SlideShare uma empresa Scribd logo
Reconhece-se o cristão pelas suas obras... Os pés, que não caminham, criam raízes.
Não basta apelar para Jesus, exclamando Senhor, Senhor! Quando não se segue os preceitos por ele ensinados.De nada adianta implorar a ajuda de Deus, se não se busca melhorar e superar a si mesmo, se não se torna mais caridoso, nem mais indulgente com os semelhantes.  Não são cristãos verdadeiros aqueles que apenas se comprazem em atos exteriores de devoção, ou que se encastelam nas muralhas do egoísmo, do orgulho, da cupidez e de outras paixões degradantes, ou que não fazem nada por ninguém.
OBSERVAÇÃO IMPORTANTE Kardecnosensinaque o Medo é raiz de muitos males. Exemplo:  Muitosbuscam o saber nãoporquequerem se iluminar, masporque tem muitomedo de seremrejeitados e criticados,  querem ser aplaudidospelosoutros,  queremacreditarquesãomais do querealmentesãoporterembaixa auto estima. ISSO CHAMA-SE ORGULHO.
E O EGOÍSMO, A VAIDADE E A AGRESSIVIDADE? Muitos com medo de passaralgumtipo de necessidadeacumulamegoisticamente  “coisas” quepoderiam ser divididas; Muitos com medo de recebercríticasdeixam de concretizarváriosprojetos, porquequeremagradar a todos. Muitostentamdiminuir as qualidades das pessoas, porquenão as possui, e assimtentamelevarsua auto estima. VERBO: MEXERICAR Muitosbandidos com medo de nãoseremrespeitadoscometem crimes super agressivospara se fazeremmelhoresqueosoutros.
Quando Jesus recomenda edificar a casa sobre a rocha, refere-se à necessidade de ter uma diretriz segura no desenvolvimento da vida, vivenciar o bem, o amor ao próximo no pensamento e na ação.  Aquele que possui uma fé consolidada pela razão e inspirada no amor não pode ser inoperante.  Por outro lado, o indíviduoinvigilante, vacilante, que toma conhecimento dos ensinamentos evangélicos, mas que vive fechado em si mesmo, esse construiu a sua casa sobre a areia movediça, e qualquer tribulação terrena a faz esmorecer.
MORRO DO BUMBA EM NITEROI
Esse é um cristão apenas de nome, mas que não vive em si mesmo a essência dos ensinamentos de Jesus, pois não despertou para a alegria da interioridade e do dar de si.  Cristão não é um rótulo, mas uma vivência.  O Evangelho não é para ser lido e guardado na estante, ele tem que ser vivido, aplicado em toda a vida de relação.  Para se tornar um cristão digno de ser chamado como tal é imprescindível revelar-se pelas suas obras, em qualquer circunstância da vida.
A OBRA MAIS DIFÍCIL DE SER FEITA É A QUE FICA DENTRO DE NÓS. Cristão, na verdadeira acepção da palavra, não é somente aquele que guarda os ensinamentos de Jesus nas expressões mais sinceras do coração, que se torna dócil, compreensível, misericordioso, mas aquele que também busca motivos edificantes que realmente ergam o reino da interioridade sobre alicerces que o sustentem.
Os Espíritos, em sua essência divina, não foram criados para permanecer em repouso, mas para dinamizar suas potências no trabalho, no exercício da caridade, sendo agentes e transformadores do meio em que vivem. Um médium perguntou ao Chico como deveria fazer para que a mediunidade se lhe desenvolvesse de maneira mais ampla. _ Olhe, quando comecei, fiz a Emmanuel a mesma indagação que você está me fazendo...Ele me disse que eu precisava trabalhar. Decorrido algum tempo, perguntei de novo...Veio a resp. de que era preciso trabalhar mais. Passados alguns meses, tornei a fazer a mesma indagação a Emmanuel...Ele me resp: “Chico, você está me obrigando a lhe dizer que é trabalhar mais e perguntar menos.” Nunca mais tive coragem de perguntar nada semelhante a ele.
Alguémcomentavasobre a falta de liberdade dos espiritasqueabraçam a casa e a causa do Cristo. Chico atentorespondeu: “Obedeço a tudopara ser livre…Cumpro o dever e o  trabalhoparanãodesmoralizar a liberdade… Emmanuel semprerecomendou a disciplina … A disciplinanão é umacelatrancada, é a chavedaporta, quelhepermitesair e voltar…” NOS GRUPOS RELIGIOSOS  QUANTO MAIS RESPONSABILIDADE MENOR É A  VONTADE E CORAGEM DE A SSUMIR A OBRA  REDENTORA.
MINUTOS DE SABEDORIA "Levante todos aqueles que estiverem caídos em seu redor. Você não sabe onde seus pés tropeçarão". Estas palavras de André Luiz nos alertam quanto ao dever de ajudar a todos os que caem, não só física, como moralmente. Não critique quem cair. Ajude-o a erguer-se, tal como você gostaria que fizessem com você, se estivesse no mesmo caso. FIM
Reconhece se o cristãos pelas suas obras

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

A felicidade não é deste mundo
A felicidade não é deste mundoA felicidade não é deste mundo
A felicidade não é deste mundo
Ponte de Luz ASEC
 
Bem-aventurados os aflitos
Bem-aventurados os aflitos Bem-aventurados os aflitos
Bem-aventurados os aflitos
Clair Bianchini
 
Os Inimigos Desencarnados(Ese)
Os Inimigos Desencarnados(Ese)Os Inimigos Desencarnados(Ese)
Os Inimigos Desencarnados(Ese)
Grupo Espírita Cristão
 
Palestra Espírita - Parábola do festim de bodas
Palestra Espírita - Parábola do festim de bodasPalestra Espírita - Parábola do festim de bodas
Palestra Espírita - Parábola do festim de bodas
Divulgador do Espiritismo
 
Evangelho no Lar - Educação, Compreensão, Proteção e Paz
Evangelho no Lar - Educação, Compreensão, Proteção e PazEvangelho no Lar - Educação, Compreensão, Proteção e Paz
Evangelho no Lar - Educação, Compreensão, Proteção e Paz
Ricardo Azevedo
 
O Deus de cada um de nós
O Deus de cada um de nósO Deus de cada um de nós
O Deus de cada um de nós
Ricardo Azevedo
 
Caracteres da perfeição
Caracteres da perfeiçãoCaracteres da perfeição
Caracteres da perfeição
home
 
O cisco e a trave no olho
O cisco e a trave no olhoO cisco e a trave no olho
O cisco e a trave no olho
Luciane Belchior
 
Estudos do evangelho "O Argueiro e a Trave no Olho"
Estudos do evangelho "O Argueiro e a Trave no Olho"Estudos do evangelho "O Argueiro e a Trave no Olho"
Estudos do evangelho "O Argueiro e a Trave no Olho"
Leonardo Pereira
 
DOLOROSO REMÉDIO (O MAL E O REMÉDIO)
DOLOROSO REMÉDIO (O MAL E O REMÉDIO)DOLOROSO REMÉDIO (O MAL E O REMÉDIO)
DOLOROSO REMÉDIO (O MAL E O REMÉDIO)
Jorge Luiz dos Santos
 
Deixai vir a mim as criançinhas
Deixai vir a mim as criançinhasDeixai vir a mim as criançinhas
Deixai vir a mim as criançinhas
Luciane Belchior
 
Que sua mão esquerda não saiba o que faz a direita
Que sua mão esquerda não saiba o que faz a direitaQue sua mão esquerda não saiba o que faz a direita
Que sua mão esquerda não saiba o que faz a direita
Eduardo Ottonelli Pithan
 
Palestra Espírita - Suicidio e loucura
Palestra Espírita - Suicidio e loucuraPalestra Espírita - Suicidio e loucura
Palestra Espírita - Suicidio e loucura
Divulgador do Espiritismo
 
Provas voluntárias
Provas voluntáriasProvas voluntárias
Provas voluntárias
Izabel Cristina Fonseca
 
O Papel do Centro Espírita
O Papel do Centro EspíritaO Papel do Centro Espírita
O Papel do Centro Espírita
Ricardo Azevedo
 
Egosmo na visão esprita
Egosmo na visão espritaEgosmo na visão esprita
Egosmo na visão esprita
Victor Passos
 
O argueiro e a trave no olho
O argueiro e a trave no olhoO argueiro e a trave no olho
O argueiro e a trave no olho
home
 
Palestra Espírita - Lei de amor
Palestra Espírita - Lei de amorPalestra Espírita - Lei de amor
Palestra Espírita - Lei de amor
Divulgador do Espiritismo
 
Os sãos não precisam
Os sãos não precisamOs sãos não precisam
Os sãos não precisam
Izabel Cristina Fonseca
 
A felicidade não é deste mundo
A felicidade não é deste mundoA felicidade não é deste mundo
A felicidade não é deste mundo
Izabel Cristina Fonseca
 

Mais procurados (20)

A felicidade não é deste mundo
A felicidade não é deste mundoA felicidade não é deste mundo
A felicidade não é deste mundo
 
Bem-aventurados os aflitos
Bem-aventurados os aflitos Bem-aventurados os aflitos
Bem-aventurados os aflitos
 
Os Inimigos Desencarnados(Ese)
Os Inimigos Desencarnados(Ese)Os Inimigos Desencarnados(Ese)
Os Inimigos Desencarnados(Ese)
 
Palestra Espírita - Parábola do festim de bodas
Palestra Espírita - Parábola do festim de bodasPalestra Espírita - Parábola do festim de bodas
Palestra Espírita - Parábola do festim de bodas
 
Evangelho no Lar - Educação, Compreensão, Proteção e Paz
Evangelho no Lar - Educação, Compreensão, Proteção e PazEvangelho no Lar - Educação, Compreensão, Proteção e Paz
Evangelho no Lar - Educação, Compreensão, Proteção e Paz
 
O Deus de cada um de nós
O Deus de cada um de nósO Deus de cada um de nós
O Deus de cada um de nós
 
Caracteres da perfeição
Caracteres da perfeiçãoCaracteres da perfeição
Caracteres da perfeição
 
O cisco e a trave no olho
O cisco e a trave no olhoO cisco e a trave no olho
O cisco e a trave no olho
 
Estudos do evangelho "O Argueiro e a Trave no Olho"
Estudos do evangelho "O Argueiro e a Trave no Olho"Estudos do evangelho "O Argueiro e a Trave no Olho"
Estudos do evangelho "O Argueiro e a Trave no Olho"
 
DOLOROSO REMÉDIO (O MAL E O REMÉDIO)
DOLOROSO REMÉDIO (O MAL E O REMÉDIO)DOLOROSO REMÉDIO (O MAL E O REMÉDIO)
DOLOROSO REMÉDIO (O MAL E O REMÉDIO)
 
Deixai vir a mim as criançinhas
Deixai vir a mim as criançinhasDeixai vir a mim as criançinhas
Deixai vir a mim as criançinhas
 
Que sua mão esquerda não saiba o que faz a direita
Que sua mão esquerda não saiba o que faz a direitaQue sua mão esquerda não saiba o que faz a direita
Que sua mão esquerda não saiba o que faz a direita
 
Palestra Espírita - Suicidio e loucura
Palestra Espírita - Suicidio e loucuraPalestra Espírita - Suicidio e loucura
Palestra Espírita - Suicidio e loucura
 
Provas voluntárias
Provas voluntáriasProvas voluntárias
Provas voluntárias
 
O Papel do Centro Espírita
O Papel do Centro EspíritaO Papel do Centro Espírita
O Papel do Centro Espírita
 
Egosmo na visão esprita
Egosmo na visão espritaEgosmo na visão esprita
Egosmo na visão esprita
 
O argueiro e a trave no olho
O argueiro e a trave no olhoO argueiro e a trave no olho
O argueiro e a trave no olho
 
Palestra Espírita - Lei de amor
Palestra Espírita - Lei de amorPalestra Espírita - Lei de amor
Palestra Espírita - Lei de amor
 
Os sãos não precisam
Os sãos não precisamOs sãos não precisam
Os sãos não precisam
 
A felicidade não é deste mundo
A felicidade não é deste mundoA felicidade não é deste mundo
A felicidade não é deste mundo
 

Destaque

Conhece se a árvore pelos frutos gec 03-09-2011
Conhece se a árvore pelos frutos gec 03-09-2011Conhece se a árvore pelos frutos gec 03-09-2011
Conhece se a árvore pelos frutos gec 03-09-2011
Izabel Cristina Fonseca
 
Conhece se uma árvore pelos frutos! Palestrante Danilo Galvão - SAJ/BA
Conhece se uma árvore pelos frutos! Palestrante Danilo Galvão - SAJ/BAConhece se uma árvore pelos frutos! Palestrante Danilo Galvão - SAJ/BA
Conhece se uma árvore pelos frutos! Palestrante Danilo Galvão - SAJ/BA
Danilo Galvão
 
Falsos cristos falsos profetas
Falsos cristos   falsos profetasFalsos cristos   falsos profetas
Falsos cristos falsos profetas
Clea Alves
 
Falsos Cristos e Falsos Profetas - Wilma Badan
Falsos Cristos e Falsos Profetas - Wilma BadanFalsos Cristos e Falsos Profetas - Wilma Badan
Falsos Cristos e Falsos Profetas - Wilma Badan
Instituto Espírita de Educação
 
ESE Cap. XVIII - Muitos os chamados, poucos os escolhidos
ESE Cap. XVIII -  Muitos os chamados, poucos os escolhidosESE Cap. XVIII -  Muitos os chamados, poucos os escolhidos
ESE Cap. XVIII - Muitos os chamados, poucos os escolhidos
grupodepaisceb
 
07/06/2013 HOMENAGEM A CHICO XAVIER
07/06/2013 HOMENAGEM A CHICO XAVIER07/06/2013 HOMENAGEM A CHICO XAVIER
07/06/2013 HOMENAGEM A CHICO XAVIER
Lar Irmã Zarabatana
 
Aqueles que dizem
Aqueles que dizemAqueles que dizem
Aqueles que dizem
Silvio Barreto Barreto
 
Capítulo 18 - evangelho segundo o espiritismo
Capítulo 18 - evangelho segundo o espiritismoCapítulo 18 - evangelho segundo o espiritismo
Capítulo 18 - evangelho segundo o espiritismo
Roberta Andrade
 
Autoridade moral da doutrina espírita!
Autoridade moral da doutrina espírita!Autoridade moral da doutrina espírita!
Autoridade moral da doutrina espírita!
Leonardo Pereira
 
Falsos Profetas da Erraticidade
Falsos Profetas da ErraticidadeFalsos Profetas da Erraticidade
Falsos Profetas da Erraticidade
igmateus
 
Introducao ao Estudo do Evangelho Segundo o Espiritismo
Introducao ao Estudo do Evangelho Segundo o EspiritismoIntroducao ao Estudo do Evangelho Segundo o Espiritismo
Introducao ao Estudo do Evangelho Segundo o Espiritismo
CEVP - Divulgação
 
áRvore de bons frutos
áRvore de bons frutosáRvore de bons frutos
áRvore de bons frutos
conectigrupo
 
O Cristo
O  CristoO  Cristo
Jesus e o Espiritismo-Marcelo do N. Rodrigues- GECMEIMEI
Jesus e o Espiritismo-Marcelo do N. Rodrigues- GECMEIMEIJesus e o Espiritismo-Marcelo do N. Rodrigues- GECMEIMEI
Jesus e o Espiritismo-Marcelo do N. Rodrigues- GECMEIMEI
Marcelo do Nascimento Rodrigues
 
Amando a cristo
Amando a cristoAmando a cristo
Amando a cristo
Adina Silva
 
Espiritismo é cristão uma resposta ao livro o espiritismo segundo jesus cri...
Espiritismo é cristão   uma resposta ao livro o espiritismo segundo jesus cri...Espiritismo é cristão   uma resposta ao livro o espiritismo segundo jesus cri...
Espiritismo é cristão uma resposta ao livro o espiritismo segundo jesus cri...
Espírita Cristão
 
3 atitudes perigosas em um cristão
3 atitudes perigosas em um cristão3 atitudes perigosas em um cristão
3 atitudes perigosas em um cristão
Giovani Luiz Zimmermann Jr.
 
Bezerra Menezes mensagem: O espírita cristão no mundo atual
Bezerra Menezes mensagem: O espírita cristão no mundo atualBezerra Menezes mensagem: O espírita cristão no mundo atual
Bezerra Menezes mensagem: O espírita cristão no mundo atual
Fatima Carvalho
 
Doutrinas cristãs
Doutrinas cristãsDoutrinas cristãs
Doutrinas cristãs
Miranda Wagner
 
As raízes e as plantas 1
As  raízes e as plantas 1As  raízes e as plantas 1
As raízes e as plantas 1
José Sant'ana
 

Destaque (20)

Conhece se a árvore pelos frutos gec 03-09-2011
Conhece se a árvore pelos frutos gec 03-09-2011Conhece se a árvore pelos frutos gec 03-09-2011
Conhece se a árvore pelos frutos gec 03-09-2011
 
Conhece se uma árvore pelos frutos! Palestrante Danilo Galvão - SAJ/BA
Conhece se uma árvore pelos frutos! Palestrante Danilo Galvão - SAJ/BAConhece se uma árvore pelos frutos! Palestrante Danilo Galvão - SAJ/BA
Conhece se uma árvore pelos frutos! Palestrante Danilo Galvão - SAJ/BA
 
Falsos cristos falsos profetas
Falsos cristos   falsos profetasFalsos cristos   falsos profetas
Falsos cristos falsos profetas
 
Falsos Cristos e Falsos Profetas - Wilma Badan
Falsos Cristos e Falsos Profetas - Wilma BadanFalsos Cristos e Falsos Profetas - Wilma Badan
Falsos Cristos e Falsos Profetas - Wilma Badan
 
ESE Cap. XVIII - Muitos os chamados, poucos os escolhidos
ESE Cap. XVIII -  Muitos os chamados, poucos os escolhidosESE Cap. XVIII -  Muitos os chamados, poucos os escolhidos
ESE Cap. XVIII - Muitos os chamados, poucos os escolhidos
 
07/06/2013 HOMENAGEM A CHICO XAVIER
07/06/2013 HOMENAGEM A CHICO XAVIER07/06/2013 HOMENAGEM A CHICO XAVIER
07/06/2013 HOMENAGEM A CHICO XAVIER
 
Aqueles que dizem
Aqueles que dizemAqueles que dizem
Aqueles que dizem
 
Capítulo 18 - evangelho segundo o espiritismo
Capítulo 18 - evangelho segundo o espiritismoCapítulo 18 - evangelho segundo o espiritismo
Capítulo 18 - evangelho segundo o espiritismo
 
Autoridade moral da doutrina espírita!
Autoridade moral da doutrina espírita!Autoridade moral da doutrina espírita!
Autoridade moral da doutrina espírita!
 
Falsos Profetas da Erraticidade
Falsos Profetas da ErraticidadeFalsos Profetas da Erraticidade
Falsos Profetas da Erraticidade
 
Introducao ao Estudo do Evangelho Segundo o Espiritismo
Introducao ao Estudo do Evangelho Segundo o EspiritismoIntroducao ao Estudo do Evangelho Segundo o Espiritismo
Introducao ao Estudo do Evangelho Segundo o Espiritismo
 
áRvore de bons frutos
áRvore de bons frutosáRvore de bons frutos
áRvore de bons frutos
 
O Cristo
O  CristoO  Cristo
O Cristo
 
Jesus e o Espiritismo-Marcelo do N. Rodrigues- GECMEIMEI
Jesus e o Espiritismo-Marcelo do N. Rodrigues- GECMEIMEIJesus e o Espiritismo-Marcelo do N. Rodrigues- GECMEIMEI
Jesus e o Espiritismo-Marcelo do N. Rodrigues- GECMEIMEI
 
Amando a cristo
Amando a cristoAmando a cristo
Amando a cristo
 
Espiritismo é cristão uma resposta ao livro o espiritismo segundo jesus cri...
Espiritismo é cristão   uma resposta ao livro o espiritismo segundo jesus cri...Espiritismo é cristão   uma resposta ao livro o espiritismo segundo jesus cri...
Espiritismo é cristão uma resposta ao livro o espiritismo segundo jesus cri...
 
3 atitudes perigosas em um cristão
3 atitudes perigosas em um cristão3 atitudes perigosas em um cristão
3 atitudes perigosas em um cristão
 
Bezerra Menezes mensagem: O espírita cristão no mundo atual
Bezerra Menezes mensagem: O espírita cristão no mundo atualBezerra Menezes mensagem: O espírita cristão no mundo atual
Bezerra Menezes mensagem: O espírita cristão no mundo atual
 
Doutrinas cristãs
Doutrinas cristãsDoutrinas cristãs
Doutrinas cristãs
 
As raízes e as plantas 1
As  raízes e as plantas 1As  raízes e as plantas 1
As raízes e as plantas 1
 

Semelhante a Reconhece se o cristãos pelas suas obras

A SEMENTE 4 novembro
A  SEMENTE  4 novembroA  SEMENTE  4 novembro
A SEMENTE 4 novembro
Centro Espírita Antoninho Marmo
 
Crê e segue
Crê e segueCrê e segue
Crê e segue
Helio Cruz
 
Renuncia, ensino e caridade 28ago2010
Renuncia, ensino e caridade   28ago2010Renuncia, ensino e caridade   28ago2010
Renuncia, ensino e caridade 28ago2010
Fraternidade Hilaríon de Monte Nebo
 
Discipulado de jesus -Ebook
Discipulado de jesus -EbookDiscipulado de jesus -Ebook
Discipulado de jesus -Ebook
Robson Lima
 
99326331 discipulado-de-jesus-pf-eduardo-sales-de-lima
99326331 discipulado-de-jesus-pf-eduardo-sales-de-lima99326331 discipulado-de-jesus-pf-eduardo-sales-de-lima
99326331 discipulado-de-jesus-pf-eduardo-sales-de-lima
Rui Costa
 
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semana
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semanaLIÇÕES - PG my life usar uma vez por semana
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semana
WillemarSousa1
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 140 - Vejamos Isso
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 140 - Vejamos IssoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 140 - Vejamos Isso
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 140 - Vejamos Isso
Ricardo Azevedo
 
Requisitos completo
Requisitos completoRequisitos completo
Requisitos completo
Alice Lirio
 
Aulas 108 e 109 Escola de Aprendizes do Evangelho
Aulas 108 e 109 Escola de Aprendizes do EvangelhoAulas 108 e 109 Escola de Aprendizes do Evangelho
Aulas 108 e 109 Escola de Aprendizes do Evangelho
liliancostadias
 
Reciclagem_EAE.pptx
Reciclagem_EAE.pptxReciclagem_EAE.pptx
Reciclagem_EAE.pptx
ssuser7be9e8
 
2579227 problemas-presenca-de-deus-e-oracao-mike-wells
2579227 problemas-presenca-de-deus-e-oracao-mike-wells2579227 problemas-presenca-de-deus-e-oracao-mike-wells
2579227 problemas-presenca-de-deus-e-oracao-mike-wells
Antonio Ferreira
 
Aula responsabilidade e disciplina 3ciclo 2010
Aula responsabilidade e disciplina 3ciclo 2010Aula responsabilidade e disciplina 3ciclo 2010
Aula responsabilidade e disciplina 3ciclo 2010
Mocidade Bezzerra de Menezes
 
Ii Formação Para Novas Comunidades
Ii Formação Para Novas ComunidadesIi Formação Para Novas Comunidades
Ii Formação Para Novas Comunidades
tomdeamor
 
Ii Formação Para Novas Comunidades
Ii Formação Para Novas ComunidadesIi Formação Para Novas Comunidades
Ii Formação Para Novas Comunidades
tomdeamor
 
Ii Formação Para Novas Comunidades
Ii Formação Para Novas ComunidadesIi Formação Para Novas Comunidades
Ii Formação Para Novas Comunidades
tomdeamor
 
Ii FormaçãO Para Novas Comunidades
Ii FormaçãO Para Novas ComunidadesIi FormaçãO Para Novas Comunidades
Ii FormaçãO Para Novas Comunidades
identica
 
Ser Cristão
Ser CristãoSer Cristão
Peter Scazzero - Espiritualidade emocionalmente saudavel.pdf
Peter Scazzero - Espiritualidade emocionalmente saudavel.pdfPeter Scazzero - Espiritualidade emocionalmente saudavel.pdf
Peter Scazzero - Espiritualidade emocionalmente saudavel.pdf
JooMarcosABrizola
 
Crê e segue
Crê e segueCrê e segue
Crê e segue
Helio Cruz
 
Lançai as Redes novembro 2013
Lançai as Redes novembro 2013Lançai as Redes novembro 2013
Lançai as Redes novembro 2013
Secretariado Pv Sdpv-Santarém
 

Semelhante a Reconhece se o cristãos pelas suas obras (20)

A SEMENTE 4 novembro
A  SEMENTE  4 novembroA  SEMENTE  4 novembro
A SEMENTE 4 novembro
 
Crê e segue
Crê e segueCrê e segue
Crê e segue
 
Renuncia, ensino e caridade 28ago2010
Renuncia, ensino e caridade   28ago2010Renuncia, ensino e caridade   28ago2010
Renuncia, ensino e caridade 28ago2010
 
Discipulado de jesus -Ebook
Discipulado de jesus -EbookDiscipulado de jesus -Ebook
Discipulado de jesus -Ebook
 
99326331 discipulado-de-jesus-pf-eduardo-sales-de-lima
99326331 discipulado-de-jesus-pf-eduardo-sales-de-lima99326331 discipulado-de-jesus-pf-eduardo-sales-de-lima
99326331 discipulado-de-jesus-pf-eduardo-sales-de-lima
 
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semana
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semanaLIÇÕES - PG my life usar uma vez por semana
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semana
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 140 - Vejamos Isso
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 140 - Vejamos IssoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 140 - Vejamos Isso
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 140 - Vejamos Isso
 
Requisitos completo
Requisitos completoRequisitos completo
Requisitos completo
 
Aulas 108 e 109 Escola de Aprendizes do Evangelho
Aulas 108 e 109 Escola de Aprendizes do EvangelhoAulas 108 e 109 Escola de Aprendizes do Evangelho
Aulas 108 e 109 Escola de Aprendizes do Evangelho
 
Reciclagem_EAE.pptx
Reciclagem_EAE.pptxReciclagem_EAE.pptx
Reciclagem_EAE.pptx
 
2579227 problemas-presenca-de-deus-e-oracao-mike-wells
2579227 problemas-presenca-de-deus-e-oracao-mike-wells2579227 problemas-presenca-de-deus-e-oracao-mike-wells
2579227 problemas-presenca-de-deus-e-oracao-mike-wells
 
Aula responsabilidade e disciplina 3ciclo 2010
Aula responsabilidade e disciplina 3ciclo 2010Aula responsabilidade e disciplina 3ciclo 2010
Aula responsabilidade e disciplina 3ciclo 2010
 
Ii Formação Para Novas Comunidades
Ii Formação Para Novas ComunidadesIi Formação Para Novas Comunidades
Ii Formação Para Novas Comunidades
 
Ii Formação Para Novas Comunidades
Ii Formação Para Novas ComunidadesIi Formação Para Novas Comunidades
Ii Formação Para Novas Comunidades
 
Ii Formação Para Novas Comunidades
Ii Formação Para Novas ComunidadesIi Formação Para Novas Comunidades
Ii Formação Para Novas Comunidades
 
Ii FormaçãO Para Novas Comunidades
Ii FormaçãO Para Novas ComunidadesIi FormaçãO Para Novas Comunidades
Ii FormaçãO Para Novas Comunidades
 
Ser Cristão
Ser CristãoSer Cristão
Ser Cristão
 
Peter Scazzero - Espiritualidade emocionalmente saudavel.pdf
Peter Scazzero - Espiritualidade emocionalmente saudavel.pdfPeter Scazzero - Espiritualidade emocionalmente saudavel.pdf
Peter Scazzero - Espiritualidade emocionalmente saudavel.pdf
 
Crê e segue
Crê e segueCrê e segue
Crê e segue
 
Lançai as Redes novembro 2013
Lançai as Redes novembro 2013Lançai as Redes novembro 2013
Lançai as Redes novembro 2013
 

Mais de Izabel Cristina Fonseca

O advento do cristo
O advento do cristoO advento do cristo
O advento do cristo
Izabel Cristina Fonseca
 
Misterios ocultos aos doutos e prudentes
Misterios ocultos aos doutos e prudentesMisterios ocultos aos doutos e prudentes
Misterios ocultos aos doutos e prudentes
Izabel Cristina Fonseca
 
Melodia natalina
Melodia natalinaMelodia natalina
Melodia natalina
Izabel Cristina Fonseca
 
Bem aventurados os que temos olhos fechados
Bem aventurados os que temos olhos fechadosBem aventurados os que temos olhos fechados
Bem aventurados os que temos olhos fechados
Izabel Cristina Fonseca
 
Se a vossa mao e motivo de escandalo, cortai-a
Se a vossa mao e motivo de escandalo, cortai-aSe a vossa mao e motivo de escandalo, cortai-a
Se a vossa mao e motivo de escandalo, cortai-a
Izabel Cristina Fonseca
 
Misterios ocultos aos prudentes
Misterios ocultos aos prudentesMisterios ocultos aos prudentes
Misterios ocultos aos prudentes
Izabel Cristina Fonseca
 
Poemas
PoemasPoemas
Aquele que se eleva será rebaixado
Aquele que se eleva será rebaixado Aquele que se eleva será rebaixado
Aquele que se eleva será rebaixado
Izabel Cristina Fonseca
 
Solidão fonte viva
Solidão   fonte vivaSolidão   fonte viva
Solidão fonte viva
Izabel Cristina Fonseca
 
Simpatia
SimpatiaSimpatia
Progressão e escala espírita
Progressão e escala espíritaProgressão e escala espírita
Progressão e escala espírita
Izabel Cristina Fonseca
 
Palestra lei destruição
Palestra lei destruiçãoPalestra lei destruição
Palestra lei destruição
Izabel Cristina Fonseca
 
Pal janfevmar 2017
Pal janfevmar 2017Pal janfevmar 2017
Pal janfevmar 2017
Izabel Cristina Fonseca
 
Oração nossa
Oração nossaOração nossa
Oração nossa
Izabel Cristina Fonseca
 
O mancebo rico
O mancebo ricoO mancebo rico
O mancebo rico
Izabel Cristina Fonseca
 
O bem e o mal esde - leis divinas
O bem e o mal  esde - leis divinasO bem e o mal  esde - leis divinas
O bem e o mal esde - leis divinas
Izabel Cristina Fonseca
 
Natal palestra
Natal palestraNatal palestra
Natal palestra
Izabel Cristina Fonseca
 
Não desanimar bezerra
Não desanimar   bezerraNão desanimar   bezerra
Não desanimar bezerra
Izabel Cristina Fonseca
 
Inteligência e instinto
Inteligência e instintoInteligência e instinto
Inteligência e instinto
Izabel Cristina Fonseca
 
Incompreensão palestra 2016
Incompreensão   palestra 2016Incompreensão   palestra 2016
Incompreensão palestra 2016
Izabel Cristina Fonseca
 

Mais de Izabel Cristina Fonseca (20)

O advento do cristo
O advento do cristoO advento do cristo
O advento do cristo
 
Misterios ocultos aos doutos e prudentes
Misterios ocultos aos doutos e prudentesMisterios ocultos aos doutos e prudentes
Misterios ocultos aos doutos e prudentes
 
Melodia natalina
Melodia natalinaMelodia natalina
Melodia natalina
 
Bem aventurados os que temos olhos fechados
Bem aventurados os que temos olhos fechadosBem aventurados os que temos olhos fechados
Bem aventurados os que temos olhos fechados
 
Se a vossa mao e motivo de escandalo, cortai-a
Se a vossa mao e motivo de escandalo, cortai-aSe a vossa mao e motivo de escandalo, cortai-a
Se a vossa mao e motivo de escandalo, cortai-a
 
Misterios ocultos aos prudentes
Misterios ocultos aos prudentesMisterios ocultos aos prudentes
Misterios ocultos aos prudentes
 
Poemas
PoemasPoemas
Poemas
 
Aquele que se eleva será rebaixado
Aquele que se eleva será rebaixado Aquele que se eleva será rebaixado
Aquele que se eleva será rebaixado
 
Solidão fonte viva
Solidão   fonte vivaSolidão   fonte viva
Solidão fonte viva
 
Simpatia
SimpatiaSimpatia
Simpatia
 
Progressão e escala espírita
Progressão e escala espíritaProgressão e escala espírita
Progressão e escala espírita
 
Palestra lei destruição
Palestra lei destruiçãoPalestra lei destruição
Palestra lei destruição
 
Pal janfevmar 2017
Pal janfevmar 2017Pal janfevmar 2017
Pal janfevmar 2017
 
Oração nossa
Oração nossaOração nossa
Oração nossa
 
O mancebo rico
O mancebo ricoO mancebo rico
O mancebo rico
 
O bem e o mal esde - leis divinas
O bem e o mal  esde - leis divinasO bem e o mal  esde - leis divinas
O bem e o mal esde - leis divinas
 
Natal palestra
Natal palestraNatal palestra
Natal palestra
 
Não desanimar bezerra
Não desanimar   bezerraNão desanimar   bezerra
Não desanimar bezerra
 
Inteligência e instinto
Inteligência e instintoInteligência e instinto
Inteligência e instinto
 
Incompreensão palestra 2016
Incompreensão   palestra 2016Incompreensão   palestra 2016
Incompreensão palestra 2016
 

Último

Enfermos - Unção para consagração dosa enfermos
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermosEnfermos - Unção para consagração dosa enfermos
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermos
FernandoCavalcante48
 
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptxLição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
JaquelineSantosBasto
 
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Elton Zanoni
 
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptxLição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Celso Napoleon
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Nilson Almeida
 
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdfPROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
Nelson Pereira
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Igreja Jesus é o Verbo
 
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptxLição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Celso Napoleon
 
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
REFORMADOR PROTESTANTE
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Nilson Almeida
 
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdfde volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
marcobueno2024
 

Último (11)

Enfermos - Unção para consagração dosa enfermos
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermosEnfermos - Unção para consagração dosa enfermos
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermos
 
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptxLição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
 
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
 
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptxLição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
 
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdfPROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
 
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptxLição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
 
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
 
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdfde volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
 

Reconhece se o cristãos pelas suas obras

  • 1. Reconhece-se o cristão pelas suas obras... Os pés, que não caminham, criam raízes.
  • 2. Não basta apelar para Jesus, exclamando Senhor, Senhor! Quando não se segue os preceitos por ele ensinados.De nada adianta implorar a ajuda de Deus, se não se busca melhorar e superar a si mesmo, se não se torna mais caridoso, nem mais indulgente com os semelhantes. Não são cristãos verdadeiros aqueles que apenas se comprazem em atos exteriores de devoção, ou que se encastelam nas muralhas do egoísmo, do orgulho, da cupidez e de outras paixões degradantes, ou que não fazem nada por ninguém.
  • 3. OBSERVAÇÃO IMPORTANTE Kardecnosensinaque o Medo é raiz de muitos males. Exemplo: Muitosbuscam o saber nãoporquequerem se iluminar, masporque tem muitomedo de seremrejeitados e criticados, querem ser aplaudidospelosoutros, queremacreditarquesãomais do querealmentesãoporterembaixa auto estima. ISSO CHAMA-SE ORGULHO.
  • 4. E O EGOÍSMO, A VAIDADE E A AGRESSIVIDADE? Muitos com medo de passaralgumtipo de necessidadeacumulamegoisticamente “coisas” quepoderiam ser divididas; Muitos com medo de recebercríticasdeixam de concretizarváriosprojetos, porquequeremagradar a todos. Muitostentamdiminuir as qualidades das pessoas, porquenão as possui, e assimtentamelevarsua auto estima. VERBO: MEXERICAR Muitosbandidos com medo de nãoseremrespeitadoscometem crimes super agressivospara se fazeremmelhoresqueosoutros.
  • 5.
  • 6. Quando Jesus recomenda edificar a casa sobre a rocha, refere-se à necessidade de ter uma diretriz segura no desenvolvimento da vida, vivenciar o bem, o amor ao próximo no pensamento e na ação. Aquele que possui uma fé consolidada pela razão e inspirada no amor não pode ser inoperante. Por outro lado, o indíviduoinvigilante, vacilante, que toma conhecimento dos ensinamentos evangélicos, mas que vive fechado em si mesmo, esse construiu a sua casa sobre a areia movediça, e qualquer tribulação terrena a faz esmorecer.
  • 7. MORRO DO BUMBA EM NITEROI
  • 8. Esse é um cristão apenas de nome, mas que não vive em si mesmo a essência dos ensinamentos de Jesus, pois não despertou para a alegria da interioridade e do dar de si. Cristão não é um rótulo, mas uma vivência. O Evangelho não é para ser lido e guardado na estante, ele tem que ser vivido, aplicado em toda a vida de relação. Para se tornar um cristão digno de ser chamado como tal é imprescindível revelar-se pelas suas obras, em qualquer circunstância da vida.
  • 9. A OBRA MAIS DIFÍCIL DE SER FEITA É A QUE FICA DENTRO DE NÓS. Cristão, na verdadeira acepção da palavra, não é somente aquele que guarda os ensinamentos de Jesus nas expressões mais sinceras do coração, que se torna dócil, compreensível, misericordioso, mas aquele que também busca motivos edificantes que realmente ergam o reino da interioridade sobre alicerces que o sustentem.
  • 10. Os Espíritos, em sua essência divina, não foram criados para permanecer em repouso, mas para dinamizar suas potências no trabalho, no exercício da caridade, sendo agentes e transformadores do meio em que vivem. Um médium perguntou ao Chico como deveria fazer para que a mediunidade se lhe desenvolvesse de maneira mais ampla. _ Olhe, quando comecei, fiz a Emmanuel a mesma indagação que você está me fazendo...Ele me disse que eu precisava trabalhar. Decorrido algum tempo, perguntei de novo...Veio a resp. de que era preciso trabalhar mais. Passados alguns meses, tornei a fazer a mesma indagação a Emmanuel...Ele me resp: “Chico, você está me obrigando a lhe dizer que é trabalhar mais e perguntar menos.” Nunca mais tive coragem de perguntar nada semelhante a ele.
  • 11.
  • 12. Alguémcomentavasobre a falta de liberdade dos espiritasqueabraçam a casa e a causa do Cristo. Chico atentorespondeu: “Obedeço a tudopara ser livre…Cumpro o dever e o trabalhoparanãodesmoralizar a liberdade… Emmanuel semprerecomendou a disciplina … A disciplinanão é umacelatrancada, é a chavedaporta, quelhepermitesair e voltar…” NOS GRUPOS RELIGIOSOS QUANTO MAIS RESPONSABILIDADE MENOR É A VONTADE E CORAGEM DE A SSUMIR A OBRA REDENTORA.
  • 13. MINUTOS DE SABEDORIA "Levante todos aqueles que estiverem caídos em seu redor. Você não sabe onde seus pés tropeçarão". Estas palavras de André Luiz nos alertam quanto ao dever de ajudar a todos os que caem, não só física, como moralmente. Não critique quem cair. Ajude-o a erguer-se, tal como você gostaria que fizessem com você, se estivesse no mesmo caso. FIM