SlideShare uma empresa Scribd logo
Tema : Identidade Cultural na atualidade
Profa Dra Sonia Passos
Identidade Cultural na Atualidade
  
ROTEIRO
1.Conceito Identidade Cultural
2. A importância da cultura na formação da identidade do indivíduo .
3.O Poder da Cultura
4. Diversidade cultural e sua importância na formação da identidade cultural
5. O Processo de Aculturação e Enculturação
6 O Etnocentrismo
8. Problemas do etnocentrismo
9. O Relativismo cultural e Alteridade
10 E Globalização e Identidade Cultural e a pós –modernidade
11. Identidade cultural e educação
Identidade Cultural na Atualidade
1. CONCEITO DE IDENTIDADE CULTURAL
É um processo de vivências sociais tecidas através do compartilhamento de
patrimônios simbólicos e históricos, pelos quais nos sentimos pertencentes a
um grupo ou a uma cultura específica.
O mito é um discurso fundante de uma sociedade, possibilita a
organização do modo de vida dos seus membros através da cultura. Todas
as pessoas que participam da sociedade possuem uma identidade cultural, e
esta é construída através do processo de socialização vivenciado nas
diversas instituições sociais. Na cultura ocidental fomos influenciados pela
tradição judaico-cristã. Os nativos que viviam em terras “brasileiras”, tupis,
guaranis, tamoios, tupinambás, caetés, dentre outros, sofreram uma
intervenção profunda dos portugueses na sua identidade cultural,
principalmente na sua religiosidade. Identidade Cultural na Atualidade
O processo de socialização e de formação da identidade cultural se dá
diariamente através da vivência das relações sociais banhada nas raízes
do discurso fundante do povo, da cultura.
Os valores sociais são ideias abstratas, definem o que deve ser
considerado verdadeiro e correto em uma cultura. Eles buscam conferir
sentido e direcionar as práticas sociais.
As normas sociais promovem a incorporação dos valores e da cultura
através das regras de comportamento.
Os valores e as normas sociais de um povo mudam através do tempo,
com as novas práticas sociais desenvolvidas por homens e mulheres.
Identidade Cultural na Atualidade
 Dubar ( 1997) concebe identidade como resultado do processo de
socialização que compreende o cruzamento dos processos relacionais(
ou seja, o sujeito e analisado pelo outro dentro dos sistemas de ação
nos quais os sujeitos estão inseridos) e biográficos( que tratam da
história, habilidades e projetos da pessoa.
Identidade Cultural na Atualidade
Identidade Cultural
No processo de
desenvolvimento psicossocial,
cada indivíduo é socializado para
interiorizar sua cultura, um
caminho a trilhar.
A cultura modela o indivíduo
e é modelada por ele, conferindo-
lhe uma identidade.
É através da cultura que o ser
humano aprende técnicas para
dominar e controlar a natureza.
Identidade Cultural na Atualidade
2. A IMPORTÂNCIA DA CULTURA NA FORMAÇÃO
DA IDENTIDADE DO INDIVÍDUO
Identidade Cultural na Atualidade
“A cultura aprende-se, reaprende-se, retransmite-se, reproduz-se de geração
em geração. Não está inscrita nos genes, mas ao contrário, no espírito-cérebro
dos seres humanos.”“... o genos social conserva-se e reproduz-se numa e por
uma comunidade de espíritos-cérebro.” (MORIN, 2005, p.273).
Para Morin (2002, p. 56):A cultura é constituída pelo conjunto dos saberes,
fazeres, regras, normas,proibições, estratégias, crenças, ideias, valores, mitos,
que se transmite de geração em geração, se reproduz em cada indivíduo,
controla a existência da sociedade e mantém a complexidade psicológica e
social.
Identidade Cultural na Atualidade
 Para Clifford Geertz (1989), a cultura não deve ser vista
como um complexo de comportamentos concretos, mas,
um mecanismo de controle, planos, receitas, regras e
instruções para governar o comportamento.
 Segundo Laraia (2009) “a cultura é como uma lente
através da qual o homem vê o mundo”, assim diferentes
culturas possuem diferentes lentes.
Identidade Cultural na Atualidade
 Segundo Stuart Hall (2015), uma identidade cultural enfatiza aspectos
relacionados a nossa pertença a culturas étnicas, raciais, linguísticas,
religiosas, regionais e/ou nacionais.
 Segundo Hall (2015), as culturas nacionais produzem sentidos com os
quais podemos nos "identificar" e constroem, assim, suas identidades.
Esses sentidos estão contidos em histórias, memórias e imagens que
servem de referências, de nexos para a constituição de uma identidade
da nação..
Identidade Cultural na Atualidade
3. O Poder da Cultura
A cultura expressa um conjunto de valores e
costumes de um povo. Todos os elementos culturais
são aprendidos e compartilhados através das práticas
sociais.
Identidade Cultural na Atualidade
Identidade Cultural na Atualidade
...Além disso, nessa perspectiva, esse trabalho de
produção da cultura se dá num contexto de relações
sociais, num contexto de relações de negociação, de
conflito e poder.” (Silva, 2004, p.17)
4. DIVERSIDADE CULTURAL E SUA IMPORTÂNCIA NA
FORMAÇÃO DA IDENTIDADE CULTURAL
Os valores e as normas sociais variam entre povos e culturas. Por exemplo:
existem diferenças entre costumes de povos orientais e de povos ocidentais.
Numa mesma sociedade os valores podem ser contraditórios. Por exemplo, em
nossa sociedade, alguns grupos preferem práticas religiosas ancestrais,
enquanto outros preferem práticas religiosas mais modernas.
Identidade Cultural na Atualidade
5. O PROCESSO DE ACULTURAÇÃO E ENCULTURAÇÃO
“O processo de aculturação se dá pelo contato de duas ou mais matrizes culturais
diferentes, isto é, pela interação social entre grupos de culturas diferentes, sendo que todos,
ou um deles, sofrem mudanças, tendo como resultado uma nova cultura”.Essa é uma
mudança diferente daquele processo que ocorre no interior de uma cultura.
http://www.brasilescola.com/sociologia/do-que-se-trata-aculturacao.htm
Foto de arquivo pessoal
Fusão de culturas diferentes, mescla
de povos. Exemplo: Brasil, fusão da
cultura negra, europeia e dos povos
nativos brasileiros, que compõem nossa
identidade cultural. Fusão com suas
cores, mas também suas dores e
misérias, tão bem descritas no livro de
Gilberto Freyre “Casa Grande e
Identidade Cultural na Atualidade
A Enculturação :Interiorização ou inculcação de uma cultura.
Exemplo: Os nativos brasileiros foram/são obrigados a aprender a
língua portuguesa imposta como “idioma oficial”.
Para Foucault (2004), através da prática da disciplina e do poder os
seres que sofrem o processo de inculcação de uma determinada
cultura são tidos como corpos dóceis ” passa por um processo de
submissão e controle com a intenção de torná-lo um ser dócil e que
aceite tudo o que lhe imposto.
Identidade Cultural na Atualidade
6. ETNOCENTRISMO
Segundo Anthony Giddens, o etnocentrismo “é a prática de
julgar as outras culturas comparando-as com a nossa.”
(GIDDENS, 2005, p.44)
Identidade Cultural na Atualidade
7. PROBLEMAS DO ETNOCENTRISMO
Quando se torna uma forma sistemática e repetitiva para
enfrentarmos a diferença, pois assim nos tornamos incapazes de ser
flexíveis e admitir novas formas de solucionar as coisas.
Quando se torna tão radical que uma etnia deseja exterminar a outra
simplesmente por não tolerar seus costumes e forma de encarar o
mundo. O Etnocentrismo leva a deformações na formação da
identidade cultural
Identidade Cultural na Atualidade
A discriminação e o preconceito são
observados nas mais diversas
sociedades.
Os preconceitos raciais e étnicos
podem trazer prejuízos imensos as
relações sociais (holocausto), podem
causar danos a convivência humana
(apartheid) e podem gerar conflitos e
provocar mudanças sociais (leis
antiracismo).
A discriminação e o preconceito por
causa da cor da pele ou por causa da
etnia a qual determinado grupo
pertence, já provocou genocídios e até
hoje os motiva.
Identidade Cultural na Atualidade
O Relativismo Cultural : Quando somos capazes de avaliar uma cultura alheia, sem
utilizar o tempo todo a nossa própria cultura como parâmetro de comparação,
estamos relativizando.
O relativismo cultural rompe com a noção de uma historia e uma cultura únicas e
comuns a todos os povos, assumindo que cada povo tem sua historia particular,
relativa às experiências que cada um viveu naquele tempo e espaço em que se
inserem.
Identidade Cultural na Atualidade
8. O RELATIVISMO CULTURAL E A ALTERIDADE
 A nossa capacidade em nos relacionar com o “outro” é chamada de
alteridade. Alteridade (ou outridade) é a concepção que parte do
pressuposto básico de que todo o homem social interage e interdepende de
outros indivíduos.
Identidade Cultural na Atualidade
É certo que a globalização permitiu o acesso a novas tecnologias, rompeu
limites econômicos, geográficos, mas, ao mesmo tempo, face aos
vínculos mais intensos entre os países, as consequências relacionadas à
identidade cultural foram sendo gradativamente desprezadas.
O fluxo cultural entre as diversas nações e o próprio consumismo global
cria possibilidades de identidades partilhadas, tornando, assim, as
culturas nacionais mais expostas a influências externas, sendo difícil
conservar as identidades culturais intactas ou mesmo impedir que elas se
tornem enfraquecidas. (HALL, 2006, p.74).
9.GLOBALIZAÇÃO E IDENTIDADE CULTURAL
Identidade Cultural na Atualidade
Segundo HALL( 2006) :
Quanto mais a vida social se torna mediada pelo mercado global de estilos,
lugares e imagens, pelas viagens internacionais, pelas imagens da mídia e pelos
sistemas de comunicação globalmente interligados, mais as identidades se
tornam desvinculadas desalojadas de tempos, lugares, histórias e tradições
específicos e parecem “flutuar” livremente.
Identidade Cultural na Atualidade
Portanto, é possível entender-se que a globalização tem um efeito de
contestar e deslocar a identidade cultural, possui um efeito pluralizante
sobre as identidades, produzindo uma variedade de novas posições de
identificação, tornando as identidades mais posicionais, políticas, plurais
e diversas, e menos, fixas, unificadas ou trans históricas. (HALL, 2006,
p.87).
Como afirma Stuart Hall, ainda que seu efeito permaneça contraditório,
“parece improvável que a globalização vá simplesmente destruir as
identidades nacionais. É mais provável que ela vá produzir,
simultaneamente, novas identificações “globais” e novas identificações
“locais””. (HALL, 2006, p.87).
Identidade Cultural na Atualidade
Identidade Cultural na Pós-Modernidade
No mundo atual, temos oportunidades sem precedentes de moldar a nós mesmos
e de criar nossas próprias identidades. Somos nosso melhor recurso para definir
o que somos, de onde viemos e para onde vamos. [...] O mundo moderno força a
que encontremos a nós mesmos. Por meio de nossa capacidade como seres
humanos autoconscientes, constantemente criamos e recriamos nossas
identidades.” (GIDDENS, 2005).
Identidade Cultural na Atualidade
Até a Modernidade, Pré-Globalização:
Um povo Uma cultura Um lugar Características da
identidade cultural:
• Baseada na tradição local, enraizamento.
• Os indivíduos possuem um único modelo de socialização-
endoculturação.
• Transformações em ritmo lento, decorrente da valorização das tradições
locais.
• A cultura se desenvolve em um território geograficamente delimitado,
real
Identidade Cultural na Atualidade
Após a Globalização, Pós-Modernidade:
Características da identidade cultural:
• Baseada na velocidade de transformação, desenraizamento.
• Os indivíduos possuem muitos modelos de socialização endoculturação
através dos meios de comunicação.
• Transformações em ritmo acelerado, decorrente da valorização das
“novidades”, ou seja, das mudanças.
• A cultura se desenvolve em dois tipos de territórios, o real,
geograficamente
delimitado, e o virtual, que é o mundo do consumo e das comunicações
interativas como a Internet e os celulares.
• A cultura se desenvolve como resultado da interação de vários povos.
• Os indivíduos são produtos de muitas influências, como uma bricolagem
(aqueles trabalhos manuais que utilizamos materiais procedentes de
diferentes recursos para compor uma coisa original).
Um povo
real, muitos
povos
virtuais
Muitas
culturas
Um lugar
real, lugares
virtuais
Identidade Cultural na Atualidade
Bauman(2005) não utiliza o termo pós-modernidade. Ele cunhou o conceito
de “modernidade líquida” para definir o tempo presente. Escolheu a metáfora
do “líquido” ou da fluidez como o principal aspecto do estado dessas
mudanças.
Segundo Hall (2015), vivemos atualmente numa "crise de identidade" que é
decorrente do amplo processo de mudanças ocorridas nas sociedades
modernas. Tais mudanças se caracterizam pelo deslocamento das estruturas e
processos centrais dessas sociedades, abalando os antigos quadros de
referência que proporcionavam aos indivíduos uma estabilidade no mundo
social. A modernidade propicia a fragmentação da identidade.
Identidade Cultural na Atualidade
11. IDENTIDADE CULTURAL E EDUCAÇÃO
Para Silva (2004), a "identidade e a diferença são estreitamente dependentes
da representação". É por meio da representação, assim compreendida, que a
identidade e a diferença adquirem sentido. É por meio da representação que,
por assim dizer, a identidade e a diferença passam a existir. Representar
significa, neste caso, dizer: "essa é a identidade", "a identidade é isso".
(SILVA, 2004 p.90).
Identidade Cultural na Atualidade
Os PCNs e a identidade cultural
A cultura nos Parâmetros Curriculares Nacionais (PCNs) é tratada de forma
separada das disciplinas básicas (Língua Portuguesa, Matemática, História,
Geografia, Ciências, Arte, Educação Física) em um exemplar diferenciado
que trata sobre Pluralidade Cultural e Orientação Sexual. Isso já mostra o
quanto a cultura não é vista como algo presente em todos os momentos dentro
da escola, já que ela é tratada separadamente dos outros PCNs que tratam das
disciplinas comuns.
O tema cultura deveria ser trabalhado em todas as disciplinas, já que é algo
intrínseco em todas as nossas atitudes, inclusive, na transmissão do
conhecimento e no aprendizado. Ao tratar da Pluralidade Cultural, os PCNs
introduzem o tema mostrando os diversos enfoques sob os quais a cultura é
vista.
Identidade Cultural na Atualidade
Identidade Cultural na Atualidade
Goffmam (2004 ) Mais do que a deterioração da identidade tomada como algo
estático, o reconhecimento da mortificação do EU comporta uma ideia de que
as transformações vivenciadas pelos sujeitos, dentro do espaço sociais e
culturais , significam o tolhimento da sua própria capacidade de representar
sua identidade.
VIOLÊNCIA SIMBÓLICA
Forma invisível de coação que se apóia, muitas vezes, em crenças e
preconceitos coletivos. A violência simbólica se funda na fabricação contínua
de crenças no processo de socialização, que induzem o indivíduo a se enxergar
e a avaliar o mundo seguindo critérios e padrões do discurso dominante.
(BOURDIEU, 2005).
Sobre o ponto de vista jurídico, que estabelece princípios éticos e dos
direitos dos cidadãos como o respeito, justiça, dignidade,entre outros
presentes na Constituição Federal.
Trabalhar a educação das relações étnico- raciais.
Trazer para a sala de aula os conteúdos sobre a história e cultura africana, Afro-
brasileira
Identidade Cultural na Atualidade
•Uso pedagógico das experiências culturais dos educandos alargando a partir
delas, os conhecimentos formais e científicos.
•Estabelecer conexões entre os conteúdos trabalhados e a vida diária dos
estudantes, suas condições de vida,e situações de desigualdades enfrentadas
na sociedade.
•Criar um clima favorável à socialização dos estudantes negros atentando
para suas características pessoais, etárias, sócio-culturais e étnicas,
relacionando-as ao processo de construção de conhecimento
•Trabalhar a expressão das singularidades, promovendo uma cultura geral
inclusiva para todos e que todos vejam suas culturas refletidas na
escolaridade com igualdade de oportunidades.
Identidade Cultural na Atualidade
•Romper com o eurocentrismo do currículo.
• A realidade mais próxima ,o cotidiano, as vivências dos estudantes serão
ponto de partida na construção do conhecimento, ampliando
posteriormente as análises, os enfoques para outras informações.
• Promover atividades pedagógicas que propiciem o conviver e o aprender
com as diferenças.
Identidade Cultural na Atualidade
• Repensar as práticas e rituais pedagógicos cotidianos para que não sejam
expressão de racismo, discriminação e preconceito.
• Expressar nas produções escolares, o Brasil que somos genética e
culturalmente.
• Trabalhar a educação das relações étnico-raciais.
• Inserir no currículo escolar a História da África e dos Afro-brasileiros
Identidade Cultural na Atualidade
Identidade Cultural na Atualidade
Ninguém nasce odiando outra
pessoa pela cor de sua pele ou por
sua origem, ou por sua religião.
Para odiar, as pessoas precisam
aprender e se elas podem aprender
a odiar podem ser ensinadas a
amar, pois o amor chega mais
naturalmente ao coração humano
do que o oposto.
Nelson Mandela
Referências Bibliográficas
BAUMAN, Zygmunt. Modernidade Líquida. Ed. Zahar, 2005
BOURDIEU, Pierre. O poder simbólico. Tradução Fernando Tomaz. 8ª edição,
Rio de Janeiro - RJ Bertrand Brasil, 2005
DUBAR, Claude. Para uma teoria sociológica da identidade. Em a
Socialização. Porto: Porto, 1997.
FOUCALT, Michel. Vigiar e Punir. Tradução de Raquel Ramalhe. 29ed .
Petrópolis: Vozes, 2004.
GIDDENS, Anthony. Sociologia. 4 ed. Porto Alegre: Artmed, 2005.
GEERTZ, C. A interpretações das culturas. Rio de Janeiro: LTC, 1989.
GOFFMAN, Erving. Estigma: notas sobre a manipulação da identidade
deteriorada. 4 ed.. Rio de Janeiro: LTC, 2004
Identidade Cultural na Atualidade
HALL, Stuart. A identidade cultural na pós-modernidade. Rio de Janeiro:
Lamparina, 2015.
____________. A identidade cultural na pós-modernidade. Tradução de
Tomaz Tadeu da Silva; Guaciara Lopes Louro. 11. ed. Rio da Janeiro:
DP&A Editora, 2006
LARAIA, Roque. Barros. Cultura um conceito antropológico. 11ªed. Rio
de Janeiro: Jorge Zahar, 2009.
MORIN, Edgar. Os Sete Saberes necessários à Educação do Futuro. São
Paulo: Cortez, 2002.
_________. O Método 2. 3 ed. Porto Alegre: Sulina, 2005.
ROCHA, Everardo. O que é etnocentrismo, São Paulo: Brasiliense, 1998.
SILVA, Tomaz. Tadeu. da. Documentos de Identidade: Uma introdução às
teorias do currículo. Belo Horizonte: Autêntica, 2004.
Secretaria de Educação Fundamental, Pluralidade Cultural, Orientação
Sexual. Parâmetros curriculares nacionais. Brasília: MEC/SEF, 1997.
VILA NOVA, Sebastião. Introdução à Sociologia. São Paulo: Atlas, 1986.
Identidade Cultural na Atualidade

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Exercícios de Etnocentrismo - Antropologia
Exercícios de Etnocentrismo - AntropologiaExercícios de Etnocentrismo - Antropologia
Exercícios de Etnocentrismo - Antropologia
Psicologia_2015
 
Identidade e Alteridade
Identidade e AlteridadeIdentidade e Alteridade
Identidade e Alteridade
Paula Meyer Piagentini
 
Diversidade cultural e multiculturalismo
Diversidade cultural e multiculturalismoDiversidade cultural e multiculturalismo
Diversidade cultural e multiculturalismo
Edenilson Morais
 
Plano de Ensino de Filosofia - Ensino Médio - 3º ano
Plano de Ensino de Filosofia - Ensino Médio - 3º ano Plano de Ensino de Filosofia - Ensino Médio - 3º ano
Plano de Ensino de Filosofia - Ensino Médio - 3º ano
Mary Alvarenga
 
Industria Cultural e Cultura de Massa
Industria Cultural e Cultura de MassaIndustria Cultural e Cultura de Massa
Industria Cultural e Cultura de Massa
Elisama Lopes
 
Desigualdade Social
Desigualdade SocialDesigualdade Social
Desigualdade Social
Marcos Alencar
 
Sociologia identidade cultural
Sociologia   identidade culturalSociologia   identidade cultural
Sociologia identidade cultural
Gustavo Soares
 
Multiculturalismo
MulticulturalismoMulticulturalismo
Multiculturalismo
João Couto
 
Cultura - Sociologia
Cultura - SociologiaCultura - Sociologia
Cultura - Sociologia
Jonathas Morato da Costa
 
ATIVIDADE - CONCEITO DE CULTURA COM JOGO DA CRUZADINHA
ATIVIDADE - CONCEITO DE CULTURA COM JOGO DA CRUZADINHAATIVIDADE - CONCEITO DE CULTURA COM JOGO DA CRUZADINHA
ATIVIDADE - CONCEITO DE CULTURA COM JOGO DA CRUZADINHA
Prof. Noe Assunção
 
Raça, cor , cor da pele e etnia
Raça, cor , cor da pele e etniaRaça, cor , cor da pele e etnia
Raça, cor , cor da pele e etnia
Myla Sousa
 
Diversidade etnica
Diversidade etnicaDiversidade etnica
Diversidade etnica
Cristina de Souza
 
Aula patrimônio cultural
Aula patrimônio culturalAula patrimônio cultural
Aula patrimônio cultural
Curso Letrados
 
Etnia, diversidade cultural e conflitos
Etnia, diversidade cultural e conflitos Etnia, diversidade cultural e conflitos
Etnia, diversidade cultural e conflitos
Professora Verônica Santos
 
RELAÇÕES ÉTNICO-RACIAIS
RELAÇÕES ÉTNICO-RACIAISRELAÇÕES ÉTNICO-RACIAIS
RELAÇÕES ÉTNICO-RACIAIS
Ludmila Moura
 
Atividades senso cumum topico 1 e 2 sociologia
Atividades senso cumum   topico 1 e 2 sociologiaAtividades senso cumum   topico 1 e 2 sociologia
Atividades senso cumum topico 1 e 2 sociologia
Atividades Diversas Cláudia
 
História e cultura afro brasileira e indígena
História e cultura afro brasileira e indígenaHistória e cultura afro brasileira e indígena
História e cultura afro brasileira e indígena
Valeria Santos
 
Comunidade & Sociedade
Comunidade & SociedadeComunidade & Sociedade
Comunidade & Sociedade
Isaquel Silva
 
Aula 1 A nossa identidade brasileira- Sociologia - 1º ano EM - Prof. Noe Ass...
Aula 1  A nossa identidade brasileira- Sociologia - 1º ano EM - Prof. Noe Ass...Aula 1  A nossa identidade brasileira- Sociologia - 1º ano EM - Prof. Noe Ass...
Aula 1 A nossa identidade brasileira- Sociologia - 1º ano EM - Prof. Noe Ass...
Prof. Noe Assunção
 
Power Point "Racismo e Desigualdades Raciais no Brasil"
Power Point "Racismo e Desigualdades Raciais no Brasil"Power Point "Racismo e Desigualdades Raciais no Brasil"
Power Point "Racismo e Desigualdades Raciais no Brasil"
ANDI - Comunicação e Direitos
 

Mais procurados (20)

Exercícios de Etnocentrismo - Antropologia
Exercícios de Etnocentrismo - AntropologiaExercícios de Etnocentrismo - Antropologia
Exercícios de Etnocentrismo - Antropologia
 
Identidade e Alteridade
Identidade e AlteridadeIdentidade e Alteridade
Identidade e Alteridade
 
Diversidade cultural e multiculturalismo
Diversidade cultural e multiculturalismoDiversidade cultural e multiculturalismo
Diversidade cultural e multiculturalismo
 
Plano de Ensino de Filosofia - Ensino Médio - 3º ano
Plano de Ensino de Filosofia - Ensino Médio - 3º ano Plano de Ensino de Filosofia - Ensino Médio - 3º ano
Plano de Ensino de Filosofia - Ensino Médio - 3º ano
 
Industria Cultural e Cultura de Massa
Industria Cultural e Cultura de MassaIndustria Cultural e Cultura de Massa
Industria Cultural e Cultura de Massa
 
Desigualdade Social
Desigualdade SocialDesigualdade Social
Desigualdade Social
 
Sociologia identidade cultural
Sociologia   identidade culturalSociologia   identidade cultural
Sociologia identidade cultural
 
Multiculturalismo
MulticulturalismoMulticulturalismo
Multiculturalismo
 
Cultura - Sociologia
Cultura - SociologiaCultura - Sociologia
Cultura - Sociologia
 
ATIVIDADE - CONCEITO DE CULTURA COM JOGO DA CRUZADINHA
ATIVIDADE - CONCEITO DE CULTURA COM JOGO DA CRUZADINHAATIVIDADE - CONCEITO DE CULTURA COM JOGO DA CRUZADINHA
ATIVIDADE - CONCEITO DE CULTURA COM JOGO DA CRUZADINHA
 
Raça, cor , cor da pele e etnia
Raça, cor , cor da pele e etniaRaça, cor , cor da pele e etnia
Raça, cor , cor da pele e etnia
 
Diversidade etnica
Diversidade etnicaDiversidade etnica
Diversidade etnica
 
Aula patrimônio cultural
Aula patrimônio culturalAula patrimônio cultural
Aula patrimônio cultural
 
Etnia, diversidade cultural e conflitos
Etnia, diversidade cultural e conflitos Etnia, diversidade cultural e conflitos
Etnia, diversidade cultural e conflitos
 
RELAÇÕES ÉTNICO-RACIAIS
RELAÇÕES ÉTNICO-RACIAISRELAÇÕES ÉTNICO-RACIAIS
RELAÇÕES ÉTNICO-RACIAIS
 
Atividades senso cumum topico 1 e 2 sociologia
Atividades senso cumum   topico 1 e 2 sociologiaAtividades senso cumum   topico 1 e 2 sociologia
Atividades senso cumum topico 1 e 2 sociologia
 
História e cultura afro brasileira e indígena
História e cultura afro brasileira e indígenaHistória e cultura afro brasileira e indígena
História e cultura afro brasileira e indígena
 
Comunidade & Sociedade
Comunidade & SociedadeComunidade & Sociedade
Comunidade & Sociedade
 
Aula 1 A nossa identidade brasileira- Sociologia - 1º ano EM - Prof. Noe Ass...
Aula 1  A nossa identidade brasileira- Sociologia - 1º ano EM - Prof. Noe Ass...Aula 1  A nossa identidade brasileira- Sociologia - 1º ano EM - Prof. Noe Ass...
Aula 1 A nossa identidade brasileira- Sociologia - 1º ano EM - Prof. Noe Ass...
 
Power Point "Racismo e Desigualdades Raciais no Brasil"
Power Point "Racismo e Desigualdades Raciais no Brasil"Power Point "Racismo e Desigualdades Raciais no Brasil"
Power Point "Racismo e Desigualdades Raciais no Brasil"
 

Semelhante a Identidade cultural fap

O paradigma da educação multicultural amazônica
O paradigma da educação multicultural amazônicaO paradigma da educação multicultural amazônica
O paradigma da educação multicultural amazônica
Hebert Balieiro
 
Cultura
CulturaCultura
Cultura
Silvia Revez
 
Monografia Cleia pedagogia 2011
Monografia Cleia pedagogia 2011Monografia Cleia pedagogia 2011
Monografia Cleia pedagogia 2011
Biblioteca Campus VII
 
Identidade Cultural.ppt
Identidade Cultural.pptIdentidade Cultural.ppt
Identidade Cultural.ppt
Nertan Dias
 
Identidade cultural 3 ano médio
Identidade cultural 3 ano médioIdentidade cultural 3 ano médio
Identidade cultural 3 ano médio
FabricioQuadri
 
CONCEITO_ANTROPOLOGICO_DE_CULTURA.ppt
CONCEITO_ANTROPOLOGICO_DE_CULTURA.pptCONCEITO_ANTROPOLOGICO_DE_CULTURA.ppt
CONCEITO_ANTROPOLOGICO_DE_CULTURA.ppt
RubensMartins36
 
Identidade cultural
Identidade culturalIdentidade cultural
Identidade cultural
MariaGabrielaBorgesd
 
PPT o que é cultura EJA.pdf
PPT o que é cultura EJA.pdfPPT o que é cultura EJA.pdf
PPT o que é cultura EJA.pdf
Nertan Dias
 
Cultura
CulturaCultura
41533_2ba31e2ce063d1bc4125a0a971c5102a.pdf
41533_2ba31e2ce063d1bc4125a0a971c5102a.pdf41533_2ba31e2ce063d1bc4125a0a971c5102a.pdf
41533_2ba31e2ce063d1bc4125a0a971c5102a.pdf
marcosabreu70
 
A LITERATURA INDÍGENA NA ESCOLA: UM CAMINHO PARA A REFLEXÃO SOBRE A PLURALID...
A LITERATURA INDÍGENA NA ESCOLA: UM CAMINHO PARA A  REFLEXÃO SOBRE A PLURALID...A LITERATURA INDÍGENA NA ESCOLA: UM CAMINHO PARA A  REFLEXÃO SOBRE A PLURALID...
A LITERATURA INDÍGENA NA ESCOLA: UM CAMINHO PARA A REFLEXÃO SOBRE A PLURALID...
Instituto Uka
 
Sociologia, Cultura e Sociedade.ppSociologia, Cultura e Sociedadetx
Sociologia, Cultura e Sociedade.ppSociologia, Cultura e SociedadetxSociologia, Cultura e Sociedade.ppSociologia, Cultura e Sociedadetx
Sociologia, Cultura e Sociedade.ppSociologia, Cultura e Sociedadetx
marioaraujorosas1
 
Sociologia civ i
Sociologia civ   iSociologia civ   i
Sociologia civ i
DiedNuenf
 
Antropologia
AntropologiaAntropologia
Antropologia
Débora Leal
 
Antropologia
AntropologiaAntropologia
Antropologia
Débora Campos
 
O uso do conceito de cultura como exercício de poder - Bruno Carrasco
O uso do conceito de cultura como exercício de poder - Bruno CarrascoO uso do conceito de cultura como exercício de poder - Bruno Carrasco
O uso do conceito de cultura como exercício de poder - Bruno Carrasco
Bruno Carrasco
 
Cp aula 4
Cp aula 4Cp aula 4
Cp aula 4
Maira Conde
 
Identidade Cultura Surda e Produção de Subjetividades e Educação.pdf
Identidade Cultura Surda e Produção de Subjetividades e Educação.pdfIdentidade Cultura Surda e Produção de Subjetividades e Educação.pdf
Identidade Cultura Surda e Produção de Subjetividades e Educação.pdf
Marcia Sandra Santos
 
Antropologia: conceitos basicos
 Antropologia: conceitos basicos Antropologia: conceitos basicos
Antropologia: conceitos basicos
Flávia De Mattos Motta
 
natureza-cultura-e-sociedade--soc-e-etica-2-sem-2017.pdf
natureza-cultura-e-sociedade--soc-e-etica-2-sem-2017.pdfnatureza-cultura-e-sociedade--soc-e-etica-2-sem-2017.pdf
natureza-cultura-e-sociedade--soc-e-etica-2-sem-2017.pdf
SianCarlosAlegre
 

Semelhante a Identidade cultural fap (20)

O paradigma da educação multicultural amazônica
O paradigma da educação multicultural amazônicaO paradigma da educação multicultural amazônica
O paradigma da educação multicultural amazônica
 
Cultura
CulturaCultura
Cultura
 
Monografia Cleia pedagogia 2011
Monografia Cleia pedagogia 2011Monografia Cleia pedagogia 2011
Monografia Cleia pedagogia 2011
 
Identidade Cultural.ppt
Identidade Cultural.pptIdentidade Cultural.ppt
Identidade Cultural.ppt
 
Identidade cultural 3 ano médio
Identidade cultural 3 ano médioIdentidade cultural 3 ano médio
Identidade cultural 3 ano médio
 
CONCEITO_ANTROPOLOGICO_DE_CULTURA.ppt
CONCEITO_ANTROPOLOGICO_DE_CULTURA.pptCONCEITO_ANTROPOLOGICO_DE_CULTURA.ppt
CONCEITO_ANTROPOLOGICO_DE_CULTURA.ppt
 
Identidade cultural
Identidade culturalIdentidade cultural
Identidade cultural
 
PPT o que é cultura EJA.pdf
PPT o que é cultura EJA.pdfPPT o que é cultura EJA.pdf
PPT o que é cultura EJA.pdf
 
Cultura
CulturaCultura
Cultura
 
41533_2ba31e2ce063d1bc4125a0a971c5102a.pdf
41533_2ba31e2ce063d1bc4125a0a971c5102a.pdf41533_2ba31e2ce063d1bc4125a0a971c5102a.pdf
41533_2ba31e2ce063d1bc4125a0a971c5102a.pdf
 
A LITERATURA INDÍGENA NA ESCOLA: UM CAMINHO PARA A REFLEXÃO SOBRE A PLURALID...
A LITERATURA INDÍGENA NA ESCOLA: UM CAMINHO PARA A  REFLEXÃO SOBRE A PLURALID...A LITERATURA INDÍGENA NA ESCOLA: UM CAMINHO PARA A  REFLEXÃO SOBRE A PLURALID...
A LITERATURA INDÍGENA NA ESCOLA: UM CAMINHO PARA A REFLEXÃO SOBRE A PLURALID...
 
Sociologia, Cultura e Sociedade.ppSociologia, Cultura e Sociedadetx
Sociologia, Cultura e Sociedade.ppSociologia, Cultura e SociedadetxSociologia, Cultura e Sociedade.ppSociologia, Cultura e Sociedadetx
Sociologia, Cultura e Sociedade.ppSociologia, Cultura e Sociedadetx
 
Sociologia civ i
Sociologia civ   iSociologia civ   i
Sociologia civ i
 
Antropologia
AntropologiaAntropologia
Antropologia
 
Antropologia
AntropologiaAntropologia
Antropologia
 
O uso do conceito de cultura como exercício de poder - Bruno Carrasco
O uso do conceito de cultura como exercício de poder - Bruno CarrascoO uso do conceito de cultura como exercício de poder - Bruno Carrasco
O uso do conceito de cultura como exercício de poder - Bruno Carrasco
 
Cp aula 4
Cp aula 4Cp aula 4
Cp aula 4
 
Identidade Cultura Surda e Produção de Subjetividades e Educação.pdf
Identidade Cultura Surda e Produção de Subjetividades e Educação.pdfIdentidade Cultura Surda e Produção de Subjetividades e Educação.pdf
Identidade Cultura Surda e Produção de Subjetividades e Educação.pdf
 
Antropologia: conceitos basicos
 Antropologia: conceitos basicos Antropologia: conceitos basicos
Antropologia: conceitos basicos
 
natureza-cultura-e-sociedade--soc-e-etica-2-sem-2017.pdf
natureza-cultura-e-sociedade--soc-e-etica-2-sem-2017.pdfnatureza-cultura-e-sociedade--soc-e-etica-2-sem-2017.pdf
natureza-cultura-e-sociedade--soc-e-etica-2-sem-2017.pdf
 

Último

karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
KleginaldoPaz2
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
DECIOMAURINARAMOS
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
Manuais Formação
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
mamaeieby
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
HisrelBlog
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
fagnerlopes11
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
LILIANPRESTESSCUDELE
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
SILVIAREGINANAZARECA
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
eaiprofpolly
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
MarceloMonteiro213738
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
MarcosPaulo777883
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
fran0410
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
todorokillmepls
 
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
vinibolado86
 
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIAAPRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
karinenobre2033
 
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
JoanaFigueira11
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
JoeteCarvalho
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 

Último (20)

karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
 
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
 
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIAAPRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
 
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 

Identidade cultural fap

  • 1. Tema : Identidade Cultural na atualidade Profa Dra Sonia Passos Identidade Cultural na Atualidade   
  • 2. ROTEIRO 1.Conceito Identidade Cultural 2. A importância da cultura na formação da identidade do indivíduo . 3.O Poder da Cultura 4. Diversidade cultural e sua importância na formação da identidade cultural 5. O Processo de Aculturação e Enculturação 6 O Etnocentrismo 8. Problemas do etnocentrismo 9. O Relativismo cultural e Alteridade 10 E Globalização e Identidade Cultural e a pós –modernidade 11. Identidade cultural e educação Identidade Cultural na Atualidade
  • 3. 1. CONCEITO DE IDENTIDADE CULTURAL É um processo de vivências sociais tecidas através do compartilhamento de patrimônios simbólicos e históricos, pelos quais nos sentimos pertencentes a um grupo ou a uma cultura específica. O mito é um discurso fundante de uma sociedade, possibilita a organização do modo de vida dos seus membros através da cultura. Todas as pessoas que participam da sociedade possuem uma identidade cultural, e esta é construída através do processo de socialização vivenciado nas diversas instituições sociais. Na cultura ocidental fomos influenciados pela tradição judaico-cristã. Os nativos que viviam em terras “brasileiras”, tupis, guaranis, tamoios, tupinambás, caetés, dentre outros, sofreram uma intervenção profunda dos portugueses na sua identidade cultural, principalmente na sua religiosidade. Identidade Cultural na Atualidade
  • 4. O processo de socialização e de formação da identidade cultural se dá diariamente através da vivência das relações sociais banhada nas raízes do discurso fundante do povo, da cultura. Os valores sociais são ideias abstratas, definem o que deve ser considerado verdadeiro e correto em uma cultura. Eles buscam conferir sentido e direcionar as práticas sociais. As normas sociais promovem a incorporação dos valores e da cultura através das regras de comportamento. Os valores e as normas sociais de um povo mudam através do tempo, com as novas práticas sociais desenvolvidas por homens e mulheres. Identidade Cultural na Atualidade
  • 5.  Dubar ( 1997) concebe identidade como resultado do processo de socialização que compreende o cruzamento dos processos relacionais( ou seja, o sujeito e analisado pelo outro dentro dos sistemas de ação nos quais os sujeitos estão inseridos) e biográficos( que tratam da história, habilidades e projetos da pessoa. Identidade Cultural na Atualidade
  • 6. Identidade Cultural No processo de desenvolvimento psicossocial, cada indivíduo é socializado para interiorizar sua cultura, um caminho a trilhar. A cultura modela o indivíduo e é modelada por ele, conferindo- lhe uma identidade. É através da cultura que o ser humano aprende técnicas para dominar e controlar a natureza. Identidade Cultural na Atualidade
  • 7. 2. A IMPORTÂNCIA DA CULTURA NA FORMAÇÃO DA IDENTIDADE DO INDIVÍDUO Identidade Cultural na Atualidade
  • 8. “A cultura aprende-se, reaprende-se, retransmite-se, reproduz-se de geração em geração. Não está inscrita nos genes, mas ao contrário, no espírito-cérebro dos seres humanos.”“... o genos social conserva-se e reproduz-se numa e por uma comunidade de espíritos-cérebro.” (MORIN, 2005, p.273). Para Morin (2002, p. 56):A cultura é constituída pelo conjunto dos saberes, fazeres, regras, normas,proibições, estratégias, crenças, ideias, valores, mitos, que se transmite de geração em geração, se reproduz em cada indivíduo, controla a existência da sociedade e mantém a complexidade psicológica e social. Identidade Cultural na Atualidade
  • 9.  Para Clifford Geertz (1989), a cultura não deve ser vista como um complexo de comportamentos concretos, mas, um mecanismo de controle, planos, receitas, regras e instruções para governar o comportamento.  Segundo Laraia (2009) “a cultura é como uma lente através da qual o homem vê o mundo”, assim diferentes culturas possuem diferentes lentes. Identidade Cultural na Atualidade
  • 10.  Segundo Stuart Hall (2015), uma identidade cultural enfatiza aspectos relacionados a nossa pertença a culturas étnicas, raciais, linguísticas, religiosas, regionais e/ou nacionais.  Segundo Hall (2015), as culturas nacionais produzem sentidos com os quais podemos nos "identificar" e constroem, assim, suas identidades. Esses sentidos estão contidos em histórias, memórias e imagens que servem de referências, de nexos para a constituição de uma identidade da nação.. Identidade Cultural na Atualidade
  • 11. 3. O Poder da Cultura A cultura expressa um conjunto de valores e costumes de um povo. Todos os elementos culturais são aprendidos e compartilhados através das práticas sociais. Identidade Cultural na Atualidade
  • 12. Identidade Cultural na Atualidade ...Além disso, nessa perspectiva, esse trabalho de produção da cultura se dá num contexto de relações sociais, num contexto de relações de negociação, de conflito e poder.” (Silva, 2004, p.17)
  • 13. 4. DIVERSIDADE CULTURAL E SUA IMPORTÂNCIA NA FORMAÇÃO DA IDENTIDADE CULTURAL Os valores e as normas sociais variam entre povos e culturas. Por exemplo: existem diferenças entre costumes de povos orientais e de povos ocidentais. Numa mesma sociedade os valores podem ser contraditórios. Por exemplo, em nossa sociedade, alguns grupos preferem práticas religiosas ancestrais, enquanto outros preferem práticas religiosas mais modernas. Identidade Cultural na Atualidade
  • 14. 5. O PROCESSO DE ACULTURAÇÃO E ENCULTURAÇÃO “O processo de aculturação se dá pelo contato de duas ou mais matrizes culturais diferentes, isto é, pela interação social entre grupos de culturas diferentes, sendo que todos, ou um deles, sofrem mudanças, tendo como resultado uma nova cultura”.Essa é uma mudança diferente daquele processo que ocorre no interior de uma cultura. http://www.brasilescola.com/sociologia/do-que-se-trata-aculturacao.htm Foto de arquivo pessoal Fusão de culturas diferentes, mescla de povos. Exemplo: Brasil, fusão da cultura negra, europeia e dos povos nativos brasileiros, que compõem nossa identidade cultural. Fusão com suas cores, mas também suas dores e misérias, tão bem descritas no livro de Gilberto Freyre “Casa Grande e Identidade Cultural na Atualidade
  • 15. A Enculturação :Interiorização ou inculcação de uma cultura. Exemplo: Os nativos brasileiros foram/são obrigados a aprender a língua portuguesa imposta como “idioma oficial”. Para Foucault (2004), através da prática da disciplina e do poder os seres que sofrem o processo de inculcação de uma determinada cultura são tidos como corpos dóceis ” passa por um processo de submissão e controle com a intenção de torná-lo um ser dócil e que aceite tudo o que lhe imposto. Identidade Cultural na Atualidade
  • 16. 6. ETNOCENTRISMO Segundo Anthony Giddens, o etnocentrismo “é a prática de julgar as outras culturas comparando-as com a nossa.” (GIDDENS, 2005, p.44) Identidade Cultural na Atualidade
  • 17. 7. PROBLEMAS DO ETNOCENTRISMO Quando se torna uma forma sistemática e repetitiva para enfrentarmos a diferença, pois assim nos tornamos incapazes de ser flexíveis e admitir novas formas de solucionar as coisas. Quando se torna tão radical que uma etnia deseja exterminar a outra simplesmente por não tolerar seus costumes e forma de encarar o mundo. O Etnocentrismo leva a deformações na formação da identidade cultural Identidade Cultural na Atualidade
  • 18. A discriminação e o preconceito são observados nas mais diversas sociedades. Os preconceitos raciais e étnicos podem trazer prejuízos imensos as relações sociais (holocausto), podem causar danos a convivência humana (apartheid) e podem gerar conflitos e provocar mudanças sociais (leis antiracismo). A discriminação e o preconceito por causa da cor da pele ou por causa da etnia a qual determinado grupo pertence, já provocou genocídios e até hoje os motiva. Identidade Cultural na Atualidade
  • 19. O Relativismo Cultural : Quando somos capazes de avaliar uma cultura alheia, sem utilizar o tempo todo a nossa própria cultura como parâmetro de comparação, estamos relativizando. O relativismo cultural rompe com a noção de uma historia e uma cultura únicas e comuns a todos os povos, assumindo que cada povo tem sua historia particular, relativa às experiências que cada um viveu naquele tempo e espaço em que se inserem. Identidade Cultural na Atualidade 8. O RELATIVISMO CULTURAL E A ALTERIDADE
  • 20.  A nossa capacidade em nos relacionar com o “outro” é chamada de alteridade. Alteridade (ou outridade) é a concepção que parte do pressuposto básico de que todo o homem social interage e interdepende de outros indivíduos. Identidade Cultural na Atualidade
  • 21. É certo que a globalização permitiu o acesso a novas tecnologias, rompeu limites econômicos, geográficos, mas, ao mesmo tempo, face aos vínculos mais intensos entre os países, as consequências relacionadas à identidade cultural foram sendo gradativamente desprezadas. O fluxo cultural entre as diversas nações e o próprio consumismo global cria possibilidades de identidades partilhadas, tornando, assim, as culturas nacionais mais expostas a influências externas, sendo difícil conservar as identidades culturais intactas ou mesmo impedir que elas se tornem enfraquecidas. (HALL, 2006, p.74). 9.GLOBALIZAÇÃO E IDENTIDADE CULTURAL Identidade Cultural na Atualidade
  • 22. Segundo HALL( 2006) : Quanto mais a vida social se torna mediada pelo mercado global de estilos, lugares e imagens, pelas viagens internacionais, pelas imagens da mídia e pelos sistemas de comunicação globalmente interligados, mais as identidades se tornam desvinculadas desalojadas de tempos, lugares, histórias e tradições específicos e parecem “flutuar” livremente. Identidade Cultural na Atualidade
  • 23. Portanto, é possível entender-se que a globalização tem um efeito de contestar e deslocar a identidade cultural, possui um efeito pluralizante sobre as identidades, produzindo uma variedade de novas posições de identificação, tornando as identidades mais posicionais, políticas, plurais e diversas, e menos, fixas, unificadas ou trans históricas. (HALL, 2006, p.87). Como afirma Stuart Hall, ainda que seu efeito permaneça contraditório, “parece improvável que a globalização vá simplesmente destruir as identidades nacionais. É mais provável que ela vá produzir, simultaneamente, novas identificações “globais” e novas identificações “locais””. (HALL, 2006, p.87). Identidade Cultural na Atualidade
  • 24. Identidade Cultural na Pós-Modernidade No mundo atual, temos oportunidades sem precedentes de moldar a nós mesmos e de criar nossas próprias identidades. Somos nosso melhor recurso para definir o que somos, de onde viemos e para onde vamos. [...] O mundo moderno força a que encontremos a nós mesmos. Por meio de nossa capacidade como seres humanos autoconscientes, constantemente criamos e recriamos nossas identidades.” (GIDDENS, 2005). Identidade Cultural na Atualidade
  • 25. Até a Modernidade, Pré-Globalização: Um povo Uma cultura Um lugar Características da identidade cultural: • Baseada na tradição local, enraizamento. • Os indivíduos possuem um único modelo de socialização- endoculturação. • Transformações em ritmo lento, decorrente da valorização das tradições locais. • A cultura se desenvolve em um território geograficamente delimitado, real Identidade Cultural na Atualidade
  • 26. Após a Globalização, Pós-Modernidade: Características da identidade cultural: • Baseada na velocidade de transformação, desenraizamento. • Os indivíduos possuem muitos modelos de socialização endoculturação através dos meios de comunicação. • Transformações em ritmo acelerado, decorrente da valorização das “novidades”, ou seja, das mudanças. • A cultura se desenvolve em dois tipos de territórios, o real, geograficamente delimitado, e o virtual, que é o mundo do consumo e das comunicações interativas como a Internet e os celulares. • A cultura se desenvolve como resultado da interação de vários povos. • Os indivíduos são produtos de muitas influências, como uma bricolagem (aqueles trabalhos manuais que utilizamos materiais procedentes de diferentes recursos para compor uma coisa original). Um povo real, muitos povos virtuais Muitas culturas Um lugar real, lugares virtuais Identidade Cultural na Atualidade
  • 27. Bauman(2005) não utiliza o termo pós-modernidade. Ele cunhou o conceito de “modernidade líquida” para definir o tempo presente. Escolheu a metáfora do “líquido” ou da fluidez como o principal aspecto do estado dessas mudanças. Segundo Hall (2015), vivemos atualmente numa "crise de identidade" que é decorrente do amplo processo de mudanças ocorridas nas sociedades modernas. Tais mudanças se caracterizam pelo deslocamento das estruturas e processos centrais dessas sociedades, abalando os antigos quadros de referência que proporcionavam aos indivíduos uma estabilidade no mundo social. A modernidade propicia a fragmentação da identidade. Identidade Cultural na Atualidade
  • 28. 11. IDENTIDADE CULTURAL E EDUCAÇÃO Para Silva (2004), a "identidade e a diferença são estreitamente dependentes da representação". É por meio da representação, assim compreendida, que a identidade e a diferença adquirem sentido. É por meio da representação que, por assim dizer, a identidade e a diferença passam a existir. Representar significa, neste caso, dizer: "essa é a identidade", "a identidade é isso". (SILVA, 2004 p.90). Identidade Cultural na Atualidade
  • 29. Os PCNs e a identidade cultural A cultura nos Parâmetros Curriculares Nacionais (PCNs) é tratada de forma separada das disciplinas básicas (Língua Portuguesa, Matemática, História, Geografia, Ciências, Arte, Educação Física) em um exemplar diferenciado que trata sobre Pluralidade Cultural e Orientação Sexual. Isso já mostra o quanto a cultura não é vista como algo presente em todos os momentos dentro da escola, já que ela é tratada separadamente dos outros PCNs que tratam das disciplinas comuns. O tema cultura deveria ser trabalhado em todas as disciplinas, já que é algo intrínseco em todas as nossas atitudes, inclusive, na transmissão do conhecimento e no aprendizado. Ao tratar da Pluralidade Cultural, os PCNs introduzem o tema mostrando os diversos enfoques sob os quais a cultura é vista. Identidade Cultural na Atualidade
  • 30. Identidade Cultural na Atualidade Goffmam (2004 ) Mais do que a deterioração da identidade tomada como algo estático, o reconhecimento da mortificação do EU comporta uma ideia de que as transformações vivenciadas pelos sujeitos, dentro do espaço sociais e culturais , significam o tolhimento da sua própria capacidade de representar sua identidade. VIOLÊNCIA SIMBÓLICA Forma invisível de coação que se apóia, muitas vezes, em crenças e preconceitos coletivos. A violência simbólica se funda na fabricação contínua de crenças no processo de socialização, que induzem o indivíduo a se enxergar e a avaliar o mundo seguindo critérios e padrões do discurso dominante. (BOURDIEU, 2005).
  • 31. Sobre o ponto de vista jurídico, que estabelece princípios éticos e dos direitos dos cidadãos como o respeito, justiça, dignidade,entre outros presentes na Constituição Federal. Trabalhar a educação das relações étnico- raciais. Trazer para a sala de aula os conteúdos sobre a história e cultura africana, Afro- brasileira Identidade Cultural na Atualidade
  • 32. •Uso pedagógico das experiências culturais dos educandos alargando a partir delas, os conhecimentos formais e científicos. •Estabelecer conexões entre os conteúdos trabalhados e a vida diária dos estudantes, suas condições de vida,e situações de desigualdades enfrentadas na sociedade. •Criar um clima favorável à socialização dos estudantes negros atentando para suas características pessoais, etárias, sócio-culturais e étnicas, relacionando-as ao processo de construção de conhecimento •Trabalhar a expressão das singularidades, promovendo uma cultura geral inclusiva para todos e que todos vejam suas culturas refletidas na escolaridade com igualdade de oportunidades. Identidade Cultural na Atualidade
  • 33. •Romper com o eurocentrismo do currículo. • A realidade mais próxima ,o cotidiano, as vivências dos estudantes serão ponto de partida na construção do conhecimento, ampliando posteriormente as análises, os enfoques para outras informações. • Promover atividades pedagógicas que propiciem o conviver e o aprender com as diferenças. Identidade Cultural na Atualidade
  • 34. • Repensar as práticas e rituais pedagógicos cotidianos para que não sejam expressão de racismo, discriminação e preconceito. • Expressar nas produções escolares, o Brasil que somos genética e culturalmente. • Trabalhar a educação das relações étnico-raciais. • Inserir no currículo escolar a História da África e dos Afro-brasileiros Identidade Cultural na Atualidade
  • 35. Identidade Cultural na Atualidade Ninguém nasce odiando outra pessoa pela cor de sua pele ou por sua origem, ou por sua religião. Para odiar, as pessoas precisam aprender e se elas podem aprender a odiar podem ser ensinadas a amar, pois o amor chega mais naturalmente ao coração humano do que o oposto. Nelson Mandela
  • 36. Referências Bibliográficas BAUMAN, Zygmunt. Modernidade Líquida. Ed. Zahar, 2005 BOURDIEU, Pierre. O poder simbólico. Tradução Fernando Tomaz. 8ª edição, Rio de Janeiro - RJ Bertrand Brasil, 2005 DUBAR, Claude. Para uma teoria sociológica da identidade. Em a Socialização. Porto: Porto, 1997. FOUCALT, Michel. Vigiar e Punir. Tradução de Raquel Ramalhe. 29ed . Petrópolis: Vozes, 2004. GIDDENS, Anthony. Sociologia. 4 ed. Porto Alegre: Artmed, 2005. GEERTZ, C. A interpretações das culturas. Rio de Janeiro: LTC, 1989. GOFFMAN, Erving. Estigma: notas sobre a manipulação da identidade deteriorada. 4 ed.. Rio de Janeiro: LTC, 2004 Identidade Cultural na Atualidade
  • 37. HALL, Stuart. A identidade cultural na pós-modernidade. Rio de Janeiro: Lamparina, 2015. ____________. A identidade cultural na pós-modernidade. Tradução de Tomaz Tadeu da Silva; Guaciara Lopes Louro. 11. ed. Rio da Janeiro: DP&A Editora, 2006 LARAIA, Roque. Barros. Cultura um conceito antropológico. 11ªed. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2009. MORIN, Edgar. Os Sete Saberes necessários à Educação do Futuro. São Paulo: Cortez, 2002. _________. O Método 2. 3 ed. Porto Alegre: Sulina, 2005. ROCHA, Everardo. O que é etnocentrismo, São Paulo: Brasiliense, 1998. SILVA, Tomaz. Tadeu. da. Documentos de Identidade: Uma introdução às teorias do currículo. Belo Horizonte: Autêntica, 2004. Secretaria de Educação Fundamental, Pluralidade Cultural, Orientação Sexual. Parâmetros curriculares nacionais. Brasília: MEC/SEF, 1997. VILA NOVA, Sebastião. Introdução à Sociologia. São Paulo: Atlas, 1986. Identidade Cultural na Atualidade