SlideShare uma empresa Scribd logo
História da Cidade e dos Monumentos
Portuenses
1
História da Cidade e dos
Monumentos Portuenses
História da Cidade e dos Monumentos
Portuenses
2
Professor Doutor Artur Filipe dos Santos
As Capelas (atuais e extintas) da
Cidade do Porto
História da Cidade e dos Monumentos
Portuenses
3
Professor Doutor Artur Filipe dos Santos
Igreja Velha de Ramalde
Apontamentos sobre a Freguesia de
Ramalde
História da Cidade e dos Monumentos
Portuenses
4
Professor Doutor Artur Filipe dos Santos
História da Cidade e dos Monumentos
Portuenses 5
Ramalde é uma freguesia
portuguesa do concelho do Porto,
com 5,68 km² de área e 38 012
habitantes (2011)
Capelas do Porto - Ramalde
Artur Filipe dos Santos
História da Cidade e dos Monumentos
Portuenses 6
A freguesia de S. Salvador de
Ramalde é mencionada pela
primeira vez com o nome arcaico
de Rranhaldy , nas Inquirições de
D. Afonso III, em 1258.
Capelas do Porto - Ramalde
Artur Filipe dos Santos
História da Cidade e dos Monumentos
Portuenses 7
Porém, já aparece citada
anteriormente, como lugar num
documento de 1222 no qual a
rainha Mafalda faz uma doação ao
Mosteiro de Arouca.
Capelas do Porto - Ramalde
Artur Filipe dos Santos
História da Cidade e dos Monumentos
Portuenses 8
A origem e crescimento do
povoado de Rianhaldy perde-se
nos tempos, antes da fundação da
nacionalidade, provavelmente
entre 920 e 944, data em que
chegaram ao território os monges
beneditinos.
Capelas do Porto - Ramalde
Artur Filipe dos Santos
História da Cidade e dos Monumentos
Portuenses 9
Assim começaria a história do
julgado de Bouças e do seu
antiquíssimo mosteiro
beneditino.
Capelas do Porto - Ramalde
Artur Filipe dos Santos
História da Cidade e dos Monumentos
Portuenses
10
História da Cidade e dos Monumentos
Portuenses 11
Este território pertenceu ao
Padroado Real de D. Sancho I que
depois o doou, em 1196, a sua
filha D. Mafalda.
Capelas do Porto - Ramalde
Artur Filipe dos Santos
História da Cidade e dos Monumentos
Portuenses 12
Na época de D. Sancho II o território
denominava-se Ramunhaldy e era
constituído por cinco lugares: Francos,
Requezendi, Ramuhaldi Jusão e
Ramuhaldi Susão (actualmente
Ramalde do Meio). Entre 1230 e 1835
pertenceu ao concelho de Bouças, o
qual integrava também S. Mamede de
Infesta, Matosinhos, Foz do Douro e um
conjunto de vinte povoações.
Capelas do Porto - Ramalde
Artur Filipe dos Santos
História da Cidade e dos Monumentos
Portuenses 13
Em 1895 foi integrado no
concelho do Porto, como
freguesia. Os seus limites eram
assim definidos: a Norte o
concelho de Matosinhos (Bouças);
a Sul Lordelo do Ouro; a levante
Paranhos e Cedofeita e a poente
Aldoar.
Capelas do Porto - Ramalde
Artur Filipe dos Santos
História da Cidade e dos Monumentos
Portuenses 14
"Vós dizeis que viva Ramalde,/não sei que graça
lhe achais:/Terra de milho miúdo,/Alimento de
pardais!“
Claramente freguesia de fundo rural, a origem e
crescimento do povoado Rranhaldy perde-se no
tempo, mesmo antes da fundação da
monarquia portuguesa, entre os anos de 920 e
944, altura em que os monges de S. Bento
chegaram ao território.
Capelas do Porto - Ramalde
Artur Filipe dos Santos
História da Cidade e dos Monumentos
Portuenses 15
A história começaria exactamente
pelo julgado de Bouças e do seu
antiquíssimo mosteiro beneditino.
Território este que pertenceu ao
Padroado Real de D. Sancho I,
doado em 1196, à sua filha D.
Mafalda.
Capelas do Porto - Ramalde
Artur Filipe dos Santos
História da Cidade e dos Monumentos
Portuenses 16
Ramunhaldi, assim se denominava
o território na época de D. Sancho
II., constituido pelos lugares de
Francos, Requezendi, Ramuhaldi
Jusão e Ramuhaldi Susão
(actualmente Ramalde do Meio)
Capelas do Porto - Ramalde
Artur Filipe dos Santos
História da Cidade e dos Monumentos
Portuenses 17
Até 1896, S. Salvador de Ramalde
pertenceu ao concelho de Bouças,
o qual integrava também S.
Mamede de Infesta, Matosinhos,
Foz do Douro e um conjunto de
vinte povoações. Rranhaldy
aparece citado, pela primeira vez,
nas inquirições de D. Afonso III, de
1258.
Capelas do Porto - Ramalde
Artur Filipe dos Santos
História da Cidade e dos Monumentos
Portuenses 18
No entanto, já no ano de 1222,
aparece citada num documento
como lugar, em que a rainha D.
Mafalda faz uma doação ao
Mosteiro de Arouca. Situada nos
limites do Porto, após a sua
anexação, os lugares de Ramalde
de Baixo e Ramalde do Meio eram
considerados subúrbios da cidade
e pouco identificados com esta.
Capelas do Porto - Ramalde
Artur Filipe dos Santos
História da Cidade e dos Monumentos
Portuenses 19
Nesta altura, a população
dependia dos campos de sua
grande extensão e dos seus
trabalhos e hábitos agrícolas.
Terra fértil para o cultivo de
cereais como milho, trigo, centeio
e cevada.
Capelas do Porto - Ramalde
Artur Filipe dos Santos
História da Cidade e dos Monumentos
Portuenses 20
Terra de "milho miúdo", tantas
vezes assim apelidada. Tinha o
seu ex-libris nas mulheres de
Ramalde, chamadas de
"Ramaldeiras". Na altura, eram
caracterizadas como muito
bonitas e que se vestiam com
muita elegância.
Capelas do Porto - Ramalde
Artur Filipe dos Santos
História da Cidade e dos Monumentos
Portuenses 21
A dança da freguesia...folclore,
costume, tradição, cultura,
história e sobretudo,
singularidade, dando-se o nome
de "Ramaldeira" ou "Chula de
Ramalde". Uma influência, dos
finais do séc. XVIII e inícios do séc.
XIX, originária da feitoria inglesa e
respectivos magnates e, das
tropas de Beresford.
Capelas do Porto - Ramalde
Artur Filipe dos Santos
História da Cidade e dos Monumentos
Portuenses 22
A chula de Ramalde, é um
acontecimento especial no
quadro do folclore portuense,
tudo pelo seu carácter camponês
que a geografia e os hábitos da
freguesia lhe impuseram.
Capelas do Porto - Ramalde
Artur Filipe dos Santos
História da Cidade e dos Monumentos
Portuenses 23
Formas de vida passadas que são trazidas à
memória de hoje. Tradições personalizadas
nas romarias que atravessaram décadas. As
principais romarias desta terra eram duas,
uma que se realizava na aldeia de
Requesende, a 15 de Agosto, na Igreja da
Senhora do Porto e a outra, considerada a
maior romaria camponesa com impacto no
Porto, a tão conhecida festa da Senhora da
Hora.
Capelas do Porto - Ramalde
Artur Filipe dos Santos
História da Cidade e dos Monumentos
Portuenses 24
À sua capela e à popular Fonte
das Sete Bicas acorriam milhares
de pessoas na Quinta- Feira da
Ascensão. Ramaldenses que se
deslocavam a pé, aos de fora o
caminho de ferro da Póvoa
assegurava a chegada dos
romeiros.
Capelas do Porto - Ramalde
Artur Filipe dos Santos
História da Cidade e dos Monumentos
Portuenses 25
É muito difícil caracterizar
demograficamente com precisão
esta freguesia no período anterior
aos finais do século XIX. No
entanto, pode dizer-se que em
épocas anteriores Ramalde
comportava uma população
considerável, pois em 1757
possuía 407 fogos e em 1855
cerca de 600 fogos.
Capelas do Porto - Ramalde
Artur Filipe dos Santos
História da Cidade e dos Monumentos
Portuenses 26
Por outro lado, o forte crescimento
da natalidade e a baixa taxa de
mortalidade indiciam um incremento
populacional. No período que
medeia entre os finais do século XIX
até 1991, e devido à recolha de
dados do "Census", já é possível fazer
uma análise mais rigorosa da
evolução demográfica.
Capelas do Porto - Ramalde
Artur Filipe dos Santos
História da Cidade e dos Monumentos
Portuenses 27
Em 1895, Ramalde foi integrado no
concelho do Porto, já como
freguesia. Como limites tinha a Norte
o concelho de Matosinhos (Bouças),
a Sul Lordelo do Ouro, a Este
Paranhos e Cedofeita e a Poente
Aldoar.
Capelas do Porto - Ramalde
Artur Filipe dos Santos
História da Cidade e dos Monumentos
Portuenses 28
Mas de Ramalde camponesa e
maiata pouca resta. A urbanização
alterou-a completamente.
Começaram a "nascer" o cimento e o
alcatrão, tendo o desenvolvimento
urbanístico e rodoviário tomado
conta da freguesia, a par da
construção de zonas residenciais,
industriais e claro, do incremento do
comércio.
Capelas do Porto - Ramalde
Artur Filipe dos Santos
História da Cidade e dos Monumentos
Portuenses 29
A pressão demográfica e urbanística
tem sido muita, mas Ramalde vai
procurando manter as áreas verdes.
Foi a partir de 1880 que Ramalde se
tornou palco das maiores
alterações.
Capelas do Porto - Ramalde
Artur Filipe dos Santos
História da Cidade e dos Monumentos
Portuenses 30
Passou de um ruralidade milenar
para se "entregar" às vidas
mundanas, com a implantação das
indústrias, principal responsável pela
mudança de organização das terras e
das suas gentes e pela irreversível
alteração da paisagem. No ano de
1881, surgiu o primeiro centro têxtil
do então concelho Bouças, que viria
a ser a freguesia de Ramalde.
Capelas do Porto - Ramalde
Artur Filipe dos Santos
História da Cidade e dos Monumentos
Portuenses 31
Existiam a laborar nesta indústria três
centenas de operários e cerca de 200
teares. Vestígios desta época não
faltam, principalmente no que
respeita aos bairros operários de
então, as chamadas "ilhas".
Capelas do Porto - Ramalde
Artur Filipe dos Santos
História da Cidade e dos Monumentos
Portuenses 32
Tratava-se de um alojamento muito
precário mas que permitia a fixação
dos operários a baixo custo e que
surgiu precisamente, da frequente
migração de mão-de-obra que se
fixavam em Ramalde à procura de
trabalho.
Capelas do Porto - Ramalde
Artur Filipe dos Santos
História da Cidade e dos Monumentos
Portuenses 33
Pessoas que se passaram a dedicar à
indústria e consequentemente, a
abandonar os trabalhos agrícolas.
Contrariamente, a classe mais alta do
patronato passou a ser associada ao
desenvolvimento de uma burguesia
portuense industrial. A indústria
têxtil predominou em Ramalde até
1960 e em "parceria" existia também
a indústria metalúrgica.
Capelas do Porto - Ramalde
Artur Filipe dos Santos
História da Cidade e dos Monumentos
Portuenses 34
Por esta altura, ao centro da cidade
do Porto foi entregue uma crescente
terciarização, enquanto zonas
periféricas como Ramalde, se
tornaram espaços residenciais e onde
se deu sobretudo, o crescimento do
sector secundário. Neste sentido e
devido ao aumento populacional,
surgiram as actuais habitações sociais
para substituir as tais "ilhas".
Capelas do Porto - Ramalde
Artur Filipe dos Santos
História da Cidade e dos Monumentos
Portuenses 35
Na freguesia de Ramalde regista-se a
presença e construção de novas vias
que vão gradualmente,
descaracterizando a terra. Dos
grandes eixos rodoviários que
atravessam e permitem ligações mais
rápidas dentro da cidade e entre esta
e o Grande Porto, surge-nos a
Estrada da Circunvalação, Avenida da
Boavista, Via Marechal Carmona (via
rápida) e Via de Cintura Interna.
Capelas do Porto - Ramalde
Artur Filipe dos Santos
História da Cidade e dos Monumentos
Portuenses
36
História da Cidade e dos Monumentos
Portuenses
37
História da Cidade e dos Monumentos
Portuenses 38
Ramalde é uma caixinha de
surpresas...terra cinematográfica, foi
"cenário" da primeira empresa
produtora de cinema português,
Invicta Film, Lda.
Capelas do Porto - Ramalde
Artur Filipe dos Santos
História da Cidade e dos Monumentos
Portuenses 39
Com as suas instalações na Prelada,
ocupava uma área de 50 mil metros
quadrados. Dos seus estúdios saíram
produções cinematográficas como o "Frei
Bonifácio" (1918); "Rosa do adro (1919);
"Os Fidalgos da Casa Mourisca“ (Júlio
Dinis) (1920), entre outros. Até 1924
foram produzidas importantes obras,
quando em 1931 cessou portas por graves
dificuldades financeiras. Durante a sua
existência esta série de produções só
ajudaram a fazer e a enriquecer a história
do cinema português.
Capelas do Porto - Ramalde
Artur Filipe dos Santos
História da Cidade e dos Monumentos
Portuenses 40
Ramalde assim se apresenta: um
caso típico de uma zona rural cujo
desenvolvimento se fez e se faz com
a edificação de casario ao longo das
entradas de acesso ao centro urbano
principal: "Dizeis que viva Ramalde, /
também viva a Ramaldeira: / as
saudades que eu levo / não cabem
na algibeira.“
Capelas do Porto - Ramalde
Artur Filipe dos Santos
• Sobre Ramalde:
http://www.portodesempre.pt/freguesia.php?
freguesia=10&info=7
História da Cidade e dos Monumentos
Portuenses
41
História da Cidade e dos Monumentos
Portuenses
42

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Em meio a cidade, os remanescentes rurais texto revista diagrama
Em meio a cidade, os remanescentes rurais   texto revista diagramaEm meio a cidade, os remanescentes rurais   texto revista diagrama
Em meio a cidade, os remanescentes rurais texto revista diagrama
Prefeitura Municipal de Campinas
 
História do Rio de Janeiro
História do Rio de JaneiroHistória do Rio de Janeiro
História do Rio de Janeiro
Prof Vaguito Sobrenome
 
GUAÍBA: UM FALSO RIO CONTA A HISTÓRIA DA CIDADE
GUAÍBA: UM FALSO RIO CONTA A HISTÓRIA DA CIDADE GUAÍBA: UM FALSO RIO CONTA A HISTÓRIA DA CIDADE
GUAÍBA: UM FALSO RIO CONTA A HISTÓRIA DA CIDADE
Escola Municipal Vila Monte Cristo
 
Slides História do Paraná
Slides História do Paraná Slides História do Paraná
Slides História do Paraná
Arnaldo Szlachta
 
HISTÓRIA DAS REGIÕES DO PARANÁ
HISTÓRIA DAS REGIÕES DO PARANÁHISTÓRIA DAS REGIÕES DO PARANÁ
HISTÓRIA DAS REGIÕES DO PARANÁ
amiltonp
 
ApresentaçãO Tl 1
ApresentaçãO Tl 1ApresentaçãO Tl 1
ApresentaçãO Tl 1
Romilda
 
Breve HistóRico De Santo André
Breve HistóRico De Santo AndréBreve HistóRico De Santo André
Breve HistóRico De Santo André
maria luiza de paula mazzucatto
 
Genealogia do Acaraú -parte 02 - Nicodemos Araújo - Fonte: Municipio de Acara...
Genealogia do Acaraú -parte 02 - Nicodemos Araújo - Fonte: Municipio de Acara...Genealogia do Acaraú -parte 02 - Nicodemos Araújo - Fonte: Municipio de Acara...
Genealogia do Acaraú -parte 02 - Nicodemos Araújo - Fonte: Municipio de Acara...
Acaraú pra Recordar
 
Vilas de São Vicente ,Piratininga e Santo André da Borda do Campo - Prof. Al...
Vilas de São Vicente ,Piratininga e Santo André da Borda do Campo  - Prof. Al...Vilas de São Vicente ,Piratininga e Santo André da Borda do Campo  - Prof. Al...
Vilas de São Vicente ,Piratininga e Santo André da Borda do Campo - Prof. Al...
Altair Moisés Aguilar
 
Paraná
ParanáParaná
Coutos e terras de degredo no Algarve
Coutos e terras de degredo no AlgarveCoutos e terras de degredo no Algarve
Coutos e terras de degredo no Algarve
José Mesquita
 
Uberaba em Dados - 1/7 - Caracterização do Município
Uberaba em Dados - 1/7 - Caracterização do MunicípioUberaba em Dados - 1/7 - Caracterização do Município
Uberaba em Dados - 1/7 - Caracterização do Município
Prefeitura Municipal de Uberaba
 
História do Paraná
História do ParanáHistória do Paraná
História do Paraná
Simone P Baldissera
 
Ediçao 23
Ediçao 23Ediçao 23
Ediçao 23
correiodesintra
 
Cidade do Porto - Portugal
Cidade do Porto - PortugalCidade do Porto - Portugal
Cidade do Porto - Portugal
Amadeu Wolff
 
História e Geografia de Duque de Caxias
História e Geografia de Duque de CaxiasHistória e Geografia de Duque de Caxias
História e Geografia de Duque de Caxias
Antonio Futuro
 
Porto
PortoPorto
Salvador, Bahia
Salvador, BahiaSalvador, Bahia
Salvador, Bahia
Oracy Filho
 
Bahia brasil
Bahia brasilBahia brasil
Bahia brasil
Beatris Lopes
 
Bahia
Bahia Bahia
Bahia
Irene Aguiar
 

Mais procurados (20)

Em meio a cidade, os remanescentes rurais texto revista diagrama
Em meio a cidade, os remanescentes rurais   texto revista diagramaEm meio a cidade, os remanescentes rurais   texto revista diagrama
Em meio a cidade, os remanescentes rurais texto revista diagrama
 
História do Rio de Janeiro
História do Rio de JaneiroHistória do Rio de Janeiro
História do Rio de Janeiro
 
GUAÍBA: UM FALSO RIO CONTA A HISTÓRIA DA CIDADE
GUAÍBA: UM FALSO RIO CONTA A HISTÓRIA DA CIDADE GUAÍBA: UM FALSO RIO CONTA A HISTÓRIA DA CIDADE
GUAÍBA: UM FALSO RIO CONTA A HISTÓRIA DA CIDADE
 
Slides História do Paraná
Slides História do Paraná Slides História do Paraná
Slides História do Paraná
 
HISTÓRIA DAS REGIÕES DO PARANÁ
HISTÓRIA DAS REGIÕES DO PARANÁHISTÓRIA DAS REGIÕES DO PARANÁ
HISTÓRIA DAS REGIÕES DO PARANÁ
 
ApresentaçãO Tl 1
ApresentaçãO Tl 1ApresentaçãO Tl 1
ApresentaçãO Tl 1
 
Breve HistóRico De Santo André
Breve HistóRico De Santo AndréBreve HistóRico De Santo André
Breve HistóRico De Santo André
 
Genealogia do Acaraú -parte 02 - Nicodemos Araújo - Fonte: Municipio de Acara...
Genealogia do Acaraú -parte 02 - Nicodemos Araújo - Fonte: Municipio de Acara...Genealogia do Acaraú -parte 02 - Nicodemos Araújo - Fonte: Municipio de Acara...
Genealogia do Acaraú -parte 02 - Nicodemos Araújo - Fonte: Municipio de Acara...
 
Vilas de São Vicente ,Piratininga e Santo André da Borda do Campo - Prof. Al...
Vilas de São Vicente ,Piratininga e Santo André da Borda do Campo  - Prof. Al...Vilas de São Vicente ,Piratininga e Santo André da Borda do Campo  - Prof. Al...
Vilas de São Vicente ,Piratininga e Santo André da Borda do Campo - Prof. Al...
 
Paraná
ParanáParaná
Paraná
 
Coutos e terras de degredo no Algarve
Coutos e terras de degredo no AlgarveCoutos e terras de degredo no Algarve
Coutos e terras de degredo no Algarve
 
Uberaba em Dados - 1/7 - Caracterização do Município
Uberaba em Dados - 1/7 - Caracterização do MunicípioUberaba em Dados - 1/7 - Caracterização do Município
Uberaba em Dados - 1/7 - Caracterização do Município
 
História do Paraná
História do ParanáHistória do Paraná
História do Paraná
 
Ediçao 23
Ediçao 23Ediçao 23
Ediçao 23
 
Cidade do Porto - Portugal
Cidade do Porto - PortugalCidade do Porto - Portugal
Cidade do Porto - Portugal
 
História e Geografia de Duque de Caxias
História e Geografia de Duque de CaxiasHistória e Geografia de Duque de Caxias
História e Geografia de Duque de Caxias
 
Porto
PortoPorto
Porto
 
Salvador, Bahia
Salvador, BahiaSalvador, Bahia
Salvador, Bahia
 
Bahia brasil
Bahia brasilBahia brasil
Bahia brasil
 
Bahia
Bahia Bahia
Bahia
 

Destaque

Artur Filipe dos SAntos - História da cidade e dos monumentos portuenses ig...
Artur Filipe dos SAntos - História da cidade e dos monumentos portuenses   ig...Artur Filipe dos SAntos - História da cidade e dos monumentos portuenses   ig...
Artur Filipe dos SAntos - História da cidade e dos monumentos portuenses ig...
Artur Filipe dos Santos
 
Palácio do frexo.pps
Palácio do frexo.ppsPalácio do frexo.pps
Palácio do frexo.pps
Pelo Siro
 
Professor Doutor Artur Filipe dos Santos - Património Cultural e Paisagístico...
Professor Doutor Artur Filipe dos Santos - Património Cultural e Paisagístico...Professor Doutor Artur Filipe dos Santos - Património Cultural e Paisagístico...
Professor Doutor Artur Filipe dos Santos - Património Cultural e Paisagístico...
Artur Filipe dos Santos
 
Artur Filipe dos Santos - História da cidade e dos monumentos portuenses fe...
Artur Filipe dos Santos - História da cidade e dos monumentos portuenses   fe...Artur Filipe dos Santos - História da cidade e dos monumentos portuenses   fe...
Artur Filipe dos Santos - História da cidade e dos monumentos portuenses fe...
Artur Filipe dos Santos
 
História da cidade e dos monumentos portuenses palacio dos terenas quinta d...
História da cidade e dos monumentos portuenses   palacio dos terenas quinta d...História da cidade e dos monumentos portuenses   palacio dos terenas quinta d...
História da cidade e dos monumentos portuenses palacio dos terenas quinta d...
Artur Filipe dos Santos
 
HISTÓRIA DA CIDADE E DOS MONUMENTOS PORTUENSES - A Comunidade Britânica do Po...
HISTÓRIA DA CIDADE E DOS MONUMENTOS PORTUENSES - A Comunidade Britânica do Po...HISTÓRIA DA CIDADE E DOS MONUMENTOS PORTUENSES - A Comunidade Britânica do Po...
HISTÓRIA DA CIDADE E DOS MONUMENTOS PORTUENSES - A Comunidade Britânica do Po...
Artur Filipe dos Santos
 
Artur Filipe dos Santos - História da cidade e dos monumentos portuenses Ca...
Artur Filipe dos Santos - História da cidade e dos monumentos portuenses   Ca...Artur Filipe dos Santos - História da cidade e dos monumentos portuenses   Ca...
Artur Filipe dos Santos - História da cidade e dos monumentos portuenses Ca...
Artur Filipe dos Santos
 
HISTÓRIA DA CIDADE E DOS MONUMENTOS PORTUENSES - A Comunidade Britânica do Po...
HISTÓRIA DA CIDADE E DOS MONUMENTOS PORTUENSES - A Comunidade Britânica do Po...HISTÓRIA DA CIDADE E DOS MONUMENTOS PORTUENSES - A Comunidade Britânica do Po...
HISTÓRIA DA CIDADE E DOS MONUMENTOS PORTUENSES - A Comunidade Britânica do Po...
Artur Filipe dos Santos
 
Artur Filipe dos Santos - História do porto Serra do Pilar, Casa Barbot, cam...
Artur Filipe dos Santos - História do porto  Serra do Pilar, Casa Barbot, cam...Artur Filipe dos Santos - História do porto  Serra do Pilar, Casa Barbot, cam...
Artur Filipe dos Santos - História do porto Serra do Pilar, Casa Barbot, cam...
Artur Filipe dos Santos
 
Artur Filipe dos Santos - História da cidade e dos monumentos portuenses ca...
Artur Filipe dos Santos - História da cidade e dos monumentos portuenses   ca...Artur Filipe dos Santos - História da cidade e dos monumentos portuenses   ca...
Artur Filipe dos Santos - História da cidade e dos monumentos portuenses ca...
Artur Filipe dos Santos
 
História do porto igreja do carmo e carmelitas
História do porto   igreja do carmo e carmelitasHistória do porto   igreja do carmo e carmelitas
História do porto igreja do carmo e carmelitas
Artur Filipe dos Santos
 
HISTÓRIA DA CIDADE E DOS MONUMENTOS PORTUENSES - A Sinagoga do Porto - Artur ...
HISTÓRIA DA CIDADE E DOS MONUMENTOS PORTUENSES - A Sinagoga do Porto - Artur ...HISTÓRIA DA CIDADE E DOS MONUMENTOS PORTUENSES - A Sinagoga do Porto - Artur ...
HISTÓRIA DA CIDADE E DOS MONUMENTOS PORTUENSES - A Sinagoga do Porto - Artur ...
Artur Filipe dos Santos
 
Folheto da Visita de Estudo à Assembleia da República, Basílica da Estrela, F...
Folheto da Visita de Estudo à Assembleia da República, Basílica da Estrela, F...Folheto da Visita de Estudo à Assembleia da República, Basílica da Estrela, F...
Folheto da Visita de Estudo à Assembleia da República, Basílica da Estrela, F...
Artur Filipe dos Santos
 
História do porto igreja e torre dos clérigos, irmandade dos clérigos pobre...
História do porto   igreja e torre dos clérigos, irmandade dos clérigos pobre...História do porto   igreja e torre dos clérigos, irmandade dos clérigos pobre...
História do porto igreja e torre dos clérigos, irmandade dos clérigos pobre...
Artur Filipe dos Santos
 
Artur Filipe dos Santos - História da cidade e dos monumentos portuenses - Pa...
Artur Filipe dos Santos - História da cidade e dos monumentos portuenses - Pa...Artur Filipe dos Santos - História da cidade e dos monumentos portuenses - Pa...
Artur Filipe dos Santos - História da cidade e dos monumentos portuenses - Pa...
Artur Filipe dos Santos
 
Cidade do porto
Cidade do portoCidade do porto
Cidade do porto
gustavoericardo
 

Destaque (16)

Artur Filipe dos SAntos - História da cidade e dos monumentos portuenses ig...
Artur Filipe dos SAntos - História da cidade e dos monumentos portuenses   ig...Artur Filipe dos SAntos - História da cidade e dos monumentos portuenses   ig...
Artur Filipe dos SAntos - História da cidade e dos monumentos portuenses ig...
 
Palácio do frexo.pps
Palácio do frexo.ppsPalácio do frexo.pps
Palácio do frexo.pps
 
Professor Doutor Artur Filipe dos Santos - Património Cultural e Paisagístico...
Professor Doutor Artur Filipe dos Santos - Património Cultural e Paisagístico...Professor Doutor Artur Filipe dos Santos - Património Cultural e Paisagístico...
Professor Doutor Artur Filipe dos Santos - Património Cultural e Paisagístico...
 
Artur Filipe dos Santos - História da cidade e dos monumentos portuenses fe...
Artur Filipe dos Santos - História da cidade e dos monumentos portuenses   fe...Artur Filipe dos Santos - História da cidade e dos monumentos portuenses   fe...
Artur Filipe dos Santos - História da cidade e dos monumentos portuenses fe...
 
História da cidade e dos monumentos portuenses palacio dos terenas quinta d...
História da cidade e dos monumentos portuenses   palacio dos terenas quinta d...História da cidade e dos monumentos portuenses   palacio dos terenas quinta d...
História da cidade e dos monumentos portuenses palacio dos terenas quinta d...
 
HISTÓRIA DA CIDADE E DOS MONUMENTOS PORTUENSES - A Comunidade Britânica do Po...
HISTÓRIA DA CIDADE E DOS MONUMENTOS PORTUENSES - A Comunidade Britânica do Po...HISTÓRIA DA CIDADE E DOS MONUMENTOS PORTUENSES - A Comunidade Britânica do Po...
HISTÓRIA DA CIDADE E DOS MONUMENTOS PORTUENSES - A Comunidade Britânica do Po...
 
Artur Filipe dos Santos - História da cidade e dos monumentos portuenses Ca...
Artur Filipe dos Santos - História da cidade e dos monumentos portuenses   Ca...Artur Filipe dos Santos - História da cidade e dos monumentos portuenses   Ca...
Artur Filipe dos Santos - História da cidade e dos monumentos portuenses Ca...
 
HISTÓRIA DA CIDADE E DOS MONUMENTOS PORTUENSES - A Comunidade Britânica do Po...
HISTÓRIA DA CIDADE E DOS MONUMENTOS PORTUENSES - A Comunidade Britânica do Po...HISTÓRIA DA CIDADE E DOS MONUMENTOS PORTUENSES - A Comunidade Britânica do Po...
HISTÓRIA DA CIDADE E DOS MONUMENTOS PORTUENSES - A Comunidade Britânica do Po...
 
Artur Filipe dos Santos - História do porto Serra do Pilar, Casa Barbot, cam...
Artur Filipe dos Santos - História do porto  Serra do Pilar, Casa Barbot, cam...Artur Filipe dos Santos - História do porto  Serra do Pilar, Casa Barbot, cam...
Artur Filipe dos Santos - História do porto Serra do Pilar, Casa Barbot, cam...
 
Artur Filipe dos Santos - História da cidade e dos monumentos portuenses ca...
Artur Filipe dos Santos - História da cidade e dos monumentos portuenses   ca...Artur Filipe dos Santos - História da cidade e dos monumentos portuenses   ca...
Artur Filipe dos Santos - História da cidade e dos monumentos portuenses ca...
 
História do porto igreja do carmo e carmelitas
História do porto   igreja do carmo e carmelitasHistória do porto   igreja do carmo e carmelitas
História do porto igreja do carmo e carmelitas
 
HISTÓRIA DA CIDADE E DOS MONUMENTOS PORTUENSES - A Sinagoga do Porto - Artur ...
HISTÓRIA DA CIDADE E DOS MONUMENTOS PORTUENSES - A Sinagoga do Porto - Artur ...HISTÓRIA DA CIDADE E DOS MONUMENTOS PORTUENSES - A Sinagoga do Porto - Artur ...
HISTÓRIA DA CIDADE E DOS MONUMENTOS PORTUENSES - A Sinagoga do Porto - Artur ...
 
Folheto da Visita de Estudo à Assembleia da República, Basílica da Estrela, F...
Folheto da Visita de Estudo à Assembleia da República, Basílica da Estrela, F...Folheto da Visita de Estudo à Assembleia da República, Basílica da Estrela, F...
Folheto da Visita de Estudo à Assembleia da República, Basílica da Estrela, F...
 
História do porto igreja e torre dos clérigos, irmandade dos clérigos pobre...
História do porto   igreja e torre dos clérigos, irmandade dos clérigos pobre...História do porto   igreja e torre dos clérigos, irmandade dos clérigos pobre...
História do porto igreja e torre dos clérigos, irmandade dos clérigos pobre...
 
Artur Filipe dos Santos - História da cidade e dos monumentos portuenses - Pa...
Artur Filipe dos Santos - História da cidade e dos monumentos portuenses - Pa...Artur Filipe dos Santos - História da cidade e dos monumentos portuenses - Pa...
Artur Filipe dos Santos - História da cidade e dos monumentos portuenses - Pa...
 
Cidade do porto
Cidade do portoCidade do porto
Cidade do porto
 

Semelhante a Artur Filipe dos Santos - História da cidade e dos monumentos portuenses igreja ramalde e ramalde - Universidade Senior Contemporanea

Cidade do Porto-Portugal
Cidade do Porto-PortugalCidade do Porto-Portugal
Cidade do Porto-Portugal
BiaEsteves
 
Universidade Sénior contemporânea - História do Porto Rua do Almada - Artur ^...
Universidade Sénior contemporânea - História do Porto Rua do Almada - Artur ^...Universidade Sénior contemporânea - História do Porto Rua do Almada - Artur ^...
Universidade Sénior contemporânea - História do Porto Rua do Almada - Artur ^...
Universidade Sénior Contemporânea do Porto
 
Museu Nacional de Arte Antiga - Património Cultural e Paisagístico Português ...
Museu Nacional de Arte Antiga - Património Cultural e Paisagístico Português ...Museu Nacional de Arte Antiga - Património Cultural e Paisagístico Português ...
Museu Nacional de Arte Antiga - Património Cultural e Paisagístico Português ...
Universidade Sénior Contemporânea do Porto
 
Cacilhas e Alvalade
Cacilhas e AlvaladeCacilhas e Alvalade
Cacilhas e Alvalade
tomascm
 
Cacilhas
CacilhasCacilhas
Cacilhas
tomascm
 
História da cidade e dos monumentos portuenses igreja sra do porto Professo...
História da cidade e dos monumentos portuenses   igreja sra do porto Professo...História da cidade e dos monumentos portuenses   igreja sra do porto Professo...
História da cidade e dos monumentos portuenses igreja sra do porto Professo...
Universidade Sénior Contemporânea do Porto
 
Douro Litoral 5
Douro Litoral 5Douro Litoral 5
Douro Litoral 5
Carmen María Pérez
 
Guia infanto juvenil
Guia infanto juvenilGuia infanto juvenil
Guia infanto juvenil
Pedro Abreu
 
Artur Filipe dos Santos - patrimonio cultural - o Património de Vila do Cond...
Artur Filipe dos Santos - patrimonio cultural - o Património de Vila do Cond...Artur Filipe dos Santos - patrimonio cultural - o Património de Vila do Cond...
Artur Filipe dos Santos - patrimonio cultural - o Património de Vila do Cond...
Artur Filipe dos Santos
 
Trab Geo
Trab GeoTrab Geo
Trab Geo
alexandra
 
Artur Filipe dos Santos - patrimonio cultural - guimarães - aula1 - Artur Fi...
Artur Filipe dos Santos - patrimonio cultural - guimarães - aula1 - Artur Fi...Artur Filipe dos Santos - patrimonio cultural - guimarães - aula1 - Artur Fi...
Artur Filipe dos Santos - patrimonio cultural - guimarães - aula1 - Artur Fi...
Artur Filipe dos Santos
 
Guimarães terra de condes e reis O Património Cultural da cidade do “Fundad...
Guimarães  terra de condes e reis  O Património Cultural da cidade do “Fundad...Guimarães  terra de condes e reis  O Património Cultural da cidade do “Fundad...
Guimarães terra de condes e reis O Património Cultural da cidade do “Fundad...
Artur Filipe dos Santos
 
O%20 porto%20à%20100%20anos 6,11[1]
O%20 porto%20à%20100%20anos 6,11[1]O%20 porto%20à%20100%20anos 6,11[1]
O%20 porto%20à%20100%20anos 6,11[1]
António Luís Catarino
 
Património Cultural
Património CulturalPatrimónio Cultural
Património Cultural
Alfredo Garcia
 
História de Rondônia.pptx
História de Rondônia.pptxHistória de Rondônia.pptx
História de Rondônia.pptx
SavioSormanyRath
 
Cidades históricas de Minas Gerais
Cidades históricas de Minas GeraisCidades históricas de Minas Gerais
Cidades históricas de Minas Gerais
Sylvio Bazote
 
Porto%20 há%20cem%20anos 10[2]
Porto%20 há%20cem%20anos 10[2]Porto%20 há%20cem%20anos 10[2]
Porto%20 há%20cem%20anos 10[2]
António Luís Catarino
 
Paraty 2009 Dados E InformaçõEs
Paraty 2009   Dados E InformaçõEsParaty 2009   Dados E InformaçõEs
Paraty 2009 Dados E InformaçõEs
Nelson Silva
 
Porto ontem e hoje bach
Porto ontem e hoje   bachPorto ontem e hoje   bach
Porto ontem e hoje bach
Paula Andrade
 
História do brasil, invasões holandesas e francesa
História do brasil, invasões holandesas e francesaHistória do brasil, invasões holandesas e francesa
História do brasil, invasões holandesas e francesa
Ócio do Ofício
 

Semelhante a Artur Filipe dos Santos - História da cidade e dos monumentos portuenses igreja ramalde e ramalde - Universidade Senior Contemporanea (20)

Cidade do Porto-Portugal
Cidade do Porto-PortugalCidade do Porto-Portugal
Cidade do Porto-Portugal
 
Universidade Sénior contemporânea - História do Porto Rua do Almada - Artur ^...
Universidade Sénior contemporânea - História do Porto Rua do Almada - Artur ^...Universidade Sénior contemporânea - História do Porto Rua do Almada - Artur ^...
Universidade Sénior contemporânea - História do Porto Rua do Almada - Artur ^...
 
Museu Nacional de Arte Antiga - Património Cultural e Paisagístico Português ...
Museu Nacional de Arte Antiga - Património Cultural e Paisagístico Português ...Museu Nacional de Arte Antiga - Património Cultural e Paisagístico Português ...
Museu Nacional de Arte Antiga - Património Cultural e Paisagístico Português ...
 
Cacilhas e Alvalade
Cacilhas e AlvaladeCacilhas e Alvalade
Cacilhas e Alvalade
 
Cacilhas
CacilhasCacilhas
Cacilhas
 
História da cidade e dos monumentos portuenses igreja sra do porto Professo...
História da cidade e dos monumentos portuenses   igreja sra do porto Professo...História da cidade e dos monumentos portuenses   igreja sra do porto Professo...
História da cidade e dos monumentos portuenses igreja sra do porto Professo...
 
Douro Litoral 5
Douro Litoral 5Douro Litoral 5
Douro Litoral 5
 
Guia infanto juvenil
Guia infanto juvenilGuia infanto juvenil
Guia infanto juvenil
 
Artur Filipe dos Santos - patrimonio cultural - o Património de Vila do Cond...
Artur Filipe dos Santos - patrimonio cultural - o Património de Vila do Cond...Artur Filipe dos Santos - patrimonio cultural - o Património de Vila do Cond...
Artur Filipe dos Santos - patrimonio cultural - o Património de Vila do Cond...
 
Trab Geo
Trab GeoTrab Geo
Trab Geo
 
Artur Filipe dos Santos - patrimonio cultural - guimarães - aula1 - Artur Fi...
Artur Filipe dos Santos - patrimonio cultural - guimarães - aula1 - Artur Fi...Artur Filipe dos Santos - patrimonio cultural - guimarães - aula1 - Artur Fi...
Artur Filipe dos Santos - patrimonio cultural - guimarães - aula1 - Artur Fi...
 
Guimarães terra de condes e reis O Património Cultural da cidade do “Fundad...
Guimarães  terra de condes e reis  O Património Cultural da cidade do “Fundad...Guimarães  terra de condes e reis  O Património Cultural da cidade do “Fundad...
Guimarães terra de condes e reis O Património Cultural da cidade do “Fundad...
 
O%20 porto%20à%20100%20anos 6,11[1]
O%20 porto%20à%20100%20anos 6,11[1]O%20 porto%20à%20100%20anos 6,11[1]
O%20 porto%20à%20100%20anos 6,11[1]
 
Património Cultural
Património CulturalPatrimónio Cultural
Património Cultural
 
História de Rondônia.pptx
História de Rondônia.pptxHistória de Rondônia.pptx
História de Rondônia.pptx
 
Cidades históricas de Minas Gerais
Cidades históricas de Minas GeraisCidades históricas de Minas Gerais
Cidades históricas de Minas Gerais
 
Porto%20 há%20cem%20anos 10[2]
Porto%20 há%20cem%20anos 10[2]Porto%20 há%20cem%20anos 10[2]
Porto%20 há%20cem%20anos 10[2]
 
Paraty 2009 Dados E InformaçõEs
Paraty 2009   Dados E InformaçõEsParaty 2009   Dados E InformaçõEs
Paraty 2009 Dados E InformaçõEs
 
Porto ontem e hoje bach
Porto ontem e hoje   bachPorto ontem e hoje   bach
Porto ontem e hoje bach
 
História do brasil, invasões holandesas e francesa
História do brasil, invasões holandesas e francesaHistória do brasil, invasões holandesas e francesa
História do brasil, invasões holandesas e francesa
 

Mais de Artur Filipe dos Santos

Ciências da Natureza e do Homem - Aula 6 - Como funciona o Sol - Como funci...
Ciências da Natureza e do Homem - Aula 6 - Como funciona o Sol  - Como funci...Ciências da Natureza e do Homem - Aula 6 - Como funciona o Sol  - Como funci...
Ciências da Natureza e do Homem - Aula 6 - Como funciona o Sol - Como funci...
Artur Filipe dos Santos
 
Ciências da Natureza e do Homem - Como surgiram os insetos
Ciências da Natureza e do Homem - Como surgiram os insetosCiências da Natureza e do Homem - Como surgiram os insetos
Ciências da Natureza e do Homem - Como surgiram os insetos
Artur Filipe dos Santos
 
Ciências da natureza e do Homem - os limites do Sistema Solar - Aula 5 - os ...
Ciências da natureza e do Homem - os limites do Sistema Solar - Aula 5 - os ...Ciências da natureza e do Homem - os limites do Sistema Solar - Aula 5 - os ...
Ciências da natureza e do Homem - os limites do Sistema Solar - Aula 5 - os ...
Artur Filipe dos Santos
 
ciências da natureza e do homem - As placas Tectónicas, os vulcões e os terr...
ciências da natureza e do homem - As placas Tectónicas, os vulcões e os terr...ciências da natureza e do homem - As placas Tectónicas, os vulcões e os terr...
ciências da natureza e do homem - As placas Tectónicas, os vulcões e os terr...
Artur Filipe dos Santos
 
Ciências da Natureza e do Homem - o fim dos dinossauros - o fim dos dinossa...
Ciências da Natureza e do Homem - o fim dos dinossauros -  o fim dos dinossa...Ciências da Natureza e do Homem - o fim dos dinossauros -  o fim dos dinossa...
Ciências da Natureza e do Homem - o fim dos dinossauros - o fim dos dinossa...
Artur Filipe dos Santos
 
Ciências da Natureza e do Homem- o mundo dos dinossauros - aula 2 -
Ciências da Natureza e do Homem- o mundo dos dinossauros - aula 2 -Ciências da Natureza e do Homem- o mundo dos dinossauros - aula 2 -
Ciências da Natureza e do Homem- o mundo dos dinossauros - aula 2 -
Artur Filipe dos Santos
 
Ciências da Natureza e do Homem - Aula 4 - O Sistema Solar - Artur Filipe do...
Ciências da Natureza e do Homem - Aula 4 - O Sistema Solar - Artur Filipe do...Ciências da Natureza e do Homem - Aula 4 - O Sistema Solar - Artur Filipe do...
Ciências da Natureza e do Homem - Aula 4 - O Sistema Solar - Artur Filipe do...
Artur Filipe dos Santos
 
ciências da natureza e do homem - Aula 6 - Formação do Planeta Terra - Fo...
ciências da natureza e do homem - Aula 6 - Formação do Planeta Terra  - Fo...ciências da natureza e do homem - Aula 6 - Formação do Planeta Terra  - Fo...
ciências da natureza e do homem - Aula 6 - Formação do Planeta Terra - Fo...
Artur Filipe dos Santos
 
Ciências da Natureza e do Homem - Os descendentes dos dinossauros
Ciências da Natureza e do Homem - Os descendentes dos dinossaurosCiências da Natureza e do Homem - Os descendentes dos dinossauros
Ciências da Natureza e do Homem - Os descendentes dos dinossauros
Artur Filipe dos Santos
 
Artur Filipe dos Santos - A Capela dos Reis Magos ou dos Gaiteiros
Artur Filipe dos Santos - A Capela dos Reis Magos ou dos GaiteirosArtur Filipe dos Santos - A Capela dos Reis Magos ou dos Gaiteiros
Artur Filipe dos Santos - A Capela dos Reis Magos ou dos Gaiteiros
Artur Filipe dos Santos
 
Artur Filipe dos Santos - história dos Transportes do Porto.pdf
Artur Filipe dos Santos - história dos Transportes do Porto.pdfArtur Filipe dos Santos - história dos Transportes do Porto.pdf
Artur Filipe dos Santos - história dos Transportes do Porto.pdf
Artur Filipe dos Santos
 
A Itália Romana e Pontifícia - aula 2 - Artur Filipe dos Santos.pptx
A Itália Romana e Pontifícia - aula 2 - Artur Filipe dos Santos.pptxA Itália Romana e Pontifícia - aula 2 - Artur Filipe dos Santos.pptx
A Itália Romana e Pontifícia - aula 2 - Artur Filipe dos Santos.pptx
Artur Filipe dos Santos
 
A Itália Romana e Pontifícia - Aual 1 - Artur Filipe dos Santos .pptx
A Itália Romana e Pontifícia - Aual 1 - Artur Filipe dos Santos .pptxA Itália Romana e Pontifícia - Aual 1 - Artur Filipe dos Santos .pptx
A Itália Romana e Pontifícia - Aual 1 - Artur Filipe dos Santos .pptx
Artur Filipe dos Santos
 
A Itália Romana e Pontifícia - aula 3 - Artur Filipe dos Santos.pptx
A Itália Romana e Pontifícia - aula 3 - Artur Filipe dos Santos.pptxA Itália Romana e Pontifícia - aula 3 - Artur Filipe dos Santos.pptx
A Itália Romana e Pontifícia - aula 3 - Artur Filipe dos Santos.pptx
Artur Filipe dos Santos
 
À descoberta do património dos Alpes Orientais1
À descoberta do património dos Alpes Orientais1À descoberta do património dos Alpes Orientais1
À descoberta do património dos Alpes Orientais1
Artur Filipe dos Santos
 
Património Cultural Português -O Património Cultural das Romarias Portugu...
 Património Cultural Português -O Património Cultural das Romarias Portugu... Património Cultural Português -O Património Cultural das Romarias Portugu...
Património Cultural Português -O Património Cultural das Romarias Portugu...
Artur Filipe dos Santos
 
Património Cultural Português -Origem das Festas de Santo António de Lisbo...
Património Cultural Português -Origem das Festas de Santo António de Lisbo...Património Cultural Português -Origem das Festas de Santo António de Lisbo...
Património Cultural Português -Origem das Festas de Santo António de Lisbo...
Artur Filipe dos Santos
 
Património Cultural Português -Festa das Cruzes- Artur Filipe dos Santos.pdf
Património Cultural Português -Festa das Cruzes-  Artur Filipe dos Santos.pdfPatrimónio Cultural Português -Festa das Cruzes-  Artur Filipe dos Santos.pdf
Património Cultural Português -Festa das Cruzes- Artur Filipe dos Santos.pdf
Artur Filipe dos Santos
 
Os mais incriveis castelos do mundo-Artur Filipe dos Santos.pdf
Os mais incriveis castelos do mundo-Artur Filipe dos Santos.pdfOs mais incriveis castelos do mundo-Artur Filipe dos Santos.pdf
Os mais incriveis castelos do mundo-Artur Filipe dos Santos.pdf
Artur Filipe dos Santos
 
Artur Filipe dos Santos - patrimonio cultural - Arte Chapeleira.pdf
Artur Filipe dos Santos - patrimonio cultural - Arte Chapeleira.pdfArtur Filipe dos Santos - patrimonio cultural - Arte Chapeleira.pdf
Artur Filipe dos Santos - patrimonio cultural - Arte Chapeleira.pdf
Artur Filipe dos Santos
 

Mais de Artur Filipe dos Santos (20)

Ciências da Natureza e do Homem - Aula 6 - Como funciona o Sol - Como funci...
Ciências da Natureza e do Homem - Aula 6 - Como funciona o Sol  - Como funci...Ciências da Natureza e do Homem - Aula 6 - Como funciona o Sol  - Como funci...
Ciências da Natureza e do Homem - Aula 6 - Como funciona o Sol - Como funci...
 
Ciências da Natureza e do Homem - Como surgiram os insetos
Ciências da Natureza e do Homem - Como surgiram os insetosCiências da Natureza e do Homem - Como surgiram os insetos
Ciências da Natureza e do Homem - Como surgiram os insetos
 
Ciências da natureza e do Homem - os limites do Sistema Solar - Aula 5 - os ...
Ciências da natureza e do Homem - os limites do Sistema Solar - Aula 5 - os ...Ciências da natureza e do Homem - os limites do Sistema Solar - Aula 5 - os ...
Ciências da natureza e do Homem - os limites do Sistema Solar - Aula 5 - os ...
 
ciências da natureza e do homem - As placas Tectónicas, os vulcões e os terr...
ciências da natureza e do homem - As placas Tectónicas, os vulcões e os terr...ciências da natureza e do homem - As placas Tectónicas, os vulcões e os terr...
ciências da natureza e do homem - As placas Tectónicas, os vulcões e os terr...
 
Ciências da Natureza e do Homem - o fim dos dinossauros - o fim dos dinossa...
Ciências da Natureza e do Homem - o fim dos dinossauros -  o fim dos dinossa...Ciências da Natureza e do Homem - o fim dos dinossauros -  o fim dos dinossa...
Ciências da Natureza e do Homem - o fim dos dinossauros - o fim dos dinossa...
 
Ciências da Natureza e do Homem- o mundo dos dinossauros - aula 2 -
Ciências da Natureza e do Homem- o mundo dos dinossauros - aula 2 -Ciências da Natureza e do Homem- o mundo dos dinossauros - aula 2 -
Ciências da Natureza e do Homem- o mundo dos dinossauros - aula 2 -
 
Ciências da Natureza e do Homem - Aula 4 - O Sistema Solar - Artur Filipe do...
Ciências da Natureza e do Homem - Aula 4 - O Sistema Solar - Artur Filipe do...Ciências da Natureza e do Homem - Aula 4 - O Sistema Solar - Artur Filipe do...
Ciências da Natureza e do Homem - Aula 4 - O Sistema Solar - Artur Filipe do...
 
ciências da natureza e do homem - Aula 6 - Formação do Planeta Terra - Fo...
ciências da natureza e do homem - Aula 6 - Formação do Planeta Terra  - Fo...ciências da natureza e do homem - Aula 6 - Formação do Planeta Terra  - Fo...
ciências da natureza e do homem - Aula 6 - Formação do Planeta Terra - Fo...
 
Ciências da Natureza e do Homem - Os descendentes dos dinossauros
Ciências da Natureza e do Homem - Os descendentes dos dinossaurosCiências da Natureza e do Homem - Os descendentes dos dinossauros
Ciências da Natureza e do Homem - Os descendentes dos dinossauros
 
Artur Filipe dos Santos - A Capela dos Reis Magos ou dos Gaiteiros
Artur Filipe dos Santos - A Capela dos Reis Magos ou dos GaiteirosArtur Filipe dos Santos - A Capela dos Reis Magos ou dos Gaiteiros
Artur Filipe dos Santos - A Capela dos Reis Magos ou dos Gaiteiros
 
Artur Filipe dos Santos - história dos Transportes do Porto.pdf
Artur Filipe dos Santos - história dos Transportes do Porto.pdfArtur Filipe dos Santos - história dos Transportes do Porto.pdf
Artur Filipe dos Santos - história dos Transportes do Porto.pdf
 
A Itália Romana e Pontifícia - aula 2 - Artur Filipe dos Santos.pptx
A Itália Romana e Pontifícia - aula 2 - Artur Filipe dos Santos.pptxA Itália Romana e Pontifícia - aula 2 - Artur Filipe dos Santos.pptx
A Itália Romana e Pontifícia - aula 2 - Artur Filipe dos Santos.pptx
 
A Itália Romana e Pontifícia - Aual 1 - Artur Filipe dos Santos .pptx
A Itália Romana e Pontifícia - Aual 1 - Artur Filipe dos Santos .pptxA Itália Romana e Pontifícia - Aual 1 - Artur Filipe dos Santos .pptx
A Itália Romana e Pontifícia - Aual 1 - Artur Filipe dos Santos .pptx
 
A Itália Romana e Pontifícia - aula 3 - Artur Filipe dos Santos.pptx
A Itália Romana e Pontifícia - aula 3 - Artur Filipe dos Santos.pptxA Itália Romana e Pontifícia - aula 3 - Artur Filipe dos Santos.pptx
A Itália Romana e Pontifícia - aula 3 - Artur Filipe dos Santos.pptx
 
À descoberta do património dos Alpes Orientais1
À descoberta do património dos Alpes Orientais1À descoberta do património dos Alpes Orientais1
À descoberta do património dos Alpes Orientais1
 
Património Cultural Português -O Património Cultural das Romarias Portugu...
 Património Cultural Português -O Património Cultural das Romarias Portugu... Património Cultural Português -O Património Cultural das Romarias Portugu...
Património Cultural Português -O Património Cultural das Romarias Portugu...
 
Património Cultural Português -Origem das Festas de Santo António de Lisbo...
Património Cultural Português -Origem das Festas de Santo António de Lisbo...Património Cultural Português -Origem das Festas de Santo António de Lisbo...
Património Cultural Português -Origem das Festas de Santo António de Lisbo...
 
Património Cultural Português -Festa das Cruzes- Artur Filipe dos Santos.pdf
Património Cultural Português -Festa das Cruzes-  Artur Filipe dos Santos.pdfPatrimónio Cultural Português -Festa das Cruzes-  Artur Filipe dos Santos.pdf
Património Cultural Português -Festa das Cruzes- Artur Filipe dos Santos.pdf
 
Os mais incriveis castelos do mundo-Artur Filipe dos Santos.pdf
Os mais incriveis castelos do mundo-Artur Filipe dos Santos.pdfOs mais incriveis castelos do mundo-Artur Filipe dos Santos.pdf
Os mais incriveis castelos do mundo-Artur Filipe dos Santos.pdf
 
Artur Filipe dos Santos - patrimonio cultural - Arte Chapeleira.pdf
Artur Filipe dos Santos - patrimonio cultural - Arte Chapeleira.pdfArtur Filipe dos Santos - patrimonio cultural - Arte Chapeleira.pdf
Artur Filipe dos Santos - patrimonio cultural - Arte Chapeleira.pdf
 

Último

Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdfCaderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
SupervisoEMAC
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
Sandra Pratas
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
Espanhol Online
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Centro Jacques Delors
 
Relatório de Atividades 2018 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2018 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2018 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2018 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
Sandra Pratas
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
LeilaVilasboas
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
marcos oliveira
 
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdfquadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
marcos oliveira
 
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTAEstudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
deboracorrea21
 
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdfPERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
EsterGabriiela1
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
felipescherner
 
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
Sandra Pratas
 
Guerra e Paz Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Guerra e Paz Maria Inês Aroeira Braga.ppsxGuerra e Paz Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Guerra e Paz Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
marcos oliveira
 
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptxLicao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
jetroescola
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
LeideLauraCenturionL
 
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdfoficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
marcos oliveira
 

Último (20)

Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdfCaderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
 
Relatório de Atividades 2018 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2018 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2018 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2018 CENSIPAM.pdf
 
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
 
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdfquadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
 
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTAEstudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
 
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdfPERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
 
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
 
Guerra e Paz Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Guerra e Paz Maria Inês Aroeira Braga.ppsxGuerra e Paz Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Guerra e Paz Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
 
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptxLicao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
 
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdfoficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
 
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 

Artur Filipe dos Santos - História da cidade e dos monumentos portuenses igreja ramalde e ramalde - Universidade Senior Contemporanea

  • 1. História da Cidade e dos Monumentos Portuenses 1
  • 2. História da Cidade e dos Monumentos Portuenses História da Cidade e dos Monumentos Portuenses 2 Professor Doutor Artur Filipe dos Santos
  • 3. As Capelas (atuais e extintas) da Cidade do Porto História da Cidade e dos Monumentos Portuenses 3 Professor Doutor Artur Filipe dos Santos
  • 4. Igreja Velha de Ramalde Apontamentos sobre a Freguesia de Ramalde História da Cidade e dos Monumentos Portuenses 4 Professor Doutor Artur Filipe dos Santos
  • 5. História da Cidade e dos Monumentos Portuenses 5 Ramalde é uma freguesia portuguesa do concelho do Porto, com 5,68 km² de área e 38 012 habitantes (2011) Capelas do Porto - Ramalde Artur Filipe dos Santos
  • 6. História da Cidade e dos Monumentos Portuenses 6 A freguesia de S. Salvador de Ramalde é mencionada pela primeira vez com o nome arcaico de Rranhaldy , nas Inquirições de D. Afonso III, em 1258. Capelas do Porto - Ramalde Artur Filipe dos Santos
  • 7. História da Cidade e dos Monumentos Portuenses 7 Porém, já aparece citada anteriormente, como lugar num documento de 1222 no qual a rainha Mafalda faz uma doação ao Mosteiro de Arouca. Capelas do Porto - Ramalde Artur Filipe dos Santos
  • 8. História da Cidade e dos Monumentos Portuenses 8 A origem e crescimento do povoado de Rianhaldy perde-se nos tempos, antes da fundação da nacionalidade, provavelmente entre 920 e 944, data em que chegaram ao território os monges beneditinos. Capelas do Porto - Ramalde Artur Filipe dos Santos
  • 9. História da Cidade e dos Monumentos Portuenses 9 Assim começaria a história do julgado de Bouças e do seu antiquíssimo mosteiro beneditino. Capelas do Porto - Ramalde Artur Filipe dos Santos
  • 10. História da Cidade e dos Monumentos Portuenses 10
  • 11. História da Cidade e dos Monumentos Portuenses 11 Este território pertenceu ao Padroado Real de D. Sancho I que depois o doou, em 1196, a sua filha D. Mafalda. Capelas do Porto - Ramalde Artur Filipe dos Santos
  • 12. História da Cidade e dos Monumentos Portuenses 12 Na época de D. Sancho II o território denominava-se Ramunhaldy e era constituído por cinco lugares: Francos, Requezendi, Ramuhaldi Jusão e Ramuhaldi Susão (actualmente Ramalde do Meio). Entre 1230 e 1835 pertenceu ao concelho de Bouças, o qual integrava também S. Mamede de Infesta, Matosinhos, Foz do Douro e um conjunto de vinte povoações. Capelas do Porto - Ramalde Artur Filipe dos Santos
  • 13. História da Cidade e dos Monumentos Portuenses 13 Em 1895 foi integrado no concelho do Porto, como freguesia. Os seus limites eram assim definidos: a Norte o concelho de Matosinhos (Bouças); a Sul Lordelo do Ouro; a levante Paranhos e Cedofeita e a poente Aldoar. Capelas do Porto - Ramalde Artur Filipe dos Santos
  • 14. História da Cidade e dos Monumentos Portuenses 14 "Vós dizeis que viva Ramalde,/não sei que graça lhe achais:/Terra de milho miúdo,/Alimento de pardais!“ Claramente freguesia de fundo rural, a origem e crescimento do povoado Rranhaldy perde-se no tempo, mesmo antes da fundação da monarquia portuguesa, entre os anos de 920 e 944, altura em que os monges de S. Bento chegaram ao território. Capelas do Porto - Ramalde Artur Filipe dos Santos
  • 15. História da Cidade e dos Monumentos Portuenses 15 A história começaria exactamente pelo julgado de Bouças e do seu antiquíssimo mosteiro beneditino. Território este que pertenceu ao Padroado Real de D. Sancho I, doado em 1196, à sua filha D. Mafalda. Capelas do Porto - Ramalde Artur Filipe dos Santos
  • 16. História da Cidade e dos Monumentos Portuenses 16 Ramunhaldi, assim se denominava o território na época de D. Sancho II., constituido pelos lugares de Francos, Requezendi, Ramuhaldi Jusão e Ramuhaldi Susão (actualmente Ramalde do Meio) Capelas do Porto - Ramalde Artur Filipe dos Santos
  • 17. História da Cidade e dos Monumentos Portuenses 17 Até 1896, S. Salvador de Ramalde pertenceu ao concelho de Bouças, o qual integrava também S. Mamede de Infesta, Matosinhos, Foz do Douro e um conjunto de vinte povoações. Rranhaldy aparece citado, pela primeira vez, nas inquirições de D. Afonso III, de 1258. Capelas do Porto - Ramalde Artur Filipe dos Santos
  • 18. História da Cidade e dos Monumentos Portuenses 18 No entanto, já no ano de 1222, aparece citada num documento como lugar, em que a rainha D. Mafalda faz uma doação ao Mosteiro de Arouca. Situada nos limites do Porto, após a sua anexação, os lugares de Ramalde de Baixo e Ramalde do Meio eram considerados subúrbios da cidade e pouco identificados com esta. Capelas do Porto - Ramalde Artur Filipe dos Santos
  • 19. História da Cidade e dos Monumentos Portuenses 19 Nesta altura, a população dependia dos campos de sua grande extensão e dos seus trabalhos e hábitos agrícolas. Terra fértil para o cultivo de cereais como milho, trigo, centeio e cevada. Capelas do Porto - Ramalde Artur Filipe dos Santos
  • 20. História da Cidade e dos Monumentos Portuenses 20 Terra de "milho miúdo", tantas vezes assim apelidada. Tinha o seu ex-libris nas mulheres de Ramalde, chamadas de "Ramaldeiras". Na altura, eram caracterizadas como muito bonitas e que se vestiam com muita elegância. Capelas do Porto - Ramalde Artur Filipe dos Santos
  • 21. História da Cidade e dos Monumentos Portuenses 21 A dança da freguesia...folclore, costume, tradição, cultura, história e sobretudo, singularidade, dando-se o nome de "Ramaldeira" ou "Chula de Ramalde". Uma influência, dos finais do séc. XVIII e inícios do séc. XIX, originária da feitoria inglesa e respectivos magnates e, das tropas de Beresford. Capelas do Porto - Ramalde Artur Filipe dos Santos
  • 22. História da Cidade e dos Monumentos Portuenses 22 A chula de Ramalde, é um acontecimento especial no quadro do folclore portuense, tudo pelo seu carácter camponês que a geografia e os hábitos da freguesia lhe impuseram. Capelas do Porto - Ramalde Artur Filipe dos Santos
  • 23. História da Cidade e dos Monumentos Portuenses 23 Formas de vida passadas que são trazidas à memória de hoje. Tradições personalizadas nas romarias que atravessaram décadas. As principais romarias desta terra eram duas, uma que se realizava na aldeia de Requesende, a 15 de Agosto, na Igreja da Senhora do Porto e a outra, considerada a maior romaria camponesa com impacto no Porto, a tão conhecida festa da Senhora da Hora. Capelas do Porto - Ramalde Artur Filipe dos Santos
  • 24. História da Cidade e dos Monumentos Portuenses 24 À sua capela e à popular Fonte das Sete Bicas acorriam milhares de pessoas na Quinta- Feira da Ascensão. Ramaldenses que se deslocavam a pé, aos de fora o caminho de ferro da Póvoa assegurava a chegada dos romeiros. Capelas do Porto - Ramalde Artur Filipe dos Santos
  • 25. História da Cidade e dos Monumentos Portuenses 25 É muito difícil caracterizar demograficamente com precisão esta freguesia no período anterior aos finais do século XIX. No entanto, pode dizer-se que em épocas anteriores Ramalde comportava uma população considerável, pois em 1757 possuía 407 fogos e em 1855 cerca de 600 fogos. Capelas do Porto - Ramalde Artur Filipe dos Santos
  • 26. História da Cidade e dos Monumentos Portuenses 26 Por outro lado, o forte crescimento da natalidade e a baixa taxa de mortalidade indiciam um incremento populacional. No período que medeia entre os finais do século XIX até 1991, e devido à recolha de dados do "Census", já é possível fazer uma análise mais rigorosa da evolução demográfica. Capelas do Porto - Ramalde Artur Filipe dos Santos
  • 27. História da Cidade e dos Monumentos Portuenses 27 Em 1895, Ramalde foi integrado no concelho do Porto, já como freguesia. Como limites tinha a Norte o concelho de Matosinhos (Bouças), a Sul Lordelo do Ouro, a Este Paranhos e Cedofeita e a Poente Aldoar. Capelas do Porto - Ramalde Artur Filipe dos Santos
  • 28. História da Cidade e dos Monumentos Portuenses 28 Mas de Ramalde camponesa e maiata pouca resta. A urbanização alterou-a completamente. Começaram a "nascer" o cimento e o alcatrão, tendo o desenvolvimento urbanístico e rodoviário tomado conta da freguesia, a par da construção de zonas residenciais, industriais e claro, do incremento do comércio. Capelas do Porto - Ramalde Artur Filipe dos Santos
  • 29. História da Cidade e dos Monumentos Portuenses 29 A pressão demográfica e urbanística tem sido muita, mas Ramalde vai procurando manter as áreas verdes. Foi a partir de 1880 que Ramalde se tornou palco das maiores alterações. Capelas do Porto - Ramalde Artur Filipe dos Santos
  • 30. História da Cidade e dos Monumentos Portuenses 30 Passou de um ruralidade milenar para se "entregar" às vidas mundanas, com a implantação das indústrias, principal responsável pela mudança de organização das terras e das suas gentes e pela irreversível alteração da paisagem. No ano de 1881, surgiu o primeiro centro têxtil do então concelho Bouças, que viria a ser a freguesia de Ramalde. Capelas do Porto - Ramalde Artur Filipe dos Santos
  • 31. História da Cidade e dos Monumentos Portuenses 31 Existiam a laborar nesta indústria três centenas de operários e cerca de 200 teares. Vestígios desta época não faltam, principalmente no que respeita aos bairros operários de então, as chamadas "ilhas". Capelas do Porto - Ramalde Artur Filipe dos Santos
  • 32. História da Cidade e dos Monumentos Portuenses 32 Tratava-se de um alojamento muito precário mas que permitia a fixação dos operários a baixo custo e que surgiu precisamente, da frequente migração de mão-de-obra que se fixavam em Ramalde à procura de trabalho. Capelas do Porto - Ramalde Artur Filipe dos Santos
  • 33. História da Cidade e dos Monumentos Portuenses 33 Pessoas que se passaram a dedicar à indústria e consequentemente, a abandonar os trabalhos agrícolas. Contrariamente, a classe mais alta do patronato passou a ser associada ao desenvolvimento de uma burguesia portuense industrial. A indústria têxtil predominou em Ramalde até 1960 e em "parceria" existia também a indústria metalúrgica. Capelas do Porto - Ramalde Artur Filipe dos Santos
  • 34. História da Cidade e dos Monumentos Portuenses 34 Por esta altura, ao centro da cidade do Porto foi entregue uma crescente terciarização, enquanto zonas periféricas como Ramalde, se tornaram espaços residenciais e onde se deu sobretudo, o crescimento do sector secundário. Neste sentido e devido ao aumento populacional, surgiram as actuais habitações sociais para substituir as tais "ilhas". Capelas do Porto - Ramalde Artur Filipe dos Santos
  • 35. História da Cidade e dos Monumentos Portuenses 35 Na freguesia de Ramalde regista-se a presença e construção de novas vias que vão gradualmente, descaracterizando a terra. Dos grandes eixos rodoviários que atravessam e permitem ligações mais rápidas dentro da cidade e entre esta e o Grande Porto, surge-nos a Estrada da Circunvalação, Avenida da Boavista, Via Marechal Carmona (via rápida) e Via de Cintura Interna. Capelas do Porto - Ramalde Artur Filipe dos Santos
  • 36. História da Cidade e dos Monumentos Portuenses 36
  • 37. História da Cidade e dos Monumentos Portuenses 37
  • 38. História da Cidade e dos Monumentos Portuenses 38 Ramalde é uma caixinha de surpresas...terra cinematográfica, foi "cenário" da primeira empresa produtora de cinema português, Invicta Film, Lda. Capelas do Porto - Ramalde Artur Filipe dos Santos
  • 39. História da Cidade e dos Monumentos Portuenses 39 Com as suas instalações na Prelada, ocupava uma área de 50 mil metros quadrados. Dos seus estúdios saíram produções cinematográficas como o "Frei Bonifácio" (1918); "Rosa do adro (1919); "Os Fidalgos da Casa Mourisca“ (Júlio Dinis) (1920), entre outros. Até 1924 foram produzidas importantes obras, quando em 1931 cessou portas por graves dificuldades financeiras. Durante a sua existência esta série de produções só ajudaram a fazer e a enriquecer a história do cinema português. Capelas do Porto - Ramalde Artur Filipe dos Santos
  • 40. História da Cidade e dos Monumentos Portuenses 40 Ramalde assim se apresenta: um caso típico de uma zona rural cujo desenvolvimento se fez e se faz com a edificação de casario ao longo das entradas de acesso ao centro urbano principal: "Dizeis que viva Ramalde, / também viva a Ramaldeira: / as saudades que eu levo / não cabem na algibeira.“ Capelas do Porto - Ramalde Artur Filipe dos Santos
  • 42. História da Cidade e dos Monumentos Portuenses 42