SlideShare uma empresa Scribd logo
RELATIVISMO CULTURAL
DIVERSIDADE CULTURAL
1. Relativismo cultural e etnocentrismo
o É a visão de que crenças, costumes e ética
são relativos ao indivíduo no seu próprio
contexto sócio – cultural.
o “Certo" e "errado" dependem de cada cultura,
o que é considerado moral em uma sociedade
pode ser considerado imoral em outra.
o Não existe um padrão universal de cultura,
ninguém tem o direito de julgar os costumes de
uma outra sociedade.
2. Relativismo e diversidade cultural
o Conhecer as culturas e sua diversidade
permite superar expressões como bárbaro,
selvagem, exótico, civilizado.
o As culturas são complexas e devem ser
compreendidas na capacidade humana de
criar, reinventar, adaptar – se e inserir – se na
natureza.
3. Cultura em seu contexto
o O relativismo cultural nos ensina a entender
cada cultura no universo em que é produzida.
o O desconhecimento sobre uma cultura gera
interpretações parciais e desconhecimento
sobre a sua relação com o meio em que vive.
o É necessário mergulhar na cultura do outro
para compreende – la.
4. Significados do relativismo cultural
o A cultura tem sentido se compreendida no
seu interior com toda sua complexidade.
o Culturas são diferentes e são inadequados
termos como: feio, bonito, superior, inferior.
o Não há cultura – padrão, logo é impossível
medir o grau de “evolução” de uma cultura.
5. Diversidade cultural
o As culturas são o resultado da adaptação e
transformação do meio em que vivem.
o As necessidades aliadas à inventividade
transformaram a natureza em bens e produção.
Símbolos e cultura:
o Os símbolos são expressões de comunicação
e visões de mundo de cada cultura.
6. Cultura: complexo histórico – social:
o Cultura compreende: visões de mundo, ritos,
mitologias, filosofias, sistemas políticos, etc.
o Cada grupo constrói sua identidade cultural,
com elementos dinâmicos e específicos.
o Compreender e respeitar a complexidade
cultural é fundamental na superação das
diferenças, sem imposições etnocêntricas.
7. Poder e cultura
o Na formação dos impérios e nas conquistas
de uma cultura sobre outra estabelecem – se
relações de poder.
o Quando uma cultura impõe – se sobre outra
coloca em risco a sua identidade.
o Com a interação cultural tanto conquistados
como conquistadoras se transformam.
Cultura: conflito e diversidade:
o Na Mesopotâmia os conquistadores
assimilaram a cultura sumeriana: escrita, leis,
técnicas de drenagem, astrologia, etc.
o Os hebreus resistiram aos conflitos e legaram
à humanidade os elementos do judaísmo: o
monoteísmo, o velho testamento, o decálogo.
Antiguidade clássica (gregos e romanos)
Universalidade X identidade:
o Os gregos nos legaram a mitologia, a política, a
democracia, o humanismo e a filosofia.
o Alexandre, os macedônicos e o helenismo
representaram a mistura de culturas.
o Os romanos nos legaram o direito, a república,
o senado e o latim.
Poder e cultura
Idade Média:
o Muçulmanos e cristãos foram símbolos de
intolerância religiosa na Idade Média.
o O combate às heresias, a guerra santa e as
cruzadas representaram incompreensão em
relação às crenças do outro.
Idade Moderna:
o A expansão marítima levou Portugal e Espanha
a formarem seus impérios coloniais.
o Eurocentrismo e etnocentrismo: desprezo às
culturas nativas e a imposição da fé católica.
o A Europa também assimilou elementos culturais
americanos: milho, batata, cacau, mandioca,
ervas medicinais e tabaco.
“As interações culturais expressam criação,
assimilação, valores, visões de mundo, de
forma material e imaterial, construídos nos
contatos, nas trocas, nas experiências
coletivos. Os contatos não são simétricos,
havendo relações de predominância
associadas às relações de poder instauradas.”
Relativismo cultural e diversidade cultural
Relativismo cultural e diversidade cultural
Relativismo cultural e diversidade cultural
Relativismo cultural e diversidade cultural
Relativismo cultural e diversidade cultural
Relativismo cultural e diversidade cultural
Relativismo cultural e diversidade cultural
Relativismo cultural e diversidade cultural
Relativismo cultural e diversidade cultural

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

história da sociologia
   história da sociologia   história da sociologia
história da sociologia
Colégio Basic e Colégio Imperatrice
 
Filosofia Política
Filosofia PolíticaFilosofia Política
Filosofia Política
José Ferreira Júnior
 
A sociologia e o olhar sociológico
A sociologia e o olhar sociológicoA sociologia e o olhar sociológico
A sociologia e o olhar sociológico
Ariella Araujo
 
Sociologia ii aula 1 - Cultura e Sociedade
Sociologia ii   aula 1 - Cultura e SociedadeSociologia ii   aula 1 - Cultura e Sociedade
Sociologia ii aula 1 - Cultura e Sociedade
Carmem Rocha
 
O que é filosofia
O que é filosofiaO que é filosofia
O que é filosofia
Professor Sypriano
 
Introduçao a sociologia
Introduçao a sociologiaIntroduçao a sociologia
Introduçao a sociologia
Marcelo Freitas
 
Aulas de sociologia ensino médio para o 2 ano em.
Aulas de sociologia ensino médio   para o 2 ano em.Aulas de sociologia ensino médio   para o 2 ano em.
Aulas de sociologia ensino médio para o 2 ano em.
MARISE VON FRUHAUF HUBLARD
 
Senso comum x conhecimento científico
Senso comum x conhecimento científicoSenso comum x conhecimento científico
Senso comum x conhecimento científico
José Antonio Ferreira da Silva
 
Escola de Frankfurt - Indústria Cultural
Escola de  Frankfurt - Indústria CulturalEscola de  Frankfurt - Indústria Cultural
Escola de Frankfurt - Indústria Cultural
Juliana Corvino de Araújo
 
A verdade
A verdadeA verdade
Sociologia, Cultura e Sociedade
Sociologia, Cultura e SociedadeSociologia, Cultura e Sociedade
Sociologia, Cultura e Sociedade
Moacyr Anício
 
Mudancas sociais
Mudancas sociaisMudancas sociais
Mudancas sociais
Governo de Rondônia
 
Sociologia do desenvolvimento
Sociologia do desenvolvimentoSociologia do desenvolvimento
Sociologia do desenvolvimento
Talita de Morais
 
ORIGEM DA FILOSOFIA
ORIGEM DA FILOSOFIA ORIGEM DA FILOSOFIA
ORIGEM DA FILOSOFIA
Silmara Vedoveli
 
Dogmatismo, Ceticismo e Criticismo
Dogmatismo, Ceticismo e CriticismoDogmatismo, Ceticismo e Criticismo
Dogmatismo, Ceticismo e Criticismo
Mariana Couto
 
Avaliação de filosofia do 3º ano do ensino médio
Avaliação de filosofia do 3º ano do ensino médioAvaliação de filosofia do 3º ano do ensino médio
Avaliação de filosofia do 3º ano do ensino médio
Adriana Ruas Lacerda
 
01 - O que é Sociologia
01 - O que é Sociologia01 - O que é Sociologia
01 - O que é Sociologia
Claudio Henrique Ramos Sales
 
Aula 2 Sociedade civil e democracia - 3º Sociologia - Prof. Noe Assunção
Aula 2  Sociedade civil e democracia - 3º Sociologia - Prof. Noe AssunçãoAula 2  Sociedade civil e democracia - 3º Sociologia - Prof. Noe Assunção
Aula 2 Sociedade civil e democracia - 3º Sociologia - Prof. Noe Assunção
Prof. Noe Assunção
 
Avaliação de recuperação sociologia 2 ano
Avaliação de recuperação sociologia 2 anoAvaliação de recuperação sociologia 2 ano
Avaliação de recuperação sociologia 2 ano
Prof. Noe Assunção
 
Etnocentrismo
EtnocentrismoEtnocentrismo

Mais procurados (20)

história da sociologia
   história da sociologia   história da sociologia
história da sociologia
 
Filosofia Política
Filosofia PolíticaFilosofia Política
Filosofia Política
 
A sociologia e o olhar sociológico
A sociologia e o olhar sociológicoA sociologia e o olhar sociológico
A sociologia e o olhar sociológico
 
Sociologia ii aula 1 - Cultura e Sociedade
Sociologia ii   aula 1 - Cultura e SociedadeSociologia ii   aula 1 - Cultura e Sociedade
Sociologia ii aula 1 - Cultura e Sociedade
 
O que é filosofia
O que é filosofiaO que é filosofia
O que é filosofia
 
Introduçao a sociologia
Introduçao a sociologiaIntroduçao a sociologia
Introduçao a sociologia
 
Aulas de sociologia ensino médio para o 2 ano em.
Aulas de sociologia ensino médio   para o 2 ano em.Aulas de sociologia ensino médio   para o 2 ano em.
Aulas de sociologia ensino médio para o 2 ano em.
 
Senso comum x conhecimento científico
Senso comum x conhecimento científicoSenso comum x conhecimento científico
Senso comum x conhecimento científico
 
Escola de Frankfurt - Indústria Cultural
Escola de  Frankfurt - Indústria CulturalEscola de  Frankfurt - Indústria Cultural
Escola de Frankfurt - Indústria Cultural
 
A verdade
A verdadeA verdade
A verdade
 
Sociologia, Cultura e Sociedade
Sociologia, Cultura e SociedadeSociologia, Cultura e Sociedade
Sociologia, Cultura e Sociedade
 
Mudancas sociais
Mudancas sociaisMudancas sociais
Mudancas sociais
 
Sociologia do desenvolvimento
Sociologia do desenvolvimentoSociologia do desenvolvimento
Sociologia do desenvolvimento
 
ORIGEM DA FILOSOFIA
ORIGEM DA FILOSOFIA ORIGEM DA FILOSOFIA
ORIGEM DA FILOSOFIA
 
Dogmatismo, Ceticismo e Criticismo
Dogmatismo, Ceticismo e CriticismoDogmatismo, Ceticismo e Criticismo
Dogmatismo, Ceticismo e Criticismo
 
Avaliação de filosofia do 3º ano do ensino médio
Avaliação de filosofia do 3º ano do ensino médioAvaliação de filosofia do 3º ano do ensino médio
Avaliação de filosofia do 3º ano do ensino médio
 
01 - O que é Sociologia
01 - O que é Sociologia01 - O que é Sociologia
01 - O que é Sociologia
 
Aula 2 Sociedade civil e democracia - 3º Sociologia - Prof. Noe Assunção
Aula 2  Sociedade civil e democracia - 3º Sociologia - Prof. Noe AssunçãoAula 2  Sociedade civil e democracia - 3º Sociologia - Prof. Noe Assunção
Aula 2 Sociedade civil e democracia - 3º Sociologia - Prof. Noe Assunção
 
Avaliação de recuperação sociologia 2 ano
Avaliação de recuperação sociologia 2 anoAvaliação de recuperação sociologia 2 ano
Avaliação de recuperação sociologia 2 ano
 
Etnocentrismo
EtnocentrismoEtnocentrismo
Etnocentrismo
 

Destaque

Socialização
SocializaçãoSocialização
Socialização
sashaa2194
 
Socialização
SocializaçãoSocialização
Socialização
Tiago Filipe
 
Diversidade cultural
Diversidade culturalDiversidade cultural
Diversidade cultural
Soraya Filipa
 
A socialização
A socializaçãoA socialização
A socialização
aintazambuja
 
Relativismo Cultural
Relativismo CulturalRelativismo Cultural
Relativismo Cultural
Bruno Pedro
 
Pessoa e personalidade portoed
Pessoa e personalidade portoedPessoa e personalidade portoed
Pessoa e personalidade portoed
aintazambuja
 
Cultura
CulturaCultura
Relativismo cultural
Relativismo culturalRelativismo cultural
Relativismo cultural
Andrea Suarez
 
Fenómenos fonéticos português 9º
Fenómenos fonéticos português 9ºFenómenos fonéticos português 9º
Fenómenos fonéticos português 9º
Felisbela da Silva
 
Diversidade cultural na América
Diversidade cultural na AméricaDiversidade cultural na América
Diversidade cultural na América
João Machado
 
Orações subordinadas relativas
Orações subordinadas relativasOrações subordinadas relativas
Orações subordinadas relativas
Margarida Tomaz
 
Cantigas de escárnio e maldizer
Cantigas de escárnio e maldizerCantigas de escárnio e maldizer
Cantigas de escárnio e maldizer
Helena Coutinho
 
Oracoes subordinadas
Oracoes subordinadasOracoes subordinadas
Oracoes subordinadas
Delfina Vernuccio
 

Destaque (13)

Socialização
SocializaçãoSocialização
Socialização
 
Socialização
SocializaçãoSocialização
Socialização
 
Diversidade cultural
Diversidade culturalDiversidade cultural
Diversidade cultural
 
A socialização
A socializaçãoA socialização
A socialização
 
Relativismo Cultural
Relativismo CulturalRelativismo Cultural
Relativismo Cultural
 
Pessoa e personalidade portoed
Pessoa e personalidade portoedPessoa e personalidade portoed
Pessoa e personalidade portoed
 
Cultura
CulturaCultura
Cultura
 
Relativismo cultural
Relativismo culturalRelativismo cultural
Relativismo cultural
 
Fenómenos fonéticos português 9º
Fenómenos fonéticos português 9ºFenómenos fonéticos português 9º
Fenómenos fonéticos português 9º
 
Diversidade cultural na América
Diversidade cultural na AméricaDiversidade cultural na América
Diversidade cultural na América
 
Orações subordinadas relativas
Orações subordinadas relativasOrações subordinadas relativas
Orações subordinadas relativas
 
Cantigas de escárnio e maldizer
Cantigas de escárnio e maldizerCantigas de escárnio e maldizer
Cantigas de escárnio e maldizer
 
Oracoes subordinadas
Oracoes subordinadasOracoes subordinadas
Oracoes subordinadas
 

Semelhante a Relativismo cultural e diversidade cultural

Cp aula 4
Cp aula 4Cp aula 4
Cp aula 4
Maira Conde
 
A Diversidade Cultural
A Diversidade CulturalA Diversidade Cultural
A Diversidade Cultural
juliana_f
 
Determinismo e diversidade cultural 2020
Determinismo e diversidade cultural 2020Determinismo e diversidade cultural 2020
Determinismo e diversidade cultural 2020
firminomaissociologiafilosofia2019
 
CONCEITO_ANTROPOLOGICO_DE_CULTURA.ppt
CONCEITO_ANTROPOLOGICO_DE_CULTURA.pptCONCEITO_ANTROPOLOGICO_DE_CULTURA.ppt
CONCEITO_ANTROPOLOGICO_DE_CULTURA.ppt
RubensMartins36
 
Aula 01 - Cultura e suas definições, no senso comum, na sociologia e na antro...
Aula 01 - Cultura e suas definições, no senso comum, na sociologia e na antro...Aula 01 - Cultura e suas definições, no senso comum, na sociologia e na antro...
Aula 01 - Cultura e suas definições, no senso comum, na sociologia e na antro...
ssuser2af87a
 
CULTURA E IDEOLOGIA [Salvo automaticamente].ppt
CULTURA E IDEOLOGIA   [Salvo automaticamente].pptCULTURA E IDEOLOGIA   [Salvo automaticamente].ppt
CULTURA E IDEOLOGIA [Salvo automaticamente].ppt
AdelmaFerreiradeSouz
 
Sociologia, Cultura e Sociedade.ppSociologia, Cultura e Sociedadetx
Sociologia, Cultura e Sociedade.ppSociologia, Cultura e SociedadetxSociologia, Cultura e Sociedade.ppSociologia, Cultura e Sociedadetx
Sociologia, Cultura e Sociedade.ppSociologia, Cultura e Sociedadetx
marioaraujorosas1
 
Cultura
CulturaCultura
Cultura
Jornal Ovale
 
Relativismo cultural etnocentrismo estereótipos 2020
Relativismo cultural etnocentrismo estereótipos 2020Relativismo cultural etnocentrismo estereótipos 2020
Relativismo cultural etnocentrismo estereótipos 2020
firminomaissociologiafilosofia2019
 
3º ano cultura - ii período
3º ano   cultura - ii período3º ano   cultura - ii período
3º ano cultura - ii período
Socorro Vasconcelos
 
Cultura sociologia. 3 ano 1 semestre parcial
Cultura sociologia. 3 ano 1 semestre parcialCultura sociologia. 3 ano 1 semestre parcial
Cultura sociologia. 3 ano 1 semestre parcial
EEEP MCVM - Secretariado 3'
 
Cultura
CulturaCultura
Cultura
Silvia Revez
 
Ai 1 2_pessoa e cultura
Ai 1 2_pessoa e culturaAi 1 2_pessoa e cultura
Ai 1 2_pessoa e cultura
Carlos Henrique Tavares
 
Antropologia e Cultura - atividades ENEM.pptx
Antropologia e Cultura - atividades ENEM.pptxAntropologia e Cultura - atividades ENEM.pptx
Antropologia e Cultura - atividades ENEM.pptx
ssuser1c0ddc
 
A diversidade cultural
A diversidade culturalA diversidade cultural
A diversidade cultural
Manuel Nunes Correia
 
Matrizes culturais I
Matrizes culturais IMatrizes culturais I
Matrizes culturais I
felipedacarpereira
 
Sociologia cultura - 2º ano- estudar para prova
Sociologia  cultura - 2º ano- estudar para provaSociologia  cultura - 2º ano- estudar para prova
Sociologia cultura - 2º ano- estudar para prova
Socorro Vasconcelos
 
Identidade cultural fap
Identidade cultural  fapIdentidade cultural  fap
Identidade cultural fap
SONIAPASSOS7
 
Cultura diferentes significados (2).pptx
Cultura diferentes significados (2).pptxCultura diferentes significados (2).pptx
Cultura diferentes significados (2).pptx
BrunaMartins393336
 
áFrica
áFricaáFrica
áFrica
Renata Costa
 

Semelhante a Relativismo cultural e diversidade cultural (20)

Cp aula 4
Cp aula 4Cp aula 4
Cp aula 4
 
A Diversidade Cultural
A Diversidade CulturalA Diversidade Cultural
A Diversidade Cultural
 
Determinismo e diversidade cultural 2020
Determinismo e diversidade cultural 2020Determinismo e diversidade cultural 2020
Determinismo e diversidade cultural 2020
 
CONCEITO_ANTROPOLOGICO_DE_CULTURA.ppt
CONCEITO_ANTROPOLOGICO_DE_CULTURA.pptCONCEITO_ANTROPOLOGICO_DE_CULTURA.ppt
CONCEITO_ANTROPOLOGICO_DE_CULTURA.ppt
 
Aula 01 - Cultura e suas definições, no senso comum, na sociologia e na antro...
Aula 01 - Cultura e suas definições, no senso comum, na sociologia e na antro...Aula 01 - Cultura e suas definições, no senso comum, na sociologia e na antro...
Aula 01 - Cultura e suas definições, no senso comum, na sociologia e na antro...
 
CULTURA E IDEOLOGIA [Salvo automaticamente].ppt
CULTURA E IDEOLOGIA   [Salvo automaticamente].pptCULTURA E IDEOLOGIA   [Salvo automaticamente].ppt
CULTURA E IDEOLOGIA [Salvo automaticamente].ppt
 
Sociologia, Cultura e Sociedade.ppSociologia, Cultura e Sociedadetx
Sociologia, Cultura e Sociedade.ppSociologia, Cultura e SociedadetxSociologia, Cultura e Sociedade.ppSociologia, Cultura e Sociedadetx
Sociologia, Cultura e Sociedade.ppSociologia, Cultura e Sociedadetx
 
Cultura
CulturaCultura
Cultura
 
Relativismo cultural etnocentrismo estereótipos 2020
Relativismo cultural etnocentrismo estereótipos 2020Relativismo cultural etnocentrismo estereótipos 2020
Relativismo cultural etnocentrismo estereótipos 2020
 
3º ano cultura - ii período
3º ano   cultura - ii período3º ano   cultura - ii período
3º ano cultura - ii período
 
Cultura sociologia. 3 ano 1 semestre parcial
Cultura sociologia. 3 ano 1 semestre parcialCultura sociologia. 3 ano 1 semestre parcial
Cultura sociologia. 3 ano 1 semestre parcial
 
Cultura
CulturaCultura
Cultura
 
Ai 1 2_pessoa e cultura
Ai 1 2_pessoa e culturaAi 1 2_pessoa e cultura
Ai 1 2_pessoa e cultura
 
Antropologia e Cultura - atividades ENEM.pptx
Antropologia e Cultura - atividades ENEM.pptxAntropologia e Cultura - atividades ENEM.pptx
Antropologia e Cultura - atividades ENEM.pptx
 
A diversidade cultural
A diversidade culturalA diversidade cultural
A diversidade cultural
 
Matrizes culturais I
Matrizes culturais IMatrizes culturais I
Matrizes culturais I
 
Sociologia cultura - 2º ano- estudar para prova
Sociologia  cultura - 2º ano- estudar para provaSociologia  cultura - 2º ano- estudar para prova
Sociologia cultura - 2º ano- estudar para prova
 
Identidade cultural fap
Identidade cultural  fapIdentidade cultural  fap
Identidade cultural fap
 
Cultura diferentes significados (2).pptx
Cultura diferentes significados (2).pptxCultura diferentes significados (2).pptx
Cultura diferentes significados (2).pptx
 
áFrica
áFricaáFrica
áFrica
 

Mais de Celso Firmino Sociologia/Filosofia

Cultura erudita e cultura popular reformulado
Cultura erudita e cultura popular reformuladoCultura erudita e cultura popular reformulado
Cultura erudita e cultura popular reformulado
Celso Firmino Sociologia/Filosofia
 
Indústria cultural cultura de massa pdf
Indústria cultural cultura de massa   pdfIndústria cultural cultura de massa   pdf
Indústria cultural cultura de massa pdf
Celso Firmino Sociologia/Filosofia
 
Globalização e trabalho
Globalização e trabalhoGlobalização e trabalho
Globalização e trabalho
Celso Firmino Sociologia/Filosofia
 
Karl marx
Karl marxKarl marx
Etnocentrismo
EtnocentrismoEtnocentrismo
Emile Durkheim
Emile DurkheimEmile Durkheim
Auguste comte e o positivismo 2
Auguste comte e o positivismo 2Auguste comte e o positivismo 2
Auguste comte e o positivismo 2
Celso Firmino Sociologia/Filosofia
 
Antropologia e cultura tylor boas e malinowski
Antropologia e cultura tylor boas e malinowskiAntropologia e cultura tylor boas e malinowski
Antropologia e cultura tylor boas e malinowski
Celso Firmino Sociologia/Filosofia
 
O homem e a antropologia
O homem e a antropologiaO homem e a antropologia
O homem e a antropologia
Celso Firmino Sociologia/Filosofia
 
Política e poder
Política e poderPolítica e poder
Sociologia introdução fundamentos e bases
Sociologia introdução fundamentos e basesSociologia introdução fundamentos e bases
Sociologia introdução fundamentos e bases
Celso Firmino Sociologia/Filosofia
 
Cultura
CulturaCultura
Antropologia
AntropologiaAntropologia

Mais de Celso Firmino Sociologia/Filosofia (13)

Cultura erudita e cultura popular reformulado
Cultura erudita e cultura popular reformuladoCultura erudita e cultura popular reformulado
Cultura erudita e cultura popular reformulado
 
Indústria cultural cultura de massa pdf
Indústria cultural cultura de massa   pdfIndústria cultural cultura de massa   pdf
Indústria cultural cultura de massa pdf
 
Globalização e trabalho
Globalização e trabalhoGlobalização e trabalho
Globalização e trabalho
 
Karl marx
Karl marxKarl marx
Karl marx
 
Etnocentrismo
EtnocentrismoEtnocentrismo
Etnocentrismo
 
Emile Durkheim
Emile DurkheimEmile Durkheim
Emile Durkheim
 
Auguste comte e o positivismo 2
Auguste comte e o positivismo 2Auguste comte e o positivismo 2
Auguste comte e o positivismo 2
 
Antropologia e cultura tylor boas e malinowski
Antropologia e cultura tylor boas e malinowskiAntropologia e cultura tylor boas e malinowski
Antropologia e cultura tylor boas e malinowski
 
O homem e a antropologia
O homem e a antropologiaO homem e a antropologia
O homem e a antropologia
 
Política e poder
Política e poderPolítica e poder
Política e poder
 
Sociologia introdução fundamentos e bases
Sociologia introdução fundamentos e basesSociologia introdução fundamentos e bases
Sociologia introdução fundamentos e bases
 
Cultura
CulturaCultura
Cultura
 
Antropologia
AntropologiaAntropologia
Antropologia
 

Último

Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Érika Rufo
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdfEspecialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
DanielCastro80471
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
DECIOMAURINARAMOS
 
QUIZ - HISTÓRIA 9º ANO - PRIMEIRA REPÚBLICA_ERA VARGAS.pptx
QUIZ - HISTÓRIA  9º ANO - PRIMEIRA REPÚBLICA_ERA VARGAS.pptxQUIZ - HISTÓRIA  9º ANO - PRIMEIRA REPÚBLICA_ERA VARGAS.pptx
QUIZ - HISTÓRIA 9º ANO - PRIMEIRA REPÚBLICA_ERA VARGAS.pptx
AntonioVieira539017
 
Funções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prismaFunções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prisma
djincognito
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
Pastor Robson Colaço
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
MateusTavares54
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Professor Belinaso
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
wagnermorais28
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
TomasSousa7
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
profesfrancleite
 
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
AdrianoMontagna1
 
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdfCADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
NatySousa3
 
0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática
Giovana Gomes da Silva
 
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
MessiasMarianoG
 
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptxAula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
edivirgesribeiro1
 
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmenteeducação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
DeuzinhaAzevedo
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
WelberMerlinCardoso
 

Último (20)

Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdfEspecialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
 
QUIZ - HISTÓRIA 9º ANO - PRIMEIRA REPÚBLICA_ERA VARGAS.pptx
QUIZ - HISTÓRIA  9º ANO - PRIMEIRA REPÚBLICA_ERA VARGAS.pptxQUIZ - HISTÓRIA  9º ANO - PRIMEIRA REPÚBLICA_ERA VARGAS.pptx
QUIZ - HISTÓRIA 9º ANO - PRIMEIRA REPÚBLICA_ERA VARGAS.pptx
 
Funções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prismaFunções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prisma
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
 
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
 
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdfCADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
 
0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática
 
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
 
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
 
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptxAula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
 
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmenteeducação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
 

Relativismo cultural e diversidade cultural

  • 2.
  • 3. 1. Relativismo cultural e etnocentrismo o É a visão de que crenças, costumes e ética são relativos ao indivíduo no seu próprio contexto sócio – cultural. o “Certo" e "errado" dependem de cada cultura, o que é considerado moral em uma sociedade pode ser considerado imoral em outra. o Não existe um padrão universal de cultura, ninguém tem o direito de julgar os costumes de uma outra sociedade.
  • 4.
  • 5.
  • 6.
  • 7. 2. Relativismo e diversidade cultural o Conhecer as culturas e sua diversidade permite superar expressões como bárbaro, selvagem, exótico, civilizado. o As culturas são complexas e devem ser compreendidas na capacidade humana de criar, reinventar, adaptar – se e inserir – se na natureza.
  • 8.
  • 9.
  • 10. 3. Cultura em seu contexto o O relativismo cultural nos ensina a entender cada cultura no universo em que é produzida. o O desconhecimento sobre uma cultura gera interpretações parciais e desconhecimento sobre a sua relação com o meio em que vive. o É necessário mergulhar na cultura do outro para compreende – la.
  • 11.
  • 12.
  • 13.
  • 14.
  • 15. 4. Significados do relativismo cultural o A cultura tem sentido se compreendida no seu interior com toda sua complexidade. o Culturas são diferentes e são inadequados termos como: feio, bonito, superior, inferior. o Não há cultura – padrão, logo é impossível medir o grau de “evolução” de uma cultura.
  • 16.
  • 17.
  • 18. 5. Diversidade cultural o As culturas são o resultado da adaptação e transformação do meio em que vivem. o As necessidades aliadas à inventividade transformaram a natureza em bens e produção. Símbolos e cultura: o Os símbolos são expressões de comunicação e visões de mundo de cada cultura.
  • 19.
  • 20. 6. Cultura: complexo histórico – social: o Cultura compreende: visões de mundo, ritos, mitologias, filosofias, sistemas políticos, etc. o Cada grupo constrói sua identidade cultural, com elementos dinâmicos e específicos. o Compreender e respeitar a complexidade cultural é fundamental na superação das diferenças, sem imposições etnocêntricas.
  • 21. 7. Poder e cultura o Na formação dos impérios e nas conquistas de uma cultura sobre outra estabelecem – se relações de poder. o Quando uma cultura impõe – se sobre outra coloca em risco a sua identidade. o Com a interação cultural tanto conquistados como conquistadoras se transformam.
  • 22. Cultura: conflito e diversidade: o Na Mesopotâmia os conquistadores assimilaram a cultura sumeriana: escrita, leis, técnicas de drenagem, astrologia, etc. o Os hebreus resistiram aos conflitos e legaram à humanidade os elementos do judaísmo: o monoteísmo, o velho testamento, o decálogo.
  • 23.
  • 24.
  • 25. Antiguidade clássica (gregos e romanos) Universalidade X identidade: o Os gregos nos legaram a mitologia, a política, a democracia, o humanismo e a filosofia. o Alexandre, os macedônicos e o helenismo representaram a mistura de culturas. o Os romanos nos legaram o direito, a república, o senado e o latim.
  • 26.
  • 27. Poder e cultura Idade Média: o Muçulmanos e cristãos foram símbolos de intolerância religiosa na Idade Média. o O combate às heresias, a guerra santa e as cruzadas representaram incompreensão em relação às crenças do outro.
  • 28.
  • 29. Idade Moderna: o A expansão marítima levou Portugal e Espanha a formarem seus impérios coloniais. o Eurocentrismo e etnocentrismo: desprezo às culturas nativas e a imposição da fé católica. o A Europa também assimilou elementos culturais americanos: milho, batata, cacau, mandioca, ervas medicinais e tabaco.
  • 30. “As interações culturais expressam criação, assimilação, valores, visões de mundo, de forma material e imaterial, construídos nos contatos, nas trocas, nas experiências coletivos. Os contatos não são simétricos, havendo relações de predominância associadas às relações de poder instauradas.”