SlideShare uma empresa Scribd logo
Uma empresa global, focada no mercado local
O Grupo Etex é uma empresa
multinacional fundada em 1904,
especializada na fabricação de
materiais de construção, com sede
em Bruxelas.
As nossas empresas têm cerca de
50 marcas locais de reconhecida
qualidade, totalmente integradas.
A sua oferta está de acordo com as
necessidades do cliente e
demonstra especial cuidado em se
adaptar ao tipo de construção das
diferentes zonas onde atua.
Presença do grupo no mundo
EUROPA
9,758 funcionarios
83 fábricas
€ 2,080 mill. faturação
AMÉRICA
4,643 funcionarios
24 fábricas
€ 549 mill. faturação
ASIA + OCEANÍA
1,197 funcionarios
7 fábricas
€ 83 mill. faturação
ÁFRICA
1,244 funcionarios
7 fábricas
€ 148 mill. faturação
44 países
116 empresas
121 fábricas
16,842 funcionários
€ 2,86 bill. de faturação
FACHADAS
EQUITONE
NATURA
PICTURA
TECTIVA
TEXTURA
FACHADAS
CEDRAL
ETERNITHAUS
Distrito Hansa, em Berlim,
situado na margem oeste
do parque Tiergarten, com
os seus edifícios, realizou-
se em 1957 uma mostra de
arquitetura. A "INTERBAU"
A obra mais inteligente e
melhor restaurada do bairro
é a construção Eternithaus.
Arquiteto: Paul Baumgarten
Aplicação: Fachada ventilada,
escadas, canalização, portas,
parasol e peitoril
Uma história de liderança
FRAC
(Fond Régional d’Art
Contemporain)
Marselha - França
Arquiteto: Kengo Kuma
2014
Aplicação: Fachada
Experiência
 Materiais de fibrocimento para
fachadas
 50 anos de experiência
 2,5 milhões de m2 instalados por ano
 Material natural
 Material com coloração em massa
 Acabamentos com expressão
EQUITONE [natura]
SOFISTICAÇÃO
Matriz natural de fibrocimento
Visível e sutil com coloração integral
em massa
APARENCIA DELICADA
Superfície com acabamento mate,
acetinado e suave
PROTEÇÃO
Capa de proteção transparente
EQUITONE PRO anti graffiti
Material com coloração em massa
EQUITONE [tectiva]
EQUITONE [tectiva]
AUTENTICIDADE
A originalidade deste material está na
sua coloração integral em massa e à
grande força expressiva da estrutura do
fibrocimento
INDIVIDUALIDADE
O processo de produção faz com que
cada placa seja caso único em
coloração, textura e superfície
TATO
Originalmente fibrocimento de
aparência natural mas de grande
suavidade ao tato e aos sentidos
Material com coloração em massa
Cedral LAMINA DE CIMENTO
Com acabamento liso ou com textura
de madeira e com a resistencia do
cimento
SEM MANUTENÇAO
RAPIDA INSTALAÇAO
Instalaçao sobreposta ou instalaçao
com sistema click
Material com coloração superficial
ou para pintar
 Mejora térmica:
- Mejor confort térmico y eliminación de puentes térmicos.
- Ahorro económico calefacción y refrigeración.
 Mejora en salubridad:
- Sistemas impermeables al agua y permeables al vapor.
- Evita condensaciones intersticiales y humedades
 Mejora acústica:
- Mejor confort acústico y minimización de puentes acústicos.
 Respeto medio ambiente:
- Reducción consumo energético y reducción emisiones CO2.
 Solución fiable y experimentada.
 Melhoria térmica:
- Maior conforto térmico e eliminaçao de pontos térmicos.
- Reduçao do consumo energético.
 Melhores prestaçoes frente à humidade:
- Sistemas impermeaveis à agua e permeaveis ao vapor.
- Evita condensaçoes e humidades interiores
 Melhoramento acústico:
- Maior conforto acústico e minimizaçao de pontes acústicas.
 Respeito meio ambiente:
- Reduçao consumo energético e reduçao emissoes CO2.
 Soluçao fiavél e experimentada.
Fachada ventilada
 VERAO:
- Efeito chaminé na cámara ventilada por
ascensao do ar reducindo a temperatura na cara
exterior do muro suporte e reducindo o gasto em
refregiraçao (em fachadas monitorizadas
mediram-se quase10ºC de diferença entre a
cara exterior do revestimento e do isolamento)
 INVERNO:
- O revestimento exterior protege o isolamento
- e o muro suporte das condiçoes climatéricas.
- O isolamento continuo impede a fuga de calor
do edificio aumentando o conforto dos seus
ocupantes.
Funcionamiento fachada ventilada
OFICINA TÉCNICA EURONIT
Sistemas de Fixaçao
REBITO
COLADO
FIXAÇOES
VISIVEIS
PARAFUSO
Sobre Madeira
Aluminio
Aço
FIXAÇOES
OCULTAS
TERGO
Aluminio
Aço
Projectos de referência
Edifício viviendas Braga
Equitone [Tectiva]
Portugal
Escuela Secundaria de Olhao - TALLANDTALLER
Equitone [Tectiva]
Portugal
Hospital Guimaraes - PITAGORAS
Equitone [Natura]
Portugal
Edifício edp Viseu - AMVC
Equitone [Natura]
Portugal
Edificio Policia Judicial – SARAVIA & ASSOCIADOS
Equitone [Tectiva]
Portugal
Hospital Cascais - ARIPA
Equitone [Tectiva]
Portugal
26
www.euronit.es
www.equitone.com
Gilberto Barbosa( gilberto.barbosa@euronit.es)
Obrigado pela vossa atençao

Mais conteúdo relacionado

Destaque

Segurança e Saúde em Obras Subterrâneas
Segurança e Saúde em Obras SubterrâneasSegurança e Saúde em Obras Subterrâneas
11919225 principios
11919225 principios11919225 principios
11919225 principios
Pelo Siro
 
construção-Aço-Leve-CM-26 fev2015
construção-Aço-Leve-CM-26 fev2015construção-Aço-Leve-CM-26 fev2015
Mini apresentacao empreendedorismo
Mini apresentacao empreendedorismoMini apresentacao empreendedorismo
CICCOPN 26 03 2015
CICCOPN 26 03 2015CICCOPN 26 03 2015
Segurança e Saúde em Obras Subterrâneas
Segurança e Saúde em Obras SubterrâneasSegurança e Saúde em Obras Subterrâneas
Segurança e Saúde em Obras Subterrâneas
Segurança e Saúde em Obras SubterrâneasSegurança e Saúde em Obras Subterrâneas
Apresentacao jornadas tecnicas_qualidade_3 edicao - ricardo barbosa
Apresentacao jornadas tecnicas_qualidade_3 edicao - ricardo barbosaApresentacao jornadas tecnicas_qualidade_3 edicao - ricardo barbosa
Seminário Construção em Aço Leve -Rockwool-CICCOPN
Seminário Construção em Aço Leve -Rockwool-CICCOPNSeminário Construção em Aço Leve -Rockwool-CICCOPN
Segurança e Saúde em Obras Subterrâneas
Segurança e Saúde em Obras SubterrâneasSegurança e Saúde em Obras Subterrâneas
Controlar company presentation junho 2016 - vera figueiredo
Controlar   company presentation junho 2016 - vera figueiredoControlar   company presentation junho 2016 - vera figueiredo
Atr autorizacao para trabalho de risco
Atr   autorizacao para trabalho de riscoAtr   autorizacao para trabalho de risco
Atr autorizacao para trabalho de risco
Rogério Braga
 
Segurança e Saúde em Obras Subterrâneas
Segurança e Saúde em Obras SubterrâneasSegurança e Saúde em Obras Subterrâneas
30 jul2016 kaizen presentation ciccopn
30 jul2016 kaizen presentation ciccopn30 jul2016 kaizen presentation ciccopn
Regulamento de Segurança
Regulamento de SegurançaRegulamento de Segurança
Regulamento de Segurança
Jonas Abilio Sestrem Jr
 
Treinamento Espaço confinados
Treinamento Espaço confinados Treinamento Espaço confinados
Treinamento Espaço confinados
Ane Costa
 
Segurança e Saúde em Obras Subterrâneas
Segurança e Saúde em Obras SubterrâneasSegurança e Saúde em Obras Subterrâneas
Permissao para-trabalho-a-quente
Permissao para-trabalho-a-quentePermissao para-trabalho-a-quente
Permissao para-trabalho-a-quente
Jose Fernandes
 
Segurança de máq. e equip. de trabalho
Segurança de máq. e equip. de trabalhoSegurança de máq. e equip. de trabalho
Segurança de máq. e equip. de trabalho
Lucas Gimenes
 
Modelo de PTE (Permissão para trabalho especial)
Modelo de PTE (Permissão para trabalho especial)Modelo de PTE (Permissão para trabalho especial)
Modelo de PTE (Permissão para trabalho especial)
Ane Costa
 

Destaque (20)

Segurança e Saúde em Obras Subterrâneas
Segurança e Saúde em Obras SubterrâneasSegurança e Saúde em Obras Subterrâneas
Segurança e Saúde em Obras Subterrâneas
 
11919225 principios
11919225 principios11919225 principios
11919225 principios
 
construção-Aço-Leve-CM-26 fev2015
construção-Aço-Leve-CM-26 fev2015construção-Aço-Leve-CM-26 fev2015
construção-Aço-Leve-CM-26 fev2015
 
Mini apresentacao empreendedorismo
Mini apresentacao empreendedorismoMini apresentacao empreendedorismo
Mini apresentacao empreendedorismo
 
CICCOPN 26 03 2015
CICCOPN 26 03 2015CICCOPN 26 03 2015
CICCOPN 26 03 2015
 
Segurança e Saúde em Obras Subterrâneas
Segurança e Saúde em Obras SubterrâneasSegurança e Saúde em Obras Subterrâneas
Segurança e Saúde em Obras Subterrâneas
 
Segurança e Saúde em Obras Subterrâneas
Segurança e Saúde em Obras SubterrâneasSegurança e Saúde em Obras Subterrâneas
Segurança e Saúde em Obras Subterrâneas
 
Apresentacao jornadas tecnicas_qualidade_3 edicao - ricardo barbosa
Apresentacao jornadas tecnicas_qualidade_3 edicao - ricardo barbosaApresentacao jornadas tecnicas_qualidade_3 edicao - ricardo barbosa
Apresentacao jornadas tecnicas_qualidade_3 edicao - ricardo barbosa
 
Seminário Construção em Aço Leve -Rockwool-CICCOPN
Seminário Construção em Aço Leve -Rockwool-CICCOPNSeminário Construção em Aço Leve -Rockwool-CICCOPN
Seminário Construção em Aço Leve -Rockwool-CICCOPN
 
Segurança e Saúde em Obras Subterrâneas
Segurança e Saúde em Obras SubterrâneasSegurança e Saúde em Obras Subterrâneas
Segurança e Saúde em Obras Subterrâneas
 
Controlar company presentation junho 2016 - vera figueiredo
Controlar   company presentation junho 2016 - vera figueiredoControlar   company presentation junho 2016 - vera figueiredo
Controlar company presentation junho 2016 - vera figueiredo
 
Atr autorizacao para trabalho de risco
Atr   autorizacao para trabalho de riscoAtr   autorizacao para trabalho de risco
Atr autorizacao para trabalho de risco
 
Segurança e Saúde em Obras Subterrâneas
Segurança e Saúde em Obras SubterrâneasSegurança e Saúde em Obras Subterrâneas
Segurança e Saúde em Obras Subterrâneas
 
30 jul2016 kaizen presentation ciccopn
30 jul2016 kaizen presentation ciccopn30 jul2016 kaizen presentation ciccopn
30 jul2016 kaizen presentation ciccopn
 
Regulamento de Segurança
Regulamento de SegurançaRegulamento de Segurança
Regulamento de Segurança
 
Treinamento Espaço confinados
Treinamento Espaço confinados Treinamento Espaço confinados
Treinamento Espaço confinados
 
Segurança e Saúde em Obras Subterrâneas
Segurança e Saúde em Obras SubterrâneasSegurança e Saúde em Obras Subterrâneas
Segurança e Saúde em Obras Subterrâneas
 
Permissao para-trabalho-a-quente
Permissao para-trabalho-a-quentePermissao para-trabalho-a-quente
Permissao para-trabalho-a-quente
 
Segurança de máq. e equip. de trabalho
Segurança de máq. e equip. de trabalhoSegurança de máq. e equip. de trabalho
Segurança de máq. e equip. de trabalho
 
Modelo de PTE (Permissão para trabalho especial)
Modelo de PTE (Permissão para trabalho especial)Modelo de PTE (Permissão para trabalho especial)
Modelo de PTE (Permissão para trabalho especial)
 

Semelhante a Seminário Construção em Aço Leve-Euronit-CICCOPN

V - EIO5 e Lucien Rose
V - EIO5 e Lucien RoseV - EIO5 e Lucien Rose
V - EIO5 e Lucien Rose
Ítalo Fernandes
 
Construção com Fardos de Palha
Construção com Fardos de PalhaConstrução com Fardos de Palha
Construção com Fardos de Palha
BiaEsteves
 
Terrapalha2011
Terrapalha2011Terrapalha2011
Terrapalha2011
Carlos Quaresma
 
Paula Roque - REVIGRES
Paula Roque - REVIGRESPaula Roque - REVIGRES
Paula Roque - REVIGRES
Construção Sustentável
 
Tobias weinmann ecos
Tobias weinmann ecosTobias weinmann ecos
Tobias weinmann ecos
forumsustentar
 
ARXX ICF™
ARXX ICF™ARXX ICF™
ARXX ICF™
arxxbrasil
 
Helbor Jardins por Artefato
Helbor Jardins por ArtefatoHelbor Jardins por Artefato
Helbor Jardins por Artefato
Ricardo Brandão Broker
 
Weinmann ecos tobias ott 14 00
Weinmann ecos tobias ott 14 00Weinmann ecos tobias ott 14 00
Weinmann ecos tobias ott 14 00
forumsustentar
 
Weinmann ecos tobias ott 14 00
Weinmann ecos tobias ott 14 00Weinmann ecos tobias ott 14 00
Weinmann ecos tobias ott 14 00
forumsustentar
 
Terrapalha
TerrapalhaTerrapalha
Terrapalha
kh0ndor
 
Apresentação Ecoshaus
Apresentação EcoshausApresentação Ecoshaus
Apresentação Ecoshaus
Casas Kurten
 
PaviAIRES, Lda
PaviAIRES, LdaPaviAIRES, Lda
PaviAIRES, Lda
frd2ires
 
Apresentação eletrofitas
Apresentação eletrofitas Apresentação eletrofitas
Apresentação eletrofitas
rbms
 
Exemplos estufas.pdf
Exemplos estufas.pdfExemplos estufas.pdf
Exemplos estufas.pdf
ssuseraa4a2e1
 
Catalogo jardim2017 _
Catalogo jardim2017 _Catalogo jardim2017 _
Catalogo jardim2017 _
PedroBarreira8
 
Isolamento termico acustico e impremiabilizante pdf
Isolamento termico acustico e impremiabilizante pdfIsolamento termico acustico e impremiabilizante pdf
Isolamento termico acustico e impremiabilizante pdf
JulioHerysonSilva
 
Apresentacao tecverde
Apresentacao tecverdeApresentacao tecverde
Apresentacao tecverde
Associação Cohabs
 
Arquitectura e acustica
Arquitectura e acusticaArquitectura e acustica
Arquitectura e acustica
BLACKDUCK Company
 
Palestra Sustentabilidade na Construção
Palestra Sustentabilidade na ConstruçãoPalestra Sustentabilidade na Construção
Palestra Sustentabilidade na Construção
LCP Engenharia e Construções
 
Folder cimenticios-2012
Folder cimenticios-2012Folder cimenticios-2012
Folder cimenticios-2012
Hilrocha
 

Semelhante a Seminário Construção em Aço Leve-Euronit-CICCOPN (20)

V - EIO5 e Lucien Rose
V - EIO5 e Lucien RoseV - EIO5 e Lucien Rose
V - EIO5 e Lucien Rose
 
Construção com Fardos de Palha
Construção com Fardos de PalhaConstrução com Fardos de Palha
Construção com Fardos de Palha
 
Terrapalha2011
Terrapalha2011Terrapalha2011
Terrapalha2011
 
Paula Roque - REVIGRES
Paula Roque - REVIGRESPaula Roque - REVIGRES
Paula Roque - REVIGRES
 
Tobias weinmann ecos
Tobias weinmann ecosTobias weinmann ecos
Tobias weinmann ecos
 
ARXX ICF™
ARXX ICF™ARXX ICF™
ARXX ICF™
 
Helbor Jardins por Artefato
Helbor Jardins por ArtefatoHelbor Jardins por Artefato
Helbor Jardins por Artefato
 
Weinmann ecos tobias ott 14 00
Weinmann ecos tobias ott 14 00Weinmann ecos tobias ott 14 00
Weinmann ecos tobias ott 14 00
 
Weinmann ecos tobias ott 14 00
Weinmann ecos tobias ott 14 00Weinmann ecos tobias ott 14 00
Weinmann ecos tobias ott 14 00
 
Terrapalha
TerrapalhaTerrapalha
Terrapalha
 
Apresentação Ecoshaus
Apresentação EcoshausApresentação Ecoshaus
Apresentação Ecoshaus
 
PaviAIRES, Lda
PaviAIRES, LdaPaviAIRES, Lda
PaviAIRES, Lda
 
Apresentação eletrofitas
Apresentação eletrofitas Apresentação eletrofitas
Apresentação eletrofitas
 
Exemplos estufas.pdf
Exemplos estufas.pdfExemplos estufas.pdf
Exemplos estufas.pdf
 
Catalogo jardim2017 _
Catalogo jardim2017 _Catalogo jardim2017 _
Catalogo jardim2017 _
 
Isolamento termico acustico e impremiabilizante pdf
Isolamento termico acustico e impremiabilizante pdfIsolamento termico acustico e impremiabilizante pdf
Isolamento termico acustico e impremiabilizante pdf
 
Apresentacao tecverde
Apresentacao tecverdeApresentacao tecverde
Apresentacao tecverde
 
Arquitectura e acustica
Arquitectura e acusticaArquitectura e acustica
Arquitectura e acustica
 
Palestra Sustentabilidade na Construção
Palestra Sustentabilidade na ConstruçãoPalestra Sustentabilidade na Construção
Palestra Sustentabilidade na Construção
 
Folder cimenticios-2012
Folder cimenticios-2012Folder cimenticios-2012
Folder cimenticios-2012
 

Mais de CICCOPN - Centro de formação Profissional da Industria da Construção Civil e Obras Públicas do Norte

ISO9001 - Aplicação prática no Setor da Construção Civil
ISO9001 -  Aplicação prática no Setor da Construção Civil               ISO9001 -  Aplicação prática no Setor da Construção Civil
Implementação do Lean na Construção
Implementação do Lean na ConstruçãoImplementação do Lean na Construção
eiC - Evolucao Certificacao Construcao Civil
eiC - Evolucao Certificacao Construcao CivileiC - Evolucao Certificacao Construcao Civil
Jornadas Qualidade 2019
Jornadas Qualidade 2019Jornadas Qualidade 2019
Apresentacao joao baptista_julho2019
Apresentacao joao baptista_julho2019Apresentacao joao baptista_julho2019
Apresentacao rui-cunha
Apresentacao rui-cunhaApresentacao rui-cunha
Learningshift divulgacao fevereiro 2019 - workshops
Learningshift divulgacao fevereiro 2019 - workshopsLearningshift divulgacao fevereiro 2019 - workshops
Learningshift divulgacao fevereiro 2019 - workshops
Learningshift divulgacao fevereiro 2019 - workshopsLearningshift divulgacao fevereiro 2019 - workshops
Jornadas Qualidade - Business intelligence
Jornadas Qualidade - Business intelligence Jornadas Qualidade - Business intelligence
Jornadas qualidade - Bosch
Jornadas qualidade - BoschJornadas qualidade - Bosch
Qualidade desenvolvimento-produtos
Qualidade desenvolvimento-produtosQualidade desenvolvimento-produtos
Jornadas qualidade 2018 - ISO/IEC
Jornadas qualidade 2018 - ISO/IECJornadas qualidade 2018 - ISO/IEC
Equipas de Qualidade
Equipas de QualidadeEquipas de Qualidade
Trabalhador designado - Segurança e Saúde no Trabalho
Trabalhador designado - Segurança e Saúde no TrabalhoTrabalhador designado - Segurança e Saúde no Trabalho
Jornadas da Qualidade no CICCOPN
Jornadas da Qualidade no CICCOPNJornadas da Qualidade no CICCOPN
A nova Norma Internacional ISO 45001:2018 – Sistema de Gestão da Segurança e ...
A nova Norma Internacional ISO 45001:2018 – Sistema de Gestão da Segurança e ...A nova Norma Internacional ISO 45001:2018 – Sistema de Gestão da Segurança e ...
A nova Norma Internacional ISO 45001:2018 – Sistema de Gestão da Segurança e ...
CICCOPN - Centro de formação Profissional da Industria da Construção Civil e Obras Públicas do Norte
 
Guia controlo exposicao profissional a agentes químicos
Guia controlo exposicao profissional a agentes químicosGuia controlo exposicao profissional a agentes químicos
Guia luvas-Exposição profissional a agentes químicos
Guia luvas-Exposição profissional a agentes químicosGuia luvas-Exposição profissional a agentes químicos
Guia epi - Exposição profissional a agentes químicos
Guia epi - Exposição profissional a agentes químicosGuia epi - Exposição profissional a agentes químicos
Exposição profissional a agentes químicos
Exposição profissional a agentes químicosExposição profissional a agentes químicos

Mais de CICCOPN - Centro de formação Profissional da Industria da Construção Civil e Obras Públicas do Norte (20)

ISO9001 - Aplicação prática no Setor da Construção Civil
ISO9001 -  Aplicação prática no Setor da Construção Civil               ISO9001 -  Aplicação prática no Setor da Construção Civil
ISO9001 - Aplicação prática no Setor da Construção Civil
 
Implementação do Lean na Construção
Implementação do Lean na ConstruçãoImplementação do Lean na Construção
Implementação do Lean na Construção
 
eiC - Evolucao Certificacao Construcao Civil
eiC - Evolucao Certificacao Construcao CivileiC - Evolucao Certificacao Construcao Civil
eiC - Evolucao Certificacao Construcao Civil
 
Jornadas Qualidade 2019
Jornadas Qualidade 2019Jornadas Qualidade 2019
Jornadas Qualidade 2019
 
Apresentacao joao baptista_julho2019
Apresentacao joao baptista_julho2019Apresentacao joao baptista_julho2019
Apresentacao joao baptista_julho2019
 
Apresentacao rui-cunha
Apresentacao rui-cunhaApresentacao rui-cunha
Apresentacao rui-cunha
 
Learningshift divulgacao fevereiro 2019 - workshops
Learningshift divulgacao fevereiro 2019 - workshopsLearningshift divulgacao fevereiro 2019 - workshops
Learningshift divulgacao fevereiro 2019 - workshops
 
Learningshift divulgacao fevereiro 2019 - workshops
Learningshift divulgacao fevereiro 2019 - workshopsLearningshift divulgacao fevereiro 2019 - workshops
Learningshift divulgacao fevereiro 2019 - workshops
 
Jornadas Qualidade - Business intelligence
Jornadas Qualidade - Business intelligence Jornadas Qualidade - Business intelligence
Jornadas Qualidade - Business intelligence
 
Jornadas qualidade - Bosch
Jornadas qualidade - BoschJornadas qualidade - Bosch
Jornadas qualidade - Bosch
 
Qualidade desenvolvimento-produtos
Qualidade desenvolvimento-produtosQualidade desenvolvimento-produtos
Qualidade desenvolvimento-produtos
 
Jornadas qualidade 2018 - ISO/IEC
Jornadas qualidade 2018 - ISO/IECJornadas qualidade 2018 - ISO/IEC
Jornadas qualidade 2018 - ISO/IEC
 
Equipas de Qualidade
Equipas de QualidadeEquipas de Qualidade
Equipas de Qualidade
 
Trabalhador designado - Segurança e Saúde no Trabalho
Trabalhador designado - Segurança e Saúde no TrabalhoTrabalhador designado - Segurança e Saúde no Trabalho
Trabalhador designado - Segurança e Saúde no Trabalho
 
Jornadas da Qualidade no CICCOPN
Jornadas da Qualidade no CICCOPNJornadas da Qualidade no CICCOPN
Jornadas da Qualidade no CICCOPN
 
A nova Norma Internacional ISO 45001:2018 – Sistema de Gestão da Segurança e ...
A nova Norma Internacional ISO 45001:2018 – Sistema de Gestão da Segurança e ...A nova Norma Internacional ISO 45001:2018 – Sistema de Gestão da Segurança e ...
A nova Norma Internacional ISO 45001:2018 – Sistema de Gestão da Segurança e ...
 
Guia controlo exposicao profissional a agentes químicos
Guia controlo exposicao profissional a agentes químicosGuia controlo exposicao profissional a agentes químicos
Guia controlo exposicao profissional a agentes químicos
 
Guia luvas-Exposição profissional a agentes químicos
Guia luvas-Exposição profissional a agentes químicosGuia luvas-Exposição profissional a agentes químicos
Guia luvas-Exposição profissional a agentes químicos
 
Guia epi - Exposição profissional a agentes químicos
Guia epi - Exposição profissional a agentes químicosGuia epi - Exposição profissional a agentes químicos
Guia epi - Exposição profissional a agentes químicos
 
Exposição profissional a agentes químicos
Exposição profissional a agentes químicosExposição profissional a agentes químicos
Exposição profissional a agentes químicos
 

Último

Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdfEscola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
Gabriel de Mattos Faustino
 
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdfManual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
WELITONNOGUEIRA3
 
Certificado Jornada Python Da Hashtag.pdf
Certificado Jornada Python Da Hashtag.pdfCertificado Jornada Python Da Hashtag.pdf
Certificado Jornada Python Da Hashtag.pdf
joaovmp3
 
DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE I_aula1-2.pdf
DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE I_aula1-2.pdfDESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE I_aula1-2.pdf
DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE I_aula1-2.pdf
Momento da Informática
 
Segurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Segurança Digital Pessoal e Boas PráticasSegurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Segurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Danilo Pinotti
 
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptxLogica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Momento da Informática
 
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdfTOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
Momento da Informática
 
ATIVIDADE 1 - ADSIS - ESTRUTURA DE DADOS II - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - ADSIS - ESTRUTURA DE DADOS II - 52_2024.docxATIVIDADE 1 - ADSIS - ESTRUTURA DE DADOS II - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - ADSIS - ESTRUTURA DE DADOS II - 52_2024.docx
2m Assessoria
 
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
Faga1939
 
História da Rádio- 1936-1970 século XIX .2.pptx
História da Rádio- 1936-1970 século XIX   .2.pptxHistória da Rádio- 1936-1970 século XIX   .2.pptx
História da Rádio- 1936-1970 século XIX .2.pptx
TomasSousa7
 

Último (10)

Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdfEscola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
 
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdfManual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
 
Certificado Jornada Python Da Hashtag.pdf
Certificado Jornada Python Da Hashtag.pdfCertificado Jornada Python Da Hashtag.pdf
Certificado Jornada Python Da Hashtag.pdf
 
DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE I_aula1-2.pdf
DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE I_aula1-2.pdfDESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE I_aula1-2.pdf
DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE I_aula1-2.pdf
 
Segurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Segurança Digital Pessoal e Boas PráticasSegurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Segurança Digital Pessoal e Boas Práticas
 
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptxLogica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
 
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdfTOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
 
ATIVIDADE 1 - ADSIS - ESTRUTURA DE DADOS II - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - ADSIS - ESTRUTURA DE DADOS II - 52_2024.docxATIVIDADE 1 - ADSIS - ESTRUTURA DE DADOS II - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - ADSIS - ESTRUTURA DE DADOS II - 52_2024.docx
 
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
 
História da Rádio- 1936-1970 século XIX .2.pptx
História da Rádio- 1936-1970 século XIX   .2.pptxHistória da Rádio- 1936-1970 século XIX   .2.pptx
História da Rádio- 1936-1970 século XIX .2.pptx
 

Seminário Construção em Aço Leve-Euronit-CICCOPN

  • 1.
  • 2. Uma empresa global, focada no mercado local O Grupo Etex é uma empresa multinacional fundada em 1904, especializada na fabricação de materiais de construção, com sede em Bruxelas. As nossas empresas têm cerca de 50 marcas locais de reconhecida qualidade, totalmente integradas. A sua oferta está de acordo com as necessidades do cliente e demonstra especial cuidado em se adaptar ao tipo de construção das diferentes zonas onde atua.
  • 3. Presença do grupo no mundo EUROPA 9,758 funcionarios 83 fábricas € 2,080 mill. faturação AMÉRICA 4,643 funcionarios 24 fábricas € 549 mill. faturação ASIA + OCEANÍA 1,197 funcionarios 7 fábricas € 83 mill. faturação ÁFRICA 1,244 funcionarios 7 fábricas € 148 mill. faturação 44 países 116 empresas 121 fábricas 16,842 funcionários € 2,86 bill. de faturação
  • 5. ETERNITHAUS Distrito Hansa, em Berlim, situado na margem oeste do parque Tiergarten, com os seus edifícios, realizou- se em 1957 uma mostra de arquitetura. A "INTERBAU" A obra mais inteligente e melhor restaurada do bairro é a construção Eternithaus. Arquiteto: Paul Baumgarten Aplicação: Fachada ventilada, escadas, canalização, portas, parasol e peitoril Uma história de liderança
  • 6. FRAC (Fond Régional d’Art Contemporain) Marselha - França Arquiteto: Kengo Kuma 2014 Aplicação: Fachada
  • 7.
  • 8. Experiência  Materiais de fibrocimento para fachadas  50 anos de experiência  2,5 milhões de m2 instalados por ano  Material natural  Material com coloração em massa  Acabamentos com expressão
  • 9.
  • 10. EQUITONE [natura] SOFISTICAÇÃO Matriz natural de fibrocimento Visível e sutil com coloração integral em massa APARENCIA DELICADA Superfície com acabamento mate, acetinado e suave PROTEÇÃO Capa de proteção transparente EQUITONE PRO anti graffiti Material com coloração em massa
  • 12. EQUITONE [tectiva] AUTENTICIDADE A originalidade deste material está na sua coloração integral em massa e à grande força expressiva da estrutura do fibrocimento INDIVIDUALIDADE O processo de produção faz com que cada placa seja caso único em coloração, textura e superfície TATO Originalmente fibrocimento de aparência natural mas de grande suavidade ao tato e aos sentidos Material com coloração em massa
  • 13.
  • 14. Cedral LAMINA DE CIMENTO Com acabamento liso ou com textura de madeira e com a resistencia do cimento SEM MANUTENÇAO RAPIDA INSTALAÇAO Instalaçao sobreposta ou instalaçao com sistema click Material com coloração superficial ou para pintar
  • 15.  Mejora térmica: - Mejor confort térmico y eliminación de puentes térmicos. - Ahorro económico calefacción y refrigeración.  Mejora en salubridad: - Sistemas impermeables al agua y permeables al vapor. - Evita condensaciones intersticiales y humedades  Mejora acústica: - Mejor confort acústico y minimización de puentes acústicos.  Respeto medio ambiente: - Reducción consumo energético y reducción emisiones CO2.  Solución fiable y experimentada.  Melhoria térmica: - Maior conforto térmico e eliminaçao de pontos térmicos. - Reduçao do consumo energético.  Melhores prestaçoes frente à humidade: - Sistemas impermeaveis à agua e permeaveis ao vapor. - Evita condensaçoes e humidades interiores  Melhoramento acústico: - Maior conforto acústico e minimizaçao de pontes acústicas.  Respeito meio ambiente: - Reduçao consumo energético e reduçao emissoes CO2.  Soluçao fiavél e experimentada. Fachada ventilada
  • 16.  VERAO: - Efeito chaminé na cámara ventilada por ascensao do ar reducindo a temperatura na cara exterior do muro suporte e reducindo o gasto em refregiraçao (em fachadas monitorizadas mediram-se quase10ºC de diferença entre a cara exterior do revestimento e do isolamento)  INVERNO: - O revestimento exterior protege o isolamento - e o muro suporte das condiçoes climatéricas. - O isolamento continuo impede a fuga de calor do edificio aumentando o conforto dos seus ocupantes. Funcionamiento fachada ventilada
  • 17. OFICINA TÉCNICA EURONIT Sistemas de Fixaçao REBITO COLADO FIXAÇOES VISIVEIS PARAFUSO Sobre Madeira Aluminio Aço FIXAÇOES OCULTAS TERGO Aluminio Aço
  • 20. Escuela Secundaria de Olhao - TALLANDTALLER Equitone [Tectiva] Portugal
  • 21. Hospital Guimaraes - PITAGORAS Equitone [Natura] Portugal
  • 22. Edifício edp Viseu - AMVC Equitone [Natura] Portugal
  • 23. Edificio Policia Judicial – SARAVIA & ASSOCIADOS Equitone [Tectiva] Portugal
  • 24. Hospital Cascais - ARIPA Equitone [Tectiva] Portugal
  • 25.