Nematelmintos

210 visualizações

Publicada em

Algumas falhas como por exemplo no slide 10 que tem uma foto de minhoca invés de lombriga, e no slide 15 que contem a foto de um Platelminto, infelizmente erros acontecem, mas não deixou de ser uma boa apresentação.
Ocorreu alguns problemas por estresse e nervosismo. Estresse principalmente por eu ter perdido o pen drive apos ter saído da lan house, e no meu PC só tinha os 10 primeiros slides prontos. Mas 1 dia antes da apresentação fomos de novo na LAN e conseguimos terminar a tempo o/
Se não fosse a Ana Márcia pra fazer os 10 últimos slide eu estaria perdido, porque eu tava com uma puta falta de vontade.
Não posso esquecer da contribuição dos outros participantes presentes no último slide que puderam ajudar financeiramente $$$$.
Infelizmente meu computador não está muito bom e tivemos que recorrer a algumas horinhas na lan house kkkk
Foi divertida a apresentação, todos falaram super bem, eu estava contando com isso. Obrigado a todos!!
Agradecimentos a Profª. Patricia Cavalcante e as meninas do Pibid (Adriane & Bianca) que ministraram a apresentação.
No próximo trabalho prometemos nao demorar tanto kkkk

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
210
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
12
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Nematelmintos

  1. 1. Nematelmintos Lombriga (Ascaris lumbricoides) Escola Estadual Maria Calderaro – 3° Ano 1 Ancylostoma duodenale Microfilária (Wuchereria bancrofti) Larva de Strongyloides stercoralis 00 Necator Americanus
  2. 2. 01 Diferenças Platelmintos e Nematelmintos -“Verme em formato achatado” -Triblásticos acelomados -Excreção via Células-Flama -Tubo digestório incompleto (ou ausente, no caso das tênias) -“Verme em forma de fio” -Triblásticos pseudocelomados -Excreção via Tubos em H -Tubo digestório completo Gustavo
  3. 3. Embriologia 02 São animais triblásticos (possuem os 3 folhetos germinativos: ectoderme,  mesoderme e endoderme), pseudocelomados (cavidade do corpo é delimitada pelos tecidos da mesoderme e tecidos da endoderme), protostômios  (quando o blastóporo dá origem à boca) e possuem simetria bilateral. Ana Márcia
  4. 4. Musculatura 03 A musculatura dos nematódeos é composta por uma única camada de células que se distribui longitudinalmente pelo corpo. Essa musculatura lisa é responsável pelos movimentos desses animais. Provocam flexões dorsoventrais. A movimentação também vai depender da elasticidade da cutícula e do esqueleto hidrostático, líquido presente no pseudoceloma. Ana Márcia
  5. 5. Tegumento e Respiração Difusão Tegumento: O corpo desses vermes é coberto por uma cutícula protetora muito resistente, produzida pela epiderme, composta principalmente de colágeno. Essa cutícula protege contra as enzimas produzidas pelo sistema digestório do organismo hospedeiro. A epiderme é composta por uma camada de células simples. Respiração: Os nematódeos não possuem sistema respiratório, e a respiração é cutânea ou tegumentar, feita através de difusão. 04 Ana Márcia
  6. 6. Sistema Digestório Os nematódeos são os primeiros animais a apresentarem sistema digestório completo, ou seja, possuem boca e ânus. A boca possui lábios ao redor. Esses lábios possuem papilas sensoriais, dentes ou placas cortantes. Os parasitas alimentam-se de produtos pré- digeridos pelo hospedeiro, mas há também espécies fitófagas e carnívoras. 05 Estrutura interna do macho de lombriga. Ana Márcia
  7. 7. Circulação Não possuem sistema circulatório. A circulação de gases, nutrientes e substâncias tóxicas é feita pelo pseudoceloma. 06 Ana Márcia
  8. 8. Possuem uma célula especializada, com um formato que lembra a letra H. Possuem dois canais longitudinais, que percorrem a lateral do corpo do verme, unidas por um canal transversal, que emite um ducto que elimina excretas pelo poro excretor. A principal excreta desses animais é a amônia. Sistema Excretor 07 Ana Márcia
  9. 9. Sistema Nervoso Possuem dois cordões nervosos que percorrem o corpo do animal, ventral ou longitudinalmente. Da faringe partem os cordões nervosos. O cordão nervoso dorsal é responsável pela função motora, enquanto a ventral é sensorial e motora, sendo considerada a mais importante. 08 Ana Márcia
  10. 10. Espermatozoide ameboide Sistema Reprodutório São animais dióicos, em sua grande maioria, possuem sexos separados. Apresentam  dimorfismo sexual. 09 Ana Márcia
  11. 11. Ascaridíase (Lombriga) É uma verminose causada por um parasita chamado Ascaris lumbricoides. É a verminose intestinal humana mais disseminada no mundo. A contaminação acontece ocorre quando há ingestão dos ovos infectados do parasita, que podem ser encontrados no solo, água ou alimentos contaminados por fezes humanas. O único reservatório é o homem. Se os ovos encontram um meio favorável, podem contaminar durante vários anos. 10 Jackellyne
  12. 12. . Ancylostoma duodenale Necator Americanus A ancilostomose é uma helmintíase que pode ser causada tanto pelo Ancylostoma duodenale como pelo Necator americanus. Ambos são vermes nematelmintes (asquelmintes), de pequenas dimensões, medindo entre 1 e 1,5 cm. A doença pode também ser conhecida popularmente como "amarelão", "doença do jeca-tatu", "mal-da-terra", "anemia-dos-mineiros, "opilação", etc. Ancilostomose 11 Gustavo
  13. 13. Wuchereria bancrofti    A Wuchereria bancrofti é um nematoide do grupo dos Filarídeos, os quais tem como habitat o sistema circulatório e linfático do seu hospedeiro. Os adultos machos e fêmeas se localizam nos grandes troncos e vasos linfáticos, tais como os axilares, inguinais, pélvicos e abdominais, formando novelos que geram embaraço na circulação de drenagem linfática. Os adultos são vermes alongados, de cutícula lisa, com esôfago muscular e glandular 12 Gustavo
  14. 14. Filariose-Elefantíase Está é uma doença bastante grave que causa deformação em diversas parte do corpo mas concentram-se principalmente nos membros. O inchaço se dá devido ao agente causador Wuchereria bancrofti se alojar nos vasos linfáticos obstruindo assim a linfa o que provoca inchaço. 13 Vanderson
  15. 15. Oxyurus vermicularis Oxyrus Vermicularis são vermes nematódeos com menos de 15mm de comprimento e que parasitam o intestino humano. Os vermes adultos vivem no intestino grosso e, após a cópula, o macho é eliminado. As fêmeas fecundadas não fazem oviposição no intestino e têm seu útero abarrotado com aproximadamente 11.000 ovos. 14 Gustavo Enterobius vermicularis
  16. 16. Strongyloides stercoralis Strogyloides é um gênero de parasitas do sistema gastro- intestinal. A espécie Strongyloides stercoralis parasita o homem e causa uma doença chamada estrongiloidíase. 15 Gustavo
  17. 17. Ascaridíase-Lombriga 16 Henrique
  18. 18. Ancilostomose-Amarelão O seu  Agente etiológico: Ancylostoma duodenale, e assim como a lombriga não possui hospedeiro intermediário sendo o homem seu único hospedeiro. O ancilostoma se aloja no intestino delgado provocando hemorragias e feridas que levam o infectado a um quadro de anemia fazendo com que a pessoa fique com uma coloração amarela, daí vem o nome amarelão. 17 Rodrigo
  19. 19. Características dos Nematelmintos Os nematelmintos possuem uma ampla cavidade cheia de líquido entre o tubo digestivo e a parede corporal. Serve como “esqueleto hidrostático”, que mantém a forma do animal e proporciona alguma sustentação. O líquido que ocupa a cavidade corporal permite a distribuição de várias substâncias, como nutrientes, resíduos e gases. 18 Rodrigo
  20. 20. Bicho-geográfico-Larva migrans cutânea Transmitida pelo parasita Ancylostoma brasiliense. Parasita do intestino de gatos e cães. Os ovos eclodem na areia e podem penetrar na pele humana sem, contudo atingir a circulação. A larva provoca lesão de contorno irregular, semelhante a um mapa. 19 Rodrigo
  21. 21. Discentes: O b r Ana Márcia Maia……...Nº 02 Gustavo Costa……….….Nº 08 Henrique Pontes……...Nº 09 Jackellyne Sicsu……...Nº 11 Rodrigo Batista………..Nº 26 Vanderson Kisney…..Nº 35 X

×