SlideShare uma empresa Scribd logo
UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO – UFMA
CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS, SAÚDE E TECNOLOGIA – CCSST
CURSO DE PEDAGOGIA
DISCIPLINA: INFORMÁTICA APLICADA À EDUCAÇÃO
PROF.: JANETH CARVALHO
ACADÊMICOS: ADRYELA, ALTAMIR, CLEONALDO, DAYANE,
FRANCISCA SOLENE, FRANCISCO, FRANKELLY, KEYLA E MARIA
EUNICE.
TECNOLOGIA, SOCIEDADE E EDUCAÇÃO:
UMA ENCRUZILHADA DE INFLUÊNCIAS
Imperatriz
2014
As Forças da
Mudança
O impacto das TICs na
Educação é, na verdade,
um aspecto particular de
um fenômeno muito mais
amplo.
Dentro desse contexto, a
internet não é apenas uma
ferramenta de comunicação
e de busca, processamento e
transmissão de informações.
 A TIC( tecnologia a informação
e da comunicação) com sua
condição de causa e efeito
tem sido determinantes nessa
transformação.
 Alguns países tinham passado
diretamente de uma economia
centrada na agricultura para
outra baseada mas TIC.
Com o surgimento de novos
aplicativos que iram melhorar as
comunicações e com isso cresce
o números de usuários na
internet.
A evolução das TIC e das modalidades
educacionais associadas
 Há um consenso generalizado em 3
etapas-chave no desenvolvimento das
tecnologias da comunicação e seus efeitos na
educação
 Primeiro: linguagem natural (fala e
gestualidade)
◦ Caracteriza-se pela necessidade de adaptação do
homem primitivo a um meio adverso e hostil, no qual
o trabalho coletivo era crucial e a possibilidades de se
comunicar de maneira clara e eficiente se constituía
em um requisito indispensável.
 Segunda: hegemonia do ser humano
sobre o restante das espécies
◦ Não mais se trata apenas de
sobreviver, mas de adaptar a natureza
ás necessidades humanas por meio do
desenvolvimento de técnicas
alimentares, de contrução, vestimenta,
etc...
 Barreiras espaciais foram rompidas
definitivamente e a troca de informações em
nível planetário passou a ser uma realidade;
 Os novos meios audiovisuais entraram nos
centros educacionais;
 No fim da década de 1940 os primeiros
computadores digitais, fruto da nova
tecnologia, encontraram um terreno fértil
para a educação assistida;
 Graças a interligação entre diferentes
computadores digitais e à internet chegamos
à Sociedade da Informação;
 O desenvolvimento das redes sem fio e
internet móvel.
 A primeira segundo a
autora Ellerman
(2007), é a metáfora
da internet como
“estrada” (highway)
da informação e da
comunicação;
 Termos associados à ideia de tráfego e
circulação: acesso aberto, mapas, saídas,
buracos, calçada, rotas, rotatórias, atalhos,
engarrafamento, etc.
2º Metáfora
Nasce em 1993.Trata-se da
internet identificada como
“ciberespaço”(cyberspace),cu
jo significado remete a
regulamentação ou controle
do espaço “virtual” da
internet.
3º Metáfora
A terceira metáfora consiste na
utilização do adjetivo “virtual” para
refirir- se às organizações,comunidades,
atividades e práticas que operam e
ocorrem na internet.
A interação entre a mente dos agentes
educacionais e a internet, está
modificando de maneira significativa as
ferramentas, os cenários,e as
finalidades da educação neste começo
do século XXI.
Tecnologia, Sociedade e Educação: uma encruzilhada de influências
• A complexidade, a interdependência e a
imprevisibilidade que presidem as
atividades e as relações dos indivíduos,
dos grupos, das instituições e dos países
são, junto com a globalização ou
mundialização da economia,
características frequentemente atribuídas
à SI.
• Informação, excesso de informação e
ruído. A informação é a matéria-prima da
SI.
A rapidez com que ocorrem as
mudanças e transformações,
aumentando com isso o impacto e
imprevisibilidade dos seus efeitos e
conseqüências, é outra das
características que distinguem a SI(
Cebrián,1998)
A escassez de espaços e de tempo
para a abstração e a reflexão. “A
velocidade é contrária a reflexão,
impede a duvida e dificulta o
aprendizado.Hoje,estamos obrigados a
pensar mais rápido, mais do que a
pensar melhor”.(Cebrián,1998,p.181)
 A preeminência da cultura da imagem e
espetáculo.
Essa cultura contribui para desenvolver
nas pessoas determinadas maneiras de
agir, de pensar e sentir.
 A transformação das coordenadas
espaciais e temporais da comunicação.
O ciberespaço é um espaço virtual “não
físico” para comunicação por meios
tecnológicos.
 A possibilidade de transmitir e ter acesso a
qualquer momento a grandes volumes de
informações modifica consideravelmente o
contexto das atividades e das práticas
sociais e econômicas.

 As expressões, valores e sistemas culturais
dos grupos que estão no poder e contam
com os meios e a capacidade para serem
difundidos, vão se impondo
progressivamente.

 O surgimento de novas classes sociais: os
“inforricos” e os “infopobres”.

 Antivírus - O software antivírus é um programa de computador que
detecta, evita e atua na neutralização ou remoção de programas
Mal-intencionados, como vírus e worms.
 Ciberespaço- Termo criado pelo escritor William Gibson em seu
romance Neuromancer e hoje usado para se referir ao "espaço"
abstrato construído pelas redes de computadores.
 e-business - é o termo que se utiliza para identificar os negócios
efetuados por meios eletrônicos, geralmente na Internet. Muitas
vezes é associado ao termo comércio eletrônico.
 e-work – é o trabalho na rede, empregado e auto-empregado, assim
como a própriadefinição de local de trabalho.
 e-governance - Várias dimensões e fatores que influenciam
a definição de e-governança ou governança eletrônica. A palavra
"eletrônico", no termo e-governançaimplica tecnologia
orientada governança.
 e-learning - O e-learning, ou ensino eletrónico,
corresponde a um modelo de ensino não
presencial suportado por tecnologia. Atualmente,
o modelo de ensino/aprendizagem assenta no
ambiente online, aproveitando as capacidades da
Internet para comunicação e distribuição de
conteúdos.
 Hardware- é a parte física do computador, ou
seja, é o conjunto de componentes eletrônicos,
circuitos integrados
 Software- são os programas: O próprio Sistema
Operacional, Antivírus, Jogos, Players, etc.
 Internet- É um sistema global de redes de
computadores interligadas que utilizam o
conjunto de protocolos padrão da internet
(TCP/IP) para servir vários bilhões de usuários no
mundo inteiro.
 Tecnologia móvel- É toda tecnologia que permite
seu uso durante a movimentação do usuário.
 Vírus- Vírus de computador são pequenos
programas intencionalmente desenvolvidos para
interferir no comportamento do computador; gravar,
corromper ou excluir dados; ou para se espalharem
de um computador para outros por toda a internet.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

ERGONOMIA NO TRABALHO
ERGONOMIA NO TRABALHOERGONOMIA NO TRABALHO
ERGONOMIA NO TRABALHO
Aline Brandao Lou
 
Apresentação qvt
Apresentação qvtApresentação qvt
Apresentação qvt
Aida Chahine
 
Gestão do tempo
Gestão do tempoGestão do tempo
Gestão do tempo
Laysa Cunha
 
NR 17 - Ergonomia
NR 17 - ErgonomiaNR 17 - Ergonomia
NR 17 - Ergonomia
Amanda Dias
 
14 ergonomia-conforto-ambiental-palestra
14 ergonomia-conforto-ambiental-palestra14 ergonomia-conforto-ambiental-palestra
14 ergonomia-conforto-ambiental-palestra
Francisco Araújo
 
Ergonomia - CLC Segurança do Trabalho
Ergonomia - CLC Segurança do TrabalhoErgonomia - CLC Segurança do Trabalho
Ergonomia - CLC Segurança do Trabalho
Claudio Cesar Pontes ن
 
Slide Qualidade de Vida no Trabalho
Slide Qualidade de Vida no TrabalhoSlide Qualidade de Vida no Trabalho
Slide Qualidade de Vida no Trabalho
Crícia Silva
 
GP - Comunicação Interpessoal Julho 08 (aula 1)
GP - Comunicação Interpessoal Julho 08 (aula 1)GP - Comunicação Interpessoal Julho 08 (aula 1)
GP - Comunicação Interpessoal Julho 08 (aula 1)
Vinícius Luiz
 
Nr12 máquinas e equipamentos resumo
Nr12 máquinas e equipamentos resumoNr12 máquinas e equipamentos resumo
Nr12 máquinas e equipamentos resumo
Everton Retore Teixeira
 
Aula 01 trabalho em equipe
Aula 01   trabalho em equipeAula 01   trabalho em equipe
Aula 01 trabalho em equipe
EDJANIORODRIGUESOLIV
 
Uso da crase
Uso da craseUso da crase
Uso da crase
Monica Chaves
 
Movimentação e içamento de cargas
 Movimentação e içamento de cargas Movimentação e içamento de cargas
Movimentação e içamento de cargas
Karol Oliveira
 
DP - Admissão
DP - AdmissãoDP - Admissão
DP - Admissão
Lucas Gheller
 
Introdução a Ergonomia
Introdução a ErgonomiaIntrodução a Ergonomia
Introdução a Ergonomia
Marcio Duarte
 
Trabalho em equipe
Trabalho em equipeTrabalho em equipe
Trabalho em equipe
Viviane Gonçalves
 
Ergonomia
ErgonomiaErgonomia
Ergonomia
morais mariajoao
 
A importancia do trabalho em equipe
A importancia do trabalho em equipeA importancia do trabalho em equipe
A importancia do trabalho em equipe
Ligia Coppetti
 
Segurança e Saúde no Transporte, Movimentação e Armazenagem de Materiais - NR 11
Segurança e Saúde no Transporte, Movimentação e Armazenagem de Materiais - NR 11Segurança e Saúde no Transporte, Movimentação e Armazenagem de Materiais - NR 11
Segurança e Saúde no Transporte, Movimentação e Armazenagem de Materiais - NR 11
GAC CURSOS ONLINE
 
Palestra de ergonomia Nr -17
Palestra de ergonomia Nr -17Palestra de ergonomia Nr -17
Palestra de ergonomia Nr -17
Josiel Leite
 
Ergonomia
ErgonomiaErgonomia
Ergonomia
Professor Robson
 

Mais procurados (20)

ERGONOMIA NO TRABALHO
ERGONOMIA NO TRABALHOERGONOMIA NO TRABALHO
ERGONOMIA NO TRABALHO
 
Apresentação qvt
Apresentação qvtApresentação qvt
Apresentação qvt
 
Gestão do tempo
Gestão do tempoGestão do tempo
Gestão do tempo
 
NR 17 - Ergonomia
NR 17 - ErgonomiaNR 17 - Ergonomia
NR 17 - Ergonomia
 
14 ergonomia-conforto-ambiental-palestra
14 ergonomia-conforto-ambiental-palestra14 ergonomia-conforto-ambiental-palestra
14 ergonomia-conforto-ambiental-palestra
 
Ergonomia - CLC Segurança do Trabalho
Ergonomia - CLC Segurança do TrabalhoErgonomia - CLC Segurança do Trabalho
Ergonomia - CLC Segurança do Trabalho
 
Slide Qualidade de Vida no Trabalho
Slide Qualidade de Vida no TrabalhoSlide Qualidade de Vida no Trabalho
Slide Qualidade de Vida no Trabalho
 
GP - Comunicação Interpessoal Julho 08 (aula 1)
GP - Comunicação Interpessoal Julho 08 (aula 1)GP - Comunicação Interpessoal Julho 08 (aula 1)
GP - Comunicação Interpessoal Julho 08 (aula 1)
 
Nr12 máquinas e equipamentos resumo
Nr12 máquinas e equipamentos resumoNr12 máquinas e equipamentos resumo
Nr12 máquinas e equipamentos resumo
 
Aula 01 trabalho em equipe
Aula 01   trabalho em equipeAula 01   trabalho em equipe
Aula 01 trabalho em equipe
 
Uso da crase
Uso da craseUso da crase
Uso da crase
 
Movimentação e içamento de cargas
 Movimentação e içamento de cargas Movimentação e içamento de cargas
Movimentação e içamento de cargas
 
DP - Admissão
DP - AdmissãoDP - Admissão
DP - Admissão
 
Introdução a Ergonomia
Introdução a ErgonomiaIntrodução a Ergonomia
Introdução a Ergonomia
 
Trabalho em equipe
Trabalho em equipeTrabalho em equipe
Trabalho em equipe
 
Ergonomia
ErgonomiaErgonomia
Ergonomia
 
A importancia do trabalho em equipe
A importancia do trabalho em equipeA importancia do trabalho em equipe
A importancia do trabalho em equipe
 
Segurança e Saúde no Transporte, Movimentação e Armazenagem de Materiais - NR 11
Segurança e Saúde no Transporte, Movimentação e Armazenagem de Materiais - NR 11Segurança e Saúde no Transporte, Movimentação e Armazenagem de Materiais - NR 11
Segurança e Saúde no Transporte, Movimentação e Armazenagem de Materiais - NR 11
 
Palestra de ergonomia Nr -17
Palestra de ergonomia Nr -17Palestra de ergonomia Nr -17
Palestra de ergonomia Nr -17
 
Ergonomia
ErgonomiaErgonomia
Ergonomia
 

Semelhante a Tecnologia, Sociedade e Educação: uma encruzilhada de influências

Tics Na EducaçãO
Tics Na EducaçãOTics Na EducaçãO
Tics Na EducaçãO
43714
 
Tics Na EducaçãO
Tics Na EducaçãOTics Na EducaçãO
Tics Na EducaçãO
43714
 
Linguagens e Tecnologias na Educação
Linguagens e Tecnologias na EducaçãoLinguagens e Tecnologias na Educação
Linguagens e Tecnologias na Educação
novafaculdade
 
AULA 02 TICS.pptx
AULA 02 TICS.pptxAULA 02 TICS.pptx
AULA 02 TICS.pptx
Cidrone
 
Aula 01 tics - tecnologia da informacao e comunicacao final
Aula 01   tics - tecnologia da informacao e comunicacao finalAula 01   tics - tecnologia da informacao e comunicacao final
Aula 01 tics - tecnologia da informacao e comunicacao final
Gilberto Campos
 
Tdic na prática docente i
Tdic na prática docente   iTdic na prática docente   i
Tdic na prática docente i
Eduardo Lima
 
Tecnologias de Informação e Comunicação – Domínio da Audição e Surdez - Apres...
Tecnologias de Informação e Comunicação – Domínio da Audição e Surdez - Apres...Tecnologias de Informação e Comunicação – Domínio da Audição e Surdez - Apres...
Tecnologias de Informação e Comunicação – Domínio da Audição e Surdez - Apres...
Rita Brito
 
O digital e as novas formas de, e para, aprender
O digital e as novas formas de, e para, aprenderO digital e as novas formas de, e para, aprender
O digital e as novas formas de, e para, aprender
Luis Borges Gouveia
 
Tecnologia e Sociedade
Tecnologia e SociedadeTecnologia e Sociedade
Tecnologia e Sociedade
Luis Borges Gouveia
 
Sistemas De Informações
Sistemas De InformaçõesSistemas De Informações
Sistemas De Informações
Mateus Cozer
 
Seminário de informática(2)
Seminário de informática(2)Seminário de informática(2)
Seminário de informática(2)
lizzmarcella
 
Clc 5 ciber_finale
Clc 5 ciber_finaleClc 5 ciber_finale
Clc 5 ciber_finale
SILVIA G. FERNANDES
 
Teorias da Comunicação Digital 01
Teorias da Comunicação Digital 01Teorias da Comunicação Digital 01
Teorias da Comunicação Digital 01
Pablo Moreno
 
Tecnologias Digitais na Licenciatura
Tecnologias Digitais na LicenciaturaTecnologias Digitais na Licenciatura
Tecnologias Digitais na Licenciatura
Marcio Morais
 
CULTURA DIGITAL
CULTURA DIGITAL CULTURA DIGITAL
CULTURA DIGITAL
DelCosta3
 
Educar na Cultura Digital
Educar na Cultura DigitalEducar na Cultura Digital
Educar na Cultura Digital
Editora Moderna
 
O Impacto das Novas Tecnologias
O Impacto das Novas TecnologiasO Impacto das Novas Tecnologias
O Impacto das Novas Tecnologias
Paulo de Oliveira
 
Cibercultura e a Corrente Racional - Tecnológica
Cibercultura e a Corrente Racional - TecnológicaCibercultura e a Corrente Racional - Tecnológica
Cibercultura e a Corrente Racional - Tecnológica
Izabella Melo
 
CIBERCULTURA E TECNOLOGIAS MÓVEIS: ALGUMAS CONTRIBUIÇÕES PARA A DOCÊNCIA
CIBERCULTURA E TECNOLOGIAS MÓVEIS: ALGUMAS CONTRIBUIÇÕES PARA A DOCÊNCIACIBERCULTURA E TECNOLOGIAS MÓVEIS: ALGUMAS CONTRIBUIÇÕES PARA A DOCÊNCIA
CIBERCULTURA E TECNOLOGIAS MÓVEIS: ALGUMAS CONTRIBUIÇÕES PARA A DOCÊNCIA
Waleska Medeiros de Souza
 
Trabalho da ti cs valendo
Trabalho da ti cs valendoTrabalho da ti cs valendo
Trabalho da ti cs valendo
Universidade Federal do Oeste do Pará
 

Semelhante a Tecnologia, Sociedade e Educação: uma encruzilhada de influências (20)

Tics Na EducaçãO
Tics Na EducaçãOTics Na EducaçãO
Tics Na EducaçãO
 
Tics Na EducaçãO
Tics Na EducaçãOTics Na EducaçãO
Tics Na EducaçãO
 
Linguagens e Tecnologias na Educação
Linguagens e Tecnologias na EducaçãoLinguagens e Tecnologias na Educação
Linguagens e Tecnologias na Educação
 
AULA 02 TICS.pptx
AULA 02 TICS.pptxAULA 02 TICS.pptx
AULA 02 TICS.pptx
 
Aula 01 tics - tecnologia da informacao e comunicacao final
Aula 01   tics - tecnologia da informacao e comunicacao finalAula 01   tics - tecnologia da informacao e comunicacao final
Aula 01 tics - tecnologia da informacao e comunicacao final
 
Tdic na prática docente i
Tdic na prática docente   iTdic na prática docente   i
Tdic na prática docente i
 
Tecnologias de Informação e Comunicação – Domínio da Audição e Surdez - Apres...
Tecnologias de Informação e Comunicação – Domínio da Audição e Surdez - Apres...Tecnologias de Informação e Comunicação – Domínio da Audição e Surdez - Apres...
Tecnologias de Informação e Comunicação – Domínio da Audição e Surdez - Apres...
 
O digital e as novas formas de, e para, aprender
O digital e as novas formas de, e para, aprenderO digital e as novas formas de, e para, aprender
O digital e as novas formas de, e para, aprender
 
Tecnologia e Sociedade
Tecnologia e SociedadeTecnologia e Sociedade
Tecnologia e Sociedade
 
Sistemas De Informações
Sistemas De InformaçõesSistemas De Informações
Sistemas De Informações
 
Seminário de informática(2)
Seminário de informática(2)Seminário de informática(2)
Seminário de informática(2)
 
Clc 5 ciber_finale
Clc 5 ciber_finaleClc 5 ciber_finale
Clc 5 ciber_finale
 
Teorias da Comunicação Digital 01
Teorias da Comunicação Digital 01Teorias da Comunicação Digital 01
Teorias da Comunicação Digital 01
 
Tecnologias Digitais na Licenciatura
Tecnologias Digitais na LicenciaturaTecnologias Digitais na Licenciatura
Tecnologias Digitais na Licenciatura
 
CULTURA DIGITAL
CULTURA DIGITAL CULTURA DIGITAL
CULTURA DIGITAL
 
Educar na Cultura Digital
Educar na Cultura DigitalEducar na Cultura Digital
Educar na Cultura Digital
 
O Impacto das Novas Tecnologias
O Impacto das Novas TecnologiasO Impacto das Novas Tecnologias
O Impacto das Novas Tecnologias
 
Cibercultura e a Corrente Racional - Tecnológica
Cibercultura e a Corrente Racional - TecnológicaCibercultura e a Corrente Racional - Tecnológica
Cibercultura e a Corrente Racional - Tecnológica
 
CIBERCULTURA E TECNOLOGIAS MÓVEIS: ALGUMAS CONTRIBUIÇÕES PARA A DOCÊNCIA
CIBERCULTURA E TECNOLOGIAS MÓVEIS: ALGUMAS CONTRIBUIÇÕES PARA A DOCÊNCIACIBERCULTURA E TECNOLOGIAS MÓVEIS: ALGUMAS CONTRIBUIÇÕES PARA A DOCÊNCIA
CIBERCULTURA E TECNOLOGIAS MÓVEIS: ALGUMAS CONTRIBUIÇÕES PARA A DOCÊNCIA
 
Trabalho da ti cs valendo
Trabalho da ti cs valendoTrabalho da ti cs valendo
Trabalho da ti cs valendo
 

Último

EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
Sandra Pratas
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
shirleisousa9166
 
Planejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docx
Planejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docxPlanejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docx
Planejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docx
marcos oliveira
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mary Alvarenga
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdfCALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CristviaFerreira
 
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
DirceuSilva26
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Colaborar Educacional
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Mary Alvarenga
 
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdfCaderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
SupervisoEMAC
 
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
arodatos81
 
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdfoficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
marcos oliveira
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Falcão Brasil
 
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTAEstudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
deboracorrea21
 
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e CaminhosAprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Leonel Morgado
 
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Mary Alvarenga
 
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
felipescherner
 

Último (20)

EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
 
Planejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docx
Planejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docxPlanejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docx
Planejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docx
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdfCALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
 
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
 
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdfCaderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
 
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
 
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
 
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdfoficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
 
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTAEstudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
 
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e CaminhosAprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
 
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
 
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
 

Tecnologia, Sociedade e Educação: uma encruzilhada de influências

  • 1. UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO – UFMA CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS, SAÚDE E TECNOLOGIA – CCSST CURSO DE PEDAGOGIA DISCIPLINA: INFORMÁTICA APLICADA À EDUCAÇÃO PROF.: JANETH CARVALHO ACADÊMICOS: ADRYELA, ALTAMIR, CLEONALDO, DAYANE, FRANCISCA SOLENE, FRANCISCO, FRANKELLY, KEYLA E MARIA EUNICE. TECNOLOGIA, SOCIEDADE E EDUCAÇÃO: UMA ENCRUZILHADA DE INFLUÊNCIAS Imperatriz 2014
  • 3. O impacto das TICs na Educação é, na verdade, um aspecto particular de um fenômeno muito mais amplo.
  • 4. Dentro desse contexto, a internet não é apenas uma ferramenta de comunicação e de busca, processamento e transmissão de informações.
  • 5.  A TIC( tecnologia a informação e da comunicação) com sua condição de causa e efeito tem sido determinantes nessa transformação.
  • 6.  Alguns países tinham passado diretamente de uma economia centrada na agricultura para outra baseada mas TIC.
  • 7. Com o surgimento de novos aplicativos que iram melhorar as comunicações e com isso cresce o números de usuários na internet.
  • 8. A evolução das TIC e das modalidades educacionais associadas
  • 9.  Há um consenso generalizado em 3 etapas-chave no desenvolvimento das tecnologias da comunicação e seus efeitos na educação  Primeiro: linguagem natural (fala e gestualidade) ◦ Caracteriza-se pela necessidade de adaptação do homem primitivo a um meio adverso e hostil, no qual o trabalho coletivo era crucial e a possibilidades de se comunicar de maneira clara e eficiente se constituía em um requisito indispensável.
  • 10.  Segunda: hegemonia do ser humano sobre o restante das espécies ◦ Não mais se trata apenas de sobreviver, mas de adaptar a natureza ás necessidades humanas por meio do desenvolvimento de técnicas alimentares, de contrução, vestimenta, etc...
  • 11.  Barreiras espaciais foram rompidas definitivamente e a troca de informações em nível planetário passou a ser uma realidade;  Os novos meios audiovisuais entraram nos centros educacionais;
  • 12.  No fim da década de 1940 os primeiros computadores digitais, fruto da nova tecnologia, encontraram um terreno fértil para a educação assistida;  Graças a interligação entre diferentes computadores digitais e à internet chegamos à Sociedade da Informação;  O desenvolvimento das redes sem fio e internet móvel.
  • 13.  A primeira segundo a autora Ellerman (2007), é a metáfora da internet como “estrada” (highway) da informação e da comunicação;
  • 14.  Termos associados à ideia de tráfego e circulação: acesso aberto, mapas, saídas, buracos, calçada, rotas, rotatórias, atalhos, engarrafamento, etc.
  • 15. 2º Metáfora Nasce em 1993.Trata-se da internet identificada como “ciberespaço”(cyberspace),cu jo significado remete a regulamentação ou controle do espaço “virtual” da internet.
  • 16. 3º Metáfora A terceira metáfora consiste na utilização do adjetivo “virtual” para refirir- se às organizações,comunidades, atividades e práticas que operam e ocorrem na internet.
  • 17. A interação entre a mente dos agentes educacionais e a internet, está modificando de maneira significativa as ferramentas, os cenários,e as finalidades da educação neste começo do século XXI.
  • 19. • A complexidade, a interdependência e a imprevisibilidade que presidem as atividades e as relações dos indivíduos, dos grupos, das instituições e dos países são, junto com a globalização ou mundialização da economia, características frequentemente atribuídas à SI. • Informação, excesso de informação e ruído. A informação é a matéria-prima da SI.
  • 20. A rapidez com que ocorrem as mudanças e transformações, aumentando com isso o impacto e imprevisibilidade dos seus efeitos e conseqüências, é outra das características que distinguem a SI( Cebrián,1998)
  • 21. A escassez de espaços e de tempo para a abstração e a reflexão. “A velocidade é contrária a reflexão, impede a duvida e dificulta o aprendizado.Hoje,estamos obrigados a pensar mais rápido, mais do que a pensar melhor”.(Cebrián,1998,p.181)
  • 22.  A preeminência da cultura da imagem e espetáculo. Essa cultura contribui para desenvolver nas pessoas determinadas maneiras de agir, de pensar e sentir.  A transformação das coordenadas espaciais e temporais da comunicação. O ciberespaço é um espaço virtual “não físico” para comunicação por meios tecnológicos.
  • 23.  A possibilidade de transmitir e ter acesso a qualquer momento a grandes volumes de informações modifica consideravelmente o contexto das atividades e das práticas sociais e econômicas.   As expressões, valores e sistemas culturais dos grupos que estão no poder e contam com os meios e a capacidade para serem difundidos, vão se impondo progressivamente.   O surgimento de novas classes sociais: os “inforricos” e os “infopobres”. 
  • 24.  Antivírus - O software antivírus é um programa de computador que detecta, evita e atua na neutralização ou remoção de programas Mal-intencionados, como vírus e worms.  Ciberespaço- Termo criado pelo escritor William Gibson em seu romance Neuromancer e hoje usado para se referir ao "espaço" abstrato construído pelas redes de computadores.  e-business - é o termo que se utiliza para identificar os negócios efetuados por meios eletrônicos, geralmente na Internet. Muitas vezes é associado ao termo comércio eletrônico.  e-work – é o trabalho na rede, empregado e auto-empregado, assim como a própriadefinição de local de trabalho.  e-governance - Várias dimensões e fatores que influenciam a definição de e-governança ou governança eletrônica. A palavra "eletrônico", no termo e-governançaimplica tecnologia orientada governança.
  • 25.  e-learning - O e-learning, ou ensino eletrónico, corresponde a um modelo de ensino não presencial suportado por tecnologia. Atualmente, o modelo de ensino/aprendizagem assenta no ambiente online, aproveitando as capacidades da Internet para comunicação e distribuição de conteúdos.  Hardware- é a parte física do computador, ou seja, é o conjunto de componentes eletrônicos, circuitos integrados  Software- são os programas: O próprio Sistema Operacional, Antivírus, Jogos, Players, etc.
  • 26.  Internet- É um sistema global de redes de computadores interligadas que utilizam o conjunto de protocolos padrão da internet (TCP/IP) para servir vários bilhões de usuários no mundo inteiro.  Tecnologia móvel- É toda tecnologia que permite seu uso durante a movimentação do usuário.  Vírus- Vírus de computador são pequenos programas intencionalmente desenvolvidos para interferir no comportamento do computador; gravar, corromper ou excluir dados; ou para se espalharem de um computador para outros por toda a internet.