SlideShare uma empresa Scribd logo
SEGURANÇA E SAÚDE NOS TRABALHOS EM
ESPAÇOS CONFINADOS
SEGURANÇA DO TRABALHO
Modulo III
Espaço confinado é:
 Qualquer área ou ambiente não projetado para a ocupação humana contínua;
 Possui meios limitados de entrada e saída;
 A ventilação existente é insuficiente para remover contaminantes;
 Pode existir a deficiência ou enriquecimento de oxigênio.
 Indústria de papel e celulose.
 Indústria gráfica.
 Indústria alimentícia.
 Indústria da borracha, do couro e
têxtil.
 Indústria naval e operações
marítimas.
 Indústrias químicas e petroquímicas.
 Serviços de gás.
 Serviços de água e esgoto.
 Serviços de eletricidade.
 Serviços de telefonia.
 Construção civil.
 Beneficiamento de minérios.
 Siderúrgicas e metalúrgicas.
 Agricultura.
 Agroindústria.
 Manutenção, reparos, limpeza ou inspeção de equipamentos ou reservatórios.
 Obras da construção civil.
 Operações de salvamento e resgate.
 Falta ou excesso de oxigênio.
 Incêndio ou explosão, pela presença
de vapores e gases inflamáveis.
 Intoxicações por substâncias químicas.
 Infecções por agentes biológicos.
 Engolfamentos.
 Afogamentos.
 Soterramentos.
 Quedas.
 Choques elétricos.
 Todos estes riscos podem levar à
morte ou doenças.
 Certificando-se que a sua empresa
 Segue a:
◦ ABNT/NBR 14.787 – Espaços confinados – prevenção de acidentes,
procedimentos e medidas de proteção.
◦ ABNT/NBR 14.606 – Postos de serviço - Entrada em espaço confinado.
 E atende a:
◦ Norma Regulamentadora nº 33 Segurança e Saúde nos Trabalhos em Espaços
Confinados (MTE).
 Somente quando sua empresa fornecer a
Autorização da Permissão de Entrada e
Trabalho - PET
 Essa Permissão de Entrada e Trabalho
(PET) é exigida por lei e executada pelo
Supervisor de Entrada (NR-33).
 O serviço executado deverá sempre ser
acompanhado por um vigia.
 A Permissão de Entrada e Trabalho (PET) contém procedimentos escritos de
segurança e emergência.
 Verificar se as medidas de segurança foram implantadas e se a PET está assinada
pelo Supervisor de Entrada.
 O trabalhador deve entrar no espaço confinado com uma cópia da PET.
O supervisor de entrada deve:
 Emitir a permissão de entrada e trabalho (PET) antes do início das atividades;
 Orientar o Vigia sobre os riscos do espaço confinado e as tratativas realizadas;.
 Executar os testes, conferir os equipamentos e os procedimentos contidos na pet;
 Assegurar que os serviços de emergência e salvamento estejam disponíveis e que
os meios para acioná-los estejam operantes;
 Cancelar os procedimentos de entrada e trabalho quando necessário;
 Encerrar a pet após o término dos serviços.
O vigia deve:
 Manter continuamente a contagem precisa do número de trabalhadores autorizados
no espaço confinado e assegurar que todos saiam ao término da atividade;
 Permanecer fora do espaço confinado, junto à entrada, em contato permanente com
os trabalhadores autorizados;
 Adotar os procedimentos de emergência, acionando a equipe de salvamento, pública
ou privada, quando necessário;
 Operar os movimentadores de pessoas;
 Ordenar o abandono do espaço confinado sempre que reconhecer algum sinal de
alarme, perigo, sintoma, queixa, condição proibida, acidente, situação não prevista
ou quando não puder desempenhar efetivamente suas tarefas, nem ser substituído
por outro vigia.
O Supervisor de Entrada deve:
 Manter sinalização permanente junto à entrada do espaço confinado.
 A sinalização é importante para informação e alerta quanto aos riscos em espaços
confinados.
 O isolamento é necessário para evitar que pessoas não autorizadas se aproximem
do espaço confinado.
O Supervisor de Entrada deve:
 Realizar testes iniciais do ar interno antes que o trabalhador entre em um espaço
confinado.
 Os testes do ar interno são medições para a verificação dos níveis de oxigênio,
gases e vapores tóxicos e inflamáveis;
 Durante as medições, o supervisor de entrada deve estar fora do espaço confinado.
 As medições são necessárias para que não ocorram acidentes por asfixia,
intoxicação, incêndio ou explosão.
O Supervisor de Entrada deve:
 Desligar a energia elétrica, trancar com chave ou cadeado e sinalizar quadros
elétricos para evitar movimentação acidental de máquinas ou choques elétricos,
quando o Trabalhador Autorizado estiver no interior do espaço confinado.
 Não ventilar espaços confinados com oxigênio
◦ O uso de oxigênio para a ventilação de local confinado aumenta o risco de
incêndio e explosão.
 Durante todo o trabalho no espaço confinado deverá ser utilizada ventilação
adequada para garantir a renovação contínua do ar.
 Os Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) devem ser fornecidos gratuitamente.
 Devem ser utilizados EPIs adequados para cada situação de risco existente.
 O trabalhador deverá ser treinado quanto ao uso adequado do EPI.
 Obs. Conclua o curso realizando o treinamento de Equipamentos de proteção
individual – EPI.
 Drogas – Nunca fume, utilize drogas ou beba bebidas alcoolicas no Espaço
Confinado!
 Telefone celular – Não deve ser utilizado como aparelho de comunicação em espaço
confinado.
 Velas, fósforos e isqueiros não devem ser utilizados.
 Objetos necessários à execução do trabalho que produzam calor, chamas ou
faíscas, devem ser previstos na permissão de entrada e trabalho.
 Adotar medidas para eliminar ou controlar os riscos de incêndio ou explosão em
trabalhos como soldagem, aquecimento, esmerilhamento, corte ou outros que
liberem chama aberta, faíscas ou calor (NR-33).
 Devem ser fornecidos equipamentos especiais para trabalhos em espaços
confinados como:
 Lanternas intrinsecamente seguro.
 Rádios de comunicação.
 Detectores de gases, à prova de explosão.
 O empregador deve elaborar e implantar procedimentos de emergência e resgate
adequados ao espaço confinado.
 O empregador deve fornecer equipamentos e acessórios que possibilitem meios
seguros de resgate.
 Os trabalhadores devem ser treinados para situações de emergência e resgate.
 Exames médicos.
 Treinamento para todos os
trabalhadores.
 Permissão de Entrada e Trabalho
(PET).
 Inspeção prévia no local.
 Elaboração da Análise Preliminar de
Risco (APR).
 Sinalização e isolamento da área.
 Equipamentos de ventilação.
 Equipamentos medidores de oxigênio,
gases e vapores tóxicos e inflamáveis.
 Supervisor de Entrada e Vigia.
 Equipamentos de proteção individual.
 Equipamentos de comunicação,
medição de gases e vapores e
iluminação.
 Equipamentos de resgate.
 Conhecer o trabalho a ser executado.
 Conhecer os riscos do trabalho a ser executado.
 Conhecer os procedimentos e equipamentos de segurança para executar o trabalho.
 Receber todos os equipamentos de segurança necessários para a execução dos
trabalhos.
 Conhecer os procedimentos e equipamentos de resgate e primeiros socorros.
 Entrar em espaço confinado somente após o supervisor de entrada realizar todos os
testes e adotar as medidas de controle necessárias.
 O empregador deve garantir que os trabalhadores possam interromper suas
atividades e abandonar o local de trabalho, sempre que eles suspeitarem da
existência de risco grave e iminente para sua segurança e saúde ou à de terceiros.
 Ao interromper atividades devido ao um risco grave e/ou iminente, informe
imediatamente ao seu superior hierárquico.
 Realizar exames médicos.
 Participar dos treinamentos e seguir as informações de segurança.
 Usar os equipamentos de proteção fornecidos.
 Comunicar riscos encontrados dentro e fora do Espaço Confinado.
 Conheça e exija trabalhos seguros em espaços confinados.
 Voltar para casa com saúde é um direito de todos os trabalhadores.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

NR 35 trabalho em altura - beckma
NR  35 trabalho em altura - beckmaNR  35 trabalho em altura - beckma
NR 35 trabalho em altura - beckma
R.A. DA SILVA BECKMA-ME
 
Apresentação espaço confinado fev2010 completa
Apresentação  espaço confinado fev2010 completaApresentação  espaço confinado fev2010 completa
Apresentação espaço confinado fev2010 completa
Gliceu Grossi
 
Nr 20
Nr 20 Nr 20
NR-33 espaço confinado (2017/2018)
NR-33 espaço confinado (2017/2018)NR-33 espaço confinado (2017/2018)
NR-33 espaço confinado (2017/2018)
Claudio Cesar Pontes ن
 
Ebook nr 33 trabalhos em espaços confinados
Ebook nr 33 trabalhos em espaços confinados Ebook nr 33 trabalhos em espaços confinados
Ebook nr 33 trabalhos em espaços confinados
Robson Peixoto
 
Trabalho em altura NR-35 - 8 horas
Trabalho em altura NR-35 - 8 horasTrabalho em altura NR-35 - 8 horas
Trabalho em altura NR-35 - 8 horas
Márcio Roberto de Mattos
 
Treinamento NR 33 Completa - 21 de Julho 2022.pptx
Treinamento NR 33 Completa - 21 de Julho 2022.pptxTreinamento NR 33 Completa - 21 de Julho 2022.pptx
Treinamento NR 33 Completa - 21 de Julho 2022.pptx
AdelmaSiles
 
Treinamento nr 35
Treinamento nr 35Treinamento nr 35
Treinamento nr 35
JULIO CESAR TORRES
 
Trabalho a quente modulo II
Trabalho a quente   modulo IITrabalho a quente   modulo II
Trabalho a quente modulo II
emanueltstegeon
 
Nr 35 protemar
Nr 35 protemarNr 35 protemar
Nr 35 protemar
PopiWeirich1
 
Power+point+nr+35
Power+point+nr+35Power+point+nr+35
Power+point+nr+35
Gil Mendes
 
Nr 23
Nr 23Nr 23
NR 20 - NOVO.pptx
NR 20 - NOVO.pptxNR 20 - NOVO.pptx
NR 20 - NOVO.pptx
Anderson Fernandes Gomes
 
Treinamento nr 20
Treinamento nr 20Treinamento nr 20
Treinamento nr 20
André Luís Siqueira
 
Nr – 33 Segurança e Saúde no Trabalho Em espaços Confinados
Nr – 33 Segurança e Saúde no Trabalho Em espaços ConfinadosNr – 33 Segurança e Saúde no Trabalho Em espaços Confinados
Nr – 33 Segurança e Saúde no Trabalho Em espaços Confinados
Tarcizio Cavalcante
 
Trabalho em altura nr 35 (treinamento)
Trabalho em altura   nr 35 (treinamento)Trabalho em altura   nr 35 (treinamento)
Trabalho em altura nr 35 (treinamento)
Bruno Monteiro
 
Apresentação NR33 ESPAÇO CONFINADO
Apresentação NR33 ESPAÇO CONFINADOApresentação NR33 ESPAÇO CONFINADO
Apresentação NR33 ESPAÇO CONFINADO
Robson Peixoto
 
Segurança do Trabalho nwn
Segurança do Trabalho nwnSegurança do Trabalho nwn
Segurança do Trabalho nwn
Nestor Neto
 
Apresentação NR 35 - Trabalho em altura lino
 Apresentação NR 35 - Trabalho em altura   lino Apresentação NR 35 - Trabalho em altura   lino
Apresentação NR 35 - Trabalho em altura lino
lino1250
 
Atualização da NR 33.pptx
Atualização da NR 33.pptxAtualização da NR 33.pptx
Atualização da NR 33.pptx
Luis Gomes
 

Mais procurados (20)

NR 35 trabalho em altura - beckma
NR  35 trabalho em altura - beckmaNR  35 trabalho em altura - beckma
NR 35 trabalho em altura - beckma
 
Apresentação espaço confinado fev2010 completa
Apresentação  espaço confinado fev2010 completaApresentação  espaço confinado fev2010 completa
Apresentação espaço confinado fev2010 completa
 
Nr 20
Nr 20 Nr 20
Nr 20
 
NR-33 espaço confinado (2017/2018)
NR-33 espaço confinado (2017/2018)NR-33 espaço confinado (2017/2018)
NR-33 espaço confinado (2017/2018)
 
Ebook nr 33 trabalhos em espaços confinados
Ebook nr 33 trabalhos em espaços confinados Ebook nr 33 trabalhos em espaços confinados
Ebook nr 33 trabalhos em espaços confinados
 
Trabalho em altura NR-35 - 8 horas
Trabalho em altura NR-35 - 8 horasTrabalho em altura NR-35 - 8 horas
Trabalho em altura NR-35 - 8 horas
 
Treinamento NR 33 Completa - 21 de Julho 2022.pptx
Treinamento NR 33 Completa - 21 de Julho 2022.pptxTreinamento NR 33 Completa - 21 de Julho 2022.pptx
Treinamento NR 33 Completa - 21 de Julho 2022.pptx
 
Treinamento nr 35
Treinamento nr 35Treinamento nr 35
Treinamento nr 35
 
Trabalho a quente modulo II
Trabalho a quente   modulo IITrabalho a quente   modulo II
Trabalho a quente modulo II
 
Nr 35 protemar
Nr 35 protemarNr 35 protemar
Nr 35 protemar
 
Power+point+nr+35
Power+point+nr+35Power+point+nr+35
Power+point+nr+35
 
Nr 23
Nr 23Nr 23
Nr 23
 
NR 20 - NOVO.pptx
NR 20 - NOVO.pptxNR 20 - NOVO.pptx
NR 20 - NOVO.pptx
 
Treinamento nr 20
Treinamento nr 20Treinamento nr 20
Treinamento nr 20
 
Nr – 33 Segurança e Saúde no Trabalho Em espaços Confinados
Nr – 33 Segurança e Saúde no Trabalho Em espaços ConfinadosNr – 33 Segurança e Saúde no Trabalho Em espaços Confinados
Nr – 33 Segurança e Saúde no Trabalho Em espaços Confinados
 
Trabalho em altura nr 35 (treinamento)
Trabalho em altura   nr 35 (treinamento)Trabalho em altura   nr 35 (treinamento)
Trabalho em altura nr 35 (treinamento)
 
Apresentação NR33 ESPAÇO CONFINADO
Apresentação NR33 ESPAÇO CONFINADOApresentação NR33 ESPAÇO CONFINADO
Apresentação NR33 ESPAÇO CONFINADO
 
Segurança do Trabalho nwn
Segurança do Trabalho nwnSegurança do Trabalho nwn
Segurança do Trabalho nwn
 
Apresentação NR 35 - Trabalho em altura lino
 Apresentação NR 35 - Trabalho em altura   lino Apresentação NR 35 - Trabalho em altura   lino
Apresentação NR 35 - Trabalho em altura lino
 
Atualização da NR 33.pptx
Atualização da NR 33.pptxAtualização da NR 33.pptx
Atualização da NR 33.pptx
 

Destaque

NR-33 Espaço Confinado - Modulo I
NR-33   Espaço Confinado - Modulo INR-33   Espaço Confinado - Modulo I
NR-33 Espaço Confinado - Modulo I
emanueltstegeon
 
Modulo ii nr 35 egeon
Modulo ii nr 35   egeonModulo ii nr 35   egeon
Modulo ii nr 35 egeon
André Souza
 
Modulo III NR 35
Modulo III NR 35  Modulo III NR 35
Modulo III NR 35
André Souza
 
Modulo iv nr 35 egeon
Modulo iv nr 35 egeonModulo iv nr 35 egeon
Modulo iv nr 35 egeon
André Souza
 
Modulo i nr 35 egeon
Modulo i nr 35   egeonModulo i nr 35   egeon
Modulo i nr 35 egeon
André Souza
 
Brochure_UK Summit_5.20.16
Brochure_UK Summit_5.20.16Brochure_UK Summit_5.20.16
Brochure_UK Summit_5.20.16
Debbie Pedder
 
Por que as coisas estão como estão
Por que as coisas estão como estãoPor que as coisas estão como estão
Por que as coisas estão como estão
Hugo Machado
 
Anantham application
Anantham applicationAnantham application
Anantham application
Abhinav Chandra
 
DE KLEREN MAKEN DE LIEFDE LR
DE KLEREN MAKEN DE LIEFDE LRDE KLEREN MAKEN DE LIEFDE LR
DE KLEREN MAKEN DE LIEFDE LRMarleen Daniels
 
Que es un_proyecto_de_investigacion
Que es un_proyecto_de_investigacionQue es un_proyecto_de_investigacion
Que es un_proyecto_de_investigacion
EVA MAYOR
 
Elektrotermicki.uredjaji
Elektrotermicki.uredjajiElektrotermicki.uredjaji
Elektrotermicki.uredjaji
Natasha Markovic Stevanovic
 
Joey Resume
Joey ResumeJoey Resume
Joey Resume
Joseph Knight
 
free ebooks meditations - positive mindset ebooks
free ebooks meditations - positive mindset ebooksfree ebooks meditations - positive mindset ebooks
free ebooks meditations - positive mindset ebooks
bernadette-balla
 
งานที่2 ข้อมูลลูกค้า
งานที่2 ข้อมูลลูกค้างานที่2 ข้อมูลลูกค้า
งานที่2 ข้อมูลลูกค้า
ouraiwanzaza11
 
Corporate Gifts and Promotional Products Dubai
Corporate Gifts and Promotional Products DubaiCorporate Gifts and Promotional Products Dubai
Corporate Gifts and Promotional Products Dubai
Naazme
 
自然エネルギーフォーラム2016① (2016.12.4 PV-Net兵庫)
自然エネルギーフォーラム2016① (2016.12.4 PV-Net兵庫)自然エネルギーフォーラム2016① (2016.12.4 PV-Net兵庫)
自然エネルギーフォーラム2016① (2016.12.4 PV-Net兵庫)
PV-Net
 
Sociedad Actual
Sociedad ActualSociedad Actual
CV Competences and knowledge
CV  Competences and knowledgeCV  Competences and knowledge
CV Competences and knowledge
Linda Søndergaard
 

Destaque (19)

NR-33 Espaço Confinado - Modulo I
NR-33   Espaço Confinado - Modulo INR-33   Espaço Confinado - Modulo I
NR-33 Espaço Confinado - Modulo I
 
Modulo ii nr 35 egeon
Modulo ii nr 35   egeonModulo ii nr 35   egeon
Modulo ii nr 35 egeon
 
Modulo III NR 35
Modulo III NR 35  Modulo III NR 35
Modulo III NR 35
 
Modulo iv nr 35 egeon
Modulo iv nr 35 egeonModulo iv nr 35 egeon
Modulo iv nr 35 egeon
 
Modulo i nr 35 egeon
Modulo i nr 35   egeonModulo i nr 35   egeon
Modulo i nr 35 egeon
 
Brochure_UK Summit_5.20.16
Brochure_UK Summit_5.20.16Brochure_UK Summit_5.20.16
Brochure_UK Summit_5.20.16
 
Por que as coisas estão como estão
Por que as coisas estão como estãoPor que as coisas estão como estão
Por que as coisas estão como estão
 
Anantham application
Anantham applicationAnantham application
Anantham application
 
NATAN
NATANNATAN
NATAN
 
DE KLEREN MAKEN DE LIEFDE LR
DE KLEREN MAKEN DE LIEFDE LRDE KLEREN MAKEN DE LIEFDE LR
DE KLEREN MAKEN DE LIEFDE LR
 
Que es un_proyecto_de_investigacion
Que es un_proyecto_de_investigacionQue es un_proyecto_de_investigacion
Que es un_proyecto_de_investigacion
 
Elektrotermicki.uredjaji
Elektrotermicki.uredjajiElektrotermicki.uredjaji
Elektrotermicki.uredjaji
 
Joey Resume
Joey ResumeJoey Resume
Joey Resume
 
free ebooks meditations - positive mindset ebooks
free ebooks meditations - positive mindset ebooksfree ebooks meditations - positive mindset ebooks
free ebooks meditations - positive mindset ebooks
 
งานที่2 ข้อมูลลูกค้า
งานที่2 ข้อมูลลูกค้างานที่2 ข้อมูลลูกค้า
งานที่2 ข้อมูลลูกค้า
 
Corporate Gifts and Promotional Products Dubai
Corporate Gifts and Promotional Products DubaiCorporate Gifts and Promotional Products Dubai
Corporate Gifts and Promotional Products Dubai
 
自然エネルギーフォーラム2016① (2016.12.4 PV-Net兵庫)
自然エネルギーフォーラム2016① (2016.12.4 PV-Net兵庫)自然エネルギーフォーラム2016① (2016.12.4 PV-Net兵庫)
自然エネルギーフォーラム2016① (2016.12.4 PV-Net兵庫)
 
Sociedad Actual
Sociedad ActualSociedad Actual
Sociedad Actual
 
CV Competences and knowledge
CV  Competences and knowledgeCV  Competences and knowledge
CV Competences and knowledge
 

Semelhante a NR-33 - Espaço Confinado - Modulo III

NR 33 – Espaço Confinado...............
NR 33 – Espaço Confinado...............NR 33 – Espaço Confinado...............
NR 33 – Espaço Confinado...............
LeandroRicardo28
 
Treinamento da Norma Regulamentadora 33.pdf
Treinamento da Norma Regulamentadora 33.pdfTreinamento da Norma Regulamentadora 33.pdf
Treinamento da Norma Regulamentadora 33.pdf
Jefferson489134
 
NR 33 EM POWER POINT PARA BAIXAR GRATUITO, EXPLICATIVO E BASTANTE EFICIETE, D...
NR 33 EM POWER POINT PARA BAIXAR GRATUITO, EXPLICATIVO E BASTANTE EFICIETE, D...NR 33 EM POWER POINT PARA BAIXAR GRATUITO, EXPLICATIVO E BASTANTE EFICIETE, D...
NR 33 EM POWER POINT PARA BAIXAR GRATUITO, EXPLICATIVO E BASTANTE EFICIETE, D...
SeguranaTARKAT
 
espacosconfinadostrabalhadorvigianr331-131108160648-phpapp02.pdf
espacosconfinadostrabalhadorvigianr331-131108160648-phpapp02.pdfespacosconfinadostrabalhadorvigianr331-131108160648-phpapp02.pdf
espacosconfinadostrabalhadorvigianr331-131108160648-phpapp02.pdf
AndreLavor1
 
Nr 33
Nr   33Nr   33
TREINAMENTO NR-33 ESPACO CONFINADO.pptx
TREINAMENTO NR-33 ESPACO CONFINADO.pptxTREINAMENTO NR-33 ESPACO CONFINADO.pptx
TREINAMENTO NR-33 ESPACO CONFINADO.pptx
JoyceMarina2
 
APOSTILA NR-33.pdf
APOSTILA NR-33.pdfAPOSTILA NR-33.pdf
APOSTILA NR-33.pdf
ssuser22319e
 
Treinamento de Espaço Confinado_Trabalhadores e Vigias NR 33.ppt
Treinamento de Espaço Confinado_Trabalhadores e Vigias NR 33.pptTreinamento de Espaço Confinado_Trabalhadores e Vigias NR 33.ppt
Treinamento de Espaço Confinado_Trabalhadores e Vigias NR 33.ppt
José Valfrido
 
Pet
PetPet
Espaco confinado1
Espaco confinado1Espaco confinado1
Espaco confinado1
Luiz Ironilton
 
NR Nº 33 - Seguraça e Saúde nos Trabalhos em Espaços Confinados - Treinamento...
NR Nº 33 - Seguraça e Saúde nos Trabalhos em Espaços Confinados - Treinamento...NR Nº 33 - Seguraça e Saúde nos Trabalhos em Espaços Confinados - Treinamento...
NR Nº 33 - Seguraça e Saúde nos Trabalhos em Espaços Confinados - Treinamento...
ssuser22319e
 
Espaço Confinado NR 33 - Reciclagem ok.pptx
Espaço Confinado NR 33 - Reciclagem ok.pptxEspaço Confinado NR 33 - Reciclagem ok.pptx
Espaço Confinado NR 33 - Reciclagem ok.pptx
CelsoJungton2
 
Nr 33 rayane
Nr 33 rayaneNr 33 rayane
Nr 33 rayane
Rayane Patricia
 
Espacos confinados
Espacos confinados Espacos confinados
Espacos confinados
Wellington Oliveira
 
Nr 18-aula4
Nr 18-aula4Nr 18-aula4
Nr 18-aula4
Mara Almada
 
Espacos confinadoslivretotrabalhadornr33
Espacos confinadoslivretotrabalhadornr33Espacos confinadoslivretotrabalhadornr33
Espacos confinadoslivretotrabalhadornr33
prevencaonline
 
Espacos confinados Livreto NR33
Espacos confinados Livreto NR33Espacos confinados Livreto NR33
Espacos confinados Livreto NR33
prevencaonline
 
Apostila nr 33 - espaço confinado
Apostila   nr 33 - espaço confinadoApostila   nr 33 - espaço confinado
Apostila nr 33 - espaço confinado
WilliamsNascimento3
 
Apresentação NxGold NR-33 VIGIA e Autorizados (Opção 02).pptx
Apresentação NxGold NR-33 VIGIA e Autorizados (Opção 02).pptxApresentação NxGold NR-33 VIGIA e Autorizados (Opção 02).pptx
Apresentação NxGold NR-33 VIGIA e Autorizados (Opção 02).pptx
danielasouzadegodoib
 
Guia de orientações_para_espaços_confinados_-_versão_para_edição
Guia de orientações_para_espaços_confinados_-_versão_para_ediçãoGuia de orientações_para_espaços_confinados_-_versão_para_edição
Guia de orientações_para_espaços_confinados_-_versão_para_edição
Alexandre Macedo
 

Semelhante a NR-33 - Espaço Confinado - Modulo III (20)

NR 33 – Espaço Confinado...............
NR 33 – Espaço Confinado...............NR 33 – Espaço Confinado...............
NR 33 – Espaço Confinado...............
 
Treinamento da Norma Regulamentadora 33.pdf
Treinamento da Norma Regulamentadora 33.pdfTreinamento da Norma Regulamentadora 33.pdf
Treinamento da Norma Regulamentadora 33.pdf
 
NR 33 EM POWER POINT PARA BAIXAR GRATUITO, EXPLICATIVO E BASTANTE EFICIETE, D...
NR 33 EM POWER POINT PARA BAIXAR GRATUITO, EXPLICATIVO E BASTANTE EFICIETE, D...NR 33 EM POWER POINT PARA BAIXAR GRATUITO, EXPLICATIVO E BASTANTE EFICIETE, D...
NR 33 EM POWER POINT PARA BAIXAR GRATUITO, EXPLICATIVO E BASTANTE EFICIETE, D...
 
espacosconfinadostrabalhadorvigianr331-131108160648-phpapp02.pdf
espacosconfinadostrabalhadorvigianr331-131108160648-phpapp02.pdfespacosconfinadostrabalhadorvigianr331-131108160648-phpapp02.pdf
espacosconfinadostrabalhadorvigianr331-131108160648-phpapp02.pdf
 
Nr 33
Nr   33Nr   33
Nr 33
 
TREINAMENTO NR-33 ESPACO CONFINADO.pptx
TREINAMENTO NR-33 ESPACO CONFINADO.pptxTREINAMENTO NR-33 ESPACO CONFINADO.pptx
TREINAMENTO NR-33 ESPACO CONFINADO.pptx
 
APOSTILA NR-33.pdf
APOSTILA NR-33.pdfAPOSTILA NR-33.pdf
APOSTILA NR-33.pdf
 
Treinamento de Espaço Confinado_Trabalhadores e Vigias NR 33.ppt
Treinamento de Espaço Confinado_Trabalhadores e Vigias NR 33.pptTreinamento de Espaço Confinado_Trabalhadores e Vigias NR 33.ppt
Treinamento de Espaço Confinado_Trabalhadores e Vigias NR 33.ppt
 
Pet
PetPet
Pet
 
Espaco confinado1
Espaco confinado1Espaco confinado1
Espaco confinado1
 
NR Nº 33 - Seguraça e Saúde nos Trabalhos em Espaços Confinados - Treinamento...
NR Nº 33 - Seguraça e Saúde nos Trabalhos em Espaços Confinados - Treinamento...NR Nº 33 - Seguraça e Saúde nos Trabalhos em Espaços Confinados - Treinamento...
NR Nº 33 - Seguraça e Saúde nos Trabalhos em Espaços Confinados - Treinamento...
 
Espaço Confinado NR 33 - Reciclagem ok.pptx
Espaço Confinado NR 33 - Reciclagem ok.pptxEspaço Confinado NR 33 - Reciclagem ok.pptx
Espaço Confinado NR 33 - Reciclagem ok.pptx
 
Nr 33 rayane
Nr 33 rayaneNr 33 rayane
Nr 33 rayane
 
Espacos confinados
Espacos confinados Espacos confinados
Espacos confinados
 
Nr 18-aula4
Nr 18-aula4Nr 18-aula4
Nr 18-aula4
 
Espacos confinadoslivretotrabalhadornr33
Espacos confinadoslivretotrabalhadornr33Espacos confinadoslivretotrabalhadornr33
Espacos confinadoslivretotrabalhadornr33
 
Espacos confinados Livreto NR33
Espacos confinados Livreto NR33Espacos confinados Livreto NR33
Espacos confinados Livreto NR33
 
Apostila nr 33 - espaço confinado
Apostila   nr 33 - espaço confinadoApostila   nr 33 - espaço confinado
Apostila nr 33 - espaço confinado
 
Apresentação NxGold NR-33 VIGIA e Autorizados (Opção 02).pptx
Apresentação NxGold NR-33 VIGIA e Autorizados (Opção 02).pptxApresentação NxGold NR-33 VIGIA e Autorizados (Opção 02).pptx
Apresentação NxGold NR-33 VIGIA e Autorizados (Opção 02).pptx
 
Guia de orientações_para_espaços_confinados_-_versão_para_edição
Guia de orientações_para_espaços_confinados_-_versão_para_ediçãoGuia de orientações_para_espaços_confinados_-_versão_para_edição
Guia de orientações_para_espaços_confinados_-_versão_para_edição
 

Mais de emanueltstegeon

Trabalho a Quente Modulo I
Trabalho a Quente   Modulo ITrabalho a Quente   Modulo I
Trabalho a Quente Modulo I
emanueltstegeon
 
NR 6 - Equipamento de Proteção Individual
NR 6 - Equipamento de Proteção IndividualNR 6 - Equipamento de Proteção Individual
NR 6 - Equipamento de Proteção Individual
emanueltstegeon
 
Primeiros Socorros Modulo VI
Primeiros Socorros Modulo VIPrimeiros Socorros Modulo VI
Primeiros Socorros Modulo VI
emanueltstegeon
 
Primeiros Socorros Modulo V
Primeiros Socorros Modulo VPrimeiros Socorros Modulo V
Primeiros Socorros Modulo V
emanueltstegeon
 
Primeiros Socorros Modulo IV
Primeiros Socorros Modulo IVPrimeiros Socorros Modulo IV
Primeiros Socorros Modulo IV
emanueltstegeon
 
Primeiros Socorros Modulo III
Primeiros Socorros Modulo IIIPrimeiros Socorros Modulo III
Primeiros Socorros Modulo III
emanueltstegeon
 
Primeiros Socorros Modulo II
Primeiros Socorros Modulo IIPrimeiros Socorros Modulo II
Primeiros Socorros Modulo II
emanueltstegeon
 
Primeiros Socorros Modulo I
Primeiros Socorros Modulo IPrimeiros Socorros Modulo I
Primeiros Socorros Modulo I
emanueltstegeon
 
Treinamento de CIPA modulo IV - Prevenção e Combate a Incêndio
Treinamento de CIPA   modulo IV - Prevenção e Combate a IncêndioTreinamento de CIPA   modulo IV - Prevenção e Combate a Incêndio
Treinamento de CIPA modulo IV - Prevenção e Combate a Incêndio
emanueltstegeon
 
Treinamento de CIPA modulo III - NR 6 - Equipamento de Proteção Individual
Treinamento de CIPA   modulo III - NR 6 - Equipamento de Proteção IndividualTreinamento de CIPA   modulo III - NR 6 - Equipamento de Proteção Individual
Treinamento de CIPA modulo III - NR 6 - Equipamento de Proteção Individual
emanueltstegeon
 
Treinamento de CIPA modulo II - Segurança do Trabalho
Treinamento de CIPA   modulo II - Segurança do TrabalhoTreinamento de CIPA   modulo II - Segurança do Trabalho
Treinamento de CIPA modulo II - Segurança do Trabalho
emanueltstegeon
 
Treinamento de CIPA modulo I - NR 5 - Comissão Interna de Prevenção de Acidentes
Treinamento de CIPA modulo I - NR 5 - Comissão Interna de Prevenção de AcidentesTreinamento de CIPA modulo I - NR 5 - Comissão Interna de Prevenção de Acidentes
Treinamento de CIPA modulo I - NR 5 - Comissão Interna de Prevenção de Acidentes
emanueltstegeon
 

Mais de emanueltstegeon (12)

Trabalho a Quente Modulo I
Trabalho a Quente   Modulo ITrabalho a Quente   Modulo I
Trabalho a Quente Modulo I
 
NR 6 - Equipamento de Proteção Individual
NR 6 - Equipamento de Proteção IndividualNR 6 - Equipamento de Proteção Individual
NR 6 - Equipamento de Proteção Individual
 
Primeiros Socorros Modulo VI
Primeiros Socorros Modulo VIPrimeiros Socorros Modulo VI
Primeiros Socorros Modulo VI
 
Primeiros Socorros Modulo V
Primeiros Socorros Modulo VPrimeiros Socorros Modulo V
Primeiros Socorros Modulo V
 
Primeiros Socorros Modulo IV
Primeiros Socorros Modulo IVPrimeiros Socorros Modulo IV
Primeiros Socorros Modulo IV
 
Primeiros Socorros Modulo III
Primeiros Socorros Modulo IIIPrimeiros Socorros Modulo III
Primeiros Socorros Modulo III
 
Primeiros Socorros Modulo II
Primeiros Socorros Modulo IIPrimeiros Socorros Modulo II
Primeiros Socorros Modulo II
 
Primeiros Socorros Modulo I
Primeiros Socorros Modulo IPrimeiros Socorros Modulo I
Primeiros Socorros Modulo I
 
Treinamento de CIPA modulo IV - Prevenção e Combate a Incêndio
Treinamento de CIPA   modulo IV - Prevenção e Combate a IncêndioTreinamento de CIPA   modulo IV - Prevenção e Combate a Incêndio
Treinamento de CIPA modulo IV - Prevenção e Combate a Incêndio
 
Treinamento de CIPA modulo III - NR 6 - Equipamento de Proteção Individual
Treinamento de CIPA   modulo III - NR 6 - Equipamento de Proteção IndividualTreinamento de CIPA   modulo III - NR 6 - Equipamento de Proteção Individual
Treinamento de CIPA modulo III - NR 6 - Equipamento de Proteção Individual
 
Treinamento de CIPA modulo II - Segurança do Trabalho
Treinamento de CIPA   modulo II - Segurança do TrabalhoTreinamento de CIPA   modulo II - Segurança do Trabalho
Treinamento de CIPA modulo II - Segurança do Trabalho
 
Treinamento de CIPA modulo I - NR 5 - Comissão Interna de Prevenção de Acidentes
Treinamento de CIPA modulo I - NR 5 - Comissão Interna de Prevenção de AcidentesTreinamento de CIPA modulo I - NR 5 - Comissão Interna de Prevenção de Acidentes
Treinamento de CIPA modulo I - NR 5 - Comissão Interna de Prevenção de Acidentes
 

Último

O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
silvamelosilva300
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
JoeteCarvalho
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
Manuais Formação
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
lveiga112
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
CarinaSantos916505
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Zenir Carmen Bez Trombeta
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
TomasSousa7
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Simone399395
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
PatriciaZanoli
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
HisrelBlog
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Érika Rufo
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
DECIOMAURINARAMOS
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
SILVIAREGINANAZARECA
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
WelberMerlinCardoso
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
Pastor Robson Colaço
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
rloureiro1
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
Marlene Cunhada
 

Último (20)

O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
 
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
 

NR-33 - Espaço Confinado - Modulo III

  • 1. SEGURANÇA E SAÚDE NOS TRABALHOS EM ESPAÇOS CONFINADOS SEGURANÇA DO TRABALHO Modulo III
  • 2. Espaço confinado é:  Qualquer área ou ambiente não projetado para a ocupação humana contínua;  Possui meios limitados de entrada e saída;  A ventilação existente é insuficiente para remover contaminantes;  Pode existir a deficiência ou enriquecimento de oxigênio.
  • 3.  Indústria de papel e celulose.  Indústria gráfica.  Indústria alimentícia.  Indústria da borracha, do couro e têxtil.  Indústria naval e operações marítimas.  Indústrias químicas e petroquímicas.  Serviços de gás.  Serviços de água e esgoto.  Serviços de eletricidade.  Serviços de telefonia.  Construção civil.  Beneficiamento de minérios.  Siderúrgicas e metalúrgicas.  Agricultura.  Agroindústria.
  • 4.  Manutenção, reparos, limpeza ou inspeção de equipamentos ou reservatórios.  Obras da construção civil.  Operações de salvamento e resgate.
  • 5.  Falta ou excesso de oxigênio.  Incêndio ou explosão, pela presença de vapores e gases inflamáveis.  Intoxicações por substâncias químicas.  Infecções por agentes biológicos.  Engolfamentos.  Afogamentos.  Soterramentos.  Quedas.  Choques elétricos.  Todos estes riscos podem levar à morte ou doenças.
  • 6.  Certificando-se que a sua empresa  Segue a: ◦ ABNT/NBR 14.787 – Espaços confinados – prevenção de acidentes, procedimentos e medidas de proteção. ◦ ABNT/NBR 14.606 – Postos de serviço - Entrada em espaço confinado.  E atende a: ◦ Norma Regulamentadora nº 33 Segurança e Saúde nos Trabalhos em Espaços Confinados (MTE).
  • 7.  Somente quando sua empresa fornecer a Autorização da Permissão de Entrada e Trabalho - PET  Essa Permissão de Entrada e Trabalho (PET) é exigida por lei e executada pelo Supervisor de Entrada (NR-33).  O serviço executado deverá sempre ser acompanhado por um vigia.
  • 8.  A Permissão de Entrada e Trabalho (PET) contém procedimentos escritos de segurança e emergência.  Verificar se as medidas de segurança foram implantadas e se a PET está assinada pelo Supervisor de Entrada.  O trabalhador deve entrar no espaço confinado com uma cópia da PET.
  • 9. O supervisor de entrada deve:  Emitir a permissão de entrada e trabalho (PET) antes do início das atividades;  Orientar o Vigia sobre os riscos do espaço confinado e as tratativas realizadas;.  Executar os testes, conferir os equipamentos e os procedimentos contidos na pet;  Assegurar que os serviços de emergência e salvamento estejam disponíveis e que os meios para acioná-los estejam operantes;  Cancelar os procedimentos de entrada e trabalho quando necessário;  Encerrar a pet após o término dos serviços.
  • 10. O vigia deve:  Manter continuamente a contagem precisa do número de trabalhadores autorizados no espaço confinado e assegurar que todos saiam ao término da atividade;  Permanecer fora do espaço confinado, junto à entrada, em contato permanente com os trabalhadores autorizados;  Adotar os procedimentos de emergência, acionando a equipe de salvamento, pública ou privada, quando necessário;  Operar os movimentadores de pessoas;  Ordenar o abandono do espaço confinado sempre que reconhecer algum sinal de alarme, perigo, sintoma, queixa, condição proibida, acidente, situação não prevista ou quando não puder desempenhar efetivamente suas tarefas, nem ser substituído por outro vigia.
  • 11.
  • 12. O Supervisor de Entrada deve:  Manter sinalização permanente junto à entrada do espaço confinado.  A sinalização é importante para informação e alerta quanto aos riscos em espaços confinados.  O isolamento é necessário para evitar que pessoas não autorizadas se aproximem do espaço confinado.
  • 13. O Supervisor de Entrada deve:  Realizar testes iniciais do ar interno antes que o trabalhador entre em um espaço confinado.  Os testes do ar interno são medições para a verificação dos níveis de oxigênio, gases e vapores tóxicos e inflamáveis;  Durante as medições, o supervisor de entrada deve estar fora do espaço confinado.  As medições são necessárias para que não ocorram acidentes por asfixia, intoxicação, incêndio ou explosão.
  • 14. O Supervisor de Entrada deve:  Desligar a energia elétrica, trancar com chave ou cadeado e sinalizar quadros elétricos para evitar movimentação acidental de máquinas ou choques elétricos, quando o Trabalhador Autorizado estiver no interior do espaço confinado.
  • 15.  Não ventilar espaços confinados com oxigênio ◦ O uso de oxigênio para a ventilação de local confinado aumenta o risco de incêndio e explosão.  Durante todo o trabalho no espaço confinado deverá ser utilizada ventilação adequada para garantir a renovação contínua do ar.
  • 16.  Os Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) devem ser fornecidos gratuitamente.  Devem ser utilizados EPIs adequados para cada situação de risco existente.  O trabalhador deverá ser treinado quanto ao uso adequado do EPI.  Obs. Conclua o curso realizando o treinamento de Equipamentos de proteção individual – EPI.
  • 17.  Drogas – Nunca fume, utilize drogas ou beba bebidas alcoolicas no Espaço Confinado!  Telefone celular – Não deve ser utilizado como aparelho de comunicação em espaço confinado.  Velas, fósforos e isqueiros não devem ser utilizados.
  • 18.  Objetos necessários à execução do trabalho que produzam calor, chamas ou faíscas, devem ser previstos na permissão de entrada e trabalho.  Adotar medidas para eliminar ou controlar os riscos de incêndio ou explosão em trabalhos como soldagem, aquecimento, esmerilhamento, corte ou outros que liberem chama aberta, faíscas ou calor (NR-33).
  • 19.  Devem ser fornecidos equipamentos especiais para trabalhos em espaços confinados como:  Lanternas intrinsecamente seguro.  Rádios de comunicação.  Detectores de gases, à prova de explosão.
  • 20.  O empregador deve elaborar e implantar procedimentos de emergência e resgate adequados ao espaço confinado.  O empregador deve fornecer equipamentos e acessórios que possibilitem meios seguros de resgate.  Os trabalhadores devem ser treinados para situações de emergência e resgate.
  • 21.  Exames médicos.  Treinamento para todos os trabalhadores.  Permissão de Entrada e Trabalho (PET).  Inspeção prévia no local.  Elaboração da Análise Preliminar de Risco (APR).  Sinalização e isolamento da área.  Equipamentos de ventilação.  Equipamentos medidores de oxigênio, gases e vapores tóxicos e inflamáveis.  Supervisor de Entrada e Vigia.  Equipamentos de proteção individual.  Equipamentos de comunicação, medição de gases e vapores e iluminação.  Equipamentos de resgate.
  • 22.
  • 23.  Conhecer o trabalho a ser executado.  Conhecer os riscos do trabalho a ser executado.  Conhecer os procedimentos e equipamentos de segurança para executar o trabalho.  Receber todos os equipamentos de segurança necessários para a execução dos trabalhos.  Conhecer os procedimentos e equipamentos de resgate e primeiros socorros.
  • 24.  Entrar em espaço confinado somente após o supervisor de entrada realizar todos os testes e adotar as medidas de controle necessárias.
  • 25.  O empregador deve garantir que os trabalhadores possam interromper suas atividades e abandonar o local de trabalho, sempre que eles suspeitarem da existência de risco grave e iminente para sua segurança e saúde ou à de terceiros.  Ao interromper atividades devido ao um risco grave e/ou iminente, informe imediatamente ao seu superior hierárquico.
  • 26.  Realizar exames médicos.  Participar dos treinamentos e seguir as informações de segurança.  Usar os equipamentos de proteção fornecidos.  Comunicar riscos encontrados dentro e fora do Espaço Confinado.
  • 27.  Conheça e exija trabalhos seguros em espaços confinados.  Voltar para casa com saúde é um direito de todos os trabalhadores.