SlideShare uma empresa Scribd logo
Prudência
Bom dia, sejam todos muito benvindos a nossa casa espírita,
para continuarmos o nosso estudo dos ensinamentos de Jesus Cristo!
Hoje vamos falar sobre o tema “Prudência”, retirado do Capítulo 21:
Falsos Cristos e falsos profetas; do livro ESE de Allan Kardec.
São Paulo, 27 de Outubro de 2015 – SEAC/CEEAK
Palestrante: Tiburcio Santos
Nossa Casa Espírita
S.E.A.C. = Sopa, Esperança, Amor e Caridade
 Assistência SOCIAL: sopa, cestas Natal, Dia das crianças, etc...
 Assistência ESPIRITUAL: passes e palestras
Alimento para o corpo e para a alma!
Nossa Casa Espírita
C.E.E.A.K. = Centro de Estudos Espíritas Allan Kardec
ESTUDOS: diversos cursos de evangelização espírita.
Sem fins lucrativos... trabalho 100% voluntário!
Espiritismo: a terceira revelação
 O Espiritismo se declara como a terceira revelação:
 Primeira: MOISÉS: crença em um único Deus,
 Segunda: JESUS: amar a Deus sobre todas as coisas e
ao próximo como a si mesmo; e
 Terceira: ESPIRITISMO: o Espírito da Verdade, organizado por Kardec.
O tríplice aspecto
 O Espiritismo possui o tríplice aspecto:
 o RELIGIOSO: somos todos cristãos - seguidores de Jesus,
 o CIENTÍFICO: que é a fé raciocinada; e
 o FILOSÓFICO: recomendações e regras de conduta.
Prece de abertura
 Vamos então RESPIRAR profundamente,
desligando momentaneamente dos sentidos materiais,
para uma ligação mais rápida e verdadeira com o plano espiritual,
fechando levemente nossos olhos,
e elevando nosso pensamento à Jesus.
Prece de abertura
 Pedimos à Jesus - nosso irmão maior e modelo - que,
juntamente com os mensageiros, espíritos simpatizantes e protetores,
nos leve até a PRESENÇA DE DEUS; e juntos oremos:
 “Amado Deus, pedimos que nos ajude a compreender
as mensagens de hoje e receber os benefícios desta assistência
criando as melhores condições no meu corpo, mente e espírito.
 Que assim seja, graças a Deus!!
A palestra
 A partir da entrada no salão, já estamos sendo assistidos;
esta palestra é parte integrante do passe, e foi desenvolvida
a partir do Evangelho de Jesus, sob a interpretação espírita.
 Convido a todos para RETORNAR AO SALÃO, após o passe.
 É com muita alegria que convido vcs para estudarmos o ESE,
junto com os amigos espirituais aqui presentes; pois desde a
nossa decisão de vir ao SEAC hoje, já estamos sendo acompanhados
dos nossos anjos protetores e diversos espíritos (simpatizantes ou não),
que atraímos segundo nossos pensamentos e ações.
O Pentateuco Espírita
 AK, reunindo revelações do mundo todo, elaborou muitos livros,
principalmente os cinco livros básicos que compõem a Doutrina Espírita,
chamados de Pentateuco Espírita:
 Livro dos Espíritos (1857)
 Livro dos Médiuns (1861)
 O Evangelho segundo o Espiritismo (ESE) (1864)
 O Céu e o Inferno (1865)
 A Gênese (1868)
 O que é o Espiritismo? Obras póstumas
O ensinamento dos Espíritos
 Além de não ser suficientemente difundido o Evangelho senão entre as
seitas cristãs, mesmo entre estas, quantas pessoas existem que não o
lêem, e entre as que o lêem, quantas NÃO O COMPREENDEM!
 O ensinamento dos Espíritos, que reproduz essas máximas sob
diferentes formas, que as desenvolve e comenta, pondo-as ao alcance
de todos, não é circunscrito. Assim, todos, letrados ou não,
crentes ou descrentes, cristãos ou não cristãos, podem recebê-lo,
pois os Espíritos se comunicam por toda à parte.
O estudo do ESE
 O ESE é uma seleção de PASSAGENS DA BÍBLIA,
organizadas de acordo com temas retirados dos 4 evangelhos,
e contendo a explicação das máximas morais do Cristo,
sua concordância com o Espiritismo e
sua aplicação às diversas situações da vida.
 Hoje abordaremos os tópicos:
 Os falsos profetas Caracteres do verdadeiro profeta
 Os falsos profetas da erraticidade Jeremias e os falsos profetas
Profeta: predizer o futuro
 A palestra de hoje aborda a questão do uso indevido das faculdades
mediúnicas e da exploração da fé e da ingenuidade das pessoas.
 Vamos começar analisando o significado da
palavra Prophetes, vem do grego e é a
pessoa que fala em lugar de outra, ou seja,
porta-voz.
 Houve profetas, entretanto, que tiveram o
pressentimento do futuro, seja por intuição
ou por revelação providencial, a fim de
transmitirem advertências aos homens.
 Como essas predições se realizaram,
o dom de PREDIZER O FUTURO foi
considerado como um dos atributos da
qualidade de profeta.
Profeta: missão de instruir os homens
 No Cap XXI do ESE, temos a seguinte mensagem:
 Atribui-se geralmente aos profetas o dom de revelar o futuro,
de modo que as palavras profecia e predição se tornaram sinônimas.
 No sentido evangélico, a palavra profeta tem uma significação mais ampla,
aplicando-se a todo enviado de Deus,
com a missão de instruir os homens e de lhes revelar as coisas ocultas,
os MISTÉRIOS DA VIDA ESPIRITUAL.
Os falsos profetas: a ingenuidade das pessoas
 Quem são então os falsos profetas?
 “Desde todos os tempos, certos homens exploram, em proveito de sua
ambição, de seus interesses e de seu desejo de dominação,
certos conhecimentos que possuíam, para conseguirem o prestígio de um
poder supostamente sobre-humano ou de uma pretensa missão divina.”
 Na 1ª. Epístola de João 4:1, temos: “Não creais EM QUALQUER ESPÍRITO;
experimentai se os espíritos são de Deus, porquanto muitos falsos
profetas se têm levantado no mundo”.
Os falsos dons espirituais
 Quem são os falsos profetas?
 São todos aqueles que CONSCIENTES DO QUE FAZEM e conhecedores
da verdade negam o erro por orgulho, interesse, e até por maldade.
 São egoístas, astuciosos, intolerantes e fanáticos.
 Servem-se de todos os meios para prevalecer suas ideias,
confundindo as almas simples e confiantes.
 Esses “falsos profetas” valem-se do nome de Deus e de Jesus para alcançar
os seus objetivos. Exploram os conhecimentos que possuem em proveito
de sua ambição e de seu lucro.
Os falsos dons espirituais
 Fui num desses falsos profetas:
 Bati na porta fechada: Toc, toc!
 Perguntou: Quem é?
 Fui embora! Kkkkk
 No ESE, Cap. XXVI; Item 4, Allan Kardec, nos diz:
 "Deus não vende os benefícios que concede...
não subordina à uma soma de dinheiro um ato de clemência,
de bondade, de justiça de sua misericórdia.
 Se achamos imoral pagarmos para termos a proteção de um poderoso da
Terra, seria correto pagarmos pela ajuda do Criador do Universo?"
Consultórios espirituais
 Vejamos esta histórinha de Richard Simonetti, presente na obra
“Uma razão para viver”:
 Um homem foi até um desses “consultórios espirituais”, aproximou-se do
médium que havia incorporado um espírito e disse assim:
 Olha, eu cansei de ser pobre.
O senhor tem que me ajudar, preciso dar um jeito na minha vida.
 O que o senhor quer que eu faça?
 Ah! Eu quero ganhar na loteria.
 Ah! Mas é muito difícil.
 Mas eu sei que você pode conseguir. Por favor, eu preciso.
 O espírito silenciou e depois recomendou:
 Está bem, amanhã jogue o número 23.492.
 Então, o protegido, muito animado, vendeu o seu televisor que estava velho, o
jogo de sofá, emprestou dinheiro de seus amigos, apropriou-se do salário da
filha, e fez o jogo recomendado. Certo que era o mais novo milionário.
 À tarde, na hora do sorteio ligou o rádio e ouviu:
 Vinte e três mil... Meu Deus, exclamou. Vai dar! Vai dar!
Quatrocentos e noventa e...Estou rico, já ganhei!!!
Quatrocentos e noventa e três.
 Três!!! Está errado. É dois.
Consultórios espirituais (cont.)
 E o locutor repetiu que o bilhete premiado era o 23.493.
 Ele não se conformava. Houve um engano, dizia ele.
Telefonou para a emissora e não havia o erro.
Perdera por um único algarismo, enterrando-se em dívidas e muito mais
preocupações.
 Então, correu até o guia.
 Uma desgraça! Joguei o que eu não possuía e perdi.
Mas o que houve?
O senhor recomendou 23.492 e deu 23.493.
 Então o espírito, cheio de animação, respondeu:
 Ah! Meu filho. Fico feliz, quase acertamos. Talvez dê certo na próxima...
 Fora apenas um palpite.
 Desconfiai dos falsos profetas!
 Esta recomendação é útil em todos os tempos, mas sobretudo nos
momentos de transição, em que, como neste,
se elabora uma transformação da humanidade.
 Porque nesses momentos uma multidão de ambiciosos e farsantes se
arvoram em reformadores e messias.
19
20
21
Emancipação da Humanidade
 Esses profetas (falsos) que se apresentam como o Cristo revelam todas as
suas virtudes? Não.
 Espíritos orgulhosos que, fingindo amor e caridade, semeiam a desunião e
retardam o trabalho de emancipação da Humanidade, impingindo-lhe os
seus sistemas absurdos, através dos médiuns que os servem.
 Esses falsos profetas, para melhor fascinar os que desejam enganar,
e para dar maior importância às suas teorias,
disfarçam-se inescrupulosamente com nomes
que os homens só pronunciam com respeito.
 É pela obra que se conhece o obreiro. Todo aquele que prega e aconselha
a boa moral, mas não a pratica, também é um falso profeta.
Profetas verdadeiros: meios de diferenciar
 Para fazer avançar a humanidade, moral e intelectualmente,
são necessários homens superiores em inteligência e moralidade!
 Pelo trabalho: fruto da árvore.
 Pelo caráter da pessoa.
 Os verdadeiros profetas não viviam à custa dos segredos que Deus lhes
comunicava.
 Tinham o seu trabalho, a sua missão na Terra e a sua missão espiritual.
 Pode-se dizer que eram orientadores do povo, mas não viviam das consultas
futuristas.
 Pela finalidade do que é revelado.
 Os profetas de Deus não sabiam tudo, sabiam apenas aquilo que Ele lhes
desvendava e com uma intenção bem definida: prepará-los para que fossem
mais dignos Dele, sabendo o que era preciso fazer para vencer os obstáculos
que se colocavam entre o povo e o Pai.
 Pela importância da revelação.
 Os profetas não andavam sempre a incomodar o Pai para saberem das coisas
comezinhas do dia a dia.
 Preocupavam-se com o futuro do povo e o aperfeiçoamento da sua relação
com Deus.
Conhecimentos das Leis Naturais
 A DIFUSÃO DOS CONHECIMENTOS vem desacreditá-los,
de maneira que o número de profetas diminui,
à medida que os homens se esclarecem.
 No Cap XXI do ESE, temos a seguinte mensagem:
 Aos olhos do povo, todo fenômeno cuja causa é desconhecida
passa por sobrenatural, maravilhoso e miraculoso.
 Conhecida a causa, reconhece-se que o fenômeno,
por mais extraordinário que pareça, não é mais do que
a aplicação de uma determinada lei da natureza.
O entendimento das Leis Naturais
 ENTENDER AS LEIS NATURAIS nos ajudará a controlar nossos
pensamentos e emoções.
 Vocês podem me ajudar a listar algumas dessas Leis?
 Lei de causa e efeito: toda ação tem uma reação ou consequência,
e “colhemos o que semeamos”, pois nada acontece por acaso
ou fora das leis universais.
 Lei do Trabalho e do Progresso: de simples e ignorantes a arcanjos!
 Lei da Justiça, do Amor e da Caridade: o caminho, a verdade e a vida.
Tudo no universo é energia
 Cada um de nós pode mudar, ou dirigir, as energias em nossas vidas
através da compreensão das LEIS NATURAIS e aplicar os princípios
de tal forma a efetuar uma mudança para melhor.
 As Leis Naturais estão interligadas e são fundadas no entendimento de
que tudo no universo é energia, inclusive nós.
 Nossos pensamentos, sentimentos, palavras e ações são todas
formas de energia que, por sua vez, atraem energias semelhantes.
Conhecer a si próprio
 Tudo o que fazemos, dizemos, pensamos e acreditamos
afeta os outros e o universo que nos rodeia.
 No Livro dos Espíritos de AK, temos a pergunta 621 que diz:
 Onde está escrita a Lei de Deus? R. Na consciência do ser.
 Galileu Galilei: “CONHECER A SI PRÓPRIO é o maior saber.”
 “A ciência humana de maneira nenhuma nega a existência de Deus. Quando
considero quantas e quão maravilhosas coisas o homem compreende,
pesquisa e consegue realizar, então reconheço claramente que o espírito
humano é obra de Deus, e a mais notável.”
A edificação do ser integral
 No livro Missionários da Luz, André Luiz, pelo médium FCX, conclui:
 “Infere-se, pois, que Deus chama todos os filhos à cooperação
em sua obra augusta, mas somente os devotados, persistentes,
operosos e fiéis constroem QUALIDADES ETERNAS
que os tornam dignos de grandes tarefas.
 E reconhecendo-se que as qualidades são frutos de construções nossas,
nunca podemos esquecer que a escolha divina
começará pelo esforço de cada um.”
 A proposta espírita para o progresso do homem na Terra é:
 O conhecimento do mundo mental, espiritual e psicológico, ou seja,
o conhecimento de si mesmo e das Leis Universais!
 A edificação do ser integral:
a evolução consciente do homem e sua integração com o mundo espiritual.
Reforma íntima, pessoal e intransferível
 Nenhum dos que conhecem o Espiritismo, diretamente ou
por intermédio de outros, pode pretextar ignorância das Leis Naturais,
ou pode desculpar-se com a sua falta de instrução
ou com a obscuridade do sentido alegórico (parábolas).
 Aquele, pois, que NÃO O PÕE EM PRÁTICA para se melhorar,
que o admira apenas como interessante e curioso,
sem que seu coração seja tocado,
que não se faz menos fútil, menos orgulhoso,
menos egoísta, nem menos apegado aos bens materiais,
nem melhor para o seu próximo, é tanto mais culpado,
quanto teve maior facilidade para conhecer a verdade.
Qualidades eternas
 No livro RENOVANDO ATITUDES, de Hammed, psicografado pelo
médium Francisco do Espírito Santo Neto, encontramos a mensagem:
 “Não somos responsáveis por aquilo que não sabemos,
não sofreremos nenhum castigo por atos ou atitudes que ignoramos.
 Vale, porém, considerar que, à medida que nossa consciência se expande
e maior lucidez se faz em nossa mente,
maiores serão nossos compromissos perante a existência.
 Podemos pretextar ignorância, mas se tivermos consciência de nossos feitos
isso sempre será levado em conta.”
A batalha dos lobos
 Um velho índio conversava com seu neto a respeito da grande batalha íntima
que travamos entre o nosso lado bom e o lado mau, entre a sombra e a luz, o
velho índio começa assim:
 A batalha é entre os dois lobos que vivem dentro de todos nós.
 Um é Mau: é a raiva, inveja, ciúme, tristeza, desgosto, cobiça, arrogância,
pena de si mesmo, culpa, ressentimento, inferioridade, orgulho e ego.
 O outro lobo é Bom: é alegria, fraternidade, paz, esperança, serenidade,
humildade, bondade, benevolência, empatia, generosidade, verdade,
compaixão e fé.
 O neto do velho índio pensou nessa luta e perguntou ao avô:
- “Mas avô, qual é o lobo que vence? “
 O velho índio respondeu:
- "Aquele que você alimenta!“
 Concluiremos que o verdadeiro missionário de Deus deve provar que
o é pela sua superioridade, pela suas virtudes, pela sua grandeza,
pelos resultados e a influência moralizadora de suas obras.
 Os verdadeiros profetas se revelam pelos seus atos e são descobertos
pelos outros, enquanto os falsos profetas se apresentam por si mesmos
como enviados de Deus.
Prudência
Bom dia, sejam todos muito benvindos a nossa casa espírita,
para continuarmos o nosso estudo dos ensinamentos de Jesus Cristo!
Hoje vamos falar sobre o tema “Prudência”, retirado do Capítulo 21:
Falsos Cristos e falsos profetas; do livro ESE de Allan Kardec.
São Paulo, 27 de Outubro de 2015 – SEAC/CEEAK
Palestrante: Tiburcio Santos

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Trabalhadores Da úLtima Hora
Trabalhadores Da úLtima HoraTrabalhadores Da úLtima Hora
Trabalhadores Da úLtima Hora
Sergio Menezes
 
BEM AVENTURADOS OS PUROS DE CORAÇÃO
BEM AVENTURADOS OS PUROS DE CORAÇÃOBEM AVENTURADOS OS PUROS DE CORAÇÃO
BEM AVENTURADOS OS PUROS DE CORAÇÃO
Sergio Menezes
 
Orgulho e humildade
Orgulho e humildadeOrgulho e humildade
Orgulho e humildade
Fatoze
 
O CONSOLADOR PROMETIDO
O CONSOLADOR PROMETIDOO CONSOLADOR PROMETIDO
O CONSOLADOR PROMETIDO
Jorge Luiz dos Santos
 
Introducao ao Estudo do Evangelho Segundo o Espiritismo
Introducao ao Estudo do Evangelho Segundo o EspiritismoIntroducao ao Estudo do Evangelho Segundo o Espiritismo
Introducao ao Estudo do Evangelho Segundo o Espiritismo
CEVP - Divulgação
 
O Deus de cada um de nós
O Deus de cada um de nósO Deus de cada um de nós
O Deus de cada um de nós
Ricardo Azevedo
 
Evangeliza - Mediunidade com Jesus
Evangeliza - Mediunidade com JesusEvangeliza - Mediunidade com Jesus
Evangeliza - Mediunidade com Jesus
Antonino Silva
 
Palestra ESE cap 8 bem aventurados puros
Palestra ESE cap 8 bem aventurados purosPalestra ESE cap 8 bem aventurados puros
Palestra ESE cap 8 bem aventurados puros
Tiburcio Santos
 
Palestra Espírita - Ação da prece (transmissão do pensamento)
Palestra Espírita - Ação da prece (transmissão do pensamento)Palestra Espírita - Ação da prece (transmissão do pensamento)
Palestra Espírita - Ação da prece (transmissão do pensamento)
Divulgador do Espiritismo
 
O consolador prometido - n. 6
O consolador prometido - n. 6O consolador prometido - n. 6
O consolador prometido - n. 6
Graça Maciel
 
O Dever
O DeverO Dever
O Dever
CEENA_SS
 
Vida no mundo espiritual - O fenômeno da morte
Vida no mundo espiritual   - O fenômeno da morteVida no mundo espiritual   - O fenômeno da morte
Vida no mundo espiritual - O fenômeno da morte
Denise Aguiar
 
Dai gratuitamente...
Dai gratuitamente...Dai gratuitamente...
Dai gratuitamente...
Mirian De Lima Mendes
 
Cristo Consolador
Cristo ConsoladorCristo Consolador
Cristo Consolador
Sergio Menezes
 
Deixai brilhar a vossa luz
Deixai brilhar a vossa luzDeixai brilhar a vossa luz
Deixai brilhar a vossa luz
Ricardo Azevedo
 
Não se pode servir a deus e a mamon ppt
Não se pode servir a deus e a mamon pptNão se pode servir a deus e a mamon ppt
Não se pode servir a deus e a mamon ppt
Silvânio Barcelos
 
Os verdadeiros laços de familia
Os verdadeiros laços de familiaOs verdadeiros laços de familia
Os verdadeiros laços de familia
Graça Maciel
 
Evangelho Capítulo XXIV - Não por a candeia debaixo do alqueire
Evangelho Capítulo XXIV - Não por a candeia debaixo do alqueireEvangelho Capítulo XXIV - Não por a candeia debaixo do alqueire
Evangelho Capítulo XXIV - Não por a candeia debaixo do alqueire
grupodepaisceb
 
Ressurreição e Reencarnação (Palestra Espírita)
Ressurreição e Reencarnação (Palestra Espírita)Ressurreição e Reencarnação (Palestra Espírita)
Ressurreição e Reencarnação (Palestra Espírita)
Marcos Antônio Alves
 
Provas da existência deus
Provas da existência deusProvas da existência deus
Provas da existência deus
Denise Aguiar
 

Mais procurados (20)

Trabalhadores Da úLtima Hora
Trabalhadores Da úLtima HoraTrabalhadores Da úLtima Hora
Trabalhadores Da úLtima Hora
 
BEM AVENTURADOS OS PUROS DE CORAÇÃO
BEM AVENTURADOS OS PUROS DE CORAÇÃOBEM AVENTURADOS OS PUROS DE CORAÇÃO
BEM AVENTURADOS OS PUROS DE CORAÇÃO
 
Orgulho e humildade
Orgulho e humildadeOrgulho e humildade
Orgulho e humildade
 
O CONSOLADOR PROMETIDO
O CONSOLADOR PROMETIDOO CONSOLADOR PROMETIDO
O CONSOLADOR PROMETIDO
 
Introducao ao Estudo do Evangelho Segundo o Espiritismo
Introducao ao Estudo do Evangelho Segundo o EspiritismoIntroducao ao Estudo do Evangelho Segundo o Espiritismo
Introducao ao Estudo do Evangelho Segundo o Espiritismo
 
O Deus de cada um de nós
O Deus de cada um de nósO Deus de cada um de nós
O Deus de cada um de nós
 
Evangeliza - Mediunidade com Jesus
Evangeliza - Mediunidade com JesusEvangeliza - Mediunidade com Jesus
Evangeliza - Mediunidade com Jesus
 
Palestra ESE cap 8 bem aventurados puros
Palestra ESE cap 8 bem aventurados purosPalestra ESE cap 8 bem aventurados puros
Palestra ESE cap 8 bem aventurados puros
 
Palestra Espírita - Ação da prece (transmissão do pensamento)
Palestra Espírita - Ação da prece (transmissão do pensamento)Palestra Espírita - Ação da prece (transmissão do pensamento)
Palestra Espírita - Ação da prece (transmissão do pensamento)
 
O consolador prometido - n. 6
O consolador prometido - n. 6O consolador prometido - n. 6
O consolador prometido - n. 6
 
O Dever
O DeverO Dever
O Dever
 
Vida no mundo espiritual - O fenômeno da morte
Vida no mundo espiritual   - O fenômeno da morteVida no mundo espiritual   - O fenômeno da morte
Vida no mundo espiritual - O fenômeno da morte
 
Dai gratuitamente...
Dai gratuitamente...Dai gratuitamente...
Dai gratuitamente...
 
Cristo Consolador
Cristo ConsoladorCristo Consolador
Cristo Consolador
 
Deixai brilhar a vossa luz
Deixai brilhar a vossa luzDeixai brilhar a vossa luz
Deixai brilhar a vossa luz
 
Não se pode servir a deus e a mamon ppt
Não se pode servir a deus e a mamon pptNão se pode servir a deus e a mamon ppt
Não se pode servir a deus e a mamon ppt
 
Os verdadeiros laços de familia
Os verdadeiros laços de familiaOs verdadeiros laços de familia
Os verdadeiros laços de familia
 
Evangelho Capítulo XXIV - Não por a candeia debaixo do alqueire
Evangelho Capítulo XXIV - Não por a candeia debaixo do alqueireEvangelho Capítulo XXIV - Não por a candeia debaixo do alqueire
Evangelho Capítulo XXIV - Não por a candeia debaixo do alqueire
 
Ressurreição e Reencarnação (Palestra Espírita)
Ressurreição e Reencarnação (Palestra Espírita)Ressurreição e Reencarnação (Palestra Espírita)
Ressurreição e Reencarnação (Palestra Espírita)
 
Provas da existência deus
Provas da existência deusProvas da existência deus
Provas da existência deus
 

Destaque

Evangelho no-lar-blog
Evangelho no-lar-blogEvangelho no-lar-blog
Palestra Espírita - Os falsos profetas
Palestra Espírita - Os falsos profetasPalestra Espírita - Os falsos profetas
Palestra Espírita - Os falsos profetas
Divulgador do Espiritismo
 
História [1]..
História [1]..História [1]..
Taxi curitibano
Taxi curitibanoTaxi curitibano
Espiritismo
EspiritismoEspiritismo
Tua missao
Tua missaoTua missao
Amor de amigo
Amor de amigoAmor de amigo
Não desistas!
Não desistas!Não desistas!
Sindrome de down
Sindrome de downSindrome de down
Laseliai
LaseliaiLaseliai
Genios vegetarianos
Genios vegetarianosGenios vegetarianos
A nobreza humana
A nobreza humanaA nobreza humana
Jardim da
Jardim daJardim da
Eu tive que aceitar
Eu tive que aceitarEu tive que aceitar
Melhor mail
Melhor mailMelhor mail
Amizade
AmizadeAmizade
Apenas passe-adiante
Apenas passe-adianteApenas passe-adiante
A vida na_terra_(emmanuel)
A vida na_terra_(emmanuel)A vida na_terra_(emmanuel)
A vida na_terra_(emmanuel)
Associação Espírita Dom Feliciano
 

Destaque (20)

Evangelho no-lar-blog
Evangelho no-lar-blogEvangelho no-lar-blog
Evangelho no-lar-blog
 
Palestra Espírita - Os falsos profetas
Palestra Espírita - Os falsos profetasPalestra Espírita - Os falsos profetas
Palestra Espírita - Os falsos profetas
 
História [1]..
História [1]..História [1]..
História [1]..
 
Taxi curitibano
Taxi curitibanoTaxi curitibano
Taxi curitibano
 
Espiritismo
EspiritismoEspiritismo
Espiritismo
 
Tua missao
Tua missaoTua missao
Tua missao
 
Amor de amigo
Amor de amigoAmor de amigo
Amor de amigo
 
Não desistas!
Não desistas!Não desistas!
Não desistas!
 
Sindrome de down
Sindrome de downSindrome de down
Sindrome de down
 
Laseliai
LaseliaiLaseliai
Laseliai
 
Genios vegetarianos
Genios vegetarianosGenios vegetarianos
Genios vegetarianos
 
A nobreza humana
A nobreza humanaA nobreza humana
A nobreza humana
 
Sintonizacao+coletiva (1)
Sintonizacao+coletiva (1)Sintonizacao+coletiva (1)
Sintonizacao+coletiva (1)
 
Chocolate quente
Chocolate quenteChocolate quente
Chocolate quente
 
Jardim da
Jardim daJardim da
Jardim da
 
Eu tive que aceitar
Eu tive que aceitarEu tive que aceitar
Eu tive que aceitar
 
Melhor mail
Melhor mailMelhor mail
Melhor mail
 
Amizade
AmizadeAmizade
Amizade
 
Apenas passe-adiante
Apenas passe-adianteApenas passe-adiante
Apenas passe-adiante
 
A vida na_terra_(emmanuel)
A vida na_terra_(emmanuel)A vida na_terra_(emmanuel)
A vida na_terra_(emmanuel)
 

Semelhante a Palestra ESE 21 Falsos cristos e profetas

Apresentação da Doutrina Espírita e do Livro dos Espíritos.pptx
Apresentação da Doutrina Espírita e do Livro dos Espíritos.pptxApresentação da Doutrina Espírita e do Livro dos Espíritos.pptx
Apresentação da Doutrina Espírita e do Livro dos Espíritos.pptx
Marta Gomes
 
Espiritismo x evangelho
Espiritismo x evangelhoEspiritismo x evangelho
Espiritismo x evangelho
João Eduardo
 
Jornal A Voz Espírita - Edição Nº 32 - Comemorativa para o II Congresso Espír...
Jornal A Voz Espírita - Edição Nº 32 - Comemorativa para o II Congresso Espír...Jornal A Voz Espírita - Edição Nº 32 - Comemorativa para o II Congresso Espír...
Jornal A Voz Espírita - Edição Nº 32 - Comemorativa para o II Congresso Espír...
6º Conselho Espírita de Unificação
 
Caracteres do verdadeiro profeta.pptx
Caracteres do verdadeiro profeta.pptxCaracteres do verdadeiro profeta.pptx
Caracteres do verdadeiro profeta.pptx
SandroLuisFernandes2
 
Boletim 83
Boletim 83Boletim 83
Boletim 83
CEJG
 
Falsos Cristos - Falsos Profetas
Falsos Cristos  - Falsos ProfetasFalsos Cristos  - Falsos Profetas
Falsos Cristos - Falsos Profetas
Clea Alves
 
Doutrina Espírita
Doutrina EspíritaDoutrina Espírita
Doutrina Espírita
divinaluztk
 
O que é o espiritismo
O que é o espiritismoO que é o espiritismo
O que é o espiritismo
André Gonçalves
 
O livro dos médiuns - Sistemas
O livro dos médiuns -  SistemasO livro dos médiuns -  Sistemas
O livro dos médiuns - Sistemas
Ana Cláudia Leal Felgueiras
 
João nunes maia miramez - filosofia espirita i
João nunes maia   miramez - filosofia espirita iJoão nunes maia   miramez - filosofia espirita i
João nunes maia miramez - filosofia espirita i
havatar
 
6772159 joao-nunes-maia-espirito-miramez-filosofia-espirita-i
6772159 joao-nunes-maia-espirito-miramez-filosofia-espirita-i6772159 joao-nunes-maia-espirito-miramez-filosofia-espirita-i
6772159 joao-nunes-maia-espirito-miramez-filosofia-espirita-i
EWALDO DE SOUZA
 
Espiritismo e a casa esp+ìrita ii agosto 2010
Espiritismo e a casa esp+ìrita ii  agosto 2010Espiritismo e a casa esp+ìrita ii  agosto 2010
Espiritismo e a casa esp+ìrita ii agosto 2010
Alessandru2
 
Parábola dos Talentos - Propósito
Parábola dos Talentos - PropósitoParábola dos Talentos - Propósito
Parábola dos Talentos - Propósito
Ricardo Azevedo
 
A idéia da Comunicação com os Espíritos
A idéia da Comunicação com os EspíritosA idéia da Comunicação com os Espíritos
A idéia da Comunicação com os Espíritos
Eduardo Henrique Marçal
 
01 a idéia da comunicação com os espíritos
01 a idéia da comunicação com os espíritos01 a idéia da comunicação com os espíritos
01 a idéia da comunicação com os espíritos
Antonio SSantos
 
Canalização
CanalizaçãoCanalização
Canalização
Pastor Robson Colaço
 
Gnose-Philip Gardiner
Gnose-Philip GardinerGnose-Philip Gardiner
Gnose-Philip Gardiner
RODRIGO ORION
 
Palestra FV64 Semeadores
Palestra FV64 SemeadoresPalestra FV64 Semeadores
Palestra FV64 Semeadores
Tiburcio Santos
 
Contrafp2005
Contrafp2005Contrafp2005
Contrafp2005
Alice Lirio
 
04 - O Consolador
04 - O Consolador04 - O Consolador
04 - O Consolador
Isaias Oliveira
 

Semelhante a Palestra ESE 21 Falsos cristos e profetas (20)

Apresentação da Doutrina Espírita e do Livro dos Espíritos.pptx
Apresentação da Doutrina Espírita e do Livro dos Espíritos.pptxApresentação da Doutrina Espírita e do Livro dos Espíritos.pptx
Apresentação da Doutrina Espírita e do Livro dos Espíritos.pptx
 
Espiritismo x evangelho
Espiritismo x evangelhoEspiritismo x evangelho
Espiritismo x evangelho
 
Jornal A Voz Espírita - Edição Nº 32 - Comemorativa para o II Congresso Espír...
Jornal A Voz Espírita - Edição Nº 32 - Comemorativa para o II Congresso Espír...Jornal A Voz Espírita - Edição Nº 32 - Comemorativa para o II Congresso Espír...
Jornal A Voz Espírita - Edição Nº 32 - Comemorativa para o II Congresso Espír...
 
Caracteres do verdadeiro profeta.pptx
Caracteres do verdadeiro profeta.pptxCaracteres do verdadeiro profeta.pptx
Caracteres do verdadeiro profeta.pptx
 
Boletim 83
Boletim 83Boletim 83
Boletim 83
 
Falsos Cristos - Falsos Profetas
Falsos Cristos  - Falsos ProfetasFalsos Cristos  - Falsos Profetas
Falsos Cristos - Falsos Profetas
 
Doutrina Espírita
Doutrina EspíritaDoutrina Espírita
Doutrina Espírita
 
O que é o espiritismo
O que é o espiritismoO que é o espiritismo
O que é o espiritismo
 
O livro dos médiuns - Sistemas
O livro dos médiuns -  SistemasO livro dos médiuns -  Sistemas
O livro dos médiuns - Sistemas
 
João nunes maia miramez - filosofia espirita i
João nunes maia   miramez - filosofia espirita iJoão nunes maia   miramez - filosofia espirita i
João nunes maia miramez - filosofia espirita i
 
6772159 joao-nunes-maia-espirito-miramez-filosofia-espirita-i
6772159 joao-nunes-maia-espirito-miramez-filosofia-espirita-i6772159 joao-nunes-maia-espirito-miramez-filosofia-espirita-i
6772159 joao-nunes-maia-espirito-miramez-filosofia-espirita-i
 
Espiritismo e a casa esp+ìrita ii agosto 2010
Espiritismo e a casa esp+ìrita ii  agosto 2010Espiritismo e a casa esp+ìrita ii  agosto 2010
Espiritismo e a casa esp+ìrita ii agosto 2010
 
Parábola dos Talentos - Propósito
Parábola dos Talentos - PropósitoParábola dos Talentos - Propósito
Parábola dos Talentos - Propósito
 
A idéia da Comunicação com os Espíritos
A idéia da Comunicação com os EspíritosA idéia da Comunicação com os Espíritos
A idéia da Comunicação com os Espíritos
 
01 a idéia da comunicação com os espíritos
01 a idéia da comunicação com os espíritos01 a idéia da comunicação com os espíritos
01 a idéia da comunicação com os espíritos
 
Canalização
CanalizaçãoCanalização
Canalização
 
Gnose-Philip Gardiner
Gnose-Philip GardinerGnose-Philip Gardiner
Gnose-Philip Gardiner
 
Palestra FV64 Semeadores
Palestra FV64 SemeadoresPalestra FV64 Semeadores
Palestra FV64 Semeadores
 
Contrafp2005
Contrafp2005Contrafp2005
Contrafp2005
 
04 - O Consolador
04 - O Consolador04 - O Consolador
04 - O Consolador
 

Mais de Tiburcio Santos

Palestra ESE25 buscai e achareis
Palestra ESE25   buscai e achareis Palestra ESE25   buscai e achareis
Palestra ESE25 buscai e achareis
Tiburcio Santos
 
Palestra pao nosso 64 melhor sofrer no bem
Palestra pao nosso 64   melhor sofrer no bem Palestra pao nosso 64   melhor sofrer no bem
Palestra pao nosso 64 melhor sofrer no bem
Tiburcio Santos
 
Palestra ESE cap17 Sede perfeitos
Palestra ESE cap17 Sede perfeitosPalestra ESE cap17 Sede perfeitos
Palestra ESE cap17 Sede perfeitos
Tiburcio Santos
 
Palestra ese 15 fora da caridade 20160824 v1
Palestra ese 15 fora da caridade 20160824 v1Palestra ese 15 fora da caridade 20160824 v1
Palestra ese 15 fora da caridade 20160824 v1
Tiburcio Santos
 
Palestra boa nova o bom servo 20160820 v2
Palestra boa nova   o bom servo 20160820 v2Palestra boa nova   o bom servo 20160820 v2
Palestra boa nova o bom servo 20160820 v2
Tiburcio Santos
 
Curso ESDE cap3 separação da alma e do corpo 20160801 v2
Curso ESDE cap3 separação da alma e do corpo 20160801 v2Curso ESDE cap3 separação da alma e do corpo 20160801 v2
Curso ESDE cap3 separação da alma e do corpo 20160801 v2
Tiburcio Santos
 
Palestra ESE13 que a mão esquerda...
Palestra ESE13 que a mão esquerda... Palestra ESE13 que a mão esquerda...
Palestra ESE13 que a mão esquerda...
Tiburcio Santos
 
Palestra ESE cap 6 cristo consolador
Palestra ESE cap 6 cristo consoladorPalestra ESE cap 6 cristo consolador
Palestra ESE cap 6 cristo consolador
Tiburcio Santos
 
Palestra ESE cap 7 pobres espirito
Palestra ESE cap 7 pobres espiritoPalestra ESE cap 7 pobres espirito
Palestra ESE cap 7 pobres espirito
Tiburcio Santos
 
Palestra ESE cap 10 Bem-aventurados os misericordiosos
Palestra ESE cap 10 Bem-aventurados os misericordiososPalestra ESE cap 10 Bem-aventurados os misericordiosos
Palestra ESE cap 10 Bem-aventurados os misericordiosos
Tiburcio Santos
 
Palestra ese 03 muitas moradas 20160223 v3
Palestra ese 03   muitas moradas  20160223 v3Palestra ese 03   muitas moradas  20160223 v3
Palestra ese 03 muitas moradas 20160223 v3
Tiburcio Santos
 
Curso de passe centro de força 2011113 v1
Curso de passe   centro de força 2011113 v1Curso de passe   centro de força 2011113 v1
Curso de passe centro de força 2011113 v1
Tiburcio Santos
 

Mais de Tiburcio Santos (12)

Palestra ESE25 buscai e achareis
Palestra ESE25   buscai e achareis Palestra ESE25   buscai e achareis
Palestra ESE25 buscai e achareis
 
Palestra pao nosso 64 melhor sofrer no bem
Palestra pao nosso 64   melhor sofrer no bem Palestra pao nosso 64   melhor sofrer no bem
Palestra pao nosso 64 melhor sofrer no bem
 
Palestra ESE cap17 Sede perfeitos
Palestra ESE cap17 Sede perfeitosPalestra ESE cap17 Sede perfeitos
Palestra ESE cap17 Sede perfeitos
 
Palestra ese 15 fora da caridade 20160824 v1
Palestra ese 15 fora da caridade 20160824 v1Palestra ese 15 fora da caridade 20160824 v1
Palestra ese 15 fora da caridade 20160824 v1
 
Palestra boa nova o bom servo 20160820 v2
Palestra boa nova   o bom servo 20160820 v2Palestra boa nova   o bom servo 20160820 v2
Palestra boa nova o bom servo 20160820 v2
 
Curso ESDE cap3 separação da alma e do corpo 20160801 v2
Curso ESDE cap3 separação da alma e do corpo 20160801 v2Curso ESDE cap3 separação da alma e do corpo 20160801 v2
Curso ESDE cap3 separação da alma e do corpo 20160801 v2
 
Palestra ESE13 que a mão esquerda...
Palestra ESE13 que a mão esquerda... Palestra ESE13 que a mão esquerda...
Palestra ESE13 que a mão esquerda...
 
Palestra ESE cap 6 cristo consolador
Palestra ESE cap 6 cristo consoladorPalestra ESE cap 6 cristo consolador
Palestra ESE cap 6 cristo consolador
 
Palestra ESE cap 7 pobres espirito
Palestra ESE cap 7 pobres espiritoPalestra ESE cap 7 pobres espirito
Palestra ESE cap 7 pobres espirito
 
Palestra ESE cap 10 Bem-aventurados os misericordiosos
Palestra ESE cap 10 Bem-aventurados os misericordiososPalestra ESE cap 10 Bem-aventurados os misericordiosos
Palestra ESE cap 10 Bem-aventurados os misericordiosos
 
Palestra ese 03 muitas moradas 20160223 v3
Palestra ese 03   muitas moradas  20160223 v3Palestra ese 03   muitas moradas  20160223 v3
Palestra ese 03 muitas moradas 20160223 v3
 
Curso de passe centro de força 2011113 v1
Curso de passe   centro de força 2011113 v1Curso de passe   centro de força 2011113 v1
Curso de passe centro de força 2011113 v1
 

Último

DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
ESCRIBA DE CRISTO
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Igreja Jesus é o Verbo
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Lourhana
 
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução AnimicaEscola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
AlessandroSanches8
 
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
ESCRIBA DE CRISTO
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
ayronleonardo
 
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptxA CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
JonasRibeiro61
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Celso Napoleon
 
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
ESCRIBA DE CRISTO
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Celso Napoleon
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
ESCRIBA DE CRISTO
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
WELITONNOGUEIRA3
 
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos AgricultoresOração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Nilson Almeida
 
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
ESCRIBA DE CRISTO
 
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
ESCRIBA DE CRISTO
 
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Igreja Jesus é o Verbo
 

Último (16)

DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
 
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução AnimicaEscola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
 
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
 
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptxA CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
 
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
 
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos AgricultoresOração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
 
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
 
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
 
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
 

Palestra ESE 21 Falsos cristos e profetas

  • 1. Prudência Bom dia, sejam todos muito benvindos a nossa casa espírita, para continuarmos o nosso estudo dos ensinamentos de Jesus Cristo! Hoje vamos falar sobre o tema “Prudência”, retirado do Capítulo 21: Falsos Cristos e falsos profetas; do livro ESE de Allan Kardec. São Paulo, 27 de Outubro de 2015 – SEAC/CEEAK Palestrante: Tiburcio Santos
  • 2. Nossa Casa Espírita S.E.A.C. = Sopa, Esperança, Amor e Caridade  Assistência SOCIAL: sopa, cestas Natal, Dia das crianças, etc...  Assistência ESPIRITUAL: passes e palestras Alimento para o corpo e para a alma!
  • 3. Nossa Casa Espírita C.E.E.A.K. = Centro de Estudos Espíritas Allan Kardec ESTUDOS: diversos cursos de evangelização espírita. Sem fins lucrativos... trabalho 100% voluntário!
  • 4. Espiritismo: a terceira revelação  O Espiritismo se declara como a terceira revelação:  Primeira: MOISÉS: crença em um único Deus,  Segunda: JESUS: amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesmo; e  Terceira: ESPIRITISMO: o Espírito da Verdade, organizado por Kardec.
  • 5. O tríplice aspecto  O Espiritismo possui o tríplice aspecto:  o RELIGIOSO: somos todos cristãos - seguidores de Jesus,  o CIENTÍFICO: que é a fé raciocinada; e  o FILOSÓFICO: recomendações e regras de conduta.
  • 6. Prece de abertura  Vamos então RESPIRAR profundamente, desligando momentaneamente dos sentidos materiais, para uma ligação mais rápida e verdadeira com o plano espiritual, fechando levemente nossos olhos, e elevando nosso pensamento à Jesus.
  • 7. Prece de abertura  Pedimos à Jesus - nosso irmão maior e modelo - que, juntamente com os mensageiros, espíritos simpatizantes e protetores, nos leve até a PRESENÇA DE DEUS; e juntos oremos:  “Amado Deus, pedimos que nos ajude a compreender as mensagens de hoje e receber os benefícios desta assistência criando as melhores condições no meu corpo, mente e espírito.  Que assim seja, graças a Deus!!
  • 8. A palestra  A partir da entrada no salão, já estamos sendo assistidos; esta palestra é parte integrante do passe, e foi desenvolvida a partir do Evangelho de Jesus, sob a interpretação espírita.  Convido a todos para RETORNAR AO SALÃO, após o passe.  É com muita alegria que convido vcs para estudarmos o ESE, junto com os amigos espirituais aqui presentes; pois desde a nossa decisão de vir ao SEAC hoje, já estamos sendo acompanhados dos nossos anjos protetores e diversos espíritos (simpatizantes ou não), que atraímos segundo nossos pensamentos e ações.
  • 9. O Pentateuco Espírita  AK, reunindo revelações do mundo todo, elaborou muitos livros, principalmente os cinco livros básicos que compõem a Doutrina Espírita, chamados de Pentateuco Espírita:  Livro dos Espíritos (1857)  Livro dos Médiuns (1861)  O Evangelho segundo o Espiritismo (ESE) (1864)  O Céu e o Inferno (1865)  A Gênese (1868)  O que é o Espiritismo? Obras póstumas
  • 10. O ensinamento dos Espíritos  Além de não ser suficientemente difundido o Evangelho senão entre as seitas cristãs, mesmo entre estas, quantas pessoas existem que não o lêem, e entre as que o lêem, quantas NÃO O COMPREENDEM!  O ensinamento dos Espíritos, que reproduz essas máximas sob diferentes formas, que as desenvolve e comenta, pondo-as ao alcance de todos, não é circunscrito. Assim, todos, letrados ou não, crentes ou descrentes, cristãos ou não cristãos, podem recebê-lo, pois os Espíritos se comunicam por toda à parte.
  • 11. O estudo do ESE  O ESE é uma seleção de PASSAGENS DA BÍBLIA, organizadas de acordo com temas retirados dos 4 evangelhos, e contendo a explicação das máximas morais do Cristo, sua concordância com o Espiritismo e sua aplicação às diversas situações da vida.  Hoje abordaremos os tópicos:  Os falsos profetas Caracteres do verdadeiro profeta  Os falsos profetas da erraticidade Jeremias e os falsos profetas
  • 12. Profeta: predizer o futuro  A palestra de hoje aborda a questão do uso indevido das faculdades mediúnicas e da exploração da fé e da ingenuidade das pessoas.  Vamos começar analisando o significado da palavra Prophetes, vem do grego e é a pessoa que fala em lugar de outra, ou seja, porta-voz.  Houve profetas, entretanto, que tiveram o pressentimento do futuro, seja por intuição ou por revelação providencial, a fim de transmitirem advertências aos homens.  Como essas predições se realizaram, o dom de PREDIZER O FUTURO foi considerado como um dos atributos da qualidade de profeta.
  • 13. Profeta: missão de instruir os homens  No Cap XXI do ESE, temos a seguinte mensagem:  Atribui-se geralmente aos profetas o dom de revelar o futuro, de modo que as palavras profecia e predição se tornaram sinônimas.  No sentido evangélico, a palavra profeta tem uma significação mais ampla, aplicando-se a todo enviado de Deus, com a missão de instruir os homens e de lhes revelar as coisas ocultas, os MISTÉRIOS DA VIDA ESPIRITUAL.
  • 14. Os falsos profetas: a ingenuidade das pessoas  Quem são então os falsos profetas?  “Desde todos os tempos, certos homens exploram, em proveito de sua ambição, de seus interesses e de seu desejo de dominação, certos conhecimentos que possuíam, para conseguirem o prestígio de um poder supostamente sobre-humano ou de uma pretensa missão divina.”  Na 1ª. Epístola de João 4:1, temos: “Não creais EM QUALQUER ESPÍRITO; experimentai se os espíritos são de Deus, porquanto muitos falsos profetas se têm levantado no mundo”.
  • 15. Os falsos dons espirituais  Quem são os falsos profetas?  São todos aqueles que CONSCIENTES DO QUE FAZEM e conhecedores da verdade negam o erro por orgulho, interesse, e até por maldade.  São egoístas, astuciosos, intolerantes e fanáticos.  Servem-se de todos os meios para prevalecer suas ideias, confundindo as almas simples e confiantes.  Esses “falsos profetas” valem-se do nome de Deus e de Jesus para alcançar os seus objetivos. Exploram os conhecimentos que possuem em proveito de sua ambição e de seu lucro.
  • 16. Os falsos dons espirituais  Fui num desses falsos profetas:  Bati na porta fechada: Toc, toc!  Perguntou: Quem é?  Fui embora! Kkkkk  No ESE, Cap. XXVI; Item 4, Allan Kardec, nos diz:  "Deus não vende os benefícios que concede... não subordina à uma soma de dinheiro um ato de clemência, de bondade, de justiça de sua misericórdia.  Se achamos imoral pagarmos para termos a proteção de um poderoso da Terra, seria correto pagarmos pela ajuda do Criador do Universo?"
  • 17. Consultórios espirituais  Vejamos esta histórinha de Richard Simonetti, presente na obra “Uma razão para viver”:  Um homem foi até um desses “consultórios espirituais”, aproximou-se do médium que havia incorporado um espírito e disse assim:  Olha, eu cansei de ser pobre. O senhor tem que me ajudar, preciso dar um jeito na minha vida.  O que o senhor quer que eu faça?  Ah! Eu quero ganhar na loteria.  Ah! Mas é muito difícil.  Mas eu sei que você pode conseguir. Por favor, eu preciso.  O espírito silenciou e depois recomendou:  Está bem, amanhã jogue o número 23.492.  Então, o protegido, muito animado, vendeu o seu televisor que estava velho, o jogo de sofá, emprestou dinheiro de seus amigos, apropriou-se do salário da filha, e fez o jogo recomendado. Certo que era o mais novo milionário.  À tarde, na hora do sorteio ligou o rádio e ouviu:  Vinte e três mil... Meu Deus, exclamou. Vai dar! Vai dar! Quatrocentos e noventa e...Estou rico, já ganhei!!! Quatrocentos e noventa e três.  Três!!! Está errado. É dois.
  • 18. Consultórios espirituais (cont.)  E o locutor repetiu que o bilhete premiado era o 23.493.  Ele não se conformava. Houve um engano, dizia ele. Telefonou para a emissora e não havia o erro. Perdera por um único algarismo, enterrando-se em dívidas e muito mais preocupações.  Então, correu até o guia.  Uma desgraça! Joguei o que eu não possuía e perdi. Mas o que houve? O senhor recomendou 23.492 e deu 23.493.  Então o espírito, cheio de animação, respondeu:  Ah! Meu filho. Fico feliz, quase acertamos. Talvez dê certo na próxima...  Fora apenas um palpite.  Desconfiai dos falsos profetas!  Esta recomendação é útil em todos os tempos, mas sobretudo nos momentos de transição, em que, como neste, se elabora uma transformação da humanidade.  Porque nesses momentos uma multidão de ambiciosos e farsantes se arvoram em reformadores e messias.
  • 19. 19
  • 20. 20
  • 21. 21
  • 22. Emancipação da Humanidade  Esses profetas (falsos) que se apresentam como o Cristo revelam todas as suas virtudes? Não.  Espíritos orgulhosos que, fingindo amor e caridade, semeiam a desunião e retardam o trabalho de emancipação da Humanidade, impingindo-lhe os seus sistemas absurdos, através dos médiuns que os servem.  Esses falsos profetas, para melhor fascinar os que desejam enganar, e para dar maior importância às suas teorias, disfarçam-se inescrupulosamente com nomes que os homens só pronunciam com respeito.  É pela obra que se conhece o obreiro. Todo aquele que prega e aconselha a boa moral, mas não a pratica, também é um falso profeta.
  • 23. Profetas verdadeiros: meios de diferenciar  Para fazer avançar a humanidade, moral e intelectualmente, são necessários homens superiores em inteligência e moralidade!  Pelo trabalho: fruto da árvore.  Pelo caráter da pessoa.  Os verdadeiros profetas não viviam à custa dos segredos que Deus lhes comunicava.  Tinham o seu trabalho, a sua missão na Terra e a sua missão espiritual.  Pode-se dizer que eram orientadores do povo, mas não viviam das consultas futuristas.  Pela finalidade do que é revelado.  Os profetas de Deus não sabiam tudo, sabiam apenas aquilo que Ele lhes desvendava e com uma intenção bem definida: prepará-los para que fossem mais dignos Dele, sabendo o que era preciso fazer para vencer os obstáculos que se colocavam entre o povo e o Pai.  Pela importância da revelação.  Os profetas não andavam sempre a incomodar o Pai para saberem das coisas comezinhas do dia a dia.  Preocupavam-se com o futuro do povo e o aperfeiçoamento da sua relação com Deus.
  • 24. Conhecimentos das Leis Naturais  A DIFUSÃO DOS CONHECIMENTOS vem desacreditá-los, de maneira que o número de profetas diminui, à medida que os homens se esclarecem.  No Cap XXI do ESE, temos a seguinte mensagem:  Aos olhos do povo, todo fenômeno cuja causa é desconhecida passa por sobrenatural, maravilhoso e miraculoso.  Conhecida a causa, reconhece-se que o fenômeno, por mais extraordinário que pareça, não é mais do que a aplicação de uma determinada lei da natureza.
  • 25. O entendimento das Leis Naturais  ENTENDER AS LEIS NATURAIS nos ajudará a controlar nossos pensamentos e emoções.  Vocês podem me ajudar a listar algumas dessas Leis?  Lei de causa e efeito: toda ação tem uma reação ou consequência, e “colhemos o que semeamos”, pois nada acontece por acaso ou fora das leis universais.  Lei do Trabalho e do Progresso: de simples e ignorantes a arcanjos!  Lei da Justiça, do Amor e da Caridade: o caminho, a verdade e a vida.
  • 26. Tudo no universo é energia  Cada um de nós pode mudar, ou dirigir, as energias em nossas vidas através da compreensão das LEIS NATURAIS e aplicar os princípios de tal forma a efetuar uma mudança para melhor.  As Leis Naturais estão interligadas e são fundadas no entendimento de que tudo no universo é energia, inclusive nós.  Nossos pensamentos, sentimentos, palavras e ações são todas formas de energia que, por sua vez, atraem energias semelhantes.
  • 27. Conhecer a si próprio  Tudo o que fazemos, dizemos, pensamos e acreditamos afeta os outros e o universo que nos rodeia.  No Livro dos Espíritos de AK, temos a pergunta 621 que diz:  Onde está escrita a Lei de Deus? R. Na consciência do ser.  Galileu Galilei: “CONHECER A SI PRÓPRIO é o maior saber.”  “A ciência humana de maneira nenhuma nega a existência de Deus. Quando considero quantas e quão maravilhosas coisas o homem compreende, pesquisa e consegue realizar, então reconheço claramente que o espírito humano é obra de Deus, e a mais notável.”
  • 28. A edificação do ser integral  No livro Missionários da Luz, André Luiz, pelo médium FCX, conclui:  “Infere-se, pois, que Deus chama todos os filhos à cooperação em sua obra augusta, mas somente os devotados, persistentes, operosos e fiéis constroem QUALIDADES ETERNAS que os tornam dignos de grandes tarefas.  E reconhecendo-se que as qualidades são frutos de construções nossas, nunca podemos esquecer que a escolha divina começará pelo esforço de cada um.”  A proposta espírita para o progresso do homem na Terra é:  O conhecimento do mundo mental, espiritual e psicológico, ou seja, o conhecimento de si mesmo e das Leis Universais!  A edificação do ser integral: a evolução consciente do homem e sua integração com o mundo espiritual.
  • 29. Reforma íntima, pessoal e intransferível  Nenhum dos que conhecem o Espiritismo, diretamente ou por intermédio de outros, pode pretextar ignorância das Leis Naturais, ou pode desculpar-se com a sua falta de instrução ou com a obscuridade do sentido alegórico (parábolas).  Aquele, pois, que NÃO O PÕE EM PRÁTICA para se melhorar, que o admira apenas como interessante e curioso, sem que seu coração seja tocado, que não se faz menos fútil, menos orgulhoso, menos egoísta, nem menos apegado aos bens materiais, nem melhor para o seu próximo, é tanto mais culpado, quanto teve maior facilidade para conhecer a verdade.
  • 30. Qualidades eternas  No livro RENOVANDO ATITUDES, de Hammed, psicografado pelo médium Francisco do Espírito Santo Neto, encontramos a mensagem:  “Não somos responsáveis por aquilo que não sabemos, não sofreremos nenhum castigo por atos ou atitudes que ignoramos.  Vale, porém, considerar que, à medida que nossa consciência se expande e maior lucidez se faz em nossa mente, maiores serão nossos compromissos perante a existência.  Podemos pretextar ignorância, mas se tivermos consciência de nossos feitos isso sempre será levado em conta.”
  • 31. A batalha dos lobos  Um velho índio conversava com seu neto a respeito da grande batalha íntima que travamos entre o nosso lado bom e o lado mau, entre a sombra e a luz, o velho índio começa assim:  A batalha é entre os dois lobos que vivem dentro de todos nós.  Um é Mau: é a raiva, inveja, ciúme, tristeza, desgosto, cobiça, arrogância, pena de si mesmo, culpa, ressentimento, inferioridade, orgulho e ego.  O outro lobo é Bom: é alegria, fraternidade, paz, esperança, serenidade, humildade, bondade, benevolência, empatia, generosidade, verdade, compaixão e fé.  O neto do velho índio pensou nessa luta e perguntou ao avô: - “Mas avô, qual é o lobo que vence? “  O velho índio respondeu: - "Aquele que você alimenta!“  Concluiremos que o verdadeiro missionário de Deus deve provar que o é pela sua superioridade, pela suas virtudes, pela sua grandeza, pelos resultados e a influência moralizadora de suas obras.  Os verdadeiros profetas se revelam pelos seus atos e são descobertos pelos outros, enquanto os falsos profetas se apresentam por si mesmos como enviados de Deus.
  • 32. Prudência Bom dia, sejam todos muito benvindos a nossa casa espírita, para continuarmos o nosso estudo dos ensinamentos de Jesus Cristo! Hoje vamos falar sobre o tema “Prudência”, retirado do Capítulo 21: Falsos Cristos e falsos profetas; do livro ESE de Allan Kardec. São Paulo, 27 de Outubro de 2015 – SEAC/CEEAK Palestrante: Tiburcio Santos