SlideShare uma empresa Scribd logo
Jacy de Assis: presídio ou escola?
“Da faculdade de Direito de Uberlândia/Jacy de Assis foi fundador/Mas fazia outras coisas/De lá também era
diretor/Não isso somente/Também era professor. Não ficou só em Uberlândia/No Rio também
trabalhou/Membro do Instituto do direito processual/Em SP também ficou/Trabalhou em Goiás/E lá também se
casou. Em 1995, ele morreu/mas a sociedade o homenageou/Com escola, praça e presídio,/O seu nome todo
mundo honrou/Ele merecia porque além de tudo/Por todos ele lutou. Minha escola fez uma homenagem/aquele
que sempre lutou/Recebeu o nome de Jacy de Assis/Dele a população recordou/Porque falo de um grande
homem/Então nesta escola aqui estou.”
Após um silêncio de 200 dias, começo a opinar hoje sobre as ações do governo Gilmar Machado nesta cidade.
Primeiro quero deixar claro que apoiei com meu voto esta mudança, que caracterizou uma alternância de
poder, apesar de, na maioria das vezes, discordar do estilo de seu partido ao governar . Desde janeiro, presido
uma ONG – A Academia de Letras de Uberlândia e temos uma comenda intitulada Jacy de Assis, que
entregamos para as personalidades, empresas e organizações que constroem o capital social da cidade
através da colaboração em prol da cultura e das artes. Entre outros homenageados, fomos dia 14 de maio até a
Escola Municipal Jacy de Assis no bairro São Jorge e, ali, em singela solenidade com participação da direção,
professores e alunos, entregamos a comenda, ocasião em que foi exaltada a figura do nosso patrono em prosa,
versos e cordel como o mostrado em tela, de autoria de dois alunos que cursam o 8º ano do turno da manhã,
discípulos da professora Eliane Cristina, a quem parabenizamos. Todavia uma ausência foi notada: apesar de
convidada, a Secretaria de Educação não compareceu e nem sequer mandou representante.
Por ironia do destino, o mesmo nome da escola serve a um presídio. E uma reflexão se faz necessária: a
inspiração para construção de mais escolas irá reduzir o número de cárceres num país, que, apesar do clamor
para redução da impunidade, só esclarece 8% dos homicídios e já possui a quarta população carcerária do
mundo. Afinal, estamos vivendo em uma sociedade violenta e importa pensarmos no porquê disso – faltam
escolas e professores de qualidade – e em como reduzir esses indicadores. E por falar neles, os do Brasil
figuram entre os piores – só para entender, a violência é medida pelo índice que conta o número de mortes
violentas – homicídios, por grupo de 100 mil habitantes. O número considerado “normal” pela Organização Pan -
Americana de Saúde (Opas) varia de 0 a 5. Canadá está com 1,5, os EUA com 6,4, o Uruguai com 4,0, o Chile
com 5,3, e o México com 10,9. O Brasil comparece com 31,0, superior à média da América Latina 25,3. Os
números de Uberlândia estão em torno de 36 mortes por 100 mil habitantes. Somos, portanto, um dos povos
mais violentos do mundo. E sofremos por isso. O risco de se viver em um lugar assim é muito alto. Morre-se
mais nos assaltos e durante a ação da polícia contra os bandidos. O prefeito desta cidade deveria ter em mente
que prestigiar escolas e melhorá-las é uma forma de trabalhar positivamente o intangível capital social, que
salvará vidas e resgatará seu governo de ser sócio da iniquidade e candidato ao esquecimento pela história.
José Carlos Nunes Barreto

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Carta aos responsáveis nº 3
Carta aos responsáveis nº 3Carta aos responsáveis nº 3
Carta aos responsáveis nº 3
Sepe Itaboraí
 
BRASIL X EUA
BRASIL X EUABRASIL X EUA
BRASIL X EUA
Joemille Leal
 
Carta Política I CFF
Carta Política I CFFCarta Política I CFF
Carta Política I CFF
Feab Brasil
 
F2308caderno de-textos-para-estudos-e-debates---marcha-das-margaridas-2015 ve...
F2308caderno de-textos-para-estudos-e-debates---marcha-das-margaridas-2015 ve...F2308caderno de-textos-para-estudos-e-debates---marcha-das-margaridas-2015 ve...
F2308caderno de-textos-para-estudos-e-debates---marcha-das-margaridas-2015 ve...
jjmleo
 
Igualdade de Oportunidades
Igualdade de Oportunidades   Igualdade de Oportunidades
Igualdade de Oportunidades
Escola EB123 de Peniche
 
Dia das mulheres
Dia das mulheresDia das mulheres
Dia das mulheres
vanessacristina
 
Jornal do sintuperj nº 05
Jornal do sintuperj nº 05Jornal do sintuperj nº 05
ICom na Mídia - 1º Semestre de 2015
ICom na Mídia - 1º Semestre de 2015ICom na Mídia - 1º Semestre de 2015
ICom na Mídia - 1º Semestre de 2015
ICom - Instituto Comunitário Grande Florianópolis
 
Lista ordenada de candidatos a Assembleia de Freguesia Rio de Moinhos
Lista ordenada de candidatos a Assembleia de Freguesia Rio de MoinhosLista ordenada de candidatos a Assembleia de Freguesia Rio de Moinhos
Lista ordenada de candidatos a Assembleia de Freguesia Rio de Moinhos
Manuela Ruivo
 
Discurso do Assessor de Diversidade Sexual de Goiânia Adrano Ferreto.
Discurso do Assessor de Diversidade Sexual de Goiânia Adrano Ferreto.Discurso do Assessor de Diversidade Sexual de Goiânia Adrano Ferreto.
Discurso do Assessor de Diversidade Sexual de Goiânia Adrano Ferreto.
deputadamarina
 
METODOLOGIA - Metodologia de Cálculo do IDHM
METODOLOGIA - Metodologia de Cálculo do IDHMMETODOLOGIA - Metodologia de Cálculo do IDHM
METODOLOGIA - Metodologia de Cálculo do IDHM
ONGestão
 
Retrato das Escolas Públicas Municipais de Neópolis
Retrato das Escolas Públicas Municipais de NeópolisRetrato das Escolas Públicas Municipais de Neópolis
Retrato das Escolas Públicas Municipais de Neópolis
Sintese Sergipe
 
Mobilização dos homens pelo fim da violência contra as mulheres
Mobilização dos homens pelo fim da violência contra as mulheresMobilização dos homens pelo fim da violência contra as mulheres
Mobilização dos homens pelo fim da violência contra as mulheres
Grupo Escolar Carlos de Paula Seára
 
ETICA, CIDADANIA E SUSTENTABILIDADE
ETICA, CIDADANIA E SUSTENTABILIDADEETICA, CIDADANIA E SUSTENTABILIDADE
ETICA, CIDADANIA E SUSTENTABILIDADE
Nilo Basílio
 
Apresentação feminismo final
Apresentação feminismo finalApresentação feminismo final
Apresentação feminismo final
Greice Keli
 
Histórico da Candidata a prefeita Lourdes
Histórico da Candidata a prefeita LourdesHistórico da Candidata a prefeita Lourdes
Histórico da Candidata a prefeita Lourdes
PsolItaborai
 
Lista ordenada de candidatos a Assembleia de Freguesia União das Freguesias d...
Lista ordenada de candidatos a Assembleia de Freguesia União das Freguesias d...Lista ordenada de candidatos a Assembleia de Freguesia União das Freguesias d...
Lista ordenada de candidatos a Assembleia de Freguesia União das Freguesias d...
Manuela Ruivo
 
Serviço social compromisso com a democracia e com os direitos sociais
Serviço social compromisso com a democracia e com os direitos sociaisServiço social compromisso com a democracia e com os direitos sociais
Serviço social compromisso com a democracia e com os direitos sociais
guesta7f8c7
 
Movimento Negro
Movimento Negro Movimento Negro
Movimento Negro
Gelson Rocha
 
@miforcal 1F_7_29_34_42_43_53
@miforcal 1F_7_29_34_42_43_53 @miforcal 1F_7_29_34_42_43_53
@miforcal 1F_7_29_34_42_43_53
Marcos Souza
 

Mais procurados (20)

Carta aos responsáveis nº 3
Carta aos responsáveis nº 3Carta aos responsáveis nº 3
Carta aos responsáveis nº 3
 
BRASIL X EUA
BRASIL X EUABRASIL X EUA
BRASIL X EUA
 
Carta Política I CFF
Carta Política I CFFCarta Política I CFF
Carta Política I CFF
 
F2308caderno de-textos-para-estudos-e-debates---marcha-das-margaridas-2015 ve...
F2308caderno de-textos-para-estudos-e-debates---marcha-das-margaridas-2015 ve...F2308caderno de-textos-para-estudos-e-debates---marcha-das-margaridas-2015 ve...
F2308caderno de-textos-para-estudos-e-debates---marcha-das-margaridas-2015 ve...
 
Igualdade de Oportunidades
Igualdade de Oportunidades   Igualdade de Oportunidades
Igualdade de Oportunidades
 
Dia das mulheres
Dia das mulheresDia das mulheres
Dia das mulheres
 
Jornal do sintuperj nº 05
Jornal do sintuperj nº 05Jornal do sintuperj nº 05
Jornal do sintuperj nº 05
 
ICom na Mídia - 1º Semestre de 2015
ICom na Mídia - 1º Semestre de 2015ICom na Mídia - 1º Semestre de 2015
ICom na Mídia - 1º Semestre de 2015
 
Lista ordenada de candidatos a Assembleia de Freguesia Rio de Moinhos
Lista ordenada de candidatos a Assembleia de Freguesia Rio de MoinhosLista ordenada de candidatos a Assembleia de Freguesia Rio de Moinhos
Lista ordenada de candidatos a Assembleia de Freguesia Rio de Moinhos
 
Discurso do Assessor de Diversidade Sexual de Goiânia Adrano Ferreto.
Discurso do Assessor de Diversidade Sexual de Goiânia Adrano Ferreto.Discurso do Assessor de Diversidade Sexual de Goiânia Adrano Ferreto.
Discurso do Assessor de Diversidade Sexual de Goiânia Adrano Ferreto.
 
METODOLOGIA - Metodologia de Cálculo do IDHM
METODOLOGIA - Metodologia de Cálculo do IDHMMETODOLOGIA - Metodologia de Cálculo do IDHM
METODOLOGIA - Metodologia de Cálculo do IDHM
 
Retrato das Escolas Públicas Municipais de Neópolis
Retrato das Escolas Públicas Municipais de NeópolisRetrato das Escolas Públicas Municipais de Neópolis
Retrato das Escolas Públicas Municipais de Neópolis
 
Mobilização dos homens pelo fim da violência contra as mulheres
Mobilização dos homens pelo fim da violência contra as mulheresMobilização dos homens pelo fim da violência contra as mulheres
Mobilização dos homens pelo fim da violência contra as mulheres
 
ETICA, CIDADANIA E SUSTENTABILIDADE
ETICA, CIDADANIA E SUSTENTABILIDADEETICA, CIDADANIA E SUSTENTABILIDADE
ETICA, CIDADANIA E SUSTENTABILIDADE
 
Apresentação feminismo final
Apresentação feminismo finalApresentação feminismo final
Apresentação feminismo final
 
Histórico da Candidata a prefeita Lourdes
Histórico da Candidata a prefeita LourdesHistórico da Candidata a prefeita Lourdes
Histórico da Candidata a prefeita Lourdes
 
Lista ordenada de candidatos a Assembleia de Freguesia União das Freguesias d...
Lista ordenada de candidatos a Assembleia de Freguesia União das Freguesias d...Lista ordenada de candidatos a Assembleia de Freguesia União das Freguesias d...
Lista ordenada de candidatos a Assembleia de Freguesia União das Freguesias d...
 
Serviço social compromisso com a democracia e com os direitos sociais
Serviço social compromisso com a democracia e com os direitos sociaisServiço social compromisso com a democracia e com os direitos sociais
Serviço social compromisso com a democracia e com os direitos sociais
 
Movimento Negro
Movimento Negro Movimento Negro
Movimento Negro
 
@miforcal 1F_7_29_34_42_43_53
@miforcal 1F_7_29_34_42_43_53 @miforcal 1F_7_29_34_42_43_53
@miforcal 1F_7_29_34_42_43_53
 

Semelhante a Jacy de assis, presídio ou escola

Web vozes
Web vozesWeb vozes
Web vozes
AkemyMorimoto
 
Folhetim do Estudante - Ano IX - Número 67
Folhetim do Estudante - Ano IX - Número 67Folhetim do Estudante - Ano IX - Número 67
Folhetim do Estudante - Ano IX - Número 67
Valter Gomes
 
Ano 7 nº 23 jan fev março 2015
Ano 7  nº 23 jan fev março 2015Ano 7  nº 23 jan fev março 2015
Ano 7 nº 23 jan fev março 2015
inbrasci
 
Educação Antirracista-1.pptx
Educação Antirracista-1.pptxEducação Antirracista-1.pptx
Educação Antirracista-1.pptx
MARIANACRISTINAAMANT
 
Direitos humanos e pluralidade cultural
Direitos humanos e pluralidade culturalDireitos humanos e pluralidade cultural
Direitos humanos e pluralidade cultural
Elaine Krauze
 
Darcy Ribeiro
Darcy RibeiroDarcy Ribeiro
Darcy Ribeiro
Donizete Soares
 
Cidadao 34 completo 1
Cidadao 34 completo 1Cidadao 34 completo 1
Cidadao 34 completo 1
aghipertexto
 
Csr news
Csr news Csr news
Csr news
Patrícia Dias
 
Jornal Linneu 3 Nov 2022.pdf
Jornal Linneu 3 Nov 2022.pdfJornal Linneu 3 Nov 2022.pdf
Jornal Linneu 3 Nov 2022.pdf
ArthurHenriqueOlivei
 
"Percebam que a alma não tem cor - artigo - Rita C T Mendonça
"Percebam que a alma não tem cor - artigo - Rita C T Mendonça"Percebam que a alma não tem cor - artigo - Rita C T Mendonça
"Percebam que a alma não tem cor - artigo - Rita C T Mendonça
Secretaria de Estado da Mulher e dos Direitos Humanos de Alagoas
 
Diversidade de Gênero na Gestão Escolar
Diversidade de Gênero na Gestão EscolarDiversidade de Gênero na Gestão Escolar
Diversidade de Gênero na Gestão Escolar
LIMA, Alan Lucas de
 
Trabalho de português (brasil)
Trabalho de português (brasil)Trabalho de português (brasil)
Trabalho de português (brasil)
Ste Escola Bernardino
 
Folhetim do Estudante - Ano III - Núm. 35
Folhetim do Estudante - Ano III - Núm. 35Folhetim do Estudante - Ano III - Núm. 35
Folhetim do Estudante - Ano III - Núm. 35
Valter Gomes
 
Pluralidade Cultural e Etnia
Pluralidade Cultural e EtniaPluralidade Cultural e Etnia
Pluralidade Cultural e Etnia
Welton Castro
 
Projeto AlimentAÇÃO - EDAL - 2017
Projeto AlimentAÇÃO -  EDAL -  2017Projeto AlimentAÇÃO -  EDAL -  2017
Projeto AlimentAÇÃO - EDAL - 2017
Escola Edal
 
Tema de redação - A desvalorização do trabalho voluntário no Brasil.pdf
Tema de redação - A desvalorização do trabalho voluntário no Brasil.pdfTema de redação - A desvalorização do trabalho voluntário no Brasil.pdf
Tema de redação - A desvalorização do trabalho voluntário no Brasil.pdf
AnaAugustaLagesZuqui
 
Palavra jovem n 30
Palavra  jovem n 30Palavra  jovem n 30
Palavra jovem n 30
Escola Figueiredo Correia
 
Apresentacao ca
Apresentacao caApresentacao ca
Apresentacao ca
cadmufrj
 
Impressao172
Impressao172Impressao172
Impressao172
Aline Marinho
 
Construindo a cidadania - Uma análise introdutória sobre o direito à diferênça.
Construindo a cidadania - Uma análise introdutória sobre o direito à diferênça.Construindo a cidadania - Uma análise introdutória sobre o direito à diferênça.
Construindo a cidadania - Uma análise introdutória sobre o direito à diferênça.
uberlandiaacessivel
 

Semelhante a Jacy de assis, presídio ou escola (20)

Web vozes
Web vozesWeb vozes
Web vozes
 
Folhetim do Estudante - Ano IX - Número 67
Folhetim do Estudante - Ano IX - Número 67Folhetim do Estudante - Ano IX - Número 67
Folhetim do Estudante - Ano IX - Número 67
 
Ano 7 nº 23 jan fev março 2015
Ano 7  nº 23 jan fev março 2015Ano 7  nº 23 jan fev março 2015
Ano 7 nº 23 jan fev março 2015
 
Educação Antirracista-1.pptx
Educação Antirracista-1.pptxEducação Antirracista-1.pptx
Educação Antirracista-1.pptx
 
Direitos humanos e pluralidade cultural
Direitos humanos e pluralidade culturalDireitos humanos e pluralidade cultural
Direitos humanos e pluralidade cultural
 
Darcy Ribeiro
Darcy RibeiroDarcy Ribeiro
Darcy Ribeiro
 
Cidadao 34 completo 1
Cidadao 34 completo 1Cidadao 34 completo 1
Cidadao 34 completo 1
 
Csr news
Csr news Csr news
Csr news
 
Jornal Linneu 3 Nov 2022.pdf
Jornal Linneu 3 Nov 2022.pdfJornal Linneu 3 Nov 2022.pdf
Jornal Linneu 3 Nov 2022.pdf
 
"Percebam que a alma não tem cor - artigo - Rita C T Mendonça
"Percebam que a alma não tem cor - artigo - Rita C T Mendonça"Percebam que a alma não tem cor - artigo - Rita C T Mendonça
"Percebam que a alma não tem cor - artigo - Rita C T Mendonça
 
Diversidade de Gênero na Gestão Escolar
Diversidade de Gênero na Gestão EscolarDiversidade de Gênero na Gestão Escolar
Diversidade de Gênero na Gestão Escolar
 
Trabalho de português (brasil)
Trabalho de português (brasil)Trabalho de português (brasil)
Trabalho de português (brasil)
 
Folhetim do Estudante - Ano III - Núm. 35
Folhetim do Estudante - Ano III - Núm. 35Folhetim do Estudante - Ano III - Núm. 35
Folhetim do Estudante - Ano III - Núm. 35
 
Pluralidade Cultural e Etnia
Pluralidade Cultural e EtniaPluralidade Cultural e Etnia
Pluralidade Cultural e Etnia
 
Projeto AlimentAÇÃO - EDAL - 2017
Projeto AlimentAÇÃO -  EDAL -  2017Projeto AlimentAÇÃO -  EDAL -  2017
Projeto AlimentAÇÃO - EDAL - 2017
 
Tema de redação - A desvalorização do trabalho voluntário no Brasil.pdf
Tema de redação - A desvalorização do trabalho voluntário no Brasil.pdfTema de redação - A desvalorização do trabalho voluntário no Brasil.pdf
Tema de redação - A desvalorização do trabalho voluntário no Brasil.pdf
 
Palavra jovem n 30
Palavra  jovem n 30Palavra  jovem n 30
Palavra jovem n 30
 
Apresentacao ca
Apresentacao caApresentacao ca
Apresentacao ca
 
Impressao172
Impressao172Impressao172
Impressao172
 
Construindo a cidadania - Uma análise introdutória sobre o direito à diferênça.
Construindo a cidadania - Uma análise introdutória sobre o direito à diferênça.Construindo a cidadania - Uma análise introdutória sobre o direito à diferênça.
Construindo a cidadania - Uma análise introdutória sobre o direito à diferênça.
 

Mais de blogprofbarreto

Amor, dom supremo
Amor, dom supremoAmor, dom supremo
Amor, dom supremo
blogprofbarreto
 
Homens, ideias e imortalidade
Homens, ideias e imortalidadeHomens, ideias e imortalidade
Homens, ideias e imortalidade
blogprofbarreto
 
Felicidade interna bruta
Felicidade interna brutaFelicidade interna bruta
Felicidade interna bruta
blogprofbarreto
 
A voz rouca das ruas
A voz rouca das ruasA voz rouca das ruas
A voz rouca das ruas
blogprofbarreto
 
Crimes de guerra
Crimes de guerraCrimes de guerra
Crimes de guerra
blogprofbarreto
 
O bom pastor
O bom pastorO bom pastor
O bom pastor
blogprofbarreto
 
Cisne negro
Cisne negroCisne negro
Cisne negro
blogprofbarreto
 
Lua de sangue e páscoa
Lua de sangue e páscoaLua de sangue e páscoa
Lua de sangue e páscoa
blogprofbarreto
 
A nova passeata dos 100 mil
A nova passeata dos 100 milA nova passeata dos 100 mil
A nova passeata dos 100 mil
blogprofbarreto
 
Carta aberta aos prefeitos
Carta aberta aos prefeitosCarta aberta aos prefeitos
Carta aberta aos prefeitos
blogprofbarreto
 
Carta aberta ao stf
Carta aberta ao stfCarta aberta ao stf
Carta aberta ao stf
blogprofbarreto
 
Na casa do pai
Na casa do paiNa casa do pai
Na casa do pai
blogprofbarreto
 
Pensamento positivo
Pensamento positivoPensamento positivo
Pensamento positivo
blogprofbarreto
 
A era da inteligência social
A era da inteligência socialA era da inteligência social
A era da inteligência social
blogprofbarreto
 
A maior das inteligencias
A maior das inteligenciasA maior das inteligencias
A maior das inteligencias
blogprofbarreto
 
A sombra da escravidao
A sombra da  escravidaoA sombra da  escravidao
A sombra da escravidao
blogprofbarreto
 
Apresentacao empresarial
Apresentacao empresarialApresentacao empresarial
Apresentacao empresarialblogprofbarreto
 
As pessoas em primeiro lugar
As pessoas em primeiro lugarAs pessoas em primeiro lugar
As pessoas em primeiro lugar
blogprofbarreto
 
Brasil mostra tua cara!
Brasil mostra tua cara!Brasil mostra tua cara!
Brasil mostra tua cara!
blogprofbarreto
 
Cidades sustentaveis
Cidades sustentaveisCidades sustentaveis
Cidades sustentaveis
blogprofbarreto
 

Mais de blogprofbarreto (20)

Amor, dom supremo
Amor, dom supremoAmor, dom supremo
Amor, dom supremo
 
Homens, ideias e imortalidade
Homens, ideias e imortalidadeHomens, ideias e imortalidade
Homens, ideias e imortalidade
 
Felicidade interna bruta
Felicidade interna brutaFelicidade interna bruta
Felicidade interna bruta
 
A voz rouca das ruas
A voz rouca das ruasA voz rouca das ruas
A voz rouca das ruas
 
Crimes de guerra
Crimes de guerraCrimes de guerra
Crimes de guerra
 
O bom pastor
O bom pastorO bom pastor
O bom pastor
 
Cisne negro
Cisne negroCisne negro
Cisne negro
 
Lua de sangue e páscoa
Lua de sangue e páscoaLua de sangue e páscoa
Lua de sangue e páscoa
 
A nova passeata dos 100 mil
A nova passeata dos 100 milA nova passeata dos 100 mil
A nova passeata dos 100 mil
 
Carta aberta aos prefeitos
Carta aberta aos prefeitosCarta aberta aos prefeitos
Carta aberta aos prefeitos
 
Carta aberta ao stf
Carta aberta ao stfCarta aberta ao stf
Carta aberta ao stf
 
Na casa do pai
Na casa do paiNa casa do pai
Na casa do pai
 
Pensamento positivo
Pensamento positivoPensamento positivo
Pensamento positivo
 
A era da inteligência social
A era da inteligência socialA era da inteligência social
A era da inteligência social
 
A maior das inteligencias
A maior das inteligenciasA maior das inteligencias
A maior das inteligencias
 
A sombra da escravidao
A sombra da  escravidaoA sombra da  escravidao
A sombra da escravidao
 
Apresentacao empresarial
Apresentacao empresarialApresentacao empresarial
Apresentacao empresarial
 
As pessoas em primeiro lugar
As pessoas em primeiro lugarAs pessoas em primeiro lugar
As pessoas em primeiro lugar
 
Brasil mostra tua cara!
Brasil mostra tua cara!Brasil mostra tua cara!
Brasil mostra tua cara!
 
Cidades sustentaveis
Cidades sustentaveisCidades sustentaveis
Cidades sustentaveis
 

Último

A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
AurelianoFerreirades2
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
MarceloMonteiro213738
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
Marlene Cunhada
 
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
AntnioManuelAgdoma
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
todorokillmepls
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
MateusTavares54
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
rloureiro1
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
AmiltonAparecido1
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
LucianaCristina58
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
silvamelosilva300
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
WelberMerlinCardoso
 
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.pptLeis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
PatriciaZanoli
 
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
LeticiaRochaCupaiol
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
HisrelBlog
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
eaiprofpolly
 
A Evolução da história da Física - Albert Einstein
A Evolução da história da Física - Albert EinsteinA Evolução da história da Física - Albert Einstein
A Evolução da história da Física - Albert Einstein
WelberMerlinCardoso
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
Manuais Formação
 
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
YeniferGarcia36
 

Último (20)

A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
 
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
 
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.pptLeis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
 
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
 
A Evolução da história da Física - Albert Einstein
A Evolução da história da Física - Albert EinsteinA Evolução da história da Física - Albert Einstein
A Evolução da história da Física - Albert Einstein
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
 
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
 

Jacy de assis, presídio ou escola

  • 1. Jacy de Assis: presídio ou escola? “Da faculdade de Direito de Uberlândia/Jacy de Assis foi fundador/Mas fazia outras coisas/De lá também era diretor/Não isso somente/Também era professor. Não ficou só em Uberlândia/No Rio também trabalhou/Membro do Instituto do direito processual/Em SP também ficou/Trabalhou em Goiás/E lá também se casou. Em 1995, ele morreu/mas a sociedade o homenageou/Com escola, praça e presídio,/O seu nome todo mundo honrou/Ele merecia porque além de tudo/Por todos ele lutou. Minha escola fez uma homenagem/aquele que sempre lutou/Recebeu o nome de Jacy de Assis/Dele a população recordou/Porque falo de um grande homem/Então nesta escola aqui estou.” Após um silêncio de 200 dias, começo a opinar hoje sobre as ações do governo Gilmar Machado nesta cidade. Primeiro quero deixar claro que apoiei com meu voto esta mudança, que caracterizou uma alternância de poder, apesar de, na maioria das vezes, discordar do estilo de seu partido ao governar . Desde janeiro, presido uma ONG – A Academia de Letras de Uberlândia e temos uma comenda intitulada Jacy de Assis, que entregamos para as personalidades, empresas e organizações que constroem o capital social da cidade através da colaboração em prol da cultura e das artes. Entre outros homenageados, fomos dia 14 de maio até a Escola Municipal Jacy de Assis no bairro São Jorge e, ali, em singela solenidade com participação da direção, professores e alunos, entregamos a comenda, ocasião em que foi exaltada a figura do nosso patrono em prosa, versos e cordel como o mostrado em tela, de autoria de dois alunos que cursam o 8º ano do turno da manhã, discípulos da professora Eliane Cristina, a quem parabenizamos. Todavia uma ausência foi notada: apesar de convidada, a Secretaria de Educação não compareceu e nem sequer mandou representante. Por ironia do destino, o mesmo nome da escola serve a um presídio. E uma reflexão se faz necessária: a inspiração para construção de mais escolas irá reduzir o número de cárceres num país, que, apesar do clamor para redução da impunidade, só esclarece 8% dos homicídios e já possui a quarta população carcerária do mundo. Afinal, estamos vivendo em uma sociedade violenta e importa pensarmos no porquê disso – faltam escolas e professores de qualidade – e em como reduzir esses indicadores. E por falar neles, os do Brasil figuram entre os piores – só para entender, a violência é medida pelo índice que conta o número de mortes violentas – homicídios, por grupo de 100 mil habitantes. O número considerado “normal” pela Organização Pan - Americana de Saúde (Opas) varia de 0 a 5. Canadá está com 1,5, os EUA com 6,4, o Uruguai com 4,0, o Chile com 5,3, e o México com 10,9. O Brasil comparece com 31,0, superior à média da América Latina 25,3. Os números de Uberlândia estão em torno de 36 mortes por 100 mil habitantes. Somos, portanto, um dos povos mais violentos do mundo. E sofremos por isso. O risco de se viver em um lugar assim é muito alto. Morre-se mais nos assaltos e durante a ação da polícia contra os bandidos. O prefeito desta cidade deveria ter em mente que prestigiar escolas e melhorá-las é uma forma de trabalhar positivamente o intangível capital social, que salvará vidas e resgatará seu governo de ser sócio da iniquidade e candidato ao esquecimento pela história. José Carlos Nunes Barreto