SlideShare uma empresa Scribd logo
DIA DA EUROPA
EMPREENDEDORISMO FEMININO
Lisboa - 9 de maio de 2016 - Maria do Rosário Fidalgo
Serviço da Administração Pública Central, pertencente à
Presidência do Conselho de Ministros sob a tutela da Secretaria de
Estado da Cidadania e da Igualdade.
A CIG tem como missão garantir a execução das políticas públicas
no âmbito da cidadania e da promoção e defesa da igualdade de
género, no combate à violência de género e doméstica e ao tráfico
de seres humanos.
QUAL O MOTIVO DO
EMPREENDEDORISMO FEMININO ?
Sexo Feminino:
*Desemprego;
*Necessidade de sobrevivência;
*Conciliar a vida profissional com a vida familiar/pessoal;
*Indepêndencia económica;
*Estagnação na carreira profissional.
Sexo Masculino:
Alternativa para não irem para o desemprego;
Ou por ser a altura certa na sua vida para arriscar a criar
o seu próprio negócio.
*
Taxa de emprego das mulheres 53,8%
Taxa de emprego dos homens 61,1%
Taxa de desemprego das mulheres 12,3%
Taxa de desemprego dos homens 11,8%
Taxa de desemprego dos/as jovens 30,7%
Fonte: INE, PORDATA 2016
A SITUAÇÃO DE EMPREGO E DESEMPREGO
*
Empresárias
(por conta própria
e como empregadora) 13,3%
Empresários
(por conta própria
e como empregadora)
22,3%
Fontes: INE e Pordata 2015
DADOS ESTATISTICOS DE EMPRESÁRIAS/OS
EMPREENDEDORISMO FEMININO
* Mulheres que criam o seu próprio negócio, com o desejo de
realização profissional, de indepêndencia económica ou
forma de conciliar o trabalho com a vida famíliar/pessoal;
* Mulheres que se encontram desempregadas e por
necessidade de sobrevivência criam o seu projeto de
negócio;
* Mulheres que são empresárias que tem a oportunidade de
alargar/ajustar o seu projeto de negócio com novo
investimento e cria mais postos de trabalho.
8
COMISSÃO PARA CIDADANIA E
IGUALDADE DE GÉNERO
INCENTIVOS AO EMPREENDEDORISMO
QUALIFICADO
Sistema de Incentivos à Inovação (SI Inovação) as condições previstas para a
atribuição da referida majoração:
a empreendedora detém, directa ou indiretamente, uma participação igual ou
superior a 50% no capital social, durante dois anos e que desempenhem
funções executivas na empresa e as mantenham, pelo menos, durante dois
anos após a conclusão do projeto.
Dados Estatísticos de 2014: 114 Mulheres – 74 empresas criadas nos setores
de alta e media tecnologia; atividades turísticas e I&D.
9
COMISSÃO PARA CIDADANIA E
IGUALDADE DE GÉNERO
INCENTIVOS AO EMPREENDEDORISMO FEMININO
No POPH tipologia 7.6 - “Apoio ao empreendedorismo, associativismo e criação de
redes empresariais de atividade económicas geridas por mulheres”. Esta tipologia
carateriza-se por ser uma medida de ação positiva para mulheres, contribuindo, por
um lado, o desenvolvimento de competências profissionais e a criação do seu próprio
negócio (auto-emprego).
Entidades beneficiárias: Associações de Mulheres Empresárias, Associações
Empresariais, Comerciais e ou Industriais, Agências de Desenvolvimento Regional
sem fins lucrativos, Cooperativas e outras entidades vocacionadas para o
desenvolvimento da economia social.
10
COMISSÃO PARA CIDADANIA E
IGUALDADE DE GÉNERO
11
COMISSÃO PARA CIDADANIA E
IGUALDADE DE GÉNERO
INCENTIVOS AO EMPREENDEDORISMO FEMININO
No âmbito do no novo quadro comunitário – POISE – Programa Operacional
Temático Inclusão Social e Emprego – Portaria nº 97-A/2015
Entidades beneficiárias: Autarquias, Empresas, Associações de Mulheres Empresárias,
Associações Empresariais, Comerciais e ou Industriais, Agências de Desenvolvimento
Regional sem fins lucrativos, Cooperativas e outras entidades vocacionadas para o
desenvolvimento da economia social.
EMPREENDEDORISMO ATRAVÉS DE MICROCRÉDITO
A CIG estabeleceu um protocolo em 2010, com a Cooperativa António Sérgio para a
Economia Social (CASES) onde se prevê a divulgação do Programa Nacional de
Microcrédito aprovado pela Portaria nº 58/2011 de 28 de Janeiro, cujo objetivo é
estimular a criação de auto-emprego através do microcrédito para as pessoas com
maiores dificuldades de integração ao mercado de trabalho.
LINHA MICROCRÉDITO 800 020 009
E-mail: microcredito@cases.pt
Dados estatísticos de 2015: 196 projetos - 68 mulheres criaram micro
negócios – nos setores de atividade de comércio por grosso e retalho;
atividades administrativas e de consultoria, alojamento e restauração.
EUROPEAN NETWORK TO PROMOTE
WOMEN’S ENTREPRENEURSHIP (WES)
Esta Rede tem por finalidade promover o espírito empresarial das mulheres,
através da divulgação de programas de financiamento a projetos e
apresentação de boas práticas de empreendedorismo feminino junto dos 28
Estados membros da União Europeia.
Rede Europeia de Mentoras(os)/Tutoras(as) para Mulheres Empreendedoras
da Rede WES.
Endereço electrónico:
http://ec.europa.eu/enterprise/policies/sme/promoting-entrepreneurship/women/index_en.htm
EUROPEAN NETWORK TO PROMOTE
WOMEN’S ENTREPRENEURSHIP
Lista de Embaixadoras de Empreendedorismo em Portugal
•Ana Lucas – Ana Lei Contabilidade e Fiscalidade Lda
•Fátima Lopes – Estilista
•Maria Cândida Rocha e Silva – Banco Carregosa
•Maria Rosário Rocha – Grupo Haity
•Sara Balonas – B + Comunicação
•Zaida Barbot – Tintas Barbot
•Carla Pinheiro - Ecoanimação
•Joana Santana – Sistemas Rafael
•Carla Matos – Kids & Teens
•Fátima Mendes – Fátima Mendes S.A.
Endereço electrónico: http://ec.europa.eu/enterprise/policies/sme/promoting-
entrepreneurship/women/index_en.htm
COMISSÃO PARA A CIDADANIA E IGUALDADE
DE GÉNERO (CIG)
MORADA: Avª da República nº 32 – 1º esqº
1050-193 LISBOA – TEL: 217983000
EMAIL: rosario.fidalgo@cig.gov.pt
MUITO OBRIGADA PELA ATENÇÃO

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Minasinvest Apresentacao Geral
Minasinvest Apresentacao GeralMinasinvest Apresentacao Geral
Minasinvest Apresentacao Geral
minasinvest
 
M I N A S I N V E S T A P R E S E N T A C A O G E R A L
M I N A S I N V E S T  A P R E S E N T A C A O  G E R A LM I N A S I N V E S T  A P R E S E N T A C A O  G E R A L
M I N A S I N V E S T A P R E S E N T A C A O G E R A L
minasinvest
 
Oportunidades para Financiamento a Projectos Juvenis em Moçambique
Oportunidades para Financiamento a Projectos Juvenis em MoçambiqueOportunidades para Financiamento a Projectos Juvenis em Moçambique
Oportunidades para Financiamento a Projectos Juvenis em Moçambique
EB&A-Message and Media Lda
 
2 15.11.2012.lisboa apresentação do plano de ação do dominio economia social
2 15.11.2012.lisboa apresentação do plano de ação do dominio economia social2 15.11.2012.lisboa apresentação do plano de ação do dominio economia social
2 15.11.2012.lisboa apresentação do plano de ação do dominio economia social
Miguel Toscano
 

Mais procurados (16)

Minasinvest Apresentacao Geral
Minasinvest Apresentacao GeralMinasinvest Apresentacao Geral
Minasinvest Apresentacao Geral
 
M I N A S I N V E S T A P R E S E N T A C A O G E R A L
M I N A S I N V E S T  A P R E S E N T A C A O  G E R A LM I N A S I N V E S T  A P R E S E N T A C A O  G E R A L
M I N A S I N V E S T A P R E S E N T A C A O G E R A L
 
Fórum Re:pensar SJM 2020 | Inovação Empresarial: Oportunidades de Financiamen...
Fórum Re:pensar SJM 2020 | Inovação Empresarial: Oportunidades de Financiamen...Fórum Re:pensar SJM 2020 | Inovação Empresarial: Oportunidades de Financiamen...
Fórum Re:pensar SJM 2020 | Inovação Empresarial: Oportunidades de Financiamen...
 
Empreendedorismo jovem
Empreendedorismo jovemEmpreendedorismo jovem
Empreendedorismo jovem
 
capa Boa Chance
capa Boa Chancecapa Boa Chance
capa Boa Chance
 
EACD Lisbon Debate CSR Carlos Pires Montepio_2014
EACD Lisbon Debate CSR Carlos Pires Montepio_2014EACD Lisbon Debate CSR Carlos Pires Montepio_2014
EACD Lisbon Debate CSR Carlos Pires Montepio_2014
 
Presentation Carlos Pires XIII Regional EACD Lisbon Debate 2014
Presentation Carlos Pires XIII Regional EACD Lisbon Debate 2014Presentation Carlos Pires XIII Regional EACD Lisbon Debate 2014
Presentation Carlos Pires XIII Regional EACD Lisbon Debate 2014
 
The European Fundraising Association and Professional Fundraising in Portugal
The European Fundraising Association and Professional Fundraising in PortugalThe European Fundraising Association and Professional Fundraising in Portugal
The European Fundraising Association and Professional Fundraising in Portugal
 
ANJE - Think Global
ANJE - Think GlobalANJE - Think Global
ANJE - Think Global
 
Associativismo em Tecnologia da Informação
Associativismo em Tecnologia da InformaçãoAssociativismo em Tecnologia da Informação
Associativismo em Tecnologia da Informação
 
Oportunidades para Financiamento a Projectos Juvenis em Moçambique
Oportunidades para Financiamento a Projectos Juvenis em MoçambiqueOportunidades para Financiamento a Projectos Juvenis em Moçambique
Oportunidades para Financiamento a Projectos Juvenis em Moçambique
 
Empreendorismo Negro
Empreendorismo NegroEmpreendorismo Negro
Empreendorismo Negro
 
Manifesto empreendedorismolisboa
Manifesto empreendedorismolisboaManifesto empreendedorismolisboa
Manifesto empreendedorismolisboa
 
2 15.11.2012.lisboa apresentação do plano de ação do dominio economia social
2 15.11.2012.lisboa apresentação do plano de ação do dominio economia social2 15.11.2012.lisboa apresentação do plano de ação do dominio economia social
2 15.11.2012.lisboa apresentação do plano de ação do dominio economia social
 
Slide desenvolvimento regional
Slide desenvolvimento regionalSlide desenvolvimento regional
Slide desenvolvimento regional
 
Presentation Fund IT3 Capital
Presentation Fund IT3 CapitalPresentation Fund IT3 Capital
Presentation Fund IT3 Capital
 

Destaque

Destaque (20)

Bolsa do Empreendedorismo - Teresa Mendes
Bolsa do Empreendedorismo - Teresa MendesBolsa do Empreendedorismo - Teresa Mendes
Bolsa do Empreendedorismo - Teresa Mendes
 
Lazaro Raposo - Modelos de Negócio
Lazaro Raposo - Modelos de NegócioLazaro Raposo - Modelos de Negócio
Lazaro Raposo - Modelos de Negócio
 
Bolsa do empreendedorismo oportunidades para empresas - gppq
Bolsa do empreendedorismo   oportunidades para empresas - gppqBolsa do empreendedorismo   oportunidades para empresas - gppq
Bolsa do empreendedorismo oportunidades para empresas - gppq
 
Luís Miguel Ribeiro - Criar a Empresa
Luís Miguel Ribeiro - Criar a EmpresaLuís Miguel Ribeiro - Criar a Empresa
Luís Miguel Ribeiro - Criar a Empresa
 
Miguel Matos - Incubadoras e Aceleradoras em Portugal
Miguel Matos - Incubadoras e Aceleradoras em PortugalMiguel Matos - Incubadoras e Aceleradoras em Portugal
Miguel Matos - Incubadoras e Aceleradoras em Portugal
 
Jorge Pimenta - Como apresentar projectos a investidores
Jorge Pimenta - Como apresentar projectos a investidoresJorge Pimenta - Como apresentar projectos a investidores
Jorge Pimenta - Como apresentar projectos a investidores
 
Paulo Dias - Metodologias de ideação e criação de projetos
Paulo Dias - Metodologias de ideação e criação de projetos Paulo Dias - Metodologias de ideação e criação de projetos
Paulo Dias - Metodologias de ideação e criação de projetos
 
Matilde Carvalho - Criar a Empresa
Matilde Carvalho - Criar a Empresa Matilde Carvalho - Criar a Empresa
Matilde Carvalho - Criar a Empresa
 
Suzana Alipio - Definir Necessidades e Estrategia de Financiamento
Suzana Alipio - Definir Necessidades e Estrategia de FinanciamentoSuzana Alipio - Definir Necessidades e Estrategia de Financiamento
Suzana Alipio - Definir Necessidades e Estrategia de Financiamento
 
Hélder Sampaio - Testar o Mercado com Protótipos e Pilotos
Hélder Sampaio - Testar o Mercado com Protótipos e PilotosHélder Sampaio - Testar o Mercado com Protótipos e Pilotos
Hélder Sampaio - Testar o Mercado com Protótipos e Pilotos
 
Horácio Pina Prata - Negociar
Horácio Pina Prata - NegociarHorácio Pina Prata - Negociar
Horácio Pina Prata - Negociar
 
Tiago Ferreira - Metodologias de ideação e criação de projetos
Tiago Ferreira  - Metodologias de ideação e criação de projetos Tiago Ferreira  - Metodologias de ideação e criação de projetos
Tiago Ferreira - Metodologias de ideação e criação de projetos
 
Teresa Rebelo - Microcredito e Crowdfunding
Teresa Rebelo - Microcredito e CrowdfundingTeresa Rebelo - Microcredito e Crowdfunding
Teresa Rebelo - Microcredito e Crowdfunding
 
Ricardo Lopes - Criar a Empresa
Ricardo Lopes - Criar a Empresa Ricardo Lopes - Criar a Empresa
Ricardo Lopes - Criar a Empresa
 
Paulo Afonso - Business Model Canvas
Paulo Afonso - Business Model CanvasPaulo Afonso - Business Model Canvas
Paulo Afonso - Business Model Canvas
 
Duarte Fonseca - Metodologias de ideação e criação de projectos
Duarte Fonseca - Metodologias de ideação e criação de projectos Duarte Fonseca - Metodologias de ideação e criação de projectos
Duarte Fonseca - Metodologias de ideação e criação de projectos
 
Pedro Rodrigues - Competir sem Fronteiras
Pedro Rodrigues - Competir sem FronteirasPedro Rodrigues - Competir sem Fronteiras
Pedro Rodrigues - Competir sem Fronteiras
 
João Marcelino - Marcas e Patentes
João Marcelino - Marcas e PatentesJoão Marcelino - Marcas e Patentes
João Marcelino - Marcas e Patentes
 
Yoann Nesme - Testar o Mercado com Protótipos e Pilotos
Yoann Nesme - Testar o Mercado com Protótipos e PilotosYoann Nesme - Testar o Mercado com Protótipos e Pilotos
Yoann Nesme - Testar o Mercado com Protótipos e Pilotos
 
José Viana - Marcas e Patentes
José Viana - Marcas e PatentesJosé Viana - Marcas e Patentes
José Viana - Marcas e Patentes
 

Semelhante a Rosário Fidalgo - Empreendedorismo feminino; Empreendedorismo social

Programa GREENFEST
Programa GREENFESTPrograma GREENFEST
Programa GREENFEST
Sofia Cabral
 
Programa detalhado
Programa detalhadoPrograma detalhado
Programa detalhado
Sofia Cabral
 
Bolsa de ideias
Bolsa de ideiasBolsa de ideias
Bolsa de ideias
bmmt
 
Incluir programa capixaba de redução da pobreza
Incluir programa capixaba de redução da pobrezaIncluir programa capixaba de redução da pobreza
Incluir programa capixaba de redução da pobreza
Eliane Cabrini
 

Semelhante a Rosário Fidalgo - Empreendedorismo feminino; Empreendedorismo social (20)

GESTÃO D INOVAÇÃO DE EMPRESAS E EMPREENDEDORISMO.ppt
GESTÃO D INOVAÇÃO DE EMPRESAS E EMPREENDEDORISMO.pptGESTÃO D INOVAÇÃO DE EMPRESAS E EMPREENDEDORISMO.ppt
GESTÃO D INOVAÇÃO DE EMPRESAS E EMPREENDEDORISMO.ppt
 
Renata truzzi negocios sociais
Renata truzzi   negocios sociaisRenata truzzi   negocios sociais
Renata truzzi negocios sociais
 
Festival 2014 - Ampliando o impacto dos negócios sociais no Brasil
Festival 2014 - Ampliando o impacto dos negócios sociais no BrasilFestival 2014 - Ampliando o impacto dos negócios sociais no Brasil
Festival 2014 - Ampliando o impacto dos negócios sociais no Brasil
 
Flac 2012
Flac 2012Flac 2012
Flac 2012
 
GV-executivo VOLUME 17, NÚMERO 3 MAIO/JUNHO 2018
GV-executivo VOLUME 17, NÚMERO 3 MAIO/JUNHO 2018GV-executivo VOLUME 17, NÚMERO 3 MAIO/JUNHO 2018
GV-executivo VOLUME 17, NÚMERO 3 MAIO/JUNHO 2018
 
Programa GREENFEST
Programa GREENFESTPrograma GREENFEST
Programa GREENFEST
 
Programa detalhado
Programa detalhadoPrograma detalhado
Programa detalhado
 
Empreendedorismo
EmpreendedorismoEmpreendedorismo
Empreendedorismo
 
Confintea 2009 - Alberto Araujo
Confintea 2009 - Alberto AraujoConfintea 2009 - Alberto Araujo
Confintea 2009 - Alberto Araujo
 
Confintea 2009 - Alberto Araujo
Confintea 2009 - Alberto AraujoConfintea 2009 - Alberto Araujo
Confintea 2009 - Alberto Araujo
 
Discurso de posse de Luiz Marinho, ministro do Trabalho e Emprego.pdf
Discurso de posse de Luiz Marinho, ministro do Trabalho e Emprego.pdfDiscurso de posse de Luiz Marinho, ministro do Trabalho e Emprego.pdf
Discurso de posse de Luiz Marinho, ministro do Trabalho e Emprego.pdf
 
Maria de nazare microfinanca portugal
Maria de nazare microfinanca portugalMaria de nazare microfinanca portugal
Maria de nazare microfinanca portugal
 
Bolsa de ideias
Bolsa de ideiasBolsa de ideias
Bolsa de ideias
 
Luis Oliveira - be IN Guarda
Luis Oliveira - be IN GuardaLuis Oliveira - be IN Guarda
Luis Oliveira - be IN Guarda
 
Incluir programa capixaba de redução da pobreza
Incluir programa capixaba de redução da pobrezaIncluir programa capixaba de redução da pobreza
Incluir programa capixaba de redução da pobreza
 
Angola_Apresentacao-Julia-CPLP.pptx
Angola_Apresentacao-Julia-CPLP.pptxAngola_Apresentacao-Julia-CPLP.pptx
Angola_Apresentacao-Julia-CPLP.pptx
 
GV-executivo VOLUME 17, NÚMERO 6 NOV/DEZ 2018
GV-executivo VOLUME 17, NÚMERO 6 NOV/DEZ 2018GV-executivo VOLUME 17, NÚMERO 6 NOV/DEZ 2018
GV-executivo VOLUME 17, NÚMERO 6 NOV/DEZ 2018
 
Empreendedorismo no mundo da inovação
Empreendedorismo no mundo da inovaçãoEmpreendedorismo no mundo da inovação
Empreendedorismo no mundo da inovação
 
Seminário Experiências Partilhadas Bridges | Biografias Oradores e Moderadores
Seminário Experiências Partilhadas Bridges | Biografias Oradores e Moderadores Seminário Experiências Partilhadas Bridges | Biografias Oradores e Moderadores
Seminário Experiências Partilhadas Bridges | Biografias Oradores e Moderadores
 
Apresentação CIEE
Apresentação CIEEApresentação CIEE
Apresentação CIEE
 

Mais de João Tàtá dos Anjos

Mais de João Tàtá dos Anjos (9)

Casimiro Ramos - Liderança e gestão de talento
Casimiro Ramos - Liderança e gestão de talentoCasimiro Ramos - Liderança e gestão de talento
Casimiro Ramos - Liderança e gestão de talento
 
Rui Coelho - Competir sem Fronteiras
Rui Coelho - Competir sem FronteirasRui Coelho - Competir sem Fronteiras
Rui Coelho - Competir sem Fronteiras
 
Paulo Martins - Negociar
Paulo Martins - NegociarPaulo Martins - Negociar
Paulo Martins - Negociar
 
Marcos Couto - Partilha de Valor
Marcos Couto - Partilha de Valor Marcos Couto - Partilha de Valor
Marcos Couto - Partilha de Valor
 
Luís Jerónimo - Definir Necessidades e Estrategia de Financiamento
Luís Jerónimo - Definir Necessidades e Estrategia de FinanciamentoLuís Jerónimo - Definir Necessidades e Estrategia de Financiamento
Luís Jerónimo - Definir Necessidades e Estrategia de Financiamento
 
António Andrade - Marcas e Patentes
António Andrade - Marcas e PatentesAntónio Andrade - Marcas e Patentes
António Andrade - Marcas e Patentes
 
Miguel Muñoz Duarte - Modelos de Negócio
Miguel Muñoz Duarte - Modelos de NegócioMiguel Muñoz Duarte - Modelos de Negócio
Miguel Muñoz Duarte - Modelos de Negócio
 
Paulo Afonso - Business Model Canvas
Paulo Afonso - Business Model CanvasPaulo Afonso - Business Model Canvas
Paulo Afonso - Business Model Canvas
 
Pedro Pires - Microcredito e Crowdfunding
Pedro Pires - Microcredito e CrowdfundingPedro Pires - Microcredito e Crowdfunding
Pedro Pires - Microcredito e Crowdfunding
 

Rosário Fidalgo - Empreendedorismo feminino; Empreendedorismo social

  • 1. DIA DA EUROPA EMPREENDEDORISMO FEMININO Lisboa - 9 de maio de 2016 - Maria do Rosário Fidalgo
  • 2. Serviço da Administração Pública Central, pertencente à Presidência do Conselho de Ministros sob a tutela da Secretaria de Estado da Cidadania e da Igualdade. A CIG tem como missão garantir a execução das políticas públicas no âmbito da cidadania e da promoção e defesa da igualdade de género, no combate à violência de género e doméstica e ao tráfico de seres humanos.
  • 3. QUAL O MOTIVO DO EMPREENDEDORISMO FEMININO ?
  • 4. Sexo Feminino: *Desemprego; *Necessidade de sobrevivência; *Conciliar a vida profissional com a vida familiar/pessoal; *Indepêndencia económica; *Estagnação na carreira profissional. Sexo Masculino: Alternativa para não irem para o desemprego; Ou por ser a altura certa na sua vida para arriscar a criar o seu próprio negócio.
  • 5. * Taxa de emprego das mulheres 53,8% Taxa de emprego dos homens 61,1% Taxa de desemprego das mulheres 12,3% Taxa de desemprego dos homens 11,8% Taxa de desemprego dos/as jovens 30,7% Fonte: INE, PORDATA 2016 A SITUAÇÃO DE EMPREGO E DESEMPREGO
  • 6. * Empresárias (por conta própria e como empregadora) 13,3% Empresários (por conta própria e como empregadora) 22,3% Fontes: INE e Pordata 2015 DADOS ESTATISTICOS DE EMPRESÁRIAS/OS
  • 7. EMPREENDEDORISMO FEMININO * Mulheres que criam o seu próprio negócio, com o desejo de realização profissional, de indepêndencia económica ou forma de conciliar o trabalho com a vida famíliar/pessoal; * Mulheres que se encontram desempregadas e por necessidade de sobrevivência criam o seu projeto de negócio; * Mulheres que são empresárias que tem a oportunidade de alargar/ajustar o seu projeto de negócio com novo investimento e cria mais postos de trabalho.
  • 8. 8 COMISSÃO PARA CIDADANIA E IGUALDADE DE GÉNERO INCENTIVOS AO EMPREENDEDORISMO QUALIFICADO Sistema de Incentivos à Inovação (SI Inovação) as condições previstas para a atribuição da referida majoração: a empreendedora detém, directa ou indiretamente, uma participação igual ou superior a 50% no capital social, durante dois anos e que desempenhem funções executivas na empresa e as mantenham, pelo menos, durante dois anos após a conclusão do projeto. Dados Estatísticos de 2014: 114 Mulheres – 74 empresas criadas nos setores de alta e media tecnologia; atividades turísticas e I&D.
  • 9. 9 COMISSÃO PARA CIDADANIA E IGUALDADE DE GÉNERO INCENTIVOS AO EMPREENDEDORISMO FEMININO No POPH tipologia 7.6 - “Apoio ao empreendedorismo, associativismo e criação de redes empresariais de atividade económicas geridas por mulheres”. Esta tipologia carateriza-se por ser uma medida de ação positiva para mulheres, contribuindo, por um lado, o desenvolvimento de competências profissionais e a criação do seu próprio negócio (auto-emprego). Entidades beneficiárias: Associações de Mulheres Empresárias, Associações Empresariais, Comerciais e ou Industriais, Agências de Desenvolvimento Regional sem fins lucrativos, Cooperativas e outras entidades vocacionadas para o desenvolvimento da economia social.
  • 10. 10 COMISSÃO PARA CIDADANIA E IGUALDADE DE GÉNERO
  • 11. 11 COMISSÃO PARA CIDADANIA E IGUALDADE DE GÉNERO INCENTIVOS AO EMPREENDEDORISMO FEMININO No âmbito do no novo quadro comunitário – POISE – Programa Operacional Temático Inclusão Social e Emprego – Portaria nº 97-A/2015 Entidades beneficiárias: Autarquias, Empresas, Associações de Mulheres Empresárias, Associações Empresariais, Comerciais e ou Industriais, Agências de Desenvolvimento Regional sem fins lucrativos, Cooperativas e outras entidades vocacionadas para o desenvolvimento da economia social.
  • 12. EMPREENDEDORISMO ATRAVÉS DE MICROCRÉDITO A CIG estabeleceu um protocolo em 2010, com a Cooperativa António Sérgio para a Economia Social (CASES) onde se prevê a divulgação do Programa Nacional de Microcrédito aprovado pela Portaria nº 58/2011 de 28 de Janeiro, cujo objetivo é estimular a criação de auto-emprego através do microcrédito para as pessoas com maiores dificuldades de integração ao mercado de trabalho. LINHA MICROCRÉDITO 800 020 009 E-mail: microcredito@cases.pt Dados estatísticos de 2015: 196 projetos - 68 mulheres criaram micro negócios – nos setores de atividade de comércio por grosso e retalho; atividades administrativas e de consultoria, alojamento e restauração.
  • 13. EUROPEAN NETWORK TO PROMOTE WOMEN’S ENTREPRENEURSHIP (WES) Esta Rede tem por finalidade promover o espírito empresarial das mulheres, através da divulgação de programas de financiamento a projetos e apresentação de boas práticas de empreendedorismo feminino junto dos 28 Estados membros da União Europeia. Rede Europeia de Mentoras(os)/Tutoras(as) para Mulheres Empreendedoras da Rede WES. Endereço electrónico: http://ec.europa.eu/enterprise/policies/sme/promoting-entrepreneurship/women/index_en.htm
  • 14. EUROPEAN NETWORK TO PROMOTE WOMEN’S ENTREPRENEURSHIP Lista de Embaixadoras de Empreendedorismo em Portugal •Ana Lucas – Ana Lei Contabilidade e Fiscalidade Lda •Fátima Lopes – Estilista •Maria Cândida Rocha e Silva – Banco Carregosa •Maria Rosário Rocha – Grupo Haity •Sara Balonas – B + Comunicação •Zaida Barbot – Tintas Barbot •Carla Pinheiro - Ecoanimação •Joana Santana – Sistemas Rafael •Carla Matos – Kids & Teens •Fátima Mendes – Fátima Mendes S.A. Endereço electrónico: http://ec.europa.eu/enterprise/policies/sme/promoting- entrepreneurship/women/index_en.htm
  • 15. COMISSÃO PARA A CIDADANIA E IGUALDADE DE GÉNERO (CIG) MORADA: Avª da República nº 32 – 1º esqº 1050-193 LISBOA – TEL: 217983000 EMAIL: rosario.fidalgo@cig.gov.pt MUITO OBRIGADA PELA ATENÇÃO