SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 27
ESDE – ESTUDO SISTEMATIZADO DA DOUTRINA
ESPÍRITA – FUNDAMENTAL I – MÓDULO I – ROTEIRO
III
Tríplice aspecto da Doutrina
Espírita.
Objetivo específico do estudo
Identificar os aspectos científico,
filosófico e religioso do Espiritismo.
Filosofia
Religião
TRÍPLICE ASPECTO DA DOUTRINA ESPÍRITA
Ciência
1) TÉCNICAS DE INVESTIGAÇÃO FORAM
USADAS PARA COMPROVAR A
VERACIDADE DOS FENÔMENOS
ESPÍRITAS (CIÊNCIA);
O tríplice aspecto no estudo ...
2) Com base na revelação dos resultados
(verdades), foram formuladas questões de
elevado teor filosófico (filosofia);
3) Verificou-se que a aplicação daquelas
verdades podem ser utilizadas na
transformação moral do Homem (religião);
SEGUNDO, EMMANUEL, "PODEMOS
TOMAR O ESPIRITISMO, SIMBOLIZADO COMO UM
TRIÂNGULO DE FORÇAS ESPIRITUAIS. A CIÊNCIA E A
FILOSOFIA VINCULAM À TERRA ESSA FIGURA SIMBÓLICA,
PORÉM, A RELIGIÃO É O ÂNGULO DIVINO QUE A LIGA AO
CÉU.“
Triângulo de forças espirituais...
XAVIER, F.C. O consolador. Pelo Espírito Emmanuel. 26. ed. Rio de
Janeiro: FEB, 2006. Definição, p 19-20.
(estuda)
Ciência
(esclarece)
Filosofia
(sublima)
Religião
TRÍPLICE ASPECTO DA DOUTRINA ESPÍRITA
CONHECIMENTO
O Espiritismo é uma:
Ciência de observação pelas relações que
estabelece entre nós e os Espíritos.
Doutrina filosófica pelos princípios morais
em que se assentam seus fundamentos.
Religião pela aplicação desses princípios
morais em prol da renovação dos homens
e consequentemente da humanidade.
TRÍPLICE ASPECTO DA DOUTRINA ESPÍRITA
NO ASPECTO CIENTÍFICO, O
ESPIRITISMO DEMONSTRA A
EXISTÊNCIA DA ALMA E A SUA
IMORTALIDADE, POR MEIO,
PRINCIPALMENTE, DO INTERCÂMBIO
MEDIÚNICO ENTRE ENCARNADOS E
DESENCARNADOS.
Espiritismo como ciência
DELANE, Gabriel. O fenômeno espírita. Tradução de F. R. E. Quadros.
8. ed. Rio de Janeiro: FEB, 2005. Prefácio, p 13.
O ESPIRITISMO PREOCUPA-SE EM
ESTUDAR A INTIMIDADE DO FENÔMENO
MEDIÚNICO, AS SUAS CONSEQÜÊNCIAS
NA VIDA DAS PESSOAS, BEM COMO AS
CARACTERÍSTICAS DO SER ESPIRITUAL, A
SUA ORIGEM, A SUA NATUREZA E O SEU
DESTINO. ISSO GERA MATERIAL DE
APLICAÇÃO MORAL E FILOSÓFICA.
Espiritismo como ciência (cont.)
O ASPECTO CIENTÍFICO DO
ESPIRITISMO DESENVOLVE-SE EM
DUAS OBRAS DE ALLAN KARDEC: O
LIVRO DOS MÉDIUNS E A GÊNESE.
Espiritismo como ciência (cont.)
(janeiro de 1861) (janeiro de 1868)
O ESPIRITISMO É CIÊNCIA PORQUE, À
LUZ DA RAZÃO E DE CRITÉRIOS
LÓGICOS E METODOLÓGICOS,
DEMONSTRA, POR MEIO DO
INTERCAMBIO ENTRE ENCARNADOS E
DESENCARNADOS, A EXISTÊNCIA DA
ALMA E SUA IMORTALIDADE.
Os fatos ou fenômenos espíritas são o
objeto de estudo da ciência espírita. É por
meio desse tipo de estudo, o Espiritismo
demonstra, experimentalmente, por
exemplo, a existência da alma e sua
imortalidade, utilizando, principalmente o
intercâmbio mediúnico entre encarnados e
desencarnados.
G.
2
ROCHA, C. Estudo sistematizado da doutrina espírita: programa
fundamental v. 1. Federação Espírita Brasileira, 2007. p.17-18.
QUANDO A HUMANIDADE PERGUNTA,
INTERROGA, COGITA, QUER SABER O
“COMO” E O “PORQUÊ” DAS COISAS,
DOS FATOS, DOS ACONTECIMENTOS,
NASCE A FILOSOFIA QUE MOSTRA O
QUE SÃO AS COISAS E PORQUE SÃO
AS COISAS.
Espiritismo como Filosofia
DEOLINDO, A. Doutrina Espírita. 2. ed. Salvador: CIRCULUS, 2002.
Filosofia Geral, p. 7-24.
ROCHA, C. Estudo sistematizado da doutrina espírita: programa
fundamental v. 1. Federação Espírita Brasileira, 2007. p.33.
NO ASPECTO FILOSÓFICO, O
ESPIRITISMO PREOCUPA-SE COM OS
PROBLEMAS DA HUMANIDADE, COM AS
SUAS DÚVIDAS, AS SUAS QUESTÕES,
A SUA CONDIÇÃO DE SER ETERNO EM
BUSCA DA DIVINDADE, ATRAVÉS DE
MÚLTIPLAS EXISTÊNCIAS FÍSICAS.
Espiritismo como Filosofia (cont.)
ROCHA, C. Estudo sistematizado da doutrina espírita: programa
fundamental v. 1. Federação Espírita Brasileira, 2007. p.33.
EXAMINA OS ATRIBUTOS DE DEUS, SUAS
RELAÇÕES COM A HUMANIDADE E
APRESENTA UM CÓDIGO MORAL, POR
MEIO DO QUAL A CRIATURA VAI DE
ENCONTRO AO SEU CRIADOR.
Espiritismo como Filosofia (cont.)
ROCHA, C. Estudo sistematizado da doutrina espírita: programa
fundamental v. 1. Federação Espírita Brasileira, 2007. p.33.
O aspecto filosófico
encontra-se abordado
em O Livro dos Espíritos.
(abril de 1857)
O ESPIRITISMO É FILOSOFIA PORQUE,
A PARTIR DOS FENÔMENOS E DOS
FATOS, UTILIZANDO, O RACIOCÍNIO
LÓGICO, DÁ UMA INTERPRETAÇÃO DA
VIDA, EXPLICANDO O PORQUÊ DAS
DORES, DOS SOFRIMENTOS E DAS
DESIGUALDADES ENTRE AS
CRIATURAS.
O caráter filosófico do Espiritismo deriva
do estudo que ele faz do Homem, sobretudo
do Espírito, de seus problemas, de sua
origem e de sua destinação. Que somos?
Donde viemos? Para onde vamos? Essas são
perguntas clássicas que a filosofia
tradicional sempre formulou e a filosofia
espírita responde com notável clareza.
G.
3
ROCHA, C. Estudo sistematizado da doutrina espírita: programa
fundamental v. 1. Federação Espírita Brasileira, 2007. p.33.
COMO RELIGIÃO, O ESPIRITISMO
SE PREOCUPA COM AS CONSEQUÊNCIAS
MORAIS DO ENSINO CIENTÍFICO-
FILOSÓFICO, BUSCANDO, NA ÉTICA
PREGADA POR JESUS, OS ELEMENTOS
QUE DEVERÃO NORTEAR A CONDUTA DO
SER HUMANO RUMO AO CRIADOR. É A
PRÁTICA DA PARTE MORAL.
Espiritismo como Religião
O ESPIRITISMO NÃO É UMA RELIGIÃO
DE CULTOS EXTERIORES. É UMA
ATITUDE ÍNTIMA DA BUSCA PELA
PRÁTICA DO AMOR PARA APERFEIÇOAR
A SI MESMO, DO AMOR PARA LIDAR
COM O PRÓXIMO E DO AMOR PARA
CHEGAR A DEUS.
Espiritismo como Religião
O ASPECTO RELIGIOSO DA DOUTRINA
ESPÍRITA É CODIFICADO POR ALLAN
KARDEC NAS OBRAS BÁSICAS: O
EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO E
O CÉU E INFERNO.
Espiritismo como Religião
(abril de 1864) (agosto de 1865)
O ESPIRITISMO É RELIGIÃO SE ANALISADO
PELA FINALIDADE QUE TEM DE PROPORCIONAR
A TRANSFORMAÇÃO MORAL DO HOMEM,
RETOMANDO OS ENSINAMENTOS DE CRISTO,
PARA QUE SEJAM APLICADOS NA VIDA DIÁRIA
DE CADA PESSOA, REVIVENDO O
CRISTIANISMO NA SUA VERDADEIRA
EXPRESSÃO DE AMOR E CARIDADE, EM SUMA,
RELIGANDO A CRIATURA À SUA ORIGEM
DIVINA, ATRAVÉS DA PRÁTICA DOS SEUS
ENSINAMENTOS.
O Espiritismo é, no sentido filosófico, uma
religião. Mas não se constitui, no sentido
comum, em mais uma religião, visto que não
possui cultos instituídos, igrejas, rituais,
dogmas, mitos ou crendices, nem tampouco
hierarquia sacerdotal. É uma religião,
quando estabelece um laço moral entre os
homens, conduzindo-os em direção ao
Criador, mediante a vivência dos
ensinamentos morais do Cristo.
G.
4
ROCHA, C. Estudo sistematizado da doutrina espírita: programa
fundamental v. 1. Federação Espírita Brasileira, 2007. p. 33-34.
Há três tipos de adeptos ao
Espiritismo:
Aqueles que buscam apenas receitas e
fórmulas;
Aqueles que apenas entendem as
consequências morais da Doutrina;
Aqueles que praticam ou se esforçam
para praticar essa moral.
Mensagem para nossa reflexão...
“Religião é o sentimento Divino, cujas
exteriorizações são sempre o Amor,
nas expressões mais sublimes.
Enquanto a Ciência e a Filosofia
operam o trabalho da experimentação
e do raciocínio, a Religião edifica e
ilumina os sentimentos.”
XAVIER, F.C. O consolador. Pelo Espírito Emmanuel. 26. ed. Rio de
Janeiro: FEB, 2006. Definição, p 19-20.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Palestra sobre O livro dos espíritos ( Leonardo Pereira).
Palestra sobre O  livro dos espíritos ( Leonardo Pereira). Palestra sobre O  livro dos espíritos ( Leonardo Pereira).
Palestra sobre O livro dos espíritos ( Leonardo Pereira). Leonardo Pereira
 
Esdei 01.04 pontos principais da doutrina espírita
Esdei 01.04 pontos principais da doutrina espíritaEsdei 01.04 pontos principais da doutrina espírita
Esdei 01.04 pontos principais da doutrina espíritaDenise Aguiar
 
Curso Básico de Espiritismo
Curso Básico de EspiritismoCurso Básico de Espiritismo
Curso Básico de EspiritismoADEP Portugal
 
Roteiro 5 retorno à vida corporal - infância
Roteiro 5    retorno à vida corporal - infânciaRoteiro 5    retorno à vida corporal - infância
Roteiro 5 retorno à vida corporal - infânciaBruno Cechinel Filho
 
Roteiro 4 retorno à vida corporal - união da alama ao corpo
Roteiro 4    retorno à vida corporal - união da alama ao corpoRoteiro 4    retorno à vida corporal - união da alama ao corpo
Roteiro 4 retorno à vida corporal - união da alama ao corpoBruno Cechinel Filho
 
Esde módulo 03 - roteiro 01 - existência de deus
Esde    módulo 03 - roteiro 01 - existência de deusEsde    módulo 03 - roteiro 01 - existência de deus
Esde módulo 03 - roteiro 01 - existência de deusElysio Laroide Lugarinho
 
principios basicos do espiritismo
principios basicos do espiritismoprincipios basicos do espiritismo
principios basicos do espiritismocleomarjunior
 
Allan Kardec o professor e o codificador o método adotado - ESDE - 1
Allan Kardec o professor e o codificador o método adotado - ESDE - 1Allan Kardec o professor e o codificador o método adotado - ESDE - 1
Allan Kardec o professor e o codificador o método adotado - ESDE - 1Graça Maciel
 
Aula o perispirito
Aula o perispiritoAula o perispirito
Aula o perispiritoduadv
 
Sócrates e platão prec. espiritismo
Sócrates e platão prec. espiritismoSócrates e platão prec. espiritismo
Sócrates e platão prec. espiritismoVera Apolinario
 
Provas da existencia sobrevivencia do espirito
Provas da existencia sobrevivencia do  espiritoProvas da existencia sobrevivencia do  espirito
Provas da existencia sobrevivencia do espiritoGraça Maciel
 
Tríplice Aspecto da Doutrina Espírita
Tríplice Aspecto da Doutrina EspíritaTríplice Aspecto da Doutrina Espírita
Tríplice Aspecto da Doutrina EspíritaAntonino Silva
 
2.7.3 Faculdades morais e intelectuais do homem
2.7.3   Faculdades morais e intelectuais do homem2.7.3   Faculdades morais e intelectuais do homem
2.7.3 Faculdades morais e intelectuais do homemMarta Gomes
 
Pluralidade dos mundos habitados
Pluralidade dos mundos habitadosPluralidade dos mundos habitados
Pluralidade dos mundos habitadoshome
 
Ninguém pode ver o Reino dos Céus se não nascer de novo
Ninguém pode ver o Reino dos Céus se não nascer de novoNinguém pode ver o Reino dos Céus se não nascer de novo
Ninguém pode ver o Reino dos Céus se não nascer de novoCEENA_SS
 
2.2 da encarnacao dos espiritos
2.2   da encarnacao dos espiritos2.2   da encarnacao dos espiritos
2.2 da encarnacao dos espiritosMarta Gomes
 
O homem de bem, grande desafio
O homem de bem, grande desafioO homem de bem, grande desafio
O homem de bem, grande desafioGraça Maciel
 

Mais procurados (20)

Palestra sobre O livro dos espíritos ( Leonardo Pereira).
Palestra sobre O  livro dos espíritos ( Leonardo Pereira). Palestra sobre O  livro dos espíritos ( Leonardo Pereira).
Palestra sobre O livro dos espíritos ( Leonardo Pereira).
 
Esdei 01.04 pontos principais da doutrina espírita
Esdei 01.04 pontos principais da doutrina espíritaEsdei 01.04 pontos principais da doutrina espírita
Esdei 01.04 pontos principais da doutrina espírita
 
Curso Básico de Espiritismo
Curso Básico de EspiritismoCurso Básico de Espiritismo
Curso Básico de Espiritismo
 
Roteiro 5 retorno à vida corporal - infância
Roteiro 5    retorno à vida corporal - infânciaRoteiro 5    retorno à vida corporal - infância
Roteiro 5 retorno à vida corporal - infância
 
Roteiro 4 retorno à vida corporal - união da alama ao corpo
Roteiro 4    retorno à vida corporal - união da alama ao corpoRoteiro 4    retorno à vida corporal - união da alama ao corpo
Roteiro 4 retorno à vida corporal - união da alama ao corpo
 
Esde módulo 03 - roteiro 01 - existência de deus
Esde    módulo 03 - roteiro 01 - existência de deusEsde    módulo 03 - roteiro 01 - existência de deus
Esde módulo 03 - roteiro 01 - existência de deus
 
providência divina
providência divinaprovidência divina
providência divina
 
principios basicos do espiritismo
principios basicos do espiritismoprincipios basicos do espiritismo
principios basicos do espiritismo
 
Allan Kardec o professor e o codificador o método adotado - ESDE - 1
Allan Kardec o professor e o codificador o método adotado - ESDE - 1Allan Kardec o professor e o codificador o método adotado - ESDE - 1
Allan Kardec o professor e o codificador o método adotado - ESDE - 1
 
Aula o perispirito
Aula o perispiritoAula o perispirito
Aula o perispirito
 
Sócrates e platão prec. espiritismo
Sócrates e platão prec. espiritismoSócrates e platão prec. espiritismo
Sócrates e platão prec. espiritismo
 
Provas da existencia sobrevivencia do espirito
Provas da existencia sobrevivencia do  espiritoProvas da existencia sobrevivencia do  espirito
Provas da existencia sobrevivencia do espirito
 
Tríplice Aspecto da Doutrina Espírita
Tríplice Aspecto da Doutrina EspíritaTríplice Aspecto da Doutrina Espírita
Tríplice Aspecto da Doutrina Espírita
 
Cap. 1 NãO Vim Destruir A Lei
Cap. 1 NãO Vim Destruir A LeiCap. 1 NãO Vim Destruir A Lei
Cap. 1 NãO Vim Destruir A Lei
 
2.7.3 Faculdades morais e intelectuais do homem
2.7.3   Faculdades morais e intelectuais do homem2.7.3   Faculdades morais e intelectuais do homem
2.7.3 Faculdades morais e intelectuais do homem
 
Pluralidade dos mundos habitados
Pluralidade dos mundos habitadosPluralidade dos mundos habitados
Pluralidade dos mundos habitados
 
Ninguém pode ver o Reino dos Céus se não nascer de novo
Ninguém pode ver o Reino dos Céus se não nascer de novoNinguém pode ver o Reino dos Céus se não nascer de novo
Ninguém pode ver o Reino dos Céus se não nascer de novo
 
ESDE - Fundamental 1 - modulo 1 - roteiro 2 -
ESDE - Fundamental 1 - modulo 1 - roteiro 2 -ESDE - Fundamental 1 - modulo 1 - roteiro 2 -
ESDE - Fundamental 1 - modulo 1 - roteiro 2 -
 
2.2 da encarnacao dos espiritos
2.2   da encarnacao dos espiritos2.2   da encarnacao dos espiritos
2.2 da encarnacao dos espiritos
 
O homem de bem, grande desafio
O homem de bem, grande desafioO homem de bem, grande desafio
O homem de bem, grande desafio
 

Destaque

Apostila ESDE - Tomo I - Estudo Sistematizado Doutrina Espirita
Apostila ESDE - Tomo I - Estudo Sistematizado Doutrina EspiritaApostila ESDE - Tomo I - Estudo Sistematizado Doutrina Espirita
Apostila ESDE - Tomo I - Estudo Sistematizado Doutrina EspiritaGevluz de Luz
 
Fundamental i modulo i - roteiro 3
Fundamental i   modulo i - roteiro 3Fundamental i   modulo i - roteiro 3
Fundamental i modulo i - roteiro 3Shantappa Jewur
 
Fundamental i módulo i - roteiro 1
Fundamental i    módulo i - roteiro 1Fundamental i    módulo i - roteiro 1
Fundamental i módulo i - roteiro 1Shantappa Jewur
 
Introdução ao estudo do espiritismo: conceito e objeto
Introdução ao estudo do espiritismo: conceito e objetoIntrodução ao estudo do espiritismo: conceito e objeto
Introdução ao estudo do espiritismo: conceito e objetoDenise Aguiar
 
Resumo dos Pontos Principais Doutrina Espírita
Resumo dos Pontos Principais Doutrina EspíritaResumo dos Pontos Principais Doutrina Espírita
Resumo dos Pontos Principais Doutrina EspíritaGraça Maciel
 
Fundamental i modulo i - roteiro 2
Fundamental i   modulo i - roteiro 2 Fundamental i   modulo i - roteiro 2
Fundamental i modulo i - roteiro 2 Shantappa Jewur
 
Fundamental i modulo i - roteiro 4
Fundamental i   modulo i - roteiro 4Fundamental i   modulo i - roteiro 4
Fundamental i modulo i - roteiro 4Shantappa Jewur
 
O Tríplice Aspecto da Doutrina Espírita. Allan Kardec e as Obras da Codificação.
O Tríplice Aspecto da Doutrina Espírita. Allan Kardec e as Obras da Codificação.O Tríplice Aspecto da Doutrina Espírita. Allan Kardec e as Obras da Codificação.
O Tríplice Aspecto da Doutrina Espírita. Allan Kardec e as Obras da Codificação.Angelo Baptista
 
Doutrina Espírita - Resumo dos Pontos Principais
Doutrina Espírita - Resumo dos Pontos PrincipaisDoutrina Espírita - Resumo dos Pontos Principais
Doutrina Espírita - Resumo dos Pontos Principaishamletcrs
 
Apresentação do Esde
Apresentação do Esde Apresentação do Esde
Apresentação do Esde Edna Costa
 
O que é o Espiritismo? (o tríplice aspecto)-1,5h
O que é o Espiritismo? (o tríplice aspecto)-1,5hO que é o Espiritismo? (o tríplice aspecto)-1,5h
O que é o Espiritismo? (o tríplice aspecto)-1,5hhome
 
Ensaio teórico das sensações e percepções dos Espíritos.
Ensaio teórico das sensações e percepções dos Espíritos.Ensaio teórico das sensações e percepções dos Espíritos.
Ensaio teórico das sensações e percepções dos Espíritos.Denise Aguiar
 
Aspecto TríPlice Da Doutrina EspíRita
Aspecto TríPlice Da Doutrina EspíRitaAspecto TríPlice Da Doutrina EspíRita
Aspecto TríPlice Da Doutrina EspíRitaSergio Menezes
 
Estudos bíblicos - n.4
Estudos bíblicos - n.4 Estudos bíblicos - n.4
Estudos bíblicos - n.4 Graça Maciel
 

Destaque (20)

Apostila ESDE - Tomo I - Estudo Sistematizado Doutrina Espirita
Apostila ESDE - Tomo I - Estudo Sistematizado Doutrina EspiritaApostila ESDE - Tomo I - Estudo Sistematizado Doutrina Espirita
Apostila ESDE - Tomo I - Estudo Sistematizado Doutrina Espirita
 
Esde recomendado pela mais alta espiritualidade
Esde   recomendado pela mais alta espiritualidadeEsde   recomendado pela mais alta espiritualidade
Esde recomendado pela mais alta espiritualidade
 
Fundamental i modulo i - roteiro 3
Fundamental i   modulo i - roteiro 3Fundamental i   modulo i - roteiro 3
Fundamental i modulo i - roteiro 3
 
Esde breve apresentação - 2º encontro
Esde   breve apresentação - 2º encontroEsde   breve apresentação - 2º encontro
Esde breve apresentação - 2º encontro
 
Fundamental i módulo i - roteiro 1
Fundamental i    módulo i - roteiro 1Fundamental i    módulo i - roteiro 1
Fundamental i módulo i - roteiro 1
 
Introdução ao estudo do espiritismo: conceito e objeto
Introdução ao estudo do espiritismo: conceito e objetoIntrodução ao estudo do espiritismo: conceito e objeto
Introdução ao estudo do espiritismo: conceito e objeto
 
Resumo dos Pontos Principais Doutrina Espírita
Resumo dos Pontos Principais Doutrina EspíritaResumo dos Pontos Principais Doutrina Espírita
Resumo dos Pontos Principais Doutrina Espírita
 
Fundamental i modulo i - roteiro 2
Fundamental i   modulo i - roteiro 2 Fundamental i   modulo i - roteiro 2
Fundamental i modulo i - roteiro 2
 
Fundamental i modulo i - roteiro 4
Fundamental i   modulo i - roteiro 4Fundamental i   modulo i - roteiro 4
Fundamental i modulo i - roteiro 4
 
O Tríplice Aspecto da Doutrina Espírita. Allan Kardec e as Obras da Codificação.
O Tríplice Aspecto da Doutrina Espírita. Allan Kardec e as Obras da Codificação.O Tríplice Aspecto da Doutrina Espírita. Allan Kardec e as Obras da Codificação.
O Tríplice Aspecto da Doutrina Espírita. Allan Kardec e as Obras da Codificação.
 
Doutrina Espírita - Resumo dos Pontos Principais
Doutrina Espírita - Resumo dos Pontos PrincipaisDoutrina Espírita - Resumo dos Pontos Principais
Doutrina Espírita - Resumo dos Pontos Principais
 
Apresentação do Esde
Apresentação do Esde Apresentação do Esde
Apresentação do Esde
 
O que é o Espiritismo? (o tríplice aspecto)-1,5h
O que é o Espiritismo? (o tríplice aspecto)-1,5hO que é o Espiritismo? (o tríplice aspecto)-1,5h
O que é o Espiritismo? (o tríplice aspecto)-1,5h
 
Ensaio teórico das sensações e percepções dos Espíritos.
Ensaio teórico das sensações e percepções dos Espíritos.Ensaio teórico das sensações e percepções dos Espíritos.
Ensaio teórico das sensações e percepções dos Espíritos.
 
Aspecto TríPlice Da Doutrina EspíRita
Aspecto TríPlice Da Doutrina EspíRitaAspecto TríPlice Da Doutrina EspíRita
Aspecto TríPlice Da Doutrina EspíRita
 
Elementos gerais do universo
Elementos gerais do universoElementos gerais do universo
Elementos gerais do universo
 
Estudos bíblicos - n.4
Estudos bíblicos - n.4 Estudos bíblicos - n.4
Estudos bíblicos - n.4
 
Relação no além túmulo
Relação no além túmuloRelação no além túmulo
Relação no além túmulo
 
O amor
O amorO amor
O amor
 
ESDE - Café Entre Amigos (Livre e Opcional)
ESDE - Café Entre Amigos (Livre e Opcional)ESDE - Café Entre Amigos (Livre e Opcional)
ESDE - Café Entre Amigos (Livre e Opcional)
 

Semelhante a ESDE - Fundamental l – módulo l – roteiro 3 – Sergio Luiz Ribeiro

Módulo I - Aula III - Mansão Espírita
Módulo I - Aula III - Mansão EspíritaMódulo I - Aula III - Mansão Espírita
Módulo I - Aula III - Mansão Espíritabrunoquadros
 
Fund1Mod01Rot3-[2008]euzebio
Fund1Mod01Rot3-[2008]euzebioFund1Mod01Rot3-[2008]euzebio
Fund1Mod01Rot3-[2008]euzebioGuto Ovsky
 
O triplice aspecto do espiritismo
O triplice aspecto do espiritismoO triplice aspecto do espiritismo
O triplice aspecto do espiritismoGraça Maciel
 
03.[2011] fund i-mod i-rot 3-euzebio aula
03.[2011] fund i-mod i-rot 3-euzebio aula03.[2011] fund i-mod i-rot 3-euzebio aula
03.[2011] fund i-mod i-rot 3-euzebio aulaEuzebio Medrado
 
Curso Básico de Espiritismo 5
Curso Básico de Espiritismo 5Curso Básico de Espiritismo 5
Curso Básico de Espiritismo 5Roseli Lemes
 
( Espiritismo) # - astrid sayegh - a importância da bíblia para a doutrina ...
( Espiritismo)   # - astrid sayegh - a importância da bíblia para a doutrina ...( Espiritismo)   # - astrid sayegh - a importância da bíblia para a doutrina ...
( Espiritismo) # - astrid sayegh - a importância da bíblia para a doutrina ...Instituto de Psicobiofísica Rama Schain
 
Hinoshita, alice ciência e espiritualidade - as noções de ciência no espiri...
Hinoshita, alice   ciência e espiritualidade - as noções de ciência no espiri...Hinoshita, alice   ciência e espiritualidade - as noções de ciência no espiri...
Hinoshita, alice ciência e espiritualidade - as noções de ciência no espiri...Karine Rodrigues
 
Curso Básico de Espiritismo - Capítulo 02
Curso Básico de Espiritismo - Capítulo 02Curso Básico de Espiritismo - Capítulo 02
Curso Básico de Espiritismo - Capítulo 02ADEP Portugal
 
Artigos espíritas a importância da bíblia para a doutrina espírita
Artigos espíritas   a importância da bíblia para a doutrina espíritaArtigos espíritas   a importância da bíblia para a doutrina espírita
Artigos espíritas a importância da bíblia para a doutrina espíritaLux Ana Lopes
 
( Espiritismo) # - astrid sayegh - a importancia da biblia para a doutrina ...
( Espiritismo)   # - astrid sayegh - a importancia da biblia para a doutrina ...( Espiritismo)   # - astrid sayegh - a importancia da biblia para a doutrina ...
( Espiritismo) # - astrid sayegh - a importancia da biblia para a doutrina ...Instituto de Psicobiofísica Rama Schain
 
A doutrina espírita (sef)
A doutrina espírita (sef)A doutrina espírita (sef)
A doutrina espírita (sef)Ricardo Akerman
 
Triplice Aspecto da Doutrina Espirita
Triplice Aspecto da Doutrina EspiritaTriplice Aspecto da Doutrina Espirita
Triplice Aspecto da Doutrina EspiritaAngelo Baptista
 
Aula 05 Curso Básico de Espiritismo
Aula 05 Curso Básico de EspiritismoAula 05 Curso Básico de Espiritismo
Aula 05 Curso Básico de Espiritismoliliancostadias
 
Tríplice Aspecto da Doutrina Espírita.pptx
Tríplice Aspecto da Doutrina Espírita.pptxTríplice Aspecto da Doutrina Espírita.pptx
Tríplice Aspecto da Doutrina Espírita.pptxLuizHenriqueTDias
 
Estudo Aprofundado Da Doutrina Espírita - Livro I - Cristianismo e Espiritismo
Estudo Aprofundado Da Doutrina Espírita - Livro I - Cristianismo e EspiritismoEstudo Aprofundado Da Doutrina Espírita - Livro I - Cristianismo e Espiritismo
Estudo Aprofundado Da Doutrina Espírita - Livro I - Cristianismo e Espiritismo. Sobrenome
 

Semelhante a ESDE - Fundamental l – módulo l – roteiro 3 – Sergio Luiz Ribeiro (20)

Módulo I - Aula III - Mansão Espírita
Módulo I - Aula III - Mansão EspíritaMódulo I - Aula III - Mansão Espírita
Módulo I - Aula III - Mansão Espírita
 
Fund1Mod01Rot3-[2008]euzebio
Fund1Mod01Rot3-[2008]euzebioFund1Mod01Rot3-[2008]euzebio
Fund1Mod01Rot3-[2008]euzebio
 
AULA COMPLEMENTAR.ppt
AULA COMPLEMENTAR.pptAULA COMPLEMENTAR.ppt
AULA COMPLEMENTAR.ppt
 
O triplice aspecto do espiritismo
O triplice aspecto do espiritismoO triplice aspecto do espiritismo
O triplice aspecto do espiritismo
 
03.[2011] fund i-mod i-rot 3-euzebio aula
03.[2011] fund i-mod i-rot 3-euzebio aula03.[2011] fund i-mod i-rot 3-euzebio aula
03.[2011] fund i-mod i-rot 3-euzebio aula
 
Curso Básico de Espiritismo 5
Curso Básico de Espiritismo 5Curso Básico de Espiritismo 5
Curso Básico de Espiritismo 5
 
( Espiritismo) # - astrid sayegh - a importância da bíblia para a doutrina ...
( Espiritismo)   # - astrid sayegh - a importância da bíblia para a doutrina ...( Espiritismo)   # - astrid sayegh - a importância da bíblia para a doutrina ...
( Espiritismo) # - astrid sayegh - a importância da bíblia para a doutrina ...
 
Hinoshita, alice ciência e espiritualidade - as noções de ciência no espiri...
Hinoshita, alice   ciência e espiritualidade - as noções de ciência no espiri...Hinoshita, alice   ciência e espiritualidade - as noções de ciência no espiri...
Hinoshita, alice ciência e espiritualidade - as noções de ciência no espiri...
 
Curso Básico de Espiritismo - Capítulo 02
Curso Básico de Espiritismo - Capítulo 02Curso Básico de Espiritismo - Capítulo 02
Curso Básico de Espiritismo - Capítulo 02
 
Apresentação (2).pptx
Apresentação (2).pptxApresentação (2).pptx
Apresentação (2).pptx
 
Artigos espíritas a importância da bíblia para a doutrina espírita
Artigos espíritas   a importância da bíblia para a doutrina espíritaArtigos espíritas   a importância da bíblia para a doutrina espírita
Artigos espíritas a importância da bíblia para a doutrina espírita
 
( Espiritismo) # - astrid sayegh - a importancia da biblia para a doutrina ...
( Espiritismo)   # - astrid sayegh - a importancia da biblia para a doutrina ...( Espiritismo)   # - astrid sayegh - a importancia da biblia para a doutrina ...
( Espiritismo) # - astrid sayegh - a importancia da biblia para a doutrina ...
 
A doutrina espírita (sef)
A doutrina espírita (sef)A doutrina espírita (sef)
A doutrina espírita (sef)
 
Triplice Aspecto da Doutrina Espirita
Triplice Aspecto da Doutrina EspiritaTriplice Aspecto da Doutrina Espirita
Triplice Aspecto da Doutrina Espirita
 
Aula 05 Curso Básico de Espiritismo
Aula 05 Curso Básico de EspiritismoAula 05 Curso Básico de Espiritismo
Aula 05 Curso Básico de Espiritismo
 
Tríplice Aspecto da Doutrina Espírita.pptx
Tríplice Aspecto da Doutrina Espírita.pptxTríplice Aspecto da Doutrina Espírita.pptx
Tríplice Aspecto da Doutrina Espírita.pptx
 
Instituto Espírita de Educação - Livro dos Espíritos
Instituto Espírita de Educação - Livro dos EspíritosInstituto Espírita de Educação - Livro dos Espíritos
Instituto Espírita de Educação - Livro dos Espíritos
 
Filosofia medieval2 renata 21 m
Filosofia medieval2 renata 21 mFilosofia medieval2 renata 21 m
Filosofia medieval2 renata 21 m
 
Ere capa
Ere capaEre capa
Ere capa
 
Estudo Aprofundado Da Doutrina Espírita - Livro I - Cristianismo e Espiritismo
Estudo Aprofundado Da Doutrina Espírita - Livro I - Cristianismo e EspiritismoEstudo Aprofundado Da Doutrina Espírita - Livro I - Cristianismo e Espiritismo
Estudo Aprofundado Da Doutrina Espírita - Livro I - Cristianismo e Espiritismo
 

Mais de Sergio Luiz , Palestrante Espírita - Professor, Cientista Social e Jornalista

Mais de Sergio Luiz , Palestrante Espírita - Professor, Cientista Social e Jornalista (18)

Centros de Força do Perispírito (plexos, chacras)
Centros de Força do Perispírito (plexos, chacras)Centros de Força do Perispírito (plexos, chacras)
Centros de Força do Perispírito (plexos, chacras)
 
Mediunidade e Obsessão - Doutrina Espírita
Mediunidade e Obsessão - Doutrina EspíritaMediunidade e Obsessão - Doutrina Espírita
Mediunidade e Obsessão - Doutrina Espírita
 
Fluido Cósmico Universal e Perispírito.ppt
Fluido Cósmico Universal e Perispírito.pptFluido Cósmico Universal e Perispírito.ppt
Fluido Cósmico Universal e Perispírito.ppt
 
O Livro dos Espiritos - Allan Kardec.pdf
O Livro dos Espiritos - Allan Kardec.pdfO Livro dos Espiritos - Allan Kardec.pdf
O Livro dos Espiritos - Allan Kardec.pdf
 
Livro Aconteceu na Casa Espirita / Autores Espírito Nora e Médium Emanuel Cri...
Livro Aconteceu na Casa Espirita / Autores Espírito Nora e Médium Emanuel Cri...Livro Aconteceu na Casa Espirita / Autores Espírito Nora e Médium Emanuel Cri...
Livro Aconteceu na Casa Espirita / Autores Espírito Nora e Médium Emanuel Cri...
 
As mesas girantes e o espiritismo
As mesas girantes e o espiritismoAs mesas girantes e o espiritismo
As mesas girantes e o espiritismo
 
História do espiritismo.
História do espiritismo. História do espiritismo.
História do espiritismo.
 
O fenômeno espírita.
O fenômeno espírita.O fenômeno espírita.
O fenômeno espírita.
 
Espiritismo básico
Espiritismo básicoEspiritismo básico
Espiritismo básico
 
Fundamental i modulo i - roteiro 1 - [2015] sergio luiz ribero
Fundamental i   modulo i - roteiro 1 - [2015] sergio luiz riberoFundamental i   modulo i - roteiro 1 - [2015] sergio luiz ribero
Fundamental i modulo i - roteiro 1 - [2015] sergio luiz ribero
 
90 Anos da nossa casa, o Centro Espírita Discípulos de Jesus - Eis a nossa hi...
90 Anos da nossa casa, o Centro Espírita Discípulos de Jesus - Eis a nossa hi...90 Anos da nossa casa, o Centro Espírita Discípulos de Jesus - Eis a nossa hi...
90 Anos da nossa casa, o Centro Espírita Discípulos de Jesus - Eis a nossa hi...
 
Somos Mutantes (como nossos pensamentos e sentimentos influenciam nosso corpo...
Somos Mutantes (como nossos pensamentos e sentimentos influenciam nosso corpo...Somos Mutantes (como nossos pensamentos e sentimentos influenciam nosso corpo...
Somos Mutantes (como nossos pensamentos e sentimentos influenciam nosso corpo...
 
Cremação - Opinião Espírita
Cremação - Opinião EspíritaCremação - Opinião Espírita
Cremação - Opinião Espírita
 
Colônias espirituais
Colônias espirituaisColônias espirituais
Colônias espirituais
 
O retorno de Chico Xavier à Espiritualidade
O retorno de Chico Xavier à EspiritualidadeO retorno de Chico Xavier à Espiritualidade
O retorno de Chico Xavier à Espiritualidade
 
Perispírito e suas propriedades
Perispírito e suas propriedades Perispírito e suas propriedades
Perispírito e suas propriedades
 
Minutos de sabedoria - Clic e Leia a Sua Mensagem de Hoje
Minutos de sabedoria - Clic e Leia a Sua Mensagem de HojeMinutos de sabedoria - Clic e Leia a Sua Mensagem de Hoje
Minutos de sabedoria - Clic e Leia a Sua Mensagem de Hoje
 
EM SLIDES CURTOS E OBJETIVOS - e Livro Voltei (compacto)
EM SLIDES CURTOS E OBJETIVOS  - e Livro Voltei (compacto) EM SLIDES CURTOS E OBJETIVOS  - e Livro Voltei (compacto)
EM SLIDES CURTOS E OBJETIVOS - e Livro Voltei (compacto)
 

Último

Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docx
Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docxCulto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docx
Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docxManoel Candido Pires Junior
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaRicardo Azevedo
 
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De AquinoOração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De AquinoNilson Almeida
 
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptxIgreja Jesus é o Verbo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da ProvidênciaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da ProvidênciaRicardo Azevedo
 
Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............MilyFonceca
 
pregacao romanos 12 9-21 honrar uns aos outros.pptx
pregacao romanos    12 9-21  honrar   uns aos outros.pptxpregacao romanos    12 9-21  honrar   uns aos outros.pptx
pregacao romanos 12 9-21 honrar uns aos outros.pptxFabianoHaider1
 
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptxIgreja Jesus é o Verbo
 

Último (8)

Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docx
Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docxCulto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docx
Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docx
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
 
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De AquinoOração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
 
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da ProvidênciaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
 
Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............
 
pregacao romanos 12 9-21 honrar uns aos outros.pptx
pregacao romanos    12 9-21  honrar   uns aos outros.pptxpregacao romanos    12 9-21  honrar   uns aos outros.pptx
pregacao romanos 12 9-21 honrar uns aos outros.pptx
 
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
 

ESDE - Fundamental l – módulo l – roteiro 3 – Sergio Luiz Ribeiro

  • 1. ESDE – ESTUDO SISTEMATIZADO DA DOUTRINA ESPÍRITA – FUNDAMENTAL I – MÓDULO I – ROTEIRO III
  • 2. Tríplice aspecto da Doutrina Espírita. Objetivo específico do estudo Identificar os aspectos científico, filosófico e religioso do Espiritismo.
  • 3. Filosofia Religião TRÍPLICE ASPECTO DA DOUTRINA ESPÍRITA Ciência
  • 4. 1) TÉCNICAS DE INVESTIGAÇÃO FORAM USADAS PARA COMPROVAR A VERACIDADE DOS FENÔMENOS ESPÍRITAS (CIÊNCIA); O tríplice aspecto no estudo ... 2) Com base na revelação dos resultados (verdades), foram formuladas questões de elevado teor filosófico (filosofia); 3) Verificou-se que a aplicação daquelas verdades podem ser utilizadas na transformação moral do Homem (religião);
  • 5. SEGUNDO, EMMANUEL, "PODEMOS TOMAR O ESPIRITISMO, SIMBOLIZADO COMO UM TRIÂNGULO DE FORÇAS ESPIRITUAIS. A CIÊNCIA E A FILOSOFIA VINCULAM À TERRA ESSA FIGURA SIMBÓLICA, PORÉM, A RELIGIÃO É O ÂNGULO DIVINO QUE A LIGA AO CÉU.“ Triângulo de forças espirituais... XAVIER, F.C. O consolador. Pelo Espírito Emmanuel. 26. ed. Rio de Janeiro: FEB, 2006. Definição, p 19-20.
  • 7. O Espiritismo é uma: Ciência de observação pelas relações que estabelece entre nós e os Espíritos. Doutrina filosófica pelos princípios morais em que se assentam seus fundamentos. Religião pela aplicação desses princípios morais em prol da renovação dos homens e consequentemente da humanidade. TRÍPLICE ASPECTO DA DOUTRINA ESPÍRITA
  • 8.
  • 9. NO ASPECTO CIENTÍFICO, O ESPIRITISMO DEMONSTRA A EXISTÊNCIA DA ALMA E A SUA IMORTALIDADE, POR MEIO, PRINCIPALMENTE, DO INTERCÂMBIO MEDIÚNICO ENTRE ENCARNADOS E DESENCARNADOS. Espiritismo como ciência DELANE, Gabriel. O fenômeno espírita. Tradução de F. R. E. Quadros. 8. ed. Rio de Janeiro: FEB, 2005. Prefácio, p 13.
  • 10. O ESPIRITISMO PREOCUPA-SE EM ESTUDAR A INTIMIDADE DO FENÔMENO MEDIÚNICO, AS SUAS CONSEQÜÊNCIAS NA VIDA DAS PESSOAS, BEM COMO AS CARACTERÍSTICAS DO SER ESPIRITUAL, A SUA ORIGEM, A SUA NATUREZA E O SEU DESTINO. ISSO GERA MATERIAL DE APLICAÇÃO MORAL E FILOSÓFICA. Espiritismo como ciência (cont.)
  • 11. O ASPECTO CIENTÍFICO DO ESPIRITISMO DESENVOLVE-SE EM DUAS OBRAS DE ALLAN KARDEC: O LIVRO DOS MÉDIUNS E A GÊNESE. Espiritismo como ciência (cont.) (janeiro de 1861) (janeiro de 1868)
  • 12. O ESPIRITISMO É CIÊNCIA PORQUE, À LUZ DA RAZÃO E DE CRITÉRIOS LÓGICOS E METODOLÓGICOS, DEMONSTRA, POR MEIO DO INTERCAMBIO ENTRE ENCARNADOS E DESENCARNADOS, A EXISTÊNCIA DA ALMA E SUA IMORTALIDADE.
  • 13. Os fatos ou fenômenos espíritas são o objeto de estudo da ciência espírita. É por meio desse tipo de estudo, o Espiritismo demonstra, experimentalmente, por exemplo, a existência da alma e sua imortalidade, utilizando, principalmente o intercâmbio mediúnico entre encarnados e desencarnados. G. 2 ROCHA, C. Estudo sistematizado da doutrina espírita: programa fundamental v. 1. Federação Espírita Brasileira, 2007. p.17-18.
  • 14.
  • 15. QUANDO A HUMANIDADE PERGUNTA, INTERROGA, COGITA, QUER SABER O “COMO” E O “PORQUÊ” DAS COISAS, DOS FATOS, DOS ACONTECIMENTOS, NASCE A FILOSOFIA QUE MOSTRA O QUE SÃO AS COISAS E PORQUE SÃO AS COISAS. Espiritismo como Filosofia DEOLINDO, A. Doutrina Espírita. 2. ed. Salvador: CIRCULUS, 2002. Filosofia Geral, p. 7-24. ROCHA, C. Estudo sistematizado da doutrina espírita: programa fundamental v. 1. Federação Espírita Brasileira, 2007. p.33.
  • 16. NO ASPECTO FILOSÓFICO, O ESPIRITISMO PREOCUPA-SE COM OS PROBLEMAS DA HUMANIDADE, COM AS SUAS DÚVIDAS, AS SUAS QUESTÕES, A SUA CONDIÇÃO DE SER ETERNO EM BUSCA DA DIVINDADE, ATRAVÉS DE MÚLTIPLAS EXISTÊNCIAS FÍSICAS. Espiritismo como Filosofia (cont.) ROCHA, C. Estudo sistematizado da doutrina espírita: programa fundamental v. 1. Federação Espírita Brasileira, 2007. p.33.
  • 17. EXAMINA OS ATRIBUTOS DE DEUS, SUAS RELAÇÕES COM A HUMANIDADE E APRESENTA UM CÓDIGO MORAL, POR MEIO DO QUAL A CRIATURA VAI DE ENCONTRO AO SEU CRIADOR. Espiritismo como Filosofia (cont.) ROCHA, C. Estudo sistematizado da doutrina espírita: programa fundamental v. 1. Federação Espírita Brasileira, 2007. p.33. O aspecto filosófico encontra-se abordado em O Livro dos Espíritos. (abril de 1857)
  • 18. O ESPIRITISMO É FILOSOFIA PORQUE, A PARTIR DOS FENÔMENOS E DOS FATOS, UTILIZANDO, O RACIOCÍNIO LÓGICO, DÁ UMA INTERPRETAÇÃO DA VIDA, EXPLICANDO O PORQUÊ DAS DORES, DOS SOFRIMENTOS E DAS DESIGUALDADES ENTRE AS CRIATURAS.
  • 19. O caráter filosófico do Espiritismo deriva do estudo que ele faz do Homem, sobretudo do Espírito, de seus problemas, de sua origem e de sua destinação. Que somos? Donde viemos? Para onde vamos? Essas são perguntas clássicas que a filosofia tradicional sempre formulou e a filosofia espírita responde com notável clareza. G. 3 ROCHA, C. Estudo sistematizado da doutrina espírita: programa fundamental v. 1. Federação Espírita Brasileira, 2007. p.33.
  • 20.
  • 21. COMO RELIGIÃO, O ESPIRITISMO SE PREOCUPA COM AS CONSEQUÊNCIAS MORAIS DO ENSINO CIENTÍFICO- FILOSÓFICO, BUSCANDO, NA ÉTICA PREGADA POR JESUS, OS ELEMENTOS QUE DEVERÃO NORTEAR A CONDUTA DO SER HUMANO RUMO AO CRIADOR. É A PRÁTICA DA PARTE MORAL. Espiritismo como Religião
  • 22. O ESPIRITISMO NÃO É UMA RELIGIÃO DE CULTOS EXTERIORES. É UMA ATITUDE ÍNTIMA DA BUSCA PELA PRÁTICA DO AMOR PARA APERFEIÇOAR A SI MESMO, DO AMOR PARA LIDAR COM O PRÓXIMO E DO AMOR PARA CHEGAR A DEUS. Espiritismo como Religião
  • 23. O ASPECTO RELIGIOSO DA DOUTRINA ESPÍRITA É CODIFICADO POR ALLAN KARDEC NAS OBRAS BÁSICAS: O EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO E O CÉU E INFERNO. Espiritismo como Religião (abril de 1864) (agosto de 1865)
  • 24. O ESPIRITISMO É RELIGIÃO SE ANALISADO PELA FINALIDADE QUE TEM DE PROPORCIONAR A TRANSFORMAÇÃO MORAL DO HOMEM, RETOMANDO OS ENSINAMENTOS DE CRISTO, PARA QUE SEJAM APLICADOS NA VIDA DIÁRIA DE CADA PESSOA, REVIVENDO O CRISTIANISMO NA SUA VERDADEIRA EXPRESSÃO DE AMOR E CARIDADE, EM SUMA, RELIGANDO A CRIATURA À SUA ORIGEM DIVINA, ATRAVÉS DA PRÁTICA DOS SEUS ENSINAMENTOS.
  • 25. O Espiritismo é, no sentido filosófico, uma religião. Mas não se constitui, no sentido comum, em mais uma religião, visto que não possui cultos instituídos, igrejas, rituais, dogmas, mitos ou crendices, nem tampouco hierarquia sacerdotal. É uma religião, quando estabelece um laço moral entre os homens, conduzindo-os em direção ao Criador, mediante a vivência dos ensinamentos morais do Cristo. G. 4 ROCHA, C. Estudo sistematizado da doutrina espírita: programa fundamental v. 1. Federação Espírita Brasileira, 2007. p. 33-34.
  • 26. Há três tipos de adeptos ao Espiritismo: Aqueles que buscam apenas receitas e fórmulas; Aqueles que apenas entendem as consequências morais da Doutrina; Aqueles que praticam ou se esforçam para praticar essa moral.
  • 27. Mensagem para nossa reflexão... “Religião é o sentimento Divino, cujas exteriorizações são sempre o Amor, nas expressões mais sublimes. Enquanto a Ciência e a Filosofia operam o trabalho da experimentação e do raciocínio, a Religião edifica e ilumina os sentimentos.” XAVIER, F.C. O consolador. Pelo Espírito Emmanuel. 26. ed. Rio de Janeiro: FEB, 2006. Definição, p 19-20.

Notas do Editor

  1. Diante de um objeto, a ciência pergunta: (a) o que é e como é feito A filosofia indaga: por que existe e para que existe.
  2. Inserir texto aqui.
  3. Antes de discorrer sobre o espiritismo e a religião, devemos nos perguntar o que é religião. Segundo o dicionário Aurélio (1999) religião é: 1. Crença na existência de uma força ou forças sobrenaturais, considerada(s) como criadora(s) do Universo, e que como tal deve(m) ser adoradas(s) e obedecida(s). 2. A manifestação de tal crença por meio de doutrina e ritual próprios, que envolvem em geral, preceitos éticos.Como se vê, na definição clássica de religião transparece uma dualidade que envolve uma crença num ser superior, e um aspecto de culto institucionalizado.
  4. Antes de discorrer sobre o espiritismo e a religião, devemos nos perguntar o que é religião. Segundo o dicionário Aurélio (1999) religião é: 1. Crença na existência de uma força ou forças sobrenaturais, considerada(s) como criadora(s) do Universo, e que como tal deve(m) ser adoradas(s) e obedecida(s). 2. A manifestação de tal crença por meio de doutrina e ritual próprios, que envolvem em geral, preceitos éticos.Como se vê, na definição clássica de religião transparece uma dualidade que envolve uma crença num ser superior, e um aspecto de culto institucionalizado.
  5. Inserir texto aqui.