SlideShare uma empresa Scribd logo
O Dia da Caridade
Toda moral do Cristo se resume na caridade e na humildade, isto é,
nas duas virtudes contrárias ao egoísmo e ao orgulho. Em todos os
seus ensinos, o Mestre aponta estas duas qualidades morais como
sendo as que conduzem à eterna felicidade.
Na questão 893 de O Livro dos Espíritos, Kardec indaga qual a mais
meritória das virtudes, obtendo dos Espíritos superiores a resposta de
que é a caridade desinteressada. Mas, o que é a caridade, segundo a
Doutrina Espírita? Para facilitar a compreensão, podemos dividi-la
em material e moral. A caridade material compreende aquilo que tem
manifestação no mundo físico. Devendo ser exercida com
desprendimento e amor, sem humilhar a quem recebe.
A caridade, segundo Jesus, não se restringe à esmola; abrange todas
as relações com os nossos semelhantes, quer se trate de nossos
inferiores, iguais ou superiores. O exercício da caridade passa por
muitos estágios. A caridade é algo muito mais profundo e importante
do que apenas darmos o que nos sobra, nem aquilo que se dá para nos
livrarmos de quem nos pede ou aliviar a consciência, embora isto
também seja um ato caritativo, mas não resume a grandiosidade desta
virtude.
A caridade moral, como entendia o Cristo, é elucidada na questão 886
de O Livro dos Espíritos, como sendo benevolência para com todos,
indulgência para com as imperfeições alheias e perdão das ofensas.
Esse conceito de caridade reúne todos os deveres do ser humano para
com seu próximo, podendo ser exercitado através de três perguntas:
1) Ao pensar, julgando ou avaliando o próximo, como devo
proceder?
Com indulgência;
2) Como deve ser a minha ação para com o meu próximo?
Com benevolência;
3) Como devo receber a ação do próximo?
Com perdão.
Assim, a caridade moral pode ser:
Verbal (palavras que consolam, esclarecem e edificam). Mental
(ondas mentais sob a forma de perdão, prece emitida em favor de
encarnados e desencarnados). Gestual (afago fraterno, abraço, aperto
de mão, sorriso). Passiva (silêncio diante de uma ofensa, atenção
perante um desabafo). Sempre há condições e oportunidades para o
exercício da caridade, pois não há quem não possa doar algo, dedicar
atenção a um irmão de caminhada, vibrar positivamente por alguém,
condições que não requerem recurso financeiro nem influência social.
Todos nós podemos fazê-la. Cada indivíduo, porém, procura e
encontra meios de realizar o bem de acordo com a sua evolução
espiritual.
Mas, à medida que compreende que fora da caridade não há salvação,
o homem esforça-se por praticá-la em suas diversas manifestações. A
caridade nada mais é do que o amor em movimento. A grande
dificuldade é a de se conquistá-la; ela não se compra nem se transfere
de uns para os outros, adquire-se, construindo-a no imo.
Chegará o dia em que faremos o bem naturalmente, agindo como o
anônimo bom samaritano que, sem questionar ou emitir julgamento
acerca do ferido caído à margem da estrada, arregaçou as mangas e o
trouxe de volta à vida. Aí, sim, estaremos praticando a caridade
verdadeira.
É um longo aprendizado, mas estamos no caminho, e, por enquanto, é
o que importa. Perceberemos um dia que, sentenças como, por
exemplo, “É dando que recebemos” não são apenas frases bonitas.
Pois dar de si é amar, e o amor, estranhamente, quanto mais se dá,
mais se tem.
Dediquemo-nos, portanto, meus irmãos, à prática da caridade
ensinada no Evangelho de Jesus, pois ela nos ajudará não só a evitar a
prática do mal, mas também nos impulsionará em direção ao trabalho
no bem. Se hoje ainda não somos capazes de sairmos de nós mesmos
em direção ao nosso próximo, que isto não seja motivo de desespero
ou preocupação.
A Natureza não dá saltos. Não desanimemos, continuemos a jornada e
chegaremos, um dia, à evolução desejada.
Muita Paz!
Agora, vamos elevar o nosso pensamento a Jesus, rogando a luz e o
amparo que precisamos, nós que aqui estamos, ligados ao pesado
fardo da matéria. Refrigera-nos, Senhor, o nosso Espírito; ameniza as
dores e sofrimentos de todos nós. Que possa haver mais esperança em
nossos corações; que possa haver mais fé em nossos espíritos; que
possa haver mais entendimento e caridade em nossas ações, tudo
conforme a vontade de Deus, nosso Pai.
E, que, nessa semana que hoje se inicia, possamos vivificar e
aprender, levando a todos com quem vamos nos encontrar, a
mensagem do trabalho contínuo, da melhoria, da paz, do amor e da
caridade.
Que assim seja!
Graças a Deus!
Meu Blog: http://espiritual-espiritual.blogspot.com.br
Com estudos comentados semanais de O Livro dos Espíritos e de O
Evangelho Segundo o Espiritismo. Nova página: Espiritismo com
humor.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Fora da Caridade não há Salvação
Fora da Caridade não há SalvaçãoFora da Caridade não há Salvação
Fora da Caridade não há Salvação
Luciane Belchior
 
Aula 10/03/12 fora da caridade não há salvação
Aula 10/03/12 fora da caridade não há salvaçãoAula 10/03/12 fora da caridade não há salvação
Aula 10/03/12 fora da caridade não há salvação
gabrielpz
 
Caridade na ótica espirita
Caridade na ótica espiritaCaridade na ótica espirita
Caridade na ótica espirita
Eduardo Ottonelli Pithan
 
A109 EAE DM - RECURSOS DO CRISTÃO - 20200604v2
A109 EAE DM - RECURSOS DO CRISTÃO - 20200604v2A109 EAE DM - RECURSOS DO CRISTÃO - 20200604v2
A109 EAE DM - RECURSOS DO CRISTÃO - 20200604v2
Daniel de Melo
 
Caridade
Caridade  Caridade
Caridade
umecamaqua
 
Eae 91 NORMAS DA VIDA ESPIRITUAL
Eae 91 NORMAS DA VIDA ESPIRITUALEae 91 NORMAS DA VIDA ESPIRITUAL
Eae 91 NORMAS DA VIDA ESPIRITUAL
PatiSousa1
 
Aconselhamento pastoral
Aconselhamento pastoralAconselhamento pastoral
Aconselhamento pastoral
Elizeu Santos
 
Estudos do evangelho " Fé e caridade"
Estudos do evangelho " Fé e caridade"Estudos do evangelho " Fé e caridade"
Estudos do evangelho " Fé e caridade"
Leonardo Pereira
 
Em Que Estou melhorando
Em Que Estou melhorandoEm Que Estou melhorando
Em Que Estou melhorando
Idéias Luz
 
A089 EAE DM - AMOR A DEUS, AO PRÓXIMO E AOS INIMIGOS 20170615
A089 EAE DM - AMOR A DEUS, AO PRÓXIMO E AOS INIMIGOS 20170615A089 EAE DM - AMOR A DEUS, AO PRÓXIMO E AOS INIMIGOS 20170615
A089 EAE DM - AMOR A DEUS, AO PRÓXIMO E AOS INIMIGOS 20170615
Daniel de Melo
 
Conduta Espírita na Prática da Caridade
Conduta Espírita na Prática da CaridadeConduta Espírita na Prática da Caridade
Conduta Espírita na Prática da Caridade
igmateus
 
Caridade paulo instrucoes_espiritos
Caridade paulo instrucoes_espiritosCaridade paulo instrucoes_espiritos
Caridade paulo instrucoes_espiritos
Edjard Mota
 
O programa de educação em valores humanos
O programa de educação em valores humanosO programa de educação em valores humanos
O programa de educação em valores humanos
Dalila Melo
 
23 de janeiro 2015 a caridade e a esmola
23 de janeiro 2015   a caridade e a esmola23 de janeiro 2015   a caridade e a esmola
23 de janeiro 2015 a caridade e a esmola
Lar Irmã Zarabatana
 
Caridade
CaridadeCaridade
Universalismo crstico apostila - 012 - 2011 - lar
Universalismo crstico   apostila - 012 - 2011 - larUniversalismo crstico   apostila - 012 - 2011 - lar
Universalismo crstico apostila - 012 - 2011 - lar
Instituto de Psicobiofísica Rama Schain
 
O bem e sua prática silenciosa - Wilma Badan
O bem e sua prática silenciosa - Wilma BadanO bem e sua prática silenciosa - Wilma Badan
O bem e sua prática silenciosa - Wilma Badan
Wilma Badan C.G.
 
Sathya Sai
Sathya SaiSathya Sai
Sathya Sai
MCRISTINA2011
 
( Espiritismo) # - adesio a machado - interferencia dos espiritos em nossa ...
( Espiritismo)   # - adesio a machado - interferencia dos espiritos em nossa ...( Espiritismo)   # - adesio a machado - interferencia dos espiritos em nossa ...
( Espiritismo) # - adesio a machado - interferencia dos espiritos em nossa ...
Instituto de Psicobiofísica Rama Schain
 
Crê e segue
Crê e segueCrê e segue
Crê e segue
Helio Cruz
 

Mais procurados (20)

Fora da Caridade não há Salvação
Fora da Caridade não há SalvaçãoFora da Caridade não há Salvação
Fora da Caridade não há Salvação
 
Aula 10/03/12 fora da caridade não há salvação
Aula 10/03/12 fora da caridade não há salvaçãoAula 10/03/12 fora da caridade não há salvação
Aula 10/03/12 fora da caridade não há salvação
 
Caridade na ótica espirita
Caridade na ótica espiritaCaridade na ótica espirita
Caridade na ótica espirita
 
A109 EAE DM - RECURSOS DO CRISTÃO - 20200604v2
A109 EAE DM - RECURSOS DO CRISTÃO - 20200604v2A109 EAE DM - RECURSOS DO CRISTÃO - 20200604v2
A109 EAE DM - RECURSOS DO CRISTÃO - 20200604v2
 
Caridade
Caridade  Caridade
Caridade
 
Eae 91 NORMAS DA VIDA ESPIRITUAL
Eae 91 NORMAS DA VIDA ESPIRITUALEae 91 NORMAS DA VIDA ESPIRITUAL
Eae 91 NORMAS DA VIDA ESPIRITUAL
 
Aconselhamento pastoral
Aconselhamento pastoralAconselhamento pastoral
Aconselhamento pastoral
 
Estudos do evangelho " Fé e caridade"
Estudos do evangelho " Fé e caridade"Estudos do evangelho " Fé e caridade"
Estudos do evangelho " Fé e caridade"
 
Em Que Estou melhorando
Em Que Estou melhorandoEm Que Estou melhorando
Em Que Estou melhorando
 
A089 EAE DM - AMOR A DEUS, AO PRÓXIMO E AOS INIMIGOS 20170615
A089 EAE DM - AMOR A DEUS, AO PRÓXIMO E AOS INIMIGOS 20170615A089 EAE DM - AMOR A DEUS, AO PRÓXIMO E AOS INIMIGOS 20170615
A089 EAE DM - AMOR A DEUS, AO PRÓXIMO E AOS INIMIGOS 20170615
 
Conduta Espírita na Prática da Caridade
Conduta Espírita na Prática da CaridadeConduta Espírita na Prática da Caridade
Conduta Espírita na Prática da Caridade
 
Caridade paulo instrucoes_espiritos
Caridade paulo instrucoes_espiritosCaridade paulo instrucoes_espiritos
Caridade paulo instrucoes_espiritos
 
O programa de educação em valores humanos
O programa de educação em valores humanosO programa de educação em valores humanos
O programa de educação em valores humanos
 
23 de janeiro 2015 a caridade e a esmola
23 de janeiro 2015   a caridade e a esmola23 de janeiro 2015   a caridade e a esmola
23 de janeiro 2015 a caridade e a esmola
 
Caridade
CaridadeCaridade
Caridade
 
Universalismo crstico apostila - 012 - 2011 - lar
Universalismo crstico   apostila - 012 - 2011 - larUniversalismo crstico   apostila - 012 - 2011 - lar
Universalismo crstico apostila - 012 - 2011 - lar
 
O bem e sua prática silenciosa - Wilma Badan
O bem e sua prática silenciosa - Wilma BadanO bem e sua prática silenciosa - Wilma Badan
O bem e sua prática silenciosa - Wilma Badan
 
Sathya Sai
Sathya SaiSathya Sai
Sathya Sai
 
( Espiritismo) # - adesio a machado - interferencia dos espiritos em nossa ...
( Espiritismo)   # - adesio a machado - interferencia dos espiritos em nossa ...( Espiritismo)   # - adesio a machado - interferencia dos espiritos em nossa ...
( Espiritismo) # - adesio a machado - interferencia dos espiritos em nossa ...
 
Crê e segue
Crê e segueCrê e segue
Crê e segue
 

Destaque

Estonia Game
Estonia GameEstonia Game
Estonia Game
mtletsclick
 
Desarrollo Del Tga Sector Iv 2006 2007
Desarrollo Del Tga Sector Iv 2006 2007Desarrollo Del Tga Sector Iv 2006 2007
Desarrollo Del Tga Sector Iv 2006 2007
est164
 
Perkalian Isometri (UNNES) Dosen Pengampu Drs. Suhito,M.Pd.
Perkalian Isometri (UNNES) Dosen Pengampu Drs. Suhito,M.Pd.Perkalian Isometri (UNNES) Dosen Pengampu Drs. Suhito,M.Pd.
Perkalian Isometri (UNNES) Dosen Pengampu Drs. Suhito,M.Pd.
Erna 09
 
Lp ami
Lp amiLp ami
Alejandro Delobelle CV Junio 2014
Alejandro Delobelle CV Junio 2014Alejandro Delobelle CV Junio 2014
Alejandro Delobelle CV Junio 2014
Alejandro Delobelle
 
Smau milano 2013 giovanni cattani
Smau milano 2013 giovanni cattaniSmau milano 2013 giovanni cattani
Smau milano 2013 giovanni cattani
SMAU
 
Cuaresma servir
Cuaresma servirCuaresma servir
Cuaresma servir
HFIC
 
Fraude en los Cómputos
Fraude en los CómputosFraude en los Cómputos
Fraude en los Cómputos
Pedro Martínez
 
Planexcel
PlanexcelPlanexcel
Planexcel
JFKSOFT CORP.
 
Ilu g2 annie leibovitz melany tesche
Ilu g2 annie leibovitz melany tescheIlu g2 annie leibovitz melany tesche
Ilu g2 annie leibovitz melany tesche
Melany Tesche
 
Encargo mp1caminata habitaculo
Encargo mp1caminata habitaculoEncargo mp1caminata habitaculo
Encargo mp1caminata habitaculo
Rodolfo baksys
 
Smau Torino 2013 Dedagroup
Smau Torino 2013 DedagroupSmau Torino 2013 Dedagroup
Smau Torino 2013 Dedagroup
SMAU
 
比翼雙飛 Tango
比翼雙飛 Tango比翼雙飛 Tango
比翼雙飛 Tango
Jaing Lai
 
SERES VIVOS
SERES VIVOSSERES VIVOS
SERES VIVOS
sandraleia
 
Health Decisions Webinar: ACA Communication Requirements - An Employee Relati...
Health Decisions Webinar: ACA Communication Requirements - An Employee Relati...Health Decisions Webinar: ACA Communication Requirements - An Employee Relati...
Health Decisions Webinar: ACA Communication Requirements - An Employee Relati...
Si Nahra
 
L'azienda è più agile? Tutto merito del Data Center
L'azienda è più agile? Tutto merito del Data Center L'azienda è più agile? Tutto merito del Data Center
L'azienda è più agile? Tutto merito del Data Center
SMAU
 
Documentação complementar tia francisca
Documentação complementar tia franciscaDocumentação complementar tia francisca
Documentação complementar tia francisca
Leticia Maria de Campos
 
Preguntas frecuentes en la impresion de formatos preimpresos con excel
Preguntas frecuentes en la impresion de formatos preimpresos con excelPreguntas frecuentes en la impresion de formatos preimpresos con excel
Preguntas frecuentes en la impresion de formatos preimpresos con excel
JFKSOFT CORP.
 

Destaque (20)

Estonia Game
Estonia GameEstonia Game
Estonia Game
 
Desarrollo Del Tga Sector Iv 2006 2007
Desarrollo Del Tga Sector Iv 2006 2007Desarrollo Del Tga Sector Iv 2006 2007
Desarrollo Del Tga Sector Iv 2006 2007
 
Povei italia
Povei italiaPovei italia
Povei italia
 
Perkalian Isometri (UNNES) Dosen Pengampu Drs. Suhito,M.Pd.
Perkalian Isometri (UNNES) Dosen Pengampu Drs. Suhito,M.Pd.Perkalian Isometri (UNNES) Dosen Pengampu Drs. Suhito,M.Pd.
Perkalian Isometri (UNNES) Dosen Pengampu Drs. Suhito,M.Pd.
 
Lp ami
Lp amiLp ami
Lp ami
 
Alejandro Delobelle CV Junio 2014
Alejandro Delobelle CV Junio 2014Alejandro Delobelle CV Junio 2014
Alejandro Delobelle CV Junio 2014
 
Smau milano 2013 giovanni cattani
Smau milano 2013 giovanni cattaniSmau milano 2013 giovanni cattani
Smau milano 2013 giovanni cattani
 
Cuaresma servir
Cuaresma servirCuaresma servir
Cuaresma servir
 
Fraude en los Cómputos
Fraude en los CómputosFraude en los Cómputos
Fraude en los Cómputos
 
Planexcel
PlanexcelPlanexcel
Planexcel
 
Ilu g2 annie leibovitz melany tesche
Ilu g2 annie leibovitz melany tescheIlu g2 annie leibovitz melany tesche
Ilu g2 annie leibovitz melany tesche
 
Encargo mp1caminata habitaculo
Encargo mp1caminata habitaculoEncargo mp1caminata habitaculo
Encargo mp1caminata habitaculo
 
Smau Torino 2013 Dedagroup
Smau Torino 2013 DedagroupSmau Torino 2013 Dedagroup
Smau Torino 2013 Dedagroup
 
比翼雙飛 Tango
比翼雙飛 Tango比翼雙飛 Tango
比翼雙飛 Tango
 
蝴蝶
蝴蝶蝴蝶
蝴蝶
 
SERES VIVOS
SERES VIVOSSERES VIVOS
SERES VIVOS
 
Health Decisions Webinar: ACA Communication Requirements - An Employee Relati...
Health Decisions Webinar: ACA Communication Requirements - An Employee Relati...Health Decisions Webinar: ACA Communication Requirements - An Employee Relati...
Health Decisions Webinar: ACA Communication Requirements - An Employee Relati...
 
L'azienda è più agile? Tutto merito del Data Center
L'azienda è più agile? Tutto merito del Data Center L'azienda è più agile? Tutto merito del Data Center
L'azienda è più agile? Tutto merito del Data Center
 
Documentação complementar tia francisca
Documentação complementar tia franciscaDocumentação complementar tia francisca
Documentação complementar tia francisca
 
Preguntas frecuentes en la impresion de formatos preimpresos con excel
Preguntas frecuentes en la impresion de formatos preimpresos con excelPreguntas frecuentes en la impresion de formatos preimpresos con excel
Preguntas frecuentes en la impresion de formatos preimpresos con excel
 

Semelhante a O Dia da Caridade

Fora Da Caridade NãO Há SalvaçãO
Fora Da Caridade NãO Há SalvaçãOFora Da Caridade NãO Há SalvaçãO
Fora Da Caridade NãO Há SalvaçãO
Sergio Menezes
 
Conflitos psicológicos
Conflitos psicológicosConflitos psicológicos
Conflitos psicológicos
Helio Cruz
 
Palestra ese 15 fora da caridade 20160824 v1
Palestra ese 15 fora da caridade 20160824 v1Palestra ese 15 fora da caridade 20160824 v1
Palestra ese 15 fora da caridade 20160824 v1
Tiburcio Santos
 
Moral cristã e caridade
Moral cristã e caridadeMoral cristã e caridade
Moral cristã e caridade
Marcel Jefferson Gonçalves
 
Estudo do livro Roteiro lição 20
Estudo do livro Roteiro lição 20Estudo do livro Roteiro lição 20
Estudo do livro Roteiro lição 20
Candice Gunther
 
O Homem Livre e Responsável
O Homem Livre e ResponsávelO Homem Livre e Responsável
O Homem Livre e Responsável
Andréia Gripp
 
Diamica dons espirito
Diamica dons espiritoDiamica dons espirito
Palestra Fora da Caridade não Há Salvação
Palestra Fora da Caridade não Há Salvação Palestra Fora da Caridade não Há Salvação
Palestra Fora da Caridade não Há Salvação
Rodrigo Spinosa
 
Aula sobre prece- como Rezar
Aula sobre prece- como Rezar Aula sobre prece- como Rezar
Aula sobre prece- como Rezar
Rodrigo Martins Dos Santos
 
Mentalizando o bem (miramez)
Mentalizando o bem (miramez)Mentalizando o bem (miramez)
Mentalizando o bem (miramez)
Francisco Baptista
 
As bases do transformar se
As bases do transformar seAs bases do transformar se
As bases do transformar se
paikachambi
 
Influências Espirituais e Suas Consequências
Influências Espirituais e Suas ConsequênciasInfluências Espirituais e Suas Consequências
Influências Espirituais e Suas Consequências
Fernando Oliveira
 
A familia
A familiaA familia
A familia
Lucia Carlessi
 
Qual é a vantagem em ser espírita
Qual é a vantagem em ser espíritaQual é a vantagem em ser espírita
Qual é a vantagem em ser espírita
Helio Cruz
 
Aconselhamento
AconselhamentoAconselhamento
Aconselhamento
Janderson Pedro
 
Boletim o pae abril 2019
Boletim o pae   abril 2019Boletim o pae   abril 2019
Boletim o pae abril 2019
O PAE PAE
 
Mediunidade o que é isso apostila 021
Mediunidade o que é isso   apostila 021Mediunidade o que é isso   apostila 021
Mediunidade o que é isso apostila 021
Instituto de Psicobiofísica Rama Schain
 
Universalismo crstico apostila - 009 - 2011 - lar
Universalismo crstico   apostila - 009 - 2011 - larUniversalismo crstico   apostila - 009 - 2011 - lar
Universalismo crstico apostila - 009 - 2011 - lar
Instituto de Psicobiofísica Rama Schain
 
Fora Caridade não existe Salvação - A Caridade Horizontal e Caridade Vertical
Fora Caridade não existe Salvação - A Caridade Horizontal e Caridade VerticalFora Caridade não existe Salvação - A Caridade Horizontal e Caridade Vertical
Fora Caridade não existe Salvação - A Caridade Horizontal e Caridade Vertical
ADALBERTO COELHO DA SILVA JR
 
QVCC 06 - o dom espiritual de misericórdia
QVCC   06 - o dom espiritual de misericórdiaQVCC   06 - o dom espiritual de misericórdia
QVCC 06 - o dom espiritual de misericórdia
Cleudson Corrêa
 

Semelhante a O Dia da Caridade (20)

Fora Da Caridade NãO Há SalvaçãO
Fora Da Caridade NãO Há SalvaçãOFora Da Caridade NãO Há SalvaçãO
Fora Da Caridade NãO Há SalvaçãO
 
Conflitos psicológicos
Conflitos psicológicosConflitos psicológicos
Conflitos psicológicos
 
Palestra ese 15 fora da caridade 20160824 v1
Palestra ese 15 fora da caridade 20160824 v1Palestra ese 15 fora da caridade 20160824 v1
Palestra ese 15 fora da caridade 20160824 v1
 
Moral cristã e caridade
Moral cristã e caridadeMoral cristã e caridade
Moral cristã e caridade
 
Estudo do livro Roteiro lição 20
Estudo do livro Roteiro lição 20Estudo do livro Roteiro lição 20
Estudo do livro Roteiro lição 20
 
O Homem Livre e Responsável
O Homem Livre e ResponsávelO Homem Livre e Responsável
O Homem Livre e Responsável
 
Diamica dons espirito
Diamica dons espiritoDiamica dons espirito
Diamica dons espirito
 
Palestra Fora da Caridade não Há Salvação
Palestra Fora da Caridade não Há Salvação Palestra Fora da Caridade não Há Salvação
Palestra Fora da Caridade não Há Salvação
 
Aula sobre prece- como Rezar
Aula sobre prece- como Rezar Aula sobre prece- como Rezar
Aula sobre prece- como Rezar
 
Mentalizando o bem (miramez)
Mentalizando o bem (miramez)Mentalizando o bem (miramez)
Mentalizando o bem (miramez)
 
As bases do transformar se
As bases do transformar seAs bases do transformar se
As bases do transformar se
 
Influências Espirituais e Suas Consequências
Influências Espirituais e Suas ConsequênciasInfluências Espirituais e Suas Consequências
Influências Espirituais e Suas Consequências
 
A familia
A familiaA familia
A familia
 
Qual é a vantagem em ser espírita
Qual é a vantagem em ser espíritaQual é a vantagem em ser espírita
Qual é a vantagem em ser espírita
 
Aconselhamento
AconselhamentoAconselhamento
Aconselhamento
 
Boletim o pae abril 2019
Boletim o pae   abril 2019Boletim o pae   abril 2019
Boletim o pae abril 2019
 
Mediunidade o que é isso apostila 021
Mediunidade o que é isso   apostila 021Mediunidade o que é isso   apostila 021
Mediunidade o que é isso apostila 021
 
Universalismo crstico apostila - 009 - 2011 - lar
Universalismo crstico   apostila - 009 - 2011 - larUniversalismo crstico   apostila - 009 - 2011 - lar
Universalismo crstico apostila - 009 - 2011 - lar
 
Fora Caridade não existe Salvação - A Caridade Horizontal e Caridade Vertical
Fora Caridade não existe Salvação - A Caridade Horizontal e Caridade VerticalFora Caridade não existe Salvação - A Caridade Horizontal e Caridade Vertical
Fora Caridade não existe Salvação - A Caridade Horizontal e Caridade Vertical
 
QVCC 06 - o dom espiritual de misericórdia
QVCC   06 - o dom espiritual de misericórdiaQVCC   06 - o dom espiritual de misericórdia
QVCC 06 - o dom espiritual de misericórdia
 

Mais de Helio Cruz

O pior inimigo
O pior inimigoO pior inimigo
O pior inimigo
Helio Cruz
 
Entusiasmo e responsabilidade
Entusiasmo e responsabilidadeEntusiasmo e responsabilidade
Entusiasmo e responsabilidade
Helio Cruz
 
A candeia debaixo do alqueire
A candeia debaixo do alqueireA candeia debaixo do alqueire
A candeia debaixo do alqueire
Helio Cruz
 
O credor incompassivo
O credor incompassivoO credor incompassivo
O credor incompassivo
Helio Cruz
 
O poder das palavras
O poder das palavrasO poder das palavras
O poder das palavras
Helio Cruz
 
Pedir e obter
Pedir e obterPedir e obter
Pedir e obter
Helio Cruz
 
A virtude os superiores e os inferiores
A virtude   os superiores e os inferioresA virtude   os superiores e os inferiores
A virtude os superiores e os inferiores
Helio Cruz
 
O peso da luz
O peso da luzO peso da luz
O peso da luz
Helio Cruz
 
Universidade de amor
Universidade de amorUniversidade de amor
Universidade de amor
Helio Cruz
 
A parentela corporal e espiritual
A parentela corporal e espiritualA parentela corporal e espiritual
A parentela corporal e espiritual
Helio Cruz
 
O homem e a vida espiritual
O homem e a vida espiritualO homem e a vida espiritual
O homem e a vida espiritual
Helio Cruz
 
O dom esquecido
O dom esquecidoO dom esquecido
O dom esquecido
Helio Cruz
 
Dia nacional da caridade
Dia nacional da caridadeDia nacional da caridade
Dia nacional da caridade
Helio Cruz
 
Marta e maria
Marta e mariaMarta e maria
Marta e maria
Helio Cruz
 
O progresso espiritual
O progresso espiritualO progresso espiritual
O progresso espiritual
Helio Cruz
 
Viver para deus
Viver para deusViver para deus
Viver para deus
Helio Cruz
 
O Marco inicial do Espiritismo
O Marco inicial do EspiritismoO Marco inicial do Espiritismo
O Marco inicial do Espiritismo
Helio Cruz
 
A quaresma e o espiritismo
A quaresma e o espiritismoA quaresma e o espiritismo
A quaresma e o espiritismo
Helio Cruz
 
Os nossos julgamentos
Os nossos julgamentosOs nossos julgamentos
Os nossos julgamentos
Helio Cruz
 
Sal da terra e luz do mundo
Sal da terra e luz do mundoSal da terra e luz do mundo
Sal da terra e luz do mundo
Helio Cruz
 

Mais de Helio Cruz (20)

O pior inimigo
O pior inimigoO pior inimigo
O pior inimigo
 
Entusiasmo e responsabilidade
Entusiasmo e responsabilidadeEntusiasmo e responsabilidade
Entusiasmo e responsabilidade
 
A candeia debaixo do alqueire
A candeia debaixo do alqueireA candeia debaixo do alqueire
A candeia debaixo do alqueire
 
O credor incompassivo
O credor incompassivoO credor incompassivo
O credor incompassivo
 
O poder das palavras
O poder das palavrasO poder das palavras
O poder das palavras
 
Pedir e obter
Pedir e obterPedir e obter
Pedir e obter
 
A virtude os superiores e os inferiores
A virtude   os superiores e os inferioresA virtude   os superiores e os inferiores
A virtude os superiores e os inferiores
 
O peso da luz
O peso da luzO peso da luz
O peso da luz
 
Universidade de amor
Universidade de amorUniversidade de amor
Universidade de amor
 
A parentela corporal e espiritual
A parentela corporal e espiritualA parentela corporal e espiritual
A parentela corporal e espiritual
 
O homem e a vida espiritual
O homem e a vida espiritualO homem e a vida espiritual
O homem e a vida espiritual
 
O dom esquecido
O dom esquecidoO dom esquecido
O dom esquecido
 
Dia nacional da caridade
Dia nacional da caridadeDia nacional da caridade
Dia nacional da caridade
 
Marta e maria
Marta e mariaMarta e maria
Marta e maria
 
O progresso espiritual
O progresso espiritualO progresso espiritual
O progresso espiritual
 
Viver para deus
Viver para deusViver para deus
Viver para deus
 
O Marco inicial do Espiritismo
O Marco inicial do EspiritismoO Marco inicial do Espiritismo
O Marco inicial do Espiritismo
 
A quaresma e o espiritismo
A quaresma e o espiritismoA quaresma e o espiritismo
A quaresma e o espiritismo
 
Os nossos julgamentos
Os nossos julgamentosOs nossos julgamentos
Os nossos julgamentos
 
Sal da terra e luz do mundo
Sal da terra e luz do mundoSal da terra e luz do mundo
Sal da terra e luz do mundo
 

Último

5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...
5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...
5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...
PIB Penha
 
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújoquem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
Rogério Augusto Ayres de Araujo
 
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
Nilson Almeida
 
6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.
6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.
6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.
PIB Penha
 
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita RafaelA Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
DavidBertelli3
 
Encontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
Encontro ECC - Sacramento Penitência.pptEncontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
Encontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
SanturioTacararu
 
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptxBatismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
nadeclarice
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - RevidesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Ricardo Azevedo
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Celso Napoleon
 
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
AlailzaSoares1
 
2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são pe...
2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são  pe...2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são  pe...
2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são pe...
PIB Penha
 
Marie Louise Von Franz - Alquimia.pdf001
Marie Louise Von Franz - Alquimia.pdf001Marie Louise Von Franz - Alquimia.pdf001
Marie Louise Von Franz - Alquimia.pdf001
EdimarEdigesso
 
O MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptx
O MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptxO MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptx
O MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptx
valneirocha
 
3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
PIB Penha
 
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyugcontrole-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
AntonioMugiba
 
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptxLição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Celso Napoleon
 
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
PIB Penha
 
edgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf rad
edgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf radedgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf rad
edgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf rad
carla983678
 
7 - O Casamento Cristão. Mateus 19.6 Assim, eles já não são dois, mas sim uma...
7 - O Casamento Cristão. Mateus 19.6 Assim, eles já não são dois, mas sim uma...7 - O Casamento Cristão. Mateus 19.6 Assim, eles já não são dois, mas sim uma...
7 - O Casamento Cristão. Mateus 19.6 Assim, eles já não são dois, mas sim uma...
PIB Penha
 
1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...
1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...
1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...
PIB Penha
 

Último (20)

5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...
5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...
5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...
 
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújoquem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
 
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
 
6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.
6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.
6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.
 
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita RafaelA Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
 
Encontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
Encontro ECC - Sacramento Penitência.pptEncontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
Encontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
 
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptxBatismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - RevidesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
 
2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são pe...
2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são  pe...2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são  pe...
2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são pe...
 
Marie Louise Von Franz - Alquimia.pdf001
Marie Louise Von Franz - Alquimia.pdf001Marie Louise Von Franz - Alquimia.pdf001
Marie Louise Von Franz - Alquimia.pdf001
 
O MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptx
O MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptxO MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptx
O MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptx
 
3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
 
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyugcontrole-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
 
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptxLição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
 
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
 
edgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf rad
edgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf radedgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf rad
edgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf rad
 
7 - O Casamento Cristão. Mateus 19.6 Assim, eles já não são dois, mas sim uma...
7 - O Casamento Cristão. Mateus 19.6 Assim, eles já não são dois, mas sim uma...7 - O Casamento Cristão. Mateus 19.6 Assim, eles já não são dois, mas sim uma...
7 - O Casamento Cristão. Mateus 19.6 Assim, eles já não são dois, mas sim uma...
 
1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...
1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...
1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...
 

O Dia da Caridade

  • 2. Toda moral do Cristo se resume na caridade e na humildade, isto é, nas duas virtudes contrárias ao egoísmo e ao orgulho. Em todos os seus ensinos, o Mestre aponta estas duas qualidades morais como sendo as que conduzem à eterna felicidade. Na questão 893 de O Livro dos Espíritos, Kardec indaga qual a mais meritória das virtudes, obtendo dos Espíritos superiores a resposta de que é a caridade desinteressada. Mas, o que é a caridade, segundo a Doutrina Espírita? Para facilitar a compreensão, podemos dividi-la em material e moral. A caridade material compreende aquilo que tem manifestação no mundo físico. Devendo ser exercida com desprendimento e amor, sem humilhar a quem recebe.
  • 3. A caridade, segundo Jesus, não se restringe à esmola; abrange todas as relações com os nossos semelhantes, quer se trate de nossos inferiores, iguais ou superiores. O exercício da caridade passa por muitos estágios. A caridade é algo muito mais profundo e importante do que apenas darmos o que nos sobra, nem aquilo que se dá para nos livrarmos de quem nos pede ou aliviar a consciência, embora isto também seja um ato caritativo, mas não resume a grandiosidade desta virtude. A caridade moral, como entendia o Cristo, é elucidada na questão 886 de O Livro dos Espíritos, como sendo benevolência para com todos, indulgência para com as imperfeições alheias e perdão das ofensas.
  • 4. Esse conceito de caridade reúne todos os deveres do ser humano para com seu próximo, podendo ser exercitado através de três perguntas: 1) Ao pensar, julgando ou avaliando o próximo, como devo proceder? Com indulgência; 2) Como deve ser a minha ação para com o meu próximo? Com benevolência; 3) Como devo receber a ação do próximo? Com perdão. Assim, a caridade moral pode ser:
  • 5. Verbal (palavras que consolam, esclarecem e edificam). Mental (ondas mentais sob a forma de perdão, prece emitida em favor de encarnados e desencarnados). Gestual (afago fraterno, abraço, aperto de mão, sorriso). Passiva (silêncio diante de uma ofensa, atenção perante um desabafo). Sempre há condições e oportunidades para o exercício da caridade, pois não há quem não possa doar algo, dedicar atenção a um irmão de caminhada, vibrar positivamente por alguém, condições que não requerem recurso financeiro nem influência social. Todos nós podemos fazê-la. Cada indivíduo, porém, procura e encontra meios de realizar o bem de acordo com a sua evolução espiritual.
  • 6. Mas, à medida que compreende que fora da caridade não há salvação, o homem esforça-se por praticá-la em suas diversas manifestações. A caridade nada mais é do que o amor em movimento. A grande dificuldade é a de se conquistá-la; ela não se compra nem se transfere de uns para os outros, adquire-se, construindo-a no imo. Chegará o dia em que faremos o bem naturalmente, agindo como o anônimo bom samaritano que, sem questionar ou emitir julgamento acerca do ferido caído à margem da estrada, arregaçou as mangas e o trouxe de volta à vida. Aí, sim, estaremos praticando a caridade verdadeira.
  • 7. É um longo aprendizado, mas estamos no caminho, e, por enquanto, é o que importa. Perceberemos um dia que, sentenças como, por exemplo, “É dando que recebemos” não são apenas frases bonitas. Pois dar de si é amar, e o amor, estranhamente, quanto mais se dá, mais se tem. Dediquemo-nos, portanto, meus irmãos, à prática da caridade ensinada no Evangelho de Jesus, pois ela nos ajudará não só a evitar a prática do mal, mas também nos impulsionará em direção ao trabalho no bem. Se hoje ainda não somos capazes de sairmos de nós mesmos em direção ao nosso próximo, que isto não seja motivo de desespero ou preocupação.
  • 8. A Natureza não dá saltos. Não desanimemos, continuemos a jornada e chegaremos, um dia, à evolução desejada. Muita Paz! Agora, vamos elevar o nosso pensamento a Jesus, rogando a luz e o amparo que precisamos, nós que aqui estamos, ligados ao pesado fardo da matéria. Refrigera-nos, Senhor, o nosso Espírito; ameniza as dores e sofrimentos de todos nós. Que possa haver mais esperança em nossos corações; que possa haver mais fé em nossos espíritos; que possa haver mais entendimento e caridade em nossas ações, tudo conforme a vontade de Deus, nosso Pai.
  • 9. E, que, nessa semana que hoje se inicia, possamos vivificar e aprender, levando a todos com quem vamos nos encontrar, a mensagem do trabalho contínuo, da melhoria, da paz, do amor e da caridade. Que assim seja! Graças a Deus! Meu Blog: http://espiritual-espiritual.blogspot.com.br Com estudos comentados semanais de O Livro dos Espíritos e de O Evangelho Segundo o Espiritismo. Nova página: Espiritismo com humor.