SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 9
 O malthusianismo é uma teoria demográfica
criada pelo economista inglês Thomas
Robert Malthus, no final do século XVIII. De
acordo com esta teoria, a população mundial
cresce em progressão geométrica, enquanto
a produção de alimentos em progressão
aritmética. Esta teoria foi definida por
Malthus no livro Ensaio sobre o princípio da
população, escrito em 1798.
 A primeira das três principais teorias foi
criada por Thomas Robert Malthus. A
principal característica dela era do
pessimismo em relação ao futuro da
humanidade.
 Para Malthus, o crescimento da população
se daria através de uma Projeção
Geométrica (2, 4, 8, 16, 32...), enquanto a
produção de alimentos, em escala mundial,
se daria através de uma Projeção Aritmética
(2, 4, 6, 8, 10)
Para livrar o planeta do que ele
considerava um futuro
apocalíptico, Malthus propunha
uma solução: a abstinência
sexual, chamada por ele como
"sujeição moral", diminuindo
consideravelmente a taxa de
filhos por casal.
 Malthus
Acreditava num BOOM
demográfico baseado que o
controle populacional era feito
pelas misérias e doenças.
Com a melhoria da medicina a
população cresceria sem
controle. Este evento
provocaria a fome, pois o
crescimento da produção de
alimentos não cresceria na
mesma velocidade.
 O problema dessa teoria é que, no século
XIX, Malthus não imaginava que as
tecnologias nas produções agropecuárias e
industriais fossem se tornar tão avançadas.
Essa evolução permitiu que a produção de
alimentos fosse muito maior que o número
de habitantes no mundo, provando assim
que ele estava enganado.
 E Também A DINÂMICA DEMOGRÁFICA não pode
ser explicada por MECANISMOS NATURAIS, mas por
MECANISMOS CULTURAIS.
 Thomas Malthus procurou alertar, com sua teoria,
sobre os problemas gerados pelo elevado
crescimento demográfico mundial. De acordo com
sua teoria, seria necessário o controle da
natalidade para que não ocorresse, num futuro
breve, falta de alimentos e o aumento considerável
da fome e da miséria no mundo,

 De acordo com Malthus, o celibato, o casamento
tardio e o controle de natalidade em países pobres
seriam as principais formas de combater o
crescimento populacional desordenado.
 A teoria malthusiana recebeu várias críticas
de economistas, sociólogos e geógrafos
nos anos seguintes a sua publicação. Estes
críticos consideravam esta teoria muito
pessimista e desumana. Pessimista, pois
ela apontava para um cenário social
mundial negativo, caso não fossem
tomadas medidas de controle de
natalidade. Desumana, pois defendia a
redução da natalidade, principalmente entre
os mais pobres.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Reforma e contrarreforma
Reforma e contrarreformaReforma e contrarreforma
Reforma e contrarreforma
Fabiana Tonsis
 
Agropecuária geral e do brasil
Agropecuária   geral e do brasilAgropecuária   geral e do brasil
Agropecuária geral e do brasil
Professor
 
Agropecuária mundial e os sistemas agrários
Agropecuária mundial e os sistemas agráriosAgropecuária mundial e os sistemas agrários
Agropecuária mundial e os sistemas agrários
dela28
 

Mais procurados (20)

Reforma e contrarreforma
Reforma e contrarreformaReforma e contrarreforma
Reforma e contrarreforma
 
Cartografia powerpoint
Cartografia powerpointCartografia powerpoint
Cartografia powerpoint
 
Filosofia medieval
Filosofia medievalFilosofia medieval
Filosofia medieval
 
Capitalismo e sua evolução
Capitalismo e sua evoluçãoCapitalismo e sua evolução
Capitalismo e sua evolução
 
PopulaçãO Mundial
PopulaçãO MundialPopulaçãO Mundial
PopulaçãO Mundial
 
Os fluxos, redes, cidades globais e megacidades no espaço geografico
Os fluxos, redes, cidades globais e megacidades no espaço geograficoOs fluxos, redes, cidades globais e megacidades no espaço geografico
Os fluxos, redes, cidades globais e megacidades no espaço geografico
 
A Regionalização da América
A Regionalização da AméricaA Regionalização da América
A Regionalização da América
 
História 6º ano
História 6º anoHistória 6º ano
História 6º ano
 
O ILUMINISMO
O ILUMINISMOO ILUMINISMO
O ILUMINISMO
 
Conflitos mundiais.
Conflitos mundiais.Conflitos mundiais.
Conflitos mundiais.
 
Cidadania e democracia na antiguidade grecia
Cidadania e democracia na antiguidade greciaCidadania e democracia na antiguidade grecia
Cidadania e democracia na antiguidade grecia
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
 
Agropecuária geral e do brasil
Agropecuária   geral e do brasilAgropecuária   geral e do brasil
Agropecuária geral e do brasil
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
 
7 positivismo comte slide
7 positivismo comte slide7 positivismo comte slide
7 positivismo comte slide
 
2º ano - iluminismo
2º ano -  iluminismo2º ano -  iluminismo
2º ano - iluminismo
 
Primeiros Povoadores da América
Primeiros Povoadores da AméricaPrimeiros Povoadores da América
Primeiros Povoadores da América
 
Agropecuária mundial e os sistemas agrários
Agropecuária mundial e os sistemas agráriosAgropecuária mundial e os sistemas agrários
Agropecuária mundial e os sistemas agrários
 
Cartografia
CartografiaCartografia
Cartografia
 
O neoliberalismo
O neoliberalismoO neoliberalismo
O neoliberalismo
 

Semelhante a Malthus

Teorias demográficas
Teorias demográficasTeorias demográficas
Teorias demográficas
flaviocosac
 
Demografia 2 PROF BRUNO JOAQUIM
Demografia 2 PROF BRUNO JOAQUIM Demografia 2 PROF BRUNO JOAQUIM
Demografia 2 PROF BRUNO JOAQUIM
raahsalemi
 
ASPECTOS DEMOGRÁFICOS
ASPECTOS DEMOGRÁFICOSASPECTOS DEMOGRÁFICOS
ASPECTOS DEMOGRÁFICOS
williandadalto
 
Thomas robert malthus princípios de economia política (os economistas)
Thomas robert malthus   princípios de economia política (os economistas)Thomas robert malthus   princípios de economia política (os economistas)
Thomas robert malthus princípios de economia política (os economistas)
cosmonina
 

Semelhante a Malthus (20)

Economia c
Economia cEconomia c
Economia c
 
2º Ma Grupo 08
2º Ma   Grupo 082º Ma   Grupo 08
2º Ma Grupo 08
 
Teorias demográficas
Teorias demográficasTeorias demográficas
Teorias demográficas
 
teorias-demográficas, população- parte 1 .ppt
teorias-demográficas, população- parte 1 .pptteorias-demográficas, população- parte 1 .ppt
teorias-demográficas, população- parte 1 .ppt
 
teorias-demogrc3a1ficas.pptjqkabsksjjsjsjsj
teorias-demogrc3a1ficas.pptjqkabsksjjsjsjsjteorias-demogrc3a1ficas.pptjqkabsksjjsjsjsj
teorias-demogrc3a1ficas.pptjqkabsksjjsjsjsj
 
2º Mb Grupo 08
2º Mb   Grupo 082º Mb   Grupo 08
2º Mb Grupo 08
 
3077573.ppt
3077573.ppt3077573.ppt
3077573.ppt
 
Teorias demográficas mundiais e suas relações no globo
Teorias demográficas mundiais e suas relações no globoTeorias demográficas mundiais e suas relações no globo
Teorias demográficas mundiais e suas relações no globo
 
Geografia teorias demograficas
Geografia   teorias demograficasGeografia   teorias demograficas
Geografia teorias demograficas
 
TEORIAS POPULACIONAIS.pdf
TEORIAS POPULACIONAIS.pdfTEORIAS POPULACIONAIS.pdf
TEORIAS POPULACIONAIS.pdf
 
REVISÃO DE GEOGRAFIA 2º.pptx
REVISÃO DE GEOGRAFIA 2º.pptxREVISÃO DE GEOGRAFIA 2º.pptx
REVISÃO DE GEOGRAFIA 2º.pptx
 
Demografia 2 PROF BRUNO JOAQUIM
Demografia 2 PROF BRUNO JOAQUIM Demografia 2 PROF BRUNO JOAQUIM
Demografia 2 PROF BRUNO JOAQUIM
 
2º Md Grupo 08
2º Md   Grupo 082º Md   Grupo 08
2º Md Grupo 08
 
ASPECTOS DEMOGRÁFICOS
ASPECTOS DEMOGRÁFICOSASPECTOS DEMOGRÁFICOS
ASPECTOS DEMOGRÁFICOS
 
Gab aval 2ª_1ºtri
Gab aval 2ª_1ºtriGab aval 2ª_1ºtri
Gab aval 2ª_1ºtri
 
Demografia geral
Demografia geralDemografia geral
Demografia geral
 
Artigo
Artigo Artigo
Artigo
 
1a Aula Estagio - IFRN demografiaaa.pptx
1a Aula Estagio - IFRN demografiaaa.pptx1a Aula Estagio - IFRN demografiaaa.pptx
1a Aula Estagio - IFRN demografiaaa.pptx
 
Thomas robert malthus princípios de economia política (os economistas)
Thomas robert malthus   princípios de economia política (os economistas)Thomas robert malthus   princípios de economia política (os economistas)
Thomas robert malthus princípios de economia política (os economistas)
 
Teoria Malthusiana, Neomalthusiana e Marxista
Teoria Malthusiana, Neomalthusiana e MarxistaTeoria Malthusiana, Neomalthusiana e Marxista
Teoria Malthusiana, Neomalthusiana e Marxista
 

Último

PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
carlaOliveira438
 
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Pastor Robson Colaço
 

Último (20)

Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasLivro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
 
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
 
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número
 
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfprova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
 
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
 
Movimento Negro Unificado , slide completo.pptx
Movimento Negro Unificado , slide completo.pptxMovimento Negro Unificado , slide completo.pptx
Movimento Negro Unificado , slide completo.pptx
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de Infância
 
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfAtividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
 
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
 
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
 
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
 
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de.    Maio laranja dds.pptxCampanha 18 de.    Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
 

Malthus

  • 1.
  • 2.  O malthusianismo é uma teoria demográfica criada pelo economista inglês Thomas Robert Malthus, no final do século XVIII. De acordo com esta teoria, a população mundial cresce em progressão geométrica, enquanto a produção de alimentos em progressão aritmética. Esta teoria foi definida por Malthus no livro Ensaio sobre o princípio da população, escrito em 1798.
  • 3.  A primeira das três principais teorias foi criada por Thomas Robert Malthus. A principal característica dela era do pessimismo em relação ao futuro da humanidade.  Para Malthus, o crescimento da população se daria através de uma Projeção Geométrica (2, 4, 8, 16, 32...), enquanto a produção de alimentos, em escala mundial, se daria através de uma Projeção Aritmética (2, 4, 6, 8, 10)
  • 4. Para livrar o planeta do que ele considerava um futuro apocalíptico, Malthus propunha uma solução: a abstinência sexual, chamada por ele como "sujeição moral", diminuindo consideravelmente a taxa de filhos por casal.
  • 5.  Malthus Acreditava num BOOM demográfico baseado que o controle populacional era feito pelas misérias e doenças. Com a melhoria da medicina a população cresceria sem controle. Este evento provocaria a fome, pois o crescimento da produção de alimentos não cresceria na mesma velocidade.
  • 6.
  • 7.  O problema dessa teoria é que, no século XIX, Malthus não imaginava que as tecnologias nas produções agropecuárias e industriais fossem se tornar tão avançadas. Essa evolução permitiu que a produção de alimentos fosse muito maior que o número de habitantes no mundo, provando assim que ele estava enganado.  E Também A DINÂMICA DEMOGRÁFICA não pode ser explicada por MECANISMOS NATURAIS, mas por MECANISMOS CULTURAIS.
  • 8.  Thomas Malthus procurou alertar, com sua teoria, sobre os problemas gerados pelo elevado crescimento demográfico mundial. De acordo com sua teoria, seria necessário o controle da natalidade para que não ocorresse, num futuro breve, falta de alimentos e o aumento considerável da fome e da miséria no mundo,   De acordo com Malthus, o celibato, o casamento tardio e o controle de natalidade em países pobres seriam as principais formas de combater o crescimento populacional desordenado.
  • 9.  A teoria malthusiana recebeu várias críticas de economistas, sociólogos e geógrafos nos anos seguintes a sua publicação. Estes críticos consideravam esta teoria muito pessimista e desumana. Pessimista, pois ela apontava para um cenário social mundial negativo, caso não fossem tomadas medidas de controle de natalidade. Desumana, pois defendia a redução da natalidade, principalmente entre os mais pobres.