SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 3
Baixar para ler offline
Redes de Computadores Prof. Mauro Jansen
Exercício 2 – endereçamento, dispositivos de rede, internet / intranet / extranet, padronização,
padrões Ethernet e cabeamento
1. Como funciona o DHCP?
Funciona através do fornecimento de endereços IP de forma automática, o que é feito por
um SERVIDOR DHCP, que fica em um dispositivo ativo da rede (micro servidor ou
roteador). O computador cliente envia uma requisição de endereço DHCP para a rede e se
houver um servidor DHCP disponível, este enviará um endereço IP válido.
(Unidade 2, slides 18 a 20 do prof. Jarlison)
2. O que é o APIPA ?
É um endereço IP automático que é gerado automaticamente em computadores com
Windows, quando não há um servidor DHCP na rede. Esse endereço é gerado com base na
configuração de hardware do computador e fica na faixa 169.254.0.0 a 169.254.255.255,
reservada pela Microsoft especialmente para essa função.
(Unidade 2, slide 21 do prof. Jarlisson)
3. Quais são as classes de endereços IP ? Qual é adequada para redes locais pequenas
Qual é usada na WAN ?
São cinco as classes de endereços IP: A, B, C, D e E, sendo que atualmente apenas três são
usadas (A, B, C). O endereço IP é formado por quatro grupos de 8 bits (4 números de um
byte), e nas classes A, B e C fica fixo um, dois ou três dos grupos do endereço IP, enquanto
os grupos restantes podem variar, portanto a classe C é adequada para redes locais pequenas
e as três classes podem ser usadas para endereços WAN, dependendo do tamanho da rede da
empresa.
(Unidade 2, slides 22 a 27 do prof. Jarlisson)
4. O que são endereços internos e externos
Endereços internos são visíveis somente na rede interna enquanto os externos ficam visíveis
na internet e existem endereços internos e externos nas classes A, B e C.
(Unidade 2, slides 28 a 32 do prof. Jarlisson)
5. O que é máscara de sub-rede ?
É um conjunto de 4 números similares a um endereço IP que servem para indicar em uma
rede qual é a parte fixa e qual é a parte variável, servindo também para identificar a classe
de endereços da rede. Ex: 255.255.255.0
(Unidade 2, slide 34 do prof. Jarlisson)
6. Qual a diferença entre endereço estático e dinâmico? Qual mais fácil manter ?
O endereço estático deve ser definido manualmente pelo administrador de rede em cada
computador enquanto o endereço dinâmico é atribuído de forma dinâmica (automática) por
um servidor DHCP.
O endereço dinâmico é bem mais fácil de manter pois não precisamos nos preocupar em
saber quais endereços estão disponíveis para evitar duplicidades. O servidor DHCP cuidará
disso.
7. Qual a diferença entre os antigos hubs e os switches que são os padrões usados hoje?
O hub apenas retransmite o dado recebido em uma porta para todas as outras portas , por
isso é dito “burro”, enquanto o switch coleta mais detalhes das estações que estão ligadas ao
mesmo (endereço MAC e IP) e envia os pacotes para a porta correta, evitando tráfego
desnecessário na rede (e colisões) e aumentando o desempenho.
(Unidade II, slides 38 a 42)
8. O que faz um roteador?
Interliga redes LAN umas às outras, definindo a rota (destino) que um determinado pacote
deve seguir, usando rotas estáticas definidas no mesmo pelo administrador de rede e rotas
dinâmicas aprendidas através de protocolos de roteamento entre os roteadores..
(Unidade II, slides 44 a 47)
9. Diferencie internet, Intranet e extranet.
A internet é Conglomerado de redes locais espalhadas pelo mundo, tornando possível a
interligação entre os computadores, independente do Sistema Operacional, utilizando o
protocolo de Internet (TCP/IP). Também chamada de Rede Mundial de Computadores.
Disponibiliza serviços como acesso a páginas HTTP, e-mail, FTP, troca de mensagens, etc.
A intranet e a extranet são variações dos serviços da internet sendo que a intranet funciona
apenas numa rede interna (ex: uma empresa) e a extranet provê serviços aos usuários
externos através da internet com o uso de um código de usuário e senha.
10. Qual a importância da padronização para as redes de computadores?
Para que a comunicação nas redes seja possível com o uso de equipamentos fabricados por
diversos fabricantes.
11. Como devemos proceder se quisermos lançar um site novo na internet ?
Escolher o nome do site (URL), verificar se esse site já existe, através do site registro.br e,
caso não exista, efetuar o cadastro e o pagamento do registro do site, que pode ser uma taxa
anual ou por período maior.
12. Qual as características do padrão Ethernet 100BASETX, que é o mais usado atualmente?
Usa cabo UTP categoria 5 (5e), usa topologia estrela e a distância máxima entre pontos é de
100m.
13. Que tipo de cabo UTP usaríamos para uma instalação em ambiente de muita interferência
eletromagnética?
Cabo FTP, STP ou SSTP, conforme o grau de interferência eletromagnética.
14. O que diferencia as categorias de cabos par trançado?
A qualidade e a frequência máxima suportada por eles, que depende da pureza do cobre e
tecnologia usados na fabricação e afetam diretamente a distância máxima e velocidade
suportada pelo cabo. As categorias mais usada atualmente é a 5e; a 6 e 6A estão se
popularizando e a 7 está em desenvolvimento.
15. Quais as principais aplicação de cabos de fibra óptica?
Na interligação de redes com 300 m a 80 Km de distância entre as mesmas, principalmente
se houver muita interferência eletromagnética nesse percurso.
16. Qual a finalidade das tranças nos cabos de par trançado?
Criar uma barreira eletromagnética para proteger de interferências. Os diferentes padrões de
tranças minimizam o crosstalk, que é a interferência mútua entre os pares de fios dentro do
cabo.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Redes 6 equipamentos ativos da rede
Redes 6 equipamentos ativos da redeRedes 6 equipamentos ativos da rede
Redes 6 equipamentos ativos da redeMauro Pereira
 
Redes de Computadores - Aula 03
Redes de Computadores - Aula 03Redes de Computadores - Aula 03
Redes de Computadores - Aula 03thomasdacosta
 
Redes 1 introducao historico conceitos
Redes 1 introducao historico conceitosRedes 1 introducao historico conceitos
Redes 1 introducao historico conceitosMauro Pereira
 
Ficha de trabalho 3..
Ficha de trabalho 3..Ficha de trabalho 3..
Ficha de trabalho 3..edlander
 
Exercicio introducao a arquitetura de computadores
Exercicio    introducao a arquitetura de computadoresExercicio    introducao a arquitetura de computadores
Exercicio introducao a arquitetura de computadoresMauro Pereira
 
Informática parte 8-internet
Informática parte 8-internetInformática parte 8-internet
Informática parte 8-internetMauro Pereira
 
Projeto de rede lan house - tópicos
Projeto de rede lan house -  tópicosProjeto de rede lan house -  tópicos
Projeto de rede lan house - tópicosCarlos Veiga
 
Aula 5 - Redes de computadores
Aula 5 - Redes de computadoresAula 5 - Redes de computadores
Aula 5 - Redes de computadoresLucasMansueto
 
Redes de computadores
Redes de computadoresRedes de computadores
Redes de computadoresJakson Silva
 
Infraestrutura e Componentes de Redes de Dados
Infraestrutura e Componentes de Redes de DadosInfraestrutura e Componentes de Redes de Dados
Infraestrutura e Componentes de Redes de Dadostiredes
 
Redes de Computadores - Aula 02
Redes de Computadores - Aula 02Redes de Computadores - Aula 02
Redes de Computadores - Aula 02thomasdacosta
 

Mais procurados (20)

Redes 6 equipamentos ativos da rede
Redes 6 equipamentos ativos da redeRedes 6 equipamentos ativos da rede
Redes 6 equipamentos ativos da rede
 
Redes de Computadores - Aula 03
Redes de Computadores - Aula 03Redes de Computadores - Aula 03
Redes de Computadores - Aula 03
 
Redes 1 introducao historico conceitos
Redes 1 introducao historico conceitosRedes 1 introducao historico conceitos
Redes 1 introducao historico conceitos
 
Ficha de trabalho 3..
Ficha de trabalho 3..Ficha de trabalho 3..
Ficha de trabalho 3..
 
Ficha de trabalho_12
Ficha de trabalho_12Ficha de trabalho_12
Ficha de trabalho_12
 
Julia aula mestrado
Julia aula mestradoJulia aula mestrado
Julia aula mestrado
 
Ficha de trabalho_10
Ficha de trabalho_10Ficha de trabalho_10
Ficha de trabalho_10
 
Instalação de rede
Instalação de redeInstalação de rede
Instalação de rede
 
Rede cabeada
Rede cabeadaRede cabeada
Rede cabeada
 
Exercicio introducao a arquitetura de computadores
Exercicio    introducao a arquitetura de computadoresExercicio    introducao a arquitetura de computadores
Exercicio introducao a arquitetura de computadores
 
Projeto de Rede Local (LAN)
Projeto de Rede Local (LAN)Projeto de Rede Local (LAN)
Projeto de Rede Local (LAN)
 
Rede Cabeada
Rede CabeadaRede Cabeada
Rede Cabeada
 
Informática parte 8-internet
Informática parte 8-internetInformática parte 8-internet
Informática parte 8-internet
 
Aula 05 introducao aos sistemas estruturados
Aula 05   introducao aos sistemas estruturadosAula 05   introducao aos sistemas estruturados
Aula 05 introducao aos sistemas estruturados
 
Projeto de rede lan house - tópicos
Projeto de rede lan house -  tópicosProjeto de rede lan house -  tópicos
Projeto de rede lan house - tópicos
 
Aula 5 - Redes de computadores
Aula 5 - Redes de computadoresAula 5 - Redes de computadores
Aula 5 - Redes de computadores
 
Como montar uma rede cabeada
Como montar uma rede cabeadaComo montar uma rede cabeada
Como montar uma rede cabeada
 
Redes de computadores
Redes de computadoresRedes de computadores
Redes de computadores
 
Infraestrutura e Componentes de Redes de Dados
Infraestrutura e Componentes de Redes de DadosInfraestrutura e Componentes de Redes de Dados
Infraestrutura e Componentes de Redes de Dados
 
Redes de Computadores - Aula 02
Redes de Computadores - Aula 02Redes de Computadores - Aula 02
Redes de Computadores - Aula 02
 

Destaque

Prova internet-pssi-2001
Prova internet-pssi-2001Prova internet-pssi-2001
Prova internet-pssi-2001Lucas Ferreira
 
Redes de computadores II - 2.Servicos de Camada de Rede IP
Redes de computadores II - 2.Servicos de Camada de Rede IPRedes de computadores II - 2.Servicos de Camada de Rede IP
Redes de computadores II - 2.Servicos de Camada de Rede IPMauro Tapajós
 
Informática - Sistema operacional - interface gráfica
Informática - Sistema operacional - interface gráficaInformática - Sistema operacional - interface gráfica
Informática - Sistema operacional - interface gráficaMauro Pereira
 
Prova de Internet Básica
Prova de Internet BásicaProva de Internet Básica
Prova de Internet Básicajjailsonsilvaaa
 
Exercicios praticos-basico-de-internet
Exercicios praticos-basico-de-internetExercicios praticos-basico-de-internet
Exercicios praticos-basico-de-internetFilgueira Nogueira
 
6 softwares de manutenção
6 softwares de manutenção6 softwares de manutenção
6 softwares de manutençãoMauro Pereira
 
4.1 softwares e configurações importantes
4.1 softwares e configurações importantes4.1 softwares e configurações importantes
4.1 softwares e configurações importantesMauro Pereira
 
Lista de exercicios algoritmos resolvida-
Lista de exercicios   algoritmos  resolvida-Lista de exercicios   algoritmos  resolvida-
Lista de exercicios algoritmos resolvida-Mauro Pereira
 

Destaque (11)

Redes 5 cabeamento
Redes 5 cabeamentoRedes 5 cabeamento
Redes 5 cabeamento
 
Prova internet-pssi-2001
Prova internet-pssi-2001Prova internet-pssi-2001
Prova internet-pssi-2001
 
Redes de computadores II - 2.Servicos de Camada de Rede IP
Redes de computadores II - 2.Servicos de Camada de Rede IPRedes de computadores II - 2.Servicos de Camada de Rede IP
Redes de computadores II - 2.Servicos de Camada de Rede IP
 
Informática - Sistema operacional - interface gráfica
Informática - Sistema operacional - interface gráficaInformática - Sistema operacional - interface gráfica
Informática - Sistema operacional - interface gráfica
 
Prova internet
Prova internetProva internet
Prova internet
 
Prova de Internet Básica
Prova de Internet BásicaProva de Internet Básica
Prova de Internet Básica
 
Exercicios praticos-basico-de-internet
Exercicios praticos-basico-de-internetExercicios praticos-basico-de-internet
Exercicios praticos-basico-de-internet
 
Cisco ccna modulo 04
Cisco ccna modulo 04Cisco ccna modulo 04
Cisco ccna modulo 04
 
6 softwares de manutenção
6 softwares de manutenção6 softwares de manutenção
6 softwares de manutenção
 
4.1 softwares e configurações importantes
4.1 softwares e configurações importantes4.1 softwares e configurações importantes
4.1 softwares e configurações importantes
 
Lista de exercicios algoritmos resolvida-
Lista de exercicios   algoritmos  resolvida-Lista de exercicios   algoritmos  resolvida-
Lista de exercicios algoritmos resolvida-
 

Semelhante a Redes de Computadores: Endereçamento, DHCP, Classes de IP e Padrões Ethernet

S2 B 2007 Infra Aula 01 V1.00
S2 B 2007   Infra   Aula 01 V1.00S2 B 2007   Infra   Aula 01 V1.00
S2 B 2007 Infra Aula 01 V1.00doctorweb
 
Curso de redes wi telecom.ppt
Curso de redes wi telecom.pptCurso de redes wi telecom.ppt
Curso de redes wi telecom.pptElismar Oliveira
 
Comunicação de Dados - Modulo 5
 Comunicação de Dados - Modulo 5 Comunicação de Dados - Modulo 5
Comunicação de Dados - Modulo 5Mariana Hiyori
 
ApresentaçAo Final De Redes
ApresentaçAo Final De RedesApresentaçAo Final De Redes
ApresentaçAo Final De Redesallanzinhuu
 
Apresentaçao Final De Redes
Apresentaçao Final De RedesApresentaçao Final De Redes
Apresentaçao Final De Redesguesta9bd8d
 
Mini curso redes_computadores
Mini curso redes_computadoresMini curso redes_computadores
Mini curso redes_computadoreselgi.elgi
 
REDES DE COMPUTADORES - SEMANA 2.pdf
REDES DE COMPUTADORES - SEMANA 2.pdfREDES DE COMPUTADORES - SEMANA 2.pdf
REDES DE COMPUTADORES - SEMANA 2.pdfVagnerSimoesSantos
 
Apresentação - IT Specialist
Apresentação - IT SpecialistApresentação - IT Specialist
Apresentação - IT SpecialistAlan Carlos
 
Gestão de Redes de Computadores e Serviços.pptx
Gestão de Redes de Computadores e Serviços.pptxGestão de Redes de Computadores e Serviços.pptx
Gestão de Redes de Computadores e Serviços.pptxHJesusMiguel
 
Coreçao de ficha de revisão
Coreçao de ficha de revisãoCoreçao de ficha de revisão
Coreçao de ficha de revisãobaglungekanchi
 
Ficha de trabalho_6_francisco
Ficha de trabalho_6_franciscoFicha de trabalho_6_francisco
Ficha de trabalho_6_franciscoFrancisco Sousa
 
Lista 1 protocolos ate camada transporte
Lista 1 protocolos ate camada transporteLista 1 protocolos ate camada transporte
Lista 1 protocolos ate camada transporteredesinforma
 
Teconologias De Redes (Final)Mesmo
Teconologias De Redes (Final)MesmoTeconologias De Redes (Final)Mesmo
Teconologias De Redes (Final)MesmoMatheus
 
Ficha de trabalho_6_gonçalo
Ficha de trabalho_6_gonçaloFicha de trabalho_6_gonçalo
Ficha de trabalho_6_gonçalo910070778
 
Exercício protocolos de redes julho 2013
Exercício protocolos de redes julho 2013Exercício protocolos de redes julho 2013
Exercício protocolos de redes julho 2013Kundan Narendra
 
Desenho da rede
Desenho da redeDesenho da rede
Desenho da redeH P
 

Semelhante a Redes de Computadores: Endereçamento, DHCP, Classes de IP e Padrões Ethernet (20)

Rede
Rede Rede
Rede
 
S2 B 2007 Infra Aula 01 V1.00
S2 B 2007   Infra   Aula 01 V1.00S2 B 2007   Infra   Aula 01 V1.00
S2 B 2007 Infra Aula 01 V1.00
 
Arquitetura de Redes de Computadores
 Arquitetura de Redes de Computadores Arquitetura de Redes de Computadores
Arquitetura de Redes de Computadores
 
Curso de redes wi telecom.ppt
Curso de redes wi telecom.pptCurso de redes wi telecom.ppt
Curso de redes wi telecom.ppt
 
Comunicação de Dados - Modulo 5
 Comunicação de Dados - Modulo 5 Comunicação de Dados - Modulo 5
Comunicação de Dados - Modulo 5
 
ApresentaçAo Final De Redes
ApresentaçAo Final De RedesApresentaçAo Final De Redes
ApresentaçAo Final De Redes
 
Apresentaçao Final De Redes
Apresentaçao Final De RedesApresentaçao Final De Redes
Apresentaçao Final De Redes
 
Mini curso redes_computadores
Mini curso redes_computadoresMini curso redes_computadores
Mini curso redes_computadores
 
Ficha de trabalho_6
Ficha de trabalho_6Ficha de trabalho_6
Ficha de trabalho_6
 
REDES DE COMPUTADORES - SEMANA 2.pdf
REDES DE COMPUTADORES - SEMANA 2.pdfREDES DE COMPUTADORES - SEMANA 2.pdf
REDES DE COMPUTADORES - SEMANA 2.pdf
 
Apresentação - IT Specialist
Apresentação - IT SpecialistApresentação - IT Specialist
Apresentação - IT Specialist
 
Gestão de Redes de Computadores e Serviços.pptx
Gestão de Redes de Computadores e Serviços.pptxGestão de Redes de Computadores e Serviços.pptx
Gestão de Redes de Computadores e Serviços.pptx
 
Coreçao de ficha de revisão
Coreçao de ficha de revisãoCoreçao de ficha de revisão
Coreçao de ficha de revisão
 
Ficha de trabalho_6_francisco
Ficha de trabalho_6_franciscoFicha de trabalho_6_francisco
Ficha de trabalho_6_francisco
 
Lista 1 protocolos ate camada transporte
Lista 1 protocolos ate camada transporteLista 1 protocolos ate camada transporte
Lista 1 protocolos ate camada transporte
 
Teconologias De Redes (Final)Mesmo
Teconologias De Redes (Final)MesmoTeconologias De Redes (Final)Mesmo
Teconologias De Redes (Final)Mesmo
 
Ficha de trabalho_6_gonçalo
Ficha de trabalho_6_gonçaloFicha de trabalho_6_gonçalo
Ficha de trabalho_6_gonçalo
 
Exercício protocolos de redes julho 2013
Exercício protocolos de redes julho 2013Exercício protocolos de redes julho 2013
Exercício protocolos de redes julho 2013
 
Desenho da rede
Desenho da redeDesenho da rede
Desenho da rede
 
Ficha de trabalho_6
Ficha de trabalho_6Ficha de trabalho_6
Ficha de trabalho_6
 

Mais de Mauro Pereira

Programação Web - CSS
Programação Web - CSSProgramação Web - CSS
Programação Web - CSSMauro Pereira
 
Redes 7 ferramentas para montagem de redes
Redes 7 ferramentas para montagem de redesRedes 7 ferramentas para montagem de redes
Redes 7 ferramentas para montagem de redesMauro Pereira
 
Introdução à Arquitetura de Computadores
Introdução à Arquitetura de ComputadoresIntrodução à Arquitetura de Computadores
Introdução à Arquitetura de ComputadoresMauro Pereira
 
Sistemas de Numeracao
Sistemas de NumeracaoSistemas de Numeracao
Sistemas de NumeracaoMauro Pereira
 
Lógica binária, potas lógicas e circuitos lógicos
Lógica binária, potas lógicas e circuitos lógicosLógica binária, potas lógicas e circuitos lógicos
Lógica binária, potas lógicas e circuitos lógicosMauro Pereira
 
Guia prático para criar algoritmos
Guia prático para criar algoritmosGuia prático para criar algoritmos
Guia prático para criar algoritmosMauro Pereira
 
Microprocessadores ii arquitetura
Microprocessadores ii arquiteturaMicroprocessadores ii arquitetura
Microprocessadores ii arquiteturaMauro Pereira
 
Microprocessadores ii revisão de linguagem de programação (parte2)
Microprocessadores ii revisão de linguagem de programação (parte2)Microprocessadores ii revisão de linguagem de programação (parte2)
Microprocessadores ii revisão de linguagem de programação (parte2)Mauro Pereira
 
Guia para traducao algoritmos x l ps
Guia para traducao algoritmos x l psGuia para traducao algoritmos x l ps
Guia para traducao algoritmos x l psMauro Pereira
 
Lista de exercicios vetores, matrizes, registros e sub-algoritmos
Lista de exercicios   vetores, matrizes, registros e sub-algoritmosLista de exercicios   vetores, matrizes, registros e sub-algoritmos
Lista de exercicios vetores, matrizes, registros e sub-algoritmosMauro Pereira
 
Lista de exercicios algoritmos com pseudocodigo
Lista de exercicios   algoritmos com pseudocodigoLista de exercicios   algoritmos com pseudocodigo
Lista de exercicios algoritmos com pseudocodigoMauro Pereira
 
Algoritmos e lp parte 4-vetores matrizes e registros
Algoritmos e lp parte 4-vetores matrizes e registrosAlgoritmos e lp parte 4-vetores matrizes e registros
Algoritmos e lp parte 4-vetores matrizes e registrosMauro Pereira
 
Algoritmos e lp parte 5-subalgoritmos
Algoritmos e lp parte 5-subalgoritmosAlgoritmos e lp parte 5-subalgoritmos
Algoritmos e lp parte 5-subalgoritmosMauro Pereira
 
Tecnologia e turismo - Sistemas de informação
Tecnologia e turismo - Sistemas de informaçãoTecnologia e turismo - Sistemas de informação
Tecnologia e turismo - Sistemas de informaçãoMauro Pereira
 

Mais de Mauro Pereira (16)

Programação Web - CSS
Programação Web - CSSProgramação Web - CSS
Programação Web - CSS
 
Redes 7 ferramentas para montagem de redes
Redes 7 ferramentas para montagem de redesRedes 7 ferramentas para montagem de redes
Redes 7 ferramentas para montagem de redes
 
Introdução à Arquitetura de Computadores
Introdução à Arquitetura de ComputadoresIntrodução à Arquitetura de Computadores
Introdução à Arquitetura de Computadores
 
Sistemas de Numeracao
Sistemas de NumeracaoSistemas de Numeracao
Sistemas de Numeracao
 
Lógica binária, potas lógicas e circuitos lógicos
Lógica binária, potas lógicas e circuitos lógicosLógica binária, potas lógicas e circuitos lógicos
Lógica binária, potas lógicas e circuitos lógicos
 
Guia prático para criar algoritmos
Guia prático para criar algoritmosGuia prático para criar algoritmos
Guia prático para criar algoritmos
 
Microprocessadores ii arquitetura
Microprocessadores ii arquiteturaMicroprocessadores ii arquitetura
Microprocessadores ii arquitetura
 
Microprocessadores ii revisão de linguagem de programação (parte2)
Microprocessadores ii revisão de linguagem de programação (parte2)Microprocessadores ii revisão de linguagem de programação (parte2)
Microprocessadores ii revisão de linguagem de programação (parte2)
 
Linguagem c parte 2
Linguagem c parte 2Linguagem c parte 2
Linguagem c parte 2
 
Linguagem c parte 1
Linguagem c parte 1Linguagem c parte 1
Linguagem c parte 1
 
Guia para traducao algoritmos x l ps
Guia para traducao algoritmos x l psGuia para traducao algoritmos x l ps
Guia para traducao algoritmos x l ps
 
Lista de exercicios vetores, matrizes, registros e sub-algoritmos
Lista de exercicios   vetores, matrizes, registros e sub-algoritmosLista de exercicios   vetores, matrizes, registros e sub-algoritmos
Lista de exercicios vetores, matrizes, registros e sub-algoritmos
 
Lista de exercicios algoritmos com pseudocodigo
Lista de exercicios   algoritmos com pseudocodigoLista de exercicios   algoritmos com pseudocodigo
Lista de exercicios algoritmos com pseudocodigo
 
Algoritmos e lp parte 4-vetores matrizes e registros
Algoritmos e lp parte 4-vetores matrizes e registrosAlgoritmos e lp parte 4-vetores matrizes e registros
Algoritmos e lp parte 4-vetores matrizes e registros
 
Algoritmos e lp parte 5-subalgoritmos
Algoritmos e lp parte 5-subalgoritmosAlgoritmos e lp parte 5-subalgoritmos
Algoritmos e lp parte 5-subalgoritmos
 
Tecnologia e turismo - Sistemas de informação
Tecnologia e turismo - Sistemas de informaçãoTecnologia e turismo - Sistemas de informação
Tecnologia e turismo - Sistemas de informação
 

Redes de Computadores: Endereçamento, DHCP, Classes de IP e Padrões Ethernet

  • 1. Redes de Computadores Prof. Mauro Jansen Exercício 2 – endereçamento, dispositivos de rede, internet / intranet / extranet, padronização, padrões Ethernet e cabeamento 1. Como funciona o DHCP? Funciona através do fornecimento de endereços IP de forma automática, o que é feito por um SERVIDOR DHCP, que fica em um dispositivo ativo da rede (micro servidor ou roteador). O computador cliente envia uma requisição de endereço DHCP para a rede e se houver um servidor DHCP disponível, este enviará um endereço IP válido. (Unidade 2, slides 18 a 20 do prof. Jarlison) 2. O que é o APIPA ? É um endereço IP automático que é gerado automaticamente em computadores com Windows, quando não há um servidor DHCP na rede. Esse endereço é gerado com base na configuração de hardware do computador e fica na faixa 169.254.0.0 a 169.254.255.255, reservada pela Microsoft especialmente para essa função. (Unidade 2, slide 21 do prof. Jarlisson) 3. Quais são as classes de endereços IP ? Qual é adequada para redes locais pequenas Qual é usada na WAN ? São cinco as classes de endereços IP: A, B, C, D e E, sendo que atualmente apenas três são usadas (A, B, C). O endereço IP é formado por quatro grupos de 8 bits (4 números de um byte), e nas classes A, B e C fica fixo um, dois ou três dos grupos do endereço IP, enquanto os grupos restantes podem variar, portanto a classe C é adequada para redes locais pequenas e as três classes podem ser usadas para endereços WAN, dependendo do tamanho da rede da empresa. (Unidade 2, slides 22 a 27 do prof. Jarlisson) 4. O que são endereços internos e externos Endereços internos são visíveis somente na rede interna enquanto os externos ficam visíveis na internet e existem endereços internos e externos nas classes A, B e C. (Unidade 2, slides 28 a 32 do prof. Jarlisson) 5. O que é máscara de sub-rede ? É um conjunto de 4 números similares a um endereço IP que servem para indicar em uma rede qual é a parte fixa e qual é a parte variável, servindo também para identificar a classe de endereços da rede. Ex: 255.255.255.0 (Unidade 2, slide 34 do prof. Jarlisson)
  • 2. 6. Qual a diferença entre endereço estático e dinâmico? Qual mais fácil manter ? O endereço estático deve ser definido manualmente pelo administrador de rede em cada computador enquanto o endereço dinâmico é atribuído de forma dinâmica (automática) por um servidor DHCP. O endereço dinâmico é bem mais fácil de manter pois não precisamos nos preocupar em saber quais endereços estão disponíveis para evitar duplicidades. O servidor DHCP cuidará disso. 7. Qual a diferença entre os antigos hubs e os switches que são os padrões usados hoje? O hub apenas retransmite o dado recebido em uma porta para todas as outras portas , por isso é dito “burro”, enquanto o switch coleta mais detalhes das estações que estão ligadas ao mesmo (endereço MAC e IP) e envia os pacotes para a porta correta, evitando tráfego desnecessário na rede (e colisões) e aumentando o desempenho. (Unidade II, slides 38 a 42) 8. O que faz um roteador? Interliga redes LAN umas às outras, definindo a rota (destino) que um determinado pacote deve seguir, usando rotas estáticas definidas no mesmo pelo administrador de rede e rotas dinâmicas aprendidas através de protocolos de roteamento entre os roteadores.. (Unidade II, slides 44 a 47) 9. Diferencie internet, Intranet e extranet. A internet é Conglomerado de redes locais espalhadas pelo mundo, tornando possível a interligação entre os computadores, independente do Sistema Operacional, utilizando o protocolo de Internet (TCP/IP). Também chamada de Rede Mundial de Computadores. Disponibiliza serviços como acesso a páginas HTTP, e-mail, FTP, troca de mensagens, etc. A intranet e a extranet são variações dos serviços da internet sendo que a intranet funciona apenas numa rede interna (ex: uma empresa) e a extranet provê serviços aos usuários externos através da internet com o uso de um código de usuário e senha. 10. Qual a importância da padronização para as redes de computadores? Para que a comunicação nas redes seja possível com o uso de equipamentos fabricados por diversos fabricantes. 11. Como devemos proceder se quisermos lançar um site novo na internet ? Escolher o nome do site (URL), verificar se esse site já existe, através do site registro.br e, caso não exista, efetuar o cadastro e o pagamento do registro do site, que pode ser uma taxa anual ou por período maior. 12. Qual as características do padrão Ethernet 100BASETX, que é o mais usado atualmente? Usa cabo UTP categoria 5 (5e), usa topologia estrela e a distância máxima entre pontos é de 100m.
  • 3. 13. Que tipo de cabo UTP usaríamos para uma instalação em ambiente de muita interferência eletromagnética? Cabo FTP, STP ou SSTP, conforme o grau de interferência eletromagnética. 14. O que diferencia as categorias de cabos par trançado? A qualidade e a frequência máxima suportada por eles, que depende da pureza do cobre e tecnologia usados na fabricação e afetam diretamente a distância máxima e velocidade suportada pelo cabo. As categorias mais usada atualmente é a 5e; a 6 e 6A estão se popularizando e a 7 está em desenvolvimento. 15. Quais as principais aplicação de cabos de fibra óptica? Na interligação de redes com 300 m a 80 Km de distância entre as mesmas, principalmente se houver muita interferência eletromagnética nesse percurso. 16. Qual a finalidade das tranças nos cabos de par trançado? Criar uma barreira eletromagnética para proteger de interferências. Os diferentes padrões de tranças minimizam o crosstalk, que é a interferência mútua entre os pares de fios dentro do cabo.