SlideShare uma empresa Scribd logo
Jesus, O Líder por Excelência  FABIANO Congregação Espírita Francisco de Paula (Tijuca) Centro Espírita Francisco de Assis (Itaboraí)
625.  Qual o tipo mais perfeito que Deus tem oferecido ao homem, para lhe servir de guia e modelo? “ Jesus.” O Livro dos Espíritos : parte 3.ª, cap I
É possível compreender a excelência da liderança de Jesus ?
Jesus, O Líder Excelente  Objetivos do Estudo    Reconhecer em Jesus o Excelso Líder da humanidade    Conhecer os conceitos sobre o líder e a liderança    Estudar as competências que caracterizam o líder    Analisar as atuais demandas das lideranças espíritas  Refletir sobre a importância de vivenciar os exemplos e ensinos de Jesus, com o fito de desenvolver as qualidades da liderança espírita
LÍDER Deriva do inglês.  leader  (sXIV) “ algo ou alguém que guia, conduz” 2002 Enciclopédia Koogan-Houaiss Digital   
EDUCAR   v.t. Despertar as aptidões naturais do indivíduo e orientá-las segundo os padrões e ideais de determinada sociedade, aprimorando-lhe as faculdades intelectuais, físicas e morais.    2002 Enciclopédia Koogan-Houaiss Digital   
LIDERAR “ Inspirar e guiar grupos e pessoas” Daniel Goleman, PhD Trabalhando com a Inteligência Emocional.  Editora Objetiva, Brasil, RJ, 1999, 412p.
Do que é feito um líder?
23.  Que é o Espírito? “ O princípio inteligente do Universo.” 24.  Espírito é sinônimo de inteligência? “ A inteligência é um atributo essencial do Espírito. Uma e outro, porém, se confundem num princípio comum, de sorte que, para vós, são a mesma coisa.” O Livro dos Espíritos : parte 1.ª, cap. II
QUOCIENTE DE INTELIGÊNCIA , Elaborado pelos psicólogos franceses Alfred Binet e Theodore Simon, no início do século XX, foi usado para indicar o nível de inteligência de uma pessoa. Binet e Simon desejavam separar as crianças que provavelmente teriam dificuldades nas tarefas escolares daquelas que provavelmente seriam bem-sucedidas.  Lewis M. Terman revisou os testes de Binet-Simon em 1916. Em 1937 e 1960, Terman e Maude A. Merrill, da Universidade Stanford, publicaram suas revisões. Atualmente, esse teste não é mais aceito pela maioria dos psicólogos.   2002 Enciclopédia Koogan-Houaiss Digital    .
QUOCIENTE DE INTELIGÊNCIA “ E aconteceu que, passados três dias, o acharam no templo, sentado no meio dos doutores, ouvindo-os, e interrogando-os. E todos os que o ouviam se admiravam da sua inteligência e das suas respostas.”  Lucas 2
As “Inteligências”    1920 : E. L. Thorndike  Inteligência Social  Habilidade de entender e lidar com homens e mulheres, meninos e meninas, agindo sabiamente na construção das relações humanas.     1980, Universidade de Harvard : Howard Gardner Descreve oito inteligências: física, musical, visual, interpessoal, intrapessoal, naturalista, lógica e a lingüística.
Inteligência Emocional Daniel Goleman:  Emotional Intelligence.  Bantan Books, New York, 1995. Psicólogo, pesquisador e Doutor pela Universidade de Harvard Professor de Psicologia Clínica – Universidade de Harvard Articulista, por 12 anos, do  The New York Times  sobre ciências do cérebro.
Inteligência Emocional     Competência Emocional Liderança     Competência Pessoal: determina como lidamos com nossas emoções.    Competência Social: determina como lidamos com nossos relacionamentos Daniel Goleman:  Trabalhando com a Inteligência Emocional .  Editora Objetiva, Brasil, RJ, 1999, 412p.
Inteligência Emocional  Competência Pessoal Autopercepção Auto-regulação  Motivação. Daniel Goleman:  Trabalhando com a Inteligência Emocional .  Editora Objetiva, Brasil, RJ, 1999, 412p. Competência Social Empatia  Aptidões sociais
INTELIGÊNCIA EMOCIONAL Competência Pessoal  AUTOPERCEPÇÃO: capacidade de perceber e compreender o próprio estado de espírito, emoções, impulsos, bem como seus  efeitos nas outras pessoas. Percepção Emocional Auto-avaliação precisa Autoconfiança
AUTOPERCEPÇÃO Percepção Emocional: Reconhecer as próprias emoções e seus efeitos. INTELIGÊNCIA EMOCIONAL Competência Pessoal  “ E Pedro, tomando-o à parte, começou a repreendê-lo, dizendo: Tenha Deus compaixão de ti, Senhor; isso de modo nenhum te acontecerá. Ele, porém, voltando-se, disse a Pedro: Para trás de mim, Satanás, que me serves de escândalo; porque não estás pensando nas coisas que são de Deus, mas sim nas que são dos homens”.  Mateus 16
AUTOPERCEPÇÃO Auto-avaliação precisa: Conhecer os próprios recursos, pontos fortes e limites INTELIGÊNCIA EMOCIONAL Competência Pessoal  João, 8:12   "Então Jesus tornou a falar-lhes, dizendo: Eu sou a luz do mundo; quem me segue de modo algum andará em trevas, mas terá a luz da vida."
AUTOPERCEPÇÃO Autoconfiança: Certeza do próprio valor e capacidade  INTELIGÊNCIA EMOCIONAL Competência Pessoal  “ Declarou-lhe Jesus: Eu sou a ressurreição e a vida; quem crê em mim, ainda que morra, viverá; e todo aquele que vive, e crê em mim, jamais morrerá.”   João cap 11
INTELIGÊNCIA EMOCIONAL - Competência Pessoal  AUTOREGULAÇÃO: capacidade de controlar e redirecionar impulsos e estados de espírito perturbadores. Autocontrole Merecer confiança Ser consciencioso Adaptabilidade Inovação
AUTOREGULAÇÃO Autocontrole: gerenciar as próprias emoções perturbadoras e impulsos INTELIGÊNCIA EMOCIONAL - Competência Pessoal  Marcos 14 " Então chegaram a um lugar chamado Getsêmani, e disse Jesus a seus discípulos: Sentai-vos aqui, enquanto eu oro. E levou consigo a Pedro, a Tiago e a João, e começou a ter pavor e a angustiar-se; e disse-lhes: A minha alma está triste até a morte; ficai aqui e vigiai.  "
AUTOREGULAÇÃO Merecer confiança: Confiabilidade, manter padrões de honestidade e integridade INTELIGÊNCIA EMOCIONAL - Competência Pessoal  “ Mestre, sabemos que és verdadeiro, e que ensinas segundo a verdade o caminho de Deus, e de ninguém se te dá, porque não olhas a aparência dos homens. Dize-nos, pois, que te parece? É lícito pagar tributo a César, ou não?”  Mateus 22
AUTOREGULAÇÃO Ser consciencioso: Assumir a responsabilidade pelo desempenho pessoal, cumprir compromissos e promessas. INTELIGÊNCIA EMOCIONAL - Competência Pessoal  Lucas, 8:41   "E eis que veio um homem chamado Jairo, que era chefe da sinagoga; e prostrando-se aos pés de Jesus, rogava-lhe que fosse a sua casa;"
AUTOREGULAÇÃO Adaptabilidade: Flexibilidade para lidar com as idéias, ajustando-se rapidamente às mudanças. INTELIGÊNCIA EMOCIONAL - Competência Pessoal  “ Disse-lhe João: Mestre, vimos um homem que em teu nome expulsava demônios; e lho proibimos, porque não segue conosco. Respondeu-lhe Jesus: Não lho proibais; porque quem não é contra vós é por vós. “  LUCAS 9
AUTOREGULAÇÃO Inovação: Sentir-se à vontade e aberto diante de novas idéias, enfoques e informações  INTELIGÊNCIA EMOCIONAL - Competência Pessoal  “ Então veio Jesus da Galiléia ter com João, junto do Jordão, para ser batizado por ele. Mas João o impedia, dizendo: Eu é que preciso ser batizado por ti, e tu vens a mim?”  MATEUS 13
INTELIGÊNCIA EMOCIONAL - Competência Pessoal  MOTIVAÇÃO: Propensão a perseguir objetivos com energia e persistência. Vontade de realização Dedicação Iniciativa Otimismo
MOTIVAÇÃO Vontade de realização: decidido intuito de atingir  metas INTELIGÊNCIA EMOCIONAL - Competência Pessoal  “ vontade de querer” Definição de  Um Espírito Protetor  sobre a fé divina, Paris, l863. O Evangelho Segundo o Espiritismo, Cap XIX, item 12.
MOTIVAÇÃO Dedicação: Alinhar-se com visão do grupo, adotando suas metas INTELIGÊNCIA EMOCIONAL - Competência Pessoal  "Disse-lhes Simão Pedro: Vou pescar. Responderam-lhe: Nós também vamos contigo. Saíram e entraram no barco; e naquela noite nada apanharam."   João 21
MOTIVAÇÃO Iniciativa: Estar pronto para agir diante das oportunidades INTELIGÊNCIA EMOCIONAL - Competência Pessoal  “ Tendo Jesus entrado, num sábado, em casa de um dos chefes dos fariseus para comer pão, eles o estavam observando. Achava-se ali diante dele certo homem hidrópico. E Jesus, tomando a palavra, falou aos doutores da lei e aos fariseus, e perguntou: É lícito curar no sábado, ou não? Eles, porém, ficaram calados. E Jesus, pegando no homem, o curou, e o despediu.”  Lucas 5
MOTIVAÇÃO Otimismo: Perseverança, e esperança, na perseguição de metas a despeito de obstáculos e reveses  INTELIGÊNCIA EMOCIONAL - Competência Pessoal  “ E eu rogarei ao Pai, e ele vos enviará outro Consolador, para que fique convosco para sempre. a saber, o Espírito da Verdade, o qual o mundo não pode receber; porque não o vê nem o conhece; mas vós o conheceis, porque ele habita convosco, e estará em vós. Não vos deixarei órfãos; voltarei a vós. Ainda um pouco, e o mundo não me verá mais; mas vós me vereis, porque eu vivo, e vós vivereis.”  JOÃO 14 Tenho lhes dito estas palavras para que a minha alegria esteja em vocês e a alegria de vocês seja completa.  João 15:11
Inteligência Emocional  Competência Pessoal Daniel Goleman:  Trabalhando com a Inteligência Emocional .  Editora Objetiva, Brasil, RJ, 1999, 412p. Competência Social Empatia  Aptidões sociais
INTELIGÊNCIA EMOCIONAL Competência Social EMPATIA: capacidade de compreender a constituição emocional dos outros, e habilidade para trata-los em harmonia com essa constituição. Compreender os outros Orientação para o serviço Desenvolver os outros Alavancamento da diversidade Percepção política
INTELIGÊNCIA EMOCIONAL - Competência Social EMPATIA Compreender os outros: Perceber os sentimentos e perspectivas dos outros e assumir um interesse ativo por suas preocupações. “ Chegaram a Cafarnaum. E estando ele em casa, perguntou-lhes: Que estáveis discutindo pelo caminho? Mas eles se calaram, porque pelo caminho haviam discutido entre si qual deles era o maior. E ele, sentando-se, chamou os doze e lhes disse: se alguém quiser ser o primeiro, será o derradeiro de todos e o servo de todos. Então tomou uma criança, pô-la no meio deles e, abraçando-a, disse-lhes: Qualquer que em meu nome receber uma destas crianças, a mim me recebe; e qualquer que me recebe a mim, recebe não a mim mas àquele que me enviou.” Marcos 9
INTELIGÊNCIA EMOCIONAL - Competência Social EMPATIA Orientação para o serviço: Antever, reconhecer e satisfazer as necessidades dos grupos "E vieram a ele grandes multidões, trazendo consigo coxos, aleijados, cegos, mudos, e outros muitos, e lhos puseram aos pés; e ele os curou;"  MATEUS 15
INTELIGÊNCIA EMOCIONAL - Competência Social EMPATIA Desenvolver os outros: Pressentir a necessidade de desenvolvimento e melhorar a habilitação dos grupos “ E todos os dias ensinava no templo; mas os principais sacerdotes, os escribas, e os principais do povo procuravam matá-lo;   mas não achavam meio de o fazer; porque todo o povo ficava enlevado ao ouvi-lo.” LUCAS 19
INTELIGÊNCIA EMOCIONAL - Competência Social EMPATIA Alavancamento da diversidade: Cultivar oportunidades através de diferentes de pessoas com características diversas “ Tendo Jesus entrado em Cafarnaum, chegou-se a ele um centurião que lhe rogava, dizendo: Senhor, o meu criado jaz em casa paralítico, e horrivelmente atormentado.” Mateus 8
INTELIGÊNCIA EMOCIONAL - Competência Social EMPATIA Percepção política: Ler com exatidão as correntes políticas e os relacionamentos de poder de um grupo  Lucas 18 "Dois homens subiram ao templo para orar; um fariseu, e o outro publicano..."
INTELIGÊNCIA EMOCIONAL Competência Social APTIDÕES SOCIAIS: capacidade de criar redes de relacionamentos, cultivando afinidades. Influência Comunicação Catalisador de mudanças Gerenciamento de conflitos Formação de vínculos Colaboração e cooperação Capacidade de Equipe
INTELIGÊNCIA EMOCIONAL - Competência Social APTIDÕES SOCIAIS Influência: utilizar instrumentos eficazes de persuasão. Então os escribas e fariseus trouxeram-lhe uma mulher apanhada em adultério; e pondo-a no meio, disseram-lhe: Mestre, esta mulher foi apanhada em flagrante adultério. Ora, Moisés nos ordena na lei que as tais sejam apedrejadas. Tu, pois, que dizes? Isto diziam eles, tentando-o, para terem de que o acusar. Jesus, porém, inclinando-se, começou a escrever no chão com o dedo. João 8
INTELIGÊNCIA EMOCIONAL - Competência Social APTIDÕES SOCIAIS Comunicação: Ouvir abertamente e emitir mensagens claras e convincentes “ E eis que se levantou certo doutor da lei e, para o experimentar, disse: Mestre, que farei para herdar a vida eterna? Perguntou-lhe Jesus: Que está escrito na lei? Como lês tu? Respondeu-lhe ele: Amarás ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma, de todas as tuas forças e de todo o teu entendimento, e ao teu próximo como a ti mesmo. Tornou-lhe Jesus: Respondeste bem; faze isso, e viverás. Ele, porém, querendo justificar-se, perguntou a Jesus: E quem é o meu próximo? Jesus, prosseguindo, disse: Um homem descia de Jerusalém a Jericó.”  LUCAS 10 “ Conta-se que Jesus, após narrar a parábola do bom samaritano, foi novamente interpelado pelo doutor da lei...” Emmanuel, in: Religião dos Espíritos, cap  O Homem bom.
INTELIGÊNCIA EMOCIONAL - Competência Social APTIDÕES SOCIAIS Catalisador de mudanças: Iniciar ou gerenciar transformações Um dos fariseus convidou-o para comer com ele; e entrando em casa do fariseu, reclinou-se à mesa. E eis que uma mulher pecadora que havia na cidade, quando soube que ele estava à mesa em casa do fariseu, trouxe um vaso de alabastro com bálsamo; e estando por detrás, aos seus pés, chorando, começou a regar-lhe os pés com lágrimas e os enxugava com os cabelos da sua cabeça; e beijava-lhe os pés e ungia-os com o bálsamo. LUCAS 7
INTELIGÊNCIA EMOCIONAL - Competência Social “ Perguntou-lhe, pois, Pilatos: Logo tu és rei? Respondeu Jesus: Tu dizes que eu sou rei. Eu para isso nasci, e para isso vim ao mundo, a fim de dar testemunho da verdade. Todo aquele que é da verdade ouve a minha voz. Perguntou-lhe Pilatos: Que é a verdade?  E dito isto, de novo saiu a ter com os judeus, e disse-lhes: Não acho nele crime algum.” JOÃO 18 APTIDÕES SOCIAIS Gerenciamento de conflitos : Negociar e solucionar  discordâncias
INTELIGÊNCIA EMOCIONAL - Competência Social APTIDÕES SOCIAIS Formação de vínculos: cultivar extensa rede de amizades e estimular os relacionamentos produtivos   "Veio o Filho do homem, comendo e bebendo, e dizem: Eis aí um comilão e bebedor de vinho, amigo de publicanos e pecadores. Entretanto a sabedoria é justificada pelas suas obras.“ Mateus, 11:19 Ninguém tem maior amor do que aquele que dá a sua vida pelos seus amigos.  João 15:12
INTELIGÊNCIA EMOCIONAL - Competência Social APTIDÕES SOCIAIS Colaboração e cooperação: Trabalhar em grupo e compartilhar metas. “ Depois disso designou o Senhor outros setenta, e os enviou adiante de si, de dois em dois, a todas as cidades e lugares aonde ele havia de ir. E dizia-lhes: Na verdade, a seara é grande, mas os trabalhadores são poucos; rogai, pois, ao Senhor da seara que mande trabalhadores para a sua seara. Ide; eis que vos envio como cordeiros ao meio de lobos.” Lucas 10 “ depois apareceu a mais de quinhentos irmãos duma vez, dos quais vive ainda a maior parte”  Paulo 1.º Coríntios 15
INTELIGÊNCIA EMOCIONAL - Competência Social APTIDÕES SOCIAIS Capacidade de Equipe: Criar uma sinergia de equipe, gerando aspirações coletivas “ Eis que aí te vem o teu Rei, manso e montado em um jumento, em um jumentinho, cria de animal de carga."   MATEUS 21
Cognitiva Emocional Espiritual A Inteligência
A Inteligência Espiritual  “ permite situar a vida e os sentimentos em um contexto mais extenso e significativo, propiciador de objetivos mais duradouros e profundos, que facilita o entendimento para a escolha de um, em detrimento de outro, caminho para a auto-realização.” “ Essa inteligência que conduz ao cerne das coisas e facilita a compreensão do abstrato, particularmente quando se refere aos valores da imortalidade da alma, da fé religiosa, da Causalidade universal, do bem, do amor...”  JOANNA DE ÂNGELIS / DPF:  Triunfo Pessoal   LEAL Editora , Brasil, BA, 2002, p31-35.
Cognitiva Emocional Espiritual A Inteligência  Artística
Mateus, 8:20   "Respondeu-lhe Jesus: As raposas têm covis, e as aves do céu têm ninhos; mas o Filho do homem não tem onde reclinar a cabeça." Mateus, 6 Olhai para as aves do céu, que não semeiam, nem ceifam, nem ajuntam em celeiros; e vosso Pai celestial as alimenta. Não valeis vós muito mais do que elas?  Ora, qual de vós, por mais ansioso que esteja, pode acrescentar um côvado à sua estatura? E pelo que haveis de vestir, por que andais ansiosos? Olhai para os lírios do campo, como crescem; não trabalham nem fiam; contudo vos digo que nem mesmo Salomão em toda a sua glória se vestiu como um deles. A Inteligência Artística
“ Ora, chegando o sábado, começou a ensinar na sinagoga; e muitos, ao ouví-lo, se maravilhavam, dizendo: Donde lhe vêm estas coisas? e que sabedoria é esta que lhe é dada? e como se fazem tais milagres por suas mãos? Não é este o carpinteiro, filho de Maria, irmão de Tiago, de José, de Judas e de Simão?”  Marcos 6 A Inteligência Artística  Jesus, O Excelso Carpinteiro
Disseram-lhe os judeus: “Você  ainda não tem cinqüenta anos , e viu Abraão?”  Respondeu Jesus: “Eu lhes afirmo que antes de Abraão nascer, Eu Sou!”  Então eles apanharam pedras para apedrejá-lo, mas Jesus escondeu-se e saiu do templo.  João 8;58-9 A Inteligência Artística  Jesus, O Excelso Carpinteiro
A Inteligência Artística
Multifocal Cognitiva Emocional Espiritual A Inteligência  Artística Augusto Cury:  Inteligência Multifocal .  Editora Cultrix, Brasil, SP, 1998.
É possível compreender a excelência da liderança de Jesus ?
“ Há, porém, ainda muitas outras coisas que Jesus fez.  Se todas elas fossem relatadas, uma por uma , creio eu que nem no mundo inteiro caberiam os livros que seriam escritos.” João, cap 21:25
Como desenvolver as qualidades da liderança?
Primeiro
O Livro dos Espíritos : parte  3.ª , Cap XII, pergunta 919 919.  Qual o meio prático mais eficaz que tem o homem de se melhorar nesta vida e de resistir à atração do mal? “ Um sábio da antigüidade vo-lo disse:  Conhece-te a ti mesmo .”
Segundo
“ Um novo mandamento vos dou: que vos ameis uns aos outros; assim como Eu vos amei a vós, que também vós vos ameis uns aos outros. Nisto conhecerão todos que sois meus discípulos, se tiverdes amor uns aos outros.” João 13
CONCLUSÃO
Jesus  NÃO  é o Líder por Excelência
Jesus é o  MAIS  Excelente Líder da História
Jesus, o Mais Excelente Líder da História  FABIANO PEREIRA NUNES Congregação Espírita Francisco de Paula (Tijuca) Centro Espírita Francisco de Assis (Itaboraí)

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Não se pode servir a deus e a mamon ppt
Não se pode servir a deus e a mamon pptNão se pode servir a deus e a mamon ppt
Não se pode servir a deus e a mamon ppt
Silvânio Barcelos
 
Caridade
CaridadeCaridade
Falsos Profetas da Erraticidade
Falsos Profetas da ErraticidadeFalsos Profetas da Erraticidade
Falsos Profetas da Erraticidade
igmateus
 
28 10 2016 - Diferença entre influenciação e obsessão
28 10 2016  - Diferença entre influenciação e obsessão 28 10 2016  - Diferença entre influenciação e obsessão
28 10 2016 - Diferença entre influenciação e obsessão
Lar Irmã Zarabatana
 
A Vontade
A VontadeA Vontade
A Vontade
Ceile Bernardo
 
MILAGRES À LUZ DO ESPIRITISMO
MILAGRES À LUZ DO ESPIRITISMOMILAGRES À LUZ DO ESPIRITISMO
MILAGRES À LUZ DO ESPIRITISMO
Jorge Luiz dos Santos
 
CONHECE-TE A TI MESMO
CONHECE-TE A TI MESMOCONHECE-TE A TI MESMO
CONHECE-TE A TI MESMO
ARMAZÉM DE ARTES TANIA PAUPITZ
 
Buscai e achareis 1 a 5
Buscai e achareis 1 a  5Buscai e achareis 1 a  5
Buscai e achareis 1 a 5
Angela Ewerling
 
Palestra Espírita - Bem aventurados os misericordiosos
Palestra Espírita - Bem aventurados os misericordiososPalestra Espírita - Bem aventurados os misericordiosos
Palestra Espírita - Bem aventurados os misericordiosos
Divulgador do Espiritismo
 
O consolador prometido - n. 6
O consolador prometido - n. 6O consolador prometido - n. 6
O consolador prometido - n. 6
Graça Maciel
 
Anjos da Guarda
Anjos da GuardaAnjos da Guarda
Anjos da Guarda
Ponte de Luz ASEC
 
Para os espíritas, quem é jesus
Para os espíritas, quem é jesusPara os espíritas, quem é jesus
Para os espíritas, quem é jesus
Tatiana Bonfim
 
Ansiedade e espiritismo
Ansiedade e espiritismoAnsiedade e espiritismo
Ansiedade e espiritismo
Welington Ernane Porfírio
 
Ajuda te que o céu te ajudará
Ajuda te que o céu te ajudaráAjuda te que o céu te ajudará
Ajuda te que o céu te ajudará
Lisete B.
 
Lei de Reprodução
Lei de ReproduçãoLei de Reprodução
Lei de Reprodução
Helenl01
 
LE Q.623 a 625 e ESE Cap.5 item 24
LE Q.623 a 625 e ESE Cap.5 item 24LE Q.623 a 625 e ESE Cap.5 item 24
LE Q.623 a 625 e ESE Cap.5 item 24
Patricia Farias
 
Deus Mamom e o Evangelho ( segundo o espiritismo).
Deus Mamom e o Evangelho ( segundo o espiritismo). Deus Mamom e o Evangelho ( segundo o espiritismo).
Deus Mamom e o Evangelho ( segundo o espiritismo).
Leonardo Pereira
 
O livro dos médiuns
O livro dos médiunsO livro dos médiuns
O livro dos médiuns
Alfredo Lopes
 
Pressentimentos
PressentimentosPressentimentos
Pressentimentos
Grupo Espírita Cristão
 
Cap 15 Fora da caridade não há salvação
Cap 15 Fora da caridade não há salvaçãoCap 15 Fora da caridade não há salvação
Cap 15 Fora da caridade não há salvação
gmo1973
 

Mais procurados (20)

Não se pode servir a deus e a mamon ppt
Não se pode servir a deus e a mamon pptNão se pode servir a deus e a mamon ppt
Não se pode servir a deus e a mamon ppt
 
Caridade
CaridadeCaridade
Caridade
 
Falsos Profetas da Erraticidade
Falsos Profetas da ErraticidadeFalsos Profetas da Erraticidade
Falsos Profetas da Erraticidade
 
28 10 2016 - Diferença entre influenciação e obsessão
28 10 2016  - Diferença entre influenciação e obsessão 28 10 2016  - Diferença entre influenciação e obsessão
28 10 2016 - Diferença entre influenciação e obsessão
 
A Vontade
A VontadeA Vontade
A Vontade
 
MILAGRES À LUZ DO ESPIRITISMO
MILAGRES À LUZ DO ESPIRITISMOMILAGRES À LUZ DO ESPIRITISMO
MILAGRES À LUZ DO ESPIRITISMO
 
CONHECE-TE A TI MESMO
CONHECE-TE A TI MESMOCONHECE-TE A TI MESMO
CONHECE-TE A TI MESMO
 
Buscai e achareis 1 a 5
Buscai e achareis 1 a  5Buscai e achareis 1 a  5
Buscai e achareis 1 a 5
 
Palestra Espírita - Bem aventurados os misericordiosos
Palestra Espírita - Bem aventurados os misericordiososPalestra Espírita - Bem aventurados os misericordiosos
Palestra Espírita - Bem aventurados os misericordiosos
 
O consolador prometido - n. 6
O consolador prometido - n. 6O consolador prometido - n. 6
O consolador prometido - n. 6
 
Anjos da Guarda
Anjos da GuardaAnjos da Guarda
Anjos da Guarda
 
Para os espíritas, quem é jesus
Para os espíritas, quem é jesusPara os espíritas, quem é jesus
Para os espíritas, quem é jesus
 
Ansiedade e espiritismo
Ansiedade e espiritismoAnsiedade e espiritismo
Ansiedade e espiritismo
 
Ajuda te que o céu te ajudará
Ajuda te que o céu te ajudaráAjuda te que o céu te ajudará
Ajuda te que o céu te ajudará
 
Lei de Reprodução
Lei de ReproduçãoLei de Reprodução
Lei de Reprodução
 
LE Q.623 a 625 e ESE Cap.5 item 24
LE Q.623 a 625 e ESE Cap.5 item 24LE Q.623 a 625 e ESE Cap.5 item 24
LE Q.623 a 625 e ESE Cap.5 item 24
 
Deus Mamom e o Evangelho ( segundo o espiritismo).
Deus Mamom e o Evangelho ( segundo o espiritismo). Deus Mamom e o Evangelho ( segundo o espiritismo).
Deus Mamom e o Evangelho ( segundo o espiritismo).
 
O livro dos médiuns
O livro dos médiunsO livro dos médiuns
O livro dos médiuns
 
Pressentimentos
PressentimentosPressentimentos
Pressentimentos
 
Cap 15 Fora da caridade não há salvação
Cap 15 Fora da caridade não há salvaçãoCap 15 Fora da caridade não há salvação
Cap 15 Fora da caridade não há salvação
 

Semelhante a Jesus, O LíDer Por ExcelêNcia

Estudo do livro Roteiro, lição 25
Estudo do livro Roteiro, lição 25Estudo do livro Roteiro, lição 25
Estudo do livro Roteiro, lição 25
Candice Gunther
 
RESISTINDO À MUDANÇA
RESISTINDO À MUDANÇARESISTINDO À MUDANÇA
RESISTINDO À MUDANÇA
Jorge Luiz dos Santos
 
Evocação
EvocaçãoEvocação
Evocação
Victor Passos
 
Autodescobrimento
AutodescobrimentoAutodescobrimento
Autodescobrimento
Marilice Passos
 
Autodescobrimento2.pdf
Autodescobrimento2.pdfAutodescobrimento2.pdf
Autodescobrimento2.pdf
Telma Lima
 
Reforma intima aula 2
Reforma intima aula 2Reforma intima aula 2
Reforma intima aula 2
Moacyr Costa Júnior
 
Curso Expositor Espírita 2011
Curso Expositor Espírita 2011Curso Expositor Espírita 2011
Curso Expositor Espírita 2011
newton bandini
 
Augusto Cury Os Segredos do pai nosso 2
Augusto Cury Os Segredos do pai nosso 2Augusto Cury Os Segredos do pai nosso 2
Augusto Cury Os Segredos do pai nosso 2
Gladis Nunes
 
Jornal Cáritas abril 2013
Jornal Cáritas abril 2013Jornal Cáritas abril 2013
Jornal Cáritas abril 2013
casaespiritachicoxavierijui
 
Desobsessao
DesobsessaoDesobsessao
Desobsessao
paikachambi
 
Série Evangelho no Lar - Cap. 26 - Decisão e Vontade
Série Evangelho no Lar - Cap. 26 - Decisão e VontadeSérie Evangelho no Lar - Cap. 26 - Decisão e Vontade
Série Evangelho no Lar - Cap. 26 - Decisão e Vontade
Ricardo Azevedo
 
Nos dominios da mediunidade cap. 2 - 0 psicoscopio
Nos dominios da mediunidade   cap. 2 - 0 psicoscopioNos dominios da mediunidade   cap. 2 - 0 psicoscopio
Nos dominios da mediunidade cap. 2 - 0 psicoscopio
Patricia Farias
 
Jesus e a Lei da Atração
Jesus e a Lei da AtraçãoJesus e a Lei da Atração
Jesus e a Lei da Atração
Ademir Alves de Abreu
 
Livro dos espiritos Q362 ESE cap 28 item 22
Livro dos espiritos Q362 ESE cap 28 item 22Livro dos espiritos Q362 ESE cap 28 item 22
Livro dos espiritos Q362 ESE cap 28 item 22
Patricia Farias
 
curso-de-meditacao-transcendental
 curso-de-meditacao-transcendental curso-de-meditacao-transcendental
curso-de-meditacao-transcendental
Re David
 
Inimigos desencarnados obsessao mal da humanidade
Inimigos desencarnados obsessao mal da humanidadeInimigos desencarnados obsessao mal da humanidade
Inimigos desencarnados obsessao mal da humanidade
Claudio Macedo
 
Edição n. 43 do CH Noticias - Janeiro/2019
Edição n. 43 do CH Noticias - Janeiro/2019Edição n. 43 do CH Noticias - Janeiro/2019
Edição n. 43 do CH Noticias - Janeiro/2019
CH Notícias - Casa dos Humildes - Recife
 
jung psicologia e espiritualidade Apresentacao FInal.pptx
jung psicologia e espiritualidade Apresentacao FInal.pptxjung psicologia e espiritualidade Apresentacao FInal.pptx
jung psicologia e espiritualidade Apresentacao FInal.pptx
FabioBahia2
 
05 ciclo basico
05 ciclo basico05 ciclo basico
05 ciclo basico
05 ciclo basico05 ciclo basico

Semelhante a Jesus, O LíDer Por ExcelêNcia (20)

Estudo do livro Roteiro, lição 25
Estudo do livro Roteiro, lição 25Estudo do livro Roteiro, lição 25
Estudo do livro Roteiro, lição 25
 
RESISTINDO À MUDANÇA
RESISTINDO À MUDANÇARESISTINDO À MUDANÇA
RESISTINDO À MUDANÇA
 
Evocação
EvocaçãoEvocação
Evocação
 
Autodescobrimento
AutodescobrimentoAutodescobrimento
Autodescobrimento
 
Autodescobrimento2.pdf
Autodescobrimento2.pdfAutodescobrimento2.pdf
Autodescobrimento2.pdf
 
Reforma intima aula 2
Reforma intima aula 2Reforma intima aula 2
Reforma intima aula 2
 
Curso Expositor Espírita 2011
Curso Expositor Espírita 2011Curso Expositor Espírita 2011
Curso Expositor Espírita 2011
 
Augusto Cury Os Segredos do pai nosso 2
Augusto Cury Os Segredos do pai nosso 2Augusto Cury Os Segredos do pai nosso 2
Augusto Cury Os Segredos do pai nosso 2
 
Jornal Cáritas abril 2013
Jornal Cáritas abril 2013Jornal Cáritas abril 2013
Jornal Cáritas abril 2013
 
Desobsessao
DesobsessaoDesobsessao
Desobsessao
 
Série Evangelho no Lar - Cap. 26 - Decisão e Vontade
Série Evangelho no Lar - Cap. 26 - Decisão e VontadeSérie Evangelho no Lar - Cap. 26 - Decisão e Vontade
Série Evangelho no Lar - Cap. 26 - Decisão e Vontade
 
Nos dominios da mediunidade cap. 2 - 0 psicoscopio
Nos dominios da mediunidade   cap. 2 - 0 psicoscopioNos dominios da mediunidade   cap. 2 - 0 psicoscopio
Nos dominios da mediunidade cap. 2 - 0 psicoscopio
 
Jesus e a Lei da Atração
Jesus e a Lei da AtraçãoJesus e a Lei da Atração
Jesus e a Lei da Atração
 
Livro dos espiritos Q362 ESE cap 28 item 22
Livro dos espiritos Q362 ESE cap 28 item 22Livro dos espiritos Q362 ESE cap 28 item 22
Livro dos espiritos Q362 ESE cap 28 item 22
 
curso-de-meditacao-transcendental
 curso-de-meditacao-transcendental curso-de-meditacao-transcendental
curso-de-meditacao-transcendental
 
Inimigos desencarnados obsessao mal da humanidade
Inimigos desencarnados obsessao mal da humanidadeInimigos desencarnados obsessao mal da humanidade
Inimigos desencarnados obsessao mal da humanidade
 
Edição n. 43 do CH Noticias - Janeiro/2019
Edição n. 43 do CH Noticias - Janeiro/2019Edição n. 43 do CH Noticias - Janeiro/2019
Edição n. 43 do CH Noticias - Janeiro/2019
 
jung psicologia e espiritualidade Apresentacao FInal.pptx
jung psicologia e espiritualidade Apresentacao FInal.pptxjung psicologia e espiritualidade Apresentacao FInal.pptx
jung psicologia e espiritualidade Apresentacao FInal.pptx
 
05 ciclo basico
05 ciclo basico05 ciclo basico
05 ciclo basico
 
05 ciclo basico
05 ciclo basico05 ciclo basico
05 ciclo basico
 

Mais de Sergio Menezes

IniciaçãO
IniciaçãOIniciaçãO
IniciaçãO
Sergio Menezes
 
Por Que
Por QuePor Que
Busca Me
Busca MeBusca Me
Busca Me
Sergio Menezes
 
Uma IdéIa Sensacional
Uma IdéIa SensacionalUma IdéIa Sensacional
Uma IdéIa Sensacional
Sergio Menezes
 
ReencarnaçãO
ReencarnaçãOReencarnaçãO
ReencarnaçãO
Sergio Menezes
 
Posso Entrar
Posso EntrarPosso Entrar
Posso Entrar
Sergio Menezes
 
As 3 Marias
As 3 MariasAs 3 Marias
As 3 Marias
Sergio Menezes
 
Como Os EspíRitos Podem Penetrar Nossos Pensamentos
Como Os EspíRitos Podem Penetrar Nossos PensamentosComo Os EspíRitos Podem Penetrar Nossos Pensamentos
Como Os EspíRitos Podem Penetrar Nossos Pensamentos
Sergio Menezes
 
Fora Da Caridade NãO Há SalvaçãO
Fora Da Caridade NãO Há SalvaçãOFora Da Caridade NãO Há SalvaçãO
Fora Da Caridade NãO Há SalvaçãO
Sergio Menezes
 
Kardec Antes,Durante E Depois Da CodificaçãO
Kardec Antes,Durante E Depois Da CodificaçãOKardec Antes,Durante E Depois Da CodificaçãO
Kardec Antes,Durante E Depois Da CodificaçãO
Sergio Menezes
 
Amar Ao PróXimo
Amar Ao PróXimoAmar Ao PróXimo
Amar Ao PróXimo
Sergio Menezes
 
Vidas Passadas
Vidas PassadasVidas Passadas
Vidas Passadas
Sergio Menezes
 
Trabalhadores Da úLtima Hora
Trabalhadores Da úLtima HoraTrabalhadores Da úLtima Hora
Trabalhadores Da úLtima Hora
Sergio Menezes
 
Jamais Desistir
Jamais DesistirJamais Desistir
Jamais Desistir
Sergio Menezes
 
IntervençãO De Deus Nas Penas E Recompensas
IntervençãO De Deus Nas Penas E RecompensasIntervençãO De Deus Nas Penas E Recompensas
IntervençãO De Deus Nas Penas E Recompensas
Sergio Menezes
 
Inferno ApresentaçãO1
Inferno   ApresentaçãO1Inferno   ApresentaçãO1
Inferno ApresentaçãO1
Sergio Menezes
 
Idiotismo, Loucura
Idiotismo, LoucuraIdiotismo, Loucura
Idiotismo, Loucura
Sergio Menezes
 
Há Muitas Moradas Na Casa Do Pai
Há Muitas Moradas Na Casa Do PaiHá Muitas Moradas Na Casa Do Pai
Há Muitas Moradas Na Casa Do Pai
Sergio Menezes
 
GratidãO De Amigo
GratidãO De AmigoGratidãO De Amigo
GratidãO De Amigo
Sergio Menezes
 
EutanáSia E SacrifíCio Da PróPria Vida
EutanáSia E SacrifíCio Da PróPria VidaEutanáSia E SacrifíCio Da PróPria Vida
EutanáSia E SacrifíCio Da PróPria Vida
Sergio Menezes
 

Mais de Sergio Menezes (20)

IniciaçãO
IniciaçãOIniciaçãO
IniciaçãO
 
Por Que
Por QuePor Que
Por Que
 
Busca Me
Busca MeBusca Me
Busca Me
 
Uma IdéIa Sensacional
Uma IdéIa SensacionalUma IdéIa Sensacional
Uma IdéIa Sensacional
 
ReencarnaçãO
ReencarnaçãOReencarnaçãO
ReencarnaçãO
 
Posso Entrar
Posso EntrarPosso Entrar
Posso Entrar
 
As 3 Marias
As 3 MariasAs 3 Marias
As 3 Marias
 
Como Os EspíRitos Podem Penetrar Nossos Pensamentos
Como Os EspíRitos Podem Penetrar Nossos PensamentosComo Os EspíRitos Podem Penetrar Nossos Pensamentos
Como Os EspíRitos Podem Penetrar Nossos Pensamentos
 
Fora Da Caridade NãO Há SalvaçãO
Fora Da Caridade NãO Há SalvaçãOFora Da Caridade NãO Há SalvaçãO
Fora Da Caridade NãO Há SalvaçãO
 
Kardec Antes,Durante E Depois Da CodificaçãO
Kardec Antes,Durante E Depois Da CodificaçãOKardec Antes,Durante E Depois Da CodificaçãO
Kardec Antes,Durante E Depois Da CodificaçãO
 
Amar Ao PróXimo
Amar Ao PróXimoAmar Ao PróXimo
Amar Ao PróXimo
 
Vidas Passadas
Vidas PassadasVidas Passadas
Vidas Passadas
 
Trabalhadores Da úLtima Hora
Trabalhadores Da úLtima HoraTrabalhadores Da úLtima Hora
Trabalhadores Da úLtima Hora
 
Jamais Desistir
Jamais DesistirJamais Desistir
Jamais Desistir
 
IntervençãO De Deus Nas Penas E Recompensas
IntervençãO De Deus Nas Penas E RecompensasIntervençãO De Deus Nas Penas E Recompensas
IntervençãO De Deus Nas Penas E Recompensas
 
Inferno ApresentaçãO1
Inferno   ApresentaçãO1Inferno   ApresentaçãO1
Inferno ApresentaçãO1
 
Idiotismo, Loucura
Idiotismo, LoucuraIdiotismo, Loucura
Idiotismo, Loucura
 
Há Muitas Moradas Na Casa Do Pai
Há Muitas Moradas Na Casa Do PaiHá Muitas Moradas Na Casa Do Pai
Há Muitas Moradas Na Casa Do Pai
 
GratidãO De Amigo
GratidãO De AmigoGratidãO De Amigo
GratidãO De Amigo
 
EutanáSia E SacrifíCio Da PróPria Vida
EutanáSia E SacrifíCio Da PróPria VidaEutanáSia E SacrifíCio Da PróPria Vida
EutanáSia E SacrifíCio Da PróPria Vida
 

Último

Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdfDiscipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
LEILANEGOUVEIA1
 
metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdfmetafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
GuilhermeCerqueira17
 
13 - Estudo dos Relacionamentos do Cristão
13 - Estudo dos Relacionamentos do Cristão13 - Estudo dos Relacionamentos do Cristão
13 - Estudo dos Relacionamentos do Cristão
PIB Penha
 
Oração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A BondadeOração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A Bondade
Nilson Almeida
 
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
PIB Penha
 
14 - Um Convite à Oração. Incentivar a orar
14 - Um Convite à Oração. Incentivar a orar14 - Um Convite à Oração. Incentivar a orar
14 - Um Convite à Oração. Incentivar a orar
PIB Penha
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não TiranizesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Ricardo Azevedo
 
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
PIB Penha
 
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
PIB Penha
 
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
PIB Penha
 
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptxPalestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
NEDIONOSSOMUNDO
 
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
PIB Penha
 
PREGUE A MISSÃO - 15 Esboços de Sermões sobre Missões e Evangelização - Sammi...
PREGUE A MISSÃO - 15 Esboços de Sermões sobre Missões e Evangelização - Sammi...PREGUE A MISSÃO - 15 Esboços de Sermões sobre Missões e Evangelização - Sammi...
PREGUE A MISSÃO - 15 Esboços de Sermões sobre Missões e Evangelização - Sammi...
Sammis Reachers
 
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
PIB Penha
 

Último (14)

Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdfDiscipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
 
metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdfmetafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
 
13 - Estudo dos Relacionamentos do Cristão
13 - Estudo dos Relacionamentos do Cristão13 - Estudo dos Relacionamentos do Cristão
13 - Estudo dos Relacionamentos do Cristão
 
Oração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A BondadeOração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A Bondade
 
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
 
14 - Um Convite à Oração. Incentivar a orar
14 - Um Convite à Oração. Incentivar a orar14 - Um Convite à Oração. Incentivar a orar
14 - Um Convite à Oração. Incentivar a orar
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não TiranizesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
 
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
 
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
 
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
 
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptxPalestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
 
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
 
PREGUE A MISSÃO - 15 Esboços de Sermões sobre Missões e Evangelização - Sammi...
PREGUE A MISSÃO - 15 Esboços de Sermões sobre Missões e Evangelização - Sammi...PREGUE A MISSÃO - 15 Esboços de Sermões sobre Missões e Evangelização - Sammi...
PREGUE A MISSÃO - 15 Esboços de Sermões sobre Missões e Evangelização - Sammi...
 
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
 

Jesus, O LíDer Por ExcelêNcia

  • 1. Jesus, O Líder por Excelência FABIANO Congregação Espírita Francisco de Paula (Tijuca) Centro Espírita Francisco de Assis (Itaboraí)
  • 2. 625. Qual o tipo mais perfeito que Deus tem oferecido ao homem, para lhe servir de guia e modelo? “ Jesus.” O Livro dos Espíritos : parte 3.ª, cap I
  • 3. É possível compreender a excelência da liderança de Jesus ?
  • 4. Jesus, O Líder Excelente Objetivos do Estudo  Reconhecer em Jesus o Excelso Líder da humanidade  Conhecer os conceitos sobre o líder e a liderança  Estudar as competências que caracterizam o líder  Analisar as atuais demandas das lideranças espíritas Refletir sobre a importância de vivenciar os exemplos e ensinos de Jesus, com o fito de desenvolver as qualidades da liderança espírita
  • 5. LÍDER Deriva do inglês. leader (sXIV) “ algo ou alguém que guia, conduz” 2002 Enciclopédia Koogan-Houaiss Digital  
  • 6. EDUCAR v.t. Despertar as aptidões naturais do indivíduo e orientá-las segundo os padrões e ideais de determinada sociedade, aprimorando-lhe as faculdades intelectuais, físicas e morais.   2002 Enciclopédia Koogan-Houaiss Digital  
  • 7. LIDERAR “ Inspirar e guiar grupos e pessoas” Daniel Goleman, PhD Trabalhando com a Inteligência Emocional. Editora Objetiva, Brasil, RJ, 1999, 412p.
  • 8. Do que é feito um líder?
  • 9. 23. Que é o Espírito? “ O princípio inteligente do Universo.” 24. Espírito é sinônimo de inteligência? “ A inteligência é um atributo essencial do Espírito. Uma e outro, porém, se confundem num princípio comum, de sorte que, para vós, são a mesma coisa.” O Livro dos Espíritos : parte 1.ª, cap. II
  • 10. QUOCIENTE DE INTELIGÊNCIA , Elaborado pelos psicólogos franceses Alfred Binet e Theodore Simon, no início do século XX, foi usado para indicar o nível de inteligência de uma pessoa. Binet e Simon desejavam separar as crianças que provavelmente teriam dificuldades nas tarefas escolares daquelas que provavelmente seriam bem-sucedidas. Lewis M. Terman revisou os testes de Binet-Simon em 1916. Em 1937 e 1960, Terman e Maude A. Merrill, da Universidade Stanford, publicaram suas revisões. Atualmente, esse teste não é mais aceito pela maioria dos psicólogos. 2002 Enciclopédia Koogan-Houaiss Digital   .
  • 11. QUOCIENTE DE INTELIGÊNCIA “ E aconteceu que, passados três dias, o acharam no templo, sentado no meio dos doutores, ouvindo-os, e interrogando-os. E todos os que o ouviam se admiravam da sua inteligência e das suas respostas.” Lucas 2
  • 12. As “Inteligências”  1920 : E. L. Thorndike Inteligência Social Habilidade de entender e lidar com homens e mulheres, meninos e meninas, agindo sabiamente na construção das relações humanas.  1980, Universidade de Harvard : Howard Gardner Descreve oito inteligências: física, musical, visual, interpessoal, intrapessoal, naturalista, lógica e a lingüística.
  • 13. Inteligência Emocional Daniel Goleman: Emotional Intelligence. Bantan Books, New York, 1995. Psicólogo, pesquisador e Doutor pela Universidade de Harvard Professor de Psicologia Clínica – Universidade de Harvard Articulista, por 12 anos, do The New York Times sobre ciências do cérebro.
  • 14. Inteligência Emocional  Competência Emocional Liderança  Competência Pessoal: determina como lidamos com nossas emoções.  Competência Social: determina como lidamos com nossos relacionamentos Daniel Goleman: Trabalhando com a Inteligência Emocional . Editora Objetiva, Brasil, RJ, 1999, 412p.
  • 15. Inteligência Emocional Competência Pessoal Autopercepção Auto-regulação Motivação. Daniel Goleman: Trabalhando com a Inteligência Emocional . Editora Objetiva, Brasil, RJ, 1999, 412p. Competência Social Empatia Aptidões sociais
  • 16. INTELIGÊNCIA EMOCIONAL Competência Pessoal AUTOPERCEPÇÃO: capacidade de perceber e compreender o próprio estado de espírito, emoções, impulsos, bem como seus efeitos nas outras pessoas. Percepção Emocional Auto-avaliação precisa Autoconfiança
  • 17. AUTOPERCEPÇÃO Percepção Emocional: Reconhecer as próprias emoções e seus efeitos. INTELIGÊNCIA EMOCIONAL Competência Pessoal “ E Pedro, tomando-o à parte, começou a repreendê-lo, dizendo: Tenha Deus compaixão de ti, Senhor; isso de modo nenhum te acontecerá. Ele, porém, voltando-se, disse a Pedro: Para trás de mim, Satanás, que me serves de escândalo; porque não estás pensando nas coisas que são de Deus, mas sim nas que são dos homens”. Mateus 16
  • 18. AUTOPERCEPÇÃO Auto-avaliação precisa: Conhecer os próprios recursos, pontos fortes e limites INTELIGÊNCIA EMOCIONAL Competência Pessoal João, 8:12   "Então Jesus tornou a falar-lhes, dizendo: Eu sou a luz do mundo; quem me segue de modo algum andará em trevas, mas terá a luz da vida."
  • 19. AUTOPERCEPÇÃO Autoconfiança: Certeza do próprio valor e capacidade INTELIGÊNCIA EMOCIONAL Competência Pessoal “ Declarou-lhe Jesus: Eu sou a ressurreição e a vida; quem crê em mim, ainda que morra, viverá; e todo aquele que vive, e crê em mim, jamais morrerá.” João cap 11
  • 20. INTELIGÊNCIA EMOCIONAL - Competência Pessoal AUTOREGULAÇÃO: capacidade de controlar e redirecionar impulsos e estados de espírito perturbadores. Autocontrole Merecer confiança Ser consciencioso Adaptabilidade Inovação
  • 21. AUTOREGULAÇÃO Autocontrole: gerenciar as próprias emoções perturbadoras e impulsos INTELIGÊNCIA EMOCIONAL - Competência Pessoal Marcos 14 " Então chegaram a um lugar chamado Getsêmani, e disse Jesus a seus discípulos: Sentai-vos aqui, enquanto eu oro. E levou consigo a Pedro, a Tiago e a João, e começou a ter pavor e a angustiar-se; e disse-lhes: A minha alma está triste até a morte; ficai aqui e vigiai. "
  • 22. AUTOREGULAÇÃO Merecer confiança: Confiabilidade, manter padrões de honestidade e integridade INTELIGÊNCIA EMOCIONAL - Competência Pessoal “ Mestre, sabemos que és verdadeiro, e que ensinas segundo a verdade o caminho de Deus, e de ninguém se te dá, porque não olhas a aparência dos homens. Dize-nos, pois, que te parece? É lícito pagar tributo a César, ou não?” Mateus 22
  • 23. AUTOREGULAÇÃO Ser consciencioso: Assumir a responsabilidade pelo desempenho pessoal, cumprir compromissos e promessas. INTELIGÊNCIA EMOCIONAL - Competência Pessoal Lucas, 8:41   "E eis que veio um homem chamado Jairo, que era chefe da sinagoga; e prostrando-se aos pés de Jesus, rogava-lhe que fosse a sua casa;"
  • 24. AUTOREGULAÇÃO Adaptabilidade: Flexibilidade para lidar com as idéias, ajustando-se rapidamente às mudanças. INTELIGÊNCIA EMOCIONAL - Competência Pessoal “ Disse-lhe João: Mestre, vimos um homem que em teu nome expulsava demônios; e lho proibimos, porque não segue conosco. Respondeu-lhe Jesus: Não lho proibais; porque quem não é contra vós é por vós. “ LUCAS 9
  • 25. AUTOREGULAÇÃO Inovação: Sentir-se à vontade e aberto diante de novas idéias, enfoques e informações INTELIGÊNCIA EMOCIONAL - Competência Pessoal “ Então veio Jesus da Galiléia ter com João, junto do Jordão, para ser batizado por ele. Mas João o impedia, dizendo: Eu é que preciso ser batizado por ti, e tu vens a mim?” MATEUS 13
  • 26. INTELIGÊNCIA EMOCIONAL - Competência Pessoal MOTIVAÇÃO: Propensão a perseguir objetivos com energia e persistência. Vontade de realização Dedicação Iniciativa Otimismo
  • 27. MOTIVAÇÃO Vontade de realização: decidido intuito de atingir metas INTELIGÊNCIA EMOCIONAL - Competência Pessoal “ vontade de querer” Definição de Um Espírito Protetor sobre a fé divina, Paris, l863. O Evangelho Segundo o Espiritismo, Cap XIX, item 12.
  • 28. MOTIVAÇÃO Dedicação: Alinhar-se com visão do grupo, adotando suas metas INTELIGÊNCIA EMOCIONAL - Competência Pessoal "Disse-lhes Simão Pedro: Vou pescar. Responderam-lhe: Nós também vamos contigo. Saíram e entraram no barco; e naquela noite nada apanharam." João 21
  • 29. MOTIVAÇÃO Iniciativa: Estar pronto para agir diante das oportunidades INTELIGÊNCIA EMOCIONAL - Competência Pessoal “ Tendo Jesus entrado, num sábado, em casa de um dos chefes dos fariseus para comer pão, eles o estavam observando. Achava-se ali diante dele certo homem hidrópico. E Jesus, tomando a palavra, falou aos doutores da lei e aos fariseus, e perguntou: É lícito curar no sábado, ou não? Eles, porém, ficaram calados. E Jesus, pegando no homem, o curou, e o despediu.” Lucas 5
  • 30. MOTIVAÇÃO Otimismo: Perseverança, e esperança, na perseguição de metas a despeito de obstáculos e reveses INTELIGÊNCIA EMOCIONAL - Competência Pessoal “ E eu rogarei ao Pai, e ele vos enviará outro Consolador, para que fique convosco para sempre. a saber, o Espírito da Verdade, o qual o mundo não pode receber; porque não o vê nem o conhece; mas vós o conheceis, porque ele habita convosco, e estará em vós. Não vos deixarei órfãos; voltarei a vós. Ainda um pouco, e o mundo não me verá mais; mas vós me vereis, porque eu vivo, e vós vivereis.” JOÃO 14 Tenho lhes dito estas palavras para que a minha alegria esteja em vocês e a alegria de vocês seja completa. João 15:11
  • 31. Inteligência Emocional Competência Pessoal Daniel Goleman: Trabalhando com a Inteligência Emocional . Editora Objetiva, Brasil, RJ, 1999, 412p. Competência Social Empatia Aptidões sociais
  • 32. INTELIGÊNCIA EMOCIONAL Competência Social EMPATIA: capacidade de compreender a constituição emocional dos outros, e habilidade para trata-los em harmonia com essa constituição. Compreender os outros Orientação para o serviço Desenvolver os outros Alavancamento da diversidade Percepção política
  • 33. INTELIGÊNCIA EMOCIONAL - Competência Social EMPATIA Compreender os outros: Perceber os sentimentos e perspectivas dos outros e assumir um interesse ativo por suas preocupações. “ Chegaram a Cafarnaum. E estando ele em casa, perguntou-lhes: Que estáveis discutindo pelo caminho? Mas eles se calaram, porque pelo caminho haviam discutido entre si qual deles era o maior. E ele, sentando-se, chamou os doze e lhes disse: se alguém quiser ser o primeiro, será o derradeiro de todos e o servo de todos. Então tomou uma criança, pô-la no meio deles e, abraçando-a, disse-lhes: Qualquer que em meu nome receber uma destas crianças, a mim me recebe; e qualquer que me recebe a mim, recebe não a mim mas àquele que me enviou.” Marcos 9
  • 34. INTELIGÊNCIA EMOCIONAL - Competência Social EMPATIA Orientação para o serviço: Antever, reconhecer e satisfazer as necessidades dos grupos "E vieram a ele grandes multidões, trazendo consigo coxos, aleijados, cegos, mudos, e outros muitos, e lhos puseram aos pés; e ele os curou;" MATEUS 15
  • 35. INTELIGÊNCIA EMOCIONAL - Competência Social EMPATIA Desenvolver os outros: Pressentir a necessidade de desenvolvimento e melhorar a habilitação dos grupos “ E todos os dias ensinava no templo; mas os principais sacerdotes, os escribas, e os principais do povo procuravam matá-lo; mas não achavam meio de o fazer; porque todo o povo ficava enlevado ao ouvi-lo.” LUCAS 19
  • 36. INTELIGÊNCIA EMOCIONAL - Competência Social EMPATIA Alavancamento da diversidade: Cultivar oportunidades através de diferentes de pessoas com características diversas “ Tendo Jesus entrado em Cafarnaum, chegou-se a ele um centurião que lhe rogava, dizendo: Senhor, o meu criado jaz em casa paralítico, e horrivelmente atormentado.” Mateus 8
  • 37. INTELIGÊNCIA EMOCIONAL - Competência Social EMPATIA Percepção política: Ler com exatidão as correntes políticas e os relacionamentos de poder de um grupo Lucas 18 "Dois homens subiram ao templo para orar; um fariseu, e o outro publicano..."
  • 38. INTELIGÊNCIA EMOCIONAL Competência Social APTIDÕES SOCIAIS: capacidade de criar redes de relacionamentos, cultivando afinidades. Influência Comunicação Catalisador de mudanças Gerenciamento de conflitos Formação de vínculos Colaboração e cooperação Capacidade de Equipe
  • 39. INTELIGÊNCIA EMOCIONAL - Competência Social APTIDÕES SOCIAIS Influência: utilizar instrumentos eficazes de persuasão. Então os escribas e fariseus trouxeram-lhe uma mulher apanhada em adultério; e pondo-a no meio, disseram-lhe: Mestre, esta mulher foi apanhada em flagrante adultério. Ora, Moisés nos ordena na lei que as tais sejam apedrejadas. Tu, pois, que dizes? Isto diziam eles, tentando-o, para terem de que o acusar. Jesus, porém, inclinando-se, começou a escrever no chão com o dedo. João 8
  • 40. INTELIGÊNCIA EMOCIONAL - Competência Social APTIDÕES SOCIAIS Comunicação: Ouvir abertamente e emitir mensagens claras e convincentes “ E eis que se levantou certo doutor da lei e, para o experimentar, disse: Mestre, que farei para herdar a vida eterna? Perguntou-lhe Jesus: Que está escrito na lei? Como lês tu? Respondeu-lhe ele: Amarás ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma, de todas as tuas forças e de todo o teu entendimento, e ao teu próximo como a ti mesmo. Tornou-lhe Jesus: Respondeste bem; faze isso, e viverás. Ele, porém, querendo justificar-se, perguntou a Jesus: E quem é o meu próximo? Jesus, prosseguindo, disse: Um homem descia de Jerusalém a Jericó.” LUCAS 10 “ Conta-se que Jesus, após narrar a parábola do bom samaritano, foi novamente interpelado pelo doutor da lei...” Emmanuel, in: Religião dos Espíritos, cap O Homem bom.
  • 41. INTELIGÊNCIA EMOCIONAL - Competência Social APTIDÕES SOCIAIS Catalisador de mudanças: Iniciar ou gerenciar transformações Um dos fariseus convidou-o para comer com ele; e entrando em casa do fariseu, reclinou-se à mesa. E eis que uma mulher pecadora que havia na cidade, quando soube que ele estava à mesa em casa do fariseu, trouxe um vaso de alabastro com bálsamo; e estando por detrás, aos seus pés, chorando, começou a regar-lhe os pés com lágrimas e os enxugava com os cabelos da sua cabeça; e beijava-lhe os pés e ungia-os com o bálsamo. LUCAS 7
  • 42. INTELIGÊNCIA EMOCIONAL - Competência Social “ Perguntou-lhe, pois, Pilatos: Logo tu és rei? Respondeu Jesus: Tu dizes que eu sou rei. Eu para isso nasci, e para isso vim ao mundo, a fim de dar testemunho da verdade. Todo aquele que é da verdade ouve a minha voz. Perguntou-lhe Pilatos: Que é a verdade? E dito isto, de novo saiu a ter com os judeus, e disse-lhes: Não acho nele crime algum.” JOÃO 18 APTIDÕES SOCIAIS Gerenciamento de conflitos : Negociar e solucionar discordâncias
  • 43. INTELIGÊNCIA EMOCIONAL - Competência Social APTIDÕES SOCIAIS Formação de vínculos: cultivar extensa rede de amizades e estimular os relacionamentos produtivos   "Veio o Filho do homem, comendo e bebendo, e dizem: Eis aí um comilão e bebedor de vinho, amigo de publicanos e pecadores. Entretanto a sabedoria é justificada pelas suas obras.“ Mateus, 11:19 Ninguém tem maior amor do que aquele que dá a sua vida pelos seus amigos. João 15:12
  • 44. INTELIGÊNCIA EMOCIONAL - Competência Social APTIDÕES SOCIAIS Colaboração e cooperação: Trabalhar em grupo e compartilhar metas. “ Depois disso designou o Senhor outros setenta, e os enviou adiante de si, de dois em dois, a todas as cidades e lugares aonde ele havia de ir. E dizia-lhes: Na verdade, a seara é grande, mas os trabalhadores são poucos; rogai, pois, ao Senhor da seara que mande trabalhadores para a sua seara. Ide; eis que vos envio como cordeiros ao meio de lobos.” Lucas 10 “ depois apareceu a mais de quinhentos irmãos duma vez, dos quais vive ainda a maior parte” Paulo 1.º Coríntios 15
  • 45. INTELIGÊNCIA EMOCIONAL - Competência Social APTIDÕES SOCIAIS Capacidade de Equipe: Criar uma sinergia de equipe, gerando aspirações coletivas “ Eis que aí te vem o teu Rei, manso e montado em um jumento, em um jumentinho, cria de animal de carga." MATEUS 21
  • 47. A Inteligência Espiritual “ permite situar a vida e os sentimentos em um contexto mais extenso e significativo, propiciador de objetivos mais duradouros e profundos, que facilita o entendimento para a escolha de um, em detrimento de outro, caminho para a auto-realização.” “ Essa inteligência que conduz ao cerne das coisas e facilita a compreensão do abstrato, particularmente quando se refere aos valores da imortalidade da alma, da fé religiosa, da Causalidade universal, do bem, do amor...” JOANNA DE ÂNGELIS / DPF: Triunfo Pessoal LEAL Editora , Brasil, BA, 2002, p31-35.
  • 48. Cognitiva Emocional Espiritual A Inteligência Artística
  • 49. Mateus, 8:20   "Respondeu-lhe Jesus: As raposas têm covis, e as aves do céu têm ninhos; mas o Filho do homem não tem onde reclinar a cabeça." Mateus, 6 Olhai para as aves do céu, que não semeiam, nem ceifam, nem ajuntam em celeiros; e vosso Pai celestial as alimenta. Não valeis vós muito mais do que elas? Ora, qual de vós, por mais ansioso que esteja, pode acrescentar um côvado à sua estatura? E pelo que haveis de vestir, por que andais ansiosos? Olhai para os lírios do campo, como crescem; não trabalham nem fiam; contudo vos digo que nem mesmo Salomão em toda a sua glória se vestiu como um deles. A Inteligência Artística
  • 50. “ Ora, chegando o sábado, começou a ensinar na sinagoga; e muitos, ao ouví-lo, se maravilhavam, dizendo: Donde lhe vêm estas coisas? e que sabedoria é esta que lhe é dada? e como se fazem tais milagres por suas mãos? Não é este o carpinteiro, filho de Maria, irmão de Tiago, de José, de Judas e de Simão?” Marcos 6 A Inteligência Artística Jesus, O Excelso Carpinteiro
  • 51. Disseram-lhe os judeus: “Você ainda não tem cinqüenta anos , e viu Abraão?” Respondeu Jesus: “Eu lhes afirmo que antes de Abraão nascer, Eu Sou!” Então eles apanharam pedras para apedrejá-lo, mas Jesus escondeu-se e saiu do templo. João 8;58-9 A Inteligência Artística Jesus, O Excelso Carpinteiro
  • 53. Multifocal Cognitiva Emocional Espiritual A Inteligência Artística Augusto Cury: Inteligência Multifocal . Editora Cultrix, Brasil, SP, 1998.
  • 54. É possível compreender a excelência da liderança de Jesus ?
  • 55. “ Há, porém, ainda muitas outras coisas que Jesus fez. Se todas elas fossem relatadas, uma por uma , creio eu que nem no mundo inteiro caberiam os livros que seriam escritos.” João, cap 21:25
  • 56. Como desenvolver as qualidades da liderança?
  • 58. O Livro dos Espíritos : parte 3.ª , Cap XII, pergunta 919 919. Qual o meio prático mais eficaz que tem o homem de se melhorar nesta vida e de resistir à atração do mal? “ Um sábio da antigüidade vo-lo disse: Conhece-te a ti mesmo .”
  • 60. “ Um novo mandamento vos dou: que vos ameis uns aos outros; assim como Eu vos amei a vós, que também vós vos ameis uns aos outros. Nisto conhecerão todos que sois meus discípulos, se tiverdes amor uns aos outros.” João 13
  • 62. Jesus NÃO é o Líder por Excelência
  • 63. Jesus é o MAIS Excelente Líder da História
  • 64. Jesus, o Mais Excelente Líder da História FABIANO PEREIRA NUNES Congregação Espírita Francisco de Paula (Tijuca) Centro Espírita Francisco de Assis (Itaboraí)