SlideShare uma empresa Scribd logo
Nesse trabalho falaremos sobre Cecília
Meireles, sua vida e obra. Em especial sobre
o “Romanceiro da Inconfidência” (1953) sua
estrutura e gênero.
 Cecília Benevides de Carvalho Meirelles, nasceu em 7 de novembro de
1901, no Rio de Janeiro. Seus pais, Carlos Alberto de Meirelles e Mathilde
Benevides;
 Orfã de pai e mãe, aos três anos, passa a ser criada pela avó materna,
Jacinta Garcia Benevides;
 Publicou seu primeiro livro de poemas, intitulado Espectros, em 1919;
 casou-se, em 1922, com o pintor português Fernando Correia Dias, com
quem tem três filhas: Maria Elvira, Maria Mathilde e Maria Fernanda;
 De 1930 a 1931, manteve no "Diário de Notícias" uma página diária sobre
problemas de educação.
 Seu primeiro marido suicidou-se em 1935. Neste mesmo ano e até 1938,
passou a lecionar literatura luso-brasileira e técnica e crítica literária, na
Universidade do Distrito Federal (hoje UFRJ);
 Em 1940, casou-se com o professor e engenheiro agrônomo Heitor Vinícius
 O Prêmio de Poesia Olavo Bilac, que recebeu da Academia Brasileira de Letras, pelo seu
livro "Viagem", em 1939, foi o primeiro reconhecimento da alta qualidade de sua obra
poética;
 Aposentou-se em 1951 como diretora de escola, porém continuou a trabalhar, como
produtora e redatora de programas culturais, na Rádio Ministério da Educação, no Rio de
Janeiro (RJ). Viajou por diversos países do mundo, ministrando conferências sobre poesia
e literatura brasileira. Recebeu diversas honrarias, como a Ordem de Mérito do Chile, e o
título de Doutora Honoris Causa da Universidade de Nova Delhi, na Índia.
 Recebeu o Prêmio de Tradução/Teatro, concedido pela Associação Paulista de Críticos
de Arte, em 1962 e, no ano seguinte, ganhou o Prêmio Jabuti de Tradução de Obra
Literária, pelo livro "Poemas de Israel", concedido pela Câmara Brasileira do Livro. No ano
de sua morte, recebeu ainda o Jabuti de poesia pelo livro "Solombra", e, postumamente,
em 1965, o Prêmio Machado de Assis, da Academia Brasileira de Letras, pelo conjunto de
sua obra
 Faleceu em 9 de novembro de 1964, no Rio de Janeiro.
Poesia:
•Espectros (1919);
•Nunca mais...e Poemas dos poemas (1923);
•Baladas para El-Rei (1925);
•Viagem (1939);
•Vaga música (1942);
•Mar absoluto (1945);
•Retrato natural (1949);
•Doze noturnos de Holanda e O aeronauta (1952);
•Romanceiro da Inconfidência (1953);
•Solombra (1963). 
Prosa: 
•Giroflê, Giroflá (1956);
•Escolha o seu sonho (1964);
•Olhinhos de gato (1980).
 O gênero romanceiro é uma coleção de poesias ou
canções populares.
 De tradição ibérica, surgiu na Idade Média, e é
uma narrativa com um tema central. Cada parte
tem o nome de romance.
 Um romanceiro é um conjunto de romances. A
palavra romance, em sua origem medieval,
significava poema narrativo de tons líricos.
Há três estruturas que se alternam na obra:
 Romances - a obra apresenta-se estruturada em 85 romances.
 Cenários- situam os ambientes, marcando as mudanças de atmosfera
e localizando os acontecimentos;
 Falas - representam uma intervenção do poeta-narrador, tecendo
comentários e levando o leitor à reflexão dos fatos referidos: Fala
inicial, uma Fala à antiga Vila Rica, uma Fala aos pusilânimes, uma
Fala à comarca do Rio das Mortes e pela Fala aos inconfidentes
mortos.
“ O Romanceiro foi construído tão sem normas
preestabelecidas, tão à mercê de sua expressão natural que cada
poema procurou a forma condizente com sua mensagem. Há metros
curtos e longos; poemas rimados e sem rima (...)”
- Cecília Meireles
 Em sua composição, é utilizada a redondilha menor, verso de cinco sílabas
poéticas (pentassílabo), a redondilha maior, verso de sete sílabas
(heptassílabo), além de versos mais curtos, tercetos, quadras, sextilhas, e
versos decassílabos; como ocorre na “Fala Inicial”: 
“Não posso mover meus passos 
por esse atroz labirinto 
de esquecimento e cegueira 
em que amores e ódios vão”
 Quanto às rimas, a autora utiliza as chamadas imperfeitas (terminações de versos semelhantes),
como se pode observar no Romance XIII: 
Eis que chega ao Serro Frio, 
à terra dos diamantes, 
o Conde de Valadares, 
fidalgo de nome e sangue, 
José Luís de Meneses 
de Castelo Branco e Abranches. 
Ordens traz do grão Ministro 
de perseguir João Fernandes. 
(...) 
A escritora faz uso, ainda, de rimas perfeitas (terminação em sons vocálicos e consonantais
idênticos), tal como no Romance VI: 
Já se preparam as festas 
para os famosos noivados 
que entre Portugal e Espanha 
breve serão celebrados. 
Ai, quantas cartas e acordos 
redigidos e assinados! 
(...) 
 Cecília Meireles mescla, em sua obra, os gêneros
lírico, épico e dramático.
 A obra pertence ao Modernismo. Porque na sua
composição a autora não se prende a regras, e por
apresentar uma grande característica desse movimento: o
Nacionalismo.
 “O Modernismo foi um movimento cultural que repercutiu fortemente sobre a
cena artística e a sociedade brasileira na primeira metade do século XX.
Considera-se a Semana de Arte Moderna, realizada em São Paulo, em 1922,
como ponto de partida do modernismo no Brasil. Foi marcado, sobretudo, pela
liberdade de estilo. Entre outras características estavam: experimentação,temas
cotidianos, economia na linguagem, nacionalismo.
 Romanceiro da Inconfidência foi uma importante obra
poética na qual Cecília Meireles, reescreveu os episódios
marcantes da Inconfidência Mineira;
 A obra pertence ao Modernismo;
 Suas formas (versos e rimas) não seguem normas;
 Pertence aos gêneros lírico, épico e dramático.
 Cecília Meireles foi uma importante poetisa, professora e
jornalista brasileira;
 http://www.escola24h.com.br/fichas/files/Romanceiro_da_Inconfid
encia.pdf
 http://www.sosestudante.com/resumos-r/romanceiro-da-
inconfidencia-cecilia-meirelles.html
 http://pt.scribd.com/doc/4489095/O-Romanceiro-da-Inconfidencia-
Cecilia-Meirelles
 http://www.mundovestibular.com.br/articles/352/3/ROMANCEIRO-
DA-INCONFIDENCIA---Cecilia-Meireles-Resumo/Paacutegina3.html
 http://educacao.uol.com.br/disciplinas/portugues/romanceiro-da-
inconfidencia-o-lirismo-epico-de-cecilia-meireles.htm
 http://guiadoestudante.abril.com.br/estudar/literatura/romanceiro-
inconfidencia-analise-obra-cecilia-meireles-703818.shtml
 http://educacao.uol.com.br/biografias/cecilia-meireles.jhtm
 http://www.suapesquisa.com/biografias/cecilia_meireles.htm

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

João Guimarães Rosa
João Guimarães RosaJoão Guimarães Rosa
João Guimarães Rosa
Colégio Santa Luzia
 
Poesia 2ª fase modernista
Poesia 2ª fase modernistaPoesia 2ª fase modernista
Poesia 2ª fase modernista
Luciene Gomes
 
O realismo e o naturalismo em portugal e no brasil
O realismo e o naturalismo em portugal e no brasilO realismo e o naturalismo em portugal e no brasil
O realismo e o naturalismo em portugal e no brasil
Jose Arnaldo Silva
 
Rachel de Queiroz - O Quinze
Rachel de Queiroz - O QuinzeRachel de Queiroz - O Quinze
Rachel de Queiroz - O Quinze
Thaynã Guedes
 
Carlos drummond de andrade
Carlos drummond de andradeCarlos drummond de andrade
Carlos drummond de andrade
Láyla Vieira
 
3ª geração do romantismo no brasil
3ª geração do romantismo no brasil3ª geração do romantismo no brasil
3ª geração do romantismo no brasil
GabrielaLimaPereira
 
Segunda fase do Modernismo no Brasil
Segunda fase do Modernismo no BrasilSegunda fase do Modernismo no Brasil
Segunda fase do Modernismo no Brasil
eeadolpho
 
Literaturas Africanas de Língua Portuguesa
Literaturas Africanas de Língua PortuguesaLiteraturas Africanas de Língua Portuguesa
Literaturas Africanas de Língua Portuguesa
Jirede Abisai
 
Geração de 1945
Geração de 1945Geração de 1945
Geração de 1945
Lourdinas
 
Primeira fase do modernismo
Primeira fase do modernismoPrimeira fase do modernismo
Primeira fase do modernismo
Victor Said
 
Modernismo – 1ª fase – de 22 a 30
Modernismo – 1ª fase – de 22 a 30Modernismo – 1ª fase – de 22 a 30
Modernismo – 1ª fase – de 22 a 30
guest276c9
 
Segunda geração modernista
Segunda geração modernistaSegunda geração modernista
Segunda geração modernista
Andrieli Muhl
 
Fernando pessoa
Fernando pessoaFernando pessoa
Fernando pessoa
Colégio Santa Luzia
 
Manuel Bandeira
Manuel BandeiraManuel Bandeira
A Segunda Geração modernista brasileira: Poesia
A Segunda Geração modernista brasileira: PoesiaA Segunda Geração modernista brasileira: Poesia
A Segunda Geração modernista brasileira: Poesia
Ademir Miranda
 
Naturalismo
NaturalismoNaturalismo
Naturalismo
jairanselmo
 
Vidas secas
Vidas secas Vidas secas
Vidas secas
milton junior
 
Surrealismo
SurrealismoSurrealismo
Surrealismo
Miguel Fonseca
 
Guimarães Rosa, características e obras.
Guimarães Rosa, características e obras.Guimarães Rosa, características e obras.
Guimarães Rosa, características e obras.
Odilon Voss
 
Vidas secas
Vidas secasVidas secas
Vidas secas
Edenilson Morais
 

Mais procurados (20)

João Guimarães Rosa
João Guimarães RosaJoão Guimarães Rosa
João Guimarães Rosa
 
Poesia 2ª fase modernista
Poesia 2ª fase modernistaPoesia 2ª fase modernista
Poesia 2ª fase modernista
 
O realismo e o naturalismo em portugal e no brasil
O realismo e o naturalismo em portugal e no brasilO realismo e o naturalismo em portugal e no brasil
O realismo e o naturalismo em portugal e no brasil
 
Rachel de Queiroz - O Quinze
Rachel de Queiroz - O QuinzeRachel de Queiroz - O Quinze
Rachel de Queiroz - O Quinze
 
Carlos drummond de andrade
Carlos drummond de andradeCarlos drummond de andrade
Carlos drummond de andrade
 
3ª geração do romantismo no brasil
3ª geração do romantismo no brasil3ª geração do romantismo no brasil
3ª geração do romantismo no brasil
 
Segunda fase do Modernismo no Brasil
Segunda fase do Modernismo no BrasilSegunda fase do Modernismo no Brasil
Segunda fase do Modernismo no Brasil
 
Literaturas Africanas de Língua Portuguesa
Literaturas Africanas de Língua PortuguesaLiteraturas Africanas de Língua Portuguesa
Literaturas Africanas de Língua Portuguesa
 
Geração de 1945
Geração de 1945Geração de 1945
Geração de 1945
 
Primeira fase do modernismo
Primeira fase do modernismoPrimeira fase do modernismo
Primeira fase do modernismo
 
Modernismo – 1ª fase – de 22 a 30
Modernismo – 1ª fase – de 22 a 30Modernismo – 1ª fase – de 22 a 30
Modernismo – 1ª fase – de 22 a 30
 
Segunda geração modernista
Segunda geração modernistaSegunda geração modernista
Segunda geração modernista
 
Fernando pessoa
Fernando pessoaFernando pessoa
Fernando pessoa
 
Manuel Bandeira
Manuel BandeiraManuel Bandeira
Manuel Bandeira
 
A Segunda Geração modernista brasileira: Poesia
A Segunda Geração modernista brasileira: PoesiaA Segunda Geração modernista brasileira: Poesia
A Segunda Geração modernista brasileira: Poesia
 
Naturalismo
NaturalismoNaturalismo
Naturalismo
 
Vidas secas
Vidas secas Vidas secas
Vidas secas
 
Surrealismo
SurrealismoSurrealismo
Surrealismo
 
Guimarães Rosa, características e obras.
Guimarães Rosa, características e obras.Guimarães Rosa, características e obras.
Guimarães Rosa, características e obras.
 
Vidas secas
Vidas secasVidas secas
Vidas secas
 

Destaque

Apresentação slide share cecília meirelles
Apresentação slide share  cecília meirellesApresentação slide share  cecília meirelles
Apresentação slide share cecília meirelles
leniproinfo
 
SEMINÁRIO DE LITERATURA - CECÍLIA MEIRELES
SEMINÁRIO DE LITERATURA - CECÍLIA MEIRELESSEMINÁRIO DE LITERATURA - CECÍLIA MEIRELES
SEMINÁRIO DE LITERATURA - CECÍLIA MEIRELES
Marcelo Fernandes
 
Cecilia meireles
Cecilia meirelesCecilia meireles
Cecilia meireles
Sandra Cavalcanti
 
Cecília Meireles
Cecília MeirelesCecília Meireles
Cecília Meireles
josealvesferreira
 
Biografia de Cecília meireles
Biografia de Cecília meirelesBiografia de Cecília meireles
Biografia de Cecília meireles
Adilson P Motta Motta
 
Trabalho de lingua portuguesa de Carine HolandaN:13
Trabalho de lingua portuguesa de Carine HolandaN:13Trabalho de lingua portuguesa de Carine HolandaN:13
Trabalho de lingua portuguesa de Carine HolandaN:13
Carine Holanda
 
Votar (texto de Raquel de Queiroz).
Votar (texto de Raquel de Queiroz).Votar (texto de Raquel de Queiroz).
Votar (texto de Raquel de Queiroz).
Manoel Marcondes Neto
 
Rachel de queiroz
Rachel de queirozRachel de queiroz
Rachel de queiroz
Josiele Walter
 
Cuidado pele
Cuidado peleCuidado pele
Cuidado pele
Vitor Matias
 
Como fazer projetos pioneiros
Como fazer projetos pioneirosComo fazer projetos pioneiros
Como fazer projetos pioneiros
Ismael Strada
 
Raquel de Queiroz
Raquel de Queiroz Raquel de Queiroz
Raquel de Queiroz
Larissa Silva
 
Sessões de cuidados com a pele
Sessões de cuidados com a peleSessões de cuidados com a pele
Sessões de cuidados com a pele
Nadja Noronha
 
Raquel de queiroz
Raquel de queirozRaquel de queiroz
Raquel de queiroz
Larissa Silva
 
Rachel de Queiroz
Rachel de QueirozRachel de Queiroz
Rachel de Queiroz
Sabrinnasz
 
Rachel de queiroz
Rachel de queirozRachel de queiroz
Rachel de queiroz
Laíza Krul Kuryluk
 
Bibliografia Rachel de Queiroz (SLIDE)
Bibliografia Rachel de Queiroz (SLIDE)Bibliografia Rachel de Queiroz (SLIDE)
Bibliografia Rachel de Queiroz (SLIDE)
Universidade Federal de Roraima
 
SEMINÁRIO DE LITERATURA - RAQUEL DE QUEIROZ
SEMINÁRIO DE LITERATURA - RAQUEL DE QUEIROZSEMINÁRIO DE LITERATURA - RAQUEL DE QUEIROZ
SEMINÁRIO DE LITERATURA - RAQUEL DE QUEIROZ
Marcelo Fernandes
 
Frei Luís de Sousa
Frei Luís de Sousa  Frei Luís de Sousa
Frei Luís de Sousa
CatarinaNeivas
 
2ª Fase do Modernismo (Poesia)
2ª Fase do Modernismo (Poesia)2ª Fase do Modernismo (Poesia)
2ª Fase do Modernismo (Poesia)
rkhelena
 
Frei luís de sousa
Frei luís de sousaFrei luís de sousa
Frei luís de sousa
Margarida Tomaz
 

Destaque (20)

Apresentação slide share cecília meirelles
Apresentação slide share  cecília meirellesApresentação slide share  cecília meirelles
Apresentação slide share cecília meirelles
 
SEMINÁRIO DE LITERATURA - CECÍLIA MEIRELES
SEMINÁRIO DE LITERATURA - CECÍLIA MEIRELESSEMINÁRIO DE LITERATURA - CECÍLIA MEIRELES
SEMINÁRIO DE LITERATURA - CECÍLIA MEIRELES
 
Cecilia meireles
Cecilia meirelesCecilia meireles
Cecilia meireles
 
Cecília Meireles
Cecília MeirelesCecília Meireles
Cecília Meireles
 
Biografia de Cecília meireles
Biografia de Cecília meirelesBiografia de Cecília meireles
Biografia de Cecília meireles
 
Trabalho de lingua portuguesa de Carine HolandaN:13
Trabalho de lingua portuguesa de Carine HolandaN:13Trabalho de lingua portuguesa de Carine HolandaN:13
Trabalho de lingua portuguesa de Carine HolandaN:13
 
Votar (texto de Raquel de Queiroz).
Votar (texto de Raquel de Queiroz).Votar (texto de Raquel de Queiroz).
Votar (texto de Raquel de Queiroz).
 
Rachel de queiroz
Rachel de queirozRachel de queiroz
Rachel de queiroz
 
Cuidado pele
Cuidado peleCuidado pele
Cuidado pele
 
Como fazer projetos pioneiros
Como fazer projetos pioneirosComo fazer projetos pioneiros
Como fazer projetos pioneiros
 
Raquel de Queiroz
Raquel de Queiroz Raquel de Queiroz
Raquel de Queiroz
 
Sessões de cuidados com a pele
Sessões de cuidados com a peleSessões de cuidados com a pele
Sessões de cuidados com a pele
 
Raquel de queiroz
Raquel de queirozRaquel de queiroz
Raquel de queiroz
 
Rachel de Queiroz
Rachel de QueirozRachel de Queiroz
Rachel de Queiroz
 
Rachel de queiroz
Rachel de queirozRachel de queiroz
Rachel de queiroz
 
Bibliografia Rachel de Queiroz (SLIDE)
Bibliografia Rachel de Queiroz (SLIDE)Bibliografia Rachel de Queiroz (SLIDE)
Bibliografia Rachel de Queiroz (SLIDE)
 
SEMINÁRIO DE LITERATURA - RAQUEL DE QUEIROZ
SEMINÁRIO DE LITERATURA - RAQUEL DE QUEIROZSEMINÁRIO DE LITERATURA - RAQUEL DE QUEIROZ
SEMINÁRIO DE LITERATURA - RAQUEL DE QUEIROZ
 
Frei Luís de Sousa
Frei Luís de Sousa  Frei Luís de Sousa
Frei Luís de Sousa
 
2ª Fase do Modernismo (Poesia)
2ª Fase do Modernismo (Poesia)2ª Fase do Modernismo (Poesia)
2ª Fase do Modernismo (Poesia)
 
Frei luís de sousa
Frei luís de sousaFrei luís de sousa
Frei luís de sousa
 

Semelhante a Romanceiro da Inconfidência

Analise sobre o poema ''Poética'' de Manuel Bandeira
Analise sobre o poema ''Poética'' de Manuel BandeiraAnalise sobre o poema ''Poética'' de Manuel Bandeira
Analise sobre o poema ''Poética'' de Manuel Bandeira
Mayara Maia
 
Artigo martha
Artigo  marthaArtigo  martha
Artigo martha
Mayara Maia
 
João Cabral de Melo Neto
João Cabral de Melo NetoJoão Cabral de Melo Neto
João Cabral de Melo Neto
Ana Paula Ribeiro de Oliveira
 
Trabalho de portugues
Trabalho de portuguesTrabalho de portugues
Trabalho de portugues
vhartmannl7
 
Trabalho de Portugues
Trabalho de PortuguesTrabalho de Portugues
Trabalho de Portugues
vhartmannl7
 
A rosa do_povo
A rosa do_povoA rosa do_povo
A rosa do_povo
Cláudio Márcio Cunha
 
Vilmario,Douglas,Messias,Leones,Leanne e Ismael
Vilmario,Douglas,Messias,Leones,Leanne e IsmaelVilmario,Douglas,Messias,Leones,Leanne e Ismael
Vilmario,Douglas,Messias,Leones,Leanne e Ismael
padrecoriolano
 
Apresentação dos livros
Apresentação dos livrosApresentação dos livros
Apresentação dos livros
Mariááh Almeida Jsm
 
Cecília meireles ensino medio jose amavel
Cecília meireles ensino medio jose amavelCecília meireles ensino medio jose amavel
Cecília meireles ensino medio jose amavel
Priscila Sousa
 
Presentación en Power Point - TP3
Presentación en Power Point - TP3Presentación en Power Point - TP3
Presentación en Power Point - TP3
Mike Outgoing
 
PROJETO: SARAU LITERÁRIO
PROJETO: SARAU LITERÁRIOPROJETO: SARAU LITERÁRIO
PROJETO: SARAU LITERÁRIO
Escola Estadual Antônio Valadares
 
Antologia poética
Antologia poéticaAntologia poética
Antologia poética
Wallace Truyts
 
Sophia De Mello Breyner Andresen Biografia
Sophia De Mello Breyner Andresen BiografiaSophia De Mello Breyner Andresen Biografia
Sophia De Mello Breyner Andresen Biografia
GyuLshen Topalova
 
Machado de assis
Machado de assisMachado de assis
Machado de assis
Jorgelgl
 
Slide cafeliterario viniciusdemorais
Slide cafeliterario viniciusdemoraisSlide cafeliterario viniciusdemorais
Slide cafeliterario viniciusdemorais
muniketaynara20
 
Literatura
LiteraturaLiteratura
MauríCio Francelino De Jesus Mario De Quintana
MauríCio Francelino De Jesus   Mario De QuintanaMauríCio Francelino De Jesus   Mario De Quintana
MauríCio Francelino De Jesus Mario De Quintana
EE deputado Gregório Bezerra
 
Slides sobre o romantismo poesia
Slides sobre o romantismo poesiaSlides sobre o romantismo poesia
Slides sobre o romantismo poesia
Antonio Marcos
 
GONÇALVES DIAS - ROMANTISMO (Vida, obra e características)
GONÇALVES DIAS - ROMANTISMO (Vida, obra e características)GONÇALVES DIAS - ROMANTISMO (Vida, obra e características)
GONÇALVES DIAS - ROMANTISMO (Vida, obra e características)
Danillo Rodrigues
 
Jorge de lima
Jorge de limaJorge de lima
Jorge de lima
Douglas Silva
 

Semelhante a Romanceiro da Inconfidência (20)

Analise sobre o poema ''Poética'' de Manuel Bandeira
Analise sobre o poema ''Poética'' de Manuel BandeiraAnalise sobre o poema ''Poética'' de Manuel Bandeira
Analise sobre o poema ''Poética'' de Manuel Bandeira
 
Artigo martha
Artigo  marthaArtigo  martha
Artigo martha
 
João Cabral de Melo Neto
João Cabral de Melo NetoJoão Cabral de Melo Neto
João Cabral de Melo Neto
 
Trabalho de portugues
Trabalho de portuguesTrabalho de portugues
Trabalho de portugues
 
Trabalho de Portugues
Trabalho de PortuguesTrabalho de Portugues
Trabalho de Portugues
 
A rosa do_povo
A rosa do_povoA rosa do_povo
A rosa do_povo
 
Vilmario,Douglas,Messias,Leones,Leanne e Ismael
Vilmario,Douglas,Messias,Leones,Leanne e IsmaelVilmario,Douglas,Messias,Leones,Leanne e Ismael
Vilmario,Douglas,Messias,Leones,Leanne e Ismael
 
Apresentação dos livros
Apresentação dos livrosApresentação dos livros
Apresentação dos livros
 
Cecília meireles ensino medio jose amavel
Cecília meireles ensino medio jose amavelCecília meireles ensino medio jose amavel
Cecília meireles ensino medio jose amavel
 
Presentación en Power Point - TP3
Presentación en Power Point - TP3Presentación en Power Point - TP3
Presentación en Power Point - TP3
 
PROJETO: SARAU LITERÁRIO
PROJETO: SARAU LITERÁRIOPROJETO: SARAU LITERÁRIO
PROJETO: SARAU LITERÁRIO
 
Antologia poética
Antologia poéticaAntologia poética
Antologia poética
 
Sophia De Mello Breyner Andresen Biografia
Sophia De Mello Breyner Andresen BiografiaSophia De Mello Breyner Andresen Biografia
Sophia De Mello Breyner Andresen Biografia
 
Machado de assis
Machado de assisMachado de assis
Machado de assis
 
Slide cafeliterario viniciusdemorais
Slide cafeliterario viniciusdemoraisSlide cafeliterario viniciusdemorais
Slide cafeliterario viniciusdemorais
 
Literatura
LiteraturaLiteratura
Literatura
 
MauríCio Francelino De Jesus Mario De Quintana
MauríCio Francelino De Jesus   Mario De QuintanaMauríCio Francelino De Jesus   Mario De Quintana
MauríCio Francelino De Jesus Mario De Quintana
 
Slides sobre o romantismo poesia
Slides sobre o romantismo poesiaSlides sobre o romantismo poesia
Slides sobre o romantismo poesia
 
GONÇALVES DIAS - ROMANTISMO (Vida, obra e características)
GONÇALVES DIAS - ROMANTISMO (Vida, obra e características)GONÇALVES DIAS - ROMANTISMO (Vida, obra e características)
GONÇALVES DIAS - ROMANTISMO (Vida, obra e características)
 
Jorge de lima
Jorge de limaJorge de lima
Jorge de lima
 

Mais de maariane27

Volver  Pedro Almodóvar
Volver  Pedro AlmodóvarVolver  Pedro Almodóvar
Volver  Pedro Almodóvar
maariane27
 
Fibras têxteis
Fibras têxteis Fibras têxteis
Fibras têxteis
maariane27
 
Folder Manuel Bandeira
Folder Manuel BandeiraFolder Manuel Bandeira
Folder Manuel Bandeira
maariane27
 
Manuel Bandeira
Manuel BandeiraManuel Bandeira
Manuel Bandeira
maariane27
 
Ap bandeira
Ap bandeiraAp bandeira
Ap bandeira
maariane27
 
Novelas Caballeria
Novelas CaballeriaNovelas Caballeria
Novelas Caballeria
maariane27
 
Formas de produção de energia
Formas de produção de energiaFormas de produção de energia
Formas de produção de energia
maariane27
 
Ameaça terrorista
Ameaça terrorista Ameaça terrorista
Ameaça terrorista
maariane27
 
Ameaça terrorista
Ameaça terroristaAmeaça terrorista
Ameaça terrorista
maariane27
 
Nanotecnologia
NanotecnologiaNanotecnologia
Nanotecnologia
maariane27
 
Viagens na minha terra
Viagens na minha terra Viagens na minha terra
Viagens na minha terra
maariane27
 
Viagens na minha terra (Garrett)
Viagens na minha terra (Garrett)Viagens na minha terra (Garrett)
Viagens na minha terra (Garrett)
maariane27
 
Artrópodes
Artrópodes Artrópodes
Artrópodes
maariane27
 
Isótopos e suas aplicações
Isótopos e suas aplicaçõesIsótopos e suas aplicações
Isótopos e suas aplicações
maariane27
 
Células tronco (2012)
Células tronco (2012)Células tronco (2012)
Células tronco (2012)
maariane27
 
História da Comédia Grega
História da Comédia GregaHistória da Comédia Grega
História da Comédia Grega
maariane27
 
Barroco
Barroco Barroco
Barroco
maariane27
 
Síndrome de turner X0
Síndrome de turner X0Síndrome de turner X0
Síndrome de turner X0
maariane27
 
Expressionismo e o Contexto Social Alemão
Expressionismo e o Contexto Social AlemãoExpressionismo e o Contexto Social Alemão
Expressionismo e o Contexto Social Alemão
maariane27
 
Sindrome de turner
Sindrome de turnerSindrome de turner
Sindrome de turner
maariane27
 

Mais de maariane27 (20)

Volver  Pedro Almodóvar
Volver  Pedro AlmodóvarVolver  Pedro Almodóvar
Volver  Pedro Almodóvar
 
Fibras têxteis
Fibras têxteis Fibras têxteis
Fibras têxteis
 
Folder Manuel Bandeira
Folder Manuel BandeiraFolder Manuel Bandeira
Folder Manuel Bandeira
 
Manuel Bandeira
Manuel BandeiraManuel Bandeira
Manuel Bandeira
 
Ap bandeira
Ap bandeiraAp bandeira
Ap bandeira
 
Novelas Caballeria
Novelas CaballeriaNovelas Caballeria
Novelas Caballeria
 
Formas de produção de energia
Formas de produção de energiaFormas de produção de energia
Formas de produção de energia
 
Ameaça terrorista
Ameaça terrorista Ameaça terrorista
Ameaça terrorista
 
Ameaça terrorista
Ameaça terroristaAmeaça terrorista
Ameaça terrorista
 
Nanotecnologia
NanotecnologiaNanotecnologia
Nanotecnologia
 
Viagens na minha terra
Viagens na minha terra Viagens na minha terra
Viagens na minha terra
 
Viagens na minha terra (Garrett)
Viagens na minha terra (Garrett)Viagens na minha terra (Garrett)
Viagens na minha terra (Garrett)
 
Artrópodes
Artrópodes Artrópodes
Artrópodes
 
Isótopos e suas aplicações
Isótopos e suas aplicaçõesIsótopos e suas aplicações
Isótopos e suas aplicações
 
Células tronco (2012)
Células tronco (2012)Células tronco (2012)
Células tronco (2012)
 
História da Comédia Grega
História da Comédia GregaHistória da Comédia Grega
História da Comédia Grega
 
Barroco
Barroco Barroco
Barroco
 
Síndrome de turner X0
Síndrome de turner X0Síndrome de turner X0
Síndrome de turner X0
 
Expressionismo e o Contexto Social Alemão
Expressionismo e o Contexto Social AlemãoExpressionismo e o Contexto Social Alemão
Expressionismo e o Contexto Social Alemão
 
Sindrome de turner
Sindrome de turnerSindrome de turner
Sindrome de turner
 

Último

O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
DouglasMoraes54
 
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologiaPedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Nertan Dias
 
2009_Apresentação-ufscar- TCC - AILTON.ppt
2009_Apresentação-ufscar- TCC - AILTON.ppt2009_Apresentação-ufscar- TCC - AILTON.ppt
2009_Apresentação-ufscar- TCC - AILTON.ppt
Ailton Barcelos
 
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdfMAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
GracinhaSantos6
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
CarlosJean21
 
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
AdrianoMontagna1
 
SLIDE LIÇÃO 10 - DESENVOLVENDO UMA CONSCIÊNCIA DE SANTIDADE - TEXTO ÁUREO...
SLIDE LIÇÃO 10 - DESENVOLVENDO UMA CONSCIÊNCIA DE SANTIDADE - TEXTO ÁUREO...SLIDE LIÇÃO 10 - DESENVOLVENDO UMA CONSCIÊNCIA DE SANTIDADE - TEXTO ÁUREO...
SLIDE LIÇÃO 10 - DESENVOLVENDO UMA CONSCIÊNCIA DE SANTIDADE - TEXTO ÁUREO...
y6zh7bvphf
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
geiseortiz1
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
beatrizsilva525654
 
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇOPALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
ARIADNEMARTINSDACRUZ
 
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdfCD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
Manuais Formação
 
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
FICHA DE APOIO DE ESCOLA SECUNDÁRIA 2024
FICHA DE APOIO DE ESCOLA SECUNDÁRIA 2024FICHA DE APOIO DE ESCOLA SECUNDÁRIA 2024
FICHA DE APOIO DE ESCOLA SECUNDÁRIA 2024
FredFringeFringeDola
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
Manuais Formação
 
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptxDEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
ConservoConstrues
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Mauricio Alexandre Silva
 
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
TiagoLouro8
 
LITERATURA INDÍGENA BRASILEIRA: elementos constitutivos.ppt
LITERATURA INDÍGENA BRASILEIRA: elementos constitutivos.pptLITERATURA INDÍGENA BRASILEIRA: elementos constitutivos.ppt
LITERATURA INDÍGENA BRASILEIRA: elementos constitutivos.ppt
EdimaresSilvestre
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
fran0410
 

Último (20)

O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
 
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologiaPedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
 
2009_Apresentação-ufscar- TCC - AILTON.ppt
2009_Apresentação-ufscar- TCC - AILTON.ppt2009_Apresentação-ufscar- TCC - AILTON.ppt
2009_Apresentação-ufscar- TCC - AILTON.ppt
 
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdfMAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
 
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
 
SLIDE LIÇÃO 10 - DESENVOLVENDO UMA CONSCIÊNCIA DE SANTIDADE - TEXTO ÁUREO...
SLIDE LIÇÃO 10 - DESENVOLVENDO UMA CONSCIÊNCIA DE SANTIDADE - TEXTO ÁUREO...SLIDE LIÇÃO 10 - DESENVOLVENDO UMA CONSCIÊNCIA DE SANTIDADE - TEXTO ÁUREO...
SLIDE LIÇÃO 10 - DESENVOLVENDO UMA CONSCIÊNCIA DE SANTIDADE - TEXTO ÁUREO...
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
 
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇOPALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
 
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdfCD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
 
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
 
FICHA DE APOIO DE ESCOLA SECUNDÁRIA 2024
FICHA DE APOIO DE ESCOLA SECUNDÁRIA 2024FICHA DE APOIO DE ESCOLA SECUNDÁRIA 2024
FICHA DE APOIO DE ESCOLA SECUNDÁRIA 2024
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
 
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptxDEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
 
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
 
LITERATURA INDÍGENA BRASILEIRA: elementos constitutivos.ppt
LITERATURA INDÍGENA BRASILEIRA: elementos constitutivos.pptLITERATURA INDÍGENA BRASILEIRA: elementos constitutivos.ppt
LITERATURA INDÍGENA BRASILEIRA: elementos constitutivos.ppt
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
 

Romanceiro da Inconfidência

  • 1.
  • 2.
  • 3. Nesse trabalho falaremos sobre Cecília Meireles, sua vida e obra. Em especial sobre o “Romanceiro da Inconfidência” (1953) sua estrutura e gênero.
  • 4.  Cecília Benevides de Carvalho Meirelles, nasceu em 7 de novembro de 1901, no Rio de Janeiro. Seus pais, Carlos Alberto de Meirelles e Mathilde Benevides;  Orfã de pai e mãe, aos três anos, passa a ser criada pela avó materna, Jacinta Garcia Benevides;  Publicou seu primeiro livro de poemas, intitulado Espectros, em 1919;  casou-se, em 1922, com o pintor português Fernando Correia Dias, com quem tem três filhas: Maria Elvira, Maria Mathilde e Maria Fernanda;  De 1930 a 1931, manteve no "Diário de Notícias" uma página diária sobre problemas de educação.  Seu primeiro marido suicidou-se em 1935. Neste mesmo ano e até 1938, passou a lecionar literatura luso-brasileira e técnica e crítica literária, na Universidade do Distrito Federal (hoje UFRJ);  Em 1940, casou-se com o professor e engenheiro agrônomo Heitor Vinícius
  • 5.  O Prêmio de Poesia Olavo Bilac, que recebeu da Academia Brasileira de Letras, pelo seu livro "Viagem", em 1939, foi o primeiro reconhecimento da alta qualidade de sua obra poética;  Aposentou-se em 1951 como diretora de escola, porém continuou a trabalhar, como produtora e redatora de programas culturais, na Rádio Ministério da Educação, no Rio de Janeiro (RJ). Viajou por diversos países do mundo, ministrando conferências sobre poesia e literatura brasileira. Recebeu diversas honrarias, como a Ordem de Mérito do Chile, e o título de Doutora Honoris Causa da Universidade de Nova Delhi, na Índia.  Recebeu o Prêmio de Tradução/Teatro, concedido pela Associação Paulista de Críticos de Arte, em 1962 e, no ano seguinte, ganhou o Prêmio Jabuti de Tradução de Obra Literária, pelo livro "Poemas de Israel", concedido pela Câmara Brasileira do Livro. No ano de sua morte, recebeu ainda o Jabuti de poesia pelo livro "Solombra", e, postumamente, em 1965, o Prêmio Machado de Assis, da Academia Brasileira de Letras, pelo conjunto de sua obra  Faleceu em 9 de novembro de 1964, no Rio de Janeiro.
  • 6. Poesia: •Espectros (1919); •Nunca mais...e Poemas dos poemas (1923); •Baladas para El-Rei (1925); •Viagem (1939); •Vaga música (1942); •Mar absoluto (1945); •Retrato natural (1949); •Doze noturnos de Holanda e O aeronauta (1952); •Romanceiro da Inconfidência (1953); •Solombra (1963).  Prosa:  •Giroflê, Giroflá (1956); •Escolha o seu sonho (1964); •Olhinhos de gato (1980).
  • 7.  O gênero romanceiro é uma coleção de poesias ou canções populares.  De tradição ibérica, surgiu na Idade Média, e é uma narrativa com um tema central. Cada parte tem o nome de romance.  Um romanceiro é um conjunto de romances. A palavra romance, em sua origem medieval, significava poema narrativo de tons líricos.
  • 8. Há três estruturas que se alternam na obra:  Romances - a obra apresenta-se estruturada em 85 romances.  Cenários- situam os ambientes, marcando as mudanças de atmosfera e localizando os acontecimentos;  Falas - representam uma intervenção do poeta-narrador, tecendo comentários e levando o leitor à reflexão dos fatos referidos: Fala inicial, uma Fala à antiga Vila Rica, uma Fala aos pusilânimes, uma Fala à comarca do Rio das Mortes e pela Fala aos inconfidentes mortos.
  • 9. “ O Romanceiro foi construído tão sem normas preestabelecidas, tão à mercê de sua expressão natural que cada poema procurou a forma condizente com sua mensagem. Há metros curtos e longos; poemas rimados e sem rima (...)” - Cecília Meireles  Em sua composição, é utilizada a redondilha menor, verso de cinco sílabas poéticas (pentassílabo), a redondilha maior, verso de sete sílabas (heptassílabo), além de versos mais curtos, tercetos, quadras, sextilhas, e versos decassílabos; como ocorre na “Fala Inicial”:  “Não posso mover meus passos  por esse atroz labirinto  de esquecimento e cegueira  em que amores e ódios vão”
  • 10.  Quanto às rimas, a autora utiliza as chamadas imperfeitas (terminações de versos semelhantes), como se pode observar no Romance XIII:  Eis que chega ao Serro Frio,  à terra dos diamantes,  o Conde de Valadares,  fidalgo de nome e sangue,  José Luís de Meneses  de Castelo Branco e Abranches.  Ordens traz do grão Ministro  de perseguir João Fernandes.  (...)  A escritora faz uso, ainda, de rimas perfeitas (terminação em sons vocálicos e consonantais idênticos), tal como no Romance VI:  Já se preparam as festas  para os famosos noivados  que entre Portugal e Espanha  breve serão celebrados.  Ai, quantas cartas e acordos  redigidos e assinados!  (...) 
  • 11.  Cecília Meireles mescla, em sua obra, os gêneros lírico, épico e dramático.
  • 12.  A obra pertence ao Modernismo. Porque na sua composição a autora não se prende a regras, e por apresentar uma grande característica desse movimento: o Nacionalismo.  “O Modernismo foi um movimento cultural que repercutiu fortemente sobre a cena artística e a sociedade brasileira na primeira metade do século XX. Considera-se a Semana de Arte Moderna, realizada em São Paulo, em 1922, como ponto de partida do modernismo no Brasil. Foi marcado, sobretudo, pela liberdade de estilo. Entre outras características estavam: experimentação,temas cotidianos, economia na linguagem, nacionalismo.
  • 13.  Romanceiro da Inconfidência foi uma importante obra poética na qual Cecília Meireles, reescreveu os episódios marcantes da Inconfidência Mineira;  A obra pertence ao Modernismo;  Suas formas (versos e rimas) não seguem normas;  Pertence aos gêneros lírico, épico e dramático.  Cecília Meireles foi uma importante poetisa, professora e jornalista brasileira;
  • 14.  http://www.escola24h.com.br/fichas/files/Romanceiro_da_Inconfid encia.pdf  http://www.sosestudante.com/resumos-r/romanceiro-da- inconfidencia-cecilia-meirelles.html  http://pt.scribd.com/doc/4489095/O-Romanceiro-da-Inconfidencia- Cecilia-Meirelles  http://www.mundovestibular.com.br/articles/352/3/ROMANCEIRO- DA-INCONFIDENCIA---Cecilia-Meireles-Resumo/Paacutegina3.html  http://educacao.uol.com.br/disciplinas/portugues/romanceiro-da- inconfidencia-o-lirismo-epico-de-cecilia-meireles.htm  http://guiadoestudante.abril.com.br/estudar/literatura/romanceiro- inconfidencia-analise-obra-cecilia-meireles-703818.shtml  http://educacao.uol.com.br/biografias/cecilia-meireles.jhtm  http://www.suapesquisa.com/biografias/cecilia_meireles.htm