SlideShare uma empresa Scribd logo
Capítulo 8: A nova medida do homem – Renascimento cultural e científico 
Prof. Lenício Dutra Marinho Júnior
RENASCENÇA: Termo utilizado pela primeira vez em meados do século XIX, para denominar um processo histórico, de intensa atividade intelectual, artística e cultural, ocorridos nos séculos XV e XVI. 
O Renascimento costuma ser definido com um movimento cultural e artístico que rompeu com o padrão de pensamento teocêntrico vigente no mundo medieval, introduzindo a cultura laica (não religiosa) e potencializando a ação humana. 
INTRODUÇÃO
•Desenvolvimento do comércio e da vida urbana; 
•Expansão das universidades e difusão do conhecimento; 
•Contato com o mundo Árabe e bizantino; 
•Burguesia enriquecida (mecenato); 
CONTEXTO HISTÓRICO – Península Itálica (séc. XIV)
Acima Florença do século XV e ao lado a prensa de Gutemberg.
-- Valorização da cultura greco-romana; 
-- As qualidades mais valorizadas no ser humano passaram a ser a inteligência, a atividade intelectual, o conhecimento científico e o dom artístico; 
-- Enquanto na Idade Média a vida do homem devia estar centrada em Deus (teocentrismo), nos séculos XV e XVI o homem passa a ser o principal personagem (antropocentrismo); 
-- A razão e a natureza passam a ser valorizadas com grande intensidade. O homem renascentista, principalmente os cientistas, passam a utilizar métodos experimentais e de observação da natureza e universo. 
Características principais da Renascença
- Humanismo 
- Antropocentrismo 
- Naturalismo 
- Realismo 
- Racionalismo 
- Individualismo 
- Hedonismo 
- Experimentalismo 
- Universalismo 
Características principais da Renascença
TRECENTO (séc XIV): 
- transição da cultura teocêntrica para a antropocêntrica; ainda permanece a temática religiosa e os artistas passam a assinar suas obras; utilizam-se as línguas nacionais, não mais o latim. 
- Dante – Literatura – A Divina Comédia 
- Petrarca – Literatura – Ad Itália, Lírica do Cancioneiro 
- Boccaccio – Literatura - Decameron 
- Giotto – Pintura – figuras com aspecto humano e traços de individualidade. Destaque para suas representações de São Francisco de Assis. 
Principais fases do Renascimento
Giotto: Deposição de Cristo, ciclo de afrescos na Capela Scrovegni (1304- 1306), Pádua. 
Afresco que se encontra na Basílica Superior de São Francisco em Assis, feita por Giotto (1308-1310).
QUATROCENTO (séc XV): 
- Destaque para a Escola Florentina patrocinada pela família Médici; 
-Na pintura desenvolveu-se novas técnicas, como a noção de perspectiva e da pintura a óleo. Destaques: 
- Fran Angélico – humanidade das figuras. 
- Botticelli – temas pagãos, figuras leves, delicadeza, inocência. “Nascimento de Vênus”, “Alegoria da Primavera”; 
- Donatello: escultura com o retorno do nu. 
Principais fases do Renascimento
Boticelli: O nascimento de Vênus, 1485. Uffizi, Florença. 
Boticelli: Alegoria da Primavera, 1482. Florença.
A Anunciação, 1437-1446, Museu Nacional de São Marcos, Florença.
O Juízo Final, Galeria Nacional, Roma (Uma das obras mais famosas e prestigiadas de Beato Fra Angelico), 1432-1435.
Davi de Donatello, 1430.
Na arquitetura destacou-se Filippo Brunelleschi que promoveu o resgate da cultura clássica contrapondo-se a arquitetura gótica medieval.
CINQUECENTO (séc XVI): 
- Papas (mecenas); 
- Roma (principal centro); 
- Nicolau Maquiavel – Literatura – “O Príncipe”; 
- Rafael Sanzio– Pintura – conhecido como o pintor das madonas. “Madona Sistina”, “Escola de Atenas”, “A Sagrada Família”; 
-Michelangelo Buonarrotti – Pintura e Escultura – “Moisés”, “Davi” e “Pietá” (esculturas), afrescos da Capela Sistina (pintura) 
-- Leonardo da Vinci – maior nome do renascimento. Pintor, escultor, urbanista, engenheiro, músico, físico, botânico... “Gioconda” (Mona Lisa), “Santa Ceia”, Virgens das Rochas”. 
Principais fases do Renascimento
Michelangelo: Davi, 1501-1504. Capela Sistina, Vaticano.
Michelangelo: acima a esquerda A Criação de Adão; acima a direita escultura de São Pedro e a esquerda Pietá.
O Juízo Final, é uma das maiores obras do Renascimento. Utiliza como técnica o afresco, executado numa parede ao fundo do altar da Capela Sistina, no Vaticano, em Roma. O fresco, com 1370 cm × 1200 cm, foi pintado em 1534-41 por Michelangelo Buonarrotti (1475- 1564), encomendado pelo Papa Clemente VII (1478-1534).
A esquerda Gioconda (1507) e acima A Última Ceia (1498). Importantes obras do Renascimento de autoria de Leonardo da Vinci.
Leonardo da Vinci é o grande expoente do Renascimento cultural e científico. Ele era um intelectual polivalente e aventurou-se em diversas áreas da arte e do conhecimento.
O Homem Vitruviano de Leonardo da Vinci e estudos sobre o desenvolvimento do embrião.
Rafael Sanzio: O Teatro de Atenas representando a valorização do pensamento clássico. As figuras centrais do afresco são Platão e Aristóteles.
- Não atingiu no resto da Europa com o mesmo grau de desenvolvimento, em razão do grau de desenvolvimento das forças produtivas. 
- Ou seja, não havia recursos para serem investidos. Contava ainda com as guerras religiosas em muitos países. 
Expansão do Renascimento
INGLATERRA: 
- Thomas Morus – Utopia; 
- William Shakespeare – Romeu e Julieta, Hamlet, Otelo, Sonhos de Uma Noite de Verão, entre outras. 
FRANÇA: 
- Rabelais – Gargântua e Pantagruel; 
- Montaigne – Ensaios. 
Expansão do Renascimento
PORTUGAL: 
Gil Vicente – Teatro – Auto da Visitação e Auto dos Reis Magos; 
Camões – Literatura – Os Lusíadas 
ESPANHA: 
El Greco – Pintura – Vista de Toledo sob a tempestade e O Enterro do conde Orgaz; 
Cervantes – Literatura - Dom Quixote de la Mancha
PAÍSES BAIXOS (Holanda e Bélgica): 
Irmãos Hubert e Jan Van Eyck – Pintura – Adoração do Cordeiro; 
Hieronymus Bosh – Pintura – Carroça de Feno, Jardins das Delícias e As tentações de Santo Antão; 
Pieter Brueghel – Pintura – O Alquimista, Banquete Nupcial, Os Cegos; 
Erasmo de Roterdam – Literatura - Elogio da Loucura. 
ALEMANHA: 
Albrecht Dürer – Pintura – Auto-retrato, Natividade; 
Hans Holbein – Pintura – Cristo na sepultura.
RENASCIMENTO CIENTÍFICO
RENÉ DESCARTES (1596 – 1650) 
“Cogito, ergo sum”. 
(Penso, logo existo) 
RACIONALISMO 
Nunca aceitar qualquer coisa como verdade, se esta coisa não pode ser vista como tal. 
Conduzir os pensamentos em ordem, começando pelos mais simples e fáceis de saber aos mais complexos.
Copérnico (1473-1543) 
Astrônomo polonês, autor 
da Teoria Heliocêntrica.
Galileu Galilei (1564 – 1642) 
O movimento natural / 
experimentação. 
Confirmação da Teoria 
de Copérnico.
Decadência 
•Deslocamento do eixo comercial; 
•Diminuição das encomendas 
•Sucessivas guerras e invasões 
•Reforma Luterana 
•Mudanças de mentalidades.
CONCLUSÃO 
O renascimento foi um movimento cultural e científico que modificou o pensamento medieval europeu e inaugurando a modernidade. Iniciou na Península Itálica em razão de condições históricas favoráveis e se espalhou por toda a Europa ocidental. Valorizava o homem em sua capacidade criadora e transformadora, defendendo o racionalismo e o experimentalismo. O mundo jamais seria o mesmo depois da ação dos renascentistas.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Arte renascentista
Arte renascentistaArte renascentista
Arte renascentista
cindy1977
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
DeaaSouza
 
Renascimento Cultural
Renascimento CulturalRenascimento Cultural
Renascimento Cultural
eiprofessor
 
História da arte renascimento
História da arte   renascimentoHistória da arte   renascimento
História da arte renascimento
Ana Cristina D Assumpcão
 
ARTES: Renascimento
ARTES: RenascimentoARTES: Renascimento
ARTES: Renascimento
BlogSJuniinho
 
Renascimento cultural
Renascimento culturalRenascimento cultural
Renascimento cultural
vr1a2011
 
Renascimento europeu
Renascimento europeuRenascimento europeu
Renascimento europeu
Leonardo de Oliveira
 
Donatello
DonatelloDonatello
Donatello
Carlos Vieira
 
7º ano - Renascimento
7º ano - Renascimento7º ano - Renascimento
7º ano - Renascimento
Janaína Bindá
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento cultural
Renascimento culturalRenascimento cultural
Renascimento cultural
Daniel Alves Bronstrup
 
Idade Moderna
Idade ModernaIdade Moderna
Idade Moderna
Bruno Conti
 
Luteranismo
LuteranismoLuteranismo
Luteranismo
nanasimao
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
Lua Soriano
 
Arte do Renascimento
Arte do RenascimentoArte do Renascimento
Arte do Renascimento
Hca Faro
 
Aula 10 renascimento e humanismo
Aula 10   renascimento e humanismoAula 10   renascimento e humanismo
Aula 10 renascimento e humanismo
Profdaltonjunior
 
Arte Bizantina
Arte BizantinaArte Bizantina
Arte Bizantina
Andrea Dressler
 
O Renascimento
O RenascimentoO Renascimento
O Renascimento
Carlos Pinheiro
 
E2 renascimento e reforma blogue
E2 renascimento e reforma blogueE2 renascimento e reforma blogue
E2 renascimento e reforma blogue
Vítor Santos
 
Os Tempos Modernos (Renascimento e Reforma)
Os Tempos Modernos (Renascimento e Reforma)Os Tempos Modernos (Renascimento e Reforma)
Os Tempos Modernos (Renascimento e Reforma)
Bruno Marques
 

Mais procurados (20)

Arte renascentista
Arte renascentistaArte renascentista
Arte renascentista
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
 
Renascimento Cultural
Renascimento CulturalRenascimento Cultural
Renascimento Cultural
 
História da arte renascimento
História da arte   renascimentoHistória da arte   renascimento
História da arte renascimento
 
ARTES: Renascimento
ARTES: RenascimentoARTES: Renascimento
ARTES: Renascimento
 
Renascimento cultural
Renascimento culturalRenascimento cultural
Renascimento cultural
 
Renascimento europeu
Renascimento europeuRenascimento europeu
Renascimento europeu
 
Donatello
DonatelloDonatello
Donatello
 
7º ano - Renascimento
7º ano - Renascimento7º ano - Renascimento
7º ano - Renascimento
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
 
Renascimento cultural
Renascimento culturalRenascimento cultural
Renascimento cultural
 
Idade Moderna
Idade ModernaIdade Moderna
Idade Moderna
 
Luteranismo
LuteranismoLuteranismo
Luteranismo
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
 
Arte do Renascimento
Arte do RenascimentoArte do Renascimento
Arte do Renascimento
 
Aula 10 renascimento e humanismo
Aula 10   renascimento e humanismoAula 10   renascimento e humanismo
Aula 10 renascimento e humanismo
 
Arte Bizantina
Arte BizantinaArte Bizantina
Arte Bizantina
 
O Renascimento
O RenascimentoO Renascimento
O Renascimento
 
E2 renascimento e reforma blogue
E2 renascimento e reforma blogueE2 renascimento e reforma blogue
E2 renascimento e reforma blogue
 
Os Tempos Modernos (Renascimento e Reforma)
Os Tempos Modernos (Renascimento e Reforma)Os Tempos Modernos (Renascimento e Reforma)
Os Tempos Modernos (Renascimento e Reforma)
 

Destaque

Renascimento Cultural e Científico
Renascimento Cultural e CientíficoRenascimento Cultural e Científico
Renascimento Cultural e Científico
Claudenilson da Silva
 
O Renascimento Cultural e Científico
O Renascimento Cultural e CientíficoO Renascimento Cultural e Científico
O Renascimento Cultural e Científico
João Medeiros
 
Renascimento Cultural e Científico
Renascimento Cultural e CientíficoRenascimento Cultural e Científico
Renascimento Cultural e Científico
Cassio Assis
 
Renascimento Cultural e Científico
Renascimento Cultural e CientíficoRenascimento Cultural e Científico
Renascimento Cultural e Científico
Rodrigo Vaz Rui
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
Mariana Dias
 
Renascimento cultural
Renascimento culturalRenascimento cultural
Renascimento cultural
secretaria estadual de educação
 
Renascimento Cultural
Renascimento CulturalRenascimento Cultural
Renascimento Cultural
Janaína Tavares
 
05 renascimento cultural e cientifico
05   renascimento cultural e cientifico05   renascimento cultural e cientifico
05 renascimento cultural e cientifico
Portal do Vestibulando
 
7º anos - O Renascimento Cultural
7º anos - O Renascimento Cultural7º anos - O Renascimento Cultural
7º anos - O Renascimento Cultural
Handel Ching
 
renascimento cultural 7º ano
  renascimento cultural 7º ano  renascimento cultural 7º ano
renascimento cultural 7º ano
Colégio Basic e Colégio Imperatrice
 
Renascimento cultural perguntas
Renascimento cultural perguntasRenascimento cultural perguntas
Renascimento cultural perguntas
VitoriaNunes
 
O Renascimento - 8ºano
O Renascimento - 8ºanoO Renascimento - 8ºano
O Renascimento - 8ºano
Vasco Pires
 
Renascimento Cultural
Renascimento CulturalRenascimento Cultural
Renascimento Cultural
Edenilson Morais
 
Mercantilismo (aula 21)
Mercantilismo (aula 21)Mercantilismo (aula 21)
Mercantilismo (aula 21)
Rodrigo Vaz Rui
 
Trabalho - Renascimento
Trabalho - RenascimentoTrabalho - Renascimento
Trabalho - Renascimento
Felipe B. Vianna
 
Renacimiento
RenacimientoRenacimiento
Renacimiento
ies el carmen
 
Renascimento científico
Renascimento científicoRenascimento científico
Renascimento científico
Nelma Andrade
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento cultural e cientifico
Renascimento cultural e cientificoRenascimento cultural e cientifico
Renascimento cultural e cientifico
Adriana Gomes Messias
 
Renascimento cultural
Renascimento culturalRenascimento cultural
Renascimento cultural
PROFºWILTONREIS
 

Destaque (20)

Renascimento Cultural e Científico
Renascimento Cultural e CientíficoRenascimento Cultural e Científico
Renascimento Cultural e Científico
 
O Renascimento Cultural e Científico
O Renascimento Cultural e CientíficoO Renascimento Cultural e Científico
O Renascimento Cultural e Científico
 
Renascimento Cultural e Científico
Renascimento Cultural e CientíficoRenascimento Cultural e Científico
Renascimento Cultural e Científico
 
Renascimento Cultural e Científico
Renascimento Cultural e CientíficoRenascimento Cultural e Científico
Renascimento Cultural e Científico
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
 
Renascimento cultural
Renascimento culturalRenascimento cultural
Renascimento cultural
 
Renascimento Cultural
Renascimento CulturalRenascimento Cultural
Renascimento Cultural
 
05 renascimento cultural e cientifico
05   renascimento cultural e cientifico05   renascimento cultural e cientifico
05 renascimento cultural e cientifico
 
7º anos - O Renascimento Cultural
7º anos - O Renascimento Cultural7º anos - O Renascimento Cultural
7º anos - O Renascimento Cultural
 
renascimento cultural 7º ano
  renascimento cultural 7º ano  renascimento cultural 7º ano
renascimento cultural 7º ano
 
Renascimento cultural perguntas
Renascimento cultural perguntasRenascimento cultural perguntas
Renascimento cultural perguntas
 
O Renascimento - 8ºano
O Renascimento - 8ºanoO Renascimento - 8ºano
O Renascimento - 8ºano
 
Renascimento Cultural
Renascimento CulturalRenascimento Cultural
Renascimento Cultural
 
Mercantilismo (aula 21)
Mercantilismo (aula 21)Mercantilismo (aula 21)
Mercantilismo (aula 21)
 
Trabalho - Renascimento
Trabalho - RenascimentoTrabalho - Renascimento
Trabalho - Renascimento
 
Renacimiento
RenacimientoRenacimiento
Renacimiento
 
Renascimento científico
Renascimento científicoRenascimento científico
Renascimento científico
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
 
Renascimento cultural e cientifico
Renascimento cultural e cientificoRenascimento cultural e cientifico
Renascimento cultural e cientifico
 
Renascimento cultural
Renascimento culturalRenascimento cultural
Renascimento cultural
 

Semelhante a Renascimento Cultural e Científico

Renascimento cultural e cientifico
Renascimento cultural e cientificoRenascimento cultural e cientifico
Renascimento cultural e cientifico
Marcelo Ferreira Boia
 
Renascimento cultural
Renascimento culturalRenascimento cultural
Renascimento cultural
Jorge Basílio
 
7
77
1ºano - Renascimento Cultural
1ºano - Renascimento Cultural1ºano - Renascimento Cultural
1ºano - Renascimento Cultural
Daniel Alves Bronstrup
 
Renascimento2
Renascimento2Renascimento2
Renascimento2
Paulo Sindeaux
 
Renascimento Artístico Cultural - 7º ano
Renascimento Artístico Cultural - 7º anoRenascimento Artístico Cultural - 7º ano
Renascimento Artístico Cultural - 7º ano
7 de Setembro
 
Renascimento cultural 1
Renascimento cultural 1Renascimento cultural 1
Renascimento cultural 1
Damião Fagundes
 
Renascimento moderna I
Renascimento moderna IRenascimento moderna I
Renascimento moderna I
Ana Carvalho
 
Renascimento 120628154736-phpapp01
Renascimento 120628154736-phpapp01Renascimento 120628154736-phpapp01
Renascimento 120628154736-phpapp01
marlete andrade
 
Renascimento Cultural
Renascimento CulturalRenascimento Cultural
Renascimento Cultural
alexandroschmitt
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
Lu Rebordosa
 
Renascimento show de bola
Renascimento show de bolaRenascimento show de bola
Renascimento show de bola
mundica broda
 
Renascimento2
Renascimento2Renascimento2
Renascimento2
carmelguerreiro
 
Renascimento cultural2
Renascimento cultural2Renascimento cultural2
Renascimento cultural2
Claudia Lazarini
 
Pré renascimento
 Pré renascimento Pré renascimento
Pré renascimento
greghouse48
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
Grazi Oliveira
 
Renascimento Cultural.ppt.pptx
Renascimento Cultural.ppt.pptxRenascimento Cultural.ppt.pptx
Renascimento Cultural.ppt.pptx
CarlosHenriqueAveiro1
 
Renascimento 1º Unidade (2º ano)
Renascimento 1º Unidade (2º ano)Renascimento 1º Unidade (2º ano)
Renascimento 1º Unidade (2º ano)
Cleiton Cunha
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
Murilo Benevides
 
Renascimento Cultural.ppt
Renascimento Cultural.pptRenascimento Cultural.ppt
Renascimento Cultural.ppt
FerNanda490758
 

Semelhante a Renascimento Cultural e Científico (20)

Renascimento cultural e cientifico
Renascimento cultural e cientificoRenascimento cultural e cientifico
Renascimento cultural e cientifico
 
Renascimento cultural
Renascimento culturalRenascimento cultural
Renascimento cultural
 
7
77
7
 
1ºano - Renascimento Cultural
1ºano - Renascimento Cultural1ºano - Renascimento Cultural
1ºano - Renascimento Cultural
 
Renascimento2
Renascimento2Renascimento2
Renascimento2
 
Renascimento Artístico Cultural - 7º ano
Renascimento Artístico Cultural - 7º anoRenascimento Artístico Cultural - 7º ano
Renascimento Artístico Cultural - 7º ano
 
Renascimento cultural 1
Renascimento cultural 1Renascimento cultural 1
Renascimento cultural 1
 
Renascimento moderna I
Renascimento moderna IRenascimento moderna I
Renascimento moderna I
 
Renascimento 120628154736-phpapp01
Renascimento 120628154736-phpapp01Renascimento 120628154736-phpapp01
Renascimento 120628154736-phpapp01
 
Renascimento Cultural
Renascimento CulturalRenascimento Cultural
Renascimento Cultural
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
 
Renascimento show de bola
Renascimento show de bolaRenascimento show de bola
Renascimento show de bola
 
Renascimento2
Renascimento2Renascimento2
Renascimento2
 
Renascimento cultural2
Renascimento cultural2Renascimento cultural2
Renascimento cultural2
 
Pré renascimento
 Pré renascimento Pré renascimento
Pré renascimento
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
 
Renascimento Cultural.ppt.pptx
Renascimento Cultural.ppt.pptxRenascimento Cultural.ppt.pptx
Renascimento Cultural.ppt.pptx
 
Renascimento 1º Unidade (2º ano)
Renascimento 1º Unidade (2º ano)Renascimento 1º Unidade (2º ano)
Renascimento 1º Unidade (2º ano)
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
 
Renascimento Cultural.ppt
Renascimento Cultural.pptRenascimento Cultural.ppt
Renascimento Cultural.ppt
 

Mais de Patrick Von Braun

Sistema Excretor
Sistema ExcretorSistema Excretor
Sistema Excretor
Patrick Von Braun
 
Sistema Circulatorio
Sistema CirculatorioSistema Circulatorio
Sistema Circulatorio
Patrick Von Braun
 
Império romano ascensão e crise
Império romano  ascensão e crise Império romano  ascensão e crise
Império romano ascensão e crise
Patrick Von Braun
 
Crise da república romana
Crise da república romana Crise da república romana
Crise da república romana
Patrick Von Braun
 
Civilização grega
Civilização grega Civilização grega
Civilização grega
Patrick Von Braun
 
Antiguidade oriental
Antiguidade oriental Antiguidade oriental
Antiguidade oriental
Patrick Von Braun
 
Pré-história
Pré-história Pré-história
Pré-história
Patrick Von Braun
 
Expansão maritima
Expansão maritima Expansão maritima
Expansão maritima
Patrick Von Braun
 

Mais de Patrick Von Braun (8)

Sistema Excretor
Sistema ExcretorSistema Excretor
Sistema Excretor
 
Sistema Circulatorio
Sistema CirculatorioSistema Circulatorio
Sistema Circulatorio
 
Império romano ascensão e crise
Império romano  ascensão e crise Império romano  ascensão e crise
Império romano ascensão e crise
 
Crise da república romana
Crise da república romana Crise da república romana
Crise da república romana
 
Civilização grega
Civilização grega Civilização grega
Civilização grega
 
Antiguidade oriental
Antiguidade oriental Antiguidade oriental
Antiguidade oriental
 
Pré-história
Pré-história Pré-história
Pré-história
 
Expansão maritima
Expansão maritima Expansão maritima
Expansão maritima
 

Último

Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Bibliotecas Escolares AEIDH
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Falcão Brasil
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Falcão Brasil
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Luiz C. da Silva
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Falcão Brasil
 
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
portaladministradores
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIALA GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
ArapiracaNoticiasFat
 
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
Manuais Formação
 
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdfPortfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Falcão Brasil
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Falcão Brasil
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Falcão Brasil
 
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdfAula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
ProfessoraSilmaraArg
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
valdeci17
 
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Falcão Brasil
 

Último (20)

Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
 
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIALA GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
 
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
 
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdfPortfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
 
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdfAula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
 
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
 

Renascimento Cultural e Científico

  • 1. Capítulo 8: A nova medida do homem – Renascimento cultural e científico Prof. Lenício Dutra Marinho Júnior
  • 2. RENASCENÇA: Termo utilizado pela primeira vez em meados do século XIX, para denominar um processo histórico, de intensa atividade intelectual, artística e cultural, ocorridos nos séculos XV e XVI. O Renascimento costuma ser definido com um movimento cultural e artístico que rompeu com o padrão de pensamento teocêntrico vigente no mundo medieval, introduzindo a cultura laica (não religiosa) e potencializando a ação humana. INTRODUÇÃO
  • 3. •Desenvolvimento do comércio e da vida urbana; •Expansão das universidades e difusão do conhecimento; •Contato com o mundo Árabe e bizantino; •Burguesia enriquecida (mecenato); CONTEXTO HISTÓRICO – Península Itálica (séc. XIV)
  • 4. Acima Florença do século XV e ao lado a prensa de Gutemberg.
  • 5. -- Valorização da cultura greco-romana; -- As qualidades mais valorizadas no ser humano passaram a ser a inteligência, a atividade intelectual, o conhecimento científico e o dom artístico; -- Enquanto na Idade Média a vida do homem devia estar centrada em Deus (teocentrismo), nos séculos XV e XVI o homem passa a ser o principal personagem (antropocentrismo); -- A razão e a natureza passam a ser valorizadas com grande intensidade. O homem renascentista, principalmente os cientistas, passam a utilizar métodos experimentais e de observação da natureza e universo. Características principais da Renascença
  • 6. - Humanismo - Antropocentrismo - Naturalismo - Realismo - Racionalismo - Individualismo - Hedonismo - Experimentalismo - Universalismo Características principais da Renascença
  • 7. TRECENTO (séc XIV): - transição da cultura teocêntrica para a antropocêntrica; ainda permanece a temática religiosa e os artistas passam a assinar suas obras; utilizam-se as línguas nacionais, não mais o latim. - Dante – Literatura – A Divina Comédia - Petrarca – Literatura – Ad Itália, Lírica do Cancioneiro - Boccaccio – Literatura - Decameron - Giotto – Pintura – figuras com aspecto humano e traços de individualidade. Destaque para suas representações de São Francisco de Assis. Principais fases do Renascimento
  • 8. Giotto: Deposição de Cristo, ciclo de afrescos na Capela Scrovegni (1304- 1306), Pádua. Afresco que se encontra na Basílica Superior de São Francisco em Assis, feita por Giotto (1308-1310).
  • 9. QUATROCENTO (séc XV): - Destaque para a Escola Florentina patrocinada pela família Médici; -Na pintura desenvolveu-se novas técnicas, como a noção de perspectiva e da pintura a óleo. Destaques: - Fran Angélico – humanidade das figuras. - Botticelli – temas pagãos, figuras leves, delicadeza, inocência. “Nascimento de Vênus”, “Alegoria da Primavera”; - Donatello: escultura com o retorno do nu. Principais fases do Renascimento
  • 10. Boticelli: O nascimento de Vênus, 1485. Uffizi, Florença. Boticelli: Alegoria da Primavera, 1482. Florença.
  • 11. A Anunciação, 1437-1446, Museu Nacional de São Marcos, Florença.
  • 12. O Juízo Final, Galeria Nacional, Roma (Uma das obras mais famosas e prestigiadas de Beato Fra Angelico), 1432-1435.
  • 14. Na arquitetura destacou-se Filippo Brunelleschi que promoveu o resgate da cultura clássica contrapondo-se a arquitetura gótica medieval.
  • 15. CINQUECENTO (séc XVI): - Papas (mecenas); - Roma (principal centro); - Nicolau Maquiavel – Literatura – “O Príncipe”; - Rafael Sanzio– Pintura – conhecido como o pintor das madonas. “Madona Sistina”, “Escola de Atenas”, “A Sagrada Família”; -Michelangelo Buonarrotti – Pintura e Escultura – “Moisés”, “Davi” e “Pietá” (esculturas), afrescos da Capela Sistina (pintura) -- Leonardo da Vinci – maior nome do renascimento. Pintor, escultor, urbanista, engenheiro, músico, físico, botânico... “Gioconda” (Mona Lisa), “Santa Ceia”, Virgens das Rochas”. Principais fases do Renascimento
  • 16. Michelangelo: Davi, 1501-1504. Capela Sistina, Vaticano.
  • 17. Michelangelo: acima a esquerda A Criação de Adão; acima a direita escultura de São Pedro e a esquerda Pietá.
  • 18. O Juízo Final, é uma das maiores obras do Renascimento. Utiliza como técnica o afresco, executado numa parede ao fundo do altar da Capela Sistina, no Vaticano, em Roma. O fresco, com 1370 cm × 1200 cm, foi pintado em 1534-41 por Michelangelo Buonarrotti (1475- 1564), encomendado pelo Papa Clemente VII (1478-1534).
  • 19. A esquerda Gioconda (1507) e acima A Última Ceia (1498). Importantes obras do Renascimento de autoria de Leonardo da Vinci.
  • 20. Leonardo da Vinci é o grande expoente do Renascimento cultural e científico. Ele era um intelectual polivalente e aventurou-se em diversas áreas da arte e do conhecimento.
  • 21. O Homem Vitruviano de Leonardo da Vinci e estudos sobre o desenvolvimento do embrião.
  • 22. Rafael Sanzio: O Teatro de Atenas representando a valorização do pensamento clássico. As figuras centrais do afresco são Platão e Aristóteles.
  • 23. - Não atingiu no resto da Europa com o mesmo grau de desenvolvimento, em razão do grau de desenvolvimento das forças produtivas. - Ou seja, não havia recursos para serem investidos. Contava ainda com as guerras religiosas em muitos países. Expansão do Renascimento
  • 24. INGLATERRA: - Thomas Morus – Utopia; - William Shakespeare – Romeu e Julieta, Hamlet, Otelo, Sonhos de Uma Noite de Verão, entre outras. FRANÇA: - Rabelais – Gargântua e Pantagruel; - Montaigne – Ensaios. Expansão do Renascimento
  • 25. PORTUGAL: Gil Vicente – Teatro – Auto da Visitação e Auto dos Reis Magos; Camões – Literatura – Os Lusíadas ESPANHA: El Greco – Pintura – Vista de Toledo sob a tempestade e O Enterro do conde Orgaz; Cervantes – Literatura - Dom Quixote de la Mancha
  • 26. PAÍSES BAIXOS (Holanda e Bélgica): Irmãos Hubert e Jan Van Eyck – Pintura – Adoração do Cordeiro; Hieronymus Bosh – Pintura – Carroça de Feno, Jardins das Delícias e As tentações de Santo Antão; Pieter Brueghel – Pintura – O Alquimista, Banquete Nupcial, Os Cegos; Erasmo de Roterdam – Literatura - Elogio da Loucura. ALEMANHA: Albrecht Dürer – Pintura – Auto-retrato, Natividade; Hans Holbein – Pintura – Cristo na sepultura.
  • 28. RENÉ DESCARTES (1596 – 1650) “Cogito, ergo sum”. (Penso, logo existo) RACIONALISMO Nunca aceitar qualquer coisa como verdade, se esta coisa não pode ser vista como tal. Conduzir os pensamentos em ordem, começando pelos mais simples e fáceis de saber aos mais complexos.
  • 29. Copérnico (1473-1543) Astrônomo polonês, autor da Teoria Heliocêntrica.
  • 30. Galileu Galilei (1564 – 1642) O movimento natural / experimentação. Confirmação da Teoria de Copérnico.
  • 31. Decadência •Deslocamento do eixo comercial; •Diminuição das encomendas •Sucessivas guerras e invasões •Reforma Luterana •Mudanças de mentalidades.
  • 32. CONCLUSÃO O renascimento foi um movimento cultural e científico que modificou o pensamento medieval europeu e inaugurando a modernidade. Iniciou na Península Itálica em razão de condições históricas favoráveis e se espalhou por toda a Europa ocidental. Valorizava o homem em sua capacidade criadora e transformadora, defendendo o racionalismo e o experimentalismo. O mundo jamais seria o mesmo depois da ação dos renascentistas.