SlideShare uma empresa Scribd logo
TEORIA DO CONSUMIDOR
INTRODUÇÃOA Teoria do Consumidor trata fundamentalmente da teoria da escolha individual.A Teoria do Consumidor é sustentada por hipóteses de racionalidade, que é dividida em três partes: Preferências
 Restrições
 Escolhas   TEORIA DO CONSUMIDORA Teoria do Consumidor aborda o consumidor como um indivíduo racional, ou seja, ele calcula deliberadamente, escolhe conscientemente e maximiza a sua satisfação ou utilidade do bem/serviço adquirido.	Premissas básicas:Integralidade – todo consumidor tem a capacidade de ordenar suas preferências;
Transitividade – existe Consistência na capacidade de ordenar as preferências;
Monotonicidade – mais de um bem é melhor que menos.TEORIA DA UTILIDADE 	A Teoria da Utilidade permite, através de preceitos simples, quantificar o quão desejável (ou indesejável) é uma determinada situação (mesmo que ela envolva valores que não possam ser expressos por um atributo).Diferentes bens e serviços proporcionam uma utilidade de satisfação aos indivíduos ou consumidores e que são capazes de escolher o mais benéfico no seu ponto de vista.
TEORIA DA UTILIDADE  Em síntese, na Teoria da Utilidade: Sua demanda se fundamenta no comportamento dos consumidores;
 As pessoas demandam mercadorias porque seu consumo lhes traz satisfação;
 Não há demanda de mercadorias indesejáveis;
 A utilidade é a medida de satisfação do consumidor ao adquirir uma mercadoria;
 A utilidade total aumenta a medida que aumenta o consumo, mas a contribuição de cada consumo extra é decrescente;TEORIA DA UTILIDADE  A utilidade marginal é o acréscimo à utilidade total decorrente do consumo de uma utilidade adicional;
 A Lei da Utilidade Marginal Decrescente é aquela que, a medida que aumenta o consumo de uma mercadoria, a sua utilidade marginal diminui;
Medida de Utilidade é o máximo que um indivíduo está disposto a pagar pelo consumo;
 Preço Marginal Reserva: é o preço máximo que o consumidor está disposto a pagar por uma unidade adicional de mercadoria.TEORIA DA UTILIDADE A Curva de Demanda do Consumidor é a curva que relaciona preço e quantidade adquirida pelo consumidor. PMgRPreçoPMgR > Preço Efetivo: estímulo para aumentar o consumo de mercadoria;
PMgR < Preço Efetivo: estímulo para diminuir o consumo de mercadoria;qq’
TEORIA DA ESCOLHA 	É uma teoria, que pretende explicar como o consumidor decide quanto vai consumir de cada mercadoria.	Os principais instrumentos para a análise e determinação de consumo são a curva de indiferença e a restrição orçamentária.													PepsiCCurvas dePepsiIndiferençaB500Restrição Orçamentária do ConsumidorDB250CI2AI1A500100Pizza0Pizza
TEORIA DA ESCOLHA Cesta de Mercadorias	É um conjunto de uma ou mais mercadorias associadas às quantidades consumidas de cada uma dessas mercadorias. As cestas de mercadorias são as opções de consumo de um indivíduo.Bem IdbceaBem IIRacionalidade lógica na preferência dos consumidores: se A é preferível a B e B é preferível a C, então A é preferível a C;
PREFERÊNCIAS DO CONSUMIDORUma cesta de consumo é um conjunto de uma ou mais mercadorias.																																																																																								ArrozFeijãoAçúcarrefrigeranteCervejaarrozrefrigeranteXCESTA A3 unid de comida + 1 unid de bebidaCESTA B2 unid de bebida + 1 unid de comidaO consumidor é capaz de ordenar várias cestas em ordem de preferência. De duas cestas quaisquer, x e y, o consumidor é capaz de identificar se x é melhor do que y ou se y é melhor do x ou se as duas cestas são equivalentes em termos de satisfação.
PREFERÊNCIAS DO CONSUMIDOR Premissas básicas (axiomas): Completas: duas cestas quaisquer podem ser comparadas. Para quaisquer cestas ou ambas (são indiferentes);	X e Y,  X         Y ou Y        X Reflexivas: qualquer cesta é certamente tão boa quanto uma cesta idêntica. ;X          X Transitivas: se X         Y e Y        Z, então X        Z
PREFERÊNCIAS DO CONSUMIDORB	O axioma da transitividade é crucial para a teoria do consumidor. Sem ele, não é possível identificar a cesta preferida. Bebidas(unid/sem)EHX        Y; Y      Z; Z      XX        Y      Z       XAO consumidor prefere a cesta A, a todas as cestas da área azul, enquanto todas as cestas da área verde são preferidas a A.GDOs consumidores, normalmente, preferem quantidades maiores de uma mercadoriaAlimentos(unid/sem)
PepsiNova linha orçamentáriaBEfeitosubstituiçãoEfeito substituiçãoEFEITO RENDA E SUBSTITUIÇÃOUma mudança nos preços traz duas conseqüências: Um efeito renda;
 Um efeito substituição PepsiNova linhaorçamentária1…Um aumento da rendadeslocaa linhaorçamentáriapara a direita…Novo ótimo3. …e o consumode pepsi.Ótimo inicialÓtimoinicialI2 ALinhaOrçamentáriainicialI1LinhaorçamentáriainicialI1Pizza0Pizza02. …aumentando o consumo de pizza…
EFEITO RENDA E SUBSTITUIÇÃO
PREFERÊNCIAS DO CONSUMIDOR E CURVA DE INDIFERENÇA	Representa todas as combinações de bens que proporcionam o mesmo nível de satisfação a uma pessoa.Bebidas	Qualquer cesta de consumo localizada acima e à direita de uma curva de indiferença é preferida a qualquer cesta de consumo localizada sobre a curva de indiferença.Alimentos
CURVA DE INDIFERENÇAÉ a curva que descreve um conjunto de cestas de consumo    indiferentes para o consumidor;  Todas as cestas de mercadorias consideradas “não desejáveis” estarão localizadas abaixo e à esquerda da curva de indiferença.Bem IxMelhorabcyNãodesejávelBem IIBem IBem II

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Economia aula 3 – a elasticidade e suas aplicações
Economia   aula 3 – a elasticidade e suas aplicaçõesEconomia   aula 3 – a elasticidade e suas aplicações
Economia aula 3 – a elasticidade e suas aplicações
Felipe Leo
 
Estruturas de mercado 2011_01
Estruturas de mercado 2011_01Estruturas de mercado 2011_01
Estruturas de mercado 2011_01
Milton Henrique do Couto Neto
 
Aula 4 produção e custos
Aula 4   produção e custosAula 4   produção e custos
Aula 4 produção e custos
Mitsubishi Motors Brasil
 
Bens e Serviços
Bens e ServiçosBens e Serviços
Bens e Serviços
isaacsales253
 
Demanda e oferta 2011_01
Demanda e oferta 2011_01Demanda e oferta 2011_01
Demanda e oferta 2011_01
Milton Henrique do Couto Neto
 
Aula 3 elasticidade
Aula 3   elasticidadeAula 3   elasticidade
Aula 3 elasticidade
Mitsubishi Motors Brasil
 
Economia solucao dos exercicios
Economia solucao dos exerciciosEconomia solucao dos exercicios
Economia solucao dos exercicios
zeramento contabil
 
Estruturas de mercado
Estruturas de mercadoEstruturas de mercado
Estruturas de mercado
Eliz Evan
 
Introdução à Economia
Introdução à EconomiaIntrodução à Economia
Introdução à Economia
Patrícia Cruz Rodrigues Marion
 
Excedente de consumidor e produtor ( dicas de economia)
Excedente de consumidor e produtor ( dicas de economia)Excedente de consumidor e produtor ( dicas de economia)
Excedente de consumidor e produtor ( dicas de economia)
Egas Armando
 
P02 Teoria Da Oferta E Procura
P02 Teoria Da Oferta E ProcuraP02 Teoria Da Oferta E Procura
P02 Teoria Da Oferta E Procura
Leonor Alves
 
Elasticidade preco da Oferta e Demanda
Elasticidade preco da Oferta e DemandaElasticidade preco da Oferta e Demanda
Elasticidade preco da Oferta e Demanda
Universidade Pedagogica
 
Mercados de concorrência perfeita 1
Mercados de concorrência perfeita 1Mercados de concorrência perfeita 1
Mercados de concorrência perfeita 1
turmainformaticadegestao
 
Aula 02 oferta, demanda e equilíbrio
Aula 02   oferta, demanda e equilíbrioAula 02   oferta, demanda e equilíbrio
Aula 02 oferta, demanda e equilíbrio
petecoslides
 
Fundamentos da teoria do consumidor1
Fundamentos da teoria do consumidor1Fundamentos da teoria do consumidor1
Fundamentos da teoria do consumidor1
Hélen Scalabrin
 
Custos de Produção
Custos de ProduçãoCustos de Produção
Custos de Produção
Luciano Pires
 
Economia aula 7 - a macroeconomia keynesiana
Economia   aula 7 - a macroeconomia keynesianaEconomia   aula 7 - a macroeconomia keynesiana
Economia aula 7 - a macroeconomia keynesiana
Felipe Leo
 
Aula 06 custos de produção
Aula 06   custos de produçãoAula 06   custos de produção
Aula 06 custos de produção
petecoslides
 
Economia aula 4 - introdução à macroeconomia
Economia   aula 4 - introdução à macroeconomiaEconomia   aula 4 - introdução à macroeconomia
Economia aula 4 - introdução à macroeconomia
Felipe Leo
 
Elasticidade preço da oferta e demanda
Elasticidade preço da oferta e demandaElasticidade preço da oferta e demanda
Elasticidade preço da oferta e demanda
Universidade Pedagogica
 

Mais procurados (20)

Economia aula 3 – a elasticidade e suas aplicações
Economia   aula 3 – a elasticidade e suas aplicaçõesEconomia   aula 3 – a elasticidade e suas aplicações
Economia aula 3 – a elasticidade e suas aplicações
 
Estruturas de mercado 2011_01
Estruturas de mercado 2011_01Estruturas de mercado 2011_01
Estruturas de mercado 2011_01
 
Aula 4 produção e custos
Aula 4   produção e custosAula 4   produção e custos
Aula 4 produção e custos
 
Bens e Serviços
Bens e ServiçosBens e Serviços
Bens e Serviços
 
Demanda e oferta 2011_01
Demanda e oferta 2011_01Demanda e oferta 2011_01
Demanda e oferta 2011_01
 
Aula 3 elasticidade
Aula 3   elasticidadeAula 3   elasticidade
Aula 3 elasticidade
 
Economia solucao dos exercicios
Economia solucao dos exerciciosEconomia solucao dos exercicios
Economia solucao dos exercicios
 
Estruturas de mercado
Estruturas de mercadoEstruturas de mercado
Estruturas de mercado
 
Introdução à Economia
Introdução à EconomiaIntrodução à Economia
Introdução à Economia
 
Excedente de consumidor e produtor ( dicas de economia)
Excedente de consumidor e produtor ( dicas de economia)Excedente de consumidor e produtor ( dicas de economia)
Excedente de consumidor e produtor ( dicas de economia)
 
P02 Teoria Da Oferta E Procura
P02 Teoria Da Oferta E ProcuraP02 Teoria Da Oferta E Procura
P02 Teoria Da Oferta E Procura
 
Elasticidade preco da Oferta e Demanda
Elasticidade preco da Oferta e DemandaElasticidade preco da Oferta e Demanda
Elasticidade preco da Oferta e Demanda
 
Mercados de concorrência perfeita 1
Mercados de concorrência perfeita 1Mercados de concorrência perfeita 1
Mercados de concorrência perfeita 1
 
Aula 02 oferta, demanda e equilíbrio
Aula 02   oferta, demanda e equilíbrioAula 02   oferta, demanda e equilíbrio
Aula 02 oferta, demanda e equilíbrio
 
Fundamentos da teoria do consumidor1
Fundamentos da teoria do consumidor1Fundamentos da teoria do consumidor1
Fundamentos da teoria do consumidor1
 
Custos de Produção
Custos de ProduçãoCustos de Produção
Custos de Produção
 
Economia aula 7 - a macroeconomia keynesiana
Economia   aula 7 - a macroeconomia keynesianaEconomia   aula 7 - a macroeconomia keynesiana
Economia aula 7 - a macroeconomia keynesiana
 
Aula 06 custos de produção
Aula 06   custos de produçãoAula 06   custos de produção
Aula 06 custos de produção
 
Economia aula 4 - introdução à macroeconomia
Economia   aula 4 - introdução à macroeconomiaEconomia   aula 4 - introdução à macroeconomia
Economia aula 4 - introdução à macroeconomia
 
Elasticidade preço da oferta e demanda
Elasticidade preço da oferta e demandaElasticidade preço da oferta e demanda
Elasticidade preço da oferta e demanda
 

Destaque

Monopolio
MonopolioMonopolio
Monopolio
fredsonleal
 
Teoria da produção
Teoria da produçãoTeoria da produção
Teoria da produção
anatasse
 
Microeconomia
MicroeconomiaMicroeconomia
Microeconomia
José Cruz
 
Teoria da produção
Teoria da produçãoTeoria da produção
Teoria da produção
Cleber Renan
 
Demanda do Consumidor - Microeconomia
Demanda do Consumidor - MicroeconomiaDemanda do Consumidor - Microeconomia
Demanda do Consumidor - Microeconomia
Estratégia Concursos
 
Teoria da produção 2011_01
Teoria da produção 2011_01Teoria da produção 2011_01
Teoria da produção 2011_01
Milton Henrique do Couto Neto
 
Teoria De ProduçãO
Teoria De ProduçãOTeoria De ProduçãO
Teoria De ProduçãO
ecsette
 
Monopolio
MonopolioMonopolio
Aula 05 - Comportamento do consumidor - Prof. Rodrigo Sávio
Aula 05 - Comportamento do consumidor - Prof. Rodrigo SávioAula 05 - Comportamento do consumidor - Prof. Rodrigo Sávio
Aula 05 - Comportamento do consumidor - Prof. Rodrigo Sávio
Rodrigo Sávio
 
Aula 6 monopólio
Aula 6   monopólioAula 6   monopólio
Aula 6 monopólio
Mitsubishi Motors Brasil
 
Aula 08 monopólios
Aula 08   monopóliosAula 08   monopólios
Aula 08 monopólios
petecoslides
 
Decisão da empresa monopolista
Decisão da empresa monopolistaDecisão da empresa monopolista
Decisão da empresa monopolista
Luciano Pires
 
MONOPOLIO
MONOPOLIOMONOPOLIO
MONOPOLIO
Eduardo Basurto
 

Destaque (13)

Monopolio
MonopolioMonopolio
Monopolio
 
Teoria da produção
Teoria da produçãoTeoria da produção
Teoria da produção
 
Microeconomia
MicroeconomiaMicroeconomia
Microeconomia
 
Teoria da produção
Teoria da produçãoTeoria da produção
Teoria da produção
 
Demanda do Consumidor - Microeconomia
Demanda do Consumidor - MicroeconomiaDemanda do Consumidor - Microeconomia
Demanda do Consumidor - Microeconomia
 
Teoria da produção 2011_01
Teoria da produção 2011_01Teoria da produção 2011_01
Teoria da produção 2011_01
 
Teoria De ProduçãO
Teoria De ProduçãOTeoria De ProduçãO
Teoria De ProduçãO
 
Monopolio
MonopolioMonopolio
Monopolio
 
Aula 05 - Comportamento do consumidor - Prof. Rodrigo Sávio
Aula 05 - Comportamento do consumidor - Prof. Rodrigo SávioAula 05 - Comportamento do consumidor - Prof. Rodrigo Sávio
Aula 05 - Comportamento do consumidor - Prof. Rodrigo Sávio
 
Aula 6 monopólio
Aula 6   monopólioAula 6   monopólio
Aula 6 monopólio
 
Aula 08 monopólios
Aula 08   monopóliosAula 08   monopólios
Aula 08 monopólios
 
Decisão da empresa monopolista
Decisão da empresa monopolistaDecisão da empresa monopolista
Decisão da empresa monopolista
 
MONOPOLIO
MONOPOLIOMONOPOLIO
MONOPOLIO
 

Semelhante a Seminário teoria do consumidor

Seminário teoria do consumidor
Seminário teoria do consumidorSeminário teoria do consumidor
Seminário teoria do consumidor
Moruska
 
Cap 3- MICRO Teoria de Consumidor.ppt
Cap 3- MICRO Teoria de Consumidor.pptCap 3- MICRO Teoria de Consumidor.ppt
Cap 3- MICRO Teoria de Consumidor.ppt
ManuelSitoe
 
I MEDICO VETERINARIO GERENCIADOR DE NEGOCIOS
I MEDICO VETERINARIO GERENCIADOR DE NEGOCIOSI MEDICO VETERINARIO GERENCIADOR DE NEGOCIOS
I MEDICO VETERINARIO GERENCIADOR DE NEGOCIOS
BRENDACARLALUQUETTI
 
Cap03-Atividades_Pindyck
Cap03-Atividades_PindyckCap03-Atividades_Pindyck
Cap03-Atividades_Pindyck
Dágina Cristina
 
Apresentação do Trabalho.pptx
Apresentação do Trabalho.pptxApresentação do Trabalho.pptx
Apresentação do Trabalho.pptx
RafaMazive
 
AULA 4 Estrutura do Mercado.pdf
AULA 4 Estrutura do Mercado.pdfAULA 4 Estrutura do Mercado.pdf
AULA 4 Estrutura do Mercado.pdf
sandrosouza913294
 
Fec aula 3_2011_1_teoria_do_consumidor
Fec aula 3_2011_1_teoria_do_consumidorFec aula 3_2011_1_teoria_do_consumidor
Fec aula 3_2011_1_teoria_do_consumidor
André Balestreri
 
Fec aula 3_2011_1_teoria_do_consumidor
Fec aula 3_2011_1_teoria_do_consumidorFec aula 3_2011_1_teoria_do_consumidor
Fec aula 3_2011_1_teoria_do_consumidor
André Balestreri
 
Financas publicas tr
Financas publicas trFinancas publicas tr
Financas publicas tr
Edna1977
 
1-Teoria do consumidor e da demanda (A).ppt
1-Teoria do consumidor e da demanda (A).ppt1-Teoria do consumidor e da demanda (A).ppt
1-Teoria do consumidor e da demanda (A).ppt
GalbertoGomesOliveir1
 
Teorias de consumo e produção
Teorias de consumo e produçãoTeorias de consumo e produção
Teorias de consumo e produção
Dayane Dias
 
3demanda
3demanda3demanda
3demanda
direitounimonte
 
As forças de oferta e demanda dos mercados (técnico)
As forças de oferta e demanda dos mercados (técnico)As forças de oferta e demanda dos mercados (técnico)
As forças de oferta e demanda dos mercados (técnico)
Luciano Pires
 
Economia 1 __aula_8___07_03_2014
Economia 1 __aula_8___07_03_2014Economia 1 __aula_8___07_03_2014
Economia 1 __aula_8___07_03_2014
Marcelo da Mata
 
Microeconomia parte2
Microeconomia parte2Microeconomia parte2
Microeconomia parte2
Sonia Gomes
 
Eco4
Eco4Eco4
AULA_PRECIFICACAO_UNIESP
AULA_PRECIFICACAO_UNIESPAULA_PRECIFICACAO_UNIESP
AULA_PRECIFICACAO_UNIESP
Lais Carvalho
 
Teoria economica
Teoria economicaTeoria economica
Teoria economica
du FERREIRA
 
apresentação sobre elasticidade e seus tipos.pptx
apresentação sobre elasticidade e seus tipos.pptxapresentação sobre elasticidade e seus tipos.pptx
apresentação sobre elasticidade e seus tipos.pptx
MairaLuizaSpanholi
 
{7 f0204a9 2955-48dc-96d9-75689cb72281}-cartilha do consumidor - 2ª edição
{7 f0204a9 2955-48dc-96d9-75689cb72281}-cartilha do consumidor - 2ª edição{7 f0204a9 2955-48dc-96d9-75689cb72281}-cartilha do consumidor - 2ª edição
{7 f0204a9 2955-48dc-96d9-75689cb72281}-cartilha do consumidor - 2ª edição
Fatima Sarno Rodrigues
 

Semelhante a Seminário teoria do consumidor (20)

Seminário teoria do consumidor
Seminário teoria do consumidorSeminário teoria do consumidor
Seminário teoria do consumidor
 
Cap 3- MICRO Teoria de Consumidor.ppt
Cap 3- MICRO Teoria de Consumidor.pptCap 3- MICRO Teoria de Consumidor.ppt
Cap 3- MICRO Teoria de Consumidor.ppt
 
I MEDICO VETERINARIO GERENCIADOR DE NEGOCIOS
I MEDICO VETERINARIO GERENCIADOR DE NEGOCIOSI MEDICO VETERINARIO GERENCIADOR DE NEGOCIOS
I MEDICO VETERINARIO GERENCIADOR DE NEGOCIOS
 
Cap03-Atividades_Pindyck
Cap03-Atividades_PindyckCap03-Atividades_Pindyck
Cap03-Atividades_Pindyck
 
Apresentação do Trabalho.pptx
Apresentação do Trabalho.pptxApresentação do Trabalho.pptx
Apresentação do Trabalho.pptx
 
AULA 4 Estrutura do Mercado.pdf
AULA 4 Estrutura do Mercado.pdfAULA 4 Estrutura do Mercado.pdf
AULA 4 Estrutura do Mercado.pdf
 
Fec aula 3_2011_1_teoria_do_consumidor
Fec aula 3_2011_1_teoria_do_consumidorFec aula 3_2011_1_teoria_do_consumidor
Fec aula 3_2011_1_teoria_do_consumidor
 
Fec aula 3_2011_1_teoria_do_consumidor
Fec aula 3_2011_1_teoria_do_consumidorFec aula 3_2011_1_teoria_do_consumidor
Fec aula 3_2011_1_teoria_do_consumidor
 
Financas publicas tr
Financas publicas trFinancas publicas tr
Financas publicas tr
 
1-Teoria do consumidor e da demanda (A).ppt
1-Teoria do consumidor e da demanda (A).ppt1-Teoria do consumidor e da demanda (A).ppt
1-Teoria do consumidor e da demanda (A).ppt
 
Teorias de consumo e produção
Teorias de consumo e produçãoTeorias de consumo e produção
Teorias de consumo e produção
 
3demanda
3demanda3demanda
3demanda
 
As forças de oferta e demanda dos mercados (técnico)
As forças de oferta e demanda dos mercados (técnico)As forças de oferta e demanda dos mercados (técnico)
As forças de oferta e demanda dos mercados (técnico)
 
Economia 1 __aula_8___07_03_2014
Economia 1 __aula_8___07_03_2014Economia 1 __aula_8___07_03_2014
Economia 1 __aula_8___07_03_2014
 
Microeconomia parte2
Microeconomia parte2Microeconomia parte2
Microeconomia parte2
 
Eco4
Eco4Eco4
Eco4
 
AULA_PRECIFICACAO_UNIESP
AULA_PRECIFICACAO_UNIESPAULA_PRECIFICACAO_UNIESP
AULA_PRECIFICACAO_UNIESP
 
Teoria economica
Teoria economicaTeoria economica
Teoria economica
 
apresentação sobre elasticidade e seus tipos.pptx
apresentação sobre elasticidade e seus tipos.pptxapresentação sobre elasticidade e seus tipos.pptx
apresentação sobre elasticidade e seus tipos.pptx
 
{7 f0204a9 2955-48dc-96d9-75689cb72281}-cartilha do consumidor - 2ª edição
{7 f0204a9 2955-48dc-96d9-75689cb72281}-cartilha do consumidor - 2ª edição{7 f0204a9 2955-48dc-96d9-75689cb72281}-cartilha do consumidor - 2ª edição
{7 f0204a9 2955-48dc-96d9-75689cb72281}-cartilha do consumidor - 2ª edição
 

Último

Veronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdf
Veronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdfVeronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdf
Veronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdf
Veronica Dantas
 
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
Paulo Emerson Pereira
 
Revolução da inclusão financeira: Benefícios da criptomoeda
Revolução da inclusão financeira: Benefícios da criptomoedaRevolução da inclusão financeira: Benefícios da criptomoeda
Revolução da inclusão financeira: Benefícios da criptomoeda
Renan Batista Bitcoin
 
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMETRESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
rihabkorbi24
 
7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf
7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf
7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf
InsttLcioEvangelista
 
GUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdf
GUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdfGUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdf
GUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdf
AlfeuBuriti1
 
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCCEstudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Paulo Emerson Pereira
 

Último (7)

Veronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdf
Veronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdfVeronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdf
Veronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdf
 
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
 
Revolução da inclusão financeira: Benefícios da criptomoeda
Revolução da inclusão financeira: Benefícios da criptomoedaRevolução da inclusão financeira: Benefícios da criptomoeda
Revolução da inclusão financeira: Benefícios da criptomoeda
 
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMETRESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
 
7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf
7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf
7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf
 
GUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdf
GUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdfGUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdf
GUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdf
 
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCCEstudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
 

Seminário teoria do consumidor

  • 2. INTRODUÇÃOA Teoria do Consumidor trata fundamentalmente da teoria da escolha individual.A Teoria do Consumidor é sustentada por hipóteses de racionalidade, que é dividida em três partes: Preferências
  • 4. Escolhas TEORIA DO CONSUMIDORA Teoria do Consumidor aborda o consumidor como um indivíduo racional, ou seja, ele calcula deliberadamente, escolhe conscientemente e maximiza a sua satisfação ou utilidade do bem/serviço adquirido. Premissas básicas:Integralidade – todo consumidor tem a capacidade de ordenar suas preferências;
  • 5. Transitividade – existe Consistência na capacidade de ordenar as preferências;
  • 6. Monotonicidade – mais de um bem é melhor que menos.TEORIA DA UTILIDADE A Teoria da Utilidade permite, através de preceitos simples, quantificar o quão desejável (ou indesejável) é uma determinada situação (mesmo que ela envolva valores que não possam ser expressos por um atributo).Diferentes bens e serviços proporcionam uma utilidade de satisfação aos indivíduos ou consumidores e que são capazes de escolher o mais benéfico no seu ponto de vista.
  • 7. TEORIA DA UTILIDADE Em síntese, na Teoria da Utilidade: Sua demanda se fundamenta no comportamento dos consumidores;
  • 8. As pessoas demandam mercadorias porque seu consumo lhes traz satisfação;
  • 9. Não há demanda de mercadorias indesejáveis;
  • 10. A utilidade é a medida de satisfação do consumidor ao adquirir uma mercadoria;
  • 11. A utilidade total aumenta a medida que aumenta o consumo, mas a contribuição de cada consumo extra é decrescente;TEORIA DA UTILIDADE A utilidade marginal é o acréscimo à utilidade total decorrente do consumo de uma utilidade adicional;
  • 12. A Lei da Utilidade Marginal Decrescente é aquela que, a medida que aumenta o consumo de uma mercadoria, a sua utilidade marginal diminui;
  • 13. Medida de Utilidade é o máximo que um indivíduo está disposto a pagar pelo consumo;
  • 14. Preço Marginal Reserva: é o preço máximo que o consumidor está disposto a pagar por uma unidade adicional de mercadoria.TEORIA DA UTILIDADE A Curva de Demanda do Consumidor é a curva que relaciona preço e quantidade adquirida pelo consumidor. PMgRPreçoPMgR > Preço Efetivo: estímulo para aumentar o consumo de mercadoria;
  • 15. PMgR < Preço Efetivo: estímulo para diminuir o consumo de mercadoria;qq’
  • 16. TEORIA DA ESCOLHA É uma teoria, que pretende explicar como o consumidor decide quanto vai consumir de cada mercadoria. Os principais instrumentos para a análise e determinação de consumo são a curva de indiferença e a restrição orçamentária. PepsiCCurvas dePepsiIndiferençaB500Restrição Orçamentária do ConsumidorDB250CI2AI1A500100Pizza0Pizza
  • 17. TEORIA DA ESCOLHA Cesta de Mercadorias É um conjunto de uma ou mais mercadorias associadas às quantidades consumidas de cada uma dessas mercadorias. As cestas de mercadorias são as opções de consumo de um indivíduo.Bem IdbceaBem IIRacionalidade lógica na preferência dos consumidores: se A é preferível a B e B é preferível a C, então A é preferível a C;
  • 18. PREFERÊNCIAS DO CONSUMIDORUma cesta de consumo é um conjunto de uma ou mais mercadorias. ArrozFeijãoAçúcarrefrigeranteCervejaarrozrefrigeranteXCESTA A3 unid de comida + 1 unid de bebidaCESTA B2 unid de bebida + 1 unid de comidaO consumidor é capaz de ordenar várias cestas em ordem de preferência. De duas cestas quaisquer, x e y, o consumidor é capaz de identificar se x é melhor do que y ou se y é melhor do x ou se as duas cestas são equivalentes em termos de satisfação.
  • 19. PREFERÊNCIAS DO CONSUMIDOR Premissas básicas (axiomas): Completas: duas cestas quaisquer podem ser comparadas. Para quaisquer cestas ou ambas (são indiferentes); X e Y, X Y ou Y X Reflexivas: qualquer cesta é certamente tão boa quanto uma cesta idêntica. ;X X Transitivas: se X Y e Y Z, então X Z
  • 20. PREFERÊNCIAS DO CONSUMIDORB O axioma da transitividade é crucial para a teoria do consumidor. Sem ele, não é possível identificar a cesta preferida. Bebidas(unid/sem)EHX Y; Y Z; Z XX Y Z XAO consumidor prefere a cesta A, a todas as cestas da área azul, enquanto todas as cestas da área verde são preferidas a A.GDOs consumidores, normalmente, preferem quantidades maiores de uma mercadoriaAlimentos(unid/sem)
  • 21. PepsiNova linha orçamentáriaBEfeitosubstituiçãoEfeito substituiçãoEFEITO RENDA E SUBSTITUIÇÃOUma mudança nos preços traz duas conseqüências: Um efeito renda;
  • 22. Um efeito substituição PepsiNova linhaorçamentária1…Um aumento da rendadeslocaa linhaorçamentáriapara a direita…Novo ótimo3. …e o consumode pepsi.Ótimo inicialÓtimoinicialI2 ALinhaOrçamentáriainicialI1LinhaorçamentáriainicialI1Pizza0Pizza02. …aumentando o consumo de pizza…
  • 23. EFEITO RENDA E SUBSTITUIÇÃO
  • 24. PREFERÊNCIAS DO CONSUMIDOR E CURVA DE INDIFERENÇA Representa todas as combinações de bens que proporcionam o mesmo nível de satisfação a uma pessoa.Bebidas Qualquer cesta de consumo localizada acima e à direita de uma curva de indiferença é preferida a qualquer cesta de consumo localizada sobre a curva de indiferença.Alimentos
  • 25. CURVA DE INDIFERENÇAÉ a curva que descreve um conjunto de cestas de consumo indiferentes para o consumidor; Todas as cestas de mercadorias consideradas “não desejáveis” estarão localizadas abaixo e à esquerda da curva de indiferença.Bem IxMelhorabcyNãodesejávelBem IIBem IBem II
  • 26. CURVA DE INDIFERENÇAMapa da Indiferença É o conjunto de curvas de indiferença que descrevem as preferências de uma pessoa com relação a todas as combinações de mercadorias.Uma curva de indiferença tem sempre uma inclinação negativa.Bem IaxbcyBem II
  • 27. CURVA DE INDIFERENÇAAs cestas A , B e D proporcionam a mesma satisfaçãoBebidas(unidades por semana)B50 A cesta E é preferida a qualquer cesta em U1;
  • 28. Cestas em U1 são preferidas a H e GE40HA CURVA DE INDIFERENÇA30GD20U110Alimento(unidades por semana)10203040
  • 29. CURVA DE INDIFERENÇAQuantidadede biscoitosde amendoimQuantidadede leite(copos)12PreferênciasSubstitutos PerfeitosComplementares Perfeitos10A85C6I44BI334I222I11I2I10012108645432Quantidadede biscoitosde chocolate21Quantidadede biscoitosquando o consumidor está disposto a substituir um bem pelo outro a uma taxa constantequando o consumidor consome o bem em proporções fixas.
  • 30. CURVA DE INDIFERENÇAMiolo“não desejável”Chuchu“neutro”Bem “não desejável” Bem NeutroBatata FritaBatata FritaQuando menos da mercadoria “não desejável” é melhor. O maior consumo do bem “não desejável” tem que ser compensado por maior do bem desejável.Quando o consumidor não se interessa pelo bem de forma alguma.
  • 31. TAXA MARGINAL DE SUBSTITUIÇÃOTMS = V/ A Mensura a quantidade de uma mercadoria que o consumidor está disposto a abrir mão para obter mais da outra mercadoria, sem alterar seu grau de satisfação.Vestuário(unid/semana)A16TMS = 6 1412-610B18-4TMS = 2 D61E-241-1E21Alimento(unid/semana)51234
  • 32. TAXA MARGINAL DE SUBSTITUIÇÃOTMS = V/ A A TMS é, normalmente, um número negativo. Porém, muitos se referem a ela pelo valor absoluto (Varian);
  • 33. A Taxa Marginal de Substituição é decrescente ao longo da curva de indiferença;
  • 34. Interpretação da TMS – diferença entre “estar disposto a pagar” (depende das preferências) e o que irá pagar (depende do preço, determinado pelo mercado).TAXA MARGINAL DE SUBSTITUIÇÃOPreferência do consumidor (a): ALTA TMSEstiloEstes consumidores estão disposto a abrir mão de boa dose de estilo para obter desempenho adicional-61Desempenho
  • 35. TAXA MARGINAL DE SUBSTITUIÇÃOEstiloPreferência do consumidor (b): BAIXA TMSEstes consumidores estão dispostos a abrir mão de boa dose de desempenho para obter estilo adicional-63Desempenho
  • 36. REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICATEORIA DO CONSUMIDOR- http://admeconomics.blogspot.com/2009/10/teoria-do-consumidor-baseado-nos.html Acesso em 11/04/2011;TEORIA DO CONSUMIDOR (Cap. 10 e 11 – Krugman & Wells Cap. 3 – Pyndick & Rubinfeld Cap. 3 - Varian) MICROECONOMIA: PRINCÍPIOS BÁSICOS( VARIAN, H.) Rio de Janeiro: Campus,1994. MICROECONOMIA (PINDYCK, R. S. RUBINFELD, D.L.) São Paulo: Makron Books, 2002. INTRODUÇÃO À ECONOMIA – (Vieira, Pedro Cosme Costa)http://www.fep.up.pt/docentes/pcosme/trabalhos/22-microeconomia.pdf Acesso internet 11/04/2011;TEORIA DO CONSUMIDOR - Samuelson e Nordhaus (2005), “Economia”., Procura e Comportamento do Consumidor; Capítulo 5 e apêndice.http://www2.iscsp.utl.pt/archive/doc/Economia_Teoria_Consumidor.pdf Acesso internet 11/04/2011;MICROECONOMIA – Prof.º Mauro Rochlinhttp://pt.scribd.com/doc/13423115/Slides-de-Microeconomia Acesso internet 11/04/2011;AGENTES ECONÔMICOS E MERCADOS SOB CONDIÇÕES COMPETITIVAS – Aula 2 – Material cedido por colegas de outra universidadeTEORIA DA ESCOLHA DO CONSUMIDOR – material cedido por colegas de outra universidade