SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 15
Área de Integração
MÓDULO 2
1.3. A comunicação e a construção do indivíduo
5.1. A integração no espaço europeu
7.1. Cultura global ou globalização das culturas
AEAO/ESSCP
Alfredo Garcia
Área 1 – A Pessoa
Tema problema: 1.3. A comunicação e a construção do indivíduo
Área 2 – A Sociedade
Tema problema: 5.1. A integração no espaço europeu
Área 3 – O Mundo
Tema problema: 7.1. Cultura global ou globalização das culturas
Área 1: A Pessoa
Tema problema:
1.3 A comunicação e a construção do
Módulo 2 – Indice
AEAO/ESSCP
Alfredo Garcia
• A NECESSIDADE DE COMUNICAR
1.3 A comunicação e a construção do indivíduo.
ORIGEM ETIMOLÓGICA - COMMUNIS (LATIM) - COMUMORIGEM ETIMOLÓGICA - COMMUNIS (LATIM) - COMUM
 É PRECISO QUE A INFORMAÇÃO
TRANSMITIDA FAÇA SENTIDO PARA
TODOS
 O QUE EXIGE UMA CULTURA COMUM
 É PRECISO QUE A INFORMAÇÃO
TRANSMITIDA FAÇA SENTIDO PARA
TODOS
 O QUE EXIGE UMA CULTURA COMUM
 VIVÊNCIAS
 LINGUAGENS
 ESTILOS DE VIDA
 VALORES
 E CRENÇAS COMUNS
 VIVÊNCIAS
 LINGUAGENS
 ESTILOS DE VIDA
 VALORES
 E CRENÇAS COMUNS
Área 1: A Pessoa
Tema problema:
1.3 A comunicação e a construção do
COMUNICAR É TORNAR COMUM – TRANSFORMAR O INDIVIDUAL EM COLECTIVOCOMUNICAR É TORNAR COMUM – TRANSFORMAR O INDIVIDUAL EM COLECTIVO
AS CRIANÇAS SELVAGENS NÃO DESENVOLVEM AS CAPACIDADES CRIATIVAS QUE
CARACTERIZAM O HOMEM E O DISTINGUEM DOS OUTROS ANIMAIS
AS CRIANÇAS SELVAGENS NÃO DESENVOLVEM AS CAPACIDADES CRIATIVAS QUE
CARACTERIZAM O HOMEM E O DISTINGUEM DOS OUTROS ANIMAIS
 O HOMEM É UM SER
EMINENTEMENTE SOCIAL / CULTURAL
 VIVE EM SOCIEDADE
 INTERAGE COM OS OUTROS
 COMUNICA
 O HOMEM É UM SER
EMINENTEMENTE SOCIAL / CULTURAL
 VIVE EM SOCIEDADE
 INTERAGE COM OS OUTROS
 COMUNICA
 COMUNICAR
 É UM ACTO EMINENTEMENTE SOCIAL
 APROXIMA OS SERES HUMANOS
 PROMOVE O SEU
DESENVOLVIMENTO
 E A CRIATIVIDADE
 COMUNICAR
 É UM ACTO EMINENTEMENTE SOCIAL
 APROXIMA OS SERES HUMANOS
 PROMOVE O SEU
DESENVOLVIMENTO
 E A CRIATIVIDADE
AEAO/ESSCP
Alfredo Garcia
• COMUNICAÇÃO E LINGUAGEM
1.3 A comunicação e a construção do indivíduo. Comunicação e linguagem
PARA COMUNICAR USAMOS SÍMBOLOS COM SIGNIFICADOPARA COMUNICAR USAMOS SÍMBOLOS COM SIGNIFICADO
USAMOS LETRAS
ORGANIZAMOS PALAVRAS
COMUNICAMOS VERBALMENTE
USAMOS LETRAS
ORGANIZAMOS PALAVRAS
COMUNICAMOS VERBALMENTE
USAMOS A LINGUAGEM
FALADA
ESCRITA
USAMOS A LINGUAGEM
FALADA
ESCRITA
Área 1: A Pessoa
Tema problema:
1.3 A comunicação e a construção do
UTILIZAMOS A COMUNICAÇÃO VERBALUTILIZAMOS A COMUNICAÇÃO VERBAL
ALÉM DA COMUNICAÇÃO VERBAL UTILIZAMOS OUTRAS FORMAS DE COMUNICAÇÃO
NÃO VERBAL
ALÉM DA COMUNICAÇÃO VERBAL UTILIZAMOS OUTRAS FORMAS DE COMUNICAÇÃO
NÃO VERBAL
USAMOS EXPRESSÕES
FACIAIS
VISUAIS
SONORAS
TÁCTEIS…
USAMOS EXPRESSÕES
FACIAIS
VISUAIS
SONORAS
TÁCTEIS…
COM AS QUAIS TRANSMITIMOS:
EMOÇÕES
IDÉIAS
EXPERIÊNCIAS
SEM UTILIZAR A PALAVRA DITA OU ESCRITA
COM AS QUAIS TRANSMITIMOS:
EMOÇÕES
IDÉIAS
EXPERIÊNCIAS
SEM UTILIZAR A PALAVRA DITA OU ESCRITA
AEAO/ESSCP
Alfredo Garcia
• COMUNICAÇÃO E LINGUAGEM
1.3 A comunicação e a construção do indivíduo. Comunicação e linguagem
FORMAS DE COMUNICAÇÃO NÃO VERBAL:FORMAS DE COMUNICAÇÃO NÃO VERBAL:
Área 1: A Pessoa
Tema problema:
1.3 A comunicação e a construção do
A COMUNICAÇÃO É, ASSIM, UM PROCESSO BIDIRECCIONAL.
IMPLICA ACÇÃO E REACÇÃO
EXIGE DOIS INTERLOCUTORES
A COMUNICAÇÃO É, ASSIM, UM PROCESSO BIDIRECCIONAL.
IMPLICA ACÇÃO E REACÇÃO
EXIGE DOIS INTERLOCUTORES
POR EXEMPLO:
DOIS CONDUTORES À NOITE, NUMA CURVA. UM FAZ SINAIS DE LUZES, O OUTRO
RESPONDE COM SINAIS DE LUZES…
E AMBOS ADEQUAM A SUA CONDUÇÃO À TROCA DE INFORMAÇÃO VISUAL.
NO MESMO EXEMPLO, MAS DURANTE O DIA, OS MESMOS CONDUTORES PODEM
RECORRER A SINAIS SONOROS (COMUNICAÇÃO ACÚSTCA)
POR EXEMPLO:
DOIS CONDUTORES À NOITE, NUMA CURVA. UM FAZ SINAIS DE LUZES, O OUTRO
RESPONDE COM SINAIS DE LUZES…
E AMBOS ADEQUAM A SUA CONDUÇÃO À TROCA DE INFORMAÇÃO VISUAL.
NO MESMO EXEMPLO, MAS DURANTE O DIA, OS MESMOS CONDUTORES PODEM
RECORRER A SINAIS SONOROS (COMUNICAÇÃO ACÚSTCA)
 GESTUAL
 TÁCTIL
 MÍMICA
 VISUAL
 ACÚSTICA…
 GESTUAL
 TÁCTIL
 MÍMICA
 VISUAL
 ACÚSTICA…
 CARTOONS
 GRAFFITIS
 ETC.
 CARTOONS
 GRAFFITIS
 ETC.
AEAO/ESSCP
Alfredo Garcia
• ELEMENTOS DA COMUNICAÇÃO
1.3 A comunicação e a construção do indivíduo. Elementos da comunicação
Área 1: A Pessoa
Tema problema:
1.3 A comunicação e a construção do
 EMISSOR
 RECEPTOR
 MENSAGEM
 EMISSOR
 RECEPTOR
 MENSAGEM
 CÓDIGO CÓDIGO
NÃO VERBALNÃO VERBAL
VERBALVERBAL
ESCRITAESCRITA
FALAFALA
 GESTUAL
 TÁCTIL
 DANÇA
 MÍMICA
 VISUAL
 ACÚSTICA...
 GESTUAL
 TÁCTIL
 DANÇA
 MÍMICA
 VISUAL
 ACÚSTICA...
 CANAL CANAL
TECNOLÓGICOTECNOLÓGICO
NATURALNATURAL
 RÁDIO
 TELEVISÃO
 LIVROS
 FOTOS
 INTERNET...
 RÁDIO
 TELEVISÃO
 LIVROS
 FOTOS
 INTERNET...
ÓRGÃOS DOS
SENTIDOS
ÓRGÃOS DOS
SENTIDOS
AEAO/ESSCP
Alfredo Garcia
• ELEMENTOS DA COMUNICAÇÃO
1.3 A comunicação e a construção do indivíduo. Elementos da comunicação
Área 1: A Pessoa
Tema problema:
1.3 A comunicação e a construção do
EXEMPLO: É O PROFESSOREXEMPLO: É O PROFESSOR
EXEMPLO: É O ALUNOEXEMPLO: É O ALUNO
EMISSOR QUEM É ?
É A FONTE
É DE QUEM PARTE A MENSAGEM
É O QUE CODIFICA A MENSAGEM
RECEPTOR QUEM É ?
É O DESTINATÁRIO DA MENSAGEM
É QUEM DESCODIFICA A MENSAGEM
AEAO/ESSCP
Alfredo Garcia
• ELEMENTOS DA COMUNICAÇÃO
1.3 A comunicação e a construção do indivíduo. Elementos da comunicação
Área 1: A Pessoa
Tema problema:
1.3 A comunicação e a construção do
EXEMPLO:
UM CONCEITO
UMA TEORIA
UMA INFORMAÇÃO
É A IDEIA
É O SENTIMENTO
É O FACTO
QUE O EMISSOR
QUER TORNAR COMUM COM O RECEPTOR
MENSAGEM O QUE É ?
AEAO/ESSCP
Alfredo Garcia
• ELEMENTOS DA COMUNICAÇÃO
1.3 A comunicação e a construção do indivíduo. Elementos da comunicação
Área 1: A Pessoa
Tema problema:
1.3 A comunicação e a construção do
EXEMPLO:
A EXPLICAÇÃO ORAL QUE O PROFESSOR USA NA AULA
OU A FORMA ESCRITA QUE USA QUANDO ESCREVE NO QUADRO
É UM CONJUNTO ESTRUTURADO DE SIGNOS
PODE SER:
•UM CÓDIGO LINGUÍSTICO
•MUSICAL
•GESTUAL…
CÓDIGO O QUE É ?
AEAO/ESSCP
Alfredo Garcia
• ELEMENTOS DA COMUNICAÇÃO
1.3 A comunicação e a construção do indivíduo. Elementos da comunicação
Área 1: A Pessoa
Tema problema:
1.3 A comunicação e a construção do
EXEMPLO:
O MANUAL QUE OS ALUNOS USAM
PARA ACOMPANHAR A EXPLICAÇÃO DO PROFESSOR
É O MEIO PARA LEVAR A MENSAGEM AO RECEPTOR
PODE SER:
•A VOZ (CANAL NATURAL)
•A IMPRENSA
•FOTOS
•JORNAIS
•INTERNET
CANAL O QUE É ?
CANAIS TECNOLÓGICOS
AEAO/ESSCP
Alfredo Garcia
• ELEMENTOS DA COMUNICAÇÃO
1.3 A comunicação e a construção do indivíduo. Elementos da comunicação
Área 1: A Pessoa
Tema problema:
1.3 A comunicação e a construção do
TECNOLÓGICOS
ÓRGÃOS SENSORIAIS
CANAIS
NATURAIS
• RÁDIO
• TELEVISÃO
• FAX, TELEONE, TELEMÓVEL
• TEXTOS. LIVROS, JORNAIS
• FOTOS, OBRAS DE ARTE
• OUTROS
AEAO/ESSCP
Alfredo Garcia
• ELEMENTOS DA COMUNICAÇÃO
1.3 A comunicação e a construção do indivíduo. Elementos da comunicação
Área 1: A Pessoa
Tema problema:
1.3 A comunicação e a construção do
EXEMPLOSEXEMPLOS
 PRECONCEITOS
 CÓDIGOS UTILIZADOS POR EMISSOR E RECEPTOR
(DIFERENTES)
 COMPLEXIDADE DOS CANAIS
 CULTURAS DIFERENTES
 DESINTERESSE
 CREDIBILIDADE DA FONTE
 INTERFERÊNCIAS NAS COMUNICAÇÕES
 MÁ UTILIZAÇÃO (OU MÁ PRONÚNCIA) DA LINGUAGEM,
COM ERROS DE SINTAXE NA CONSTRUÇÃO DAS FRASES.
 PRECONCEITOS
 CÓDIGOS UTILIZADOS POR EMISSOR E RECEPTOR
(DIFERENTES)
 COMPLEXIDADE DOS CANAIS
 CULTURAS DIFERENTES
 DESINTERESSE
 CREDIBILIDADE DA FONTE
 INTERFERÊNCIAS NAS COMUNICAÇÕES
 MÁ UTILIZAÇÃO (OU MÁ PRONÚNCIA) DA LINGUAGEM,
COM ERROS DE SINTAXE NA CONSTRUÇÃO DAS FRASES.
RUÍDORUÍDO BARREIRAS QUE DIFICULTAM A CHEGADA DA MENSAGEM AO
RECEPTOR E A SUA COMPREENSÃO…
BARREIRAS QUE DIFICULTAM A CHEGADA DA MENSAGEM AO
RECEPTOR E A SUA COMPREENSÃO…
AEAO/ESSCP
Alfredo Garcia
• A COMUNICAÇÃO PRETENDE UMA REAÇÃO
1.3 A comunicação e a construção do indivíduo. Elementos da comunicação
Área 1: A Pessoa
Tema problema:
1.3 A comunicação e a construção do
ENTÃO…
É NECESSÁRIO FEEDBACK – A COMUICAÇÃO É BIDIRECCIONAL
A COMUNICAÇÃO PERMITE:
•A APRENDIZAGEM DA CULTURA DO GRUPO SOCIAL DO INDIVÍDUO
•A SOCIALIZAÇÃO
•O DESENVOLVIMENTO PESSOAL DO INDIVÍDUO
•A COMPREENSÃO DO MUNDO
•O DESENVOLVIMENTO SOCIAL DO INDIVÍDUO
•O ENTENDIMENTO, A PARTILHA, A COOPERAÇÃO
AEAO/ESSCP
Alfredo Garcia
Área 1: A Pessoa
Tema problema:
1.3 A comunicação e a construção do
1.3 A comunicação e a construção do indivíduo.
• VERDADE E VALIDADE
• LÓGICA E DISCURSO
COMUNICAR
TAMBÉM SERVE
PARA
COMUNICAR
TAMBÉM SERVE
PARA
APRESENTARAPRESENTAR
 CONVICÇÕES
 RAZÕES
 IDÉIAS…
 CONVICÇÕES
 RAZÕES
 IDÉIAS…
PARA SEREM ACEITES É PRECISOPARA SEREM ACEITES É PRECISO
 DEFENDÊ-LAS
 MOSTRAR AOS OUTROS QUE
ESTAMOS CERTOS
 CONVENCÊ-LOS
 PERSUADI-LOS
 DEFENDÊ-LAS
 MOSTRAR AOS OUTROS QUE
ESTAMOS CERTOS
 CONVENCÊ-LOS
 PERSUADI-LOS
PARA DEMONSTRARES A TUA RAZÃOPARA DEMONSTRARES A TUA RAZÃO
 TENS DE CONFRONTAR
 AS TUAS IDÉIAS
 COM AS IDÉIAS DOS OUTROS
 TENS DE CONFRONTAR
 AS TUAS IDÉIAS
 COM AS IDÉIAS DOS OUTROS
QUANDO DEFENDEMOS UMA IDÉIAQUANDO DEFENDEMOS UMA IDÉIA
ESTAMOS A APRESENTAR:
ARGUMENTAR
ARGUMENTOS LÓGICOS
PRODUZIR RACIOCÍNIOS LÓGICOS
PENSAR COM LÓGICA
ESTAMOS A APRESENTAR:
ARGUMENTAR
ARGUMENTOS LÓGICOS
PRODUZIR RACIOCÍNIOS LÓGICOS
PENSAR COM LÓGICA
AEAO/ESSCP
Alfredo Garcia
Área 1: A Pessoa
Tema problema:
1.3 A comunicação e a construção do
1.3 A comunicação e a construção do indivíduo.
• VERDADE E VALIDADE
• LÓGICA E DISCURSO
LÓGICALÓGICA
 CIÊNCIA QUE AVALIA A VALIDADE DE UMA CONCLUSÃO
 FACE AOS ARGUMENTOS APRESENTADOS
 INDEPENDENTEMENTE DA VERDADE DAS CONCLUSÕES
 CIÊNCIA QUE AVALIA A VALIDADE DE UMA CONCLUSÃO
 FACE AOS ARGUMENTOS APRESENTADOS
 INDEPENDENTEMENTE DA VERDADE DAS CONCLUSÕES
UMA CONCLUSÃO PODE SER
MATERIALMENTE FALSA
MAS FORMALMENTE VÁLIDA
UMA CONCLUSÃO PODE SER
MATERIALMENTE FALSA
MAS FORMALMENTE VÁLIDA
 QUEM TEM UNHAS TOCA GUITARRA
(PREMISSA)
 OS GATOS TÊM UNHAS
(PREMISSA)
 OS GATOS TOCAM GUITARRA
(C0NCLUSÃO)
 QUEM TEM UNHAS TOCA GUITARRA
(PREMISSA)
 OS GATOS TÊM UNHAS
(PREMISSA)
 OS GATOS TOCAM GUITARRA
(C0NCLUSÃO)POR EXEMPLO:
O SEGUINTE SILOGICSMO
POR EXEMPLO:
O SEGUINTE SILOGICSMO
A CONCLUSÃO
CONSTITUI O RESULTADO LÓGICO DAS DUAS PRIMEIRAS PROPOSIÇÕES (PREMISSAS)
UM ARGUMENTO CONSTRUÍDO DESTA FORMA DENOMINA-SE SILOGISMO
A CONCLUSÃO
CONSTITUI O RESULTADO LÓGICO DAS DUAS PRIMEIRAS PROPOSIÇÕES (PREMISSAS)
UM ARGUMENTO CONSTRUÍDO DESTA FORMA DENOMINA-SE SILOGISMO
AEAO/ESSCP
Alfredo Garcia

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

A comunicação e a construção do indivíduo
A comunicação e a construção do indivíduoA comunicação e a construção do indivíduo
A comunicação e a construção do indivíduo
Nuno Cunha
 
Identidade regional
Identidade regionalIdentidade regional
Identidade regional
cattonia
 
Sociologia - Módulo 1
Sociologia - Módulo 1Sociologia - Módulo 1
Sociologia - Módulo 1
Jorge Barbosa
 
Desequilíbrios regionais
Desequilíbrios regionaisDesequilíbrios regionais
Desequilíbrios regionais
Ana Helena
 

Mais procurados (20)

Influência social
Influência socialInfluência social
Influência social
 
A comunicação e a construção do indivíduo
A comunicação e a construção do indivíduoA comunicação e a construção do indivíduo
A comunicação e a construção do indivíduo
 
Cultura
CulturaCultura
Cultura
 
Portefolio Área De Integração - Módulo 1
Portefolio Área De Integração - Módulo 1Portefolio Área De Integração - Módulo 1
Portefolio Área De Integração - Módulo 1
 
O papel das organizações internacionais
O papel das organizações internacionaisO papel das organizações internacionais
O papel das organizações internacionais
 
Area integracao - subtema 2_3 - A construcao da democracia
Area integracao - subtema 2_3 - A construcao da democraciaArea integracao - subtema 2_3 - A construcao da democracia
Area integracao - subtema 2_3 - A construcao da democracia
 
Pessoa E Cultura MóDulo 1
Pessoa E Cultura   MóDulo 1Pessoa E Cultura   MóDulo 1
Pessoa E Cultura MóDulo 1
 
Identidade regional
Identidade regionalIdentidade regional
Identidade regional
 
Sociologia - Módulo 1
Sociologia - Módulo 1Sociologia - Módulo 1
Sociologia - Módulo 1
 
Influencia social
Influencia socialInfluencia social
Influencia social
 
Globalização cultural
Globalização culturalGlobalização cultural
Globalização cultural
 
A família - Sociologia 12ºAno
A família - Sociologia 12ºAnoA família - Sociologia 12ºAno
A família - Sociologia 12ºAno
 
Família
FamíliaFamília
Família
 
Area de integracao modulo 6
Area de integracao   modulo 6Area de integracao   modulo 6
Area de integracao modulo 6
 
Comunicação e Relações Interpessoais
Comunicação e Relações InterpessoaisComunicação e Relações Interpessoais
Comunicação e Relações Interpessoais
 
Desequilíbrios regionais
Desequilíbrios regionaisDesequilíbrios regionais
Desequilíbrios regionais
 
A socialização
A socializaçãoA socialização
A socialização
 
Sociologia, Cultura e Sociedade
Sociologia, Cultura e SociedadeSociologia, Cultura e Sociedade
Sociologia, Cultura e Sociedade
 
F aval ai m11.2 10º
F aval ai m11.2 10ºF aval ai m11.2 10º
F aval ai m11.2 10º
 
Cultura global ou globalização das culturas
Cultura global ou globalização das culturasCultura global ou globalização das culturas
Cultura global ou globalização das culturas
 

Semelhante a Ai mod 2 1.3 comunicação e construção do indivíduo

Aula sobre teorias da informação e da comunicação
Aula sobre teorias da informação e da comunicaçãoAula sobre teorias da informação e da comunicação
Aula sobre teorias da informação e da comunicação
Jonathas Carvalho
 
A comunicação e a construção do ser humano
A comunicação e a construção do ser humanoA comunicação e a construção do ser humano
A comunicação e a construção do ser humano
Nuno Cunha
 
Material de apoio à aula
Material de apoio à aulaMaterial de apoio à aula
Material de apoio à aula
LeYa
 
CLC5.Caderno n.º 1.Meios de Comunicação.pdf
CLC5.Caderno n.º 1.Meios de Comunicação.pdfCLC5.Caderno n.º 1.Meios de Comunicação.pdf
CLC5.Caderno n.º 1.Meios de Comunicação.pdf
Manuela Isidro
 
Comunicação na Catequese
Comunicação na CatequeseComunicação na Catequese
Comunicação na Catequese
Kamila Mendonça
 
03 novas tecnologias
03 novas tecnologias03 novas tecnologias
03 novas tecnologias
danimateus
 

Semelhante a Ai mod 2 1.3 comunicação e construção do indivíduo (20)

A comunicação e a construção do indivíduo (1).ppt
A comunicação e a construção do indivíduo (1).pptA comunicação e a construção do indivíduo (1).ppt
A comunicação e a construção do indivíduo (1).ppt
 
Comunicação verbal não-verbal
Comunicação verbal não-verbalComunicação verbal não-verbal
Comunicação verbal não-verbal
 
Aula sobre teorias da informação e da comunicação
Aula sobre teorias da informação e da comunicaçãoAula sobre teorias da informação e da comunicação
Aula sobre teorias da informação e da comunicação
 
Comunicação Comunitária
Comunicação ComunitáriaComunicação Comunitária
Comunicação Comunitária
 
Cultura de massa: que cultura? E que massa?
Cultura de massa: que cultura? E que massa?Cultura de massa: que cultura? E que massa?
Cultura de massa: que cultura? E que massa?
 
Mini curso comunicação
Mini curso comunicaçãoMini curso comunicação
Mini curso comunicação
 
O FenóMeno Da ComunicaçãO
O FenóMeno Da ComunicaçãOO FenóMeno Da ComunicaçãO
O FenóMeno Da ComunicaçãO
 
A comunicação e a construção do ser humano
A comunicação e a construção do ser humanoA comunicação e a construção do ser humano
A comunicação e a construção do ser humano
 
Material de apoio à aula
Material de apoio à aulaMaterial de apoio à aula
Material de apoio à aula
 
CLC5.Caderno n.º 1.Meios de Comunicação.pdf
CLC5.Caderno n.º 1.Meios de Comunicação.pdfCLC5.Caderno n.º 1.Meios de Comunicação.pdf
CLC5.Caderno n.º 1.Meios de Comunicação.pdf
 
Aula 1 introdução comunicação
Aula 1 introdução comunicaçãoAula 1 introdução comunicação
Aula 1 introdução comunicação
 
Comunicação – estratégia de luta
Comunicação – estratégia de lutaComunicação – estratégia de luta
Comunicação – estratégia de luta
 
comunicacao-empresarial-apresentacao-aulas.ppt
comunicacao-empresarial-apresentacao-aulas.pptcomunicacao-empresarial-apresentacao-aulas.ppt
comunicacao-empresarial-apresentacao-aulas.ppt
 
Apostila Palermo
Apostila PalermoApostila Palermo
Apostila Palermo
 
Comunicação
ComunicaçãoComunicação
Comunicação
 
Apresentação de Sylvio Micelli sobre Comunicação no Encontro / Congresso da F...
Apresentação de Sylvio Micelli sobre Comunicação no Encontro / Congresso da F...Apresentação de Sylvio Micelli sobre Comunicação no Encontro / Congresso da F...
Apresentação de Sylvio Micelli sobre Comunicação no Encontro / Congresso da F...
 
Comunicação na Catequese
Comunicação na CatequeseComunicação na Catequese
Comunicação na Catequese
 
Comunicacão na Catequese
Comunicacão na CatequeseComunicacão na Catequese
Comunicacão na Catequese
 
Profuncionario mod.10
Profuncionario mod.10Profuncionario mod.10
Profuncionario mod.10
 
03 novas tecnologias
03 novas tecnologias03 novas tecnologias
03 novas tecnologias
 

Mais de Alfredo Garcia

Direito das organizações mod 2 - legislação laboral
Direito das organizações   mod 2 - legislação laboralDireito das organizações   mod 2 - legislação laboral
Direito das organizações mod 2 - legislação laboral
Alfredo Garcia
 
Aguarelas desenhos - estampas - fotografias
Aguarelas   desenhos - estampas - fotografiasAguarelas   desenhos - estampas - fotografias
Aguarelas desenhos - estampas - fotografias
Alfredo Garcia
 

Mais de Alfredo Garcia (20)

Area de integracao modulo 3
Area de integracao   modulo 3Area de integracao   modulo 3
Area de integracao modulo 3
 
Europa/União Europeia/Zona Euro e Espaço Schengen ue
Europa/União Europeia/Zona Euro e Espaço Schengen ueEuropa/União Europeia/Zona Euro e Espaço Schengen ue
Europa/União Europeia/Zona Euro e Espaço Schengen ue
 
Igreja Museu S. Roque
Igreja Museu S. RoqueIgreja Museu S. Roque
Igreja Museu S. Roque
 
Direito das organizações mod 2 - legislação laboral
Direito das organizações   mod 2 - legislação laboralDireito das organizações   mod 2 - legislação laboral
Direito das organizações mod 2 - legislação laboral
 
Aguarelas desenhos - estampas - fotografias
Aguarelas   desenhos - estampas - fotografiasAguarelas   desenhos - estampas - fotografias
Aguarelas desenhos - estampas - fotografias
 
Resultados do lançamento
Resultados do lançamentoResultados do lançamento
Resultados do lançamento
 
Tratamento resultados do lançamento do foguete
Tratamento resultados do lançamento do fogueteTratamento resultados do lançamento do foguete
Tratamento resultados do lançamento do foguete
 
Resultados do lançamento do foguete
Resultados do lançamento do fogueteResultados do lançamento do foguete
Resultados do lançamento do foguete
 
Qim ocultar objectos
Qim   ocultar objectosQim   ocultar objectos
Qim ocultar objectos
 
Qim ocultar objectos
Qim   ocultar objectosQim   ocultar objectos
Qim ocultar objectos
 
Assembleia da Republica - Folheto Visita de Estudo
Assembleia da Republica - Folheto Visita de EstudoAssembleia da Republica - Folheto Visita de Estudo
Assembleia da Republica - Folheto Visita de Estudo
 
AREA DE PROJECTO - AVALIACAO
AREA DE PROJECTO - AVALIACAOAREA DE PROJECTO - AVALIACAO
AREA DE PROJECTO - AVALIACAO
 
Percursos Georeferenciados - Parques e Jardins da Amadora
Percursos Georeferenciados - Parques e Jardins da AmadoraPercursos Georeferenciados - Parques e Jardins da Amadora
Percursos Georeferenciados - Parques e Jardins da Amadora
 
Percursos Georeferenciados - Parques e Jardins da Amadora
Percursos Georeferenciados - Parques e Jardins da AmadoraPercursos Georeferenciados - Parques e Jardins da Amadora
Percursos Georeferenciados - Parques e Jardins da Amadora
 
Percurso Geo Referenciado
Percurso Geo ReferenciadoPercurso Geo Referenciado
Percurso Geo Referenciado
 
Esquizofrenia Amadora 2009
Esquizofrenia   Amadora 2009Esquizofrenia   Amadora 2009
Esquizofrenia Amadora 2009
 
Apresentação das Flappers
Apresentação das FlappersApresentação das Flappers
Apresentação das Flappers
 
Edgar Fox
Edgar FoxEdgar Fox
Edgar Fox
 
Criaçâo de Blogues na Seomara
Criaçâo de Blogues na SeomaraCriaçâo de Blogues na Seomara
Criaçâo de Blogues na Seomara
 
Métodos e Técnicas de Investigação
Métodos e Técnicas de InvestigaçãoMétodos e Técnicas de Investigação
Métodos e Técnicas de Investigação
 

Último

Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxAspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
profbrunogeo95
 
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Eró Cunha
 
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Kelly Mendes
 

Último (20)

QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
 
662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
 
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdfTema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
 
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxAspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
 
Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................
 
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - materialFUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
 
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
 
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
 
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfUFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
 
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfTestes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
 
Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativos
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
 
Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.
 

Ai mod 2 1.3 comunicação e construção do indivíduo

  • 1. Área de Integração MÓDULO 2 1.3. A comunicação e a construção do indivíduo 5.1. A integração no espaço europeu 7.1. Cultura global ou globalização das culturas AEAO/ESSCP Alfredo Garcia
  • 2. Área 1 – A Pessoa Tema problema: 1.3. A comunicação e a construção do indivíduo Área 2 – A Sociedade Tema problema: 5.1. A integração no espaço europeu Área 3 – O Mundo Tema problema: 7.1. Cultura global ou globalização das culturas Área 1: A Pessoa Tema problema: 1.3 A comunicação e a construção do Módulo 2 – Indice AEAO/ESSCP Alfredo Garcia
  • 3. • A NECESSIDADE DE COMUNICAR 1.3 A comunicação e a construção do indivíduo. ORIGEM ETIMOLÓGICA - COMMUNIS (LATIM) - COMUMORIGEM ETIMOLÓGICA - COMMUNIS (LATIM) - COMUM  É PRECISO QUE A INFORMAÇÃO TRANSMITIDA FAÇA SENTIDO PARA TODOS  O QUE EXIGE UMA CULTURA COMUM  É PRECISO QUE A INFORMAÇÃO TRANSMITIDA FAÇA SENTIDO PARA TODOS  O QUE EXIGE UMA CULTURA COMUM  VIVÊNCIAS  LINGUAGENS  ESTILOS DE VIDA  VALORES  E CRENÇAS COMUNS  VIVÊNCIAS  LINGUAGENS  ESTILOS DE VIDA  VALORES  E CRENÇAS COMUNS Área 1: A Pessoa Tema problema: 1.3 A comunicação e a construção do COMUNICAR É TORNAR COMUM – TRANSFORMAR O INDIVIDUAL EM COLECTIVOCOMUNICAR É TORNAR COMUM – TRANSFORMAR O INDIVIDUAL EM COLECTIVO AS CRIANÇAS SELVAGENS NÃO DESENVOLVEM AS CAPACIDADES CRIATIVAS QUE CARACTERIZAM O HOMEM E O DISTINGUEM DOS OUTROS ANIMAIS AS CRIANÇAS SELVAGENS NÃO DESENVOLVEM AS CAPACIDADES CRIATIVAS QUE CARACTERIZAM O HOMEM E O DISTINGUEM DOS OUTROS ANIMAIS  O HOMEM É UM SER EMINENTEMENTE SOCIAL / CULTURAL  VIVE EM SOCIEDADE  INTERAGE COM OS OUTROS  COMUNICA  O HOMEM É UM SER EMINENTEMENTE SOCIAL / CULTURAL  VIVE EM SOCIEDADE  INTERAGE COM OS OUTROS  COMUNICA  COMUNICAR  É UM ACTO EMINENTEMENTE SOCIAL  APROXIMA OS SERES HUMANOS  PROMOVE O SEU DESENVOLVIMENTO  E A CRIATIVIDADE  COMUNICAR  É UM ACTO EMINENTEMENTE SOCIAL  APROXIMA OS SERES HUMANOS  PROMOVE O SEU DESENVOLVIMENTO  E A CRIATIVIDADE AEAO/ESSCP Alfredo Garcia
  • 4. • COMUNICAÇÃO E LINGUAGEM 1.3 A comunicação e a construção do indivíduo. Comunicação e linguagem PARA COMUNICAR USAMOS SÍMBOLOS COM SIGNIFICADOPARA COMUNICAR USAMOS SÍMBOLOS COM SIGNIFICADO USAMOS LETRAS ORGANIZAMOS PALAVRAS COMUNICAMOS VERBALMENTE USAMOS LETRAS ORGANIZAMOS PALAVRAS COMUNICAMOS VERBALMENTE USAMOS A LINGUAGEM FALADA ESCRITA USAMOS A LINGUAGEM FALADA ESCRITA Área 1: A Pessoa Tema problema: 1.3 A comunicação e a construção do UTILIZAMOS A COMUNICAÇÃO VERBALUTILIZAMOS A COMUNICAÇÃO VERBAL ALÉM DA COMUNICAÇÃO VERBAL UTILIZAMOS OUTRAS FORMAS DE COMUNICAÇÃO NÃO VERBAL ALÉM DA COMUNICAÇÃO VERBAL UTILIZAMOS OUTRAS FORMAS DE COMUNICAÇÃO NÃO VERBAL USAMOS EXPRESSÕES FACIAIS VISUAIS SONORAS TÁCTEIS… USAMOS EXPRESSÕES FACIAIS VISUAIS SONORAS TÁCTEIS… COM AS QUAIS TRANSMITIMOS: EMOÇÕES IDÉIAS EXPERIÊNCIAS SEM UTILIZAR A PALAVRA DITA OU ESCRITA COM AS QUAIS TRANSMITIMOS: EMOÇÕES IDÉIAS EXPERIÊNCIAS SEM UTILIZAR A PALAVRA DITA OU ESCRITA AEAO/ESSCP Alfredo Garcia
  • 5. • COMUNICAÇÃO E LINGUAGEM 1.3 A comunicação e a construção do indivíduo. Comunicação e linguagem FORMAS DE COMUNICAÇÃO NÃO VERBAL:FORMAS DE COMUNICAÇÃO NÃO VERBAL: Área 1: A Pessoa Tema problema: 1.3 A comunicação e a construção do A COMUNICAÇÃO É, ASSIM, UM PROCESSO BIDIRECCIONAL. IMPLICA ACÇÃO E REACÇÃO EXIGE DOIS INTERLOCUTORES A COMUNICAÇÃO É, ASSIM, UM PROCESSO BIDIRECCIONAL. IMPLICA ACÇÃO E REACÇÃO EXIGE DOIS INTERLOCUTORES POR EXEMPLO: DOIS CONDUTORES À NOITE, NUMA CURVA. UM FAZ SINAIS DE LUZES, O OUTRO RESPONDE COM SINAIS DE LUZES… E AMBOS ADEQUAM A SUA CONDUÇÃO À TROCA DE INFORMAÇÃO VISUAL. NO MESMO EXEMPLO, MAS DURANTE O DIA, OS MESMOS CONDUTORES PODEM RECORRER A SINAIS SONOROS (COMUNICAÇÃO ACÚSTCA) POR EXEMPLO: DOIS CONDUTORES À NOITE, NUMA CURVA. UM FAZ SINAIS DE LUZES, O OUTRO RESPONDE COM SINAIS DE LUZES… E AMBOS ADEQUAM A SUA CONDUÇÃO À TROCA DE INFORMAÇÃO VISUAL. NO MESMO EXEMPLO, MAS DURANTE O DIA, OS MESMOS CONDUTORES PODEM RECORRER A SINAIS SONOROS (COMUNICAÇÃO ACÚSTCA)  GESTUAL  TÁCTIL  MÍMICA  VISUAL  ACÚSTICA…  GESTUAL  TÁCTIL  MÍMICA  VISUAL  ACÚSTICA…  CARTOONS  GRAFFITIS  ETC.  CARTOONS  GRAFFITIS  ETC. AEAO/ESSCP Alfredo Garcia
  • 6. • ELEMENTOS DA COMUNICAÇÃO 1.3 A comunicação e a construção do indivíduo. Elementos da comunicação Área 1: A Pessoa Tema problema: 1.3 A comunicação e a construção do  EMISSOR  RECEPTOR  MENSAGEM  EMISSOR  RECEPTOR  MENSAGEM  CÓDIGO CÓDIGO NÃO VERBALNÃO VERBAL VERBALVERBAL ESCRITAESCRITA FALAFALA  GESTUAL  TÁCTIL  DANÇA  MÍMICA  VISUAL  ACÚSTICA...  GESTUAL  TÁCTIL  DANÇA  MÍMICA  VISUAL  ACÚSTICA...  CANAL CANAL TECNOLÓGICOTECNOLÓGICO NATURALNATURAL  RÁDIO  TELEVISÃO  LIVROS  FOTOS  INTERNET...  RÁDIO  TELEVISÃO  LIVROS  FOTOS  INTERNET... ÓRGÃOS DOS SENTIDOS ÓRGÃOS DOS SENTIDOS AEAO/ESSCP Alfredo Garcia
  • 7. • ELEMENTOS DA COMUNICAÇÃO 1.3 A comunicação e a construção do indivíduo. Elementos da comunicação Área 1: A Pessoa Tema problema: 1.3 A comunicação e a construção do EXEMPLO: É O PROFESSOREXEMPLO: É O PROFESSOR EXEMPLO: É O ALUNOEXEMPLO: É O ALUNO EMISSOR QUEM É ? É A FONTE É DE QUEM PARTE A MENSAGEM É O QUE CODIFICA A MENSAGEM RECEPTOR QUEM É ? É O DESTINATÁRIO DA MENSAGEM É QUEM DESCODIFICA A MENSAGEM AEAO/ESSCP Alfredo Garcia
  • 8. • ELEMENTOS DA COMUNICAÇÃO 1.3 A comunicação e a construção do indivíduo. Elementos da comunicação Área 1: A Pessoa Tema problema: 1.3 A comunicação e a construção do EXEMPLO: UM CONCEITO UMA TEORIA UMA INFORMAÇÃO É A IDEIA É O SENTIMENTO É O FACTO QUE O EMISSOR QUER TORNAR COMUM COM O RECEPTOR MENSAGEM O QUE É ? AEAO/ESSCP Alfredo Garcia
  • 9. • ELEMENTOS DA COMUNICAÇÃO 1.3 A comunicação e a construção do indivíduo. Elementos da comunicação Área 1: A Pessoa Tema problema: 1.3 A comunicação e a construção do EXEMPLO: A EXPLICAÇÃO ORAL QUE O PROFESSOR USA NA AULA OU A FORMA ESCRITA QUE USA QUANDO ESCREVE NO QUADRO É UM CONJUNTO ESTRUTURADO DE SIGNOS PODE SER: •UM CÓDIGO LINGUÍSTICO •MUSICAL •GESTUAL… CÓDIGO O QUE É ? AEAO/ESSCP Alfredo Garcia
  • 10. • ELEMENTOS DA COMUNICAÇÃO 1.3 A comunicação e a construção do indivíduo. Elementos da comunicação Área 1: A Pessoa Tema problema: 1.3 A comunicação e a construção do EXEMPLO: O MANUAL QUE OS ALUNOS USAM PARA ACOMPANHAR A EXPLICAÇÃO DO PROFESSOR É O MEIO PARA LEVAR A MENSAGEM AO RECEPTOR PODE SER: •A VOZ (CANAL NATURAL) •A IMPRENSA •FOTOS •JORNAIS •INTERNET CANAL O QUE É ? CANAIS TECNOLÓGICOS AEAO/ESSCP Alfredo Garcia
  • 11. • ELEMENTOS DA COMUNICAÇÃO 1.3 A comunicação e a construção do indivíduo. Elementos da comunicação Área 1: A Pessoa Tema problema: 1.3 A comunicação e a construção do TECNOLÓGICOS ÓRGÃOS SENSORIAIS CANAIS NATURAIS • RÁDIO • TELEVISÃO • FAX, TELEONE, TELEMÓVEL • TEXTOS. LIVROS, JORNAIS • FOTOS, OBRAS DE ARTE • OUTROS AEAO/ESSCP Alfredo Garcia
  • 12. • ELEMENTOS DA COMUNICAÇÃO 1.3 A comunicação e a construção do indivíduo. Elementos da comunicação Área 1: A Pessoa Tema problema: 1.3 A comunicação e a construção do EXEMPLOSEXEMPLOS  PRECONCEITOS  CÓDIGOS UTILIZADOS POR EMISSOR E RECEPTOR (DIFERENTES)  COMPLEXIDADE DOS CANAIS  CULTURAS DIFERENTES  DESINTERESSE  CREDIBILIDADE DA FONTE  INTERFERÊNCIAS NAS COMUNICAÇÕES  MÁ UTILIZAÇÃO (OU MÁ PRONÚNCIA) DA LINGUAGEM, COM ERROS DE SINTAXE NA CONSTRUÇÃO DAS FRASES.  PRECONCEITOS  CÓDIGOS UTILIZADOS POR EMISSOR E RECEPTOR (DIFERENTES)  COMPLEXIDADE DOS CANAIS  CULTURAS DIFERENTES  DESINTERESSE  CREDIBILIDADE DA FONTE  INTERFERÊNCIAS NAS COMUNICAÇÕES  MÁ UTILIZAÇÃO (OU MÁ PRONÚNCIA) DA LINGUAGEM, COM ERROS DE SINTAXE NA CONSTRUÇÃO DAS FRASES. RUÍDORUÍDO BARREIRAS QUE DIFICULTAM A CHEGADA DA MENSAGEM AO RECEPTOR E A SUA COMPREENSÃO… BARREIRAS QUE DIFICULTAM A CHEGADA DA MENSAGEM AO RECEPTOR E A SUA COMPREENSÃO… AEAO/ESSCP Alfredo Garcia
  • 13. • A COMUNICAÇÃO PRETENDE UMA REAÇÃO 1.3 A comunicação e a construção do indivíduo. Elementos da comunicação Área 1: A Pessoa Tema problema: 1.3 A comunicação e a construção do ENTÃO… É NECESSÁRIO FEEDBACK – A COMUICAÇÃO É BIDIRECCIONAL A COMUNICAÇÃO PERMITE: •A APRENDIZAGEM DA CULTURA DO GRUPO SOCIAL DO INDIVÍDUO •A SOCIALIZAÇÃO •O DESENVOLVIMENTO PESSOAL DO INDIVÍDUO •A COMPREENSÃO DO MUNDO •O DESENVOLVIMENTO SOCIAL DO INDIVÍDUO •O ENTENDIMENTO, A PARTILHA, A COOPERAÇÃO AEAO/ESSCP Alfredo Garcia
  • 14. Área 1: A Pessoa Tema problema: 1.3 A comunicação e a construção do 1.3 A comunicação e a construção do indivíduo. • VERDADE E VALIDADE • LÓGICA E DISCURSO COMUNICAR TAMBÉM SERVE PARA COMUNICAR TAMBÉM SERVE PARA APRESENTARAPRESENTAR  CONVICÇÕES  RAZÕES  IDÉIAS…  CONVICÇÕES  RAZÕES  IDÉIAS… PARA SEREM ACEITES É PRECISOPARA SEREM ACEITES É PRECISO  DEFENDÊ-LAS  MOSTRAR AOS OUTROS QUE ESTAMOS CERTOS  CONVENCÊ-LOS  PERSUADI-LOS  DEFENDÊ-LAS  MOSTRAR AOS OUTROS QUE ESTAMOS CERTOS  CONVENCÊ-LOS  PERSUADI-LOS PARA DEMONSTRARES A TUA RAZÃOPARA DEMONSTRARES A TUA RAZÃO  TENS DE CONFRONTAR  AS TUAS IDÉIAS  COM AS IDÉIAS DOS OUTROS  TENS DE CONFRONTAR  AS TUAS IDÉIAS  COM AS IDÉIAS DOS OUTROS QUANDO DEFENDEMOS UMA IDÉIAQUANDO DEFENDEMOS UMA IDÉIA ESTAMOS A APRESENTAR: ARGUMENTAR ARGUMENTOS LÓGICOS PRODUZIR RACIOCÍNIOS LÓGICOS PENSAR COM LÓGICA ESTAMOS A APRESENTAR: ARGUMENTAR ARGUMENTOS LÓGICOS PRODUZIR RACIOCÍNIOS LÓGICOS PENSAR COM LÓGICA AEAO/ESSCP Alfredo Garcia
  • 15. Área 1: A Pessoa Tema problema: 1.3 A comunicação e a construção do 1.3 A comunicação e a construção do indivíduo. • VERDADE E VALIDADE • LÓGICA E DISCURSO LÓGICALÓGICA  CIÊNCIA QUE AVALIA A VALIDADE DE UMA CONCLUSÃO  FACE AOS ARGUMENTOS APRESENTADOS  INDEPENDENTEMENTE DA VERDADE DAS CONCLUSÕES  CIÊNCIA QUE AVALIA A VALIDADE DE UMA CONCLUSÃO  FACE AOS ARGUMENTOS APRESENTADOS  INDEPENDENTEMENTE DA VERDADE DAS CONCLUSÕES UMA CONCLUSÃO PODE SER MATERIALMENTE FALSA MAS FORMALMENTE VÁLIDA UMA CONCLUSÃO PODE SER MATERIALMENTE FALSA MAS FORMALMENTE VÁLIDA  QUEM TEM UNHAS TOCA GUITARRA (PREMISSA)  OS GATOS TÊM UNHAS (PREMISSA)  OS GATOS TOCAM GUITARRA (C0NCLUSÃO)  QUEM TEM UNHAS TOCA GUITARRA (PREMISSA)  OS GATOS TÊM UNHAS (PREMISSA)  OS GATOS TOCAM GUITARRA (C0NCLUSÃO)POR EXEMPLO: O SEGUINTE SILOGICSMO POR EXEMPLO: O SEGUINTE SILOGICSMO A CONCLUSÃO CONSTITUI O RESULTADO LÓGICO DAS DUAS PRIMEIRAS PROPOSIÇÕES (PREMISSAS) UM ARGUMENTO CONSTRUÍDO DESTA FORMA DENOMINA-SE SILOGISMO A CONCLUSÃO CONSTITUI O RESULTADO LÓGICO DAS DUAS PRIMEIRAS PROPOSIÇÕES (PREMISSAS) UM ARGUMENTO CONSTRUÍDO DESTA FORMA DENOMINA-SE SILOGISMO AEAO/ESSCP Alfredo Garcia