SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 15
Baixar para ler offline
Ô GLÓRIA! – HISTÓRIA, CULTURA, BOEMIA E
PAISAGENS (PARTE 1)
By ocluster 02/09/2015 Curtimos No Comments
 2  155  1  0
por Maria Claudia Pompeo
A cidade do Rio de Janeiro não esconde suas belezas. Sua magnitude é escancarada, está ali para todo
mundo ver. Podemos passear por entre ladeiras, ruas, orlas, morros e montanhas e, a cada passo,
confirmamos que ela é realmente maravilhosa de todos os ângulos.
A Glória é um bairro que faz jus a todo esse charme. Falar dela é um passeio pelo tempo. Muito
aconteceu por ali desde a época da colonização. Histórias de amor, encontros de intelectuais, fé
religiosa, artistas e boêmios foram e ainda são a alma ao bairro.
Em um especial dividido em duas partes (passado e presente), a história e os personagens do bairro vão
se desdobrando em curiosidades e belezas que fazem da Glória um dos bairros mais tradicionais e
charmosos do Rio de Janeiro.
Nasce a Glória
Ele é considerado o primeiro bairro da zona sul, justamente por ficar no limite entre o Centro e a Lapa.
Nos anos 1930 tinha a fama de ser a “Paris carioca”. Lá, desde o fim de 1880, abrigou em seus hotéis
luxuosos (quem não lembra do Hotel Glória?), os políticos que vinham a então capital federal, se
hospedar ou residir. A arquitetura e urbanismo são claramente inspirados em Paris, só tomar como
exemplo a Praça Paris com suas alamedas em estilo francês, postes e estátuas que nos levam a um
passeio imaginário pelas praças da Cidade Luz. Na Glória, Machado de Assis entre outros artistas,
músicos e personalidades criaram o famoso Clube Beethoven, um seleto grupo que se reunia
exclusivamente para ouvir as obras compositor alemão. O bairro transpira arte, cultura, boemia e
história.

HOME REVISTA EVENTOS ANTERIORES  SOBRE O EVENTO
CADASTRO & CONTATO
  
QUEM SOMOS CLIPPING IMPRENSA & RELEASE ASSINE NOSSA NEWSLETTER
GUIA O CLUSTER
Foi palco de lutas territoriais durante a invasão francesa ao Rio de Janeiro no século XVI.  Franceses,
portugueses e povos tupinambás que ali habitavam (os originais  Karióks – nome de sua aldeia que
deu origem ao nome “cariocas”), lutavam pelo território no cenário que hoje conhecemos como a Glória.
Em uma dessas batalhas com a finalidade bem sucedida de expulsar os franceses, no dia 20 de janeiro
de 1567, morreu o líder português e fundador da cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro, Estácio de
Sá.
Romance Imperial
A Glória também já foi cenário de um escândalo envolvendo um triângulo amoroso entre Dom Pedro I,
a amante Marquesa de Santos e sua irmã, a Baronesa de Sorocaba, Maria Benedita de Canto e Melo,

também amante do imperador. A nobre, que morava atrás da Igreja do Outeiro da Glória (Ladeira da
Glória) em um casarão que já não existe mais, sofreu um atentado quando passava uma noite por ali de
carruagem, levando vários tiros dos quais sobreviveu. Acredita-se que foram a mando de sua irmã a
Marquesa de Santos, que por ciúmes de Dom Pedro I, teria encomendado o crime. Recentes descobertas
arqueológicas desenterraram o caminho que dava acesso ao casarão da Baronesa (o Caminho da
Baronesa) e os artefatos encontrados na escavação ajudam a remontar a história do período. Objetos
como: frascos de perfumes, potes de pasta de dentes, moedas antigas, louças antigas e muitos outros
tesouros, guardam marcas de um passado cheio de vida.
Vídeo da escavação na Villa Aymoré:
Villa Aymoré - Arqueologia na Villa
O casarão acabou abandonado e foi demolido por volta de 1970, depois de ter virado um cortiço que
abrigou cerca de 80 famílias que ali moraram desde seu abandono. Anos depois, o mesmo terreno deu
lugar a dez casas geminadas, a atual Villa Aymoré, que agora é formada por oito dessas casas
centenárias. Enquanto as obras foram realizadas, foi descoberto um sítio arqueológico que confirma que
a história do romance extraconjugal de Dom Pedro I, provavelmente ocorreu no caminho desvendado
nas escavações.
Paisagens Urbanas
Outeiro da Glória
O marco que cria os vínculos entre tantas histórias do bairro da Glória é a Igreja de Nossa Senhora do
Outeiro da Glória, que deu origem ao nome do bairro. Fundada no século XVIII,  inaugurada em 1739,
teve papel de destaque no Império de D. João VI. Nela, foi batizado D. Pedro II e também o escritor
brasileiro Lima Barreto. Até hoje é onde são batizados os descendentes de Dom Pedro II.
É disputadíssima e tem lista de espera para casamentos. Ela com certeza é referência na paisagem que
engloba o bairro. A vemos despontando caminhando pelo bairro, ou passando de carro.  Antes do Cristo
Redentor, era o Outeiro quem fazia as vezes de cartão postal símbolo da cidade.
Para se chegar até ela, pode-se fazer o caminho a pé ou de carro, ou ainda, pelo Plano Inclinado do
Outeiro da Glória, um elevador que facilita o acesso à igreja. Inaugurado em 1944 e totalmente
reformado em 2003, sai pela Rua do Russel e comporta 12 passageiros. É uma ótima opção para um
passeio pelo morro descendo a Rua Barão de Guaratiba até o Catete.
O bairro bucólico inspirou diversos artistas que por ali passaram, tornando a Igreja do Igreja de Nossa
Senhora do Outeiro da Glória paisagem incansavelmente retratada em suas pinturas.
 
Edifício Milton
Segundo a coluna “As Ruas do Rio” (Veja Rio), de Pedro Paulo Bastos, caminhar pela Rua do Russel é
observar uma exposição da história da arquitetura: “(é) onde a Rua do Russel luze imponente, com seus
altos prédios históricos e uma praça, a Luiz de Camões, loteada de palmeiras, áreas livres e muitas
esculturas.
(…) Mais edifícios idosos compõem o jogo urbano
desta parte do bairro, como os charmosos
Itacolomy e Itatiaia, o meio afrancesado Milton
(n. 710) e o monumental Columbia, já na esquina
com a Praia do Flamengo. O Columbia também
tem no seu térreo o Empório Santa Fé, loja de
vinhos e restaurante, mais sofisticado. Como havia
dito anteriormente, a Rua do Russel é tão original
que lá se pode encontrar um belo exemplo de art
nouveau, estilo raro pela cidade: o Antigo Villino
Silveira, uma casa cheia de detalhes excêntricos,
levantada em 1915.”
Com ares sombrios, o Edifício Milton é o próprio
retrato da arquitetura Art Deco no Rio de Janeiro.
Ele reside imponente na Rua do Russel nº 710, e,
foi considerado durante anos, um dos endereços
mais elegantes da cidade. Construído em 1929, o
prédio tem 21 apartamentos e pertenceu a Milton
Carvalho, um dos donos de um dos mais
tradicionais magazines da cidade do início do
século passado, chamado “A Exposição”. Foi
tombado pelo ex-prefeito César Maia junto com o
Edifício Manchete e outras construções no bairro
que também tem igual importância histórica.
Crédito: As ruas do Rio
Hotel Glória
O Hotel Glória foi o primeiro hotel cinco estrelas do Brasil. Inaugurado em 1922,  foi construído a
pedido do então Presidente da República Epitácio Pessoa para sediar o Primeiro Centenário da
Independência do Brasil. O projeto do arquiteto francês Jean Gire representou um marco da hotelaria
no Brasil criando um luxuoso hotel que foi referência na América do Sul durante décadas.
Algumas curiosidades sobre o hotel:
– 1º prédio em concreto armado do Brasil;
– 1º hotel com banheiros e telefones em todos os 180 quartos iniciais;
– 1º  hotel com heliponto;
– Uma das primeiras piscinas em hotéis do Rio de Janeiro;
– A primeira sauna;
– Primeiro hotel com central telefônica com tarifador automático;
– Primeiro hotel com sala e equipamentos para videoconferência.
O destino do Hotel infelizmente ainda é incerto. Com a decadência do empresário Eike Batista, que
comprou o hotel em 2008, vem aguardando desde 2011 a finalização das obras assumidas por ele e o
grupo suiço Acron. A reabertura está prevista para abril de 2016.
 
Monumento Comemorativo ao Centenário da Abertura dos Portos
Quem passa pela Rua do Russel não consegue ignorar a grandeza que é se deparar com esse desnível
com escada e luminárias antigas, emolduradas por duas estátuas femininas enormes, fazendo a gente
viajar no tempo. É mais um monumento criado por um francês em homenagem a uma importante data
para a nossa cidade.
“O monumento construído em comemoração ao centenário da abertura do livre comércio no Rio de
Janeiro, foi inaugurado em 1908, na gestão do Prefeito Souza Aguiar. Projetado pelo escultor francês
Eugène Benet e por iniciativa da Associação Comercial do Rio de Janeiro com o apoio do Ministério da
Viação, o conjunto monumental é composto de duas escadarias que dão acesso à Rua do Russel, uma
balaustrada ornada de luminárias em ferro fundido e duas figuras femininas em bronze com
aproximadamente três metros de altura, inspiradas nas estátuas na Praça da Concórdia, em Paris
simbolizando o comércio e a navegação. As escadarias e a balaustrada sobre o arrimo de pedra fazem a
ligação do desnível entre a rua do Russel e a av. Beira Mar que foi construída em 1905.”
 
A Marina da Glória emoldura a paisagem do bairro. Foi ali que durante anos o evento de moda Fashion
Rio desfilou centenas de marcas cariocas e recebeu a imprensa do mundo inteiro que cobria o evento e
desfrutou de brinde da paisagem arrebatadora da Baía de Guanabara.
 
“(A Marina) Foi  idealizada com o intuito de democratizar o uso de áreas de atracação por embarcações
pequenas, que pagassem apenas uma taxa de manutenção e pudessem dispor de uma estação de rádio,
café e estacionamento, com o objetivo de incentivar o turismo náutico e funcionar como um atracadouro
público. Foi inaugurada em 1977.”
Atualmente, está em obras para renovação, e o projeto é da BR Marinas, que assumiu depois que o
grupo EBX de Eike Batista deixou o posto de administradora. Segundo a BR Marinas, a obra será
totalmente entregue em janeiro de 2016, em tempo para as Olimpíadas Rio 2016.*
Edifício Manchete
Permeando a Rua do Russel, encontramos o Edifício da extinta TV Manchete, obra de Oscar Niemeyer.
O prédio de 12 andares faz parte da paisagem da Glória desde 1968.
“Nos anos áureos, o Edifício manchete recebeu a visita de presidentes, governadores e grandes artistas
nacionais e internacionais.
Fato marcante, inclusive, foi a cessão de uma das salas do conjunto por iniciativa de seu proprietário,
Adolpho Bloch, ao grande amigo Juscelino Kubitschek, logo após o ex-presidente retornar do exílio, para
instalação de seu escritório, onde o mesmo permaneceu até falecer. Tal era o grau de amizade, por
Juscelino que Adolpho Bloch fez questão de ceder o saguão nobre do majestoso conjunto arquitetônico
para velar o corpo do grande amigo. “
Está totalmente reformado e agora abriga escritórios de empresas de petróleo, além de possuir um
teatro que também é usado para gravações de programas de tv.
Assim como todas as construções projetadas por Oscar Niemeyer, este monumento foi também
tombado e incorporado ao patrimônio histórico.
Igreja Positivista
Além do Outeiro, a Glória possui a primeira Igreja Positivista do Brasil,  fundada em 1881 por Miguel
de Lemos. Sua sede é o Templo da Humanidade, onde ocorre a celebração da Religião da Humanidade,
ou Positivismo, doutrina criada pelo filósofo francês Augusto Comte (1798 – 1857).
“O positivistas religiosos acreditam na imortalidade subjetiva da alma, cultuando a memória dos mortos
pelo legado que deixaram para a cultura humana: “Os vivos são sempre e cada vez mais governados
necessariamente pelos mortos” é a máxima de Auguste Comte que se refere a “ordem humana. Quem
vai ao templo pode lê-la logo no pórtico da Igreja e também em seu interior.”
Vale a visita, principalmente pelo valor histórico e cultural e uma religião que não é muito difundida no
Brasil.
Imagens do bairro da Glória (imagens: Vera TV Digital):
CONHEÇA SEU BAIRRO - Glória
Um Passeio  Pela História
OUTEIRO DA GLÓRIA  – Praça Nossa Senhora da
Glória, 26 –  Horário de abertura da igreja e do
museu: Segunda a sexta, 9h às 12h e 13h às 16h;
sábados e domingos, 9h às 12h. Missas: Domingo
às 9h e 11h.
MARINA DA GLÓRIA – *A Marina da Glória
atualmente está em obras de renovação e o
projeto é da BR Marinas, que assumiu depois que
o grupo EBX de Eike Batista deixou o posto de
administradora. Segundo a BR Marinas, a obra
será totalmente entregue em janeiro de 2016, em
tempo para as Olimpíadas Rio 2016.
SEDE DA ARQUIODIOCESE DO RIO DE JANEIRO–
Não é permitida a entrada no prédio, apenas para
MAM – MUSEU DE ARTE MODERNA – Av. Infante
Dom Henrique 85 / Parque do Flamengo – Tel:
3883- 5600 – terça a sexta – de 12h às 18h – a
bilheteria fecha às 17h30 – sábado, domingos e
feriados 11h às 18h – a bilheteria fecha às 17h30.
MONUMENTO COMEMORATIVO DA ABERTURA
DOS PORTOS DO RIO DE JANEIRO –  Entre a
Avenida Beira Mar e Rua do Russel
PRAÇA PARIS – Avenida Augusto Severo, 272 –
aberta todos os dias.
Igreja Positivista – Tel:  2224 3861 – Rua Benjamin
Constant, nº 74.
Coment rios
1 Comentários
ver a construção do lado de fora, é também
conhecido como o Palácio  – Rua Benjamin
Constant 23
EDIFÍCIO MANCHETE (projetado por Oscar
Niemeyer)- Rua do Russel, 804
EDIFÍCIO MILTON – Construção Art Deco de 1929
– Rua do Russel, 710
MEMORIAL GETÚLIO VARGAS – O memorial, com
um enorme busto de Getúlio Vargas, fica no
subsolo da praça próxima ao Hotel Glória. O local
possui sala de exposição que conta a trajetória do
ex-presidente, biblioteca e cinema. O espaço
também tem um pequeno café. – Praça Luís de
Camões, 1 -subsolo – terça a domingo de 10h  às
17h.
VILLA AYMORÉ – Acontece entre setembro e
outubro, a Casa Cor – 42 ambientes decorados por
63 arquitetos – 1º de setembro a 4 de outubro na
Villa Aymoré – Ladeira da Glória, 26 – terça a
domingo/ 12h às 21h
RELÓGIO DA GLÓRIA – O monumento foi
construído pelo prefeito Pereira Passos, em 1905,
dentro de um projeto de valorização do bairro,
junto com iluminação pública e tratamento de
esgoto. O relógio é tombado pelo Instituto
Estadual de Patrimônio Cultural do Rio de Janeiro
(INEPAC). – Rua da Glória s/nº.
Agradecimentos especiais:
Gabriella Carvalho, Bernardo Pereira e Rita Vilanova (amigos, moradores e ex-moradores da Glória).
Tags:
Artigos Relacionados:
RIO, 100 GRAUS:
UMA CIDADE EM
EBULIÇÃO
Abertura Dos Portos Bairro Glória Baronesa De Sorocaba Dom Pedro I Edifício Manchete
Edifício Milton Glória História Hotel Glória Igreja Do Outeiro Da Glória
Igreja Positivista Do Rio De Janeiro Marina Da Glória Marquesa De Santos Ocluster Revista Rio De Janeiro
Zona Sul
About ocluster
P U B L I C I D A D E
Ú L T I M A S M A T É R I A S
PARATY PARA MIM
24/09/2015
AGENDA
24/09/2015
EDITORIAL A BIGGER SPLASH
22/09/2015
AGENDA
17/09/2015
O CLUSTER DOZE
16/09/2015
A D S :
© 2015 O CLUSTER.
  

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Sapiranga, mais um pouco de história
Sapiranga, mais um pouco de históriaSapiranga, mais um pouco de história
Sapiranga, mais um pouco de históriaGrace Kunst
 
Slidessapiranga3 140527135819-phpapp01
Slidessapiranga3 140527135819-phpapp01Slidessapiranga3 140527135819-phpapp01
Slidessapiranga3 140527135819-phpapp01gracekunst73
 
Turismo no Porto
Turismo no PortoTurismo no Porto
Turismo no Portokyzinha
 
A cidade do porto
A cidade do portoA cidade do porto
A cidade do portoSofia Pinto
 
Reforma Urbana do Rio de Janeiro (início do século XX)
Reforma Urbana do Rio de Janeiro (início do século XX)Reforma Urbana do Rio de Janeiro (início do século XX)
Reforma Urbana do Rio de Janeiro (início do século XX)Léo Rossetti
 
Cidade do Porto
Cidade do PortoCidade do Porto
Cidade do PortoBiaEsteves
 
O Rio de Janeiro que queria ser Paris
O Rio de Janeiro que queria ser ParisO Rio de Janeiro que queria ser Paris
O Rio de Janeiro que queria ser ParisLuiz Carlos Dias
 
Assembleia One - Even
Assembleia One - EvenAssembleia One - Even
Assembleia One - Evenverdadeimovel
 
Rio de Janeiro mostrado com riqueza de detalhes
Rio de Janeiro mostrado com riqueza de detalhesRio de Janeiro mostrado com riqueza de detalhes
Rio de Janeiro mostrado com riqueza de detalhesOracy Filho
 
Brasil rio de janeiro
Brasil rio de janeiroBrasil rio de janeiro
Brasil rio de janeirojoflay
 
Pps delz@ tom vinicius
Pps delz@ tom viniciusPps delz@ tom vinicius
Pps delz@ tom viniciusafrodite2007
 
Belezas do Brasil - Minas Gerais, terra querida!
Belezas do Brasil - Minas Gerais, terra querida!Belezas do Brasil - Minas Gerais, terra querida!
Belezas do Brasil - Minas Gerais, terra querida!Aristides Monteiro
 
Pps delz@ tom vinicius
Pps delz@ tom viniciusPps delz@ tom vinicius
Pps delz@ tom viniciusMENSAGENSDOROY
 
Porto 1914
Porto 1914Porto 1914
Porto 1914cab3032
 

Mais procurados (20)

Sapiranga, mais um pouco de história
Sapiranga, mais um pouco de históriaSapiranga, mais um pouco de história
Sapiranga, mais um pouco de história
 
Slidessapiranga3 140527135819-phpapp01
Slidessapiranga3 140527135819-phpapp01Slidessapiranga3 140527135819-phpapp01
Slidessapiranga3 140527135819-phpapp01
 
Turismo no Porto
Turismo no PortoTurismo no Porto
Turismo no Porto
 
A cidade do porto
A cidade do portoA cidade do porto
A cidade do porto
 
Reforma Urbana do Rio de Janeiro (início do século XX)
Reforma Urbana do Rio de Janeiro (início do século XX)Reforma Urbana do Rio de Janeiro (início do século XX)
Reforma Urbana do Rio de Janeiro (início do século XX)
 
Cidade do Porto
Cidade do PortoCidade do Porto
Cidade do Porto
 
Pontos turísticos da bahia
Pontos turísticos da bahiaPontos turísticos da bahia
Pontos turísticos da bahia
 
Cidade do porto
Cidade do portoCidade do porto
Cidade do porto
 
O Rio de Janeiro que queria ser Paris
O Rio de Janeiro que queria ser ParisO Rio de Janeiro que queria ser Paris
O Rio de Janeiro que queria ser Paris
 
Centro HistóRico Do Porto
Centro HistóRico Do PortoCentro HistóRico Do Porto
Centro HistóRico Do Porto
 
Exposição de fotos
Exposição de fotosExposição de fotos
Exposição de fotos
 
Assembleia One - Even
Assembleia One - EvenAssembleia One - Even
Assembleia One - Even
 
Rio de Janeiro mostrado com riqueza de detalhes
Rio de Janeiro mostrado com riqueza de detalhesRio de Janeiro mostrado com riqueza de detalhes
Rio de Janeiro mostrado com riqueza de detalhes
 
Brasil rio de janeiro
Brasil rio de janeiroBrasil rio de janeiro
Brasil rio de janeiro
 
Pps delz@ tom vinicius
Pps delz@ tom viniciusPps delz@ tom vinicius
Pps delz@ tom vinicius
 
Belezas do Brasil - Minas Gerais, terra querida!
Belezas do Brasil - Minas Gerais, terra querida!Belezas do Brasil - Minas Gerais, terra querida!
Belezas do Brasil - Minas Gerais, terra querida!
 
Pps delz@ tom vinicius
Pps delz@ tom viniciusPps delz@ tom vinicius
Pps delz@ tom vinicius
 
Salvador da Bahia
Salvador da BahiaSalvador da Bahia
Salvador da Bahia
 
Porto 1914
Porto 1914Porto 1914
Porto 1914
 
Salvador Brasil
Salvador BrasilSalvador Brasil
Salvador Brasil
 

Destaque (20)

Metrô 3
Metrô 3Metrô 3
Metrô 3
 
Rj séc xx
Rj séc xxRj séc xx
Rj séc xx
 
Praça xv
Praça xvPraça xv
Praça xv
 
Metrô 2
Metrô 2Metrô 2
Metrô 2
 
Morro da conceição
Morro da conceiçãoMorro da conceição
Morro da conceição
 
Santa teresa
Santa teresaSanta teresa
Santa teresa
 
Tour pelas ruas e estátuas
Tour pelas ruas e estátuasTour pelas ruas e estátuas
Tour pelas ruas e estátuas
 
Zona sul 5
Zona sul 5Zona sul 5
Zona sul 5
 
Metrô 4
Metrô 4Metrô 4
Metrô 4
 
Segredos subterrâneos da igreja da lapa dos mercadores
Segredos subterrâneos da igreja da lapa dos mercadoresSegredos subterrâneos da igreja da lapa dos mercadores
Segredos subterrâneos da igreja da lapa dos mercadores
 
Entalhadores e santeiros
Entalhadores e santeirosEntalhadores e santeiros
Entalhadores e santeiros
 
Zona sul 4
Zona sul 4Zona sul 4
Zona sul 4
 
Metrô
MetrôMetrô
Metrô
 
Nova friburgo
Nova friburgoNova friburgo
Nova friburgo
 
Passeio Cultural Jornal Rio Carioca.
Passeio Cultural Jornal Rio Carioca.Passeio Cultural Jornal Rio Carioca.
Passeio Cultural Jornal Rio Carioca.
 
Zona sul 6
Zona sul 6Zona sul 6
Zona sul 6
 
O olhar estrangeiro e a cidade do Rio de Janeiro em 1920
O olhar estrangeiro e a cidade do Rio de Janeiro em 1920O olhar estrangeiro e a cidade do Rio de Janeiro em 1920
O olhar estrangeiro e a cidade do Rio de Janeiro em 1920
 
Consenso sobre rinite
Consenso sobre riniteConsenso sobre rinite
Consenso sobre rinite
 
Aleijadinho (1)
Aleijadinho (1)Aleijadinho (1)
Aleijadinho (1)
 
Unidades de conservação
Unidades de conservaçãoUnidades de conservação
Unidades de conservação
 

Semelhante a Ô GLÓRIA! – HISTÓRIA, CULTURA, BOEMIA E PAISAGENS (PARTE 1) _ O CLUSTER

A história urbana da cidade do rio de janeiro
A história urbana da cidade do rio de janeiroA história urbana da cidade do rio de janeiro
A história urbana da cidade do rio de janeiroSalageo Cristina
 
Pps delz@ tom vinicius
Pps delz@ tom viniciusPps delz@ tom vinicius
Pps delz@ tom viniciusjose cruz
 
Jogo Educativo - 450 anos de Fundação da Cidade do Rio de Janeiro
Jogo Educativo - 450 anos de Fundação da Cidade do Rio de Janeiro Jogo Educativo - 450 anos de Fundação da Cidade do Rio de Janeiro
Jogo Educativo - 450 anos de Fundação da Cidade do Rio de Janeiro Jessica Oliveira
 
RIO DE JANEIRO DE TOM & VINICIUS
RIO DE JANEIRO DE TOM & VINICIUSRIO DE JANEIRO DE TOM & VINICIUS
RIO DE JANEIRO DE TOM & VINICIUSWashington Ferreira
 
Pps delz@ tom vinicius
Pps delz@ tom viniciusPps delz@ tom vinicius
Pps delz@ tom viniciusAriana Martins
 
Vivendo em São Paulo
Vivendo em São PauloVivendo em São Paulo
Vivendo em São PauloYasmin Rópa
 
Atrativos Turísticos Culturais do Rio de Janeiro bonito (1).pptx
Atrativos Turísticos Culturais do Rio de Janeiro bonito (1).pptxAtrativos Turísticos Culturais do Rio de Janeiro bonito (1).pptx
Atrativos Turísticos Culturais do Rio de Janeiro bonito (1).pptxFaustoBartole1
 
Porto 1914
Porto 1914Porto 1914
Porto 1914cab3032
 
Catalogo pelotas princesa do sul
Catalogo pelotas princesa do sulCatalogo pelotas princesa do sul
Catalogo pelotas princesa do sulQuetelim Andreoli
 
Cidade Do Rio De Janeiro
Cidade Do Rio De JaneiroCidade Do Rio De Janeiro
Cidade Do Rio De Janeiroecsette
 
Revista imagem e negócios
Revista imagem e negóciosRevista imagem e negócios
Revista imagem e negóciosRenan Marks
 
Alguns pontos turísticos de porto alegre
Alguns pontos turísticos de porto alegreAlguns pontos turísticos de porto alegre
Alguns pontos turísticos de porto alegreBruna-23
 
à Procura de um porto desaparecio (ad)
à Procura de um porto desaparecio   (ad)à Procura de um porto desaparecio   (ad)
à Procura de um porto desaparecio (ad)jmpcard
 
Cidade baixa
Cidade baixaCidade baixa
Cidade baixafran94
 

Semelhante a Ô GLÓRIA! – HISTÓRIA, CULTURA, BOEMIA E PAISAGENS (PARTE 1) _ O CLUSTER (20)

A história urbana da cidade do rio de janeiro
A história urbana da cidade do rio de janeiroA história urbana da cidade do rio de janeiro
A história urbana da cidade do rio de janeiro
 
Pps delz@ tom vinicius
Pps delz@ tom viniciusPps delz@ tom vinicius
Pps delz@ tom vinicius
 
Jogo Educativo - 450 anos de Fundação da Cidade do Rio de Janeiro
Jogo Educativo - 450 anos de Fundação da Cidade do Rio de Janeiro Jogo Educativo - 450 anos de Fundação da Cidade do Rio de Janeiro
Jogo Educativo - 450 anos de Fundação da Cidade do Rio de Janeiro
 
RIO DE JANEIRO DE TOM & VINICIUS
RIO DE JANEIRO DE TOM & VINICIUSRIO DE JANEIRO DE TOM & VINICIUS
RIO DE JANEIRO DE TOM & VINICIUS
 
201100-Rio
201100-Rio201100-Rio
201100-Rio
 
Rio de janeiro de tom & vinicius1
Rio de janeiro de tom & vinicius1Rio de janeiro de tom & vinicius1
Rio de janeiro de tom & vinicius1
 
Pps delz@ tom vinicius
Pps delz@ tom viniciusPps delz@ tom vinicius
Pps delz@ tom vinicius
 
Zona sul 2
Zona sul 2Zona sul 2
Zona sul 2
 
Vivendo em São Paulo
Vivendo em São PauloVivendo em São Paulo
Vivendo em São Paulo
 
Atrativos Turísticos Culturais do Rio de Janeiro bonito (1).pptx
Atrativos Turísticos Culturais do Rio de Janeiro bonito (1).pptxAtrativos Turísticos Culturais do Rio de Janeiro bonito (1).pptx
Atrativos Turísticos Culturais do Rio de Janeiro bonito (1).pptx
 
Rio de Janeiro
Rio de JaneiroRio de Janeiro
Rio de Janeiro
 
Porto 1914
Porto 1914Porto 1914
Porto 1914
 
Catalogo pelotas princesa do sul
Catalogo pelotas princesa do sulCatalogo pelotas princesa do sul
Catalogo pelotas princesa do sul
 
Património Cultural
Património CulturalPatrimónio Cultural
Património Cultural
 
Arquitetura neoclássica no rj ok
Arquitetura neoclássica no rj okArquitetura neoclássica no rj ok
Arquitetura neoclássica no rj ok
 
Cidade Do Rio De Janeiro
Cidade Do Rio De JaneiroCidade Do Rio De Janeiro
Cidade Do Rio De Janeiro
 
Revista imagem e negócios
Revista imagem e negóciosRevista imagem e negócios
Revista imagem e negócios
 
Alguns pontos turísticos de porto alegre
Alguns pontos turísticos de porto alegreAlguns pontos turísticos de porto alegre
Alguns pontos turísticos de porto alegre
 
à Procura de um porto desaparecio (ad)
à Procura de um porto desaparecio   (ad)à Procura de um porto desaparecio   (ad)
à Procura de um porto desaparecio (ad)
 
Cidade baixa
Cidade baixaCidade baixa
Cidade baixa
 

Mais de Maria Claudia Pompeo

Ô GLÓRIA! – HISTÓRIA, CULTURA, BOEMIA E PAISAGENS (PARTE 2) _ O CLUSTER
Ô GLÓRIA! – HISTÓRIA, CULTURA, BOEMIA E PAISAGENS (PARTE 2) _ O CLUSTERÔ GLÓRIA! – HISTÓRIA, CULTURA, BOEMIA E PAISAGENS (PARTE 2) _ O CLUSTER
Ô GLÓRIA! – HISTÓRIA, CULTURA, BOEMIA E PAISAGENS (PARTE 2) _ O CLUSTERMaria Claudia Pompeo
 
NOVOS CONSUMOS_ NO BRAND, NO GENDER & SLOW LIFESTYLE _ O CLUSTER
NOVOS CONSUMOS_ NO BRAND, NO GENDER & SLOW LIFESTYLE _ O CLUSTERNOVOS CONSUMOS_ NO BRAND, NO GENDER & SLOW LIFESTYLE _ O CLUSTER
NOVOS CONSUMOS_ NO BRAND, NO GENDER & SLOW LIFESTYLE _ O CLUSTERMaria Claudia Pompeo
 
Desenvolvimento Uniformes_SOMA para Antonella3
Desenvolvimento Uniformes_SOMA para Antonella3Desenvolvimento Uniformes_SOMA para Antonella3
Desenvolvimento Uniformes_SOMA para Antonella3Maria Claudia Pompeo
 
Projeto Empreendedorismo Vidigal FINAL
Projeto Empreendedorismo Vidigal FINALProjeto Empreendedorismo Vidigal FINAL
Projeto Empreendedorismo Vidigal FINALMaria Claudia Pompeo
 
Pesquisa e Planejamento de Coleção
Pesquisa e Planejamento de ColeçãoPesquisa e Planejamento de Coleção
Pesquisa e Planejamento de ColeçãoMaria Claudia Pompeo
 

Mais de Maria Claudia Pompeo (7)

Maria Claudia Pompeo Consultoria
Maria Claudia Pompeo ConsultoriaMaria Claudia Pompeo Consultoria
Maria Claudia Pompeo Consultoria
 
Ô GLÓRIA! – HISTÓRIA, CULTURA, BOEMIA E PAISAGENS (PARTE 2) _ O CLUSTER
Ô GLÓRIA! – HISTÓRIA, CULTURA, BOEMIA E PAISAGENS (PARTE 2) _ O CLUSTERÔ GLÓRIA! – HISTÓRIA, CULTURA, BOEMIA E PAISAGENS (PARTE 2) _ O CLUSTER
Ô GLÓRIA! – HISTÓRIA, CULTURA, BOEMIA E PAISAGENS (PARTE 2) _ O CLUSTER
 
NOVOS CONSUMOS_ NO BRAND, NO GENDER & SLOW LIFESTYLE _ O CLUSTER
NOVOS CONSUMOS_ NO BRAND, NO GENDER & SLOW LIFESTYLE _ O CLUSTERNOVOS CONSUMOS_ NO BRAND, NO GENDER & SLOW LIFESTYLE _ O CLUSTER
NOVOS CONSUMOS_ NO BRAND, NO GENDER & SLOW LIFESTYLE _ O CLUSTER
 
Desenvolvimento Uniformes_SOMA para Antonella3
Desenvolvimento Uniformes_SOMA para Antonella3Desenvolvimento Uniformes_SOMA para Antonella3
Desenvolvimento Uniformes_SOMA para Antonella3
 
Projeto Empreendedorismo Vidigal FINAL
Projeto Empreendedorismo Vidigal FINALProjeto Empreendedorismo Vidigal FINAL
Projeto Empreendedorismo Vidigal FINAL
 
Pesquisa e Planejamento de Coleção
Pesquisa e Planejamento de ColeçãoPesquisa e Planejamento de Coleção
Pesquisa e Planejamento de Coleção
 
Trabalho Marketing_Apres
Trabalho Marketing_ApresTrabalho Marketing_Apres
Trabalho Marketing_Apres
 

Ô GLÓRIA! – HISTÓRIA, CULTURA, BOEMIA E PAISAGENS (PARTE 1) _ O CLUSTER

  • 1. Ô GLÓRIA! – HISTÓRIA, CULTURA, BOEMIA E PAISAGENS (PARTE 1) By ocluster 02/09/2015 Curtimos No Comments  2  155  1  0 por Maria Claudia Pompeo A cidade do Rio de Janeiro não esconde suas belezas. Sua magnitude é escancarada, está ali para todo mundo ver. Podemos passear por entre ladeiras, ruas, orlas, morros e montanhas e, a cada passo, confirmamos que ela é realmente maravilhosa de todos os ângulos. A Glória é um bairro que faz jus a todo esse charme. Falar dela é um passeio pelo tempo. Muito aconteceu por ali desde a época da colonização. Histórias de amor, encontros de intelectuais, fé religiosa, artistas e boêmios foram e ainda são a alma ao bairro. Em um especial dividido em duas partes (passado e presente), a história e os personagens do bairro vão se desdobrando em curiosidades e belezas que fazem da Glória um dos bairros mais tradicionais e charmosos do Rio de Janeiro. Nasce a Glória Ele é considerado o primeiro bairro da zona sul, justamente por ficar no limite entre o Centro e a Lapa. Nos anos 1930 tinha a fama de ser a “Paris carioca”. Lá, desde o fim de 1880, abrigou em seus hotéis luxuosos (quem não lembra do Hotel Glória?), os políticos que vinham a então capital federal, se hospedar ou residir. A arquitetura e urbanismo são claramente inspirados em Paris, só tomar como exemplo a Praça Paris com suas alamedas em estilo francês, postes e estátuas que nos levam a um passeio imaginário pelas praças da Cidade Luz. Na Glória, Machado de Assis entre outros artistas, músicos e personalidades criaram o famoso Clube Beethoven, um seleto grupo que se reunia exclusivamente para ouvir as obras compositor alemão. O bairro transpira arte, cultura, boemia e história.  HOME REVISTA EVENTOS ANTERIORES  SOBRE O EVENTO CADASTRO & CONTATO    QUEM SOMOS CLIPPING IMPRENSA & RELEASE ASSINE NOSSA NEWSLETTER GUIA O CLUSTER
  • 2. Foi palco de lutas territoriais durante a invasão francesa ao Rio de Janeiro no século XVI.  Franceses, portugueses e povos tupinambás que ali habitavam (os originais  Karióks – nome de sua aldeia que deu origem ao nome “cariocas”), lutavam pelo território no cenário que hoje conhecemos como a Glória. Em uma dessas batalhas com a finalidade bem sucedida de expulsar os franceses, no dia 20 de janeiro de 1567, morreu o líder português e fundador da cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro, Estácio de Sá. Romance Imperial A Glória também já foi cenário de um escândalo envolvendo um triângulo amoroso entre Dom Pedro I, a amante Marquesa de Santos e sua irmã, a Baronesa de Sorocaba, Maria Benedita de Canto e Melo, 
  • 3. também amante do imperador. A nobre, que morava atrás da Igreja do Outeiro da Glória (Ladeira da Glória) em um casarão que já não existe mais, sofreu um atentado quando passava uma noite por ali de carruagem, levando vários tiros dos quais sobreviveu. Acredita-se que foram a mando de sua irmã a Marquesa de Santos, que por ciúmes de Dom Pedro I, teria encomendado o crime. Recentes descobertas arqueológicas desenterraram o caminho que dava acesso ao casarão da Baronesa (o Caminho da Baronesa) e os artefatos encontrados na escavação ajudam a remontar a história do período. Objetos como: frascos de perfumes, potes de pasta de dentes, moedas antigas, louças antigas e muitos outros tesouros, guardam marcas de um passado cheio de vida. Vídeo da escavação na Villa Aymoré: Villa Aymoré - Arqueologia na Villa O casarão acabou abandonado e foi demolido por volta de 1970, depois de ter virado um cortiço que abrigou cerca de 80 famílias que ali moraram desde seu abandono. Anos depois, o mesmo terreno deu lugar a dez casas geminadas, a atual Villa Aymoré, que agora é formada por oito dessas casas centenárias. Enquanto as obras foram realizadas, foi descoberto um sítio arqueológico que confirma que a história do romance extraconjugal de Dom Pedro I, provavelmente ocorreu no caminho desvendado nas escavações.
  • 4. Paisagens Urbanas Outeiro da Glória O marco que cria os vínculos entre tantas histórias do bairro da Glória é a Igreja de Nossa Senhora do Outeiro da Glória, que deu origem ao nome do bairro. Fundada no século XVIII,  inaugurada em 1739, teve papel de destaque no Império de D. João VI. Nela, foi batizado D. Pedro II e também o escritor brasileiro Lima Barreto. Até hoje é onde são batizados os descendentes de Dom Pedro II. É disputadíssima e tem lista de espera para casamentos. Ela com certeza é referência na paisagem que engloba o bairro. A vemos despontando caminhando pelo bairro, ou passando de carro.  Antes do Cristo Redentor, era o Outeiro quem fazia as vezes de cartão postal símbolo da cidade. Para se chegar até ela, pode-se fazer o caminho a pé ou de carro, ou ainda, pelo Plano Inclinado do Outeiro da Glória, um elevador que facilita o acesso à igreja. Inaugurado em 1944 e totalmente reformado em 2003, sai pela Rua do Russel e comporta 12 passageiros. É uma ótima opção para um passeio pelo morro descendo a Rua Barão de Guaratiba até o Catete. O bairro bucólico inspirou diversos artistas que por ali passaram, tornando a Igreja do Igreja de Nossa Senhora do Outeiro da Glória paisagem incansavelmente retratada em suas pinturas.  
  • 5. Edifício Milton Segundo a coluna “As Ruas do Rio” (Veja Rio), de Pedro Paulo Bastos, caminhar pela Rua do Russel é observar uma exposição da história da arquitetura: “(é) onde a Rua do Russel luze imponente, com seus altos prédios históricos e uma praça, a Luiz de Camões, loteada de palmeiras, áreas livres e muitas esculturas. (…) Mais edifícios idosos compõem o jogo urbano desta parte do bairro, como os charmosos Itacolomy e Itatiaia, o meio afrancesado Milton (n. 710) e o monumental Columbia, já na esquina com a Praia do Flamengo. O Columbia também tem no seu térreo o Empório Santa Fé, loja de vinhos e restaurante, mais sofisticado. Como havia dito anteriormente, a Rua do Russel é tão original que lá se pode encontrar um belo exemplo de art nouveau, estilo raro pela cidade: o Antigo Villino Silveira, uma casa cheia de detalhes excêntricos, levantada em 1915.” Com ares sombrios, o Edifício Milton é o próprio
  • 6. retrato da arquitetura Art Deco no Rio de Janeiro. Ele reside imponente na Rua do Russel nº 710, e, foi considerado durante anos, um dos endereços mais elegantes da cidade. Construído em 1929, o prédio tem 21 apartamentos e pertenceu a Milton Carvalho, um dos donos de um dos mais tradicionais magazines da cidade do início do século passado, chamado “A Exposição”. Foi tombado pelo ex-prefeito César Maia junto com o Edifício Manchete e outras construções no bairro que também tem igual importância histórica. Crédito: As ruas do Rio Hotel Glória O Hotel Glória foi o primeiro hotel cinco estrelas do Brasil. Inaugurado em 1922,  foi construído a pedido do então Presidente da República Epitácio Pessoa para sediar o Primeiro Centenário da Independência do Brasil. O projeto do arquiteto francês Jean Gire representou um marco da hotelaria no Brasil criando um luxuoso hotel que foi referência na América do Sul durante décadas. Algumas curiosidades sobre o hotel: – 1º prédio em concreto armado do Brasil; – 1º hotel com banheiros e telefones em todos os 180 quartos iniciais; – 1º  hotel com heliponto; – Uma das primeiras piscinas em hotéis do Rio de Janeiro; – A primeira sauna; – Primeiro hotel com central telefônica com tarifador automático; – Primeiro hotel com sala e equipamentos para videoconferência. O destino do Hotel infelizmente ainda é incerto. Com a decadência do empresário Eike Batista, que comprou o hotel em 2008, vem aguardando desde 2011 a finalização das obras assumidas por ele e o grupo suiço Acron. A reabertura está prevista para abril de 2016.  
  • 7. Monumento Comemorativo ao Centenário da Abertura dos Portos Quem passa pela Rua do Russel não consegue ignorar a grandeza que é se deparar com esse desnível com escada e luminárias antigas, emolduradas por duas estátuas femininas enormes, fazendo a gente viajar no tempo. É mais um monumento criado por um francês em homenagem a uma importante data para a nossa cidade. “O monumento construído em comemoração ao centenário da abertura do livre comércio no Rio de Janeiro, foi inaugurado em 1908, na gestão do Prefeito Souza Aguiar. Projetado pelo escultor francês Eugène Benet e por iniciativa da Associação Comercial do Rio de Janeiro com o apoio do Ministério da Viação, o conjunto monumental é composto de duas escadarias que dão acesso à Rua do Russel, uma balaustrada ornada de luminárias em ferro fundido e duas figuras femininas em bronze com aproximadamente três metros de altura, inspiradas nas estátuas na Praça da Concórdia, em Paris simbolizando o comércio e a navegação. As escadarias e a balaustrada sobre o arrimo de pedra fazem a ligação do desnível entre a rua do Russel e a av. Beira Mar que foi construída em 1905.”  
  • 8. A Marina da Glória emoldura a paisagem do bairro. Foi ali que durante anos o evento de moda Fashion Rio desfilou centenas de marcas cariocas e recebeu a imprensa do mundo inteiro que cobria o evento e desfrutou de brinde da paisagem arrebatadora da Baía de Guanabara.   “(A Marina) Foi  idealizada com o intuito de democratizar o uso de áreas de atracação por embarcações pequenas, que pagassem apenas uma taxa de manutenção e pudessem dispor de uma estação de rádio, café e estacionamento, com o objetivo de incentivar o turismo náutico e funcionar como um atracadouro público. Foi inaugurada em 1977.” Atualmente, está em obras para renovação, e o projeto é da BR Marinas, que assumiu depois que o grupo EBX de Eike Batista deixou o posto de administradora. Segundo a BR Marinas, a obra será totalmente entregue em janeiro de 2016, em tempo para as Olimpíadas Rio 2016.* Edifício Manchete Permeando a Rua do Russel, encontramos o Edifício da extinta TV Manchete, obra de Oscar Niemeyer. O prédio de 12 andares faz parte da paisagem da Glória desde 1968. “Nos anos áureos, o Edifício manchete recebeu a visita de presidentes, governadores e grandes artistas nacionais e internacionais. Fato marcante, inclusive, foi a cessão de uma das salas do conjunto por iniciativa de seu proprietário, Adolpho Bloch, ao grande amigo Juscelino Kubitschek, logo após o ex-presidente retornar do exílio, para
  • 9. instalação de seu escritório, onde o mesmo permaneceu até falecer. Tal era o grau de amizade, por Juscelino que Adolpho Bloch fez questão de ceder o saguão nobre do majestoso conjunto arquitetônico para velar o corpo do grande amigo. “ Está totalmente reformado e agora abriga escritórios de empresas de petróleo, além de possuir um teatro que também é usado para gravações de programas de tv. Assim como todas as construções projetadas por Oscar Niemeyer, este monumento foi também tombado e incorporado ao patrimônio histórico. Igreja Positivista Além do Outeiro, a Glória possui a primeira Igreja Positivista do Brasil,  fundada em 1881 por Miguel de Lemos. Sua sede é o Templo da Humanidade, onde ocorre a celebração da Religião da Humanidade, ou Positivismo, doutrina criada pelo filósofo francês Augusto Comte (1798 – 1857). “O positivistas religiosos acreditam na imortalidade subjetiva da alma, cultuando a memória dos mortos pelo legado que deixaram para a cultura humana: “Os vivos são sempre e cada vez mais governados necessariamente pelos mortos” é a máxima de Auguste Comte que se refere a “ordem humana. Quem vai ao templo pode lê-la logo no pórtico da Igreja e também em seu interior.”
  • 10. Vale a visita, principalmente pelo valor histórico e cultural e uma religião que não é muito difundida no Brasil. Imagens do bairro da Glória (imagens: Vera TV Digital):
  • 11. CONHEÇA SEU BAIRRO - Glória Um Passeio  Pela História OUTEIRO DA GLÓRIA  – Praça Nossa Senhora da Glória, 26 –  Horário de abertura da igreja e do museu: Segunda a sexta, 9h às 12h e 13h às 16h; sábados e domingos, 9h às 12h. Missas: Domingo às 9h e 11h. MARINA DA GLÓRIA – *A Marina da Glória atualmente está em obras de renovação e o projeto é da BR Marinas, que assumiu depois que o grupo EBX de Eike Batista deixou o posto de administradora. Segundo a BR Marinas, a obra será totalmente entregue em janeiro de 2016, em tempo para as Olimpíadas Rio 2016. SEDE DA ARQUIODIOCESE DO RIO DE JANEIRO– Não é permitida a entrada no prédio, apenas para MAM – MUSEU DE ARTE MODERNA – Av. Infante Dom Henrique 85 / Parque do Flamengo – Tel: 3883- 5600 – terça a sexta – de 12h às 18h – a bilheteria fecha às 17h30 – sábado, domingos e feriados 11h às 18h – a bilheteria fecha às 17h30. MONUMENTO COMEMORATIVO DA ABERTURA DOS PORTOS DO RIO DE JANEIRO –  Entre a Avenida Beira Mar e Rua do Russel PRAÇA PARIS – Avenida Augusto Severo, 272 – aberta todos os dias. Igreja Positivista – Tel:  2224 3861 – Rua Benjamin Constant, nº 74.
  • 12. Coment rios 1 Comentários ver a construção do lado de fora, é também conhecido como o Palácio  – Rua Benjamin Constant 23 EDIFÍCIO MANCHETE (projetado por Oscar Niemeyer)- Rua do Russel, 804 EDIFÍCIO MILTON – Construção Art Deco de 1929 – Rua do Russel, 710 MEMORIAL GETÚLIO VARGAS – O memorial, com um enorme busto de Getúlio Vargas, fica no subsolo da praça próxima ao Hotel Glória. O local possui sala de exposição que conta a trajetória do ex-presidente, biblioteca e cinema. O espaço também tem um pequeno café. – Praça Luís de Camões, 1 -subsolo – terça a domingo de 10h  às 17h. VILLA AYMORÉ – Acontece entre setembro e outubro, a Casa Cor – 42 ambientes decorados por 63 arquitetos – 1º de setembro a 4 de outubro na Villa Aymoré – Ladeira da Glória, 26 – terça a domingo/ 12h às 21h RELÓGIO DA GLÓRIA – O monumento foi construído pelo prefeito Pereira Passos, em 1905, dentro de um projeto de valorização do bairro, junto com iluminação pública e tratamento de esgoto. O relógio é tombado pelo Instituto Estadual de Patrimônio Cultural do Rio de Janeiro (INEPAC). – Rua da Glória s/nº. Agradecimentos especiais: Gabriella Carvalho, Bernardo Pereira e Rita Vilanova (amigos, moradores e ex-moradores da Glória).
  • 13. Tags: Artigos Relacionados: RIO, 100 GRAUS: UMA CIDADE EM EBULIÇÃO Abertura Dos Portos Bairro Glória Baronesa De Sorocaba Dom Pedro I Edifício Manchete Edifício Milton Glória História Hotel Glória Igreja Do Outeiro Da Glória Igreja Positivista Do Rio De Janeiro Marina Da Glória Marquesa De Santos Ocluster Revista Rio De Janeiro Zona Sul About ocluster
  • 14. P U B L I C I D A D E Ú L T I M A S M A T É R I A S PARATY PARA MIM 24/09/2015 AGENDA 24/09/2015 EDITORIAL A BIGGER SPLASH 22/09/2015 AGENDA 17/09/2015
  • 15. O CLUSTER DOZE 16/09/2015 A D S : © 2015 O CLUSTER.   