SlideShare uma empresa Scribd logo
terceira aplicação do ENEM-2014
Questões de Aspectos gramaticais
Manoel Neves
O	
  seu	
  cérebro	
  é	
  capaz	
  de	
  quase	
  qualquer	
  coisa.	
  Ele	
  consegue	
  parar	
  o	
  tempo,	
  ficar	
  
vários	
  dias	
  numa	
  boa	
  sem	
  dormir,	
  ler	
  pensamentos,	
  mover	
  objetos	
  a	
  distância	
  e	
  se	
  
reconstruir	
  de	
  acordo	
  com	
  a	
  necessidade.	
  Parecem	
  superpoderes	
  de	
  histórias	
  em	
  
quadrinhos,	
   mas	
   são	
   apenas	
   algumas	
   das	
   descobertas	
   que	
   os	
   neurocienBstas	
  
agora	
   conseguimos	
   perceber.	
   Outras	
   são	
   fruto	
   da	
   ciência:	
   ao	
   decifrar	
   alguns	
  
mecanismos	
  da	
  nossa	
  mente,	
  os	
  pesquisadores	
  estão	
  encontrando	
  maneiras	
  de	
  
realizar	
  coisas	
  que	
  antes	
  pareciam	
  impossíveis.	
  O	
  resultado	
  é	
  uma	
  revolução	
  como	
  
nenhuma	
  outra,	
  capaz	
  de	
  mudar	
  não	
  só	
  a	
  maneira	
  como	
  entendemos	
  o	
  cérebro,	
  
mas	
  também	
  a	
  imagem	
  que	
  fazemos	
  do	
  mundo,	
  da	
  realidade	
  e	
  de	
  quem	
  somos	
  
nós.	
  Siga	
  adiante	
  e	
  entenda	
  o	
  que	
  está	
  acontecendo	
  (e	
  aproveite	
  que,	
  segundo	
  
uma	
  das	
  mais	
  recentes	
  descobertas,	
  nenhum	
  exercício	
  para	
  o	
  seu	
  cérebro	
  é	
  tão	
  
bom	
  quanto	
  a	
  leitura).	
  
KENSKI,	
  R.	
  A	
  revolução	
  do	
  cérebro.	
  Superinteressante,	
  ago.	
  2006.	
  
QUESTÃO 01
terceira aplicação do ENEM-2014
Nessa	
   introdução	
   de	
   uma	
   matéria	
   de	
   popularização	
   da	
   ciência,	
   são	
   usados	
  
recursos	
  linguísBcos	
  que	
  estabelecem	
  interação	
  com	
  o	
  leitor,	
  buscando	
  envolvê-­‐
lo.	
  Desses	
  recursos,	
  aquele	
  que	
  caracteriza	
  a	
  persuasão	
  pretendida	
  de	
  forma	
  mais	
  
incisiva	
  se	
  dá	
  pelo	
  emprego	
  
a)	
  do	
  pronome	
  possessivo	
  como	
  em	
  “O	
  seu	
  cérebro	
  é	
  capaz	
  de	
  quase	
  qualquer	
  coisa”.	
  
b)	
  de	
  verbos	
  na	
  primeira	
  pessoa	
  do	
  plural	
  como	
  “entendemos”	
  e	
  “somos”.	
  
c)	
  de	
  pronomes	
  em	
  primeira	
  pessoa	
  do	
  plural	
  como	
  “nossa”	
  e	
  “nós”.	
  
d)	
  de	
  verbos	
  no	
  modo	
  imperaBvo	
  como	
  “siga”	
  e	
  “aproveite”.	
  
e)	
  de	
  estruturas	
  linguísBcas	
  avaliaBvas	
  como	
  “tão	
  bom	
  quanto	
  a	
  leitura”.	
  
SOLUÇÃO COMENTADA
terceira aplicação do ENEM-2014
Os	
   elementos	
   linguísBcos	
   uBlizados	
   com	
   a	
   intenção	
   de	
   envolver	
   o	
   leitor	
  
denominam-­‐se	
   processos	
   de	
   interação	
   discursiva.	
   São	
   eles	
   o	
   uso	
   da	
   primeira	
  
pessoa	
   do	
   plural,	
   de	
   pronomes	
   que	
   se	
   referem	
   diretamente	
   ao	
   leitor	
  
[considerados	
   de	
   segunda	
   pessoa],	
   de	
   perguntas	
   [retóricas]	
   e	
   de	
   verbos	
   no	
  
imperaBvo.	
  
Dentre	
   os	
   recursos	
   indicados	
   anteriormente,	
   o	
   que	
   consegue	
   estabelecer	
  
interação	
  mais	
  forte	
  é	
  o	
  uso	
  do	
  imperaBvo	
  afirmaBvo,	
  na	
  medida	
  em	
  que,	
  ao	
  se	
  
valer	
   de	
   tal	
   modo	
   verbal,	
   o	
   locutor	
   aconselha,	
   sugere,	
   instrui,	
   ordena.	
   Sendo	
  
assim,	
  deve-­‐se	
  assinalar	
  a	
  alternaBva	
  “d”.	
  
conteúdos abordados na questão
processos	
  de	
  interação	
  discursiva	
  
A	
  minha	
  anBga	
  viola	
  
Feita	
  de	
  pau	
  de	
  pinhero	
  
É	
  minha	
  eterna	
  lembrança	
  	
  
Do	
  meu	
  tempo	
  de	
  violero	
  
A	
  saudade	
  dos	
  fandango	
  
Do	
  meu	
  sertão	
  brasilero.	
  
O	
  recortado	
  e	
  caBra	
  
Faiz	
  lembrá	
  dos	
  muBrão	
  
O	
  xote	
  alembro	
  as	
  gaúchas	
  	
  
O	
  churrasco	
  no	
  galpão	
  
As	
  moda	
  de	
  viola	
  é	
  triste	
  	
  
Faiz	
  chorá	
  quem	
  tem	
  paixão.	
  	
  
O	
  baião	
  é	
  lá	
  do	
  Norte	
  	
  
Paulista	
  é	
  o	
  cateretê	
  	
  
Quando	
  escuto	
  Cana-­‐Verde	
  
Alembro	
  de	
  Tietê	
  
Numa	
  festa	
  do	
  Divino	
  
Que	
  me	
  encontrei	
  com	
  você.	
  	
  
A	
  valsa	
  é	
  uma	
  serenata	
  
Na	
  janela	
  das	
  morena	
  
O	
  rasqueado	
  faiz	
  lembrá	
  
O	
  cantar	
  das	
  siriema	
  
Do	
  tempo	
  de	
  boiadero	
  
Nas	
  madrugada	
  serena.	
  	
  
Cantei	
  muitos	
  desafio	
  
Já	
  fui	
  cabra	
  fandanguero	
  
Na	
  congada	
  já	
  fui	
  rei	
  
Em	
  todo	
  sertão	
  minero	
  
Hoje	
  só	
  canto	
  a	
  saudade	
  
Do	
  folclore	
  brasilero.	
  
AnBga	
  viola.	
  In.:	
  TONICO	
  E	
  TINOCO.	
  Cantando	
  para	
  o	
  Brasil,	
  1963.	
  Disponível	
  em:	
  hfp://letras.terra.com.br.	
  Acesso	
  em:	
  24	
  set.	
  2011.	
  
QUESTÃO 02
terceira aplicação do ENEM-2014
A	
  letra	
  da	
  música	
  de	
  Tonico	
  e	
  Tinoco	
  revela	
  que,	
  entre	
  tantas	
  funções	
  da	
  língua,	
  
ela	
  contribui	
  para	
  a	
  preservação	
  da	
  idenBdade	
  nacional	
  sertaneja.	
  No	
  texto,	
  o	
  que	
  
caracteriza	
  linguisBcamente	
  essa	
  idenBdade?	
  
a)	
  O	
  uso	
  de	
  adjeBvos	
  qualificadores	
  das	
  experiências	
  do	
  enunciador.	
  
b)	
  O	
  emprego	
  de	
  palavras	
  contrárias	
  à	
  destruição	
  da	
  natureza.	
  
c)	
  As	
  escolhas	
  lexicais	
  caracterizadoras	
  da	
  fala	
  coloquial.	
  
d)	
  As	
  palavras	
  sugesBvas	
  do	
  caráter	
  românBco	
  do	
  homem	
  sertanejo.	
  
e)	
  A	
  marca	
  pronominal	
  indicaBva	
  de	
  um	
  interlocutor	
  feminino.	
  
SOLUÇÃO COMENTADA
terceira aplicação do ENEM-2014
A	
  falta	
  de	
  concordância	
  nominal	
  [dos	
  fandango],	
  a	
  redução	
  de	
  palavras	
  [lembrá],	
  o	
  
acréscimo	
  do	
  “i”	
  depois	
  de	
  vogal	
  e	
  antes	
  de	
  “s”	
  ou	
  de	
  “z”	
  [faiz]	
  são	
  alguns	
  dos	
  
traços	
   lpicos	
   da	
   fala	
   [coloquial]	
   presentes	
   na	
   letra	
   de	
   música.	
   Sendo	
   assim,	
   a	
  
idenBdade	
   sertaneja	
   manifesta-­‐se,	
   no	
   texto	
   em	
   análise,	
   por	
   meio	
   das	
   marcas	
  
linguísBcas	
  da	
  oralidade.	
  Marque-­‐se,	
  portanto,	
  a	
  letra	
  “c”.	
  
conteúdos abordados na questão
padrões	
  linguís8cos	
  
QUESTÃO 03
terceira aplicação do ENEM-2014
Nas	
   regras	
   de	
   eBqueta,	
   a	
   linguagem	
   coloquial	
   promove	
   maior	
   proximidade	
   do	
  
leitor	
  com	
  o	
  texto.	
  Um	
  recurso	
  para	
  a	
  produção	
  desse	
  efeito	
  consBtui	
  um	
  desvio	
  à	
  
variedade	
  padrão	
  da	
  língua	
  portuguesa.	
  Trata-­‐se	
  do	
  uso	
  
a)	
  de	
  palavras	
  estrangeiras,	
  como	
  “darling”	
  e	
  “pet”,	
  pois	
  afrontam	
  a	
  idenBdade	
  nacional.	
  
b)	
  do	
  verbo	
  “ter”,	
  que	
  foi	
  uBlizado	
  em	
  lugar	
  de	
  “haver”	
  com	
  o	
  senBdo	
  de	
  “exisBr”.	
  
c)	
  da	
  forma	
  verbal	
  “adorei”,	
  uma	
  expressão	
  exagerada	
  de	
  emoção	
  e	
  senBmento.	
  
d)	
  do	
  modo	
  imperaBvo,	
  lpico	
  das	
  conversas	
  informais.	
  
e)	
  do	
  substanBvo	
  “bate-­‐papo”,	
  que	
  é	
  uma	
  gíria	
  inadequada	
  para	
  regras	
  de	
  eBqueta.	
  
SOLUÇÃO COMENTADA
terceira aplicação do ENEM-2014
Dentre	
  as	
  opções	
  fornecidas,	
  a	
  que	
  indica	
  um	
  desvio	
  do	
  padrão	
  formal,	
  culto	
  é	
  o	
  
uso	
  do	
  verbo	
  “ter”	
  em	
  senBdo	
  existencial,	
  que	
  ocorre	
  em	
  “Tem	
  muita	
  gente	
  que	
  
não	
  sabe	
  se	
  comportar”.	
  Deve-­‐se,	
  pois,	
  assinalar	
  a	
  alternaBva	
  “b”.	
  
conteúdos abordados na questão
padrões	
  linguís8cos	
  
A	
  menina	
  apareceu	
  grávida	
  de	
  um	
  gavião.	
  
Veio	
  falou	
  para	
  a	
  mãe:	
  o	
  gavião	
  me	
  desmoçou.	
  
A	
  mãe	
  disse:	
  Você	
  vai	
  parir	
  uma	
  árvore	
  para	
  
a	
  gente	
  comer	
  goiaba	
  nela.	
  
E	
  comeram	
  goiaba.	
  
Naquele	
  tempo	
  de	
  dantes	
  não	
  havia	
  limites	
  para	
  ser.	
  
Se	
  a	
  gente	
  encostava	
  em	
  ser	
  ave	
  ganhava	
  o	
  poder	
  de	
  alçar.	
  
Se	
  a	
  gente	
  falasse	
  a	
  parBr	
  de	
  um	
  córrego	
  	
  
a	
  gente	
  pegava	
  murmúrios.	
  
Não	
  havia	
  comportamento	
  de	
  estar.	
  	
  
Urubus	
  conversavam	
  sobre	
  auroras.	
  	
  
Pessoas	
  viravam	
  árvore.	
  
Pedras	
  viravam	
  rouxinóis.	
  
Depois	
  veio	
  a	
  ordem	
  das	
  coisas	
  e	
  as	
  pedras	
  	
  
têm	
  que	
  rolar	
  seu	
  desBno	
  de	
  pedra	
  para	
  o	
  resto	
  	
  
dos	
  tempos.	
  
Só	
  as	
  palavras	
  não	
  foram	
  casBgadas	
  com	
  
a	
  ordem	
  natural	
  das	
  coisas.	
  
As	
  palavras	
  conBnuam	
  com	
  seus	
  deslimites.	
  
BARROS,	
  M.	
  Retrato	
  do	
  ar8sta	
  quando	
  coisa.	
  Rio	
  de	
  Janeiro:	
  Record,	
  1998.	
  
QUESTÃO 04
terceira aplicação do ENEM-2014
No	
  poema,	
  observam-­‐se	
   os	
  itens	
  lexicais	
  desmoçou	
  e	
  deslimites.	
   O	
  mecanismo	
  
linguísBco	
  que	
  os	
  originou	
  corresponde	
  ao	
  processo	
  de	
  
a)	
  estrangeirismo,	
  que	
  significa	
  a	
  inserção	
  de	
  outras	
  comunidades	
  idiomáBcas	
  no	
  
português.	
  
b)	
   neologismo,	
   que	
   consiste	
   na	
   inovação	
   lexical,	
   usada	
   para	
   o	
   refinamento	
  
esBlísBco	
  do	
  texto	
  poéBco.	
  
c)	
  arcaísmo,	
  que	
  expressa	
  o	
  emprego	
  de	
  termos	
  produBvos	
  em	
  outros	
  períodos	
  
históricos	
  do	
  português.	
  
d)	
   brasileirismo,	
   que	
   significa	
   a	
   inserção	
   de	
   palavras	
   específicas	
   da	
   realidade	
  
linguísBca	
  do	
  português.	
  
e)	
  jargão,	
  que	
  evidencia	
  o	
  uso	
  profissional	
  de	
  palavras	
  específicas	
  de	
  uma	
  área	
  do	
  
léxico	
  português.	
  
SOLUÇÃO COMENTADA
terceira aplicação do ENEM-2014
As	
  palavras	
  destacadas	
  no	
  comando	
  da	
  questão	
  –	
  desmoçou	
  e	
  deslimites	
  –	
  não	
  
fazem	
  parte	
  do	
  léxico	
  da	
  língua	
  portuguesa.	
  São,	
  pois,	
  neologismos.	
  Assinale-­‐se,	
  
portanto,	
  a	
  alternaBva	
  “b”.	
  
conteúdos abordados na questão
contribuições	
  lexicais	
  
ORLANDELI,	
  I.	
  Disponível	
  em:	
  hfp://www.danilohq.ad.art.br.	
  Acesso	
  em:	
  28	
  fev.	
  2012.	
  Adaptado.	
  
QUESTÃO 05
terceira aplicação do ENEM-2014
Essa	
  Brinha	
  tem	
  como	
  tema	
  a	
  nova	
  ortografia	
  da	
  língua	
  portuguesa	
  e	
  os	
  diversos	
  
Bpos	
  de	
  linguagem	
  hoje	
  existentes.	
  A	
  situação	
  apresentada	
  no	
  úlBmo	
  quadrinho	
  
indica	
  que	
  
a)	
  o	
  sobrinho	
  não	
  compreendeu	
  a	
  linguagem	
  mais	
  conservadora	
  uBlizada	
  pelo	
  seu	
  Bo.	
  
b)	
  o	
  Bo	
  não	
  está	
  familiarizado	
  com	
  a	
  linguagem	
  de	
  chats	
  e	
  de	
  mensagens	
  instantâneas.	
  
c)	
  a	
  informalidade	
  presente	
  na	
  linguagem	
  do	
  sobrinho	
  impede	
  a	
  comunicação	
  com	
  o	
  Bo.	
  
d)	
  o	
  Bo	
  deve	
  evitar	
  uBlizar	
  a	
  norma	
  padrão	
  da	
  língua	
  no	
  contexto	
  da	
  internet.	
  
e)	
  o	
  sobrinho	
  desconhece	
  a	
  norma	
  padrão	
  da	
  língua	
  portuguesa.	
  
SOLUÇÃO COMENTADA
terceira aplicação do ENEM-2014
Na	
   Brinha	
   em	
   análise,	
   exite	
   um	
   problema	
   de	
   comunicação	
   oriundo	
   de	
   um	
  
preconceito	
  linguísBco.	
  Sendo	
  assim,	
  o	
  fato	
  de	
  a	
  personagem	
  Tio	
  não	
  reconhecer	
  
as	
  diversas	
  modalidades/variações	
  linguísBcas	
  coloquiais	
  [dentre	
  elas,	
  a	
  uBlizada	
  
nos	
  contextos	
  em	
  que	
  há	
  interação	
  instantânea	
  em	
  ambiente	
  virtual]	
  impede	
  que	
  
ele	
  entenda	
  que	
  a	
  linguagem	
  do	
  Sobrinho	
  era	
  adequada	
  à	
  situação	
  comunicaBva	
  e	
  
que	
  efeBvamente	
  receba	
  a	
  ajuda	
  solicitada.	
  Assinale-­‐se	
  a	
  alternaBva	
  “b”.	
  
conteúdos abordados na questão
variação	
  linguís8ca	
  
É	
  POSSÍVEL	
  TER	
  CÃIBRAS	
  NO	
  CORAÇÃO?	
  
É	
  impossível	
  ter	
  cãibras	
  no	
  coração,	
  apesar	
  de	
  ser	
  comum	
  pacientes	
  se	
  queixarem	
  
de	
   dores	
   semelhantes	
   a	
   uma	
   contratura	
   no	
   órgão.	
   A	
   musculatura	
   cardíaca	
   é	
  
diferente	
  da	
  musculatura	
  esqueléBca	
  das	
  pernas	
  e	
  braços,	
  onde	
  senBmos	
  cãibras.	
  
Isso	
  porque	
  o	
  coração	
  possui	
  um	
  Bpo	
  especial	
  de	
  fibra	
  muscular	
  estriada,	
  que	
  tem	
  
movimento	
   involuntário.	
   O	
   órgão	
   contrai	
   e	
   relaxa	
   automaBcamente.	
   Não	
   há	
  
registro	
   de	
   casos	
   em	
   que	
   ele	
   permaneça	
   contraído	
   sem	
   relaxamento	
   imediato,	
  
que	
  é	
  como	
  a	
  cãibra	
  se	
  apresenta.	
  
Disponível	
  em:	
  hfp://super.abril.com.br.	
  Acesso	
  em:	
  30	
  jun.	
  2012.	
  Fragmento.	
  
QUESTÃO 06
terceira aplicação do ENEM-2014
Os	
  conecBvos	
  são	
  elementos	
  fundamentais	
  para	
  a	
  ligação	
  de	
  palavras	
  e	
  orações	
  
no	
  texto.	
  Contextualmente,	
  o	
  conecBvo	
  “apesar	
  de”	
  expressa.	
  
a)	
   explicação,	
   porque	
   apresenta	
   os	
   moBvos	
   que	
   impossibilitam	
   o	
  
aparecimento	
  de	
  cãibras	
  no	
  coração.	
  
b)	
   concessão,	
   pois	
   introduz	
   uma	
   ideia	
   contrária	
   à	
   afirmação	
   “é	
  
impossível	
  ter	
  cãibras	
  no	
  coração.	
  
c)	
   causa,	
   tendo	
   em	
   vista	
   que	
   introduz	
   a	
   razão	
   da	
   manifestação	
   da	
  
doença	
  no	
  coração.	
  
d)	
   conclusão,	
   já	
   que	
   finaliza	
   a	
   afirmação	
   “é	
   impossível	
   ter	
   cãibras	
   no	
  
coração”.	
  
e)	
  consequência,	
  uma	
  vez	
  que	
  apresenta	
  os	
  efeitos	
  das	
  cãibras.	
  
SOLUÇÃO COMENTADA
terceira aplicação do ENEM-2014
“Apesar	
   de”	
   é	
   um	
   arBculador	
   concessivo	
   e	
   introduz	
   uma	
   oração	
   subordinada	
  
[adverbial]	
  com	
  ideia	
  oposta	
  à	
  principal.	
  Marque-­‐se,	
  portanto,	
  a	
  alternaBva	
  “b”.	
  
conteúdos abordados na questão
valor	
  dos	
  ar8culadores	
  
VISÃO GERAL DAS QUESTÕES
terceira aplicação do ENEM-2014
As	
   questões	
   de	
   Aspectos	
   grama8cais	
   desta	
   terceira	
   aplicação	
   do	
   ENEM	
  
propuseram	
   ao	
   aluno	
   reflexões	
   acerca	
   dos	
   conceitos	
   de	
   padrões	
   linguísBcos,	
  
processos	
   de	
   interação	
   discursiva,	
   contribuições	
   lexicais,	
   variação	
   linguísBca	
   e	
  
valor	
   dos	
   arBculadores.	
   Tais	
   conteúdos	
   são	
   os	
   que	
   costumeiramente	
   aparecem	
  
nas	
   questões	
   que	
   envolvem	
   conhecimentos	
   gramaBcais/linguísBcos	
   do	
   Exame	
  
Nacional	
  do	
  Ensino	
  Médio.	
  

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Linguagens Códigos E suas Tecnologias
Linguagens Códigos E suas Tecnologias Linguagens Códigos E suas Tecnologias
Linguagens Códigos E suas Tecnologias
André Valença
 
Literatura no enem 2010
Literatura no enem 2010Literatura no enem 2010
Literatura no enem 2010
ma.no.el.ne.ves
 
Revisão de teorias da compreensão textual, 02
Revisão de teorias da compreensão textual, 02Revisão de teorias da compreensão textual, 02
Revisão de teorias da compreensão textual, 02
ma.no.el.ne.ves
 
A prova de linguagens do enem
A prova de linguagens do enemA prova de linguagens do enem
A prova de linguagens do enem
ma.no.el.ne.ves
 
Gêneros textuais no enem 2012
Gêneros textuais no enem 2012Gêneros textuais no enem 2012
Gêneros textuais no enem 2012
ma.no.el.ne.ves
 
Segunda aplicação do enem 2012, compreensão textual
Segunda aplicação do enem 2012, compreensão textualSegunda aplicação do enem 2012, compreensão textual
Segunda aplicação do enem 2012, compreensão textual
ma.no.el.ne.ves
 
Português Enem
Português EnemPortuguês Enem
Português Enem
Prof Palmito Rocha
 
Aspectos de história da língua portuguesa no enem
Aspectos de história da língua portuguesa no enemAspectos de história da língua portuguesa no enem
Aspectos de história da língua portuguesa no enem
ma.no.el.ne.ves
 
Padrões linguísticos no ENEM
Padrões linguísticos no ENEMPadrões linguísticos no ENEM
Padrões linguísticos no ENEM
ma.no.el.ne.ves
 
Conteúdo de linguagem cobrado no enem
Conteúdo de linguagem cobrado no enemConteúdo de linguagem cobrado no enem
Conteúdo de linguagem cobrado no enem
Valéria Alves de Arantes
 
Enem 2013, aspectos gramaticais
Enem 2013, aspectos gramaticaisEnem 2013, aspectos gramaticais
Enem 2013, aspectos gramaticais
ma.no.el.ne.ves
 
Enem aulao
Enem aulaoEnem aulao
Enem aulao
Rita Jussara
 
Aula 2 Pre/SEED INN
Aula 2 Pre/SEED INNAula 2 Pre/SEED INN
Aula 2 Pre/SEED INN
SMEdeItabaianinha
 
Um estudo breve sobre as questões avaliadas no Enem na área de Linguagens e c...
Um estudo breve sobre as questões avaliadas no Enem na área de Linguagens e c...Um estudo breve sobre as questões avaliadas no Enem na área de Linguagens e c...
Um estudo breve sobre as questões avaliadas no Enem na área de Linguagens e c...
jupaulino
 
trabalho
trabalhotrabalho
trabalho
Tatiane Paula
 
Enem 2012, aspectos gramaticais
Enem 2012, aspectos gramaticaisEnem 2012, aspectos gramaticais
Enem 2012, aspectos gramaticais
ma.no.el.ne.ves
 
Segunda aplicação enem 2009, aspectos gramaticais
Segunda aplicação enem 2009, aspectos gramaticaisSegunda aplicação enem 2009, aspectos gramaticais
Segunda aplicação enem 2009, aspectos gramaticais
ma.no.el.ne.ves
 
Segunda aplicação do enem 2009, literatura
Segunda aplicação do enem 2009, literaturaSegunda aplicação do enem 2009, literatura
Segunda aplicação do enem 2009, literatura
ma.no.el.ne.ves
 
Linguagens PROFª Nereyda
Linguagens PROFª Nereyda  Linguagens PROFª Nereyda
Linguagens PROFª Nereyda
Pré-Enem Seduc
 
Linguagens Hildalene
Linguagens HildaleneLinguagens Hildalene
Linguagens Hildalene
Pré-Enem Seduc
 

Mais procurados (20)

Linguagens Códigos E suas Tecnologias
Linguagens Códigos E suas Tecnologias Linguagens Códigos E suas Tecnologias
Linguagens Códigos E suas Tecnologias
 
Literatura no enem 2010
Literatura no enem 2010Literatura no enem 2010
Literatura no enem 2010
 
Revisão de teorias da compreensão textual, 02
Revisão de teorias da compreensão textual, 02Revisão de teorias da compreensão textual, 02
Revisão de teorias da compreensão textual, 02
 
A prova de linguagens do enem
A prova de linguagens do enemA prova de linguagens do enem
A prova de linguagens do enem
 
Gêneros textuais no enem 2012
Gêneros textuais no enem 2012Gêneros textuais no enem 2012
Gêneros textuais no enem 2012
 
Segunda aplicação do enem 2012, compreensão textual
Segunda aplicação do enem 2012, compreensão textualSegunda aplicação do enem 2012, compreensão textual
Segunda aplicação do enem 2012, compreensão textual
 
Português Enem
Português EnemPortuguês Enem
Português Enem
 
Aspectos de história da língua portuguesa no enem
Aspectos de história da língua portuguesa no enemAspectos de história da língua portuguesa no enem
Aspectos de história da língua portuguesa no enem
 
Padrões linguísticos no ENEM
Padrões linguísticos no ENEMPadrões linguísticos no ENEM
Padrões linguísticos no ENEM
 
Conteúdo de linguagem cobrado no enem
Conteúdo de linguagem cobrado no enemConteúdo de linguagem cobrado no enem
Conteúdo de linguagem cobrado no enem
 
Enem 2013, aspectos gramaticais
Enem 2013, aspectos gramaticaisEnem 2013, aspectos gramaticais
Enem 2013, aspectos gramaticais
 
Enem aulao
Enem aulaoEnem aulao
Enem aulao
 
Aula 2 Pre/SEED INN
Aula 2 Pre/SEED INNAula 2 Pre/SEED INN
Aula 2 Pre/SEED INN
 
Um estudo breve sobre as questões avaliadas no Enem na área de Linguagens e c...
Um estudo breve sobre as questões avaliadas no Enem na área de Linguagens e c...Um estudo breve sobre as questões avaliadas no Enem na área de Linguagens e c...
Um estudo breve sobre as questões avaliadas no Enem na área de Linguagens e c...
 
trabalho
trabalhotrabalho
trabalho
 
Enem 2012, aspectos gramaticais
Enem 2012, aspectos gramaticaisEnem 2012, aspectos gramaticais
Enem 2012, aspectos gramaticais
 
Segunda aplicação enem 2009, aspectos gramaticais
Segunda aplicação enem 2009, aspectos gramaticaisSegunda aplicação enem 2009, aspectos gramaticais
Segunda aplicação enem 2009, aspectos gramaticais
 
Segunda aplicação do enem 2009, literatura
Segunda aplicação do enem 2009, literaturaSegunda aplicação do enem 2009, literatura
Segunda aplicação do enem 2009, literatura
 
Linguagens PROFª Nereyda
Linguagens PROFª Nereyda  Linguagens PROFª Nereyda
Linguagens PROFª Nereyda
 
Linguagens Hildalene
Linguagens HildaleneLinguagens Hildalene
Linguagens Hildalene
 

Semelhante a Terceira aplicação do enem 2014: Aspectos gramaticais

Lingua e linguagem perini
Lingua e linguagem periniLingua e linguagem perini
Lingua e linguagem perini
Sâmara Lopes
 
521183 (1).pptx
521183 (1).pptx521183 (1).pptx
521183 (1).pptx
RosenildaAparecidaLa
 
2 sobre a libras e a linguística
2 sobre a libras e a linguística2 sobre a libras e a linguística
2 sobre a libras e a linguística
Universidade Federal de Uberlândia
 
Exercicio variacao linguistica_2
Exercicio variacao linguistica_2Exercicio variacao linguistica_2
Exercicio variacao linguistica_2
Isabella Silva
 
Fundamentos metodologia língua portuguesa
Fundamentos metodologia língua portuguesaFundamentos metodologia língua portuguesa
Fundamentos metodologia língua portuguesa
Glacemi Loch
 
Atividade de porgues campo lexical (1)
Atividade de porgues   campo lexical (1)Atividade de porgues   campo lexical (1)
Atividade de porgues campo lexical (1)
patricia_sousa
 
Variação linguística - Atividade 09999999999999.pdf
Variação linguística - Atividade 09999999999999.pdfVariação linguística - Atividade 09999999999999.pdf
Variação linguística - Atividade 09999999999999.pdf
JaineCarolaineLima
 
BilingLatAm2009
BilingLatAm2009BilingLatAm2009
Pet português instrumental e e geraldino r cunha
Pet português instrumental e e geraldino r cunhaPet português instrumental e e geraldino r cunha
Pet português instrumental e e geraldino r cunha
MariaLusadeJesusRodo1
 
Tp5
Tp5Tp5
Tp5
cleia
 
Resumo Tp2
Resumo   Tp2Resumo   Tp2
Resumo Tp2
Ramilson Saldanha
 
Parte 1 linguística geral apresentação 2012
Parte 1   linguística geral  apresentação 2012Parte 1   linguística geral  apresentação 2012
Parte 1 linguística geral apresentação 2012
Mariana Correia
 
Formação EPF 3o ano - 03 maio 2016suam
Formação EPF 3o ano - 03 maio 2016suamFormação EPF 3o ano - 03 maio 2016suam
Formação EPF 3o ano - 03 maio 2016suam
Dyone Andrade
 
Capitulo 1
Capitulo 1Capitulo 1
Capitulo 1
BrunaLuque
 
Metafóra Na Lsb
Metafóra Na LsbMetafóra Na Lsb
Metafóra Na Lsb
asustecnologia
 
LINGUAGEM CULTA X COLOQUIAL
LINGUAGEM CULTA X COLOQUIALLINGUAGEM CULTA X COLOQUIAL
LINGUAGEM CULTA X COLOQUIAL
Thainá Assunção
 
3º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL - REGULAR
3º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL - REGULAR3º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL - REGULAR
3º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL - REGULAR
Jakes Paulo
 
Gêneros textuais anos inicias
Gêneros textuais   anos iniciasGêneros textuais   anos inicias
Gêneros textuais anos inicias
VidaRevista Consultoria e Treinamento
 
Introdução a lingua portuguesa
Introdução a lingua portuguesaIntrodução a lingua portuguesa
Introdução a lingua portuguesa
Vinicius Fernandes
 
Introdução a lingua portuguesa
Introdução a lingua portuguesaIntrodução a lingua portuguesa
Introdução a lingua portuguesa
Vinicius Fernandes
 

Semelhante a Terceira aplicação do enem 2014: Aspectos gramaticais (20)

Lingua e linguagem perini
Lingua e linguagem periniLingua e linguagem perini
Lingua e linguagem perini
 
521183 (1).pptx
521183 (1).pptx521183 (1).pptx
521183 (1).pptx
 
2 sobre a libras e a linguística
2 sobre a libras e a linguística2 sobre a libras e a linguística
2 sobre a libras e a linguística
 
Exercicio variacao linguistica_2
Exercicio variacao linguistica_2Exercicio variacao linguistica_2
Exercicio variacao linguistica_2
 
Fundamentos metodologia língua portuguesa
Fundamentos metodologia língua portuguesaFundamentos metodologia língua portuguesa
Fundamentos metodologia língua portuguesa
 
Atividade de porgues campo lexical (1)
Atividade de porgues   campo lexical (1)Atividade de porgues   campo lexical (1)
Atividade de porgues campo lexical (1)
 
Variação linguística - Atividade 09999999999999.pdf
Variação linguística - Atividade 09999999999999.pdfVariação linguística - Atividade 09999999999999.pdf
Variação linguística - Atividade 09999999999999.pdf
 
BilingLatAm2009
BilingLatAm2009BilingLatAm2009
BilingLatAm2009
 
Pet português instrumental e e geraldino r cunha
Pet português instrumental e e geraldino r cunhaPet português instrumental e e geraldino r cunha
Pet português instrumental e e geraldino r cunha
 
Tp5
Tp5Tp5
Tp5
 
Resumo Tp2
Resumo   Tp2Resumo   Tp2
Resumo Tp2
 
Parte 1 linguística geral apresentação 2012
Parte 1   linguística geral  apresentação 2012Parte 1   linguística geral  apresentação 2012
Parte 1 linguística geral apresentação 2012
 
Formação EPF 3o ano - 03 maio 2016suam
Formação EPF 3o ano - 03 maio 2016suamFormação EPF 3o ano - 03 maio 2016suam
Formação EPF 3o ano - 03 maio 2016suam
 
Capitulo 1
Capitulo 1Capitulo 1
Capitulo 1
 
Metafóra Na Lsb
Metafóra Na LsbMetafóra Na Lsb
Metafóra Na Lsb
 
LINGUAGEM CULTA X COLOQUIAL
LINGUAGEM CULTA X COLOQUIALLINGUAGEM CULTA X COLOQUIAL
LINGUAGEM CULTA X COLOQUIAL
 
3º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL - REGULAR
3º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL - REGULAR3º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL - REGULAR
3º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL - REGULAR
 
Gêneros textuais anos inicias
Gêneros textuais   anos iniciasGêneros textuais   anos inicias
Gêneros textuais anos inicias
 
Introdução a lingua portuguesa
Introdução a lingua portuguesaIntrodução a lingua portuguesa
Introdução a lingua portuguesa
 
Introdução a lingua portuguesa
Introdução a lingua portuguesaIntrodução a lingua portuguesa
Introdução a lingua portuguesa
 

Mais de ma.no.el.ne.ves

Segunda aplicação do ENEM-2019: Literatura
Segunda aplicação do ENEM-2019: LiteraturaSegunda aplicação do ENEM-2019: Literatura
Segunda aplicação do ENEM-2019: Literatura
ma.no.el.ne.ves
 
Segunda aplicação do ENEM-2019: Internet e tecnologias
Segunda aplicação do ENEM-2019: Internet e tecnologiasSegunda aplicação do ENEM-2019: Internet e tecnologias
Segunda aplicação do ENEM-2019: Internet e tecnologias
ma.no.el.ne.ves
 
Segunda aplicação do ENEM-2019: Identidades brasileiras
Segunda aplicação do ENEM-2019: Identidades brasileirasSegunda aplicação do ENEM-2019: Identidades brasileiras
Segunda aplicação do ENEM-2019: Identidades brasileiras
ma.no.el.ne.ves
 
Segunda aplicação do ENEM-2019: Educação Física
Segunda aplicação do ENEM-2019: Educação FísicaSegunda aplicação do ENEM-2019: Educação Física
Segunda aplicação do ENEM-2019: Educação Física
ma.no.el.ne.ves
 
Segunda aplicação do ENEM-2019: Compreensão textual
Segunda aplicação do ENEM-2019: Compreensão textualSegunda aplicação do ENEM-2019: Compreensão textual
Segunda aplicação do ENEM-2019: Compreensão textual
ma.no.el.ne.ves
 
Segunda aplicação do ENEM-2019: Aspectos gramaticais
Segunda aplicação do ENEM-2019: Aspectos gramaticaisSegunda aplicação do ENEM-2019: Aspectos gramaticais
Segunda aplicação do ENEM-2019: Aspectos gramaticais
ma.no.el.ne.ves
 
Segunda aplicação do ENEM-2019: Artes
Segunda aplicação do ENEM-2019: ArtesSegunda aplicação do ENEM-2019: Artes
Segunda aplicação do ENEM-2019: Artes
ma.no.el.ne.ves
 
ENEM-2019: Literatura
ENEM-2019: LiteraturaENEM-2019: Literatura
ENEM-2019: Literatura
ma.no.el.ne.ves
 
ENEM-2019: Internet e Tecnologias
ENEM-2019: Internet e TecnologiasENEM-2019: Internet e Tecnologias
ENEM-2019: Internet e Tecnologias
ma.no.el.ne.ves
 
ENEM-2019: Identidades brasileiras
ENEM-2019: Identidades brasileirasENEM-2019: Identidades brasileiras
ENEM-2019: Identidades brasileiras
ma.no.el.ne.ves
 
ENEM-2019: Aspectos Gramaticais
ENEM-2019: Aspectos GramaticaisENEM-2019: Aspectos Gramaticais
ENEM-2019: Aspectos Gramaticais
ma.no.el.ne.ves
 
ENEM-2019: Educação Física
ENEM-2019: Educação FísicaENEM-2019: Educação Física
ENEM-2019: Educação Física
ma.no.el.ne.ves
 
ENEM-2019: Compreensão Textual
ENEM-2019: Compreensão TextualENEM-2019: Compreensão Textual
ENEM-2019: Compreensão Textual
ma.no.el.ne.ves
 
ENEM-2019: Artes
ENEM-2019: ArtesENEM-2019: Artes
ENEM-2019: Artes
ma.no.el.ne.ves
 
Terceira aplicação do ENEM-2017: Tecnologias e Internet
Terceira aplicação do ENEM-2017: Tecnologias e InternetTerceira aplicação do ENEM-2017: Tecnologias e Internet
Terceira aplicação do ENEM-2017: Tecnologias e Internet
ma.no.el.ne.ves
 
Terceira aplicação do ENEM-2017: Literatura
Terceira aplicação do ENEM-2017: LiteraturaTerceira aplicação do ENEM-2017: Literatura
Terceira aplicação do ENEM-2017: Literatura
ma.no.el.ne.ves
 
Terceira aplicação do ENEM-2017: Educação Física
Terceira aplicação do ENEM-2017: Educação FísicaTerceira aplicação do ENEM-2017: Educação Física
Terceira aplicação do ENEM-2017: Educação Física
ma.no.el.ne.ves
 
Terceira aplicação do ENEM-2017: Compreensão Textual
Terceira aplicação do ENEM-2017: Compreensão TextualTerceira aplicação do ENEM-2017: Compreensão Textual
Terceira aplicação do ENEM-2017: Compreensão Textual
ma.no.el.ne.ves
 
Terceira aplicação do ENEM-2017: Artes
Terceira aplicação do ENEM-2017: ArtesTerceira aplicação do ENEM-2017: Artes
Terceira aplicação do ENEM-2017: Artes
ma.no.el.ne.ves
 
Análise da Prova de Redação da UERJ-2010
Análise da Prova de Redação da UERJ-2010Análise da Prova de Redação da UERJ-2010
Análise da Prova de Redação da UERJ-2010
ma.no.el.ne.ves
 

Mais de ma.no.el.ne.ves (20)

Segunda aplicação do ENEM-2019: Literatura
Segunda aplicação do ENEM-2019: LiteraturaSegunda aplicação do ENEM-2019: Literatura
Segunda aplicação do ENEM-2019: Literatura
 
Segunda aplicação do ENEM-2019: Internet e tecnologias
Segunda aplicação do ENEM-2019: Internet e tecnologiasSegunda aplicação do ENEM-2019: Internet e tecnologias
Segunda aplicação do ENEM-2019: Internet e tecnologias
 
Segunda aplicação do ENEM-2019: Identidades brasileiras
Segunda aplicação do ENEM-2019: Identidades brasileirasSegunda aplicação do ENEM-2019: Identidades brasileiras
Segunda aplicação do ENEM-2019: Identidades brasileiras
 
Segunda aplicação do ENEM-2019: Educação Física
Segunda aplicação do ENEM-2019: Educação FísicaSegunda aplicação do ENEM-2019: Educação Física
Segunda aplicação do ENEM-2019: Educação Física
 
Segunda aplicação do ENEM-2019: Compreensão textual
Segunda aplicação do ENEM-2019: Compreensão textualSegunda aplicação do ENEM-2019: Compreensão textual
Segunda aplicação do ENEM-2019: Compreensão textual
 
Segunda aplicação do ENEM-2019: Aspectos gramaticais
Segunda aplicação do ENEM-2019: Aspectos gramaticaisSegunda aplicação do ENEM-2019: Aspectos gramaticais
Segunda aplicação do ENEM-2019: Aspectos gramaticais
 
Segunda aplicação do ENEM-2019: Artes
Segunda aplicação do ENEM-2019: ArtesSegunda aplicação do ENEM-2019: Artes
Segunda aplicação do ENEM-2019: Artes
 
ENEM-2019: Literatura
ENEM-2019: LiteraturaENEM-2019: Literatura
ENEM-2019: Literatura
 
ENEM-2019: Internet e Tecnologias
ENEM-2019: Internet e TecnologiasENEM-2019: Internet e Tecnologias
ENEM-2019: Internet e Tecnologias
 
ENEM-2019: Identidades brasileiras
ENEM-2019: Identidades brasileirasENEM-2019: Identidades brasileiras
ENEM-2019: Identidades brasileiras
 
ENEM-2019: Aspectos Gramaticais
ENEM-2019: Aspectos GramaticaisENEM-2019: Aspectos Gramaticais
ENEM-2019: Aspectos Gramaticais
 
ENEM-2019: Educação Física
ENEM-2019: Educação FísicaENEM-2019: Educação Física
ENEM-2019: Educação Física
 
ENEM-2019: Compreensão Textual
ENEM-2019: Compreensão TextualENEM-2019: Compreensão Textual
ENEM-2019: Compreensão Textual
 
ENEM-2019: Artes
ENEM-2019: ArtesENEM-2019: Artes
ENEM-2019: Artes
 
Terceira aplicação do ENEM-2017: Tecnologias e Internet
Terceira aplicação do ENEM-2017: Tecnologias e InternetTerceira aplicação do ENEM-2017: Tecnologias e Internet
Terceira aplicação do ENEM-2017: Tecnologias e Internet
 
Terceira aplicação do ENEM-2017: Literatura
Terceira aplicação do ENEM-2017: LiteraturaTerceira aplicação do ENEM-2017: Literatura
Terceira aplicação do ENEM-2017: Literatura
 
Terceira aplicação do ENEM-2017: Educação Física
Terceira aplicação do ENEM-2017: Educação FísicaTerceira aplicação do ENEM-2017: Educação Física
Terceira aplicação do ENEM-2017: Educação Física
 
Terceira aplicação do ENEM-2017: Compreensão Textual
Terceira aplicação do ENEM-2017: Compreensão TextualTerceira aplicação do ENEM-2017: Compreensão Textual
Terceira aplicação do ENEM-2017: Compreensão Textual
 
Terceira aplicação do ENEM-2017: Artes
Terceira aplicação do ENEM-2017: ArtesTerceira aplicação do ENEM-2017: Artes
Terceira aplicação do ENEM-2017: Artes
 
Análise da Prova de Redação da UERJ-2010
Análise da Prova de Redação da UERJ-2010Análise da Prova de Redação da UERJ-2010
Análise da Prova de Redação da UERJ-2010
 

Último

A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
AurelianoFerreirades2
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
profesfrancleite
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Professor Belinaso
 
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
MessiasMarianoG
 
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
AntnioManuelAgdoma
 
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdflivro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
cmeioctaciliabetesch
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
WelberMerlinCardoso
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
DECIOMAURINARAMOS
 
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdfCRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
soaresdesouzaamanda8
 
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptxA dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
ReinaldoSouza57
 
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
livrosjovert
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
SILVIAREGINANAZARECA
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptxAula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
edivirgesribeiro1
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
lveiga112
 
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinhaatividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
Suzy De Abreu Santana
 
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Érika Rufo
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
Marlene Cunhada
 

Último (20)

A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
 
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
 
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
 
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdflivro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
 
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdfCRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
 
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptxA dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
 
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptxAula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
 
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinhaatividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
 
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
 

Terceira aplicação do enem 2014: Aspectos gramaticais

  • 1. terceira aplicação do ENEM-2014 Questões de Aspectos gramaticais Manoel Neves
  • 2. O  seu  cérebro  é  capaz  de  quase  qualquer  coisa.  Ele  consegue  parar  o  tempo,  ficar   vários  dias  numa  boa  sem  dormir,  ler  pensamentos,  mover  objetos  a  distância  e  se   reconstruir  de  acordo  com  a  necessidade.  Parecem  superpoderes  de  histórias  em   quadrinhos,   mas   são   apenas   algumas   das   descobertas   que   os   neurocienBstas   agora   conseguimos   perceber.   Outras   são   fruto   da   ciência:   ao   decifrar   alguns   mecanismos  da  nossa  mente,  os  pesquisadores  estão  encontrando  maneiras  de   realizar  coisas  que  antes  pareciam  impossíveis.  O  resultado  é  uma  revolução  como   nenhuma  outra,  capaz  de  mudar  não  só  a  maneira  como  entendemos  o  cérebro,   mas  também  a  imagem  que  fazemos  do  mundo,  da  realidade  e  de  quem  somos   nós.  Siga  adiante  e  entenda  o  que  está  acontecendo  (e  aproveite  que,  segundo   uma  das  mais  recentes  descobertas,  nenhum  exercício  para  o  seu  cérebro  é  tão   bom  quanto  a  leitura).   KENSKI,  R.  A  revolução  do  cérebro.  Superinteressante,  ago.  2006.  
  • 3. QUESTÃO 01 terceira aplicação do ENEM-2014 Nessa   introdução   de   uma   matéria   de   popularização   da   ciência,   são   usados   recursos  linguísBcos  que  estabelecem  interação  com  o  leitor,  buscando  envolvê-­‐ lo.  Desses  recursos,  aquele  que  caracteriza  a  persuasão  pretendida  de  forma  mais   incisiva  se  dá  pelo  emprego   a)  do  pronome  possessivo  como  em  “O  seu  cérebro  é  capaz  de  quase  qualquer  coisa”.   b)  de  verbos  na  primeira  pessoa  do  plural  como  “entendemos”  e  “somos”.   c)  de  pronomes  em  primeira  pessoa  do  plural  como  “nossa”  e  “nós”.   d)  de  verbos  no  modo  imperaBvo  como  “siga”  e  “aproveite”.   e)  de  estruturas  linguísBcas  avaliaBvas  como  “tão  bom  quanto  a  leitura”.  
  • 4. SOLUÇÃO COMENTADA terceira aplicação do ENEM-2014 Os   elementos   linguísBcos   uBlizados   com   a   intenção   de   envolver   o   leitor   denominam-­‐se   processos   de   interação   discursiva.   São   eles   o   uso   da   primeira   pessoa   do   plural,   de   pronomes   que   se   referem   diretamente   ao   leitor   [considerados   de   segunda   pessoa],   de   perguntas   [retóricas]   e   de   verbos   no   imperaBvo.   Dentre   os   recursos   indicados   anteriormente,   o   que   consegue   estabelecer   interação  mais  forte  é  o  uso  do  imperaBvo  afirmaBvo,  na  medida  em  que,  ao  se   valer   de   tal   modo   verbal,   o   locutor   aconselha,   sugere,   instrui,   ordena.   Sendo   assim,  deve-­‐se  assinalar  a  alternaBva  “d”.   conteúdos abordados na questão processos  de  interação  discursiva  
  • 5. A  minha  anBga  viola   Feita  de  pau  de  pinhero   É  minha  eterna  lembrança     Do  meu  tempo  de  violero   A  saudade  dos  fandango   Do  meu  sertão  brasilero.   O  recortado  e  caBra   Faiz  lembrá  dos  muBrão   O  xote  alembro  as  gaúchas     O  churrasco  no  galpão   As  moda  de  viola  é  triste     Faiz  chorá  quem  tem  paixão.     O  baião  é  lá  do  Norte     Paulista  é  o  cateretê     Quando  escuto  Cana-­‐Verde   Alembro  de  Tietê   Numa  festa  do  Divino   Que  me  encontrei  com  você.     A  valsa  é  uma  serenata   Na  janela  das  morena   O  rasqueado  faiz  lembrá   O  cantar  das  siriema   Do  tempo  de  boiadero   Nas  madrugada  serena.     Cantei  muitos  desafio   Já  fui  cabra  fandanguero   Na  congada  já  fui  rei   Em  todo  sertão  minero   Hoje  só  canto  a  saudade   Do  folclore  brasilero.   AnBga  viola.  In.:  TONICO  E  TINOCO.  Cantando  para  o  Brasil,  1963.  Disponível  em:  hfp://letras.terra.com.br.  Acesso  em:  24  set.  2011.  
  • 6. QUESTÃO 02 terceira aplicação do ENEM-2014 A  letra  da  música  de  Tonico  e  Tinoco  revela  que,  entre  tantas  funções  da  língua,   ela  contribui  para  a  preservação  da  idenBdade  nacional  sertaneja.  No  texto,  o  que   caracteriza  linguisBcamente  essa  idenBdade?   a)  O  uso  de  adjeBvos  qualificadores  das  experiências  do  enunciador.   b)  O  emprego  de  palavras  contrárias  à  destruição  da  natureza.   c)  As  escolhas  lexicais  caracterizadoras  da  fala  coloquial.   d)  As  palavras  sugesBvas  do  caráter  românBco  do  homem  sertanejo.   e)  A  marca  pronominal  indicaBva  de  um  interlocutor  feminino.  
  • 7. SOLUÇÃO COMENTADA terceira aplicação do ENEM-2014 A  falta  de  concordância  nominal  [dos  fandango],  a  redução  de  palavras  [lembrá],  o   acréscimo  do  “i”  depois  de  vogal  e  antes  de  “s”  ou  de  “z”  [faiz]  são  alguns  dos   traços   lpicos   da   fala   [coloquial]   presentes   na   letra   de   música.   Sendo   assim,   a   idenBdade   sertaneja   manifesta-­‐se,   no   texto   em   análise,   por   meio   das   marcas   linguísBcas  da  oralidade.  Marque-­‐se,  portanto,  a  letra  “c”.   conteúdos abordados na questão padrões  linguís8cos  
  • 8.
  • 9. QUESTÃO 03 terceira aplicação do ENEM-2014 Nas   regras   de   eBqueta,   a   linguagem   coloquial   promove   maior   proximidade   do   leitor  com  o  texto.  Um  recurso  para  a  produção  desse  efeito  consBtui  um  desvio  à   variedade  padrão  da  língua  portuguesa.  Trata-­‐se  do  uso   a)  de  palavras  estrangeiras,  como  “darling”  e  “pet”,  pois  afrontam  a  idenBdade  nacional.   b)  do  verbo  “ter”,  que  foi  uBlizado  em  lugar  de  “haver”  com  o  senBdo  de  “exisBr”.   c)  da  forma  verbal  “adorei”,  uma  expressão  exagerada  de  emoção  e  senBmento.   d)  do  modo  imperaBvo,  lpico  das  conversas  informais.   e)  do  substanBvo  “bate-­‐papo”,  que  é  uma  gíria  inadequada  para  regras  de  eBqueta.  
  • 10. SOLUÇÃO COMENTADA terceira aplicação do ENEM-2014 Dentre  as  opções  fornecidas,  a  que  indica  um  desvio  do  padrão  formal,  culto  é  o   uso  do  verbo  “ter”  em  senBdo  existencial,  que  ocorre  em  “Tem  muita  gente  que   não  sabe  se  comportar”.  Deve-­‐se,  pois,  assinalar  a  alternaBva  “b”.   conteúdos abordados na questão padrões  linguís8cos  
  • 11. A  menina  apareceu  grávida  de  um  gavião.   Veio  falou  para  a  mãe:  o  gavião  me  desmoçou.   A  mãe  disse:  Você  vai  parir  uma  árvore  para   a  gente  comer  goiaba  nela.   E  comeram  goiaba.   Naquele  tempo  de  dantes  não  havia  limites  para  ser.   Se  a  gente  encostava  em  ser  ave  ganhava  o  poder  de  alçar.   Se  a  gente  falasse  a  parBr  de  um  córrego     a  gente  pegava  murmúrios.   Não  havia  comportamento  de  estar.     Urubus  conversavam  sobre  auroras.     Pessoas  viravam  árvore.   Pedras  viravam  rouxinóis.   Depois  veio  a  ordem  das  coisas  e  as  pedras     têm  que  rolar  seu  desBno  de  pedra  para  o  resto     dos  tempos.   Só  as  palavras  não  foram  casBgadas  com   a  ordem  natural  das  coisas.   As  palavras  conBnuam  com  seus  deslimites.   BARROS,  M.  Retrato  do  ar8sta  quando  coisa.  Rio  de  Janeiro:  Record,  1998.  
  • 12. QUESTÃO 04 terceira aplicação do ENEM-2014 No  poema,  observam-­‐se   os  itens  lexicais  desmoçou  e  deslimites.   O  mecanismo   linguísBco  que  os  originou  corresponde  ao  processo  de   a)  estrangeirismo,  que  significa  a  inserção  de  outras  comunidades  idiomáBcas  no   português.   b)   neologismo,   que   consiste   na   inovação   lexical,   usada   para   o   refinamento   esBlísBco  do  texto  poéBco.   c)  arcaísmo,  que  expressa  o  emprego  de  termos  produBvos  em  outros  períodos   históricos  do  português.   d)   brasileirismo,   que   significa   a   inserção   de   palavras   específicas   da   realidade   linguísBca  do  português.   e)  jargão,  que  evidencia  o  uso  profissional  de  palavras  específicas  de  uma  área  do   léxico  português.  
  • 13. SOLUÇÃO COMENTADA terceira aplicação do ENEM-2014 As  palavras  destacadas  no  comando  da  questão  –  desmoçou  e  deslimites  –  não   fazem  parte  do  léxico  da  língua  portuguesa.  São,  pois,  neologismos.  Assinale-­‐se,   portanto,  a  alternaBva  “b”.   conteúdos abordados na questão contribuições  lexicais  
  • 14. ORLANDELI,  I.  Disponível  em:  hfp://www.danilohq.ad.art.br.  Acesso  em:  28  fev.  2012.  Adaptado.  
  • 15. QUESTÃO 05 terceira aplicação do ENEM-2014 Essa  Brinha  tem  como  tema  a  nova  ortografia  da  língua  portuguesa  e  os  diversos   Bpos  de  linguagem  hoje  existentes.  A  situação  apresentada  no  úlBmo  quadrinho   indica  que   a)  o  sobrinho  não  compreendeu  a  linguagem  mais  conservadora  uBlizada  pelo  seu  Bo.   b)  o  Bo  não  está  familiarizado  com  a  linguagem  de  chats  e  de  mensagens  instantâneas.   c)  a  informalidade  presente  na  linguagem  do  sobrinho  impede  a  comunicação  com  o  Bo.   d)  o  Bo  deve  evitar  uBlizar  a  norma  padrão  da  língua  no  contexto  da  internet.   e)  o  sobrinho  desconhece  a  norma  padrão  da  língua  portuguesa.  
  • 16. SOLUÇÃO COMENTADA terceira aplicação do ENEM-2014 Na   Brinha   em   análise,   exite   um   problema   de   comunicação   oriundo   de   um   preconceito  linguísBco.  Sendo  assim,  o  fato  de  a  personagem  Tio  não  reconhecer   as  diversas  modalidades/variações  linguísBcas  coloquiais  [dentre  elas,  a  uBlizada   nos  contextos  em  que  há  interação  instantânea  em  ambiente  virtual]  impede  que   ele  entenda  que  a  linguagem  do  Sobrinho  era  adequada  à  situação  comunicaBva  e   que  efeBvamente  receba  a  ajuda  solicitada.  Assinale-­‐se  a  alternaBva  “b”.   conteúdos abordados na questão variação  linguís8ca  
  • 17. É  POSSÍVEL  TER  CÃIBRAS  NO  CORAÇÃO?   É  impossível  ter  cãibras  no  coração,  apesar  de  ser  comum  pacientes  se  queixarem   de   dores   semelhantes   a   uma   contratura   no   órgão.   A   musculatura   cardíaca   é   diferente  da  musculatura  esqueléBca  das  pernas  e  braços,  onde  senBmos  cãibras.   Isso  porque  o  coração  possui  um  Bpo  especial  de  fibra  muscular  estriada,  que  tem   movimento   involuntário.   O   órgão   contrai   e   relaxa   automaBcamente.   Não   há   registro   de   casos   em   que   ele   permaneça   contraído   sem   relaxamento   imediato,   que  é  como  a  cãibra  se  apresenta.   Disponível  em:  hfp://super.abril.com.br.  Acesso  em:  30  jun.  2012.  Fragmento.  
  • 18. QUESTÃO 06 terceira aplicação do ENEM-2014 Os  conecBvos  são  elementos  fundamentais  para  a  ligação  de  palavras  e  orações   no  texto.  Contextualmente,  o  conecBvo  “apesar  de”  expressa.   a)   explicação,   porque   apresenta   os   moBvos   que   impossibilitam   o   aparecimento  de  cãibras  no  coração.   b)   concessão,   pois   introduz   uma   ideia   contrária   à   afirmação   “é   impossível  ter  cãibras  no  coração.   c)   causa,   tendo   em   vista   que   introduz   a   razão   da   manifestação   da   doença  no  coração.   d)   conclusão,   já   que   finaliza   a   afirmação   “é   impossível   ter   cãibras   no   coração”.   e)  consequência,  uma  vez  que  apresenta  os  efeitos  das  cãibras.  
  • 19. SOLUÇÃO COMENTADA terceira aplicação do ENEM-2014 “Apesar   de”   é   um   arBculador   concessivo   e   introduz   uma   oração   subordinada   [adverbial]  com  ideia  oposta  à  principal.  Marque-­‐se,  portanto,  a  alternaBva  “b”.   conteúdos abordados na questão valor  dos  ar8culadores  
  • 20. VISÃO GERAL DAS QUESTÕES terceira aplicação do ENEM-2014 As   questões   de   Aspectos   grama8cais   desta   terceira   aplicação   do   ENEM   propuseram   ao   aluno   reflexões   acerca   dos   conceitos   de   padrões   linguísBcos,   processos   de   interação   discursiva,   contribuições   lexicais,   variação   linguísBca   e   valor   dos   arBculadores.   Tais   conteúdos   são   os   que   costumeiramente   aparecem   nas   questões   que   envolvem   conhecimentos   gramaBcais/linguísBcos   do   Exame   Nacional  do  Ensino  Médio.