SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 18
 O que são Células Tronco
 Embrionárias e Adultas
 Para que servem
 Clonagem Terapêutica
 Vantagens
 Desvantagens
 Polêmica e Estado Laico
 são células primitivas, produzidas durante o
desenvolvimento do organismo e que tem
capacidade de dar origem a outros tipos de
células;
 podem ser embrionárias ou adultas.
 só podem ser encontradas nos embriões e são
classificadas como totipotentes ou pluripotentes.
 Totipotentes: aquelas células que são capazes de
diferenciarem-se em todos os 216 tecidos que formam o
corpo humano, incluindo a placenta e anexos
embrionários. As células totipotentes são encontradas
nos embriões nas primeiras fases de divisão, isto é,
quando o embrião tem até 16 - 32 células, que
corresponde a 3 ou 4 dias de vida;
 Pluripotentes, aquelas células capazes de
diferenciar-se em quase todos os tecidos
humanos, excluindo a placenta e anexos
embrionários. São encontradas no embrião a
partir de 32 - 64 células, aproximadamente a
partir do 5º dia de vida, fase considerada de
blastocisto.
Células da Massa Celular Interna sendo
extraída do blastocisto para obtenção
das células-tronco embrionárias.
 As chamadas células-tronco adultas são retiradas do
organismo já formado, por exemplo, medula
óssea, fígado, sangue, cordão umbilical etc. Elas são
chamadas de células-tronco adultas por não terem
mais alta capacidade de diferenciação. As mais
comumente utilizadas são da medula óssea, tecido
formado de células sanguíneas. Sua retirada não
danifica o organismo de onde provêm. As células do
cordão umbilical são também exemplos.
Em países onde estudos com células
tronco são permitidos, elas estão sendo
utilizadas, em caráter experimental, no
tratamento de diversas doenças como câncer,
doenças do coração, doenças hepáticas,
Alzheimer, diabetes, doenças renais, entre
tantas outras.
 Os cientistas injetam num óvulo vazio o núcleo de
qualquer célula extraída do paciente.
 Ao rechear o óvulo, criam um embrião com material
genético idêntico ao da célula original, sem precisar de
espermatozoide para fecundá-lo.
 O ovo começa a se dividir até se tornar, no quinto dia
de desenvolvimento, um aglomerado de células.
 Os cientistas interrompem o crescimento do embrião
nesse ponto.
 Em seguida, induzem aquelas células a se transformar
num tipo específico de tecido. 
 Capacidade de proliferação prolongada;
 Autorrenovação de tecidos e órgãos;
 Tratamento de doenças;
 Existentes nos 216 tipos de tecidos que formam o corpo
humano.
Vantagens Células Tronco Embrionárias:
 são bem mais abundantes;
 conseguem se diferenciar em todas as 75 trilhões de células
Vantagens Células Tronco Adultas:
 Para utilização das células-tronco Adultas não é necessário
destruir nenhuma vida;
 A chance de rejeição ao auto-transplante é bem menor;
 As células-tronco Adultas apresentam menor risco de
provocar tumores.
 Altos custos;
 Podem ser atacadas pelo sistema imunológico dos receptores se
confundidas com invasores indesejados;
Desvantagens Células Tronco Embrionárias:
 As células tronco embrionárias apresentam grande risco de
provocar tumores.
 Para utilização das células-tronco embrionárias é necessário
destruir uma vida no primeiro estágio de desenvolvimento (o
embrião) para salvar um adulto doente;
 As células-tronco embrionárias causam grande rejeição no
organismo transplantado;
Desvantagens Células Tronco Adultas:
 As células-tronco Adultas são bem mais raras e sua qualidade é
inferior;
 Elas não atingem os 216 tipos de tecidos que formam o corpo
humano, só conseguem gerar um número limitado de tecidos
A grande polêmica que cerca esse assunto
está ligada ao uso de células-tronco embrionárias;
pois para a retirada dessas células, tem que haver
destruição do embrião e para muitos o embrião é
considerado uma vida que se encontra em formação.
 Também conhecido como Estado Secular, o Estado Laico é aquele
que mantém-se neutro e imparcial no que se refere aos temas
religiosos.
 O Brasil é um país com Estado laico, pois em nossa Constituição
há um artigo que garante liberdade de culto religioso. Há
também, em nosso país, a separação entre Estado e Igreja.
 Desta forma, no Estado laico, a princípio, todas as crenças são
respeitadas. Não há perseguição religiosa.
A questão das células tronco
embrionárias é tão polêmica por envolver uma
das maiores discussões da biologia: o conceito
da vida.
 http://www.brasilescola.com/biologia/celula-mae2.htm
 http://www.youtube.com/watch?v=CGTCV_WGFBg
 http://www.youtube.com/watch?
v=lQSEejmmcVw&feature=related
 http://www.youtube.com/watch?v=JOtkZzLiYMM
 http://www.suapesquisa.com/o_que_e/estado_laico.htm

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Biotecnologia clonagem e células tronco
Biotecnologia clonagem e células troncoBiotecnologia clonagem e células tronco
Biotecnologia clonagem e células troncoSilvana Sanches
 
Apresentacao celulas tronco
Apresentacao celulas troncoApresentacao celulas tronco
Apresentacao celulas troncoBeto Barros
 
Clonagem reprodutiva
Clonagem reprodutivaClonagem reprodutiva
Clonagem reprodutivatontinhasilva
 
Tecido hematopoietico e sanguineo
Tecido hematopoietico e sanguineoTecido hematopoietico e sanguineo
Tecido hematopoietico e sanguineowhybells
 
Gravidez e desenvolvimento embrionário
Gravidez e desenvolvimento embrionárioGravidez e desenvolvimento embrionário
Gravidez e desenvolvimento embrionárioIsabel Lopes
 
REPRODUÇÃO DOS SERES VIVOS .pptx
REPRODUÇÃO DOS SERES VIVOS .pptxREPRODUÇÃO DOS SERES VIVOS .pptx
REPRODUÇÃO DOS SERES VIVOS .pptxRonaldoAlves313237
 
Aula de histologia
Aula de histologiaAula de histologia
Aula de histologiaaulasdotubao
 
Embriologia - Super Super Med
Embriologia - Super Super MedEmbriologia - Super Super Med
Embriologia - Super Super Medemanuel
 
Introdução a genetica
Introdução a geneticaIntrodução a genetica
Introdução a geneticaUERGS
 
2º bim (1) divisão celular
2º bim (1)   divisão celular2º bim (1)   divisão celular
2º bim (1) divisão celularsanthdalcin
 

Mais procurados (20)

Celulas+tronco
Celulas+troncoCelulas+tronco
Celulas+tronco
 
Biotecnologia clonagem e células tronco
Biotecnologia clonagem e células troncoBiotecnologia clonagem e células tronco
Biotecnologia clonagem e células tronco
 
Apresentacao celulas tronco
Apresentacao celulas troncoApresentacao celulas tronco
Apresentacao celulas tronco
 
Clonagem reprodutiva
Clonagem reprodutivaClonagem reprodutiva
Clonagem reprodutiva
 
Aula celulas tronco
Aula celulas troncoAula celulas tronco
Aula celulas tronco
 
Aula de gametogenese
Aula de gametogeneseAula de gametogenese
Aula de gametogenese
 
Embriologia
EmbriologiaEmbriologia
Embriologia
 
Tecido hematopoietico e sanguineo
Tecido hematopoietico e sanguineoTecido hematopoietico e sanguineo
Tecido hematopoietico e sanguineo
 
Histologia Geral
Histologia GeralHistologia Geral
Histologia Geral
 
Gravidez e desenvolvimento embrionário
Gravidez e desenvolvimento embrionárioGravidez e desenvolvimento embrionário
Gravidez e desenvolvimento embrionário
 
Variabilidade
VariabilidadeVariabilidade
Variabilidade
 
Mitose
MitoseMitose
Mitose
 
REPRODUÇÃO DOS SERES VIVOS .pptx
REPRODUÇÃO DOS SERES VIVOS .pptxREPRODUÇÃO DOS SERES VIVOS .pptx
REPRODUÇÃO DOS SERES VIVOS .pptx
 
Tecido epitelial
Tecido epitelialTecido epitelial
Tecido epitelial
 
Clonagem
ClonagemClonagem
Clonagem
 
Aula de histologia
Aula de histologiaAula de histologia
Aula de histologia
 
Embriologia - Super Super Med
Embriologia - Super Super MedEmbriologia - Super Super Med
Embriologia - Super Super Med
 
Introdução a genetica
Introdução a geneticaIntrodução a genetica
Introdução a genetica
 
Clonagem - Bioética
 Clonagem - Bioética Clonagem - Bioética
Clonagem - Bioética
 
2º bim (1) divisão celular
2º bim (1)   divisão celular2º bim (1)   divisão celular
2º bim (1) divisão celular
 

Destaque

Sistema Neuro-hormonal
Sistema Neuro-hormonalSistema Neuro-hormonal
Sistema Neuro-hormonalCláudia Moura
 
Introdução de tecnicas de diagnostico molecular
Introdução de tecnicas de diagnostico molecular Introdução de tecnicas de diagnostico molecular
Introdução de tecnicas de diagnostico molecular Safia Naser
 
Sistema Neuro-hormonal
Sistema Neuro-hormonalSistema Neuro-hormonal
Sistema Neuro-hormonalcnaturais9
 
Acidente vascular cerebral
Acidente vascular cerebralAcidente vascular cerebral
Acidente vascular cerebralCarolina Yume
 
Técnicas básicas de biologia molecular
Técnicas básicas de biologia molecularTécnicas básicas de biologia molecular
Técnicas básicas de biologia molecularThuane Sales
 
Acidente Vascular Encefálico (AVE)
Acidente Vascular Encefálico (AVE)Acidente Vascular Encefálico (AVE)
Acidente Vascular Encefálico (AVE)Matheus Oliveira
 
TÉCNICAS DE BIOLOGÍA MOLECULAR
TÉCNICAS DE BIOLOGÍA MOLECULAR TÉCNICAS DE BIOLOGÍA MOLECULAR
TÉCNICAS DE BIOLOGÍA MOLECULAR victor franco
 
Tecnicas de biología molecular
Tecnicas de biología molecularTecnicas de biología molecular
Tecnicas de biología molecularBernardoOro
 

Destaque (13)

Técnicas Moleculares
Técnicas MolecularesTécnicas Moleculares
Técnicas Moleculares
 
Sistema Neuro-hormonal
Sistema Neuro-hormonalSistema Neuro-hormonal
Sistema Neuro-hormonal
 
Avc
AvcAvc
Avc
 
Introdução de tecnicas de diagnostico molecular
Introdução de tecnicas de diagnostico molecular Introdução de tecnicas de diagnostico molecular
Introdução de tecnicas de diagnostico molecular
 
Sistema Neuro-hormonal
Sistema Neuro-hormonalSistema Neuro-hormonal
Sistema Neuro-hormonal
 
Acidente vascular cerebral
Acidente vascular cerebralAcidente vascular cerebral
Acidente vascular cerebral
 
Técnicas básicas de biologia molecular
Técnicas básicas de biologia molecularTécnicas básicas de biologia molecular
Técnicas básicas de biologia molecular
 
Acidente Vascular Encefálico (AVE)
Acidente Vascular Encefálico (AVE)Acidente Vascular Encefálico (AVE)
Acidente Vascular Encefálico (AVE)
 
Apresentação acidente vascular cerebral
Apresentação acidente vascular cerebralApresentação acidente vascular cerebral
Apresentação acidente vascular cerebral
 
A Célula
A CélulaA Célula
A Célula
 
AVC
AVCAVC
AVC
 
TÉCNICAS DE BIOLOGÍA MOLECULAR
TÉCNICAS DE BIOLOGÍA MOLECULAR TÉCNICAS DE BIOLOGÍA MOLECULAR
TÉCNICAS DE BIOLOGÍA MOLECULAR
 
Tecnicas de biología molecular
Tecnicas de biología molecularTecnicas de biología molecular
Tecnicas de biología molecular
 

Semelhante a Células tronco (2012)

Semelhante a Células tronco (2012) (20)

Células Tronco
Células TroncoCélulas Tronco
Células Tronco
 
CélulasTronco
CélulasTroncoCélulasTronco
CélulasTronco
 
7ºb
7ºb7ºb
7ºb
 
Células-tronco (2ª webquest de Informática)
Células-tronco (2ª webquest de Informática)Células-tronco (2ª webquest de Informática)
Células-tronco (2ª webquest de Informática)
 
Naiane rodrigues 7b
Naiane rodrigues 7bNaiane rodrigues 7b
Naiane rodrigues 7b
 
Naiane rodrigues 7b
Naiane rodrigues 7bNaiane rodrigues 7b
Naiane rodrigues 7b
 
Paulinho 7 b
Paulinho 7 bPaulinho 7 b
Paulinho 7 b
 
Paulinho 7 b
Paulinho 7 bPaulinho 7 b
Paulinho 7 b
 
Paulinho 7 b
Paulinho 7 bPaulinho 7 b
Paulinho 7 b
 
Clonagem ciencias
Clonagem cienciasClonagem ciencias
Clonagem ciencias
 
Células troncos
Células troncos Células troncos
Células troncos
 
Congresso dermato - 21/09/2012
Congresso dermato - 21/09/2012Congresso dermato - 21/09/2012
Congresso dermato - 21/09/2012
 
Apresentação1
Apresentação1Apresentação1
Apresentação1
 
3S- Resumo celulas tronco
3S- Resumo celulas  tronco3S- Resumo celulas  tronco
3S- Resumo celulas tronco
 
7) resumo cels tronco
7) resumo cels tronco7) resumo cels tronco
7) resumo cels tronco
 
Paulinho
PaulinhoPaulinho
Paulinho
 
Paulinho
PaulinhoPaulinho
Paulinho
 
Celulas tronco
Celulas troncoCelulas tronco
Celulas tronco
 
64 células tronco e a doutrina espírita
64 células tronco e a doutrina espírita64 células tronco e a doutrina espírita
64 células tronco e a doutrina espírita
 
UCM-FCS-Enfermagem-Palestra de Gametogenese-Filipe Gustavo, Enf..pptx
UCM-FCS-Enfermagem-Palestra de Gametogenese-Filipe Gustavo, Enf..pptxUCM-FCS-Enfermagem-Palestra de Gametogenese-Filipe Gustavo, Enf..pptx
UCM-FCS-Enfermagem-Palestra de Gametogenese-Filipe Gustavo, Enf..pptx
 

Mais de maariane27

Volver  Pedro Almodóvar
Volver  Pedro AlmodóvarVolver  Pedro Almodóvar
Volver  Pedro Almodóvarmaariane27
 
Fibras têxteis
Fibras têxteis Fibras têxteis
Fibras têxteis maariane27
 
Folder Manuel Bandeira
Folder Manuel BandeiraFolder Manuel Bandeira
Folder Manuel Bandeiramaariane27
 
Manuel Bandeira
Manuel BandeiraManuel Bandeira
Manuel Bandeiramaariane27
 
Novelas Caballeria
Novelas CaballeriaNovelas Caballeria
Novelas Caballeriamaariane27
 
Formas de produção de energia
Formas de produção de energiaFormas de produção de energia
Formas de produção de energiamaariane27
 
Ameaça terrorista
Ameaça terrorista Ameaça terrorista
Ameaça terrorista maariane27
 
Ameaça terrorista
Ameaça terroristaAmeaça terrorista
Ameaça terroristamaariane27
 
Nanotecnologia
NanotecnologiaNanotecnologia
Nanotecnologiamaariane27
 
Viagens na minha terra
Viagens na minha terra Viagens na minha terra
Viagens na minha terra maariane27
 
Romanceiro da Inconfidência
Romanceiro da InconfidênciaRomanceiro da Inconfidência
Romanceiro da Inconfidênciamaariane27
 
Viagens na minha terra (Garrett)
Viagens na minha terra (Garrett)Viagens na minha terra (Garrett)
Viagens na minha terra (Garrett)maariane27
 
Isótopos e suas aplicações
Isótopos e suas aplicaçõesIsótopos e suas aplicações
Isótopos e suas aplicaçõesmaariane27
 
História da Comédia Grega
História da Comédia GregaHistória da Comédia Grega
História da Comédia Gregamaariane27
 
Síndrome de turner X0
Síndrome de turner X0Síndrome de turner X0
Síndrome de turner X0maariane27
 
Expressionismo e o Contexto Social Alemão
Expressionismo e o Contexto Social AlemãoExpressionismo e o Contexto Social Alemão
Expressionismo e o Contexto Social Alemãomaariane27
 
Sindrome de turner
Sindrome de turnerSindrome de turner
Sindrome de turnermaariane27
 

Mais de maariane27 (20)

Volver  Pedro Almodóvar
Volver  Pedro AlmodóvarVolver  Pedro Almodóvar
Volver  Pedro Almodóvar
 
Fibras têxteis
Fibras têxteis Fibras têxteis
Fibras têxteis
 
Folder Manuel Bandeira
Folder Manuel BandeiraFolder Manuel Bandeira
Folder Manuel Bandeira
 
Manuel Bandeira
Manuel BandeiraManuel Bandeira
Manuel Bandeira
 
Ap bandeira
Ap bandeiraAp bandeira
Ap bandeira
 
Novelas Caballeria
Novelas CaballeriaNovelas Caballeria
Novelas Caballeria
 
Formas de produção de energia
Formas de produção de energiaFormas de produção de energia
Formas de produção de energia
 
Ameaça terrorista
Ameaça terrorista Ameaça terrorista
Ameaça terrorista
 
Ameaça terrorista
Ameaça terroristaAmeaça terrorista
Ameaça terrorista
 
Nanotecnologia
NanotecnologiaNanotecnologia
Nanotecnologia
 
Viagens na minha terra
Viagens na minha terra Viagens na minha terra
Viagens na minha terra
 
Romanceiro da Inconfidência
Romanceiro da InconfidênciaRomanceiro da Inconfidência
Romanceiro da Inconfidência
 
Viagens na minha terra (Garrett)
Viagens na minha terra (Garrett)Viagens na minha terra (Garrett)
Viagens na minha terra (Garrett)
 
Artrópodes
Artrópodes Artrópodes
Artrópodes
 
Isótopos e suas aplicações
Isótopos e suas aplicaçõesIsótopos e suas aplicações
Isótopos e suas aplicações
 
História da Comédia Grega
História da Comédia GregaHistória da Comédia Grega
História da Comédia Grega
 
Barroco
Barroco Barroco
Barroco
 
Síndrome de turner X0
Síndrome de turner X0Síndrome de turner X0
Síndrome de turner X0
 
Expressionismo e o Contexto Social Alemão
Expressionismo e o Contexto Social AlemãoExpressionismo e o Contexto Social Alemão
Expressionismo e o Contexto Social Alemão
 
Sindrome de turner
Sindrome de turnerSindrome de turner
Sindrome de turner
 

Último

Sistema de Acompanhamento - Diário Online 2021.pdf
Sistema de Acompanhamento - Diário Online 2021.pdfSistema de Acompanhamento - Diário Online 2021.pdf
Sistema de Acompanhamento - Diário Online 2021.pdfAntonio Barros
 
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAbdLuxemBourg
 
Abuso Sexual da Criança e do adolescente
Abuso Sexual da Criança e do adolescenteAbuso Sexual da Criança e do adolescente
Abuso Sexual da Criança e do adolescenteIpdaWellington
 
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptxSlide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptxsfwsoficial
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdfaulasgege
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"Ilda Bicacro
 
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdfHistoria-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdfandreaLisboa7
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosFernanda Ledesma
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.HandersonFabio
 
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdfApostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdflbgsouza
 
Insegurança nunca mais tem afeta pessoas
Insegurança nunca mais tem afeta pessoasInsegurança nunca mais tem afeta pessoas
Insegurança nunca mais tem afeta pessoasdiegosouzalira10
 
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasLivro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasMonizeEvellin2
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxIlda Bicacro
 
APOSTILA- COMPLETA De FILOSOFIA-DA-EDUCAÇÃO.pdf
APOSTILA- COMPLETA  De FILOSOFIA-DA-EDUCAÇÃO.pdfAPOSTILA- COMPLETA  De FILOSOFIA-DA-EDUCAÇÃO.pdf
APOSTILA- COMPLETA De FILOSOFIA-DA-EDUCAÇÃO.pdflbgsouza
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...Manuais Formação
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Mary Alvarenga
 
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfo-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfCarolineNunes80
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"Ilda Bicacro
 

Último (20)

Sistema de Acompanhamento - Diário Online 2021.pdf
Sistema de Acompanhamento - Diário Online 2021.pdfSistema de Acompanhamento - Diário Online 2021.pdf
Sistema de Acompanhamento - Diário Online 2021.pdf
 
Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja
 
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
 
Abuso Sexual da Criança e do adolescente
Abuso Sexual da Criança e do adolescenteAbuso Sexual da Criança e do adolescente
Abuso Sexual da Criança e do adolescente
 
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptxSlide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
 
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdfHistoria-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativos
 
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
 
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdfApostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
 
Insegurança nunca mais tem afeta pessoas
Insegurança nunca mais tem afeta pessoasInsegurança nunca mais tem afeta pessoas
Insegurança nunca mais tem afeta pessoas
 
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasLivro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
 
APOSTILA- COMPLETA De FILOSOFIA-DA-EDUCAÇÃO.pdf
APOSTILA- COMPLETA  De FILOSOFIA-DA-EDUCAÇÃO.pdfAPOSTILA- COMPLETA  De FILOSOFIA-DA-EDUCAÇÃO.pdf
APOSTILA- COMPLETA De FILOSOFIA-DA-EDUCAÇÃO.pdf
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número
 
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfo-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
 

Células tronco (2012)

  • 1.
  • 2.  O que são Células Tronco  Embrionárias e Adultas  Para que servem  Clonagem Terapêutica  Vantagens  Desvantagens  Polêmica e Estado Laico
  • 3.  são células primitivas, produzidas durante o desenvolvimento do organismo e que tem capacidade de dar origem a outros tipos de células;  podem ser embrionárias ou adultas.
  • 4.  só podem ser encontradas nos embriões e são classificadas como totipotentes ou pluripotentes.  Totipotentes: aquelas células que são capazes de diferenciarem-se em todos os 216 tecidos que formam o corpo humano, incluindo a placenta e anexos embrionários. As células totipotentes são encontradas nos embriões nas primeiras fases de divisão, isto é, quando o embrião tem até 16 - 32 células, que corresponde a 3 ou 4 dias de vida;
  • 5.  Pluripotentes, aquelas células capazes de diferenciar-se em quase todos os tecidos humanos, excluindo a placenta e anexos embrionários. São encontradas no embrião a partir de 32 - 64 células, aproximadamente a partir do 5º dia de vida, fase considerada de blastocisto.
  • 6. Células da Massa Celular Interna sendo extraída do blastocisto para obtenção das células-tronco embrionárias.
  • 7.  As chamadas células-tronco adultas são retiradas do organismo já formado, por exemplo, medula óssea, fígado, sangue, cordão umbilical etc. Elas são chamadas de células-tronco adultas por não terem mais alta capacidade de diferenciação. As mais comumente utilizadas são da medula óssea, tecido formado de células sanguíneas. Sua retirada não danifica o organismo de onde provêm. As células do cordão umbilical são também exemplos.
  • 8.
  • 9.
  • 10. Em países onde estudos com células tronco são permitidos, elas estão sendo utilizadas, em caráter experimental, no tratamento de diversas doenças como câncer, doenças do coração, doenças hepáticas, Alzheimer, diabetes, doenças renais, entre tantas outras.
  • 11.  Os cientistas injetam num óvulo vazio o núcleo de qualquer célula extraída do paciente.  Ao rechear o óvulo, criam um embrião com material genético idêntico ao da célula original, sem precisar de espermatozoide para fecundá-lo.  O ovo começa a se dividir até se tornar, no quinto dia de desenvolvimento, um aglomerado de células.  Os cientistas interrompem o crescimento do embrião nesse ponto.  Em seguida, induzem aquelas células a se transformar num tipo específico de tecido. 
  • 12.
  • 13.  Capacidade de proliferação prolongada;  Autorrenovação de tecidos e órgãos;  Tratamento de doenças;  Existentes nos 216 tipos de tecidos que formam o corpo humano. Vantagens Células Tronco Embrionárias:  são bem mais abundantes;  conseguem se diferenciar em todas as 75 trilhões de células Vantagens Células Tronco Adultas:  Para utilização das células-tronco Adultas não é necessário destruir nenhuma vida;  A chance de rejeição ao auto-transplante é bem menor;  As células-tronco Adultas apresentam menor risco de provocar tumores.
  • 14.  Altos custos;  Podem ser atacadas pelo sistema imunológico dos receptores se confundidas com invasores indesejados; Desvantagens Células Tronco Embrionárias:  As células tronco embrionárias apresentam grande risco de provocar tumores.  Para utilização das células-tronco embrionárias é necessário destruir uma vida no primeiro estágio de desenvolvimento (o embrião) para salvar um adulto doente;  As células-tronco embrionárias causam grande rejeição no organismo transplantado; Desvantagens Células Tronco Adultas:  As células-tronco Adultas são bem mais raras e sua qualidade é inferior;  Elas não atingem os 216 tipos de tecidos que formam o corpo humano, só conseguem gerar um número limitado de tecidos
  • 15. A grande polêmica que cerca esse assunto está ligada ao uso de células-tronco embrionárias; pois para a retirada dessas células, tem que haver destruição do embrião e para muitos o embrião é considerado uma vida que se encontra em formação.
  • 16.  Também conhecido como Estado Secular, o Estado Laico é aquele que mantém-se neutro e imparcial no que se refere aos temas religiosos.  O Brasil é um país com Estado laico, pois em nossa Constituição há um artigo que garante liberdade de culto religioso. Há também, em nosso país, a separação entre Estado e Igreja.  Desta forma, no Estado laico, a princípio, todas as crenças são respeitadas. Não há perseguição religiosa.
  • 17. A questão das células tronco embrionárias é tão polêmica por envolver uma das maiores discussões da biologia: o conceito da vida.
  • 18.  http://www.brasilescola.com/biologia/celula-mae2.htm  http://www.youtube.com/watch?v=CGTCV_WGFBg  http://www.youtube.com/watch? v=lQSEejmmcVw&feature=related  http://www.youtube.com/watch?v=JOtkZzLiYMM  http://www.suapesquisa.com/o_que_e/estado_laico.htm