SlideShare uma empresa Scribd logo
Lições Adultos Jeremias
Lição 1 - O chamado profético de Jeremias 26 de setembro a 3 de outubro
❉ Sábado à tarde Ano Bíblico: Habacuque
VERSO PARA MEMORIZAR: “Antes que Eu te formasse no ventre materno, Eu te conheci, e, antes que
saísses da madre, te consagrei, e te constituí profeta às nações”. Jr 1:5.
Entre os que tinham esperado um permanente reavivamento espiritual como resultado da reforma levada a
efeito por Josias, estava Jeremias, chamado por Deus para o ofício de profeta, quando ainda jovem, no décimo
terceiro ano do reinado de Josias. Membro do sacerdócio levítico, Jeremias havia sido educado desde a
infância para a santa função. Nesses felizes anos de preparação pouco imaginara ele que havia sido
consagrado desde o nascimento para ser um profeta "às nações"; e quando veio o divino chamado, ele se
sentiu oprimido com o senso de sua indignidade. "Ah Senhor Jeová" ele exclamou, "eis que não sei falar;
porque sou uma criança". Jer. 1:5 e 6. (Profetas e Reis, p. 407).
❉ Domingo - Os profetas Ano Bíblico: Sofonias
Profeta do Heb. nabiy’ “porta-voz”, “orador”, “enviado que fala em nome de”.
Desde os primeiros tempos, os profetas eram reconhecidos como ensinadores divinamente designados. Na
mais alta acepção da palavra, o profeta era alguém que falava por direta inspiração, comunicando ao povo
as mensagens que havia recebido de Deus. Mas esse nome também era dado àqueles que, embora não fossem
diretamente inspirados, eram divinamente chamados para instruir o povo nas palavras e caminhos de Deus.
(Educação, p. 46).
Os profetas, em conformidade com seu chamado, eram resolutos protetores da lei de Deus. Defendiam a
aliança e os dez mandamentos (Jr 11:2-6). O texto de Miqueias 3:8 resume a obra do profeta: ele devia
“declarar a Jacó a sua transgressão e a Israel, o seu pecado”. Evidentemente, o conceito de pecado não tem
sentido à parte da lei (Rm 7:7; 1Jo 3:4).
● 1. Qual era a mensagem dos profetas para o povo? Essa mensagem continua sendo a mesma para nós, hoje?
Is 1:19; Jr 7:5-7; Ez 18:23; Mt 3:7-11.
Is 1:19-20, (RC); 19 Se quiserdes, e ouvirdes, comereis o bem desta terra. 20 Mas, se recusardes e fordes
rebeldes, sereis devorados à espada, porque a boca do SENHOR o disse.
Jr 7:5-7, (ACF); 5 Mas, se deveras melhorardes os vossos caminhos e as vossas obras; se deveras praticardes o
Pedidos, Dúvidas, Críticas, Sugestões:Pedidos, Dúvidas, Críticas, Sugestões: Gerson G. Ramos.Gerson G. Ramos. e-mail:e-mail: ramos@advir.comramos@advir.com
juízo entre um homem e o seu próximo; 6 Se não oprimirdes o estrangeiro, e o órfão, e a viúva, nem
derramardes sangue inocente neste lugar, nem andardes após outros deuses para vosso próprio mal, 7 Eu vos
farei habitar neste lugar, na terra que dei a vossos pais, desde os tempos antigos e para sempre.
Ez 18:23, (RA); 23 Tenho eu algum prazer na morte do ímpio? diz o Senhor Deus. Não desejo antes que se
converta dos seus caminhos, e viva?
Mt 3:7-11, (NVI); 7 Quando viu que muitos fariseus e saduceus vinham para onde ele estava batizando, disse-
lhes: "Raça de víboras! Quem lhes deu a ideia de fugir da ira que se aproxima? 8 Dêem fruto que mostre o
arrependimento! 9 Não pensem que vocês podem dizer a si mesmos: ‘Abraão é nosso pai’. Pois eu lhes digo
que destas pedras Deus pode fazer surgir filhos a Abraão. 10 O machado já está posto à raiz das árvores, e
toda árvore que não der bom fruto será cortada e lançada ao fogo. 11 "Eu os batizo com água para
arrependimento. Mas depois de mim vem alguém mais poderoso do que eu, tanto que não sou digno nem de
levar as suas sandálias. Ele os batizará com o Espírito Santo e com fogo.
► Resp. Se abandonasse seus maus caminhos, o povo viveria e seria abençoado; se não abandonasse o
pecado, o juízo viria e traria destruição.
Por intermédio de Jeremias a palavra do Senhor a Seu povo foi: “Volta, ó rebelde Israel… e não farei cair a
Minha ira sobre ti, porque Eu sou compassivo, diz o Senhor, e não manterei para sempre a Minha ira. Tão
somente reconhece a tua iniquidade, reconhece que transgrediste contra o Senhor, teu Deus… Convertam-se, ó
filhos rebeldes, diz o Senhor, porque Eu sou o seu esposo”; “Pai Me chamarás e de Mim não te desviarás”;
“Voltem, ó filhos rebeldes, Eu curarei as suas rebeliões” (Jr 3:12-14; 19, 22).
Além desses maravilhosos apelos, o Senhor deu a Seu povo extraviado as próprias palavras com que
podiam voltar a Ele. Eles deviam dizer: “Eis-nos aqui, viemos a Ti, porque Tu és o Senhor nosso Deus.
Certamente se confia nos outeiros e na multidão das montanhas: deveras no Senhor nosso Deus está a salvação
de Israel. … Jazemos na nossa vergonha, e estamos cobertos da nossa confusão, porque pecamos contra o
Senhor nosso Deus, nós e nossos pais, desde a nossa mocidade até ao dia de hoje; e não temos ouvido a voz do
Senhor nosso Deus”. Jr 3:22-25. (Profetas e Reis, p. 410).
Deus espera conceder as bênçãos da absolvição, do perdão da iniquidade, dos dons da justiça, a todos os
que creem em Seu amor e aceitam a salvação que Ele oferece. Cristo está pronto a dizer ao pecador que se
arrepende: “Eis que tenho feito com que passe de ti a tua iniquidade, e te vestirei de vestes novas” (Zc 3:4). O
sangue de Jesus Cristo é o eloquente apelo que fala em favor dos pecadores. Esse sangue “purifica de todo o
pecado” (1Jo 1:7).
É seu privilégio confiar no amor de Jesus para a salvação, da maneira mais ampla, mais segura e mais nobre.
Diga: Ele me ama, Ele me recebe, nEle confiarei, pois deu Sua vida por mim. Nada dissipa tanto a dúvida
como entrar em contato com o caráter de Cristo. Ele declara: “O que vem a Mim de maneira nenhuma o
lançarei fora” (João 6:37), isto é, não há possibilidade de o lançar fora, pois empenhei Minha palavra de
recebê-lo. Peguem a Cristo por Sua palavra, e declarem seus lábios que vocês alcançaram a vitória.
(Testemunhos Para Ministros e Obreiros Evangélicos, p. 517).
❉ Segunda - Os antecedentes familiares de Jeremias Ano Bíblico: Ageu
Jeremias do Heb. Yirmeyahuw “a quem Javé levantou, designou”. Um dos profetas maiores, filho de Hilquias,
da família sacerdotal em Anatote; autor do livro profético que tem o seu nome.
● 2. Leia 1 Reis 1 e 1 Reis 2:26. Que acontecimentos causaram o exílio de Abiatar em sua cidade natal,
Anatote?
1Rs 1:1-53, (KJA); Relato da Conspiração para assumir o trono de Israel.
1Rs 2:26, (KJA); 26 Ao sacerdote Abiatar, o rei ordenou: “Vai para Anatote, para a tua propriedade, porque és
digno de morte, mas não te farei morrer hoje, porque carregaste a Arca de Yahweh diante do rei Davi, meu
pai, e compartilhaste todas as provações de meu pai!”.
Pedidos, Dúvidas, Críticas, Sugestões:Pedidos, Dúvidas, Críticas, Sugestões: Gerson G. Ramos.Gerson G. Ramos. e-mail:e-mail: ramos@advir.comramos@advir.com
► Resp. Abiatar apoiou Adonias em sua conspiração contra Salomão.
“Depois de se ter fortalecido no trono, Salomão, num conflito com Adonias referente à sucessão, removeu
Abiatar do sacerdócio e o exilou em sua cidade natal, Anatote, que, segundo se crê, ficava cerca de 5 km a
nordeste de Jerusalém. Hilquias, pai de Jeremias, era membro de uma família sacerdotal que morava em
Anatote. Alguns têm especulado que a família de Jeremias talvez fosse descendente de Abiatar. Seja como for,
sabemos que o jovem profeta vinha de uma linhagem importante (Jr 1:1). Podemos ver que, ao longo da
História, o Senhor chamou para o ofício profético todos os tipos de pessoas: pastores, mestres, pescadores,
sacerdotes e outros”. LES.
Ainda outra sombra deveria formar-se sobre o últimos anos de Davi. Ele atingira a idade de setenta anos. As
dificuldades e situações perigosas por que passara em suas primitivas vagueações, suas muitas guerras,
cuidados e aflições de seus últimos anos, haviam-lhe solapado a fonte da vida. Embora a mente retivesse sua
clareza e força, a fraqueza e a idade, com seu desejo de recolhimento, impediam uma apreensão rápida do
que se estava a passar no reino, e de novo surgiu a rebelião à própria sombra do trono. Outra vez se
manifestou o fruto da condescendência paternal de Davi. Aquele que agora aspirava ao trono era Adonias,
"mui formoso de parecer", em seu aspecto pessoal e em seu porte, mas sem escrúpulos e descuidado. Em sua
juventude não estivera sujeito senão a poucas restrições; pois "nunca seu pai o tinha contrariado, dizendo: Por
que fizeste assim?" I Reis 1:6. Agora ele se rebelou contra a autoridade de Deus, que havia designado Salomão
ao trono. Tanto pelos dotes naturais como pelo caráter religioso, Salomão estava mais bem qualificado do que
seu irmão mais velho, para tornar-se governador de Israel; contudo, se bem que a escolha de Deus tivesse sido
claramente indicada, não deixou Adonias de encontrar quem o apoiasse. Joabe, embora culpado de muitos
crimes, fora até ali fiel ao trono; mas agora aderiu à conspiração contra Salomão, como também o fizera o
sacerdote Abiatar.
A rebelião estava madura; os conspiradores tinham-se reunido em uma grande festa junto à cidade para
proclamar Adonias como rei, quando seus planos foram transtornados pela ação pronta de pessoas fiéis, estado
entre as principais o sacerdote Zadoque, o profeta Natã, e Bate-Seba, mãe de Salomão. Representaram ao rei o
estado em que se achavam as coisas, lembrando-o da determinação divina de que Salomão o sucedesse no
trono. Davi de pronto abdicou em favor de Salomão, que imediatamente foi ungido e proclamado rei. Estava
abafada a conspiração. Seus principais atores incorreram na pena de morte. A vida de Abiatar foi poupada, em
atenção ao seu ofício e anterior fidelidade para com Davi; mas foi rebaixado da função de sumo sacerdote,
que passou à linhagem de Zadoque. Joabe e Adonias foram poupados por algum tempo, mas depois da morte
de Davi sofreram a pena de seu crime. A execução da sentença sobre o filho de Davi completou o quádruplo
juízo que testificou da aversão de Deus ao pecado do pai. (Patriarcas e Profetas, p. 749-750).
❉ Terça - O chamado profético de Jeremias Ano Bíblico: Zc 1–4
● 3. Leia Jeremias 1:1-5. O que a passagem diz sobre o chamado de Jeremias?
Jr 1:1-5, (RA); 1 As palavras de Jeremias, filho de Hilquias, um dos sacerdotes que estavam em Anatote, na
terra de Benjamim; 2 ao qual veio a palavra do Senhor, nos dias de Josias, filho de Amom, rei de Judá, no
décimo terceiro ano do seu reinado; 3 e lhe veio também nos dias de Jeoiaquim, filho de Josias, rei de Judá, até
o fim do ano undécimo de Zedequias, filho de Josias, rei de Judá, até que Jerusalém foi levada em cativeiro no
quinto mês. 4 Ora veio a mim a palavra do Senhor, dizendo: 5 Antes que eu te formasse no ventre te conheci,
e antes que saísses da madre te santifiquei; às nações te dei por profeta.
► Resp. Veio a ele a palavra do Senhor. Foi o Senhor que o chamou; isso aconteceu no 13º ano do reinado de
Josias.
● 4. Leia Jeremias 1:4, 5. Que certeza e conforto o profeta deve ter extraído dessas palavras?
Jr 1:4-5, (RA); 4 Ora veio a mim a palavra do Senhor, dizendo: 5 Antes que eu te formasse no ventre te conheci,
e antes que saísses da madre te santifiquei; às nações te dei por profeta.
Pedidos, Dúvidas, Críticas, Sugestões:Pedidos, Dúvidas, Críticas, Sugestões: Gerson G. Ramos.Gerson G. Ramos. e-mail:e-mail: ramos@advir.comramos@advir.com
► Resp. A certeza e o conforto de saber que Deus o havia escolhido antes de seu nascimento, e o havia
separado para essa santa tarefa.
Entre os que tinham esperado um permanente reavivamento espiritual como resultado da reforma levada a
efeito por Josias, estava Jeremias, chamado por Deus para o ofício de profeta, quando ainda jovem, no décimo
terceiro ano do reinado de Josias. Membro do sacerdócio levítico, Jeremias havia sido educado desde a
infância para a santa função. Nesses felizes anos de preparação pouco imaginara ele que havia sido
consagrado desde o nascimento para ser um profeta "às nações"; e quando veio o divino chamado, ele se
sentiu oprimido com o senso de sua indignidade. "Ah Senhor Jeová" ele exclamou, "eis que não sei falar;
porque sou uma criança". Jer. 1:5 e 6.
Na juventude de Jeremias Deus viu alguém que seria fiel a seu encargo, e que permaneceria pelo direito
contra grande oposição. Na meninice ele se provara fiel; e agora enfrentaria durezas, como bom soldado da
cruz. "Não digas: eu sou uma criança"; ordenou o Senhor ao Seu escolhido mensageiro; "porque aonde quer
que Eu te enviar, irás; e tudo quanto te mandar dirás. Não temas diante deles; porque Eu sou contigo para te
livrar." Jer. 1:7 e 8. "Tu, pois, cinge os teus lombos, e levanta-te, e dize-lhes tudo quanto Eu te mandar; não
desanimes diante deles, porque Eu farei com que não temas na sua presença. Porque, eis que te ponho hoje por
cidade forte, e por coluna de ferro, e por muros de bronze, contra toda a terra, contra os reis de Judá, contra os
seus príncipes, contra os seus sacerdotes, e contra o povo da terra. E pelejarão contra ti, mas não prevalecerão
contra ti; porque Eu sou contigo, para te livrar." Jer. 1:17-19.
Por quarenta anos, Jeremias devia estar diante da nação como testemunha da verdade e da justiça. Num
tempo de apostasia sem paralelo, devia ele exemplificar na vida e no caráter a adoração do verdadeiro Deus.
Durante o terrível cerco de Jerusalém, ele seria o porta-voz de Jeová. Prediria a queda da casa de Davi, e a
destruição do belo templo construído por Salomão. E quando aprisionado por causa de suas destemerosas
afirmações, devia ainda falar contra o pecado nos altos. Desprezado, odiado, rejeitado dos homens, havia ele
de finalmente testemunhar o cumprimento literal de suas próprias profecias de iminente condenação, e
partilhar da tristeza e dor que se seguiriam à destruição da cidade condenada.
Todavia em meio à ruína geral por que estava passando rapidamente a nação, muitas vezes foi permitido a
Jeremias olhar para além das desoladoras cenas do presente às gloriosas perspectivas do futuro, quando o povo
de Deus seria resgatado da terra do inimigo, e novamente plantado em Sião. Ele previu o tempo em que o
Senhor haveria de renovar Sua relação de concerto com eles. "A sua alma será como um jardim regado, e
nunca mais andarão tristes." Jer. 31:12.
Com respeito ao seu chamado para a missão profética, o próprio Jeremias escreveu: “Estendeu o Senhor a
Sua mão, e tocou-me na boca; e disse-me o Senhor: Eis que ponho as Minhas palavras na tua boca. Olha,
ponho-te neste dia sobre as nações, e sobre os reinos, para arrancares, e para derribares, e para destruíres, e
para arruinares; e também para edificares, e para plantares” (Jr 1:9, 10).
Graças a Deus pelas palavras “para edificares e para plantares”. Por essas palavras foi assegurado a
Jeremias o propósito do Senhor de restaurar e sarar. Severas eram as mensagens a ser levadas nos anos que
se seguiriam. Profecias de iminentes juízos a sobrevir deviam ser apresentadas com destemor. Das planícies
de Sinear devia sobrevir “o mal sobre todos os habitantes da terra”. “Eu pronunciarei contra eles os Meus
juízos”, o Senhor declarou, “por causa de toda a sua malícia, pois Me deixaram a Mim” (Jr 1:14, 16). Mas o
profeta devia fazer acompanhar essas mensagens da segurança de perdão a todos os que tornassem de suas
más obras. (Profetas e Reis, p. 407-409).
❉ Quarta - Profetas relutantes Ano Bíblico: Zc 5–8
Apesar da certeza dada pelo Senhor de que Jeremias havia sido divinamente escolhido para aquela tarefa, o
jovem ficou assustado e não se considerou à altura dela. Talvez por conhecer a má condição espiritual da
época, e por saber o que precisava ser feito, Jeremias não queria aquele trabalho.
● 5. Compare Jeremias 1:6 com Isaías 6:5 e Êxodo 4:10-15. Que pontos esses incidentes têm em comum?
Jr 1:6-7, (ARA); 6 Então disse eu: Ah, Senhor Deus! Eis que não sei falar; porque sou um menino. 7 Mas o
Senhor me respondeu: Não digas: Eu sou um menino; porque a todos a quem eu te enviar, irás; e tudo quanto
te mandar dirás.
Pedidos, Dúvidas, Críticas, Sugestões:Pedidos, Dúvidas, Críticas, Sugestões: Gerson G. Ramos.Gerson G. Ramos. e-mail:e-mail: ramos@advir.comramos@advir.com
Is 6:5, (ARA); 5 Então disse eu: Ai de mim! pois estou perdido; porque sou homem de lábios impuros, e
habito no meio dum povo de impuros lábios; e os meus olhos viram o rei, o Senhor dos exércitos!
Ex 4:10-15, (ARA); 10 Então disse Moisés ao Senhor: Ah, Senhor! eu não sou eloquente, nem o fui dantes,
nem ainda depois que falaste ao teu servo; porque sou pesado de boca e pesado de língua. 11 Ao que lhe
replicou o Senhor: Quem faz a boca do homem? ou quem faz o mudo, ou o surdo, ou o que vê, ou o cego?.
Não sou eu, o Senhor? 12 Vai, pois, agora, e eu serei com a tua boca e te ensinarei o que hás de falar. 13 Ele,
porém, respondeu: Ah, Senhor! envia, peço-te, por mão daquele a quem tu hás de enviar. 14 Então se acendeu
contra Moisés a ira do Senhor, e disse ele: Não é Arão, o levita, teu irmão? eu sei que ele pode falar bem. Eis
que ele também te sai ao encontro, e vendo-te, se alegrará em seu coração. 15 Tu, pois, lhe falarás, e porás as
palavras na sua boca; e eu serei com a tua boca e com a dele, e vos ensinarei o que haveis de fazer.
► Resp. As pessoas chamadas se sentiram incapazes e indignas diante do chamado profético.
Quando Jó ouviu do redemoinho, a voz do Senhor, exclamou: “Por isso me abomino e me arrependo no pó
e na cinza” (Jó 42:6). Foi quando Isaías viu a glória do Senhor e ouviu os querubins a clamar – “Santo, santo,
santo é o Senhor dos exércitos” – que exclamou: “Ai de mim, que vou perecendo!” (Is 6:3, 5). Arrebatado ao
terceiro Céu, Paulo ouviu coisas que não era possível ao homem proferir e falou de si mesmo como “o mínimo
de todos os santos” (2Co 12:2-4; Ef 3:8). Foi o amado João, que se reclinou ao peito de Jesus, e Lhe
contemplou a glória, que caiu como morto aos pés de um anjo (Ap 1:17).
Não pode haver exaltação própria, jactanciosa pretensão à libertação do pecado, por parte dos que andam
à sombra da cruz do Calvário. Eles sentem que foi seu pecado o causador da agonia que quebrantou o
coração do Filho de Deus, e esse pensamento os levará à humilhação própria. Os que mais perto vivem de
Jesus, mais claramente discernem a fragilidade e pecaminosidade do ser humano, e sua única esperança está
nos méritos de um Salvador crucificado e ressurgido. (O Grande Conflito, p. 471).
● 6. Leia Jeremias 1:7-10. Qual foi a resposta de Deus a Jeremias? Por que essa resposta traz esperança e uma
promessa com relação ao que cremos que Deus nos chamou para fazer?
Jr 1:7-10, (RC); 7 Mas o SENHOR me disse: Não digas: Eu sou uma criança; porque, aonde quer que eu te
enviar, irás; e tudo quanto te mandar dirás. 8 Não temas diante deles, porque eu sou contigo para te livrar,
diz o SENHOR. 9 E estendeu o SENHOR a mão, tocou-me na boca e disse-me o SENHOR: Eis que ponho
as minhas palavras na tua boca. 10 Olha, ponho-te neste dia sobre as nações e sobre os reinos, para
arrancares, e para derribares, e para destruíres, e para arruinares; e também para edificares e para plantares.
► Resp. Ele não devia dizer que era incapaz para a tarefa, mas que devia fazer tudo o que Deus lhe ordenasse.
O Senhor estaria com ele para livrá-lo e colocaria Suas palavras na boca do profeta. Se isso foi verdade com
relação a Jeremias, também é verdade em relação a nós, quando Deus nos chama a fazer algo para Ele.
Está escrito acerca dos apóstolos: “Eles, tendo partido, pregaram por todas as partes, cooperando com eles o
Senhor, e confirmando a Palavra com os sinais que se seguiram” (Mc 16:20). Como Cristo enviou Seus
discípulos, assim Ele envia hoje os membros de Sua igreja. Está reservado a eles o mesmo poder que os
apóstolos possuíam. Se fizerem de Deus sua força, Ele cooperará com eles, e não hão de trabalhar em vão.
Compreendam que a obra em que se acham empenhados tem sobre si impresso o sinete de Deus. O Senhor
disse a Jeremias: “Não digas: eu sou uma criança; porque aonde quer que Eu te enviar, irás; e tudo quanto te
mandar dirás. Não temas diante deles; porque Eu sou contigo para te livrar, diz o Senhor.” Então o Senhor
estendeu a mão e tocou nos lábios de Seu servo, dizendo: “Eis que ponho as Minhas palavras na tua boca” (Jr
1:7-9). E Ele nos ordena que vamos e falemos as palavras que nos dá, sentindo Seu santo contato em nossos
lábios.
Cristo confiou à igreja um sagrado encargo. Cada membro deve ser um conduto através do qual Deus possa
comunicar ao mundo os tesouros de Sua graça, as insondáveis riquezas de Cristo. Não há nada que o
Salvador deseje tanto como agentes que representem ao mundo Seu Espírito e Seu caráter. Nada existe que o
mundo necessite mais do que a manifestação do amor do Salvador através da humanidade. Todo o Céu está à
espera de homens e mulheres por cujo intermédio Deus possa revelar o poder do cristianismo. (Atos dos
Apóstolos, p. 599, 600).
Pedidos, Dúvidas, Críticas, Sugestões:Pedidos, Dúvidas, Críticas, Sugestões: Gerson G. Ramos.Gerson G. Ramos. e-mail:e-mail: ramos@advir.comramos@advir.com
❉ Quinta - A vara de amendoeira Ano Bíblico: Zc 9–11
● 7. Qual foi o assunto das primeiras visões de Jeremias? Jr 1:11-19
Jr 1:11-19, (JFA-RC); 11 Ainda veio a mim a palavra do SENHOR, dizendo: Que é que vês, Jeremias? E eu
disse: Vejo uma vara de amendoeira. 12 E disse-me o SENHOR: Viste bem; porque eu velo sobre a minha
palavra para a cumprir. 13 E veio a mim a palavra do SENHOR, segunda vez, dizendo: Que é que, vês? E eu
disse: Vejo uma panela a ferver, cuja face está para a banda do Norte. 14 E disse-me o SENHOR: Do Norte
se descobrirá o mal sobre todos os habitantes da terra. 15 Porque eis que eu convoco todas as famílias dos
reinos do Norte, diz o SENHOR; e virão, e cada um porá o seu trono à entrada das portas de Jerusalém, e
contra todos os seus muros em redor, e contra todas as cidades de Judá. 16 E eu pronunciarei contra eles os
meus juízos, por causa de toda a sua malícia; pois me deixaram a mim, e queimaram incenso a deuses
estranhos, e se encurvaram diante das obras das suas mãos. 17 Tu, pois, cinge os teus lombos, e levanta-te, e
dize-lhes tudo quanto eu te mandar; não desanimes diante deles, porque eu farei com que não temas na sua
presença. 18 Porque eis que te ponho hoje por cidade forte, e por coluna de ferro, e por muros de bronze,
contra toda a terra, e contra os reis de Judá, e contra os seus príncipes, e contra os seus sacerdotes, e contra o
povo da terra. 19 E pelejarão contra ti, mas não prevalecerão contra ti; porque eu sou contigo, diz o SENHOR,
para te livrar.
► Resp. A vara de amendoeira, simbolizando que Deus vigia sobre Sua palavra para a cumprir (cf. Nm 17:1-
13), e a panela ao fogo, com a boca voltada para o norte (Jr 6:1), simbolizando o juízo que viria (da Babilônia
Is 39:5-7; Ez 24:2-5; Dn 1;1-2), caso o povo não se arrependesse.
“As versões bíblicas, em sua maioria, traduzem a expressão hebraica no verso 11 como “vara de
amendoeira”. Essa tradução, porém, deixa de refletir o jogo de palavras que há no hebraico. A palavra
traduzida como “amendoeira” vem da mesma raiz do verbo “vigiar” ou “velar”, que aparece no verso 12,
quando o Senhor diz que velará sobre Sua palavra para cumpri-la. Alguém poderia argumentar que a
mensagem central de todo o livro de Jeremias se encontra nos versos 11 e 12. Deus é o Senhor da graça e do
perdão. Se Seu povo abandonar o pecado, Ele é fiel para perdoá-lo e restaurá-lo; mas, se não abandonar o
pecado, Ele é igualmente fiel para cumprir Suas palavras de juízo e punição”. LES.
O Senhor deu a Jeremias uma mensagem de repreensão para Seu povo, acusando-os de contínua rejeição
do conselho de Deus, dizendo: "A Mim, porém, que, começando de madrugada, vos tenho falado, não Me
obedecestes. Começando de madrugada, vos tenho enviado todos os Meus servos, dizendo: Convertei-vos
agora, cada um do seu mau caminho, fazei boas as vossas ações e não sigais a outros deuses para servi-los;
assim ficareis na terra que vos dei a vós outros e a vossos pais." Jer. 35:14 e 15.
Deus pleiteara com eles para que não Lhe provocassem a ira com as obras de suas mãos e de seus corações,
mas não Lhe deram ouvidos. Jeremias então predisse o cativeiro dos judeus, como punição por não
atenderem à palavra do Senhor. Os caldeus iam ser usados como instrumento pelo qual Deus castigaria Seu
povo desobediente. Sua punição devia ser proporcional à luz que haviam recebido e às advertências que
tinham desprezado. Por muito tempo estivera Deus retardando Seus juízos, em virtude de Sua relutância em
humilhar o povo escolhido por Ele; mas agora faria recair sobre eles o Seu desprazer, como derradeiro
esforço para detê-los em seu mau caminho.
Nestes dias Ele não estabeleceu um novo plano para preservar a pureza de Seu povo. Insta com os errantes
que professam o Seu nome para que se arrependam e se afastem de seus maus caminhos, assim como fez no
passado. Por boca de Seus servos escolhidos, agora como naquele tempo, Ele prediz os perigos que se acham
diante deles. Faz soar a nota de advertência e reprova o pecado tão fielmente como nos dias de Jeremias.
Mas o Israel de nosso tempo tem as mesmas tentações para desprezar a repreensão e detestar o conselho
como o antigo Israel. Demasiadas vezes eles fazem ouvidos moucos para com as palavras que Deus tem dado
a Seus servos para o benefício dos que professam a verdade. Signs of the Times, 12 de fevereiro de 1880.
Que... “Deus tenha misericórdia de nós e nos abençoe; e faça resplandecer o seu rosto sobre nós. Para que se
conheça na terra o teu caminho, e em todas as nações a tua salvação”. Sal. 67:1-2.
Pedidos, Dúvidas, Críticas, Sugestões:Pedidos, Dúvidas, Críticas, Sugestões: Gerson G. Ramos.Gerson G. Ramos. e-mail:e-mail: ramos@advir.comramos@advir.com

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Abraão: o primeiro missionário_232015
Abraão: o primeiro missionário_232015Abraão: o primeiro missionário_232015
Abraão: o primeiro missionário_232015
Gerson G. Ramos
 
Lição 07 PAGAREI O MAL COM O BEM
Lição 07 PAGAREI O MAL COM O BEMLição 07 PAGAREI O MAL COM O BEM
Lição 07 PAGAREI O MAL COM O BEM
Marcus Wagner
 
LIÇÃO 2 - A PROVISÃO DE DEUS EM TEMPOS DIFÍCEIS
LIÇÃO 2 - A PROVISÃO DE DEUS EM TEMPOS DIFÍCEISLIÇÃO 2 - A PROVISÃO DE DEUS EM TEMPOS DIFÍCEIS
LIÇÃO 2 - A PROVISÃO DE DEUS EM TEMPOS DIFÍCEIS
Andrew Guimarães
 
Lição 13 - A Velhice de Davi
Lição 13 - A Velhice de DaviLição 13 - A Velhice de Davi
Lição 13 - A Velhice de Davi
Éder Tomé
 
Lição bíblica 4º trim 2016 cpad
Lição bíblica 4º trim 2016 cpadLição bíblica 4º trim 2016 cpad
Lição bíblica 4º trim 2016 cpad
Andrew Guimarães
 
Lição 7 - O Povo de Deus deve Separar-se do Mal
Lição 7 - O Povo de Deus deve Separar-se do MalLição 7 - O Povo de Deus deve Separar-se do Mal
Lição 7 - O Povo de Deus deve Separar-se do Mal
Éder Tomé
 
Livro de Daniel cap 10
Livro de Daniel cap 10Livro de Daniel cap 10
Livro de Daniel cap 10
Francisco Sousa
 
Adorando a Deus em meio a calamidade.
Adorando a Deus em meio a calamidade.Adorando a Deus em meio a calamidade.
Adorando a Deus em meio a calamidade.
Márcio Martins
 
Livro de Daniel - Cap. 10
Livro de Daniel - Cap. 10Livro de Daniel - Cap. 10
Livro de Daniel - Cap. 10
Daniel M Junior
 
Lição 6 - Jônatas, Um Exemplo de Lealdade
Lição 6 - Jônatas, Um Exemplo de LealdadeLição 6 - Jônatas, Um Exemplo de Lealdade
Lição 6 - Jônatas, Um Exemplo de Lealdade
Éder Tomé
 
As duas sementes
As duas sementesAs duas sementes
As duas sementes
megaedvania
 
2016 3 TRI LBJ LIÇÃO 6 - PARÁBOLA DO CASTIGO E EXÍLIO DE JUDÁ
2016 3 TRI LBJ LIÇÃO 6 - PARÁBOLA DO CASTIGO E EXÍLIO DE JUDÁ2016 3 TRI LBJ LIÇÃO 6 - PARÁBOLA DO CASTIGO E EXÍLIO DE JUDÁ
2016 3 TRI LBJ LIÇÃO 6 - PARÁBOLA DO CASTIGO E EXÍLIO DE JUDÁ
Natalino das Neves Neves
 
LIÇÃO 4 – ELIAS E OS PROFETAS DE ASERÁ E BAAL
LIÇÃO 4 – ELIAS E OS PROFETAS DE ASERÁ E BAALLIÇÃO 4 – ELIAS E OS PROFETAS DE ASERÁ E BAAL
LIÇÃO 4 – ELIAS E OS PROFETAS DE ASERÁ E BAAL
Marcus Wagner
 
Adorando a Deus em Meio a Calamidade - Lição 10 - 4ºTrimestre 2016
Adorando a Deus em Meio a Calamidade - Lição 10 - 4ºTrimestre 2016Adorando a Deus em Meio a Calamidade - Lição 10 - 4ºTrimestre 2016
Adorando a Deus em Meio a Calamidade - Lição 10 - 4ºTrimestre 2016
Pr. Andre Luiz
 
Ebd aula 3 4°trimestre 2016 Abraão,a esperança do Pai da fé.
Ebd aula 3  4°trimestre 2016 Abraão,a esperança do Pai da fé.Ebd aula 3  4°trimestre 2016 Abraão,a esperança do Pai da fé.
Ebd aula 3 4°trimestre 2016 Abraão,a esperança do Pai da fé.
GIDEONE Moura Santos Ferreira
 
LIÇÃO 8 - FAZENDO A DIFERENÇA
LIÇÃO 8 - FAZENDO A DIFERENÇA LIÇÃO 8 - FAZENDO A DIFERENÇA
LIÇÃO 8 - FAZENDO A DIFERENÇA
Marcus Wagner
 
Jeremias lição 3 4
Jeremias lição 3 4Jeremias lição 3 4
Jeremias lição 3 4
Eduardo Sales de lima
 
Daniel 10
Daniel 10Daniel 10
Daniel 10
Hezir Henrique
 
Ebd aula 10 4°trim 2016 Adorando a Deus em meio a calamidade.
Ebd aula 10   4°trim 2016 Adorando a Deus em meio a calamidade.Ebd aula 10   4°trim 2016 Adorando a Deus em meio a calamidade.
Ebd aula 10 4°trim 2016 Adorando a Deus em meio a calamidade.
GIDEONE Moura Santos Ferreira
 
Lição orig abraão: o primeiro missionário 232015
Lição orig abraão: o primeiro missionário 232015Lição orig abraão: o primeiro missionário 232015
Lição orig abraão: o primeiro missionário 232015
Gerson G. Ramos
 

Mais procurados (20)

Abraão: o primeiro missionário_232015
Abraão: o primeiro missionário_232015Abraão: o primeiro missionário_232015
Abraão: o primeiro missionário_232015
 
Lição 07 PAGAREI O MAL COM O BEM
Lição 07 PAGAREI O MAL COM O BEMLição 07 PAGAREI O MAL COM O BEM
Lição 07 PAGAREI O MAL COM O BEM
 
LIÇÃO 2 - A PROVISÃO DE DEUS EM TEMPOS DIFÍCEIS
LIÇÃO 2 - A PROVISÃO DE DEUS EM TEMPOS DIFÍCEISLIÇÃO 2 - A PROVISÃO DE DEUS EM TEMPOS DIFÍCEIS
LIÇÃO 2 - A PROVISÃO DE DEUS EM TEMPOS DIFÍCEIS
 
Lição 13 - A Velhice de Davi
Lição 13 - A Velhice de DaviLição 13 - A Velhice de Davi
Lição 13 - A Velhice de Davi
 
Lição bíblica 4º trim 2016 cpad
Lição bíblica 4º trim 2016 cpadLição bíblica 4º trim 2016 cpad
Lição bíblica 4º trim 2016 cpad
 
Lição 7 - O Povo de Deus deve Separar-se do Mal
Lição 7 - O Povo de Deus deve Separar-se do MalLição 7 - O Povo de Deus deve Separar-se do Mal
Lição 7 - O Povo de Deus deve Separar-se do Mal
 
Livro de Daniel cap 10
Livro de Daniel cap 10Livro de Daniel cap 10
Livro de Daniel cap 10
 
Adorando a Deus em meio a calamidade.
Adorando a Deus em meio a calamidade.Adorando a Deus em meio a calamidade.
Adorando a Deus em meio a calamidade.
 
Livro de Daniel - Cap. 10
Livro de Daniel - Cap. 10Livro de Daniel - Cap. 10
Livro de Daniel - Cap. 10
 
Lição 6 - Jônatas, Um Exemplo de Lealdade
Lição 6 - Jônatas, Um Exemplo de LealdadeLição 6 - Jônatas, Um Exemplo de Lealdade
Lição 6 - Jônatas, Um Exemplo de Lealdade
 
As duas sementes
As duas sementesAs duas sementes
As duas sementes
 
2016 3 TRI LBJ LIÇÃO 6 - PARÁBOLA DO CASTIGO E EXÍLIO DE JUDÁ
2016 3 TRI LBJ LIÇÃO 6 - PARÁBOLA DO CASTIGO E EXÍLIO DE JUDÁ2016 3 TRI LBJ LIÇÃO 6 - PARÁBOLA DO CASTIGO E EXÍLIO DE JUDÁ
2016 3 TRI LBJ LIÇÃO 6 - PARÁBOLA DO CASTIGO E EXÍLIO DE JUDÁ
 
LIÇÃO 4 – ELIAS E OS PROFETAS DE ASERÁ E BAAL
LIÇÃO 4 – ELIAS E OS PROFETAS DE ASERÁ E BAALLIÇÃO 4 – ELIAS E OS PROFETAS DE ASERÁ E BAAL
LIÇÃO 4 – ELIAS E OS PROFETAS DE ASERÁ E BAAL
 
Adorando a Deus em Meio a Calamidade - Lição 10 - 4ºTrimestre 2016
Adorando a Deus em Meio a Calamidade - Lição 10 - 4ºTrimestre 2016Adorando a Deus em Meio a Calamidade - Lição 10 - 4ºTrimestre 2016
Adorando a Deus em Meio a Calamidade - Lição 10 - 4ºTrimestre 2016
 
Ebd aula 3 4°trimestre 2016 Abraão,a esperança do Pai da fé.
Ebd aula 3  4°trimestre 2016 Abraão,a esperança do Pai da fé.Ebd aula 3  4°trimestre 2016 Abraão,a esperança do Pai da fé.
Ebd aula 3 4°trimestre 2016 Abraão,a esperança do Pai da fé.
 
LIÇÃO 8 - FAZENDO A DIFERENÇA
LIÇÃO 8 - FAZENDO A DIFERENÇA LIÇÃO 8 - FAZENDO A DIFERENÇA
LIÇÃO 8 - FAZENDO A DIFERENÇA
 
Jeremias lição 3 4
Jeremias lição 3 4Jeremias lição 3 4
Jeremias lição 3 4
 
Daniel 10
Daniel 10Daniel 10
Daniel 10
 
Ebd aula 10 4°trim 2016 Adorando a Deus em meio a calamidade.
Ebd aula 10   4°trim 2016 Adorando a Deus em meio a calamidade.Ebd aula 10   4°trim 2016 Adorando a Deus em meio a calamidade.
Ebd aula 10 4°trim 2016 Adorando a Deus em meio a calamidade.
 
Lição orig abraão: o primeiro missionário 232015
Lição orig abraão: o primeiro missionário 232015Lição orig abraão: o primeiro missionário 232015
Lição orig abraão: o primeiro missionário 232015
 

Semelhante a ❉ Respostas 1 - O chamado profético de Jeremias_GGR

Salmo 97
Salmo 97Salmo 97
Salmo 97
Vilma Longuini
 
Lição 1 - O chamado profético de Jeremias + textos_GGR
Lição 1 - O chamado profético de Jeremias + textos_GGRLição 1 - O chamado profético de Jeremias + textos_GGR
Lição 1 - O chamado profético de Jeremias + textos_GGR
Gerson G. Ramos
 
LICÃO - PROF JEREMIAS.pptx
LICÃO  - PROF JEREMIAS.pptxLICÃO  - PROF JEREMIAS.pptx
LICÃO - PROF JEREMIAS.pptx
OtonielMeirelesdaSil
 
❉ A saga de Jonas_Resp_Liç_432015_GGR
❉ A saga de Jonas_Resp_Liç_432015_GGR❉ A saga de Jonas_Resp_Liç_432015_GGR
❉ A saga de Jonas_Resp_Liç_432015_GGR
Gerson G. Ramos
 
Lição 9 - O jugo de Jeremias + textos_GGR
Lição 9 - O jugo de Jeremias + textos_GGRLição 9 - O jugo de Jeremias + textos_GGR
Lição 9 - O jugo de Jeremias + textos_GGR
Gerson G. Ramos
 
❉ Respostas 2 - A crise (interna e externa)_GGR
❉ Respostas 2 - A crise (interna e externa)_GGR❉ Respostas 2 - A crise (interna e externa)_GGR
❉ Respostas 2 - A crise (interna e externa)_GGR
Gerson G. Ramos
 
7682162 profetas-e-reis
7682162 profetas-e-reis7682162 profetas-e-reis
7682162 profetas-e-reis
JORGEVIANA1987
 
Profetas e reis
Profetas e reisProfetas e reis
Profetas e reis
iasdvilaveronica
 
3 jeremias e lamentacoes
3   jeremias e lamentacoes3   jeremias e lamentacoes
3 jeremias e lamentacoes
PIB Penha
 
"Cheios do Espírito do Senhor para profetizar justiça"
"Cheios do Espírito do Senhor para profetizar justiça""Cheios do Espírito do Senhor para profetizar justiça"
"Cheios do Espírito do Senhor para profetizar justiça"
JUERP
 
A saga de Jonas_Liç_original_432015 + textos
A saga de Jonas_Liç_original_432015 + textosA saga de Jonas_Liç_original_432015 + textos
A saga de Jonas_Liç_original_432015 + textos
Gerson G. Ramos
 
Bases para um ministerio vivo
Bases para um ministerio vivoBases para um ministerio vivo
Bases para um ministerio vivo
leniogravacoes
 
Estandartes de israel
Estandartes de israelEstandartes de israel
Estandartes de israel
Gilberto75
 
E.b.d jovens 3ºtrimestre 2016 lição 01 - cópia
E.b.d   jovens 3ºtrimestre 2016 lição 01 - cópiaE.b.d   jovens 3ºtrimestre 2016 lição 01 - cópia
E.b.d jovens 3ºtrimestre 2016 lição 01 - cópia
Joel Silva
 
Apocalipse intro e cap 01 10 02 2015
Apocalipse intro e cap 01 10 02 2015Apocalipse intro e cap 01 10 02 2015
Apocalipse intro e cap 01 10 02 2015
Welem C Lourenço
 
Exilados que se tornaram missionários_Liç_Orig_532015 + textos
Exilados que se tornaram missionários_Liç_Orig_532015 + textosExilados que se tornaram missionários_Liç_Orig_532015 + textos
Exilados que se tornaram missionários_Liç_Orig_532015 + textos
Gerson G. Ramos
 
Reforma: consequência do reavivamento_Lição_original com textos_932013
Reforma: consequência do reavivamento_Lição_original com textos_932013Reforma: consequência do reavivamento_Lição_original com textos_932013
Reforma: consequência do reavivamento_Lição_original com textos_932013
Gerson G. Ramos
 
Lição 6 - Atos simbólicos + textos_GGR
Lição 6 - Atos simbólicos + textos_GGRLição 6 - Atos simbólicos + textos_GGR
Lição 6 - Atos simbólicos + textos_GGR
Gerson G. Ramos
 
Profetas e Reis
Profetas e ReisProfetas e Reis
Profetas e Reis
frenjr
 
Lição 10 – A destruição de Jerusalém + textos_GGR
Lição 10 – A destruição de Jerusalém + textos_GGRLição 10 – A destruição de Jerusalém + textos_GGR
Lição 10 – A destruição de Jerusalém + textos_GGR
Gerson G. Ramos
 

Semelhante a ❉ Respostas 1 - O chamado profético de Jeremias_GGR (20)

Salmo 97
Salmo 97Salmo 97
Salmo 97
 
Lição 1 - O chamado profético de Jeremias + textos_GGR
Lição 1 - O chamado profético de Jeremias + textos_GGRLição 1 - O chamado profético de Jeremias + textos_GGR
Lição 1 - O chamado profético de Jeremias + textos_GGR
 
LICÃO - PROF JEREMIAS.pptx
LICÃO  - PROF JEREMIAS.pptxLICÃO  - PROF JEREMIAS.pptx
LICÃO - PROF JEREMIAS.pptx
 
❉ A saga de Jonas_Resp_Liç_432015_GGR
❉ A saga de Jonas_Resp_Liç_432015_GGR❉ A saga de Jonas_Resp_Liç_432015_GGR
❉ A saga de Jonas_Resp_Liç_432015_GGR
 
Lição 9 - O jugo de Jeremias + textos_GGR
Lição 9 - O jugo de Jeremias + textos_GGRLição 9 - O jugo de Jeremias + textos_GGR
Lição 9 - O jugo de Jeremias + textos_GGR
 
❉ Respostas 2 - A crise (interna e externa)_GGR
❉ Respostas 2 - A crise (interna e externa)_GGR❉ Respostas 2 - A crise (interna e externa)_GGR
❉ Respostas 2 - A crise (interna e externa)_GGR
 
7682162 profetas-e-reis
7682162 profetas-e-reis7682162 profetas-e-reis
7682162 profetas-e-reis
 
Profetas e reis
Profetas e reisProfetas e reis
Profetas e reis
 
3 jeremias e lamentacoes
3   jeremias e lamentacoes3   jeremias e lamentacoes
3 jeremias e lamentacoes
 
"Cheios do Espírito do Senhor para profetizar justiça"
"Cheios do Espírito do Senhor para profetizar justiça""Cheios do Espírito do Senhor para profetizar justiça"
"Cheios do Espírito do Senhor para profetizar justiça"
 
A saga de Jonas_Liç_original_432015 + textos
A saga de Jonas_Liç_original_432015 + textosA saga de Jonas_Liç_original_432015 + textos
A saga de Jonas_Liç_original_432015 + textos
 
Bases para um ministerio vivo
Bases para um ministerio vivoBases para um ministerio vivo
Bases para um ministerio vivo
 
Estandartes de israel
Estandartes de israelEstandartes de israel
Estandartes de israel
 
E.b.d jovens 3ºtrimestre 2016 lição 01 - cópia
E.b.d   jovens 3ºtrimestre 2016 lição 01 - cópiaE.b.d   jovens 3ºtrimestre 2016 lição 01 - cópia
E.b.d jovens 3ºtrimestre 2016 lição 01 - cópia
 
Apocalipse intro e cap 01 10 02 2015
Apocalipse intro e cap 01 10 02 2015Apocalipse intro e cap 01 10 02 2015
Apocalipse intro e cap 01 10 02 2015
 
Exilados que se tornaram missionários_Liç_Orig_532015 + textos
Exilados que se tornaram missionários_Liç_Orig_532015 + textosExilados que se tornaram missionários_Liç_Orig_532015 + textos
Exilados que se tornaram missionários_Liç_Orig_532015 + textos
 
Reforma: consequência do reavivamento_Lição_original com textos_932013
Reforma: consequência do reavivamento_Lição_original com textos_932013Reforma: consequência do reavivamento_Lição_original com textos_932013
Reforma: consequência do reavivamento_Lição_original com textos_932013
 
Lição 6 - Atos simbólicos + textos_GGR
Lição 6 - Atos simbólicos + textos_GGRLição 6 - Atos simbólicos + textos_GGR
Lição 6 - Atos simbólicos + textos_GGR
 
Profetas e Reis
Profetas e ReisProfetas e Reis
Profetas e Reis
 
Lição 10 – A destruição de Jerusalém + textos_GGR
Lição 10 – A destruição de Jerusalém + textos_GGRLição 10 – A destruição de Jerusalém + textos_GGR
Lição 10 – A destruição de Jerusalém + textos_GGR
 

Mais de Gerson G. Ramos

Lição_1232016_Ministério urbano no tempo do fim_GGR
Lição_1232016_Ministério urbano no tempo do fim_GGRLição_1232016_Ministério urbano no tempo do fim_GGR
Lição_1232016_Ministério urbano no tempo do fim_GGR
Gerson G. Ramos
 
Lição_1132016_Jesus ordenava_ “Segue-Me”_GGR
Lição_1132016_Jesus ordenava_ “Segue-Me”_GGRLição_1132016_Jesus ordenava_ “Segue-Me”_GGR
Lição_1132016_Jesus ordenava_ “Segue-Me”_GGR
Gerson G. Ramos
 
Respostas_1032016_Jesus conquistava a confiança das pessoas_GGR
Respostas_1032016_Jesus conquistava a confiança das pessoas_GGRRespostas_1032016_Jesus conquistava a confiança das pessoas_GGR
Respostas_1032016_Jesus conquistava a confiança das pessoas_GGR
Gerson G. Ramos
 
Lição_1032016_Jesus conquistava a confiança das pessoas_GGR
Lição_1032016_Jesus conquistava a confiança das pessoas_GGRLição_1032016_Jesus conquistava a confiança das pessoas_GGR
Lição_1032016_Jesus conquistava a confiança das pessoas_GGR
Gerson G. Ramos
 
Respostas_932016_ Jesus ministrava às necessidades das pessoas_GGR
Respostas_932016_ Jesus ministrava às necessidades das pessoas_GGRRespostas_932016_ Jesus ministrava às necessidades das pessoas_GGR
Respostas_932016_ Jesus ministrava às necessidades das pessoas_GGR
Gerson G. Ramos
 
Lição_932016_ Jesus ministrava às necessidades das pessoas_GGR
Lição_932016_ Jesus ministrava às necessidades das pessoas_GGRLição_932016_ Jesus ministrava às necessidades das pessoas_GGR
Lição_932016_ Jesus ministrava às necessidades das pessoas_GGR
Gerson G. Ramos
 
Respostas_832016_Jesus manifestava compaixão pelas pessoas_GGR
Respostas_832016_Jesus manifestava compaixão pelas pessoas_GGRRespostas_832016_Jesus manifestava compaixão pelas pessoas_GGR
Respostas_832016_Jesus manifestava compaixão pelas pessoas_GGR
Gerson G. Ramos
 
Lição_832016_Jesus manifestava compaixão pelas pessoas_GGR
Lição_832016_Jesus manifestava compaixão pelas pessoas_GGRLição_832016_Jesus manifestava compaixão pelas pessoas_GGR
Lição_832016_Jesus manifestava compaixão pelas pessoas_GGR
Gerson G. Ramos
 
Respostas_732016_Jesus desejava o bem das pessoas_GGR
Respostas_732016_Jesus desejava o bem das pessoas_GGRRespostas_732016_Jesus desejava o bem das pessoas_GGR
Respostas_732016_Jesus desejava o bem das pessoas_GGR
Gerson G. Ramos
 
Lição_732016_Jesus desejava o bem das pessoas_GGR
Lição_732016_Jesus desejava o bem das pessoas_GGRLição_732016_Jesus desejava o bem das pessoas_GGR
Lição_732016_Jesus desejava o bem das pessoas_GGR
Gerson G. Ramos
 
Respostas_63201_ Jesus se misturava com as pessoas_GGR
Respostas_63201_ Jesus se misturava com as pessoas_GGRRespostas_63201_ Jesus se misturava com as pessoas_GGR
Respostas_63201_ Jesus se misturava com as pessoas_GGR
Gerson G. Ramos
 
Lição_632016_Jesus Se misturava com as pessoas_GGR
Lição_632016_Jesus Se misturava com as pessoas_GGRLição_632016_Jesus Se misturava com as pessoas_GGR
Lição_632016_Jesus Se misturava com as pessoas_GGR
Gerson G. Ramos
 
Respostas_532016_Como o evangelho transforma a comunidade_GGR
Respostas_532016_Como o evangelho transforma a comunidade_GGRRespostas_532016_Como o evangelho transforma a comunidade_GGR
Respostas_532016_Como o evangelho transforma a comunidade_GGR
Gerson G. Ramos
 
Lição_532016_Como o evangelho transforma a comunidade_GGR
Lição_532016_Como o evangelho transforma a comunidade_GGRLição_532016_Como o evangelho transforma a comunidade_GGR
Lição_532016_Como o evangelho transforma a comunidade_GGR
Gerson G. Ramos
 
Lição_432016_Justiça e misericórdia no Antigo Testamento: Parte 2_GGR
Lição_432016_Justiça e misericórdia no Antigo Testamento: Parte 2_GGRLição_432016_Justiça e misericórdia no Antigo Testamento: Parte 2_GGR
Lição_432016_Justiça e misericórdia no Antigo Testamento: Parte 2_GGR
Gerson G. Ramos
 
Respostas_332016_Justiça e misericórdia no Antigo Testamento: Parte 1_GGR
Respostas_332016_Justiça e misericórdia no Antigo Testamento: Parte 1_GGRRespostas_332016_Justiça e misericórdia no Antigo Testamento: Parte 1_GGR
Respostas_332016_Justiça e misericórdia no Antigo Testamento: Parte 1_GGR
Gerson G. Ramos
 
Lição_332016_Justiça e misericórdia no Antigo Testamento: Parte 1_GGR
Lição_332016_Justiça e misericórdia no Antigo Testamento: Parte 1_GGRLição_332016_Justiça e misericórdia no Antigo Testamento: Parte 1_GGR
Lição_332016_Justiça e misericórdia no Antigo Testamento: Parte 1_GGR
Gerson G. Ramos
 
Respostas_232016_A Restauração do Domínio_GGR
Respostas_232016_A Restauração do Domínio_GGRRespostas_232016_A Restauração do Domínio_GGR
Respostas_232016_A Restauração do Domínio_GGR
Gerson G. Ramos
 
Lição_232016_A Restauração do Domínio_GGR
Lição_232016_A Restauração do Domínio_GGRLição_232016_A Restauração do Domínio_GGR
Lição_232016_A Restauração do Domínio_GGR
Gerson G. Ramos
 
Respostas_132016_A restauração de todas as coisas_GGR
Respostas_132016_A restauração de todas as coisas_GGRRespostas_132016_A restauração de todas as coisas_GGR
Respostas_132016_A restauração de todas as coisas_GGR
Gerson G. Ramos
 

Mais de Gerson G. Ramos (20)

Lição_1232016_Ministério urbano no tempo do fim_GGR
Lição_1232016_Ministério urbano no tempo do fim_GGRLição_1232016_Ministério urbano no tempo do fim_GGR
Lição_1232016_Ministério urbano no tempo do fim_GGR
 
Lição_1132016_Jesus ordenava_ “Segue-Me”_GGR
Lição_1132016_Jesus ordenava_ “Segue-Me”_GGRLição_1132016_Jesus ordenava_ “Segue-Me”_GGR
Lição_1132016_Jesus ordenava_ “Segue-Me”_GGR
 
Respostas_1032016_Jesus conquistava a confiança das pessoas_GGR
Respostas_1032016_Jesus conquistava a confiança das pessoas_GGRRespostas_1032016_Jesus conquistava a confiança das pessoas_GGR
Respostas_1032016_Jesus conquistava a confiança das pessoas_GGR
 
Lição_1032016_Jesus conquistava a confiança das pessoas_GGR
Lição_1032016_Jesus conquistava a confiança das pessoas_GGRLição_1032016_Jesus conquistava a confiança das pessoas_GGR
Lição_1032016_Jesus conquistava a confiança das pessoas_GGR
 
Respostas_932016_ Jesus ministrava às necessidades das pessoas_GGR
Respostas_932016_ Jesus ministrava às necessidades das pessoas_GGRRespostas_932016_ Jesus ministrava às necessidades das pessoas_GGR
Respostas_932016_ Jesus ministrava às necessidades das pessoas_GGR
 
Lição_932016_ Jesus ministrava às necessidades das pessoas_GGR
Lição_932016_ Jesus ministrava às necessidades das pessoas_GGRLição_932016_ Jesus ministrava às necessidades das pessoas_GGR
Lição_932016_ Jesus ministrava às necessidades das pessoas_GGR
 
Respostas_832016_Jesus manifestava compaixão pelas pessoas_GGR
Respostas_832016_Jesus manifestava compaixão pelas pessoas_GGRRespostas_832016_Jesus manifestava compaixão pelas pessoas_GGR
Respostas_832016_Jesus manifestava compaixão pelas pessoas_GGR
 
Lição_832016_Jesus manifestava compaixão pelas pessoas_GGR
Lição_832016_Jesus manifestava compaixão pelas pessoas_GGRLição_832016_Jesus manifestava compaixão pelas pessoas_GGR
Lição_832016_Jesus manifestava compaixão pelas pessoas_GGR
 
Respostas_732016_Jesus desejava o bem das pessoas_GGR
Respostas_732016_Jesus desejava o bem das pessoas_GGRRespostas_732016_Jesus desejava o bem das pessoas_GGR
Respostas_732016_Jesus desejava o bem das pessoas_GGR
 
Lição_732016_Jesus desejava o bem das pessoas_GGR
Lição_732016_Jesus desejava o bem das pessoas_GGRLição_732016_Jesus desejava o bem das pessoas_GGR
Lição_732016_Jesus desejava o bem das pessoas_GGR
 
Respostas_63201_ Jesus se misturava com as pessoas_GGR
Respostas_63201_ Jesus se misturava com as pessoas_GGRRespostas_63201_ Jesus se misturava com as pessoas_GGR
Respostas_63201_ Jesus se misturava com as pessoas_GGR
 
Lição_632016_Jesus Se misturava com as pessoas_GGR
Lição_632016_Jesus Se misturava com as pessoas_GGRLição_632016_Jesus Se misturava com as pessoas_GGR
Lição_632016_Jesus Se misturava com as pessoas_GGR
 
Respostas_532016_Como o evangelho transforma a comunidade_GGR
Respostas_532016_Como o evangelho transforma a comunidade_GGRRespostas_532016_Como o evangelho transforma a comunidade_GGR
Respostas_532016_Como o evangelho transforma a comunidade_GGR
 
Lição_532016_Como o evangelho transforma a comunidade_GGR
Lição_532016_Como o evangelho transforma a comunidade_GGRLição_532016_Como o evangelho transforma a comunidade_GGR
Lição_532016_Como o evangelho transforma a comunidade_GGR
 
Lição_432016_Justiça e misericórdia no Antigo Testamento: Parte 2_GGR
Lição_432016_Justiça e misericórdia no Antigo Testamento: Parte 2_GGRLição_432016_Justiça e misericórdia no Antigo Testamento: Parte 2_GGR
Lição_432016_Justiça e misericórdia no Antigo Testamento: Parte 2_GGR
 
Respostas_332016_Justiça e misericórdia no Antigo Testamento: Parte 1_GGR
Respostas_332016_Justiça e misericórdia no Antigo Testamento: Parte 1_GGRRespostas_332016_Justiça e misericórdia no Antigo Testamento: Parte 1_GGR
Respostas_332016_Justiça e misericórdia no Antigo Testamento: Parte 1_GGR
 
Lição_332016_Justiça e misericórdia no Antigo Testamento: Parte 1_GGR
Lição_332016_Justiça e misericórdia no Antigo Testamento: Parte 1_GGRLição_332016_Justiça e misericórdia no Antigo Testamento: Parte 1_GGR
Lição_332016_Justiça e misericórdia no Antigo Testamento: Parte 1_GGR
 
Respostas_232016_A Restauração do Domínio_GGR
Respostas_232016_A Restauração do Domínio_GGRRespostas_232016_A Restauração do Domínio_GGR
Respostas_232016_A Restauração do Domínio_GGR
 
Lição_232016_A Restauração do Domínio_GGR
Lição_232016_A Restauração do Domínio_GGRLição_232016_A Restauração do Domínio_GGR
Lição_232016_A Restauração do Domínio_GGR
 
Respostas_132016_A restauração de todas as coisas_GGR
Respostas_132016_A restauração de todas as coisas_GGRRespostas_132016_A restauração de todas as coisas_GGR
Respostas_132016_A restauração de todas as coisas_GGR
 

Último

Estudo Biblico deuteronomio PowerPoint.pdf
Estudo Biblico deuteronomio PowerPoint.pdfEstudo Biblico deuteronomio PowerPoint.pdf
Estudo Biblico deuteronomio PowerPoint.pdf
JaquelineSantosBasto
 
A Abóbada Celeste No Rito Adonhiramita.pdf
A Abóbada Celeste No Rito Adonhiramita.pdfA Abóbada Celeste No Rito Adonhiramita.pdf
A Abóbada Celeste No Rito Adonhiramita.pdf
claudiovieira83
 
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.docORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
Oziete SS
 
Salmo 91
Salmo 91Salmo 91
Salmo 91
Nilson Almeida
 
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Elton Zanoni
 
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
REFORMADOR PROTESTANTE
 
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptxLição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
JaquelineSantosBasto
 
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptxLição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Celso Napoleon
 
SEGREDOS DO APOCALIPSE - o apocalipse através de olhos hebraicos
SEGREDOS DO APOCALIPSE - o apocalipse através de olhos hebraicosSEGREDOS DO APOCALIPSE - o apocalipse através de olhos hebraicos
SEGREDOS DO APOCALIPSE - o apocalipse através de olhos hebraicos
REFORMADOR PROTESTANTE
 
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livroA VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
GABRIELADIASDUTRA1
 
A Verdade Sôbre As Profecias Do Apocalipse.pdf
A Verdade Sôbre As Profecias Do Apocalipse.pdfA Verdade Sôbre As Profecias Do Apocalipse.pdf
A Verdade Sôbre As Profecias Do Apocalipse.pdf
REFORMADOR PROTESTANTE
 
Festa das Primícias - Igreja Adventista do Sétimo Dia
Festa das Primícias - Igreja Adventista do Sétimo DiaFesta das Primícias - Igreja Adventista do Sétimo Dia
Festa das Primícias - Igreja Adventista do Sétimo Dia
André Luiz Marques
 
Jesuítas Os Terroristas Secretos. Livro pdf pdf
Jesuítas Os Terroristas Secretos. Livro pdf pdfJesuítas Os Terroristas Secretos. Livro pdf pdf
Jesuítas Os Terroristas Secretos. Livro pdf pdf
REFORMADOR PROTESTANTE
 
a futura religião da nova ordem mundial.
a  futura religião da nova ordem mundial.a  futura religião da nova ordem mundial.
a futura religião da nova ordem mundial.
REFORMADOR PROTESTANTE
 

Último (14)

Estudo Biblico deuteronomio PowerPoint.pdf
Estudo Biblico deuteronomio PowerPoint.pdfEstudo Biblico deuteronomio PowerPoint.pdf
Estudo Biblico deuteronomio PowerPoint.pdf
 
A Abóbada Celeste No Rito Adonhiramita.pdf
A Abóbada Celeste No Rito Adonhiramita.pdfA Abóbada Celeste No Rito Adonhiramita.pdf
A Abóbada Celeste No Rito Adonhiramita.pdf
 
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.docORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
 
Salmo 91
Salmo 91Salmo 91
Salmo 91
 
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
 
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
 
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptxLição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
 
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptxLição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
 
SEGREDOS DO APOCALIPSE - o apocalipse através de olhos hebraicos
SEGREDOS DO APOCALIPSE - o apocalipse através de olhos hebraicosSEGREDOS DO APOCALIPSE - o apocalipse através de olhos hebraicos
SEGREDOS DO APOCALIPSE - o apocalipse através de olhos hebraicos
 
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livroA VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
 
A Verdade Sôbre As Profecias Do Apocalipse.pdf
A Verdade Sôbre As Profecias Do Apocalipse.pdfA Verdade Sôbre As Profecias Do Apocalipse.pdf
A Verdade Sôbre As Profecias Do Apocalipse.pdf
 
Festa das Primícias - Igreja Adventista do Sétimo Dia
Festa das Primícias - Igreja Adventista do Sétimo DiaFesta das Primícias - Igreja Adventista do Sétimo Dia
Festa das Primícias - Igreja Adventista do Sétimo Dia
 
Jesuítas Os Terroristas Secretos. Livro pdf pdf
Jesuítas Os Terroristas Secretos. Livro pdf pdfJesuítas Os Terroristas Secretos. Livro pdf pdf
Jesuítas Os Terroristas Secretos. Livro pdf pdf
 
a futura religião da nova ordem mundial.
a  futura religião da nova ordem mundial.a  futura religião da nova ordem mundial.
a futura religião da nova ordem mundial.
 

❉ Respostas 1 - O chamado profético de Jeremias_GGR

  • 1. Lições Adultos Jeremias Lição 1 - O chamado profético de Jeremias 26 de setembro a 3 de outubro ❉ Sábado à tarde Ano Bíblico: Habacuque VERSO PARA MEMORIZAR: “Antes que Eu te formasse no ventre materno, Eu te conheci, e, antes que saísses da madre, te consagrei, e te constituí profeta às nações”. Jr 1:5. Entre os que tinham esperado um permanente reavivamento espiritual como resultado da reforma levada a efeito por Josias, estava Jeremias, chamado por Deus para o ofício de profeta, quando ainda jovem, no décimo terceiro ano do reinado de Josias. Membro do sacerdócio levítico, Jeremias havia sido educado desde a infância para a santa função. Nesses felizes anos de preparação pouco imaginara ele que havia sido consagrado desde o nascimento para ser um profeta "às nações"; e quando veio o divino chamado, ele se sentiu oprimido com o senso de sua indignidade. "Ah Senhor Jeová" ele exclamou, "eis que não sei falar; porque sou uma criança". Jer. 1:5 e 6. (Profetas e Reis, p. 407). ❉ Domingo - Os profetas Ano Bíblico: Sofonias Profeta do Heb. nabiy’ “porta-voz”, “orador”, “enviado que fala em nome de”. Desde os primeiros tempos, os profetas eram reconhecidos como ensinadores divinamente designados. Na mais alta acepção da palavra, o profeta era alguém que falava por direta inspiração, comunicando ao povo as mensagens que havia recebido de Deus. Mas esse nome também era dado àqueles que, embora não fossem diretamente inspirados, eram divinamente chamados para instruir o povo nas palavras e caminhos de Deus. (Educação, p. 46). Os profetas, em conformidade com seu chamado, eram resolutos protetores da lei de Deus. Defendiam a aliança e os dez mandamentos (Jr 11:2-6). O texto de Miqueias 3:8 resume a obra do profeta: ele devia “declarar a Jacó a sua transgressão e a Israel, o seu pecado”. Evidentemente, o conceito de pecado não tem sentido à parte da lei (Rm 7:7; 1Jo 3:4). ● 1. Qual era a mensagem dos profetas para o povo? Essa mensagem continua sendo a mesma para nós, hoje? Is 1:19; Jr 7:5-7; Ez 18:23; Mt 3:7-11. Is 1:19-20, (RC); 19 Se quiserdes, e ouvirdes, comereis o bem desta terra. 20 Mas, se recusardes e fordes rebeldes, sereis devorados à espada, porque a boca do SENHOR o disse. Jr 7:5-7, (ACF); 5 Mas, se deveras melhorardes os vossos caminhos e as vossas obras; se deveras praticardes o Pedidos, Dúvidas, Críticas, Sugestões:Pedidos, Dúvidas, Críticas, Sugestões: Gerson G. Ramos.Gerson G. Ramos. e-mail:e-mail: ramos@advir.comramos@advir.com
  • 2. juízo entre um homem e o seu próximo; 6 Se não oprimirdes o estrangeiro, e o órfão, e a viúva, nem derramardes sangue inocente neste lugar, nem andardes após outros deuses para vosso próprio mal, 7 Eu vos farei habitar neste lugar, na terra que dei a vossos pais, desde os tempos antigos e para sempre. Ez 18:23, (RA); 23 Tenho eu algum prazer na morte do ímpio? diz o Senhor Deus. Não desejo antes que se converta dos seus caminhos, e viva? Mt 3:7-11, (NVI); 7 Quando viu que muitos fariseus e saduceus vinham para onde ele estava batizando, disse- lhes: "Raça de víboras! Quem lhes deu a ideia de fugir da ira que se aproxima? 8 Dêem fruto que mostre o arrependimento! 9 Não pensem que vocês podem dizer a si mesmos: ‘Abraão é nosso pai’. Pois eu lhes digo que destas pedras Deus pode fazer surgir filhos a Abraão. 10 O machado já está posto à raiz das árvores, e toda árvore que não der bom fruto será cortada e lançada ao fogo. 11 "Eu os batizo com água para arrependimento. Mas depois de mim vem alguém mais poderoso do que eu, tanto que não sou digno nem de levar as suas sandálias. Ele os batizará com o Espírito Santo e com fogo. ► Resp. Se abandonasse seus maus caminhos, o povo viveria e seria abençoado; se não abandonasse o pecado, o juízo viria e traria destruição. Por intermédio de Jeremias a palavra do Senhor a Seu povo foi: “Volta, ó rebelde Israel… e não farei cair a Minha ira sobre ti, porque Eu sou compassivo, diz o Senhor, e não manterei para sempre a Minha ira. Tão somente reconhece a tua iniquidade, reconhece que transgrediste contra o Senhor, teu Deus… Convertam-se, ó filhos rebeldes, diz o Senhor, porque Eu sou o seu esposo”; “Pai Me chamarás e de Mim não te desviarás”; “Voltem, ó filhos rebeldes, Eu curarei as suas rebeliões” (Jr 3:12-14; 19, 22). Além desses maravilhosos apelos, o Senhor deu a Seu povo extraviado as próprias palavras com que podiam voltar a Ele. Eles deviam dizer: “Eis-nos aqui, viemos a Ti, porque Tu és o Senhor nosso Deus. Certamente se confia nos outeiros e na multidão das montanhas: deveras no Senhor nosso Deus está a salvação de Israel. … Jazemos na nossa vergonha, e estamos cobertos da nossa confusão, porque pecamos contra o Senhor nosso Deus, nós e nossos pais, desde a nossa mocidade até ao dia de hoje; e não temos ouvido a voz do Senhor nosso Deus”. Jr 3:22-25. (Profetas e Reis, p. 410). Deus espera conceder as bênçãos da absolvição, do perdão da iniquidade, dos dons da justiça, a todos os que creem em Seu amor e aceitam a salvação que Ele oferece. Cristo está pronto a dizer ao pecador que se arrepende: “Eis que tenho feito com que passe de ti a tua iniquidade, e te vestirei de vestes novas” (Zc 3:4). O sangue de Jesus Cristo é o eloquente apelo que fala em favor dos pecadores. Esse sangue “purifica de todo o pecado” (1Jo 1:7). É seu privilégio confiar no amor de Jesus para a salvação, da maneira mais ampla, mais segura e mais nobre. Diga: Ele me ama, Ele me recebe, nEle confiarei, pois deu Sua vida por mim. Nada dissipa tanto a dúvida como entrar em contato com o caráter de Cristo. Ele declara: “O que vem a Mim de maneira nenhuma o lançarei fora” (João 6:37), isto é, não há possibilidade de o lançar fora, pois empenhei Minha palavra de recebê-lo. Peguem a Cristo por Sua palavra, e declarem seus lábios que vocês alcançaram a vitória. (Testemunhos Para Ministros e Obreiros Evangélicos, p. 517). ❉ Segunda - Os antecedentes familiares de Jeremias Ano Bíblico: Ageu Jeremias do Heb. Yirmeyahuw “a quem Javé levantou, designou”. Um dos profetas maiores, filho de Hilquias, da família sacerdotal em Anatote; autor do livro profético que tem o seu nome. ● 2. Leia 1 Reis 1 e 1 Reis 2:26. Que acontecimentos causaram o exílio de Abiatar em sua cidade natal, Anatote? 1Rs 1:1-53, (KJA); Relato da Conspiração para assumir o trono de Israel. 1Rs 2:26, (KJA); 26 Ao sacerdote Abiatar, o rei ordenou: “Vai para Anatote, para a tua propriedade, porque és digno de morte, mas não te farei morrer hoje, porque carregaste a Arca de Yahweh diante do rei Davi, meu pai, e compartilhaste todas as provações de meu pai!”. Pedidos, Dúvidas, Críticas, Sugestões:Pedidos, Dúvidas, Críticas, Sugestões: Gerson G. Ramos.Gerson G. Ramos. e-mail:e-mail: ramos@advir.comramos@advir.com
  • 3. ► Resp. Abiatar apoiou Adonias em sua conspiração contra Salomão. “Depois de se ter fortalecido no trono, Salomão, num conflito com Adonias referente à sucessão, removeu Abiatar do sacerdócio e o exilou em sua cidade natal, Anatote, que, segundo se crê, ficava cerca de 5 km a nordeste de Jerusalém. Hilquias, pai de Jeremias, era membro de uma família sacerdotal que morava em Anatote. Alguns têm especulado que a família de Jeremias talvez fosse descendente de Abiatar. Seja como for, sabemos que o jovem profeta vinha de uma linhagem importante (Jr 1:1). Podemos ver que, ao longo da História, o Senhor chamou para o ofício profético todos os tipos de pessoas: pastores, mestres, pescadores, sacerdotes e outros”. LES. Ainda outra sombra deveria formar-se sobre o últimos anos de Davi. Ele atingira a idade de setenta anos. As dificuldades e situações perigosas por que passara em suas primitivas vagueações, suas muitas guerras, cuidados e aflições de seus últimos anos, haviam-lhe solapado a fonte da vida. Embora a mente retivesse sua clareza e força, a fraqueza e a idade, com seu desejo de recolhimento, impediam uma apreensão rápida do que se estava a passar no reino, e de novo surgiu a rebelião à própria sombra do trono. Outra vez se manifestou o fruto da condescendência paternal de Davi. Aquele que agora aspirava ao trono era Adonias, "mui formoso de parecer", em seu aspecto pessoal e em seu porte, mas sem escrúpulos e descuidado. Em sua juventude não estivera sujeito senão a poucas restrições; pois "nunca seu pai o tinha contrariado, dizendo: Por que fizeste assim?" I Reis 1:6. Agora ele se rebelou contra a autoridade de Deus, que havia designado Salomão ao trono. Tanto pelos dotes naturais como pelo caráter religioso, Salomão estava mais bem qualificado do que seu irmão mais velho, para tornar-se governador de Israel; contudo, se bem que a escolha de Deus tivesse sido claramente indicada, não deixou Adonias de encontrar quem o apoiasse. Joabe, embora culpado de muitos crimes, fora até ali fiel ao trono; mas agora aderiu à conspiração contra Salomão, como também o fizera o sacerdote Abiatar. A rebelião estava madura; os conspiradores tinham-se reunido em uma grande festa junto à cidade para proclamar Adonias como rei, quando seus planos foram transtornados pela ação pronta de pessoas fiéis, estado entre as principais o sacerdote Zadoque, o profeta Natã, e Bate-Seba, mãe de Salomão. Representaram ao rei o estado em que se achavam as coisas, lembrando-o da determinação divina de que Salomão o sucedesse no trono. Davi de pronto abdicou em favor de Salomão, que imediatamente foi ungido e proclamado rei. Estava abafada a conspiração. Seus principais atores incorreram na pena de morte. A vida de Abiatar foi poupada, em atenção ao seu ofício e anterior fidelidade para com Davi; mas foi rebaixado da função de sumo sacerdote, que passou à linhagem de Zadoque. Joabe e Adonias foram poupados por algum tempo, mas depois da morte de Davi sofreram a pena de seu crime. A execução da sentença sobre o filho de Davi completou o quádruplo juízo que testificou da aversão de Deus ao pecado do pai. (Patriarcas e Profetas, p. 749-750). ❉ Terça - O chamado profético de Jeremias Ano Bíblico: Zc 1–4 ● 3. Leia Jeremias 1:1-5. O que a passagem diz sobre o chamado de Jeremias? Jr 1:1-5, (RA); 1 As palavras de Jeremias, filho de Hilquias, um dos sacerdotes que estavam em Anatote, na terra de Benjamim; 2 ao qual veio a palavra do Senhor, nos dias de Josias, filho de Amom, rei de Judá, no décimo terceiro ano do seu reinado; 3 e lhe veio também nos dias de Jeoiaquim, filho de Josias, rei de Judá, até o fim do ano undécimo de Zedequias, filho de Josias, rei de Judá, até que Jerusalém foi levada em cativeiro no quinto mês. 4 Ora veio a mim a palavra do Senhor, dizendo: 5 Antes que eu te formasse no ventre te conheci, e antes que saísses da madre te santifiquei; às nações te dei por profeta. ► Resp. Veio a ele a palavra do Senhor. Foi o Senhor que o chamou; isso aconteceu no 13º ano do reinado de Josias. ● 4. Leia Jeremias 1:4, 5. Que certeza e conforto o profeta deve ter extraído dessas palavras? Jr 1:4-5, (RA); 4 Ora veio a mim a palavra do Senhor, dizendo: 5 Antes que eu te formasse no ventre te conheci, e antes que saísses da madre te santifiquei; às nações te dei por profeta. Pedidos, Dúvidas, Críticas, Sugestões:Pedidos, Dúvidas, Críticas, Sugestões: Gerson G. Ramos.Gerson G. Ramos. e-mail:e-mail: ramos@advir.comramos@advir.com
  • 4. ► Resp. A certeza e o conforto de saber que Deus o havia escolhido antes de seu nascimento, e o havia separado para essa santa tarefa. Entre os que tinham esperado um permanente reavivamento espiritual como resultado da reforma levada a efeito por Josias, estava Jeremias, chamado por Deus para o ofício de profeta, quando ainda jovem, no décimo terceiro ano do reinado de Josias. Membro do sacerdócio levítico, Jeremias havia sido educado desde a infância para a santa função. Nesses felizes anos de preparação pouco imaginara ele que havia sido consagrado desde o nascimento para ser um profeta "às nações"; e quando veio o divino chamado, ele se sentiu oprimido com o senso de sua indignidade. "Ah Senhor Jeová" ele exclamou, "eis que não sei falar; porque sou uma criança". Jer. 1:5 e 6. Na juventude de Jeremias Deus viu alguém que seria fiel a seu encargo, e que permaneceria pelo direito contra grande oposição. Na meninice ele se provara fiel; e agora enfrentaria durezas, como bom soldado da cruz. "Não digas: eu sou uma criança"; ordenou o Senhor ao Seu escolhido mensageiro; "porque aonde quer que Eu te enviar, irás; e tudo quanto te mandar dirás. Não temas diante deles; porque Eu sou contigo para te livrar." Jer. 1:7 e 8. "Tu, pois, cinge os teus lombos, e levanta-te, e dize-lhes tudo quanto Eu te mandar; não desanimes diante deles, porque Eu farei com que não temas na sua presença. Porque, eis que te ponho hoje por cidade forte, e por coluna de ferro, e por muros de bronze, contra toda a terra, contra os reis de Judá, contra os seus príncipes, contra os seus sacerdotes, e contra o povo da terra. E pelejarão contra ti, mas não prevalecerão contra ti; porque Eu sou contigo, para te livrar." Jer. 1:17-19. Por quarenta anos, Jeremias devia estar diante da nação como testemunha da verdade e da justiça. Num tempo de apostasia sem paralelo, devia ele exemplificar na vida e no caráter a adoração do verdadeiro Deus. Durante o terrível cerco de Jerusalém, ele seria o porta-voz de Jeová. Prediria a queda da casa de Davi, e a destruição do belo templo construído por Salomão. E quando aprisionado por causa de suas destemerosas afirmações, devia ainda falar contra o pecado nos altos. Desprezado, odiado, rejeitado dos homens, havia ele de finalmente testemunhar o cumprimento literal de suas próprias profecias de iminente condenação, e partilhar da tristeza e dor que se seguiriam à destruição da cidade condenada. Todavia em meio à ruína geral por que estava passando rapidamente a nação, muitas vezes foi permitido a Jeremias olhar para além das desoladoras cenas do presente às gloriosas perspectivas do futuro, quando o povo de Deus seria resgatado da terra do inimigo, e novamente plantado em Sião. Ele previu o tempo em que o Senhor haveria de renovar Sua relação de concerto com eles. "A sua alma será como um jardim regado, e nunca mais andarão tristes." Jer. 31:12. Com respeito ao seu chamado para a missão profética, o próprio Jeremias escreveu: “Estendeu o Senhor a Sua mão, e tocou-me na boca; e disse-me o Senhor: Eis que ponho as Minhas palavras na tua boca. Olha, ponho-te neste dia sobre as nações, e sobre os reinos, para arrancares, e para derribares, e para destruíres, e para arruinares; e também para edificares, e para plantares” (Jr 1:9, 10). Graças a Deus pelas palavras “para edificares e para plantares”. Por essas palavras foi assegurado a Jeremias o propósito do Senhor de restaurar e sarar. Severas eram as mensagens a ser levadas nos anos que se seguiriam. Profecias de iminentes juízos a sobrevir deviam ser apresentadas com destemor. Das planícies de Sinear devia sobrevir “o mal sobre todos os habitantes da terra”. “Eu pronunciarei contra eles os Meus juízos”, o Senhor declarou, “por causa de toda a sua malícia, pois Me deixaram a Mim” (Jr 1:14, 16). Mas o profeta devia fazer acompanhar essas mensagens da segurança de perdão a todos os que tornassem de suas más obras. (Profetas e Reis, p. 407-409). ❉ Quarta - Profetas relutantes Ano Bíblico: Zc 5–8 Apesar da certeza dada pelo Senhor de que Jeremias havia sido divinamente escolhido para aquela tarefa, o jovem ficou assustado e não se considerou à altura dela. Talvez por conhecer a má condição espiritual da época, e por saber o que precisava ser feito, Jeremias não queria aquele trabalho. ● 5. Compare Jeremias 1:6 com Isaías 6:5 e Êxodo 4:10-15. Que pontos esses incidentes têm em comum? Jr 1:6-7, (ARA); 6 Então disse eu: Ah, Senhor Deus! Eis que não sei falar; porque sou um menino. 7 Mas o Senhor me respondeu: Não digas: Eu sou um menino; porque a todos a quem eu te enviar, irás; e tudo quanto te mandar dirás. Pedidos, Dúvidas, Críticas, Sugestões:Pedidos, Dúvidas, Críticas, Sugestões: Gerson G. Ramos.Gerson G. Ramos. e-mail:e-mail: ramos@advir.comramos@advir.com
  • 5. Is 6:5, (ARA); 5 Então disse eu: Ai de mim! pois estou perdido; porque sou homem de lábios impuros, e habito no meio dum povo de impuros lábios; e os meus olhos viram o rei, o Senhor dos exércitos! Ex 4:10-15, (ARA); 10 Então disse Moisés ao Senhor: Ah, Senhor! eu não sou eloquente, nem o fui dantes, nem ainda depois que falaste ao teu servo; porque sou pesado de boca e pesado de língua. 11 Ao que lhe replicou o Senhor: Quem faz a boca do homem? ou quem faz o mudo, ou o surdo, ou o que vê, ou o cego?. Não sou eu, o Senhor? 12 Vai, pois, agora, e eu serei com a tua boca e te ensinarei o que hás de falar. 13 Ele, porém, respondeu: Ah, Senhor! envia, peço-te, por mão daquele a quem tu hás de enviar. 14 Então se acendeu contra Moisés a ira do Senhor, e disse ele: Não é Arão, o levita, teu irmão? eu sei que ele pode falar bem. Eis que ele também te sai ao encontro, e vendo-te, se alegrará em seu coração. 15 Tu, pois, lhe falarás, e porás as palavras na sua boca; e eu serei com a tua boca e com a dele, e vos ensinarei o que haveis de fazer. ► Resp. As pessoas chamadas se sentiram incapazes e indignas diante do chamado profético. Quando Jó ouviu do redemoinho, a voz do Senhor, exclamou: “Por isso me abomino e me arrependo no pó e na cinza” (Jó 42:6). Foi quando Isaías viu a glória do Senhor e ouviu os querubins a clamar – “Santo, santo, santo é o Senhor dos exércitos” – que exclamou: “Ai de mim, que vou perecendo!” (Is 6:3, 5). Arrebatado ao terceiro Céu, Paulo ouviu coisas que não era possível ao homem proferir e falou de si mesmo como “o mínimo de todos os santos” (2Co 12:2-4; Ef 3:8). Foi o amado João, que se reclinou ao peito de Jesus, e Lhe contemplou a glória, que caiu como morto aos pés de um anjo (Ap 1:17). Não pode haver exaltação própria, jactanciosa pretensão à libertação do pecado, por parte dos que andam à sombra da cruz do Calvário. Eles sentem que foi seu pecado o causador da agonia que quebrantou o coração do Filho de Deus, e esse pensamento os levará à humilhação própria. Os que mais perto vivem de Jesus, mais claramente discernem a fragilidade e pecaminosidade do ser humano, e sua única esperança está nos méritos de um Salvador crucificado e ressurgido. (O Grande Conflito, p. 471). ● 6. Leia Jeremias 1:7-10. Qual foi a resposta de Deus a Jeremias? Por que essa resposta traz esperança e uma promessa com relação ao que cremos que Deus nos chamou para fazer? Jr 1:7-10, (RC); 7 Mas o SENHOR me disse: Não digas: Eu sou uma criança; porque, aonde quer que eu te enviar, irás; e tudo quanto te mandar dirás. 8 Não temas diante deles, porque eu sou contigo para te livrar, diz o SENHOR. 9 E estendeu o SENHOR a mão, tocou-me na boca e disse-me o SENHOR: Eis que ponho as minhas palavras na tua boca. 10 Olha, ponho-te neste dia sobre as nações e sobre os reinos, para arrancares, e para derribares, e para destruíres, e para arruinares; e também para edificares e para plantares. ► Resp. Ele não devia dizer que era incapaz para a tarefa, mas que devia fazer tudo o que Deus lhe ordenasse. O Senhor estaria com ele para livrá-lo e colocaria Suas palavras na boca do profeta. Se isso foi verdade com relação a Jeremias, também é verdade em relação a nós, quando Deus nos chama a fazer algo para Ele. Está escrito acerca dos apóstolos: “Eles, tendo partido, pregaram por todas as partes, cooperando com eles o Senhor, e confirmando a Palavra com os sinais que se seguiram” (Mc 16:20). Como Cristo enviou Seus discípulos, assim Ele envia hoje os membros de Sua igreja. Está reservado a eles o mesmo poder que os apóstolos possuíam. Se fizerem de Deus sua força, Ele cooperará com eles, e não hão de trabalhar em vão. Compreendam que a obra em que se acham empenhados tem sobre si impresso o sinete de Deus. O Senhor disse a Jeremias: “Não digas: eu sou uma criança; porque aonde quer que Eu te enviar, irás; e tudo quanto te mandar dirás. Não temas diante deles; porque Eu sou contigo para te livrar, diz o Senhor.” Então o Senhor estendeu a mão e tocou nos lábios de Seu servo, dizendo: “Eis que ponho as Minhas palavras na tua boca” (Jr 1:7-9). E Ele nos ordena que vamos e falemos as palavras que nos dá, sentindo Seu santo contato em nossos lábios. Cristo confiou à igreja um sagrado encargo. Cada membro deve ser um conduto através do qual Deus possa comunicar ao mundo os tesouros de Sua graça, as insondáveis riquezas de Cristo. Não há nada que o Salvador deseje tanto como agentes que representem ao mundo Seu Espírito e Seu caráter. Nada existe que o mundo necessite mais do que a manifestação do amor do Salvador através da humanidade. Todo o Céu está à espera de homens e mulheres por cujo intermédio Deus possa revelar o poder do cristianismo. (Atos dos Apóstolos, p. 599, 600). Pedidos, Dúvidas, Críticas, Sugestões:Pedidos, Dúvidas, Críticas, Sugestões: Gerson G. Ramos.Gerson G. Ramos. e-mail:e-mail: ramos@advir.comramos@advir.com
  • 6. ❉ Quinta - A vara de amendoeira Ano Bíblico: Zc 9–11 ● 7. Qual foi o assunto das primeiras visões de Jeremias? Jr 1:11-19 Jr 1:11-19, (JFA-RC); 11 Ainda veio a mim a palavra do SENHOR, dizendo: Que é que vês, Jeremias? E eu disse: Vejo uma vara de amendoeira. 12 E disse-me o SENHOR: Viste bem; porque eu velo sobre a minha palavra para a cumprir. 13 E veio a mim a palavra do SENHOR, segunda vez, dizendo: Que é que, vês? E eu disse: Vejo uma panela a ferver, cuja face está para a banda do Norte. 14 E disse-me o SENHOR: Do Norte se descobrirá o mal sobre todos os habitantes da terra. 15 Porque eis que eu convoco todas as famílias dos reinos do Norte, diz o SENHOR; e virão, e cada um porá o seu trono à entrada das portas de Jerusalém, e contra todos os seus muros em redor, e contra todas as cidades de Judá. 16 E eu pronunciarei contra eles os meus juízos, por causa de toda a sua malícia; pois me deixaram a mim, e queimaram incenso a deuses estranhos, e se encurvaram diante das obras das suas mãos. 17 Tu, pois, cinge os teus lombos, e levanta-te, e dize-lhes tudo quanto eu te mandar; não desanimes diante deles, porque eu farei com que não temas na sua presença. 18 Porque eis que te ponho hoje por cidade forte, e por coluna de ferro, e por muros de bronze, contra toda a terra, e contra os reis de Judá, e contra os seus príncipes, e contra os seus sacerdotes, e contra o povo da terra. 19 E pelejarão contra ti, mas não prevalecerão contra ti; porque eu sou contigo, diz o SENHOR, para te livrar. ► Resp. A vara de amendoeira, simbolizando que Deus vigia sobre Sua palavra para a cumprir (cf. Nm 17:1- 13), e a panela ao fogo, com a boca voltada para o norte (Jr 6:1), simbolizando o juízo que viria (da Babilônia Is 39:5-7; Ez 24:2-5; Dn 1;1-2), caso o povo não se arrependesse. “As versões bíblicas, em sua maioria, traduzem a expressão hebraica no verso 11 como “vara de amendoeira”. Essa tradução, porém, deixa de refletir o jogo de palavras que há no hebraico. A palavra traduzida como “amendoeira” vem da mesma raiz do verbo “vigiar” ou “velar”, que aparece no verso 12, quando o Senhor diz que velará sobre Sua palavra para cumpri-la. Alguém poderia argumentar que a mensagem central de todo o livro de Jeremias se encontra nos versos 11 e 12. Deus é o Senhor da graça e do perdão. Se Seu povo abandonar o pecado, Ele é fiel para perdoá-lo e restaurá-lo; mas, se não abandonar o pecado, Ele é igualmente fiel para cumprir Suas palavras de juízo e punição”. LES. O Senhor deu a Jeremias uma mensagem de repreensão para Seu povo, acusando-os de contínua rejeição do conselho de Deus, dizendo: "A Mim, porém, que, começando de madrugada, vos tenho falado, não Me obedecestes. Começando de madrugada, vos tenho enviado todos os Meus servos, dizendo: Convertei-vos agora, cada um do seu mau caminho, fazei boas as vossas ações e não sigais a outros deuses para servi-los; assim ficareis na terra que vos dei a vós outros e a vossos pais." Jer. 35:14 e 15. Deus pleiteara com eles para que não Lhe provocassem a ira com as obras de suas mãos e de seus corações, mas não Lhe deram ouvidos. Jeremias então predisse o cativeiro dos judeus, como punição por não atenderem à palavra do Senhor. Os caldeus iam ser usados como instrumento pelo qual Deus castigaria Seu povo desobediente. Sua punição devia ser proporcional à luz que haviam recebido e às advertências que tinham desprezado. Por muito tempo estivera Deus retardando Seus juízos, em virtude de Sua relutância em humilhar o povo escolhido por Ele; mas agora faria recair sobre eles o Seu desprazer, como derradeiro esforço para detê-los em seu mau caminho. Nestes dias Ele não estabeleceu um novo plano para preservar a pureza de Seu povo. Insta com os errantes que professam o Seu nome para que se arrependam e se afastem de seus maus caminhos, assim como fez no passado. Por boca de Seus servos escolhidos, agora como naquele tempo, Ele prediz os perigos que se acham diante deles. Faz soar a nota de advertência e reprova o pecado tão fielmente como nos dias de Jeremias. Mas o Israel de nosso tempo tem as mesmas tentações para desprezar a repreensão e detestar o conselho como o antigo Israel. Demasiadas vezes eles fazem ouvidos moucos para com as palavras que Deus tem dado a Seus servos para o benefício dos que professam a verdade. Signs of the Times, 12 de fevereiro de 1880. Que... “Deus tenha misericórdia de nós e nos abençoe; e faça resplandecer o seu rosto sobre nós. Para que se conheça na terra o teu caminho, e em todas as nações a tua salvação”. Sal. 67:1-2. Pedidos, Dúvidas, Críticas, Sugestões:Pedidos, Dúvidas, Críticas, Sugestões: Gerson G. Ramos.Gerson G. Ramos. e-mail:e-mail: ramos@advir.comramos@advir.com