Introducao ao Estudo do Evangelho Segundo o Espiritismo

13.466 visualizações

Publicada em

Segundo encontro ralizado no dia 08/03/2013, as 19h30, no Centro Espírita Vicente de Paulo ( www.cevp.org.br )

Publicada em: Espiritual
0 comentários
10 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
13.466
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
109
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
541
Comentários
0
Gostaram
10
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Introducao ao Estudo do Evangelho Segundo o Espiritismo

  1. 1. 2º ENCONTROVAMOS COMEÇAR COM UMA ORAÇÃO? 1
  2. 2. Comunicabilidade Conduta espíritos moral Justiça Milagres efilosofia ciencia Filosofia/ciencia divina predições 2
  3. 3. O LIVRO DOS ESPÍRITOS INTRODUÇÃO O QUE É O E PROLEGÔMENOS ESPIRITISMO?PARTE PRIMEIRA PARTE SEGUNDA PARTE TERCEIRA PARTE QUARTA BASE PARA BASE PARA BASE PARA BASE PARACONSTRUÇÃO DE CONSTRUÇÃO DE CONSTRUÇÃO DE CONSTRUÇÃO DE “A GÊNESE”: “ O LIVRO DOS “ O EVANGELHO “ O CÉU E O L I, cap. II,III,IV MÉDIUNS”: SEGUNDO O INFERNO”: L.II, IX,X, XI L.II, VI ao final ESPIRITISMO”: LIVRO IV L.III (parteP LIVRO III LEIS MORAIS CONCLUSÃO 3
  4. 4. O EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO (E.S.E.) 4
  5. 5. REVISTA ESPÍRITA ABRIL DE 1864 PÁG.134IMITAÇÃO DO EVANGELHO 5
  6. 6. ExplicaçãoEste livro foi publicado, inicialmente, com o título de Imitação do Evangelho. Kardecexplica o seguinte: Mais tarde, por força das observações reiteradas do Sr. Didier e deoutras pessoas, mudei-o para Evangelho Segundo o Espiritismo” . Trata-se dodesenvolvimento dos tópicos religiosos de O Livro dos Espíritos, e representa um manualde aplicação moral do Espiritismo.A 9 de agosto de 1863, Kardec recebeu uma comunicação dos seus Guias, sobre aelaboração deste livro. A comunicação assinalava o seguinte: “Esse livro de doutrina teráinfluência considerável, porque explana questões de interesse capital. Não somente omundo religioso encontrará nele as máximas de que necessita, como as nações, em suavida prática, dele haurirão instruções excelentes. Fizeste bem ao enfrentar as questões deelevada moral prática, do ponto de vista dos interesses gerais, dos interesses sociais edos interesses religiosos”.Em comunicação posterior, a 14 de setembro de 1863, declaravam os Guias de Kardec:“Nossa ação, principalmente a do Espírito da Verdade, é constante ao teu redor, e de talmaneira, que não a podes negar. Assim não entrarei em detalhes desnecessários, sobre oplano da tua obra, que, segundo os meus conselhos ocultos, modificaste tão ampla ecompletamente”. Logo adiante acentuavam: “Com esta obra, o edifício começa a libertar-se dos andaimes, e já podemos ver-lhe a cúpula a desenhar-se no horizonte”. 6
  7. 7. Estas comunicações, cuja leitura completa pode ser feita em Obras Póstumas, revelam-nos a importância fundamental de O Evangelho Segundo o Espiritismo, na CodificaçãoKardeciana. Enquanto O Evangelho dos Espíritos nos apresenta a Filosofia Espírita em suainteireza e O Livro dos Médiuns, a Ciência Espírita em seu desenvolvimento, este livro nosoferece a base e o roteiro da Religião Espírita.Livro de cabeceira, de leitura diária obrigatória, de leitura preparatória de reuniõesdoutrinárias, deve ser encarado também como livro de estudo, para melhor compreensãoda Doutrina. A comunicação do Espírito da Verdade, colocada como prefácio, deve ser lidaatentamente pelos estudiosos, pois cada uma de suas frases tem um sentido maisprofundo do que parece à primeira leitura.A Introdução e o Capítulo I constituem verdadeiro estudo sobre a natureza, o sentido e afinalidade do Espiritismo. Devem ser estudados atenciosamente, e não apenas lidos.Formam uma peça de grande valor para a verdadeira compreensão da Doutrina.JOSÉ HERCULANO PIRESTradutor 7
  8. 8. OBJETIVOCOMPREENDER OS TEMAS MÉTODO: SÍNTESE DE AFIRMATIVAS CONTIDAS EM CADA CAPÍTULO 8
  9. 9. PREFÁCIOESPÍRITO DE VERDADE A INSTRUÇÃO DO PREFÁCIO, TRANSMITIDA POR VIA MEDIÚNICA, RESUME A UMA SÓ VEZ O VERDADEIRO CARÁTER DO ESPIRITISMO 9 E O OBJETIVO DO E.SE.
  10. 10. PREFÁCIOOs Espíritos do Senhor, que são as virtudes dos Céus, qual imensoexército que se movimenta ao receber as ordens do seu comando,espalham-se por toda a superfície da Terra e, semelhantes a estrelascadentes, vêm iluminar os caminhos e abrir os olhos aos cegos.Eu vos digo, em verdade, que são chegados os tempos em que todas ascoisas hão de ser restabelecidas no seu verdadeiro sentido, paradissipar as trevas, confundir os orgulhosos e glorificar os justos.As grandes vozes do Céu ressoam como sons de trombetas, e oscânticos dos anjos se lhes associam. Nós vos convidamos, a vóshomens, para o divino concerto. Tomai da lira, fazei uníssonas vossasvozes, e que, num hino sagrado, elas se estendam e repercutam de umextremo a outro do Universo.Homens, irmãos a quem amamos, aqui estamos junto de vós. Amai-vos, também, uns aos outros e dizei do fundo do coração, fazendo asvontades do Pai, que está no Céu: Senhor! Senhor!… e podereis entrarno reino dos Céus.O ESPÍRITO DE VERDADE 10
  11. 11. INTRODUÇÃO 11
  12. 12. ROTEIRO DA INTRODUÇÃO I-OBJETIVO DESTA OBRAII-AUTORIDADE DA DOUTRINA ESPÍRITA III- NOTÍCIAS HISTÓRICAS IV– RESUMO DA DOUTRINA DE SÓCRATES E PLATÃO, PRECURSORES DA IDÉIA CRISTÃ E DO ESPIRITISMO 12
  13. 13. INTRODUÇÃO E O CAPÍTULO I ESTUDO SOBRE - A NATUREZA, -O SENTIDO,- E A FINALIDADE DO ESPIRITISMO 13
  14. 14. I-O OBJETIVO ESTA OBRA 1. ATOS COMUNS DA VIDA DE JESUS 2. MILAGRES2 e 3. Em A GÊNESE 3. PREDIÇÕES4. Em O CÉU E O INFERNO 4. DOGMAS PRINCÍPIOS QUE DEVEM SER RESPEITADOS POR TODOS OS SEGUIDORES DESSA RELIGIÃO. O ENSINO MORAL OBJETO EXCLUSIVO DO ESE “(...) AS QUATRO PRIMEIRAS TÊM SIDO OBJETO DE CONTROVÉRSIAS; A ÚLTIMA, PORÉM, CONSERVOU-SE CONSTANTEMENTE INATACÁVEL (...)” 14
  15. 15. Os ensinamentos não seguem a ordem cronológica, mas são agrupadosconforme sua natureza. 15
  16. 16. DEFININDO O ESE O QUE É O EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO? “ É UM CÓDIGO DE MORAL UNIVERSAL” 1- EXPLICA AS PASSAGENS OBSCURAS DOS EVANGELHOS.2- APLICA OS ENSINOS A TODAS AS POSIÇÕES DA VIDA. 3- TEM A CHAVE PARA A COMPREENSÃO DOS EVANGELHOS.“(...) REUNIMOS NESTA OBRA, OS ARTIGOS QUE PODEM COMPOR, A BEM DIZER, UM CÓDIGO DE MORAL UNIVERSAL, SEM DISTINÇÃO DE CULTO (...)” AK 16 4
  17. 17. • Os assuntos do Evangelho são de difícil entendimento pois falta uma chave para compreender seu verdadeiro sentido Esta chave está no Espiritismo. 17
  18. 18. III-A DISPOSIÇÃO DAS MATÉRIASMÁXIMAS DE JESUS COMENTÁRIOS DE KARDEC INSTRUÇÕES DOS ESPÍRITOS “(...) QUANTO AOS MÉDIUNS, ABSTIVEMO-NOS DE NOMEÁ-LOS (...)” AK 18
  19. 19. MÁXIMAS DO CRISTO SÃO AS CITAÇÕES DOS EVANGELHOSREUNIDAS PELA SUA NATUREZA, ELIMINANDO AS COISAS ESTRANHAS AO ASSUNTO, RESPEITADA A TRADUÇÃO FRANCESA DE SACY (1613/1684). 19
  20. 20. COMENTÁRIOS DE KARDEC COMENTÁRIOS COM A AJUDA DOS BONS ESPÍRITOS, COLOCA AS MÁXIMAS AO ALCANCE DE TODOS, DESENVOLVE TODAS AS CONSEQUÊNCIAS 20
  21. 21. INSTRUÇÕES DOS ESPÍRITOS FORAM DITADAS PELOS ESPÍRITOS COLHIDAS EM DIVERSOS PAÍSES; RECEBIDAS POR DIFERENTES MÉDIUNS; ESCLARECEM E CONVIDAM À PRÁTICA DO EVANGELHO. “AS INSTRUÇÕES DOS ESPÍRITOS SÃO VERDADEIRAMENTE AS VOZES DO CÉU QUE 21VÊM ESCLARECER OS HOMENS E CONVIDÁ-LOS À PRATICA DO EVANGELHO” (...) AK
  22. 22. II-A AUTORIDADE DA DOUTRINA ESPÍRITA ONDE RESIDE ? NUM HOMEM? NOS ESPÍRITOS? CONCEPÇÃO UNIVERSAL ENSINO DOS ESPÍRITOS VIA MAIS RÁPIDA E MAIS AUTÊNTICA “(...)LONGE SE ACHAM (OS ESPÍRITOS) DE ESTAR INDIVIDUALMENTE CONSIDERADOS, NA POSSE DE TODA A VERDADE” (...) AK 22 6
  23. 23. UM HOMEM PODE SER ENGANADO ENGANAR-SE A SI PROPRIO ISSO NÃO OCORRE QUANDO MILHÕES OUVEM E VEEM A MESMA COISADESAPARECE UM HOMEMNÃO DESAPARECE A MASSAQUEIMA O LIVRO, MAS NÃO QUEIMA O ESPÍRITO 23
  24. 24. O QUE CONFERE AUTORIDADE ÀS INFORMAÇÕES TRANSMITIDAS PELOS ESPÍRITOS? Porque estas informações são confiáveis?Por que podemos acreditar nelas?CONTROLE UNIVERSAL DOS ENSINAMENTOS DOS ESPÍRITOS ESSE CONTROLE É QUE FAZ A FORÇA DO ESPIRITISMO 24
  25. 25. A COMPROVAÇÃO DA VERDADE PELA UNIVERSALIDADE: DO ENSINO DA OPINIÃO POR MÉDIUNS: POR CONTROLE:-DE VÁRIAS SEITAS;-DE DIFERENTES CLASSES SOCIAIS -1.º CONTROLE: - A RAZÃO-DE DIFERENTES PARTIDOS; -2.º CONTROLE: - A CONCORDÂNCIA-DE DIFERENTES RAÇAS. 25
  26. 26. DA OPINIÃO POR CONTROLE:-1.º CONTROLE: - A RAZÃO“....SUBMETER, SEM EXCEÇÃO, TUDO O QUE VEM DOSESPÍRITOS, INDEPENDENTEMENTE DO NOME QUEESTEJA ASSINADA” A MENSAGEM-2.º CONTROLE: - A CONCORDÂNCIA“....CONCORDÂNCIA ENTRE AS REVELAÇÕES FEITASESPONTANEAMENTE POR INTERMÉDIO DE UMGRANDE NÚMERO DE MEDIUNS, ESTRANHOS UNSAOS OUTROS E EM DIVERSOS LUGARES” 26
  27. 27. 1943um psiquiatra americano Um pediatra austríaco Leo Kanner Hans Asperger DISTURBIO DE DESENVOLVIMENTO AUTISMO 27
  28. 28. Parte Terceira DO LIVRO DOS ESPIRITOSDas leis moraisCAPÍTULO VIIIDA LEI DO PROGRESSOInfluência do Espiritismo no progresso798. O Espiritismo se tornará crença comum, ou ficará sendo partilhado, comocrença, apenas por algumas pessoas?“Certamente que se tornará crença geral e marcará nova era nahistória da humanidade, porque está na Natureza e chegou o tempoem que ocupará lugar entre os conhecimentos humanos. Terá, noentanto, que sustentar grandes lutas, mais contra o interesse, do quecontra a convicção, porquanto não há como dissimular a existênciade pessoas interessadas em combatê-lo, umas por amor- próprio,outras por causas inteiramente materiais. Porém, como virão a ficarinsulados, seus contraditores se sentirão forçados a pensar como osdemais, sob pena de se tornarem ridículos.” 28
  29. 29. 799 L.E.- De que maneira pode o Espiritismocontribuir para o progresso?“Destruindo o materialismo, que é uma daschagas da sociedade, ele faz que os homenscompreendam onde se encontram seusverdadeiros interesses. Deixando a vida futurade estar velada pela dúvida, o homemperceberá melhor que, por meio do presente,lhe é dado preparar o seu futuro. Abolindo osprejuízos de seitas, castas e cores, ensina aoshomens a grande solidariedade que os há deunir como irmãos.” 29
  30. 30. 800 L.E. -Não será de temer que o Espiritismo não consiga triunfarda negligência dos homens e do seu apego às coisas materiais?“Conhece bem pouco os homens quem imagine que umacausa qualquer os possa transformar como que porencanto. As idéias só pouco a pouco se modificam,conforme os indivíduos, e preciso é que algumas geraçõespassem, para que se apaguem totalmente os vestígiosdos velhos hábitos. A transformação, pois, somente com otempo, gradual e progressivamente, se pode operar. Paracada geração uma parte do véu se dissipa. O Espiritismovem rasgá-lo de alto a baixo. Entretanto, conseguisse eleunicamente corrigir num homem um único defeito quefosse e já o haveria forçado a dar um passo. Ter-lhe-iafeito, só com isso, grande bem, pois esse primeiro passolhe facilitará os outros.” 30
  31. 31. 801 L.E. Por que não ensinaram os Espíritos, emtodos os tempos, o que ensinam hoje?“Não ensinais às crianças o que ensinais aosadultos e não dais ao recém-nascido umalimento que ele não possa digerir. Cada coisatem seu tempo. Eles ensinaram muitas coisasque os homens não compreenderam ouadulteraram, mas que podem compreenderagora. Com seus ensinos, embora incompletos,prepararam o terreno para receber a sementeque vai frutificar.” 31
  32. 32. 802 L.E.- Visto que o Espiritismo tem que marcar um progresso daHumanidade, por que não apressam os Espíritos esse progresso,por meio de manifestações tão generalizadas e patentes, que aconvicção penetre até nos mais incrédulos?“Desejaríeis milagres; mas Deus os espalha a mancheiasdiante dos vossos passos e, no entanto, ainda há homensque o negam. Conseguiu, porventura, o próprio Cristoconvencer os seus contemporâneos, mediante osprodígios que operou? Não conheceis presentementealguns que negam os fatos mais patentes, ocorridos àssuas vistas? Não há os que dizem que não acreditariam,mesmo que vissem? Não; não é por meio de prodígiosque Deus quer encaminhar os homens. Em Sua bondade,Ele lhes deixa o mérito de se convencerem pela razão.” 32
  33. 33. A GÊNESE CAPÍTULO I – ÍTEM 50 OS ESPÍRITOS ENSINAM JUSTAMENTE O QUE É NECESSÁRIO PARA GUIÁ-LO NOCAMINHO DA VERDADE, MAS ABSTÊM-SE DE REVELAR O QUE O HOMEM PODE DESCOBRIR POR SI MESMO, DEIXANDO-LHE O CUIDADO DE SUBMETER TUDO À RAZÃO , DEIXANDO QUE ADQUIRA EXPERIÊNCIA A SUA CUSTA. 33
  34. 34. III- NOTAS HISTÓRICAS A COMPREENSÃO EXATA DA SIGNIFICAÇÃO DE ALGUMAS PALAVRASPODE AJUDAR A ENTENDER O VERDADEIRO SIGNIFICADO DE ALGUNS ENSINAMENTOS DE JESUS. 34
  35. 35. 3º ENCONTRO III- NOTÍCIAS HISTÓRICAS IV– RESUMO DA DOUTRINA DE SÓCRATES E PLATÃO,PRECURSORES DA IDÉIA CRISTÃ E DO ESPIRITISMO 35
  36. 36. O POVO HEBREU-JESUS NASCEU NO POVO HEBREU;-ORIGEM: ERA UM POVO ASIÁTICO E DA ANTIGUIDADE, 2.000 A.C.-MESOPOTÂMIA.- CIDADE DE UR – GRANDE CENTRO POLÍTICO E COMERCIAL-ESSE POVO ERA NÔMADE.-ABRAAO – PATRIARCA-IDÉIA MONOTEISTA – UM ÚNICO DEUS-ELE RECEBEU UMA REVELAÇÃO (MANIFESTAÇÃO MEDIÚNICA),ELE E SUAFAMÍLIA FORAM ESCOLHIDOS O” POVO ELEITO” PELO SENHOR,(ACREDITARNESSE DEUS ÚNICO E CUMPRIR FIELMENTE SEUS MANDAMENTOS).ABRAÃO DEVERIA SAIR DAQUELA CIDADE E PROCURAR UMA “TERRAPROMETIDA” E FÉRTIL E DARIA ORIGEM A UM GRANDE POVO. PASSOU DEABRAAO A ABRÃO. ELE PARTIU E SUBIU COM TODOS OS AGREGADOS ECRIAÇÕES ATÉ A PLANICIE DE HARA, MAS O POVO DE LÁ NÃO GOSTOUDELES (LOCAL DE SECA E POUCO GADO). DESCERAM ATÉ A PALESTINA, MASALI JÁ ESTAVA OCUPADA E VIERAM ATÉ O EGITO, PORQUE HAVIA ÁGUA (RIONILO) , VOLTAM E SE INSTALAM EM CANAÃ. 36
  37. 37. FENICIA UR 2.000 A.C. ABRAÃO REVELAÇÃO “POVO ELEITO” “TERRA PROMETIDA” 37
  38. 38. ABRAÃO TEVE 2 FILHOS:O 1º FILHO FOI COM UMA ESCRAVA AGAR , DE NOME ISMAEL. SARA, A ESPOSA , FILHO ISAC. ISAC TEVE 2 FILHOS (GÊMEOS): - ESAU (O PRIMOGÊNITO - E JACÓ.ESAU VENDEU A JACÓ O DIREITO DE PRIMOGENITURA (TRAMÓIAS). O ANJO DEU A JACÓ O NOME DE ISRAEL, TEVE 12 FILHOS- 12 TRIBOS DE ISRAEL. DEUS ÚNICO: DEUS DE ABRAÃO DEUS DE ISAC 38 DEUS DE JACÓ
  39. 39. DESCENDENTES- ISRAELISTAS 39
  40. 40. JOSÉ FOI VENDIDO PARA O EGITODECIFRA SONHO DO FARAÓ -7 ANOS DE ESCASSESBRAÇO DIREITO DO FARAÓTROUXE OS 11 IRMÃOS PARA O EGITO“CRESCEI E MULTIPLICAI-VOS”MORRE O FARAÓ, O JOSÉMÃO DE OBRA BOA E BARATALEI QUE NÃO PODERIAM MAIS TER FILHOSMOISÉS (ISRAELITA CRIADO COMO EGÍPCIO)MATOU UM SOLDADO EGIPCIO E FUGIU PARA O DESERTO . 10 PRAGAS. MOISÉS TIRAOS HEBREUS DA ESCRAVIDÃO COM A PERMISSÃO DO FARAÓ, ATRAVÉS DO MARVERMELHO.450 ANOS DE CATIVEIRO.MOISES CAMINHA COM ESSE POVO NO DESERTO POR 40 ANOSPARA DESPRENDIMENTO DA PRATICA POLITEÍSTA.MONTE SINAI – 10 MANDAMENTOS – VAI ATÉ CANAÃ.JOSUE´- 1º MINISTRO DE MOISÉS. DIVIDE AS TERRAS PELAS 12 TRIBOS.JOSUÉ NÃO DEIXOU SUCESSOR.CHEFES ESPECIAIS – “JUÍZES” –O PROFETA SAMUEL- AUTORIDADE MORAL SOBRE O POVO , SAGROU “SAUL”, O 1º REIDE ISRAEL. NÃO CUMPRIU AS LEIS DIVINAS. CHAMOU A PITONISA E O PROPRIOSAMUEL , EM ESPIRITO, CONFIRMOU A MORTE DE SAUL E SUA FAMÍLIA. 40
  41. 41. “SAUL” - O 1º REI DAVI -2º REI - SALOMÃO – 3º REI- DESENTENDIMENTO - TRIBOS SE DIVIDIRAM em 2 REINOS Efraim + 9 Reino de Israel(10) (norte) Judá e Benjamim (sul) Reino de Judá (2)Hebreus ou Israelitas são todos os descendentes das doze tribos de Israel (Jacó).-todo Judeu (BAURUENSE)é um Hebreu (BRASILEIRO)- nem todo Hebreu (BRASILEIRO) é Judeu. BAURUENSE JUDEUSjudeu é étnico, hebreu é nacionalidade, hebraico é língua...israelense é quem nasceu em Israel, israelitas são os descendentes da tribo de Israel.... 41
  42. 42. Reino de Israel(10) Reino de Judá (2)CAPITAL EM SAMARIA CAPITAL EM JERUSALÉM 19 REIS; 20 REIS; 242 ANOS 132 ANOS 42
  43. 43. HEBREUS NÃO ERAM GUERREIROS-DOMINADOS (ASSÍRIOS, BABILÔNICOS)CIRO (IMPERADOR PERSA)PERMITIU QUE OS JUDEUS CATIVOS NABABILÔNIA VOLTASSEM PARA A JUDEIA-JEOVÁ-RECONSTRUIRAM O TEMPLO DE JERUSALÉM-ALEXANDRE , O GRANDE, DA MACEDÔNIA,DOMINA. APÓS A SUA MORTE, A PALESTINAFICOU PARA ANTIOCO, SÍRIA.DOMÍNIO ROMANO – 60 AC 43
  44. 44. O DOMÍNIO DOS ROMANOS ERA POLÍTICO, NÃO IMPUNHA SUAS CRENÇASPARA EVITAR MUITAS GUERRAS, DESDE QUE NÃO FERIREM OS 44 INTERESSES DE ROMA
  45. 45. ANO 43 A.C.O IMPERADOR ROMANO NOMEOU UM REI PARA A PALESTINA, HERÓDES, O GRANDE. MORREU, SEU REINO FOI DIVIDISO EM 3:ARQUELAU: SAMARIA, JUDÉIA E IDUMÉIA; HERÓDES ANTIPAS:GALILÉIA E PEREIA; (DEGOLOU JOÃO BATISTA) FELIPE (OUTRAS REGIÕES) 45
  46. 46. 70 D.C.GENERAL TITO E VESPAZIANO DESTRUIRAM OTEMPLO132 D.C.OUTRA REVOLTA – OS ROMANOS PROIBIRAM OSJUDEUS DE VOLTAR PARA JERUSALÉM. FEZ ACOLONIA AÉLIA CAPITOLINA 46
  47. 47. DIÁSPORA DISPERSÃO DOS JUDEUS. A DIÁSPORA SEMPRE EXISTIU, PORQUE HAVIA JUDEUS QUE VIVIAM FORA DE CANAÃ. JUDEUS HELENISTAS FALAVAM A LÍNGUA GREGA,GOSTAVAM DAS IDÉIAS UNIVERSALISTAS DOS GREGOS 47
  48. 48. QUEM É QUE MANDA NO POVO ISRAELITA? O SUMO SACERDOTE, PORQUE TUDO VEM DE DEUS.SINÉDRIO- ASSEMBLÉIA CONSTITUIDA DE 72 MEMBROS DO JUDAÍSMO. 48
  49. 49. SINÉDRIO 1-PRÍNCIPES DOS SACERDOTES ADOTAVAM PRINCÍPIOS SADUCEUS: -IMORTALIDADE; -LEI DE MOISÉS- PENTATEUCO 2-ANCIÃOS DO POVO (LEIGOS, NÃO SACERDOTES, DE FAMÍLIAS ARISTOCRÁTICAS IMPORTANTES) 3-ESCRIBAS OU DOUTORES DA LEI (JUDEUS ESTUDIOSOS ATUANTES NAS SINAGOGAS) ESTUDAVAM E INTERPRETAVAM OUTROS LIVROS ALÉM DA TORÁ (ALÉM DO PENTATEUCO DE MOISÉS),OS SADUCEUS NÃO GOSTAVAM DOS ESCRIBAS; 49
  50. 50. PALESTINA 10 CIDADES AO TEMPO DE JESUSCISJORDANIA GREGAS TRANSJORDANIA GALILÉIA SAMARIA JUDÉIA PEREIA 50
  51. 51. PALESTINA 51
  52. 52. 52
  53. 53. FENICIA 53
  54. 54. ENTRE 2 CIVILIZAÇÕES ADMIRÁVEIS: EGITO E MESOPOTAMIA 54
  55. 55. 4 NOMES DADOS À PALESTINA 1-TERRA DE CANAÃ (JEOVÁ AOS ISRAELITAS) REGIÃO HABITADA PELOS CANANEUS DESCENDENTES DE CAM, 2º FILHO DE NOÉ OS HEBREUS DESCENDIAM DO FILHO MAIS VELHO DE NOÉ- SEM- “SEMITAS” 55
  56. 56. 2-TERRA DE ISRAEL JACÓ – ISRAEL TINHA 12 FILHOS HEBREUS- RAÇA ISRAELITASDESCENDENTES DE JACÓ. 56
  57. 57. 3-PALESTINA 4-TERRA SANTAPROFETA SACARIAS NO VELHO TESTAMENTO.PALAVRA MUITO USADA POROCASIÃO DAS CRUZADAS NA IDADE MÉDIA, GRUPOSFORMADOS PARA LIBERTAR ATERRA SANTA DAS MÃOS DOS 57 INFIÉIS
  58. 58. 58
  59. 59. 209 KM JOÃO BATISTA BATIZAVA NO RIO JORDÃO 59
  60. 60. jESUS com quase 30 anos foi batizado por imersão no Rio JordãoREVELAÇÃO DE QUE JESUS ERA O MESSIAS 60 (Mateus 3:1-12)
  61. 61. LAGO DE GENESARÉLAGO DE TIBERÍADES MAR DA GALILÉIA(muita água e ventos) MUITOS PEIXES ÁGUAS RASAS PESCA MILAGROSA Lucas 5, 1-11 Então Jesus disse a Simão: "Não tenha medo! De hoje em diante você será pescador de homens”.” Então levaram as barcas para a margem, deixaram tudo, e seguiram a Jesus”. 61
  62. 62. As mesmas águas foramacalmadas pelo próprio Jesus emmeio a uma grande tempestade, àqual ele pôs fim.MARCOS 4 ; 35-41Após este episódio, chegando àmargem, o Messias libertou doispossuídos, expulsando osdemônios que estavam neles emandando-os para uma manadade porcos ali próximos, que sejogaram de um barranco naságuas (Mateus 8:28-33) 62
  63. 63. JESUS – SERMÃO DO MONTE 63
  64. 64. JESUS pregando embarcado,no Mar da Galiléia (ou Lago de Genezaré). 64
  65. 65. Foi nas margens do Mar da Galileia que Jesusrecrutou 4 de seus 12 apóstolos entre ospescadores: Simão (rebatizado Pedro), seuirmão André e outros dois irmãos, João eTiago. 65
  66. 66. CIDADES DA JUDÉIA 66
  67. 67. JERUSALÉM - JUDÉIA-ALTO DO MONTE SIÃO-750 MTS ACIMA DO MAR-50 MIL HAB/-FESTAS – 180 MIL-PROCURADOR ROMANO – CESARÉIA P/ JERUSALÉM – TORRE ANTONIA-TEMPLO – MONTE MORIÁ-LADO APOSTO – MONTE DAS OLIVEIRAS- JESUS OROU E FOI ENTREGUE AOS SEUS INIMIGOS-GÓLGOTA-CALVÁRIO – JESUS FOI CRUCIFICADO-JESUS LAMENTOU JERUSALÉM NO MONTE DAS OLIVEIRAS: AH! JERUSALÉM! REJEITA SEUS ENVIADOS E PROFETAS.-DESTRUIÇÃO DO TEMPLO – 70 D.C.- GENERAL ROMANO TITO 67-MURO DAS LAMENTAÇÕES
  68. 68. OUTRAS CIDADES ARIMATÉIA JOSÉ DE ARIMATÉIA PEDIU PARA PILATOS O CORPO 68 DE JESUS PARA SEPULTAR JESUS
  69. 69. BELÉM -(CASA DO PÃO); -CIDADE MONTANHOSA; -CIDADE DO REI DAVI; - LUCAS E MATEUS NARRA O NASCIMENTO DE JESUS,VISITADO PELOS PASTORES E MAGOS;-MATANÇA DOS INOCENTES ORDENADA POR HERODES 69
  70. 70. BETANIA -É UMA ALDEIA; -FICA NA ENCOSTA DO MONTE DAS OLIVEIRAS;-ENTRADA PARA QUEM VAI PARA JERICÓ; -3 KM DE JERUSALÉM; -MORADIA DOS 3 IRMÃOS LÁZARO, MARIA E MARTA; 70
  71. 71. BETFAJÉ -É UMA ALDEIA; -FICA NA ENCOSTA DO MONTE DAS OLIVEIRAS; FICA ENTRE BETANIA E JERUSALÉM-1 KM ANTES DE JERUSALÉM; -JESUS PAROU ALI ANTES DA SUA ENTRADA TRIUNFAL EM JERUSALÉM; JESUS PEDIU O BURRICO; 71
  72. 72. EFRAIN -15 KM DE JERUSALÉM;-JESUS ALI FICOU COM SEUS DISCÍPULOS DEPOIS DA RESSURREIÇÃO DE UM MORTO.TIROU LÁZARO DA LETARGIA. JESUS FOI PERSEGUIDO. 72
  73. 73. EMAUS -1 KM DE JERUSALÉM;-JESUS APARECEU RESSUCITADO NAQUELA ESTRADA PARA 2 DISCÍPULOS; -JESUS DEU TESTEMUNHO DA IMORTALIDADE. 73
  74. 74. JERICÓ -LUGAR DE SUAVE ODOR (ÁRVORES BALSÂMICAS, PALMEIRAS, SICÔMOROS, ROSAS ADMIRÁVEIS); -23 KM DE JERUSALÉM; -ABAIXO DO NÍVEL DO MEDITERRÂNEO; 1ª CIDADE CONQUISTADA PELOS HEBREUS QUANDO ENTRARAM EM CANAÃ; -ZAQUEU,CURA DO CEGO BARTIMEU, PARÁBOLA DO BOM SAMARITANO. 74
  75. 75. CIDADES DA SAMARIA 75
  76. 76. SAMARIA (SAMARITANOS)-CAPITAL DA PROVÍNCIA DA SAMARIA; DESCENDENTES DO EXTINTO REINO DE ISRAEL(DAS 10 TRIBOS); -MISTURAM-SE COM OS ASSÍRIOS, ANTIGOS HABITANTES DA REGIÃO; -NÃO MANTIVERAM OS PRECEITOSDOS JUDEUS, ADQUIRIRAM HÁBITOS E COSTUMES DOS ASSÍRIOS; MAL VISTOS- HERÉGES;PROIBIDOS DE ENTRAR NO TEMPLO DE JERUSALÉM; CONSTRUIRAM UM TEMPLO NO MONTE GALIZIM; QUANDO JESUS PASSOU ALI O TEMPLO JÁ TINHA SIDO DESTRUÍDO 76
  77. 77. SALIM -ALDEIA PRÓXIMA A ENON- JOÃO BATISTA BATIZOU ALI 77
  78. 78. SICAR -ALDEIA PRÓXIMA A ENON -POÇO DE JÁCÓ. -A BORDA DO POÇO JESUS CONVERSOU COM A MULHERSAMARITANA E REVELOU QUE ELE ERA O MESSIAS , ELAESPALHOU A NOTÍCIA E TODOS ACREDITARAM NELE. 78
  79. 79. CIDADES DA GALILÉIAA MAIOR PARTE DAS REALIZAÇÕES DE JESUS 79
  80. 80. GALILÉIA -NÃO TINHA UMA CIDADE COMO CAPITAL. -JESUS FEZ MUITAS CURAS, PREGAÇÕES.PERCORREU A GALILÉIA POR MUITAS VEZES. 80
  81. 81. GALILÉIA HABITADA PELOS GENTIOS, EXTRANGEIROS.NAÕ ERAM BEM VISTOS PELOS JUDEUS. NATANAEL (JUDEU): O MESSIAS É DA GALILÉIA?LÁ NÃO SE LEVANTA PROFETA. 81
  82. 82. NAZARÉ -MARIA E JOSÉ;-INFÂNCIA E ADOLESCÊNCIA DE JESUS; -JESUS FOI REJEITADO AO PREGAR NA SINAGOGA, QUERIAM ATÉ MATÁ-LO; 82
  83. 83. CAFARNAUM -MAR DA GALILÉIA; -CENTRO PESQUEIRO; -COBRADOR DE IMPOSTOS; CENTRO MILITAR DO IMPÉRIO ROMANO; -JESUS SAI DE NAZARÉ/CAFARNAUM , ONDE MORAVA PEDRO; 83
  84. 84. CAFARNAUM CUROU CEGO DO CENTURIÃO; SOGRA DE PEDRO; PARALÍTICO (TETO);CUROU O FILHO DE UM OFICIAL DO REI À DISTÂNCIA; SINAGOGA : - DISCURSOS,-AFASTOU MAUS ESPÍRITOS DE UM HOMEM;CHAMOU MATEUS (ANTES LEVI DA ALFÂNDEGA) PARA O APOSTOLADO; MULTIPLICAÇÃO DE PÃES; 84
  85. 85. CANA - 7 KM DE NAZARÉ;- CONVERTEU A ÁGUA EM VINHO. 85
  86. 86. BETSAIDA - BEIRA DO LAGO DE TIBERÍADES; -CONSTRUÍDA POR FELIPE, O TETRARCA; - OS APÓSTOLOS:PEDRO, FELIPE E ANDRÉ;-JESUS ESTEVE AÍ QUANDO SOUBE DA MORTE DE JOÃO BATISTA; SAIU DAÍ, PELO DESERTO SEGUIDO DE UMA MULTIDÃO, QUANDO MULTIPLICOU OS PÃES. INDO A OUTRA MARGEM DO MAR, EM DIREÇÃO DE CAFARNAUM,SOSSEGA AS ÁGUAS E ANDA SOBRE ELAS. - CURA DE UM CEGO COM SALIVA E LODO. 86
  87. 87. CESARÉIA DE FELIPE -JESUS PERGUNTOU AOSDISCÍPULOS: - QUEM DIZEM OS HOMENS QUE EU SOU? PEDRO: - TU ÉS DO CRISTO, FILHO DO DEUS VIVO. CORAZIN-AS PREGAÇÕES DE JESUS NÃO SURTIRAM MUITO EFEITO 87
  88. 88. GADARA-JESUS EXPULSOU UMA LEGIÃO DE ESPÍRITOS DE UM HOMEM ENDEMONIADO, OS ESPÍRITOSSE AFASTARAM E SE LANÇARAM NUMA MANADA DE PORCOS, QUE CAIU NUM PRECIPÍCIO. 88
  89. 89. NAIM-CIDADE AOS PÉS DO MONTE TABOR; -9 KM DE NARAZÉ; -JESUS REANIMOU O FILHO ÚNICO DE UMA VIÚVA; 89
  90. 90. MONTE TABOR 561 MTS. TRANSFIGURAÇÃO DE JESUS, JUNTAMENTE COM A MATERIALIZAÇÃO DE MOISÉS E ELIAS.- CURA DO MENINO LUNÁTICO. 90
  91. 91. 91
  92. 92. PENALIDADES - GOVERNO Não tinha eletricidade não tinha cadeia elétrica PENA DE TALIÃO LEX TALIONIS Talião não é uma pessoa; -“RETALIAÇÃO”- ordem e equilíbrio a Sociedade Mesopotâmica. 92
  93. 93. Para cada crime uma determinada penalidade“olho por olho, dente por dente”; 93
  94. 94. Novo Testamento Jesus teria mudado esta lei: 38 – Ouvistes que foi dito: Olho por olho, e dente por dente; 39 – Eu porém, vos digo: não resistais aoperverso; mas, a qualquer que te ferir na face direita, volta-lhe também a outra;40 – E, ao que quer demandar contigo e tirar- te a túnica, deixa-lhe também a capa;41 – Se alguém te obrigar a andar uma milha, vai com ele duas. (Mt 5:38-41) 94
  95. 95. -Oferta de sacrifício expiatório-conforme o crime, um sacrifício no Templo, a pessoa ficava livre diante de Deus; 95
  96. 96. Multa em dinheiro, conforme o prejuízo causado; Prisão ,em caso de falta de pagamento da dívida; 96
  97. 97. Flagelação - a lei judaica permitia , no máximo, 40 açoites.Os Romanos açoitavam sem limites. (Apóstolo Paulo);Excomunhão – a pessoa era excluídada comunidade judaica (sinagoga e oTemplo), conforme o que achavamque era crime perante Deus; 1º advertência/ excomunhão. 97
  98. 98. -pena de morte – por lapidação – matar atirando pedras; Pena aplicada pelos romanos nos casos mais graves , que feria os interesses romanos. O Sinédrio condenou Jesus a pena de morte, mas o Procurador Romano, Pilatos é que podia mandar executar e ele usou a crucificação. Jesus foi acusado de atentar contra Roma, Crime político , não era crime praticado entre as pessoas do povo.(Estevão {Atos c.6. 1.11}– passagem da mulher adúltera) 98
  99. 99. PARTIDOS E SEITAS DIVERGENTES ENTRE SI,MAS UNIDOS EM RELAÇÃO A JESUS OS ENSINAMENTOS DE JESUS ERADIFERENTE DE TODOS OS PARTIDOS E SEITAS 99
  100. 100. PARTIDOS E SEITASSAMARITANOS HERODIANOS NAZIRENOS PUBLICANOS PEAGEIROS FARISEUS ESCRIBASSINAGOGA SADUCEUS ESSÊNCIOS OU ESSEUSTERAPEUTAS ZELOTES 100
  101. 101. Até a próxima sexta-feira! 101
  102. 102. 4º ENCONTRO MUITA PAZ EMSEUS CORAÇÕES!VAMOS ESTUDAR JUNTOS!!!!! 102
  103. 103. SEITAS E PARTIDOS DURANTE A DOMINAÇÃO DOS SÍRIOS 192- 147 A.C. Ativos até 70 D.C. – -DISCUSSÃO RELIGIOSA-Toda discussão dos israelitas versavam sobre o cumprimento das -Leis divinas -DURANTE A DOMINAÇÃO ROMANA:-VÁRIAS REAÇÕES (REVOLTA, ACEITAÇÃO, IMPOSIÇÃO ) 103
  104. 104. QUAIS AS SEITAS E PARTIDOS? 104
  105. 105. SADUCEUS O SUMO SACERDOTE ERA SADUCEU; -GRUPO FORMADO PELOS ARISTOCRÁTAS, ANCIÃOS PROPRIETÁRIOS DE GRANDES TERRAS, MEMBROS DA ELITE SACERDOTAL, TINHAM O PODER NAS MÃOS;-CONTROLAVAM A ADMINISTRAÇÃO E JUSTIÇA NO TRIBUNAL SUPERIOR PELO SINÉDRIO; -ERAM INTRANSIGENTES, BRAVOS COM O POVO; - PREOCUPADOS COM A ORDEM PÚBLICA; -ERAM PATRIOTAS, MAS ESTAVAM DOMINADOS, - QUERIAM COLABORAR COM O DOMINADOR (ROMANOS) PARA NÃO PERDER O PODER (CARGOS E PRIVILÉGIOS). 105
  106. 106. SADUCEUS x FARISEUS • SÓ ACEITAVAM AS 5 OBRAS • PENTATEUCO DE MOISÉS ESCRITAS; (GÊNESIS, ÊXODO, LEVÍTICO, -NÃO ACEITAVAM A EXISTÊNCIA DE DEUTERONÔMIO, NÚMEROS ) ESPÍRITOS; NEM VIDA ALÉM + OUTROS LIVROS DOS PROFETAS TÚMULO, NEM RESSURREIÇÃO DOS - ACHAVAM QUE ERAM OS MORTOS. MELHORES CUMPRIDORES DA - ACREDITAVAM NO REINO DO LEI;(DOU A DÉCIMA PARTE DO QUE GANHO) MESSIAS, MAS NÃO SE IMPORTAVAM MUITO COM ISSO; - FALAVAM,MAS NÃO FAZIM; ( -GOSTAVAM DE TER INFLUÊNCIA - JESUS OS CHAMOU DE HIPÓCRITAS (HAVIA EXCEÇÕES- GAMALIEL – MESTRE DE PAULO RELIGIOSA SOBRE O POVO; MAS - - FAÇAM O QUE OS FARISEUS DIZEM, MAS NÃO FAÇAM O QUE ELES FAZEM. ERA POUCA ESSA INFLUÊNCIA, APESAR DE MANDAR NO TEMPLO; • O POVO GOSTAVA MAIS DOS FARISEUS QUE DOS SADUCEUS PORQUE EXPLICAVAM A LEI PARA O POVO;-EX: MULHER VIÚVA, CASA COM OS CUNHADOS.-NO CÉU , DE QUAL MARIDO VAI SER ESPOSA?-Jesus: NO CÉU ELA SERÁ COMO OS MENSAGEIROS, QUE NÃO SE CASAM E NÃO SE DÃO EM CASAMENTO .
  107. 107. FARISEUS -APARTADOS, SEPARADOS DESDE O TEMPO DO DOMÍNIO DOS SÍRIOS; -HOSTIS PARA COM OS DOMINDORES MAS (INVASORES), NÃO BRIGAVAM.-PARTIDO NUMEROSO – 6000 HOMENS, FAZIAM REVESAMENTO NO TEMPLO; -VINHAM DE VÁRIAS CAMADAS SOCIAIS; -(ARTESÃOS E PEQ.COMERCIANTES); -INCESSANTES ORAÇÕES NAS ESQUINAS; -APEGAVAM-SE A LETRA ,MAS NÃO SE LIBERTAVAM DOS SEUS VÍCIOS, ATITUDES MÁS. 107
  108. 108. ZELOTES -ERAM FARISEUS E PARTIAM PARA A LUTA ARMADA; -MATAVAM OS TRAIDORES DA CAUSA JUDAICA; -ERAM VISTOS COMO ASSASSINOS, SICÁRIOS; -OS SADUCEUS PERSEGUIAM OS ZELOTES, PORQUE ESSE COMPORTAMENTO AGRESSIVO NÃOINTERESSA AOSSADUCEUS,LIGADOS AOS SACERDOTES, PARA MANTER OS BENEFÍCIOS JUNTO AOS DOMINADORES ROMANOS. -ERAM PEQUENOS CAMPONESES, VINDOS DA GALILÉIA, DAS CAMADAS MAIS POBRES DA SOCIEDADE; -SOFRIAM COM OS ALTOS IMPOSTOS; DE UM LADO OS ROMANOS E DO OUTRO LADO , O TEMPLO. -PRETENSÃO : EXPULSAR OS ROMANOS, FORMAR UM ESTADOTEOCRÁTICO, GOVERNADO POR UM DESCENDENTE DE DAVI., DE ONDE VIRIA O MESSSIAS. OS108 -PERDERAM TODAS AS REVOLTAS ARMADAS;
  109. 109. ESSÊNIOS -ASSOCIAÇÃO RELIGIOSA, COM ORDEM SUPERIOR,NOVICIADO, VOTOS; -EVITAVAM O CONVÍVIO COM AS MULHERES, APENAS SE RELACIONANDO COM ELAS PARA GERAR FILHOS, EDUCANDO AS CRIANÇAS. -LEI DE MOISÉS; PRATICAR AS VIRTUDES; -VERDADE, HUMILDADE E JUSTIÇA, CARIDADE;-MUITAS ORAÇÕES; LEITURAS E COMENTARIOS DAS ESCRITURAS; -MAIS RIGOROSOS QUE OS FARISEUS,PORQUE OBSERVAVAM O SÁBADO INTEGRALMENTE, LAVAR AS MÃOS , OS PE´S. -- FALA-SE QUE JESUS VIVEU ENTRE OS ESSÊNIOS, POIS HAVIA MUITA SEMELHANÇA DE PREGAÇÃO E ATITUDE, -MAS JESUS NÃO ERA CONTRA AS MULHERES, NÃO VIVIA SEPARADO OU ISOLADO; -- NÃO SACRIFICAVAM OS ANIMAIS-O QUE IMPORTAVA ERA A RELIGIÃO INTERIOR, ADORAR A DEUS EM ESPÍRITO E VERDADE; -ACREDITAVAM QUE A ALMA EXISTIA ANTES DO CORPO -“PROVISORIAMENTE A ALMA SE RECOLHIA AO CORPO”, E DEPOIS REGRESSAVA AO SEU ESTADO ANTERIOR,NÃO 109 CONHECIAM A PALAVRA REENCARNAÇÃO
  110. 110. NAZIR OU NAZIRENOS -DIFERENTE DE NAZARENOS (NASCIDO EM NAZARÉ); -ERAM JUDEUS TÃO ÁUSTEROS COMO OS ESSÊNIOS, FAZIAM VOTOS COMO OS ESSÊNIOS(DE NÃO SE APROXIMAR DE MULHERES , DE NÃO TER FILHOS -SANSÃO FEZ VOTO DE NÃO CORTAR O CABELO. -OS VOTOS ERAM TEMPORÁRIOS, EXERCÍCIO DE DEVOÇÃO A DEUS, DE PURIFICAÇÃO 110
  111. 111. HERODIANOS -PESSOAS LIGADAS A CORTE DE HERODES (SADUCEUS), INCLUSIVE TINHAM ALGUNS SOLDADOS HERODIANOS, SOLDADOS DA FAMÍLIA REAL. -MANTER O PRESTÍGIO; -RESTABELECER A PALESTINA; -OS HERODIANOS COLABORAM PARA QUE OS JUDEUS CONTINUASSEM DEPENDENDO DOS ROMANOS. -NÃO GOSTAVAM QUE OS SADUCEUS FOSSEM AMIGOS DOS ROMANOS, PORQUE QUERIAM AMIZADE EXCLUSIVA COM OS DOMINADORES, NÃO QUERIAM CONCORRÊNCIA.-NÃO GOSTAVAM DOS FARISEUS. PORQUE ESTES ESPERAVAM O MESSIAS E ELES NÃO QUERIAM SABER DO MESSIAS. -FORTES OPOSITORES DOS ZELOTAS - – AGITADORES POLÍTICOS 111
  112. 112. LEITURA EM CONJUNTOIII- NOTÍCIAS HISTÓRICAS 112
  113. 113. LEITURA EM CONJUNTO SÓCRATES E PLATÃO PRECURSORES DA DOUTRINA CRISTÃ E DO ESPIRITISMO 500 A.C. 113
  114. 114. OS PRINCIPAIS PRECURSORES da idéia Cristã e do Espiritismo ALGUMAS DE SUAS IDÉIAS SÓCRATES E PLATÃO1. Espíritos Protetores. IDÉIAS2. Imortalidade da Alma. CRISTÃS3. Mundo Espiritual.4. Comunicação dos Espíritos. O ESPIRITISMO5. Perdão ao inimigo.6. Pelos frutos se conhece a árvore.7. A riqueza é um grande perigo.8. O amor há de unir os homens.9. A reencarnação.10. Não se deve supor saber o que seignora. 114
  115. 115. ***DESAFIOS***• A) O que diferencia o E.S.E. do Evangelho comum?• B) O que o Espiritismo nos oferece para entender os ensinamentos do Evangelho? 115
  116. 116. • Meio que Deus usou para que a Revelação do Espiritismo chegasse aos • Os espíritos, homens. manifestando-se em todos os lugares. 116
  117. 117. O que é moral para o espiritismo?Qual a importância disso no contextoestudado? QUESTÃO 629 LIVRO DOS ESPÍRITOS: “- A moral é a regra para se conduzir bem,quer dizer, a distinção entre o bem e o mal. Elase junta sobre a observação da Lei de Deus. O homem se conduz bem quando faz tudo em vista e para o bem de todos, porque, então, ele observa a lei de Deus”. 117
  118. 118. • NADA PODE ATINGIR A FONTE DA DOUTRINA ESPÍRITA• NEM AS REVOLUÇÕES MORAIS NEM AS PERTURBAÇÕES FÍSICAS NO GLOBO PODEM ATINGÍ-LA• ... POIS NADA ATINGE OS ESPÍRITOS 118
  119. 119. NÃO VÁ PARA CASA COM ELAS! 119
  120. 120. BOM FINAL DE SEMANAAAAAA!ATÉ O PRÓXIMO ENCONTRO!!!!! CAP. I DO EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO 120

×