SlideShare uma empresa Scribd logo
Profa: Karinne Mendes
Disciplina: Física
Ano: 2º
PROPAGAÇÃO DE CALOR
Processos de Propagação de
Calor
 Condução
 Convecção
 Irradiação
Obs: O calor se propaga, espontaneamente, de
um corpo com maior temperatura para um
corpo de menor temperatura.
Fluxo de Calor
Onde:
Q = quantidade de calor que atravessa uma
superfície.
∆t = tempo que o calor leva para se propagar na
superfície.
Unidade: cal/s ou kcal/s
Condução Térmica
 Processo pelo qual o calor é transmitido de uma
extremidade a outra através da agitação
molecular;
 Não há transmissão de matéria, mas somente
transmissão de energia;
 Para que ocorra a condução, é necessário um
meio material.
O calor se propaga da chama para a sua mão através da
condução
 Obs1: A rapidez com que um material se aquece,
determina se ele é um bom condutor térmico, ou
seja, quanto mais rápido um material se aquecer
melhor sua condutibilidade.
 Obs2: A função do isolante térmico é evitar a
transmissão de calor para o meio ambiente.
Lei da Condução Térmica
 Lei de Fourier
Onde:
A = área da superfície
e = espessura da superfície
K = coeficiente de condutibilidade térmica (depende
do material)
Obs3: O valor de K é elevado para os bons
condutores, como por exemplo, os metais e
baixo para os isolantes térmicos.
A condução de Calor no dia a
dia
 Os iglus (casa dos esquimós) são feitos de gelo,
pois o gelo é isolante térmico, mantendo o
ambiente interno mais quente que o externo.
 Sob as túnicas claras (que refletem boa parte do
calor do Sol), os beduínos no deserto usam
roupas de lã para evitar as perdas de calor,
mantendo a temperatura corporal constante.
 No inverno, os pássaros costumam eriçar suas
penas para acumular ar entre elas. Sendo
isolante térmico, o ar diminui as perdas de calor
para o ambiente.
Convecção Térmica
 Processo pelo qual o calor é transmitido de uma
região para outra, através do transporte de
matéria;
 Há transporte de energia e matéria;
 Só ocorre em líquidos e gases;
 A convecção ocorre devido à diferença de
densidade dos fluidos que surge em virtude do
seu aquecimento ou resfriamento.
Correntes de convecção num líquido em
aquecimento
Ao se aquecer o líquido, as porções mais quentes
das regiões inferiores tendo sua densidade
diminuída, sobe. As porções mais frias da região
superior, tendo maior densidade, descem.
A convecção no dia a dia
 O congelador de uma geladeira é colocado na
parte superior porque ao se resfriar, o ar frio se
torna denso e desce;
 O ar condicionado é instalado em uma região
superior pelo mesmo motivo;
 Brisas terrestres (à noite) e marinhas (durante o
dia) em regiões litorâneas;
 No inverno o ar poluído próximo ao solo está mais
frio que o ar puro das regiões mais elevadas.
Então deixa de ocorrer a convecção, porque o ar
frio está mais pesado e não sobe. Essa ocorrência
Irradiação Térmica
 Processo pelo qual há transporte de
energia;
 Não há transporte de matéria;
 Não necessita de meio material para que
ocorra;
 Pode ocorrer no vácuo;
 Ocorre através de ondas
eletromagnéticas: raios infravermelhos
(ondas de calor), luz, raios x, raios γ,
 Calor Luminoso: vem acompanhado de luz (Sol,
lâmpadas).
 Calor Obscuro: não é acompanhado de luz (fornos,
ferro de passar).
 Corpo atérmico: tem transmissividade nula (t = 0);
 Corpo negro: absorve toda energia radiante nele
incidente e não reflete (a = 1 e r = 0).
Ex: negro de fumo é o corpo real que mais se
aproxima do corpo negro – reflete apenas 1% da
energia incidente.
• Espelho ideal: quando tem absorvidade nula (a = 0)
e refletividade máxima (r = 1).
A Irradiação no dia a dia
 Raios infravermelhos que são utilizados na
medicina, secagem de tintas e vernizes,
aquecimento de ambientes, películas
fotográficas, mísseis, etc.
• Efeito estufa: o vapor d’água e o dióxido de
carbono presentes na atmosfera terrestre formam
uma camada transparente às ondas
eletromagnéticas que chegam do sol (e são
absorvidos pela terra, aquecendo-a), mas é
sensivelmente opaca à radiação infravermelha
emitida pela terra aquecida. Isto impede que a
 Estufas de plantas
Questão 1
(UFCAR-SP) Nas geladeiras o congelador encontra-se na
parte superior. Nos polos, as construções são feitas sob o
gelo. Os viajantes do deserto do Saara usam roupas de lã
durante o dia e à noite. Relativamente ao texto acima,
qual das afirmações abaixo não é correta?
A) O gelo é mau condutor de calor.
B) A lã evita o aquecimento do viajante do deserto
durante o dia e o resfriamento durante a noite.
C) A lã impede o fluxo de calor por condução e diminui as
correntes de convecção.
D) O gelo, sendo um corpo a 0ºC, não pode dificultar o
fluxo de calor.
E) O ar é um ótimo isolante para o calor transmitido por
Questão 2
(PUC-SP) Analise as afirmações referentes à condução
térmica:
I - Para que um pedaço de carne cozinhe mais
rapidamente, pode-se introduzir nele um espeto metálico.
Isso se justifica pelo fato de o metal ser um bom condutor
de calor.
II - Os agasalhos de lã dificultam a perda de energia (na
forma de calor) do corpo humano para o ambiente,
devido ao fato de o ar aprisionado entre suas fibras ser
um bom isolante térmico.
III - Devido à condução térmica, uma barra de metal
mantém-se a uma temperatura inferior à de uma barra de
madeira colocada no mesmo ambiente.
Podemos afirmar que:
Questão 3
(UFMG) No verão, Tia Maria dorme coberta
somente com um lençol de algodão, enquanto, no
inverno, ela se cobre com um cobertor de lã. No
inverno, a escolha do cobertor de lã justifica-se,
PRINCIPALMENTE, porque este:
A) é mais quente que o lençol de algodão.
B) é pior transmissor de calor que o lençol de
algodão.
C) se aquece mais rápido que o lençol de algodão.
D) tem mais calor acumulado que o lençol de
algodão. X
Questão 4
(UFJF) Há pessoas que preferem um copo de
cerveja com colarinho e outras sem o colarinho. O
colarinho é espuma que contém ar em seu interior.
Considere que a cerveja seja colocada num copo
com isolamento térmico. Do ponto de vista físico, a
função do colarinho pode ser:
A) apenas estética.
B) a de facilitar a troca de calor com o meio.
C) a de atuar como um condutor térmico.
D) a de atuar como um isolante térmico.
E) nenhuma.
Questão 5
(UFSM-RS) "Os habitantes dos cerritos, com o tempo,
foram aprendendo a plantar e a moldar potes de barro
cozido."
Os índios usavam panelas de barro. Modernamente
usamos panelas de metais, como alumínio e aço
inoxidável, com cabos de madeira ou baquelite. Os
metais são ________________ de energia na forma de
calor, pois possuem ___________ condutividade térmica.
O material do cabo possui ___________ condutividade
térmica.
Assinale a alternativa que preenche corretamente as
lacunas.
A) bons condutores - baixa –baixa B) maus condutores -
Questão 6
(PUC-MG) Uma garrafa térmica tem paredes prateadas
e duplas com vácuo no espaço intermediário. A
vantagem de se fabricarem garrafas térmicas assim é
porque as paredes prateadas:
A) absorvem o calor e o vácuo é um ótimo isolante
térmico.
B) são altamente refletoras e o vácuo, um ótimo
isolante térmico.
C) absorvem o calor e o vácuo é um excelente
condutor.
Questão 7
(CFT-CE) Na figura a seguir tem-se um dispositivo
que nos ajuda a entender as formas pelas quais o
calor se propaga.
Observa-se que, em um local livre de correntes de ar,
ao ligar a lâmpada - transformação de energia elétrica
em térmica -, a ventoinha acima da lâmpada começa a
girar. Isto deve-se, principalmente, devido à(às):
A) irradiação térmica próxima à lâmpada aquecida
B) convecção térmica do ar próximo à lâmpada
aquecida
C) condução térmica que predomina nos metais
D) força de atração gravitacional entre a ventoinha e a
lâmpada
E) forças de ação e de reação
Questão 8
(PUC-MG-2010) Ainda nos dias atuais, povos que vivem no deserto
usam roupas de lã branca como parte de seu vestuário para se
protegerem do intenso calor, já que a temperatura ambiente pode
chegar a 50 ºC durante o dia. Para nós, brasileiros, que utilizamos a
lã principalmente no inverno, a atitude dos povos do deserto pode
parecer estranha ou equivocada, contudo ela pode ser explicada
pelo fato de que:
A) a lã é um excelente isolante térmico, impedindo que o calor
externo chegue aos corpos das pessoas e a cor branca absorve toda
a luz evitando que ela aqueça ainda mais as pessoas.
B) a lã é naturalmente quente e, num ambiente a 50 ºC, ela contribui
para resfriar um pouco os corpos das pessoas.
C) a lã é um excelente isolante térmico, impedindo que o calor
externo chegue aos corpos das pessoas e a cor branca reflete toda a
luz, diminuindo assim o aquecimento da própria lã.
D) a lã é naturalmente quente, e o branco é uma ―cor fria. Esses
fatos combinados contribuem para o resfriamento dos corpos
Questão 9
(PUC-SP) Calor é uma forma de energia que se transfere de um
corpo para outro em virtude de uma diferença de temperatura
entre eles. Há três processos de propagação de calor: condução,
convecção e radiação. Em relação à transferência de calor,
afirma-se que:
I. Em dias frios, os pássaros costumam eriçar suas penas para
acumular ar entre elas. Nesse caso, o ar acumulado constitui-se
em um bom isolante térmico diminuindo as trocas de calor, por
condução, com o ambiente.
II. Correntes de convecção na atmosfera costumam ser
aproveitadas por aviões planadores e asas delta para ganharem
altura. Tais correntes são originadas por diferenças de
temperaturas entre duas regiões quaisquer da Terra.
III. As paredes internas das garrafas térmicas são espelhadas
com o objetivo de diminuir as trocas de calor por radiação.
Está correto o que se afirma em

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Escalas termométricas
Escalas termométricasEscalas termométricas
Escalas termométricas
O mundo da FÍSICA
 
Aula de Física - Calor e energia térmica (Ciências 9º Ano)
Aula de Física - Calor e energia térmica (Ciências 9º Ano)Aula de Física - Calor e energia térmica (Ciências 9º Ano)
Aula de Física - Calor e energia térmica (Ciências 9º Ano)
Ronaldo Santana
 
Ondas 9° ano cec
Ondas 9° ano cecOndas 9° ano cec
Ondas 9° ano cec
Sergio Madureira
 
Leis ponderais
Leis ponderaisLeis ponderais
Tranformações fisicas e quimicas
Tranformações fisicas e quimicasTranformações fisicas e quimicas
Tranformações fisicas e quimicas
Isadora Girio
 
Aula 3 - Transformação de energia
Aula 3 - Transformação de energiaAula 3 - Transformação de energia
Aula 3 - Transformação de energia
João Paulo Luna
 
Fontes de Energia [8 ano]
Fontes de Energia [8 ano] Fontes de Energia [8 ano]
Fontes de Energia [8 ano]
Vivian Reis
 
Ondas
OndasOndas
8ano - Aula 12 - circuito elétrico.pptx
8ano -  Aula 12 -  circuito elétrico.pptx8ano -  Aula 12 -  circuito elétrico.pptx
8ano - Aula 12 - circuito elétrico.pptx
maria leir leir
 
Transformações químicas
Transformações químicasTransformações químicas
Transformações químicas
Dulcilene Figueiredo
 
Maquinas simples-cris
Maquinas simples-crisMaquinas simples-cris
Maquinas simples-cris
cristbarb
 
Propriedades da Matéria - Química
Propriedades da Matéria - QuímicaPropriedades da Matéria - Química
Propriedades da Matéria - Química
Governo do Estado do Rio Grande do Sul
 
Eletricidade
EletricidadeEletricidade
Eletricidade
Wellington Sampaio
 
TERMOLOGIA
TERMOLOGIATERMOLOGIA
Aula 1 velocidade média
Aula 1  velocidade médiaAula 1  velocidade média
Aula 1 velocidade média
Montenegro Física
 
Modelos atômicos ( 9 ano)
Modelos atômicos ( 9 ano)Modelos atômicos ( 9 ano)
Modelos atômicos ( 9 ano)
Karol Maia
 
Misturas homogêneas e Heterogeneas
Misturas homogêneas e HeterogeneasMisturas homogêneas e Heterogeneas
Misturas homogêneas e Heterogeneas
URCA
 
Ligações Químicas
Ligações QuímicasLigações Químicas
Ligações Químicas
Kátia Elias
 
Slides eletrostatica
Slides eletrostaticaSlides eletrostatica
Slides eletrostatica
Warlle1992
 
Níveis de organização - 2014 - 1º ano
Níveis de organização - 2014 - 1º anoNíveis de organização - 2014 - 1º ano
Níveis de organização - 2014 - 1º ano
Marcia Bantim
 

Mais procurados (20)

Escalas termométricas
Escalas termométricasEscalas termométricas
Escalas termométricas
 
Aula de Física - Calor e energia térmica (Ciências 9º Ano)
Aula de Física - Calor e energia térmica (Ciências 9º Ano)Aula de Física - Calor e energia térmica (Ciências 9º Ano)
Aula de Física - Calor e energia térmica (Ciências 9º Ano)
 
Ondas 9° ano cec
Ondas 9° ano cecOndas 9° ano cec
Ondas 9° ano cec
 
Leis ponderais
Leis ponderaisLeis ponderais
Leis ponderais
 
Tranformações fisicas e quimicas
Tranformações fisicas e quimicasTranformações fisicas e quimicas
Tranformações fisicas e quimicas
 
Aula 3 - Transformação de energia
Aula 3 - Transformação de energiaAula 3 - Transformação de energia
Aula 3 - Transformação de energia
 
Fontes de Energia [8 ano]
Fontes de Energia [8 ano] Fontes de Energia [8 ano]
Fontes de Energia [8 ano]
 
Ondas
OndasOndas
Ondas
 
8ano - Aula 12 - circuito elétrico.pptx
8ano -  Aula 12 -  circuito elétrico.pptx8ano -  Aula 12 -  circuito elétrico.pptx
8ano - Aula 12 - circuito elétrico.pptx
 
Transformações químicas
Transformações químicasTransformações químicas
Transformações químicas
 
Maquinas simples-cris
Maquinas simples-crisMaquinas simples-cris
Maquinas simples-cris
 
Propriedades da Matéria - Química
Propriedades da Matéria - QuímicaPropriedades da Matéria - Química
Propriedades da Matéria - Química
 
Eletricidade
EletricidadeEletricidade
Eletricidade
 
TERMOLOGIA
TERMOLOGIATERMOLOGIA
TERMOLOGIA
 
Aula 1 velocidade média
Aula 1  velocidade médiaAula 1  velocidade média
Aula 1 velocidade média
 
Modelos atômicos ( 9 ano)
Modelos atômicos ( 9 ano)Modelos atômicos ( 9 ano)
Modelos atômicos ( 9 ano)
 
Misturas homogêneas e Heterogeneas
Misturas homogêneas e HeterogeneasMisturas homogêneas e Heterogeneas
Misturas homogêneas e Heterogeneas
 
Ligações Químicas
Ligações QuímicasLigações Químicas
Ligações Químicas
 
Slides eletrostatica
Slides eletrostaticaSlides eletrostatica
Slides eletrostatica
 
Níveis de organização - 2014 - 1º ano
Níveis de organização - 2014 - 1º anoNíveis de organização - 2014 - 1º ano
Níveis de organização - 2014 - 1º ano
 

Semelhante a Propagação de Calor

Calorimetria - Propagação do Calor: teoria e exercícios
Calorimetria - Propagação do Calor: teoria e exercíciosCalorimetria - Propagação do Calor: teoria e exercícios
Calorimetria - Propagação do Calor: teoria e exercícios
AndrBispo8
 
Transmissao de calor 2011
Transmissao de calor 2011Transmissao de calor 2011
Transmissao de calor 2011
Rildo Borges
 
Transmissao de calor
Transmissao de calorTransmissao de calor
Transmissao de calor
Rildo Borges
 
Transmissao de calor
Transmissao de calorTransmissao de calor
Transmissao de calor
Isabella Flores
 
04 transmissao de calor
04 transmissao de calor04 transmissao de calor
04 transmissao de calor
Jean Naspolini
 
CALOR, PROPAGAÇÃO DO CALOR, ESCALAS TERMOMETRICAS
CALOR, PROPAGAÇÃO DO CALOR, ESCALAS TERMOMETRICASCALOR, PROPAGAÇÃO DO CALOR, ESCALAS TERMOMETRICAS
CALOR, PROPAGAÇÃO DO CALOR, ESCALAS TERMOMETRICAS
Felix138391
 
Transmissao de calor
Transmissao de calorTransmissao de calor
Transmissao de calor
Rildo Borges
 
Propagacao
PropagacaoPropagacao
Propagacao
Pedrok Kar
 
Aula 5 calorimetria 1
Aula 5   calorimetria 1Aula 5   calorimetria 1
Aula 5 calorimetria 1
Montenegro Física
 
2 transferência de calor
2 transferência de calor2 transferência de calor
2 transferência de calor
Alessandra Melo
 
MATERIAIS CONDUTORES E ISOLANTES DE CALOR
MATERIAIS CONDUTORES E ISOLANTES DE CALORMATERIAIS CONDUTORES E ISOLANTES DE CALOR
MATERIAIS CONDUTORES E ISOLANTES DE CALOR
FernandaCS3
 
Processos de transmissão de calor
Processos de transmissão de calorProcessos de transmissão de calor
Processos de transmissão de calor
O mundo da FÍSICA
 
Exercícios avaliativos
Exercícios avaliativosExercícios avaliativos
Exercícios avaliativos
Marcia Marcia.Cristina2
 
Transmissão de calor
Transmissão de calorTransmissão de calor
Transmissão de calor
Camila Silva Fernandes
 
Lista 13 calorimetria
Lista 13 calorimetriaLista 13 calorimetria
Lista 13 calorimetria
rodrigoateneu
 
Transmissao de calor
Transmissao de calorTransmissao de calor
Transmissao de calor
Rildo Borges
 
Transmissão de calor
Transmissão de calorTransmissão de calor
Transmissão de calor
Arthur Carlos de Oliveira
 
Transmissão de calor
Transmissão de calorTransmissão de calor
Transmissão de calor
Arthur Carlos de Oliveira
 
Termologia prof Ivanise Meyer
Termologia prof Ivanise MeyerTermologia prof Ivanise Meyer
Termologia prof Ivanise Meyer
Ivanise Meyer
 
Atualização dos Conteúdos do Enem
Atualização dos Conteúdos do EnemAtualização dos Conteúdos do Enem
Atualização dos Conteúdos do Enem
UsurioAnnimo3
 

Semelhante a Propagação de Calor (20)

Calorimetria - Propagação do Calor: teoria e exercícios
Calorimetria - Propagação do Calor: teoria e exercíciosCalorimetria - Propagação do Calor: teoria e exercícios
Calorimetria - Propagação do Calor: teoria e exercícios
 
Transmissao de calor 2011
Transmissao de calor 2011Transmissao de calor 2011
Transmissao de calor 2011
 
Transmissao de calor
Transmissao de calorTransmissao de calor
Transmissao de calor
 
Transmissao de calor
Transmissao de calorTransmissao de calor
Transmissao de calor
 
04 transmissao de calor
04 transmissao de calor04 transmissao de calor
04 transmissao de calor
 
CALOR, PROPAGAÇÃO DO CALOR, ESCALAS TERMOMETRICAS
CALOR, PROPAGAÇÃO DO CALOR, ESCALAS TERMOMETRICASCALOR, PROPAGAÇÃO DO CALOR, ESCALAS TERMOMETRICAS
CALOR, PROPAGAÇÃO DO CALOR, ESCALAS TERMOMETRICAS
 
Transmissao de calor
Transmissao de calorTransmissao de calor
Transmissao de calor
 
Propagacao
PropagacaoPropagacao
Propagacao
 
Aula 5 calorimetria 1
Aula 5   calorimetria 1Aula 5   calorimetria 1
Aula 5 calorimetria 1
 
2 transferência de calor
2 transferência de calor2 transferência de calor
2 transferência de calor
 
MATERIAIS CONDUTORES E ISOLANTES DE CALOR
MATERIAIS CONDUTORES E ISOLANTES DE CALORMATERIAIS CONDUTORES E ISOLANTES DE CALOR
MATERIAIS CONDUTORES E ISOLANTES DE CALOR
 
Processos de transmissão de calor
Processos de transmissão de calorProcessos de transmissão de calor
Processos de transmissão de calor
 
Exercícios avaliativos
Exercícios avaliativosExercícios avaliativos
Exercícios avaliativos
 
Transmissão de calor
Transmissão de calorTransmissão de calor
Transmissão de calor
 
Lista 13 calorimetria
Lista 13 calorimetriaLista 13 calorimetria
Lista 13 calorimetria
 
Transmissao de calor
Transmissao de calorTransmissao de calor
Transmissao de calor
 
Transmissão de calor
Transmissão de calorTransmissão de calor
Transmissão de calor
 
Transmissão de calor
Transmissão de calorTransmissão de calor
Transmissão de calor
 
Termologia prof Ivanise Meyer
Termologia prof Ivanise MeyerTermologia prof Ivanise Meyer
Termologia prof Ivanise Meyer
 
Atualização dos Conteúdos do Enem
Atualização dos Conteúdos do EnemAtualização dos Conteúdos do Enem
Atualização dos Conteúdos do Enem
 

Mais de Bruno De Siqueira Costa

Mudanas de Fase
Mudanas de FaseMudanas de Fase
Mudanas de Fase
Bruno De Siqueira Costa
 
Efeito Estufa
Efeito EstufaEfeito Estufa
10 consumo de energia
10  consumo de energia10  consumo de energia
10 consumo de energia
Bruno De Siqueira Costa
 
34 física no futebol
34  física no futebol34  física no futebol
34 física no futebol
Bruno De Siqueira Costa
 
Talentos rio info
Talentos rio infoTalentos rio info
Talentos rio info
Bruno De Siqueira Costa
 
Sinergia
SinergiaSinergia
Presentation pt br
Presentation pt brPresentation pt br
Presentation pt br
Bruno De Siqueira Costa
 
Moodle faag
Moodle faagMoodle faag
Gide
GideGide
Ideb 2011
Ideb 2011Ideb 2011
Gide escolas
Gide escolasGide escolas
Comperj
ComperjComperj
Boas praticas moodle
Boas praticas moodleBoas praticas moodle
Boas praticas moodle
Bruno De Siqueira Costa
 
Moodle
MoodleMoodle
32 colisões
32  colisões32  colisões
31 impulso
31  impulso31  impulso
27 transmissão da informação
27  transmissão da informação27  transmissão da informação
27 transmissão da informação
Bruno De Siqueira Costa
 
26 ondas sonoras
26  ondas sonoras26  ondas sonoras
26 ondas sonoras
Bruno De Siqueira Costa
 
25 espectro das ondas eletromagnéticas
25   espectro das ondas eletromagnéticas25   espectro das ondas eletromagnéticas
25 espectro das ondas eletromagnéticas
Bruno De Siqueira Costa
 
24 classificação das ondas
24  classificação das ondas24  classificação das ondas
24 classificação das ondas
Bruno De Siqueira Costa
 

Mais de Bruno De Siqueira Costa (20)

Mudanas de Fase
Mudanas de FaseMudanas de Fase
Mudanas de Fase
 
Efeito Estufa
Efeito EstufaEfeito Estufa
Efeito Estufa
 
10 consumo de energia
10  consumo de energia10  consumo de energia
10 consumo de energia
 
34 física no futebol
34  física no futebol34  física no futebol
34 física no futebol
 
Talentos rio info
Talentos rio infoTalentos rio info
Talentos rio info
 
Sinergia
SinergiaSinergia
Sinergia
 
Presentation pt br
Presentation pt brPresentation pt br
Presentation pt br
 
Moodle faag
Moodle faagMoodle faag
Moodle faag
 
Gide
GideGide
Gide
 
Ideb 2011
Ideb 2011Ideb 2011
Ideb 2011
 
Gide escolas
Gide escolasGide escolas
Gide escolas
 
Comperj
ComperjComperj
Comperj
 
Boas praticas moodle
Boas praticas moodleBoas praticas moodle
Boas praticas moodle
 
Moodle
MoodleMoodle
Moodle
 
32 colisões
32  colisões32  colisões
32 colisões
 
31 impulso
31  impulso31  impulso
31 impulso
 
27 transmissão da informação
27  transmissão da informação27  transmissão da informação
27 transmissão da informação
 
26 ondas sonoras
26  ondas sonoras26  ondas sonoras
26 ondas sonoras
 
25 espectro das ondas eletromagnéticas
25   espectro das ondas eletromagnéticas25   espectro das ondas eletromagnéticas
25 espectro das ondas eletromagnéticas
 
24 classificação das ondas
24  classificação das ondas24  classificação das ondas
24 classificação das ondas
 

Propagação de Calor

  • 1. Profa: Karinne Mendes Disciplina: Física Ano: 2º PROPAGAÇÃO DE CALOR
  • 2. Processos de Propagação de Calor  Condução  Convecção  Irradiação Obs: O calor se propaga, espontaneamente, de um corpo com maior temperatura para um corpo de menor temperatura.
  • 3. Fluxo de Calor Onde: Q = quantidade de calor que atravessa uma superfície. ∆t = tempo que o calor leva para se propagar na superfície. Unidade: cal/s ou kcal/s
  • 4. Condução Térmica  Processo pelo qual o calor é transmitido de uma extremidade a outra através da agitação molecular;  Não há transmissão de matéria, mas somente transmissão de energia;  Para que ocorra a condução, é necessário um meio material. O calor se propaga da chama para a sua mão através da condução
  • 5.  Obs1: A rapidez com que um material se aquece, determina se ele é um bom condutor térmico, ou seja, quanto mais rápido um material se aquecer melhor sua condutibilidade.  Obs2: A função do isolante térmico é evitar a transmissão de calor para o meio ambiente.
  • 6. Lei da Condução Térmica  Lei de Fourier Onde: A = área da superfície e = espessura da superfície K = coeficiente de condutibilidade térmica (depende do material)
  • 7. Obs3: O valor de K é elevado para os bons condutores, como por exemplo, os metais e baixo para os isolantes térmicos.
  • 8. A condução de Calor no dia a dia  Os iglus (casa dos esquimós) são feitos de gelo, pois o gelo é isolante térmico, mantendo o ambiente interno mais quente que o externo.
  • 9.  Sob as túnicas claras (que refletem boa parte do calor do Sol), os beduínos no deserto usam roupas de lã para evitar as perdas de calor, mantendo a temperatura corporal constante.  No inverno, os pássaros costumam eriçar suas penas para acumular ar entre elas. Sendo isolante térmico, o ar diminui as perdas de calor para o ambiente.
  • 10. Convecção Térmica  Processo pelo qual o calor é transmitido de uma região para outra, através do transporte de matéria;  Há transporte de energia e matéria;  Só ocorre em líquidos e gases;  A convecção ocorre devido à diferença de densidade dos fluidos que surge em virtude do seu aquecimento ou resfriamento.
  • 11. Correntes de convecção num líquido em aquecimento Ao se aquecer o líquido, as porções mais quentes das regiões inferiores tendo sua densidade diminuída, sobe. As porções mais frias da região superior, tendo maior densidade, descem.
  • 12. A convecção no dia a dia  O congelador de uma geladeira é colocado na parte superior porque ao se resfriar, o ar frio se torna denso e desce;  O ar condicionado é instalado em uma região superior pelo mesmo motivo;  Brisas terrestres (à noite) e marinhas (durante o dia) em regiões litorâneas;  No inverno o ar poluído próximo ao solo está mais frio que o ar puro das regiões mais elevadas. Então deixa de ocorrer a convecção, porque o ar frio está mais pesado e não sobe. Essa ocorrência
  • 13. Irradiação Térmica  Processo pelo qual há transporte de energia;  Não há transporte de matéria;  Não necessita de meio material para que ocorra;  Pode ocorrer no vácuo;  Ocorre através de ondas eletromagnéticas: raios infravermelhos (ondas de calor), luz, raios x, raios γ,
  • 14.  Calor Luminoso: vem acompanhado de luz (Sol, lâmpadas).  Calor Obscuro: não é acompanhado de luz (fornos, ferro de passar).  Corpo atérmico: tem transmissividade nula (t = 0);  Corpo negro: absorve toda energia radiante nele incidente e não reflete (a = 1 e r = 0). Ex: negro de fumo é o corpo real que mais se aproxima do corpo negro – reflete apenas 1% da energia incidente. • Espelho ideal: quando tem absorvidade nula (a = 0) e refletividade máxima (r = 1).
  • 15. A Irradiação no dia a dia  Raios infravermelhos que são utilizados na medicina, secagem de tintas e vernizes, aquecimento de ambientes, películas fotográficas, mísseis, etc. • Efeito estufa: o vapor d’água e o dióxido de carbono presentes na atmosfera terrestre formam uma camada transparente às ondas eletromagnéticas que chegam do sol (e são absorvidos pela terra, aquecendo-a), mas é sensivelmente opaca à radiação infravermelha emitida pela terra aquecida. Isto impede que a
  • 16.  Estufas de plantas
  • 17. Questão 1 (UFCAR-SP) Nas geladeiras o congelador encontra-se na parte superior. Nos polos, as construções são feitas sob o gelo. Os viajantes do deserto do Saara usam roupas de lã durante o dia e à noite. Relativamente ao texto acima, qual das afirmações abaixo não é correta? A) O gelo é mau condutor de calor. B) A lã evita o aquecimento do viajante do deserto durante o dia e o resfriamento durante a noite. C) A lã impede o fluxo de calor por condução e diminui as correntes de convecção. D) O gelo, sendo um corpo a 0ºC, não pode dificultar o fluxo de calor. E) O ar é um ótimo isolante para o calor transmitido por
  • 18. Questão 2 (PUC-SP) Analise as afirmações referentes à condução térmica: I - Para que um pedaço de carne cozinhe mais rapidamente, pode-se introduzir nele um espeto metálico. Isso se justifica pelo fato de o metal ser um bom condutor de calor. II - Os agasalhos de lã dificultam a perda de energia (na forma de calor) do corpo humano para o ambiente, devido ao fato de o ar aprisionado entre suas fibras ser um bom isolante térmico. III - Devido à condução térmica, uma barra de metal mantém-se a uma temperatura inferior à de uma barra de madeira colocada no mesmo ambiente. Podemos afirmar que:
  • 19. Questão 3 (UFMG) No verão, Tia Maria dorme coberta somente com um lençol de algodão, enquanto, no inverno, ela se cobre com um cobertor de lã. No inverno, a escolha do cobertor de lã justifica-se, PRINCIPALMENTE, porque este: A) é mais quente que o lençol de algodão. B) é pior transmissor de calor que o lençol de algodão. C) se aquece mais rápido que o lençol de algodão. D) tem mais calor acumulado que o lençol de algodão. X
  • 20. Questão 4 (UFJF) Há pessoas que preferem um copo de cerveja com colarinho e outras sem o colarinho. O colarinho é espuma que contém ar em seu interior. Considere que a cerveja seja colocada num copo com isolamento térmico. Do ponto de vista físico, a função do colarinho pode ser: A) apenas estética. B) a de facilitar a troca de calor com o meio. C) a de atuar como um condutor térmico. D) a de atuar como um isolante térmico. E) nenhuma.
  • 21. Questão 5 (UFSM-RS) "Os habitantes dos cerritos, com o tempo, foram aprendendo a plantar e a moldar potes de barro cozido." Os índios usavam panelas de barro. Modernamente usamos panelas de metais, como alumínio e aço inoxidável, com cabos de madeira ou baquelite. Os metais são ________________ de energia na forma de calor, pois possuem ___________ condutividade térmica. O material do cabo possui ___________ condutividade térmica. Assinale a alternativa que preenche corretamente as lacunas. A) bons condutores - baixa –baixa B) maus condutores -
  • 22. Questão 6 (PUC-MG) Uma garrafa térmica tem paredes prateadas e duplas com vácuo no espaço intermediário. A vantagem de se fabricarem garrafas térmicas assim é porque as paredes prateadas: A) absorvem o calor e o vácuo é um ótimo isolante térmico. B) são altamente refletoras e o vácuo, um ótimo isolante térmico. C) absorvem o calor e o vácuo é um excelente condutor.
  • 23. Questão 7 (CFT-CE) Na figura a seguir tem-se um dispositivo que nos ajuda a entender as formas pelas quais o calor se propaga.
  • 24. Observa-se que, em um local livre de correntes de ar, ao ligar a lâmpada - transformação de energia elétrica em térmica -, a ventoinha acima da lâmpada começa a girar. Isto deve-se, principalmente, devido à(às): A) irradiação térmica próxima à lâmpada aquecida B) convecção térmica do ar próximo à lâmpada aquecida C) condução térmica que predomina nos metais D) força de atração gravitacional entre a ventoinha e a lâmpada E) forças de ação e de reação
  • 25. Questão 8 (PUC-MG-2010) Ainda nos dias atuais, povos que vivem no deserto usam roupas de lã branca como parte de seu vestuário para se protegerem do intenso calor, já que a temperatura ambiente pode chegar a 50 ºC durante o dia. Para nós, brasileiros, que utilizamos a lã principalmente no inverno, a atitude dos povos do deserto pode parecer estranha ou equivocada, contudo ela pode ser explicada pelo fato de que: A) a lã é um excelente isolante térmico, impedindo que o calor externo chegue aos corpos das pessoas e a cor branca absorve toda a luz evitando que ela aqueça ainda mais as pessoas. B) a lã é naturalmente quente e, num ambiente a 50 ºC, ela contribui para resfriar um pouco os corpos das pessoas. C) a lã é um excelente isolante térmico, impedindo que o calor externo chegue aos corpos das pessoas e a cor branca reflete toda a luz, diminuindo assim o aquecimento da própria lã. D) a lã é naturalmente quente, e o branco é uma ―cor fria. Esses fatos combinados contribuem para o resfriamento dos corpos
  • 26. Questão 9 (PUC-SP) Calor é uma forma de energia que se transfere de um corpo para outro em virtude de uma diferença de temperatura entre eles. Há três processos de propagação de calor: condução, convecção e radiação. Em relação à transferência de calor, afirma-se que: I. Em dias frios, os pássaros costumam eriçar suas penas para acumular ar entre elas. Nesse caso, o ar acumulado constitui-se em um bom isolante térmico diminuindo as trocas de calor, por condução, com o ambiente. II. Correntes de convecção na atmosfera costumam ser aproveitadas por aviões planadores e asas delta para ganharem altura. Tais correntes são originadas por diferenças de temperaturas entre duas regiões quaisquer da Terra. III. As paredes internas das garrafas térmicas são espelhadas com o objetivo de diminuir as trocas de calor por radiação. Está correto o que se afirma em