SlideShare uma empresa Scribd logo
Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013
FARMACOVIGILÂNCIA
Curso para força de Vendas da Indústria Farmacêutica,
consumidores de medicamentos e população em geral
Utilidade Pública
Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013
Introdução e Importância
Nenhum medicamento é 100% seguro
Os estudos ( fases 1,2 e 3) não conseguem determinar todas as possíveis reações.
Farmacovigilância
Identifica REAÇÕES raras e verifica FREQUÊNCIA de ocorrência das reações ATUALIZANDO bula
Cumprimento de OBRIGAÇÕES éticas e legais, contribuindo para a IMAGEM da empresa.
Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013
Risco e Proteção A
farmacovigilância
Minimiza o RISCO
dos
medicamentos
....e
PROTEGE o
paciente e a
imagem da
empresa
Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013
Objetivos
Saber reconhecer um evento adverso
Saber como notificar os eventos em até 24 horas.
Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013
Política ideal para a empresa
Quem: Todos os colaboradores da empresa farmacêutica ( efetivos,estagiários e terceirizados ).
O quê: Notificação de eventos adversos em até 24 HORAS.
Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013
O caso Talidomida
1960: Medicamentos usado por mulheres grávidas.
Mais de 4000 bebês nascidos com problemas congênitos.
Depois deste episódio a FARMACOVIGILÂNCIA vem ganhando força!
Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013
O caso Talidomida
Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013
Veja o que a Farmacovigilância pode evitar...
“ Empresa que produzia lidocaina é interditada!”
“ Anvisa pode proibir venda de Anfetaminas”.
“Suspensa a venda de vacinas para hepatite B”.
“Confiança abalada: Medicamento Neo Zinc é proibido no país”.
“Justiça americana julga o primeiro caso de morte por Vioxx”.
“Revista acusa Merck de esconder os riscos de Vioxx”
Anvisa suspende comércio de Tylenol por problemas em embalagens
Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013
Risco e Proteção EVENTO ADVERSO
É uma ocorrência
clinica
temporalmente
associada ao uso de
um medicamento
Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013
Reações ou Sintomas Desfavoráveis
Paciente engordou ao tomar o medicamento
Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013
Falta de Eficácia
O medicamento não funcionou
Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013
Piora da doença
Ao invés de melhorar, a depressão piourou/ agravou.
Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013
Exames alterados
O paciente ficou com anêmia ( diminuiçao das emácias ).
Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013
Superdosagem
O paciente tomou por acidente o frasco inteiro do produto.
Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013
Má administração
A vacina via oral foi aplicada como injeção
Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013
Interação Medicamentosa
O paciente teve diarréia ao tomar dois medicamentos juntos.
Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013
Benefícios Inesperados
Ao tomar um remédio para depressão a vontade de fumar diminui.
Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013
Gravidez
Mulher usou determinado medicamento durante a gravidez
Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013
Anomalia Congênita
Pessoa nasce com defeitos originados durante a gestação.
Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013
Exposição pelo leite materno
Mulher uso um determinado produto durante a amamentação.
Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013
Morte
Paciente morreu durante o uso da medicação
Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013
Reclamações de Produto
A suspensão estava com um gosto ruim, e a criança vomitou.
Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013
Você deve notificar mesmo se:
Você acha que não tem relação com o medicamento.
Já esteja na bula.
Tenha sido leve e sem importância.
Tenha resolvido rapidamente.
Tenha acontecido há muito tempo.
Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013
A notificação do Evento Adverso
Ao saber de um evento adverso, diga que a empresa tem um departamento de
FARMACOVIGILÂNCIA.
E que você gostaria de coletar algumas informações.
Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013
Informações Necessárias
Veja como é fácil notificar:
1. Nome ou iniciais do paciente
2. Descrição dos sintomas
3. Nome do produto
4. Nome e telefone
Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013
Prazo de notificação
24 horas
Mesmo em
Final de semana
E feriados
Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013
Contatos para notificação
Ver o número do Serviço de atendimento ao cliente na caixa do medicamento.
Website da empresa
Paginas de relacionamento como Facebook e Twitter.
Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013
Atenção Você sabia que a
informação de
evento adverso que
você recebe é muito
importante? Ela é muito
importante porque é
baseada num
DIAGNÓSTICO
CLINICO
Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013
Atenção força de vendas e consumidores
Ao notificar os eventos adversos você contribui para que a empresa tenha produtos cada vez mais
SEGUROS além de demonstrar CREDIBILIDADE para o médico.
Acompanhamento das notificações:
Contato com a FARMACOVIGILÂNCIA com o médico
Solicitação de trabalhos publicados sobre o assunto ( Serviços de Informações Médicas )
Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013
Atenção Se o médico comentar sobre um
evento adverso,sempre pergunte se
tem um paciente envolvido.Em caso
positivo notifique imediatamente
É muito fácio
notificar! Basta ligar
para o SAC da
empresa mesmo que
tenha poucas
informações.
Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013
Fluxograma como notificar
http://www.cvs.saude.sp.gov.br/apresentacao.asp?te_codigo=22
Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013
Dicas
Usar o medicamento
sempre no mesmo horário
que solicitado pelo
médico.
Manter o medicamento
sempre no mesmo local
longe do alcance das
crianças e com fácil
acesso.
Respeitar a temperatura
ambiente do
medicamento.
Manusear o medicamento
apenas na hora de tomar.
Manter boa higienização
das mãos antes do tomar
o medicamento.
Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013
Dicas importantes
Se o médico não tem tempo de passar as informações do evento adverso durante a visita, o
que você faz?
Resposta: Tente conseguir o máximo de informação possível para notificar o evento e cumprir o
prazo de 24 horas.Não deixe para pegar as informações somente na próxima visita.
Qual a informação mínima necessária para relatar um evento adverso?
Resposta: Nome ou iniciais do paciente ( não é obrigatório ),sintomas apresentados e produto
utilizado.
Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013
Atenção Obrigado!!!
Sua participação é
fundamental para a
condução da
FARMACOVIGILANCIA e
poderá ajudar outros
pacientes.
Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013
Referência

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Atenã ã o farmaceutica e farmacia clinica -implantaã_ao na farmacia hospitalar
Atenã ã o farmaceutica e farmacia clinica -implantaã_ao na farmacia hospitalarAtenã ã o farmaceutica e farmacia clinica -implantaã_ao na farmacia hospitalar
Atenã ã o farmaceutica e farmacia clinica -implantaã_ao na farmacia hospitalar
Rodrigo Xavier
 
Sistema de Distribuição de medicamentos
Sistema de Distribuição de medicamentosSistema de Distribuição de medicamentos
Sistema de Distribuição de medicamentos
Jose Carlos
 
Farmacia Hospitalar Introducao
Farmacia Hospitalar IntroducaoFarmacia Hospitalar Introducao
Farmacia Hospitalar Introducao
Jose Carlos
 
Erros de Medicação - Marcelo Polacow
Erros de Medicação - Marcelo PolacowErros de Medicação - Marcelo Polacow
Erros de Medicação - Marcelo Polacow
Marcelo Polacow Bisson
 
13 30 Lorenzo Bandeira Cuidado Farmac%E Autico A Pacientes Hipertensos E Di...
13 30 Lorenzo Bandeira   Cuidado Farmac%E Autico A Pacientes Hipertensos E Di...13 30 Lorenzo Bandeira   Cuidado Farmac%E Autico A Pacientes Hipertensos E Di...
13 30 Lorenzo Bandeira Cuidado Farmac%E Autico A Pacientes Hipertensos E Di...
Jose Eduardo
 
Âmbito Farmacêutico: Atividades que o farmacêutico pode desenvolver
Âmbito Farmacêutico: Atividades que o farmacêutico pode desenvolverÂmbito Farmacêutico: Atividades que o farmacêutico pode desenvolver
Âmbito Farmacêutico: Atividades que o farmacêutico pode desenvolver
Marcelo Polacow Bisson
 
ATENÇÃO FARMACÊUTICA NA HIPERTENSÃO ARTERIAL
ATENÇÃO FARMACÊUTICA NA HIPERTENSÃO ARTERIALATENÇÃO FARMACÊUTICA NA HIPERTENSÃO ARTERIAL
ATENÇÃO FARMACÊUTICA NA HIPERTENSÃO ARTERIAL
Marcelo Sacavem
 
Prescrição farmacêutica
Prescrição farmacêuticaPrescrição farmacêutica
Prescrição farmacêutica
farmaefarma
 
Farmácia clínica
Farmácia clínicaFarmácia clínica
Farmácia clínica
Francisco de Paula Forni
 
Prescrição Farmacêutica
Prescrição FarmacêuticaPrescrição Farmacêutica
Prescrição Farmacêutica
Rinaldo Ferreira
 
Serviço clínico farmacêutico aplicado à homeopatia
Serviço clínico farmacêutico aplicado à homeopatiaServiço clínico farmacêutico aplicado à homeopatia
Serviço clínico farmacêutico aplicado à homeopatia
Rinaldo Ferreira
 
Barreiras de segurança no processo de medicação unidade internação
Barreiras de segurança no processo de medicação   unidade internaçãoBarreiras de segurança no processo de medicação   unidade internação
Barreiras de segurança no processo de medicação unidade internação
Arquivo-FClinico
 
Experiências em Farmácia Clínica
Experiências  em Farmácia ClínicaExperiências  em Farmácia Clínica
Experiências em Farmácia Clínica
Sandra Brassica
 
Automação aplicada à gestão em farmácia hospitalar
Automação aplicada à gestão em farmácia hospitalarAutomação aplicada à gestão em farmácia hospitalar
Automação aplicada à gestão em farmácia hospitalar
Adriano Heitz Nascimento
 
Seguranca do Paciente - Medicamentos
Seguranca do Paciente - MedicamentosSeguranca do Paciente - Medicamentos
Seguranca do Paciente - Medicamentos
Emmanuel Souza
 
Medicamentos de atenção especial
Medicamentos de atenção especialMedicamentos de atenção especial
Medicamentos de atenção especial
Arquivo-FClinico
 
Declaração de Serviços Farmacêuticos modelo fernando calais 2014
Declaração de Serviços Farmacêuticos modelo fernando calais 2014Declaração de Serviços Farmacêuticos modelo fernando calais 2014
Declaração de Serviços Farmacêuticos modelo fernando calais 2014
Fernando Amaral de Calais
 
4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas - Dr. Rinaldo Ferreira - Manejo de Tr...
4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas - Dr. Rinaldo Ferreira - Manejo de Tr...4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas - Dr. Rinaldo Ferreira - Manejo de Tr...
4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas - Dr. Rinaldo Ferreira - Manejo de Tr...
farmaefarma
 
Perspectivas Futuras para a profissão farmacêutica no Brasil
Perspectivas Futuras para a profissão farmacêutica no BrasilPerspectivas Futuras para a profissão farmacêutica no Brasil
Perspectivas Futuras para a profissão farmacêutica no Brasil
Marcelo Polacow Bisson
 
Prescrição Farmacêutica Especialização UNIVALI Serviços RINALDO
Prescrição Farmacêutica Especialização UNIVALI Serviços RINALDOPrescrição Farmacêutica Especialização UNIVALI Serviços RINALDO
Prescrição Farmacêutica Especialização UNIVALI Serviços RINALDO
farmaefarma
 

Mais procurados (20)

Atenã ã o farmaceutica e farmacia clinica -implantaã_ao na farmacia hospitalar
Atenã ã o farmaceutica e farmacia clinica -implantaã_ao na farmacia hospitalarAtenã ã o farmaceutica e farmacia clinica -implantaã_ao na farmacia hospitalar
Atenã ã o farmaceutica e farmacia clinica -implantaã_ao na farmacia hospitalar
 
Sistema de Distribuição de medicamentos
Sistema de Distribuição de medicamentosSistema de Distribuição de medicamentos
Sistema de Distribuição de medicamentos
 
Farmacia Hospitalar Introducao
Farmacia Hospitalar IntroducaoFarmacia Hospitalar Introducao
Farmacia Hospitalar Introducao
 
Erros de Medicação - Marcelo Polacow
Erros de Medicação - Marcelo PolacowErros de Medicação - Marcelo Polacow
Erros de Medicação - Marcelo Polacow
 
13 30 Lorenzo Bandeira Cuidado Farmac%E Autico A Pacientes Hipertensos E Di...
13 30 Lorenzo Bandeira   Cuidado Farmac%E Autico A Pacientes Hipertensos E Di...13 30 Lorenzo Bandeira   Cuidado Farmac%E Autico A Pacientes Hipertensos E Di...
13 30 Lorenzo Bandeira Cuidado Farmac%E Autico A Pacientes Hipertensos E Di...
 
Âmbito Farmacêutico: Atividades que o farmacêutico pode desenvolver
Âmbito Farmacêutico: Atividades que o farmacêutico pode desenvolverÂmbito Farmacêutico: Atividades que o farmacêutico pode desenvolver
Âmbito Farmacêutico: Atividades que o farmacêutico pode desenvolver
 
ATENÇÃO FARMACÊUTICA NA HIPERTENSÃO ARTERIAL
ATENÇÃO FARMACÊUTICA NA HIPERTENSÃO ARTERIALATENÇÃO FARMACÊUTICA NA HIPERTENSÃO ARTERIAL
ATENÇÃO FARMACÊUTICA NA HIPERTENSÃO ARTERIAL
 
Prescrição farmacêutica
Prescrição farmacêuticaPrescrição farmacêutica
Prescrição farmacêutica
 
Farmácia clínica
Farmácia clínicaFarmácia clínica
Farmácia clínica
 
Prescrição Farmacêutica
Prescrição FarmacêuticaPrescrição Farmacêutica
Prescrição Farmacêutica
 
Serviço clínico farmacêutico aplicado à homeopatia
Serviço clínico farmacêutico aplicado à homeopatiaServiço clínico farmacêutico aplicado à homeopatia
Serviço clínico farmacêutico aplicado à homeopatia
 
Barreiras de segurança no processo de medicação unidade internação
Barreiras de segurança no processo de medicação   unidade internaçãoBarreiras de segurança no processo de medicação   unidade internação
Barreiras de segurança no processo de medicação unidade internação
 
Experiências em Farmácia Clínica
Experiências  em Farmácia ClínicaExperiências  em Farmácia Clínica
Experiências em Farmácia Clínica
 
Automação aplicada à gestão em farmácia hospitalar
Automação aplicada à gestão em farmácia hospitalarAutomação aplicada à gestão em farmácia hospitalar
Automação aplicada à gestão em farmácia hospitalar
 
Seguranca do Paciente - Medicamentos
Seguranca do Paciente - MedicamentosSeguranca do Paciente - Medicamentos
Seguranca do Paciente - Medicamentos
 
Medicamentos de atenção especial
Medicamentos de atenção especialMedicamentos de atenção especial
Medicamentos de atenção especial
 
Declaração de Serviços Farmacêuticos modelo fernando calais 2014
Declaração de Serviços Farmacêuticos modelo fernando calais 2014Declaração de Serviços Farmacêuticos modelo fernando calais 2014
Declaração de Serviços Farmacêuticos modelo fernando calais 2014
 
4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas - Dr. Rinaldo Ferreira - Manejo de Tr...
4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas - Dr. Rinaldo Ferreira - Manejo de Tr...4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas - Dr. Rinaldo Ferreira - Manejo de Tr...
4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas - Dr. Rinaldo Ferreira - Manejo de Tr...
 
Perspectivas Futuras para a profissão farmacêutica no Brasil
Perspectivas Futuras para a profissão farmacêutica no BrasilPerspectivas Futuras para a profissão farmacêutica no Brasil
Perspectivas Futuras para a profissão farmacêutica no Brasil
 
Prescrição Farmacêutica Especialização UNIVALI Serviços RINALDO
Prescrição Farmacêutica Especialização UNIVALI Serviços RINALDOPrescrição Farmacêutica Especialização UNIVALI Serviços RINALDO
Prescrição Farmacêutica Especialização UNIVALI Serviços RINALDO
 

Destaque

Farmacovigilancia
FarmacovigilanciaFarmacovigilancia
Farmacovigilancia
UGC Farmacia Granada
 
Aula 1 Farmacovigilância Introdução, conceitos, dados estatísticos
Aula 1 Farmacovigilância   Introdução, conceitos, dados estatísticosAula 1 Farmacovigilância   Introdução, conceitos, dados estatísticos
Aula 1 Farmacovigilância Introdução, conceitos, dados estatísticos
Centro de Referência e Treinamento em DST/Aids
 
Farmacovigilancia
FarmacovigilanciaFarmacovigilancia
Programa nacional de farmacovigilancia
Programa nacional de farmacovigilanciaPrograma nacional de farmacovigilancia
Programa nacional de farmacovigilancia
yabpink
 
Farmacovigilancia
FarmacovigilanciaFarmacovigilancia
Farmacovigilancia
Camilo Beleño
 
Aula 2 Farmacovigilância
Aula 2 Farmacovigilância Aula 2 Farmacovigilância
Farmacovigilancia
FarmacovigilanciaFarmacovigilancia
Farmacovigilancia
Daniela Garcia
 
Puntos críticos de la atención sanitaria en seguridad del medicamento: transv...
Puntos críticos de la atención sanitaria en seguridad del medicamento: transv...Puntos críticos de la atención sanitaria en seguridad del medicamento: transv...
Puntos críticos de la atención sanitaria en seguridad del medicamento: transv...
Rafael Bravo Toledo
 
20140426 notificacao espontanea ram utentes_sf_vs02
20140426 notificacao espontanea ram utentes_sf_vs0220140426 notificacao espontanea ram utentes_sf_vs02
20140426 notificacao espontanea ram utentes_sf_vs02
asbfreitas
 
Farmacovigilancia. Pharmacovigilance System Master File. Good Vigilance Pract...
Farmacovigilancia. Pharmacovigilance System Master File. Good Vigilance Pract...Farmacovigilancia. Pharmacovigilance System Master File. Good Vigilance Pract...
Farmacovigilancia. Pharmacovigilance System Master File. Good Vigilance Pract...
Azierta
 
Pesquisa Clínica e Registro de novos medicamentos - Renato Porto
Pesquisa Clínica e Registro de novos medicamentos - Renato Porto Pesquisa Clínica e Registro de novos medicamentos - Renato Porto
Pesquisa Clínica e Registro de novos medicamentos - Renato Porto
Oncoguia
 
Pharmapro Presentacion Farmacovigilancia
Pharmapro Presentacion FarmacovigilanciaPharmapro Presentacion Farmacovigilancia
Pharmapro Presentacion Farmacovigilancia
guest8bdf9d
 
Eval 1 continued
Eval 1 continuedEval 1 continued
Eval 1 continued
Dee'Dee Monroe
 
Distance learning savchenko
Distance learning savchenkoDistance learning savchenko
Distance learning savchenko
Ruslana Shamanska
 
13th February 2017 - The bible - Book of Malachi
13th February 2017  - The bible - Book of Malachi13th February 2017  - The bible - Book of Malachi
13th February 2017 - The bible - Book of Malachi
Thorn Group Pvt Ltd
 
Genkiphonicsposters
GenkiphonicspostersGenkiphonicsposters
Genkiphonicsposters
Ruslana Shamanska
 
Virtual coach
Virtual coachVirtual coach
Virtual coach
Andrea Vera Vilatuña
 
A escritora dos finais felizes
A escritora dos finais felizesA escritora dos finais felizes
A escritora dos finais felizes
Adriana Sales Zardini
 
Homedata Reco
Homedata RecoHomedata Reco
Homedata Reco
Prasad Chaubal, PMP
 
Lobbo 2015
Lobbo   2015Lobbo   2015
Lobbo 2015
Mariana de Barros
 

Destaque (20)

Farmacovigilancia
FarmacovigilanciaFarmacovigilancia
Farmacovigilancia
 
Aula 1 Farmacovigilância Introdução, conceitos, dados estatísticos
Aula 1 Farmacovigilância   Introdução, conceitos, dados estatísticosAula 1 Farmacovigilância   Introdução, conceitos, dados estatísticos
Aula 1 Farmacovigilância Introdução, conceitos, dados estatísticos
 
Farmacovigilancia
FarmacovigilanciaFarmacovigilancia
Farmacovigilancia
 
Programa nacional de farmacovigilancia
Programa nacional de farmacovigilanciaPrograma nacional de farmacovigilancia
Programa nacional de farmacovigilancia
 
Farmacovigilancia
FarmacovigilanciaFarmacovigilancia
Farmacovigilancia
 
Aula 2 Farmacovigilância
Aula 2 Farmacovigilância Aula 2 Farmacovigilância
Aula 2 Farmacovigilância
 
Farmacovigilancia
FarmacovigilanciaFarmacovigilancia
Farmacovigilancia
 
Puntos críticos de la atención sanitaria en seguridad del medicamento: transv...
Puntos críticos de la atención sanitaria en seguridad del medicamento: transv...Puntos críticos de la atención sanitaria en seguridad del medicamento: transv...
Puntos críticos de la atención sanitaria en seguridad del medicamento: transv...
 
20140426 notificacao espontanea ram utentes_sf_vs02
20140426 notificacao espontanea ram utentes_sf_vs0220140426 notificacao espontanea ram utentes_sf_vs02
20140426 notificacao espontanea ram utentes_sf_vs02
 
Farmacovigilancia. Pharmacovigilance System Master File. Good Vigilance Pract...
Farmacovigilancia. Pharmacovigilance System Master File. Good Vigilance Pract...Farmacovigilancia. Pharmacovigilance System Master File. Good Vigilance Pract...
Farmacovigilancia. Pharmacovigilance System Master File. Good Vigilance Pract...
 
Pesquisa Clínica e Registro de novos medicamentos - Renato Porto
Pesquisa Clínica e Registro de novos medicamentos - Renato Porto Pesquisa Clínica e Registro de novos medicamentos - Renato Porto
Pesquisa Clínica e Registro de novos medicamentos - Renato Porto
 
Pharmapro Presentacion Farmacovigilancia
Pharmapro Presentacion FarmacovigilanciaPharmapro Presentacion Farmacovigilancia
Pharmapro Presentacion Farmacovigilancia
 
Eval 1 continued
Eval 1 continuedEval 1 continued
Eval 1 continued
 
Distance learning savchenko
Distance learning savchenkoDistance learning savchenko
Distance learning savchenko
 
13th February 2017 - The bible - Book of Malachi
13th February 2017  - The bible - Book of Malachi13th February 2017  - The bible - Book of Malachi
13th February 2017 - The bible - Book of Malachi
 
Genkiphonicsposters
GenkiphonicspostersGenkiphonicsposters
Genkiphonicsposters
 
Virtual coach
Virtual coachVirtual coach
Virtual coach
 
A escritora dos finais felizes
A escritora dos finais felizesA escritora dos finais felizes
A escritora dos finais felizes
 
Homedata Reco
Homedata RecoHomedata Reco
Homedata Reco
 
Lobbo 2015
Lobbo   2015Lobbo   2015
Lobbo 2015
 

Semelhante a Farmacovigilância 2013

Módulo i versão 2 0 final_signed_sg
Módulo i versão 2 0 final_signed_sgMódulo i versão 2 0 final_signed_sg
Módulo i versão 2 0 final_signed_sg
Diego GOmes
 
Eventos Adversos a Medicamentos-aula (1).ppt
Eventos Adversos a Medicamentos-aula (1).pptEventos Adversos a Medicamentos-aula (1).ppt
Eventos Adversos a Medicamentos-aula (1).ppt
anaadreis
 
Cartilha sobre agrotóxicos
Cartilha sobre agrotóxicosCartilha sobre agrotóxicos
Cartilha sobre agrotóxicos
Gabriel Pinto
 
Anvisa cartilha
Anvisa cartilhaAnvisa cartilha
Anvisa cartilha
Lenildo Araujo
 
Apresentacao power point_2
Apresentacao power point_2Apresentacao power point_2
Apresentacao power point_2
Rute Ribeiro
 
Eventos adversos a medicamentos
Eventos adversos a medicamentosEventos adversos a medicamentos
Eventos adversos a medicamentos
Proqualis
 
Design faz bem_saude_final
Design faz bem_saude_finalDesign faz bem_saude_final
Design faz bem_saude_final
Rafael Castro Andrade
 
Farmacologia Clínica dos MIPS
Farmacologia Clínica dos MIPSFarmacologia Clínica dos MIPS
Farmacologia Clínica dos MIPS
Tiago Sampaio
 
João Pessoa - Excelência Farmacêutica - Serviços Farmacêuticos
João Pessoa - Excelência Farmacêutica - Serviços FarmacêuticosJoão Pessoa - Excelência Farmacêutica - Serviços Farmacêuticos
João Pessoa - Excelência Farmacêutica - Serviços Farmacêuticos
Rinaldo Ferreira
 
Excelência Farmacêutica - serviços farmacêuticos João Pessoa
Excelência Farmacêutica - serviços farmacêuticos João PessoaExcelência Farmacêutica - serviços farmacêuticos João Pessoa
Excelência Farmacêutica - serviços farmacêuticos João Pessoa
farmaefarma
 
Melhorar a segurança no uso de medicação - Tópico 11_Guia Curricular da OMS
Melhorar a segurança no uso de medicação - Tópico 11_Guia Curricular da OMSMelhorar a segurança no uso de medicação - Tópico 11_Guia Curricular da OMS
Melhorar a segurança no uso de medicação - Tópico 11_Guia Curricular da OMS
Proqualis
 
Aula 2 prm
Aula 2   prmAula 2   prm
Riscos Novas Tecnologias Saúde
Riscos Novas Tecnologias SaúdeRiscos Novas Tecnologias Saúde
Riscos Novas Tecnologias Saúde
Isabella Oliveira
 
Farmácias estão vendendo remédios falsos em todo o brasil
Farmácias estão vendendo remédios falsos em todo o brasilFarmácias estão vendendo remédios falsos em todo o brasil
Farmácias estão vendendo remédios falsos em todo o brasil
Roberto Rabat Chame
 
7 passos para a implementação de serviços farmacêuticos na farmácia comunitária
7 passos para a implementação de serviços farmacêuticos na farmácia comunitária7 passos para a implementação de serviços farmacêuticos na farmácia comunitária
7 passos para a implementação de serviços farmacêuticos na farmácia comunitária
Cassyano Correr
 
Atendimento de Prescrição Médica numa Farmácia
Atendimento de Prescrição Médica numa FarmáciaAtendimento de Prescrição Médica numa Farmácia
Atendimento de Prescrição Médica numa Farmácia
dmlsnMgrllDpShyn
 
Remédios - cuidados e orientações
Remédios - cuidados e orientaçõesRemédios - cuidados e orientações
Remédios - cuidados e orientações
gcmrs
 
V4N3.pdf
V4N3.pdfV4N3.pdf
Circular Informativa Dgs
Circular Informativa DgsCircular Informativa Dgs
Circular Informativa Dgs
Mamar ao Peito
 
ANTONIO INACIO FERRAZ-ESTUDANTE DE FARMÁCIA-AGROTÓXICO.
ANTONIO INACIO FERRAZ-ESTUDANTE DE FARMÁCIA-AGROTÓXICO.ANTONIO INACIO FERRAZ-ESTUDANTE DE FARMÁCIA-AGROTÓXICO.
ANTONIO INACIO FERRAZ-ESTUDANTE DE FARMÁCIA-AGROTÓXICO.
ANTONIO INACIO FERRAZ
 

Semelhante a Farmacovigilância 2013 (20)

Módulo i versão 2 0 final_signed_sg
Módulo i versão 2 0 final_signed_sgMódulo i versão 2 0 final_signed_sg
Módulo i versão 2 0 final_signed_sg
 
Eventos Adversos a Medicamentos-aula (1).ppt
Eventos Adversos a Medicamentos-aula (1).pptEventos Adversos a Medicamentos-aula (1).ppt
Eventos Adversos a Medicamentos-aula (1).ppt
 
Cartilha sobre agrotóxicos
Cartilha sobre agrotóxicosCartilha sobre agrotóxicos
Cartilha sobre agrotóxicos
 
Anvisa cartilha
Anvisa cartilhaAnvisa cartilha
Anvisa cartilha
 
Apresentacao power point_2
Apresentacao power point_2Apresentacao power point_2
Apresentacao power point_2
 
Eventos adversos a medicamentos
Eventos adversos a medicamentosEventos adversos a medicamentos
Eventos adversos a medicamentos
 
Design faz bem_saude_final
Design faz bem_saude_finalDesign faz bem_saude_final
Design faz bem_saude_final
 
Farmacologia Clínica dos MIPS
Farmacologia Clínica dos MIPSFarmacologia Clínica dos MIPS
Farmacologia Clínica dos MIPS
 
João Pessoa - Excelência Farmacêutica - Serviços Farmacêuticos
João Pessoa - Excelência Farmacêutica - Serviços FarmacêuticosJoão Pessoa - Excelência Farmacêutica - Serviços Farmacêuticos
João Pessoa - Excelência Farmacêutica - Serviços Farmacêuticos
 
Excelência Farmacêutica - serviços farmacêuticos João Pessoa
Excelência Farmacêutica - serviços farmacêuticos João PessoaExcelência Farmacêutica - serviços farmacêuticos João Pessoa
Excelência Farmacêutica - serviços farmacêuticos João Pessoa
 
Melhorar a segurança no uso de medicação - Tópico 11_Guia Curricular da OMS
Melhorar a segurança no uso de medicação - Tópico 11_Guia Curricular da OMSMelhorar a segurança no uso de medicação - Tópico 11_Guia Curricular da OMS
Melhorar a segurança no uso de medicação - Tópico 11_Guia Curricular da OMS
 
Aula 2 prm
Aula 2   prmAula 2   prm
Aula 2 prm
 
Riscos Novas Tecnologias Saúde
Riscos Novas Tecnologias SaúdeRiscos Novas Tecnologias Saúde
Riscos Novas Tecnologias Saúde
 
Farmácias estão vendendo remédios falsos em todo o brasil
Farmácias estão vendendo remédios falsos em todo o brasilFarmácias estão vendendo remédios falsos em todo o brasil
Farmácias estão vendendo remédios falsos em todo o brasil
 
7 passos para a implementação de serviços farmacêuticos na farmácia comunitária
7 passos para a implementação de serviços farmacêuticos na farmácia comunitária7 passos para a implementação de serviços farmacêuticos na farmácia comunitária
7 passos para a implementação de serviços farmacêuticos na farmácia comunitária
 
Atendimento de Prescrição Médica numa Farmácia
Atendimento de Prescrição Médica numa FarmáciaAtendimento de Prescrição Médica numa Farmácia
Atendimento de Prescrição Médica numa Farmácia
 
Remédios - cuidados e orientações
Remédios - cuidados e orientaçõesRemédios - cuidados e orientações
Remédios - cuidados e orientações
 
V4N3.pdf
V4N3.pdfV4N3.pdf
V4N3.pdf
 
Circular Informativa Dgs
Circular Informativa DgsCircular Informativa Dgs
Circular Informativa Dgs
 
ANTONIO INACIO FERRAZ-ESTUDANTE DE FARMÁCIA-AGROTÓXICO.
ANTONIO INACIO FERRAZ-ESTUDANTE DE FARMÁCIA-AGROTÓXICO.ANTONIO INACIO FERRAZ-ESTUDANTE DE FARMÁCIA-AGROTÓXICO.
ANTONIO INACIO FERRAZ-ESTUDANTE DE FARMÁCIA-AGROTÓXICO.
 

Mais de Ts Agency

Stress e qualidade de vida no mundo coorporativo
Stress e qualidade de vida no mundo coorporativoStress e qualidade de vida no mundo coorporativo
Stress e qualidade de vida no mundo coorporativo
Ts Agency
 
Estudos Clinicos
Estudos ClinicosEstudos Clinicos
Estudos Clinicos
Ts Agency
 
O caminho do meio
O caminho do meioO caminho do meio
O caminho do meio
Ts Agency
 
Gestao e desenvolvimento de produtos e marcas fgv
Gestao e desenvolvimento de produtos e marcas fgvGestao e desenvolvimento de produtos e marcas fgv
Gestao e desenvolvimento de produtos e marcas fgv
Ts Agency
 
Coach 10 a etica da confianca
Coach 10   a etica da confiancaCoach 10   a etica da confianca
Coach 10 a etica da confianca
Ts Agency
 
Coach 9 plano de acao
Coach 9   plano de acaoCoach 9   plano de acao
Coach 9 plano de acao
Ts Agency
 
Coach 8 por que enterrar o passado
Coach 8  por que enterrar o passadoCoach 8  por que enterrar o passado
Coach 8 por que enterrar o passado
Ts Agency
 
Coach 7 revisando a bagagem de mao
Coach 7   revisando a bagagem de maoCoach 7   revisando a bagagem de mao
Coach 7 revisando a bagagem de mao
Ts Agency
 
Coach 6 a clareza do proposito
Coach 6   a clareza do propositoCoach 6   a clareza do proposito
Coach 6 a clareza do proposito
Ts Agency
 
Coach 5 a linguagem do projeto e a linguagem do
Coach 5  a linguagem do projeto e a linguagem doCoach 5  a linguagem do projeto e a linguagem do
Coach 5 a linguagem do projeto e a linguagem do
Ts Agency
 
Coach 4 interpretacao deo conceito de feedback
Coach 4   interpretacao deo conceito de feedbackCoach 4   interpretacao deo conceito de feedback
Coach 4 interpretacao deo conceito de feedback
Ts Agency
 
Coach 3 uma relacao de confianca abertura e responsabilidade
Coach 3  uma relacao de confianca abertura e responsabilidadeCoach 3  uma relacao de confianca abertura e responsabilidade
Coach 3 uma relacao de confianca abertura e responsabilidade
Ts Agency
 
Coach 2 um exercicio refinado de lideranca
Coach 2   um exercicio refinado de liderancaCoach 2   um exercicio refinado de lideranca
Coach 2 um exercicio refinado de lideranca
Ts Agency
 
Coach 1 uma ponte entre o sonho e a realizacao
Coach 1   uma ponte entre o sonho e a realizacaoCoach 1   uma ponte entre o sonho e a realizacao
Coach 1 uma ponte entre o sonho e a realizacao
Ts Agency
 
As 7 leis espirituais do sucesso
As 7 leis espirituais do sucessoAs 7 leis espirituais do sucesso
As 7 leis espirituais do sucesso
Ts Agency
 
Processo interativo de vendas 2
Processo interativo de vendas 2Processo interativo de vendas 2
Processo interativo de vendas 2
Ts Agency
 
TCC Choperia Genuíno : ESPM Curso de Pós Graduação em Pesquisa de Mercado, O...
TCC  Choperia Genuíno : ESPM Curso de Pós Graduação em Pesquisa de Mercado, O...TCC  Choperia Genuíno : ESPM Curso de Pós Graduação em Pesquisa de Mercado, O...
TCC Choperia Genuíno : ESPM Curso de Pós Graduação em Pesquisa de Mercado, O...
Ts Agency
 
Felicidade e a prosperidade na maçonaria
Felicidade e a prosperidade na maçonariaFelicidade e a prosperidade na maçonaria
Felicidade e a prosperidade na maçonaria
Ts Agency
 
Emotion marketing
Emotion marketingEmotion marketing
Emotion marketing
Ts Agency
 
Emirates
Emirates Emirates
Emirates
Ts Agency
 

Mais de Ts Agency (20)

Stress e qualidade de vida no mundo coorporativo
Stress e qualidade de vida no mundo coorporativoStress e qualidade de vida no mundo coorporativo
Stress e qualidade de vida no mundo coorporativo
 
Estudos Clinicos
Estudos ClinicosEstudos Clinicos
Estudos Clinicos
 
O caminho do meio
O caminho do meioO caminho do meio
O caminho do meio
 
Gestao e desenvolvimento de produtos e marcas fgv
Gestao e desenvolvimento de produtos e marcas fgvGestao e desenvolvimento de produtos e marcas fgv
Gestao e desenvolvimento de produtos e marcas fgv
 
Coach 10 a etica da confianca
Coach 10   a etica da confiancaCoach 10   a etica da confianca
Coach 10 a etica da confianca
 
Coach 9 plano de acao
Coach 9   plano de acaoCoach 9   plano de acao
Coach 9 plano de acao
 
Coach 8 por que enterrar o passado
Coach 8  por que enterrar o passadoCoach 8  por que enterrar o passado
Coach 8 por que enterrar o passado
 
Coach 7 revisando a bagagem de mao
Coach 7   revisando a bagagem de maoCoach 7   revisando a bagagem de mao
Coach 7 revisando a bagagem de mao
 
Coach 6 a clareza do proposito
Coach 6   a clareza do propositoCoach 6   a clareza do proposito
Coach 6 a clareza do proposito
 
Coach 5 a linguagem do projeto e a linguagem do
Coach 5  a linguagem do projeto e a linguagem doCoach 5  a linguagem do projeto e a linguagem do
Coach 5 a linguagem do projeto e a linguagem do
 
Coach 4 interpretacao deo conceito de feedback
Coach 4   interpretacao deo conceito de feedbackCoach 4   interpretacao deo conceito de feedback
Coach 4 interpretacao deo conceito de feedback
 
Coach 3 uma relacao de confianca abertura e responsabilidade
Coach 3  uma relacao de confianca abertura e responsabilidadeCoach 3  uma relacao de confianca abertura e responsabilidade
Coach 3 uma relacao de confianca abertura e responsabilidade
 
Coach 2 um exercicio refinado de lideranca
Coach 2   um exercicio refinado de liderancaCoach 2   um exercicio refinado de lideranca
Coach 2 um exercicio refinado de lideranca
 
Coach 1 uma ponte entre o sonho e a realizacao
Coach 1   uma ponte entre o sonho e a realizacaoCoach 1   uma ponte entre o sonho e a realizacao
Coach 1 uma ponte entre o sonho e a realizacao
 
As 7 leis espirituais do sucesso
As 7 leis espirituais do sucessoAs 7 leis espirituais do sucesso
As 7 leis espirituais do sucesso
 
Processo interativo de vendas 2
Processo interativo de vendas 2Processo interativo de vendas 2
Processo interativo de vendas 2
 
TCC Choperia Genuíno : ESPM Curso de Pós Graduação em Pesquisa de Mercado, O...
TCC  Choperia Genuíno : ESPM Curso de Pós Graduação em Pesquisa de Mercado, O...TCC  Choperia Genuíno : ESPM Curso de Pós Graduação em Pesquisa de Mercado, O...
TCC Choperia Genuíno : ESPM Curso de Pós Graduação em Pesquisa de Mercado, O...
 
Felicidade e a prosperidade na maçonaria
Felicidade e a prosperidade na maçonariaFelicidade e a prosperidade na maçonaria
Felicidade e a prosperidade na maçonaria
 
Emotion marketing
Emotion marketingEmotion marketing
Emotion marketing
 
Emirates
Emirates Emirates
Emirates
 

Farmacovigilância 2013

  • 1. Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013 FARMACOVIGILÂNCIA Curso para força de Vendas da Indústria Farmacêutica, consumidores de medicamentos e população em geral Utilidade Pública
  • 2. Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013 Introdução e Importância Nenhum medicamento é 100% seguro Os estudos ( fases 1,2 e 3) não conseguem determinar todas as possíveis reações. Farmacovigilância Identifica REAÇÕES raras e verifica FREQUÊNCIA de ocorrência das reações ATUALIZANDO bula Cumprimento de OBRIGAÇÕES éticas e legais, contribuindo para a IMAGEM da empresa.
  • 3. Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013 Risco e Proteção A farmacovigilância Minimiza o RISCO dos medicamentos ....e PROTEGE o paciente e a imagem da empresa
  • 4. Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013 Objetivos Saber reconhecer um evento adverso Saber como notificar os eventos em até 24 horas.
  • 5. Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013 Política ideal para a empresa Quem: Todos os colaboradores da empresa farmacêutica ( efetivos,estagiários e terceirizados ). O quê: Notificação de eventos adversos em até 24 HORAS.
  • 6. Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013 O caso Talidomida 1960: Medicamentos usado por mulheres grávidas. Mais de 4000 bebês nascidos com problemas congênitos. Depois deste episódio a FARMACOVIGILÂNCIA vem ganhando força!
  • 7. Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013 O caso Talidomida
  • 8. Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013 Veja o que a Farmacovigilância pode evitar... “ Empresa que produzia lidocaina é interditada!” “ Anvisa pode proibir venda de Anfetaminas”. “Suspensa a venda de vacinas para hepatite B”. “Confiança abalada: Medicamento Neo Zinc é proibido no país”. “Justiça americana julga o primeiro caso de morte por Vioxx”. “Revista acusa Merck de esconder os riscos de Vioxx” Anvisa suspende comércio de Tylenol por problemas em embalagens
  • 9. Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013 Risco e Proteção EVENTO ADVERSO É uma ocorrência clinica temporalmente associada ao uso de um medicamento
  • 10. Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013 Reações ou Sintomas Desfavoráveis Paciente engordou ao tomar o medicamento
  • 11. Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013 Falta de Eficácia O medicamento não funcionou
  • 12. Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013 Piora da doença Ao invés de melhorar, a depressão piourou/ agravou.
  • 13. Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013 Exames alterados O paciente ficou com anêmia ( diminuiçao das emácias ).
  • 14. Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013 Superdosagem O paciente tomou por acidente o frasco inteiro do produto.
  • 15. Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013 Má administração A vacina via oral foi aplicada como injeção
  • 16. Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013 Interação Medicamentosa O paciente teve diarréia ao tomar dois medicamentos juntos.
  • 17. Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013 Benefícios Inesperados Ao tomar um remédio para depressão a vontade de fumar diminui.
  • 18. Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013 Gravidez Mulher usou determinado medicamento durante a gravidez
  • 19. Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013 Anomalia Congênita Pessoa nasce com defeitos originados durante a gestação.
  • 20. Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013 Exposição pelo leite materno Mulher uso um determinado produto durante a amamentação.
  • 21. Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013 Morte Paciente morreu durante o uso da medicação
  • 22. Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013 Reclamações de Produto A suspensão estava com um gosto ruim, e a criança vomitou.
  • 23. Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013 Você deve notificar mesmo se: Você acha que não tem relação com o medicamento. Já esteja na bula. Tenha sido leve e sem importância. Tenha resolvido rapidamente. Tenha acontecido há muito tempo.
  • 24. Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013 A notificação do Evento Adverso Ao saber de um evento adverso, diga que a empresa tem um departamento de FARMACOVIGILÂNCIA. E que você gostaria de coletar algumas informações.
  • 25. Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013 Informações Necessárias Veja como é fácil notificar: 1. Nome ou iniciais do paciente 2. Descrição dos sintomas 3. Nome do produto 4. Nome e telefone
  • 26. Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013 Prazo de notificação 24 horas Mesmo em Final de semana E feriados
  • 27. Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013 Contatos para notificação Ver o número do Serviço de atendimento ao cliente na caixa do medicamento. Website da empresa Paginas de relacionamento como Facebook e Twitter.
  • 28. Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013 Atenção Você sabia que a informação de evento adverso que você recebe é muito importante? Ela é muito importante porque é baseada num DIAGNÓSTICO CLINICO
  • 29. Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013 Atenção força de vendas e consumidores Ao notificar os eventos adversos você contribui para que a empresa tenha produtos cada vez mais SEGUROS além de demonstrar CREDIBILIDADE para o médico. Acompanhamento das notificações: Contato com a FARMACOVIGILÂNCIA com o médico Solicitação de trabalhos publicados sobre o assunto ( Serviços de Informações Médicas )
  • 30. Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013 Atenção Se o médico comentar sobre um evento adverso,sempre pergunte se tem um paciente envolvido.Em caso positivo notifique imediatamente É muito fácio notificar! Basta ligar para o SAC da empresa mesmo que tenha poucas informações.
  • 31. Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013 Fluxograma como notificar http://www.cvs.saude.sp.gov.br/apresentacao.asp?te_codigo=22
  • 32. Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013 Dicas Usar o medicamento sempre no mesmo horário que solicitado pelo médico. Manter o medicamento sempre no mesmo local longe do alcance das crianças e com fácil acesso. Respeitar a temperatura ambiente do medicamento. Manusear o medicamento apenas na hora de tomar. Manter boa higienização das mãos antes do tomar o medicamento.
  • 33. Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013 Dicas importantes Se o médico não tem tempo de passar as informações do evento adverso durante a visita, o que você faz? Resposta: Tente conseguir o máximo de informação possível para notificar o evento e cumprir o prazo de 24 horas.Não deixe para pegar as informações somente na próxima visita. Qual a informação mínima necessária para relatar um evento adverso? Resposta: Nome ou iniciais do paciente ( não é obrigatório ),sintomas apresentados e produto utilizado.
  • 34. Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013 Atenção Obrigado!!! Sua participação é fundamental para a condução da FARMACOVIGILANCIA e poderá ajudar outros pacientes.
  • 35. Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013 Referência