SlideShare uma empresa Scribd logo
UM OLHAR NO PATRIMÓNIO ,[object Object],[object Object],[object Object]
QUEM SOMOS?
O QUE É O “PATRIMÓNIO CULTURAL” ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
O PATRIMÓNIO CULTURAL ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
HISTORIA DA AMADORA
PATRIMÓNIO HISTÓRICO DA  AMADORA
RECREIOS DA AMADORA ,[object Object],[object Object],[object Object]
AQUEDUTO DAS ÁGUAS LIVRES O Aqueduto das Águas livres  foi mandado construir no século XVIII (em 1731) por decreto de D. João V.  Esta obra veio a terminar por meados do século XIX. O Aqueduto das Águas Livres tinha como principal função abastecer a cidade de Lisboa com água.  A sua extensão é de 14 km, sendo que, 8 km atravessam o conselho da Amadora.  A sua extensão tem inicio nas Mães d'Água (situada na freguesia de São Brás - Amadora). O aqueduto possui uma arquitectura barroca e neoclássica. O Aqueduto Romano  tem origem na Barragem Romana (Município de Sintra). Pensa-se que tinha como função abastecer  Olisipo  (Lisboa Romana).   A primeira referência a este aqueduto existente é uma carta dirigida a D. Sebastião. No entanto pouco se sabe (…) a não ser a influência que este teve na construção do trajecto do Aqueduto das Águas Livres.
QUINTA GRANDE DA DAMAIA ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
CASA APRÍGIO GOMES A Casa Aprígio Gomes foi mandada construir por José Aprígio Gomes, negociante lisboeta, em 1903. A casa situa-se no ângulo entre a rua Luís de Camões e a Rua Gonçalves Ramos (Freguesia da Venteira).  Esta construção é considerada de grande importância para o município da Amadora pois foi uma das poucas construções do início do século XX que conseguiu sobreviver às vagas de urbanização dos anos 60 e 70.
QUINTA DO MEIO ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
PARQUE DELFIM GUIMARÃES O Parque Delfim Guimarães foi inaugurado a 27 de Julho de 1937 pelo presidente da república General Óscar Carmona.  O nome deste parque é em homenagem a um poeta (Delfim Guimarães) que muito lutou pela cidade da Amadora.  Dos pontos mais interessantes do parque, destaca-se a pérgola central coberta com arvoredo,  uma passagem obrigatória para quem quiser usufruir de uma tarde agradável!
A NECRÓPOLE DE CARENQUE A Necrópole de Carenque é um complexo funerário composto por três sepulturas designadas de este para oeste.  Estas sepulturas foram descobertas em 1932 por Manuel Heleno em trabalhos arqueológicos realizados na zona de Carenque. As estruturas apresentam uma morfologia comum:  um corredor que comunica com uma câmara funerária através da um portal (entre os dois);  E a câmara apresenta uma planta sub-circular possuindo em cima desta uma clarabóia aberta na rocha. Foram achados diversos materiais arqueológicos como Lâminas, pontas de seta e machados.
PONTE FILIPINA ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
O CHAFARIZ DA PORCALHOTA ,[object Object],[object Object]
A VILA ROMANA ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
PROBLEMAS COM O PATRIMÓNIO
 
FIM

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aula patrimônio cultural
Aula patrimônio culturalAula patrimônio cultural
Aula patrimônio culturalCurso Letrados
 
Diferentes culturas do mundo
Diferentes culturas do mundoDiferentes culturas do mundo
Diferentes culturas do mundoanocas_rita
 
Sociologia - Globalização
Sociologia   - Globalização Sociologia   - Globalização
Sociologia - Globalização Carmem Rocha
 
Aula 1 patrimonio e memoria
Aula 1 patrimonio e memoriaAula 1 patrimonio e memoria
Aula 1 patrimonio e memoriaGiseleFinatti
 
CP-Dr4-idal
CP-Dr4-idalCP-Dr4-idal
CP-Dr4-idalmega
 
Diversidade Cultural de Portugal
Diversidade Cultural de PortugalDiversidade Cultural de Portugal
Diversidade Cultural de PortugalAdelaide Jesus
 
História, memória, patrimônio e identidade
História, memória, patrimônio e identidadeHistória, memória, patrimônio e identidade
História, memória, patrimônio e identidadeViegas Fernandes da Costa
 
Pintura e escultura em Portugal nos finais do século XIX
Pintura e escultura em Portugal nos finais do século XIXPintura e escultura em Portugal nos finais do século XIX
Pintura e escultura em Portugal nos finais do século XIXCarlos Pinheiro
 
As fragilidades dos sistemas agrários
As fragilidades dos sistemas agráriosAs fragilidades dos sistemas agrários
As fragilidades dos sistemas agráriosIlda Bicacro
 
9ºano: Cidades, critérios de definição e formas de expansão
9ºano: Cidades, critérios de definição e formas de expansão9ºano: Cidades, critérios de definição e formas de expansão
9ºano: Cidades, critérios de definição e formas de expansãoIdalina Leite
 
Areas urbanas
Areas urbanasAreas urbanas
Areas urbanasmanjosp
 
A organização das áreas urbanas
A organização das áreas urbanasA organização das áreas urbanas
A organização das áreas urbanasIlda Bicacro
 
Identidade Regional - AI
Identidade Regional  - AI Identidade Regional  - AI
Identidade Regional - AI Ruben Marinho
 

Mais procurados (20)

Aula patrimônio cultural
Aula patrimônio culturalAula patrimônio cultural
Aula patrimônio cultural
 
Diferentes culturas do mundo
Diferentes culturas do mundoDiferentes culturas do mundo
Diferentes culturas do mundo
 
Sociologia - Globalização
Sociologia   - Globalização Sociologia   - Globalização
Sociologia - Globalização
 
Aula 1 patrimonio e memoria
Aula 1 patrimonio e memoriaAula 1 patrimonio e memoria
Aula 1 patrimonio e memoria
 
CP-Dr4-idal
CP-Dr4-idalCP-Dr4-idal
CP-Dr4-idal
 
Diversidade Cultural de Portugal
Diversidade Cultural de PortugalDiversidade Cultural de Portugal
Diversidade Cultural de Portugal
 
História, memória, patrimônio e identidade
História, memória, patrimônio e identidadeHistória, memória, patrimônio e identidade
História, memória, patrimônio e identidade
 
Pintura e escultura em Portugal nos finais do século XIX
Pintura e escultura em Portugal nos finais do século XIXPintura e escultura em Portugal nos finais do século XIX
Pintura e escultura em Portugal nos finais do século XIX
 
Globalização t2
Globalização t2Globalização t2
Globalização t2
 
Os muçulmanos
Os muçulmanosOs muçulmanos
Os muçulmanos
 
A pólis de atenas
A pólis de atenasA pólis de atenas
A pólis de atenas
 
As fragilidades dos sistemas agrários
As fragilidades dos sistemas agráriosAs fragilidades dos sistemas agrários
As fragilidades dos sistemas agrários
 
9ºano: Cidades, critérios de definição e formas de expansão
9ºano: Cidades, critérios de definição e formas de expansão9ºano: Cidades, critérios de definição e formas de expansão
9ºano: Cidades, critérios de definição e formas de expansão
 
Areas urbanas
Areas urbanasAreas urbanas
Areas urbanas
 
A organização das áreas urbanas
A organização das áreas urbanasA organização das áreas urbanas
A organização das áreas urbanas
 
Cultura e patrimônio cultural
Cultura e patrimônio culturalCultura e patrimônio cultural
Cultura e patrimônio cultural
 
Arte Barroca
Arte BarrocaArte Barroca
Arte Barroca
 
Patrimônio Histórico e Cultural
Patrimônio Histórico e CulturalPatrimônio Histórico e Cultural
Patrimônio Histórico e Cultural
 
Identidade Regional - AI
Identidade Regional  - AI Identidade Regional  - AI
Identidade Regional - AI
 
Expansão urbana
Expansão urbanaExpansão urbana
Expansão urbana
 

Semelhante a Património Cultural

Porto 1914
Porto 1914Porto 1914
Porto 1914cab3032
 
Cidade do porto em 1914
Cidade do porto em 1914Cidade do porto em 1914
Cidade do porto em 1914Sergio Lagoa
 
Porto 1914
Porto 1914Porto 1914
Porto 1914cab3032
 
Cidade do Porto-I
Cidade do Porto-I Cidade do Porto-I
Cidade do Porto-I BiaEsteves
 
História do porto jardins do porto - jardim de joão chagas
História do porto   jardins do porto - jardim de joão chagasHistória do porto   jardins do porto - jardim de joão chagas
História do porto jardins do porto - jardim de joão chagasArtur Filipe dos Santos
 
História do porto jardins do porto - jardim de joão chagas
História do porto   jardins do porto - jardim de joão chagasHistória do porto   jardins do porto - jardim de joão chagas
História do porto jardins do porto - jardim de joão chagasArtur Filipe dos Santos
 
História do Porto - Jardim João Chagas - Professor Doutor Artur Filipe dos Sa...
História do Porto - Jardim João Chagas - Professor Doutor Artur Filipe dos Sa...História do Porto - Jardim João Chagas - Professor Doutor Artur Filipe dos Sa...
História do Porto - Jardim João Chagas - Professor Doutor Artur Filipe dos Sa...Artur Filipe dos Santos
 
História do Porto - Jardins e Praças do Porto : JARDIM DE JOÃO CHAGAS - Artur...
História do Porto - Jardins e Praças do Porto: JARDIM DE JOÃO CHAGAS - Artur...História do Porto - Jardins e Praças do Porto: JARDIM DE JOÃO CHAGAS - Artur...
História do Porto - Jardins e Praças do Porto : JARDIM DE JOÃO CHAGAS - Artur...Universidade Sénior Contemporânea do Porto
 
Cidade do Porto-Portugal
Cidade do Porto-PortugalCidade do Porto-Portugal
Cidade do Porto-PortugalBiaEsteves
 
Porto ontem e hoje bach
Porto ontem e hoje   bachPorto ontem e hoje   bach
Porto ontem e hoje bachPaula Andrade
 
Visita de estudo ribeira do porto com fotos
Visita de estudo   ribeira do porto com fotosVisita de estudo   ribeira do porto com fotos
Visita de estudo ribeira do porto com fotosIsabelPereira2010
 
Jardins Urbanos
Jardins UrbanosJardins Urbanos
Jardins UrbanosJoseSimas
 
Ô GLÓRIA! – HISTÓRIA, CULTURA, BOEMIA E PAISAGENS (PARTE 1) _ O CLUSTER
Ô GLÓRIA! – HISTÓRIA, CULTURA, BOEMIA E PAISAGENS (PARTE 1) _ O CLUSTERÔ GLÓRIA! – HISTÓRIA, CULTURA, BOEMIA E PAISAGENS (PARTE 1) _ O CLUSTER
Ô GLÓRIA! – HISTÓRIA, CULTURA, BOEMIA E PAISAGENS (PARTE 1) _ O CLUSTERMaria Claudia Pompeo
 

Semelhante a Património Cultural (20)

Pontos turísticos da bahia
Pontos turísticos da bahiaPontos turísticos da bahia
Pontos turísticos da bahia
 
Porto 1914
Porto 1914Porto 1914
Porto 1914
 
Ericeira
EriceiraEriceira
Ericeira
 
S-T-C-6
S-T-C-6S-T-C-6
S-T-C-6
 
Alentejo
AlentejoAlentejo
Alentejo
 
Cidade do porto em 1914
Cidade do porto em 1914Cidade do porto em 1914
Cidade do porto em 1914
 
Porto 1914
Porto 1914Porto 1914
Porto 1914
 
Cidade do Porto-I
Cidade do Porto-I Cidade do Porto-I
Cidade do Porto-I
 
História do porto jardins do porto - jardim de joão chagas
História do porto   jardins do porto - jardim de joão chagasHistória do porto   jardins do porto - jardim de joão chagas
História do porto jardins do porto - jardim de joão chagas
 
História do porto jardins do porto - jardim de joão chagas
História do porto   jardins do porto - jardim de joão chagasHistória do porto   jardins do porto - jardim de joão chagas
História do porto jardins do porto - jardim de joão chagas
 
História do Porto - Jardim João Chagas - Professor Doutor Artur Filipe dos Sa...
História do Porto - Jardim João Chagas - Professor Doutor Artur Filipe dos Sa...História do Porto - Jardim João Chagas - Professor Doutor Artur Filipe dos Sa...
História do Porto - Jardim João Chagas - Professor Doutor Artur Filipe dos Sa...
 
História do Porto - Jardins e Praças do Porto : JARDIM DE JOÃO CHAGAS - Artur...
História do Porto - Jardins e Praças do Porto: JARDIM DE JOÃO CHAGAS - Artur...História do Porto - Jardins e Praças do Porto: JARDIM DE JOÃO CHAGAS - Artur...
História do Porto - Jardins e Praças do Porto : JARDIM DE JOÃO CHAGAS - Artur...
 
Patrimonio
PatrimonioPatrimonio
Patrimonio
 
Cidade do Porto-Portugal
Cidade do Porto-PortugalCidade do Porto-Portugal
Cidade do Porto-Portugal
 
Porto ontem e hoje bach
Porto ontem e hoje   bachPorto ontem e hoje   bach
Porto ontem e hoje bach
 
Visita de estudo ribeira do porto com fotos
Visita de estudo   ribeira do porto com fotosVisita de estudo   ribeira do porto com fotos
Visita de estudo ribeira do porto com fotos
 
Ericeira
EriceiraEriceira
Ericeira
 
Jardins Urbanos
Jardins UrbanosJardins Urbanos
Jardins Urbanos
 
Rio grande
Rio grande Rio grande
Rio grande
 
Ô GLÓRIA! – HISTÓRIA, CULTURA, BOEMIA E PAISAGENS (PARTE 1) _ O CLUSTER
Ô GLÓRIA! – HISTÓRIA, CULTURA, BOEMIA E PAISAGENS (PARTE 1) _ O CLUSTERÔ GLÓRIA! – HISTÓRIA, CULTURA, BOEMIA E PAISAGENS (PARTE 1) _ O CLUSTER
Ô GLÓRIA! – HISTÓRIA, CULTURA, BOEMIA E PAISAGENS (PARTE 1) _ O CLUSTER
 

Mais de Alfredo Garcia

Ai mod 2 1.3 comunicação e construção do indivíduo
Ai mod 2 1.3 comunicação e construção do indivíduoAi mod 2 1.3 comunicação e construção do indivíduo
Ai mod 2 1.3 comunicação e construção do indivíduoAlfredo Garcia
 
Area de integracao modulo 6
Area de integracao   modulo 6Area de integracao   modulo 6
Area de integracao modulo 6Alfredo Garcia
 
Area de integracao modulo 3
Area de integracao   modulo 3Area de integracao   modulo 3
Area de integracao modulo 3Alfredo Garcia
 
Europa/União Europeia/Zona Euro e Espaço Schengen ue
Europa/União Europeia/Zona Euro e Espaço Schengen ueEuropa/União Europeia/Zona Euro e Espaço Schengen ue
Europa/União Europeia/Zona Euro e Espaço Schengen ueAlfredo Garcia
 
Direito das organizações mod 2 - legislação laboral
Direito das organizações   mod 2 - legislação laboralDireito das organizações   mod 2 - legislação laboral
Direito das organizações mod 2 - legislação laboralAlfredo Garcia
 
Aguarelas desenhos - estampas - fotografias
Aguarelas   desenhos - estampas - fotografiasAguarelas   desenhos - estampas - fotografias
Aguarelas desenhos - estampas - fotografiasAlfredo Garcia
 
Resultados do lançamento
Resultados do lançamentoResultados do lançamento
Resultados do lançamentoAlfredo Garcia
 
Tratamento resultados do lançamento do foguete
Tratamento resultados do lançamento do fogueteTratamento resultados do lançamento do foguete
Tratamento resultados do lançamento do fogueteAlfredo Garcia
 
Resultados do lançamento do foguete
Resultados do lançamento do fogueteResultados do lançamento do foguete
Resultados do lançamento do fogueteAlfredo Garcia
 
Assembleia da Republica - Folheto Visita de Estudo
Assembleia da Republica - Folheto Visita de EstudoAssembleia da Republica - Folheto Visita de Estudo
Assembleia da Republica - Folheto Visita de EstudoAlfredo Garcia
 
AREA DE PROJECTO - AVALIACAO
AREA DE PROJECTO - AVALIACAOAREA DE PROJECTO - AVALIACAO
AREA DE PROJECTO - AVALIACAOAlfredo Garcia
 
Percursos Georeferenciados - Parques e Jardins da Amadora
Percursos Georeferenciados - Parques e Jardins da AmadoraPercursos Georeferenciados - Parques e Jardins da Amadora
Percursos Georeferenciados - Parques e Jardins da AmadoraAlfredo Garcia
 
Percursos Georeferenciados - Parques e Jardins da Amadora
Percursos Georeferenciados - Parques e Jardins da AmadoraPercursos Georeferenciados - Parques e Jardins da Amadora
Percursos Georeferenciados - Parques e Jardins da AmadoraAlfredo Garcia
 
Percurso Geo Referenciado
Percurso Geo ReferenciadoPercurso Geo Referenciado
Percurso Geo ReferenciadoAlfredo Garcia
 
Esquizofrenia Amadora 2009
Esquizofrenia   Amadora 2009Esquizofrenia   Amadora 2009
Esquizofrenia Amadora 2009Alfredo Garcia
 
Apresentação das Flappers
Apresentação das FlappersApresentação das Flappers
Apresentação das FlappersAlfredo Garcia
 

Mais de Alfredo Garcia (20)

Ai mod 2 1.3 comunicação e construção do indivíduo
Ai mod 2 1.3 comunicação e construção do indivíduoAi mod 2 1.3 comunicação e construção do indivíduo
Ai mod 2 1.3 comunicação e construção do indivíduo
 
Area de integracao modulo 6
Area de integracao   modulo 6Area de integracao   modulo 6
Area de integracao modulo 6
 
Area de integracao modulo 3
Area de integracao   modulo 3Area de integracao   modulo 3
Area de integracao modulo 3
 
Europa/União Europeia/Zona Euro e Espaço Schengen ue
Europa/União Europeia/Zona Euro e Espaço Schengen ueEuropa/União Europeia/Zona Euro e Espaço Schengen ue
Europa/União Europeia/Zona Euro e Espaço Schengen ue
 
Igreja Museu S. Roque
Igreja Museu S. RoqueIgreja Museu S. Roque
Igreja Museu S. Roque
 
Direito das organizações mod 2 - legislação laboral
Direito das organizações   mod 2 - legislação laboralDireito das organizações   mod 2 - legislação laboral
Direito das organizações mod 2 - legislação laboral
 
Aguarelas desenhos - estampas - fotografias
Aguarelas   desenhos - estampas - fotografiasAguarelas   desenhos - estampas - fotografias
Aguarelas desenhos - estampas - fotografias
 
Resultados do lançamento
Resultados do lançamentoResultados do lançamento
Resultados do lançamento
 
Tratamento resultados do lançamento do foguete
Tratamento resultados do lançamento do fogueteTratamento resultados do lançamento do foguete
Tratamento resultados do lançamento do foguete
 
Resultados do lançamento do foguete
Resultados do lançamento do fogueteResultados do lançamento do foguete
Resultados do lançamento do foguete
 
Qim ocultar objectos
Qim   ocultar objectosQim   ocultar objectos
Qim ocultar objectos
 
Qim ocultar objectos
Qim   ocultar objectosQim   ocultar objectos
Qim ocultar objectos
 
Assembleia da Republica - Folheto Visita de Estudo
Assembleia da Republica - Folheto Visita de EstudoAssembleia da Republica - Folheto Visita de Estudo
Assembleia da Republica - Folheto Visita de Estudo
 
AREA DE PROJECTO - AVALIACAO
AREA DE PROJECTO - AVALIACAOAREA DE PROJECTO - AVALIACAO
AREA DE PROJECTO - AVALIACAO
 
Percursos Georeferenciados - Parques e Jardins da Amadora
Percursos Georeferenciados - Parques e Jardins da AmadoraPercursos Georeferenciados - Parques e Jardins da Amadora
Percursos Georeferenciados - Parques e Jardins da Amadora
 
Percursos Georeferenciados - Parques e Jardins da Amadora
Percursos Georeferenciados - Parques e Jardins da AmadoraPercursos Georeferenciados - Parques e Jardins da Amadora
Percursos Georeferenciados - Parques e Jardins da Amadora
 
Percurso Geo Referenciado
Percurso Geo ReferenciadoPercurso Geo Referenciado
Percurso Geo Referenciado
 
Esquizofrenia Amadora 2009
Esquizofrenia   Amadora 2009Esquizofrenia   Amadora 2009
Esquizofrenia Amadora 2009
 
Apresentação das Flappers
Apresentação das FlappersApresentação das Flappers
Apresentação das Flappers
 
Edgar Fox
Edgar FoxEdgar Fox
Edgar Fox
 

Último

Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Rosana Andrea Miranda
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é precisoMary Alvarenga
 
CONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docx
CONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docxCONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docx
CONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docxEduardaMedeiros18
 
bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalcarlamgalves5
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
O carteiro chegou - Janet & Allan Ahlberg
O carteiro chegou - Janet & Allan AhlbergO carteiro chegou - Janet & Allan Ahlberg
O carteiro chegou - Janet & Allan AhlbergBrenda Fritz
 
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdfAS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdfssuserbb4ac2
 
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de.    Maio laranja dds.pptxCampanha 18 de.    Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptxlucioalmeida2702
 
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdfGRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdfrarakey779
 
Poema - Reciclar é preciso
Poema            -        Reciclar é precisoPoema            -        Reciclar é preciso
Poema - Reciclar é precisoMary Alvarenga
 
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfPastor Robson Colaço
 
Atividade com a música Xote da Alegria - Falamansa
Atividade com a música Xote  da  Alegria    -   FalamansaAtividade com a música Xote  da  Alegria    -   Falamansa
Atividade com a música Xote da Alegria - FalamansaMary Alvarenga
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.HandersonFabio
 
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdfHans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdfrarakey779
 
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdfHans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdfLeandroTelesRocha2
 
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantilApresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantilMariaHelena293800
 
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaO que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaCludiaRodrigues693635
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...Manuais Formação
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteLeonel Morgado
 
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdfedjailmax
 

Último (20)

Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é preciso
 
CONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docx
CONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docxCONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docx
CONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docx
 
bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animal
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
 
O carteiro chegou - Janet & Allan Ahlberg
O carteiro chegou - Janet & Allan AhlbergO carteiro chegou - Janet & Allan Ahlberg
O carteiro chegou - Janet & Allan Ahlberg
 
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdfAS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
 
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de.    Maio laranja dds.pptxCampanha 18 de.    Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
 
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdfGRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
 
Poema - Reciclar é preciso
Poema            -        Reciclar é precisoPoema            -        Reciclar é preciso
Poema - Reciclar é preciso
 
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
 
Atividade com a música Xote da Alegria - Falamansa
Atividade com a música Xote  da  Alegria    -   FalamansaAtividade com a música Xote  da  Alegria    -   Falamansa
Atividade com a música Xote da Alegria - Falamansa
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
 
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdfHans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
 
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdfHans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
 
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantilApresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
 
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaO que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
 
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
 

Património Cultural

  • 1.
  • 3.
  • 4.
  • 7.
  • 8. AQUEDUTO DAS ÁGUAS LIVRES O Aqueduto das Águas livres foi mandado construir no século XVIII (em 1731) por decreto de D. João V. Esta obra veio a terminar por meados do século XIX. O Aqueduto das Águas Livres tinha como principal função abastecer a cidade de Lisboa com água. A sua extensão é de 14 km, sendo que, 8 km atravessam o conselho da Amadora. A sua extensão tem inicio nas Mães d'Água (situada na freguesia de São Brás - Amadora). O aqueduto possui uma arquitectura barroca e neoclássica. O Aqueduto Romano tem origem na Barragem Romana (Município de Sintra). Pensa-se que tinha como função abastecer Olisipo (Lisboa Romana).   A primeira referência a este aqueduto existente é uma carta dirigida a D. Sebastião. No entanto pouco se sabe (…) a não ser a influência que este teve na construção do trajecto do Aqueduto das Águas Livres.
  • 9.
  • 10. CASA APRÍGIO GOMES A Casa Aprígio Gomes foi mandada construir por José Aprígio Gomes, negociante lisboeta, em 1903. A casa situa-se no ângulo entre a rua Luís de Camões e a Rua Gonçalves Ramos (Freguesia da Venteira). Esta construção é considerada de grande importância para o município da Amadora pois foi uma das poucas construções do início do século XX que conseguiu sobreviver às vagas de urbanização dos anos 60 e 70.
  • 11.
  • 12. PARQUE DELFIM GUIMARÃES O Parque Delfim Guimarães foi inaugurado a 27 de Julho de 1937 pelo presidente da república General Óscar Carmona. O nome deste parque é em homenagem a um poeta (Delfim Guimarães) que muito lutou pela cidade da Amadora. Dos pontos mais interessantes do parque, destaca-se a pérgola central coberta com arvoredo, uma passagem obrigatória para quem quiser usufruir de uma tarde agradável!
  • 13. A NECRÓPOLE DE CARENQUE A Necrópole de Carenque é um complexo funerário composto por três sepulturas designadas de este para oeste. Estas sepulturas foram descobertas em 1932 por Manuel Heleno em trabalhos arqueológicos realizados na zona de Carenque. As estruturas apresentam uma morfologia comum: um corredor que comunica com uma câmara funerária através da um portal (entre os dois); E a câmara apresenta uma planta sub-circular possuindo em cima desta uma clarabóia aberta na rocha. Foram achados diversos materiais arqueológicos como Lâminas, pontas de seta e machados.
  • 14.
  • 15.
  • 16.
  • 17. PROBLEMAS COM O PATRIMÓNIO
  • 18.  
  • 19. FIM