SlideShare uma empresa Scribd logo
Centro Universitário Unirg
Psicologia 2º Período
Disciplina: Psicologia da Aprendizagem
Professora: Márcia Helena Padilha
Alunos: Andressa Dantas da Silva
Daniela Ponciano Oliveira
Dennis Martins Adriano
DINÂMICA
Psicologia Humanista
- Carl Rogers
- Abraham Maslow
A psicologia humanista teve sua origem
na metade do século XX, e sua
importância aumentou significativamente
nas décadas 60 e 70.
Momento de Constituição:
Antecedentes Históricos
Psicologia Humanista: semelhanças com o
movimento humanista.
O humanismo foi um movimento intelectual
iniciado na Itália no século XIV com o
Renascimento e difundido pela Europa, marcando
a transição entre a Idade Média e a Idade Moderna.
O homem passa ser o centro de
interesse (antropocentrismo).
Valorização do ser humano, As
emoções humanas começaram
a ser mais valorizadas pelos
artistas;
Psicologia humanista
A Psicologia Humanista surgiu
na década de 50 e ganhou força
nos anos 60 e 70;
Como uma reação às ideias de
análise apenas do
comportamento, defendida
pelo Behaviorismo e do enfoque
no inconsciente, defendido
pela Psicanálise.
A psicologia humanista ensina que o ser humano
possui no seu interior um potencial de
autorrealização.
De forte influência existencial e fenomenológica, a
Psicologia Humanista busca conhecer o ser
humano, tentando humanizar seu aparelho
psíquico;
Na Psicologia Humanista a
possibilidade de mudança
depende da vontade individual.
Resgata subjetividade, emoções
próprias e particulares de cada
um.
Maior ênfase a consciência,
homem como ser uno e em
evolução;
Homem dotado de
possibilidades de se
desenvolver, realizar e tende
naturalmente para o equilíbrio e
a auto-organização.
Carl Rogers
Carl Ransom Rogers (1902-
1987) foi o mais influente
psicólogo na história
americana, desenvolveu a
Psicologia Humanista;
Carl Rogers, nasceu em Oak
Park, Illinois, nos Estado
Unidos, no dia 8 de janeiro
de 1902. Carl Rogers 1902-1987
Nasceu de uma família cristã, onde os valores
tradicionais, religiosos, princípios da educação
moral e o respeito ás questões ética eram
amplamente cultivados.
Casou-se em 1924 com Hellen Elliot (amiga de
infância)
Teve dois filhos: David e Natalie
Roger com sua filha Natalie, em 1981
 Em 1919 ingressou na Universidade de Wisconsin
cursando Agricultura, neste mesmo período transferiu
seu curso para História
 Logo após, com intuito de dedicar-se para carreira
Eclesiástica Rogers, passou a frequentar o Seminário
Teológico Unido, em Nova Iorque, onde recebeu uma
liberal visão filosófica da religião.
 Transferindo-se para o Teachers College da Columbia
University, foi introduzido na psicologia. Obteve seus
títulos de Mestre em 1928 e Doutor em 1931.
Rogers foi, por duas vezes,
eleito presidente da
Associação Americana de
Psicologia e recebeu desta
mesma associação os prêmios
de Melhor Contribuição
Científica e o de Melhor
Profissional.
Rogers morreu em 1987, aos
85 anos de idade.
Fundamentação Teórica
Rogers prioriza o indivíduo enquanto pessoa,
valorizando a auto- realização, seu crescimento
pessoal.
Auto- realização
Carl Rogers acreditava que todos
os seres humanos são motivados
por um processo voltado para o
crescimento, que ele denominava
tendência para a realização,
Embora essa ânsia pela auto
realização seja inata, pode ser
incentivada ou reprimida por
experiências da infância e por
aprendizagem.
Terapia Centrada no Cliente
Um cliente é alguém que deseja um serviço e que
pensa não poder realizá-lo sozinho.
A tarefa do terapeuta não é curar , mas prover
aceitação, compreensão e observações ocasionais.
O cliente precisa saber que o terapeuta é autêntico,
preocupa-se, ouve e o
compreende de fato.
A Estrutura da Personalidade
O organismo é o foco de toda
experiência;
O Self é a visão que a pessoa
tem de si própria, baseada nas
experiências passadas,
estimulações presentes e
expectativas futuras, e é onde
contém a tendência para a
realização.
Self ideal seria aquilo que
você gostaria de ser, como
você se imagina ser.
Congruência
Roger define congruência como o grau de exatidão
entre a experiência e a tomada de consciência.
Um alto grau de congruência significa que uma
pessoa é ajustada, madura, aceita toda a variedade
de experiências sem ameaça ou ansiedade.
Incongruência
Ocorre quando há diferenças
entre a tomada de
consciência, a experiência e a
comunicação desta.
Por exemplo: Pessoas que
dizem estar passando por um
período maravilhoso mas que
se mostram entediadas,
isoladas ou facilmente
doentes, estão revelando
incongruência
Campo Experiencial
Self
Comunicação Consciência
Congruência: coerência do sujeito em termos de seus pensamentos, sentimentos,
percepções e ações.
Abraham Maslow
Abraham Maslow (1908-1970) foi um
psicólogo norte-americano, conhecido
pela Teoria da Hierarquia das
Necessidades Humanas.
Abraham Maslow (1908-1970) nasceu
no Brooklyn, Estados Unidos, no dia
01 de abril de 1908.
Descendente de russos e judeus, viveu
uma infância bastante infeliz e
miserável, para fugir da situação,
Maslow refugiava-se em bibliotecas.
Estudou Direito no City
College of New York, mas
interessou-se pela psicologia,
curso que faria na
Universidade de Wisconsin,
onde também fez mestrado e
doutorado.
Abraham Maslow faleceu na
Califórnia, Estados Unidos, no
dia 08 de junho de 1970, vítima
de um ataque cardíaco.
Fundamentação Teórica
 Abraham Maslow, acreditava na tendência individual da
pessoa para se tornar auto-realizadora, sendo este o nível
mais alto da existência humana.
 Auto-realização: todo indivíduo é dotado de propensão
de auto-realização. Envolve o uso de todas as qualidades
e habilidades, desenvolvimento e aplicação plena do
potencial individual.
 Auto-atualização: elemento central da teoria -
exploração de talentos, capacidades e potencialidades.
Escolher opção para crescimento
Apenas sujeito auto-realizados podem
expressar amor pleno sem conceber objeto a
partir de suas necessidades
Sociedade e cultura podem apenas ajudar o
homem a concretizar o que já existe em sí.
Maslow criou uma escala de necessidades a
serem satisfeitas e, a cada conquista, nova
necessidade se apresentava.
 Isso faria com que o indivíduo fosse buscando
sua auto-realização, pelas sucessivas
necessidades satisfeitas.
Psicologia humanista
Neuroses: privação de necessidades
básicas
Motivação de deficiência: mudar o que
está insatisfatório ou frustrante
Motivação do Ser: motivação para
crescimento
"... temos de ser tudo o que somos
capazes de ser, desenvolver os nossos
potenciais". Maslow
Contribuições para a
Aprendizagem
Do ponto de vista da educação a Psicologia
Humanista, valoriza o educando como um todo,
considerando seus pensamentos e ações e não
apenas seu intelecto
Na educação, deve-se centrar seu processo nas
necessidades do aluno.
A aprendizagem é um processo
de aprimoramento do indivíduo
e não apenas do conhecimento.
Todo aluno tem potencialidade para aprender e a
tendência a realizar essa potencialidade;
A aprendizagem significativa ocorre quando o
conteúdo da aprendizagem é percebido como relevante
para o aluno, a partir de seus próprios objetivos;
Aluno que realiza sua potencialidade para aprender,
torna-se aberto à experiência e reciprocidade.
“O único homem que se educa é aquele que
aprendeu como aprender: que aprendeu como
se adaptar e mudar; que se capacitou de que
nenhum conhecimento é seguro, que nenhum
processo de buscar conhecimento oferece uma
base de segurança”.
( ROGERS , COELHO e JOSÉ, 1993)
Considerações Finais
Referências
 Abordagem Centrada na Pessoa - ACP - Psicologado Artigos
http://artigos.psicologado.com/abordagens/centrada-na-pessoa/abordagem-centrada-na-pessoa-
acp#ixzz1cgWr09Xv. Pesquisado em 03 de Novembro de 2011.
 Ballone GJ - Carl Rogers, in. PsiqWeb, internet, disponível em http://www.psiqweb.med.br/, pesquisado em 05
de Novembro de 2011.
 Carl Rogers - Biografia - Psicologado Artigos http://artigos.psicologado.com/abordagens/centrada-na-
pessoa/carl-rogers-biografia#ixzz1cgXjoES. Pesquisado em 03 de Novembro de 2011.
 Carl Rogers – Vida e Obra. Disponível em http://www.portalsaofrancisco.com.br/alfa/calr-rogers/biografia-calr-
rogers-1.php. Pesquisado em 03 de Novembro de 2011.
 Rogers, C. (1985). Tornar-se pessoa (7ª ed.). Lisboa: Moraes
Fonte: http://pt.shvoong.com/social-sciences/psychology/1675391-teoria-self-carl-rogers-
conceitos/#ixzz1euqqRPut.
 Imagens retiradas e disponível no http://aprendiendoavivirsiempre.blogspot.com/2009/05/la-psicologia-
humanista.html, http://lurra-bilbao.com/psicologia-humanista.html e
http://www.taringa.net/posts/info/10233401/Psicologia-Humanista-_-Equot_La-Tercera-FuerzaEquot_.html.
Pesquisado em 03 de Novembro de 2011
Agradecemos à atenção de todos e nos
colocamos para maiores esclarecimento.
Andressa Dantas da Silva
Daniela Ponciano Oliveira
Dennis Martins Adriano

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Teoria Humanista
Teoria HumanistaTeoria Humanista
Teoria Humanista
Silvia Marina Anaruma
 
Introdução à Psicologia: História da Psicologia
Introdução à Psicologia: História da PsicologiaIntrodução à Psicologia: História da Psicologia
Introdução à Psicologia: História da Psicologia
Edgard Lombardi
 
Psicologia do desenvolvimento
Psicologia do desenvolvimentoPsicologia do desenvolvimento
Psicologia do desenvolvimento
Marcela Montalvão Teti
 
Carl rogers
Carl rogersCarl rogers
Carl rogers
Psicologia_2015
 
Teoria humanista
Teoria humanistaTeoria humanista
Teoria humanista
Silvia Marina Anaruma
 
slides da história da psicologia
slides da história da psicologiaslides da história da psicologia
slides da história da psicologia
joaovitorinopolacimatos
 
Aula 2 psicologia apostila
Aula 2   psicologia apostilaAula 2   psicologia apostila
Aula 2 psicologia apostila
José Vitor Alves
 
Teoria humanista de Carl Rogers
Teoria humanista de Carl RogersTeoria humanista de Carl Rogers
Teoria humanista de Carl Rogers
Kátia Regina Domingos
 
PERSONALIDADE
PERSONALIDADEPERSONALIDADE
PERSONALIDADE
Leticia Costa
 
Aula - Introdução à Psicologia 1
Aula - Introdução à Psicologia 1Aula - Introdução à Psicologia 1
Aula - Introdução à Psicologia 1
Felipe Saraiva Nunes de Pinho
 
Humanista
HumanistaHumanista
Emoções
EmoçõesEmoções
Emoções
Caio Maximino
 
Humanismo
HumanismoHumanismo
Humanismo
Lydssa Gurgel
 
Aula 1 - Introdução à Psicologia
Aula 1 - Introdução à PsicologiaAula 1 - Introdução à Psicologia
Aula 1 - Introdução à Psicologia
Felipe Saraiva Nunes de Pinho
 
Linguagem e Pensamento
Linguagem e Pensamento Linguagem e Pensamento
Linguagem e Pensamento
Rosana Leite
 
Metodos de Pesquisa em Psicologia
Metodos de Pesquisa em PsicologiaMetodos de Pesquisa em Psicologia
Metodos de Pesquisa em Psicologia
Hilma Khoury
 
Behaviorismo
BehaviorismoBehaviorismo
Psicologia do desenvolvimento
Psicologia do desenvolvimentoPsicologia do desenvolvimento
Psicologia do desenvolvimento
Thiago de Almeida
 
Personalidade - Teorias e Testes
Personalidade - Teorias e TestesPersonalidade - Teorias e Testes
Personalidade - Teorias e Testes
Marcela Montalvão Teti
 
Humanismo Carl Rogers
Humanismo Carl RogersHumanismo Carl Rogers
Humanismo Carl Rogers
Elisabeth Lima de Oliveira
 

Mais procurados (20)

Teoria Humanista
Teoria HumanistaTeoria Humanista
Teoria Humanista
 
Introdução à Psicologia: História da Psicologia
Introdução à Psicologia: História da PsicologiaIntrodução à Psicologia: História da Psicologia
Introdução à Psicologia: História da Psicologia
 
Psicologia do desenvolvimento
Psicologia do desenvolvimentoPsicologia do desenvolvimento
Psicologia do desenvolvimento
 
Carl rogers
Carl rogersCarl rogers
Carl rogers
 
Teoria humanista
Teoria humanistaTeoria humanista
Teoria humanista
 
slides da história da psicologia
slides da história da psicologiaslides da história da psicologia
slides da história da psicologia
 
Aula 2 psicologia apostila
Aula 2   psicologia apostilaAula 2   psicologia apostila
Aula 2 psicologia apostila
 
Teoria humanista de Carl Rogers
Teoria humanista de Carl RogersTeoria humanista de Carl Rogers
Teoria humanista de Carl Rogers
 
PERSONALIDADE
PERSONALIDADEPERSONALIDADE
PERSONALIDADE
 
Aula - Introdução à Psicologia 1
Aula - Introdução à Psicologia 1Aula - Introdução à Psicologia 1
Aula - Introdução à Psicologia 1
 
Humanista
HumanistaHumanista
Humanista
 
Emoções
EmoçõesEmoções
Emoções
 
Humanismo
HumanismoHumanismo
Humanismo
 
Aula 1 - Introdução à Psicologia
Aula 1 - Introdução à PsicologiaAula 1 - Introdução à Psicologia
Aula 1 - Introdução à Psicologia
 
Linguagem e Pensamento
Linguagem e Pensamento Linguagem e Pensamento
Linguagem e Pensamento
 
Metodos de Pesquisa em Psicologia
Metodos de Pesquisa em PsicologiaMetodos de Pesquisa em Psicologia
Metodos de Pesquisa em Psicologia
 
Behaviorismo
BehaviorismoBehaviorismo
Behaviorismo
 
Psicologia do desenvolvimento
Psicologia do desenvolvimentoPsicologia do desenvolvimento
Psicologia do desenvolvimento
 
Personalidade - Teorias e Testes
Personalidade - Teorias e TestesPersonalidade - Teorias e Testes
Personalidade - Teorias e Testes
 
Humanismo Carl Rogers
Humanismo Carl RogersHumanismo Carl Rogers
Humanismo Carl Rogers
 

Semelhante a Psicologia humanista

carl rogers.pptx
carl rogers.pptxcarl rogers.pptx
carl rogers.pptx
MarcellinoCallegari
 
Maslow e teoria da auto realização
Maslow e teoria da auto realizaçãoMaslow e teoria da auto realização
Maslow e teoria da auto realização
Marcelo Anjos
 
Humanismo
HumanismoHumanismo
Humanismo
venon84
 
Não Diretivismo
Não DiretivismoNão Diretivismo
Não Diretivismo
Camila Munari
 
Existencial - Humanista
Existencial - HumanistaExistencial - Humanista
Existencial - Humanista
Clínica Evolução vida
 
Capacitação EAD - Elaboração de material para educação on-line - Teoria Human...
Capacitação EAD - Elaboração de material para educação on-line - Teoria Human...Capacitação EAD - Elaboração de material para educação on-line - Teoria Human...
Capacitação EAD - Elaboração de material para educação on-line - Teoria Human...
leonardosmorais
 
Diálogo entre Carl Rogers e Paul Tillich.pptx
Diálogo entre Carl Rogers e Paul Tillich.pptxDiálogo entre Carl Rogers e Paul Tillich.pptx
Diálogo entre Carl Rogers e Paul Tillich.pptx
ThiagoTaets
 
Erik Erkson.doc
Erik Erkson.docErik Erkson.doc
Erik Erkson.doc
Luis87782
 
CARL ROGERS E A ACPNascido em 1902, em Oak Park, Illinois, subúrbio de Chicag...
CARL ROGERS E A ACPNascido em 1902, em Oak Park, Illinois, subúrbio de Chicag...CARL ROGERS E A ACPNascido em 1902, em Oak Park, Illinois, subúrbio de Chicag...
CARL ROGERS E A ACPNascido em 1902, em Oak Park, Illinois, subúrbio de Chicag...
wilkaccb
 
Aula 01 - psicologia aplicada a enfermagem
Aula 01 - psicologia aplicada a enfermagemAula 01 - psicologia aplicada a enfermagem
Aula 01 - psicologia aplicada a enfermagem
DiegoFernandes857616
 
Escolas da Psicologia 1a. Aula
Escolas da Psicologia 1a. AulaEscolas da Psicologia 1a. Aula
Escolas da Psicologia 1a. Aula
rosariasperotto
 
Biografia de abraham maslow
Biografia de abraham maslowBiografia de abraham maslow
Biografia de abraham maslow
Ronaldo Pacheco .'.
 
PSICOLOGIA APRENDIZAGEM E DA AVALIAÇÃO.pptx
PSICOLOGIA APRENDIZAGEM E DA AVALIAÇÃO.pptxPSICOLOGIA APRENDIZAGEM E DA AVALIAÇÃO.pptx
PSICOLOGIA APRENDIZAGEM E DA AVALIAÇÃO.pptx
AndraRibeiroSouza
 
Volume VII
Volume VIIVolume VII
Volume VII
estevaofernandes
 
Unidade 1
Unidade 1Unidade 1
Unidade 1
Unidade 1Unidade 1
Unidade 1
Unidade 1Unidade 1
A invenção do espaço psi historia e epistemologia da psicologia 2014 pdf
A invenção do espaço psi historia e epistemologia da psicologia  2014 pdfA invenção do espaço psi historia e epistemologia da psicologia  2014 pdf
A invenção do espaço psi historia e epistemologia da psicologia 2014 pdf
Jonia Lacerda
 
A aprendizagem na perspectiva humanista: Carl R. Rogers - Ferreira.
A aprendizagem na perspectiva humanista: Carl R. Rogers - Ferreira.A aprendizagem na perspectiva humanista: Carl R. Rogers - Ferreira.
A aprendizagem na perspectiva humanista: Carl R. Rogers - Ferreira.
Gabriel De Oliveira Soares
 
Henry wallon
Henry wallonHenry wallon
Henry wallon
Felipe Mago
 

Semelhante a Psicologia humanista (20)

carl rogers.pptx
carl rogers.pptxcarl rogers.pptx
carl rogers.pptx
 
Maslow e teoria da auto realização
Maslow e teoria da auto realizaçãoMaslow e teoria da auto realização
Maslow e teoria da auto realização
 
Humanismo
HumanismoHumanismo
Humanismo
 
Não Diretivismo
Não DiretivismoNão Diretivismo
Não Diretivismo
 
Existencial - Humanista
Existencial - HumanistaExistencial - Humanista
Existencial - Humanista
 
Capacitação EAD - Elaboração de material para educação on-line - Teoria Human...
Capacitação EAD - Elaboração de material para educação on-line - Teoria Human...Capacitação EAD - Elaboração de material para educação on-line - Teoria Human...
Capacitação EAD - Elaboração de material para educação on-line - Teoria Human...
 
Diálogo entre Carl Rogers e Paul Tillich.pptx
Diálogo entre Carl Rogers e Paul Tillich.pptxDiálogo entre Carl Rogers e Paul Tillich.pptx
Diálogo entre Carl Rogers e Paul Tillich.pptx
 
Erik Erkson.doc
Erik Erkson.docErik Erkson.doc
Erik Erkson.doc
 
CARL ROGERS E A ACPNascido em 1902, em Oak Park, Illinois, subúrbio de Chicag...
CARL ROGERS E A ACPNascido em 1902, em Oak Park, Illinois, subúrbio de Chicag...CARL ROGERS E A ACPNascido em 1902, em Oak Park, Illinois, subúrbio de Chicag...
CARL ROGERS E A ACPNascido em 1902, em Oak Park, Illinois, subúrbio de Chicag...
 
Aula 01 - psicologia aplicada a enfermagem
Aula 01 - psicologia aplicada a enfermagemAula 01 - psicologia aplicada a enfermagem
Aula 01 - psicologia aplicada a enfermagem
 
Escolas da Psicologia 1a. Aula
Escolas da Psicologia 1a. AulaEscolas da Psicologia 1a. Aula
Escolas da Psicologia 1a. Aula
 
Biografia de abraham maslow
Biografia de abraham maslowBiografia de abraham maslow
Biografia de abraham maslow
 
PSICOLOGIA APRENDIZAGEM E DA AVALIAÇÃO.pptx
PSICOLOGIA APRENDIZAGEM E DA AVALIAÇÃO.pptxPSICOLOGIA APRENDIZAGEM E DA AVALIAÇÃO.pptx
PSICOLOGIA APRENDIZAGEM E DA AVALIAÇÃO.pptx
 
Volume VII
Volume VIIVolume VII
Volume VII
 
Unidade 1
Unidade 1Unidade 1
Unidade 1
 
Unidade 1
Unidade 1Unidade 1
Unidade 1
 
Unidade 1
Unidade 1Unidade 1
Unidade 1
 
A invenção do espaço psi historia e epistemologia da psicologia 2014 pdf
A invenção do espaço psi historia e epistemologia da psicologia  2014 pdfA invenção do espaço psi historia e epistemologia da psicologia  2014 pdf
A invenção do espaço psi historia e epistemologia da psicologia 2014 pdf
 
A aprendizagem na perspectiva humanista: Carl R. Rogers - Ferreira.
A aprendizagem na perspectiva humanista: Carl R. Rogers - Ferreira.A aprendizagem na perspectiva humanista: Carl R. Rogers - Ferreira.
A aprendizagem na perspectiva humanista: Carl R. Rogers - Ferreira.
 
Henry wallon
Henry wallonHenry wallon
Henry wallon
 

Mais de Daniela Ponciano Oliveira

Normas Sociais
Normas SociaisNormas Sociais
Lateralidade, Linguagem e Especialização Cortical
Lateralidade, Linguagem e Especialização CorticalLateralidade, Linguagem e Especialização Cortical
Lateralidade, Linguagem e Especialização Cortical
Daniela Ponciano Oliveira
 
O Psicopata e a Insanidade Moral
O Psicopata e a Insanidade MoralO Psicopata e a Insanidade Moral
O Psicopata e a Insanidade Moral
Daniela Ponciano Oliveira
 
Livro Holocausto Brasileiro
Livro Holocausto BrasileiroLivro Holocausto Brasileiro
Livro Holocausto Brasileiro
Daniela Ponciano Oliveira
 
Palestra motivação
Palestra   motivaçãoPalestra   motivação
Palestra motivação
Daniela Ponciano Oliveira
 
Psicologia escolar
Psicologia escolarPsicologia escolar
Psicologia escolar
Daniela Ponciano Oliveira
 

Mais de Daniela Ponciano Oliveira (6)

Normas Sociais
Normas SociaisNormas Sociais
Normas Sociais
 
Lateralidade, Linguagem e Especialização Cortical
Lateralidade, Linguagem e Especialização CorticalLateralidade, Linguagem e Especialização Cortical
Lateralidade, Linguagem e Especialização Cortical
 
O Psicopata e a Insanidade Moral
O Psicopata e a Insanidade MoralO Psicopata e a Insanidade Moral
O Psicopata e a Insanidade Moral
 
Livro Holocausto Brasileiro
Livro Holocausto BrasileiroLivro Holocausto Brasileiro
Livro Holocausto Brasileiro
 
Palestra motivação
Palestra   motivaçãoPalestra   motivação
Palestra motivação
 
Psicologia escolar
Psicologia escolarPsicologia escolar
Psicologia escolar
 

Último

Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras - SISFRON.pdf
Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras - SISFRON.pdfSistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras - SISFRON.pdf
Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras - SISFRON.pdf
Falcão Brasil
 
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.pptAnálise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Falcão Brasil
 
Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...
Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...
Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...
Falcão Brasil
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Falcão Brasil
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Falcão Brasil
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
MariaJooSilva58
 
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIALA GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
ArapiracaNoticiasFat
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
Manuais Formação
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Falcão Brasil
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdfP0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
Ceiça Martins Vital
 
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Miguel Delamontagne
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
valdeci17
 
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Falcão Brasil
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Falcão Brasil
 
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
Manuais Formação
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Falcão Brasil
 

Último (20)

RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 
Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras - SISFRON.pdf
Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras - SISFRON.pdfSistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras - SISFRON.pdf
Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras - SISFRON.pdf
 
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.pptAnálise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
 
Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...
Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...
Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
 
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIALA GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
 
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdfP0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
 
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
 
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
 
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
 

Psicologia humanista

  • 1. Centro Universitário Unirg Psicologia 2º Período Disciplina: Psicologia da Aprendizagem Professora: Márcia Helena Padilha Alunos: Andressa Dantas da Silva Daniela Ponciano Oliveira Dennis Martins Adriano
  • 3. Psicologia Humanista - Carl Rogers - Abraham Maslow
  • 4. A psicologia humanista teve sua origem na metade do século XX, e sua importância aumentou significativamente nas décadas 60 e 70.
  • 5. Momento de Constituição: Antecedentes Históricos Psicologia Humanista: semelhanças com o movimento humanista. O humanismo foi um movimento intelectual iniciado na Itália no século XIV com o Renascimento e difundido pela Europa, marcando a transição entre a Idade Média e a Idade Moderna.
  • 6. O homem passa ser o centro de interesse (antropocentrismo). Valorização do ser humano, As emoções humanas começaram a ser mais valorizadas pelos artistas;
  • 7. Psicologia humanista A Psicologia Humanista surgiu na década de 50 e ganhou força nos anos 60 e 70; Como uma reação às ideias de análise apenas do comportamento, defendida pelo Behaviorismo e do enfoque no inconsciente, defendido pela Psicanálise.
  • 8. A psicologia humanista ensina que o ser humano possui no seu interior um potencial de autorrealização. De forte influência existencial e fenomenológica, a Psicologia Humanista busca conhecer o ser humano, tentando humanizar seu aparelho psíquico;
  • 9. Na Psicologia Humanista a possibilidade de mudança depende da vontade individual. Resgata subjetividade, emoções próprias e particulares de cada um. Maior ênfase a consciência, homem como ser uno e em evolução; Homem dotado de possibilidades de se desenvolver, realizar e tende naturalmente para o equilíbrio e a auto-organização.
  • 10. Carl Rogers Carl Ransom Rogers (1902- 1987) foi o mais influente psicólogo na história americana, desenvolveu a Psicologia Humanista; Carl Rogers, nasceu em Oak Park, Illinois, nos Estado Unidos, no dia 8 de janeiro de 1902. Carl Rogers 1902-1987
  • 11. Nasceu de uma família cristã, onde os valores tradicionais, religiosos, princípios da educação moral e o respeito ás questões ética eram amplamente cultivados. Casou-se em 1924 com Hellen Elliot (amiga de infância) Teve dois filhos: David e Natalie Roger com sua filha Natalie, em 1981
  • 12.  Em 1919 ingressou na Universidade de Wisconsin cursando Agricultura, neste mesmo período transferiu seu curso para História  Logo após, com intuito de dedicar-se para carreira Eclesiástica Rogers, passou a frequentar o Seminário Teológico Unido, em Nova Iorque, onde recebeu uma liberal visão filosófica da religião.  Transferindo-se para o Teachers College da Columbia University, foi introduzido na psicologia. Obteve seus títulos de Mestre em 1928 e Doutor em 1931.
  • 13. Rogers foi, por duas vezes, eleito presidente da Associação Americana de Psicologia e recebeu desta mesma associação os prêmios de Melhor Contribuição Científica e o de Melhor Profissional. Rogers morreu em 1987, aos 85 anos de idade.
  • 14. Fundamentação Teórica Rogers prioriza o indivíduo enquanto pessoa, valorizando a auto- realização, seu crescimento pessoal.
  • 15. Auto- realização Carl Rogers acreditava que todos os seres humanos são motivados por um processo voltado para o crescimento, que ele denominava tendência para a realização, Embora essa ânsia pela auto realização seja inata, pode ser incentivada ou reprimida por experiências da infância e por aprendizagem.
  • 16. Terapia Centrada no Cliente Um cliente é alguém que deseja um serviço e que pensa não poder realizá-lo sozinho. A tarefa do terapeuta não é curar , mas prover aceitação, compreensão e observações ocasionais. O cliente precisa saber que o terapeuta é autêntico, preocupa-se, ouve e o compreende de fato.
  • 17. A Estrutura da Personalidade O organismo é o foco de toda experiência; O Self é a visão que a pessoa tem de si própria, baseada nas experiências passadas, estimulações presentes e expectativas futuras, e é onde contém a tendência para a realização. Self ideal seria aquilo que você gostaria de ser, como você se imagina ser.
  • 18. Congruência Roger define congruência como o grau de exatidão entre a experiência e a tomada de consciência. Um alto grau de congruência significa que uma pessoa é ajustada, madura, aceita toda a variedade de experiências sem ameaça ou ansiedade.
  • 19. Incongruência Ocorre quando há diferenças entre a tomada de consciência, a experiência e a comunicação desta. Por exemplo: Pessoas que dizem estar passando por um período maravilhoso mas que se mostram entediadas, isoladas ou facilmente doentes, estão revelando incongruência
  • 20. Campo Experiencial Self Comunicação Consciência Congruência: coerência do sujeito em termos de seus pensamentos, sentimentos, percepções e ações.
  • 21. Abraham Maslow Abraham Maslow (1908-1970) foi um psicólogo norte-americano, conhecido pela Teoria da Hierarquia das Necessidades Humanas. Abraham Maslow (1908-1970) nasceu no Brooklyn, Estados Unidos, no dia 01 de abril de 1908. Descendente de russos e judeus, viveu uma infância bastante infeliz e miserável, para fugir da situação, Maslow refugiava-se em bibliotecas.
  • 22. Estudou Direito no City College of New York, mas interessou-se pela psicologia, curso que faria na Universidade de Wisconsin, onde também fez mestrado e doutorado. Abraham Maslow faleceu na Califórnia, Estados Unidos, no dia 08 de junho de 1970, vítima de um ataque cardíaco.
  • 23. Fundamentação Teórica  Abraham Maslow, acreditava na tendência individual da pessoa para se tornar auto-realizadora, sendo este o nível mais alto da existência humana.  Auto-realização: todo indivíduo é dotado de propensão de auto-realização. Envolve o uso de todas as qualidades e habilidades, desenvolvimento e aplicação plena do potencial individual.  Auto-atualização: elemento central da teoria - exploração de talentos, capacidades e potencialidades. Escolher opção para crescimento
  • 24. Apenas sujeito auto-realizados podem expressar amor pleno sem conceber objeto a partir de suas necessidades Sociedade e cultura podem apenas ajudar o homem a concretizar o que já existe em sí.
  • 25. Maslow criou uma escala de necessidades a serem satisfeitas e, a cada conquista, nova necessidade se apresentava.  Isso faria com que o indivíduo fosse buscando sua auto-realização, pelas sucessivas necessidades satisfeitas.
  • 27. Neuroses: privação de necessidades básicas Motivação de deficiência: mudar o que está insatisfatório ou frustrante Motivação do Ser: motivação para crescimento
  • 28. "... temos de ser tudo o que somos capazes de ser, desenvolver os nossos potenciais". Maslow
  • 29. Contribuições para a Aprendizagem Do ponto de vista da educação a Psicologia Humanista, valoriza o educando como um todo, considerando seus pensamentos e ações e não apenas seu intelecto Na educação, deve-se centrar seu processo nas necessidades do aluno. A aprendizagem é um processo de aprimoramento do indivíduo e não apenas do conhecimento.
  • 30. Todo aluno tem potencialidade para aprender e a tendência a realizar essa potencialidade; A aprendizagem significativa ocorre quando o conteúdo da aprendizagem é percebido como relevante para o aluno, a partir de seus próprios objetivos; Aluno que realiza sua potencialidade para aprender, torna-se aberto à experiência e reciprocidade.
  • 31. “O único homem que se educa é aquele que aprendeu como aprender: que aprendeu como se adaptar e mudar; que se capacitou de que nenhum conhecimento é seguro, que nenhum processo de buscar conhecimento oferece uma base de segurança”. ( ROGERS , COELHO e JOSÉ, 1993)
  • 33. Referências  Abordagem Centrada na Pessoa - ACP - Psicologado Artigos http://artigos.psicologado.com/abordagens/centrada-na-pessoa/abordagem-centrada-na-pessoa- acp#ixzz1cgWr09Xv. Pesquisado em 03 de Novembro de 2011.  Ballone GJ - Carl Rogers, in. PsiqWeb, internet, disponível em http://www.psiqweb.med.br/, pesquisado em 05 de Novembro de 2011.  Carl Rogers - Biografia - Psicologado Artigos http://artigos.psicologado.com/abordagens/centrada-na- pessoa/carl-rogers-biografia#ixzz1cgXjoES. Pesquisado em 03 de Novembro de 2011.  Carl Rogers – Vida e Obra. Disponível em http://www.portalsaofrancisco.com.br/alfa/calr-rogers/biografia-calr- rogers-1.php. Pesquisado em 03 de Novembro de 2011.  Rogers, C. (1985). Tornar-se pessoa (7ª ed.). Lisboa: Moraes Fonte: http://pt.shvoong.com/social-sciences/psychology/1675391-teoria-self-carl-rogers- conceitos/#ixzz1euqqRPut.  Imagens retiradas e disponível no http://aprendiendoavivirsiempre.blogspot.com/2009/05/la-psicologia- humanista.html, http://lurra-bilbao.com/psicologia-humanista.html e http://www.taringa.net/posts/info/10233401/Psicologia-Humanista-_-Equot_La-Tercera-FuerzaEquot_.html. Pesquisado em 03 de Novembro de 2011
  • 34. Agradecemos à atenção de todos e nos colocamos para maiores esclarecimento. Andressa Dantas da Silva Daniela Ponciano Oliveira Dennis Martins Adriano