SlideShare uma empresa Scribd logo
Linguagens, Códigos e suas
Tecnologias - Português
Ensino Médio, 1ª Série
Representação lexical do sujeito da oração.
LÍNGUA PORTUGUESA, 1º Ano do Ensino Médio
Representação lexical do sujeito da oração
O Sujeito da Oração
Chamamos de sujeito o ser de quem
se diz alguma coisa na oração.
Veja:
O avião decolou às 10h da manhã.
SUJEITO
O Sujeito da Oração
O sujeito é, geralmente, representado
por uma ou mais palavras.
Veja:
O avião decolou às 10h da manhã.
O SUJEITO aqui é formado por um
determinante e um nome
LÍNGUA PORTUGUESA, 1º Ano do Ensino Médio
Representação lexical do sujeito da oração
SUJEITO no início da oração (antes do verbo)
O Sujeito da Oração
Sua posição é, no geral, no início da oração, mas
pode aparecer deslocado.
Veja:
O avião decolou às 10h da manhã.
Ao longe, tocou o sino da capela.
SUJEITO no final da oração (após
o verbo)
LÍNGUA PORTUGUESA, 1º Ano do Ensino Médio
Representação lexical do sujeito da oração
O LÉXICO
Léxico pode ser definido como o
acervo de palavras de um
determinado idioma: todo o
universo de palavras que as
pessoas de uma determinada
língua têm à sua disposição para
expressar-se, oralmente ou por
escrito [...].
Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/L%C3%A9xico
LÍNGUA PORTUGUESA, 1º Ano do Ensino Médio
Representação lexical do sujeito da oração
O LÉXICO
[...] O léxico de um idioma é composto de
palavras semânticas agrupadas em classes,
conforme prescreve a gramática do idioma.
Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/L%C3%A9xico
VERBOS
LÍNGUA PORTUGUESA, 1º Ano do Ensino Médio
Representação lexical do sujeito da oração
Representação Lexical do Sujeito
Observe a oração abaixo:
Na natureza,animais matam animais.
Sujeito Complemento verbal
(objeto direto)
Se considerarmos o termo “animais” do ponto de
vista sintático, constataremos que, nesse caso, apresenta
funções sintáticas distintas na oração (sujeito e objeto direto).
Considerando o termo “animais” do ponto de vista da
palavra em si, ou seja, o termo lexical, veremos que,
mesmo com valores sintáticos distintos, ele se caracteriza
pela função de nomear seres.
LÍNGUA PORTUGUESA, 1º Ano do Ensino Médio
Representação lexical do sujeito da oração
Representação Lexical do Sujeito
Considerando os termos do ponto de vista
do léxico, ou seja, da palavra em si, temos:
Na natureza, animais matam animais.
Nome (o caçador/
o predador)
Nome (a caça/ a
presa)
LÍNGUA PORTUGUESA, 1º Ano do Ensino Médio
Representação lexical do sujeito da oração
Representação Lexical do Sujeito
O sujeito da oração pode ser representado:
Na natureza,animais matam animais.
Nome (o caçador/
o predador)
Nome (a caça/ a
presa)
Embora com sentidos distintos, ambas as palavras
caracterizam-se por darem nomes a seres, o que
morfologicamente chamamos de substantivo.
LÍNGUA PORTUGUESA, 1º Ano do Ensino Médio
Representação lexical do sujeito da oração
Representação Lexical do Sujeito
Na oração, o sujeito pode ser representado
por várias classes de palavras:
LÍNGUA PORTUGUESA, 1º Ano do Ensino Médio
Representação lexical do sujeito da oração
Representação Lexical do Sujeito
O sujeito da oração pode ter seu núcleo
representado:
a) por um substantivo:
O menino jogou a bola em cima do telhado.
Sujeito: O menino
Núcleo do sujeito: menino (nome/substantivo)
LÍNGUA PORTUGUESA, 1º Ano do Ensino Médio
Representação lexical do sujeito da oração
Representação Lexical do Sujeito
O sujeito da oração pode ter seu núcleo
representado:
b) por uma palavra substantivada:
O iludir era sua estratégia mais comum.
Sujeito: O iludir
Núcleo do sujeito: iludir (palavra substantivada)
LÍNGUA PORTUGUESA, 1º Ano do Ensino Médio
Representação lexical do sujeito da oração
Representação Lexical do Sujeito
O sujeito da oração pode ter seu núcleo
representado:
c) por pronomes pessoais retos:
Ele era o seu melhor amigo.
Sujeito: Ele
Núcleo do sujeito: Ele (Pronome Pessoal Reto)
LÍNGUA PORTUGUESA, 1º Ano do Ensino Médio
Representação lexical do sujeito da oração
Representação Lexical do Sujeito
O sujeito da oração pode ter seu núcleo
representado:
d) por pronomes demonstrativos:
Aquele era o seu pedaço de chão.
Sujeito: Aquele
Núcleo do sujeito: Aquele (Pronome Demonstrativo)
LÍNGUA PORTUGUESA, 1º Ano do Ensino Médio
Representação lexical do sujeito da oração
Representação Lexical do Sujeito
O sujeito da oração pode ter seu núcleo
representado:
e) por pronomes indefinidos:
Ninguém percebeu a sua tristeza.
Sujeito: Ninguém
Núcleo do sujeito: Ninguém (Pronome Indefinido)
LÍNGUA PORTUGUESA, 1º Ano do Ensino Médio
Representação lexical do sujeito da oração
Representação Lexical do Sujeito
O sujeito da oração pode ter seu núcleo
representado:
f) por pronomes interrogativos:
Quem será o novo escolhido?
Sujeito: Quem
Núcleo do sujeito: Quem (Pronome Interrogativo)
LÍNGUA PORTUGUESA, 1º Ano do Ensino Médio
Representação lexical do sujeito da oração
Representação Lexical do Sujeito
O sujeito da oração pode ter seu núcleo
representado:
g) por pronomes relativos:
Lá está a mulher que roubou meu coração.
que (pronome relativo) = sujeito de
“roubar”
LÍNGUA PORTUGUESA, 1º Ano do Ensino Médio
Representação lexical do sujeito da oração
Representação Lexical do Sujeito
O sujeito da oração pode ter seu núcleo
representado:
h) por numerais:
Os dez foram eliminados do campeonato.
Sujeito: Os dez
Núcleo do sujeito: dez (Numeral)
LÍNGUA PORTUGUESA, 1º Ano do Ensino Médio
Representação lexical do sujeito da oração
ATIVIDADES
LÍNGUA PORTUGUESA, 1º Ano do Ensino Médio
Representação lexical do sujeito da oração
Imagem:
Brandizzi
/Creative
Commons
Attribution-Share
Alike
2.5
Generic
1.Na oração:
Ninguém visitava o paciente.
O sujeito é representado por qual classe de
palavra?
A) SUBSTANTIVO
B) PALAVRA SUBSTANTIVADA
C) PRONOME PESSOAL
D) PRONOME INDEFINIDO
E) PRONOME RELATIVO
LÍNGUA PORTUGUESA, 1º Ano do Ensino Médio
Representação lexical do sujeito da oração
2. (FAENQUIL-SP) No período: "Ser amável e ser
egoísta são coisas distintas", o sujeito é:
a) indeterminado.
b) "ser amável".
c) "coisas distintas".
d) "ser amável e ser egoísta".
e) n.d.a.
LÍNGUA PORTUGUESA, 1º Ano do Ensino Médio
Representação lexical do sujeito da oração
3. Com relação à classificação do sujeito, analise as orações
abaixo e
assinale a alternativa CORRETA:
I – “ O meu primeiro ímpeto foi correr ao café”.
II – “Cheguei a pegar na xícara”.
III – “Ezequiel abriu a boca”.
IV – “Vou à missa com mamãe”.
a) Nas orações I e II temos sujeitos simples e os núcleos são “primeiro”
e “xícara”.
b) Nas orações II e III temos sujeitos indeterminados.
c) Nas orações II e IV temos sujeitos ocultos, representados pelo
pronome pessoal “eu”.
d) Na oração IV temos sujeito simples e seu núcleo é “mamãe”.
LÍNGUA PORTUGUESA, 1º Ano do Ensino Médio
Representação lexical do sujeito da oração
4. Leia o poema e responda:
LÍNGUA PORTUGUESA, 1º Ano do Ensino Médio
Representação lexical do sujeito da oração
Ritmo
Na porta
a varredeira varre o cisco
varre o cisco
varre o cisco
Na pia
a menininha escova os dentes
escova os dentes
escova os dentes
No arroio
a lavadeira bate roupa
bate roupa
bate roupa
até que enfim
se desenrola
toda a corda
e o mundo gira imóvel como um pião!
(In: Vera Aguiar, coord. Poesia fora da estante. Porto Alegre: Projeto, 1995. p. 96.)
Imagem:
Juntas/Public
Domain
a) Que verso de cada uma das estrofes indica o local da ação?
b) Qual é o sujeito da oração em cada uma das estrofes?
c) Que tipos de palavras representam o sujeito da oração em cada uma
das estrofes?
c) Quais são os verbos que exprimem as ações praticadas?
d) Que versos contêm o predicado desses sujeitos?
O primeiro verso
1ª: “a varredeira”; 2ª: “a menininha”; 3ª: “a lavadeira”
São todas representadas por nomes, ou seja, substantivos
“varre”, “escova”, “bate”
“varre o cisco”, “escova os dentes”, “bate a roupa”
Fonte: Português: Linguagens — William Roberto Cereja e Thereza Cochar Magalhães (modificado
LÍNGUA PORTUGUESA, 1º Ano do Ensino Médio
Representação lexical do sujeito da oração
No trecho da canção abaixo, de Tom Jobim, você poderá perceber um pouco
da riqueza lexical do nosso idioma.
É pau, é pedra, é o fim do caminho
é um resto de toco, é um pouco sozinho
é um caco de vidro, é a vida, é o sol
é a noite, é a morte, é um laço, é o anzol
é peroba do campo, é o nó da madeira
caingá, candeia, é o Matita Pereira
É madeira de vento, tombo da ribanceira
é o mistério profundo
é o queira ou não queira
é o vento ventando, é o fim da ladeira
é a viga, é o vão, festa da cumeeira
é a chuva chovendo, é conversa ribeira
das águas de março, é o fim da canseira
é o pé, é o chão, é a marcha estradeira
passarinho na mão, pedra de atiradeira
Uma ave no céu, uma ave no chão
é um regato, é uma fonte
é um pedaço de pão
é o fundo do poço, é o fim do caminho
no rosto o desgosto, é um pouco sozinho
um estrepe, é um prego
é uma ponta, é um ponto
é um pingo pingando
é uma conta, é um conto
é um peixe, é um gesto
é uma prata brilhando
é a luz da manhã, é o tijolo chegando
é a lenha, é o dia, é o fim da picada
é a garrafa de cana, o estilhaço na estrada
é o projeto da casa, é o corpo na cama
é o carro enguiçado, é a lama, é a lama
é um passo, é uma ponte
é um sapo, é uma rã
é um resto de mato, na luz da manhã
são as águas de março fechando o verão
é a promessa de vida no teu coração
É pau, é pedra, é o fim do caminho
é um resto de toco, é um pouco sozinho
é uma cobra, é um pau, é João, é José
é um espinho na mão, é um corte no pé
são as águas de março fechando o verão
é a promessa de vida no teu coração
Fonte:http://www2.tvcultura.com.br/aloescola/literatura/poesias/tomjobim_aguasdemarco.htm
LÍNGUA PORTUGUESA, 1º Ano do Ensino Médio
Representação lexical do sujeito da oração
No endereço abaixo, a turma poderá ver um clip da
música “Águas de março”, cantada por Tom Jobim
e Elis Regina. Após sua exibição, será bom
conversar um pouco sobre o modo como o poeta e
compositor Tom Jobim construiu sua letra.
http://www.youtube.com/watch?v=E1tOV7y94DYn
LÍNGUA PORTUGUESA, 1º Ano do Ensino Médio
Representação lexical do sujeito da oração
ASSIS, Machado de. Crônicas Escolhidas. São Paulo: Editora Ática, 1994.
CEREJA, William Roberto; MAGALHÃES, Thereza Cochar. Português: Linguagens – São
Paulo: Atual, 2006.
BUENO, Silveira. Minidicionário da Língua Portuguesa. São Paulo : FTD, s.d.1998.
BIBLIOGRAFIA
Sites Consultados:
http://www.youtube.com/watch?v=E1tOV7y94DY Acesso em 16/07/2012.
http://pt.wikipedia.org. Acesso em : 08/07/2012.
LÍNGUA PORTUGUESA, 1º Ano do Ensino Médio
Representação lexical do sujeito da oração
Tabela de Imagens
n° do
slide
direito da imagem como está ao lado da
foto
link do site onde se consegiu a informação Data do
Acesso
20 Brandizzi /Creative Commons Attribution-
Share Alike 2.5 Generic
http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Solicit-
Reference.png
24/09/201
2
24 Juntas/Public Domain http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Pi%C3%A3o
_de_corda.JPG
24/09/201
2

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Verbos - parte 1
Verbos - parte 1Verbos - parte 1
Verbos - parte 1
Jorge Henrique
 
Substantivos biformes e uniformes
Substantivos biformes e uniformesSubstantivos biformes e uniformes
Substantivos biformes e uniformes
Susana Teixeira
 
Fonética e fonologia
Fonética e fonologiaFonética e fonologia
Fonética e fonologia
Renata Haratani
 
Plano de ensino portugues fundamental
Plano de ensino portugues fundamentalPlano de ensino portugues fundamental
Plano de ensino portugues fundamental
Atividades Diversas Cláudia
 
Interpretação e semântica
Interpretação e semânticaInterpretação e semântica
Interpretação e semântica
Ivana Mayrink
 
Pragmática
PragmáticaPragmática
Homófonas, Homógrafas e Homónimas
Homófonas, Homógrafas e HomónimasHomófonas, Homógrafas e Homónimas
Homófonas, Homógrafas e Homónimas
Ana PAtrícia Lima
 
Contexto de produção, circulação e recepção de textos
Contexto de produção, circulação e recepção de textosContexto de produção, circulação e recepção de textos
Contexto de produção, circulação e recepção de textos
ma.no.el.ne.ves
 
Fonética & fonologia
Fonética & fonologiaFonética & fonologia
Fonética & fonologia
Fernanda Câmara
 
Elementos da comunicação
Elementos da comunicaçãoElementos da comunicação
Elementos da comunicação
Netosaimon Silva
 
Gêneros textuais para 3º ano do ensino médio
Gêneros textuais para 3º ano do ensino médioGêneros textuais para 3º ano do ensino médio
Gêneros textuais para 3º ano do ensino médio
Lae167
 
VariaçãO LinguíStica
VariaçãO LinguíSticaVariaçãO LinguíStica
VariaçãO LinguíStica
Elza Silveira
 
Pretérito imperfeito do indicativo exercícios portugues PLE
Pretérito imperfeito do indicativo exercícios portugues PLEPretérito imperfeito do indicativo exercícios portugues PLE
Pretérito imperfeito do indicativo exercícios portugues PLE
Luisa Cristina Rothe Mayer
 
Sintaxe Volume 1
Sintaxe Volume 1Sintaxe Volume 1
Sintaxe Volume 1
ProfFernandaBraga
 
Polissemia e ambiguidade
Polissemia e ambiguidadePolissemia e ambiguidade
Polissemia e ambiguidade
Lilian Hodgson
 
prova portugues 6 ano verso.doc
prova portugues  6 ano verso.docprova portugues  6 ano verso.doc
prova portugues 6 ano verso.doc
Edilene Aparecida
 
Intertexto.
Intertexto.Intertexto.
Intertexto.
bloglink0
 
Relação letra x fonema
Relação letra x fonemaRelação letra x fonema
Relação letra x fonema
Aires Jones
 
Hifen
HifenHifen
Linguagem comunicação e interação
Linguagem comunicação e interaçãoLinguagem comunicação e interação
Linguagem comunicação e interação
Margarete Nogueira
 

Mais procurados (20)

Verbos - parte 1
Verbos - parte 1Verbos - parte 1
Verbos - parte 1
 
Substantivos biformes e uniformes
Substantivos biformes e uniformesSubstantivos biformes e uniformes
Substantivos biformes e uniformes
 
Fonética e fonologia
Fonética e fonologiaFonética e fonologia
Fonética e fonologia
 
Plano de ensino portugues fundamental
Plano de ensino portugues fundamentalPlano de ensino portugues fundamental
Plano de ensino portugues fundamental
 
Interpretação e semântica
Interpretação e semânticaInterpretação e semântica
Interpretação e semântica
 
Pragmática
PragmáticaPragmática
Pragmática
 
Homófonas, Homógrafas e Homónimas
Homófonas, Homógrafas e HomónimasHomófonas, Homógrafas e Homónimas
Homófonas, Homógrafas e Homónimas
 
Contexto de produção, circulação e recepção de textos
Contexto de produção, circulação e recepção de textosContexto de produção, circulação e recepção de textos
Contexto de produção, circulação e recepção de textos
 
Fonética & fonologia
Fonética & fonologiaFonética & fonologia
Fonética & fonologia
 
Elementos da comunicação
Elementos da comunicaçãoElementos da comunicação
Elementos da comunicação
 
Gêneros textuais para 3º ano do ensino médio
Gêneros textuais para 3º ano do ensino médioGêneros textuais para 3º ano do ensino médio
Gêneros textuais para 3º ano do ensino médio
 
VariaçãO LinguíStica
VariaçãO LinguíSticaVariaçãO LinguíStica
VariaçãO LinguíStica
 
Pretérito imperfeito do indicativo exercícios portugues PLE
Pretérito imperfeito do indicativo exercícios portugues PLEPretérito imperfeito do indicativo exercícios portugues PLE
Pretérito imperfeito do indicativo exercícios portugues PLE
 
Sintaxe Volume 1
Sintaxe Volume 1Sintaxe Volume 1
Sintaxe Volume 1
 
Polissemia e ambiguidade
Polissemia e ambiguidadePolissemia e ambiguidade
Polissemia e ambiguidade
 
prova portugues 6 ano verso.doc
prova portugues  6 ano verso.docprova portugues  6 ano verso.doc
prova portugues 6 ano verso.doc
 
Intertexto.
Intertexto.Intertexto.
Intertexto.
 
Relação letra x fonema
Relação letra x fonemaRelação letra x fonema
Relação letra x fonema
 
Hifen
HifenHifen
Hifen
 
Linguagem comunicação e interação
Linguagem comunicação e interaçãoLinguagem comunicação e interação
Linguagem comunicação e interação
 

Semelhante a Representação lexical do sujeito da oração..ppt

José Beniste - Dicionário Yorubá.pdf
José Beniste - Dicionário Yorubá.pdfJosé Beniste - Dicionário Yorubá.pdf
José Beniste - Dicionário Yorubá.pdf
Luiz699299
 
Prof magarete aula_1
Prof magarete aula_1Prof magarete aula_1
Prof magarete aula_1
Bruno Oliveira
 
Morfossintaxe sujeito.
Morfossintaxe sujeito.Morfossintaxe sujeito.
Morfossintaxe sujeito.
Aires Jones
 
2º ano - Sujeito e Predicado.pptx
2º ano - Sujeito e Predicado.pptx2º ano - Sujeito e Predicado.pptx
2º ano - Sujeito e Predicado.pptx
Edson Cavalcante
 
Concordância verbal dkdjksjdkjskdjksjdskjdksd
Concordância verbal dkdjksjdkjskdjksjdskjdksdConcordância verbal dkdjksjdkjskdjksjdskjdksd
Concordância verbal dkdjksjdkjskdjksjdskjdksd
bloke
 
1 ano literatura gramatica
1 ano literatura gramatica1 ano literatura gramatica
1 ano literatura gramatica
Aline Roma
 
1 ano literatura gramatica
1 ano literatura gramatica1 ano literatura gramatica
1 ano literatura gramatica
Aline Roma
 
Português 1
Português 1Português 1
Português 1
Sandra Paula
 
Plural dos substantivos
Plural dos substantivosPlural dos substantivos
Plural dos substantivos
Liliane França
 
CONCORDANCIA VERBAL AULA PROFESSOR AUTOR
CONCORDANCIA VERBAL AULA PROFESSOR AUTORCONCORDANCIA VERBAL AULA PROFESSOR AUTOR
CONCORDANCIA VERBAL AULA PROFESSOR AUTOR
lucianadsguimaraes
 
C. Bombardelli - Curso de Latim (versão 1)
C. Bombardelli - Curso de Latim (versão 1)C. Bombardelli - Curso de Latim (versão 1)
C. Bombardelli - Curso de Latim (versão 1)
Clovis Bombardelli
 
aula verbo
aula verboaula verbo
Portugues suples
Portugues suplesPortugues suples
Portugues suples
Allan Almeida de Araújo
 
Terceira aplicação do enem 2014: Aspectos gramaticais
Terceira aplicação do enem 2014: Aspectos gramaticaisTerceira aplicação do enem 2014: Aspectos gramaticais
Terceira aplicação do enem 2014: Aspectos gramaticais
ma.no.el.ne.ves
 
Acentuação
AcentuaçãoAcentuação
Acentuação
Porcessanol
 
Resumão de português
Resumão de portuguêsResumão de português
Resumão de português
Camilla Gagliardi dos Santos
 
Concordância verbal.pptx
Concordância verbal.pptxConcordância verbal.pptx
Concordância verbal.pptx
VvianCorreia1
 
Advérbio.ppt
Advérbio.pptAdvérbio.ppt
Advérbio.ppt
TATIANACORREADASILVA
 
Acentuação tônica
Acentuação tônicaAcentuação tônica
Acentuação tônica
vinivs
 
Aula 1 estrutura, formação e classe das palavras
Aula 1   estrutura, formação e classe das palavrasAula 1   estrutura, formação e classe das palavras
Aula 1 estrutura, formação e classe das palavras
J M
 

Semelhante a Representação lexical do sujeito da oração..ppt (20)

José Beniste - Dicionário Yorubá.pdf
José Beniste - Dicionário Yorubá.pdfJosé Beniste - Dicionário Yorubá.pdf
José Beniste - Dicionário Yorubá.pdf
 
Prof magarete aula_1
Prof magarete aula_1Prof magarete aula_1
Prof magarete aula_1
 
Morfossintaxe sujeito.
Morfossintaxe sujeito.Morfossintaxe sujeito.
Morfossintaxe sujeito.
 
2º ano - Sujeito e Predicado.pptx
2º ano - Sujeito e Predicado.pptx2º ano - Sujeito e Predicado.pptx
2º ano - Sujeito e Predicado.pptx
 
Concordância verbal dkdjksjdkjskdjksjdskjdksd
Concordância verbal dkdjksjdkjskdjksjdskjdksdConcordância verbal dkdjksjdkjskdjksjdskjdksd
Concordância verbal dkdjksjdkjskdjksjdskjdksd
 
1 ano literatura gramatica
1 ano literatura gramatica1 ano literatura gramatica
1 ano literatura gramatica
 
1 ano literatura gramatica
1 ano literatura gramatica1 ano literatura gramatica
1 ano literatura gramatica
 
Português 1
Português 1Português 1
Português 1
 
Plural dos substantivos
Plural dos substantivosPlural dos substantivos
Plural dos substantivos
 
CONCORDANCIA VERBAL AULA PROFESSOR AUTOR
CONCORDANCIA VERBAL AULA PROFESSOR AUTORCONCORDANCIA VERBAL AULA PROFESSOR AUTOR
CONCORDANCIA VERBAL AULA PROFESSOR AUTOR
 
C. Bombardelli - Curso de Latim (versão 1)
C. Bombardelli - Curso de Latim (versão 1)C. Bombardelli - Curso de Latim (versão 1)
C. Bombardelli - Curso de Latim (versão 1)
 
aula verbo
aula verboaula verbo
aula verbo
 
Portugues suples
Portugues suplesPortugues suples
Portugues suples
 
Terceira aplicação do enem 2014: Aspectos gramaticais
Terceira aplicação do enem 2014: Aspectos gramaticaisTerceira aplicação do enem 2014: Aspectos gramaticais
Terceira aplicação do enem 2014: Aspectos gramaticais
 
Acentuação
AcentuaçãoAcentuação
Acentuação
 
Resumão de português
Resumão de portuguêsResumão de português
Resumão de português
 
Concordância verbal.pptx
Concordância verbal.pptxConcordância verbal.pptx
Concordância verbal.pptx
 
Advérbio.ppt
Advérbio.pptAdvérbio.ppt
Advérbio.ppt
 
Acentuação tônica
Acentuação tônicaAcentuação tônica
Acentuação tônica
 
Aula 1 estrutura, formação e classe das palavras
Aula 1   estrutura, formação e classe das palavrasAula 1   estrutura, formação e classe das palavras
Aula 1 estrutura, formação e classe das palavras
 

Mais de Valdimiro Cardoso

1ª ano -Fonética e Fonologia.pdf
1ª ano -Fonética e Fonologia.pdf1ª ano -Fonética e Fonologia.pdf
1ª ano -Fonética e Fonologia.pdf
Valdimiro Cardoso
 
8-interpretacao.ppt
8-interpretacao.ppt8-interpretacao.ppt
8-interpretacao.ppt
Valdimiro Cardoso
 
3ª ano - As preposições e sua construção de sentidos no texto..pdf
3ª ano - As preposições e sua construção de sentidos no texto..pdf3ª ano - As preposições e sua construção de sentidos no texto..pdf
3ª ano - As preposições e sua construção de sentidos no texto..pdf
Valdimiro Cardoso
 
Politica-de-Diversidade_Instituto_Natura_2019.pdf
Politica-de-Diversidade_Instituto_Natura_2019.pdfPolitica-de-Diversidade_Instituto_Natura_2019.pdf
Politica-de-Diversidade_Instituto_Natura_2019.pdf
Valdimiro Cardoso
 
a saude do idoso e o processo de envelhecimento.ppt
a saude do idoso e o processo de envelhecimento.ppta saude do idoso e o processo de envelhecimento.ppt
a saude do idoso e o processo de envelhecimento.ppt
Valdimiro Cardoso
 
acordo-ortogrfico.ppt
acordo-ortogrfico.pptacordo-ortogrfico.ppt
acordo-ortogrfico.ppt
Valdimiro Cardoso
 
GABARITOENEM1DIA.pdf
GABARITOENEM1DIA.pdfGABARITOENEM1DIA.pdf
GABARITOENEM1DIA.pdf
Valdimiro Cardoso
 
SIMULADOENEM1DIA.pdf
SIMULADOENEM1DIA.pdfSIMULADOENEM1DIA.pdf
SIMULADOENEM1DIA.pdf
Valdimiro Cardoso
 
2ano_machado_de_assis.ppt
2ano_machado_de_assis.ppt2ano_machado_de_assis.ppt
2ano_machado_de_assis.ppt
Valdimiro Cardoso
 
Analisedetexto2017
Analisedetexto2017Analisedetexto2017
Analisedetexto2017
Valdimiro Cardoso
 
Enem literatura
Enem  literaturaEnem  literatura
Enem literatura
Valdimiro Cardoso
 
Verbos e-vozes-verbais-ii2610201119519
Verbos e-vozes-verbais-ii2610201119519Verbos e-vozes-verbais-ii2610201119519
Verbos e-vozes-verbais-ii2610201119519
Valdimiro Cardoso
 
Apostila de licitacoes_e_contratos_administrativos cgu (1)
Apostila de licitacoes_e_contratos_administrativos cgu (1)Apostila de licitacoes_e_contratos_administrativos cgu (1)
Apostila de licitacoes_e_contratos_administrativos cgu (1)
Valdimiro Cardoso
 
D.04.14.35 edital para exame online cpa-10 e atualiza -o
D.04.14.35   edital para exame online cpa-10 e atualiza -oD.04.14.35   edital para exame online cpa-10 e atualiza -o
D.04.14.35 edital para exame online cpa-10 e atualiza -o
Valdimiro Cardoso
 
Cpa 10
Cpa 10Cpa 10

Mais de Valdimiro Cardoso (15)

1ª ano -Fonética e Fonologia.pdf
1ª ano -Fonética e Fonologia.pdf1ª ano -Fonética e Fonologia.pdf
1ª ano -Fonética e Fonologia.pdf
 
8-interpretacao.ppt
8-interpretacao.ppt8-interpretacao.ppt
8-interpretacao.ppt
 
3ª ano - As preposições e sua construção de sentidos no texto..pdf
3ª ano - As preposições e sua construção de sentidos no texto..pdf3ª ano - As preposições e sua construção de sentidos no texto..pdf
3ª ano - As preposições e sua construção de sentidos no texto..pdf
 
Politica-de-Diversidade_Instituto_Natura_2019.pdf
Politica-de-Diversidade_Instituto_Natura_2019.pdfPolitica-de-Diversidade_Instituto_Natura_2019.pdf
Politica-de-Diversidade_Instituto_Natura_2019.pdf
 
a saude do idoso e o processo de envelhecimento.ppt
a saude do idoso e o processo de envelhecimento.ppta saude do idoso e o processo de envelhecimento.ppt
a saude do idoso e o processo de envelhecimento.ppt
 
acordo-ortogrfico.ppt
acordo-ortogrfico.pptacordo-ortogrfico.ppt
acordo-ortogrfico.ppt
 
GABARITOENEM1DIA.pdf
GABARITOENEM1DIA.pdfGABARITOENEM1DIA.pdf
GABARITOENEM1DIA.pdf
 
SIMULADOENEM1DIA.pdf
SIMULADOENEM1DIA.pdfSIMULADOENEM1DIA.pdf
SIMULADOENEM1DIA.pdf
 
2ano_machado_de_assis.ppt
2ano_machado_de_assis.ppt2ano_machado_de_assis.ppt
2ano_machado_de_assis.ppt
 
Analisedetexto2017
Analisedetexto2017Analisedetexto2017
Analisedetexto2017
 
Enem literatura
Enem  literaturaEnem  literatura
Enem literatura
 
Verbos e-vozes-verbais-ii2610201119519
Verbos e-vozes-verbais-ii2610201119519Verbos e-vozes-verbais-ii2610201119519
Verbos e-vozes-verbais-ii2610201119519
 
Apostila de licitacoes_e_contratos_administrativos cgu (1)
Apostila de licitacoes_e_contratos_administrativos cgu (1)Apostila de licitacoes_e_contratos_administrativos cgu (1)
Apostila de licitacoes_e_contratos_administrativos cgu (1)
 
D.04.14.35 edital para exame online cpa-10 e atualiza -o
D.04.14.35   edital para exame online cpa-10 e atualiza -oD.04.14.35   edital para exame online cpa-10 e atualiza -o
D.04.14.35 edital para exame online cpa-10 e atualiza -o
 
Cpa 10
Cpa 10Cpa 10
Cpa 10
 

Último

educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmenteeducação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
DeuzinhaAzevedo
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
Pastor Robson Colaço
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
AurelianoFerreirades2
 
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Centro Jacques Delors
 
QUIZ - HISTÓRIA 9º ANO - PRIMEIRA REPÚBLICA_ERA VARGAS.pptx
QUIZ - HISTÓRIA  9º ANO - PRIMEIRA REPÚBLICA_ERA VARGAS.pptxQUIZ - HISTÓRIA  9º ANO - PRIMEIRA REPÚBLICA_ERA VARGAS.pptx
QUIZ - HISTÓRIA 9º ANO - PRIMEIRA REPÚBLICA_ERA VARGAS.pptx
AntonioVieira539017
 
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdfCADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
NatySousa3
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
wagnermorais28
 
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de CarvalhoO sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
analuisasesso
 
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
ValdineyRodriguesBez1
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdfEgito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
sthefanydesr
 
Forças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptx
Forças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptxForças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptx
Forças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptx
Danielle Fernandes Amaro dos Santos
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
Mary Alvarenga
 
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdflivro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
cmeioctaciliabetesch
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
livrosjovert
 
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Funções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prismaFunções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prisma
djincognito
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
TomasSousa7
 
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptxA dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
ReinaldoSouza57
 

Último (20)

educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmenteeducação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
 
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
 
QUIZ - HISTÓRIA 9º ANO - PRIMEIRA REPÚBLICA_ERA VARGAS.pptx
QUIZ - HISTÓRIA  9º ANO - PRIMEIRA REPÚBLICA_ERA VARGAS.pptxQUIZ - HISTÓRIA  9º ANO - PRIMEIRA REPÚBLICA_ERA VARGAS.pptx
QUIZ - HISTÓRIA 9º ANO - PRIMEIRA REPÚBLICA_ERA VARGAS.pptx
 
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
 
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdfCADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
 
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de CarvalhoO sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
 
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdfEgito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
 
Forças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptx
Forças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptxForças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptx
Forças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptx
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
 
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdflivro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
 
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
 
Funções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prismaFunções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prisma
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
 
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptxA dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
 

Representação lexical do sujeito da oração..ppt

  • 1. Linguagens, Códigos e suas Tecnologias - Português Ensino Médio, 1ª Série Representação lexical do sujeito da oração.
  • 2. LÍNGUA PORTUGUESA, 1º Ano do Ensino Médio Representação lexical do sujeito da oração O Sujeito da Oração Chamamos de sujeito o ser de quem se diz alguma coisa na oração. Veja: O avião decolou às 10h da manhã. SUJEITO
  • 3. O Sujeito da Oração O sujeito é, geralmente, representado por uma ou mais palavras. Veja: O avião decolou às 10h da manhã. O SUJEITO aqui é formado por um determinante e um nome LÍNGUA PORTUGUESA, 1º Ano do Ensino Médio Representação lexical do sujeito da oração
  • 4. SUJEITO no início da oração (antes do verbo) O Sujeito da Oração Sua posição é, no geral, no início da oração, mas pode aparecer deslocado. Veja: O avião decolou às 10h da manhã. Ao longe, tocou o sino da capela. SUJEITO no final da oração (após o verbo) LÍNGUA PORTUGUESA, 1º Ano do Ensino Médio Representação lexical do sujeito da oração
  • 5. O LÉXICO Léxico pode ser definido como o acervo de palavras de um determinado idioma: todo o universo de palavras que as pessoas de uma determinada língua têm à sua disposição para expressar-se, oralmente ou por escrito [...]. Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/L%C3%A9xico LÍNGUA PORTUGUESA, 1º Ano do Ensino Médio Representação lexical do sujeito da oração
  • 6. O LÉXICO [...] O léxico de um idioma é composto de palavras semânticas agrupadas em classes, conforme prescreve a gramática do idioma. Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/L%C3%A9xico VERBOS LÍNGUA PORTUGUESA, 1º Ano do Ensino Médio Representação lexical do sujeito da oração
  • 7. Representação Lexical do Sujeito Observe a oração abaixo: Na natureza,animais matam animais. Sujeito Complemento verbal (objeto direto) Se considerarmos o termo “animais” do ponto de vista sintático, constataremos que, nesse caso, apresenta funções sintáticas distintas na oração (sujeito e objeto direto). Considerando o termo “animais” do ponto de vista da palavra em si, ou seja, o termo lexical, veremos que, mesmo com valores sintáticos distintos, ele se caracteriza pela função de nomear seres. LÍNGUA PORTUGUESA, 1º Ano do Ensino Médio Representação lexical do sujeito da oração
  • 8. Representação Lexical do Sujeito Considerando os termos do ponto de vista do léxico, ou seja, da palavra em si, temos: Na natureza, animais matam animais. Nome (o caçador/ o predador) Nome (a caça/ a presa) LÍNGUA PORTUGUESA, 1º Ano do Ensino Médio Representação lexical do sujeito da oração
  • 9. Representação Lexical do Sujeito O sujeito da oração pode ser representado: Na natureza,animais matam animais. Nome (o caçador/ o predador) Nome (a caça/ a presa) Embora com sentidos distintos, ambas as palavras caracterizam-se por darem nomes a seres, o que morfologicamente chamamos de substantivo. LÍNGUA PORTUGUESA, 1º Ano do Ensino Médio Representação lexical do sujeito da oração
  • 10. Representação Lexical do Sujeito Na oração, o sujeito pode ser representado por várias classes de palavras: LÍNGUA PORTUGUESA, 1º Ano do Ensino Médio Representação lexical do sujeito da oração
  • 11. Representação Lexical do Sujeito O sujeito da oração pode ter seu núcleo representado: a) por um substantivo: O menino jogou a bola em cima do telhado. Sujeito: O menino Núcleo do sujeito: menino (nome/substantivo) LÍNGUA PORTUGUESA, 1º Ano do Ensino Médio Representação lexical do sujeito da oração
  • 12. Representação Lexical do Sujeito O sujeito da oração pode ter seu núcleo representado: b) por uma palavra substantivada: O iludir era sua estratégia mais comum. Sujeito: O iludir Núcleo do sujeito: iludir (palavra substantivada) LÍNGUA PORTUGUESA, 1º Ano do Ensino Médio Representação lexical do sujeito da oração
  • 13. Representação Lexical do Sujeito O sujeito da oração pode ter seu núcleo representado: c) por pronomes pessoais retos: Ele era o seu melhor amigo. Sujeito: Ele Núcleo do sujeito: Ele (Pronome Pessoal Reto) LÍNGUA PORTUGUESA, 1º Ano do Ensino Médio Representação lexical do sujeito da oração
  • 14. Representação Lexical do Sujeito O sujeito da oração pode ter seu núcleo representado: d) por pronomes demonstrativos: Aquele era o seu pedaço de chão. Sujeito: Aquele Núcleo do sujeito: Aquele (Pronome Demonstrativo) LÍNGUA PORTUGUESA, 1º Ano do Ensino Médio Representação lexical do sujeito da oração
  • 15. Representação Lexical do Sujeito O sujeito da oração pode ter seu núcleo representado: e) por pronomes indefinidos: Ninguém percebeu a sua tristeza. Sujeito: Ninguém Núcleo do sujeito: Ninguém (Pronome Indefinido) LÍNGUA PORTUGUESA, 1º Ano do Ensino Médio Representação lexical do sujeito da oração
  • 16. Representação Lexical do Sujeito O sujeito da oração pode ter seu núcleo representado: f) por pronomes interrogativos: Quem será o novo escolhido? Sujeito: Quem Núcleo do sujeito: Quem (Pronome Interrogativo) LÍNGUA PORTUGUESA, 1º Ano do Ensino Médio Representação lexical do sujeito da oração
  • 17. Representação Lexical do Sujeito O sujeito da oração pode ter seu núcleo representado: g) por pronomes relativos: Lá está a mulher que roubou meu coração. que (pronome relativo) = sujeito de “roubar” LÍNGUA PORTUGUESA, 1º Ano do Ensino Médio Representação lexical do sujeito da oração
  • 18. Representação Lexical do Sujeito O sujeito da oração pode ter seu núcleo representado: h) por numerais: Os dez foram eliminados do campeonato. Sujeito: Os dez Núcleo do sujeito: dez (Numeral) LÍNGUA PORTUGUESA, 1º Ano do Ensino Médio Representação lexical do sujeito da oração
  • 19. ATIVIDADES LÍNGUA PORTUGUESA, 1º Ano do Ensino Médio Representação lexical do sujeito da oração Imagem: Brandizzi /Creative Commons Attribution-Share Alike 2.5 Generic
  • 20. 1.Na oração: Ninguém visitava o paciente. O sujeito é representado por qual classe de palavra? A) SUBSTANTIVO B) PALAVRA SUBSTANTIVADA C) PRONOME PESSOAL D) PRONOME INDEFINIDO E) PRONOME RELATIVO LÍNGUA PORTUGUESA, 1º Ano do Ensino Médio Representação lexical do sujeito da oração
  • 21. 2. (FAENQUIL-SP) No período: "Ser amável e ser egoísta são coisas distintas", o sujeito é: a) indeterminado. b) "ser amável". c) "coisas distintas". d) "ser amável e ser egoísta". e) n.d.a. LÍNGUA PORTUGUESA, 1º Ano do Ensino Médio Representação lexical do sujeito da oração
  • 22. 3. Com relação à classificação do sujeito, analise as orações abaixo e assinale a alternativa CORRETA: I – “ O meu primeiro ímpeto foi correr ao café”. II – “Cheguei a pegar na xícara”. III – “Ezequiel abriu a boca”. IV – “Vou à missa com mamãe”. a) Nas orações I e II temos sujeitos simples e os núcleos são “primeiro” e “xícara”. b) Nas orações II e III temos sujeitos indeterminados. c) Nas orações II e IV temos sujeitos ocultos, representados pelo pronome pessoal “eu”. d) Na oração IV temos sujeito simples e seu núcleo é “mamãe”. LÍNGUA PORTUGUESA, 1º Ano do Ensino Médio Representação lexical do sujeito da oração
  • 23. 4. Leia o poema e responda: LÍNGUA PORTUGUESA, 1º Ano do Ensino Médio Representação lexical do sujeito da oração Ritmo Na porta a varredeira varre o cisco varre o cisco varre o cisco Na pia a menininha escova os dentes escova os dentes escova os dentes No arroio a lavadeira bate roupa bate roupa bate roupa até que enfim se desenrola toda a corda e o mundo gira imóvel como um pião! (In: Vera Aguiar, coord. Poesia fora da estante. Porto Alegre: Projeto, 1995. p. 96.) Imagem: Juntas/Public Domain
  • 24. a) Que verso de cada uma das estrofes indica o local da ação? b) Qual é o sujeito da oração em cada uma das estrofes? c) Que tipos de palavras representam o sujeito da oração em cada uma das estrofes? c) Quais são os verbos que exprimem as ações praticadas? d) Que versos contêm o predicado desses sujeitos? O primeiro verso 1ª: “a varredeira”; 2ª: “a menininha”; 3ª: “a lavadeira” São todas representadas por nomes, ou seja, substantivos “varre”, “escova”, “bate” “varre o cisco”, “escova os dentes”, “bate a roupa” Fonte: Português: Linguagens — William Roberto Cereja e Thereza Cochar Magalhães (modificado LÍNGUA PORTUGUESA, 1º Ano do Ensino Médio Representação lexical do sujeito da oração
  • 25. No trecho da canção abaixo, de Tom Jobim, você poderá perceber um pouco da riqueza lexical do nosso idioma. É pau, é pedra, é o fim do caminho é um resto de toco, é um pouco sozinho é um caco de vidro, é a vida, é o sol é a noite, é a morte, é um laço, é o anzol é peroba do campo, é o nó da madeira caingá, candeia, é o Matita Pereira É madeira de vento, tombo da ribanceira é o mistério profundo é o queira ou não queira é o vento ventando, é o fim da ladeira é a viga, é o vão, festa da cumeeira é a chuva chovendo, é conversa ribeira das águas de março, é o fim da canseira é o pé, é o chão, é a marcha estradeira passarinho na mão, pedra de atiradeira Uma ave no céu, uma ave no chão é um regato, é uma fonte é um pedaço de pão é o fundo do poço, é o fim do caminho no rosto o desgosto, é um pouco sozinho um estrepe, é um prego é uma ponta, é um ponto é um pingo pingando é uma conta, é um conto é um peixe, é um gesto é uma prata brilhando é a luz da manhã, é o tijolo chegando é a lenha, é o dia, é o fim da picada é a garrafa de cana, o estilhaço na estrada é o projeto da casa, é o corpo na cama é o carro enguiçado, é a lama, é a lama é um passo, é uma ponte é um sapo, é uma rã é um resto de mato, na luz da manhã são as águas de março fechando o verão é a promessa de vida no teu coração É pau, é pedra, é o fim do caminho é um resto de toco, é um pouco sozinho é uma cobra, é um pau, é João, é José é um espinho na mão, é um corte no pé são as águas de março fechando o verão é a promessa de vida no teu coração Fonte:http://www2.tvcultura.com.br/aloescola/literatura/poesias/tomjobim_aguasdemarco.htm LÍNGUA PORTUGUESA, 1º Ano do Ensino Médio Representação lexical do sujeito da oração
  • 26. No endereço abaixo, a turma poderá ver um clip da música “Águas de março”, cantada por Tom Jobim e Elis Regina. Após sua exibição, será bom conversar um pouco sobre o modo como o poeta e compositor Tom Jobim construiu sua letra. http://www.youtube.com/watch?v=E1tOV7y94DYn LÍNGUA PORTUGUESA, 1º Ano do Ensino Médio Representação lexical do sujeito da oração
  • 27. ASSIS, Machado de. Crônicas Escolhidas. São Paulo: Editora Ática, 1994. CEREJA, William Roberto; MAGALHÃES, Thereza Cochar. Português: Linguagens – São Paulo: Atual, 2006. BUENO, Silveira. Minidicionário da Língua Portuguesa. São Paulo : FTD, s.d.1998. BIBLIOGRAFIA Sites Consultados: http://www.youtube.com/watch?v=E1tOV7y94DY Acesso em 16/07/2012. http://pt.wikipedia.org. Acesso em : 08/07/2012. LÍNGUA PORTUGUESA, 1º Ano do Ensino Médio Representação lexical do sujeito da oração
  • 28. Tabela de Imagens n° do slide direito da imagem como está ao lado da foto link do site onde se consegiu a informação Data do Acesso 20 Brandizzi /Creative Commons Attribution- Share Alike 2.5 Generic http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Solicit- Reference.png 24/09/201 2 24 Juntas/Public Domain http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Pi%C3%A3o _de_corda.JPG 24/09/201 2