SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 1
Baixar para ler offline
A era da inteligência social
Ponto de Vista
“For ever young/… for ever young…” (Do cancioneiro popular internacional).
Proferi a aula magna de abertura da 12ª turma do MBA em Gestão de Pessoas que coordeno aqui no Triângulo
Mineiro, na Uniube em Uberaba, sexta-feira passada. Falei sobre ”fundamentos e perfil do profissional no
século 21” – e é sempre uma alegria estar em sala de aula lapidando e burilando talentos, tais quais pedras de
muito valor. A procura por este curso aumentou na medida em que a compreensão das organizações acerca da
importância da gestão de pessoas cresceu, vertiginosamente, nesta que já é reconhecida como a era da
inteligência social. Antes de discorrer sobre ela, todavia, peço licença ao leitor para relembrar um escrito deste
rábula bissexto, que mostrava há três anos a teoria das inteligências como forma de entender a complexidade e
o desafio que é conhecer o ser humano para poder ensiná-lo. Dizia eu que o psicólogo Howard Gardner
publicou sua brilhante tese sobre múltiplas inteligências e foi citado por Cosete Ramos no livro “O despertar do
Gênio – aprendendo com o cérebro inteiro”; ed. Quality Mark, RJ, 2004. Nele, a educadora mostra métodos
acelerados de ensino, adaptados a cada perfil de aluno classificado entre as muitas inteligências que a ciência
tem catalogado. Sem dúvida, Pelé, por exemplo, possui uma inteligência corporal sinestésica avançadíssima. A
autora mostra outras formas de inteligência, como a lógica matemática, de Einsten; a visual espacial, de
Michelangelo; a rítmica musical, de Mozart; a interpessoal, de Ghandhi; e a intrapessoal, de Mandela. Todas
possuem suas características próprias de aprendizagem, o que, se bem explorado, conseguirá proezas ao nos
estabelecer como professores de gênios. Neste texto, que intitulei “A maior das inteligências”, destaquei a
importância em se complementar todas as demais inteligências, com a chamada inteligência verbal linguística,
de Victor Hugo, Shakespeare e Guimarães Rosa, e hoje reviso o texto e aumento a lista, sublinhando a
inteligência social, cuja performance aflorou com veemência nos últimos três anos, o que culminou nas redes
sociais que mudaram a nossa forma de se comunicar e enxergar o mundo.
Pois a inteligência social veio para ficar e, por meio dela, já aconteceram várias transformações sociais, sendo
a mais famosa delas a primavera árabe. E é mandatário observar que as habilidades que compõem a sua teoria
são as mesmas exigidas para um executivo que queira gerir pessoas com sucesso: primeiro, a comunicação;
depois, a empatia – se colocar no lugar do outro; terceiro, a comunicação não verbal – o corpo e o tom de voz
falam mais que as palavras; quarto, a assertividade – se posicionar sempre, falando a verdade sem agredir ou
ferir o outro; quinta, dar e receber “feedback” – saber dos outros como vou indo, dizer também o mesmo a
respeito dos colegas, subordinados, superiores (em 360 graus), até da empresa. Por último, a
autoapresentação: roupa adequada, fala adequada a cada situação, público e momento são fundamentais ao
gestor de pessoas.
Desejo aos alunos deste MBA sucesso nesta jornada de dois anos entre este início e a banca final de
apresentação da monografia, lembrando que, como ensinou Ho Chi Min, ex-líder vietnamita do norte: é com o
primeiro passo que se inicia uma longa caminhada.
José Carlos Nunes Barreto

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a A era da inteligência social

Folhetim do Estudante - Ano VII - Núm. 59
Folhetim do Estudante - Ano VII - Núm. 59Folhetim do Estudante - Ano VII - Núm. 59
Folhetim do Estudante - Ano VII - Núm. 59Valter Gomes
 
Os Quatro Pilares da Educação
Os Quatro Pilares da EducaçãoOs Quatro Pilares da Educação
Os Quatro Pilares da EducaçãoLuziete Leite
 
Seminário virtual informática e sociedade
Seminário virtual informática e sociedadeSeminário virtual informática e sociedade
Seminário virtual informática e sociedadeAndréa Franco
 
Saul, ana maria paulo freire e a formacao de educadores
Saul, ana maria   paulo freire e a formacao de educadoresSaul, ana maria   paulo freire e a formacao de educadores
Saul, ana maria paulo freire e a formacao de educadoresmarcaocampos
 
História, Arte e Criatividade 2012
História, Arte e Criatividade 2012História, Arte e Criatividade 2012
História, Arte e Criatividade 2012João Lima
 
MG03_GrupoA_IS_Apresentacao
MG03_GrupoA_IS_ApresentacaoMG03_GrupoA_IS_Apresentacao
MG03_GrupoA_IS_Apresentacaoedmarap
 
Da Espistemologia Do Professor
Da Espistemologia Do ProfessorDa Espistemologia Do Professor
Da Espistemologia Do Professorleojusto
 

Semelhante a A era da inteligência social (20)

Folhetim do Estudante - Ano VII - Núm. 59
Folhetim do Estudante - Ano VII - Núm. 59Folhetim do Estudante - Ano VII - Núm. 59
Folhetim do Estudante - Ano VII - Núm. 59
 
Os Quatro Pilares da Educação
Os Quatro Pilares da EducaçãoOs Quatro Pilares da Educação
Os Quatro Pilares da Educação
 
Apresentação Dissertação 2014
Apresentação Dissertação 2014Apresentação Dissertação 2014
Apresentação Dissertação 2014
 
Seminário virtual informática e sociedade
Seminário virtual informática e sociedadeSeminário virtual informática e sociedade
Seminário virtual informática e sociedade
 
Habilidades E CompetêNcias Para Ensinar
Habilidades E CompetêNcias Para EnsinarHabilidades E CompetêNcias Para Ensinar
Habilidades E CompetêNcias Para Ensinar
 
Apresentação1
Apresentação1Apresentação1
Apresentação1
 
Pressupostos
PressupostosPressupostos
Pressupostos
 
O oitavo hábito
O oitavo hábitoO oitavo hábito
O oitavo hábito
 
Competenciasehabilidadespedagogicas
CompetenciasehabilidadespedagogicasCompetenciasehabilidadespedagogicas
Competenciasehabilidadespedagogicas
 
Saul, ana maria paulo freire e a formacao de educadores
Saul, ana maria   paulo freire e a formacao de educadoresSaul, ana maria   paulo freire e a formacao de educadores
Saul, ana maria paulo freire e a formacao de educadores
 
Apresentação Dissertação 2014
Apresentação Dissertação 2014Apresentação Dissertação 2014
Apresentação Dissertação 2014
 
Quatro pilares
Quatro pilaresQuatro pilares
Quatro pilares
 
1_Edgar_Morin.ppt
1_Edgar_Morin.ppt1_Edgar_Morin.ppt
1_Edgar_Morin.ppt
 
delivery
deliverydelivery
delivery
 
História, Arte e Criatividade 2012
História, Arte e Criatividade 2012História, Arte e Criatividade 2012
História, Arte e Criatividade 2012
 
Grupo b apresentaçao_seminario_informatica_ (1)
Grupo b apresentaçao_seminario_informatica_ (1)Grupo b apresentaçao_seminario_informatica_ (1)
Grupo b apresentaçao_seminario_informatica_ (1)
 
ATIVIDADE PUC RIO
ATIVIDADE PUC RIOATIVIDADE PUC RIO
ATIVIDADE PUC RIO
 
MG03_GrupoA_IS_Apresentacao
MG03_GrupoA_IS_ApresentacaoMG03_GrupoA_IS_Apresentacao
MG03_GrupoA_IS_Apresentacao
 
Edgar morin
Edgar morinEdgar morin
Edgar morin
 
Da Espistemologia Do Professor
Da Espistemologia Do ProfessorDa Espistemologia Do Professor
Da Espistemologia Do Professor
 

Mais de blogprofbarreto

Mais de blogprofbarreto (20)

Amor, dom supremo
Amor, dom supremoAmor, dom supremo
Amor, dom supremo
 
Homens, ideias e imortalidade
Homens, ideias e imortalidadeHomens, ideias e imortalidade
Homens, ideias e imortalidade
 
Felicidade interna bruta
Felicidade interna brutaFelicidade interna bruta
Felicidade interna bruta
 
A voz rouca das ruas
A voz rouca das ruasA voz rouca das ruas
A voz rouca das ruas
 
Jacy de assis, presídio ou escola
Jacy de assis, presídio ou escolaJacy de assis, presídio ou escola
Jacy de assis, presídio ou escola
 
Crimes de guerra
Crimes de guerraCrimes de guerra
Crimes de guerra
 
O bom pastor
O bom pastorO bom pastor
O bom pastor
 
Cisne negro
Cisne negroCisne negro
Cisne negro
 
Lua de sangue e páscoa
Lua de sangue e páscoaLua de sangue e páscoa
Lua de sangue e páscoa
 
A nova passeata dos 100 mil
A nova passeata dos 100 milA nova passeata dos 100 mil
A nova passeata dos 100 mil
 
Carta aberta aos prefeitos
Carta aberta aos prefeitosCarta aberta aos prefeitos
Carta aberta aos prefeitos
 
Carta aberta ao stf
Carta aberta ao stfCarta aberta ao stf
Carta aberta ao stf
 
Na casa do pai
Na casa do paiNa casa do pai
Na casa do pai
 
Pensamento positivo
Pensamento positivoPensamento positivo
Pensamento positivo
 
A maior das inteligencias
A maior das inteligenciasA maior das inteligencias
A maior das inteligencias
 
A sombra da escravidao
A sombra da  escravidaoA sombra da  escravidao
A sombra da escravidao
 
Apresentacao empresarial
Apresentacao empresarialApresentacao empresarial
Apresentacao empresarial
 
As pessoas em primeiro lugar
As pessoas em primeiro lugarAs pessoas em primeiro lugar
As pessoas em primeiro lugar
 
Brasil mostra tua cara!
Brasil mostra tua cara!Brasil mostra tua cara!
Brasil mostra tua cara!
 
Cidades sustentaveis
Cidades sustentaveisCidades sustentaveis
Cidades sustentaveis
 

A era da inteligência social

  • 1. A era da inteligência social Ponto de Vista “For ever young/… for ever young…” (Do cancioneiro popular internacional). Proferi a aula magna de abertura da 12ª turma do MBA em Gestão de Pessoas que coordeno aqui no Triângulo Mineiro, na Uniube em Uberaba, sexta-feira passada. Falei sobre ”fundamentos e perfil do profissional no século 21” – e é sempre uma alegria estar em sala de aula lapidando e burilando talentos, tais quais pedras de muito valor. A procura por este curso aumentou na medida em que a compreensão das organizações acerca da importância da gestão de pessoas cresceu, vertiginosamente, nesta que já é reconhecida como a era da inteligência social. Antes de discorrer sobre ela, todavia, peço licença ao leitor para relembrar um escrito deste rábula bissexto, que mostrava há três anos a teoria das inteligências como forma de entender a complexidade e o desafio que é conhecer o ser humano para poder ensiná-lo. Dizia eu que o psicólogo Howard Gardner publicou sua brilhante tese sobre múltiplas inteligências e foi citado por Cosete Ramos no livro “O despertar do Gênio – aprendendo com o cérebro inteiro”; ed. Quality Mark, RJ, 2004. Nele, a educadora mostra métodos acelerados de ensino, adaptados a cada perfil de aluno classificado entre as muitas inteligências que a ciência tem catalogado. Sem dúvida, Pelé, por exemplo, possui uma inteligência corporal sinestésica avançadíssima. A autora mostra outras formas de inteligência, como a lógica matemática, de Einsten; a visual espacial, de Michelangelo; a rítmica musical, de Mozart; a interpessoal, de Ghandhi; e a intrapessoal, de Mandela. Todas possuem suas características próprias de aprendizagem, o que, se bem explorado, conseguirá proezas ao nos estabelecer como professores de gênios. Neste texto, que intitulei “A maior das inteligências”, destaquei a importância em se complementar todas as demais inteligências, com a chamada inteligência verbal linguística, de Victor Hugo, Shakespeare e Guimarães Rosa, e hoje reviso o texto e aumento a lista, sublinhando a inteligência social, cuja performance aflorou com veemência nos últimos três anos, o que culminou nas redes sociais que mudaram a nossa forma de se comunicar e enxergar o mundo. Pois a inteligência social veio para ficar e, por meio dela, já aconteceram várias transformações sociais, sendo a mais famosa delas a primavera árabe. E é mandatário observar que as habilidades que compõem a sua teoria são as mesmas exigidas para um executivo que queira gerir pessoas com sucesso: primeiro, a comunicação; depois, a empatia – se colocar no lugar do outro; terceiro, a comunicação não verbal – o corpo e o tom de voz falam mais que as palavras; quarto, a assertividade – se posicionar sempre, falando a verdade sem agredir ou ferir o outro; quinta, dar e receber “feedback” – saber dos outros como vou indo, dizer também o mesmo a respeito dos colegas, subordinados, superiores (em 360 graus), até da empresa. Por último, a autoapresentação: roupa adequada, fala adequada a cada situação, público e momento são fundamentais ao gestor de pessoas. Desejo aos alunos deste MBA sucesso nesta jornada de dois anos entre este início e a banca final de apresentação da monografia, lembrando que, como ensinou Ho Chi Min, ex-líder vietnamita do norte: é com o primeiro passo que se inicia uma longa caminhada. José Carlos Nunes Barreto