SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 13
Liderança compartilhada Alinhando as competências da equipe às necessidades da empresa. Aristides Faria. Aluno da Especialização em Estudos Mercadológicos em Turismo & Hotelaria pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (FIPE).
Caracterização da pesquisa ,[object Object],[object Object],[object Object]
Equipes vs. Grupos
É sabido que existe uma “ linha de produção”  na área operacional das empresas de restauração. Há, também, um sistema administrativo que  assessora  e  suporta  tanto os profissionais da “linha de frente”, quanto os que comandam e trabalham ligados ao preparo dos alimentos e à higienização de utensílios, por exemplo. Sistema operacional
Em relação ao trabalho das equipes, as pessoas devem apresentar-se  dispostas  e  sensibilizadas  sobre o  compromisso mútuo . Torna-se vital a realização de reuniões nas quais  as pessoas  estejam dispostas a estabelecer um maior envolvimento com as tarefas. O trabalho em equipe, quando bem desenvolvido, resulta em um maior  aprendizado  e uma maior  compreensão dos processos, procedimentos e técnicas operacionais . Trabalho tem que ter sentido
Grande iniciativa, centralizador, medo de ser substituído ou ultrapassado, impaciente e inquieto, aparenta destemor, executor, determinado, persistente, altamente competitivo, vaidoso (quer estar no topo e ser lembrado).  Especialista em Controle
Ultra-zeloso, detalhista, planejador, reflexivo, calculista, minucioso, busca exatidão, procura tranqüilidade para executar seus cálculos, racional, sistêmico, metódico, cético.  Especialista em Concordância
[object Object],Especialista em Sociabilidade
[object Object],Especialista em Estabilidade
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],A aprendizagem
Conseqüências do trabalho em equipe ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],A aprendizagem
Era uma vez quatro pessoas que se chamavam  TODO MUNDO ,  ALGUÉM ,  QUALQUER UM  e  NINGUÉM . Havia um importante trabalho a ser feito  e  TODO MUNDO  acreditava que  ALGUÉM  é que iria executa-lo. QUALQUER UM  poderia fazê-lo, mas  NINGUÉM  o fez.  ALGUÉM  ficou aborrecido com isso, porque entendia que a execução do trabalho era responsabilidade de  TODO MUNDO .  TODO MUNDO  pensou que  QUALQUER UM  poderia executa-lo, mas  NINGUÉM  imaginou que  TODO MUNDO  não o faria. TODO MUNDO  culpou  ALGUÉM , quando  NINGUÉM  fez o que  QUALQUER UM  poderia ter feito. Para refletir...
rhemhospitalidade.blogspot.com ,[object Object],[object Object],[object Object],Muito Obrigado!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

O papel do gestor como lider de sua equipe
O papel do gestor como lider de sua equipeO papel do gestor como lider de sua equipe
O papel do gestor como lider de sua equipeEditora Moderna
 
Roda de Conversa sobre: “Para além do trabalho: vivendo em biblioteca”
Roda de Conversa sobre: “Para além do trabalho: vivendo em biblioteca”Roda de Conversa sobre: “Para além do trabalho: vivendo em biblioteca”
Roda de Conversa sobre: “Para além do trabalho: vivendo em biblioteca”Suelybcs .
 
Trabalho em equipe - O Poder da Coesão
Trabalho em equipe - O Poder da CoesãoTrabalho em equipe - O Poder da Coesão
Trabalho em equipe - O Poder da CoesãoOtávio Lima
 
inMBA - Ficha Programática do tema Liderança - Aula 2
inMBA - Ficha Programática do tema Liderança - Aula 2inMBA - Ficha Programática do tema Liderança - Aula 2
inMBA - Ficha Programática do tema Liderança - Aula 2Marcus Pimenta
 
Desafios do trabalho em Rede para Gestão da Informação e Conhecimento
Desafios do trabalho em Rede para Gestão da Informação e ConhecimentoDesafios do trabalho em Rede para Gestão da Informação e Conhecimento
Desafios do trabalho em Rede para Gestão da Informação e ConhecimentoClaudia Hofart Guzzo
 
Gestão De Equipas
Gestão De EquipasGestão De Equipas
Gestão De EquipasDaniel Lopes
 
Redes Colaborativas: como fazer isso dar certo
Redes Colaborativas: como fazer isso dar certoRedes Colaborativas: como fazer isso dar certo
Redes Colaborativas: como fazer isso dar certoClaudia Hofart Guzzo
 
Importância da comunicação
Importância da comunicaçãoImportância da comunicação
Importância da comunicaçãoOmar Demetrio
 
Liderança : o papel do lider
Liderança :  o papel do liderLiderança :  o papel do lider
Liderança : o papel do liderJúlia Veloso
 

Mais procurados (12)

O papel do gestor como lider de sua equipe
O papel do gestor como lider de sua equipeO papel do gestor como lider de sua equipe
O papel do gestor como lider de sua equipe
 
Roda de Conversa sobre: “Para além do trabalho: vivendo em biblioteca”
Roda de Conversa sobre: “Para além do trabalho: vivendo em biblioteca”Roda de Conversa sobre: “Para além do trabalho: vivendo em biblioteca”
Roda de Conversa sobre: “Para além do trabalho: vivendo em biblioteca”
 
Trabalho em equipe - O Poder da Coesão
Trabalho em equipe - O Poder da CoesãoTrabalho em equipe - O Poder da Coesão
Trabalho em equipe - O Poder da Coesão
 
inMBA - Ficha Programática do tema Liderança - Aula 2
inMBA - Ficha Programática do tema Liderança - Aula 2inMBA - Ficha Programática do tema Liderança - Aula 2
inMBA - Ficha Programática do tema Liderança - Aula 2
 
Desafios do trabalho em Rede para Gestão da Informação e Conhecimento
Desafios do trabalho em Rede para Gestão da Informação e ConhecimentoDesafios do trabalho em Rede para Gestão da Informação e Conhecimento
Desafios do trabalho em Rede para Gestão da Informação e Conhecimento
 
Gestão De Equipas
Gestão De EquipasGestão De Equipas
Gestão De Equipas
 
Redes Colaborativas: como fazer isso dar certo
Redes Colaborativas: como fazer isso dar certoRedes Colaborativas: como fazer isso dar certo
Redes Colaborativas: como fazer isso dar certo
 
Importância da comunicação
Importância da comunicaçãoImportância da comunicação
Importância da comunicação
 
Liderança
LiderançaLiderança
Liderança
 
Liderança
LiderançaLiderança
Liderança
 
Resiliência no mundo empresarial
Resiliência no mundo empresarialResiliência no mundo empresarial
Resiliência no mundo empresarial
 
Liderança : o papel do lider
Liderança :  o papel do liderLiderança :  o papel do lider
Liderança : o papel do lider
 

Destaque (7)

Palestra gestao compartilhada
Palestra gestao compartilhadaPalestra gestao compartilhada
Palestra gestao compartilhada
 
Gestão compartilhada
Gestão compartilhadaGestão compartilhada
Gestão compartilhada
 
Gestao compartilhada
Gestao compartilhadaGestao compartilhada
Gestao compartilhada
 
Gestão pela Qualidade Total
Gestão pela Qualidade TotalGestão pela Qualidade Total
Gestão pela Qualidade Total
 
Tropeções da inteligência
Tropeções da inteligênciaTropeções da inteligência
Tropeções da inteligência
 
Protocolo gestion compartida 2015 (1)
Protocolo gestion compartida 2015 (1)Protocolo gestion compartida 2015 (1)
Protocolo gestion compartida 2015 (1)
 
Planejamento Escolar
Planejamento EscolarPlanejamento Escolar
Planejamento Escolar
 

Semelhante a Lideranca Compartilhada

Por que a palavra conhecimento assuta tanto
Por que a palavra conhecimento assuta tantoPor que a palavra conhecimento assuta tanto
Por que a palavra conhecimento assuta tantoJose Claudio Terra
 
Gestão de equipes para professores v final
Gestão de equipes para professores v finalGestão de equipes para professores v final
Gestão de equipes para professores v finalPaulo Santos
 
Apresentação 1 203 gisele conde
Apresentação 1   203 gisele condeApresentação 1   203 gisele conde
Apresentação 1 203 gisele condeRodrigo Cipullo
 
Curso - estratégias comportamentais
Curso - estratégias comportamentaisCurso - estratégias comportamentais
Curso - estratégias comportamentaisSaulo Veríssimo
 
Curso Estratégias Comportamentais - Facilitador Saulo Veríssimo
Curso Estratégias Comportamentais - Facilitador Saulo VeríssimoCurso Estratégias Comportamentais - Facilitador Saulo Veríssimo
Curso Estratégias Comportamentais - Facilitador Saulo VeríssimoSummo_Consultoria
 
Gestão de Pessoas em Projetos
Gestão de Pessoas em ProjetosGestão de Pessoas em Projetos
Gestão de Pessoas em ProjetosGUGP SUCESU-RS
 
Comportamento Organizacional
Comportamento OrganizacionalComportamento Organizacional
Comportamento OrganizacionalAdeildo Caboclo
 
Ppt apostila liderança de equipes_prof. randes_13.02.13
Ppt apostila liderança de equipes_prof. randes_13.02.13Ppt apostila liderança de equipes_prof. randes_13.02.13
Ppt apostila liderança de equipes_prof. randes_13.02.13Prof. Randes Enes, M.Sc.
 
Administração - Teoria e Prática
Administração - Teoria e PráticaAdministração - Teoria e Prática
Administração - Teoria e PráticaÉrlei Araújo
 
As 5 etapas da transformação cultural
As 5 etapas da transformação culturalAs 5 etapas da transformação cultural
As 5 etapas da transformação culturalMrioKojima
 
GESTÃO DO CONHECIMENTO EMPRESARIAL
GESTÃO DO CONHECIMENTO EMPRESARIALGESTÃO DO CONHECIMENTO EMPRESARIAL
GESTÃO DO CONHECIMENTO EMPRESARIALCarlos Benjoino Bidu
 
Cultura organizacional
Cultura organizacionalCultura organizacional
Cultura organizacionalMagri Senai
 
Manual desenvolvimento pessoal e tecnicas de procura de emprego
Manual desenvolvimento pessoal e tecnicas de procura de empregoManual desenvolvimento pessoal e tecnicas de procura de emprego
Manual desenvolvimento pessoal e tecnicas de procura de empregoFranciscoRodrigues256
 
Palestra Aprendizagem nas Organizações: O que eu tenho a ver com isso?
Palestra Aprendizagem nas Organizações: O que eu tenho a ver com isso?Palestra Aprendizagem nas Organizações: O que eu tenho a ver com isso?
Palestra Aprendizagem nas Organizações: O que eu tenho a ver com isso?Fabiano Larentis
 

Semelhante a Lideranca Compartilhada (20)

Conhecimento e Colaboração
Conhecimento e ColaboraçãoConhecimento e Colaboração
Conhecimento e Colaboração
 
Conhecimento e colaboracao
Conhecimento e colaboracaoConhecimento e colaboracao
Conhecimento e colaboracao
 
Por que a palavra conhecimento assuta tanto
Por que a palavra conhecimento assuta tantoPor que a palavra conhecimento assuta tanto
Por que a palavra conhecimento assuta tanto
 
Gestão de equipes para professores v final
Gestão de equipes para professores v finalGestão de equipes para professores v final
Gestão de equipes para professores v final
 
Apresentação 1 203 gisele conde
Apresentação 1   203 gisele condeApresentação 1   203 gisele conde
Apresentação 1 203 gisele conde
 
Trabalho em Equipe
Trabalho em Equipe Trabalho em Equipe
Trabalho em Equipe
 
Curso - estratégias comportamentais
Curso - estratégias comportamentaisCurso - estratégias comportamentais
Curso - estratégias comportamentais
 
Curso Estratégias Comportamentais - Facilitador Saulo Veríssimo
Curso Estratégias Comportamentais - Facilitador Saulo VeríssimoCurso Estratégias Comportamentais - Facilitador Saulo Veríssimo
Curso Estratégias Comportamentais - Facilitador Saulo Veríssimo
 
Gestão de Pessoas em Projetos
Gestão de Pessoas em ProjetosGestão de Pessoas em Projetos
Gestão de Pessoas em Projetos
 
Comportamento Organizacional
Comportamento OrganizacionalComportamento Organizacional
Comportamento Organizacional
 
Ppt apostila liderança de equipes_prof. randes_13.02.13
Ppt apostila liderança de equipes_prof. randes_13.02.13Ppt apostila liderança de equipes_prof. randes_13.02.13
Ppt apostila liderança de equipes_prof. randes_13.02.13
 
Gestão Do Conhecimento
Gestão Do  ConhecimentoGestão Do  Conhecimento
Gestão Do Conhecimento
 
Administração - Teoria e Prática
Administração - Teoria e PráticaAdministração - Teoria e Prática
Administração - Teoria e Prática
 
Curso Liderança para a Inovação Patriciasafreire
Curso Liderança para a Inovação PatriciasafreireCurso Liderança para a Inovação Patriciasafreire
Curso Liderança para a Inovação Patriciasafreire
 
As 5 etapas da transformação cultural
As 5 etapas da transformação culturalAs 5 etapas da transformação cultural
As 5 etapas da transformação cultural
 
GESTÃO DO CONHECIMENTO EMPRESARIAL
GESTÃO DO CONHECIMENTO EMPRESARIALGESTÃO DO CONHECIMENTO EMPRESARIAL
GESTÃO DO CONHECIMENTO EMPRESARIAL
 
Cultura organizacional
Cultura organizacionalCultura organizacional
Cultura organizacional
 
Manual desenvolvimento pessoal e tecnicas de procura de emprego
Manual desenvolvimento pessoal e tecnicas de procura de empregoManual desenvolvimento pessoal e tecnicas de procura de emprego
Manual desenvolvimento pessoal e tecnicas de procura de emprego
 
Palestra Aprendizagem nas Organizações: O que eu tenho a ver com isso?
Palestra Aprendizagem nas Organizações: O que eu tenho a ver com isso?Palestra Aprendizagem nas Organizações: O que eu tenho a ver com isso?
Palestra Aprendizagem nas Organizações: O que eu tenho a ver com isso?
 
Ferramentas de gestao
Ferramentas de gestaoFerramentas de gestao
Ferramentas de gestao
 

Mais de Aristides Faria

Observatório do Turismo & Economia do Mar - 2023-2024 (v. II)
Observatório do Turismo & Economia do Mar - 2023-2024 (v. II)Observatório do Turismo & Economia do Mar - 2023-2024 (v. II)
Observatório do Turismo & Economia do Mar - 2023-2024 (v. II)Aristides Faria
 
Observatório do Turismo & Economia do Mar - 2023-2024 (v. I).pptx
Observatório do Turismo & Economia do Mar - 2023-2024 (v. I).pptxObservatório do Turismo & Economia do Mar - 2023-2024 (v. I).pptx
Observatório do Turismo & Economia do Mar - 2023-2024 (v. I).pptxAristides Faria
 
Síntese da Lei n° 10.973, de 2 de dezembro de 2004​
Síntese da Lei n° 10.973, de 2 de dezembro de 2004​Síntese da Lei n° 10.973, de 2 de dezembro de 2004​
Síntese da Lei n° 10.973, de 2 de dezembro de 2004​Aristides Faria
 
Porto de Santos: desenvolvimento regional do turismo no litoral de Sao Paulo
Porto de Santos: desenvolvimento regional do turismo no litoral de Sao PauloPorto de Santos: desenvolvimento regional do turismo no litoral de Sao Paulo
Porto de Santos: desenvolvimento regional do turismo no litoral de Sao PauloAristides Faria
 
Apresentacao de trabalho no EPTEN 2021
Apresentacao de trabalho no EPTEN 2021Apresentacao de trabalho no EPTEN 2021
Apresentacao de trabalho no EPTEN 2021Aristides Faria
 
SEMEI IFRR: Oficina Turismo e Inovação
SEMEI IFRR: Oficina Turismo e InovaçãoSEMEI IFRR: Oficina Turismo e Inovação
SEMEI IFRR: Oficina Turismo e InovaçãoAristides Faria
 
Apresentação sobre o projeto SIGESTur na SEMATUR IFSP CBT 2021
Apresentação sobre o projeto SIGESTur na SEMATUR IFSP CBT 2021Apresentação sobre o projeto SIGESTur na SEMATUR IFSP CBT 2021
Apresentação sobre o projeto SIGESTur na SEMATUR IFSP CBT 2021Aristides Faria
 
WorkIF 2021 - IFMT - SIGESTur - Aristides Faria
WorkIF 2021 - IFMT - SIGESTur - Aristides FariaWorkIF 2021 - IFMT - SIGESTur - Aristides Faria
WorkIF 2021 - IFMT - SIGESTur - Aristides FariaAristides Faria
 
IFSP.CBT | Meios de Hospedagem (aula 08.04.2021)
IFSP.CBT | Meios de Hospedagem (aula 08.04.2021)IFSP.CBT | Meios de Hospedagem (aula 08.04.2021)
IFSP.CBT | Meios de Hospedagem (aula 08.04.2021)Aristides Faria
 
IFSP.CBT | Pesquisa em Turismo (aula 06.04.2021)
IFSP.CBT | Pesquisa em Turismo (aula 06.04.2021)IFSP.CBT | Pesquisa em Turismo (aula 06.04.2021)
IFSP.CBT | Pesquisa em Turismo (aula 06.04.2021)Aristides Faria
 
Associativismo, cooperacao e hospitalidade
Associativismo, cooperacao e hospitalidadeAssociativismo, cooperacao e hospitalidade
Associativismo, cooperacao e hospitalidadeAristides Faria
 
Mercado imobiliário: Praia Grande, São Paulo (AirDNA: 02/2019)
Mercado imobiliário: Praia Grande, São Paulo (AirDNA: 02/2019)Mercado imobiliário: Praia Grande, São Paulo (AirDNA: 02/2019)
Mercado imobiliário: Praia Grande, São Paulo (AirDNA: 02/2019)Aristides Faria
 
Tendências e perspectivas para a gestão de destinos turísticos litorâneos
Tendências e perspectivas para a gestão de destinos turísticos litorâneosTendências e perspectivas para a gestão de destinos turísticos litorâneos
Tendências e perspectivas para a gestão de destinos turísticos litorâneosAristides Faria
 
Marketing & Turismo: estudo de caso sobre o potencial mercadológico do municí...
Marketing & Turismo: estudo de caso sobre o potencial mercadológico do municí...Marketing & Turismo: estudo de caso sobre o potencial mercadológico do municí...
Marketing & Turismo: estudo de caso sobre o potencial mercadológico do municí...Aristides Faria
 
Tendências recentes e perspectivas futuras do turismo no Polo Costa dos Coque...
Tendências recentes e perspectivas futuras do turismo no Polo Costa dos Coque...Tendências recentes e perspectivas futuras do turismo no Polo Costa dos Coque...
Tendências recentes e perspectivas futuras do turismo no Polo Costa dos Coque...Aristides Faria
 
Seminário: Annals of Tourism Research
Seminário: Annals of Tourism ResearchSeminário: Annals of Tourism Research
Seminário: Annals of Tourism ResearchAristides Faria
 
Mobilização, Participação e Controle Social (III CGPOP Unifesp)
Mobilização, Participação e Controle Social (III CGPOP Unifesp)Mobilização, Participação e Controle Social (III CGPOP Unifesp)
Mobilização, Participação e Controle Social (III CGPOP Unifesp)Aristides Faria
 
Apresentação no V FCGTurH (Univali) 2017
Apresentação no V FCGTurH (Univali) 2017Apresentação no V FCGTurH (Univali) 2017
Apresentação no V FCGTurH (Univali) 2017Aristides Faria
 
Formação Superior em Turismo & Hospitalidade: um fator de competitividade de ...
Formação Superior em Turismo & Hospitalidade: um fator de competitividade de ...Formação Superior em Turismo & Hospitalidade: um fator de competitividade de ...
Formação Superior em Turismo & Hospitalidade: um fator de competitividade de ...Aristides Faria
 
Projeto de pesquisa (Doutorado em Hospitalidade)
Projeto de pesquisa (Doutorado em Hospitalidade)Projeto de pesquisa (Doutorado em Hospitalidade)
Projeto de pesquisa (Doutorado em Hospitalidade)Aristides Faria
 

Mais de Aristides Faria (20)

Observatório do Turismo & Economia do Mar - 2023-2024 (v. II)
Observatório do Turismo & Economia do Mar - 2023-2024 (v. II)Observatório do Turismo & Economia do Mar - 2023-2024 (v. II)
Observatório do Turismo & Economia do Mar - 2023-2024 (v. II)
 
Observatório do Turismo & Economia do Mar - 2023-2024 (v. I).pptx
Observatório do Turismo & Economia do Mar - 2023-2024 (v. I).pptxObservatório do Turismo & Economia do Mar - 2023-2024 (v. I).pptx
Observatório do Turismo & Economia do Mar - 2023-2024 (v. I).pptx
 
Síntese da Lei n° 10.973, de 2 de dezembro de 2004​
Síntese da Lei n° 10.973, de 2 de dezembro de 2004​Síntese da Lei n° 10.973, de 2 de dezembro de 2004​
Síntese da Lei n° 10.973, de 2 de dezembro de 2004​
 
Porto de Santos: desenvolvimento regional do turismo no litoral de Sao Paulo
Porto de Santos: desenvolvimento regional do turismo no litoral de Sao PauloPorto de Santos: desenvolvimento regional do turismo no litoral de Sao Paulo
Porto de Santos: desenvolvimento regional do turismo no litoral de Sao Paulo
 
Apresentacao de trabalho no EPTEN 2021
Apresentacao de trabalho no EPTEN 2021Apresentacao de trabalho no EPTEN 2021
Apresentacao de trabalho no EPTEN 2021
 
SEMEI IFRR: Oficina Turismo e Inovação
SEMEI IFRR: Oficina Turismo e InovaçãoSEMEI IFRR: Oficina Turismo e Inovação
SEMEI IFRR: Oficina Turismo e Inovação
 
Apresentação sobre o projeto SIGESTur na SEMATUR IFSP CBT 2021
Apresentação sobre o projeto SIGESTur na SEMATUR IFSP CBT 2021Apresentação sobre o projeto SIGESTur na SEMATUR IFSP CBT 2021
Apresentação sobre o projeto SIGESTur na SEMATUR IFSP CBT 2021
 
WorkIF 2021 - IFMT - SIGESTur - Aristides Faria
WorkIF 2021 - IFMT - SIGESTur - Aristides FariaWorkIF 2021 - IFMT - SIGESTur - Aristides Faria
WorkIF 2021 - IFMT - SIGESTur - Aristides Faria
 
IFSP.CBT | Meios de Hospedagem (aula 08.04.2021)
IFSP.CBT | Meios de Hospedagem (aula 08.04.2021)IFSP.CBT | Meios de Hospedagem (aula 08.04.2021)
IFSP.CBT | Meios de Hospedagem (aula 08.04.2021)
 
IFSP.CBT | Pesquisa em Turismo (aula 06.04.2021)
IFSP.CBT | Pesquisa em Turismo (aula 06.04.2021)IFSP.CBT | Pesquisa em Turismo (aula 06.04.2021)
IFSP.CBT | Pesquisa em Turismo (aula 06.04.2021)
 
Associativismo, cooperacao e hospitalidade
Associativismo, cooperacao e hospitalidadeAssociativismo, cooperacao e hospitalidade
Associativismo, cooperacao e hospitalidade
 
Mercado imobiliário: Praia Grande, São Paulo (AirDNA: 02/2019)
Mercado imobiliário: Praia Grande, São Paulo (AirDNA: 02/2019)Mercado imobiliário: Praia Grande, São Paulo (AirDNA: 02/2019)
Mercado imobiliário: Praia Grande, São Paulo (AirDNA: 02/2019)
 
Tendências e perspectivas para a gestão de destinos turísticos litorâneos
Tendências e perspectivas para a gestão de destinos turísticos litorâneosTendências e perspectivas para a gestão de destinos turísticos litorâneos
Tendências e perspectivas para a gestão de destinos turísticos litorâneos
 
Marketing & Turismo: estudo de caso sobre o potencial mercadológico do municí...
Marketing & Turismo: estudo de caso sobre o potencial mercadológico do municí...Marketing & Turismo: estudo de caso sobre o potencial mercadológico do municí...
Marketing & Turismo: estudo de caso sobre o potencial mercadológico do municí...
 
Tendências recentes e perspectivas futuras do turismo no Polo Costa dos Coque...
Tendências recentes e perspectivas futuras do turismo no Polo Costa dos Coque...Tendências recentes e perspectivas futuras do turismo no Polo Costa dos Coque...
Tendências recentes e perspectivas futuras do turismo no Polo Costa dos Coque...
 
Seminário: Annals of Tourism Research
Seminário: Annals of Tourism ResearchSeminário: Annals of Tourism Research
Seminário: Annals of Tourism Research
 
Mobilização, Participação e Controle Social (III CGPOP Unifesp)
Mobilização, Participação e Controle Social (III CGPOP Unifesp)Mobilização, Participação e Controle Social (III CGPOP Unifesp)
Mobilização, Participação e Controle Social (III CGPOP Unifesp)
 
Apresentação no V FCGTurH (Univali) 2017
Apresentação no V FCGTurH (Univali) 2017Apresentação no V FCGTurH (Univali) 2017
Apresentação no V FCGTurH (Univali) 2017
 
Formação Superior em Turismo & Hospitalidade: um fator de competitividade de ...
Formação Superior em Turismo & Hospitalidade: um fator de competitividade de ...Formação Superior em Turismo & Hospitalidade: um fator de competitividade de ...
Formação Superior em Turismo & Hospitalidade: um fator de competitividade de ...
 
Projeto de pesquisa (Doutorado em Hospitalidade)
Projeto de pesquisa (Doutorado em Hospitalidade)Projeto de pesquisa (Doutorado em Hospitalidade)
Projeto de pesquisa (Doutorado em Hospitalidade)
 

Lideranca Compartilhada

  • 1. Liderança compartilhada Alinhando as competências da equipe às necessidades da empresa. Aristides Faria. Aluno da Especialização em Estudos Mercadológicos em Turismo & Hotelaria pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (FIPE).
  • 2.
  • 4. É sabido que existe uma “ linha de produção” na área operacional das empresas de restauração. Há, também, um sistema administrativo que assessora e suporta tanto os profissionais da “linha de frente”, quanto os que comandam e trabalham ligados ao preparo dos alimentos e à higienização de utensílios, por exemplo. Sistema operacional
  • 5. Em relação ao trabalho das equipes, as pessoas devem apresentar-se dispostas e sensibilizadas sobre o compromisso mútuo . Torna-se vital a realização de reuniões nas quais as pessoas estejam dispostas a estabelecer um maior envolvimento com as tarefas. O trabalho em equipe, quando bem desenvolvido, resulta em um maior aprendizado e uma maior compreensão dos processos, procedimentos e técnicas operacionais . Trabalho tem que ter sentido
  • 6. Grande iniciativa, centralizador, medo de ser substituído ou ultrapassado, impaciente e inquieto, aparenta destemor, executor, determinado, persistente, altamente competitivo, vaidoso (quer estar no topo e ser lembrado). Especialista em Controle
  • 7. Ultra-zeloso, detalhista, planejador, reflexivo, calculista, minucioso, busca exatidão, procura tranqüilidade para executar seus cálculos, racional, sistêmico, metódico, cético. Especialista em Concordância
  • 8.
  • 9.
  • 10.
  • 11.
  • 12. Era uma vez quatro pessoas que se chamavam TODO MUNDO , ALGUÉM , QUALQUER UM e NINGUÉM . Havia um importante trabalho a ser feito e TODO MUNDO acreditava que ALGUÉM é que iria executa-lo. QUALQUER UM poderia fazê-lo, mas NINGUÉM o fez. ALGUÉM ficou aborrecido com isso, porque entendia que a execução do trabalho era responsabilidade de TODO MUNDO . TODO MUNDO pensou que QUALQUER UM poderia executa-lo, mas NINGUÉM imaginou que TODO MUNDO não o faria. TODO MUNDO culpou ALGUÉM , quando NINGUÉM fez o que QUALQUER UM poderia ter feito. Para refletir...
  • 13.