SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 10
Baixar para ler offline
“Apoio ao Empreendedorismo
e Promoção do Espirito Empresarial”
Bolsa de Empreendedorismo
Ricardo Luz
Administrador Executivo, IFD
Maio 2016, dia 9
Página 2
Situação Económico-Financeira das Empresas
35%
EBITDA <0
……..
42%
Resultados
Líquidos <0
32%
Incumprem
Art. 35o CSC
27%
Falência
Técnica
Evidência: Fraca performance e baixa capitalização das empresas Portuguesas
em 2014
Fontes: Banco de Portugal, Pordata, INE
Página 3
KFW
489.000 M€*
6.049 €/habitante
ICO
84.000 M€*
1.745 €/habitante
BPI
60.000 M€*
950 €/habitante
BBB
1.000 M€*
14 €/habitante
O KfW Group apoia a
mudança e encoraja ideias
de futuro na Alemanha, na
Europa e por todo o
mundo. Integra atividades
de Promoção doméstica,
Desenvolvimento
financeiro, Exportação e
Project Finance, para além
de missões especiais.
O ICO promove atividades
económicas que
contribuam para o
crescimento e
desenvolvimento do país e
para a melhor distribuição
da riqueza nacional. Tem
as funções de Banco
público de 2º nível e de
Agência financeira do
Estado Espanhol.
O Bpifrance visa ajudar as
empresas a crescer
sustentadamente . Da
ideia à cotação em bolsa,
do crédito aos capitais
próprios, o Bpifrance
oferece soluções de
financiamento adaptadas
a cada etapa da vida das
empresas.
O BBB pretende melhorar
o mercado de
financiamento para PME e
small mid caps, para que
funcione de forma mais
eficiente e dinâmica. Isso
ajudará a que essas
empresas prosperem e
gerem atividade
económica no país.
Bancos Promocionais Nacionais / Instituições Financeiras de Desenvolvimento na Europa
* Ativo Total (Relatório e Contas de 2014)
IFD
100 M€*
9 €/habitante
A IFD tem como objeto a
realização de operações
que visem colmatar as
falhas de mercado no
financiamento das PME,
através de fundos de
investimento e outros
instrumentos de capital e
dívida suportados por
fundos públicos nacionais
e comunitários.
O CDP financia
investimentos em
infraestruturas,
nomeadamente em
habitação social. Ajuda
empresas de todas as
dimensões em processos
de exportação e
internacionalização e
investe em empresas
italianas relevantes.
CDP
350.000 M€*
5.662 €/habitante
Bancos/Instituições Promocionais na Europa: Missão e Dimensão
Página 4
Missão, Ambição e Enquadramento
Missão
Desenvolvimento do
tecido empresarial
português
Soluções para colmatar
falhas de mercado no
financiamento das PME
Enquadramento
• Supervisão do Banco de Portugal
• DG Concorrência
• Reg. Geral Isenção por Categoria
• Regulamento de minimis
Ambição
Principal
Fundos públicos
+
Fundos privados
Capitalização de PME
viáveis em setores
transacionáveis
Página 5
Projeto IFD
Gerir Instrumentos Financeiros com Fundos Europeus de Investimento
p.s. por ora, a única atividade autorizada pela DG Concorrência
Fase 1
Criação da Holding IFD (juntar as várias participadas existentes na área do financiamento da
economia e da internacionalização)
p.s. em processos similares em outros Estados-Membros, a DG Concorrência considerou que tais reorganizações entre
empresas públicas não requerem a notificação à CE. As negociações com a CE iniciarão assim que o modelo final seja
definido pelo Estado português.
Fase 3
Obter financiamento por grosso junto de instituições multilaterais e/ou congéneres (on lending),
que depois são repassadas à banca comercial nacional, ou capitalizam fundos de private equity,
e/ou organizar operações do mesmo tipo (arrangement) e alargar atividade a mid-caps
p.s. dependente de autorização da DG Concorrência, que já recebeu a pré-notificação preparada pela IFD
Fase 2
Página 6
Origem de
Fundos e
Aplicações
PME (Small) Mid-Caps
Capital Dívida Capital Dívida
Fundos
Europeus
Orçamento
Estado
Outros fundos
europeus (COSME,
INNOVFIN, JUNCKER)
BEI / FEI
Entidades
Congéneres
Business
Angels (BA)
FCR
Capital Reversível
(OCRv)
Linhas
de
crédito
com
garantia
mútua
(LCGM)
BA
Private Equity
(PE)
OCRv
On Lending
Arrangement
On Lending
Arrangement
Projeto IFD: Instrumentos Financeiros
Fundo de
Securitização
para PME
(PMESec)
Obrigações
PME
(OPME)
LCGM Obrigações
Mid-Caps
(OMC)
IF já disponíveis IF a gerir pela IFD com revisão dos estatutos/notificação à DG COMP
Página 7
PROGRAMAS
FINANCIADORES
INSTITUIÇÃO
FINANCEIRA DE
DESENVOLVIMENTO
INTERMEDIÁRIOS
FINANCEIROS
PME
Fluxo de financiamento às PME com Fundos Europeus Estruturais e de Investimento (FEEI)
FC&QC FD&G
€
€ € €
€
€
€ € € €
BA SCR
Outros
SNGM
Bancos
Página 8
Resumo dos Produtos e Serviços: Capital e Quase-Capital
INSTRUMENTOS FINANCEIROS
FALHA DE
MERCADO
IFD
Capital
e
Quase-
Capital
Gestão
Fora do
Balanço
Subscrição de Fundos de Capital de Risco, ou Fundos de Fundos,
em co-investimento com agentes privados e outros, para investir em PME,
essencialmente nas fases de Early Stage (Seed Capital e Start-up).
Co-investimento com Business Angels, via entidades veículo;
operações destinadas a investimento em empresas inovadoras
Criação de um Fundo de Capital Reversível,
para capitalização de PME com retornos “normais”, com co-investimento com o BEI/FEI, a
banca e outros investidores.
Criação de um Fundo de Private Equity para Suporte de Processos de Sucessão,
destinado a apoiar processos de transmissão de empresas entre herdeiros, em co-
investimento com investidores privados.
Na vertente quase-capital, Linhas de Mezzanine Financing, Operações de
financiamento com produtos Convertíveis em Capital, ou de Dívida Subordinada,
Suprimentos de accionistas.
Criação de uma Linha de Investimento/Financiamento a Plataformas de Equity
Crowdfunding, destinada a operações onde haja intervenção de outros operadores
especializados, como BA e SCR.
Página 9
Criação Decreto-lei n.º 225/2015, de 9 de outubro
Objetivo Promover o empreendedorismo qualificado e criativo e o reforço da capacitação das empresas
Criação ou reforço de instrumentos financeiros de capitalização de empresas, em particular, nas fases de
criação de empresas e de arranque (start-up, seed, early stage)
Origem de Fundos Fundos Europeus Estruturais de Investimento (FEEI) – Programas Operacionais do Portugal 2020
Prioridades Investimento PI 3.1 - Criação de empresas e fase de arranque
PI 3.3 - Reforço da capacitação empresarial de PME para o desenvolvimento de novos produtos e serviços
Capital inicial € 146.900.000
Financiamento a PME ≈ € 510.000.000
Fundo de Capital e Quase-Capital (FC&QC)
Financiamento a Entidades
Veículo de Business Angels
Financiamento a Fundos de
Capital de Risco
Financiamento a Operações
de Capital Reversível
Aviso IFD-FC&QC-BA-01/16
Resumo dos Produtos e Serviços: Capital e Quase-Capital
Obrigado pela vossa atenção
www.ifd.pt

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Luís Duarte - Apoio ao Empreendedorismo e promoção do espírito empresarial
Luís Duarte - Apoio ao Empreendedorismo e promoção do espírito empresarialLuís Duarte - Apoio ao Empreendedorismo e promoção do espírito empresarial
Luís Duarte - Apoio ao Empreendedorismo e promoção do espírito empresarialJoão Tàtá dos Anjos
 
Bolsa do empreendedorismo oportunidades para empresas - gppq
Bolsa do empreendedorismo   oportunidades para empresas - gppqBolsa do empreendedorismo   oportunidades para empresas - gppq
Bolsa do empreendedorismo oportunidades para empresas - gppqJoão Tàtá dos Anjos
 
Miguel Matos - Incubadoras e Aceleradoras em Portugal
Miguel Matos - Incubadoras e Aceleradoras em PortugalMiguel Matos - Incubadoras e Aceleradoras em Portugal
Miguel Matos - Incubadoras e Aceleradoras em PortugalJoão Tàtá dos Anjos
 
Filipe Santos - Empreendedorismo feminino; Empreendedorismo social
Filipe Santos - Empreendedorismo feminino; Empreendedorismo socialFilipe Santos - Empreendedorismo feminino; Empreendedorismo social
Filipe Santos - Empreendedorismo feminino; Empreendedorismo socialJoão Tàtá dos Anjos
 
Luís Jerónimo - Definir Necessidades e Estrategia de Financiamento
Luís Jerónimo - Definir Necessidades e Estrategia de FinanciamentoLuís Jerónimo - Definir Necessidades e Estrategia de Financiamento
Luís Jerónimo - Definir Necessidades e Estrategia de FinanciamentoJoão Tàtá dos Anjos
 
Pedro Pires - Microcredito e Crowdfunding
Pedro Pires - Microcredito e CrowdfundingPedro Pires - Microcredito e Crowdfunding
Pedro Pires - Microcredito e CrowdfundingJoão Tàtá dos Anjos
 
Teresa Rebelo - Microcredito e Crowdfunding
Teresa Rebelo - Microcredito e CrowdfundingTeresa Rebelo - Microcredito e Crowdfunding
Teresa Rebelo - Microcredito e CrowdfundingJoão Tàtá dos Anjos
 
Empreendedorismo em saúde
Empreendedorismo em saúdeEmpreendedorismo em saúde
Empreendedorismo em saúdevmcpr
 
Rosário Fidalgo - Empreendedorismo feminino; Empreendedorismo social
Rosário Fidalgo - Empreendedorismo feminino; Empreendedorismo socialRosário Fidalgo - Empreendedorismo feminino; Empreendedorismo social
Rosário Fidalgo - Empreendedorismo feminino; Empreendedorismo socialJoão Tàtá dos Anjos
 
Building Global Innovators: Portugal no mapa mundo da inovação
Building Global Innovators: Portugal no mapa mundo da inovaçãoBuilding Global Innovators: Portugal no mapa mundo da inovação
Building Global Innovators: Portugal no mapa mundo da inovaçãoBuilding Global Innovators (BGI)
 
Apoio a Pequenas e Médias Empresas (IAPMEI) Foro Inversión, FEHISPOR 2011
Apoio a Pequenas e Médias Empresas (IAPMEI) Foro Inversión, FEHISPOR 2011Apoio a Pequenas e Médias Empresas (IAPMEI) Foro Inversión, FEHISPOR 2011
Apoio a Pequenas e Médias Empresas (IAPMEI) Foro Inversión, FEHISPOR 2011Extremadura Avante
 
I Encontro Nacional Estudo da Europa
I Encontro Nacional Estudo da EuropaI Encontro Nacional Estudo da Europa
I Encontro Nacional Estudo da EuropaalphaCoimbra
 
Bolsa do Empreendedorismo - Teresa Mendes
Bolsa do Empreendedorismo - Teresa MendesBolsa do Empreendedorismo - Teresa Mendes
Bolsa do Empreendedorismo - Teresa MendesJoão Tàtá dos Anjos
 

Mais procurados (20)

Luís Duarte - Apoio ao Empreendedorismo e promoção do espírito empresarial
Luís Duarte - Apoio ao Empreendedorismo e promoção do espírito empresarialLuís Duarte - Apoio ao Empreendedorismo e promoção do espírito empresarial
Luís Duarte - Apoio ao Empreendedorismo e promoção do espírito empresarial
 
Rui Coelho - Competir sem Fronteiras
Rui Coelho - Competir sem FronteirasRui Coelho - Competir sem Fronteiras
Rui Coelho - Competir sem Fronteiras
 
Bolsa do empreendedorismo oportunidades para empresas - gppq
Bolsa do empreendedorismo   oportunidades para empresas - gppqBolsa do empreendedorismo   oportunidades para empresas - gppq
Bolsa do empreendedorismo oportunidades para empresas - gppq
 
Miguel Matos - Incubadoras e Aceleradoras em Portugal
Miguel Matos - Incubadoras e Aceleradoras em PortugalMiguel Matos - Incubadoras e Aceleradoras em Portugal
Miguel Matos - Incubadoras e Aceleradoras em Portugal
 
Filipe Santos - Empreendedorismo feminino; Empreendedorismo social
Filipe Santos - Empreendedorismo feminino; Empreendedorismo socialFilipe Santos - Empreendedorismo feminino; Empreendedorismo social
Filipe Santos - Empreendedorismo feminino; Empreendedorismo social
 
Luís Jerónimo - Definir Necessidades e Estrategia de Financiamento
Luís Jerónimo - Definir Necessidades e Estrategia de FinanciamentoLuís Jerónimo - Definir Necessidades e Estrategia de Financiamento
Luís Jerónimo - Definir Necessidades e Estrategia de Financiamento
 
Carlos Azevedo - Partilha de Valor
Carlos Azevedo - Partilha de Valor Carlos Azevedo - Partilha de Valor
Carlos Azevedo - Partilha de Valor
 
Horácio Pina Prata - Negociar
Horácio Pina Prata - NegociarHorácio Pina Prata - Negociar
Horácio Pina Prata - Negociar
 
Matilde Carvalho - Criar a Empresa
Matilde Carvalho - Criar a Empresa Matilde Carvalho - Criar a Empresa
Matilde Carvalho - Criar a Empresa
 
Pedro Pires - Microcredito e Crowdfunding
Pedro Pires - Microcredito e CrowdfundingPedro Pires - Microcredito e Crowdfunding
Pedro Pires - Microcredito e Crowdfunding
 
Teresa Rebelo - Microcredito e Crowdfunding
Teresa Rebelo - Microcredito e CrowdfundingTeresa Rebelo - Microcredito e Crowdfunding
Teresa Rebelo - Microcredito e Crowdfunding
 
Empreendedorismo em saúde
Empreendedorismo em saúdeEmpreendedorismo em saúde
Empreendedorismo em saúde
 
Rosário Fidalgo - Empreendedorismo feminino; Empreendedorismo social
Rosário Fidalgo - Empreendedorismo feminino; Empreendedorismo socialRosário Fidalgo - Empreendedorismo feminino; Empreendedorismo social
Rosário Fidalgo - Empreendedorismo feminino; Empreendedorismo social
 
BGI abre-se para o Mundo
BGI abre-se para o MundoBGI abre-se para o Mundo
BGI abre-se para o Mundo
 
ANJE - Think Global
ANJE - Think GlobalANJE - Think Global
ANJE - Think Global
 
António Andrade - Marcas e Patentes
António Andrade - Marcas e PatentesAntónio Andrade - Marcas e Patentes
António Andrade - Marcas e Patentes
 
Building Global Innovators: Portugal no mapa mundo da inovação
Building Global Innovators: Portugal no mapa mundo da inovaçãoBuilding Global Innovators: Portugal no mapa mundo da inovação
Building Global Innovators: Portugal no mapa mundo da inovação
 
Apoio a Pequenas e Médias Empresas (IAPMEI) Foro Inversión, FEHISPOR 2011
Apoio a Pequenas e Médias Empresas (IAPMEI) Foro Inversión, FEHISPOR 2011Apoio a Pequenas e Médias Empresas (IAPMEI) Foro Inversión, FEHISPOR 2011
Apoio a Pequenas e Médias Empresas (IAPMEI) Foro Inversión, FEHISPOR 2011
 
I Encontro Nacional Estudo da Europa
I Encontro Nacional Estudo da EuropaI Encontro Nacional Estudo da Europa
I Encontro Nacional Estudo da Europa
 
Bolsa do Empreendedorismo - Teresa Mendes
Bolsa do Empreendedorismo - Teresa MendesBolsa do Empreendedorismo - Teresa Mendes
Bolsa do Empreendedorismo - Teresa Mendes
 

Destaque

Duarte Fonseca - Metodologias de ideação e criação de projectos
Duarte Fonseca - Metodologias de ideação e criação de projectos Duarte Fonseca - Metodologias de ideação e criação de projectos
Duarte Fonseca - Metodologias de ideação e criação de projectos João Tàtá dos Anjos
 
Suzana Alipio - Definir Necessidades e Estrategia de Financiamento
Suzana Alipio - Definir Necessidades e Estrategia de FinanciamentoSuzana Alipio - Definir Necessidades e Estrategia de Financiamento
Suzana Alipio - Definir Necessidades e Estrategia de FinanciamentoJoão Tàtá dos Anjos
 
Paulo Dias - Metodologias de ideação e criação de projetos
Paulo Dias - Metodologias de ideação e criação de projetos Paulo Dias - Metodologias de ideação e criação de projetos
Paulo Dias - Metodologias de ideação e criação de projetos João Tàtá dos Anjos
 
Jorge Pimenta - Como apresentar projectos a investidores
Jorge Pimenta - Como apresentar projectos a investidoresJorge Pimenta - Como apresentar projectos a investidores
Jorge Pimenta - Como apresentar projectos a investidoresJoão Tàtá dos Anjos
 
Hélder Sampaio - Testar o Mercado com Protótipos e Pilotos
Hélder Sampaio - Testar o Mercado com Protótipos e PilotosHélder Sampaio - Testar o Mercado com Protótipos e Pilotos
Hélder Sampaio - Testar o Mercado com Protótipos e PilotosJoão Tàtá dos Anjos
 
Tiago Ferreira - Metodologias de ideação e criação de projetos
Tiago Ferreira  - Metodologias de ideação e criação de projetos Tiago Ferreira  - Metodologias de ideação e criação de projetos
Tiago Ferreira - Metodologias de ideação e criação de projetos João Tàtá dos Anjos
 
Ana Santiago - Incubadoras e Aceleradoras em Portugal
Ana Santiago - Incubadoras e Aceleradoras em PortugalAna Santiago - Incubadoras e Aceleradoras em Portugal
Ana Santiago - Incubadoras e Aceleradoras em PortugalJoão Tàtá dos Anjos
 

Destaque (11)

Paulo Martins - Negociar
Paulo Martins - NegociarPaulo Martins - Negociar
Paulo Martins - Negociar
 
Duarte Fonseca - Metodologias de ideação e criação de projectos
Duarte Fonseca - Metodologias de ideação e criação de projectos Duarte Fonseca - Metodologias de ideação e criação de projectos
Duarte Fonseca - Metodologias de ideação e criação de projectos
 
Suzana Alipio - Definir Necessidades e Estrategia de Financiamento
Suzana Alipio - Definir Necessidades e Estrategia de FinanciamentoSuzana Alipio - Definir Necessidades e Estrategia de Financiamento
Suzana Alipio - Definir Necessidades e Estrategia de Financiamento
 
Paulo Dias - Metodologias de ideação e criação de projetos
Paulo Dias - Metodologias de ideação e criação de projetos Paulo Dias - Metodologias de ideação e criação de projetos
Paulo Dias - Metodologias de ideação e criação de projetos
 
Jorge Pimenta - Como apresentar projectos a investidores
Jorge Pimenta - Como apresentar projectos a investidoresJorge Pimenta - Como apresentar projectos a investidores
Jorge Pimenta - Como apresentar projectos a investidores
 
Hélder Sampaio - Testar o Mercado com Protótipos e Pilotos
Hélder Sampaio - Testar o Mercado com Protótipos e PilotosHélder Sampaio - Testar o Mercado com Protótipos e Pilotos
Hélder Sampaio - Testar o Mercado com Protótipos e Pilotos
 
Tiago Ferreira - Metodologias de ideação e criação de projetos
Tiago Ferreira  - Metodologias de ideação e criação de projetos Tiago Ferreira  - Metodologias de ideação e criação de projetos
Tiago Ferreira - Metodologias de ideação e criação de projetos
 
Ricardo Lopes - Criar a Empresa
Ricardo Lopes - Criar a Empresa Ricardo Lopes - Criar a Empresa
Ricardo Lopes - Criar a Empresa
 
Paulo Afonso - Business Model Canvas
Paulo Afonso - Business Model CanvasPaulo Afonso - Business Model Canvas
Paulo Afonso - Business Model Canvas
 
Ana Santiago - Incubadoras e Aceleradoras em Portugal
Ana Santiago - Incubadoras e Aceleradoras em PortugalAna Santiago - Incubadoras e Aceleradoras em Portugal
Ana Santiago - Incubadoras e Aceleradoras em Portugal
 
Lazaro Raposo - Modelos de Negócio
Lazaro Raposo - Modelos de NegócioLazaro Raposo - Modelos de Negócio
Lazaro Raposo - Modelos de Negócio
 

Semelhante a Ricardo Luz - Apoio ao Empreendedorismo e promoção do espírito empresarial

Maxcity projetos privados
Maxcity projetos privadosMaxcity projetos privados
Maxcity projetos privadosMosán Santos
 
ApresentaçãO Apimec Agosto 2008 Eduardo Rath Finger
ApresentaçãO Apimec Agosto 2008  Eduardo Rath FingerApresentaçãO Apimec Agosto 2008  Eduardo Rath Finger
ApresentaçãO Apimec Agosto 2008 Eduardo Rath Fingerapimec
 
7 Medidas para tornar Portugal mais atractivo para Startups
7 Medidas para tornar Portugal mais atractivo para Startups7 Medidas para tornar Portugal mais atractivo para Startups
7 Medidas para tornar Portugal mais atractivo para StartupsAndre Marquet
 
Debate Oportunidades de Negócios em Moçambique, 18/08/2011 - Apresentação de ...
Debate Oportunidades de Negócios em Moçambique, 18/08/2011 - Apresentação de ...Debate Oportunidades de Negócios em Moçambique, 18/08/2011 - Apresentação de ...
Debate Oportunidades de Negócios em Moçambique, 18/08/2011 - Apresentação de ...FecomercioSP
 
2010.05.21 invicta angels cloud views.callforbusiness
2010.05.21 invicta angels cloud views.callforbusiness2010.05.21 invicta angels cloud views.callforbusiness
2010.05.21 invicta angels cloud views.callforbusinessEuroCloud
 
ApresentaçãO Inovatec 2008 Claudio
ApresentaçãO Inovatec 2008 ClaudioApresentaçãO Inovatec 2008 Claudio
ApresentaçãO Inovatec 2008 ClaudioPeabirus
 
Criação de empresas
Criação de empresasCriação de empresas
Criação de empresasDPI - UEvora
 
A aicep Portugal Global | Sessão informativa 'Internacionalizar e as Empresas...
A aicep Portugal Global | Sessão informativa 'Internacionalizar e as Empresas...A aicep Portugal Global | Sessão informativa 'Internacionalizar e as Empresas...
A aicep Portugal Global | Sessão informativa 'Internacionalizar e as Empresas...Município de Ponte de Lima
 
Abvcap guia pevc_out2013_v5
Abvcap guia pevc_out2013_v5Abvcap guia pevc_out2013_v5
Abvcap guia pevc_out2013_v5Manuel Fernandes
 
Microsoft word entrevista francisco-banha_-.doc
Microsoft word   entrevista francisco-banha_-.docMicrosoft word   entrevista francisco-banha_-.doc
Microsoft word entrevista francisco-banha_-.docISEL
 
Financiamento da Inovação
Financiamento da InovaçãoFinanciamento da Inovação
Financiamento da InovaçãoJackson De Toni
 
A estratégia para um novo ciclo
A estratégia para um novo cicloA estratégia para um novo ciclo
A estratégia para um novo cicloCláudio Carneiro
 
Apresentação fabio salvador 28-03 v final (2)
Apresentação fabio salvador   28-03 v final (2)Apresentação fabio salvador   28-03 v final (2)
Apresentação fabio salvador 28-03 v final (2)einne2012
 
Proposição para Estimulo ao Investimento em Startups - Anjos do Brasil
Proposição para Estimulo ao Investimento em Startups - Anjos do BrasilProposição para Estimulo ao Investimento em Startups - Anjos do Brasil
Proposição para Estimulo ao Investimento em Startups - Anjos do BrasilCassio Spina
 

Semelhante a Ricardo Luz - Apoio ao Empreendedorismo e promoção do espírito empresarial (20)

Maxcity projetos privados
Maxcity projetos privadosMaxcity projetos privados
Maxcity projetos privados
 
ApresentaçãO Apimec Agosto 2008 Eduardo Rath Finger
ApresentaçãO Apimec Agosto 2008  Eduardo Rath FingerApresentaçãO Apimec Agosto 2008  Eduardo Rath Finger
ApresentaçãO Apimec Agosto 2008 Eduardo Rath Finger
 
Revista Caixa Empresas | jan 2015
Revista Caixa Empresas |  jan 2015Revista Caixa Empresas |  jan 2015
Revista Caixa Empresas | jan 2015
 
7 Medidas para tornar Portugal mais atractivo para Startups
7 Medidas para tornar Portugal mais atractivo para Startups7 Medidas para tornar Portugal mais atractivo para Startups
7 Medidas para tornar Portugal mais atractivo para Startups
 
Debate Oportunidades de Negócios em Moçambique, 18/08/2011 - Apresentação de ...
Debate Oportunidades de Negócios em Moçambique, 18/08/2011 - Apresentação de ...Debate Oportunidades de Negócios em Moçambique, 18/08/2011 - Apresentação de ...
Debate Oportunidades de Negócios em Moçambique, 18/08/2011 - Apresentação de ...
 
2010.05.21 invicta angels cloud views.callforbusiness
2010.05.21 invicta angels cloud views.callforbusiness2010.05.21 invicta angels cloud views.callforbusiness
2010.05.21 invicta angels cloud views.callforbusiness
 
Gestao financeira apresentaçao
Gestao financeira apresentaçaoGestao financeira apresentaçao
Gestao financeira apresentaçao
 
ApresentaçãO Inovatec 2008 Claudio
ApresentaçãO Inovatec 2008 ClaudioApresentaçãO Inovatec 2008 Claudio
ApresentaçãO Inovatec 2008 Claudio
 
Criação de empresas
Criação de empresasCriação de empresas
Criação de empresas
 
Guia de investimento_em_mocambique
Guia de investimento_em_mocambiqueGuia de investimento_em_mocambique
Guia de investimento_em_mocambique
 
A aicep Portugal Global | Sessão informativa 'Internacionalizar e as Empresas...
A aicep Portugal Global | Sessão informativa 'Internacionalizar e as Empresas...A aicep Portugal Global | Sessão informativa 'Internacionalizar e as Empresas...
A aicep Portugal Global | Sessão informativa 'Internacionalizar e as Empresas...
 
Abvcap guia pevc_out2013_v5
Abvcap guia pevc_out2013_v5Abvcap guia pevc_out2013_v5
Abvcap guia pevc_out2013_v5
 
Microsoft word entrevista francisco-banha_-.doc
Microsoft word   entrevista francisco-banha_-.docMicrosoft word   entrevista francisco-banha_-.doc
Microsoft word entrevista francisco-banha_-.doc
 
Financiamento da Inovação
Financiamento da InovaçãoFinanciamento da Inovação
Financiamento da Inovação
 
A estratégia para um novo ciclo
A estratégia para um novo cicloA estratégia para um novo ciclo
A estratégia para um novo ciclo
 
Relatorio estagio vf
Relatorio estagio vfRelatorio estagio vf
Relatorio estagio vf
 
Entrevista sergio macamo pacde negocios edicao 69 new
Entrevista sergio macamo pacde negocios edicao 69 newEntrevista sergio macamo pacde negocios edicao 69 new
Entrevista sergio macamo pacde negocios edicao 69 new
 
Manual do empreendedor em Portugal
Manual do empreendedor em PortugalManual do empreendedor em Portugal
Manual do empreendedor em Portugal
 
Apresentação fabio salvador 28-03 v final (2)
Apresentação fabio salvador   28-03 v final (2)Apresentação fabio salvador   28-03 v final (2)
Apresentação fabio salvador 28-03 v final (2)
 
Proposição para Estimulo ao Investimento em Startups - Anjos do Brasil
Proposição para Estimulo ao Investimento em Startups - Anjos do BrasilProposição para Estimulo ao Investimento em Startups - Anjos do Brasil
Proposição para Estimulo ao Investimento em Startups - Anjos do Brasil
 

Mais de João Tàtá dos Anjos

Casimiro Ramos - Liderança e gestão de talento
Casimiro Ramos - Liderança e gestão de talentoCasimiro Ramos - Liderança e gestão de talento
Casimiro Ramos - Liderança e gestão de talentoJoão Tàtá dos Anjos
 
Miguel Muñoz Duarte - Modelos de Negócio
Miguel Muñoz Duarte - Modelos de NegócioMiguel Muñoz Duarte - Modelos de Negócio
Miguel Muñoz Duarte - Modelos de NegócioJoão Tàtá dos Anjos
 
Yoann Nesme - Testar o Mercado com Protótipos e Pilotos
Yoann Nesme - Testar o Mercado com Protótipos e PilotosYoann Nesme - Testar o Mercado com Protótipos e Pilotos
Yoann Nesme - Testar o Mercado com Protótipos e PilotosJoão Tàtá dos Anjos
 

Mais de João Tàtá dos Anjos (6)

Casimiro Ramos - Liderança e gestão de talento
Casimiro Ramos - Liderança e gestão de talentoCasimiro Ramos - Liderança e gestão de talento
Casimiro Ramos - Liderança e gestão de talento
 
Marcos Couto - Partilha de Valor
Marcos Couto - Partilha de Valor Marcos Couto - Partilha de Valor
Marcos Couto - Partilha de Valor
 
José Viana - Marcas e Patentes
José Viana - Marcas e PatentesJosé Viana - Marcas e Patentes
José Viana - Marcas e Patentes
 
Miguel Muñoz Duarte - Modelos de Negócio
Miguel Muñoz Duarte - Modelos de NegócioMiguel Muñoz Duarte - Modelos de Negócio
Miguel Muñoz Duarte - Modelos de Negócio
 
Paulo Afonso - Business Model Canvas
Paulo Afonso - Business Model CanvasPaulo Afonso - Business Model Canvas
Paulo Afonso - Business Model Canvas
 
Yoann Nesme - Testar o Mercado com Protótipos e Pilotos
Yoann Nesme - Testar o Mercado com Protótipos e PilotosYoann Nesme - Testar o Mercado com Protótipos e Pilotos
Yoann Nesme - Testar o Mercado com Protótipos e Pilotos
 

Ricardo Luz - Apoio ao Empreendedorismo e promoção do espírito empresarial

  • 1. “Apoio ao Empreendedorismo e Promoção do Espirito Empresarial” Bolsa de Empreendedorismo Ricardo Luz Administrador Executivo, IFD Maio 2016, dia 9
  • 2. Página 2 Situação Económico-Financeira das Empresas 35% EBITDA <0 …….. 42% Resultados Líquidos <0 32% Incumprem Art. 35o CSC 27% Falência Técnica Evidência: Fraca performance e baixa capitalização das empresas Portuguesas em 2014 Fontes: Banco de Portugal, Pordata, INE
  • 3. Página 3 KFW 489.000 M€* 6.049 €/habitante ICO 84.000 M€* 1.745 €/habitante BPI 60.000 M€* 950 €/habitante BBB 1.000 M€* 14 €/habitante O KfW Group apoia a mudança e encoraja ideias de futuro na Alemanha, na Europa e por todo o mundo. Integra atividades de Promoção doméstica, Desenvolvimento financeiro, Exportação e Project Finance, para além de missões especiais. O ICO promove atividades económicas que contribuam para o crescimento e desenvolvimento do país e para a melhor distribuição da riqueza nacional. Tem as funções de Banco público de 2º nível e de Agência financeira do Estado Espanhol. O Bpifrance visa ajudar as empresas a crescer sustentadamente . Da ideia à cotação em bolsa, do crédito aos capitais próprios, o Bpifrance oferece soluções de financiamento adaptadas a cada etapa da vida das empresas. O BBB pretende melhorar o mercado de financiamento para PME e small mid caps, para que funcione de forma mais eficiente e dinâmica. Isso ajudará a que essas empresas prosperem e gerem atividade económica no país. Bancos Promocionais Nacionais / Instituições Financeiras de Desenvolvimento na Europa * Ativo Total (Relatório e Contas de 2014) IFD 100 M€* 9 €/habitante A IFD tem como objeto a realização de operações que visem colmatar as falhas de mercado no financiamento das PME, através de fundos de investimento e outros instrumentos de capital e dívida suportados por fundos públicos nacionais e comunitários. O CDP financia investimentos em infraestruturas, nomeadamente em habitação social. Ajuda empresas de todas as dimensões em processos de exportação e internacionalização e investe em empresas italianas relevantes. CDP 350.000 M€* 5.662 €/habitante Bancos/Instituições Promocionais na Europa: Missão e Dimensão
  • 4. Página 4 Missão, Ambição e Enquadramento Missão Desenvolvimento do tecido empresarial português Soluções para colmatar falhas de mercado no financiamento das PME Enquadramento • Supervisão do Banco de Portugal • DG Concorrência • Reg. Geral Isenção por Categoria • Regulamento de minimis Ambição Principal Fundos públicos + Fundos privados Capitalização de PME viáveis em setores transacionáveis
  • 5. Página 5 Projeto IFD Gerir Instrumentos Financeiros com Fundos Europeus de Investimento p.s. por ora, a única atividade autorizada pela DG Concorrência Fase 1 Criação da Holding IFD (juntar as várias participadas existentes na área do financiamento da economia e da internacionalização) p.s. em processos similares em outros Estados-Membros, a DG Concorrência considerou que tais reorganizações entre empresas públicas não requerem a notificação à CE. As negociações com a CE iniciarão assim que o modelo final seja definido pelo Estado português. Fase 3 Obter financiamento por grosso junto de instituições multilaterais e/ou congéneres (on lending), que depois são repassadas à banca comercial nacional, ou capitalizam fundos de private equity, e/ou organizar operações do mesmo tipo (arrangement) e alargar atividade a mid-caps p.s. dependente de autorização da DG Concorrência, que já recebeu a pré-notificação preparada pela IFD Fase 2
  • 6. Página 6 Origem de Fundos e Aplicações PME (Small) Mid-Caps Capital Dívida Capital Dívida Fundos Europeus Orçamento Estado Outros fundos europeus (COSME, INNOVFIN, JUNCKER) BEI / FEI Entidades Congéneres Business Angels (BA) FCR Capital Reversível (OCRv) Linhas de crédito com garantia mútua (LCGM) BA Private Equity (PE) OCRv On Lending Arrangement On Lending Arrangement Projeto IFD: Instrumentos Financeiros Fundo de Securitização para PME (PMESec) Obrigações PME (OPME) LCGM Obrigações Mid-Caps (OMC) IF já disponíveis IF a gerir pela IFD com revisão dos estatutos/notificação à DG COMP
  • 7. Página 7 PROGRAMAS FINANCIADORES INSTITUIÇÃO FINANCEIRA DE DESENVOLVIMENTO INTERMEDIÁRIOS FINANCEIROS PME Fluxo de financiamento às PME com Fundos Europeus Estruturais e de Investimento (FEEI) FC&QC FD&G € € € € € € € € € € BA SCR Outros SNGM Bancos
  • 8. Página 8 Resumo dos Produtos e Serviços: Capital e Quase-Capital INSTRUMENTOS FINANCEIROS FALHA DE MERCADO IFD Capital e Quase- Capital Gestão Fora do Balanço Subscrição de Fundos de Capital de Risco, ou Fundos de Fundos, em co-investimento com agentes privados e outros, para investir em PME, essencialmente nas fases de Early Stage (Seed Capital e Start-up). Co-investimento com Business Angels, via entidades veículo; operações destinadas a investimento em empresas inovadoras Criação de um Fundo de Capital Reversível, para capitalização de PME com retornos “normais”, com co-investimento com o BEI/FEI, a banca e outros investidores. Criação de um Fundo de Private Equity para Suporte de Processos de Sucessão, destinado a apoiar processos de transmissão de empresas entre herdeiros, em co- investimento com investidores privados. Na vertente quase-capital, Linhas de Mezzanine Financing, Operações de financiamento com produtos Convertíveis em Capital, ou de Dívida Subordinada, Suprimentos de accionistas. Criação de uma Linha de Investimento/Financiamento a Plataformas de Equity Crowdfunding, destinada a operações onde haja intervenção de outros operadores especializados, como BA e SCR.
  • 9. Página 9 Criação Decreto-lei n.º 225/2015, de 9 de outubro Objetivo Promover o empreendedorismo qualificado e criativo e o reforço da capacitação das empresas Criação ou reforço de instrumentos financeiros de capitalização de empresas, em particular, nas fases de criação de empresas e de arranque (start-up, seed, early stage) Origem de Fundos Fundos Europeus Estruturais de Investimento (FEEI) – Programas Operacionais do Portugal 2020 Prioridades Investimento PI 3.1 - Criação de empresas e fase de arranque PI 3.3 - Reforço da capacitação empresarial de PME para o desenvolvimento de novos produtos e serviços Capital inicial € 146.900.000 Financiamento a PME ≈ € 510.000.000 Fundo de Capital e Quase-Capital (FC&QC) Financiamento a Entidades Veículo de Business Angels Financiamento a Fundos de Capital de Risco Financiamento a Operações de Capital Reversível Aviso IFD-FC&QC-BA-01/16 Resumo dos Produtos e Serviços: Capital e Quase-Capital
  • 10. Obrigado pela vossa atenção www.ifd.pt