 Composição do exoesqueleto quitinoso, que
é em geral impregnado de substâncias
calcárias que o tornam rígido como uma
ar...
 Corpo dividido em cabeça, tórax e abdome
ou em cefalotórax e abdome
 Possuem 5 pares de apêndices, 2 pares de
antenas n...
 O exoesqueleto dos crustáceos é enriquecido
com carbonato de cálcio. Por baixo do
tegumento existem glândulas tegumentar...
A nutrição ocorre de forma extracelular
através de um tubo digestório completo
Grande parte dos representantes são
filtr...
 O sistema circulatório dos crustáceos é
aberto e bastante parecido com o dos
quelicerados. O coração varia desde um tubo...
 A amônia é a principal excreta nitrogenada.
As glândulas responsáveis pela excreção são
as glândulas antenais, ou glându...
 Sistema Nervoso: centralizado ganglionar ventral
 Possuem como estruturas sensoriais como os
estatocistos, olhos propri...
 A maioria dos crustáceos são dióicos, embora existam
espécies hermafroditas como a Craca
 O macho dispõe de vários apên...
 O consumo de crustáceos pela população
aumentou, pois ele trás vários benefícios para a
saúde, por conter baixo teor de ...
 Os crustáceos, em seus mais diversos tipos,
têm uma grande atenção para os setores
culinários em todo o mundo. Além de s...
 As espécies da Classe
Malacostraca caracterizam-se por possuir um
tórax composto por oito segmentos e o abdômen
por seis...
 A Classe Brachiopoda reúne crustáceos
pequenos, em geral com menos de um
centímetro de comprimento. Esses diminutos
anim...
A Classe Copepoda também é
constituída por espécies planctônicas de
tamanho pequeno, mas nesse caso o
corpo é geralmente ...
A Classe Ostracoda pertencem seres
milimétricos cujo corpo está totalmente
incluso numa carapaça bivalve.
 A Classe Cirripedia inclui crustáceos presos
ao substrato como as cracas. Finalmente, um
número restrito de espécies com...
Crustáceos slide
Crustáceos slide
Crustáceos slide
Crustáceos slide
Crustáceos slide
Crustáceos slide
Crustáceos slide
Crustáceos slide
Crustáceos slide
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Crustáceos slide

4.851 visualizações

Publicada em

Crustáceos

Publicada em: Design
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.851
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2.219
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
183
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Crustáceos slide

  1. 1.  Composição do exoesqueleto quitinoso, que é em geral impregnado de substâncias calcárias que o tornam rígido como uma armadura  Artrópodes de hábitos aquáticos, sendo a maioria marinha. Entre as poucas espécies de terra firme, destacam-se os tatuzinhos-de- jardim, os tatuzinhos-de-praia e as baratas- de-praia
  2. 2.  Corpo dividido em cabeça, tórax e abdome ou em cefalotórax e abdome  Possuem 5 pares de apêndices, 2 pares de antenas na região cefálica, que é característica distintiva destes animais. Possuem um tronco segmentado e um télson na região terminal, portador de um ânus. Em muitos crustáceos o tórax está coberto por uma carapaça dorsal.
  3. 3.  O exoesqueleto dos crustáceos é enriquecido com carbonato de cálcio. Por baixo do tegumento existem glândulas tegumentares e cromatóforos.  São animais nadadores, e a natação é promovida pelo movimento dos apêndices. Algumas espécies são rastejadoras, pois possuem os apêndices pesados, que se adaptaram para rastejas e cavar.
  4. 4. A nutrição ocorre de forma extracelular através de um tubo digestório completo Grande parte dos representantes são filtradores, alimentando-se de plâncton e detritos. Este tipo de alimentação envolve cerdas, ao invés de cílios.
  5. 5.  O sistema circulatório dos crustáceos é aberto e bastante parecido com o dos quelicerados. O coração varia desde um tubo longo até uma vesícula esférica, localizada na região dorsal do tórax. O sangue possui células fagocíticas como amebócitos e granulosos que participam na coagulação. As trocas gasosas são realizadas por brânquias
  6. 6.  A amônia é a principal excreta nitrogenada. As glândulas responsáveis pela excreção são as glândulas antenais, ou glândulas verdes. Alguns experimentos mostram que as brânquias ajudam na excreção da amônia. As brânquias são os principais órgãos para a manutenção osmótica.  Possuem nefrócitos (células que recolhem e acumulam partículas de excreção) nos eixos das brânquias e base das pernas.
  7. 7.  Sistema Nervoso: centralizado ganglionar ventral  Possuem como estruturas sensoriais como os estatocistos, olhos proprioceptores, receptores táteis e quimiorreceptores. Os olhos são de dois tipos: medianos e compostos. O mediano é característico da larva e pode ou não persistir no adulto. Os ocelos são compostos de células fotorreceptoras. O olho mediano serve para orientação. Os adultos têm 2 olhos compostos na região lateral da cabeça. Algumas espécies não possuem olhos compostos.
  8. 8.  A maioria dos crustáceos são dióicos, embora existam espécies hermafroditas como a Craca  O macho dispõe de vários apêndices modificados para segurar a fêmea. Em algumas espécies os espermatozóides são aflagelados e imóveis, e em outras são transmitidos por espermatóforos. Algumas fêmeas podem possuir um receptáculo seminal. Em geral as fêmeas incubam os ovos em apêndices ou em câmaras incubadoras (sacos ovígeros). Os ovos são centrolécitos, possuem desenvolvimento indireto e, na maioria dos casos, mais de um tipo de larva.
  9. 9.  O consumo de crustáceos pela população aumentou, pois ele trás vários benefícios para a saúde, por conter baixo teor de lipídios e calorias. É uma fonte muito grande proteínas, reduzindo assim futuros problemas cardiovasculares.  Os crustáceos possuem uma substância que é a quitina, que ajuda na absorção de gordura e colesterol. Sendo essa mesma, capaz de diminuir o colesterol ruim (Colesterol LDL), e aumenta o colesterol bom (Colesterol HDL)
  10. 10.  Os crustáceos, em seus mais diversos tipos, têm uma grande atenção para os setores culinários em todo o mundo. Além de seu valor nutricional, onde é servido em restaurantes apreciadores de frutos o mar, praias, ou coisas semelhantes próximos à facilidade do consumo dos mesmos, vale lembrar que inúmeras famílias são sustentadas através da captura desses bichos. Caranguejos, siris, lagostas e camarões, são dos mais apreciados pela culinária.
  11. 11.  As espécies da Classe Malacostraca caracterizam-se por possuir um tórax composto por oito segmentos e o abdômen por seis segmentos. Crustáceos bastante conhecidos como os siris, caranguejos, camarões e tatuzinhos de jardim pertencem a essa classe, o que deixa claro que animais consideravelmente diferentes compõem esse grade grupo. A nutrição, por exemplo, é um aspecto bastante diverso entre os malacostracos. Alguns como os siris são predadores, outros são filtradores como os camarões.
  12. 12.  A Classe Brachiopoda reúne crustáceos pequenos, em geral com menos de um centímetro de comprimento. Esses diminutos animais com formas de corpo variadas, são planctônicos, possuindo uma carapaça mais espessa na região do tronco.
  13. 13. A Classe Copepoda também é constituída por espécies planctônicas de tamanho pequeno, mas nesse caso o corpo é geralmente cilíndrico. É interessante notar que cerca de vinte e cinco por cento dos copépodes são parasitas de peixes, aderindo-se às brânquias ou à pele do animal.
  14. 14. A Classe Ostracoda pertencem seres milimétricos cujo corpo está totalmente incluso numa carapaça bivalve.
  15. 15.  A Classe Cirripedia inclui crustáceos presos ao substrato como as cracas. Finalmente, um número restrito de espécies compõe a Classe Rimipedia. Acredita-se que esses crustáceos são os que guardam maiores semelhanças com os ancestrais do grupo. São animais encontrados em cavernas submarinas das Bahamas e das Ilhas Canárias, que possuem corpo alongado, com os vários apêndices muito similares

×