SlideShare uma empresa Scribd logo
Redes de Computadores
Professor: Mauro Jansen
Redes de Computadores
Protocolos de comunicação de dados
Objetivos
Conhecer o conceito e aplicação de
protocolos
Conhecer os protocolos existentes e sua
relação com as camadas do modelo OSI
Prof. Mauro Jansen
Redes de Computadores
Protocolos 2
relação com as camadas do modelo OSI
Protocolos de
comunicação de dados
Prof. Mauro Jansen
Redes de Computadores
Protocolos 3
comunicação de dados
Protocolo de comunicação de
dados
• Segundo Torres (2004), protocolo é uma
“linguagem” usada pelos dispositivos de rede
de modo que eles consigam se entender, isto
é, trocar informações entre si.
• Um protocolo é um conjunto de regras que
Prof. Mauro Jansen
• Um protocolo é um conjunto de regras que
governa a comunicação de dados (FOROUZAN,
2006).
Redes de Computadores
Protocolos
Protocolos: analogia com a
comunicação oral
Possíveis “protocolos”
para comunicação:
- Idioma inglês
Prof. Mauro Jansen
Redes de Computadores
Protocolos
João
Fala: português, inglês
Fujiro Nakombi
Fala: chinês, inglês
- Idioma inglês
- Gestos e sinais
Protocolos
• Assim como existem várias línguas no mundo, na
informática há diversos protocolos
• São esses protocolos que permitem a diferentes
dispositivos comunicar-se através da rede
• Na prática a maioria dos protocolos são
Prof. Mauro Jansen
• Na prática a maioria dos protocolos são
softwares que já vêm incorporados ou são
instalados no sistema operacional de rede
• Estudaremos os protocolos localizando-os com
base nas camadas do padrão TCP/IP
Redes de Computadores
Protocolos
Pilha de protocolos TCP/IP
DHCPFTP SMTP
Camada de
Aplicação
SNMPDNS RIP
Camada de
Transporte
TCP UDP
HTTP
Camadas TCP/IP Protocolos
Prof. Mauro Jansen
Redes de Computadores
Protocolos
IP (v4)Camada de Internet
ARP PPPSLIP
IGMPICMP
Camada de Rede Ethernet Frame Relay ATM
Protocolos da camada
de aplicação
Prof. Mauro Jansen
Redes de Computadores
Protocolos
DHCPFTP SMTP
Camada de
Aplicação
SNMPDNS RIPHTTP
de aplicação
Protocolo HTTP
• HTTP (Hipertext Transfer Protocol): protocolo de
transferência de hipertexto
• Protocolo padrão da web, que hoje oferece
conteúdo misto de texto, gráficos, som e vídeo
• O hipertexto é caracterizado pelo conteúdo misto
Prof. Mauro Jansen
• O hipertexto é caracterizado pelo conteúdo misto
acima descrito interligado através de links
• O HTTP roda sobre o TCP/IP, portanto ao
acessar uma página estamos usando HTTP,
TCP/IP, a rede local e a internet
Redes de Computadores
Protocolos
Protocolo HTTP: hipertexto
Prof. Mauro Jansen
Redes de Computadores
Protocolos
Protocolo FTP
• FTP (FileTransfer Protocol): protocolo de transferência de arquivos
• Protocolo ou serviço antigo e bastante utilizada de transferência de
arquivos entre dois computadores
• Embora seu uso tenha diminuído, com serviços na “nuvem” como
DropBox e Google Drive, ainda é usado por empresas e sites de
hospedagem
Prof. Mauro Jansen
• Variantes:
– FTPS (Secure File Transfer Protocol): protocolo FTP com uma camada
SSL para segurança, ou seja é o FTP com certificado
– SFTP (SSH File Transfer Protocol): é uma extensão de um outro
protocolo, o SSH (Secure Shell) que permite a conexão/transferência de
dados remotamente com a vantagem da criptografia na conexão entre o
cliente e o servidor
Redes de Computadores
Protocolos
Protocolo SMTP
• SMTP (Simple Mail Transfer Protocol ): protocolo
de transferência de e-mail simples
• Protocolo padrão para envio de e-mails através
da internet
• É um protocolo de texto simples
Prof. Mauro Jansen
• É um protocolo de texto simples
• Recebe um ou mais destinatários de uma
mensagem, que são validados, e depois envia a
mensagem
• Usa a porta 587 (antiga 25)
Redes de Computadores
Protocolos
Protocolo DNS
• DNS (Domain Name System): Sistema de Nomes de
Domínio
• Faz a correspondência entre nomes de servidores (ex:
www.ifma.edu.br ) e o respectivo endereço IP ( ex:
200.137.128.53 )
Prof. Mauro Jansen
Redes de Computadores
Protocolos
CLIENTE
Servidor
DNS
Quem é ifma.edu.br?
200.137.128.53
Protocolo DNS: cooperação entre
servidores
• Fica localizado em um servidor, que pode ser dedicado ou
não a esse serviço
• Quando um servidor DNS não conhece um endereço,
pergunta a outros servidores DNS até descobrir
3) Quao o DNS e
IP p/2) Não tenho o IP de Servidor
Prof. Mauro Jansen
Redes de Computadores
Protocolos
IP p/
ifma.edu.br?
CLIENTE
Servidor
DNS
1) Quem é
ifma.edu.br?
8)O IP de
ifma.edu.br é
200.137.128.53
2) Não tenho o IP de
www.ifma.edu.br.
Deixe-me procurar um
servidor DNS para
ifma.edu.br
Servidor
DNS
“.edu.br”
Servidor DNS
“ifma.edu.br
4) O DNS p/ ifma.edu.br é
net1.com.br e seu IP é
1.1.1.254
5) Qual o IP p/ ifma.edu.br?
6) O IP de
ifma.edu.br é
200.137.128.53
7) Vou guardar o
IP de
ifma.edu.br
como
200.137.128.53
Protocolo DHCP
• DHCP (Dynamic Host Configuration Protocol):
Protocolo de configuração dinâmica de estações
• Responsável pela configuração dinâmica de
endereços IP em uma rede
– Atribui endereços IP quando um computador é
Prof. Mauro Jansen
– Atribui endereços IP quando um computador é
inicializado ou conectado a uma rede
• Formas pelas quais podemos atribuir endereços
IP aos computadores:
– Manual: em cada computador, nas configurações de
rede
– Automática: usando o protocolo DHCP
Redes de Computadores
Protocolos
Endereços IP: atribuição manual
ou automática com DHCP?
• Atribuição manual de endereços:
– Cada computador deve ter um IP único
– Trabalhosa e pode ser demorada
– Risco de duplicação indesejada de IP’s (conflito de IP)
– Em redes grandes, é difícil localizar duas máquinas
Prof. Mauro Jansen
– Em redes grandes, é difícil localizar duas máquinas
que estão com conflito de IP
– Recomendada apenas em redes pequenas
• Atribuição automática, com DHCP:
– Funciona na filosofia cliente-servidor
– Custo inicial da configuração de um servidor DHCP
Redes de Computadores
Protocolos
Prof. Mauro Jansen
Redes de Computadores
Protocolos
Protocolo DHCP: funcionamento
• O servidor DHCP mantém uma tabela com os nomes dos
diversos computadores da rede
• Atribui a eles um IP dentro de uma ou mais faixas de
endereço, configuradas pelo administrador da rede (não
são endereços aleatórios)
O servidor DHCP apenas empresta o endereço ao cliente:
Prof. Mauro Jansen
• O servidor DHCP apenas empresta o endereço ao cliente:
a renovação do endereço é de responsabilidade do cliente
– Se um computador não requisita seu endereço após um
determinado tempo, ele pode ser cedido a outro computador
Redes de Computadores
Protocolos
Mesmo com o DHCP, alguns endereços precisam realmente ser fixos,
como por exemplo o do próprio servidor DHCP e outros servidores e
dispositivos, como impressora compartilhada na rede
Protocolo DHCP: funcionamento
Computador Endereço IP
1. Micro PC03 e ligado e
pede um endereço IP
2. Servidor DHCP consulta
tabela e vê que PC03 já
obteve um IP antes, então
envia a mensagem com o
IP 192.168.0.4
Prof. Mauro Jansen
Redes de Computadores
Protocolos
Computador Endereço IP
PC01 192.168.0.2
PC02 192.168.0.3
PC03 192.168.0.4
PC04 192.168.0.5
PC05 192.168.0.6
PC06 192.168.0.7
PC07 192.168.0.8
PC08
Protocolo DHCP: funcionamento
Computador Endereço IP
1. Micro PC08 é ligado e
pede um endereço IP
2. Servidor DHCP consulta
tabela e não encontra
PC08, então, escolhe o
próximo IP na faixa e envia
para PC08: 192.168.0.9 e
atualiza a tabela
Prof. Mauro Jansen
Redes de Computadores
Protocolos
Computador Endereço IP
PC01 192.168.0.2
PC02 192.168.0.3
PC03 192.168.0.4
PC04 192.168.0.5
PC05 192.168.0.6
PC06 192.168.0.7
PC07 192.168.0.8
PC08 192.168.0.9
Protocolo DHCP: verificando na
conexão do computador
Prof. Mauro Jansen
Redes de Computadores
Protocolos
Detalhe da conexão de rede no Windows: computador
obteve o IP 10.0.2.15 do servidor DHCP 100.2.2
Protocolo SNMP
• SNMP (Simple Network Management Protocol ):
Protocolo de gerenciamento típico de redes
TCP/IP
• Facilita o intercâmbio de informações entre os
dispositivos de rede, como placas e switches
Prof. Mauro Jansen
dispositivos de rede, como placas e switches
• Possibilita ao administrador de rede:
– Gerenciar o desempenho da rede
– Encontrar e resolver eventuais problemas
– Obter dados para planejamento e expansão da rede
Redes de Computadores
Protocolos
Protocolo SNMP – estrutura de
funcionamento
Prof. Mauro Jansen
Redes de Computadores
Protocolos
Protocolo SNMP – estrutura de
funcionamento
• Agentes: são equipamentos gerenciáveis (ex: switches,
modems, impressoras, servidores, etc.)
– Contém “objetos” (informações, configurações, estatísticas)
• Gerentes: softwares de gestão de redes que permitem
ao administrador executar tarefas administrativas através
dos dados coletados
Prof. Mauro Jansen
dos dados coletados
• Mensagens: chamadas PDU (Protocol Data Units), são
usadas na comunicação entre agentes e gerentes
– GET (leitura), SET (escrita), TRAP (resposta)
• MIB (Management Information Base): banco de
informações sobre cada equipamento (temperatura,
tráfego, usuários, estatísticas, configurações, etc.)
Redes de Computadores
Protocolos
Protocolo SNMP – exemplo de
monitoramento
Prof. Mauro Jansen
Redes de Computadores
Protocolos
Protocolos da camada
de Transporte
Prof. Mauro Jansen
Redes de Computadores
Protocolos
de Transporte
Camada de
Transporte
TCP UDP
Endereços e Portas
• Já sabemos que cada computador tem um
endereço IP único na rede, porém em um
computador, podemos ter vários programas
executando ao mesmo tempo
• O recurso de portas é usado para identificar para
Prof. Mauro Jansen
• O recurso de portas é usado para identificar para
qual programa o pacote de dados é destinado
– Cada programa ou serviço recebe um número de
porta padrão
• Existem 65.536 portas TCP e 65.536 portas UDP,
numeradas de 0 a 65.535
Redes de Computadores
Protocolos
Endereços e Portas
Em uma casa ou prédio, no mesmo endereço podemos ter vários
destinatários (PORTAS):
Prof. Mauro Jansen
Redes de Computadores
Protocolos
Fonte> http://br.ccm.net/faq/12065-o-que-e-tcp-ip-como-funciona-e-para-o-que-serve
Endereços e Portas: portas mais
usadas
• As portas TCP mais usadas (well known ports)
são as portas de 0 a 1023
Porta Utilização
80 Servidores web
21 Servidores FTP
Prof. Mauro Jansen
Redes de Computadores
Protocolos
22 SSH
23 Telnet
25 SMTP
443 HTTPS
Protocolo TCP
• TCP (Transfer Control Protocol): Protocolo de controle de
transferência
• Permite dar segurança à transferência de informações e
verificar se a mesma foi bem sucedida pelo receptor, caso
contrário, envia novamente
Os dados circulam na forma de PACOTES
Prof. Mauro Jansen
• Os dados circulam na forma de PACOTES
• O TCP é orientado a conexão: mantém um diálogo entre
origem e destino enquanto empacota as informações
• Características:
– Requer negociação (“Olá, pronto para comunicar?”)
– Comunicação confiável (certifica se houve recebimento)
Redes de Computadores
Protocolos
Protocolo TCP e pacotes
• Pequena unidade de informação que é
transmitida pela rede.
• Qualquer mensagem (e-mail, páginas, arquivos)
que é transmitida pela rede é enviada, na
verdade, dividida em pequenos pedaços,
Prof. Mauro Jansen
verdade, dividida em pequenos pedaços,
chamados pacotes.
Informática Básica –
Internet31
TCP: Estrutura do pacote TCP
Prof. Mauro Jansen
Redes de Computadores
Protocolos
https://pt.wikibooks.org/wiki/Redes_de_computadores/Protocolo_TCP
Protocolo TCP: funcionamento
• Envio:
– Verifica se o destinatário está pronto para receber os dados
– Divide os dados em pacotes e compacta-os
– Enumera os pacotes
– Envia
Recebimento:
Prof. Mauro Jansen
• Recebimento:
– Recebe
– Verifica se pacotes chegaram bem
– Se houve falha, reclama os pacotes que não chegaram
– Reune os pacotes antes de entregá-los aos softwares
– Avisa que recebeu, para que o remetente saiba que os dados
chegaram direitinho
Redes de Computadores
Protocolos
Protocolo TCP: exemplo
Prof. Mauro Jansen
Redes de Computadores
Protocolos
Fonte> http://br.ccm.net/faq/12065-o-que-e-tcp-ip-como-funciona-e-para-o-que-serve
Protocolo UDP
• UDP (User Datagram Protocol): protocolo de datagrama
do usuário
• Protocolo simples que oferece às aplicações um serviço
básico de entrega de pacotes
• Não orientado a conexão
Prof. Mauro Jansen
• Coloca a mensagem recebidas da camada de aplicação
dentro de um segmento (pacote UDP) usando números
de porta para identificar as aplicações:
• Não garante comunicação confiável
– Não controla a ordem em que os segmentos chegarão
– Não oferece garantia de que chegarão
– Não certifica se houve recebimento
Redes de Computadores
Protocolos
Protocolo UDP: estrutura do
pacote (datagrama) UDP
Porta de origem Porta de destino
Comprimento da mensagem Checksum
Dados
Prof. Mauro Jansen
Redes de Computadores
Protocolos
Protocolo UDP: exemplo
Prof. Mauro Jansen
Redes de Computadores
Protocolos
Protocolos da camada
de Internet
Prof. Mauro Jansen
Redes de Computadores
Protocolos
de Internet
IP (v4)Camada de Internet
ARP PPPSLIP
IGMPICMP
RARP
Protocolo IP (Internet Protocol)
• Responsável pelo endereçamento do pacote a ser
transmitido, adicionando ao mesmo um
cabeçalho que permite o roteamento do pacote
pela rede
• O cabeçalho contém:
Prof. Mauro Jansen
• O cabeçalho contém:
– Endereço IP de origem e de destino
– Identificador de protocolo
– CRC: valor calculado para verificação de erros
– TTL (Time to Live): indica o tempo em segundos que o
pacote poderá permanecer na rede, evitando loop
infinito no tráfego de rede
Redes de Computadores
Protocolos
Protocolo ICMP
• ICMP (Internet Control Message Protocol):
protocolo de mensagem de controle
• Trabalha em conjunto com o IP
• Serve para enviar mensagens para
Prof. Mauro Jansen
• Serve para enviar mensagens para
responder a pacotes e informações que
não foram entregues corretamente
• Após receber uma mensagem ICMP, o
emissor envia novamente o pacote de
dados não recebido
Redes de Computadores
Protocolos
Protocolo ARP
• ARP (Address Resolution Protocol): Protocolo de
resolução de endereços
• Responsável pelo mapeamento entre endereços
lógicos (endereços IP) e endereços físicos
(endereços MAC)
Prof. Mauro Jansen
(endereços MAC)
• No TCP/IP as referências aos endereços das
estações são feitas usando endereços IP
– O endereço físico do destinatário é descoberto
dinamicamente pelo transmissor antes de efetuar a
comunicação, usando o protocolo ARP
Redes de Computadores
Protocolos
Protocolo ARP: funcionamento
Prof. Mauro Jansen
Redes de Computadores
Protocolos
Protocolo ARP: programa arp
• Programa disponível na maioria dos SO de rede que
permite visualizar a tabela ARP utilizada pelo protocolo IP
para identificar o endereço físico do computador destino
• É executado na janela de linha de comando (prompt de
comando do Windoes ou terminal no Linux). Ex.:
Prof. Mauro Jansen
Redes de Computadores
Protocolos
mauro@mauro-Lenovo-G460 ~ $ arp -a
? (10.3.2.2) em 64:51:06:62:bb:bf [ether] em wlan0
? (10.3.2.1) em 00:00:5e:00:01:04 [ether] em wlan0
? (10.3.2.37) em 6c:71:d9:1b:24:10 [ether] em wlan0
mauro@mauro-Lenovo-G460 ~ $
Protocolo RARP
• RARP (Reverse Address Resolution
Protocol)
• Permite algo inverso ao ARP: encontrar
uma rede Ethernet que corresponda a um
Prof. Mauro Jansen
uma rede Ethernet que corresponda a um
determinado IP
• Ex: estação de trabalho sem disco rígido
(estação diskless) é inicializadaResolve o
problema de
Redes de Computadores
Protocolos
FIM
Prof. Mauro Jansen
Redes de Computadores
Protocolos 45
FIM

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Redes I - 1.Introdução às Redes de Comunicação de Dados
Redes I - 1.Introdução às Redes de Comunicação de DadosRedes I - 1.Introdução às Redes de Comunicação de Dados
Redes I - 1.Introdução às Redes de Comunicação de Dados
Mauro Tapajós
 
Redes de computadores
Redes de computadoresRedes de computadores
Redes de computadores
Jakson Silva
 
Arquitetura de Redes de Computadores
 Arquitetura de Redes de Computadores Arquitetura de Redes de Computadores
Arquitetura de Redes de Computadores
Ana Julia F Alves Ferreira
 
Redes de Computadores
Redes de Computadores Redes de Computadores
Redes de Computadores
claudioatx
 
Projeto final instalação e configuração de redes locais
Projeto final  instalação e configuração de redes locaisProjeto final  instalação e configuração de redes locais
Projeto final instalação e configuração de redes locais
MarcoSoaresGI
 
Aula 6 - Redes de Computadores A - Endereçamento IP
Aula 6 - Redes de Computadores A - Endereçamento IPAula 6 - Redes de Computadores A - Endereçamento IP
Aula 6 - Redes de Computadores A - Endereçamento IP
Filipo Mór
 
49778140 projeto-de-rede
49778140 projeto-de-rede49778140 projeto-de-rede
49778140 projeto-de-rede
Marco Guimarães
 
Equipamentos de Rede
Equipamentos de RedeEquipamentos de Rede
Equipamentos de Rede
Ana Julia F Alves Ferreira
 
Rede de computadores
Rede de computadoresRede de computadores
Rede de computadores
Jairo Soares Dolores Mosca
 
Redes de Computadores
Redes de ComputadoresRedes de Computadores
Redes de Computadores
Elaine Cecília Gatto
 
1ª aula sistema operacional
1ª aula  sistema operacional1ª aula  sistema operacional
1ª aula sistema operacional
João Freire Abramowicz
 
Redes de computadores 2 - Aula 6 - DNS, DHCP
Redes de computadores 2 - Aula 6 - DNS, DHCPRedes de computadores 2 - Aula 6 - DNS, DHCP
Redes de computadores 2 - Aula 6 - DNS, DHCP
Cleber Fonseca
 
Calculo de endereço ip
Calculo de endereço ipCalculo de endereço ip
Calculo de endereço ip
Marcelo Vicente Freire Alves
 
Componentes de uma Rede de computadores
Componentes de uma Rede de computadoresComponentes de uma Rede de computadores
Componentes de uma Rede de computadores
Felipe Silva
 
Comunicação de dados - Módulo 1
Comunicação de dados - Módulo 1Comunicação de dados - Módulo 1
Comunicação de dados - Módulo 1
Luis Ferreira
 
Projeto de Rede Local (LAN)
Projeto de Rede Local (LAN)Projeto de Rede Local (LAN)
Projeto de Rede Local (LAN)
Ferramentas Didáticas
 
Protocolos de Redes
Protocolos de RedesProtocolos de Redes
Protocolos de Redes
Wellington Oliveira
 
Redes 2 padronização e arquitetura de redes
Redes 2 padronização e arquitetura de redesRedes 2 padronização e arquitetura de redes
Redes 2 padronização e arquitetura de redes
Mauro Pereira
 
Introdução aos Serviços de Rede
Introdução aos Serviços de RedeIntrodução aos Serviços de Rede
Introdução aos Serviços de Rede
Natanael Simões
 
Apostila packet tracer 5.3
Apostila packet tracer 5.3Apostila packet tracer 5.3
Apostila packet tracer 5.3
Jakson Silva
 

Mais procurados (20)

Redes I - 1.Introdução às Redes de Comunicação de Dados
Redes I - 1.Introdução às Redes de Comunicação de DadosRedes I - 1.Introdução às Redes de Comunicação de Dados
Redes I - 1.Introdução às Redes de Comunicação de Dados
 
Redes de computadores
Redes de computadoresRedes de computadores
Redes de computadores
 
Arquitetura de Redes de Computadores
 Arquitetura de Redes de Computadores Arquitetura de Redes de Computadores
Arquitetura de Redes de Computadores
 
Redes de Computadores
Redes de Computadores Redes de Computadores
Redes de Computadores
 
Projeto final instalação e configuração de redes locais
Projeto final  instalação e configuração de redes locaisProjeto final  instalação e configuração de redes locais
Projeto final instalação e configuração de redes locais
 
Aula 6 - Redes de Computadores A - Endereçamento IP
Aula 6 - Redes de Computadores A - Endereçamento IPAula 6 - Redes de Computadores A - Endereçamento IP
Aula 6 - Redes de Computadores A - Endereçamento IP
 
49778140 projeto-de-rede
49778140 projeto-de-rede49778140 projeto-de-rede
49778140 projeto-de-rede
 
Equipamentos de Rede
Equipamentos de RedeEquipamentos de Rede
Equipamentos de Rede
 
Rede de computadores
Rede de computadoresRede de computadores
Rede de computadores
 
Redes de Computadores
Redes de ComputadoresRedes de Computadores
Redes de Computadores
 
1ª aula sistema operacional
1ª aula  sistema operacional1ª aula  sistema operacional
1ª aula sistema operacional
 
Redes de computadores 2 - Aula 6 - DNS, DHCP
Redes de computadores 2 - Aula 6 - DNS, DHCPRedes de computadores 2 - Aula 6 - DNS, DHCP
Redes de computadores 2 - Aula 6 - DNS, DHCP
 
Calculo de endereço ip
Calculo de endereço ipCalculo de endereço ip
Calculo de endereço ip
 
Componentes de uma Rede de computadores
Componentes de uma Rede de computadoresComponentes de uma Rede de computadores
Componentes de uma Rede de computadores
 
Comunicação de dados - Módulo 1
Comunicação de dados - Módulo 1Comunicação de dados - Módulo 1
Comunicação de dados - Módulo 1
 
Projeto de Rede Local (LAN)
Projeto de Rede Local (LAN)Projeto de Rede Local (LAN)
Projeto de Rede Local (LAN)
 
Protocolos de Redes
Protocolos de RedesProtocolos de Redes
Protocolos de Redes
 
Redes 2 padronização e arquitetura de redes
Redes 2 padronização e arquitetura de redesRedes 2 padronização e arquitetura de redes
Redes 2 padronização e arquitetura de redes
 
Introdução aos Serviços de Rede
Introdução aos Serviços de RedeIntrodução aos Serviços de Rede
Introdução aos Serviços de Rede
 
Apostila packet tracer 5.3
Apostila packet tracer 5.3Apostila packet tracer 5.3
Apostila packet tracer 5.3
 

Destaque

Ventjas y desventajas de issuu y scribd
Ventjas y desventajas de issuu y scribd Ventjas y desventajas de issuu y scribd
Ventjas y desventajas de issuu y scribd
juliana cely
 
Tetralogia de Fallot Resumo
Tetralogia de Fallot ResumoTetralogia de Fallot Resumo
Tetralogia de Fallot Resumo
Neuzelito Filho
 
Pares craneales 1 6
Pares craneales 1 6Pares craneales 1 6
Pares craneales 1 6
karenkortright
 
Contribuição dos santuários para a evangelização
Contribuição dos santuários para a evangelizaçãoContribuição dos santuários para a evangelização
Contribuição dos santuários para a evangelização
Afonso Murad (FAJE)
 
Modern georgia powerpoint
Modern georgia powerpointModern georgia powerpoint
Modern georgia powerpoint
Mariah Brown
 
Martin heidgger
Martin heidggerMartin heidgger
Martin heidgger
karenkortright
 
Katalis Media: Passion & Ideas
Katalis Media: Passion & IdeasKatalis Media: Passion & Ideas
Katalis Media: Passion & Ideas
Johan Setiawan
 
CÔNG NGHIỆP HỖ TRỢ NGÀNH XÂY DỰNG DÂN DỤNG Ở VIỆT NAM
CÔNG NGHIỆP HỖ TRỢ NGÀNH XÂY DỰNG DÂN DỤNG Ở VIỆT NAMCÔNG NGHIỆP HỖ TRỢ NGÀNH XÂY DỰNG DÂN DỤNG Ở VIỆT NAM
CÔNG NGHIỆP HỖ TRỢ NGÀNH XÂY DỰNG DÂN DỤNG Ở VIỆT NAM
thaoptneu
 
Aromalampe
AromalampeAromalampe
Aromalampe
raumduefte24
 
Estrabismo
EstrabismoEstrabismo
Estrabismo
karenkortright
 
НЕЗЛАМНИЙ КРИВИЙ РІГ
НЕЗЛАМНИЙ КРИВИЙ РІГНЕЗЛАМНИЙ КРИВИЙ РІГ
НЕЗЛАМНИЙ КРИВИЙ РІГ
dzschool026
 
Trening w hokeju na lodzie
Trening w hokeju na lodzieTrening w hokeju na lodzie
Trening w hokeju na lodzie
Technomex
 

Destaque (12)

Ventjas y desventajas de issuu y scribd
Ventjas y desventajas de issuu y scribd Ventjas y desventajas de issuu y scribd
Ventjas y desventajas de issuu y scribd
 
Tetralogia de Fallot Resumo
Tetralogia de Fallot ResumoTetralogia de Fallot Resumo
Tetralogia de Fallot Resumo
 
Pares craneales 1 6
Pares craneales 1 6Pares craneales 1 6
Pares craneales 1 6
 
Contribuição dos santuários para a evangelização
Contribuição dos santuários para a evangelizaçãoContribuição dos santuários para a evangelização
Contribuição dos santuários para a evangelização
 
Modern georgia powerpoint
Modern georgia powerpointModern georgia powerpoint
Modern georgia powerpoint
 
Martin heidgger
Martin heidggerMartin heidgger
Martin heidgger
 
Katalis Media: Passion & Ideas
Katalis Media: Passion & IdeasKatalis Media: Passion & Ideas
Katalis Media: Passion & Ideas
 
CÔNG NGHIỆP HỖ TRỢ NGÀNH XÂY DỰNG DÂN DỤNG Ở VIỆT NAM
CÔNG NGHIỆP HỖ TRỢ NGÀNH XÂY DỰNG DÂN DỤNG Ở VIỆT NAMCÔNG NGHIỆP HỖ TRỢ NGÀNH XÂY DỰNG DÂN DỤNG Ở VIỆT NAM
CÔNG NGHIỆP HỖ TRỢ NGÀNH XÂY DỰNG DÂN DỤNG Ở VIỆT NAM
 
Aromalampe
AromalampeAromalampe
Aromalampe
 
Estrabismo
EstrabismoEstrabismo
Estrabismo
 
НЕЗЛАМНИЙ КРИВИЙ РІГ
НЕЗЛАМНИЙ КРИВИЙ РІГНЕЗЛАМНИЙ КРИВИЙ РІГ
НЕЗЛАМНИЙ КРИВИЙ РІГ
 
Trening w hokeju na lodzie
Trening w hokeju na lodzieTrening w hokeju na lodzie
Trening w hokeju na lodzie
 

Semelhante a Redes 3 protocolos

funcionamento da internet
funcionamento da internetfuncionamento da internet
funcionamento da internet
Marco Pinheiro
 
Unidade1ainternet 110928173442-phpapp02
Unidade1ainternet 110928173442-phpapp02Unidade1ainternet 110928173442-phpapp02
Unidade1ainternet 110928173442-phpapp02
DP7
 
Redes de computadores II - 5.Serviços em Redes TCP/IP
Redes de computadores II - 5.Serviços em Redes TCP/IPRedes de computadores II - 5.Serviços em Redes TCP/IP
Redes de computadores II - 5.Serviços em Redes TCP/IP
Mauro Tapajós
 
Redes aula 1
Redes   aula 1Redes   aula 1
Aula01 - protocolos da camada de aplicação
Aula01 - protocolos da camada de aplicaçãoAula01 - protocolos da camada de aplicação
Aula01 - protocolos da camada de aplicação
Carlos Veiga
 
Rede mundial de computadores
Rede mundial de computadoresRede mundial de computadores
Rede mundial de computadores
Clayton de Almeida Souza
 
Definições E Correlações Dhcp dns smtp e ntp
Definições E Correlações Dhcp dns smtp e ntpDefinições E Correlações Dhcp dns smtp e ntp
Definições E Correlações Dhcp dns smtp e ntp
Rogleison Rabelo, ITIL ISO
 
Apostila internet
Apostila internetApostila internet
Apostila internet
Marcia Araujo
 
Mini Curso - Redes de Computadores
Mini Curso - Redes de ComputadoresMini Curso - Redes de Computadores
Mini Curso - Redes de Computadores
Fabio Augusto Oliveira
 
Protocolos de aplicação
Protocolos de aplicaçãoProtocolos de aplicação
Protocolos de aplicação
Joel Saramago
 
Aula2 protocolos
Aula2 protocolosAula2 protocolos
Aula2 protocolos
Marcos Cozatti
 
Redes de computadores slides
Redes de computadores   slidesRedes de computadores   slides
Redes de computadores slides
Fundação Cearense de Pesquisa e Cultura
 
Desenho da rede
Desenho da redeDesenho da rede
Desenho da rede
H P
 
Dns Dhcp Proxy Server1
Dns Dhcp Proxy Server1Dns Dhcp Proxy Server1
Dns Dhcp Proxy Server1
Licínio Rocha
 
Internet
InternetInternet
Internet
Rita Galrito
 
[Antero Jesus] Principais Protocolos de Rede
[Antero Jesus] Principais Protocolos de Rede[Antero Jesus] Principais Protocolos de Rede
[Antero Jesus] Principais Protocolos de Rede
ajtr98
 
Principais protocolos de rede
Principais protocolos de redePrincipais protocolos de rede
Principais protocolos de rede
Antero Jesus Jackson
 
Aula1 protocolos
Aula1 protocolosAula1 protocolos
Aula1 protocolos
Marcos Cozatti
 
Aula1 protocolos
Aula1 protocolosAula1 protocolos
Aula1 protocolos
Marcos Cozatti
 
Glossário
GlossárioGlossário
Glossário
guerner
 

Semelhante a Redes 3 protocolos (20)

funcionamento da internet
funcionamento da internetfuncionamento da internet
funcionamento da internet
 
Unidade1ainternet 110928173442-phpapp02
Unidade1ainternet 110928173442-phpapp02Unidade1ainternet 110928173442-phpapp02
Unidade1ainternet 110928173442-phpapp02
 
Redes de computadores II - 5.Serviços em Redes TCP/IP
Redes de computadores II - 5.Serviços em Redes TCP/IPRedes de computadores II - 5.Serviços em Redes TCP/IP
Redes de computadores II - 5.Serviços em Redes TCP/IP
 
Redes aula 1
Redes   aula 1Redes   aula 1
Redes aula 1
 
Aula01 - protocolos da camada de aplicação
Aula01 - protocolos da camada de aplicaçãoAula01 - protocolos da camada de aplicação
Aula01 - protocolos da camada de aplicação
 
Rede mundial de computadores
Rede mundial de computadoresRede mundial de computadores
Rede mundial de computadores
 
Definições E Correlações Dhcp dns smtp e ntp
Definições E Correlações Dhcp dns smtp e ntpDefinições E Correlações Dhcp dns smtp e ntp
Definições E Correlações Dhcp dns smtp e ntp
 
Apostila internet
Apostila internetApostila internet
Apostila internet
 
Mini Curso - Redes de Computadores
Mini Curso - Redes de ComputadoresMini Curso - Redes de Computadores
Mini Curso - Redes de Computadores
 
Protocolos de aplicação
Protocolos de aplicaçãoProtocolos de aplicação
Protocolos de aplicação
 
Aula2 protocolos
Aula2 protocolosAula2 protocolos
Aula2 protocolos
 
Redes de computadores slides
Redes de computadores   slidesRedes de computadores   slides
Redes de computadores slides
 
Desenho da rede
Desenho da redeDesenho da rede
Desenho da rede
 
Dns Dhcp Proxy Server1
Dns Dhcp Proxy Server1Dns Dhcp Proxy Server1
Dns Dhcp Proxy Server1
 
Internet
InternetInternet
Internet
 
[Antero Jesus] Principais Protocolos de Rede
[Antero Jesus] Principais Protocolos de Rede[Antero Jesus] Principais Protocolos de Rede
[Antero Jesus] Principais Protocolos de Rede
 
Principais protocolos de rede
Principais protocolos de redePrincipais protocolos de rede
Principais protocolos de rede
 
Aula1 protocolos
Aula1 protocolosAula1 protocolos
Aula1 protocolos
 
Aula1 protocolos
Aula1 protocolosAula1 protocolos
Aula1 protocolos
 
Glossário
GlossárioGlossário
Glossário
 

Mais de Mauro Pereira

Programação Web - CSS
Programação Web - CSSProgramação Web - CSS
Programação Web - CSS
Mauro Pereira
 
Redes 7 ferramentas para montagem de redes
Redes 7 ferramentas para montagem de redesRedes 7 ferramentas para montagem de redes
Redes 7 ferramentas para montagem de redes
Mauro Pereira
 
Exercicio introducao a arquitetura de computadores
Exercicio    introducao a arquitetura de computadoresExercicio    introducao a arquitetura de computadores
Exercicio introducao a arquitetura de computadores
Mauro Pereira
 
Introdução à Arquitetura de Computadores
Introdução à Arquitetura de ComputadoresIntrodução à Arquitetura de Computadores
Introdução à Arquitetura de Computadores
Mauro Pereira
 
Sistemas de Numeracao
Sistemas de NumeracaoSistemas de Numeracao
Sistemas de Numeracao
Mauro Pereira
 
Lógica binária, potas lógicas e circuitos lógicos
Lógica binária, potas lógicas e circuitos lógicosLógica binária, potas lógicas e circuitos lógicos
Lógica binária, potas lógicas e circuitos lógicos
Mauro Pereira
 
Trabalho para nota da etapa 2 2017.1
Trabalho para nota da etapa 2 2017.1Trabalho para nota da etapa 2 2017.1
Trabalho para nota da etapa 2 2017.1
Mauro Pereira
 
Redes 6 equipamentos ativos da rede
Redes 6 equipamentos ativos da redeRedes 6 equipamentos ativos da rede
Redes 6 equipamentos ativos da rede
Mauro Pereira
 
6 softwares de manutenção
6 softwares de manutenção6 softwares de manutenção
6 softwares de manutenção
Mauro Pereira
 
4.1 softwares e configurações importantes
4.1 softwares e configurações importantes4.1 softwares e configurações importantes
4.1 softwares e configurações importantes
Mauro Pereira
 
Redes padroes e cabeamento
Redes padroes e cabeamentoRedes padroes e cabeamento
Redes padroes e cabeamento
Mauro Pereira
 
Trabalho para nota da etapa 2 2015.2
Trabalho para nota da etapa 2 2015.2Trabalho para nota da etapa 2 2015.2
Trabalho para nota da etapa 2 2015.2
Mauro Pereira
 
Exercicio 1 - conceitos camadas e protocolos
Exercicio 1 - conceitos camadas e protocolosExercicio 1 - conceitos camadas e protocolos
Exercicio 1 - conceitos camadas e protocolos
Mauro Pereira
 
Guia prático para criar algoritmos
Guia prático para criar algoritmosGuia prático para criar algoritmos
Guia prático para criar algoritmos
Mauro Pereira
 
Exercicio 2 endereços, dispositivos, internet-intranet-extranet, padroes, c...
Exercicio 2   endereços, dispositivos, internet-intranet-extranet, padroes, c...Exercicio 2   endereços, dispositivos, internet-intranet-extranet, padroes, c...
Exercicio 2 endereços, dispositivos, internet-intranet-extranet, padroes, c...
Mauro Pereira
 
Microprocessadores ii arquitetura
Microprocessadores ii arquiteturaMicroprocessadores ii arquitetura
Microprocessadores ii arquitetura
Mauro Pereira
 
Microprocessadores ii revisão de linguagem de programação (parte2)
Microprocessadores ii revisão de linguagem de programação (parte2)Microprocessadores ii revisão de linguagem de programação (parte2)
Microprocessadores ii revisão de linguagem de programação (parte2)
Mauro Pereira
 
Linguagem c parte 2
Linguagem c parte 2Linguagem c parte 2
Linguagem c parte 2
Mauro Pereira
 
Linguagem c parte 1
Linguagem c parte 1Linguagem c parte 1
Linguagem c parte 1
Mauro Pereira
 
Guia para traducao algoritmos x l ps
Guia para traducao algoritmos x l psGuia para traducao algoritmos x l ps
Guia para traducao algoritmos x l ps
Mauro Pereira
 

Mais de Mauro Pereira (20)

Programação Web - CSS
Programação Web - CSSProgramação Web - CSS
Programação Web - CSS
 
Redes 7 ferramentas para montagem de redes
Redes 7 ferramentas para montagem de redesRedes 7 ferramentas para montagem de redes
Redes 7 ferramentas para montagem de redes
 
Exercicio introducao a arquitetura de computadores
Exercicio    introducao a arquitetura de computadoresExercicio    introducao a arquitetura de computadores
Exercicio introducao a arquitetura de computadores
 
Introdução à Arquitetura de Computadores
Introdução à Arquitetura de ComputadoresIntrodução à Arquitetura de Computadores
Introdução à Arquitetura de Computadores
 
Sistemas de Numeracao
Sistemas de NumeracaoSistemas de Numeracao
Sistemas de Numeracao
 
Lógica binária, potas lógicas e circuitos lógicos
Lógica binária, potas lógicas e circuitos lógicosLógica binária, potas lógicas e circuitos lógicos
Lógica binária, potas lógicas e circuitos lógicos
 
Trabalho para nota da etapa 2 2017.1
Trabalho para nota da etapa 2 2017.1Trabalho para nota da etapa 2 2017.1
Trabalho para nota da etapa 2 2017.1
 
Redes 6 equipamentos ativos da rede
Redes 6 equipamentos ativos da redeRedes 6 equipamentos ativos da rede
Redes 6 equipamentos ativos da rede
 
6 softwares de manutenção
6 softwares de manutenção6 softwares de manutenção
6 softwares de manutenção
 
4.1 softwares e configurações importantes
4.1 softwares e configurações importantes4.1 softwares e configurações importantes
4.1 softwares e configurações importantes
 
Redes padroes e cabeamento
Redes padroes e cabeamentoRedes padroes e cabeamento
Redes padroes e cabeamento
 
Trabalho para nota da etapa 2 2015.2
Trabalho para nota da etapa 2 2015.2Trabalho para nota da etapa 2 2015.2
Trabalho para nota da etapa 2 2015.2
 
Exercicio 1 - conceitos camadas e protocolos
Exercicio 1 - conceitos camadas e protocolosExercicio 1 - conceitos camadas e protocolos
Exercicio 1 - conceitos camadas e protocolos
 
Guia prático para criar algoritmos
Guia prático para criar algoritmosGuia prático para criar algoritmos
Guia prático para criar algoritmos
 
Exercicio 2 endereços, dispositivos, internet-intranet-extranet, padroes, c...
Exercicio 2   endereços, dispositivos, internet-intranet-extranet, padroes, c...Exercicio 2   endereços, dispositivos, internet-intranet-extranet, padroes, c...
Exercicio 2 endereços, dispositivos, internet-intranet-extranet, padroes, c...
 
Microprocessadores ii arquitetura
Microprocessadores ii arquiteturaMicroprocessadores ii arquitetura
Microprocessadores ii arquitetura
 
Microprocessadores ii revisão de linguagem de programação (parte2)
Microprocessadores ii revisão de linguagem de programação (parte2)Microprocessadores ii revisão de linguagem de programação (parte2)
Microprocessadores ii revisão de linguagem de programação (parte2)
 
Linguagem c parte 2
Linguagem c parte 2Linguagem c parte 2
Linguagem c parte 2
 
Linguagem c parte 1
Linguagem c parte 1Linguagem c parte 1
Linguagem c parte 1
 
Guia para traducao algoritmos x l ps
Guia para traducao algoritmos x l psGuia para traducao algoritmos x l ps
Guia para traducao algoritmos x l ps
 

Redes 3 protocolos

  • 1. Redes de Computadores Professor: Mauro Jansen Redes de Computadores Protocolos de comunicação de dados
  • 2. Objetivos Conhecer o conceito e aplicação de protocolos Conhecer os protocolos existentes e sua relação com as camadas do modelo OSI Prof. Mauro Jansen Redes de Computadores Protocolos 2 relação com as camadas do modelo OSI
  • 3. Protocolos de comunicação de dados Prof. Mauro Jansen Redes de Computadores Protocolos 3 comunicação de dados
  • 4. Protocolo de comunicação de dados • Segundo Torres (2004), protocolo é uma “linguagem” usada pelos dispositivos de rede de modo que eles consigam se entender, isto é, trocar informações entre si. • Um protocolo é um conjunto de regras que Prof. Mauro Jansen • Um protocolo é um conjunto de regras que governa a comunicação de dados (FOROUZAN, 2006). Redes de Computadores Protocolos
  • 5. Protocolos: analogia com a comunicação oral Possíveis “protocolos” para comunicação: - Idioma inglês Prof. Mauro Jansen Redes de Computadores Protocolos João Fala: português, inglês Fujiro Nakombi Fala: chinês, inglês - Idioma inglês - Gestos e sinais
  • 6. Protocolos • Assim como existem várias línguas no mundo, na informática há diversos protocolos • São esses protocolos que permitem a diferentes dispositivos comunicar-se através da rede • Na prática a maioria dos protocolos são Prof. Mauro Jansen • Na prática a maioria dos protocolos são softwares que já vêm incorporados ou são instalados no sistema operacional de rede • Estudaremos os protocolos localizando-os com base nas camadas do padrão TCP/IP Redes de Computadores Protocolos
  • 7. Pilha de protocolos TCP/IP DHCPFTP SMTP Camada de Aplicação SNMPDNS RIP Camada de Transporte TCP UDP HTTP Camadas TCP/IP Protocolos Prof. Mauro Jansen Redes de Computadores Protocolos IP (v4)Camada de Internet ARP PPPSLIP IGMPICMP Camada de Rede Ethernet Frame Relay ATM
  • 8. Protocolos da camada de aplicação Prof. Mauro Jansen Redes de Computadores Protocolos DHCPFTP SMTP Camada de Aplicação SNMPDNS RIPHTTP de aplicação
  • 9. Protocolo HTTP • HTTP (Hipertext Transfer Protocol): protocolo de transferência de hipertexto • Protocolo padrão da web, que hoje oferece conteúdo misto de texto, gráficos, som e vídeo • O hipertexto é caracterizado pelo conteúdo misto Prof. Mauro Jansen • O hipertexto é caracterizado pelo conteúdo misto acima descrito interligado através de links • O HTTP roda sobre o TCP/IP, portanto ao acessar uma página estamos usando HTTP, TCP/IP, a rede local e a internet Redes de Computadores Protocolos
  • 10. Protocolo HTTP: hipertexto Prof. Mauro Jansen Redes de Computadores Protocolos
  • 11. Protocolo FTP • FTP (FileTransfer Protocol): protocolo de transferência de arquivos • Protocolo ou serviço antigo e bastante utilizada de transferência de arquivos entre dois computadores • Embora seu uso tenha diminuído, com serviços na “nuvem” como DropBox e Google Drive, ainda é usado por empresas e sites de hospedagem Prof. Mauro Jansen • Variantes: – FTPS (Secure File Transfer Protocol): protocolo FTP com uma camada SSL para segurança, ou seja é o FTP com certificado – SFTP (SSH File Transfer Protocol): é uma extensão de um outro protocolo, o SSH (Secure Shell) que permite a conexão/transferência de dados remotamente com a vantagem da criptografia na conexão entre o cliente e o servidor Redes de Computadores Protocolos
  • 12. Protocolo SMTP • SMTP (Simple Mail Transfer Protocol ): protocolo de transferência de e-mail simples • Protocolo padrão para envio de e-mails através da internet • É um protocolo de texto simples Prof. Mauro Jansen • É um protocolo de texto simples • Recebe um ou mais destinatários de uma mensagem, que são validados, e depois envia a mensagem • Usa a porta 587 (antiga 25) Redes de Computadores Protocolos
  • 13. Protocolo DNS • DNS (Domain Name System): Sistema de Nomes de Domínio • Faz a correspondência entre nomes de servidores (ex: www.ifma.edu.br ) e o respectivo endereço IP ( ex: 200.137.128.53 ) Prof. Mauro Jansen Redes de Computadores Protocolos CLIENTE Servidor DNS Quem é ifma.edu.br? 200.137.128.53
  • 14. Protocolo DNS: cooperação entre servidores • Fica localizado em um servidor, que pode ser dedicado ou não a esse serviço • Quando um servidor DNS não conhece um endereço, pergunta a outros servidores DNS até descobrir 3) Quao o DNS e IP p/2) Não tenho o IP de Servidor Prof. Mauro Jansen Redes de Computadores Protocolos IP p/ ifma.edu.br? CLIENTE Servidor DNS 1) Quem é ifma.edu.br? 8)O IP de ifma.edu.br é 200.137.128.53 2) Não tenho o IP de www.ifma.edu.br. Deixe-me procurar um servidor DNS para ifma.edu.br Servidor DNS “.edu.br” Servidor DNS “ifma.edu.br 4) O DNS p/ ifma.edu.br é net1.com.br e seu IP é 1.1.1.254 5) Qual o IP p/ ifma.edu.br? 6) O IP de ifma.edu.br é 200.137.128.53 7) Vou guardar o IP de ifma.edu.br como 200.137.128.53
  • 15. Protocolo DHCP • DHCP (Dynamic Host Configuration Protocol): Protocolo de configuração dinâmica de estações • Responsável pela configuração dinâmica de endereços IP em uma rede – Atribui endereços IP quando um computador é Prof. Mauro Jansen – Atribui endereços IP quando um computador é inicializado ou conectado a uma rede • Formas pelas quais podemos atribuir endereços IP aos computadores: – Manual: em cada computador, nas configurações de rede – Automática: usando o protocolo DHCP Redes de Computadores Protocolos
  • 16. Endereços IP: atribuição manual ou automática com DHCP? • Atribuição manual de endereços: – Cada computador deve ter um IP único – Trabalhosa e pode ser demorada – Risco de duplicação indesejada de IP’s (conflito de IP) – Em redes grandes, é difícil localizar duas máquinas Prof. Mauro Jansen – Em redes grandes, é difícil localizar duas máquinas que estão com conflito de IP – Recomendada apenas em redes pequenas • Atribuição automática, com DHCP: – Funciona na filosofia cliente-servidor – Custo inicial da configuração de um servidor DHCP Redes de Computadores Protocolos
  • 17. Prof. Mauro Jansen Redes de Computadores Protocolos
  • 18. Protocolo DHCP: funcionamento • O servidor DHCP mantém uma tabela com os nomes dos diversos computadores da rede • Atribui a eles um IP dentro de uma ou mais faixas de endereço, configuradas pelo administrador da rede (não são endereços aleatórios) O servidor DHCP apenas empresta o endereço ao cliente: Prof. Mauro Jansen • O servidor DHCP apenas empresta o endereço ao cliente: a renovação do endereço é de responsabilidade do cliente – Se um computador não requisita seu endereço após um determinado tempo, ele pode ser cedido a outro computador Redes de Computadores Protocolos Mesmo com o DHCP, alguns endereços precisam realmente ser fixos, como por exemplo o do próprio servidor DHCP e outros servidores e dispositivos, como impressora compartilhada na rede
  • 19. Protocolo DHCP: funcionamento Computador Endereço IP 1. Micro PC03 e ligado e pede um endereço IP 2. Servidor DHCP consulta tabela e vê que PC03 já obteve um IP antes, então envia a mensagem com o IP 192.168.0.4 Prof. Mauro Jansen Redes de Computadores Protocolos Computador Endereço IP PC01 192.168.0.2 PC02 192.168.0.3 PC03 192.168.0.4 PC04 192.168.0.5 PC05 192.168.0.6 PC06 192.168.0.7 PC07 192.168.0.8 PC08
  • 20. Protocolo DHCP: funcionamento Computador Endereço IP 1. Micro PC08 é ligado e pede um endereço IP 2. Servidor DHCP consulta tabela e não encontra PC08, então, escolhe o próximo IP na faixa e envia para PC08: 192.168.0.9 e atualiza a tabela Prof. Mauro Jansen Redes de Computadores Protocolos Computador Endereço IP PC01 192.168.0.2 PC02 192.168.0.3 PC03 192.168.0.4 PC04 192.168.0.5 PC05 192.168.0.6 PC06 192.168.0.7 PC07 192.168.0.8 PC08 192.168.0.9
  • 21. Protocolo DHCP: verificando na conexão do computador Prof. Mauro Jansen Redes de Computadores Protocolos Detalhe da conexão de rede no Windows: computador obteve o IP 10.0.2.15 do servidor DHCP 100.2.2
  • 22. Protocolo SNMP • SNMP (Simple Network Management Protocol ): Protocolo de gerenciamento típico de redes TCP/IP • Facilita o intercâmbio de informações entre os dispositivos de rede, como placas e switches Prof. Mauro Jansen dispositivos de rede, como placas e switches • Possibilita ao administrador de rede: – Gerenciar o desempenho da rede – Encontrar e resolver eventuais problemas – Obter dados para planejamento e expansão da rede Redes de Computadores Protocolos
  • 23. Protocolo SNMP – estrutura de funcionamento Prof. Mauro Jansen Redes de Computadores Protocolos
  • 24. Protocolo SNMP – estrutura de funcionamento • Agentes: são equipamentos gerenciáveis (ex: switches, modems, impressoras, servidores, etc.) – Contém “objetos” (informações, configurações, estatísticas) • Gerentes: softwares de gestão de redes que permitem ao administrador executar tarefas administrativas através dos dados coletados Prof. Mauro Jansen dos dados coletados • Mensagens: chamadas PDU (Protocol Data Units), são usadas na comunicação entre agentes e gerentes – GET (leitura), SET (escrita), TRAP (resposta) • MIB (Management Information Base): banco de informações sobre cada equipamento (temperatura, tráfego, usuários, estatísticas, configurações, etc.) Redes de Computadores Protocolos
  • 25. Protocolo SNMP – exemplo de monitoramento Prof. Mauro Jansen Redes de Computadores Protocolos
  • 26. Protocolos da camada de Transporte Prof. Mauro Jansen Redes de Computadores Protocolos de Transporte Camada de Transporte TCP UDP
  • 27. Endereços e Portas • Já sabemos que cada computador tem um endereço IP único na rede, porém em um computador, podemos ter vários programas executando ao mesmo tempo • O recurso de portas é usado para identificar para Prof. Mauro Jansen • O recurso de portas é usado para identificar para qual programa o pacote de dados é destinado – Cada programa ou serviço recebe um número de porta padrão • Existem 65.536 portas TCP e 65.536 portas UDP, numeradas de 0 a 65.535 Redes de Computadores Protocolos
  • 28. Endereços e Portas Em uma casa ou prédio, no mesmo endereço podemos ter vários destinatários (PORTAS): Prof. Mauro Jansen Redes de Computadores Protocolos Fonte> http://br.ccm.net/faq/12065-o-que-e-tcp-ip-como-funciona-e-para-o-que-serve
  • 29. Endereços e Portas: portas mais usadas • As portas TCP mais usadas (well known ports) são as portas de 0 a 1023 Porta Utilização 80 Servidores web 21 Servidores FTP Prof. Mauro Jansen Redes de Computadores Protocolos 22 SSH 23 Telnet 25 SMTP 443 HTTPS
  • 30. Protocolo TCP • TCP (Transfer Control Protocol): Protocolo de controle de transferência • Permite dar segurança à transferência de informações e verificar se a mesma foi bem sucedida pelo receptor, caso contrário, envia novamente Os dados circulam na forma de PACOTES Prof. Mauro Jansen • Os dados circulam na forma de PACOTES • O TCP é orientado a conexão: mantém um diálogo entre origem e destino enquanto empacota as informações • Características: – Requer negociação (“Olá, pronto para comunicar?”) – Comunicação confiável (certifica se houve recebimento) Redes de Computadores Protocolos
  • 31. Protocolo TCP e pacotes • Pequena unidade de informação que é transmitida pela rede. • Qualquer mensagem (e-mail, páginas, arquivos) que é transmitida pela rede é enviada, na verdade, dividida em pequenos pedaços, Prof. Mauro Jansen verdade, dividida em pequenos pedaços, chamados pacotes. Informática Básica – Internet31
  • 32. TCP: Estrutura do pacote TCP Prof. Mauro Jansen Redes de Computadores Protocolos https://pt.wikibooks.org/wiki/Redes_de_computadores/Protocolo_TCP
  • 33. Protocolo TCP: funcionamento • Envio: – Verifica se o destinatário está pronto para receber os dados – Divide os dados em pacotes e compacta-os – Enumera os pacotes – Envia Recebimento: Prof. Mauro Jansen • Recebimento: – Recebe – Verifica se pacotes chegaram bem – Se houve falha, reclama os pacotes que não chegaram – Reune os pacotes antes de entregá-los aos softwares – Avisa que recebeu, para que o remetente saiba que os dados chegaram direitinho Redes de Computadores Protocolos
  • 34. Protocolo TCP: exemplo Prof. Mauro Jansen Redes de Computadores Protocolos Fonte> http://br.ccm.net/faq/12065-o-que-e-tcp-ip-como-funciona-e-para-o-que-serve
  • 35. Protocolo UDP • UDP (User Datagram Protocol): protocolo de datagrama do usuário • Protocolo simples que oferece às aplicações um serviço básico de entrega de pacotes • Não orientado a conexão Prof. Mauro Jansen • Coloca a mensagem recebidas da camada de aplicação dentro de um segmento (pacote UDP) usando números de porta para identificar as aplicações: • Não garante comunicação confiável – Não controla a ordem em que os segmentos chegarão – Não oferece garantia de que chegarão – Não certifica se houve recebimento Redes de Computadores Protocolos
  • 36. Protocolo UDP: estrutura do pacote (datagrama) UDP Porta de origem Porta de destino Comprimento da mensagem Checksum Dados Prof. Mauro Jansen Redes de Computadores Protocolos
  • 37. Protocolo UDP: exemplo Prof. Mauro Jansen Redes de Computadores Protocolos
  • 38. Protocolos da camada de Internet Prof. Mauro Jansen Redes de Computadores Protocolos de Internet IP (v4)Camada de Internet ARP PPPSLIP IGMPICMP RARP
  • 39. Protocolo IP (Internet Protocol) • Responsável pelo endereçamento do pacote a ser transmitido, adicionando ao mesmo um cabeçalho que permite o roteamento do pacote pela rede • O cabeçalho contém: Prof. Mauro Jansen • O cabeçalho contém: – Endereço IP de origem e de destino – Identificador de protocolo – CRC: valor calculado para verificação de erros – TTL (Time to Live): indica o tempo em segundos que o pacote poderá permanecer na rede, evitando loop infinito no tráfego de rede Redes de Computadores Protocolos
  • 40. Protocolo ICMP • ICMP (Internet Control Message Protocol): protocolo de mensagem de controle • Trabalha em conjunto com o IP • Serve para enviar mensagens para Prof. Mauro Jansen • Serve para enviar mensagens para responder a pacotes e informações que não foram entregues corretamente • Após receber uma mensagem ICMP, o emissor envia novamente o pacote de dados não recebido Redes de Computadores Protocolos
  • 41. Protocolo ARP • ARP (Address Resolution Protocol): Protocolo de resolução de endereços • Responsável pelo mapeamento entre endereços lógicos (endereços IP) e endereços físicos (endereços MAC) Prof. Mauro Jansen (endereços MAC) • No TCP/IP as referências aos endereços das estações são feitas usando endereços IP – O endereço físico do destinatário é descoberto dinamicamente pelo transmissor antes de efetuar a comunicação, usando o protocolo ARP Redes de Computadores Protocolos
  • 42. Protocolo ARP: funcionamento Prof. Mauro Jansen Redes de Computadores Protocolos
  • 43. Protocolo ARP: programa arp • Programa disponível na maioria dos SO de rede que permite visualizar a tabela ARP utilizada pelo protocolo IP para identificar o endereço físico do computador destino • É executado na janela de linha de comando (prompt de comando do Windoes ou terminal no Linux). Ex.: Prof. Mauro Jansen Redes de Computadores Protocolos mauro@mauro-Lenovo-G460 ~ $ arp -a ? (10.3.2.2) em 64:51:06:62:bb:bf [ether] em wlan0 ? (10.3.2.1) em 00:00:5e:00:01:04 [ether] em wlan0 ? (10.3.2.37) em 6c:71:d9:1b:24:10 [ether] em wlan0 mauro@mauro-Lenovo-G460 ~ $
  • 44. Protocolo RARP • RARP (Reverse Address Resolution Protocol) • Permite algo inverso ao ARP: encontrar uma rede Ethernet que corresponda a um Prof. Mauro Jansen uma rede Ethernet que corresponda a um determinado IP • Ex: estação de trabalho sem disco rígido (estação diskless) é inicializadaResolve o problema de Redes de Computadores Protocolos
  • 45. FIM Prof. Mauro Jansen Redes de Computadores Protocolos 45 FIM