SlideShare uma empresa Scribd logo
O RENASCIMENTO
O Renascimento O que foi? Onde surgiu?
O RENASCIMENTO FOI... Movimento cultural e artístico. Desinteresse pela Idade Média. Preferência pela Antiguidade (Civilização Greco-Romana): a sua Arte a sua Cultura O Renascimento surgiu em Itália. Porquê?
Porquê em Itália? O  Coliseu  de Roma, uma fonte de inspiração para os artistas do Renascimento. Vestígios da Antiguidade Clássica: monumentos, ruínas, obras de arte, livros…
Porquê em Itália? Algumas cidades italianas eram muito ricas; Os seus governantes, laicos e eclesiásticos, apoiavam as   artes ( mecenas). Presença de sábios gregos e bizantinos, portadores da cultura. O Papa Júlio II foi um grande mecenas em Roma.
O Renascimento O que trouxe de novo? Uma nova visão do Homem e do Mundo Uma arte nova: pintura, escultura, arquitectura...
Classicismo Classicismo  –  Os Homens do  Renascimento  ficaram fascinados com os autores clássicos greco-romanos. Por isso, leram, interpretaram, traduziram, pintaram, imitaram tudo o que eles fizeram. Tendo aprendido nesta «escola», tornaram-se grandes pensadores e artistas e ultrapassaram os mestres. Essa é a lição do Renascimento:  aprende com os melhores e torna-te melhor do que eles.
Classicismo Leitura e análise dos textos dos autores antigos. Individualismo Valorização das capacidades humanas; Crença do Homem em si mesmo. Espírito Critico Recurso à crítica para corrigir e mudar a sociedade, a religião e a política. Erasmo de Roterdão, um dos maiores humanistas do Renascimento.
O Homem coloca-se no centro do Mundo ; O  antropocentrismo  substitui o  teocentrismo  da Idade   Média. O  Homem de Vitrúvio,  de Leonardo Da Vinci.
Medicina   – dissecação de cadáveres (André Vesálio). Geografia   – a representação do mundo em mapas torna-se mais completa e exacta. Ciências da Natureza   – conhecimento de novas plantas, novos animais, etc .
VALORIZAÇÃO DA EXPERIÊNCIA O Heliocentrismo   .  Copérnico defendeu em 1543, que a terra  e os restantes planetas giravam em volta do sol  .
Vesálio Páginas da obra de André Vesálio, De Humani Corporis Fabrica .
Leonardo da Vinci
Garcia de Orta
A importância da experiência no conhecimento do mund o
Uma nova visão da Terra Renascimento
A DIFUSÃO DAS IDEIAS DO RENASCIMENTO Oficina de Impressão Gutemberg A imprensa
As criações dos humanistas foram divulgadas graças à imprensa. A imprensa permitiu produzir livros mais baratos e em maior quantidade. A literatura renascentista faz reviver os épicos da Antiguidade Luís   de Camões A literatura renascentista faz reviver os épicos da Antiguidade
Tomas Moro Erasmo Maquiavel
O Renascimento foi  um  “re-nascer
de curiosidades sobre a Natureza; da vontade de saber e desenvolver as ciências; de formas de construir, esculpir, pintar, escrever; de uma certa ideia da beleza; da visão da Terra e do Universo; da certeza das capacidades humanas para progredir; da importância dada ao Homem.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
catlencunha
 
crise de 1929 e a grande depressão
  crise de 1929 e a grande depressão  crise de 1929 e a grande depressão
crise de 1929 e a grande depressão
Colégio Basic e Colégio Imperatrice
 
Ficha formativa "A Cultura do Cinema 1"
Ficha formativa "A Cultura do Cinema 1"Ficha formativa "A Cultura do Cinema 1"
Ficha formativa "A Cultura do Cinema 1"
Ana Barreiros
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
Lua Soriano
 
Renascimento cultural
Renascimento culturalRenascimento cultural
Renascimento cultural
secretaria estadual de educação
 
Modulo 10 contexto
Modulo 10   contextoModulo 10   contexto
Modulo 10 contexto
cattonia
 
Século xix
Século xixSéculo xix
Século xix
Murilo Benevides
 
O Renascimento - 7º Ano (2017)
O Renascimento - 7º Ano (2017)O Renascimento - 7º Ano (2017)
O Renascimento - 7º Ano (2017)
Nefer19
 
Naturalismo e Realismo na Pintura
Naturalismo e Realismo na PinturaNaturalismo e Realismo na Pintura
Naturalismo e Realismo na Pintura
Carlos Pinheiro
 
O ILUMINISMO
O ILUMINISMOO ILUMINISMO
O ILUMINISMO
Paulo Alexandre
 
Arte do Renascimento
Arte do RenascimentoArte do Renascimento
Arte do Renascimento
Hca Faro
 
Renascimento e Humanismo
Renascimento e HumanismoRenascimento e Humanismo
Renascimento e Humanismo
Dalton Lopes Reis Jr.
 
A cultura do cinema
A cultura do cinema   A cultura do cinema
A cultura do cinema
Ana Barreiros
 
Cubismo
CubismoCubismo
Cubismo
Carlos Vieira
 
Fascismo
FascismoFascismo
Fascismo
Maria Gomes
 
Maneirismo
ManeirismoManeirismo
Maneirismo
Ana Barreiros
 
Capítulo 1 - Renascimento e Reformas Religiosas
Capítulo 1 -  Renascimento e Reformas ReligiosasCapítulo 1 -  Renascimento e Reformas Religiosas
Capítulo 1 - Renascimento e Reformas Religiosas
Marcos Antonio Grigorio de Figueiredo
 
Futurismo
Futurismo Futurismo
Futurismo
Dominique Dariva
 
Módulo 9 HCA contexto
Módulo 9 HCA contextoMódulo 9 HCA contexto
Módulo 9 HCA contexto
cattonia
 
Impressionismo
ImpressionismoImpressionismo
Impressionismo
Paulo Fonseca
 

Mais procurados (20)

Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
 
crise de 1929 e a grande depressão
  crise de 1929 e a grande depressão  crise de 1929 e a grande depressão
crise de 1929 e a grande depressão
 
Ficha formativa "A Cultura do Cinema 1"
Ficha formativa "A Cultura do Cinema 1"Ficha formativa "A Cultura do Cinema 1"
Ficha formativa "A Cultura do Cinema 1"
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
 
Renascimento cultural
Renascimento culturalRenascimento cultural
Renascimento cultural
 
Modulo 10 contexto
Modulo 10   contextoModulo 10   contexto
Modulo 10 contexto
 
Século xix
Século xixSéculo xix
Século xix
 
O Renascimento - 7º Ano (2017)
O Renascimento - 7º Ano (2017)O Renascimento - 7º Ano (2017)
O Renascimento - 7º Ano (2017)
 
Naturalismo e Realismo na Pintura
Naturalismo e Realismo na PinturaNaturalismo e Realismo na Pintura
Naturalismo e Realismo na Pintura
 
O ILUMINISMO
O ILUMINISMOO ILUMINISMO
O ILUMINISMO
 
Arte do Renascimento
Arte do RenascimentoArte do Renascimento
Arte do Renascimento
 
Renascimento e Humanismo
Renascimento e HumanismoRenascimento e Humanismo
Renascimento e Humanismo
 
A cultura do cinema
A cultura do cinema   A cultura do cinema
A cultura do cinema
 
Cubismo
CubismoCubismo
Cubismo
 
Fascismo
FascismoFascismo
Fascismo
 
Maneirismo
ManeirismoManeirismo
Maneirismo
 
Capítulo 1 - Renascimento e Reformas Religiosas
Capítulo 1 -  Renascimento e Reformas ReligiosasCapítulo 1 -  Renascimento e Reformas Religiosas
Capítulo 1 - Renascimento e Reformas Religiosas
 
Futurismo
Futurismo Futurismo
Futurismo
 
Módulo 9 HCA contexto
Módulo 9 HCA contextoMódulo 9 HCA contexto
Módulo 9 HCA contexto
 
Impressionismo
ImpressionismoImpressionismo
Impressionismo
 

Semelhante a Renascimento

O Renascimento
O RenascimentoO Renascimento
O Renascimento
Ana Batista
 
Apresentacao
ApresentacaoApresentacao
Apresentacao
Angela Santos
 
Historiando sob diversos olhares
Historiando sob diversos olharesHistoriando sob diversos olhares
Historiando sob diversos olhares
Janayna Lira
 
Historiando sob diversos olhares
Historiando sob diversos olharesHistoriando sob diversos olhares
Historiando sob diversos olhares
Janayna Lira
 
Renascimento Cultural e Científico
Renascimento Cultural e CientíficoRenascimento Cultural e Científico
Renascimento Cultural e Científico
Claudenilson da Silva
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
Vera Duarte
 
Renascimento2
Renascimento2Renascimento2
Renascimento2
carmelguerreiro
 
Renascimento cultural
Renascimento culturalRenascimento cultural
Renascimento cultural
Edenilson Morais
 
Apresentação renascimento cultural e cientifico.pptx
Apresentação renascimento cultural e cientifico.pptxApresentação renascimento cultural e cientifico.pptx
Apresentação renascimento cultural e cientifico.pptx
HeitorCarvalho19
 
Apresentação renascimento cultural e cientifico
Apresentação renascimento cultural e cientificoApresentação renascimento cultural e cientifico
Apresentação renascimento cultural e cientifico
HeitorCarvalho19
 
oficinahg16.pptx
oficinahg16.pptxoficinahg16.pptx
oficinahg16.pptx
Juliana618850
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
IdinneyMax1
 
Renascimento Cultural.ppt.pptx
Renascimento Cultural.ppt.pptxRenascimento Cultural.ppt.pptx
Renascimento Cultural.ppt.pptx
CarlosHenriqueAveiro1
 
O renascimento e a formação da mentalidade moderna
O renascimento e a formação da mentalidade modernaO renascimento e a formação da mentalidade moderna
O renascimento e a formação da mentalidade moderna
JosPedroSilva11
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
guest2306886
 
História da Arte
História da ArteHistória da Arte
História da Arte
Marco Silva
 
Aula 4- Renascimento cultural.pptx
Aula 4- Renascimento cultural.pptxAula 4- Renascimento cultural.pptx
Aula 4- Renascimento cultural.pptx
RobsonAbreuProfessor
 
Aula 03 2 ano 2014 o renascimento
Aula 03 2 ano 2014   o renascimentoAula 03 2 ano 2014   o renascimento
Aula 03 2 ano 2014 o renascimento
Nilo Do Carmo Nunes
 
Renascimento cultural e cientifico
Renascimento cultural e cientificoRenascimento cultural e cientifico
Renascimento cultural e cientifico
Marcelo Ferreira Boia
 
1ºano - Renascimento Cultural
1ºano - Renascimento Cultural1ºano - Renascimento Cultural
1ºano - Renascimento Cultural
Daniel Alves Bronstrup
 

Semelhante a Renascimento (20)

O Renascimento
O RenascimentoO Renascimento
O Renascimento
 
Apresentacao
ApresentacaoApresentacao
Apresentacao
 
Historiando sob diversos olhares
Historiando sob diversos olharesHistoriando sob diversos olhares
Historiando sob diversos olhares
 
Historiando sob diversos olhares
Historiando sob diversos olharesHistoriando sob diversos olhares
Historiando sob diversos olhares
 
Renascimento Cultural e Científico
Renascimento Cultural e CientíficoRenascimento Cultural e Científico
Renascimento Cultural e Científico
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
 
Renascimento2
Renascimento2Renascimento2
Renascimento2
 
Renascimento cultural
Renascimento culturalRenascimento cultural
Renascimento cultural
 
Apresentação renascimento cultural e cientifico.pptx
Apresentação renascimento cultural e cientifico.pptxApresentação renascimento cultural e cientifico.pptx
Apresentação renascimento cultural e cientifico.pptx
 
Apresentação renascimento cultural e cientifico
Apresentação renascimento cultural e cientificoApresentação renascimento cultural e cientifico
Apresentação renascimento cultural e cientifico
 
oficinahg16.pptx
oficinahg16.pptxoficinahg16.pptx
oficinahg16.pptx
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
 
Renascimento Cultural.ppt.pptx
Renascimento Cultural.ppt.pptxRenascimento Cultural.ppt.pptx
Renascimento Cultural.ppt.pptx
 
O renascimento e a formação da mentalidade moderna
O renascimento e a formação da mentalidade modernaO renascimento e a formação da mentalidade moderna
O renascimento e a formação da mentalidade moderna
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
 
História da Arte
História da ArteHistória da Arte
História da Arte
 
Aula 4- Renascimento cultural.pptx
Aula 4- Renascimento cultural.pptxAula 4- Renascimento cultural.pptx
Aula 4- Renascimento cultural.pptx
 
Aula 03 2 ano 2014 o renascimento
Aula 03 2 ano 2014   o renascimentoAula 03 2 ano 2014   o renascimento
Aula 03 2 ano 2014 o renascimento
 
Renascimento cultural e cientifico
Renascimento cultural e cientificoRenascimento cultural e cientifico
Renascimento cultural e cientifico
 
1ºano - Renascimento Cultural
1ºano - Renascimento Cultural1ºano - Renascimento Cultural
1ºano - Renascimento Cultural
 

Mais de Ana Batista

A Guerra Colonial
A Guerra ColonialA Guerra Colonial
A Guerra Colonial
Ana Batista
 
Vidaquotidiana Campo
Vidaquotidiana CampoVidaquotidiana Campo
Vidaquotidiana Campo
Ana Batista
 
revolução agrícola
revolução agrícolarevolução agrícola
revolução agrícola
Ana Batista
 
A II Guerra Mundial
A II Guerra MundialA II Guerra Mundial
A II Guerra Mundial
Ana Batista
 
A Lição De Salazar
A Lição De SalazarA Lição De Salazar
A Lição De Salazar
Ana Batista
 
A Construção do Estado Novo
A Construção do Estado NovoA Construção do Estado Novo
A Construção do Estado Novo
Ana Batista
 
25 De Abril De 1974
25 De Abril De 197425 De Abril De 1974
25 De Abril De 1974
Ana Batista
 
25 De Abril De 1974
25 De Abril De 197425 De Abril De 1974
25 De Abril De 1974
Ana Batista
 
Guernica
GuernicaGuernica
Guernica
Ana Batista
 
Guernica
GuernicaGuernica
Guernica
Ana Batista
 
RevoluçAo Industrial
RevoluçAo IndustrialRevoluçAo Industrial
RevoluçAo Industrial
Ana Batista
 
revolução industrial
revolução industrialrevolução industrial
revolução industrial
Ana Batista
 
O Antigo Regime
O Antigo RegimeO Antigo Regime
O Antigo Regime
Ana Batista
 
Um Olhar à Crise De 1929
Um Olhar à Crise De 1929Um Olhar à Crise De 1929
Um Olhar à Crise De 1929
Ana Batista
 
O Nosso Tempo
O Nosso TempoO Nosso Tempo
O Nosso Tempo
Ana Batista
 
os anos 20
os anos 20os anos 20
os anos 20
Ana Batista
 
Loucos Anos 20
Loucos Anos 20Loucos Anos 20
Loucos Anos 20
Ana Batista
 
As Correntes Artísticas dos Anos 20 Mila
As Correntes Artísticas dos Anos 20 MilaAs Correntes Artísticas dos Anos 20 Mila
As Correntes Artísticas dos Anos 20 Mila
Ana Batista
 
O Tempo Das Reformas Religiosas
O Tempo Das Reformas ReligiosasO Tempo Das Reformas Religiosas
O Tempo Das Reformas Religiosas
Ana Batista
 
O Manuelino
O ManuelinoO Manuelino
O Manuelino
Ana Batista
 

Mais de Ana Batista (20)

A Guerra Colonial
A Guerra ColonialA Guerra Colonial
A Guerra Colonial
 
Vidaquotidiana Campo
Vidaquotidiana CampoVidaquotidiana Campo
Vidaquotidiana Campo
 
revolução agrícola
revolução agrícolarevolução agrícola
revolução agrícola
 
A II Guerra Mundial
A II Guerra MundialA II Guerra Mundial
A II Guerra Mundial
 
A Lição De Salazar
A Lição De SalazarA Lição De Salazar
A Lição De Salazar
 
A Construção do Estado Novo
A Construção do Estado NovoA Construção do Estado Novo
A Construção do Estado Novo
 
25 De Abril De 1974
25 De Abril De 197425 De Abril De 1974
25 De Abril De 1974
 
25 De Abril De 1974
25 De Abril De 197425 De Abril De 1974
25 De Abril De 1974
 
Guernica
GuernicaGuernica
Guernica
 
Guernica
GuernicaGuernica
Guernica
 
RevoluçAo Industrial
RevoluçAo IndustrialRevoluçAo Industrial
RevoluçAo Industrial
 
revolução industrial
revolução industrialrevolução industrial
revolução industrial
 
O Antigo Regime
O Antigo RegimeO Antigo Regime
O Antigo Regime
 
Um Olhar à Crise De 1929
Um Olhar à Crise De 1929Um Olhar à Crise De 1929
Um Olhar à Crise De 1929
 
O Nosso Tempo
O Nosso TempoO Nosso Tempo
O Nosso Tempo
 
os anos 20
os anos 20os anos 20
os anos 20
 
Loucos Anos 20
Loucos Anos 20Loucos Anos 20
Loucos Anos 20
 
As Correntes Artísticas dos Anos 20 Mila
As Correntes Artísticas dos Anos 20 MilaAs Correntes Artísticas dos Anos 20 Mila
As Correntes Artísticas dos Anos 20 Mila
 
O Tempo Das Reformas Religiosas
O Tempo Das Reformas ReligiosasO Tempo Das Reformas Religiosas
O Tempo Das Reformas Religiosas
 
O Manuelino
O ManuelinoO Manuelino
O Manuelino
 

Último

Os Profetas do Velho Testamento: Cronologia
Os Profetas do Velho Testamento: CronologiaOs Profetas do Velho Testamento: Cronologia
Os Profetas do Velho Testamento: Cronologia
Renato Henriques
 
Relatório de Atividades 2018 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2018 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2018 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2018 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
felipescherner
 
Guerra e Paz Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Guerra e Paz Maria Inês Aroeira Braga.ppsxGuerra e Paz Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Guerra e Paz Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptxLicao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
jetroescola
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
LuizHenriquedeAlmeid6
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
Sandra Pratas
 
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos ConjuntosMatemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Instituto Walter Alencar
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
arodatos81
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
shirleisousa9166
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
Espanhol Online
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
felipescherner
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdfquadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
marcos oliveira
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Luzia Gabriele
 
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
AntHropológicas Visual PPGA-UFPE
 

Último (20)

Os Profetas do Velho Testamento: Cronologia
Os Profetas do Velho Testamento: CronologiaOs Profetas do Velho Testamento: Cronologia
Os Profetas do Velho Testamento: Cronologia
 
Relatório de Atividades 2018 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2018 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2018 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2018 CENSIPAM.pdf
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
 
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
 
Guerra e Paz Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Guerra e Paz Maria Inês Aroeira Braga.ppsxGuerra e Paz Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Guerra e Paz Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptxLicao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
 
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos ConjuntosMatemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
 
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdfquadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
 
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
 

Renascimento

  • 2. O Renascimento O que foi? Onde surgiu?
  • 3. O RENASCIMENTO FOI... Movimento cultural e artístico. Desinteresse pela Idade Média. Preferência pela Antiguidade (Civilização Greco-Romana): a sua Arte a sua Cultura O Renascimento surgiu em Itália. Porquê?
  • 4. Porquê em Itália? O Coliseu de Roma, uma fonte de inspiração para os artistas do Renascimento. Vestígios da Antiguidade Clássica: monumentos, ruínas, obras de arte, livros…
  • 5. Porquê em Itália? Algumas cidades italianas eram muito ricas; Os seus governantes, laicos e eclesiásticos, apoiavam as artes ( mecenas). Presença de sábios gregos e bizantinos, portadores da cultura. O Papa Júlio II foi um grande mecenas em Roma.
  • 6. O Renascimento O que trouxe de novo? Uma nova visão do Homem e do Mundo Uma arte nova: pintura, escultura, arquitectura...
  • 7. Classicismo Classicismo – Os Homens do Renascimento ficaram fascinados com os autores clássicos greco-romanos. Por isso, leram, interpretaram, traduziram, pintaram, imitaram tudo o que eles fizeram. Tendo aprendido nesta «escola», tornaram-se grandes pensadores e artistas e ultrapassaram os mestres. Essa é a lição do Renascimento: aprende com os melhores e torna-te melhor do que eles.
  • 8. Classicismo Leitura e análise dos textos dos autores antigos. Individualismo Valorização das capacidades humanas; Crença do Homem em si mesmo. Espírito Critico Recurso à crítica para corrigir e mudar a sociedade, a religião e a política. Erasmo de Roterdão, um dos maiores humanistas do Renascimento.
  • 9. O Homem coloca-se no centro do Mundo ; O antropocentrismo substitui o teocentrismo da Idade Média. O Homem de Vitrúvio, de Leonardo Da Vinci.
  • 10. Medicina – dissecação de cadáveres (André Vesálio). Geografia – a representação do mundo em mapas torna-se mais completa e exacta. Ciências da Natureza – conhecimento de novas plantas, novos animais, etc .
  • 11. VALORIZAÇÃO DA EXPERIÊNCIA O Heliocentrismo . Copérnico defendeu em 1543, que a terra e os restantes planetas giravam em volta do sol .
  • 12. Vesálio Páginas da obra de André Vesálio, De Humani Corporis Fabrica .
  • 15. A importância da experiência no conhecimento do mund o
  • 16. Uma nova visão da Terra Renascimento
  • 17. A DIFUSÃO DAS IDEIAS DO RENASCIMENTO Oficina de Impressão Gutemberg A imprensa
  • 18. As criações dos humanistas foram divulgadas graças à imprensa. A imprensa permitiu produzir livros mais baratos e em maior quantidade. A literatura renascentista faz reviver os épicos da Antiguidade Luís de Camões A literatura renascentista faz reviver os épicos da Antiguidade
  • 19. Tomas Moro Erasmo Maquiavel
  • 20. O Renascimento foi um “re-nascer
  • 21. de curiosidades sobre a Natureza; da vontade de saber e desenvolver as ciências; de formas de construir, esculpir, pintar, escrever; de uma certa ideia da beleza; da visão da Terra e do Universo; da certeza das capacidades humanas para progredir; da importância dada ao Homem.