SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 32
O que é meio ambiente?
 Meio ambiente é um conjunto de unidades ecológicas
que funcionam como um sistema natural, e incluem
toda a vegetação, animais, micro-organismos, solo,
rochas, atmosfera e fenômenos naturais que podem
ocorrer em seus limites. Meio ambiente também
compreende recursos e fenômenos físicos como ar,
água e clima, assim como energia, radiação, descarga
elétrica, e magnetismo.
DIA 5 DE JUNHO: DIA DO MEIO AMBIENTE
Como surgiu o dia do meio ambiente
 Entre os dias 5 e 12 de junho de 1972, foi realizada
em Estocolmo, a capital da Suécia, a Conferência
das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente. A partir
dessa data, o dia 5 de junho foi declarado Dia
Mundial do Meio Ambiente. Os participantes da
conferência assinaram documentos que deveriam
obrigar os governos de todos os países a tomar
medidas para impedir a poluição do solo, das
águas e do ar. Eles também queriam que as
pessoas tomassem consciência da necessidade
de proteger o meio ambiente.
 Nos últimos anos, cientistas vêm
analisando cuidadosamente as
maneiras com as quais as pessoas
afetam o meio ambiente. Eles
descobriram que nós somos os
causadores da poluição do ar, do
desmatamento, da chuva ácida, e de
outros problemas que são perigosas
tanto para a terra e para nós
mesmos.
Poluição ambiental
 Poluição ambiental é o
resultado de qualquer tipo
de ação ou obra humana
capaz de provocar danos
no meio ambiente, é a
introdução na natureza, de
substâncias nocivas à saúde
humana, a outros animais e
ao próprio meio ambiente,
que altera de forma
significativa o equilíbrio dos
ecossistemas.
Poluição ambiental
 A poluição ambiental é a
degradação do solo, das águas e
do ar, o que compromete a
capacidade das próximas gerações
de suprir as próprias
necessidades, ou seja, a
humanidade depende da
disponibilidade de terra, de água e
ar do planeta, e essa difícil
conciliação entre o
desenvolvimento e a
sustentabilidade tem despertado
o mundo para a progressiva
redução da poluição ambiental.
LIXO – UM PROBLEMA URGENTE
Poluição ambiental
 A poluição do ar com a queima
de combustíveis fósseis, a
degradação do solo e das águas,
com o uso indiscriminado de
agrotóxicos, de sacolas plásticas
e de garrafas pet, a poluição
sonora, a poluição visual, a
radiação nuclear liberada pelas
usinas, são apenas alguns dos
vilões da saúde humana e da
poluição do planeta.
POLUIÇÃO DO AR
DESMATAMENTO E POLUIÇÃO DO AR
Poluição atmosférica
 A poluição da atmosfera é um dos problemas mais
sérios das grandes cidades e também um dos que mais
causa danos à saúde humana. A poluição do ar é
resultado do lançamento de enorme quantidade de
gases e partículas na atmosfera, causando o
desequilíbrio dos já existentes.
 A chuva ácida, o efeito estufa, a inversão térmica, a ilha
de calor, a destruição da camada de ozônio, são
algumas das consequências da poluição do ar
atmosférico.
Poluição das águas
 A poluição das águas é a contaminação dos
recursos hídricos do planeta, uma verdadeira
ameaça à vida. As fontes de água doce, as mais
vitais para os seres humanos, são as que mais
recebem poluentes. Muitos lugares do planeta
correm o risco de ficar definitivamente sem água.
 A poluição do lençol freático, que são as águas
subterrâneas, com pesticidas usados na agricultura
e com o chorume dos lixões é também uma tragédia
ecológica, que causa a poluição dos mananciais.
POLUIÇÃO DAS ÁGUAS
POLUIÇÃO DAS PRAIAS
Como Proteger o Meio Ambiente
 É importante começarmos com
as pequenas ações, pois de
nada adianta se preocupar com
o efeito estufa se você joga um
papel de bala no chão. Meio
ambiente não são apenas as
florestas, meio ambiente é
qualquer lugar.
Como Proteger o Meio Ambiente
Água
 Escovando os dentes – desligue a água enquanto
faz a escovação.
 Lavando a louça – desligue a água enquanto
ensaboa pratos, copos, talheres e panelas.
 Tomando banho – nada de banhos muito longos e
quando estiver se ensaboando, desligue a torneira.
Como Proteger o Meio Ambiente
Energia
 Desligue as luzes – ao sair do seu quarto, sala ou
cozinha não esqueça de apagar as luzes.
 Desligue aparelhos eletrônicos – não deixe a televisão,
rádio ou computador ligado caso não esteja sendo
utilizado.
 Ar condicionado – utilize com moderação!
 Lavando roupa suja – dedique dias da semana para
lavar a roupa. Assim você utiliza a máquina de lavar em
sua capacidade máxima, economizando energia e água
ao mesmo tempo.
 Passando roupa – também dedique dias da semana para
passar roupa. Evitando assim, o liga e desliga.
Como Proteger o Meio Ambiente
Lixo
 Coleta seletiva – tenha uma atitude bacana.
Programe a coleta seletiva na sua casa. É muito
fácil, basta separar os lixos em: material orgânico,
papel, metal, vidro e plástico. Desta forma, você
estará fazendo uma grande contribuição à mãe
natureza, já que este material será reciclado, ou
seja, será reaproveitado para a fabricação de novos
produtos
CESTOS PARA SEPARAÇÃO DO LIXO
NO BRASIL OS RECIPIENTES SEGUEM O SEGUINTE PADRÃO:
 Azul: papel/papelão
 Vermelho: plástico
 Verde: vidro
 Amarelo: metal
 Preto: madeira
 Laranja: resíduos perigosos
 Branco: resíduos ambulatoriais e de
serviços de saúde
 Roxo: resíduos radioativos
 Marrom: resíduos orgânicos
 Cinza: resíduo geralmente não reciclável,
misturado ou contaminado, não sendo
possível de separação.
Como Proteger o Meio Ambiente
Transportes
 As emissões de gases emitidos pelos transportes é
muito nociva para a nossa atmosfera. Mas podemos
tomar algumas atitudes para contribuir na diminuição da
emissão de gases.
 A caminho da escola – Utilizar os transportes coletivos é
sempre mais saudável para o planeta. Por isto, quanto
mais gente utilizar um mesmo veículo melhor. Se você
vai de carro para a escola, que tal combinar um rodízio
com os colegas que moram perto! Além de ser uma
atitude consciente, você aproveita e faz novos amigos!
Agora, se a sua escola é perto de casa, larga de
preguiça e vá a pé! Assim, você estará cuidando da
saúde do nosso planeta, e da sua saúde também!
RECICLAR – UMA ATITUDE
TIPOS DE RECICLAGEM
 Reciclagem de aço
 Reciclagem de alumínio
 Reciclagem de baterias
 Reciclagem de borracha
 Reciclagem de computadores
 Reciclagem de embalagens longa vida
 Reciclagem de entulho
 Reciclagem de madeira
 Reciclagem de metal
 Reciclagem de papel
 Reciclagem de plástico e embalagens
 Reciclagem de vidro
VANTAGENS DA RECICLAGEM
Os resultados da reciclagem são expressivos tanto
no campo ambiental, como nos campos econômico
e social.
 No meio-ambiente a reciclagem pode reduzir a
acumulação progressiva de resíduos a produção de
novos materiais, como por exemplo o papel, que
exigiria o corte de mais árvores; as emissões de
gases como metano e gás carbônico; as agressões
ao solo, ar e água; entre outros tantos fatores
negativos.
VANTAGENS DA RECICLAGEM
 No aspecto econômico a reciclagem
contribui para o uso mais racional dos
recursos naturais e a reposição
daqueles recursos que são passíveis de
reaproveitamento.
 No âmbito social, a reciclagem não só
proporciona melhor qualidade de vida
para as pessoas, através das melhorias
ambientais, como também tem gerado
muitos postos de trabalho e rendimento
para pessoas que vivem nas camadas
mais pobres.
SUSTENTABILIDADE
A reciclagem é a forma que
as pessoas encontraram de
ajudar o planeta, sendo que
algumas coisas que
jogamos no lixo demoram
muito tempo para se
decompor, e com a
reciclagem ele é utilizado
muitas outras vezes sem
prejudicar o meio ambiente.
Tempo de Decomposição dos Materiais na natureza
- Papel toalha: 2 a 4 meses
- Caixa de leite: 2 a 3 meses
- Corda de fibras orgânicas: 3 a 4 meses
- Palito de fósforo: de 4 a 6 meses
- Tampinha de garrafa: 100 a 500 anos
- Pilhas e baterias: de 100 a 500 anos
- Jornal: 7 meses
- Palito de sorvete: 6 meses
- Papel de bala: de 4 a 6 meses
- Cigarro: 13 a 25 meses
Tempo de Decomposição dos Materiais na natureza
- Óculos de plástico: de 200 a 500 anos
- Lata de alumínio de refrigerante ou cerveja: de 100 a
500 anos
- Caixa de papelão: de 3 a 6 meses
- Pedaço de madeira pintada: 13 anos
- Chiclete: 5 anos
- Copo de plástico (de cafezinho): 40 anos
- Garrafa de plástico: cerca de 400 anos
- Linha de pesca: cerca de 600 anos
Tempo de Decomposição dos Materiais na natureza
- Tecido de algodão: 10 a 20 anos
- Sapato ou cinto de couro: de 40 a 50 anos
- Tecido sintético: 100 a 300 anos
- Fralda descartável: 400 anos
- Boia de isopor: de 50 a 80 anos
- Náilon: de 30 a 50 anos
- Garrafa de vidro: 10 a 100 mil anos
- Lixo radioativo: de 300 mil a 2 milhões de anos
(estimativa)
- Pneu de borracha: indeterminado
O PLANETA ESTÁ EM NOSSAS MÃOS
ESTAS SÃO
ALGUMAS
ATITUDES QUE
PODEM FAZER A
DIFERENÇA PARA
O NOSSO
PLANETA.
ALGUMAS MENSAGENS PARA
PRESERVAR O MEIO AMBIENTE
ALGUMAS MENSAGENS PARA
PRESERVAR O MEIO AMBIENTE

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Mais procurados (20)

Reduzir Reutilizar Reciclar
Reduzir Reutilizar ReciclarReduzir Reutilizar Reciclar
Reduzir Reutilizar Reciclar
 
TRABALHO COMPLETO SOBRE O LIXO
TRABALHO COMPLETO SOBRE O LIXO TRABALHO COMPLETO SOBRE O LIXO
TRABALHO COMPLETO SOBRE O LIXO
 
Meio ambiente
Meio ambienteMeio ambiente
Meio ambiente
 
A preservação do meio ambiente começa em casa
A preservação do meio ambiente começa em casaA preservação do meio ambiente começa em casa
A preservação do meio ambiente começa em casa
 
Meio ambiente e desenvolvimento sustentvel
Meio ambiente e desenvolvimento sustentvelMeio ambiente e desenvolvimento sustentvel
Meio ambiente e desenvolvimento sustentvel
 
Dia Mundial da Água - 22 de Março
Dia Mundial da Água - 22 de MarçoDia Mundial da Água - 22 de Março
Dia Mundial da Água - 22 de Março
 
Sustentabilidade
SustentabilidadeSustentabilidade
Sustentabilidade
 
Apresentação Sobre Lixo e Reciclagem
Apresentação Sobre Lixo e ReciclagemApresentação Sobre Lixo e Reciclagem
Apresentação Sobre Lixo e Reciclagem
 
Impactos do homem sobre o meio ambiente
Impactos do homem sobre o meio ambienteImpactos do homem sobre o meio ambiente
Impactos do homem sobre o meio ambiente
 
Educação ambiental
Educação ambientalEducação ambiental
Educação ambiental
 
coleta seletiva e reciclagem
coleta seletiva e reciclagemcoleta seletiva e reciclagem
coleta seletiva e reciclagem
 
Slide coleta seletiva
Slide coleta seletivaSlide coleta seletiva
Slide coleta seletiva
 
Lixo
LixoLixo
Lixo
 
Meio ambiente 1º
Meio ambiente 1ºMeio ambiente 1º
Meio ambiente 1º
 
Coleta Seletiva de Resíduos Sólidos
Coleta Seletiva de Resíduos SólidosColeta Seletiva de Resíduos Sólidos
Coleta Seletiva de Resíduos Sólidos
 
Os Diferentes Tipos de Poluição
Os Diferentes Tipos de PoluiçãoOs Diferentes Tipos de Poluição
Os Diferentes Tipos de Poluição
 
Meio ambiente
Meio ambienteMeio ambiente
Meio ambiente
 
Educação ambiental
Educação ambientalEducação ambiental
Educação ambiental
 
Coleta seletiva
Coleta seletivaColeta seletiva
Coleta seletiva
 
Educação ambiental
Educação ambientalEducação ambiental
Educação ambiental
 

Semelhante a Meio ambiente

Resíduos - um mal necessário.O que fazer?
Resíduos - um mal necessário.O que fazer?Resíduos - um mal necessário.O que fazer?
Resíduos - um mal necessário.O que fazer?Helena Marques
 
Treinamento de Coleta Seletiva.ppt
Treinamento de Coleta Seletiva.pptTreinamento de Coleta Seletiva.ppt
Treinamento de Coleta Seletiva.pptWellingtonBarbosa63
 
Coleta Seletiva e o Meio Ambiente.ppt
Coleta Seletiva e o Meio Ambiente.pptColeta Seletiva e o Meio Ambiente.ppt
Coleta Seletiva e o Meio Ambiente.pptcarlossilva333486
 
Equipe As imbativeis
Equipe As imbativeisEquipe As imbativeis
Equipe As imbativeisCEPMBB
 
Alterações Climáticas
Alterações ClimáticasAlterações Climáticas
Alterações Climáticaspicoalto
 
texto 5 de Junho.docx
texto 5 de Junho.docxtexto 5 de Junho.docx
texto 5 de Junho.docxRosanaCosta70
 
Agrupamento de escolas mães d´água
Agrupamento de escolas mães d´águaAgrupamento de escolas mães d´água
Agrupamento de escolas mães d´águaareaintegracao1
 
Agrupamento de escolas mães d´água
Agrupamento de escolas mães d´águaAgrupamento de escolas mães d´água
Agrupamento de escolas mães d´águaareaintegracao
 
Palestra Coleta seletiva.ppt
Palestra Coleta seletiva.pptPalestra Coleta seletiva.ppt
Palestra Coleta seletiva.pptcarlossilva333486
 
ApresentaçãO Crescer Com A Natureza
ApresentaçãO Crescer Com A NaturezaApresentaçãO Crescer Com A Natureza
ApresentaçãO Crescer Com A Naturezajcantunes
 
Ambiente reciclagem eb1murca
Ambiente reciclagem eb1murcaAmbiente reciclagem eb1murca
Ambiente reciclagem eb1murcaLino Barbosa
 
Pesquisas: Do berço ao túmulo
Pesquisas: Do berço ao túmuloPesquisas: Do berço ao túmulo
Pesquisas: Do berço ao túmuloProfesornc
 
Aula numero 1 - A Sustentabilidade. Definições.
Aula numero 1 - A Sustentabilidade. Definições.Aula numero 1 - A Sustentabilidade. Definições.
Aula numero 1 - A Sustentabilidade. Definições.v4hp2q4ph4
 
Ambiente E Sustentabilidade Para Stc 21 De MarçO
Ambiente E Sustentabilidade Para Stc 21 De MarçOAmbiente E Sustentabilidade Para Stc 21 De MarçO
Ambiente E Sustentabilidade Para Stc 21 De MarçOpaulanapalma
 

Semelhante a Meio ambiente (20)

Resíduos - um mal necessário.O que fazer?
Resíduos - um mal necessário.O que fazer?Resíduos - um mal necessário.O que fazer?
Resíduos - um mal necessário.O que fazer?
 
Treinamento de Coleta Seletiva.ppt
Treinamento de Coleta Seletiva.pptTreinamento de Coleta Seletiva.ppt
Treinamento de Coleta Seletiva.ppt
 
Coleta Seletiva e o Meio Ambiente.ppt
Coleta Seletiva e o Meio Ambiente.pptColeta Seletiva e o Meio Ambiente.ppt
Coleta Seletiva e o Meio Ambiente.ppt
 
Equipe As imbativeis
Equipe As imbativeisEquipe As imbativeis
Equipe As imbativeis
 
Dia do meio ambiente junho
Dia do meio ambiente junhoDia do meio ambiente junho
Dia do meio ambiente junho
 
Alterações Climáticas
Alterações ClimáticasAlterações Climáticas
Alterações Climáticas
 
Dicas para preservação do meio ambiente
Dicas para preservação do meio ambienteDicas para preservação do meio ambiente
Dicas para preservação do meio ambiente
 
texto 5 de Junho.docx
texto 5 de Junho.docxtexto 5 de Junho.docx
texto 5 de Junho.docx
 
Agrupamento de escolas mães d´água
Agrupamento de escolas mães d´águaAgrupamento de escolas mães d´água
Agrupamento de escolas mães d´água
 
Agrupamento de escolas mães d´água
Agrupamento de escolas mães d´águaAgrupamento de escolas mães d´água
Agrupamento de escolas mães d´água
 
Slide turma3003
Slide turma3003Slide turma3003
Slide turma3003
 
Slide turma3003
Slide turma3003Slide turma3003
Slide turma3003
 
Slide turma3003
Slide turma3003Slide turma3003
Slide turma3003
 
Palestra Coleta seletiva.ppt
Palestra Coleta seletiva.pptPalestra Coleta seletiva.ppt
Palestra Coleta seletiva.ppt
 
ApresentaçãO Crescer Com A Natureza
ApresentaçãO Crescer Com A NaturezaApresentaçãO Crescer Com A Natureza
ApresentaçãO Crescer Com A Natureza
 
Ambiente reciclagem eb1murca
Ambiente reciclagem eb1murcaAmbiente reciclagem eb1murca
Ambiente reciclagem eb1murca
 
Reciclagem
ReciclagemReciclagem
Reciclagem
 
Pesquisas: Do berço ao túmulo
Pesquisas: Do berço ao túmuloPesquisas: Do berço ao túmulo
Pesquisas: Do berço ao túmulo
 
Aula numero 1 - A Sustentabilidade. Definições.
Aula numero 1 - A Sustentabilidade. Definições.Aula numero 1 - A Sustentabilidade. Definições.
Aula numero 1 - A Sustentabilidade. Definições.
 
Ambiente E Sustentabilidade Para Stc 21 De MarçO
Ambiente E Sustentabilidade Para Stc 21 De MarçOAmbiente E Sustentabilidade Para Stc 21 De MarçO
Ambiente E Sustentabilidade Para Stc 21 De MarçO
 

Último

Fazenda Bicho Preguiça - BA proposta posto avançado .pdf
Fazenda Bicho Preguiça - BA proposta posto avançado .pdfFazenda Bicho Preguiça - BA proposta posto avançado .pdf
Fazenda Bicho Preguiça - BA proposta posto avançado .pdfReservadaBiosferadaM
 
Apresentação Tekoa Yvy Porã 32 CN - Natal 2023.pdf
Apresentação Tekoa Yvy Porã 32 CN - Natal 2023.pdfApresentação Tekoa Yvy Porã 32 CN - Natal 2023.pdf
Apresentação Tekoa Yvy Porã 32 CN - Natal 2023.pdfReservadaBiosferadaM
 
Aruá final RBMA Conectando Pessoas e Floresta RBMA.pdf
Aruá final RBMA Conectando Pessoas e Floresta  RBMA.pdfAruá final RBMA Conectando Pessoas e Floresta  RBMA.pdf
Aruá final RBMA Conectando Pessoas e Floresta RBMA.pdfReservadaBiosferadaM
 
32ª_Reunião Ordinária_Conselho Nacional_2023.pptx
32ª_Reunião Ordinária_Conselho Nacional_2023.pptx32ª_Reunião Ordinária_Conselho Nacional_2023.pptx
32ª_Reunião Ordinária_Conselho Nacional_2023.pptxReservadaBiosferadaM
 
apresentação Cajueiro_32º Encontro Nacional da RBMA.pptx
apresentação Cajueiro_32º Encontro Nacional da RBMA.pptxapresentação Cajueiro_32º Encontro Nacional da RBMA.pptx
apresentação Cajueiro_32º Encontro Nacional da RBMA.pptxReservadaBiosferadaM
 
Área de Proteção Ambiental Jenipabu 32º Encontro Nacional da RBMA
Área de Proteção Ambiental Jenipabu 32º Encontro Nacional da RBMAÁrea de Proteção Ambiental Jenipabu 32º Encontro Nacional da RBMA
Área de Proteção Ambiental Jenipabu 32º Encontro Nacional da RBMAReservadaBiosferadaM
 
A maravilhosa fauna registrada nos empreendimentos da Enel Green Power no Bra...
A maravilhosa fauna registrada nos empreendimentos da Enel Green Power no Bra...A maravilhosa fauna registrada nos empreendimentos da Enel Green Power no Bra...
A maravilhosa fauna registrada nos empreendimentos da Enel Green Power no Bra...atendimento93
 
RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I.pdf
RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I.pdfRELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I.pdf
RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I.pdfHELLEN CRISTINA
 
ARIE SITIO CURIÓ 32º Encontro Nacional RBMA_
ARIE SITIO CURIÓ 32º Encontro Nacional RBMA_ARIE SITIO CURIÓ 32º Encontro Nacional RBMA_
ARIE SITIO CURIÓ 32º Encontro Nacional RBMA_ReservadaBiosferadaM
 
PLANO DE ENSINO Disciplina- Projeto Integrado I – GESTÃO.pdf
PLANO DE ENSINO Disciplina- Projeto Integrado I – GESTÃO.pdfPLANO DE ENSINO Disciplina- Projeto Integrado I – GESTÃO.pdf
PLANO DE ENSINO Disciplina- Projeto Integrado I – GESTÃO.pdfHELLEN CRISTINA
 
SEDE DO PARQUE ESTADUAL MATA DA PIPA - PEMP
SEDE DO PARQUE ESTADUAL MATA DA PIPA - PEMPSEDE DO PARQUE ESTADUAL MATA DA PIPA - PEMP
SEDE DO PARQUE ESTADUAL MATA DA PIPA - PEMPReservadaBiosferadaM
 
CEARÁ MAIS VERDE Fernando Bezerra .pptx
CEARÁ MAIS VERDE Fernando Bezerra .pptxCEARÁ MAIS VERDE Fernando Bezerra .pptx
CEARÁ MAIS VERDE Fernando Bezerra .pptxReservadaBiosferadaM
 
MICRONUTRIENTES NO SOLO E NA PLANTA Aline Castro
MICRONUTRIENTES NO SOLO E NA PLANTA Aline CastroMICRONUTRIENTES NO SOLO E NA PLANTA Aline Castro
MICRONUTRIENTES NO SOLO E NA PLANTA Aline CastroGeagra UFG
 

Último (13)

Fazenda Bicho Preguiça - BA proposta posto avançado .pdf
Fazenda Bicho Preguiça - BA proposta posto avançado .pdfFazenda Bicho Preguiça - BA proposta posto avançado .pdf
Fazenda Bicho Preguiça - BA proposta posto avançado .pdf
 
Apresentação Tekoa Yvy Porã 32 CN - Natal 2023.pdf
Apresentação Tekoa Yvy Porã 32 CN - Natal 2023.pdfApresentação Tekoa Yvy Porã 32 CN - Natal 2023.pdf
Apresentação Tekoa Yvy Porã 32 CN - Natal 2023.pdf
 
Aruá final RBMA Conectando Pessoas e Floresta RBMA.pdf
Aruá final RBMA Conectando Pessoas e Floresta  RBMA.pdfAruá final RBMA Conectando Pessoas e Floresta  RBMA.pdf
Aruá final RBMA Conectando Pessoas e Floresta RBMA.pdf
 
32ª_Reunião Ordinária_Conselho Nacional_2023.pptx
32ª_Reunião Ordinária_Conselho Nacional_2023.pptx32ª_Reunião Ordinária_Conselho Nacional_2023.pptx
32ª_Reunião Ordinária_Conselho Nacional_2023.pptx
 
apresentação Cajueiro_32º Encontro Nacional da RBMA.pptx
apresentação Cajueiro_32º Encontro Nacional da RBMA.pptxapresentação Cajueiro_32º Encontro Nacional da RBMA.pptx
apresentação Cajueiro_32º Encontro Nacional da RBMA.pptx
 
Área de Proteção Ambiental Jenipabu 32º Encontro Nacional da RBMA
Área de Proteção Ambiental Jenipabu 32º Encontro Nacional da RBMAÁrea de Proteção Ambiental Jenipabu 32º Encontro Nacional da RBMA
Área de Proteção Ambiental Jenipabu 32º Encontro Nacional da RBMA
 
A maravilhosa fauna registrada nos empreendimentos da Enel Green Power no Bra...
A maravilhosa fauna registrada nos empreendimentos da Enel Green Power no Bra...A maravilhosa fauna registrada nos empreendimentos da Enel Green Power no Bra...
A maravilhosa fauna registrada nos empreendimentos da Enel Green Power no Bra...
 
RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I.pdf
RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I.pdfRELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I.pdf
RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I.pdf
 
ARIE SITIO CURIÓ 32º Encontro Nacional RBMA_
ARIE SITIO CURIÓ 32º Encontro Nacional RBMA_ARIE SITIO CURIÓ 32º Encontro Nacional RBMA_
ARIE SITIO CURIÓ 32º Encontro Nacional RBMA_
 
PLANO DE ENSINO Disciplina- Projeto Integrado I – GESTÃO.pdf
PLANO DE ENSINO Disciplina- Projeto Integrado I – GESTÃO.pdfPLANO DE ENSINO Disciplina- Projeto Integrado I – GESTÃO.pdf
PLANO DE ENSINO Disciplina- Projeto Integrado I – GESTÃO.pdf
 
SEDE DO PARQUE ESTADUAL MATA DA PIPA - PEMP
SEDE DO PARQUE ESTADUAL MATA DA PIPA - PEMPSEDE DO PARQUE ESTADUAL MATA DA PIPA - PEMP
SEDE DO PARQUE ESTADUAL MATA DA PIPA - PEMP
 
CEARÁ MAIS VERDE Fernando Bezerra .pptx
CEARÁ MAIS VERDE Fernando Bezerra .pptxCEARÁ MAIS VERDE Fernando Bezerra .pptx
CEARÁ MAIS VERDE Fernando Bezerra .pptx
 
MICRONUTRIENTES NO SOLO E NA PLANTA Aline Castro
MICRONUTRIENTES NO SOLO E NA PLANTA Aline CastroMICRONUTRIENTES NO SOLO E NA PLANTA Aline Castro
MICRONUTRIENTES NO SOLO E NA PLANTA Aline Castro
 

Meio ambiente

  • 1.
  • 2. O que é meio ambiente?  Meio ambiente é um conjunto de unidades ecológicas que funcionam como um sistema natural, e incluem toda a vegetação, animais, micro-organismos, solo, rochas, atmosfera e fenômenos naturais que podem ocorrer em seus limites. Meio ambiente também compreende recursos e fenômenos físicos como ar, água e clima, assim como energia, radiação, descarga elétrica, e magnetismo.
  • 3. DIA 5 DE JUNHO: DIA DO MEIO AMBIENTE Como surgiu o dia do meio ambiente  Entre os dias 5 e 12 de junho de 1972, foi realizada em Estocolmo, a capital da Suécia, a Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente. A partir dessa data, o dia 5 de junho foi declarado Dia Mundial do Meio Ambiente. Os participantes da conferência assinaram documentos que deveriam obrigar os governos de todos os países a tomar medidas para impedir a poluição do solo, das águas e do ar. Eles também queriam que as pessoas tomassem consciência da necessidade de proteger o meio ambiente.
  • 4.  Nos últimos anos, cientistas vêm analisando cuidadosamente as maneiras com as quais as pessoas afetam o meio ambiente. Eles descobriram que nós somos os causadores da poluição do ar, do desmatamento, da chuva ácida, e de outros problemas que são perigosas tanto para a terra e para nós mesmos.
  • 5. Poluição ambiental  Poluição ambiental é o resultado de qualquer tipo de ação ou obra humana capaz de provocar danos no meio ambiente, é a introdução na natureza, de substâncias nocivas à saúde humana, a outros animais e ao próprio meio ambiente, que altera de forma significativa o equilíbrio dos ecossistemas.
  • 6. Poluição ambiental  A poluição ambiental é a degradação do solo, das águas e do ar, o que compromete a capacidade das próximas gerações de suprir as próprias necessidades, ou seja, a humanidade depende da disponibilidade de terra, de água e ar do planeta, e essa difícil conciliação entre o desenvolvimento e a sustentabilidade tem despertado o mundo para a progressiva redução da poluição ambiental.
  • 7. LIXO – UM PROBLEMA URGENTE
  • 8. Poluição ambiental  A poluição do ar com a queima de combustíveis fósseis, a degradação do solo e das águas, com o uso indiscriminado de agrotóxicos, de sacolas plásticas e de garrafas pet, a poluição sonora, a poluição visual, a radiação nuclear liberada pelas usinas, são apenas alguns dos vilões da saúde humana e da poluição do planeta.
  • 11. Poluição atmosférica  A poluição da atmosfera é um dos problemas mais sérios das grandes cidades e também um dos que mais causa danos à saúde humana. A poluição do ar é resultado do lançamento de enorme quantidade de gases e partículas na atmosfera, causando o desequilíbrio dos já existentes.  A chuva ácida, o efeito estufa, a inversão térmica, a ilha de calor, a destruição da camada de ozônio, são algumas das consequências da poluição do ar atmosférico.
  • 12.
  • 13. Poluição das águas  A poluição das águas é a contaminação dos recursos hídricos do planeta, uma verdadeira ameaça à vida. As fontes de água doce, as mais vitais para os seres humanos, são as que mais recebem poluentes. Muitos lugares do planeta correm o risco de ficar definitivamente sem água.  A poluição do lençol freático, que são as águas subterrâneas, com pesticidas usados na agricultura e com o chorume dos lixões é também uma tragédia ecológica, que causa a poluição dos mananciais.
  • 16. Como Proteger o Meio Ambiente  É importante começarmos com as pequenas ações, pois de nada adianta se preocupar com o efeito estufa se você joga um papel de bala no chão. Meio ambiente não são apenas as florestas, meio ambiente é qualquer lugar.
  • 17. Como Proteger o Meio Ambiente Água  Escovando os dentes – desligue a água enquanto faz a escovação.  Lavando a louça – desligue a água enquanto ensaboa pratos, copos, talheres e panelas.  Tomando banho – nada de banhos muito longos e quando estiver se ensaboando, desligue a torneira.
  • 18. Como Proteger o Meio Ambiente Energia  Desligue as luzes – ao sair do seu quarto, sala ou cozinha não esqueça de apagar as luzes.  Desligue aparelhos eletrônicos – não deixe a televisão, rádio ou computador ligado caso não esteja sendo utilizado.  Ar condicionado – utilize com moderação!  Lavando roupa suja – dedique dias da semana para lavar a roupa. Assim você utiliza a máquina de lavar em sua capacidade máxima, economizando energia e água ao mesmo tempo.  Passando roupa – também dedique dias da semana para passar roupa. Evitando assim, o liga e desliga.
  • 19. Como Proteger o Meio Ambiente Lixo  Coleta seletiva – tenha uma atitude bacana. Programe a coleta seletiva na sua casa. É muito fácil, basta separar os lixos em: material orgânico, papel, metal, vidro e plástico. Desta forma, você estará fazendo uma grande contribuição à mãe natureza, já que este material será reciclado, ou seja, será reaproveitado para a fabricação de novos produtos
  • 20. CESTOS PARA SEPARAÇÃO DO LIXO NO BRASIL OS RECIPIENTES SEGUEM O SEGUINTE PADRÃO:  Azul: papel/papelão  Vermelho: plástico  Verde: vidro  Amarelo: metal  Preto: madeira  Laranja: resíduos perigosos  Branco: resíduos ambulatoriais e de serviços de saúde  Roxo: resíduos radioativos  Marrom: resíduos orgânicos  Cinza: resíduo geralmente não reciclável, misturado ou contaminado, não sendo possível de separação.
  • 21. Como Proteger o Meio Ambiente Transportes  As emissões de gases emitidos pelos transportes é muito nociva para a nossa atmosfera. Mas podemos tomar algumas atitudes para contribuir na diminuição da emissão de gases.  A caminho da escola – Utilizar os transportes coletivos é sempre mais saudável para o planeta. Por isto, quanto mais gente utilizar um mesmo veículo melhor. Se você vai de carro para a escola, que tal combinar um rodízio com os colegas que moram perto! Além de ser uma atitude consciente, você aproveita e faz novos amigos! Agora, se a sua escola é perto de casa, larga de preguiça e vá a pé! Assim, você estará cuidando da saúde do nosso planeta, e da sua saúde também!
  • 22. RECICLAR – UMA ATITUDE
  • 23. TIPOS DE RECICLAGEM  Reciclagem de aço  Reciclagem de alumínio  Reciclagem de baterias  Reciclagem de borracha  Reciclagem de computadores  Reciclagem de embalagens longa vida  Reciclagem de entulho  Reciclagem de madeira  Reciclagem de metal  Reciclagem de papel  Reciclagem de plástico e embalagens  Reciclagem de vidro
  • 24. VANTAGENS DA RECICLAGEM Os resultados da reciclagem são expressivos tanto no campo ambiental, como nos campos econômico e social.  No meio-ambiente a reciclagem pode reduzir a acumulação progressiva de resíduos a produção de novos materiais, como por exemplo o papel, que exigiria o corte de mais árvores; as emissões de gases como metano e gás carbônico; as agressões ao solo, ar e água; entre outros tantos fatores negativos.
  • 25. VANTAGENS DA RECICLAGEM  No aspecto econômico a reciclagem contribui para o uso mais racional dos recursos naturais e a reposição daqueles recursos que são passíveis de reaproveitamento.  No âmbito social, a reciclagem não só proporciona melhor qualidade de vida para as pessoas, através das melhorias ambientais, como também tem gerado muitos postos de trabalho e rendimento para pessoas que vivem nas camadas mais pobres.
  • 26. SUSTENTABILIDADE A reciclagem é a forma que as pessoas encontraram de ajudar o planeta, sendo que algumas coisas que jogamos no lixo demoram muito tempo para se decompor, e com a reciclagem ele é utilizado muitas outras vezes sem prejudicar o meio ambiente.
  • 27. Tempo de Decomposição dos Materiais na natureza - Papel toalha: 2 a 4 meses - Caixa de leite: 2 a 3 meses - Corda de fibras orgânicas: 3 a 4 meses - Palito de fósforo: de 4 a 6 meses - Tampinha de garrafa: 100 a 500 anos - Pilhas e baterias: de 100 a 500 anos - Jornal: 7 meses - Palito de sorvete: 6 meses - Papel de bala: de 4 a 6 meses - Cigarro: 13 a 25 meses
  • 28. Tempo de Decomposição dos Materiais na natureza - Óculos de plástico: de 200 a 500 anos - Lata de alumínio de refrigerante ou cerveja: de 100 a 500 anos - Caixa de papelão: de 3 a 6 meses - Pedaço de madeira pintada: 13 anos - Chiclete: 5 anos - Copo de plástico (de cafezinho): 40 anos - Garrafa de plástico: cerca de 400 anos - Linha de pesca: cerca de 600 anos
  • 29. Tempo de Decomposição dos Materiais na natureza - Tecido de algodão: 10 a 20 anos - Sapato ou cinto de couro: de 40 a 50 anos - Tecido sintético: 100 a 300 anos - Fralda descartável: 400 anos - Boia de isopor: de 50 a 80 anos - Náilon: de 30 a 50 anos - Garrafa de vidro: 10 a 100 mil anos - Lixo radioativo: de 300 mil a 2 milhões de anos (estimativa) - Pneu de borracha: indeterminado
  • 30. O PLANETA ESTÁ EM NOSSAS MÃOS ESTAS SÃO ALGUMAS ATITUDES QUE PODEM FAZER A DIFERENÇA PARA O NOSSO PLANETA.