SlideShare uma empresa Scribd logo
Technology roadmapping
                                             Uma abordagem para alinhar mercado,
                                                    produtos e tecnologias




Qual o cenário atual de inserção das organizações? ......................................................................................... 2
O que é um Roadmap? ............................................................................................................................. 3
Como os roadmaps estão sendo aplicados? .................................................................................................... 5
Como construir um roadmap? .................................................................................................................... 9
Technology Roadmapping




Qual o cenário atual de inserção das organizações?
Ambientes cada vez mais dinâmicos
mudanças constantes nos padrões
de       consumo,          tecnologias
emergentes     que     desafiam    as
plataformas de produtos vigentes,
aumento da preocupação com o
meio-ambiente, produtos cada vez
mais      complexos,       exigências
regulatórias mais rígidas, mudanças
provocadas por descobertas como a
nanotecnologia e novas formas de
energia, e a ascensão de atores globais como a China, são apenas algumas das
características do cenário competitivo em que as organizações estão inseridas. Com todas
estas mudanças, nunca se viu uma pressão tão intensa para que as empresas incorporem
a inovação como parte do seu dia a dia. Além disso, esta não pode mais ser vista como
um preciosismo, elemento de diferenciação, mas sim, representando um requisito
mínimo de sobrevivência face à dinâmica encontrada no mercado.

A inseparabilidade e a necessidade de integração entre a estratégia de negócio e a
estratégia tecnológica, a ambigüidade e capacidade de lidar concomitantemente com
negócios maduros e emergentes, a necessidade de horizontes cada vez mais longos de
planejamento, as incertezas e riscos associados a tecnologias emergentes são algumas
das questões que os métodos tradicionais de planejamento não se mostram mais
suficientes para tratar.

Métodos participativos que permitam um olhar de longo prazo, que contemplem uma
visão evolutiva e dinâmica do mercado, a exploração integrada das relações de diferentes




© Março 2009. ELO Group              www.elogroup.com.br                     Página 2
Technology Roadmapping

perspectivas como o marketing, a tecnologia, a pesquisa, os aspectos legais, são cada vez
mais demandados para suportar os processos de planejamento e governança tecnológica
das organizações. Um dos métodos que vem recebendo grande atenção tanto na espera
privada quanto pública são os roadmaps tecnológicos.




O que é um Roadmap?
Roadmapping é uma ferramenta gerencial que dá suporte ao planejamento estratégico
das organizações e é utilizado para alinhar as suas capacitações tecnológicas aos seus
produtos e planos de negócio. Dessa maneira, fazer roadmapping permite que a
estratégia da organização e suas respectivas tecnologias caminhem lado a lado.

O resultado desse processo é o roadmap, que proporciona às empresas a visão de como o
mercado, os produtos, os serviços e as tecnologias irão se desenvolver ao longo de uma
escala temporal, fornecendo links entre os recursos tecnológicos, os objetivos da
organização e as mudanças nos ambientes nos quais a corporação está inserida.

O uso do roadmap foi difundido inicialmente na indústria e em seguida passou a ser
estudado pela academia. A principal implicação disto é que podemos encontrar
diferentes tipos de roadmap, cada um adaptado ao problema específico que a
organização desejava tratar. As aplicações, por sua vez, também perpassam um largo
espectro, tendo sido aplicados por governos para planejar e orientar ações sobre
determinados setores industriais e por empresas para traçar estratégias de famílias de
produtos, evolução tecnológica e adaptação a mudanças no ambiente. Outra grande
virtude deste desenvolvimento centrado na indústria é a simplicidade e ênfase visual do
instrumento, permitindo um fácil compartilhamento das informações e integrando as
diversas perspectivas trabalhadas ao longo do processo de sua construção, que
normalmente privilegia uma lógica participativa e multifuncional.

Em sua aplicação, o roadmap normalmente apresenta uma estrutura flexível de diversas
camadas e uma escala temporal, utilizada para demonstrar o caráter evolutivo destas
camadas ao longo do horizonte de planejamento. A dimensão de tempo, apresentada no
eixo horizontal, pode ser adaptada a uma situação em particular em termos de




© Março 2009. ELO Group             www.elogroup.com.br                       Página 3
Technology Roadmapping

horizontes e intervalos, de acordo com as características da indústria e da aplicação
específica. As diversas camadas, apresentadas no eixo vertical, podem ser determinadas
de acordo com as características da organização e do problema a ser trabalhado,
podendo representar o mercado, os produtos, as tecnologias, as capacitações, os recursos
produtivos, entre outras.

Além destas outras informações poderão ser adicionadas como: relações entre os objetos
nas camadas e subcamadas, informações suplementares e outros dispositivos, incluindo
objetos, anotações, código de cores, gaps, oportunidades, riscos, etc. A figura 1 a seguir
apresenta um exemplo de estrutura genérica que pode ser utilizada para o roadmap.

A definição de camadas permite uma combinação de perspectivas externas (ambiente,
mercado, regulação) com internas (produtos, tecnologias, capacitações) alinhando estas
visões a partir de uma estrutura desdobrada que contempla tanto aspectos market pull
quanto technology push, permitindo a identificação de inúmeras oportunidades de
ganhos e antecipando gargalos e possíveis restrições para evolução.




                            Figura 1: Arquitetura genérica de um roadmap




© Março 2009. ELO Group                www.elogroup.com.br                             Página 4
Technology Roadmapping

Cabe ressaltar que o processo de roadmapping é muito mais importante do que o seu
resultado. A construção coletiva de uma visão de futuro e a definição da estratégia para
alcançá-la traz inúmeros resultados para a organização. Este processo, assim como o seu
resultado, deve ser mantido vivo na organização, pois servirá de insumo para um
contínuo acompanhamento do ambiente, das hipóteses e decisões tomadas, permitindo
um estado de alerta (awareness) que garanta a rápida identificação e adaptação às
mudanças em relação ao esperado. Desta forma, o resultado deste processo se configura
em uma poderosa ferramenta para integração entre as diferentes áreas envolvidas no
planejamento e um efetivo instrumento de governança na empresa.


                                        “Roadmap é o resultado de um método de planejamento que considera diversas
                                          perspectivas, discutindo a integração destas ao longo do tempo. Este processo
                                      suporta a organização na tomada de decisões estratégicas relativas à alocação de
                                       recursos, portfólio de produtos, respostas às tendências de mercado e trajetórias
                                   tecnológicas, de forma articulada, consistente e com grande poder de comunicação.”




Como os roadmaps estão sendo aplicados?
Existem mais de novecentos roadmaps que estão sob domínio público e abrangem
diferentes áreas da indústria, ciência e tecnologia. A seguir, serão abordados exemplos de
aplicações de maior relevância e abrangência, o International Roadmap for Consumer
Packaging e o Foresight Vehicle Programme Roadmap.
                                                                                       Benefícios do roadmap
Exemplo de aplicação - setor de embalagens
                                                                                  Assegurar que as tecnologias‐chave
Elaborado a partir de doze workshops com presença de                              estarão prontas a tempo;
                                                                                  Identificar e explorar oportunidades de
aproximadamente duzentos representantes de mais de setenta                        inovação;
                                                                                  Fornecer suporte à estratégia
empresas do setor de embalagens como: Amcor, Coca- Cola,                          tecnológica e às iniciativas de
                                                                                  planejamento;
Heinz,     Innovia,     Tetrapak   além     das   universidades      de           Identificar gaps importantes no
Cambridge, Duham, Leeds, Salford, Sheffield e York. Este                          mercado, nos produtos e na inteligência
                                                                                  tecnológica;
roadmap foi o resultado de três anos de pesquisa conduzido                        Construir a comunicação entre funções
                                                                                  técnicas e comerciais;
pelo     Institute    for   Manufacturing    da   Universidade       de           Poder ser utilizada tanto em grandes
Cambridge, para capturar, estruturar e comunicar as                               quanto em pequenas empresas.

motivações e principais tendências que desafiam o setor de




© Março 2009. ELO Group                   www.elogroup.com.br                            Página 5
Technology Roadmapping

embalagens no horizonte dos próximos dez anos.

No high-level roadmap elaborado, foram ilustrados os diferentes horizontes de tempo
nos quais se acreditava que as tendências e motivações, tanto do mercado quanto dos
negócios, possuíssem maior importância. A arquitetura (Figura 2) do roadmap deu
suporte à elaboração do relatório, que contempla uma análise detalhada de cada um dos
fatores e tendências que estão influenciando e direcionando os mercados, produtos,
tecnologias e recursos em desenvolvimento. A partir desta aplicação as empresas do
setor passam a ter uma visão mais clara de evolução, podendo desenvolver suas
estratégias, priorizar os seus investimentos e desenvolver tecnologias e mercados de
acordo com o posicionamento que deseja adotar no futuro.




      Figura 2: Arquitetura do roadmap no setor de embalagens‐ Fonte: International roadmap for consumer packaging




© Março 2009. ELO Group                         www.elogroup.com.br                                        Página 6
Technology Roadmapping




Exemplo de aplicação - setor de veículos
O Foresight Vehicle Programme, iniciado em 1996, foi uma das iniciativas mais bem
sucedidas para suportar projetos de pesquisa, design e desenvolvimento no setor
automotivo do Reino Unido. Uma das primeiras iniciativas desenvolvidas neste
programa foi a elaboração de um roadmap tecnológico para destacar os possíveis
caminhos e estratégias a serem perseguidas pelos projetos. Devido a natureza complexa e
o ambiente dinâmico do sistema de transporte, o escopo do Foresight Vehicle
Technology Roadmap foi bastante amplo, capturando o conhecimento a partir de
diferentes perspectivas. Foram envolvidos mais de 130 experts de todo o setor,
representando mais de 60 diferentes organizações. As tendências do mercado e da
indústria foram identificadas em um horizonte temporal de vinte anos e, a partir destes,
foram definidos metas a serem buscadas e as tecnologias e pesquisas necessárias para
alcançá-las.

Este roadmap foi utilizado como o framework básico para os investimentos em parcerias
de pesquisas, com foco na criação sustentável de riqueza e qualidade de vida, suportando
as ações recomendadas pelo UK Automotive Innovation and Growth Team (AIGT), para:

           Encorajar as empresas do sistema de transporte rodoviário a investir em
           inovação tecnológica em curto, médio e longo prazo. No relatório
           desenvolvido para o referido estudo foi utilizado um horizonte de tempo de
           vinte anos, fornecendo um “radar” para ratificar que o investimento em
           tecnologia e pesquisa satisfaz as tendências do setor automobilístico no
           tempo estimado.

           Permitir a comunicação, discussão e ação com a rede de colaboradores da
           indústria e da área acadêmica;

           Mapear futuros caminhos de inovação para uma variedade de áreas-chave de
           tecnologia, como: motores e powertrain; veículos híbridos, elétricos e




© Março 2009. ELO Group            www.elogroup.com.br                       Página 7
Technology Roadmapping

           combustíveis alternativos; software, sensores e eletrônicos; materiais; design
           e processos de produção.

As informações contidas no relatório final foram baseadas em uma série de workshops
acrescentadas de respostas de questionários enviados por e-mail aos respondentes da
indústria, governo e instituições acadêmicas.

A figura a seguir ilustra a estrutura geral do roadmap desenvolvido pelo setor
automotivo com a apresentação da camada superior, trends and drivers, e suas
subcamadas, que representam o sistema integrado utilizado para estruturar as
informações contidas no roadmap.




          Figura 3: Arquitetura do roadmap no setor de veículos ‐ Fonte: Foresight Vehicle Technology Roadmap




© Março 2009. ELO Group                        www.elogroup.com.br                                          Página 8
Technology Roadmapping




Como construir um roadmap?
Existem inúmeros métodos pelos quais um roadmap pode ser construído, além de
algumas ferramentas de software que podem suportar a sua criação. No entanto, os
métodos mais efetivos são aqueles baseados na interação entre pessoas, pois permitem a
construção de umavisão coletiva a partir das múltiplas perspectivas envolvidas, o que faz
com que o processo de construção se mostre muito mais valioso do que o resultado em si.

Estes métodos participativos são baseados em um conjunto de workshops, com
envolvimento de representantes de diferentes áreas e/ou externos à organização, nos
quais essas múltiplas perspectivas dos participantes são sistematizadas em uma
estrutura de camadas previamente definida, seguida da formulação e priorização das
iniciativas estratégicas a serem empreendidas para que a empresa possa atuar no
ambiente em análise.

A condução destes workshops é realizada a partir das seguintes etapas:

  1. Etapa de preparação: reunião de preparação que deve sinalizar as camadas a serem

  trabalhadas - p.ex. tecnologias, produtos, demanda dos consumidores, regulação,

  meio ambiente, pesquisa básica, propriedade intelectual, produção etc. - ao longo do

  processo de roadmapping e definição dos atores convidados para participar do

  processo, que devem ser profissionais com visões das diferentes camadas a serem

  discutidas. Estes podem ser internos ou externos à organização, dependendo do

  escopo que se deseja abordar. A figura a seguir apresenta um modelo de estrutura de

  camadas utilizado no roadmap do setor de bioprocessos.




© Março 2009. ELO Group             www.elogroup.com.br                       Página 9
Technology Roadmapping




         Figura 4: Estrutura de camadas no setor de bioprocessos ‐ Fonte: bioProcessUK roadmap

 2. Etapa de construção do roadmap: realização de workshop ou um conjunto deles,
 combinados com buscas bibliográficas, relatórios especializados, patentes e dados do
 governo, caso necessário, conduzidos da seguinte forma:

    i. Uma primeira apresentação “motivacional” realizada por um profissional

    experiente, limitada a alguns slides com a sua visão de evolução da indústria;

    ii. Discussão com o grupo de pesquisadores/especialistas sobre as perspectivas

    de evolução nas múltiplas camadas e contemplando os diferentes horizontes

    temporais a serem abordados;

    iii. Formação de subgrupos para discussão dos pontos detalhados;

    iv. Integração das diferentes camadas, definição e priorização das ações

    estratégicas a serem desenvolvidas. A figura a seguir, apresenta o resultado de

    uma sessão de roapmapping utilizando post-its;




© Março 2009. ELO Group                 www.elogroup.com.br                                      Página 10
Technology Roadmapping

 3. Consolidação: consolidação e documentação dos resultados e elaboração dos planos
 de ação e projetos a serem desenvolvidos.




         Figura 5: Resultado da sessão de roadmapping - Fonte: bioProcessUK roadmap




© Março 2009. ELO Group             www.elogroup.com.br                               Página 11
Technology Roadmapping




Para mais informações de como os roadmaps
        podem ser aplicados à sua empresa:

                           inovação@elogroup.com.br
                                www.elogroup.com.br
                                   tel: 21 2222-2191


     © Março 2009. ELO Group   www.elogroup.com.br               Página 12

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

PROSPECTIVA . ESTRATÉGIA . INOVAÇÃO / FORESIGHT . STRATEGY . INNOVATION
PROSPECTIVA . ESTRATÉGIA . INOVAÇÃO  /  FORESIGHT . STRATEGY . INNOVATIONPROSPECTIVA . ESTRATÉGIA . INOVAÇÃO  /  FORESIGHT . STRATEGY . INNOVATION
PROSPECTIVA . ESTRATÉGIA . INOVAÇÃO / FORESIGHT . STRATEGY . INNOVATION
Paulo Carvalho
 
Luis Steinle
Luis Steinle Luis Steinle
Luis Steinle
Luis Antonio Steinle
 
Chemtech - Estratégia de Inovação ou Inovação da Estratégia - Clarissa Pires ...
Chemtech - Estratégia de Inovação ou Inovação da Estratégia - Clarissa Pires ...Chemtech - Estratégia de Inovação ou Inovação da Estratégia - Clarissa Pires ...
Chemtech - Estratégia de Inovação ou Inovação da Estratégia - Clarissa Pires ...
Allagi Open Innovation Services
 
Avaliação de Produção Técnica Tecnológica em CTI
Avaliação de Produção Técnica Tecnológica em CTIAvaliação de Produção Técnica Tecnológica em CTI
Avaliação de Produção Técnica Tecnológica em CTI
Roberto C. S. Pacheco
 
Catalogo das Decisões 2013
Catalogo das Decisões 2013Catalogo das Decisões 2013
Catalogo das Decisões 2013
Qualitividade Consultoria
 
Inovação no Setor Público
Inovação no Setor PúblicoInovação no Setor Público
Inovação no Setor Público
Felipe Ost Scherer
 
A importância de gerenciar projetos
A importância de gerenciar projetosA importância de gerenciar projetos
A importância de gerenciar projetos
Amauri Damasceno
 
MVI 1.4 Inovaçao Fechada x Inovação Aberta
MVI 1.4 Inovaçao Fechada x Inovação AbertaMVI 1.4 Inovaçao Fechada x Inovação Aberta
MVI 1.4 Inovaçao Fechada x Inovação Aberta
auspin
 
Benefícios da inovação aberta
Benefícios da inovação abertaBenefícios da inovação aberta
Benefícios da inovação aberta
Eduardo Fagundes
 
Doc.Igor_1
Doc.Igor_1Doc.Igor_1
Doc.Igor_1
Igor Melo
 
Inovação aberta - Como criar e lucrar com a tecnologia
Inovação aberta - Como criar e lucrar com a tecnologiaInovação aberta - Como criar e lucrar com a tecnologia
Inovação aberta - Como criar e lucrar com a tecnologia
Eric Fiori
 
Fontes de inovacao
Fontes de inovacaoFontes de inovacao
Fontes de inovacao
Marcel Gois
 
.Processo de desenvolvimento de produto a partir de um modelo de referência d...
.Processo de desenvolvimento de produto a partir de um modelo de referência d....Processo de desenvolvimento de produto a partir de um modelo de referência d...
.Processo de desenvolvimento de produto a partir de um modelo de referência d...
Neto Ortega
 
Trabalho I&D mkorg
Trabalho I&D mkorgTrabalho I&D mkorg
Trabalho I&D mkorg
Nuno Granada
 
Aula estratégia inovação
Aula estratégia inovaçãoAula estratégia inovação
Aula estratégia inovação
Eliseo Portela
 
Apresentação Mario Sergio Salerno | OIS2010 | Desafios para as empresas e dil...
Apresentação Mario Sergio Salerno | OIS2010 | Desafios para as empresas e dil...Apresentação Mario Sergio Salerno | OIS2010 | Desafios para as empresas e dil...
Apresentação Mario Sergio Salerno | OIS2010 | Desafios para as empresas e dil...
Allagi Open Innovation Services
 
Treinamento OUI 2011
Treinamento OUI 2011Treinamento OUI 2011
Treinamento OUI 2011
USP
 
Programa de Aceleração em Inovação e Manufatura Avançada - CNI, Ohio State, S...
Programa de Aceleração em Inovação e Manufatura Avançada - CNI, Ohio State, S...Programa de Aceleração em Inovação e Manufatura Avançada - CNI, Ohio State, S...
Programa de Aceleração em Inovação e Manufatura Avançada - CNI, Ohio State, S...
Ohio State Brazil Gateway
 
Ep aula 1 e 2 - conceitos de d.p
Ep  aula 1 e 2 - conceitos de d.pEp  aula 1 e 2 - conceitos de d.p
Ep aula 1 e 2 - conceitos de d.p
Andre Meirelles
 
Fontes de inovação na empresa
Fontes de inovação na empresaFontes de inovação na empresa
Fontes de inovação na empresa
Aline Rodrigues
 

Mais procurados (20)

PROSPECTIVA . ESTRATÉGIA . INOVAÇÃO / FORESIGHT . STRATEGY . INNOVATION
PROSPECTIVA . ESTRATÉGIA . INOVAÇÃO  /  FORESIGHT . STRATEGY . INNOVATIONPROSPECTIVA . ESTRATÉGIA . INOVAÇÃO  /  FORESIGHT . STRATEGY . INNOVATION
PROSPECTIVA . ESTRATÉGIA . INOVAÇÃO / FORESIGHT . STRATEGY . INNOVATION
 
Luis Steinle
Luis Steinle Luis Steinle
Luis Steinle
 
Chemtech - Estratégia de Inovação ou Inovação da Estratégia - Clarissa Pires ...
Chemtech - Estratégia de Inovação ou Inovação da Estratégia - Clarissa Pires ...Chemtech - Estratégia de Inovação ou Inovação da Estratégia - Clarissa Pires ...
Chemtech - Estratégia de Inovação ou Inovação da Estratégia - Clarissa Pires ...
 
Avaliação de Produção Técnica Tecnológica em CTI
Avaliação de Produção Técnica Tecnológica em CTIAvaliação de Produção Técnica Tecnológica em CTI
Avaliação de Produção Técnica Tecnológica em CTI
 
Catalogo das Decisões 2013
Catalogo das Decisões 2013Catalogo das Decisões 2013
Catalogo das Decisões 2013
 
Inovação no Setor Público
Inovação no Setor PúblicoInovação no Setor Público
Inovação no Setor Público
 
A importância de gerenciar projetos
A importância de gerenciar projetosA importância de gerenciar projetos
A importância de gerenciar projetos
 
MVI 1.4 Inovaçao Fechada x Inovação Aberta
MVI 1.4 Inovaçao Fechada x Inovação AbertaMVI 1.4 Inovaçao Fechada x Inovação Aberta
MVI 1.4 Inovaçao Fechada x Inovação Aberta
 
Benefícios da inovação aberta
Benefícios da inovação abertaBenefícios da inovação aberta
Benefícios da inovação aberta
 
Doc.Igor_1
Doc.Igor_1Doc.Igor_1
Doc.Igor_1
 
Inovação aberta - Como criar e lucrar com a tecnologia
Inovação aberta - Como criar e lucrar com a tecnologiaInovação aberta - Como criar e lucrar com a tecnologia
Inovação aberta - Como criar e lucrar com a tecnologia
 
Fontes de inovacao
Fontes de inovacaoFontes de inovacao
Fontes de inovacao
 
.Processo de desenvolvimento de produto a partir de um modelo de referência d...
.Processo de desenvolvimento de produto a partir de um modelo de referência d....Processo de desenvolvimento de produto a partir de um modelo de referência d...
.Processo de desenvolvimento de produto a partir de um modelo de referência d...
 
Trabalho I&D mkorg
Trabalho I&D mkorgTrabalho I&D mkorg
Trabalho I&D mkorg
 
Aula estratégia inovação
Aula estratégia inovaçãoAula estratégia inovação
Aula estratégia inovação
 
Apresentação Mario Sergio Salerno | OIS2010 | Desafios para as empresas e dil...
Apresentação Mario Sergio Salerno | OIS2010 | Desafios para as empresas e dil...Apresentação Mario Sergio Salerno | OIS2010 | Desafios para as empresas e dil...
Apresentação Mario Sergio Salerno | OIS2010 | Desafios para as empresas e dil...
 
Treinamento OUI 2011
Treinamento OUI 2011Treinamento OUI 2011
Treinamento OUI 2011
 
Programa de Aceleração em Inovação e Manufatura Avançada - CNI, Ohio State, S...
Programa de Aceleração em Inovação e Manufatura Avançada - CNI, Ohio State, S...Programa de Aceleração em Inovação e Manufatura Avançada - CNI, Ohio State, S...
Programa de Aceleração em Inovação e Manufatura Avançada - CNI, Ohio State, S...
 
Ep aula 1 e 2 - conceitos de d.p
Ep  aula 1 e 2 - conceitos de d.pEp  aula 1 e 2 - conceitos de d.p
Ep aula 1 e 2 - conceitos de d.p
 
Fontes de inovação na empresa
Fontes de inovação na empresaFontes de inovação na empresa
Fontes de inovação na empresa
 

Destaque

Framework de Inovação para Organizações Modernas - Free Model - para usar e c...
Framework de Inovação para Organizações Modernas - Free Model - para usar e c...Framework de Inovação para Organizações Modernas - Free Model - para usar e c...
Framework de Inovação para Organizações Modernas - Free Model - para usar e c...
PROF YOGUI, R
 
Prospecção Tecnológica em Energia
Prospecção Tecnológica em EnergiaProspecção Tecnológica em Energia
Prospecção Tecnológica em Energia
Gilberto De Martino Jannuzzi
 
USIMINAS - Gestão Estratégica da Pesquisa e Inovação
USIMINAS - Gestão Estratégica da Pesquisa e InovaçãoUSIMINAS - Gestão Estratégica da Pesquisa e Inovação
USIMINAS - Gestão Estratégica da Pesquisa e Inovação
Fundação Dom Cabral - FDC
 
Protótipos do futuro
Protótipos do futuroProtótipos do futuro
Protótipos do futuro
Cagarro93
 
Technology Roadmapping
Technology RoadmappingTechnology Roadmapping
Technology Roadmapping
EloGroup
 
Abridor de válvula de botijão de gás tadeus rodrigues gomes filho
Abridor de válvula de botijão de gás   tadeus rodrigues gomes filhoAbridor de válvula de botijão de gás   tadeus rodrigues gomes filho
Abridor de válvula de botijão de gás tadeus rodrigues gomes filho
Ani Inventores
 
Célula de combustível de baixo custo
Célula de combustível de baixo custoCélula de combustível de baixo custo
Célula de combustível de baixo custo
SEDETEC - UFRGS
 
Carros ecológicos
Carros ecológicosCarros ecológicos
Carros ecológicos
grupo8a
 
O BRASIL DO FUTURO – CARRO ELÉTRICO - VII - Projeto de Lei de Pontos de Recar...
O BRASIL DO FUTURO – CARRO ELÉTRICO - VII - Projeto de Lei de Pontos de Recar...O BRASIL DO FUTURO – CARRO ELÉTRICO - VII - Projeto de Lei de Pontos de Recar...
O BRASIL DO FUTURO – CARRO ELÉTRICO - VII - Projeto de Lei de Pontos de Recar...
Teldiux Brasil
 
Física nuclear III - Ciclo do combustível e segurança de reatores
Física nuclear III - Ciclo do combustível e segurança de reatoresFísica nuclear III - Ciclo do combustível e segurança de reatores
Física nuclear III - Ciclo do combustível e segurança de reatores
Antonio Carlos Martinho Junior
 
Avaliação de cenários, experimentação e mensuração dos impactos dos veículos ...
Avaliação de cenários, experimentação e mensuração dos impactos dos veículos ...Avaliação de cenários, experimentação e mensuração dos impactos dos veículos ...
Avaliação de cenários, experimentação e mensuração dos impactos dos veículos ...
James Wright
 
O atual estágio do veículo elétrico abve
O atual estágio do veículo elétrico abveO atual estágio do veículo elétrico abve
O atual estágio do veículo elétrico abve
James Wright
 
Carros híbridos e eléctricos
Carros híbridos e eléctricosCarros híbridos e eléctricos
Carros híbridos e eléctricos
piefprofessoras
 
O que é Inovação Disruptiva?
O que é Inovação Disruptiva?O que é Inovação Disruptiva?
O que é Inovação Disruptiva?
Carlos Nepomuceno (Nepô)
 
Mvs8.2 o roadmap tecnológico
Mvs8.2  o roadmap tecnológicoMvs8.2  o roadmap tecnológico
Mvs8.2 o roadmap tecnológico
auspin
 
Roadmapping como instrumento integrador de projetos de P&D em Institutos Públ...
Roadmapping como instrumento integrador de projetos de P&D em Institutos Públ...Roadmapping como instrumento integrador de projetos de P&D em Institutos Públ...
Roadmapping como instrumento integrador de projetos de P&D em Institutos Públ...
Epagri/Cepa
 
Mario Salerno, apresentação
Mario Salerno, apresentaçãoMario Salerno, apresentação
Mario Salerno, apresentação
Lilian Milena
 
Percebendo oportunidades
Percebendo oportunidadesPercebendo oportunidades
Percebendo oportunidades
Rafael Clemente
 
Hidrogenio
HidrogenioHidrogenio
Hidrogenio
ap8bgrp7
 
Carros movidos a bateria
Carros movidos a bateriaCarros movidos a bateria
Carros movidos a bateria
Carlos Kramer
 

Destaque (20)

Framework de Inovação para Organizações Modernas - Free Model - para usar e c...
Framework de Inovação para Organizações Modernas - Free Model - para usar e c...Framework de Inovação para Organizações Modernas - Free Model - para usar e c...
Framework de Inovação para Organizações Modernas - Free Model - para usar e c...
 
Prospecção Tecnológica em Energia
Prospecção Tecnológica em EnergiaProspecção Tecnológica em Energia
Prospecção Tecnológica em Energia
 
USIMINAS - Gestão Estratégica da Pesquisa e Inovação
USIMINAS - Gestão Estratégica da Pesquisa e InovaçãoUSIMINAS - Gestão Estratégica da Pesquisa e Inovação
USIMINAS - Gestão Estratégica da Pesquisa e Inovação
 
Protótipos do futuro
Protótipos do futuroProtótipos do futuro
Protótipos do futuro
 
Technology Roadmapping
Technology RoadmappingTechnology Roadmapping
Technology Roadmapping
 
Abridor de válvula de botijão de gás tadeus rodrigues gomes filho
Abridor de válvula de botijão de gás   tadeus rodrigues gomes filhoAbridor de válvula de botijão de gás   tadeus rodrigues gomes filho
Abridor de válvula de botijão de gás tadeus rodrigues gomes filho
 
Célula de combustível de baixo custo
Célula de combustível de baixo custoCélula de combustível de baixo custo
Célula de combustível de baixo custo
 
Carros ecológicos
Carros ecológicosCarros ecológicos
Carros ecológicos
 
O BRASIL DO FUTURO – CARRO ELÉTRICO - VII - Projeto de Lei de Pontos de Recar...
O BRASIL DO FUTURO – CARRO ELÉTRICO - VII - Projeto de Lei de Pontos de Recar...O BRASIL DO FUTURO – CARRO ELÉTRICO - VII - Projeto de Lei de Pontos de Recar...
O BRASIL DO FUTURO – CARRO ELÉTRICO - VII - Projeto de Lei de Pontos de Recar...
 
Física nuclear III - Ciclo do combustível e segurança de reatores
Física nuclear III - Ciclo do combustível e segurança de reatoresFísica nuclear III - Ciclo do combustível e segurança de reatores
Física nuclear III - Ciclo do combustível e segurança de reatores
 
Avaliação de cenários, experimentação e mensuração dos impactos dos veículos ...
Avaliação de cenários, experimentação e mensuração dos impactos dos veículos ...Avaliação de cenários, experimentação e mensuração dos impactos dos veículos ...
Avaliação de cenários, experimentação e mensuração dos impactos dos veículos ...
 
O atual estágio do veículo elétrico abve
O atual estágio do veículo elétrico abveO atual estágio do veículo elétrico abve
O atual estágio do veículo elétrico abve
 
Carros híbridos e eléctricos
Carros híbridos e eléctricosCarros híbridos e eléctricos
Carros híbridos e eléctricos
 
O que é Inovação Disruptiva?
O que é Inovação Disruptiva?O que é Inovação Disruptiva?
O que é Inovação Disruptiva?
 
Mvs8.2 o roadmap tecnológico
Mvs8.2  o roadmap tecnológicoMvs8.2  o roadmap tecnológico
Mvs8.2 o roadmap tecnológico
 
Roadmapping como instrumento integrador de projetos de P&D em Institutos Públ...
Roadmapping como instrumento integrador de projetos de P&D em Institutos Públ...Roadmapping como instrumento integrador de projetos de P&D em Institutos Públ...
Roadmapping como instrumento integrador de projetos de P&D em Institutos Públ...
 
Mario Salerno, apresentação
Mario Salerno, apresentaçãoMario Salerno, apresentação
Mario Salerno, apresentação
 
Percebendo oportunidades
Percebendo oportunidadesPercebendo oportunidades
Percebendo oportunidades
 
Hidrogenio
HidrogenioHidrogenio
Hidrogenio
 
Carros movidos a bateria
Carros movidos a bateriaCarros movidos a bateria
Carros movidos a bateria
 

Semelhante a Technology Roadmapping

Technologuroadmapping jani-10vfinal-100109035035-phpapp02
Technologuroadmapping jani-10vfinal-100109035035-phpapp02Technologuroadmapping jani-10vfinal-100109035035-phpapp02
Technologuroadmapping jani-10vfinal-100109035035-phpapp02
auspin
 
Dialnet roadmap tecnologico-4126911
Dialnet roadmap tecnologico-4126911Dialnet roadmap tecnologico-4126911
Dialnet roadmap tecnologico-4126911
Michele Soares de Lima
 
Braskem
BraskemBraskem
Braskem
auspin
 
TRM Environmental R&D
TRM Environmental R&DTRM Environmental R&D
TRM Environmental R&D
Leonardo Figueiredo, MBA, BBA
 
TOTVS | Consulting Energia - TN Petroleo Outubro/2013
TOTVS | Consulting Energia - TN Petroleo Outubro/2013TOTVS | Consulting Energia - TN Petroleo Outubro/2013
TOTVS | Consulting Energia - TN Petroleo Outubro/2013
Gabriel Froes
 
Reuniao g cs_05-julho-07
Reuniao g cs_05-julho-07Reuniao g cs_05-julho-07
Reuniao g cs_05-julho-07
auspin
 
Inovação tecnológica
Inovação tecnológicaInovação tecnológica
Inovação tecnológica
Jéssica Bessa
 
CEGP - TCC Milena C Gomes
CEGP - TCC Milena C GomesCEGP - TCC Milena C Gomes
CEGP - TCC Milena C Gomes
Milena Gomes
 
241 producaoonline 05
241 producaoonline 05241 producaoonline 05
241 producaoonline 05
Felipe Silva
 
Centro De Economia Digital Aplicada
Centro De Economia Digital AplicadaCentro De Economia Digital Aplicada
Centro De Economia Digital Aplicada
gilbertociro
 
Modelo de Responsabilidade Organizacional e a Transformação Digital
Modelo de Responsabilidade Organizacional e a Transformação DigitalModelo de Responsabilidade Organizacional e a Transformação Digital
Modelo de Responsabilidade Organizacional e a Transformação Digital
Guttenberg Ferreira Passos
 
Portais Corporativos Gestao do Conhecimento e a Industria Automobilistica
Portais Corporativos Gestao do Conhecimento e a Industria AutomobilisticaPortais Corporativos Gestao do Conhecimento e a Industria Automobilistica
Portais Corporativos Gestao do Conhecimento e a Industria Automobilistica
Jose Claudio Terra
 
ProIndústria2018 - Sala Alfa - A08
ProIndústria2018 - Sala Alfa - A08ProIndústria2018 - Sala Alfa - A08
ProIndústria2018 - Sala Alfa - A08
Evandro Gama (Prof. Dr.)
 
Competição entre cadeias de suprimentos
Competição entre cadeias de suprimentosCompetição entre cadeias de suprimentos
Competição entre cadeias de suprimentos
Ricardo Domingues
 
O facin na prática com o projeto geo
O facin na prática com o projeto geoO facin na prática com o projeto geo
O facin na prática com o projeto geo
Guttenberg Ferreira Passos
 
Upskilling and Reskilling of IT-BPM Professionals in Lifewide Learning. Aper...
Upskilling and Reskilling of IT-BPM Professionals in Lifewide Learning.  Aper...Upskilling and Reskilling of IT-BPM Professionals in Lifewide Learning.  Aper...
Upskilling and Reskilling of IT-BPM Professionals in Lifewide Learning. Aper...
Mauricio Bitencourt, CBPP
 
Lean Construction no Brasil
Lean Construction no BrasilLean Construction no Brasil
Lean Construction no Brasil
Bernardo Etges
 
Portfolio unopar administração 7º periodo conceito excelente!
Portfolio unopar administração 7º periodo   conceito excelente!Portfolio unopar administração 7º periodo   conceito excelente!
Portfolio unopar administração 7º periodo conceito excelente!
Rogerio Sena
 
Gestão da Inovação nas Grandes Empresas
Gestão da Inovação nas Grandes EmpresasGestão da Inovação nas Grandes Empresas
Gestão da Inovação nas Grandes Empresas
Renato Lacerda
 
Artigo sobre práticas de gerenciamento de projetos
Artigo sobre práticas de gerenciamento de projetosArtigo sobre práticas de gerenciamento de projetos
Artigo sobre práticas de gerenciamento de projetos
Flávia Pereira MBA,PMP,Prince2,ICYB,CobiT,CSM e CSPO
 

Semelhante a Technology Roadmapping (20)

Technologuroadmapping jani-10vfinal-100109035035-phpapp02
Technologuroadmapping jani-10vfinal-100109035035-phpapp02Technologuroadmapping jani-10vfinal-100109035035-phpapp02
Technologuroadmapping jani-10vfinal-100109035035-phpapp02
 
Dialnet roadmap tecnologico-4126911
Dialnet roadmap tecnologico-4126911Dialnet roadmap tecnologico-4126911
Dialnet roadmap tecnologico-4126911
 
Braskem
BraskemBraskem
Braskem
 
TRM Environmental R&D
TRM Environmental R&DTRM Environmental R&D
TRM Environmental R&D
 
TOTVS | Consulting Energia - TN Petroleo Outubro/2013
TOTVS | Consulting Energia - TN Petroleo Outubro/2013TOTVS | Consulting Energia - TN Petroleo Outubro/2013
TOTVS | Consulting Energia - TN Petroleo Outubro/2013
 
Reuniao g cs_05-julho-07
Reuniao g cs_05-julho-07Reuniao g cs_05-julho-07
Reuniao g cs_05-julho-07
 
Inovação tecnológica
Inovação tecnológicaInovação tecnológica
Inovação tecnológica
 
CEGP - TCC Milena C Gomes
CEGP - TCC Milena C GomesCEGP - TCC Milena C Gomes
CEGP - TCC Milena C Gomes
 
241 producaoonline 05
241 producaoonline 05241 producaoonline 05
241 producaoonline 05
 
Centro De Economia Digital Aplicada
Centro De Economia Digital AplicadaCentro De Economia Digital Aplicada
Centro De Economia Digital Aplicada
 
Modelo de Responsabilidade Organizacional e a Transformação Digital
Modelo de Responsabilidade Organizacional e a Transformação DigitalModelo de Responsabilidade Organizacional e a Transformação Digital
Modelo de Responsabilidade Organizacional e a Transformação Digital
 
Portais Corporativos Gestao do Conhecimento e a Industria Automobilistica
Portais Corporativos Gestao do Conhecimento e a Industria AutomobilisticaPortais Corporativos Gestao do Conhecimento e a Industria Automobilistica
Portais Corporativos Gestao do Conhecimento e a Industria Automobilistica
 
ProIndústria2018 - Sala Alfa - A08
ProIndústria2018 - Sala Alfa - A08ProIndústria2018 - Sala Alfa - A08
ProIndústria2018 - Sala Alfa - A08
 
Competição entre cadeias de suprimentos
Competição entre cadeias de suprimentosCompetição entre cadeias de suprimentos
Competição entre cadeias de suprimentos
 
O facin na prática com o projeto geo
O facin na prática com o projeto geoO facin na prática com o projeto geo
O facin na prática com o projeto geo
 
Upskilling and Reskilling of IT-BPM Professionals in Lifewide Learning. Aper...
Upskilling and Reskilling of IT-BPM Professionals in Lifewide Learning.  Aper...Upskilling and Reskilling of IT-BPM Professionals in Lifewide Learning.  Aper...
Upskilling and Reskilling of IT-BPM Professionals in Lifewide Learning. Aper...
 
Lean Construction no Brasil
Lean Construction no BrasilLean Construction no Brasil
Lean Construction no Brasil
 
Portfolio unopar administração 7º periodo conceito excelente!
Portfolio unopar administração 7º periodo   conceito excelente!Portfolio unopar administração 7º periodo   conceito excelente!
Portfolio unopar administração 7º periodo conceito excelente!
 
Gestão da Inovação nas Grandes Empresas
Gestão da Inovação nas Grandes EmpresasGestão da Inovação nas Grandes Empresas
Gestão da Inovação nas Grandes Empresas
 
Artigo sobre práticas de gerenciamento de projetos
Artigo sobre práticas de gerenciamento de projetosArtigo sobre práticas de gerenciamento de projetos
Artigo sobre práticas de gerenciamento de projetos
 

Último

Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdfEscola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
Gabriel de Mattos Faustino
 
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdfTOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
Momento da Informática
 
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
Faga1939
 
História da Rádio- 1936-1970 século XIX .2.pptx
História da Rádio- 1936-1970 século XIX   .2.pptxHistória da Rádio- 1936-1970 século XIX   .2.pptx
História da Rádio- 1936-1970 século XIX .2.pptx
TomasSousa7
 
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdfManual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
WELITONNOGUEIRA3
 
Segurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Segurança Digital Pessoal e Boas PráticasSegurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Segurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Danilo Pinotti
 
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptxLogica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Momento da Informática
 

Último (7)

Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdfEscola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
 
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdfTOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
 
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
 
História da Rádio- 1936-1970 século XIX .2.pptx
História da Rádio- 1936-1970 século XIX   .2.pptxHistória da Rádio- 1936-1970 século XIX   .2.pptx
História da Rádio- 1936-1970 século XIX .2.pptx
 
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdfManual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
 
Segurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Segurança Digital Pessoal e Boas PráticasSegurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Segurança Digital Pessoal e Boas Práticas
 
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptxLogica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
 

Technology Roadmapping

  • 1. Technology roadmapping Uma abordagem para alinhar mercado, produtos e tecnologias Qual o cenário atual de inserção das organizações? ......................................................................................... 2 O que é um Roadmap? ............................................................................................................................. 3 Como os roadmaps estão sendo aplicados? .................................................................................................... 5 Como construir um roadmap? .................................................................................................................... 9
  • 2. Technology Roadmapping Qual o cenário atual de inserção das organizações? Ambientes cada vez mais dinâmicos mudanças constantes nos padrões de consumo, tecnologias emergentes que desafiam as plataformas de produtos vigentes, aumento da preocupação com o meio-ambiente, produtos cada vez mais complexos, exigências regulatórias mais rígidas, mudanças provocadas por descobertas como a nanotecnologia e novas formas de energia, e a ascensão de atores globais como a China, são apenas algumas das características do cenário competitivo em que as organizações estão inseridas. Com todas estas mudanças, nunca se viu uma pressão tão intensa para que as empresas incorporem a inovação como parte do seu dia a dia. Além disso, esta não pode mais ser vista como um preciosismo, elemento de diferenciação, mas sim, representando um requisito mínimo de sobrevivência face à dinâmica encontrada no mercado. A inseparabilidade e a necessidade de integração entre a estratégia de negócio e a estratégia tecnológica, a ambigüidade e capacidade de lidar concomitantemente com negócios maduros e emergentes, a necessidade de horizontes cada vez mais longos de planejamento, as incertezas e riscos associados a tecnologias emergentes são algumas das questões que os métodos tradicionais de planejamento não se mostram mais suficientes para tratar. Métodos participativos que permitam um olhar de longo prazo, que contemplem uma visão evolutiva e dinâmica do mercado, a exploração integrada das relações de diferentes © Março 2009. ELO Group www.elogroup.com.br Página 2
  • 3. Technology Roadmapping perspectivas como o marketing, a tecnologia, a pesquisa, os aspectos legais, são cada vez mais demandados para suportar os processos de planejamento e governança tecnológica das organizações. Um dos métodos que vem recebendo grande atenção tanto na espera privada quanto pública são os roadmaps tecnológicos. O que é um Roadmap? Roadmapping é uma ferramenta gerencial que dá suporte ao planejamento estratégico das organizações e é utilizado para alinhar as suas capacitações tecnológicas aos seus produtos e planos de negócio. Dessa maneira, fazer roadmapping permite que a estratégia da organização e suas respectivas tecnologias caminhem lado a lado. O resultado desse processo é o roadmap, que proporciona às empresas a visão de como o mercado, os produtos, os serviços e as tecnologias irão se desenvolver ao longo de uma escala temporal, fornecendo links entre os recursos tecnológicos, os objetivos da organização e as mudanças nos ambientes nos quais a corporação está inserida. O uso do roadmap foi difundido inicialmente na indústria e em seguida passou a ser estudado pela academia. A principal implicação disto é que podemos encontrar diferentes tipos de roadmap, cada um adaptado ao problema específico que a organização desejava tratar. As aplicações, por sua vez, também perpassam um largo espectro, tendo sido aplicados por governos para planejar e orientar ações sobre determinados setores industriais e por empresas para traçar estratégias de famílias de produtos, evolução tecnológica e adaptação a mudanças no ambiente. Outra grande virtude deste desenvolvimento centrado na indústria é a simplicidade e ênfase visual do instrumento, permitindo um fácil compartilhamento das informações e integrando as diversas perspectivas trabalhadas ao longo do processo de sua construção, que normalmente privilegia uma lógica participativa e multifuncional. Em sua aplicação, o roadmap normalmente apresenta uma estrutura flexível de diversas camadas e uma escala temporal, utilizada para demonstrar o caráter evolutivo destas camadas ao longo do horizonte de planejamento. A dimensão de tempo, apresentada no eixo horizontal, pode ser adaptada a uma situação em particular em termos de © Março 2009. ELO Group www.elogroup.com.br Página 3
  • 4. Technology Roadmapping horizontes e intervalos, de acordo com as características da indústria e da aplicação específica. As diversas camadas, apresentadas no eixo vertical, podem ser determinadas de acordo com as características da organização e do problema a ser trabalhado, podendo representar o mercado, os produtos, as tecnologias, as capacitações, os recursos produtivos, entre outras. Além destas outras informações poderão ser adicionadas como: relações entre os objetos nas camadas e subcamadas, informações suplementares e outros dispositivos, incluindo objetos, anotações, código de cores, gaps, oportunidades, riscos, etc. A figura 1 a seguir apresenta um exemplo de estrutura genérica que pode ser utilizada para o roadmap. A definição de camadas permite uma combinação de perspectivas externas (ambiente, mercado, regulação) com internas (produtos, tecnologias, capacitações) alinhando estas visões a partir de uma estrutura desdobrada que contempla tanto aspectos market pull quanto technology push, permitindo a identificação de inúmeras oportunidades de ganhos e antecipando gargalos e possíveis restrições para evolução. Figura 1: Arquitetura genérica de um roadmap © Março 2009. ELO Group www.elogroup.com.br Página 4
  • 5. Technology Roadmapping Cabe ressaltar que o processo de roadmapping é muito mais importante do que o seu resultado. A construção coletiva de uma visão de futuro e a definição da estratégia para alcançá-la traz inúmeros resultados para a organização. Este processo, assim como o seu resultado, deve ser mantido vivo na organização, pois servirá de insumo para um contínuo acompanhamento do ambiente, das hipóteses e decisões tomadas, permitindo um estado de alerta (awareness) que garanta a rápida identificação e adaptação às mudanças em relação ao esperado. Desta forma, o resultado deste processo se configura em uma poderosa ferramenta para integração entre as diferentes áreas envolvidas no planejamento e um efetivo instrumento de governança na empresa. “Roadmap é o resultado de um método de planejamento que considera diversas perspectivas, discutindo a integração destas ao longo do tempo. Este processo suporta a organização na tomada de decisões estratégicas relativas à alocação de recursos, portfólio de produtos, respostas às tendências de mercado e trajetórias tecnológicas, de forma articulada, consistente e com grande poder de comunicação.” Como os roadmaps estão sendo aplicados? Existem mais de novecentos roadmaps que estão sob domínio público e abrangem diferentes áreas da indústria, ciência e tecnologia. A seguir, serão abordados exemplos de aplicações de maior relevância e abrangência, o International Roadmap for Consumer Packaging e o Foresight Vehicle Programme Roadmap. Benefícios do roadmap Exemplo de aplicação - setor de embalagens Assegurar que as tecnologias‐chave Elaborado a partir de doze workshops com presença de estarão prontas a tempo; Identificar e explorar oportunidades de aproximadamente duzentos representantes de mais de setenta inovação; Fornecer suporte à estratégia empresas do setor de embalagens como: Amcor, Coca- Cola, tecnológica e às iniciativas de planejamento; Heinz, Innovia, Tetrapak além das universidades de Identificar gaps importantes no Cambridge, Duham, Leeds, Salford, Sheffield e York. Este mercado, nos produtos e na inteligência tecnológica; roadmap foi o resultado de três anos de pesquisa conduzido Construir a comunicação entre funções técnicas e comerciais; pelo Institute for Manufacturing da Universidade de Poder ser utilizada tanto em grandes Cambridge, para capturar, estruturar e comunicar as quanto em pequenas empresas. motivações e principais tendências que desafiam o setor de © Março 2009. ELO Group www.elogroup.com.br Página 5
  • 6. Technology Roadmapping embalagens no horizonte dos próximos dez anos. No high-level roadmap elaborado, foram ilustrados os diferentes horizontes de tempo nos quais se acreditava que as tendências e motivações, tanto do mercado quanto dos negócios, possuíssem maior importância. A arquitetura (Figura 2) do roadmap deu suporte à elaboração do relatório, que contempla uma análise detalhada de cada um dos fatores e tendências que estão influenciando e direcionando os mercados, produtos, tecnologias e recursos em desenvolvimento. A partir desta aplicação as empresas do setor passam a ter uma visão mais clara de evolução, podendo desenvolver suas estratégias, priorizar os seus investimentos e desenvolver tecnologias e mercados de acordo com o posicionamento que deseja adotar no futuro. Figura 2: Arquitetura do roadmap no setor de embalagens‐ Fonte: International roadmap for consumer packaging © Março 2009. ELO Group www.elogroup.com.br Página 6
  • 7. Technology Roadmapping Exemplo de aplicação - setor de veículos O Foresight Vehicle Programme, iniciado em 1996, foi uma das iniciativas mais bem sucedidas para suportar projetos de pesquisa, design e desenvolvimento no setor automotivo do Reino Unido. Uma das primeiras iniciativas desenvolvidas neste programa foi a elaboração de um roadmap tecnológico para destacar os possíveis caminhos e estratégias a serem perseguidas pelos projetos. Devido a natureza complexa e o ambiente dinâmico do sistema de transporte, o escopo do Foresight Vehicle Technology Roadmap foi bastante amplo, capturando o conhecimento a partir de diferentes perspectivas. Foram envolvidos mais de 130 experts de todo o setor, representando mais de 60 diferentes organizações. As tendências do mercado e da indústria foram identificadas em um horizonte temporal de vinte anos e, a partir destes, foram definidos metas a serem buscadas e as tecnologias e pesquisas necessárias para alcançá-las. Este roadmap foi utilizado como o framework básico para os investimentos em parcerias de pesquisas, com foco na criação sustentável de riqueza e qualidade de vida, suportando as ações recomendadas pelo UK Automotive Innovation and Growth Team (AIGT), para: Encorajar as empresas do sistema de transporte rodoviário a investir em inovação tecnológica em curto, médio e longo prazo. No relatório desenvolvido para o referido estudo foi utilizado um horizonte de tempo de vinte anos, fornecendo um “radar” para ratificar que o investimento em tecnologia e pesquisa satisfaz as tendências do setor automobilístico no tempo estimado. Permitir a comunicação, discussão e ação com a rede de colaboradores da indústria e da área acadêmica; Mapear futuros caminhos de inovação para uma variedade de áreas-chave de tecnologia, como: motores e powertrain; veículos híbridos, elétricos e © Março 2009. ELO Group www.elogroup.com.br Página 7
  • 8. Technology Roadmapping combustíveis alternativos; software, sensores e eletrônicos; materiais; design e processos de produção. As informações contidas no relatório final foram baseadas em uma série de workshops acrescentadas de respostas de questionários enviados por e-mail aos respondentes da indústria, governo e instituições acadêmicas. A figura a seguir ilustra a estrutura geral do roadmap desenvolvido pelo setor automotivo com a apresentação da camada superior, trends and drivers, e suas subcamadas, que representam o sistema integrado utilizado para estruturar as informações contidas no roadmap. Figura 3: Arquitetura do roadmap no setor de veículos ‐ Fonte: Foresight Vehicle Technology Roadmap © Março 2009. ELO Group www.elogroup.com.br Página 8
  • 9. Technology Roadmapping Como construir um roadmap? Existem inúmeros métodos pelos quais um roadmap pode ser construído, além de algumas ferramentas de software que podem suportar a sua criação. No entanto, os métodos mais efetivos são aqueles baseados na interação entre pessoas, pois permitem a construção de umavisão coletiva a partir das múltiplas perspectivas envolvidas, o que faz com que o processo de construção se mostre muito mais valioso do que o resultado em si. Estes métodos participativos são baseados em um conjunto de workshops, com envolvimento de representantes de diferentes áreas e/ou externos à organização, nos quais essas múltiplas perspectivas dos participantes são sistematizadas em uma estrutura de camadas previamente definida, seguida da formulação e priorização das iniciativas estratégicas a serem empreendidas para que a empresa possa atuar no ambiente em análise. A condução destes workshops é realizada a partir das seguintes etapas: 1. Etapa de preparação: reunião de preparação que deve sinalizar as camadas a serem trabalhadas - p.ex. tecnologias, produtos, demanda dos consumidores, regulação, meio ambiente, pesquisa básica, propriedade intelectual, produção etc. - ao longo do processo de roadmapping e definição dos atores convidados para participar do processo, que devem ser profissionais com visões das diferentes camadas a serem discutidas. Estes podem ser internos ou externos à organização, dependendo do escopo que se deseja abordar. A figura a seguir apresenta um modelo de estrutura de camadas utilizado no roadmap do setor de bioprocessos. © Março 2009. ELO Group www.elogroup.com.br Página 9
  • 10. Technology Roadmapping Figura 4: Estrutura de camadas no setor de bioprocessos ‐ Fonte: bioProcessUK roadmap 2. Etapa de construção do roadmap: realização de workshop ou um conjunto deles, combinados com buscas bibliográficas, relatórios especializados, patentes e dados do governo, caso necessário, conduzidos da seguinte forma: i. Uma primeira apresentação “motivacional” realizada por um profissional experiente, limitada a alguns slides com a sua visão de evolução da indústria; ii. Discussão com o grupo de pesquisadores/especialistas sobre as perspectivas de evolução nas múltiplas camadas e contemplando os diferentes horizontes temporais a serem abordados; iii. Formação de subgrupos para discussão dos pontos detalhados; iv. Integração das diferentes camadas, definição e priorização das ações estratégicas a serem desenvolvidas. A figura a seguir, apresenta o resultado de uma sessão de roapmapping utilizando post-its; © Março 2009. ELO Group www.elogroup.com.br Página 10
  • 11. Technology Roadmapping 3. Consolidação: consolidação e documentação dos resultados e elaboração dos planos de ação e projetos a serem desenvolvidos. Figura 5: Resultado da sessão de roadmapping - Fonte: bioProcessUK roadmap © Março 2009. ELO Group www.elogroup.com.br Página 11
  • 12. Technology Roadmapping Para mais informações de como os roadmaps podem ser aplicados à sua empresa: inovação@elogroup.com.br www.elogroup.com.br tel: 21 2222-2191 © Março 2009. ELO Group www.elogroup.com.br Página 12