SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 25
Sétima Arte
Desde sempre, o Homem procurou formas de captar o movimento.  Os jogos de sombras chineses, que consistiam na projecção de silhuetas numa tela ou parede, através de marionetas, foram uma das primeiras tentativas  de reproduzir o movimento.
 
Leonardo da Vinci criou a Câmara escura que  depois viria a inspirar a criação da Lanterna mágica pelo alemão Athanasius Kirtcher.
                                                   
Foi o americano Thomas Edison que em colaboração com o escocês William Kennedy Dickson inventou o kinetoscópio.
 
Louis e Auguste Lumière fundaram a primeira sala de cinema comercial. As primeiras fitas projectas reproduziam cenas do quotidiano: saída de operários de uma fábrica, a hora da refeição, um ferreiro a trabalhar... O cinematógrafo foi uma invenção dos Irmãos Lumière, que combinava as funções de câmara e projector.
 
Na Exposição Universal de Paris em 1900, foram apresentados pela primeira vez filmes com som. Foi montado sob a Torre Eiffel um écran gigante com 15 metros de altura e 21 de largura. Cerca de 25 000 espectadores por dia podiam apreciar imagem e som em simultâneo.
 
Georges Méliès utilizou pela primeira vez efeitos especiais e cenários, transformando a fotografia animada numa nova forma de expressão artística - a Sétima Arte.
 
Charles Pathé  cria a primeira grande indústria de filmes. Surgem as primeiras comédias, dramas, séries policiais... Nasce a primeira estrela cómica - Max Linder (antecessor de Chaplin) e Sarah Bernhardt (actriz de teatro que se dedicou ao cinema).
 
Durante a 1ª Guerra Mundial (1914-18) o cinema  desenvolve-se do outro lado do Atlântico - nasce Hollywood. Mack Sennett, o maior produtor de comédias do cinema mudo, descobre Charlie Chaplin e Buster Keaton.
 
Nos estúdios americanos desenvolvem-se comédias, policiais, westerns e musicais. Surge o Star System (o fabrico de estrelas), como Mary Pickford, a “Noiva da América” e Rudolfo Valentino.
 
Para incentivar a produção cinematográfica são criados prémios, os “Óscares”. O primeiro “Óscar” foi entregue em 1929, pelo actor Douglas Fairbanks, em Los Angeles. A premiação significa prestígio para o filme, actores, realizadores e aumenta os rendimentos da bilheteira. O primeiro filme a ser premiado chamava-se “Wings”.
 
Com o “Cantor de Jazz”, o cinema mudo, tinha os seus dias contados. Estrelas como Chaplin entraram em decadência, outras surgiram no firmamento, até aos nossos dias.
 
Obrigado irmãos Lumière!
Fim

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

História do Cinema
História do CinemaHistória do Cinema
História do Cinema
Filipe Leal
 
História do cinema blog
História do cinema blogHistória do cinema blog
História do cinema blog
Over Lane
 
Art história do cinema
Art   história do cinemaArt   história do cinema
Art história do cinema
sergioborgato
 
Aula 02 videoarte
Aula 02 videoarteAula 02 videoarte
Aula 02 videoarte
Venise Melo
 
A história do cinema no Brasil
A história do cinema no BrasilA história do cinema no Brasil
A história do cinema no Brasil
João da Mata
 
Naturalismo e Realismo na Pintura
Naturalismo e Realismo na PinturaNaturalismo e Realismo na Pintura
Naturalismo e Realismo na Pintura
Carlos Pinheiro
 
História da Fotografia
História da FotografiaHistória da Fotografia
História da Fotografia
guest668b3
 
A HistóRia Da Fotografia
A HistóRia Da FotografiaA HistóRia Da Fotografia
A HistóRia Da Fotografia
Victor Marinho
 

Mais procurados (20)

Origem cinema
Origem cinemaOrigem cinema
Origem cinema
 
CINEMA - Parte 2 (Desenvolvimento e indústria)
CINEMA - Parte 2 (Desenvolvimento e indústria)CINEMA - Parte 2 (Desenvolvimento e indústria)
CINEMA - Parte 2 (Desenvolvimento e indústria)
 
Evolução do Cinema
Evolução do CinemaEvolução do Cinema
Evolução do Cinema
 
História do Cinema
História do CinemaHistória do Cinema
História do Cinema
 
Aula Animação - história e os princípios básicos
Aula Animação - história e os princípios básicosAula Animação - história e os princípios básicos
Aula Animação - história e os princípios básicos
 
História do cinema blog
História do cinema blogHistória do cinema blog
História do cinema blog
 
Arte na segunda metade do século xx
Arte na segunda metade do século xxArte na segunda metade do século xx
Arte na segunda metade do século xx
 
Art história do cinema
Art   história do cinemaArt   história do cinema
Art história do cinema
 
A Era do Cinema mudo
A Era do Cinema mudoA Era do Cinema mudo
A Era do Cinema mudo
 
Direção de Arte e Fotografia no Cinema
Direção de Arte e Fotografia no CinemaDireção de Arte e Fotografia no Cinema
Direção de Arte e Fotografia no Cinema
 
Aula 02 videoarte
Aula 02 videoarteAula 02 videoarte
Aula 02 videoarte
 
Breve História da Fotografia
Breve História da FotografiaBreve História da Fotografia
Breve História da Fotografia
 
A história do cinema no Brasil
A história do cinema no BrasilA história do cinema no Brasil
A história do cinema no Brasil
 
Naturalismo e Realismo na Pintura
Naturalismo e Realismo na PinturaNaturalismo e Realismo na Pintura
Naturalismo e Realismo na Pintura
 
História da Fotografia
História da FotografiaHistória da Fotografia
História da Fotografia
 
Arte e tecnologia
Arte e tecnologiaArte e tecnologia
Arte e tecnologia
 
Cinema 2c16 2012
Cinema 2c16 2012Cinema 2c16 2012
Cinema 2c16 2012
 
A HistóRia Da Fotografia
A HistóRia Da FotografiaA HistóRia Da Fotografia
A HistóRia Da Fotografia
 
Aula arte realista
Aula   arte realistaAula   arte realista
Aula arte realista
 
A Arte da Animação: História da Animação e Técnicas de Animação
A Arte da Animação: História da Animação e Técnicas de AnimaçãoA Arte da Animação: História da Animação e Técnicas de Animação
A Arte da Animação: História da Animação e Técnicas de Animação
 

Destaque (7)

O Cinema Mudo
O Cinema MudoO Cinema Mudo
O Cinema Mudo
 
Cinema brasileiro
Cinema brasileiroCinema brasileiro
Cinema brasileiro
 
Cinema
CinemaCinema
Cinema
 
Mcs o cinema, c daniel e vero
Mcs   o cinema, c daniel e veroMcs   o cinema, c daniel e vero
Mcs o cinema, c daniel e vero
 
Cinema
CinemaCinema
Cinema
 
La guerra de la independencia (1808
La guerra de la independencia (1808 La guerra de la independencia (1808
La guerra de la independencia (1808
 
Trabalho cinema
Trabalho  cinemaTrabalho  cinema
Trabalho cinema
 

Semelhante a Setima Arte

Histriadocinemablog 120819075351-phpapp02-131003130910-phpapp01
Histriadocinemablog 120819075351-phpapp02-131003130910-phpapp01Histriadocinemablog 120819075351-phpapp02-131003130910-phpapp01
Histriadocinemablog 120819075351-phpapp02-131003130910-phpapp01
keelresende
 
Neto a emergencia da fotografia e do cinema
Neto   a emergencia da fotografia e do cinemaNeto   a emergencia da fotografia e do cinema
Neto a emergencia da fotografia e do cinema
Pedro Pereira Neto
 
Fotografia cinematografica
Fotografia cinematograficaFotografia cinematografica
Fotografia cinematografica
Gleimeson Souza
 
Primórdios da Fotografia
Primórdios da FotografiaPrimórdios da Fotografia
Primórdios da Fotografia
Michele Pó
 
A origem do cinema
A origem do cinemaA origem do cinema
A origem do cinema
olivia57
 
Cinema ana martins8c
Cinema ana martins8cCinema ana martins8c
Cinema ana martins8c
navegananet
 
Cinema, filosofia e sociedade.pptx
Cinema, filosofia e sociedade.pptx   Cinema, filosofia e sociedade.pptx
Cinema, filosofia e sociedade.pptx
gabiimedeiros
 
cinemamudo-150112180744-conversion-gate02.pdf
cinemamudo-150112180744-conversion-gate02.pdfcinemamudo-150112180744-conversion-gate02.pdf
cinemamudo-150112180744-conversion-gate02.pdf
WeslleyDias8
 
Aula 11 - Cinema
Aula 11 - CinemaAula 11 - Cinema
Aula 11 - Cinema
guest051d8a
 
historiadocinemamatheusvieira-120505123320-phpapp02.pdf
historiadocinemamatheusvieira-120505123320-phpapp02.pdfhistoriadocinemamatheusvieira-120505123320-phpapp02.pdf
historiadocinemamatheusvieira-120505123320-phpapp02.pdf
WeslleyDias8
 
apresentao1-ppt-121016100934-phpapp01.pdf
apresentao1-ppt-121016100934-phpapp01.pdfapresentao1-ppt-121016100934-phpapp01.pdf
apresentao1-ppt-121016100934-phpapp01.pdf
MaxLEspinosa
 

Semelhante a Setima Arte (20)

Setima arte
Setima arteSetima arte
Setima arte
 
Histriadocinemablog 120819075351-phpapp02-131003130910-phpapp01
Histriadocinemablog 120819075351-phpapp02-131003130910-phpapp01Histriadocinemablog 120819075351-phpapp02-131003130910-phpapp01
Histriadocinemablog 120819075351-phpapp02-131003130910-phpapp01
 
Neto a emergencia da fotografia e do cinema
Neto   a emergencia da fotografia e do cinemaNeto   a emergencia da fotografia e do cinema
Neto a emergencia da fotografia e do cinema
 
Cinema
CinemaCinema
Cinema
 
Fotografia cinematografica
Fotografia cinematograficaFotografia cinematografica
Fotografia cinematografica
 
Primórdios da Fotografia
Primórdios da FotografiaPrimórdios da Fotografia
Primórdios da Fotografia
 
A origem do cinema
A origem do cinemaA origem do cinema
A origem do cinema
 
Cinema ana martins8c
Cinema ana martins8cCinema ana martins8c
Cinema ana martins8c
 
Cinema, filosofia e sociedade.pptx
Cinema, filosofia e sociedade.pptx   Cinema, filosofia e sociedade.pptx
Cinema, filosofia e sociedade.pptx
 
Trabalho artes (carina)
Trabalho artes (carina)Trabalho artes (carina)
Trabalho artes (carina)
 
Cinema
CinemaCinema
Cinema
 
cinemamudo-150112180744-conversion-gate02.pdf
cinemamudo-150112180744-conversion-gate02.pdfcinemamudo-150112180744-conversion-gate02.pdf
cinemamudo-150112180744-conversion-gate02.pdf
 
Aula 11 - Cinema
Aula 11 - CinemaAula 11 - Cinema
Aula 11 - Cinema
 
Imagens na-historia
Imagens na-historiaImagens na-historia
Imagens na-historia
 
historiadocinemamatheusvieira-120505123320-phpapp02.pdf
historiadocinemamatheusvieira-120505123320-phpapp02.pdfhistoriadocinemamatheusvieira-120505123320-phpapp02.pdf
historiadocinemamatheusvieira-120505123320-phpapp02.pdf
 
Módulo 1 - CGA
Módulo 1 - CGAMódulo 1 - CGA
Módulo 1 - CGA
 
curso de animacao 2d Senac-George Alberto
curso de animacao 2d Senac-George Albertocurso de animacao 2d Senac-George Alberto
curso de animacao 2d Senac-George Alberto
 
apresentao1-ppt-121016100934-phpapp01.pdf
apresentao1-ppt-121016100934-phpapp01.pdfapresentao1-ppt-121016100934-phpapp01.pdf
apresentao1-ppt-121016100934-phpapp01.pdf
 
Cap 1 o cinema de Chris Rodrigues sob o olhar de Mérice Netto.
Cap 1 o cinema de Chris Rodrigues sob o olhar de Mérice Netto.Cap 1 o cinema de Chris Rodrigues sob o olhar de Mérice Netto.
Cap 1 o cinema de Chris Rodrigues sob o olhar de Mérice Netto.
 
Cinematografo
CinematografoCinematografo
Cinematografo
 

Último

Último (9)

EAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIA
EAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIAEAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIA
EAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIA
 
Entrevistas, artigos, livros & citações de Paulo Pagliusi
Entrevistas, artigos, livros & citações de Paulo PagliusiEntrevistas, artigos, livros & citações de Paulo Pagliusi
Entrevistas, artigos, livros & citações de Paulo Pagliusi
 
ATIVIDADE 1 - GESTÃO DE PESSOAS E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - GESTÃO DE PESSOAS E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES - 52_2024.docxATIVIDADE 1 - GESTÃO DE PESSOAS E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - GESTÃO DE PESSOAS E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES - 52_2024.docx
 
ATIVIDADE 1 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 52_2024.docxATIVIDADE 1 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 52_2024.docx
 
Palestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo Pagliusi
Palestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo PagliusiPalestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo Pagliusi
Palestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo Pagliusi
 
Convergência TO e TI nas Usinas - Setor Sucroenergético
Convergência TO e TI nas Usinas - Setor SucroenergéticoConvergência TO e TI nas Usinas - Setor Sucroenergético
Convergência TO e TI nas Usinas - Setor Sucroenergético
 
COI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINAS
COI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINASCOI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINAS
COI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINAS
 
Aula 01 - Introducao a Processamento de Frutos e Hortalicas.pdf
Aula 01 - Introducao a Processamento de Frutos e Hortalicas.pdfAula 01 - Introducao a Processamento de Frutos e Hortalicas.pdf
Aula 01 - Introducao a Processamento de Frutos e Hortalicas.pdf
 
ATIVIDADE 1 - CUSTOS DE PRODUÇÃO - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - CUSTOS DE PRODUÇÃO - 52_2024.docxATIVIDADE 1 - CUSTOS DE PRODUÇÃO - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - CUSTOS DE PRODUÇÃO - 52_2024.docx
 

Setima Arte

  • 2. Desde sempre, o Homem procurou formas de captar o movimento. Os jogos de sombras chineses, que consistiam na projecção de silhuetas numa tela ou parede, através de marionetas, foram uma das primeiras tentativas de reproduzir o movimento.
  • 3.  
  • 4. Leonardo da Vinci criou a Câmara escura que depois viria a inspirar a criação da Lanterna mágica pelo alemão Athanasius Kirtcher.
  • 6. Foi o americano Thomas Edison que em colaboração com o escocês William Kennedy Dickson inventou o kinetoscópio.
  • 7.  
  • 8. Louis e Auguste Lumière fundaram a primeira sala de cinema comercial. As primeiras fitas projectas reproduziam cenas do quotidiano: saída de operários de uma fábrica, a hora da refeição, um ferreiro a trabalhar... O cinematógrafo foi uma invenção dos Irmãos Lumière, que combinava as funções de câmara e projector.
  • 9.  
  • 10. Na Exposição Universal de Paris em 1900, foram apresentados pela primeira vez filmes com som. Foi montado sob a Torre Eiffel um écran gigante com 15 metros de altura e 21 de largura. Cerca de 25 000 espectadores por dia podiam apreciar imagem e som em simultâneo.
  • 11.  
  • 12. Georges Méliès utilizou pela primeira vez efeitos especiais e cenários, transformando a fotografia animada numa nova forma de expressão artística - a Sétima Arte.
  • 13.  
  • 14. Charles Pathé cria a primeira grande indústria de filmes. Surgem as primeiras comédias, dramas, séries policiais... Nasce a primeira estrela cómica - Max Linder (antecessor de Chaplin) e Sarah Bernhardt (actriz de teatro que se dedicou ao cinema).
  • 15.  
  • 16. Durante a 1ª Guerra Mundial (1914-18) o cinema desenvolve-se do outro lado do Atlântico - nasce Hollywood. Mack Sennett, o maior produtor de comédias do cinema mudo, descobre Charlie Chaplin e Buster Keaton.
  • 17.  
  • 18. Nos estúdios americanos desenvolvem-se comédias, policiais, westerns e musicais. Surge o Star System (o fabrico de estrelas), como Mary Pickford, a “Noiva da América” e Rudolfo Valentino.
  • 19.  
  • 20. Para incentivar a produção cinematográfica são criados prémios, os “Óscares”. O primeiro “Óscar” foi entregue em 1929, pelo actor Douglas Fairbanks, em Los Angeles. A premiação significa prestígio para o filme, actores, realizadores e aumenta os rendimentos da bilheteira. O primeiro filme a ser premiado chamava-se “Wings”.
  • 21.  
  • 22. Com o “Cantor de Jazz”, o cinema mudo, tinha os seus dias contados. Estrelas como Chaplin entraram em decadência, outras surgiram no firmamento, até aos nossos dias.
  • 23.  
  • 25. Fim