SlideShare uma empresa Scribd logo
SEGURANÇA E SAÚDE NOS TRABALHOS EM
ESPAÇOS CONFINADOS
SEGURANÇA DO TRABALHO
Modulo I
 Para um melhor entendimento do treinamentos de NR 33 Segurança em
Espaços Confinados, adotamos o glossário da norma, para conhecimento
de algumas terminologias utilizadas por ela.
 Abertura de linha:
◦ Abertura intencional de um duto, tubo, linha, tubulação que está sendo utilizada
ou foi utilizada para transportar materiais tóxicos, inflamáveis, corrosivos, gás, ou
qualquer fluido em pressões ou temperaturas capazes de causar danos materiais
ou pessoais visando a eliminar energias perigosas para o trabalho seguro em
espaços confinados.
 Alívio:
◦ O mesmo que abertura de linha.
 Análise Preliminar de Risco (APR):
◦ Avaliação inicial dos riscos potenciais, suas causas, consequências e medidas de
controle.
 Área Classificada:
◦ Área potencialmente explosiva ou com risco de explosão.
 Atmosfera IPVS - Atmosfera Imediatamente Perigosa à Vida ou à Saúde:
◦ Qualquer atmosfera que apresente risco imediato à vida ou produza imediato
efeito debilitante à saúde.
 Avaliações iniciais da atmosfera:
◦ Conjunto de medições preliminares realizadas na atmosfera do espaço confinado.
 Base técnica:
◦ Conjunto de normas, artigos, livros, procedimentos de segurança de trabalho, e
demais documentos técnicos utilizados para implementar o Sistema de Permissão
de Entrada e Trabalho em espaços confinados.
 Bloqueio:
◦ Dispositivo que impede a liberação de energias perigosas tais como: pressão,
vapor, fluidos, combustíveis, água e outros visando à contenção de energias
perigosas para trabalho seguro em espaços confinados.
 Chama aberta:
◦ Mistura de gases incandescentes emitindo energia, que é também denominada
chama ou fogo.
 Condição IPVS:
◦ Qualquer condição que coloque um risco imediato de morte ou que possa resultar
em efeitos à saúde irreversíveis ou imediatamente severos ou que possa resultar
em dano ocular, irritação ou outras condições que possam impedir a saída de um
espaço confinado.
 Contaminantes:
◦ Gases, vapores, névoas, fumos e poeiras presentes na atmosfera do espaço
confinado.
 Deficiência de Oxigênio:
◦ Atmosfera contendo menos de 20,9 % de oxigênio em volume na
pressão atmosférica normal, a não ser que a redução do percentual seja
devidamente monitorada e controlada.
 Engolfamento:
◦ É o envolvimento e a captura de uma pessoa por líquidos ou sólidos finamente
divididos.
 Enriquecimento de Oxigênio:
◦ Atmosfera contendo mais de 23% de oxigênio em volume.
 Etiquetagem:
◦ Colocação de rótulo num dispositivo isolador de energia para indicar que o
dispositivo e o equipamento a ser controlado não podem ser utilizados até a sua
remoção.
 Faísca:
◦ Partícula candente gerada no processo de esmerilhamento, polimento, corte ou
solda
 Gestão de segurança e saúde nos trabalhos em espaços confinados:
◦ Conjunto de medidas técnicas de prevenção, administrativas, pessoais e coletivas
necessárias para garantir o trabalho seguro em espaços confinados.
 Inertização:
◦ Deslocamento da atmosfera existente em um espaço confinado por um gás
inerte, resultando numa atmosfera não combustível e com deficiência de oxigênio.
 Intrinsecamente Seguro:
◦ Situação em que o equipamento não pode liberar energia elétrica ou térmica
suficientes para, em condições normais ou anormais, causar a ignição de uma
dada atmosfera explosiva, conforme expresso no certificado de conformidade do
equipamento.
 Lacre:
◦ Braçadeira ou outro dispositivo que precise ser rompido para abrir um
equipamento. Leitura direta: dispositivo ou equipamento que permite realizar
leituras de contaminantes em tempo real.
 Medidas especiais de controle:
◦ Medidas adicionais de controle necessárias para permitir a entrada e o trabalho
em espaços confinados em situações peculiares, tais como trabalhos a quente,
atmosferas IPVS ou outras.
 Ordem de Bloqueio:
◦ Ordem de suspensão de operação normal do espaço confinado.
 Ordem de Liberação:
◦ Ordem de reativação de operação normal do espaço confinado.
 Oxigênio puro:
◦ Atmosfera contendo somente oxigênio (100 %).
 Permissão de Entrada e Trabalho (PET):
◦ Documento escrito contendo o conjunto de medidas de controle visando à entrada
e desenvolvimento de trabalho seguro, além de medidas de emergência e resgate
em espaços confinados.
 Proficiência:
◦ Competência, aptidão, capacitação e habilidade aliadas à experiência.
 Programa de Proteção Respiratória:
◦ Conjunto de medidas práticas e administrativas necessárias para proteger a
saúde do trabalhador pela seleção adequada e uso correto dos respiradores.
 Purga:
◦ Método de limpeza que torna a atmosfera interior do espaço confinado isenta de
gases, vapores e outras impurezas indesejáveis através de ventilação ou lavagem
com água ou vapor.
 Quase-acidente:
◦ Qualquer evento não programado que possa indicar a possibilidade de
ocorrência de acidente.
 Responsável Técnico:
◦ Profissional habilitado para identificar os espaços confinados existentes na
empresa e elaborar as medidas técnicas de prevenção, administrativas, pessoais
e de emergência e resgate.
 Risco Grave e Iminente:
◦ Qualquer condição que possa causar acidente de trabalho ou doença profissional
com lesão grave à integridade física do trabalhador.
 Riscos psicossociais:
◦ Influência na saúde mental dos trabalhadores, provocada pelas tensões da vida
diária, pressão do trabalho e outros fatores adversos.
 Salvamento:
◦ Procedimento operacional padronizado, realizado por equipe com conhecimento
técnico especializado, para resgatar e prestar os primeiros socorros a
trabalhadores em caso de emergência.
 Sistema de Permissão de Entrada em Espaços Confinados:
◦ Procedimento escrito para preparar uma permissão de entrada e trabalho (PET).
 Supervisor de Entrada:
◦ Pessoa capacitada para operar a permissão de entrada com responsabilidade
para preencher e assinar a permissão de entrada e trabalho (PET) para o
desenvolvimento de entrada e trabalho seguro no interior de espaços confinados.
 Trabalhador autorizado:
◦ Trabalhador capacitado para entrar no espaço confinado, ciente dos seus direitos
e deveres e com conhecimento dos riscos e das medidas de controle existentes.
 Trava:
◦ Dispositivo (como chave ou cadeado) utilizado para garantir isolamento de
dispositivos que possam liberar energia elétrica ou mecânica de forma acidental.
 Vigia:
◦ Trabalhador designado para permanecer fora do espaço confinado e que
é responsável pelo acompanhamento, comunicação e ordem de
abandono para os trabalhadores.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Apresentação NR33 ESPAÇO CONFINADO
Apresentação NR33 ESPAÇO CONFINADOApresentação NR33 ESPAÇO CONFINADO
Apresentação NR33 ESPAÇO CONFINADO
Robson Peixoto
 
TREINAMENTO NR-33 ESPACO CONFINADO.pptx
TREINAMENTO NR-33 ESPACO CONFINADO.pptxTREINAMENTO NR-33 ESPACO CONFINADO.pptx
TREINAMENTO NR-33 ESPACO CONFINADO.pptx
JoyceMarina2
 
-Integraçãode segurança doTrabalho
-Integraçãode segurança doTrabalho-Integraçãode segurança doTrabalho
-Integraçãode segurança doTrabalho
Karol Oliveira
 
Ordem de servio geral
Ordem de servio geralOrdem de servio geral
Ordem de servio geral
Montacon
 
Nr 18 Segurança na Industria da Construção
Nr 18 Segurança na Industria da Construção Nr 18 Segurança na Industria da Construção
Nr 18 Segurança na Industria da Construção
Ana Paula Santos de Jesus Souza
 
Segurança no manuseio de produtos quimicos
Segurança no manuseio de produtos quimicosSegurança no manuseio de produtos quimicos
Segurança no manuseio de produtos quimicos
Sergio Roberto Silva
 
Treinamento NR 18 .pptx
Treinamento NR 18  .pptxTreinamento NR 18  .pptx
Treinamento NR 18 .pptx
MarceloRodriguesdaLu2
 
Trabalho em altura nr 35 (treinamento)
Trabalho em altura   nr 35 (treinamento)Trabalho em altura   nr 35 (treinamento)
Trabalho em altura nr 35 (treinamento)
Bruno Monteiro
 
Nr33
Nr33Nr33
Nr18
Nr18 Nr18
TRABALHO EM ALTURA - Gianfranco
TRABALHO EM ALTURA - GianfrancoTRABALHO EM ALTURA - Gianfranco
TRABALHO EM ALTURA - Gianfranco
Alex Souza
 
GERENCIAMENTO EPI CONSCIENTIZAÇÃO E USO – NR 6
GERENCIAMENTO EPI CONSCIENTIZAÇÃO E USO – NR 6GERENCIAMENTO EPI CONSCIENTIZAÇÃO E USO – NR 6
GERENCIAMENTO EPI CONSCIENTIZAÇÃO E USO – NR 6
GAC CURSOS ONLINE
 
treinamento nr 18
treinamento nr 18treinamento nr 18
treinamento nr 18
pwolter
 
MODELO DE TREINAMENTO NR12 VOLTADO A FRENTES DE SERVIÇO EM OBRAS
MODELO DE TREINAMENTO NR12 VOLTADO A FRENTES DE SERVIÇO EM OBRASMODELO DE TREINAMENTO NR12 VOLTADO A FRENTES DE SERVIÇO EM OBRAS
MODELO DE TREINAMENTO NR12 VOLTADO A FRENTES DE SERVIÇO EM OBRAS
Mateus Borges
 
Espaco confinado- NR33 -guia-trabalhador
Espaco confinado- NR33 -guia-trabalhadorEspaco confinado- NR33 -guia-trabalhador
Espaco confinado- NR33 -guia-trabalhador
Sergio Roberto Silva
 
Treinamento para Segurança em Trabalho a Quente.pptx (1).pptx
Treinamento para Segurança em Trabalho a Quente.pptx (1).pptxTreinamento para Segurança em Trabalho a Quente.pptx (1).pptx
Treinamento para Segurança em Trabalho a Quente.pptx (1).pptx
Rudinei de Moura
 
treinamento nr 31.7.pptx
treinamento nr 31.7.pptxtreinamento nr 31.7.pptx
treinamento nr 31.7.pptx
MelquiadesAlmeida2
 
Nr 33 16h completo
Nr 33 16h completoNr 33 16h completo
Nr 33 16h completo
Cristiano Mendes
 
Nr – 31
Nr – 31Nr – 31
Nr 32 treinamento básico
Nr 32 treinamento básicoNr 32 treinamento básico
Nr 32 treinamento básico
Ythia Karla
 

Mais procurados (20)

Apresentação NR33 ESPAÇO CONFINADO
Apresentação NR33 ESPAÇO CONFINADOApresentação NR33 ESPAÇO CONFINADO
Apresentação NR33 ESPAÇO CONFINADO
 
TREINAMENTO NR-33 ESPACO CONFINADO.pptx
TREINAMENTO NR-33 ESPACO CONFINADO.pptxTREINAMENTO NR-33 ESPACO CONFINADO.pptx
TREINAMENTO NR-33 ESPACO CONFINADO.pptx
 
-Integraçãode segurança doTrabalho
-Integraçãode segurança doTrabalho-Integraçãode segurança doTrabalho
-Integraçãode segurança doTrabalho
 
Ordem de servio geral
Ordem de servio geralOrdem de servio geral
Ordem de servio geral
 
Nr 18 Segurança na Industria da Construção
Nr 18 Segurança na Industria da Construção Nr 18 Segurança na Industria da Construção
Nr 18 Segurança na Industria da Construção
 
Segurança no manuseio de produtos quimicos
Segurança no manuseio de produtos quimicosSegurança no manuseio de produtos quimicos
Segurança no manuseio de produtos quimicos
 
Treinamento NR 18 .pptx
Treinamento NR 18  .pptxTreinamento NR 18  .pptx
Treinamento NR 18 .pptx
 
Trabalho em altura nr 35 (treinamento)
Trabalho em altura   nr 35 (treinamento)Trabalho em altura   nr 35 (treinamento)
Trabalho em altura nr 35 (treinamento)
 
Nr33
Nr33Nr33
Nr33
 
Nr18
Nr18 Nr18
Nr18
 
TRABALHO EM ALTURA - Gianfranco
TRABALHO EM ALTURA - GianfrancoTRABALHO EM ALTURA - Gianfranco
TRABALHO EM ALTURA - Gianfranco
 
GERENCIAMENTO EPI CONSCIENTIZAÇÃO E USO – NR 6
GERENCIAMENTO EPI CONSCIENTIZAÇÃO E USO – NR 6GERENCIAMENTO EPI CONSCIENTIZAÇÃO E USO – NR 6
GERENCIAMENTO EPI CONSCIENTIZAÇÃO E USO – NR 6
 
treinamento nr 18
treinamento nr 18treinamento nr 18
treinamento nr 18
 
MODELO DE TREINAMENTO NR12 VOLTADO A FRENTES DE SERVIÇO EM OBRAS
MODELO DE TREINAMENTO NR12 VOLTADO A FRENTES DE SERVIÇO EM OBRASMODELO DE TREINAMENTO NR12 VOLTADO A FRENTES DE SERVIÇO EM OBRAS
MODELO DE TREINAMENTO NR12 VOLTADO A FRENTES DE SERVIÇO EM OBRAS
 
Espaco confinado- NR33 -guia-trabalhador
Espaco confinado- NR33 -guia-trabalhadorEspaco confinado- NR33 -guia-trabalhador
Espaco confinado- NR33 -guia-trabalhador
 
Treinamento para Segurança em Trabalho a Quente.pptx (1).pptx
Treinamento para Segurança em Trabalho a Quente.pptx (1).pptxTreinamento para Segurança em Trabalho a Quente.pptx (1).pptx
Treinamento para Segurança em Trabalho a Quente.pptx (1).pptx
 
treinamento nr 31.7.pptx
treinamento nr 31.7.pptxtreinamento nr 31.7.pptx
treinamento nr 31.7.pptx
 
Nr 33 16h completo
Nr 33 16h completoNr 33 16h completo
Nr 33 16h completo
 
Nr – 31
Nr – 31Nr – 31
Nr – 31
 
Nr 32 treinamento básico
Nr 32 treinamento básicoNr 32 treinamento básico
Nr 32 treinamento básico
 

Destaque

NR-33 - Espaço Confinado - Modulo II
NR-33 - Espaço Confinado - Modulo IINR-33 - Espaço Confinado - Modulo II
NR-33 - Espaço Confinado - Modulo II
emanueltstegeon
 
NR-33 - Espaço Confinado - Modulo III
NR-33 - Espaço Confinado - Modulo IIINR-33 - Espaço Confinado - Modulo III
NR-33 - Espaço Confinado - Modulo III
emanueltstegeon
 
Modulo ii nr 35 egeon
Modulo ii nr 35   egeonModulo ii nr 35   egeon
Modulo ii nr 35 egeon
André Souza
 
Modulo III NR 35
Modulo III NR 35  Modulo III NR 35
Modulo III NR 35
André Souza
 
Primeiros Socorros Modulo IV
Primeiros Socorros Modulo IVPrimeiros Socorros Modulo IV
Primeiros Socorros Modulo IV
emanueltstegeon
 
Modulo i nr 35 egeon
Modulo i nr 35   egeonModulo i nr 35   egeon
Modulo i nr 35 egeon
André Souza
 
Modulo iv nr 35 egeon
Modulo iv nr 35 egeonModulo iv nr 35 egeon
Modulo iv nr 35 egeon
André Souza
 
INFORMATICA EDUCATIVA
INFORMATICA EDUCATIVAINFORMATICA EDUCATIVA
INFORMATICA EDUCATIVA
rumino10
 
社内技術同好会の進め方
社内技術同好会の進め方社内技術同好会の進め方
社内技術同好会の進め方
Yasuki Ikeuchi
 
Rock the SERPs: Reputation und Traffic mit Google+ und AuthorRank boosten
Rock the SERPs: Reputation und Traffic mit Google+ und AuthorRank boostenRock the SERPs: Reputation und Traffic mit Google+ und AuthorRank boosten
Rock the SERPs: Reputation und Traffic mit Google+ und AuthorRank boosten
Björn Tantau
 
Filosofía de la ciencia en el siglo xx
Filosofía de la ciencia en el siglo xxFilosofía de la ciencia en el siglo xx
Filosofía de la ciencia en el siglo xx
Diego Ramos
 
Elpida Project
Elpida ProjectElpida Project
Elpida Project
Colin Pappajohn
 
ヒアリング資料 ○○工事
ヒアリング資料 ○○工事ヒアリング資料 ○○工事
ヒアリング資料 ○○工事
fujii5610
 
Krispy Natural by Keshav Goyal
Krispy Natural by Keshav GoyalKrispy Natural by Keshav Goyal
Krispy Natural by Keshav Goyal
Keshav Goyal
 
Guia de programas de pós-graduacao em Biologia da Conservação
Guia de programas de pós-graduacao em Biologia da ConservaçãoGuia de programas de pós-graduacao em Biologia da Conservação
Guia de programas de pós-graduacao em Biologia da Conservação
Guellity Marcel
 
Tp valencias
Tp valenciasTp valencias
Tp valencias
iguia
 
resume Final (3
resume Final (3resume Final (3
resume Final (3
Jacki Petre
 
Sociedad Actual
Sociedad ActualSociedad Actual
Slide Design
Slide DesignSlide Design
Slide Design
Andrew Carroll
 

Destaque (19)

NR-33 - Espaço Confinado - Modulo II
NR-33 - Espaço Confinado - Modulo IINR-33 - Espaço Confinado - Modulo II
NR-33 - Espaço Confinado - Modulo II
 
NR-33 - Espaço Confinado - Modulo III
NR-33 - Espaço Confinado - Modulo IIINR-33 - Espaço Confinado - Modulo III
NR-33 - Espaço Confinado - Modulo III
 
Modulo ii nr 35 egeon
Modulo ii nr 35   egeonModulo ii nr 35   egeon
Modulo ii nr 35 egeon
 
Modulo III NR 35
Modulo III NR 35  Modulo III NR 35
Modulo III NR 35
 
Primeiros Socorros Modulo IV
Primeiros Socorros Modulo IVPrimeiros Socorros Modulo IV
Primeiros Socorros Modulo IV
 
Modulo i nr 35 egeon
Modulo i nr 35   egeonModulo i nr 35   egeon
Modulo i nr 35 egeon
 
Modulo iv nr 35 egeon
Modulo iv nr 35 egeonModulo iv nr 35 egeon
Modulo iv nr 35 egeon
 
INFORMATICA EDUCATIVA
INFORMATICA EDUCATIVAINFORMATICA EDUCATIVA
INFORMATICA EDUCATIVA
 
社内技術同好会の進め方
社内技術同好会の進め方社内技術同好会の進め方
社内技術同好会の進め方
 
Rock the SERPs: Reputation und Traffic mit Google+ und AuthorRank boosten
Rock the SERPs: Reputation und Traffic mit Google+ und AuthorRank boostenRock the SERPs: Reputation und Traffic mit Google+ und AuthorRank boosten
Rock the SERPs: Reputation und Traffic mit Google+ und AuthorRank boosten
 
Filosofía de la ciencia en el siglo xx
Filosofía de la ciencia en el siglo xxFilosofía de la ciencia en el siglo xx
Filosofía de la ciencia en el siglo xx
 
Elpida Project
Elpida ProjectElpida Project
Elpida Project
 
ヒアリング資料 ○○工事
ヒアリング資料 ○○工事ヒアリング資料 ○○工事
ヒアリング資料 ○○工事
 
Krispy Natural by Keshav Goyal
Krispy Natural by Keshav GoyalKrispy Natural by Keshav Goyal
Krispy Natural by Keshav Goyal
 
Guia de programas de pós-graduacao em Biologia da Conservação
Guia de programas de pós-graduacao em Biologia da ConservaçãoGuia de programas de pós-graduacao em Biologia da Conservação
Guia de programas de pós-graduacao em Biologia da Conservação
 
Tp valencias
Tp valenciasTp valencias
Tp valencias
 
resume Final (3
resume Final (3resume Final (3
resume Final (3
 
Sociedad Actual
Sociedad ActualSociedad Actual
Sociedad Actual
 
Slide Design
Slide DesignSlide Design
Slide Design
 

Semelhante a NR-33 Espaço Confinado - Modulo I

Glossário NR 33
Glossário NR 33Glossário NR 33
Glossário NR 33
DiegoAugusto86
 
Apostila nr 33 - espaço confinado
Apostila   nr 33 - espaço confinadoApostila   nr 33 - espaço confinado
Apostila nr 33 - espaço confinado
WilliamsNascimento3
 
Apresentaçao-NR-33.pdf
Apresentaçao-NR-33.pdfApresentaçao-NR-33.pdf
Apresentaçao-NR-33.pdf
ssuser22319e
 
treinamento-NR-33.pptx
treinamento-NR-33.pptxtreinamento-NR-33.pptx
treinamento-NR-33.pptx
LeopoldoMontarroyosM
 
espaco-tadeu.ppt
espaco-tadeu.pptespaco-tadeu.ppt
espaco-tadeu.ppt
ssuser22319e
 
APRESENTAÇÃO ESPAÇO CONFINADO.ppt
APRESENTAÇÃO ESPAÇO CONFINADO.pptAPRESENTAÇÃO ESPAÇO CONFINADO.ppt
APRESENTAÇÃO ESPAÇO CONFINADO.ppt
andrikazi
 
Espaço confinado
Espaço confinadoEspaço confinado
Espaço confinado
Maria Izabel Rebelo
 
Espaco abnt
Espaco abntEspaco abnt
Espaco abnt
Cristiano Franco
 
Espao confinado
Espao confinadoEspao confinado
Espao confinado
Marcio Guilherme Bispo
 
Nr 33
Nr   33Nr   33
Espaco confinado1
Espaco confinado1Espaco confinado1
Espaco confinado1
Luiz Ironilton
 
Ebook nr 33 trabalhos em espaços confinados
Ebook nr 33 trabalhos em espaços confinados Ebook nr 33 trabalhos em espaços confinados
Ebook nr 33 trabalhos em espaços confinados
Robson Peixoto
 
NR 33 trabalhos em espacos confinados
NR 33 trabalhos em espacos confinadosNR 33 trabalhos em espacos confinados
NR 33 trabalhos em espacos confinados
Zanel EPIs de Raspa e Vaqueta
 
Nr – 33
Nr – 33Nr – 33
0-Trabalho_em_Espa_o_Confinado (1).pdf
0-Trabalho_em_Espa_o_Confinado (1).pdf0-Trabalho_em_Espa_o_Confinado (1).pdf
0-Trabalho_em_Espa_o_Confinado (1).pdf
RenatoRibeiro188
 
Nbr 14787 espaço confinado - prevenção de acidentes, procedimentos e medida...
Nbr 14787   espaço confinado - prevenção de acidentes, procedimentos e medida...Nbr 14787   espaço confinado - prevenção de acidentes, procedimentos e medida...
Nbr 14787 espaço confinado - prevenção de acidentes, procedimentos e medida...
100604
 
NR 33 – Espaço Confinado...............
NR 33 – Espaço Confinado...............NR 33 – Espaço Confinado...............
NR 33 – Espaço Confinado...............
LeandroRicardo28
 
Apresentação espaço confinado fev2010 completa
Apresentação  espaço confinado fev2010 completaApresentação  espaço confinado fev2010 completa
Apresentação espaço confinado fev2010 completa
Gliceu Grossi
 
Treinamento de Espaço Confinado_Trabalhadores e Vigias NR 33.ppt
Treinamento de Espaço Confinado_Trabalhadores e Vigias NR 33.pptTreinamento de Espaço Confinado_Trabalhadores e Vigias NR 33.ppt
Treinamento de Espaço Confinado_Trabalhadores e Vigias NR 33.ppt
José Valfrido
 
Nr 33 rayane
Nr 33 rayaneNr 33 rayane
Nr 33 rayane
Rayane Patricia
 

Semelhante a NR-33 Espaço Confinado - Modulo I (20)

Glossário NR 33
Glossário NR 33Glossário NR 33
Glossário NR 33
 
Apostila nr 33 - espaço confinado
Apostila   nr 33 - espaço confinadoApostila   nr 33 - espaço confinado
Apostila nr 33 - espaço confinado
 
Apresentaçao-NR-33.pdf
Apresentaçao-NR-33.pdfApresentaçao-NR-33.pdf
Apresentaçao-NR-33.pdf
 
treinamento-NR-33.pptx
treinamento-NR-33.pptxtreinamento-NR-33.pptx
treinamento-NR-33.pptx
 
espaco-tadeu.ppt
espaco-tadeu.pptespaco-tadeu.ppt
espaco-tadeu.ppt
 
APRESENTAÇÃO ESPAÇO CONFINADO.ppt
APRESENTAÇÃO ESPAÇO CONFINADO.pptAPRESENTAÇÃO ESPAÇO CONFINADO.ppt
APRESENTAÇÃO ESPAÇO CONFINADO.ppt
 
Espaço confinado
Espaço confinadoEspaço confinado
Espaço confinado
 
Espaco abnt
Espaco abntEspaco abnt
Espaco abnt
 
Espao confinado
Espao confinadoEspao confinado
Espao confinado
 
Nr 33
Nr   33Nr   33
Nr 33
 
Espaco confinado1
Espaco confinado1Espaco confinado1
Espaco confinado1
 
Ebook nr 33 trabalhos em espaços confinados
Ebook nr 33 trabalhos em espaços confinados Ebook nr 33 trabalhos em espaços confinados
Ebook nr 33 trabalhos em espaços confinados
 
NR 33 trabalhos em espacos confinados
NR 33 trabalhos em espacos confinadosNR 33 trabalhos em espacos confinados
NR 33 trabalhos em espacos confinados
 
Nr – 33
Nr – 33Nr – 33
Nr – 33
 
0-Trabalho_em_Espa_o_Confinado (1).pdf
0-Trabalho_em_Espa_o_Confinado (1).pdf0-Trabalho_em_Espa_o_Confinado (1).pdf
0-Trabalho_em_Espa_o_Confinado (1).pdf
 
Nbr 14787 espaço confinado - prevenção de acidentes, procedimentos e medida...
Nbr 14787   espaço confinado - prevenção de acidentes, procedimentos e medida...Nbr 14787   espaço confinado - prevenção de acidentes, procedimentos e medida...
Nbr 14787 espaço confinado - prevenção de acidentes, procedimentos e medida...
 
NR 33 – Espaço Confinado...............
NR 33 – Espaço Confinado...............NR 33 – Espaço Confinado...............
NR 33 – Espaço Confinado...............
 
Apresentação espaço confinado fev2010 completa
Apresentação  espaço confinado fev2010 completaApresentação  espaço confinado fev2010 completa
Apresentação espaço confinado fev2010 completa
 
Treinamento de Espaço Confinado_Trabalhadores e Vigias NR 33.ppt
Treinamento de Espaço Confinado_Trabalhadores e Vigias NR 33.pptTreinamento de Espaço Confinado_Trabalhadores e Vigias NR 33.ppt
Treinamento de Espaço Confinado_Trabalhadores e Vigias NR 33.ppt
 
Nr 33 rayane
Nr 33 rayaneNr 33 rayane
Nr 33 rayane
 

Mais de emanueltstegeon

Trabalho a Quente Modulo I
Trabalho a Quente   Modulo ITrabalho a Quente   Modulo I
Trabalho a Quente Modulo I
emanueltstegeon
 
NR 6 - Equipamento de Proteção Individual
NR 6 - Equipamento de Proteção IndividualNR 6 - Equipamento de Proteção Individual
NR 6 - Equipamento de Proteção Individual
emanueltstegeon
 
Primeiros Socorros Modulo VI
Primeiros Socorros Modulo VIPrimeiros Socorros Modulo VI
Primeiros Socorros Modulo VI
emanueltstegeon
 
Primeiros Socorros Modulo V
Primeiros Socorros Modulo VPrimeiros Socorros Modulo V
Primeiros Socorros Modulo V
emanueltstegeon
 
Primeiros Socorros Modulo III
Primeiros Socorros Modulo IIIPrimeiros Socorros Modulo III
Primeiros Socorros Modulo III
emanueltstegeon
 
Primeiros Socorros Modulo II
Primeiros Socorros Modulo IIPrimeiros Socorros Modulo II
Primeiros Socorros Modulo II
emanueltstegeon
 
Primeiros Socorros Modulo I
Primeiros Socorros Modulo IPrimeiros Socorros Modulo I
Primeiros Socorros Modulo I
emanueltstegeon
 
Treinamento de CIPA modulo IV - Prevenção e Combate a Incêndio
Treinamento de CIPA   modulo IV - Prevenção e Combate a IncêndioTreinamento de CIPA   modulo IV - Prevenção e Combate a Incêndio
Treinamento de CIPA modulo IV - Prevenção e Combate a Incêndio
emanueltstegeon
 
Treinamento de CIPA modulo III - NR 6 - Equipamento de Proteção Individual
Treinamento de CIPA   modulo III - NR 6 - Equipamento de Proteção IndividualTreinamento de CIPA   modulo III - NR 6 - Equipamento de Proteção Individual
Treinamento de CIPA modulo III - NR 6 - Equipamento de Proteção Individual
emanueltstegeon
 
Treinamento de CIPA modulo II - Segurança do Trabalho
Treinamento de CIPA   modulo II - Segurança do TrabalhoTreinamento de CIPA   modulo II - Segurança do Trabalho
Treinamento de CIPA modulo II - Segurança do Trabalho
emanueltstegeon
 
Treinamento de CIPA modulo I - NR 5 - Comissão Interna de Prevenção de Acidentes
Treinamento de CIPA modulo I - NR 5 - Comissão Interna de Prevenção de AcidentesTreinamento de CIPA modulo I - NR 5 - Comissão Interna de Prevenção de Acidentes
Treinamento de CIPA modulo I - NR 5 - Comissão Interna de Prevenção de Acidentes
emanueltstegeon
 

Mais de emanueltstegeon (11)

Trabalho a Quente Modulo I
Trabalho a Quente   Modulo ITrabalho a Quente   Modulo I
Trabalho a Quente Modulo I
 
NR 6 - Equipamento de Proteção Individual
NR 6 - Equipamento de Proteção IndividualNR 6 - Equipamento de Proteção Individual
NR 6 - Equipamento de Proteção Individual
 
Primeiros Socorros Modulo VI
Primeiros Socorros Modulo VIPrimeiros Socorros Modulo VI
Primeiros Socorros Modulo VI
 
Primeiros Socorros Modulo V
Primeiros Socorros Modulo VPrimeiros Socorros Modulo V
Primeiros Socorros Modulo V
 
Primeiros Socorros Modulo III
Primeiros Socorros Modulo IIIPrimeiros Socorros Modulo III
Primeiros Socorros Modulo III
 
Primeiros Socorros Modulo II
Primeiros Socorros Modulo IIPrimeiros Socorros Modulo II
Primeiros Socorros Modulo II
 
Primeiros Socorros Modulo I
Primeiros Socorros Modulo IPrimeiros Socorros Modulo I
Primeiros Socorros Modulo I
 
Treinamento de CIPA modulo IV - Prevenção e Combate a Incêndio
Treinamento de CIPA   modulo IV - Prevenção e Combate a IncêndioTreinamento de CIPA   modulo IV - Prevenção e Combate a Incêndio
Treinamento de CIPA modulo IV - Prevenção e Combate a Incêndio
 
Treinamento de CIPA modulo III - NR 6 - Equipamento de Proteção Individual
Treinamento de CIPA   modulo III - NR 6 - Equipamento de Proteção IndividualTreinamento de CIPA   modulo III - NR 6 - Equipamento de Proteção Individual
Treinamento de CIPA modulo III - NR 6 - Equipamento de Proteção Individual
 
Treinamento de CIPA modulo II - Segurança do Trabalho
Treinamento de CIPA   modulo II - Segurança do TrabalhoTreinamento de CIPA   modulo II - Segurança do Trabalho
Treinamento de CIPA modulo II - Segurança do Trabalho
 
Treinamento de CIPA modulo I - NR 5 - Comissão Interna de Prevenção de Acidentes
Treinamento de CIPA modulo I - NR 5 - Comissão Interna de Prevenção de AcidentesTreinamento de CIPA modulo I - NR 5 - Comissão Interna de Prevenção de Acidentes
Treinamento de CIPA modulo I - NR 5 - Comissão Interna de Prevenção de Acidentes
 

Último

os-lusiadas-resumo-os-lusiadas-10-ano.pdf
os-lusiadas-resumo-os-lusiadas-10-ano.pdfos-lusiadas-resumo-os-lusiadas-10-ano.pdf
os-lusiadas-resumo-os-lusiadas-10-ano.pdf
GiselaAlves15
 
Fato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptx
Fato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptxFato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptx
Fato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptx
MariaFatima425285
 
livro da EJA - 2a ETAPA - 4o e 5o ano. para análise do professorpdf
livro da EJA - 2a ETAPA - 4o e 5o ano. para análise do professorpdflivro da EJA - 2a ETAPA - 4o e 5o ano. para análise do professorpdf
livro da EJA - 2a ETAPA - 4o e 5o ano. para análise do professorpdf
Escola Municipal Jesus Cristo
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
Manuais Formação
 
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Aula 3- 6º HIS - As origens da humanidade, seus deslocamentos e os processos ...
Aula 3- 6º HIS - As origens da humanidade, seus deslocamentos e os processos ...Aula 3- 6º HIS - As origens da humanidade, seus deslocamentos e os processos ...
Aula 3- 6º HIS - As origens da humanidade, seus deslocamentos e os processos ...
Luana Neres
 
Caça-palavras - ortografia S, SS, X, C e Z
Caça-palavras - ortografia  S, SS, X, C e ZCaça-palavras - ortografia  S, SS, X, C e Z
Caça-palavras - ortografia S, SS, X, C e Z
Mary Alvarenga
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
LucianaCristina58
 
proposta curricular ou plano de cursode lingua portuguesa eja anos finais ( ...
proposta curricular  ou plano de cursode lingua portuguesa eja anos finais ( ...proposta curricular  ou plano de cursode lingua portuguesa eja anos finais ( ...
proposta curricular ou plano de cursode lingua portuguesa eja anos finais ( ...
Escola Municipal Jesus Cristo
 
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdfiNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
andressacastro36
 
Biologia - Jogos da memória genetico.pdf
Biologia - Jogos da memória genetico.pdfBiologia - Jogos da memória genetico.pdf
Biologia - Jogos da memória genetico.pdf
Ana Da Silva Ponce
 
UFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manual
UFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manualUFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manual
UFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manual
Manuais Formação
 
Química orgânica e as funções organicas.pptx
Química orgânica e as funções organicas.pptxQuímica orgânica e as funções organicas.pptx
Química orgânica e as funções organicas.pptx
KeilianeOliveira3
 
Arundhati Roy - O Deus das Pequenas Coisas - ÍNDIA.pdf
Arundhati Roy - O Deus das Pequenas Coisas - ÍNDIA.pdfArundhati Roy - O Deus das Pequenas Coisas - ÍNDIA.pdf
Arundhati Roy - O Deus das Pequenas Coisas - ÍNDIA.pdf
Ana Da Silva Ponce
 
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmenteeducação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
DeuzinhaAzevedo
 
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdfCaderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
enpfilosofiaufu
 
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
ValdineyRodriguesBez1
 
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdfthe_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
CarinaSoto12
 
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdfCaderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
carlaslr1
 

Último (20)

os-lusiadas-resumo-os-lusiadas-10-ano.pdf
os-lusiadas-resumo-os-lusiadas-10-ano.pdfos-lusiadas-resumo-os-lusiadas-10-ano.pdf
os-lusiadas-resumo-os-lusiadas-10-ano.pdf
 
Fato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptx
Fato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptxFato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptx
Fato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptx
 
livro da EJA - 2a ETAPA - 4o e 5o ano. para análise do professorpdf
livro da EJA - 2a ETAPA - 4o e 5o ano. para análise do professorpdflivro da EJA - 2a ETAPA - 4o e 5o ano. para análise do professorpdf
livro da EJA - 2a ETAPA - 4o e 5o ano. para análise do professorpdf
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
 
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
 
Aula 3- 6º HIS - As origens da humanidade, seus deslocamentos e os processos ...
Aula 3- 6º HIS - As origens da humanidade, seus deslocamentos e os processos ...Aula 3- 6º HIS - As origens da humanidade, seus deslocamentos e os processos ...
Aula 3- 6º HIS - As origens da humanidade, seus deslocamentos e os processos ...
 
Caça-palavras - ortografia S, SS, X, C e Z
Caça-palavras - ortografia  S, SS, X, C e ZCaça-palavras - ortografia  S, SS, X, C e Z
Caça-palavras - ortografia S, SS, X, C e Z
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
 
proposta curricular ou plano de cursode lingua portuguesa eja anos finais ( ...
proposta curricular  ou plano de cursode lingua portuguesa eja anos finais ( ...proposta curricular  ou plano de cursode lingua portuguesa eja anos finais ( ...
proposta curricular ou plano de cursode lingua portuguesa eja anos finais ( ...
 
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdfiNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
 
Biologia - Jogos da memória genetico.pdf
Biologia - Jogos da memória genetico.pdfBiologia - Jogos da memória genetico.pdf
Biologia - Jogos da memória genetico.pdf
 
UFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manual
UFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manualUFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manual
UFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manual
 
Química orgânica e as funções organicas.pptx
Química orgânica e as funções organicas.pptxQuímica orgânica e as funções organicas.pptx
Química orgânica e as funções organicas.pptx
 
Arundhati Roy - O Deus das Pequenas Coisas - ÍNDIA.pdf
Arundhati Roy - O Deus das Pequenas Coisas - ÍNDIA.pdfArundhati Roy - O Deus das Pequenas Coisas - ÍNDIA.pdf
Arundhati Roy - O Deus das Pequenas Coisas - ÍNDIA.pdf
 
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmenteeducação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
 
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdfCaderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
 
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
 
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdfthe_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
 
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdfCaderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
 

NR-33 Espaço Confinado - Modulo I

  • 1. SEGURANÇA E SAÚDE NOS TRABALHOS EM ESPAÇOS CONFINADOS SEGURANÇA DO TRABALHO Modulo I
  • 2.  Para um melhor entendimento do treinamentos de NR 33 Segurança em Espaços Confinados, adotamos o glossário da norma, para conhecimento de algumas terminologias utilizadas por ela.
  • 3.  Abertura de linha: ◦ Abertura intencional de um duto, tubo, linha, tubulação que está sendo utilizada ou foi utilizada para transportar materiais tóxicos, inflamáveis, corrosivos, gás, ou qualquer fluido em pressões ou temperaturas capazes de causar danos materiais ou pessoais visando a eliminar energias perigosas para o trabalho seguro em espaços confinados.  Alívio: ◦ O mesmo que abertura de linha.  Análise Preliminar de Risco (APR): ◦ Avaliação inicial dos riscos potenciais, suas causas, consequências e medidas de controle.
  • 4.  Área Classificada: ◦ Área potencialmente explosiva ou com risco de explosão.  Atmosfera IPVS - Atmosfera Imediatamente Perigosa à Vida ou à Saúde: ◦ Qualquer atmosfera que apresente risco imediato à vida ou produza imediato efeito debilitante à saúde.  Avaliações iniciais da atmosfera: ◦ Conjunto de medições preliminares realizadas na atmosfera do espaço confinado.
  • 5.  Base técnica: ◦ Conjunto de normas, artigos, livros, procedimentos de segurança de trabalho, e demais documentos técnicos utilizados para implementar o Sistema de Permissão de Entrada e Trabalho em espaços confinados.  Bloqueio: ◦ Dispositivo que impede a liberação de energias perigosas tais como: pressão, vapor, fluidos, combustíveis, água e outros visando à contenção de energias perigosas para trabalho seguro em espaços confinados.
  • 6.  Chama aberta: ◦ Mistura de gases incandescentes emitindo energia, que é também denominada chama ou fogo.  Condição IPVS: ◦ Qualquer condição que coloque um risco imediato de morte ou que possa resultar em efeitos à saúde irreversíveis ou imediatamente severos ou que possa resultar em dano ocular, irritação ou outras condições que possam impedir a saída de um espaço confinado.  Contaminantes: ◦ Gases, vapores, névoas, fumos e poeiras presentes na atmosfera do espaço confinado.
  • 7.  Deficiência de Oxigênio: ◦ Atmosfera contendo menos de 20,9 % de oxigênio em volume na pressão atmosférica normal, a não ser que a redução do percentual seja devidamente monitorada e controlada.
  • 8.  Engolfamento: ◦ É o envolvimento e a captura de uma pessoa por líquidos ou sólidos finamente divididos.  Enriquecimento de Oxigênio: ◦ Atmosfera contendo mais de 23% de oxigênio em volume.  Etiquetagem: ◦ Colocação de rótulo num dispositivo isolador de energia para indicar que o dispositivo e o equipamento a ser controlado não podem ser utilizados até a sua remoção.
  • 9.  Faísca: ◦ Partícula candente gerada no processo de esmerilhamento, polimento, corte ou solda  Gestão de segurança e saúde nos trabalhos em espaços confinados: ◦ Conjunto de medidas técnicas de prevenção, administrativas, pessoais e coletivas necessárias para garantir o trabalho seguro em espaços confinados.
  • 10.  Inertização: ◦ Deslocamento da atmosfera existente em um espaço confinado por um gás inerte, resultando numa atmosfera não combustível e com deficiência de oxigênio.  Intrinsecamente Seguro: ◦ Situação em que o equipamento não pode liberar energia elétrica ou térmica suficientes para, em condições normais ou anormais, causar a ignição de uma dada atmosfera explosiva, conforme expresso no certificado de conformidade do equipamento.
  • 11.  Lacre: ◦ Braçadeira ou outro dispositivo que precise ser rompido para abrir um equipamento. Leitura direta: dispositivo ou equipamento que permite realizar leituras de contaminantes em tempo real.  Medidas especiais de controle: ◦ Medidas adicionais de controle necessárias para permitir a entrada e o trabalho em espaços confinados em situações peculiares, tais como trabalhos a quente, atmosferas IPVS ou outras.
  • 12.  Ordem de Bloqueio: ◦ Ordem de suspensão de operação normal do espaço confinado.  Ordem de Liberação: ◦ Ordem de reativação de operação normal do espaço confinado.  Oxigênio puro: ◦ Atmosfera contendo somente oxigênio (100 %).
  • 13.  Permissão de Entrada e Trabalho (PET): ◦ Documento escrito contendo o conjunto de medidas de controle visando à entrada e desenvolvimento de trabalho seguro, além de medidas de emergência e resgate em espaços confinados.  Proficiência: ◦ Competência, aptidão, capacitação e habilidade aliadas à experiência.  Programa de Proteção Respiratória: ◦ Conjunto de medidas práticas e administrativas necessárias para proteger a saúde do trabalhador pela seleção adequada e uso correto dos respiradores.  Purga: ◦ Método de limpeza que torna a atmosfera interior do espaço confinado isenta de gases, vapores e outras impurezas indesejáveis através de ventilação ou lavagem com água ou vapor.
  • 14.  Quase-acidente: ◦ Qualquer evento não programado que possa indicar a possibilidade de ocorrência de acidente.  Responsável Técnico: ◦ Profissional habilitado para identificar os espaços confinados existentes na empresa e elaborar as medidas técnicas de prevenção, administrativas, pessoais e de emergência e resgate.  Risco Grave e Iminente: ◦ Qualquer condição que possa causar acidente de trabalho ou doença profissional com lesão grave à integridade física do trabalhador.  Riscos psicossociais: ◦ Influência na saúde mental dos trabalhadores, provocada pelas tensões da vida diária, pressão do trabalho e outros fatores adversos.
  • 15.  Salvamento: ◦ Procedimento operacional padronizado, realizado por equipe com conhecimento técnico especializado, para resgatar e prestar os primeiros socorros a trabalhadores em caso de emergência.  Sistema de Permissão de Entrada em Espaços Confinados: ◦ Procedimento escrito para preparar uma permissão de entrada e trabalho (PET).  Supervisor de Entrada: ◦ Pessoa capacitada para operar a permissão de entrada com responsabilidade para preencher e assinar a permissão de entrada e trabalho (PET) para o desenvolvimento de entrada e trabalho seguro no interior de espaços confinados.
  • 16.  Trabalhador autorizado: ◦ Trabalhador capacitado para entrar no espaço confinado, ciente dos seus direitos e deveres e com conhecimento dos riscos e das medidas de controle existentes.  Trava: ◦ Dispositivo (como chave ou cadeado) utilizado para garantir isolamento de dispositivos que possam liberar energia elétrica ou mecânica de forma acidental.
  • 17.  Vigia: ◦ Trabalhador designado para permanecer fora do espaço confinado e que é responsável pelo acompanhamento, comunicação e ordem de abandono para os trabalhadores.