativa - Recurso Especial com Agravo em Recurso Especial ...
Ministério Público de Santa Catarina
 
Transporte
TransporteTransporte
Transporte
Fabio Motta
 
O pedido
O pedidoO pedido
O pedido
Jamildo Melo
 
Evento 3 despadec1
Evento 3   despadec1Evento 3   despadec1
Evento 3 despadec1
MarcianoBortolin
 
MPF investiga suspeita de superfaturamento em sistema de abastecimento no Agr...
MPF investiga suspeita de superfaturamento em sistema de abastecimento no Agr...MPF investiga suspeita de superfaturamento em sistema de abastecimento no Agr...
MPF investiga suspeita de superfaturamento em sistema de abastecimento no Agr...
Portal NE10
 
Liminar sintespe suspensa
Liminar sintespe suspensaLiminar sintespe suspensa
Liminar sintespe suspensa
SINTE Regional
 
Decisão do ministro Alexandre de Moraes mantendo a censura no Blog
Decisão do ministro Alexandre de Moraes mantendo a censura no BlogDecisão do ministro Alexandre de Moraes mantendo a censura no Blog
Decisão do ministro Alexandre de Moraes mantendo a censura no Blog
Marcelo Auler
 
A sentença
A sentençaA sentença
A sentença
Jamildo Melo
 
20090616 Acp Wilson Brito E José Candido
20090616 Acp Wilson Brito E José Candido20090616 Acp Wilson Brito E José Candido
20090616 Acp Wilson Brito E José Candido
chlima
 
9153854 27.2014.8.24.0000 - re - constitucionalidade - taxa preserv ambiental...
9153854 27.2014.8.24.0000 - re - constitucionalidade - taxa preserv ambiental...9153854 27.2014.8.24.0000 - re - constitucionalidade - taxa preserv ambiental...
9153854 27.2014.8.24.0000 - re - constitucionalidade - taxa preserv ambiental...
Ministério Público de Santa Catarina
 
a decisão
a decisãoa decisão
a decisão
Jamildo Melo
 
Processo judicial eletrônico 1º grau - liminar
Processo judicial eletrônico 1º grau - liminarProcesso judicial eletrônico 1º grau - liminar
Processo judicial eletrônico 1º grau - liminar
Elielson Lima
 
CONFIRA
CONFIRACONFIRA
Adin apa
Adin apaAdin apa
Reclamação - 19.010
Reclamação - 19.010Reclamação - 19.010

Semelhante a Texto água em Petrolina (20)

AÇÃO DE IMPROBIDADE CONTRATOS LIXO EX-PREFEITO DE BONITO/PE
AÇÃO DE IMPROBIDADE CONTRATOS LIXO EX-PREFEITO DE BONITO/PEAÇÃO DE IMPROBIDADE CONTRATOS LIXO EX-PREFEITO DE BONITO/PE
AÇÃO DE IMPROBIDADE CONTRATOS LIXO EX-PREFEITO DE BONITO/PE
 
Ministro do STF cassa liminar que suspendia privatização da Eletrobras
Ministro do STF cassa liminar que suspendia privatização da EletrobrasMinistro do STF cassa liminar que suspendia privatização da Eletrobras
Ministro do STF cassa liminar que suspendia privatização da Eletrobras
 
Constitucionalidade - ADI 2010.045619-8/Agravo 796.030-SC
Constitucionalidade - ADI 2010.045619-8/Agravo 796.030-SCConstitucionalidade - ADI 2010.045619-8/Agravo 796.030-SC
Constitucionalidade - ADI 2010.045619-8/Agravo 796.030-SC
 
Despacho liminar (1)
Despacho   liminar (1)Despacho   liminar (1)
Despacho liminar (1)
 
Mpf instaura inquérito sobre via litorânea inacabada optimized
Mpf instaura inquérito sobre via litorânea inacabada optimizedMpf instaura inquérito sobre via litorânea inacabada optimized
Mpf instaura inquérito sobre via litorânea inacabada optimized
 
Improbidade administrativa - Recurso Especial com Agravo em Recurso Especial ...
Improbidade administrativa - Recurso Especial com Agravo em Recurso Especial ...Improbidade administrativa - Recurso Especial com Agravo em Recurso Especial ...
Improbidade administrativa - Recurso Especial com Agravo em Recurso Especial ...
 
Transporte
TransporteTransporte
Transporte
 
O pedido
O pedidoO pedido
O pedido
 
Evento 3 despadec1
Evento 3   despadec1Evento 3   despadec1
Evento 3 despadec1
 
MPF investiga suspeita de superfaturamento em sistema de abastecimento no Agr...
MPF investiga suspeita de superfaturamento em sistema de abastecimento no Agr...MPF investiga suspeita de superfaturamento em sistema de abastecimento no Agr...
MPF investiga suspeita de superfaturamento em sistema de abastecimento no Agr...
 
Liminar sintespe suspensa
Liminar sintespe suspensaLiminar sintespe suspensa
Liminar sintespe suspensa
 
Decisão do ministro Alexandre de Moraes mantendo a censura no Blog
Decisão do ministro Alexandre de Moraes mantendo a censura no BlogDecisão do ministro Alexandre de Moraes mantendo a censura no Blog
Decisão do ministro Alexandre de Moraes mantendo a censura no Blog
 
A sentença
A sentençaA sentença
A sentença
 
20090616 Acp Wilson Brito E José Candido
20090616 Acp Wilson Brito E José Candido20090616 Acp Wilson Brito E José Candido
20090616 Acp Wilson Brito E José Candido
 
9153854 27.2014.8.24.0000 - re - constitucionalidade - taxa preserv ambiental...
9153854 27.2014.8.24.0000 - re - constitucionalidade - taxa preserv ambiental...9153854 27.2014.8.24.0000 - re - constitucionalidade - taxa preserv ambiental...
9153854 27.2014.8.24.0000 - re - constitucionalidade - taxa preserv ambiental...
 
a decisão
a decisãoa decisão
a decisão
 
Processo judicial eletrônico 1º grau - liminar
Processo judicial eletrônico 1º grau - liminarProcesso judicial eletrônico 1º grau - liminar
Processo judicial eletrônico 1º grau - liminar
 
CONFIRA
CONFIRACONFIRA
CONFIRA
 
Adin apa
Adin apaAdin apa
Adin apa
 
Reclamação - 19.010
Reclamação - 19.010Reclamação - 19.010
Reclamação - 19.010
 

Mais de Portal NE10

Edital do concurso da EPE 2024 - 07.06.2024
Edital do concurso da EPE 2024 - 07.06.2024Edital do concurso da EPE 2024 - 07.06.2024
Edital do concurso da EPE 2024 - 07.06.2024
Portal NE10
 
CNH Pai DÉgua: veja lista de classificados
CNH Pai DÉgua: veja lista de classificadosCNH Pai DÉgua: veja lista de classificados
CNH Pai DÉgua: veja lista de classificados
Portal NE10
 
Brasileirão: CBF divulga tabela da Série B 2024
Brasileirão: CBF divulga tabela da Série B 2024Brasileirão: CBF divulga tabela da Série B 2024
Brasileirão: CBF divulga tabela da Série B 2024
Portal NE10
 
Concurso do edital da Polícia Civil de Pernambuco
Concurso do edital da Polícia Civil de PernambucoConcurso do edital da Polícia Civil de Pernambuco
Concurso do edital da Polícia Civil de Pernambuco
Portal NE10
 
CNH Gratuita em Belém: veja o resultado CNH Pai d'Égua.pdf
CNH Gratuita em Belém: veja o resultado CNH Pai d'Égua.pdfCNH Gratuita em Belém: veja o resultado CNH Pai d'Égua.pdf
CNH Gratuita em Belém: veja o resultado CNH Pai d'Égua.pdf
Portal NE10
 
Edital Caixa 2024 - nível superior - DOU.pdf
Edital Caixa 2024 - nível superior - DOU.pdfEdital Caixa 2024 - nível superior - DOU.pdf
Edital Caixa 2024 - nível superior - DOU.pdf
Portal NE10
 
Edital Caixa 2024 - nível médio - DOU.pdf
Edital Caixa 2024 - nível médio - DOU.pdfEdital Caixa 2024 - nível médio - DOU.pdf
Edital Caixa 2024 - nível médio - DOU.pdf
Portal NE10
 
Carnaval 2024: Veja a lista das linhas de ônibus que terão o itinerário modif...
Carnaval 2024: Veja a lista das linhas de ônibus que terão o itinerário modif...Carnaval 2024: Veja a lista das linhas de ônibus que terão o itinerário modif...
Carnaval 2024: Veja a lista das linhas de ônibus que terão o itinerário modif...
Portal NE10
 
Edital do concurso público do Banco do Nordeste
Edital do concurso público do Banco do NordesteEdital do concurso público do Banco do Nordeste
Edital do concurso público do Banco do Nordeste
Portal NE10
 
Concurso para a Saúde da Prefeitura do Recife
Concurso para a Saúde da Prefeitura do RecifeConcurso para a Saúde da Prefeitura do Recife
Concurso para a Saúde da Prefeitura do Recife
Portal NE10
 
Edital do concurso PMPE e Corpo de Bombeiros.pdf
Edital do concurso PMPE e Corpo de Bombeiros.pdfEdital do concurso PMPE e Corpo de Bombeiros.pdf
Edital do concurso PMPE e Corpo de Bombeiros.pdf
Portal NE10
 
TV JORNAL - REGULAMENTO DO QUADRO SENAC NA PRESSÃO
TV JORNAL - REGULAMENTO DO QUADRO SENAC NA PRESSÃOTV JORNAL - REGULAMENTO DO QUADRO SENAC NA PRESSÃO
TV JORNAL - REGULAMENTO DO QUADRO SENAC NA PRESSÃO
Portal NE10
 
Cartilha do Piso salarial da enfermagem
Cartilha do Piso salarial da enfermagemCartilha do Piso salarial da enfermagem
Cartilha do Piso salarial da enfermagem
Portal NE10
 
Mapa do Metrô de São Paulo
Mapa do Metrô de São PauloMapa do Metrô de São Paulo
Mapa do Metrô de São Paulo
Portal NE10
 
Piso salarial da enfermagem - Portaria GM_MS Nº 1.135, DE 16 DE AGOSTO DE 2023
Piso salarial da enfermagem - Portaria GM_MS Nº 1.135, DE 16 DE AGOSTO DE 2023Piso salarial da enfermagem - Portaria GM_MS Nº 1.135, DE 16 DE AGOSTO DE 2023
Piso salarial da enfermagem - Portaria GM_MS Nº 1.135, DE 16 DE AGOSTO DE 2023
Portal NE10
 
Bula do Ozempic, remédio para tratar diabetes tipo 2 usado para emagrecer
Bula do Ozempic, remédio para tratar diabetes tipo 2 usado para emagrecerBula do Ozempic, remédio para tratar diabetes tipo 2 usado para emagrecer
Bula do Ozempic, remédio para tratar diabetes tipo 2 usado para emagrecer
Portal NE10
 
Piso salarial da enfermagem: Portaria nº 597 do Ministério da Saúde é republi...
Piso salarial da enfermagem: Portaria nº 597 do Ministério da Saúde é republi...Piso salarial da enfermagem: Portaria nº 597 do Ministério da Saúde é republi...
Piso salarial da enfermagem: Portaria nº 597 do Ministério da Saúde é republi...
Portal NE10
 
Relatório Termômetro LIDE-Conectar - Abril 2023
Relatório Termômetro LIDE-Conectar - Abril 2023Relatório Termômetro LIDE-Conectar - Abril 2023
Relatório Termômetro LIDE-Conectar - Abril 2023
Portal NE10
 
INVASÃO EM BRASÍLIA: AGU pede prisão em flagrante dos invasores e de Anderson...
INVASÃO EM BRASÍLIA: AGU pede prisão em flagrante dos invasores e de Anderson...INVASÃO EM BRASÍLIA: AGU pede prisão em flagrante dos invasores e de Anderson...
INVASÃO EM BRASÍLIA: AGU pede prisão em flagrante dos invasores e de Anderson...
Portal NE10
 
Lula decreta intervenção federal no Distrito Federal
Lula decreta intervenção federal no Distrito FederalLula decreta intervenção federal no Distrito Federal
Lula decreta intervenção federal no Distrito Federal
Portal NE10
 

Mais de Portal NE10 (20)

Edital do concurso da EPE 2024 - 07.06.2024
Edital do concurso da EPE 2024 - 07.06.2024Edital do concurso da EPE 2024 - 07.06.2024
Edital do concurso da EPE 2024 - 07.06.2024
 
CNH Pai DÉgua: veja lista de classificados
CNH Pai DÉgua: veja lista de classificadosCNH Pai DÉgua: veja lista de classificados
CNH Pai DÉgua: veja lista de classificados
 
Brasileirão: CBF divulga tabela da Série B 2024
Brasileirão: CBF divulga tabela da Série B 2024Brasileirão: CBF divulga tabela da Série B 2024
Brasileirão: CBF divulga tabela da Série B 2024
 
Concurso do edital da Polícia Civil de Pernambuco
Concurso do edital da Polícia Civil de PernambucoConcurso do edital da Polícia Civil de Pernambuco
Concurso do edital da Polícia Civil de Pernambuco
 
CNH Gratuita em Belém: veja o resultado CNH Pai d'Égua.pdf
CNH Gratuita em Belém: veja o resultado CNH Pai d'Égua.pdfCNH Gratuita em Belém: veja o resultado CNH Pai d'Égua.pdf
CNH Gratuita em Belém: veja o resultado CNH Pai d'Égua.pdf
 
Edital Caixa 2024 - nível superior - DOU.pdf
Edital Caixa 2024 - nível superior - DOU.pdfEdital Caixa 2024 - nível superior - DOU.pdf
Edital Caixa 2024 - nível superior - DOU.pdf
 
Edital Caixa 2024 - nível médio - DOU.pdf
Edital Caixa 2024 - nível médio - DOU.pdfEdital Caixa 2024 - nível médio - DOU.pdf
Edital Caixa 2024 - nível médio - DOU.pdf
 
Carnaval 2024: Veja a lista das linhas de ônibus que terão o itinerário modif...
Carnaval 2024: Veja a lista das linhas de ônibus que terão o itinerário modif...Carnaval 2024: Veja a lista das linhas de ônibus que terão o itinerário modif...
Carnaval 2024: Veja a lista das linhas de ônibus que terão o itinerário modif...
 
Edital do concurso público do Banco do Nordeste
Edital do concurso público do Banco do NordesteEdital do concurso público do Banco do Nordeste
Edital do concurso público do Banco do Nordeste
 
Concurso para a Saúde da Prefeitura do Recife
Concurso para a Saúde da Prefeitura do RecifeConcurso para a Saúde da Prefeitura do Recife
Concurso para a Saúde da Prefeitura do Recife
 
Edital do concurso PMPE e Corpo de Bombeiros.pdf
Edital do concurso PMPE e Corpo de Bombeiros.pdfEdital do concurso PMPE e Corpo de Bombeiros.pdf
Edital do concurso PMPE e Corpo de Bombeiros.pdf
 
TV JORNAL - REGULAMENTO DO QUADRO SENAC NA PRESSÃO
TV JORNAL - REGULAMENTO DO QUADRO SENAC NA PRESSÃOTV JORNAL - REGULAMENTO DO QUADRO SENAC NA PRESSÃO
TV JORNAL - REGULAMENTO DO QUADRO SENAC NA PRESSÃO
 
Cartilha do Piso salarial da enfermagem
Cartilha do Piso salarial da enfermagemCartilha do Piso salarial da enfermagem
Cartilha do Piso salarial da enfermagem
 
Mapa do Metrô de São Paulo
Mapa do Metrô de São PauloMapa do Metrô de São Paulo
Mapa do Metrô de São Paulo
 
Piso salarial da enfermagem - Portaria GM_MS Nº 1.135, DE 16 DE AGOSTO DE 2023
Piso salarial da enfermagem - Portaria GM_MS Nº 1.135, DE 16 DE AGOSTO DE 2023Piso salarial da enfermagem - Portaria GM_MS Nº 1.135, DE 16 DE AGOSTO DE 2023
Piso salarial da enfermagem - Portaria GM_MS Nº 1.135, DE 16 DE AGOSTO DE 2023
 
Bula do Ozempic, remédio para tratar diabetes tipo 2 usado para emagrecer
Bula do Ozempic, remédio para tratar diabetes tipo 2 usado para emagrecerBula do Ozempic, remédio para tratar diabetes tipo 2 usado para emagrecer
Bula do Ozempic, remédio para tratar diabetes tipo 2 usado para emagrecer
 
Piso salarial da enfermagem: Portaria nº 597 do Ministério da Saúde é republi...
Piso salarial da enfermagem: Portaria nº 597 do Ministério da Saúde é republi...Piso salarial da enfermagem: Portaria nº 597 do Ministério da Saúde é republi...
Piso salarial da enfermagem: Portaria nº 597 do Ministério da Saúde é republi...
 
Relatório Termômetro LIDE-Conectar - Abril 2023
Relatório Termômetro LIDE-Conectar - Abril 2023Relatório Termômetro LIDE-Conectar - Abril 2023
Relatório Termômetro LIDE-Conectar - Abril 2023
 
INVASÃO EM BRASÍLIA: AGU pede prisão em flagrante dos invasores e de Anderson...
INVASÃO EM BRASÍLIA: AGU pede prisão em flagrante dos invasores e de Anderson...INVASÃO EM BRASÍLIA: AGU pede prisão em flagrante dos invasores e de Anderson...
INVASÃO EM BRASÍLIA: AGU pede prisão em flagrante dos invasores e de Anderson...
 
Lula decreta intervenção federal no Distrito Federal
Lula decreta intervenção federal no Distrito FederalLula decreta intervenção federal no Distrito Federal
Lula decreta intervenção federal no Distrito Federal
 

Texto água em Petrolina

  • 1. SUSPENSÃO DE TUTELA ANTECIPADA 831 DISTRITO FEDERAL REGISTRADO : MINISTRO PRESIDENTE REQTE.(S) :MUNICIPIO DE PETROLINA ADV.(A/S) :PROCURADOR-GERAL DO MUNICÍPIO DE PETROLINA REQDO.(A/S) :TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE PERNAMBUCO ADV.(A/S) :SEM REPRESENTAÇÃO NOS AUTOS INTDO.(A/S) :ESTADO DE PERNAMBUCO PROC.(A/S)(ES) :PROCURADOR-GERAL DO ESTADO DE PERNAMBUCO INTDO.(A/S) :COMPANHIA PERNAMBUCANA DE SANEAMENTO - COMPESA ADV.(A/S) :MARCUS HERONYDES BATISTA MELLO INTDO.(A/S) :AGÊNCIA REGULADORA DO ESTADO DE PERNAMBUCO - ARPE ADV.(A/S) :SEM REPRESENTAÇÃO NOS AUTOS INTDO.(A/S) :AGÊNCIA REGULADORA DOS SERVIÇOS PÚBLICOS DE PETROLINA - ARMUP ADV.(A/S) :JOSÉ ERLÂNIO DE ALENCAR Trata-se de suspensão de tutela antecipada ajuizada pelo Município de Petrolina/PE contra decisão da Terceira Câmara de Direito Público do Tribunal de Justiça do Estado de Pernambuco, que, nos autos dos Agravos Regimentais no Agravo de Instrumento 0323966-7 (documento eletrônico 27), manteve a antecipação de tutela deferida pelo Juízo da 2ª Vara da Fazenda Pública do Recife/PE na Ação Ordinária 0074797- 42.2013.8.17.0001. Nessa decisão, a magistrada de primeiro grau de jurisdição deferiu o pedido liminar no sentido de suspender a vigência dos Decretos Municipais 137/2012 e 160/2012, “até ulterior decisão judicial, devendo, ainda, o Município Réu se abster de dar continuidade a qualquer processo de contratação de entidade para exploração dos serviços de saneamento em Petrolina, até ulterior deliberação desse MM Juízo e enquanto não julgada a lide em definitivo, bem como determinar a submissão da COMPESA somente à Supremo Tribunal Federal Documento assinado digitalmente conforme MP n° 2.200-2/2001 de 24/08/2001, que institui a Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil. O documento pode ser acessado no endereço eletrônico http://www.stf.jus.br/portal/autenticacao/ sob o número 11248779.
  • 2. STA 831 / DF regulação pela ARPE, de sorte a suspender sua regulação pela ARMUP”. Foi fixada multa diária no valor de R$ 50.000,00 (cinquenta mil reais) em caso de descumprimento” (sítio eletrônico do TJPE). O requerente alega, em síntese, que, “[s]em prejuízo de uma análise superficial da discussão jurídica subjacente, deve-se apurar se o ente público solicitante está sendo vulnerado quanto à satisfação da saúde pública, na economia pública, ou na ordem público-administrativa, nos termos do art. 4º da Lei nº 8.437/92, já transcrito. Com o devido respeito, tem-se que esses bens jurídicos estão sendo gravemente violados, pois a suspensão da eficácia dos referidos Decretos Municipais e do processo licitatório em curso prejudica a saúde da coletividade, afeta a economia pública inibindo vultosos investimentos, e impede que o Município exerça regularmente seus poderes/deveres, tais como o de promover processo licitatório” (pág. 12 do documento eletrônico 2). Em 11/4/2016, determinei a oitiva dos interessados e da Procuradoria-Geral da República, nos termos do § 2º do art. 4º da Lei 8.437/1992 (documento eletrônico 11). Os interessados, Companhia Pernambucana de Saneamento – COMPESA e o Estado de Pernambuco, manifestaram-se contrariamente ao pedido de suspensão de tutela antecipada (documentos eletrônicos 34 e 53, respectivamente). Favoravelmente foi a manifestação da Agência Reguladora do Município de Petrolina – ARMUP (documento eletrônico 58). O Procurador-Geral da República opinou pelo deferimento do pedido. A ementa do seu parecer é a seguinte: “SUSPENSÃO DE TUTELA ANTECIPADA. SERVIÇO PÚBLICO DE ÁGUA E ESGOTO. CONTRATO DE 2 Supremo Tribunal Federal Documento assinado digitalmente conforme MP n° 2.200-2/2001 de 24/08/2001, que institui a Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil. O documento pode ser acessado no endereço eletrônico http://www.stf.jus.br/portal/autenticacao/ sob o número 11248779.
  • 3. STA 831 / DF CONCESSÃO. EXTINÇÃO DO CONTRATO E RETOMADA DOS SERVIÇOS PELO ENTE MUNICIPAL. AFRONTA À CAPACIDADE ADMINISTRATIVA DO MUNICÍPIO. DEFERIMENTO DA SUSPENSÃO. 1 – Pedido de contracautela ajuizado em face de decisão que sustou os efeitos de decretos municipais que declaravam a caducidade de contrato de concessão dos serviços públicos de água e esgoto em Petrolina/PE. 2 – Evidencia-se a competência da Presidência do Supremo Tribunal Federal para julgar este incidente, uma vez que em exame possível usurpação da titularidade do serviço público outorgado constitucionalmente aos Municípios. 3 – A decisão que se pretende suspender causa risco de lesão à ordem pública, na acepção jurídico-constitucional, uma vez que impede o ente municipal de reassumir a titularidade de serviço público de sua competência, impondo a perpetuação de contrato de concessão firmado em 1975 para vigorar por 50 anos. Tal situação revela indevida ingerência na capacidade administrativa do ente municipal, não se mostrando consentânea com o interesse público, além de causar inegável prejuízo à população local. 4 – Parecer pelo deferimento do pedido de suspensão” (documento eletrônico 64). É o relatório necessário. Decido. Com efeito, o deferimento de pedido de suspensão exige a presença de dois requisitos: (i) a matéria em debate ser constitucional e (ii) o risco da ocorrência de lesão à ordem, à saúde, à segurança ou à economia públicas. Pois bem. Inicialmente, reconheço que a controvérsia instaurada na presente suspensão de tutela antecipada evidencia a existência de matéria constitucional, especificamente quanto à aplicação do art. 30, V, da 3 Supremo Tribunal Federal Documento assinado digitalmente conforme MP n° 2.200-2/2001 de 24/08/2001, que institui a Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil. O documento pode ser acessado no endereço eletrônico http://www.stf.jus.br/portal/autenticacao/ sob o número 11248779.
  • 4. STA 831 / DF Constituição Federal, que assegura aos Municípios a competência para organizar e prestar, diretamente ou sob regime de concessão ou permissão, os serviços públicos de interesse local. Dessa forma, cumpre ter presente que a Presidência do Supremo Tribunal Federal dispõe de competência para examinar questão cujo fundamento jurídico é de natureza constitucional (art. 297 do RISTF, c/c art. 25 da Lei 8.038/1990), conforme firme jurisprudência desta Suprema Corte, destacando-se os seguintes julgados: Rcl 475, Rel. Min. Octavio Gallotti; Rcl 497-AgR, Rel. Min. Carlos Velloso; SS 2.187-AgR, Rel. Min. Maurício Corrêa; e SS 2.465, Rel. Min. Nelson Jobim. Pois bem, verificada a constitucionalidade da matéria, passo ao exame do segundo pressuposto necessário ao deferimento da suspensão: o risco de grave lesão. Na sessão de julgamento dos Agravos Regimentais no Agravo de Instrumento 0323966-7 pela Terceira Câmara de Direito Público do Tribunal de Justiça do Estado de Pernambuco, o Desembargador Erik Limongi Sial fez as seguintes considerações: “E, finalmente, à guisa da matéria fática, Excelências, é público e notório, tornando despicienda a produção de provas, mas provas existem nos autos, que os serviços da COMPESA são, pelo menos a nível de Petrolina, esquecendo-se aquilo que é noticiado na mídia escrita todos os dias no Recife, por exemplo, no Jornal do Comércio, no Diário de Pernambuco, são de qualidade sofrível. Sem exageros argumentativos está noticiado nos autos: ausências e atos na prestação de serviços, falhas constantes e água potável, não atendimento de reclame dos usuários, danificação de logradouros públicos sem o pronto reparo, bem como a não aplicação na circunscrição territorial do Município de Petrolina do superávit que existe naquele sistema. Porque no fundo, Excelências, a grande verdade é essa, o sistema de distribuição de água e esgoto sanitário em Petrolina, não posso dizer que seja o único, não tenho essa informação, mas certamente é um dos 4 Supremo Tribunal Federal Documento assinado digitalmente conforme MP n° 2.200-2/2001 de 24/08/2001, que institui a Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil. O documento pode ser acessado no endereço eletrônico http://www.stf.jus.br/portal/autenticacao/ sob o número 11248779.
  • 5. STA 831 / DF únicos superavitários. Razão pela qual aquilo que os munícipes de Petrolina efetivamente pagam, porque eles pagam as tarifas e, portanto, tem direito público subjetivo ao bom serviço, isso independe do artigo 22 do Código de Defesa do Consumidor, mas é a logica do sistema regulado, daí porque existe um marco regulatório, tem sim direito público subjetivo a gozar do serviço no mínimo razoável excelência. Ainda que não se diga que o cidadão munícipe tenha direito ao serviço de razoável excelência, mas ele tem ainda direito a um serviço mínimo razoável. E não existe nenhuma argumentação nos autos, muito menos na contestação que diga que justifique ao Estado de Pernambuco e a COMPESA não reverter a circunscrição territorial do Município de Petrolina aquele superávit econômico que, no caso dos autos, é absolutamente inconteste. Não existe refutação a argumento colocado, a questão posta pela ARMUP e pelo Município de Petrolina que aquele regime é superavitário. De modo que não se pode arguir que a ausência de investimentos no local decorreriam da tão decantada ausência de recursos públicos” (pág. 9-10 do documento eletrônico 27). Por sua vez, a juíza de primeiro grau de jurisdição assentou, em suas razões de decidir, o seguinte: “Em sede de cognição sumária, identifico, ainda, uma afronta a vertente material do princípio do devido processo legal, que guarda relação com o dever de razoabilidade e proporcionalidade, haja vista que não se revela razoável que em 172 municípios do Estado de Pernambuco a COMPESA execute o serviço de abastecimento de água e esgotamento sanitário de forma satisfatória e apenas no Município de Petrolina tais serviços não atendam aos anseios da coletividade. Ora, ou os outros municípios recebem uma prestação de serviço público superior ao município demandado; ou há uma perseguição política à concessionária demandante. Neste caso, fico com a segunda opção diante do escorço fático demonstrado pelas provas acostadas aos autos” (sítio eletrônico do TJPE). Verifico, destarte, levando-se em consideração a análise dos 5 Supremo Tribunal Federal Documento assinado digitalmente conforme MP n° 2.200-2/2001 de 24/08/2001, que institui a Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil. O documento pode ser acessado no endereço eletrônico http://www.stf.jus.br/portal/autenticacao/ sob o número 11248779.
  • 6. STA 831 / DF documentos coligidos aos autos e a minuciosa leitura do inteiro teor da decisão impugnada, que há o risco de grave lesão à população de Petrolina/PE com a manutenção da decisão combatida. A alegação de perseguição política à concessionária demandante (COMPESA) não levou em conta a má prestação do serviço de saneamento básico prestado naquela municipalidade. Ademais, o Município de Petrolina/PE, ao que tudo indica, agiu de boa-fé ao utilizar o seu direito de acesso à justiça para resolver as controvérsias relativas ao contrato objeto da controvérsia – firmado com a COMPESA e o Estado de Pernambuco – e, ainda, baixou decretos presumivelmente legítimos e outorgados pelo Prefeito para tentar solucionar a questão em benefício da população local. Ante o exposto, defiro o pedido para suspender a decisão da Terceira Câmara de Direito Público do Tribunal de Justiça do Estado de Pernambuco, que, nos autos dos Agravos Regimentais no Agravo de Instrumento 0323966-7 (documento eletrônico 27), manteve a antecipação de tutela deferida pelo Juízo da 2ª Vara da Fazenda Pública do Recife/PE na Ação Ordinária 0074797-42.2013.8.17.0001, até o trânsito em julgado dessa ação. Comunique-se. Publique-se. Brasília, 22 de junho de 2016. Ministro RICARDO LEWANDOWSKI Presidente 6 Supremo Tribunal Federal Documento assinado digitalmente conforme MP n° 2.200-2/2001 de 24/08/2001, que institui a Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil. O documento pode ser acessado no endereço eletrônico http://www.stf.jus.br/portal/autenticacao/ sob o número 11248779.