SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 31
Texto Áureo
"Pela fé, Abraão, sendo chamado,
obedeceu, indo para um lugar que havia
de receber por herança; e saiu, sem
saber para onde ia."
(Hb 11.8)
Verdade Prática
A fé que Abraão tinha em Deus fez com
que ele vencesse todos os obstáculos
em sua caminhada.
1 - Ora, o SENHOR disse a Abrão: Sai-te da tua terra, e da
tua parentela, e da casa de teu pai, para a terra que eu te
mostrarei.
2 - E far-te-ei uma grande nação, e abençoar-te-ei, e
engrandecerei o teu nome, e tu serás uma bênção.
3 - E abençoarei os que te abençoarem e amaldiçoarei os
que te amaldiçoarem; e em ti serão benditas todas as
famílias da terra.
4 - Assim, partiu Abrão, como o SENHOR lhe tinha dito, e
foi Ló com ele; e era Abrão da idade de setenta e cinco
anos, quando saiu de Harã.
5 - E tomou Abrão a Sarai, sua mulher, e a Ló, filho de seu
irmão, e toda a sua fazenda, que haviam adquirido, e as
almas que lhe acresceram em Harã; e saíram para irem à
terra de Canaã; e vieram à terra de Canaã.
LEITURA BÍBLICA
Gênesis 12. 1-10
6 - E passou Abrão por aquela terra até ao lugar de Siquém,
até ao carvalho de Moré; e estavam, então, os cananeus na
terra.
7 - E apareceu o SENHOR a Abrão e disse: À tua semente
darei esta terra. E edificou ali um altar ao SENHOR, que lhe
aparecera.
8 - E moveu-se dali para a montanha à banda do oriente de
Betel e armou a sua tenda, tendo Betel ao ocidente e Ai ao
oriente; e edificou ali um altar ao SENHOR e invocou o
nome do SENHOR.
9 - Depois, caminhou Abrão dali, seguindo ainda para a
banda do Sul.
10 - E havia fome naquela terra; e desceu Abrão ao Egito,
para peregrinar ali, porquanto a fome era grande na terra.
LEITURA BÍBLICA
Gênesis 12. 1-10
Objetivo Geral
Ressaltar que a fé de Abraão o fez vencer os
obstáculos.
Objetivos Específicos
1. Mostrar como se deu a chamada de Deus na vida
de Abraão;
2. Compreender como se deu a provisão de Deus na
vida de Abraão;
3. Explicar as promessas de Deus na vida de Abraão.
INTRODUÇÃO
D eus escolheu e chamou A braão quando ele
a inda vi via e m U r dos C aldeus . A bra ã o
pe rte nc ia a uma f amília pagã . Porém, ele
acreditou em Deus de todo o coração. Decidiu
obe de c ê- lo, t ornando - s e o pai de uma
import a nt e nação, Israel .
Por int ermédio de Israel, toda s a s nações da
t erra seriam a be nçoa da s e restauradas . D eus
t inha um plano perf eit o para a vida de A bra ã o
e para a humanidade .
INTRODUÇÃO( c o n t . )
A braão saiu da sua t erra e do meio da sua
parent ela para u m lugar que ele não
conhecia . É preciso f é para obedecer a D eus
e cumprir t oda sua vont ade .
PONTO CENTRAL
A fé de Abraão fez com que ele vencesse
obstáculos.
I - A CHAMADA DE DEUS
(Gn 12.1-3)
1. Um projeto divino.
D e u s t i n h a u m p r o j e t o p a r a r e s g a t a r o h o m e m
p e c a d o r. A b r a ã o f a z i a p a r t e d e s s e p r o j e t o . N a d a d o
q u e a c o n t e c e n a t e r r a é s u r p r e s a p a r a D e u s . E l e
t u d o s a b e e t u d o vê . O S e n h o r n ã o f o i p e g o d e
s u r p r e s a q u a n d o A d ã o p e c o u .
A b r a ã o f a z i a p a r t e d e u m p r o j e t o d i vi n o d e
s a l va ç ã o . A p a r t i r d e l e s u r g i r i a u m a f a m í l i a q u e s e
t o r n a r i a u m p o vo e s p e c i a l d o q u a l , n o t e m p o
p r ó p r i o , s a i r i a o S a l va d o r d o m u n d o , J e s u s C r i s t o .
I - A CHAMADA DE DEUS
(Gn 12.1-3)
2. O desafio de acreditar no projeto divino
Abraão foi desafiado a crer e obedecer,
embora não conhecesse todo o projeto que
Deus tinha para sua vida. Porém, o Senhor
estava à frente desse projeto.
Abraão deveria apenas acreditar no plano
divino e obedecer, tendo a certeza de que
nada lhe faltaria em sua jornada de fé.
Segundo Lawrence Richards, "o exame à vida
de Abraão nos dá ideias que podem
transformar a nossa própria caminhada com
Deus".
I - A CHAMADA DE DEUS
(Gn 12.1-3)
2. Um projeto para abençoar as nações.
Ao escolher Abraão, Deus não queria
trazer favores e privilégio apenas a ele e
sua descendência.
O projeto do Senhor era imenso e
alcançava todas as nações da terra (Gn
12.3).
I - A CHAMADA DE DEUS
(Gn 12.1-3)
SINOPSE DO TÓPICO I
CONHEÇA MAIS
*Ur dos Caldeus
"A cidade de Ur desempenha um papel pequeno na história
do Antigo Testamento, porém bastante significativo. Quando
Deus resolveu escolher um homem e uma família como
ancestrais da nação de Israel, esse homem foi Abrão e a
família foi a família de Tera. Todos eles eram semitas
ocidentais (ou amorreus), embora nessa época estivessem
vivendo no sul da Mesopotâmia, dentro dos limites ou nas
proximidades da cidade sumeriana de Ur.
Para conhecer mais leia, Dicionário Bíblico Wycliffe,CPAD,
p.1977
II - A PROVISÃO DE DEUS
1.Abraão sai da sua terra (Gn 12.4-8).
Abraão saiu da sua terra, Ur dos Caldeus e foi
para Harã. Ele deveria ter saído apenas com sua
mulher, Sarai, mas acabou levando seu pai e seu
sobrinho, Ló. Os primeiros passos de Abraão
revelam tanto fraqueza pessoal, como um caráter
forte e determinado . Abraão não era perfeito,
assim como nós, porém confiava que Deus
estaria com ele em sua caminhada .
Também tinha plena certeza na provisão divina.
Por isso, não hesitou em levar seu pai e seu
sobrinho . Depois da morte de seu pai, Tera, em
Harã, Abraão ouve a voz de Deus e vai para
Siquém, na terra de Canaã.
II - A PROVISÃO DE DEUS
1.Abraão sai da sua terra (Gn 12.4-8)( c o n t . )
Deus reafirmou suas promessas e lhe mostrou
toda a terra dos cananeus como a terra
prometida para ele e seus descendentes . Nesta
terra "de leite e mel" não lhe faltou oposição . As
promessas de Deus não são garantia de que não
enfrentaremos crises, dificuldades e oposição .
Em Siquém, Deus lhe apareceu e reafirmou suas
promessas . Abraão precisava de forças para
prosseguir. Ele saiu de Siquém e foi para Betel
(Gn 12.8). Ali, edificou um altar, mostrando a
sua comunhão com Deus.
II - A PROVISÃO DE DEUS
2. Abraão enfrenta escassez em Canaã
(Gn 12.9,10).
D eus t inha uma promessa na vida de A braão, mas
isso não impediu que ele enfrentasse problemas e
provaçõe s . A primeira provação foi ter que deixar
sua terra, sua parent ela e seus amigos . A
segunda era a esterilidade de sua esposa e a
f ome na t erra . O crent e f iel também enf renta
crises e provaçõe s . O Senhor est ava t reinando
seu servo .
D evido à f ome, A braão t omou a decisão de ir para
o Egit o . A f art ura que exist ia no Egit o era
semelhant e a f art ura d o mundo, ilusória . N o
Egito, por pouco não perdeu sua esposa, pois,
com medo, me nt iu diz endo que Sara e ra sua irmã .
II - A PROVISÃO DE DEUS
2. Abraão enfrenta escassez em Canaã
(Gn 12.9,10)( c o n t . )
Em nossa jornada também somos passíveis
de cometer erros. Mas não temos mais
prazer no pecado. Quando erramos só nos
resta uma alternativa: arrependermos e
confessarmos o nosso pecado e pedir o
perdão de Deus (1 Jo 1.9).
Deus não desistiu de seu plano para com
Abraão. O Senhor não desiste de você,
ainda que tenha cometido alguns erros,
como Abraão.
II - A PROVISÃO DE DEUS
3. Abraão enfrenta a esterilidade de sua
esposa.
Deus havia prometido que Abraão teria uma
família numerosa, porém ele já estava com
quase 100 anos, e não tinha herdeiros . Esperar
o tempo de Deus nem sempre é fácil. As
Escrituras Sagradas afirmam que a "esperança
demorada enfraquece o coração, mas o desejo
chegado é árvore de vida" (Pv 13.12).
Quando todas as possibilidades humanas se
esgotaram na vida de Abraão e Sara, Deus
operou um milagre; Sara ficou grávida, e logo
após Isaque nasceu. Isso nos mostra que para o
nosso Deus não existe impossível. Ele é fiel.
II - A PROVISÃO DE DEUS
SINOPSE DO TÓPICO II
III - AS PROMESSAS DE
DEUS NA VIDA DE
ABRAÃO
1. "Far-te-ei uma grande nação e
abençoar-te-ei".
Deus prometeu que a família de Abraão seria
numerosa . Mas para que essa promessa se
cumprisse, ele precisava obedecer a Deus.
Obedecer a Deus pode representar um desafio a
algumas pessoas, mas quem confia obedece. A
obediência e a confiança em Deus nos fazem
vencer as adversidades .
Muitos querem as promessas do Pai, mas não
querem trilhar o caminho da obediência . Mas
devemos nos lembrar de que a desobediência é
pecado e nos impede de recebermos as bênçãos
divinas.
III - AS PROMESSAS DE DEUS
NA VIDA DE ABRAÃO
1. "Far-te-ei uma grande nação e
abençoar-te-ei"( c o n t . )
Abraão teve uma vida longa e também foi
abençoado com riquezas (Gn 13.2). Mas, a
maior bênção na vida de Abraão foi ele ter
experimentado um relacionamento íntimo
com Deus.
Abraão conhecia ao Senhor a ponto de ter
sido chamado amigo de Deus. Não há nada
melhor do que uma vida de comunhão e
intimidade com Deus.
III - AS PROMESSAS DE DEUS
NA VIDA DE ABRAÃO
2. "Engrandecerei o teu nome".
O nome do patriarca Abraão é reverenciado
no judaísmo, cristianismo e islamismo. Dele
descendem dois povos: árabes e judeus. O
Senhor é fiel e cumpriu com a sua promessa.
Se Deus prometeu algo a você, não importa o
quanto tenha que esperar, Ele vai cumprir.
Vivemos em uma sociedade imediatista, onde
as pessoas acham que esperar é perder
tempo. Mas na vida espiritual, tudo acontece
no tempo de Deus. Abraão confiou, obedeceu
e foi honrado pelo Senhor.
III - AS PROMESSAS DE DEUS
NA VIDA DE ABRAÃO
SINOPSE DO TÓPICO III
Abraão era um homem de fé. Ele trocou a glória
passageira desse mundo para ter um relacionamento
pessoal com Deus. Sua fé não impediu de enfrentar
provações e crises.
Todavia, ele continuou olhando para o céu, contando as
estrelas e crendo no milagre de Deus e na sua provisão
para todas as áreas da sua vida. A fé nos faz vencer as
crises e esperar confiantes nas promessas do Pai.
PARA REFLETIR
1. Qual era a cidade natal de Abraão?
Ur dos Caldeus.
2. Quem Abraão levou em sua jornada de fé?
Seu pai, sua esposa e seu sobrinho Ló.
3. Qual foi a atitude errada de Abraão ao entrar no Egito?
Ele mentiu dizendo que Sara era sua irmã.
4. Quais são as promessas de Deus a Abraão estudadas na
lição?
"Far-te-ei uma grande nação e abençoar-te-ei;"
"engrandecerei o teu nome" e "em ti serão benditas todas as
famílias da terra".
5. Qual era o projeto de Deus ao chamar Abraão?
Era fazer da descendência de Abraão um povo separado, e da
semente dele enviar a Jesus Cristo, para salvar todas as
famílias da Terra.
A respeito de Abraão, a esperança do pai da fé, responda:

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

A BÍBLIA ATRAVÉS DOS SÉCULOS
A BÍBLIA ATRAVÉS DOS SÉCULOSA BÍBLIA ATRAVÉS DOS SÉCULOS
A BÍBLIA ATRAVÉS DOS SÉCULOSFrederico Fonseca
 
38 Estudo Panorâmico da Bíblia (Gênesis)
38   Estudo Panorâmico da Bíblia (Gênesis)38   Estudo Panorâmico da Bíblia (Gênesis)
38 Estudo Panorâmico da Bíblia (Gênesis)Robson Tavares Fernandes
 
2024 1º Trimestre Adulto Lição 01.pptx
2024 1º Trimestre Adulto Lição 01.pptx2024 1º Trimestre Adulto Lição 01.pptx
2024 1º Trimestre Adulto Lição 01.pptxJoel Silva
 
Lição 01 ( inspiração divina e autoridade da bíblia)
Lição 01 ( inspiração divina e autoridade da bíblia)Lição 01 ( inspiração divina e autoridade da bíblia)
Lição 01 ( inspiração divina e autoridade da bíblia)Antonio Filho
 
Bíblia de Estudo John Macarthur-completa
Bíblia de Estudo John Macarthur-completaBíblia de Estudo John Macarthur-completa
Bíblia de Estudo John Macarthur-completaRosangela Borkoski
 
Treinamento de professores Escola Bíblica Dominical -parte II
Treinamento de professores Escola Bíblica Dominical -parte IITreinamento de professores Escola Bíblica Dominical -parte II
Treinamento de professores Escola Bíblica Dominical -parte IIAna Paula Baptista
 
Lição 8 - Uma Aliança Superior
Lição 8 - Uma Aliança SuperiorLição 8 - Uma Aliança Superior
Lição 8 - Uma Aliança SuperiorÉder Tomé
 
Festas_bíblicas.pptx
Festas_bíblicas.pptxFestas_bíblicas.pptx
Festas_bíblicas.pptxbenjamin35767
 

Mais procurados (20)

Maturidade CRISTA
Maturidade CRISTAMaturidade CRISTA
Maturidade CRISTA
 
Panorama[1]
Panorama[1]Panorama[1]
Panorama[1]
 
História da Igreja #7
História da Igreja #7História da Igreja #7
História da Igreja #7
 
A BÍBLIA ATRAVÉS DOS SÉCULOS
A BÍBLIA ATRAVÉS DOS SÉCULOSA BÍBLIA ATRAVÉS DOS SÉCULOS
A BÍBLIA ATRAVÉS DOS SÉCULOS
 
O verdadeiro cristão 01.02.2015
O verdadeiro cristão 01.02.2015O verdadeiro cristão 01.02.2015
O verdadeiro cristão 01.02.2015
 
GEOGRAFIA BÍBLICA (AULA 04 - BÁSICO - IBADEP)
GEOGRAFIA BÍBLICA (AULA 04 - BÁSICO - IBADEP)GEOGRAFIA BÍBLICA (AULA 04 - BÁSICO - IBADEP)
GEOGRAFIA BÍBLICA (AULA 04 - BÁSICO - IBADEP)
 
Gráfico livros bíblicos
Gráfico   livros bíblicosGráfico   livros bíblicos
Gráfico livros bíblicos
 
A doutrina da trindade
A doutrina da trindadeA doutrina da trindade
A doutrina da trindade
 
A Doutrina das Escrituras
A Doutrina das EscriturasA Doutrina das Escrituras
A Doutrina das Escrituras
 
38 Estudo Panorâmico da Bíblia (Gênesis)
38   Estudo Panorâmico da Bíblia (Gênesis)38   Estudo Panorâmico da Bíblia (Gênesis)
38 Estudo Panorâmico da Bíblia (Gênesis)
 
2024 1º Trimestre Adulto Lição 01.pptx
2024 1º Trimestre Adulto Lição 01.pptx2024 1º Trimestre Adulto Lição 01.pptx
2024 1º Trimestre Adulto Lição 01.pptx
 
Plano da salvação
Plano da salvaçãoPlano da salvação
Plano da salvação
 
Slides Licao 9, Gogue E Magogue, Um Dia De Juizo, 4Tr22, Pr Henrique, EBD NA ...
Slides Licao 9, Gogue E Magogue, Um Dia De Juizo, 4Tr22, Pr Henrique, EBD NA ...Slides Licao 9, Gogue E Magogue, Um Dia De Juizo, 4Tr22, Pr Henrique, EBD NA ...
Slides Licao 9, Gogue E Magogue, Um Dia De Juizo, 4Tr22, Pr Henrique, EBD NA ...
 
Dízimo
DízimoDízimo
Dízimo
 
Lição 01 ( inspiração divina e autoridade da bíblia)
Lição 01 ( inspiração divina e autoridade da bíblia)Lição 01 ( inspiração divina e autoridade da bíblia)
Lição 01 ( inspiração divina e autoridade da bíblia)
 
Bíblia de Estudo John Macarthur-completa
Bíblia de Estudo John Macarthur-completaBíblia de Estudo John Macarthur-completa
Bíblia de Estudo John Macarthur-completa
 
Slides Licao 1, O Avivamento Espiritual, 1Tr23, Pr Henrique, EBD NA TV.pptx
Slides Licao 1, O Avivamento Espiritual, 1Tr23, Pr Henrique, EBD NA TV.pptxSlides Licao 1, O Avivamento Espiritual, 1Tr23, Pr Henrique, EBD NA TV.pptx
Slides Licao 1, O Avivamento Espiritual, 1Tr23, Pr Henrique, EBD NA TV.pptx
 
Treinamento de professores Escola Bíblica Dominical -parte II
Treinamento de professores Escola Bíblica Dominical -parte IITreinamento de professores Escola Bíblica Dominical -parte II
Treinamento de professores Escola Bíblica Dominical -parte II
 
Lição 8 - Uma Aliança Superior
Lição 8 - Uma Aliança SuperiorLição 8 - Uma Aliança Superior
Lição 8 - Uma Aliança Superior
 
Festas_bíblicas.pptx
Festas_bíblicas.pptxFestas_bíblicas.pptx
Festas_bíblicas.pptx
 

Semelhante a Lição 03 - Abraão, a Esperança do Pai da Fé

Ebd aula 3 4°trimestre 2016 Abraão,a esperança do Pai da fé.
Ebd aula 3  4°trimestre 2016 Abraão,a esperança do Pai da fé.Ebd aula 3  4°trimestre 2016 Abraão,a esperança do Pai da fé.
Ebd aula 3 4°trimestre 2016 Abraão,a esperança do Pai da fé.GIDEONE Moura Santos Ferreira
 
LIÇÃO 3 - ABRAÃO, A ESPERANÇA DO PAI DA FÉ
LIÇÃO 3 - ABRAÃO, A ESPERANÇA DO PAI DA FÉLIÇÃO 3 - ABRAÃO, A ESPERANÇA DO PAI DA FÉ
LIÇÃO 3 - ABRAÃO, A ESPERANÇA DO PAI DA FÉAndrew Guimarães
 
Lição 3 - Abraão, a esperança do pai da fé
Lição 3 - Abraão, a esperança do pai da féLição 3 - Abraão, a esperança do pai da fé
Lição 3 - Abraão, a esperança do pai da féNatalino das Neves Neves
 
liçao 3 Abraão, a esperança do pai da fé
 liçao 3  Abraão, a esperança do pai da fé liçao 3  Abraão, a esperança do pai da fé
liçao 3 Abraão, a esperança do pai da féantonio vieira
 
2016 4º trimestre adultos lição 03.pptx
2016 4º trimestre adultos lição 03.pptx2016 4º trimestre adultos lição 03.pptx
2016 4º trimestre adultos lição 03.pptxJoel Silva
 
E.b.d adultos 4ºtrimestre 2016 lição 03
E.b.d   adultos 4ºtrimestre 2016 lição 03E.b.d   adultos 4ºtrimestre 2016 lição 03
E.b.d adultos 4ºtrimestre 2016 lição 03Joel Silva
 
LIÇÃO 03 - ABRAÃO, A ESPERANÇA DO PAI DA FÉ / SUBSÍDIOS / REVISTA DA CLASSE A...
LIÇÃO 03 - ABRAÃO, A ESPERANÇA DO PAI DA FÉ / SUBSÍDIOS / REVISTA DA CLASSE A...LIÇÃO 03 - ABRAÃO, A ESPERANÇA DO PAI DA FÉ / SUBSÍDIOS / REVISTA DA CLASSE A...
LIÇÃO 03 - ABRAÃO, A ESPERANÇA DO PAI DA FÉ / SUBSÍDIOS / REVISTA DA CLASSE A...Daniel Felipe Kroth
 
LIÇÃO 03 - ABRAÃO, A ESPERANÇA DO PAI DA FÉ
LIÇÃO 03 - ABRAÃO, A ESPERANÇA DO PAI DA FÉLIÇÃO 03 - ABRAÃO, A ESPERANÇA DO PAI DA FÉ
LIÇÃO 03 - ABRAÃO, A ESPERANÇA DO PAI DA FÉLourinaldo Serafim
 
ABRAÃO, A ESPERANÇA DO PAI DA FÉ
ABRAÃO, A ESPERANÇA DO PAI DA FÉABRAÃO, A ESPERANÇA DO PAI DA FÉ
ABRAÃO, A ESPERANÇA DO PAI DA FÉFlavio Luz
 
A fé de abraão
A fé de abraãoA fé de abraão
A fé de abraãoPr Pedro
 
Abraão, a esperança do pai da fé - Lição 03 - 4º Trimestre de 2016
Abraão, a esperança do pai da fé - Lição 03 - 4º Trimestre de 2016Abraão, a esperança do pai da fé - Lição 03 - 4º Trimestre de 2016
Abraão, a esperança do pai da fé - Lição 03 - 4º Trimestre de 2016Pr. Andre Luiz
 
Abraão a esperança do pai da fé
Abraão a esperança do pai da féAbraão a esperança do pai da fé
Abraão a esperança do pai da féMárcio Martins
 
Lição 3 - Abraão, a esperança do pai da fé
Lição 3 - Abraão, a esperança do pai da féLição 3 - Abraão, a esperança do pai da fé
Lição 3 - Abraão, a esperança do pai da féAilton da Silva
 
As Consequências das Escolhas Precipitadas - Lição 5 - 4º Trimestre 2016
As Consequências das Escolhas Precipitadas - Lição 5 - 4º Trimestre 2016As Consequências das Escolhas Precipitadas - Lição 5 - 4º Trimestre 2016
As Consequências das Escolhas Precipitadas - Lição 5 - 4º Trimestre 2016Pr. Andre Luiz
 
Ebd 4°trimestre 2016 aula 5 As consequências das escolhas precipitadas.
Ebd 4°trimestre 2016 aula 5 As consequências das escolhas precipitadas.Ebd 4°trimestre 2016 aula 5 As consequências das escolhas precipitadas.
Ebd 4°trimestre 2016 aula 5 As consequências das escolhas precipitadas.GIDEONE Moura Santos Ferreira
 
Qual a promessa feita a Abraão
Qual a promessa feita a AbraãoQual a promessa feita a Abraão
Qual a promessa feita a AbraãoJuraci Rocha
 
História patriarcal
História patriarcalHistória patriarcal
História patriarcalUEPB
 
Evangelização versus confiança
Evangelização versus confiançaEvangelização versus confiança
Evangelização versus confiançaQuenia Damata
 
Lição orig abraão: o primeiro missionário 232015
Lição orig abraão: o primeiro missionário 232015Lição orig abraão: o primeiro missionário 232015
Lição orig abraão: o primeiro missionário 232015Gerson G. Ramos
 
Abraão: o primeiro missionário_232015
Abraão: o primeiro missionário_232015Abraão: o primeiro missionário_232015
Abraão: o primeiro missionário_232015Gerson G. Ramos
 

Semelhante a Lição 03 - Abraão, a Esperança do Pai da Fé (20)

Ebd aula 3 4°trimestre 2016 Abraão,a esperança do Pai da fé.
Ebd aula 3  4°trimestre 2016 Abraão,a esperança do Pai da fé.Ebd aula 3  4°trimestre 2016 Abraão,a esperança do Pai da fé.
Ebd aula 3 4°trimestre 2016 Abraão,a esperança do Pai da fé.
 
LIÇÃO 3 - ABRAÃO, A ESPERANÇA DO PAI DA FÉ
LIÇÃO 3 - ABRAÃO, A ESPERANÇA DO PAI DA FÉLIÇÃO 3 - ABRAÃO, A ESPERANÇA DO PAI DA FÉ
LIÇÃO 3 - ABRAÃO, A ESPERANÇA DO PAI DA FÉ
 
Lição 3 - Abraão, a esperança do pai da fé
Lição 3 - Abraão, a esperança do pai da féLição 3 - Abraão, a esperança do pai da fé
Lição 3 - Abraão, a esperança do pai da fé
 
liçao 3 Abraão, a esperança do pai da fé
 liçao 3  Abraão, a esperança do pai da fé liçao 3  Abraão, a esperança do pai da fé
liçao 3 Abraão, a esperança do pai da fé
 
2016 4º trimestre adultos lição 03.pptx
2016 4º trimestre adultos lição 03.pptx2016 4º trimestre adultos lição 03.pptx
2016 4º trimestre adultos lição 03.pptx
 
E.b.d adultos 4ºtrimestre 2016 lição 03
E.b.d   adultos 4ºtrimestre 2016 lição 03E.b.d   adultos 4ºtrimestre 2016 lição 03
E.b.d adultos 4ºtrimestre 2016 lição 03
 
LIÇÃO 03 - ABRAÃO, A ESPERANÇA DO PAI DA FÉ / SUBSÍDIOS / REVISTA DA CLASSE A...
LIÇÃO 03 - ABRAÃO, A ESPERANÇA DO PAI DA FÉ / SUBSÍDIOS / REVISTA DA CLASSE A...LIÇÃO 03 - ABRAÃO, A ESPERANÇA DO PAI DA FÉ / SUBSÍDIOS / REVISTA DA CLASSE A...
LIÇÃO 03 - ABRAÃO, A ESPERANÇA DO PAI DA FÉ / SUBSÍDIOS / REVISTA DA CLASSE A...
 
LIÇÃO 03 - ABRAÃO, A ESPERANÇA DO PAI DA FÉ
LIÇÃO 03 - ABRAÃO, A ESPERANÇA DO PAI DA FÉLIÇÃO 03 - ABRAÃO, A ESPERANÇA DO PAI DA FÉ
LIÇÃO 03 - ABRAÃO, A ESPERANÇA DO PAI DA FÉ
 
ABRAÃO, A ESPERANÇA DO PAI DA FÉ
ABRAÃO, A ESPERANÇA DO PAI DA FÉABRAÃO, A ESPERANÇA DO PAI DA FÉ
ABRAÃO, A ESPERANÇA DO PAI DA FÉ
 
A fé de abraão
A fé de abraãoA fé de abraão
A fé de abraão
 
Abraão, a esperança do pai da fé - Lição 03 - 4º Trimestre de 2016
Abraão, a esperança do pai da fé - Lição 03 - 4º Trimestre de 2016Abraão, a esperança do pai da fé - Lição 03 - 4º Trimestre de 2016
Abraão, a esperança do pai da fé - Lição 03 - 4º Trimestre de 2016
 
Abraão a esperança do pai da fé
Abraão a esperança do pai da féAbraão a esperança do pai da fé
Abraão a esperança do pai da fé
 
Lição 3 - Abraão, a esperança do pai da fé
Lição 3 - Abraão, a esperança do pai da féLição 3 - Abraão, a esperança do pai da fé
Lição 3 - Abraão, a esperança do pai da fé
 
As Consequências das Escolhas Precipitadas - Lição 5 - 4º Trimestre 2016
As Consequências das Escolhas Precipitadas - Lição 5 - 4º Trimestre 2016As Consequências das Escolhas Precipitadas - Lição 5 - 4º Trimestre 2016
As Consequências das Escolhas Precipitadas - Lição 5 - 4º Trimestre 2016
 
Ebd 4°trimestre 2016 aula 5 As consequências das escolhas precipitadas.
Ebd 4°trimestre 2016 aula 5 As consequências das escolhas precipitadas.Ebd 4°trimestre 2016 aula 5 As consequências das escolhas precipitadas.
Ebd 4°trimestre 2016 aula 5 As consequências das escolhas precipitadas.
 
Qual a promessa feita a Abraão
Qual a promessa feita a AbraãoQual a promessa feita a Abraão
Qual a promessa feita a Abraão
 
História patriarcal
História patriarcalHistória patriarcal
História patriarcal
 
Evangelização versus confiança
Evangelização versus confiançaEvangelização versus confiança
Evangelização versus confiança
 
Lição orig abraão: o primeiro missionário 232015
Lição orig abraão: o primeiro missionário 232015Lição orig abraão: o primeiro missionário 232015
Lição orig abraão: o primeiro missionário 232015
 
Abraão: o primeiro missionário_232015
Abraão: o primeiro missionário_232015Abraão: o primeiro missionário_232015
Abraão: o primeiro missionário_232015
 

Mais de Regio Davis

Lição 11 - O Socorro de Deus para Livrar o seu Povo
Lição 11 - O Socorro de Deus para Livrar o seu PovoLição 11 - O Socorro de Deus para Livrar o seu Povo
Lição 11 - O Socorro de Deus para Livrar o seu PovoRegio Davis
 
Lição 10 - Adorando a Deus em Meio a Calamidade.
Lição 10 - Adorando a Deus em Meio a Calamidade.Lição 10 - Adorando a Deus em Meio a Calamidade.
Lição 10 - Adorando a Deus em Meio a Calamidade.Regio Davis
 
Lição 9 - O Milagre Está em Sua Casa.
Lição 9 - O Milagre Está em Sua Casa.Lição 9 - O Milagre Está em Sua Casa.
Lição 9 - O Milagre Está em Sua Casa.Regio Davis
 
Lição 8 - Rute, Deus Trabalha pela Família
Lição 8 - Rute, Deus Trabalha pela FamíliaLição 8 - Rute, Deus Trabalha pela Família
Lição 8 - Rute, Deus Trabalha pela FamíliaRegio Davis
 
Lição 7 José: Fé em meio às injustiças
Lição 7   José:  Fé em meio às injustiçasLição 7   José:  Fé em meio às injustiças
Lição 7 José: Fé em meio às injustiçasRegio Davis
 
Lição 06 - Deus: O Nosso Provedor
Lição 06 - Deus: O Nosso ProvedorLição 06 - Deus: O Nosso Provedor
Lição 06 - Deus: O Nosso ProvedorRegio Davis
 
Lição 5 - As Consequências das Escolhas Precipitadas
Lição 5 - As Consequências das Escolhas PrecipitadasLição 5 - As Consequências das Escolhas Precipitadas
Lição 5 - As Consequências das Escolhas PrecipitadasRegio Davis
 
Lição 04 - A Provisão de Deus no Monte do Sacrifício
Lição 04 - A Provisão de Deus no Monte do Sacrifício Lição 04 - A Provisão de Deus no Monte do Sacrifício
Lição 04 - A Provisão de Deus no Monte do Sacrifício Regio Davis
 
Lição 02 - A Provisão de Deus em Tempos Difíceis
Lição 02 - A Provisão de Deus em Tempos DifíceisLição 02 - A Provisão de Deus em Tempos Difíceis
Lição 02 - A Provisão de Deus em Tempos DifíceisRegio Davis
 
Lição 01 - A Sobrevivência em Tempos de Crise
Lição 01 - A Sobrevivência em Tempos de Crise Lição 01 - A Sobrevivência em Tempos de Crise
Lição 01 - A Sobrevivência em Tempos de Crise Regio Davis
 
Lição 13 - A Evangelização Integral nesta Ultima Hora
Lição 13 - A Evangelização Integral nesta Ultima HoraLição 13 - A Evangelização Integral nesta Ultima Hora
Lição 13 - A Evangelização Integral nesta Ultima HoraRegio Davis
 
Lição 12 - A Evangelização Real na Era Digital
Lição 12 - A Evangelização Real na Era Digital  Lição 12 - A Evangelização Real na Era Digital
Lição 12 - A Evangelização Real na Era Digital Regio Davis
 
Lição 11- Evangelização das Pessoas com Deficiência
Lição 11- Evangelização das Pessoas com Deficiência Lição 11- Evangelização das Pessoas com Deficiência
Lição 11- Evangelização das Pessoas com Deficiência Regio Davis
 
Lição 10 - O Poder da Evangelização na Família
Lição 10 - O Poder da Evangelização na Família Lição 10 - O Poder da Evangelização na Família
Lição 10 - O Poder da Evangelização na Família Regio Davis
 
Lição 09 - A Evangelização das Crianças
Lição 09 - A Evangelização das CriançasLição 09 - A Evangelização das Crianças
Lição 09 - A Evangelização das CriançasRegio Davis
 
Lição 08 - A Evangelização dos Grupos Religiosos
Lição 08 - A Evangelização dos Grupos ReligiososLição 08 - A Evangelização dos Grupos Religiosos
Lição 08 - A Evangelização dos Grupos ReligiososRegio Davis
 
Lição 07 - O Evangelho no Mundo Acadêmico e `Político
Lição 07 - O Evangelho no Mundo Acadêmico e `PolíticoLição 07 - O Evangelho no Mundo Acadêmico e `Político
Lição 07 - O Evangelho no Mundo Acadêmico e `PolíticoRegio Davis
 
Lição 06 - Evangelização dos Grupos Desafiadores
Lição 06 -  Evangelização dos Grupos Desafiadores Lição 06 -  Evangelização dos Grupos Desafiadores
Lição 06 - Evangelização dos Grupos Desafiadores Regio Davis
 
Lição 05 - A Evangelização Urbana e suas Estratégias
Lição 05 - A Evangelização Urbana e suas Estratégias Lição 05 - A Evangelização Urbana e suas Estratégias
Lição 05 - A Evangelização Urbana e suas Estratégias Regio Davis
 
Lição 04 - O Trabalho e Atributos do Ganhador de Almas
Lição 04 - O Trabalho e Atributos do Ganhador de Almas Lição 04 - O Trabalho e Atributos do Ganhador de Almas
Lição 04 - O Trabalho e Atributos do Ganhador de Almas Regio Davis
 

Mais de Regio Davis (20)

Lição 11 - O Socorro de Deus para Livrar o seu Povo
Lição 11 - O Socorro de Deus para Livrar o seu PovoLição 11 - O Socorro de Deus para Livrar o seu Povo
Lição 11 - O Socorro de Deus para Livrar o seu Povo
 
Lição 10 - Adorando a Deus em Meio a Calamidade.
Lição 10 - Adorando a Deus em Meio a Calamidade.Lição 10 - Adorando a Deus em Meio a Calamidade.
Lição 10 - Adorando a Deus em Meio a Calamidade.
 
Lição 9 - O Milagre Está em Sua Casa.
Lição 9 - O Milagre Está em Sua Casa.Lição 9 - O Milagre Está em Sua Casa.
Lição 9 - O Milagre Está em Sua Casa.
 
Lição 8 - Rute, Deus Trabalha pela Família
Lição 8 - Rute, Deus Trabalha pela FamíliaLição 8 - Rute, Deus Trabalha pela Família
Lição 8 - Rute, Deus Trabalha pela Família
 
Lição 7 José: Fé em meio às injustiças
Lição 7   José:  Fé em meio às injustiçasLição 7   José:  Fé em meio às injustiças
Lição 7 José: Fé em meio às injustiças
 
Lição 06 - Deus: O Nosso Provedor
Lição 06 - Deus: O Nosso ProvedorLição 06 - Deus: O Nosso Provedor
Lição 06 - Deus: O Nosso Provedor
 
Lição 5 - As Consequências das Escolhas Precipitadas
Lição 5 - As Consequências das Escolhas PrecipitadasLição 5 - As Consequências das Escolhas Precipitadas
Lição 5 - As Consequências das Escolhas Precipitadas
 
Lição 04 - A Provisão de Deus no Monte do Sacrifício
Lição 04 - A Provisão de Deus no Monte do Sacrifício Lição 04 - A Provisão de Deus no Monte do Sacrifício
Lição 04 - A Provisão de Deus no Monte do Sacrifício
 
Lição 02 - A Provisão de Deus em Tempos Difíceis
Lição 02 - A Provisão de Deus em Tempos DifíceisLição 02 - A Provisão de Deus em Tempos Difíceis
Lição 02 - A Provisão de Deus em Tempos Difíceis
 
Lição 01 - A Sobrevivência em Tempos de Crise
Lição 01 - A Sobrevivência em Tempos de Crise Lição 01 - A Sobrevivência em Tempos de Crise
Lição 01 - A Sobrevivência em Tempos de Crise
 
Lição 13 - A Evangelização Integral nesta Ultima Hora
Lição 13 - A Evangelização Integral nesta Ultima HoraLição 13 - A Evangelização Integral nesta Ultima Hora
Lição 13 - A Evangelização Integral nesta Ultima Hora
 
Lição 12 - A Evangelização Real na Era Digital
Lição 12 - A Evangelização Real na Era Digital  Lição 12 - A Evangelização Real na Era Digital
Lição 12 - A Evangelização Real na Era Digital
 
Lição 11- Evangelização das Pessoas com Deficiência
Lição 11- Evangelização das Pessoas com Deficiência Lição 11- Evangelização das Pessoas com Deficiência
Lição 11- Evangelização das Pessoas com Deficiência
 
Lição 10 - O Poder da Evangelização na Família
Lição 10 - O Poder da Evangelização na Família Lição 10 - O Poder da Evangelização na Família
Lição 10 - O Poder da Evangelização na Família
 
Lição 09 - A Evangelização das Crianças
Lição 09 - A Evangelização das CriançasLição 09 - A Evangelização das Crianças
Lição 09 - A Evangelização das Crianças
 
Lição 08 - A Evangelização dos Grupos Religiosos
Lição 08 - A Evangelização dos Grupos ReligiososLição 08 - A Evangelização dos Grupos Religiosos
Lição 08 - A Evangelização dos Grupos Religiosos
 
Lição 07 - O Evangelho no Mundo Acadêmico e `Político
Lição 07 - O Evangelho no Mundo Acadêmico e `PolíticoLição 07 - O Evangelho no Mundo Acadêmico e `Político
Lição 07 - O Evangelho no Mundo Acadêmico e `Político
 
Lição 06 - Evangelização dos Grupos Desafiadores
Lição 06 -  Evangelização dos Grupos Desafiadores Lição 06 -  Evangelização dos Grupos Desafiadores
Lição 06 - Evangelização dos Grupos Desafiadores
 
Lição 05 - A Evangelização Urbana e suas Estratégias
Lição 05 - A Evangelização Urbana e suas Estratégias Lição 05 - A Evangelização Urbana e suas Estratégias
Lição 05 - A Evangelização Urbana e suas Estratégias
 
Lição 04 - O Trabalho e Atributos do Ganhador de Almas
Lição 04 - O Trabalho e Atributos do Ganhador de Almas Lição 04 - O Trabalho e Atributos do Ganhador de Almas
Lição 04 - O Trabalho e Atributos do Ganhador de Almas
 

Último

Insegurança nunca mais tem afeta pessoas
Insegurança nunca mais tem afeta pessoasInsegurança nunca mais tem afeta pessoas
Insegurança nunca mais tem afeta pessoasdiegosouzalira10
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxIlda Bicacro
 
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHASMARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHASyan1305goncalves
 
TAMPINHAS Sílabas. Para fazer e trabalhar com as crianças.
TAMPINHAS Sílabas. Para fazer e trabalhar com as crianças.TAMPINHAS Sílabas. Para fazer e trabalhar com as crianças.
TAMPINHAS Sílabas. Para fazer e trabalhar com as crianças.FLAVIA LEZAN
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"Ilda Bicacro
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSPedroMatos469278
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.HandersonFabio
 
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdfLindinhaSilva1
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilMariaHelena293800
 
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroMeu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroBrenda Fritz
 
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdfROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdfMarcianaClaudioClaud
 
Sistema de Acompanhamento - Diário Online 2021.pdf
Sistema de Acompanhamento - Diário Online 2021.pdfSistema de Acompanhamento - Diário Online 2021.pdf
Sistema de Acompanhamento - Diário Online 2021.pdfAntonio Barros
 
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...LuizHenriquedeAlmeid6
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdfHistoria-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdfandreaLisboa7
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...Manuais Formação
 
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfAs Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfcarloseduardogonalve36
 
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfo-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfCarolineNunes80
 

Último (20)

Insegurança nunca mais tem afeta pessoas
Insegurança nunca mais tem afeta pessoasInsegurança nunca mais tem afeta pessoas
Insegurança nunca mais tem afeta pessoas
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
 
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHASMARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
 
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
 
TAMPINHAS Sílabas. Para fazer e trabalhar com as crianças.
TAMPINHAS Sílabas. Para fazer e trabalhar com as crianças.TAMPINHAS Sílabas. Para fazer e trabalhar com as crianças.
TAMPINHAS Sílabas. Para fazer e trabalhar com as crianças.
 
662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
 
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
 
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroMeu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
 
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdfROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
 
Sistema de Acompanhamento - Diário Online 2021.pdf
Sistema de Acompanhamento - Diário Online 2021.pdfSistema de Acompanhamento - Diário Online 2021.pdf
Sistema de Acompanhamento - Diário Online 2021.pdf
 
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
 
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdfHistoria-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
 
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfAs Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
 
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfo-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
 

Lição 03 - Abraão, a Esperança do Pai da Fé

  • 1.
  • 2. Texto Áureo "Pela fé, Abraão, sendo chamado, obedeceu, indo para um lugar que havia de receber por herança; e saiu, sem saber para onde ia." (Hb 11.8)
  • 3. Verdade Prática A fé que Abraão tinha em Deus fez com que ele vencesse todos os obstáculos em sua caminhada.
  • 4. 1 - Ora, o SENHOR disse a Abrão: Sai-te da tua terra, e da tua parentela, e da casa de teu pai, para a terra que eu te mostrarei. 2 - E far-te-ei uma grande nação, e abençoar-te-ei, e engrandecerei o teu nome, e tu serás uma bênção. 3 - E abençoarei os que te abençoarem e amaldiçoarei os que te amaldiçoarem; e em ti serão benditas todas as famílias da terra. 4 - Assim, partiu Abrão, como o SENHOR lhe tinha dito, e foi Ló com ele; e era Abrão da idade de setenta e cinco anos, quando saiu de Harã. 5 - E tomou Abrão a Sarai, sua mulher, e a Ló, filho de seu irmão, e toda a sua fazenda, que haviam adquirido, e as almas que lhe acresceram em Harã; e saíram para irem à terra de Canaã; e vieram à terra de Canaã. LEITURA BÍBLICA Gênesis 12. 1-10
  • 5. 6 - E passou Abrão por aquela terra até ao lugar de Siquém, até ao carvalho de Moré; e estavam, então, os cananeus na terra. 7 - E apareceu o SENHOR a Abrão e disse: À tua semente darei esta terra. E edificou ali um altar ao SENHOR, que lhe aparecera. 8 - E moveu-se dali para a montanha à banda do oriente de Betel e armou a sua tenda, tendo Betel ao ocidente e Ai ao oriente; e edificou ali um altar ao SENHOR e invocou o nome do SENHOR. 9 - Depois, caminhou Abrão dali, seguindo ainda para a banda do Sul. 10 - E havia fome naquela terra; e desceu Abrão ao Egito, para peregrinar ali, porquanto a fome era grande na terra. LEITURA BÍBLICA Gênesis 12. 1-10
  • 6. Objetivo Geral Ressaltar que a fé de Abraão o fez vencer os obstáculos.
  • 7. Objetivos Específicos 1. Mostrar como se deu a chamada de Deus na vida de Abraão; 2. Compreender como se deu a provisão de Deus na vida de Abraão; 3. Explicar as promessas de Deus na vida de Abraão.
  • 8.
  • 9. INTRODUÇÃO D eus escolheu e chamou A braão quando ele a inda vi via e m U r dos C aldeus . A bra ã o pe rte nc ia a uma f amília pagã . Porém, ele acreditou em Deus de todo o coração. Decidiu obe de c ê- lo, t ornando - s e o pai de uma import a nt e nação, Israel . Por int ermédio de Israel, toda s a s nações da t erra seriam a be nçoa da s e restauradas . D eus t inha um plano perf eit o para a vida de A bra ã o e para a humanidade .
  • 10. INTRODUÇÃO( c o n t . ) A braão saiu da sua t erra e do meio da sua parent ela para u m lugar que ele não conhecia . É preciso f é para obedecer a D eus e cumprir t oda sua vont ade .
  • 11. PONTO CENTRAL A fé de Abraão fez com que ele vencesse obstáculos.
  • 12. I - A CHAMADA DE DEUS (Gn 12.1-3)
  • 13. 1. Um projeto divino. D e u s t i n h a u m p r o j e t o p a r a r e s g a t a r o h o m e m p e c a d o r. A b r a ã o f a z i a p a r t e d e s s e p r o j e t o . N a d a d o q u e a c o n t e c e n a t e r r a é s u r p r e s a p a r a D e u s . E l e t u d o s a b e e t u d o vê . O S e n h o r n ã o f o i p e g o d e s u r p r e s a q u a n d o A d ã o p e c o u . A b r a ã o f a z i a p a r t e d e u m p r o j e t o d i vi n o d e s a l va ç ã o . A p a r t i r d e l e s u r g i r i a u m a f a m í l i a q u e s e t o r n a r i a u m p o vo e s p e c i a l d o q u a l , n o t e m p o p r ó p r i o , s a i r i a o S a l va d o r d o m u n d o , J e s u s C r i s t o . I - A CHAMADA DE DEUS (Gn 12.1-3)
  • 14. 2. O desafio de acreditar no projeto divino Abraão foi desafiado a crer e obedecer, embora não conhecesse todo o projeto que Deus tinha para sua vida. Porém, o Senhor estava à frente desse projeto. Abraão deveria apenas acreditar no plano divino e obedecer, tendo a certeza de que nada lhe faltaria em sua jornada de fé. Segundo Lawrence Richards, "o exame à vida de Abraão nos dá ideias que podem transformar a nossa própria caminhada com Deus". I - A CHAMADA DE DEUS (Gn 12.1-3)
  • 15. 2. Um projeto para abençoar as nações. Ao escolher Abraão, Deus não queria trazer favores e privilégio apenas a ele e sua descendência. O projeto do Senhor era imenso e alcançava todas as nações da terra (Gn 12.3). I - A CHAMADA DE DEUS (Gn 12.1-3)
  • 17. CONHEÇA MAIS *Ur dos Caldeus "A cidade de Ur desempenha um papel pequeno na história do Antigo Testamento, porém bastante significativo. Quando Deus resolveu escolher um homem e uma família como ancestrais da nação de Israel, esse homem foi Abrão e a família foi a família de Tera. Todos eles eram semitas ocidentais (ou amorreus), embora nessa época estivessem vivendo no sul da Mesopotâmia, dentro dos limites ou nas proximidades da cidade sumeriana de Ur. Para conhecer mais leia, Dicionário Bíblico Wycliffe,CPAD, p.1977
  • 18. II - A PROVISÃO DE DEUS
  • 19. 1.Abraão sai da sua terra (Gn 12.4-8). Abraão saiu da sua terra, Ur dos Caldeus e foi para Harã. Ele deveria ter saído apenas com sua mulher, Sarai, mas acabou levando seu pai e seu sobrinho, Ló. Os primeiros passos de Abraão revelam tanto fraqueza pessoal, como um caráter forte e determinado . Abraão não era perfeito, assim como nós, porém confiava que Deus estaria com ele em sua caminhada . Também tinha plena certeza na provisão divina. Por isso, não hesitou em levar seu pai e seu sobrinho . Depois da morte de seu pai, Tera, em Harã, Abraão ouve a voz de Deus e vai para Siquém, na terra de Canaã. II - A PROVISÃO DE DEUS
  • 20. 1.Abraão sai da sua terra (Gn 12.4-8)( c o n t . ) Deus reafirmou suas promessas e lhe mostrou toda a terra dos cananeus como a terra prometida para ele e seus descendentes . Nesta terra "de leite e mel" não lhe faltou oposição . As promessas de Deus não são garantia de que não enfrentaremos crises, dificuldades e oposição . Em Siquém, Deus lhe apareceu e reafirmou suas promessas . Abraão precisava de forças para prosseguir. Ele saiu de Siquém e foi para Betel (Gn 12.8). Ali, edificou um altar, mostrando a sua comunhão com Deus. II - A PROVISÃO DE DEUS
  • 21. 2. Abraão enfrenta escassez em Canaã (Gn 12.9,10). D eus t inha uma promessa na vida de A braão, mas isso não impediu que ele enfrentasse problemas e provaçõe s . A primeira provação foi ter que deixar sua terra, sua parent ela e seus amigos . A segunda era a esterilidade de sua esposa e a f ome na t erra . O crent e f iel também enf renta crises e provaçõe s . O Senhor est ava t reinando seu servo . D evido à f ome, A braão t omou a decisão de ir para o Egit o . A f art ura que exist ia no Egit o era semelhant e a f art ura d o mundo, ilusória . N o Egito, por pouco não perdeu sua esposa, pois, com medo, me nt iu diz endo que Sara e ra sua irmã . II - A PROVISÃO DE DEUS
  • 22. 2. Abraão enfrenta escassez em Canaã (Gn 12.9,10)( c o n t . ) Em nossa jornada também somos passíveis de cometer erros. Mas não temos mais prazer no pecado. Quando erramos só nos resta uma alternativa: arrependermos e confessarmos o nosso pecado e pedir o perdão de Deus (1 Jo 1.9). Deus não desistiu de seu plano para com Abraão. O Senhor não desiste de você, ainda que tenha cometido alguns erros, como Abraão. II - A PROVISÃO DE DEUS
  • 23. 3. Abraão enfrenta a esterilidade de sua esposa. Deus havia prometido que Abraão teria uma família numerosa, porém ele já estava com quase 100 anos, e não tinha herdeiros . Esperar o tempo de Deus nem sempre é fácil. As Escrituras Sagradas afirmam que a "esperança demorada enfraquece o coração, mas o desejo chegado é árvore de vida" (Pv 13.12). Quando todas as possibilidades humanas se esgotaram na vida de Abraão e Sara, Deus operou um milagre; Sara ficou grávida, e logo após Isaque nasceu. Isso nos mostra que para o nosso Deus não existe impossível. Ele é fiel. II - A PROVISÃO DE DEUS
  • 25. III - AS PROMESSAS DE DEUS NA VIDA DE ABRAÃO
  • 26. 1. "Far-te-ei uma grande nação e abençoar-te-ei". Deus prometeu que a família de Abraão seria numerosa . Mas para que essa promessa se cumprisse, ele precisava obedecer a Deus. Obedecer a Deus pode representar um desafio a algumas pessoas, mas quem confia obedece. A obediência e a confiança em Deus nos fazem vencer as adversidades . Muitos querem as promessas do Pai, mas não querem trilhar o caminho da obediência . Mas devemos nos lembrar de que a desobediência é pecado e nos impede de recebermos as bênçãos divinas. III - AS PROMESSAS DE DEUS NA VIDA DE ABRAÃO
  • 27. 1. "Far-te-ei uma grande nação e abençoar-te-ei"( c o n t . ) Abraão teve uma vida longa e também foi abençoado com riquezas (Gn 13.2). Mas, a maior bênção na vida de Abraão foi ele ter experimentado um relacionamento íntimo com Deus. Abraão conhecia ao Senhor a ponto de ter sido chamado amigo de Deus. Não há nada melhor do que uma vida de comunhão e intimidade com Deus. III - AS PROMESSAS DE DEUS NA VIDA DE ABRAÃO
  • 28. 2. "Engrandecerei o teu nome". O nome do patriarca Abraão é reverenciado no judaísmo, cristianismo e islamismo. Dele descendem dois povos: árabes e judeus. O Senhor é fiel e cumpriu com a sua promessa. Se Deus prometeu algo a você, não importa o quanto tenha que esperar, Ele vai cumprir. Vivemos em uma sociedade imediatista, onde as pessoas acham que esperar é perder tempo. Mas na vida espiritual, tudo acontece no tempo de Deus. Abraão confiou, obedeceu e foi honrado pelo Senhor. III - AS PROMESSAS DE DEUS NA VIDA DE ABRAÃO
  • 30. Abraão era um homem de fé. Ele trocou a glória passageira desse mundo para ter um relacionamento pessoal com Deus. Sua fé não impediu de enfrentar provações e crises. Todavia, ele continuou olhando para o céu, contando as estrelas e crendo no milagre de Deus e na sua provisão para todas as áreas da sua vida. A fé nos faz vencer as crises e esperar confiantes nas promessas do Pai.
  • 31. PARA REFLETIR 1. Qual era a cidade natal de Abraão? Ur dos Caldeus. 2. Quem Abraão levou em sua jornada de fé? Seu pai, sua esposa e seu sobrinho Ló. 3. Qual foi a atitude errada de Abraão ao entrar no Egito? Ele mentiu dizendo que Sara era sua irmã. 4. Quais são as promessas de Deus a Abraão estudadas na lição? "Far-te-ei uma grande nação e abençoar-te-ei;" "engrandecerei o teu nome" e "em ti serão benditas todas as famílias da terra". 5. Qual era o projeto de Deus ao chamar Abraão? Era fazer da descendência de Abraão um povo separado, e da semente dele enviar a Jesus Cristo, para salvar todas as famílias da Terra. A respeito de Abraão, a esperança do pai da fé, responda: