SlideShare uma empresa Scribd logo
 RENASCIMENTO ou RENASCENÇA ocorreu na Europa durante
os Séculos XIV a XVI;
 Movimento inspirado no mundo clássico;
 Foi na Itália que o comércio mais se desenvolveu. Cidades como,
Veneza, Florença e Gênova. Por este motivo, a Itália passou a ser
conhecida como o berço do Renascimento;
 Governantes europeus e o clero passaram a dar proteção e ajuda
financeira aos artistas e intelectuais da época. Era comum as
famílias nobres encomendarem pinturas (retratos) e esculturas
aos artistas;
 Período de conquistas marítimas e comércio com a Ásia. Muitos
comerciantes europeus enriqueceram e acumularam fortunas,
eram chamados de mecenas. Com isso, eles dispunham de
condições financeiras para investir na produção artística de
escultores, pintores, músicos, arquitetos, escritores, etc;
 Valorização da cultura greco-romana.
 As qualidades mais valorizadas no ser humano passaram a ser a
inteligência, o conhecimento e o dom artístico;
 Deus não é mais o centro (TEOCENTRISMO). O centro é o homem
(ANTROPOCENTRISMO)
 Valorização da razão e da natureza
 Cientistas passam a utilizar métodos experimentais e de
observação da natureza e universo.
 Movimento cultural que se espalhou para outros países europeus.
 Giotto di Bondone
 Nascido em Colle Vespignano,
na Itália, no ano de 1267 (data
incerta). Foi pintor e arquiteto,
precursor da pintura
renascentista. Ele é
considerado o elo entre o
renascimento e a pintura
medieval e bizantina. Morreu
em Florença, em 8 de janeiro
de 1337.
 Obras - O Beijo de Judas, A
Lamentação e Julgamento
Final.
 Paolo Veronese
 Nascido em Verona, 1528 ,
foi um importante pintor
maneirista
do Renascimento Italiano.
Faleceu em Veneza, no ano
de 1588.
 Obras principais: A batalha
de Lepanto e As bodas de
Caná.
 Michelangelo Buonarroti
 Nasceu a 6 de março de 1475, em
Caprese, província florentina. Destacou-
se em arquitetura, pintura e esculturas.
Sua morte ocorre em Roma, aos 18 de
fevereiro de 1564.
 Obras: Davi, Pietá, Moisés, pinturas da
Capela Sistina (Juízo Final)
 Rafael Sanzio
 Nascido em
Urbino, a 6 de
abril de 1483 e
falecido em
Roma,a 6 de
abril de 1520,
pintou várias
madonas
(representações
da Virgem Maria
com o menino
Jesus).
 Obras: As Três
Graças, Madonna
Sistina
 Leonardo da Vinci
 Nascido em Anchiano,
a 15 de abril de 1452 e
falecido em Amboise, 2 de
maio de 1519. Foi pintor,
escultor, cientista,
engenheiro, físico, escritor,
etc.
 Obras principais: Mona
Lisa, Última Ceia.
 Sandro Botticelli
 Nasceu em Florença, 1º de
março de 1445 e morreu em
17 de maio de 1510. Pintor
italiano, abordou temas
mitológicos e religiosos.
 Obras principais: O
nascimento de Vênus e
Primavera.
 Donato di Niccoló di Betto
Bardi - Donatello
 Nasceu em
Florença, 1386 e faleceu
em 13 de
dezembro de 1466. Foi um
escultor renascentista
italiano. Trabalhou
recorrendo a várias técnicas
para a confecção de
esculturas em baixo-relevo.
 Obras principais: São
Marcos, Maria Madalena,
Davi e O Banquete de
Herodes.
 Período de desenvolvimento das ciências - astronomia,
matemática, física, química, anatomia, etc.
 Representou uma revolução científica pautada no racionalismo,
que mudou a forma de ver o mundo, ou seja, a mentalidade das
pessoas.
 Possibilitou o avanço de diversos campos do conhecimento
que, mais tarde, inauguraria a Ciência Moderna.
 Preocupação com o estudo da natureza, de forma que
valorizasse mais a razão do que a fé.
 Embora Leonardo da Vinci tenha sido um dos nomes mais
importantes do Renascimento Cultural e Artístico, ele foi
destaque no Renascimento Científico, ao lado de Nicolau
Copérnico.
 Homem
Vitruviano (1490)
de Leonardo da
Vinci. Ilustração
ícone do
Humanismo
Renascentista
 O declínio do sistema feudal e o fim do longo período denominado
Idade Média foi essencial para o surgimento de uma nova ordem e
mentalidade na Europa.
 A Idade Média foi caracterizada pelo tradicionalismo, marcado pelo
sistema feudal e uma sociedade estamental (rei-nobre-clero-servos), a
qual impossibilitava a mobilidade social.
 Foi marcada pelo obscurantismo do conhecimento e, por isso, foi
denominada de “Idade das Trevas”. Poucos indivíduos tinham acesso
ao conhecimento, o qual era transmitido por meio dos livros e trancados
nas bibliotecas.
 Durante esse período de transição entre a Idade Média e a Idade
Moderna, a Europa passava por diversas transformações sociais,
culturais, políticas e econômicas, que levaram a expansão da ciência
bem como do pensamento humanista.
 Fatores como a expansão marítimo comercial, o surgimento da
imprensa e da burguesia, foram essenciais para a evolução científica.
 De tal modo, o Humanismo e o Renascimento Cultural, inspirados
no antropocentrismo(homem como centro do Universo), influenciaram
diretamente a mentalidade europeia e, por consequência, os cientistas,
que passaram a ter uma atitude mais crítica e ativa em relação ao
mundo.
 Assim, foram capazes de avançar os estudos e desvendar mistérios,
ora desconhecidos, ora guardados pela Igreja Católica, detentora do
poder na Idade Média.
 O Renascimento Científico causou grande impacto no pensamento
europeu da época, sendo considerado uma afronta à religião católica,
na medida em que a Igreja, baseada no teocentrismo e, sem
fundamentação científica, foi substituída por novos pensamentos, com a
criação de novos instrumentos, experimentações e descobertas feita
pelos estudiosos.
 Era o fim da Era Medieval e início da Idade Moderna.
 Nicolau Copérnico (1473-1543): astrônomo e matemático polaco,
considerado o “Pai da Astronomia Moderna”. Foi criador da Teoria
Heliocêntrica (sol como centro do Universo), na qual contradiz a Teoria
Geocêntrica medieval (adotada pela Igreja Católica), em que a Terra
seria o centro do Universo.
 Galileu Galilei (1564-1642): astrônomo, físico, matemático e filósofo
italiano, Galileu foi defensor da Teoria Heliocêntrica de Copérnico,
sendo considerado um dos fundadores da geometria moderna e da
física. Além disso, aperfeiçoou o telescópio, inventou o microscópio
com duas lentes e o compasso geométrico.
 Johannes Kepler (1571-1630): astrônomo, matemático e astrólogo
alemão, Kepler aprofundou suas teorias sobre mecânica celeste
inspiradas no modelo heliocêntrico, apresentando estudos sobre as
eclipses lunar e solar.
 Andreas Vesalius (1514-1564): médico belga, considerado o “Pai
da Anatomia Moderna”, Vesalius foi um dos precursores dos
estudos sobre anatomia e fisiologia, após dissecar corpos de
humanos e escrever sua principal obra, um atlas de Anatomia
Humana intitulado “Fábrica”.
 Francis Bacon (1561-1626): filósofo, político e alquimista inglês,
Bacon foi o criador do “Método Científico” (nova maneira de estudar
a natureza), sistematizando o conhecimento humano, sendo
considerado o fundador da “Ciência Moderna”.
 René Descartes (1596-1650): filósofo, físico e matemático francês,
segundo seus estudos, Descartes foi considerado o “Pai do
Racionalismo e da Matemática Moderna” e ainda, o fundador da
Filosofia Moderna. Sua obra mais representativa é o “Discurso
sobre o Método”, tratado filosófico e matemático propondo as bases
do racionalismo.
 Isaac Newton (1643-1727): filósofo, físico, matemático, astrônomo,
alquimista e teólogo inglês, Newton foi considerado o “Pai da Física e
da Mecânica Modernas”, do qual desenvolveu diversos conhecimentos
nas áreas da matemática, física e filosofia natural. Estudou o
movimento dos corpos propondo as três “Leis de Newton”.
 Leonardo da Vinci (1452-1519): inventor, matemático, engenheiro e
artista italiano, Da Vinci foi considerado um dos mais proeminentes
gênios do Renascimento e da história da humanidade. Avançou em
diversos estudos sobre a anatomia humana, e inventou o paraquedas,
a máquina de voar, o submarino, o tanque de guerra, dentre outros.
 Nicolau Maquiavel (1469 – 1527):
◦ Filósofo político e historiador.
◦ Principal obra:
 O Príncipe - um tratado sobre política e governo. O sistema
político exposto nessa obra é caracterizado pelo princípio de
que os fins justificam os meios.
 Dante Alighieri (1265 – 1321)
◦ Foi um dos grandes poetas mundialmente conhecidos.
◦ Principal obra:
 A Divina Comédia - escrita entre 1304 e 1321, é um poema de
viés épico e teológico da literatura italiana e mundial. Dividida
em três partes: Inferno, Purgatório e Paraíso. O poema chama-
se “Comédia” não por ser engraçado mas porque termina bem
(no Paraíso).
Inglaterra:
 Thomas Morus (1478-1535)
◦ Resgatou a filosofia grega inspirado em Platão para
escrever
◦ Principal obra:
 Utopia - uma sociedade ideal e justa, com a divisão da propriedade
privada.
 William Shakespeare (1564-1616)
◦ Intensa produção literária e muito influente na dramaturgia
◦ Principais obras
 Hamlet - escrito em 1599, traça um mapa do curso de vida na
loucura real e na loucura fingida — do sofrimento opressivo à raiva
fervorosa — e explora temas como traição, vingança, incesto,
corrupção e moralidade.
 Romeu e Julieta - escrito em 1591, fala sobre dois adolescentes
cuja morte acaba unindo suas famílias, outrora em pé de guerra. A
peça ficou entre as mais populares na época de Shakespeare e,
ao lado de Hamlet, é uma das suas obras mais levadas aos palcos
do mundo inteiro.
Holanda:
 Erasmo de Rotterdam (1469-1536)
◦ Principal obra:
 Elogio da Loucura: Escrito em 1511, faz uma apreciação satírica dos
abusos supersticiosos da doutrina católica e das práticas corruptas da
Igreja Católica Romana.
Espanha:
 Miguel de Cervantes (1547-1616)
◦ Principal obra:
 Dom Quixote - escrito em 1605 (Volume 1) e 1615 (Volume 2), faz uma
paródia aos romances de cavalaria que gozaram de imensa popularidade
no período e, na altura, já se encontravam em declínio. Critica os valores
tradicionais da nobreza medieval.
Portugal:
 Luís Vaz de Camões (1524-1580)
◦ Principal obra:
 Os Lusíadas - escrito em 1572, a ação central é a descoberta do caminho
marítimo para a Índia por Vasco da Gama, à volta da qual se vão
descrevendo outros episódios da história de Portugal, glorificando o povo
português.
 Escolha uma obra Renascentista;
 Faça uma releitura desta obra, observando
suas principais características.
 Use sua imaginação! Utilize tintas, lápis de
cor, giz de cera, recortes de revistas,
jornais, tecidos...
 Data da entrega a ser combinada com a
professora.
1. Por que o termo Renascimento?
2. Em qual momento da História os renascentistas vão buscar
a sua inspiração artística e cultural?
3. Que cidades foram pioneiras no movimento renascentista?
4. Que fatores explicam o pioneirismo italiano no
renascimento?
5. Por que, para os renascentistas, a Idade Média deveria ser
conhecida como Idade das Trevas?
6. O que é o Antropocentrismo?
7. Qual a diferença do antropocentrismo com o teocentrismo?
8. Qual a característica principal do Renascimento?
Será dado visto na próxima aula!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento Cultural
Renascimento CulturalRenascimento Cultural
Renascimento Cultural
eiprofessor
 
Renascimento ppt
Renascimento pptRenascimento ppt
Renascimento ppt
rebeccabishop
 
Renascimento cultural
Renascimento culturalRenascimento cultural
Renascimento cultural
Edenilson Morais
 
O renascimento e a formação da mentalidade moderna
O renascimento e a formação da mentalidade modernaO renascimento e a formação da mentalidade moderna
O renascimento e a formação da mentalidade moderna
JosPedroSilva11
 
Renascimento 1º Unidade (2º ano)
Renascimento 1º Unidade (2º ano)Renascimento 1º Unidade (2º ano)
Renascimento 1º Unidade (2º ano)
Cleiton Cunha
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
ammfiles
 
Renascimento cultural
Renascimento culturalRenascimento cultural
Renascimento cultural
Daniel Alves Bronstrup
 
08. Aula de História Geral - Renascimento Cultural
08. Aula de História Geral - Renascimento Cultural08. Aula de História Geral - Renascimento Cultural
08. Aula de História Geral - Renascimento Cultural
Darlan Campos
 
Renascimento cultural e cientifico
Renascimento cultural e cientificoRenascimento cultural e cientifico
Renascimento cultural e cientifico
Marcelo Ferreira Boia
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
Ana Batista
 
renascimento cultural 7º ano
  renascimento cultural 7º ano  renascimento cultural 7º ano
renascimento cultural 7º ano
Colégio Basic e Colégio Imperatrice
 
Renascimento cultural e cientifico
Renascimento cultural e cientificoRenascimento cultural e cientifico
Renascimento cultural e cientifico
Adriana Gomes Messias
 
Renascimento cultural
Renascimento culturalRenascimento cultural
Renascimento cultural
secretaria estadual de educação
 
Renascimento Cultural
Renascimento CulturalRenascimento Cultural
Renascimento Cultural
Gilmar Rodrigues
 
Renascimento - Filosofia
Renascimento - FilosofiaRenascimento - Filosofia
Renascimento - Filosofia
Carson Souza
 
Renascimento Cultural e Científico
Renascimento Cultural e CientíficoRenascimento Cultural e Científico
Renascimento Cultural e Científico
Claudenilson da Silva
 
Renascimento Cultural Europeu: características gerais
Renascimento Cultural Europeu: características geraisRenascimento Cultural Europeu: características gerais
Renascimento Cultural Europeu: características gerais
Jean Carlos Nunes Paixão
 
Renascimento Cultural
Renascimento CulturalRenascimento Cultural
Renascimento Cultural
Carla Brígida
 
Renascimento (Ensino Médio)
Renascimento (Ensino Médio)Renascimento (Ensino Médio)
Renascimento (Ensino Médio)
Valdir Medeiros Jr.
 

Mais procurados (20)

Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
 
Renascimento Cultural
Renascimento CulturalRenascimento Cultural
Renascimento Cultural
 
Renascimento ppt
Renascimento pptRenascimento ppt
Renascimento ppt
 
Renascimento cultural
Renascimento culturalRenascimento cultural
Renascimento cultural
 
O renascimento e a formação da mentalidade moderna
O renascimento e a formação da mentalidade modernaO renascimento e a formação da mentalidade moderna
O renascimento e a formação da mentalidade moderna
 
Renascimento 1º Unidade (2º ano)
Renascimento 1º Unidade (2º ano)Renascimento 1º Unidade (2º ano)
Renascimento 1º Unidade (2º ano)
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
 
Renascimento cultural
Renascimento culturalRenascimento cultural
Renascimento cultural
 
08. Aula de História Geral - Renascimento Cultural
08. Aula de História Geral - Renascimento Cultural08. Aula de História Geral - Renascimento Cultural
08. Aula de História Geral - Renascimento Cultural
 
Renascimento cultural e cientifico
Renascimento cultural e cientificoRenascimento cultural e cientifico
Renascimento cultural e cientifico
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
 
renascimento cultural 7º ano
  renascimento cultural 7º ano  renascimento cultural 7º ano
renascimento cultural 7º ano
 
Renascimento cultural e cientifico
Renascimento cultural e cientificoRenascimento cultural e cientifico
Renascimento cultural e cientifico
 
Renascimento cultural
Renascimento culturalRenascimento cultural
Renascimento cultural
 
Renascimento Cultural
Renascimento CulturalRenascimento Cultural
Renascimento Cultural
 
Renascimento - Filosofia
Renascimento - FilosofiaRenascimento - Filosofia
Renascimento - Filosofia
 
Renascimento Cultural e Científico
Renascimento Cultural e CientíficoRenascimento Cultural e Científico
Renascimento Cultural e Científico
 
Renascimento Cultural Europeu: características gerais
Renascimento Cultural Europeu: características geraisRenascimento Cultural Europeu: características gerais
Renascimento Cultural Europeu: características gerais
 
Renascimento Cultural
Renascimento CulturalRenascimento Cultural
Renascimento Cultural
 
Renascimento (Ensino Médio)
Renascimento (Ensino Médio)Renascimento (Ensino Médio)
Renascimento (Ensino Médio)
 

Destaque

1ª GUERRA E CRISE DE 1929.
1ª GUERRA E CRISE DE 1929.1ª GUERRA E CRISE DE 1929.
1ª GUERRA E CRISE DE 1929.
Grazi Oliveira
 
REVOLUÇÃO INDUSTRIAL E NEOCOLONIALISMO
REVOLUÇÃO INDUSTRIAL E NEOCOLONIALISMOREVOLUÇÃO INDUSTRIAL E NEOCOLONIALISMO
REVOLUÇÃO INDUSTRIAL E NEOCOLONIALISMO
Grazi Oliveira
 
Reforma e contra reforma religiosa
Reforma e contra reforma religiosaReforma e contra reforma religiosa
Reforma e contra reforma religiosa
Grazi Oliveira
 
2ª GUERRA MUNDIAL
2ª GUERRA MUNDIAL2ª GUERRA MUNDIAL
2ª GUERRA MUNDIAL
Grazi Oliveira
 
Singapur4bcompleto
Singapur4bcompletoSingapur4bcompleto
Singapur4bcompleto
Hebert Contreras Aedo
 
Manual Op. A8000
Manual Op. A8000Manual Op. A8000
Manual Op. A8000
Marcelo Cardozo
 
Sad
SadSad
WACH consulting case final presentation
WACH consulting case final presentationWACH consulting case final presentation
WACH consulting case final presentation
Nimi Wang
 
El derecho y sus fuentes
El derecho y sus fuentes El derecho y sus fuentes
El derecho y sus fuentes
Fabian Heredia
 
Estilos de aprendizaje med
Estilos de aprendizaje medEstilos de aprendizaje med
Estilos de aprendizaje med
Victor Jara
 
X lite
X liteX lite
X lite
jailaniizay
 
Entrevista 1 Parte
Entrevista 1 ParteEntrevista 1 Parte
Entrevista 1 Parte
dacosta330
 
SRS
SRSSRS
Test plan
Test planTest plan
Cuentos del Arañero
Cuentos del ArañeroCuentos del Arañero
Cuentos del Arañero
Luis Alejandro Ramos Rodriguez
 
La sociedad virreinal
La sociedad virreinalLa sociedad virreinal
La sociedad virreinal
Sheryl Rojas
 
Parcial 2 access
Parcial 2 accessParcial 2 access
Parcial 2 access
Christian Lopez
 
連続変量を含む相互情報量の推定
連続変量を含む相互情報量の推定連続変量を含む相互情報量の推定
連続変量を含む相互情報量の推定
Joe Suzuki
 
All About Factors & Smart Beta
All About Factors & Smart BetaAll About Factors & Smart Beta
All About Factors & Smart Beta
Corey Hoffstein
 

Destaque (20)

1ª GUERRA E CRISE DE 1929.
1ª GUERRA E CRISE DE 1929.1ª GUERRA E CRISE DE 1929.
1ª GUERRA E CRISE DE 1929.
 
REVOLUÇÃO INDUSTRIAL E NEOCOLONIALISMO
REVOLUÇÃO INDUSTRIAL E NEOCOLONIALISMOREVOLUÇÃO INDUSTRIAL E NEOCOLONIALISMO
REVOLUÇÃO INDUSTRIAL E NEOCOLONIALISMO
 
Reforma e contra reforma religiosa
Reforma e contra reforma religiosaReforma e contra reforma religiosa
Reforma e contra reforma religiosa
 
2ª GUERRA MUNDIAL
2ª GUERRA MUNDIAL2ª GUERRA MUNDIAL
2ª GUERRA MUNDIAL
 
Singapur4bcompleto
Singapur4bcompletoSingapur4bcompleto
Singapur4bcompleto
 
Manual Op. A8000
Manual Op. A8000Manual Op. A8000
Manual Op. A8000
 
Sad
SadSad
Sad
 
WACH consulting case final presentation
WACH consulting case final presentationWACH consulting case final presentation
WACH consulting case final presentation
 
1123
11231123
1123
 
El derecho y sus fuentes
El derecho y sus fuentes El derecho y sus fuentes
El derecho y sus fuentes
 
Estilos de aprendizaje med
Estilos de aprendizaje medEstilos de aprendizaje med
Estilos de aprendizaje med
 
X lite
X liteX lite
X lite
 
Entrevista 1 Parte
Entrevista 1 ParteEntrevista 1 Parte
Entrevista 1 Parte
 
SRS
SRSSRS
SRS
 
Test plan
Test planTest plan
Test plan
 
Cuentos del Arañero
Cuentos del ArañeroCuentos del Arañero
Cuentos del Arañero
 
La sociedad virreinal
La sociedad virreinalLa sociedad virreinal
La sociedad virreinal
 
Parcial 2 access
Parcial 2 accessParcial 2 access
Parcial 2 access
 
連続変量を含む相互情報量の推定
連続変量を含む相互情報量の推定連続変量を含む相互情報量の推定
連続変量を含む相互情報量の推定
 
All About Factors & Smart Beta
All About Factors & Smart BetaAll About Factors & Smart Beta
All About Factors & Smart Beta
 

Semelhante a Renascimento

O Renascimento
O RenascimentoO Renascimento
O Renascimento
guest228523
 
O Renascimento
O RenascimentoO Renascimento
O Renascimento
Como Professor
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
HCA_10I
 
Renascimento show de bola
Renascimento show de bolaRenascimento show de bola
Renascimento show de bola
mundica broda
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Cultura renascentista.ppt
Cultura renascentista.pptCultura renascentista.ppt
Cultura renascentista.ppt
MauricioFraga5
 
História da Arte
História da ArteHistória da Arte
História da Arte
Marco Silva
 
Aula 4- Renascimento cultural.pptx
Aula 4- Renascimento cultural.pptxAula 4- Renascimento cultural.pptx
Aula 4- Renascimento cultural.pptx
RobsonAbreuProfessor
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
Roberto Silva
 
História da arte renascimento
História da arte   renascimentoHistória da arte   renascimento
História da arte renascimento
Ana Cristina D Assumpcão
 
Slide Humanismo (2) (1).pptx
Slide Humanismo (2) (1).pptxSlide Humanismo (2) (1).pptx
Slide Humanismo (2) (1).pptx
FbioFernandesNeres
 
1anorenascimentocultural 121119130552-phpapp01
1anorenascimentocultural 121119130552-phpapp011anorenascimentocultural 121119130552-phpapp01
1anorenascimentocultural 121119130552-phpapp01
Rodrigo Magalhães
 
Renascimento pw
Renascimento pwRenascimento pw
Renascimento pw
pollypp
 
Renascimento 120628154736-phpapp01
Renascimento 120628154736-phpapp01Renascimento 120628154736-phpapp01
Renascimento 120628154736-phpapp01
marlete andrade
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
MariaHelenaPassos
 
1ºano - Renascimento Cultural
1ºano - Renascimento Cultural1ºano - Renascimento Cultural
1ºano - Renascimento Cultural
Daniel Alves Bronstrup
 
Renascimento2
Renascimento2Renascimento2
Renascimento2
carmelguerreiro
 
Pré renascimento
 Pré renascimento Pré renascimento
Pré renascimento
greghouse48
 
O Renascimento - 7º Ano (2017)
O Renascimento - 7º Ano (2017)O Renascimento - 7º Ano (2017)
O Renascimento - 7º Ano (2017)
Nefer19
 
Renascimento raquel manhita
Renascimento raquel manhitaRenascimento raquel manhita
Renascimento raquel manhita
ceufaias
 

Semelhante a Renascimento (20)

O Renascimento
O RenascimentoO Renascimento
O Renascimento
 
O Renascimento
O RenascimentoO Renascimento
O Renascimento
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
 
Renascimento show de bola
Renascimento show de bolaRenascimento show de bola
Renascimento show de bola
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
 
Cultura renascentista.ppt
Cultura renascentista.pptCultura renascentista.ppt
Cultura renascentista.ppt
 
História da Arte
História da ArteHistória da Arte
História da Arte
 
Aula 4- Renascimento cultural.pptx
Aula 4- Renascimento cultural.pptxAula 4- Renascimento cultural.pptx
Aula 4- Renascimento cultural.pptx
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
 
História da arte renascimento
História da arte   renascimentoHistória da arte   renascimento
História da arte renascimento
 
Slide Humanismo (2) (1).pptx
Slide Humanismo (2) (1).pptxSlide Humanismo (2) (1).pptx
Slide Humanismo (2) (1).pptx
 
1anorenascimentocultural 121119130552-phpapp01
1anorenascimentocultural 121119130552-phpapp011anorenascimentocultural 121119130552-phpapp01
1anorenascimentocultural 121119130552-phpapp01
 
Renascimento pw
Renascimento pwRenascimento pw
Renascimento pw
 
Renascimento 120628154736-phpapp01
Renascimento 120628154736-phpapp01Renascimento 120628154736-phpapp01
Renascimento 120628154736-phpapp01
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
 
1ºano - Renascimento Cultural
1ºano - Renascimento Cultural1ºano - Renascimento Cultural
1ºano - Renascimento Cultural
 
Renascimento2
Renascimento2Renascimento2
Renascimento2
 
Pré renascimento
 Pré renascimento Pré renascimento
Pré renascimento
 
O Renascimento - 7º Ano (2017)
O Renascimento - 7º Ano (2017)O Renascimento - 7º Ano (2017)
O Renascimento - 7º Ano (2017)
 
Renascimento raquel manhita
Renascimento raquel manhitaRenascimento raquel manhita
Renascimento raquel manhita
 

Último

Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
pamellaaraujo10
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
SILVIAREGINANAZARECA
 
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdfAula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Pedro Luis Moraes
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
beatrizsilva525654
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
lveiga112
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Professor Belinaso
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
AurelianoFerreirades2
 
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
LeticiaRochaCupaiol
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
JoeteCarvalho
 
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTALPlanejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
katbrochier1
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
DECIOMAURINARAMOS
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
joaresmonte3
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Zenir Carmen Bez Trombeta
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
silvamelosilva300
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
fernandacosta37763
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
fagnerlopes11
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
joseanesouza36
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
MatheusSousa716350
 

Último (20)

Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
 
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdfAula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
 
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
 
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTALPlanejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
 

Renascimento

  • 1.
  • 2.  RENASCIMENTO ou RENASCENÇA ocorreu na Europa durante os Séculos XIV a XVI;  Movimento inspirado no mundo clássico;  Foi na Itália que o comércio mais se desenvolveu. Cidades como, Veneza, Florença e Gênova. Por este motivo, a Itália passou a ser conhecida como o berço do Renascimento;
  • 3.  Governantes europeus e o clero passaram a dar proteção e ajuda financeira aos artistas e intelectuais da época. Era comum as famílias nobres encomendarem pinturas (retratos) e esculturas aos artistas;  Período de conquistas marítimas e comércio com a Ásia. Muitos comerciantes europeus enriqueceram e acumularam fortunas, eram chamados de mecenas. Com isso, eles dispunham de condições financeiras para investir na produção artística de escultores, pintores, músicos, arquitetos, escritores, etc;
  • 4.  Valorização da cultura greco-romana.  As qualidades mais valorizadas no ser humano passaram a ser a inteligência, o conhecimento e o dom artístico;  Deus não é mais o centro (TEOCENTRISMO). O centro é o homem (ANTROPOCENTRISMO)  Valorização da razão e da natureza  Cientistas passam a utilizar métodos experimentais e de observação da natureza e universo.  Movimento cultural que se espalhou para outros países europeus.
  • 5.  Giotto di Bondone  Nascido em Colle Vespignano, na Itália, no ano de 1267 (data incerta). Foi pintor e arquiteto, precursor da pintura renascentista. Ele é considerado o elo entre o renascimento e a pintura medieval e bizantina. Morreu em Florença, em 8 de janeiro de 1337.  Obras - O Beijo de Judas, A Lamentação e Julgamento Final.
  • 6.  Paolo Veronese  Nascido em Verona, 1528 , foi um importante pintor maneirista do Renascimento Italiano. Faleceu em Veneza, no ano de 1588.  Obras principais: A batalha de Lepanto e As bodas de Caná.
  • 7.
  • 8.  Michelangelo Buonarroti  Nasceu a 6 de março de 1475, em Caprese, província florentina. Destacou- se em arquitetura, pintura e esculturas. Sua morte ocorre em Roma, aos 18 de fevereiro de 1564.  Obras: Davi, Pietá, Moisés, pinturas da Capela Sistina (Juízo Final)
  • 9.
  • 10.
  • 11.  Rafael Sanzio  Nascido em Urbino, a 6 de abril de 1483 e falecido em Roma,a 6 de abril de 1520, pintou várias madonas (representações da Virgem Maria com o menino Jesus).  Obras: As Três Graças, Madonna Sistina
  • 12.
  • 13.
  • 14.
  • 15.  Leonardo da Vinci  Nascido em Anchiano, a 15 de abril de 1452 e falecido em Amboise, 2 de maio de 1519. Foi pintor, escultor, cientista, engenheiro, físico, escritor, etc.  Obras principais: Mona Lisa, Última Ceia.
  • 16.
  • 17.
  • 18.  Sandro Botticelli  Nasceu em Florença, 1º de março de 1445 e morreu em 17 de maio de 1510. Pintor italiano, abordou temas mitológicos e religiosos.  Obras principais: O nascimento de Vênus e Primavera.
  • 19.
  • 20.
  • 21.  Donato di Niccoló di Betto Bardi - Donatello  Nasceu em Florença, 1386 e faleceu em 13 de dezembro de 1466. Foi um escultor renascentista italiano. Trabalhou recorrendo a várias técnicas para a confecção de esculturas em baixo-relevo.  Obras principais: São Marcos, Maria Madalena, Davi e O Banquete de Herodes.
  • 22.
  • 23.  Período de desenvolvimento das ciências - astronomia, matemática, física, química, anatomia, etc.  Representou uma revolução científica pautada no racionalismo, que mudou a forma de ver o mundo, ou seja, a mentalidade das pessoas.  Possibilitou o avanço de diversos campos do conhecimento que, mais tarde, inauguraria a Ciência Moderna.  Preocupação com o estudo da natureza, de forma que valorizasse mais a razão do que a fé.  Embora Leonardo da Vinci tenha sido um dos nomes mais importantes do Renascimento Cultural e Artístico, ele foi destaque no Renascimento Científico, ao lado de Nicolau Copérnico.
  • 24.  Homem Vitruviano (1490) de Leonardo da Vinci. Ilustração ícone do Humanismo Renascentista
  • 25.  O declínio do sistema feudal e o fim do longo período denominado Idade Média foi essencial para o surgimento de uma nova ordem e mentalidade na Europa.  A Idade Média foi caracterizada pelo tradicionalismo, marcado pelo sistema feudal e uma sociedade estamental (rei-nobre-clero-servos), a qual impossibilitava a mobilidade social.  Foi marcada pelo obscurantismo do conhecimento e, por isso, foi denominada de “Idade das Trevas”. Poucos indivíduos tinham acesso ao conhecimento, o qual era transmitido por meio dos livros e trancados nas bibliotecas.  Durante esse período de transição entre a Idade Média e a Idade Moderna, a Europa passava por diversas transformações sociais, culturais, políticas e econômicas, que levaram a expansão da ciência bem como do pensamento humanista.
  • 26.  Fatores como a expansão marítimo comercial, o surgimento da imprensa e da burguesia, foram essenciais para a evolução científica.  De tal modo, o Humanismo e o Renascimento Cultural, inspirados no antropocentrismo(homem como centro do Universo), influenciaram diretamente a mentalidade europeia e, por consequência, os cientistas, que passaram a ter uma atitude mais crítica e ativa em relação ao mundo.  Assim, foram capazes de avançar os estudos e desvendar mistérios, ora desconhecidos, ora guardados pela Igreja Católica, detentora do poder na Idade Média.  O Renascimento Científico causou grande impacto no pensamento europeu da época, sendo considerado uma afronta à religião católica, na medida em que a Igreja, baseada no teocentrismo e, sem fundamentação científica, foi substituída por novos pensamentos, com a criação de novos instrumentos, experimentações e descobertas feita pelos estudiosos.  Era o fim da Era Medieval e início da Idade Moderna.
  • 27.  Nicolau Copérnico (1473-1543): astrônomo e matemático polaco, considerado o “Pai da Astronomia Moderna”. Foi criador da Teoria Heliocêntrica (sol como centro do Universo), na qual contradiz a Teoria Geocêntrica medieval (adotada pela Igreja Católica), em que a Terra seria o centro do Universo.  Galileu Galilei (1564-1642): astrônomo, físico, matemático e filósofo italiano, Galileu foi defensor da Teoria Heliocêntrica de Copérnico, sendo considerado um dos fundadores da geometria moderna e da física. Além disso, aperfeiçoou o telescópio, inventou o microscópio com duas lentes e o compasso geométrico.  Johannes Kepler (1571-1630): astrônomo, matemático e astrólogo alemão, Kepler aprofundou suas teorias sobre mecânica celeste inspiradas no modelo heliocêntrico, apresentando estudos sobre as eclipses lunar e solar.
  • 28.  Andreas Vesalius (1514-1564): médico belga, considerado o “Pai da Anatomia Moderna”, Vesalius foi um dos precursores dos estudos sobre anatomia e fisiologia, após dissecar corpos de humanos e escrever sua principal obra, um atlas de Anatomia Humana intitulado “Fábrica”.  Francis Bacon (1561-1626): filósofo, político e alquimista inglês, Bacon foi o criador do “Método Científico” (nova maneira de estudar a natureza), sistematizando o conhecimento humano, sendo considerado o fundador da “Ciência Moderna”.  René Descartes (1596-1650): filósofo, físico e matemático francês, segundo seus estudos, Descartes foi considerado o “Pai do Racionalismo e da Matemática Moderna” e ainda, o fundador da Filosofia Moderna. Sua obra mais representativa é o “Discurso sobre o Método”, tratado filosófico e matemático propondo as bases do racionalismo.
  • 29.  Isaac Newton (1643-1727): filósofo, físico, matemático, astrônomo, alquimista e teólogo inglês, Newton foi considerado o “Pai da Física e da Mecânica Modernas”, do qual desenvolveu diversos conhecimentos nas áreas da matemática, física e filosofia natural. Estudou o movimento dos corpos propondo as três “Leis de Newton”.  Leonardo da Vinci (1452-1519): inventor, matemático, engenheiro e artista italiano, Da Vinci foi considerado um dos mais proeminentes gênios do Renascimento e da história da humanidade. Avançou em diversos estudos sobre a anatomia humana, e inventou o paraquedas, a máquina de voar, o submarino, o tanque de guerra, dentre outros.
  • 30.  Nicolau Maquiavel (1469 – 1527): ◦ Filósofo político e historiador. ◦ Principal obra:  O Príncipe - um tratado sobre política e governo. O sistema político exposto nessa obra é caracterizado pelo princípio de que os fins justificam os meios.  Dante Alighieri (1265 – 1321) ◦ Foi um dos grandes poetas mundialmente conhecidos. ◦ Principal obra:  A Divina Comédia - escrita entre 1304 e 1321, é um poema de viés épico e teológico da literatura italiana e mundial. Dividida em três partes: Inferno, Purgatório e Paraíso. O poema chama- se “Comédia” não por ser engraçado mas porque termina bem (no Paraíso).
  • 31. Inglaterra:  Thomas Morus (1478-1535) ◦ Resgatou a filosofia grega inspirado em Platão para escrever ◦ Principal obra:  Utopia - uma sociedade ideal e justa, com a divisão da propriedade privada.  William Shakespeare (1564-1616) ◦ Intensa produção literária e muito influente na dramaturgia ◦ Principais obras  Hamlet - escrito em 1599, traça um mapa do curso de vida na loucura real e na loucura fingida — do sofrimento opressivo à raiva fervorosa — e explora temas como traição, vingança, incesto, corrupção e moralidade.  Romeu e Julieta - escrito em 1591, fala sobre dois adolescentes cuja morte acaba unindo suas famílias, outrora em pé de guerra. A peça ficou entre as mais populares na época de Shakespeare e, ao lado de Hamlet, é uma das suas obras mais levadas aos palcos do mundo inteiro.
  • 32. Holanda:  Erasmo de Rotterdam (1469-1536) ◦ Principal obra:  Elogio da Loucura: Escrito em 1511, faz uma apreciação satírica dos abusos supersticiosos da doutrina católica e das práticas corruptas da Igreja Católica Romana. Espanha:  Miguel de Cervantes (1547-1616) ◦ Principal obra:  Dom Quixote - escrito em 1605 (Volume 1) e 1615 (Volume 2), faz uma paródia aos romances de cavalaria que gozaram de imensa popularidade no período e, na altura, já se encontravam em declínio. Critica os valores tradicionais da nobreza medieval. Portugal:  Luís Vaz de Camões (1524-1580) ◦ Principal obra:  Os Lusíadas - escrito em 1572, a ação central é a descoberta do caminho marítimo para a Índia por Vasco da Gama, à volta da qual se vão descrevendo outros episódios da história de Portugal, glorificando o povo português.
  • 33.  Escolha uma obra Renascentista;  Faça uma releitura desta obra, observando suas principais características.  Use sua imaginação! Utilize tintas, lápis de cor, giz de cera, recortes de revistas, jornais, tecidos...  Data da entrega a ser combinada com a professora.
  • 34. 1. Por que o termo Renascimento? 2. Em qual momento da História os renascentistas vão buscar a sua inspiração artística e cultural? 3. Que cidades foram pioneiras no movimento renascentista? 4. Que fatores explicam o pioneirismo italiano no renascimento? 5. Por que, para os renascentistas, a Idade Média deveria ser conhecida como Idade das Trevas? 6. O que é o Antropocentrismo? 7. Qual a diferença do antropocentrismo com o teocentrismo? 8. Qual a característica principal do Renascimento? Será dado visto na próxima aula!