SlideShare uma empresa Scribd logo
Deus, ou quer impedir os males e não
pode, ou pode e não quer, ou não quer nem
pode, ou quer e pode. Se quer e não pode, é
impotente: o que é impossível em Deus. Se
pode e não quer, é invejoso: o que, do mesmo
modo, é contrário a Deus. Se nem quer nem
pode, é invejoso e impotente: portanto, nem
sequer é Deus. Se pode e quer, o que é a única
coisa compatível com Deus, donde provém
então a existência dos males? Por que razão é
que não os impede?
                                  Epicuro, 341/270 a.C
1º- Amar a Deus sobre todas as coisas.
2º - Não invocar o nome de Deus em vão.
3º - Guardar domingos e festas de guarda.
4º - Honrar pai e mãe.
5º - Não matar
6º - Não pecar contra a castidade.
7º - Não roubar
8º - Não levantar falso testemunho
9º - Não desejar a mulher do próximo
10º - Não cobiçar as coisas alheias
Não se achará entre ti quem faça passar pelo
fogo o seu filho ou a sua filha, nem adivinhador, nem
prognosticador, nem agoureiro, nem feiticeiro; nem
encantador, nem necromante, nem mágico, nem
quem consulte os mortos; pois todo aquele que faz
tal cousa é abominação ao Senhor; e por tais
abominações o Senhor teu Deus os lança de diante
de ti. (Dt 18,10-12).
    Não se dirijam aos necromantes , nem consultem
adivinhos, porque eles tornariam vocês impuros. Eu
sou Javé, o Deus de vocês. (Lv 19,31).
    A necromancia ou nigromancia é um termo que
    etimologicamente advém do Grego: "morte" (necro) e
    "adivinhação (mancia).[1] e que consiste a adivinhação
    mediante a consulta aos mortos e seus espíritos ou cadáveres.
Quando disserem a vocês: ‘Consultem
os espíritos e adivinhos, que sussurram e
murmuram fórmulas; por acaso, um povo
não deve consultar seus deuses e
consultar os mortos em favor dos vivos?’,
comparem com a instrução e o atestado:
se o que disserem não estiver de acordo
com o que aí está, então não haverá
aurora para eles.
                                   (Is 8,19-20).
Se a alma é imaterial, tem de passar, após
essa vida, a um mundo igualmente invisível e
imaterial, do mesmo modo que o corpo,
decompondo-se, volta à matéria. Muito importa,
no entanto, distinguir bem a alma pura,
verdadeiramente imaterial, que se alimente,
como Deus, de ciência e pensamentos, da alma
mais ou menos maculada de impurezas
materiais, que a impedem de elevar-se para o
divino e a retém nos lugares da sua estada na
Terra.
Se a morte fosse a dissolução completa
do homem, muito ganhariam com a morte
os maus, pois se veriam livres, ao mesmo
tempo, do corpo, da alma e dos vícios.
Aquele que guarnecer a alma, não de
ornatos estranhos, mas com os que lhe são
próprios, só esse poderá aguardar
tranquilamente a hora da sua partida para
o outro mundo.
O corpo conserva bem impressos os vestígios dos
cuidados de que foi objeto e dos acidentes que sofreu.
Dá-se o mesmo com a alma. Quando despida do corpo,
ela guarda, evidentes, os traços do seu caráter, de suas
afeições e as marcas que lhe deixaram todos os atos de
sua vida. Assim, a maior desgraça que pode acontecer
ao homem é ir para o outro mundo com a alma
carregada de crimes. [...] De tantas opiniões diversas, a
única que permanece inabalável é a de que mais vale
receber do que cometer uma injustiça e que, acima de
tudo, devemos cuidar, não de parecer, mas de ser
homem de bem.
Não penseis que eu
tenha vindo destruir a lei
e os profetas: Não vim
destruir, mas cumpri-los.
             Mateus, Cap. V, vv.17



Meu reino não é deste
mundo.
          São João, Cap.XVIII , vv.34



Há muitas moradas na
casa do meu Pai.
            São João, Cap. XIV, vv.1
Se me amais, guardai os meus mandamentos; e
eu rogarei a meu Pai e ele vos enviará outro
Consolador, a fim de que fique eternamente
convosco: - O Espírito de Verdade, que o mundo não
pode receber, porque o não vê e absolutamente o
não conhece. Mas, quanto a vós, conhecê-lo-eis,
porque ficará convosco e estará em vós. - Porém, o
Consolador, que é o Santo Espírito, que meu Pai
enviará em meu nome, vos ensinará todas as coisas
e vos fará recordar tudo o que vos tenho dito.

                             São João, cap.XIV, vv. 15 a 17 e 26.
Foi em 1854,
que ouvi falar,
pela primeira
vez, das mesas
girantes.
Nasceu em 03 de outubro de 1804.
    Foi educador, escritor e tradutor francês.
    Sob o pseudônimo de Allan Kardec,
notabilizou-se    como       codificador    do
espiritismo (neologismo por ele criado,
também denominado de Doutrina Espírita.
A precisão das respostas e a correlação que
denotavam com as perguntas causaram espanto. O ser
misterioso que assim respondia, interrogado sobre a sua
natureza, declarou que era Espírito ou Gênio, declinou um
nome e prestou diversas informações a seu respeito. Há
aqui uma circunstância muito importante, que se deve
assinalar. É que ninguém imaginou os Espíritos como
meio de explicar o fenômeno; foi o próprio fenômeno que
revelou a palavra. [...] Tal meio de correspondência era,
porém, demorado e incômodo. O Espírito (e isto constitui
nova circunstância digna de nota) indicou outro. Foi um
desses seres invisíveis quem aconselhou a adaptação de
um lápis a uma cesta ou a outro objeto.[...]

                Livro dos Espíritos, Introdução, pág. 20, item V
O conselho foi dado simultaneamente na América,
na França e em diversos outros países. A cesta ou a
prancheta só podem ser postas em movimento debaixo
da influência de certas pessoas, dotadas, para isso, de
um poder especial, as quais se designam pelo nome de
médiuns, isto é - meios ou intermediários entre os
Espíritos e os homens. As condições que dão esse poder
resultam de causas ao mesmo tempo físicas e morais,
ainda imperfeitamente conhecidas, porquanto há
médiuns de todas as idades, de ambos os sexos e em
todos os graus de desenvolvimento intelectual. É,
todavia, uma faculdade que se desenvolve pelo
exercício.
               Livro dos Espíritos, Introdução, pág. 20, item V
Um dos primeiros resultados de minhas
observações foi que os Espíritos, não sendo
outros senão as almas dos homens, não tinham a
soberana sabedoria, nem a soberana ciência; que
o seu saber estava limitado ao grau de seu
adiantamento, e que a sua opinião não tinha
senão o valor de uma opinião pessoal. Essa
verdade, reconhecida desde o princípio, me
preservou do grande escolho de crer em sua
infalibilidade, e me impediu de formular teorias
prematuras sobre o dizer de um só ou de alguns.
                                 Obras Póstumas, pág. 240.
A Doutrina Espírita transforma completamente
a perspectiva do futuro. A vida futura deixa de ser
uma hipótese para ser realidade. O estado das
almas depois da morte não é mais um sistema,
porém o resultado da observação. Ergueu-se o
véu; o mundo espiritual apareceu-nos na plenitude
de sua realidade prática; não foram os homens
que o descobriram pelo esforço de uma concepção
engenhosa, são os próprios habitantes deste
mundo que nos vêm descrever a sua situação.

                                           Allan Kardec
Existência de Deus
Imortalidade da alma
Reencarnação
Esquecimento do passado
Comunicabilidade dos Espíritos
Lei da Evolução
Lei Moral
As religiões estão focadas no “como” fazer.
Quando dizemos que o Espiritismo é uma religião,
forçamos uma visão inadequada da sua natureza,
que não é a de determinar “como” cada um deve
trilhar o seu caminho, mas sim onde se precisa
chegar. Segundo o ilustre pedagogo lionês,“o
objetivo essencial do Espiritismo é o melhoramento
dos homens. É “tornar melhores aqueles que o
compreendem” .
    Insistimos mais uma vez para que se perceba que
essas palavras encerram “o que” deve ser
perseguido apenas.
Não será à opinião de um homem que se aliarão os
outros, mas à voz unânime dos Espíritos; não será um
homem, nem nós, nem qualquer outro que fundará a
ortodoxia (A palavra vem do grego "orthós" <retos> e
"dóxa", <opinião>. dai esta palavra veio a indicar <crença
correta>.) espírita; tampouco será um Espírito que se venha
impor a quem quer que seja: será a universalidade dos
Espíritos que se comunicam em toda a Terra, por ordem de
Deus. Esse o caráter essencial da Doutrina Espírita; essa a
sua força, a sua autoridade. Quis Deus que a sua lei
assentasse em base inamovível e por isso não lhe deu por
fundamento a cabeça frágil de um só.
                           Evangelho, Universalidade da Doutrina, pág. 35
Os primeiros experimentadores
da mediunidade, no Brasil, saíram
dos cultores da Homeopatia, com os
médicos Bento Mure, francês, e João
Vicente Martins, português, aqui
chegados em 1840, que aplicavam
passes a seus clientes e falavam em
Deus, Cristo e Caridade, quando
curavam.
José Bonifácio, patriarca
da independência, cultor da
homeopatia, é também um
dos experimentadores do
fenômeno espírita.


 Em 2 de janeiro de 1884 é
fundada       a      Federação
Espírita Brasileira.
As lutas chegam e
passam,      as     provações
aparecem e desaparecem, as
incompreensões se fazem
nuvens e se dissipam,
os desafios do mundo gritam
e se calam... Tudo vai
passando na terra, mas o            Estudou até a
Senhor está imutável nos        quarta      série e
recessos de nosso espírito.     psicografou mais de
                                400 livros.
O Brasil já é considerado o maior
país espírita do mundo, com mais de 30
milhões de simpatizantes e seguidores.
    De acordo com a FEB (Federação
Espírita Brasileira) há no país cerca de
15.000 centros e casas de sessão das
mais diversas linhas espiritualistas.
Há mais de 24 anos, um livro, o
Livro dos Espíritos, seria o marco
inicial para a fundação da Casa
Espírita Divina Luz.
     A abertura ocorreu no dia 05
de agosto de 1991.
     Sempre focada no Evangelho e
nas bases da Doutrina, cujo
objetivo é educando para libertar,
a Sociedade Espírita Divina Luz        Rua Anúncio Curra, 2420
                                       (ao lado da E. Interativa)
completa em 2012 seus vinte e um
anos de fundação.
Flores da Cunha conta também com a Sociedade
Espírita Irmã Teresa.
    Vários palestrantes foram trazidos com o apoio
das duas Casas Espíritas.
Disponível em :
http://t2.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcRgamfxMHBrP7pewKdtrWVK8zQEb_D3_iatr94EGv0XDK_xf41wYA

http://scienceblogs.com.br/quimicaviva/files/2011/08/epicuro.jpg

http://www.biografia.inf.br/epicuro-filosofo.html

http://www.astrologosastrologia.com.pt/biblia_10Mandamentos.htm

http://evangelhoespirita.wordpress.com/introducao/resumo-da-doutrina-de-socrates-e-platao/

http://pt.wikipedia.org/wiki/Allan_Kardec

http://t0.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcR_MVLsMFqf6UK8zQ9YpLxZgQUam46fvmkkBF95xXKjjfRYVxK8

http://www.institutoandreluiz.org/Allan_Kardec_espiritismo.jpg

http://www.autocabbrasil.com/wp-content/uploads/2010/09/brasil2.png

http://www.girafamania.com.br/index/carimbo1965.jpg

http://1.bp.blogspot.com/-pZcdaCFAUdg/Tzx5_gKRksI/AAAAAAAAAtI/LHMZ8lWhUq4/s1600/chico+xavier2.jpg

http://www.suzanaherculanohouzel.com/storage/chico-xavier.jpg?__SQUARESPACE_CACHEVERSION=1272537897091

http://www.espiritismo.net/file/1/19.jpg

http://www.osabetudo.com/wp-content/uploads/2010/10/Espiritas-e-Cristaos.gif
Disponível em :
http://www.diogochiuso.com/wp-content/uploads/2009/07/JB-porCalixto.jpg

http://3.bp.blogspot.com/_1nuzdTcJ1wQ/TBjcmY27IfI/AAAAAAAALwg/EN6HLmaH_Vo/s1600/jesus-christ.jpg

http://1.bp.blogspot.com/-JfCAr148Jk4/TV7A77dplYI/AAAAAAAAAGY/OCXoYHvwv8E/s1600/allan_kardec_01.jpg

http://4.bp.blogspot.com/__YjxF1aj6pk/SoaqE3ggo1I/AAAAAAAAAFA/L4l8iG6248E/s400/OBRAS+BASICAS+DE+ALLAN+KARDEC.bmp

http://1.bp.blogspot.com/-zHZjbOWX1Cw/TvUgSTUpJqI/AAAAAAAADZE/80PyWvk8ojU/s640/livros_abre.jpg

http://1.bp.blogspot.com/_c5KLSaMIBg8/TN_6MsRwYvI/AAAAAAAAAdE/Yor6cKQw7m0/s400/Mesas%252BGirantes%252B%2528curiosidade%2529.jpg

http://www.saofrancisco.org/misc/imagens/moises.jpg

http://www.santual.com.br/images/upload/P178.jpg

http://3.bp.blogspot.com/_IZyMpB1hShI/RluBHjev9kI/AAAAAAAAAAc/nPkTcEX760c/s320/Planchete.jpg

http://2.bp.blogspot.com/-YeZ7YVmgjLA/T2Pgefd2cMI/AAAAAAAAVs0/P837QFUvF68/s1600/psicografando1%5B4%5D.gif

http://lh5.ggpht.com/-JNnFrXxMXps/Tt43eJm2umI/AAAAAAAAHQw/wmjQTbWTJmM/wallpaper-biblia2_thumb%25255B6%25255D.jpg

http://www.coracao.bazar.nom.br/terra/terra_imagem.jpg

http://www.youtube.com/watch?v=9yosopzehWw

http://www.youtube.com/watch?v=cWH5QxeSpjY

http://www.febnet.org.br/site/
KARDEC, Allan. Livro dos Espíritos.

______________. O Evangelho Segundo o Espiritismo.

A Bíblia Sagrada

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Sono e sonhos
Sono e sonhosSono e sonhos
Sono e sonhos
Graça Maciel
 
O Duplo Etérico - atualidades da ciência espírita
O Duplo Etérico - atualidades da ciência espíritaO Duplo Etérico - atualidades da ciência espírita
O Duplo Etérico - atualidades da ciência espírita
Anderson Santos
 
Esde módulo 04 - roteiro 02 - origem e natureza do espírito
Esde    módulo 04 - roteiro 02 - origem e natureza do espíritoEsde    módulo 04 - roteiro 02 - origem e natureza do espírito
Esde módulo 04 - roteiro 02 - origem e natureza do espírito
Elysio Laroide Lugarinho
 
ESDE 3 - 2013 - REVISÃO POSTULADOS DOUTRINA ESPÍRITA
ESDE 3 - 2013 - REVISÃO POSTULADOS DOUTRINA ESPÍRITAESDE 3 - 2013 - REVISÃO POSTULADOS DOUTRINA ESPÍRITA
ESDE 3 - 2013 - REVISÃO POSTULADOS DOUTRINA ESPÍRITA
Almir Silva
 
Edição n. 58 do CH Noticias - Abril/2020
Edição n. 58 do CH Noticias - Abril/2020Edição n. 58 do CH Noticias - Abril/2020
Edição n. 58 do CH Noticias - Abril/2020
CH Notícias - Casa dos Humildes - Recife
 
Reencarnação Oportunidade Divina
Reencarnação Oportunidade DivinaReencarnação Oportunidade Divina
Reencarnação Oportunidade Divina
Izabel Cristina Fonseca
 
Obras básicas
Obras básicasObras básicas
Obras básicas
Levi Antonio Amancio
 
Infllência dos espiritos
Infllência dos espiritosInfllência dos espiritos
Infllência dos espiritos
Graça Maciel
 
LE Q.614 a 618 e ESE cap.5 item22
LE Q.614 a 618 e ESE cap.5 item22LE Q.614 a 618 e ESE cap.5 item22
LE Q.614 a 618 e ESE cap.5 item22
Patricia Farias
 
Evangelho Cap4 item 25 e 26 LE
Evangelho Cap4 item 25 e 26 LEEvangelho Cap4 item 25 e 26 LE
Evangelho Cap4 item 25 e 26 LE
Patricia Farias
 
6772163 joao-nunes-maia-espirito-miramez-filosofia-espirita-ii
6772163 joao-nunes-maia-espirito-miramez-filosofia-espirita-ii6772163 joao-nunes-maia-espirito-miramez-filosofia-espirita-ii
6772163 joao-nunes-maia-espirito-miramez-filosofia-espirita-ii
EWALDO DE SOUZA
 
As chaves-do-reino-interno - Jorge-Adoum
As chaves-do-reino-interno - Jorge-AdoumAs chaves-do-reino-interno - Jorge-Adoum
As chaves-do-reino-interno - Jorge-Adoum
Marcelo Ferreira
 
Roteiro 4 obras básicas
Roteiro 4   obras básicasRoteiro 4   obras básicas
Roteiro 4 obras básicas
Bruno Cechinel Filho
 
Palestra ESE cap 8 bem aventurados puros
Palestra ESE cap 8 bem aventurados purosPalestra ESE cap 8 bem aventurados puros
Palestra ESE cap 8 bem aventurados puros
Tiburcio Santos
 
Manual le1-arquivo1
Manual le1-arquivo1Manual le1-arquivo1
Manual le1-arquivo1
Ana Cristina Freitas
 
Aula 06 - Introdução do Livro dos Espíritos
Aula 06 - Introdução do Livro dos EspíritosAula 06 - Introdução do Livro dos Espíritos
Aula 06 - Introdução do Livro dos Espíritos
contatodoutrina2013
 
Reformador 2007-04
Reformador 2007-04Reformador 2007-04
Reformador 2007-04
Tarcillo Armindo Schmaedecke
 
Livro dos Espíritos - Introdução ao estudo do espiritismo
Livro dos Espíritos - Introdução ao estudo do espiritismoLivro dos Espíritos - Introdução ao estudo do espiritismo
Livro dos Espíritos - Introdução ao estudo do espiritismo
Anderson Zilli
 
O papel da ciencia na genese
  O papel da ciencia na genese  O papel da ciencia na genese
O papel da ciencia na genese
carlos freire
 
Lei de justiça
Lei de justiça Lei de justiça
Lei de justiça
grupodepaisceb
 

Mais procurados (20)

Sono e sonhos
Sono e sonhosSono e sonhos
Sono e sonhos
 
O Duplo Etérico - atualidades da ciência espírita
O Duplo Etérico - atualidades da ciência espíritaO Duplo Etérico - atualidades da ciência espírita
O Duplo Etérico - atualidades da ciência espírita
 
Esde módulo 04 - roteiro 02 - origem e natureza do espírito
Esde    módulo 04 - roteiro 02 - origem e natureza do espíritoEsde    módulo 04 - roteiro 02 - origem e natureza do espírito
Esde módulo 04 - roteiro 02 - origem e natureza do espírito
 
ESDE 3 - 2013 - REVISÃO POSTULADOS DOUTRINA ESPÍRITA
ESDE 3 - 2013 - REVISÃO POSTULADOS DOUTRINA ESPÍRITAESDE 3 - 2013 - REVISÃO POSTULADOS DOUTRINA ESPÍRITA
ESDE 3 - 2013 - REVISÃO POSTULADOS DOUTRINA ESPÍRITA
 
Edição n. 58 do CH Noticias - Abril/2020
Edição n. 58 do CH Noticias - Abril/2020Edição n. 58 do CH Noticias - Abril/2020
Edição n. 58 do CH Noticias - Abril/2020
 
Reencarnação Oportunidade Divina
Reencarnação Oportunidade DivinaReencarnação Oportunidade Divina
Reencarnação Oportunidade Divina
 
Obras básicas
Obras básicasObras básicas
Obras básicas
 
Infllência dos espiritos
Infllência dos espiritosInfllência dos espiritos
Infllência dos espiritos
 
LE Q.614 a 618 e ESE cap.5 item22
LE Q.614 a 618 e ESE cap.5 item22LE Q.614 a 618 e ESE cap.5 item22
LE Q.614 a 618 e ESE cap.5 item22
 
Evangelho Cap4 item 25 e 26 LE
Evangelho Cap4 item 25 e 26 LEEvangelho Cap4 item 25 e 26 LE
Evangelho Cap4 item 25 e 26 LE
 
6772163 joao-nunes-maia-espirito-miramez-filosofia-espirita-ii
6772163 joao-nunes-maia-espirito-miramez-filosofia-espirita-ii6772163 joao-nunes-maia-espirito-miramez-filosofia-espirita-ii
6772163 joao-nunes-maia-espirito-miramez-filosofia-espirita-ii
 
As chaves-do-reino-interno - Jorge-Adoum
As chaves-do-reino-interno - Jorge-AdoumAs chaves-do-reino-interno - Jorge-Adoum
As chaves-do-reino-interno - Jorge-Adoum
 
Roteiro 4 obras básicas
Roteiro 4   obras básicasRoteiro 4   obras básicas
Roteiro 4 obras básicas
 
Palestra ESE cap 8 bem aventurados puros
Palestra ESE cap 8 bem aventurados purosPalestra ESE cap 8 bem aventurados puros
Palestra ESE cap 8 bem aventurados puros
 
Manual le1-arquivo1
Manual le1-arquivo1Manual le1-arquivo1
Manual le1-arquivo1
 
Aula 06 - Introdução do Livro dos Espíritos
Aula 06 - Introdução do Livro dos EspíritosAula 06 - Introdução do Livro dos Espíritos
Aula 06 - Introdução do Livro dos Espíritos
 
Reformador 2007-04
Reformador 2007-04Reformador 2007-04
Reformador 2007-04
 
Livro dos Espíritos - Introdução ao estudo do espiritismo
Livro dos Espíritos - Introdução ao estudo do espiritismoLivro dos Espíritos - Introdução ao estudo do espiritismo
Livro dos Espíritos - Introdução ao estudo do espiritismo
 
O papel da ciencia na genese
  O papel da ciencia na genese  O papel da ciencia na genese
O papel da ciencia na genese
 
Lei de justiça
Lei de justiça Lei de justiça
Lei de justiça
 

Destaque

O que habita no abrigo de Deus
O que habita no abrigo de DeusO que habita no abrigo de Deus
O que habita no abrigo de Deus
IMQ
 
Leis de Amor
Leis de AmorLeis de Amor
Leis de Amor
Alfredo Lopes
 
A ALMA ABATIDA
A ALMA ABATIDAA ALMA ABATIDA
A ALMA ABATIDA
Diaconisa Cris Silva
 
Alma abatida ok
Alma abatida  okAlma abatida  ok
Alma abatida ok
rafael gomide
 
Se tu minh'alma à deus suplica e não recebes, confiando fica
Se tu minh'alma à deus suplica e não recebes, confiando ficaSe tu minh'alma à deus suplica e não recebes, confiando fica
Se tu minh'alma à deus suplica e não recebes, confiando fica
rafael gomide
 
A Dieta da Alma
A Dieta da AlmaA Dieta da Alma
A Dieta da Alma
Adriana Reis
 
Feridas na alma
Feridas na almaFeridas na alma
Feridas na alma
Juliennerecepcoes
 
Porta dos cavalos
Porta dos cavalosPorta dos cavalos
Porta dos cavalos
Cleusa Reis
 
Enfermos do corpo da mente e da alma
Enfermos do corpo da mente e da almaEnfermos do corpo da mente e da alma
Enfermos do corpo da mente e da alma
Val Ruas
 
O ceu, o inferno, o medo da morte e o desencarne na visão espirita-Marcelo do...
O ceu, o inferno, o medo da morte e o desencarne na visão espirita-Marcelo do...O ceu, o inferno, o medo da morte e o desencarne na visão espirita-Marcelo do...
O ceu, o inferno, o medo da morte e o desencarne na visão espirita-Marcelo do...
Marcelo do Nascimento Rodrigues
 
O conforto das dores da alma
O conforto das dores da almaO conforto das dores da alma
O conforto das dores da alma
carlos freire
 
Figura Complexa de Rey
Figura Complexa de ReyFigura Complexa de Rey
Figura Complexa de Rey
Ana Sofia Costa
 

Destaque (12)

O que habita no abrigo de Deus
O que habita no abrigo de DeusO que habita no abrigo de Deus
O que habita no abrigo de Deus
 
Leis de Amor
Leis de AmorLeis de Amor
Leis de Amor
 
A ALMA ABATIDA
A ALMA ABATIDAA ALMA ABATIDA
A ALMA ABATIDA
 
Alma abatida ok
Alma abatida  okAlma abatida  ok
Alma abatida ok
 
Se tu minh'alma à deus suplica e não recebes, confiando fica
Se tu minh'alma à deus suplica e não recebes, confiando ficaSe tu minh'alma à deus suplica e não recebes, confiando fica
Se tu minh'alma à deus suplica e não recebes, confiando fica
 
A Dieta da Alma
A Dieta da AlmaA Dieta da Alma
A Dieta da Alma
 
Feridas na alma
Feridas na almaFeridas na alma
Feridas na alma
 
Porta dos cavalos
Porta dos cavalosPorta dos cavalos
Porta dos cavalos
 
Enfermos do corpo da mente e da alma
Enfermos do corpo da mente e da almaEnfermos do corpo da mente e da alma
Enfermos do corpo da mente e da alma
 
O ceu, o inferno, o medo da morte e o desencarne na visão espirita-Marcelo do...
O ceu, o inferno, o medo da morte e o desencarne na visão espirita-Marcelo do...O ceu, o inferno, o medo da morte e o desencarne na visão espirita-Marcelo do...
O ceu, o inferno, o medo da morte e o desencarne na visão espirita-Marcelo do...
 
O conforto das dores da alma
O conforto das dores da almaO conforto das dores da alma
O conforto das dores da alma
 
Figura Complexa de Rey
Figura Complexa de ReyFigura Complexa de Rey
Figura Complexa de Rey
 

Semelhante a Doutrina Espírita

O livro dos médiuns - Sistemas
O livro dos médiuns -  SistemasO livro dos médiuns -  Sistemas
O livro dos médiuns - Sistemas
Ana Cláudia Leal Felgueiras
 
Dia nacional do espiritismo
Dia nacional do espiritismoDia nacional do espiritismo
Dia nacional do espiritismo
Helio Cruz
 
Um pouco sobre o espiritismo
Um pouco sobre o espiritismoUm pouco sobre o espiritismo
Um pouco sobre o espiritismo
Helio Cruz
 
Apresentação da Doutrina Espírita e do Livro dos Espíritos.pptx
Apresentação da Doutrina Espírita e do Livro dos Espíritos.pptxApresentação da Doutrina Espírita e do Livro dos Espíritos.pptx
Apresentação da Doutrina Espírita e do Livro dos Espíritos.pptx
Marta Gomes
 
Mofra cartilha
Mofra cartilhaMofra cartilha
Livro dos Espíritos Q. 404 e 405 - ESE Introducao_II
Livro dos Espíritos Q. 404 e 405 - ESE Introducao_IILivro dos Espíritos Q. 404 e 405 - ESE Introducao_II
Livro dos Espíritos Q. 404 e 405 - ESE Introducao_II
Patricia Farias
 
Sócrates e platão, precursores
Sócrates e platão, precursores Sócrates e platão, precursores
Sócrates e platão, precursores
Daniane Bornea Friedl
 
O que é o espiritismo
O que é o espiritismoO que é o espiritismo
O que é o espiritismo
André Gonçalves
 
Canalização
CanalizaçãoCanalização
Canalização
Pastor Robson Colaço
 
Espiritismo e a casa esp+ìrita ii agosto 2010
Espiritismo e a casa esp+ìrita ii  agosto 2010Espiritismo e a casa esp+ìrita ii  agosto 2010
Espiritismo e a casa esp+ìrita ii agosto 2010
Alessandru2
 
Curso básico de Doutrina Espírita para desencarnados
Curso básico de Doutrina Espírita para desencarnadosCurso básico de Doutrina Espírita para desencarnados
Curso básico de Doutrina Espírita para desencarnados
drjoseferreiramd
 
Chnotícias4
Chnotícias4Chnotícias4
Espiritismo apresentar
Espiritismo   apresentarEspiritismo   apresentar
Espiritismo apresentar
1411746
 
Introdução a doutrina espirita-Palestra do Curso Espiritismo E Evangelho-GECM...
Introdução a doutrina espirita-Palestra do Curso Espiritismo E Evangelho-GECM...Introdução a doutrina espirita-Palestra do Curso Espiritismo E Evangelho-GECM...
Introdução a doutrina espirita-Palestra do Curso Espiritismo E Evangelho-GECM...
Marcelo do Nascimento Rodrigues
 
Ere capa
Ere capaEre capa
A bíblia dos espíritas (osvaldo polidoro reencarnação de allan kardec)
A bíblia dos espíritas (osvaldo polidoro   reencarnação de allan kardec)A bíblia dos espíritas (osvaldo polidoro   reencarnação de allan kardec)
A bíblia dos espíritas (osvaldo polidoro reencarnação de allan kardec)
Ricardo Akerman
 
A bíblia-dos-espíritas-osvaldo-polidoro-reencarnação-de-allan-kardec (1)
A bíblia-dos-espíritas-osvaldo-polidoro-reencarnação-de-allan-kardec (1)A bíblia-dos-espíritas-osvaldo-polidoro-reencarnação-de-allan-kardec (1)
A bíblia-dos-espíritas-osvaldo-polidoro-reencarnação-de-allan-kardec (1)
André Montegomeri
 
Allan kardec revista espirita 1865
Allan kardec revista espirita 1865Allan kardec revista espirita 1865
Allan kardec revista espirita 1865
Henrique Vieira
 
Espiritismo segundo o_evangelho
Espiritismo segundo o_evangelhoEspiritismo segundo o_evangelho
Espiritismo segundo o_evangelho
paiaia
 
Espiritismo segundo o_evangelho
Espiritismo segundo o_evangelhoEspiritismo segundo o_evangelho
Espiritismo segundo o_evangelho
paiaia
 

Semelhante a Doutrina Espírita (20)

O livro dos médiuns - Sistemas
O livro dos médiuns -  SistemasO livro dos médiuns -  Sistemas
O livro dos médiuns - Sistemas
 
Dia nacional do espiritismo
Dia nacional do espiritismoDia nacional do espiritismo
Dia nacional do espiritismo
 
Um pouco sobre o espiritismo
Um pouco sobre o espiritismoUm pouco sobre o espiritismo
Um pouco sobre o espiritismo
 
Apresentação da Doutrina Espírita e do Livro dos Espíritos.pptx
Apresentação da Doutrina Espírita e do Livro dos Espíritos.pptxApresentação da Doutrina Espírita e do Livro dos Espíritos.pptx
Apresentação da Doutrina Espírita e do Livro dos Espíritos.pptx
 
Mofra cartilha
Mofra cartilhaMofra cartilha
Mofra cartilha
 
Livro dos Espíritos Q. 404 e 405 - ESE Introducao_II
Livro dos Espíritos Q. 404 e 405 - ESE Introducao_IILivro dos Espíritos Q. 404 e 405 - ESE Introducao_II
Livro dos Espíritos Q. 404 e 405 - ESE Introducao_II
 
Sócrates e platão, precursores
Sócrates e platão, precursores Sócrates e platão, precursores
Sócrates e platão, precursores
 
O que é o espiritismo
O que é o espiritismoO que é o espiritismo
O que é o espiritismo
 
Canalização
CanalizaçãoCanalização
Canalização
 
Espiritismo e a casa esp+ìrita ii agosto 2010
Espiritismo e a casa esp+ìrita ii  agosto 2010Espiritismo e a casa esp+ìrita ii  agosto 2010
Espiritismo e a casa esp+ìrita ii agosto 2010
 
Curso básico de Doutrina Espírita para desencarnados
Curso básico de Doutrina Espírita para desencarnadosCurso básico de Doutrina Espírita para desencarnados
Curso básico de Doutrina Espírita para desencarnados
 
Chnotícias4
Chnotícias4Chnotícias4
Chnotícias4
 
Espiritismo apresentar
Espiritismo   apresentarEspiritismo   apresentar
Espiritismo apresentar
 
Introdução a doutrina espirita-Palestra do Curso Espiritismo E Evangelho-GECM...
Introdução a doutrina espirita-Palestra do Curso Espiritismo E Evangelho-GECM...Introdução a doutrina espirita-Palestra do Curso Espiritismo E Evangelho-GECM...
Introdução a doutrina espirita-Palestra do Curso Espiritismo E Evangelho-GECM...
 
Ere capa
Ere capaEre capa
Ere capa
 
A bíblia dos espíritas (osvaldo polidoro reencarnação de allan kardec)
A bíblia dos espíritas (osvaldo polidoro   reencarnação de allan kardec)A bíblia dos espíritas (osvaldo polidoro   reencarnação de allan kardec)
A bíblia dos espíritas (osvaldo polidoro reencarnação de allan kardec)
 
A bíblia-dos-espíritas-osvaldo-polidoro-reencarnação-de-allan-kardec (1)
A bíblia-dos-espíritas-osvaldo-polidoro-reencarnação-de-allan-kardec (1)A bíblia-dos-espíritas-osvaldo-polidoro-reencarnação-de-allan-kardec (1)
A bíblia-dos-espíritas-osvaldo-polidoro-reencarnação-de-allan-kardec (1)
 
Allan kardec revista espirita 1865
Allan kardec revista espirita 1865Allan kardec revista espirita 1865
Allan kardec revista espirita 1865
 
Espiritismo segundo o_evangelho
Espiritismo segundo o_evangelhoEspiritismo segundo o_evangelho
Espiritismo segundo o_evangelho
 
Espiritismo segundo o_evangelho
Espiritismo segundo o_evangelhoEspiritismo segundo o_evangelho
Espiritismo segundo o_evangelho
 

Doutrina Espírita