SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 45
CARACTERÍSTICAS
 Aquáticos e terrestres (tatuzinho de jardim)
 Maioria marinho (água doce e terrestres)
 38 mil espécies
 Desenvolvimento direto ou indireto
 Exoesqueleto com carbonato de cálcio
 Reprodução sexuada
 Espécies importantes do Zooplâncton
 Várias espécies de valor econômico
 Apêndices birremes
 Adaptados para realizarem diferentes
função (dependendo do grupo)
 Números de patas variáveis (geralmente 5 ou mais)
 2 pares de antenas
 1 par de mandíbulas
 2 pares de maxilas
 Respiração branquial
 Grande variedade morfológica
 Corpo dividido em dois segmentos (cefalotórax e
abdome)
Placa torácica recobrindo todo o corpo ou parte dele
– comum
Ex: caranguejo e camarão
Hábitos alimentares e adaptações p/ alimentação variam
grandemente
 Utilizam o mesmo conjunto fundamental de peças bucais.
Mandíbulas e maxilas ingerem o alimento; maxilípedes
apanham e trituram; pernas ambulatórias (quelípodes)
capturam o alimento nos predadores.
 Suspensivoria (comedores de partículas em Suspensão).
 Predação (consomem larvas, vermes, peixes, moluscos e
crustáceos).
 Detritivoria (comem animais e vegetais mortos).
 Filtração (filtram bactérias, protistas e fitoplâncton)
ALIMENTAÇÃO
Caranguejo chama-maré Camarão limpador
Lagosta Tamburutaca (Talassinídio)
Craca (Cirripedia)
Barata-da-praia
(Isopoda)
Copépode
Anatomia dos Crustáceos
Aparelho digestivo
Estômago dividido em duas partes: -
1º- anterior - câmara cardíaca (existem
dentes calcificados formando um moinho
gástrico que ajuda na trituração dos
alimentos.
2º- posterior - câmara pilórica.
Intestino médio, intestino tubular e
ânus.
Esôfago
Estômago
cardíaco
Dentes laterais do
moinho gástrico
Dentes dorsais do
moinho gástrico
Estômago pilórico
Telas de cerdas
Intestino
Telas de cerdas
Sistema digestivo e alimentação
Coração dorsal curto e irregular de
Seis artérias que se distribuem por
todo o corpo.
Hemocele
Óstios/Ostíolos
Sangue: pigmento hemocianina
Este sistema circulatório é
denominado aberto ou lacunar,
porque o sangue não está sempre no
interior dos vasos.
Aparelho circulatório
Aparelho
respiratório
Vários pares de
brânquias situadas nos
dois lados de todos os
segmentos torácicos
Estão associadas aos
apêndices
Localização, número e
forma: muito variados
Aparelho excretor
Os órgãos excretores dos
crustáceos adultos são um par
de estruturas tubulares
localizadas na porção ventral
da cabeça, anterior ao
esôfago. São denominadas
glândulas antenais (ou verdes)
ou glândulas maxilares,
conforme a localização da
abertura no basipodito da
antena ou da segunda maxila,
respectivamente.
São os únicos órgãos
excretores dos crustáceos..
Sistema nervoso
Cérebro (Tritocérebro)
Gânglio subesofágico é
resultante de fusão de 5 ou 6
pares de gânglios,
Cordão nervoso ventral duplo.
Cérebro
Conectivo
Esôfago
Gânglios
torácicos
Gânglios
abdominais
Sistema
Nervoso central
Nervo óptico
Nervo
antenular
Nervo antenal
Esôfago
Nervo
mandibular
Placa nervosa
torácica
Gânglios do
pléon
Sistema longo de um lagostim
Sistema compactado de caranguejo
Órgãos sensoriais
Apresentam sensibilidade ao tato, gosto, olfato e visão.
Equilíbrio e orientação à gravidade é dado pelo
estatocisto que é uma estrutura em forma de saco que
se abre dorsalmente sob pêlos finos, no artículo basal de
cada antênula.
• A visão e dada pelos olhos compostos que são
pedunculados e móveis e olho naupliano dorsal
(composto por 3 ou 4 pares de ocelos) – pode não
persistir no adulto.
• O tato é percebido pelos pêlos tácteis que se distribuem
pelo corpo.
• O sentido químico, paladar e olfato, reside em pêlos
localizados nas extremidade das antenas, peças bucais.
Órgãos sensoriais
Nervo frontal
Faixa suspensora
Célula da retina
Revestimento de tecido
conectivo
Nervo óptico
Taça pigmentada
Célula da
retina
Órgãos do sentido
Fileira externa
de pêlos livres
Fileira de cerdas Abertura do
estatocisto
Cutícula
recortada
Cerdas ântero-laterais
maiores e livres
Estatólito
Fileira interna de cerdas
em contato c/ estatólito
Estatocisto aberto em
antênula de lagosta
Olho mediano simples
de copépode
Reprodução
– Sexuada
– São dióicos
– Fecundação externa, na maioria das espécies
– Desenvolvimento indireto.
Os ovos costumam ser incubados junto da face
ventral do abdome das fêmeas e, ao eclodirem,
liberam uma larva chamada náuplio
Um macho de caranguejo chama-maré
exercendo o comportamento de aceno com a
quela p/ atrair uma fêmea e afastar machos
competidores.
Também produzem sons por meio de
estridulação e de batidas no substrato, com
os quais, acredita-se, atrairiam potenciais
parceiros.
O acasalamento acontece quando o
macho consegue convencer a fêmea a entrar
em sua toca.
Apêndices com cerdas para
guardar ovos (fêmea)
Apêndices modificados em
gonópodes (macho)
Um par de caranguejos
em cópula
Reprodução
Crescimento
– Muda
– Órgão X, uma pequena glândula, produz hormônios que
inibe a muda, enquanto que os hormônios do órgão Y
induz a muda.
– No camarão ocorre várias mudas que determina estágios
larvais, onde os jovens são muito diferente dos animais
adultos.
– Estágios larvais do camarão: Nauplius, Protozoea, Zoea,
Mysis e Adulto.
A velha carapaça
separa-se
Nova carapaça
Abdômen
emergindo
– Os crustáceos sésseis,
como as cracas, vivem
fixas a um substrato.
– O paguro (ou bernardo-
eremita), apresenta a
porção posterior do
corpo desprovida de
exoesqueleto, e ocupa
a concha deixada por
moluscos mortos.
VARIEDADE MORFOLÓGICA
–Os crustáceos mais
conhecidos são os
camarões, os siris, os
caranguejos e as lagostas.
–Habitam ecossistemas
marinhos e de água doce,
havendo mesmo
representantes de
ambiente terrestre úmido (o
tatuzinho-de-jardim).
Nos ambientes aquáticos:
–Microcrustáceos:
copépodes, anfípodas e o
krill, tem papel
fundamental nas teias
alimentares. Formam o
chamado zooplâncton, e
são consumidores
primários.
–Alimentam-se do
fitoplâncton constituído por
algas unicelulares, e
servem de alimento para
outros animais.
Correspondem, nos
ambientes aquáticos, aos
herbívoros terrestres.
Quela do quelípede
Mero
Maxilípede
Basísquio
Carpo
Carapaça
Própodo
Dáctilo
Carpo
Mero
Pereópode
Ísquio
Base
Coxa
Abdômen
Esterno
torácico
Siri (Eumalacostraca, Decapoda)
MORFOLOGIA EXTERNA
Quela
Carpo
Olho composto
Antena
Antênula
Palpo do
maxilípede
Carapaça
Maxilípede
Abdômen
Dáctilo
Dedo
fixo
Própodo
Vista Ventral
Vista Central
Cefalotórax Abdômen
Urópode
Antena
Antênula
Rostro
Olho
Cérebro
Estômago Coração
Pericárdio
Óstio
Testículo
Intestino
Télson
Ânus
Pleópodes
Apêndice c/
função copulatória
Vaso
deferente
Gânglio
Hepatopâncreas
Boca
Glândula
verde
MORFOLOGIA INTERNA (lagostin)
Coração
Óstio
Câmara branquial
Bordo da carapaça
Hepatopâncreas
Coxopodito
Cordão nervoso
Seio esternal
Artéria esternal
Intestino
Gônada
Seio pericárdico
Pericárdio
Lagostim (corte transversal)
Adulto
Ovo
Náuplio
Protozoéia
Estádio pós-larval
Ciclo de vida
do camarão
Penaeus
Antênula
Antena
Mandíbula
Larva náuplio
(copépode)
Olho náuplio
Ciclos de vida
Abdômen
Carapaça
Pedúnculo
ocular
Antênula
Antena
1o
maxilípede 1o
pereópode
5o
pereópode
Urópode
Télson
Larva zoé
(“misis”)
Larva zoé (“misis”)
Ciclos de vida
Estágios Larvais
Protozoé
Náuplio
Zoé
Ovos
Filo artrópodes 04   crustáceos - características e anatomia
Filo artrópodes 04   crustáceos - características e anatomia

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (20)

Zoologia geral aulas 1
Zoologia geral aulas 1Zoologia geral aulas 1
Zoologia geral aulas 1
 
Sistematica e filogenia
Sistematica e filogeniaSistematica e filogenia
Sistematica e filogenia
 
Subfilo hexapoda -_sistemas_digestorio_respiratorio_e_nervoso
Subfilo hexapoda -_sistemas_digestorio_respiratorio_e_nervosoSubfilo hexapoda -_sistemas_digestorio_respiratorio_e_nervoso
Subfilo hexapoda -_sistemas_digestorio_respiratorio_e_nervoso
 
Os aminiota: Répteis
Os aminiota: RépteisOs aminiota: Répteis
Os aminiota: Répteis
 
Filo arthropoda crustacea
Filo arthropoda crustaceaFilo arthropoda crustacea
Filo arthropoda crustacea
 
Fitopatologia estudo de fungos
Fitopatologia estudo de fungosFitopatologia estudo de fungos
Fitopatologia estudo de fungos
 
Filo mollusca texto
Filo mollusca textoFilo mollusca texto
Filo mollusca texto
 
1 introdução à botânica
1 introdução à botânica1 introdução à botânica
1 introdução à botânica
 
Insetos
InsetosInsetos
Insetos
 
OS EQUINODERMOS
OS EQUINODERMOSOS EQUINODERMOS
OS EQUINODERMOS
 
Nomenclatura botânica
Nomenclatura botânicaNomenclatura botânica
Nomenclatura botânica
 
Aula morfologia interna menu
Aula morfologia interna   menuAula morfologia interna   menu
Aula morfologia interna menu
 
Filo Chordata
Filo ChordataFilo Chordata
Filo Chordata
 
Moluscos de interesse agrícola
Moluscos de interesse agrícolaMoluscos de interesse agrícola
Moluscos de interesse agrícola
 
Slide dos artrópodes
Slide dos artrópodesSlide dos artrópodes
Slide dos artrópodes
 
Apostila-entomologia-geral
Apostila-entomologia-geralApostila-entomologia-geral
Apostila-entomologia-geral
 
Características dos Artrópodes
Características dos ArtrópodesCaracterísticas dos Artrópodes
Características dos Artrópodes
 
Zoologia dos Vertebrados
Zoologia dos VertebradosZoologia dos Vertebrados
Zoologia dos Vertebrados
 
Algas
AlgasAlgas
Algas
 
Algas aula
Algas aulaAlgas aula
Algas aula
 

Destaque (20)

Filo artrópodes 05 crustáceos - classificação
Filo artrópodes 05   crustáceos - classificaçãoFilo artrópodes 05   crustáceos - classificação
Filo artrópodes 05 crustáceos - classificação
 
Crustaceos
CrustaceosCrustaceos
Crustaceos
 
Crustáceos decapodas
Crustáceos decapodasCrustáceos decapodas
Crustáceos decapodas
 
Crustáceos
CrustáceosCrustáceos
Crustáceos
 
Filogenia arthropoda
Filogenia arthropodaFilogenia arthropoda
Filogenia arthropoda
 
Filo annelida
Filo annelidaFilo annelida
Filo annelida
 
Artropodes
ArtropodesArtropodes
Artropodes
 
LOS INVERTEBRADOS
LOS INVERTEBRADOSLOS INVERTEBRADOS
LOS INVERTEBRADOS
 
Crustáceos
CrustáceosCrustáceos
Crustáceos
 
Zoologia de invertebrados 2
Zoologia de invertebrados 2Zoologia de invertebrados 2
Zoologia de invertebrados 2
 
Anatomia exposicion
Anatomia exposicionAnatomia exposicion
Anatomia exposicion
 
Ap. 3 biologia_2_demo
Ap. 3 biologia_2_demoAp. 3 biologia_2_demo
Ap. 3 biologia_2_demo
 
Classe insecta
Classe insectaClasse insecta
Classe insecta
 
Morfologia das Abelhas e Sistemas
Morfologia das Abelhas e SistemasMorfologia das Abelhas e Sistemas
Morfologia das Abelhas e Sistemas
 
Tardigrada
TardigradaTardigrada
Tardigrada
 
ASM Poster cd jk ma
ASM Poster cd jk maASM Poster cd jk ma
ASM Poster cd jk ma
 
Filo Arthropoda
Filo ArthropodaFilo Arthropoda
Filo Arthropoda
 
Os equinodermos
Os equinodermosOs equinodermos
Os equinodermos
 
Formação crustáceos vivos
Formação crustáceos vivosFormação crustáceos vivos
Formação crustáceos vivos
 
APOSTILA ZOOLOGIA PARTE 2
APOSTILA ZOOLOGIA PARTE 2APOSTILA ZOOLOGIA PARTE 2
APOSTILA ZOOLOGIA PARTE 2
 

Semelhante a Filo artrópodes 04 crustáceos - características e anatomia

Semelhante a Filo artrópodes 04 crustáceos - características e anatomia (20)

Artropodes
ArtropodesArtropodes
Artropodes
 
Resumo de Zoologia
Resumo de ZoologiaResumo de Zoologia
Resumo de Zoologia
 
.Classe Aves.
.Classe Aves..Classe Aves.
.Classe Aves.
 
Platelmintos+Nematodeos+Moluscos+Anelideos
Platelmintos+Nematodeos+Moluscos+AnelideosPlatelmintos+Nematodeos+Moluscos+Anelideos
Platelmintos+Nematodeos+Moluscos+Anelideos
 
Cordados
CordadosCordados
Cordados
 
Cordados
CordadosCordados
Cordados
 
Artrópodes e equinodermos
Artrópodes e equinodermosArtrópodes e equinodermos
Artrópodes e equinodermos
 
281 735 invertebrados
281 735 invertebrados281 735 invertebrados
281 735 invertebrados
 
Caracteristicas do reino animal
Caracteristicas do reino animalCaracteristicas do reino animal
Caracteristicas do reino animal
 
Aula 7º ano - Reino Animalia (invertebrados)
Aula 7º ano - Reino Animalia (invertebrados)Aula 7º ano - Reino Animalia (invertebrados)
Aula 7º ano - Reino Animalia (invertebrados)
 
Artropodes
ArtropodesArtropodes
Artropodes
 
Escorpiões
EscorpiõesEscorpiões
Escorpiões
 
Invertebrados
InvertebradosInvertebrados
Invertebrados
 
Anelideos
AnelideosAnelideos
Anelideos
 
Anelideos
AnelideosAnelideos
Anelideos
 
Artropodes
ArtropodesArtropodes
Artropodes
 
Reino animal invertebrados
Reino animal   invertebradosReino animal   invertebrados
Reino animal invertebrados
 
Artrópodes
ArtrópodesArtrópodes
Artrópodes
 
Trabalho de biologia
Trabalho de biologiaTrabalho de biologia
Trabalho de biologia
 
Aves e Mamíferos
Aves e Mamíferos Aves e Mamíferos
Aves e Mamíferos
 

Mais de prestao

Filo artrópodes 03 insetos - características e anatomia
Filo artrópodes 03   insetos - características e anatomiaFilo artrópodes 03   insetos - características e anatomia
Filo artrópodes 03 insetos - características e anatomiaprestao
 
Filo artrópodes 02 classificação
Filo artrópodes 02   classificaçãoFilo artrópodes 02   classificação
Filo artrópodes 02 classificaçãoprestao
 
Filo artrópodes 01 características e anatomia
Filo artrópodes 01   características e anatomiaFilo artrópodes 01   características e anatomia
Filo artrópodes 01 características e anatomiaprestao
 
Filo artrópodes 07 miríapodes
Filo artrópodes  07   miríapodesFilo artrópodes  07   miríapodes
Filo artrópodes 07 miríapodesprestao
 
Filo artrópodes 06 aracnideos - escorpião
Filo artrópodes  06   aracnideos - escorpiãoFilo artrópodes  06   aracnideos - escorpião
Filo artrópodes 06 aracnideos - escorpiãoprestao
 
Filo artrópodes 06 aracnideos - características e aranhas
Filo artrópodes  06   aracnideos - características e aranhasFilo artrópodes  06   aracnideos - características e aranhas
Filo artrópodes 06 aracnideos - características e aranhasprestao
 
Filo artrópodes 06 aracnideos - ácaros
Filo artrópodes  06   aracnideos - ácarosFilo artrópodes  06   aracnideos - ácaros
Filo artrópodes 06 aracnideos - ácarosprestao
 
Filo anelídeos 02 classificação - poliquetos e aquetos
Filo anelídeos 02   classificação - poliquetos e aquetosFilo anelídeos 02   classificação - poliquetos e aquetos
Filo anelídeos 02 classificação - poliquetos e aquetosprestao
 
Filo anelídeos 01 características e anatomia
Filo anelídeos 01   características e anatomiaFilo anelídeos 01   características e anatomia
Filo anelídeos 01 características e anatomiaprestao
 
Filo anelídeos 02 classificação - oligoquetas
Filo anelídeos 02   classificação - oligoquetasFilo anelídeos 02   classificação - oligoquetas
Filo anelídeos 02 classificação - oligoquetasprestao
 

Mais de prestao (10)

Filo artrópodes 03 insetos - características e anatomia
Filo artrópodes 03   insetos - características e anatomiaFilo artrópodes 03   insetos - características e anatomia
Filo artrópodes 03 insetos - características e anatomia
 
Filo artrópodes 02 classificação
Filo artrópodes 02   classificaçãoFilo artrópodes 02   classificação
Filo artrópodes 02 classificação
 
Filo artrópodes 01 características e anatomia
Filo artrópodes 01   características e anatomiaFilo artrópodes 01   características e anatomia
Filo artrópodes 01 características e anatomia
 
Filo artrópodes 07 miríapodes
Filo artrópodes  07   miríapodesFilo artrópodes  07   miríapodes
Filo artrópodes 07 miríapodes
 
Filo artrópodes 06 aracnideos - escorpião
Filo artrópodes  06   aracnideos - escorpiãoFilo artrópodes  06   aracnideos - escorpião
Filo artrópodes 06 aracnideos - escorpião
 
Filo artrópodes 06 aracnideos - características e aranhas
Filo artrópodes  06   aracnideos - características e aranhasFilo artrópodes  06   aracnideos - características e aranhas
Filo artrópodes 06 aracnideos - características e aranhas
 
Filo artrópodes 06 aracnideos - ácaros
Filo artrópodes  06   aracnideos - ácarosFilo artrópodes  06   aracnideos - ácaros
Filo artrópodes 06 aracnideos - ácaros
 
Filo anelídeos 02 classificação - poliquetos e aquetos
Filo anelídeos 02   classificação - poliquetos e aquetosFilo anelídeos 02   classificação - poliquetos e aquetos
Filo anelídeos 02 classificação - poliquetos e aquetos
 
Filo anelídeos 01 características e anatomia
Filo anelídeos 01   características e anatomiaFilo anelídeos 01   características e anatomia
Filo anelídeos 01 características e anatomia
 
Filo anelídeos 02 classificação - oligoquetas
Filo anelídeos 02   classificação - oligoquetasFilo anelídeos 02   classificação - oligoquetas
Filo anelídeos 02 classificação - oligoquetas
 

Último

Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisIlda Bicacro
 
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdfApostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdflbgsouza
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfManuais Formação
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"Ilda Bicacro
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é precisoMary Alvarenga
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoIlda Bicacro
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorialNeuroppIsnayaLciaMar
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaHenrique Santos
 
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdfROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdfMarcianaClaudioClaud
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosFernanda Ledesma
 
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAbdLuxemBourg
 
BENEFÍCIOS DA NEUROPSICOPEDAGOGIA educacional
BENEFÍCIOS DA NEUROPSICOPEDAGOGIA educacionalBENEFÍCIOS DA NEUROPSICOPEDAGOGIA educacional
BENEFÍCIOS DA NEUROPSICOPEDAGOGIA educacionalDouglasVasconcelosMa
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...LuizHenriquedeAlmeid6
 
bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalcarlamgalves5
 
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHASMARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHASyan1305goncalves
 
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfTestes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfCsarBaltazar1
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.HandersonFabio
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 

Último (20)

Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
 
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdfApostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é preciso
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorial
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de Infância
 
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdfROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativos
 
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
 
BENEFÍCIOS DA NEUROPSICOPEDAGOGIA educacional
BENEFÍCIOS DA NEUROPSICOPEDAGOGIA educacionalBENEFÍCIOS DA NEUROPSICOPEDAGOGIA educacional
BENEFÍCIOS DA NEUROPSICOPEDAGOGIA educacional
 
Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
 
bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animal
 
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHASMARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
 
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfTestes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
 

Filo artrópodes 04 crustáceos - características e anatomia